Virando Homem (Broda, 20)

Página 5 de 37 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 21 ... 37  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

hey cara,

Mensagem  Jotaveh em 15/1/2016, 20:01

bixo tu é muito engraçado, kkkkk, de vez em quando eu rio lendo alguma coisa aqui, então vou te acompanhar agora, sucesso ai.

_______________________________________

Jotaveh

Mensagens : 251
Data de inscrição : 15/01/2016
Idade : 17
Localização : ~~

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 15/1/2016, 22:19

REBOOT ANTERIOR - 33º dia

Um fato interessante que eu notei: ao ler o post do Yoda no “histórias de sucesso” eu me senti feliz. Para mim, nunca foi comum sentir alegria na vitória de ninguém, eu nunca me importei para os ganhos de outras pessoas, mas ontem, numa oportunidade única, eu senti alegria por alguém, e o pior de tudo é que eu nem conheço o cara, nunca nem vi a cara dele, mas mesmo assim fiquei alegre ao ver que ele conseguiu completar o reboot. Estranho, mas bom.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Bros, obrigado pelo apoio. Eu ainda estou na lama e estava muito sem vontade de sair dela, pois sempre vinha aquele pensamento na minha cabeça: "ah, mas agora que eu já to na merda mesmo, atrasar mais um dia pra voltar n dá em nada".

Mas, lendo vocês me dando apoio, estou mais decidido. Tenho que vencer essa merda, nem que seja por vocês. Não desisti, só me manterei um pouco distante agora, atualizando só com coisas do reboot anterior.

Muito obrigado mesmo. Vocês me motivaram bastante. Vocês são os caras.


Última edição por Broda em 3/4/2016, 14:58, editado 2 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Convidado em 16/1/2016, 23:06

Broda escreveu:Fala bro!

Meditações são muito importantes, estou descobrindo isso por agora. Mesmo tendo recaído, eu não retiro nem uma palavra do que eu disse nesse post do 30º dia, tudo que está lá está sendo testado e vinha dando bons resultados, recaí por vacilo bobo mesmo.

Vê se dá uma olhada no OpenDNS mesmo e fica na paz!

Sim, o importante é se manter disciplinado e focado no que você quer atingir com o reboot pra não cair na procrastinação e consequentemente de volta ao vício...

Nossa, maninho, agora que fui ver que você teve uma recaída! De qualquer forma é bom ver que você já logo voltou pro reboot e não cometeu o pior dos erros que é recair e cair na armadilha do cérebro de tipo "ah, agora que recaí vou assistir mais P hoje e amanhã eu volto"

Cara, você tá longe de ser um fracassado, pensa que antigamente provavelmente você assistia pornografia todos os dias e hoje você já consegue ficar até 1 mês sem isso. Já é um grande avanço.
Uma máxima que eu gosto bastante é a seguinte: "Sucesso é avançar de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo"

Enfim, sucesso com esse novo reboot, Broda!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 27/1/2016, 21:08

Gostaria de fazer uma pequena pausa no meu tempo de "silêncio" para deixar aqui uma mensagem que o Projeto postou em um tópico de um cara há muito tempo atrás e que está diretamente ligado ao que venho concluindo sobre o reboot, sendo algo que bate de frente com o que algumas pessoas dizem por aí. É importante ler com atenção, já que o Projeto é o cara mais "pesado" do fórum em questão de dias limpo e em experiência com reboot.

Aliás, recomendo vocês passarem um tempo lendo alguns tópicos muito antigos e que tenham grande número de visualizações, pois lá havia uma maior participação dos caras que possuem muita experiência, tipo o Projeto (915 dias limpo), Magrao (393 dias limpo), Finado "Neguin" (291 dias), TENENT (391 dias),etc, dando dicas muito importantes que dificilmente você achará por aí lendo nos tópicos mais recentes, onde prevalece, em grande parte das vezes, o "eu acho".

"Essas mudanças todas acabam nos dando a sensação de que foram a mudança de hábitos que salvaram a nossa vida e não a retirada de uma única variável (pornografia). Mas é importante ter em mente que essa alteração positiva nos outros comportamentos é uma consequência de ter parado com o comportamento de consumir pornografia e não o contrário.

Se a pessoa simplesmente tentar se atolar de atividades, mas não fazer o esforço correto no sentido de se proteger da pornografia ou entender como funciona o vício primeiro, a mudança de comportamento por si não fará isso por ela. Em outras palavras: vai funcionar por um tempo, mas logo não será suficiente para lutar contra o vício. Será como uma fuga ao invés do enfrentamento do problema de frente. Muitas pessoas se perderam aí, ou seja, na ilusão de que manter a mente e o corpo ocupados seriam o suficiente para lidar com a questão da pornografia.

Por isso que na estratégia para parar eu raramente menciono mudanças de hábitos, justamente por entender que elas são uma consequência inevitável e não a chave do processo. Elas são um "efeito positivo" muito importante à ser relatado como você fez, mas não uma estratégia funcional quando aplicada isoladamente."


Última edição por Broda em 3/4/2016, 14:59, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Blpr em 28/1/2016, 07:44

Broda escreveu:Tudo correu bem hoje. Resolvi ir na casa de um amigo para jogar tênis de mesa e fui olhando durante o caminho a expressão no rosto das pessoas que caminhavam pela rua. Praticamente todos de cara fechada, como se estivessem tensos, e refleti que ser um cara alegre faz toda a diferença. Você se destaca muito no meio da multidão de pessoas enfezadas, pois quase ninguém parece estar feliz ou mesmo satisfeito na rua. Ser ingrato com a vida é a linha da mediocridade e estar o tempo todo dando atenção mais para os seus problemas do que para as coisas boas ao redor é o padrão, aparentemente. Sejamos felizes para que estejamos acima dessa linha e para que assim possamos desfrutar do que é não ser apenas mais um no meio da multidão. E para isso o reboot faz toda a diferença.

Falando nele, tudo continua ótimo. Na casa do meu amigo quando eu vi o símbolo do YouTube no computador dele eu já associei com risco e pornografia, por um milésimo de segundo passou pela minha cabeça pedi-lo que me mostrasse coisas eróticas no site. Ainda bem que eu tirei essa ideia estúpida da minha cabeça como que em um flash, mas vejo que provavelmente terei que passar bastante tempo longe do YouTube para me sentir totalmente seguro. Não posso acessá-lo enquanto eu ainda continuar associando com pornografia e me lembrando de coisas desagradáveis.

Ressalto também uma visão parecida. Vejo muitos relatos em que as pessoas buscam ocupar o tempo para se distrair da compulsão e não para resolve-la. Por isso, fazer o que mais gosta eu recomendo e muitas das atividades preconizadas no e-book é para gerar dopamina natural.
avatar
Blpr
Moderador
Moderador

Mensagens : 4635
Data de inscrição : 30/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 29/1/2016, 22:04

Alpha92 escreveu:Nossa, maninho, agora que fui ver que você teve uma recaída! De qualquer forma é bom ver que você já logo voltou pro reboot e não cometeu o pior dos erros que é recair e cair na armadilha do cérebro de tipo "ah, agora que recaí vou assistir mais P hoje e amanhã eu volto"

Cara, você tá longe de ser um fracassado, pensa que antigamente provavelmente você assistia pornografia todos os dias e hoje você já consegue ficar até 1 mês sem isso. Já é um grande avanço.
Uma máxima que eu gosto bastante é a seguinte: "Sucesso é avançar de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo"

Enfim, sucesso com esse novo reboot, Broda!

Valeu pelo apoio bro. Na verdade, eu cometi esse "pior dos erros", mas estou de pé novamente, caminhando aos poucos. Já não me sinto mais um fracassado. Sou campeão de mim mesmo.

Abraços.


Última edição por Broda em 3/4/2016, 14:59, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 29/1/2016, 22:09

Blpr escreveu:Ressalto também uma visão parecida. Vejo muitos relatos em que as pessoas buscam ocupar o tempo para se distrair da compulsão e não para resolve-la. Por isso, fazer o que mais gosta eu recomendo e muitas das atividades preconizadas no e-book é para gerar dopamina natural.

Farei um adendo sobre essa questão quando voltar com o diário. Descobri mais algumas coisas que julgo serem essenciais para o processo.

Abraços.

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 29/1/2016, 22:16

REBOOT ANTERIOR - 46º dia

Fiquei um tempo sem atualizar porque nada de muito importante aconteceu, de vez em quando ainda bate uma vontade de ver P, mas estou muito mais controlado. Descobri q definitivamente o meu vício não é em M, mas sim em P, pra falar a real nem me imagino me masturbando novamente mais alguma vez na minha vida, pois não sinto falta alguma. Hoje eu joguei fora o último vídeo que sobrava (não cheguei a assisti-lo durante o rebooot), não era pornográfico, mas servia como um grande gatilho, era o vídeo de uma menina que eu já gostei muito dançando funk, e eu tinha excluído todos os vídeos relacionados a pornografia no começo da jornada no meu 1º reboot (doeu um pouco excluir todos, foi um dia que, para despedir, eu assisti TUDO e só depois excluí), mas me dei conta de que, se eu quero ser um novo homem, não posso deixar nada do meu passado de punheteiro vivo, devo abrir mão de todas as merdas que estiveram junto comigo nesse tempo todo para abrir espaço na minha vida e na minha cabeça para coisas novas. Foi meio triste excluir o vídeo, mas, totalmente necessário e válido, a consciência pesa menos agora.

ANÁLISE - Engraçado ver como nessa época em que recaí eu ainda estava tão determinado, mesmo dias antes da recaída, tomando atitude correta como excluir vídeos perigosos e tal, mas mesmo assim não superando de vez o problema, mostrando que o vício é muito, mas muito traiçoeiro. Acredito que não havia terminado o reboot nesse oportunidade por ainda não ter total conhecimento sobre o vício, e acredito que fracassei na última tentativa pois não tinha total conhecimento sobre mim mesmo com relação ao vício.


Última edição por Broda em 3/4/2016, 14:59, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

MEU CAMINHO DENTRO DA PMO

Mensagem  Broda em 30/1/2016, 13:37

MEU CAMINHO DENTRO DA PMO

Bros, notei que o meu post de introdução não estava dando ênfase suficiente no quanto eu era viciado em PMO. Lendo ele dá até a impressão de que eu era apenas mais um desses casos em que o cara é viciado mas que ainda está dentro dos padrões aceitáveis etc. Só que a realidade pura não é beeeem assim.

Farei uma descrição mais detalhada da minha evolução dentro do vício para servir para mim mesmo em algum momento de aperto, para assim poder refletir e me lembrar de que me curar desse problema, no meu caso, não pode ser uma mera "opção". Algumas coisas que serão relatadas aqui considero humilhantes e jamais falei sobre algumas delas para outras pessoas. Ficou bem longo, mas, caso vocês queiram, acho que vão gostar de ler. Na verdade, apesar de ser pra mim, eu faço questão que vocês leiam, para terem uma noção da onde que dá pra chegar e do pq q devemos eliminar essa merda de nossas vidas.

                                                                INTRODUÇÃO

Eu lembro que comecei bem mal no vício. Com uns 11 anos eu acessava um site que continha mulheres semi-nuas e meu pai via junto comigo, me incentivando a continuar vendo aquela merda. Como no site praticamente só tinha ensaios sensuais, eu ficava caçando conteúdo em que expusesse mais partes do corpo, e nisso, desde essa época, já ficava horas e horas clicando em várias imagens e vendo as novidades. Só que teve um problema: eu não sabia me masturbar na época.

Então, desde aqueles tempos, eu já ficava inundando meu cérebro de dopamina e como não sabia como descarregar eu simplesmente não parava, até que um dia minha mãe entrou no quarto (nessa época eu já achava tão normal ver pornô que simplesmente eu não ligava de ver com a porta do quarto aberta) e viu o que eu estava vendo. Ela riu, fez um comentário qualquer e saiu. Só que no dia seguinte ela contou pra minha família inteira, e minha tia me buscou em casa pra me levar para a escola, coisa que ela nunca tinha feito, SÓ PRA ME DAR O MAIOR ESPORRO QUE EU JÁ TOMEI DURANTE MINHA VIDA INTEIRA. E quer saber de uma coisa? Eu deveria ter dado ouvidos à ela. Mas não, eu já estava afundando demais para dar ouvidos a alguém. Já era tarde demais.

                                                             EVOLUÇÃO

Com uns 14 anos eu já havia aprendido me masturbar e estava super animado em bater punheta em todas as oportunidades possíveis e imagináveis. Comecei a me masturbar na sala diariamente vendo TV, sendo que pra entrar na sala não tinha porta alguma, então alguém poderia facilmente me pegar de surpresa. Isso aconteceu.

Estava eu lá vendo aquele Canal Brasil que de noite passa uns P muuuuito ruins, e de repente meu pai chegou na sala. Como estava escuro, eu acho que ele não conseguiu ver direito, mas eu dei um pulo do sofá, me virei na direção contrária à dele e comecei a tentar puxar meu short pra cima. Qual o problema que esse imbecil não calculou? O short era apertado demais. Meu pinto simplesmente não estava entrando, então fiquei uns 20 segundos tentando arrumar, naquele desespero, e ele me olhando e perguntando o que eu estava fazendo. Foi muito esparrado, só que mesmo assim eu não aprendi a lição, eu estava gostando demais de me masturbar para me dar ao luxo de me preocupar com alguém me pegar no ato.

Com 15 anos eu comecei a perder totalmente o controle. Gostava da adrenalina que o perigo de ser pego me causava. Então, um belo dia, pensei o seguinte: porra, minha imaginação para ficar pensando nas meninas da minha sala é muito ruim, bom mesmo seria se eu pudesse bater uma vendo elas na minha frente... então o gênio aqui resolveu colocar uma calça bem larga, com bolsos grandes, e me masturbar DENTRO DA SALA DE AULA. Na primeira vez que tentei eu me afastei bastante, me sentei num canto isolado da sala de aula e comecei, só que eu ainda não estava me sentindo "à vontade" o suficiente para conseguir chegar ao O. Então tentei de novo uma semana depois, dessa vez foi bem próximo às pessoas que estavam na sala, e deu certo. Porém eu já estava com a mente tão deturpada pela pornografia, eu não pensava que aquilo era coisa de doente. Pra falar a verdade, eu me VANGLORIAVA daquilo, contava para meus amigos e me achava o máximo.

Então, em uma outra oportunidade, arrisquei mais ainda e comecei a bater uma com pessoas ao meu redor, bem no meio da sala. De repente notei que algumas pessoas próximas começaram a rir e ninguém tinha falado nada de engraçado, então fiquei meio sismado e parei, entretanto, na volta pra casa, eu comecei a me masturbar no meio da rua por dentro da calça, com minha mãe exatamente DO MEU LADO. E por vários dias eu tentei chegar ao O batendo punheta enquanto andava na rua, por sorte nunca consegui.

Passado algum tempo, comecei a ler contos eróticos. E é impressionante como isso tem o poder de mexer com a sua cabeça. Os contos normais não tinham nada que eu achasse muito interessante, então comecei a buscar coisas mais absurdas, até que caí na sessão de zoofilia e incesto. E pior de tudo: eu gostei pra caralho. Sabia que aquilo não era normal, mas eu me dava a desculpa de que "bom, as histórias normais são muito sem elementos, pelo menos nessa parte aqui há mais detalhamentos e mistério."

Não tem jeito cara. Sendo novo, tudo que lia eu tinha vontade de praticar. Ficava querendo ter uma irmã para viver as "loucuras" que eu estava lendo, e acho que se eu tivesse uma nessa época, eu poderia ter tentado estuprá-la.

Depois de inundar minha cabeça com conhecimentos sobre zoofilia, num belo dia em que eu estava na casa de minha tia, eu resolvi começar a bater uma em uma parte de trás da casa, que era praticamente ao ar livre e os vizinhos poderiam facilmente me pegar praticando aquilo. Eu não ligava. Pensando bem agora, eu acho até mesmo que eu devia querer ser pego no flagra, achava que isso poderia me render sexo, no estilo filme pornô.

Dessa vez eu estava praticando com o pinto pra fora mesmo, totalmente exposto. Até que uma cachorrinha que vivia lá passou perto de mim........ Falando sério, uma das coisas mais difíceis que fiz até hoje foi me controlar para não estuprá-la naquela hora. Tenho quase certeza de que se eu tivesse condição de levá-la para algum canto mais reservado, eu teria comido ela sem dó. Eu fiquei encarando a vagina dela durante um bom tempo, pensando na possibilidade, mas ao mesmo tempo pensando que eu estava ficando louco. Isso me atormentou por algum tempo e evitei continuar pensando sobre um assunto.

Depois de mais algum tempo, fui em uma balada com amigos meus, uma dessas sub-17 que mais parece micareta, e lá eu estava decidido a perder o meu BV e fazia tempo já que eu sonhava que esse momento seria mágico. Beleza, cheguei numa menininha bonitinha, dei uns beijos na bochecha dela e ela cedeu. Comecei a beijar a boca dela e aí que de repente, no meio do beijo, veio a surpresa: eu não estava sentindo absolutamente NADA. Como era possível isso? Eu tinha sonhado já tanto com essa situação, pensando que ia ser uma das melhores sensações do mundo, e eu simplesmente estava sentindo como se estivesse beijando um espelho?!?!?

Daí pensei comigo mesmo: ah, deve ser porque foi minha primeira vez, falam que a primeira vez é pior mesmo e tal, deve ser por isso que eu não consegui experimentar nenhuma sensação.Então, algum tempo depois de continuar tentando pegar outras meninas, consegui pegar outra. Beijei de novo e não senti nada DE NOVO. Um amigo meu havia comentado comigo que na primeira que eu peguei dava pra ver que eu era BV pq eu tinha beijado meio estranho, mas na segunda mulher o beijo já foi normal. Então comecei a pensar: "porra, esse lance de beijar não tá com nada, por que diabos alguém ficaria fazendo esse tipo de coisa se simplesmente não tem sensação alguma envolvida". Eu ainda não entendia que o problema estava comigo, e não com a mente dos outros, realmente achava que beijo era tosco mesmo e que não tinha nada de aproveitável nisso, que era simplesmente invencionice de idiotas. Analisando a situação hoje em dia, tenho quase certeza de que se tivesse tentado transar nessa época eu já teria apresentado DE.

Decepcionado com essas minhas primeiras experiências, continuei batendo punheta compulsivamente e piorando gradativamente o meu nível social. Eu andava com os caras mais isolados da minha sala, aqueles que todo mundo julgava serem os "perdedores", os "virjões". Até que disso eu tirei boas lições, pois descobri que praticamente todos esses caras que o pessoal despreza normalmente são os mais "gente boa", e me tornei grande amigos deles, mas continuava um fracasso em me relacionar com quaisquer outras pessoas, nessa época começaram a jogar na minha cara que eu era tímido e introvertido, sendo que eu sempre fui muito extrovertido desde a infância, então estranhava o porquê desse meu novo comportamento.

Uma coisa interessante é que quanto mais eu via vídeos e lia contos, mais eu ficava com pressa de transar e ter a minha primeira vez, só que eu ainda estava andando com os caras que não pegavam ninguém e continuava não conversando com as meninas, e sentia um pouco de inveja dos caras que conseguiam passar o rodo na sala e pegar todas aquelas meninas que eu conseguia pegar só na minha imaginação enquanto me masturbava. Eu considero que tenho boa aparência e já me falaram isso algumas vezes, mas nessa época eu estava com a cara lotada de espinhas (e quando eu digo lotada eu não estou exagerando nem um pouquinho, era escrotasso mesmo) e quase desnutrido, e isso com o tempo foi abalando minha auto estima e me levando cada vez mais ao vício, o que aos poucos, juntamente com o fato de eu não me relacionar bem com ninguém, foi me levando a desenvolver um comportamento de ansiedade social muito forte.

Me lembro de estar em ambientes com muita gente como festas e tal, porém em vez de estar me divertindo, eu estava com uma vontade enorme de voltar pra casa, porque simplesmente eu já não suportava mais a ideia de ficar perto de outras pessoas socializando, sempre pensando que elas iam zombar de mim por ser virgem, por ter a cara toda estourada de espinhas, por ser quase esquelético, por estar começando a ter calvície com 15 anos e etc. Uma vez eu estava em uma festa com pessoas que inclusive eu admirava muito. mas, mesmo assim, eu resolvi fingir que estava com dor de barriga para ir embora o mais rápido possível para casa, sendo que ninguém tinha me feito mal algum. Tudo isso acontecendo na minha vida e eu simplesmente ainda não havia entendido que meu vício tinha alguma ligação, mesmo não sendo a causa de tudo.

Com o tempo, eu fui criando uma maior maturidade e parei de tentar me masturbar em público, porém continuava forte no vício. Ocorreu de várias vezes enquanto eu estava falando no skype com alguém, eu começar a me masturbar, simplesmente porque eu não conseguia me conter mesmo com outra pessoa na chamada. Também já atendi o telefone várias vezes enquanto estava me masturbando, e eu tentava prestar atenção tanto na pessoa quanto no vídeo ao mesmo tempo, mas claro, esquecia de passar os recados e quase não prestava atenção no que estavam me falando, pois os vídeos estavam infinitamente mais interessantes.

Com meus 17 anos eu já havia dessensibilizado para tudo. Conseguia ver vídeos de estupro numa boa, sem achar aquilo estranho ou doentio, já conseguia ver vídeos de zoofilia e me excitar, e comecei a falar sobre esses assuntos em tom de "brincadeira". Lembro que eu havia comentado com colegas meus de sala de aula que, em um mundo que eu não sofresse risco de ser preso e em que no dia seguinte tudo voltava à estaca zero, eu iria sair estuprando todas aquelas meninas que antes eu tinha vontade de comer mas não conseguia. Enquanto falava eu estava com um sorriso na cara, como estivesse zoando, mas no fundo eu sabia que aquilo era verdade. Eu sabia que tinha vontade de praticar estupro. Caralho, escrever essa última frase foi forte...

Bom, continuando (enquanto escrevo tudo isso, estou começando a ficar triste, com uma leve vontade de chorar). Com a prática do vício, eu simplesmente deixei de ligar para higiene, e me masturbava e limpava espalhando a porra na mão e no corpo. O esperma chegava a desaparecer completamente, mas o cheiro continuava e a mão continuava um pouco melada, e ainda assim eu ia cumprimentar outras pessoas com a mão desse jeito, inclusive eu saia pra rua com o corpo todo melado, eu já começava a tomar banho só de vez em quando, pois tinha desenvolvido aquele pensamento: "ah, logo depois do banho eu vou bater outra mesmo, de que adianta me limpar agora"? Mesmo quando eu usava papel higiênico para limpar, eu esquecia ele dentro da gaveta e ficava aquele bolo cheio de porra, que facilmente minha mãe poderia descobrir.

Quando eu tinha começado o reboot, eu tinha decidido jogar a chave do meu quarto fora, e na minha última recaída eu vi P com a porta aberta. Sim, quem girasse a maçaneta e entrasse de repente, ou me pegaria no ato ou veria a P na tela do computador. Sim, mesmo depois de começar a lutar contra tudo isto, eu ainda estou degradado. Eu só não chorei aqui agora depois de expor tudo isso porque minha mãe está do meu lado aqui, deitada na cama, olhando pro teto, e ela não saberia o porquê de eu estar chorando e ficaria tristonha, se sentindo inútil. Infelizmente, desse vício, só quem pode nos curar somos nós mesmos e Deus. Eu sei que se ela pudesse, ela me salvaria agora mesmo. Como eu gostaria de poder me abrir para a senhora.

Mas, mãe, infelizmente essa é uma batalha que eu vou ter que enfrentar só com minha própria determinação e com a ajuda de Deus... Me desculpe por não ser o filho que a senhora sempre desejou ter.


Última edição por Broda em 3/4/2016, 16:10, editado 2 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Stone em 30/1/2016, 15:14

Você foi muito sincero nesse relato.

Mas olha o quanto você já progrediu. Muitos sequer conseguem reconhecer a situação degradante em que se encontram. Outros reconhecem, mas pouco ou nada fazem pra mudar. Você já conseguiu ficar mais de um mês limpo, mais de uma vez; se sente triste pelas coisas que fez e pensou em fazer mas está tentando construir um futuro diferente, se tornar um homem melhor.

Meus parabéns por isso.

O passado é história, se concentre no reboot. Nada disso te define, o que te define é o que você faz hoje.

Abração, Bro.

_______________________________________
avatar
Stone

Mensagens : 48
Data de inscrição : 07/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Stinson em 30/1/2016, 17:04

Nossa cara que historia profunda.

Admiro sua sinceridade, como o amigo Stone disse: Não podemos Mudar o passado, mas podemos construir nosso futuro. Seu passado foi dificil cara, mas use-o para se motivar !  Pense em tudo que esse vicio lhe causou, na pessoa que ele te tornou, e pense no seu futuro livre desse vicio, como seria ? E use isso para te motivar !!

Se presentei-e com uma vida melhor, e presentei-e sua mãe com um filho melhor!

Forca e foco no reboot.

_______________________________________
"Sabe qual é o lugar mais rico do mundo? Já se fez essa pergunta?
O lugar mais rico do mundo é o cemitério! Mais porque ? Lá, existe canções enterradas que nunca serão compostas. Invenções que revolucionariam, mais nunca foram projetadas. Empresários de importância econômica mundial, mais não chegaram a possuir nada. Médicos, engenheiros ,advogados, etc. E Tudo porque essas pessoas tinham de medo de se arriscarem.
O lugar mais rico do mundo não e a onde tem mais dinheiro concentrado, é sim onde se tem mais sonhos, pois os sonhos são a matéria prima da realização."
- Dr. Myles Munroe.

Acompanhe Minha Evolução: http://comoparar.forumeiros.com/t2415-diario-do-stinson-evolucao


Stinson

Mensagens : 371
Data de inscrição : 26/01/2016
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Blpr em 30/1/2016, 17:05

Muito boa sua atitude de "desabafar" alguns episódios que este vício causa. Aqui está um exemplo claro dos efeitos nocivos da PMO: antissocialidade, desnutrição, calvície, alteração no comportamento e sem limites entre o que é moral e imoral.

Você é uma pessoa bacana, Broda. Mas o vício faz a gente ser outra pessoa. Colocando sob a perspectiva da mãe, pode ser sim triste. Por isso, que se um reebooter consegue 20, 30, 40 e 50 dias eu parabenizo porque são vitórias sobre uma compulsão que degrada a dignidade e o amor das pessoas. É você já apresentou muitas estratégias legais para matar a compulsão.

É isso aí, cara. Vamos ter a felicidade de lutar.



avatar
Blpr
Moderador
Moderador

Mensagens : 4635
Data de inscrição : 30/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 30/1/2016, 22:04

Stone escreveu:Você foi muito sincero nesse relato.

Mas olha o quanto você já progrediu. Muitos sequer conseguem reconhecer a situação degradante em que se encontram. Outros reconhecem, mas pouco ou nada fazem pra mudar. Você já conseguiu ficar mais de um mês limpo, mais de uma vez; se sente triste pelas coisas que fez e pensou em fazer mas está tentando construir um futuro diferente, se tornar um homem melhor.

Meus parabéns por isso.

O passado é história, se concentre no reboot. Nada disso te define, o que te define é o que você faz hoje.

Abração, Bro.

Valeu Bro. Não nego que progredi bastante, e um dos principais elementos para continuarmos melhorando é sermos 100% sinceros com nós mesmos, coisa que busco ser o tempo todo. Cada "tapa na cara" que dou em mim mesmo pelas conclusões que chego sobre meus comportamentos é um novo aprendizado.

E, realmente, foda-se o passado. Uma coisa que aprendi recentemente é que tem dois sentimentos inúteis que devemos combater pois não nos levam a nada: a culpa e a preocupação. Um age no passado e o outro age no futuro, mas ambos tem o mesmo efeito: te deixar prejudicado no momento presente, remoendo-se em péssimos sentimentos. Não existe nada além do agora, e é só isso que importa.

Obrigado por passar aqui. Continue atualizando o seu tópico que já estava acompanhando e continuarei acompanhando. Você tem uma boa noção sobre o que é ser um homem de verdade e eu aprendi algumas coisas interessantes com vc sobre ser introspectivo, inclusive tenho um texto seu aqui salvo no PC. Continue firme no reboot e no fórum!

Grande abraço!


Última edição por Broda em 3/4/2016, 15:12, editado 2 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 30/1/2016, 22:11

Stinson escreveu:Nossa cara que historia profunda.

Admiro sua sinceridade, como o amigo Stone disse: Não podemos Mudar o passado, mas podemos construir nosso futuro. Seu passado foi dificil cara, mas use-o para se motivar !  Pense em tudo que esse vicio lhe causou, na pessoa que ele te tornou, e pense no seu futuro livre desse vicio, como seria ? E use isso para te motivar !!

Se presentei-e com uma vida melhor, e presentei-e sua mãe com um filho melhor!

Forca e foco no reboot.

Fala grande Stinson! Finalmente alguém que curta How I Meet Your Mother por aqui! kkkkkkkkkkkkkk, tava achando que ia morrer sendo o único "Barney" do fórum, mas que bom que outro seguidor do mestre dos Bros chegou!

Isso tudo aí realmente foi para motivação, é importante termos pelo menos uma mensagem em que esteja escrito tudo aquilo que o vício já nos prejudicou para assim termos alguma coisa lúcida para consultar na hora em que a coisa apertar.

Valeu por passar aqui Bro, grande abraço! Estarei acompanhando o seu tópico, jamais deixe de atualizá-lo!


Última edição por Broda em 3/4/2016, 15:12, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 30/1/2016, 22:16

Blpr escreveu:Muito boa sua atitude de "desabafar" alguns episódios que este vício causa. Aqui está um exemplo claro dos efeitos nocivos da PMO: antissocialidade, desnutrição, calvície, alteração no comportamento e sem limites entre o que é moral e imoral.

Você é uma pessoa bacana, Broda. Mas o vício faz a gente ser outra pessoa. Colocando sob a perspectiva da mãe, pode ser sim triste. Por isso, que se um reebooter consegue 20, 30, 40 e 50 dias eu parabenizo porque são vitórias sobre uma compulsão que degrada a dignidade e o amor das pessoas. É você já apresentou muitas estratégias legais para matar a compulsão.

É isso aí, cara. Vamos ter a felicidade de lutar.

Fala Bro!

Sim, vamos ter a felicidade de lutar. Preocupamos às vezes tanto com os 90 dias que esquecemos que cada dia vencido já é uma grande glória conquistada. Às vezes, a própria jornada é até mais emocionante e enriquecedora do que o final. Suportar a dor com bom humor e ir seguindo em frente é a coisa que mais importa.

Grande abraço!


Última edição por Broda em 3/4/2016, 15:12, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Stinson em 30/1/2016, 22:57

Broda escreveu:
Stinson escreveu:Nossa cara que historia profunda.

Admiro sua sinceridade, como o amigo Stone disse: Não podemos Mudar o passado, mas podemos construir nosso futuro. Seu passado foi dificil cara, mas use-o para se motivar !  Pense em tudo que esse vicio lhe causou, na pessoa que ele te tornou, e pense no seu futuro livre desse vicio, como seria ? E use isso para te motivar !!

Se presentei-e com uma vida melhor, e presentei-e sua mãe com um filho melhor!

Forca e foco no reboot.

Fala grande Stinson! Finalmente alguém que curta How I Meet Your Mother por aqui! kkkkkkkkkkkkkk, tava achando que ia morrer sendo o único "Barney" do fórum, mas que bom que outro seguidor do mestre dos Bros chegou!

Isso tudo aí realmente foi para motivação, é importante termos pelo menos uma mensagem em que esteja escrito tudo aquilo que o vício já nos prejudicou para assim termos alguma coisa lúcida para consultar na hora em que a coisa apertar.

Valeu por passar aqui Bro, grande abraço! Estarei acompanhando o seu tópico, jamais deixe de atualizá-lo!
Opa tbm vou seguir o seu topico Bro ! Não esquece do que diz o Codigo dos Bro: Um Bro sempre deve apoiar outro Bro quando este precisar. Não pense em desistir do desafio do Reboot, o mestre Bro nunca desiste de um desafio depois dele ser aceito. Cool

_______________________________________
"Sabe qual é o lugar mais rico do mundo? Já se fez essa pergunta?
O lugar mais rico do mundo é o cemitério! Mais porque ? Lá, existe canções enterradas que nunca serão compostas. Invenções que revolucionariam, mais nunca foram projetadas. Empresários de importância econômica mundial, mais não chegaram a possuir nada. Médicos, engenheiros ,advogados, etc. E Tudo porque essas pessoas tinham de medo de se arriscarem.
O lugar mais rico do mundo não e a onde tem mais dinheiro concentrado, é sim onde se tem mais sonhos, pois os sonhos são a matéria prima da realização."
- Dr. Myles Munroe.

Acompanhe Minha Evolução: http://comoparar.forumeiros.com/t2415-diario-do-stinson-evolucao


Stinson

Mensagens : 371
Data de inscrição : 26/01/2016
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 31/1/2016, 12:59

REBOOT ANTERIOR - 48º dia

Ontem foi um dia excelente. Consegui manter uma conversa de uma hora e meia (mais ou menos) com duas garotas que estou afim, sem nenhum problema de vergonha ou algo do gênero, e conversando de forma muito agradável tópicos muito interessantes. Cheguei em casa e chorei de alegria (quanto tempo isso já não ocorria?). E hoje foi um dos piores dias de reboot, pois fiquei brincando tempo demais com gatilhos e acabei desregulando um pouco a dopamina de novo, não cheguei a recair mas foi uma bosta, pois fiquei excitado durante algum tempo. Vou me perdoar desta vez porque não cheguei a ver pornografia propriamente dita, mas vi coisas que eu sei que deveria manter distância, por isso resolvi colocar de vez o ‘modo seguro’ do Youtube, pois é nele que estou enfrentando maiores dificuldades. Após colocar esse modo, váaaaaaarios vídeos que nem estão relacionados com P simplesmente somem, e é uma bosta, mas é um preço que eu devo pagar por não conseguir me conter direito. Sinto que estou a um passo de uma recaída, mas não vou deixar isso acontecer neeeem fudendo, demorou demais pra chegar aonde estou e não é uma fissura desgraçada que estou sentindo no momento que vai me derrubar. O dia de ontem me motivou e foi quando eu notei que o reboot realmente funciona, basta ser mais aplicado.

ANÁLISE - Bros, essa aqui serve de motivação para quem ainda não está sentindo resultados com seus 30+ dias de reboot. Eu não havia sentido nada de muito especial antes de chegar no dia 48, mas esse lance das meninas foi muito motivador, pois eu tinha uma certa dificuldade com pessoas do sexo oposto, mas dessa vez eu simplesmente estava 100% tranquilo, sem ansiedade nem nada, com uma facilidade enorme em enrolar as duas por uma hora e meia de conversa, chegando naquele ponto em que eu não precisava falar mais nada, as duas já puxavam assunto por elas mesmas, coisa que antes do reboot eu julgaria ser quase impossível.

Agora, o erro maior aí foi ter tomado o primeiro gole de gatilhos fortes. É muito difícil evitar não encher a cara depois do primeiro gole, e isso fudeu meu reboot, mesmo já tendo passado da metade com certa facilidade e tendo desenvolvido certa resistência já. Se eu com 48 dias ainda estava com problemas com gatilhos, quanto mais um cara com menos de 30 dias, não vai aguentar meesmo. NUNCA TOME O PRIMEIRO GOLE!

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Blpr em 31/1/2016, 18:34

Cara, você expondo aquele relato, me fez lembrar de minhas aventuras punheteiras também. Já me masturbei na rua, do lado de uma colega na faculdade quando estudavamos em uma mesa na biblioteca, nos banheiros da faculdade, na janela de um apartamento na casa de um parente só para ver a goza cair do quinto andar e outras que nem lembro. Parece que desafiar o perigo nestas situações faz a gente fazer esse tipo de coisa.

Mas que bom você ta de papo com as minas. Isso dá uma autoestima boa.
Os gatilhos são perigosos, mas eu vejo que você está mais forte para a barrapesada desse reeboot.
Vamos lutar.
avatar
Blpr
Moderador
Moderador

Mensagens : 4635
Data de inscrição : 30/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 31/1/2016, 20:10

Blpr escreveu:Cara, você expondo aquele relato, me fez lembrar de minhas aventuras punheteiras também. Já me masturbei na rua, do lado de uma colega na faculdade quando estudavamos em uma mesa na biblioteca, nos banheiros da faculdade, na janela de um apartamento na casa de um parente só para ver a goza cair do quinto andar e outras que nem lembro. Parece que desafiar o perigo nestas situações faz a gente fazer esse tipo de coisa.

Mas que bom você ta de papo com as minas. Isso dá uma autoestima boa.
Os gatilhos são perigosos, mas eu vejo que você está mais forte para a barrapesada desse reeboot.
Vamos lutar.

Bom ver alguma outra pessoa com os problemas de bater punheta em público kkkkkkkkkkkk, coisa ridícula né bro, acho que todo cara que já fez esse tipo de coisa não pode negar que é doente e que precisa de ajuda.

A sensação de talvez ser pego gera muita adrenalina e consequentemente o nível de excitação vai lá nas alturas. Sendo nós viciados em altas doses de dopamina, era de se esperar que algum dia faríamos uma imbecilidade dessas. Sorte nossa que descobrimos o reboot, senão quem sabé lá o que ocorreria. Imagina se fossemos presos por terem nos pego batendo uma em público. Minha vida, pelo menos, acabaria, já que seria expulso de casa kkkkkk


Última edição por Broda em 3/4/2016, 15:34, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Blpr em 31/1/2016, 20:50



Sim, cara. A gente tem até noção do perigo, mais é mais excitante também. É por falar nisso, eu lembro de muitas outras vezes que me masturbei perigosamente. Depois desse seu relato, eu comecei a lembrar de algumas vezes bem perigosas que me masturbei. Nem lembrava. Uma vez, me masturbei dentro do ônibus quando ia para faculdade anos atrás. Na parada de ônibus, tinha chegado uma mulher de saia curta e quando ela sentou eu vi a calcinha dela. Isso me deixou doido. Eu ficava só olhando as pernas cruzadas. Depois no ônibus, sentei lá no fundo e mandei porra pra todo lado.
Outra vez eu fazia caminhada, e neste dia passou tanta mulher bonita andando de bicicleta na pista que nem cheguei em casa e bati uma rápida quando um trecho do caminho ficou solitário.

A minha adolescência foi assim. Eu agora percebo o porquê minha dificuldade de ganhar músculos e desinteresse na escola, uma apatia em não se motivar para pensar no meu futuro. Era a masturbação causando fadiga adrenal.
avatar
Blpr
Moderador
Moderador

Mensagens : 4635
Data de inscrição : 30/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 1/2/2016, 01:18

Blpr escreveu:

Sim, cara. A gente tem até noção do perigo, mais é mais excitante também. É por falar nisso, eu lembro de muitas outras vezes que me masturbei perigosamente. Depois desse seu relato, eu comecei a lembrar de algumas vezes bem perigosas que me masturbei. Nem lembrava. Uma vez, me  masturbei dentro do ônibus quando ia para faculdade anos atrás. Na parada de ônibus, tinha chegado uma mulher de saia curta e quando ela sentou eu vi a calcinha dela. Isso me deixou doido. Eu ficava só olhando as pernas cruzadas. Depois no ônibus, sentei lá no fundo e mandei porra pra todo lado.
Outra vez eu fazia caminhada, e neste dia passou tanta mulher bonita andando de bicicleta na pista que nem cheguei em casa e bati uma rápida quando um trecho do caminho ficou solitário.

A minha adolescência foi assim. Eu agora percebo o porquê minha dificuldade de ganhar músculos e desinteresse na escola, uma apatia em não se motivar para pensar no meu futuro. Era a masturbação causando fadiga adrenal.

Também acho que tive dificuldades em ganhar peso por causa do vício. Nesses meses em que estive tentando parar, eu ganhei muito peso e muito músculo de forma muito fácil. Nos estudos ainda não senti muitas diferenças, mas se sentir relatarei.

Quanto aos riscos que corremos, legal Bro. É um passado que ficou pra trás e que hoje em dia, só podemos nos lamentar e rir da nossa própria imbecilidade kkkkkkk.

Abração.


Última edição por Broda em 3/4/2016, 15:35, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Blpr em 1/2/2016, 07:53

Broda escreveu:
Blpr escreveu:

Sim, cara. A gente tem até noção do perigo, mais é mais excitante também. É por falar nisso, eu lembro de muitas outras vezes que me masturbei perigosamente. Depois desse seu relato, eu comecei a lembrar de algumas vezes bem perigosas que me masturbei. Nem lembrava. Uma vez, me  masturbei dentro do ônibus quando ia para faculdade anos atrás. Na parada de ônibus, tinha chegado uma mulher de saia curta e quando ela sentou eu vi a calcinha dela. Isso me deixou doido. Eu ficava só olhando as pernas cruzadas. Depois no ônibus, sentei lá no fundo e mandei porra pra todo lado.
Outra vez eu fazia caminhada, e neste dia passou tanta mulher bonita andando de bicicleta na pista que nem cheguei em casa e bati uma rápida quando um trecho do caminho ficou solitário.

A minha adolescência foi assim. Eu agora percebo o porquê minha dificuldade de ganhar músculos e desinteresse na escola, uma apatia em não se motivar para pensar no meu futuro. Era a masturbação causando fadiga adrenal.

Também acho que tive dificuldades em ganhar peso por causa do vício. Nesses meses em que estive tentando parar, eu ganhei muito peso e muito músculo de forma muito fácil. Nos estudos ainda não senti muitas diferenças, mas se sentir relatarei.

Quanto aos riscos que corremos, legal Bro. É um passado que ficou pra trás e que hoje em dia, só podemos nos lamentar e rir da nossa própria imbecilidade kkkkkkk.

Abração.

Isso mesmo, Broda. Quando nos colocamos em perspectiva a um outro modo de ser da gente, aí comparando, percebemos o quanto de aberrações a gente fazia e achava normal. Aí se vê como a pornografia deturpa o comportamento e não temos mais noção dos limites morais.

Sucesso na jornada!
avatar
Blpr
Moderador
Moderador

Mensagens : 4635
Data de inscrição : 30/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

A derrocada final - O fim dos relatos do reboot anterior

Mensagem  Broda em 3/2/2016, 08:48

Aqui começa os posts do último dia que eu havia conseguido ficar limpo no que foi o meu reboot mais longo. Como eu estava em desespero, já que estava quase jogando 50 dias no lixo e ainda numa fissura desgraçada (porque tinha mexido muito com gatilhos, ou seja, tomado a primeira dose), eu havia resolvido ler o e-book novamente e explicar, através dele, os "porquês" de eu ter começado essa saga.
Como tinha ficado meio longo, dividirei em 2 partes. Também irei atualizar o nome do tópico, pois depois desse post ele deixará de fazer sentido.

REBOOT ANTERIOR - 50º dia

Tava falhando em muitos aspectos no reboot, e isso se deve, principalmente, à uma sensação de tesão incessante, mexer no pc com sono e, principalmente, esquecer as razões pelas quais estou fazendo o reboot. Por isso, resolvi escrever alguns tópicos sobre o assunto:

1º - a questão do ratinho com a ratinha no cio: quanto mais eu vejo pornografia ou qualquer coisa relacionada, ocorre o processo do “esfriamento”, pois menos eu serei capaz de sentir atração por mulheres e cada vez mais sentirei necessidade de ir escalando nos gêneros: posso começar com uma coisa relativamente quente no youtube, que não envolva necessariamente pornografia, mas que logo entrará na minha cabeça e fará com que, em um futuro não muito distante, eu sinta ainda mais vontade de ver coisas um pouco mais pesadas, como por exemplo, deixar de ver decotes para começar a ver seios nus,e por ai vai, diminuindo a cada vez minha capacidade de sentir excitação e sendo necessário buscar cada vez assuntos mais pesados, diminuindo também, consequentemente, meu tesão por mulheres reais, pois descargas menores de dopamina serão despejadas com elas. Ora, se eu vejo, por exemplo, peitos na tela do computador todo dia, como poderei imaginar que me manterei atraído por peitos em casos reais?

2º - dopamina desregulada. A cada vez que eu acesso um vídeo, ocorre uma descarga, o meu cérebro entende que aquilo é bom e tentará fazer com que eu veja outro, e outro, e mais outro, e quantos outros forem possíveis. Por isso é importante nunca dar o primeiro passo, ou aquela “espiadinha”. O meu cérebro é viciado em cargas altas de dopamina como todos outros são, e é isso que a pornografia fará comigo: fará meu cérebro sentir uma sensação forte de dopamina no começo, e logo fará com que ele sinta a necessidade de ver de novo para atingir essa sensação novamente, o que fará com que o processo fique muuuuito mais difícil. Então, devo evitar até mesmo as mínimas olhadinhas e os mínimos gatilhos, pois, senão, ficarei taradão por um período de tempo que não pode ser estimado, só pensando em sexo e putaria.

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Blpr em 3/2/2016, 09:27

Uma vez você apareceu no meu diário e fez um espelho completo da minha atitude que me levou a recair. Às vezes, a gente não enxerga um gatilho que um outro com mais experiência nos faz enxergar melhor. Até outros reebooters me alertavam sobre este ato de ver fotos, mas não conseguia compreender. Aí hoje, neste reeboot, está tudo tranquilo, pois percebo que só mesmo experienciar a situação real se confirma o que muitos já relataram por experiência própria.
avatar
Blpr
Moderador
Moderador

Mensagens : 4635
Data de inscrição : 30/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Virando Homem (Broda, 20)

Mensagem  Broda em 3/2/2016, 10:20

Blpr escreveu:Uma vez você apareceu no meu diário e fez um espelho completo da minha atitude que me levou a recair. Às vezes, a gente não enxerga um gatilho que um outro com mais experiência nos faz enxergar melhor. Até outros reebooters me alertavam sobre este ato de ver fotos, mas não conseguia compreender. Aí hoje, neste reeboot, está tudo tranquilo, pois percebo que só mesmo experienciar a situação real se confirma o que muitos já relataram por experiência própria.

Sim, me lembro dessa minha "aparição" no seu diário. Eu havia criado essa conta só pra te mandar aquela mensagem (depois de criar a conta acabei criando coragem para fazer parte do fórum também), pois estava te acompanhando por muito tempo e seu contador estava praticamente igual ao meu, então eu estava te usando como referência para meu próprio reboot, pois as dificuldades e os efeitos que você estava sentindo eu também provavelmente sentiria em breve.

Portanto, sua recaída teve algum efeito psicológico em mim também, já que a gente pensa: porra, se o cara recaiu, eu não estou tão seguro assim quanto pensava. Vc vê muito desse efeito no Clube do Bolinha, lembro de uma semana em que um cara recaiu, e em sequência quase todo mundo caiu. Coincidência? Provavelmente não. Eu vou pensar muito nos outros antes de pensar na possibilidade de recair outra vez, pois ver os parceiros de guerra recaindo dá uma desmotivada, não posso imaginar que eu estou fazendo isso aqui só por mim, faço por todos nós, faço para motivar os outros a continuar lutando.

Eu tive q bater cabeça muitas vezes para entender como que funcionava o processo, e hoje em dia, creio eu, já o compreendi praticamente por completo, mas é bem o que você falou mesmo, a gente precisa quebrar a cara para aprender a lição. Por isso que nos diários de outros hoje em dia eu só dou um "alerta". Eu sei que o cara provavelmente não vai dar atenção total ao que eu disse, então já estou imaginando que ele vai recair, e quando isso acontece, eu nem esquento a cabeça. Faz parte do aprendizado.
Sucesso pra vc tbm!

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 37 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 21 ... 37  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum