Compartilhe
Ir em baixo
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 5 Set - 19:34
Hoje tá difícil galera. Resolvi vim aqui no Forum buscar ajuda. Tive até que desinstalar o K9, pois, não estava encontrando o site no google (Nem preciso dizer que a tentação de buscar um site porno foi muito grande...). Mas, quando percebi que estou há 56 dias sem PM! Nem acredito....

Preciso confessar, porém, que ando tendo um tesão bem louco com a minha esposa... Coitada... ela não deve entender nada, e eu não tive coragem de contar pra ela do meu vício.... Vim a perceber, recentemente, que ainda tenho muitas fantasias, quase inconscientes, durante ou antes do ato sexual com ela. Embora o sexo seja real, estou convicto que a fantasia é realmente muito ruim... Portanto, a cura ainda não é completa..

bom, depois de contar um pouquinho da minha história e sorver as valiosíssimas experiências da galera, tomei fôlego e vou para mais um tempo longe da PM. Minha quase recaída hoje, foi pelo tédio e pelo estresse do trabalho, então galera, cuidado com isso aí... nossa mente fraca busca na PM a fuga da realidade às vezes tediosa e estressante da vida. Mas, avante e firmes!


Ps. Batizei o tópico dessa forma, pois, acredito que seja esse realmente um dos principais motivos que levam as pessoas a qualquer vício: a fuga. Agente cansa da mulher que tem, e vai pra punheta ou putaria achando que vai encontrar coisa melhor. Agente cansa da vida que tem, e vai pra farra achando que lá tudo é lindo. Agente se estressa com os problemas e conflitos do dia, vai lá e acende um beck para esquecer tudo... No fim, só perde tempo, oportunidade de crescer e evoluir, e acumula mais problemas...


Última edição por blackb em Ter 28 Jun - 11:11, editado 3 vez(es)

_______________________________________
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 5 Set - 19:46
Preciso falar também, da flatline e das mudanças de humor.

Mel delsssss..... que coisa horrível essa flatline. Um balão murcho tinha mais libido que eu....

E as mudanças de humor... Quero mulher, não quero. Quero sair farrear, não quero mais. Quero minha esposa, não quero mais. Na verdade quero que o mundo se exploda, deixa quieto, pode continuar do jeito que tá... hahahaha tá loco... esse vício mexe mesmo com agente...

_______________________________________
Convidado
Convidado

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 5 Set - 20:02
Cara vc tem razão, a gente tá nessa porque o vício em pornografia é causa de muitos problemas, mas também é sintoma de insatisfação na nossa vida...frustração. Talvez se conseguirmos lidar de forma mais consciente com a realidade, o vício pode desaparecer...e essa gangorra emocional é mesmo complicadissima...mas também passa!
avatar
Projeto Lincoln 2016.
Mensagens : 443
Data de inscrição : 31/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 5 Set - 21:28
Frustração é o que ainda derruba muita gente.È fd,mais temos que aprender a lidar com isso.

_______________________________________

"Quando se vir diante do vazio da abstinencia,alegre-se porque essa dor vai recriar seu novo extraordinário estilo de vida."




[/i]Clique Aqui para ver o meu diário.Sua sabedoria é bem vinda..
avatar
Efraim Sigma
Mensagens : 323
Data de inscrição : 12/08/2015
Idade : 22
Localização : Nordeste

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 5 Set - 22:48
Fala blackbp! Mano, tou passando por umas alterações de humor nesse reboot também e tá complicado. Mas, é assim mesmo. É como dizem: 'Sem dor, sem glória'. Boa sorte para ti e mantenha a mente ocupada, principalmente com bons hábitos, para manter os pensamentos em PMO longe.

Abraz.

_______________________________________
''Feliz o homem que suporta a tentação. Porque, depois de sofrer a provação, receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam''. - Tiago 1:13




avatar
Neozed
Mensagens : 6
Data de inscrição : 22/01/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Dom 6 Set - 1:42
Amigo, a melhor forma de lidar com a frustração é estando com a mente limpa para mudar aquilo que nos incomoda. O vício não deixa você tomar decisões. Faça planos com sua vida, continue firme.

_______________________________________
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Aos que responderam eu ofereço, Minha Gratidão e Minha Força.

em Sab 26 Set - 18:25
Que bom ver tantos replys. Sinceros, especialmente.
Agradeço muito a força dos que dedicaram alguns minutos aqui. Que vocês a recebam em triplo!

Depois de uma noitada, com direito a bebedeira, dança etc. Acompanhado da esposa. Ok. Mas, noitada ainda assim.
Acordei com um tesão muito forte. Mas, a mulher tava de ressaca e o negócio foi acumulando.

Chegou agora o fim da tarde (17h00) e já estou até vendo (por enquanto só na minha cabeça) aqueles intermináveis quadradinhos com todas as posições sexuais possíveis e (in)imagináveis. Horas passando. Horas passando. Horas passando. Horas passando. Chega a noite (21h). A mulher volta do chá de bebê ao qual ela tinha ido e que tinha me dado a falsa sensação de liberdade. Mal percebi que ela me deixou aprisionado com o meu pior inimigo. Aliás, ela me deixou preso, porém, com a chave na mão. E eu, cegado pela irrealidade na qual me meti, não percebi que a liberdade estava bem ali, na minha mão. Acho que eu larguei ela no chão para conseguir M.

Enfim, a mulher chega e não dá. Tenho que sair correndo dali antes que ela veja a monstruosidade na qual eu me torno nesses momentos.

Cabeça doendo. Horas perdidas. Trabalho que eu tinha trazido pra casa é prazo que vai vencer na segunda feira. Cabeça dóis mais. Minha cachorra que eu esqueci de alimentar. Meu jardim que, de novo, não pude cuidar. Coluna doendo, podia ter saído para dar uma corrida. PQP que dor de cabeça. Que vergonha. Que dor no ser...


Esse é um relato verdadeiro. Não aconteceu hoje. Mas aconteceria se, quando eu abri a janela anônima para acessar o fórum (ainda escondo o vício), eu tivesse simplesmente digitado... bom, todos conhecemos os termos que melhor definem nossa vício. Tendo vindo aqui, e reduzido a termo a MERDA na qual eu teria me metido, já reuni as forças para segurar com vigor a chave da liberdade em mão, empunhá-la como espada e usá-la com coragem. Que leveza isso traz ao peito. O verdadeiro oposto àquilo que eu sentiria depois da sessão. Cheguei hoje a pensar se algum dia eu estaria livre desses assaltos que a própria mente me faz. Talvez, não, mas, acredito que cada dia ficamos mais fortes que eles.

Valeu. Que Deus abençoe vocês!


PS. Eu sou adepto da religião espírita. Nela encontro muita explicação e força para encarar o vício. Esta semana, me deparei com um texto muito interessante que agora compartilho com todos, chama-se "O autoerotismo numa concisa circunspecção", de Jorge Hessen e foi publicado esta semana: http://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/1200/o-autoerotismo-numa-concisa-circunspeccao


Última edição por blackb em Sab 26 Set - 18:30, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 26 Set - 18:30
Devo, em tempo, fazer uma confissão.
Esta semana, não tanto pela fantasia da pornografia, mais pelo autoerotismo, me masturbei.
Na hora, um 10% do sentimento negativo que eu relatei ali em cima, senti.

Olha que idiotice.... Fui mijar! hahahaha acho que muitos já passaram por isso, senão, bem... já aconteceu comigo.
Naquelas balançadas finais lá, deu vontade, comecei, não parei e enfim... Putz... Não foi legal não.

Não foi pior, pois, como disse, foi autoerotismo. Não teve fantasia, vídeo, nem nada. Mas, mesmo assim, acho que principalmente durante os 90 dias isso não ajuda em nada. Percebi que, mesmo sem a Pornografia, eu sinto um prazer muito grande ME masturbando. O sexo é maravilhoso. Mais, ainda não consegui desconectar meu "conceito" de prazer disso. Portato, conclui, devo me relacionar cada vez mais sinceramente com a minha parceira, e buscar COM ela, o prazer. Acho que aí sim, farei isso com saúde.

Abraços!!!



_______________________________________
avatar
Raskol Nikov
Mensagens : 261
Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 26 Set - 19:19
Parabéns pela luta, blackb. É muio bom ver pessoas relatando seus desafios ainda mais quando se conseguem vencer. Não sei se você já leu alguma coisa minha por aqui, mas já fiquei 112 dias longe disso. Pensei que estava curado, mas recaí. É lógico que muita coisa mudou em mim como: queda da depressão, erradicação do álcool, melhor expectativa de futuro etc. 


Estou relatando isso porque eu sempre tenho em mente que recaio por não ter uma parceira real. Mas fico muito intrigado com um pessoal aqui que tem, mas mesmo assim continuam com esse problema. Eu queria muito saber como é isso? O porquê disso. 


Sei que os relacionamentos variam muito de casal para casal, mas no geral penso que há algo em comum  entre eles que é o sexo frequente, sei lá, pelo menos três, quatro vezes por semana, não é assim? 


Cara, eu fico sempre me perguntando sobre isso. Nunca tive coragem de perguntar pra amigos casados. Você teria propriedade e experiência como homem casado para me dizer como é isso? Fico grato. 


abraço e continue firme.


PS. Não sou virgem, e pela experiência que tive com uma mina, fiquei com a impressão de que eu nunca iria substituir uma "coisinha" tão bonitinha daquela em casa, disponível, pra fazer sozinho.

_______________________________________
Por ser estreita a senda - eu não declino,
Nem por pesada a mão que o mundo espalma;
Eu sou dono e senhor de meu destino;
Eu sou o comandante de minha alma. (Henley)
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 26 Set - 20:23
Grato, amigo, pela sua resposta. agradeço também, pela sua colaboração. Me lembra que eu não posso perder o foco após os 90 dias...

Bom, pela minha experiência e conhecimento, posso te dizer o seguinte. Independentemente da frequencia com a qual você pratica sexo com a sua parceira, é a maneira como você faz isso que pode de te ajudar a largar o vício ou não. Já pensei como você também, na minha adolescência, tive pouquíssimo contato com o sexo oposto e me isolei na pornografia. Nefasto ciclo formado: pouco contato - isolamento na P. - mais pouco contato ainda - mais isolamento ainda. Então, achava que quando enfim tivesse uma namorada isso mudaria e não precisaria da P. Aliás, esperava a hora de poder fazer tudo aquilo que eu via na P.

Todavia, na minha experiência esse pensamento foi mais uma "desculpa". Daquelas, páro quando quiser, só não parei ainda porque não quis/não tentei de verdade/estou esperando "isto" acontecer.

Digo isso, pois, a depender da sua relação com o vício na pornografia, você vai continuar tendo ele contigo, mesmo se praticar sexo. Você só vai abandonar o vício, quando abandoná-lo, não quando substituí-lo. Por isso que eu digo que, é a maneira como você se relaciona com a parceira que vai determinar se isso irá ajudá-lo ou não.

Como eu relatei anteriormente, mesmo podendo transar sempre que eu quisesse (o que não é verdade, e você vai descobrir isso quando casar hahahaha), ao transar, a relação ainda não era completa. Aliás, ainda não é. Parte do meu psicológico continua reservando uma dosesinha extra, ou pelo menos, uma dose diferente de prazer para o ato da onanismo. O cérebro, como está descrito no livro, está acostumado a receber prazer "daquela determinada maneira". Claro, ele vai gostar de receber prazer de formas diferentes (sexo), mas, em algum momento ele vira e fala: "Ei cara, lembra como eu gosto de punheta? Bate uma lá, no worries, amanhã você vai estar prontinho para sua namorada".

Entende?

Sem contar o fetichismo. Nunca tive desejos muito HARD. Mas, desenvolvi um certo apetito por pessoas do mesmo sexo, ménage, sexo anal. Situações que, por óbvio, não compartilho com a minha esposa. O vício me fez desenvolver este apetite e o casamento não o satisfez.

Estou conseguindo desmontar esse imenso castelo. Desconstruir essa necessidade e erigir no local, um apetite mais saudável. Se desde o início do seu relacionamento, você for capaz de abandonar aquilo que te faz buscar a pornografia, você vai conseguir ter um relacionamento saudável com a sua parceira. Se não, teu desejo pela mulher vai continuar existindo ao lado do desejo pelo vício. E o desejo do vício vai aparecer quando a novidade do relacionamento acabar.

Por muito tempo, no início do relacionamento, eu parei de praticar onanismo. Aliás, quando o fiz, foi pensando na minha atual esposa. Mas, a novidade deixa de ser novidade e seu cérebro volta a se ocupar com as coisas do cotidiano, dentre as quais, o vício. Aquilo que te fez apaixonar pela novidade, continua te atraindo, mas, deixa de ser a única coisa e passa a conviver com suas antigas aspirações.

Já falei demais. Espero ter colaborado. Por favor, se você tiver qualquer coisa a dizer, diga!! É muito bom "verbalizar" nossas experiências.

Abraços!!

_______________________________________
avatar
Guerreiro A
Mensagens : 296
Data de inscrição : 29/08/2015
Idade : 22
Localização : Brasil

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 26 Set - 21:21
Parabéns blackb! Vc está indo muito bem. Tenho fé que chegarei ai também.
Quero Parar
Mensagens : 11
Data de inscrição : 24/09/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 26 Set - 21:52
Amigo, desculpe a ignorância, mas oque é essa Flatline ?
avatar
Raskol Nikov
Mensagens : 261
Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 26 Set - 23:15
Muito obrigado, blackb, por dispor do seu tempo por me responder. 


Embora eu creia que só mesmo passando pela experiência de casado é que eu possa entender de fato tudo, como você deixou claro em alguns pontos, foi-me possível compreender.  

Esse trecho, acho que resume bem o que de fato ocorre: 

"Por muito tempo, no início do relacionamento, eu parei de praticar onanismo. Aliás, quando o fiz, foi pensando na minha atual esposa. Mas, a novidade deixa de ser novidade e seu cérebro volta a se ocupar com as coisas do cotidiano, dentre as quais, o vício. Aquilo que te fez apaixonar pela novidade, continua te atraindo, mas, deixa de ser a única coisa e passa a conviver com suas antigas aspirações".


Por que destaquei esse trecho? Eu nunca tive a experiência de ficar 6 meses com alguém, o máximo parece-me que foram 4 ou 5 meses. E sempre muito apaixonado. Parece que a paixão te aniquila pra muitas coisas. Ficamos bobão, ingênuos. A verdade é que não passei da fase da novidade pra saber como é. 

Com a pessoa com quem transei fiquei cerca de 1 mês (semanas de muito sexo, embora a primeira noite tenha sido a pior experiência da minha vida, ela jogou na minha cara que as brochadas eram efeitos de punhetas demais, quis morrer) foi muito bom, pensei que se continuasse com ela, jamais voltaria a me masturbar. 

Mas no auge do meu vício, certo dia, cheguei a cogitar como seria olhar a mesma boc... todos os dias, se já enjoava rapidamente das mais belas dos vídeos e ficava procurando incessantemente por outras e outras... Mesmo assim, eu pensava: ""uma de verdade" acaba com essa sede por novidade sempre, não é possível". 


Realmente, creio no que disseste, " A novidade deixa de ser novidade e seu cérebro volta a se ocupar com as coisas do cotidiano, dentre as quais, o vício". É muito bom saber disso. 

Cara, até outro dia, pra mim, era inimaginável que um cara casado batesse punheta. Sério mesmo. Vim saber disso aqui no fórum. 

Força pra você e torço com toda minha alma que venças esse problema e que sejas feliz com sua esposa.
abraço.


Última edição por Raskolnikov em Dom 27 Set - 8:27, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Por ser estreita a senda - eu não declino,
Nem por pesada a mão que o mundo espalma;
Eu sou dono e senhor de meu destino;
Eu sou o comandante de minha alma. (Henley)
avatar
Raskol Nikov
Mensagens : 261
Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Sab 26 Set - 23:30
Só aproveitando para responder ao colega aí acima. 

Flatline é, grosso modo, quando você se sente um ser assexuado; seu amigo lá de baixo não apresenta o mínimo sinal de vida por dias a fio, até mesmo meses, em casos severos. Sensação de que ele nunca mais vai subir. 

Cuidado pois muitos recaem nesse período, exatamente pelo medo de nunca mais ter ereção, começa a se estimular e nada, aí recorrem aos vídeos pra ver se ele não morreu de fato. O problema é que ele acorda e é muito difícil controlá-lo diante das cenas. 

Faz parte do processo. É que nesse período seu cérebro está se reconfigurando pra passar ter ereções SEM estímulo apenas visual ou fantasiosos.

_______________________________________
Por ser estreita a senda - eu não declino,
Nem por pesada a mão que o mundo espalma;
Eu sou dono e senhor de meu destino;
Eu sou o comandante de minha alma. (Henley)
Quero Parar
Mensagens : 11
Data de inscrição : 24/09/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Dom 27 Set - 0:24
Valeu por ter respondido meu amigo, sou novo aqui, eu não fazia ideia de o quanto a pornografia pode ser viciante,e de suas consequência, não fazia ideia também de que existia tantas pessoas viciadas nessa merda, mas vamos la, assim como a gente mesmo se atolou nesse lamaçal é hora de sair, e encontrar a luz no fim do túnel, força pra todos nós meus amigos..
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Seg 5 Out - 9:36
Resetei o contado..... =/
hehehe bom... foram diversos gatilhos de um grupo de whatsapp do qual eu participo, uma boa dose de tédio e... bastou. Nem teve assim uma "vontade louca". Foi mais um "vou dar só uma espiada". Mas, isso não existe, depois que você começa, só sai depois de O.

Fico menos chateado, pois, a queda não foi tão dura. É meu primeiro relapse desde que conheci o Reboot. Então, até certo ponto, acho que foi um bom acontecimento para meu auto-conhecimento. Não recomendo para ninguém, evidentemente e na hora me senti muito mal. Mas, não sei explicar, estou confiante que vai se diferente daqui para frente e com uma certeza bem viva em mim: Vou carregar essa doença comigo por muuuuito mais do que 90 dias. Nunca diga que algo é para sempre, mas, acredito que esse vício tenha uma durabilidade bem próxima disso. Agente vai sempre precisar se cuidar.

Outra coisa que eu aprendi com essa recaída, a sensação de isolamento, pior, desligamento do mundo real é instantânea. Parecia que eu nem reconhecia mais o que estava acontecendo ao meu redor, não reagia mais a ninguém que me cumprimentava (a recaída começou no fim do expediente do escritório e foi acabar só perto do jantar, já em casa).

Agora minha meta de 90 dias é o dia 2 de janeiro. Fica fácil assim, pois, na minha cabeça não vou passar perto de PMO até o ano novo e depois de lá... nunca mais. Isso, somado a tudo que eu já aprendi, inclusive com essa recaída, me dão forças suficientes para abandonar o fórum por um tempo. Bem ou mal, eu acabo mantendo minha mente nesse assunto quando fico muito tempo aqui. Se as coisas apertarem, eu volto. E volto também, para avisar se eu consegui minha meta.

Abraços galera, força a todos. Se tudo der certo, nos vemos depois do dia 2/01/16.

_______________________________________
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Cheguei nos 90

em Seg 21 Mar - 10:32
Bom dia pessoal. Me ausentei do forum por um bom período.
Eu conheci o Reboot em julho/2015. Falhei em outubro/2015, novamente em dezembro/2015... Essa (por enquanto) foi a última vez. E vai continuar assim. Neste sábado passado eu consegui, com muita dificuldade, muita mesmo, completar 90 dias sem pornografia sem M, sem O relacionada a M. Foram muitos sonhos molhados e ainda sofro por causa de HOCD, mas, minha vida melhorou muito.

Em dezembro eu tive minha relapse mais recente próximo ao dia do Natal. Eu havia deixado minha esposa dormindo e fiquei horas na frente do PC. Acordei me sentindo perdido, cansado e arrependido. A sessão foi das piores e eu decidi mudar - faça ou não faça, não existe tentar (Yoda). Pela primeira vez, então, assisti o flme do gary wilson. Se você ainda não fez isso, faça. Ele ajuda a pessoa a enxergar com clareza a simplicidade, porém, a gravidade do problema. No site dele existem muitos materiais de ajuda e vídeos de outras pessoas encorajando a sair do vício. Para mim, aquela foi a corda na qual eu venho me segurando para sair dessa pocilga.

Gostaria de fazer um aparte sobre minha principal descoberta: É químico. Não tem nada de trauma da infância, orientação religiosa, nada disso. Talvez tenha, mas, no fim, é químico. Leve se cérebro para outro lugar, que aquele lugar primeiro, já muito visitado (P) vai ficando esquecido. É lógico, nunca vai se apagar, mas, ele fica mais fraco. Quanto mais realmente saímos do vício, mais ele perde a força sobre nós.

Não sou bom com relatos próprios. Deixa esse tipo de valiosa informação para outros colegas aqui do Fórum, em especial o relato do Yoda que foi muito prazeroso de ler, além de muito rico em informações. Mas, apesar disso, gostaria de deixar alguns recados em forma de dicas:

1- É químico. O seu cérebro é uma máquina química. Dirija ela.
2- O movimento dos desejos e flashbacks nos 90 dias é um "U", estão ALTOS no início, BAIXOS no meio e ALTÍSSIMOS no final.
3- Todo mundo consegue.

Obrigado pelo apoio. Obrigado por este lugar, Obrigado pelos idealizadores deste Projeto - Deus os conservará sempre!.
E por falar nEle, que ele abençoe e fortaleça cada um nós, mas, que nunca seja o responsável pela nossa conquista. Cada um é o conquistador individual.

Enfim, não se iludam, que eu não me iluda, consegui 90 dias e aprendi que sou capaz. Que venham mais 9.000.0000.0000 e que eu nunca mais volte a PMO.

_______________________________________
avatar
Toguro
Mensagens : 6214
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
http://blokporn.blogspot.com

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Seg 21 Mar - 16:38
Foda, está de parabéns pela vitória. Muito inspirador, muito show!

_______________________________________


Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Seg 2 Maio - 14:30
Boa tarde Galera!!!

Passando apenas para atualizar
Afinal, a luta é constante e diária.

Ultimamente ando tendo desejos com outras mulheres.
Coisas de sonhos, quando acordo, corro desesperadamente para afagar a minha esposa, amo muito ela.
É coisa da cabeça de baixo mesmo, até porque, não seria capaz de dar vazão a nada disso.
No entanto, a vontade de assistir P aumenta, e com ela, a de fazer MO.

Mas, como já percebi antes, a força do pensamento é que comanda tudo.
Eu mesmo, percebi que desenvolvi uma espécie de barreira, um cacetete mental que aciona toda vez que os gatilhos começam a disparar.
Moral da história: a luta é constante.

_______________________________________
avatar
Toguro
Mensagens : 6214
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
http://blokporn.blogspot.com

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Ter 3 Maio - 7:53
ATENÇÃO TODOS OS REBOOTERS 20-29: INFORMEM SUAS IDADES EM SEUS DIÁRIOS.

TODOS OS REBOOTERS 25-29 TERÃO SEUS DIÁRIOS MOVIDOS PARA UMA NOVA SEÇÃO


Foda!

_______________________________________


Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Ter 3 Maio - 10:16
Atualizando:

Tenho 25 anos de idade, sou casado e depois do meu desabafo de ontem, procurei novamente colocar minhas próprias lições em prática. Cheguei em casa e procurei ser uma pessoa melhor para a minha companheira e (pasmem), fui.

Isso revela para mim, a sabedoria de um famoso ditado popular: "a mente ociosa é a oficina do Diabo".
Às vezes, nos deixamos à deriva dos nossos pensamentos. É preciso abandonar esse comportamento e ser o maestro das nossas ideias, conduzi-las, deixar nosso cérebro sem reações de qualquer tipo. Isso serve para qualquer processo: emagrecer, parar com PMO, empreender.

Sei lá... só acho... posso estar errado.

Aproveito, para agradecer o TOGURO. Uma pessoa dedicada à evolução de todos aqui no FORUM.
Continue assim amigo, suas palavras levam estímulo a todos nós.

_______________________________________
avatar
Blpr
Moderador
Moderador
Mensagens : 5205
Data de inscrição : 30/05/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Qua 4 Maio - 0:17
Gostei do lance do "cacetete mental" kkkkkkk!
Mandar o cacete para cima de todo o pensamento subversivo de PMO.
É isso aí!

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Toguro
Mensagens : 6214
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
http://blokporn.blogspot.com

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Qua 4 Maio - 7:45
Tmj, parceiro!

_______________________________________


Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Seg 27 Jun - 10:45
É pessoal hoje está osso.
Acordei com a mente infestada de fantasias relacionadas a HOCD, algo que carrego comigo desde criança.
Acho que nunca mencionei isso aqui, mas, quando eu era criança, 7 anos aproximadamente, um vizinho de casa "se aproveitou de mim". Isso me colocou muito cedo em contato com a sexualidade e desde então eu venho estimulando essa energia de toda forma possível, com 9 anos eu aprendi o que era masturbação e com 10-11 já praticava. Bom, essa introdução foi apenas para explicar esse contato com pornografia gay/bi, uma fantasia que é beem forte comigo.

E hoje, ela assolapou minhas ideias. Fui trabalhar sem conseguir pensar em outra coisa. E quando cheguei no trabalho (minha sala é individual), abri um site de P. Abri de cara umas 7 abas de vídeos HOCD e comecei a assistir... não consegui fazer nada. Não me orgulho nem recomendo isso, mas, meus olhos estavam diferentes. Eu achei tudo aquilo meio doentio, embora um desejo dentro de mim ainda palpitasse. Acredito que minha capacidade de tomada de decisões racionais estava mais forte, pois, no passado esse desejo teria tomado conta de tudo.

Bom, fechei todas as janelas e fui tomar uma água, conversar com os colegas de trabalho. Mas, minha cabeça ainda estava muito confusa. Sentei novamente à minha mesa e era como se algo ainda não havia se resolvido, uma coisa inacabada ainda estava esperando para ser concluída. E foi aí que eu abri o site do Gary Wilson e o Forum. E constatei que já consegui 200% da minha meta inicial e metade da minha meta deste ano (365 dias sem PMO). E pronto, acabei a obra, não pratiquei M e nem cheguei a O.

As últimas semanas têm sido bem complicadas nos meus relacionamentos pessoais. Talvez eu não saiba explicar como, mas, acredito que a fraqueza emociona tenha colaborado para esta breve queda.

... No momento, não posso concluir o raciocínio, depois eu volto aqui e termino o relato. Abraços! Obrigado pela força!

_______________________________________
avatar
blackb
Mensagens : 45
Data de inscrição : 12/07/2015

Re: 25 - Diário do Blackb (ou Vício, a fuga).

em Seg 27 Jun - 18:08
Ai ai.....

Falhei!
De volta à estaca zero.

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum