Compartilhe
Ir em baixo
Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 10/4/2016, 09:22
Broda escreveu:
Fala bro!

Tá indo bem, tenha calma que as coisas se ajeitam. Um dos segredos do reboot é ter uma paciência de ferro, só com isso você já leva pelo menos 1/5 do processo nas costas de forma tranquila.

Algumas sugestões: coloque uma foto de perfil para ficar mais fácil de identificar quem é você (sempre ao entrar em algum diário, fica bem mais fácil de saber quem é o cara se ele tem uma foto que o marca, diferenciando de tantos outros que também não possuem foto) e dessa forma ajuda a criar uma certa "personalidade" para seu perfil.

Também instale um contador, pois assim fica muito mais fácil de te ajudar, já que saberemos qual fase exata do reboot que você está passando, sem falar que ver a barrinha verde crescer é muito estimulante!

Continue firme que em breve o pior vai passar.

Abraços!

Obrigado Broda! Sua dica foi de grande valia com certeza. Já fiz a atualização da foto e me lembrarei de ter paciência. Quanto ao contador estou usando o NoFap counter. Existe outro melhor?
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 35
http://blokporn.blogspot.com

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 10/4/2016, 09:37

_______________________________________
Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 10/4/2016, 12:43
]
De vez em quando bate estas ansiedades em mim, principalmente no final de semana. Resquícios de um sentimento de solidão e carência que mantive por muito tempo. Tudo o que emocionalmente nos apegamos nos torna condicionados. Essas coisas é que alimentam muito a sensação de isolamento e a buscas de prazeres solitários. O vício em pornografia está intimamente ligado a sentimentos de carência e solidão. Alguns usuários aqui apresentam um quadro assim e isso é fator de recaídas.

Então, o que se deve fazer é buscar outros prazeres que substituam os prazeres do vício. Busca de amizades e relações afetivas ( e não somente sexuais) dão uma sensação de prazer muito mais intensa do que o prazer do vício. Primeiro, porque criamos uma relação duradoura de bem estar físico e psicológico. Seguindo, porque tais interações criam um nível de afetividade e sensibilidade com as pessoas. Faz a gente ter simpatia e empatia. O vício, ao contrário, gera um prazer momentâneo. Os efeitos não nocivos e provoca uma baixa na sensibilidade aos estímulos reais além de falta de prazer em viver. Por isso, a sensação de pindaiba psicológica que temos na vida de PMO.

Então, a vida não se resume a sexo. A vida se resume a prazer afetivo e isto que cria um vínculo entre as pessoas. Buscar relações só para aliviar sua carência em sexo só vai deixar você mais frustrado e infeliz. Claro que temos necessidade de sexo, mas é diferente de compulsão por sexo ou pensar em sexo o dia todo. Isto aqui já é doença ou efeitos de PMO. Limitar os impulsos de desejo sexual somente no nível afetivo faz a gente senti orgasmos em outras áreas da vida.

Portanto, faça o reboot porque, indiretamente, sua vontade de viver e sentir prazer de verdade vai voltar. Demora a voltar...mais volta. O reboot regulariza toda a função fisiológica dos hormônios testosterona, serotonina e dopamina.

Sucesso na jornada sempre!

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Boudreaux
Mensagens : 12
Data de inscrição : 10/03/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 10/4/2016, 14:28
Pode crer!

_______________________________________
Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Img?u=5688108204949504
Atirador Nordestino
Atirador Nordestino
Mensagens : 477
Data de inscrição : 11/03/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 11/4/2016, 12:22
Excelente postagem Blpr, com a PMO me tornei um cara arredio, uma carência de relações afetivas também me levou ao vício. Post preciso mais uma vez.
Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 13/4/2016, 20:11
Blpr escreveu:]
De vez em quando bate estas ansiedades em mim, principalmente no final de semana. Resquícios de um sentimento de solidão e carência que mantive por muito tempo. Tudo o que emocionalmente nos apegamos nos torna condicionados. Essas coisas é que alimentam muito a sensação de isolamento e a buscas de prazeres solitários. O vício em pornografia está intimamente ligado a sentimentos de carência e solidão. Alguns usuários aqui apresentam um quadro assim e isso é fator de recaídas.

Então, o que se deve fazer é buscar outros prazeres que substituam os prazeres do vício. Busca de amizades e relações afetivas ( e não somente sexuais) dão uma sensação de prazer muito mais intensa do que o prazer do vício. Primeiro, porque criamos uma relação duradoura de bem estar físico e psicológico. Seguindo, porque tais interações criam um nível de afetividade e sensibilidade com as pessoas. Faz a gente ter simpatia e empatia. O vício, ao contrário, gera um prazer momentâneo. Os efeitos não nocivos e provoca uma baixa na sensibilidade aos estímulos reais além de falta de prazer em viver. Por isso, a sensação de pindaiba psicológica que temos na vida de PMO.

Então, a vida não se resume a sexo. A vida se resume a prazer afetivo e isto que cria um vínculo entre as pessoas. Buscar relações só para aliviar sua carência em sexo só vai deixar você mais frustrado e infeliz. Claro que temos necessidade de sexo, mas é diferente de compulsão por sexo ou pensar em sexo o dia todo. Isto aqui já é doença ou efeitos de PMO. Limitar os impulsos de desejo sexual somente no nível afetivo faz a gente senti orgasmos em outras áreas da vida.

Portanto, faça o reboot porque, indiretamente, sua vontade de viver e sentir prazer de verdade vai voltar. Demora a voltar...mais volta. O reboot regulariza toda a função fisiológica dos hormônios testosterona, serotonina e dopamina.

Sucesso na jornada sempre!

Achei interessantíssimo seu depoimento. No entanto, não concordo quando você diz que a vida se resume a prazer afetivo. Entendo a dimensão que a afetividade representa em nossas vidas, mas sei também que não é só isso. Pelo menos a meu ver. Mas sim você está certíssimo de que o sexo como alívio é o mesmo que substituir uma compulsão por outra. Senti isso nessa semana. Ontem estava sentindo os efeitos devastadores da ansiedade gerada pelo reboot e procurei por sexo, sexo pago. O gozo é sempre bom, mas depois de tudo terminado, fiquei pensando no quanto a menina não estava envolvida no ato que foi extremamente mecânico. Não a culpo, pois a prostituição é para ela uma fonte de renda, mas fiquei abismado com a sensação de vazio pós-transa e ao chegar em casa acabei recaindo na masturbação. Entendo o quanto será difícil mas me comprometo a só fazer sexo com um certo envolvimento daqui pra frente. Pode parecer piegas e excessivamente romântica essa ideia mas a solidão foi um componente que me levou ao vício. Tanto masturbação quanto sexo pago são muitas vezes como pão seco sem manteiga, ou seja, sem graça. As vezes em que o sexo foi realmente bom, foi com intimidade. Satisfazer apenas o impulso é uma droga que te consome por dentro. Gastei muito, mas muito dinheiro com prostitutas no passado. Ainda gasto, mas tenho aprimorado meu desejo e feito isso para o sexo com um certo grau de envolvimento, ainda que na casualidade.

Hoje, fico estarrecido com os depoimentos dos colegas sobre a sublimação dos impulsos auto impostos. Sentindo os efeitos do reboot - ansiedade e carência -, ainda não consigo me ver sem satisfazer o ímpeto sexual. Quando a ansiedade me consome, acabo procurando sexo fácil, seja com prostitutas como com mulheres na rua, o que não me satisfaz plenamente e estou lutando para mudar essa crença limitante em mim.

Deixando de lado um pouco o aspecto sexual, fico muito triste por saber que hoje não sou nem sombra do estudante que já fui um dia. O gasto de tempo e de energia com o vício me consumiram e me tornaram medíocre. Minha capacidade de concentração foi prejudicada, minha memória já não é mais a mesma e nem sinto mais o prazer que sentia com os estudos. Desejo muitíssimo reverter esse quadro. Quem não deseja ser uma versão melhor  de si mesmo?

_______________________________________
Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 16/4/2016, 15:59
Thunder01 escreveu:
Blpr escreveu:]
De vez em quando bate estas ansiedades em mim, principalmente no final de semana. Resquícios de um sentimento de solidão e carência que mantive por muito tempo. Tudo o que emocionalmente nos apegamos nos torna condicionados. Essas coisas é que alimentam muito a sensação de isolamento e a buscas de prazeres solitários. O vício em pornografia está intimamente ligado a sentimentos de carência e solidão. Alguns usuários aqui apresentam um quadro assim e isso é fator de recaídas.

Então, o que se deve fazer é buscar outros prazeres que substituam os prazeres do vício. Busca de amizades e relações afetivas ( e não somente sexuais) dão uma sensação de prazer muito mais intensa do que o prazer do vício. Primeiro, porque criamos uma relação duradoura de bem estar físico e psicológico. Seguindo, porque tais interações criam um nível de afetividade e sensibilidade com as pessoas. Faz a gente ter simpatia e empatia. O vício, ao contrário, gera um prazer momentâneo. Os efeitos não nocivos e provoca uma baixa na sensibilidade aos estímulos reais além de falta de prazer em viver. Por isso, a sensação de pindaiba psicológica que temos na vida de PMO.

Então, a vida não se resume a sexo. A vida se resume a prazer afetivo e isto que cria um vínculo entre as pessoas. Buscar relações só para aliviar sua carência em sexo só vai deixar você mais frustrado e infeliz. Claro que temos necessidade de sexo, mas é diferente de compulsão por sexo ou pensar em sexo o dia todo. Isto aqui já é doença ou efeitos de PMO. Limitar os impulsos de desejo sexual somente no nível afetivo faz a gente senti orgasmos em outras áreas da vida.

Portanto, faça o reboot porque, indiretamente, sua vontade de viver e sentir prazer de verdade vai voltar. Demora a voltar...mais volta. O reboot regulariza toda a função fisiológica dos hormônios testosterona, serotonina e dopamina.

Sucesso na jornada sempre!

Achei interessantíssimo seu depoimento. No entanto, não concordo quando você diz que a vida se resume a prazer afetivo. Entendo a dimensão que a afetividade representa em nossas vidas, mas sei também que não é só isso. Pelo menos a meu ver. Mas sim você está certíssimo de que o sexo como alívio é o mesmo que substituir uma compulsão por outra. Senti isso nessa semana. Ontem estava sentindo os efeitos devastadores da ansiedade gerada pelo reboot e procurei por sexo, sexo pago. O gozo é sempre bom, mas depois de tudo terminado, fiquei pensando no quanto a menina não estava envolvida no ato que foi extremamente mecânico. Não a culpo, pois a prostituição é para ela uma fonte de renda, mas fiquei abismado com a sensação de vazio pós-transa e ao chegar em casa acabei recaindo na masturbação. Entendo o quanto será difícil mas me comprometo a só fazer sexo com um certo envolvimento daqui pra frente. Pode parecer piegas e excessivamente romântica essa ideia mas a solidão foi um componente que me levou ao vício. Tanto masturbação quanto sexo pago são muitas vezes como pão seco sem manteiga, ou seja, sem graça. As vezes em que o sexo foi realmente bom, foi com intimidade. Satisfazer apenas o impulso é uma droga que te consome por dentro. Gastei muito, mas muito dinheiro com prostitutas no passado. Ainda gasto, mas tenho aprimorado meu desejo e feito isso para o sexo com um certo grau de envolvimento, ainda que na casualidade.

Hoje, fico estarrecido com os depoimentos dos colegas sobre a sublimação dos impulsos auto impostos. Sentindo os efeitos do reboot - ansiedade e carência -, ainda não consigo me ver sem satisfazer o ímpeto sexual. Quando a ansiedade me consome, acabo procurando sexo fácil, seja com prostitutas como com mulheres na rua, o que não me satisfaz plenamente e estou lutando para mudar essa crença limitante em mim.

Deixando de lado um pouco o aspecto sexual, fico muito triste por saber que hoje não sou nem sombra do estudante que já fui um dia. O gasto de tempo e de energia com o vício me consumiram e me tornaram medíocre. Minha capacidade de concentração foi prejudicada, minha memória já não é mais a mesma e nem sinto mais o prazer que sentia com os estudos. Desejo muitíssimo reverter esse quadro. Quem não deseja ser uma versão melhor  de si mesmo?

Sinistro!

_______________________________________
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 16/4/2016, 18:45
Tem razão mesmo. Acho que restringi demais o prazer afetivo. Não de modo absoluto, claro. Mas, sem afetividade, todas as relações seriam uma safadeza danada.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 17/4/2016, 20:51
Bom, Para os olhares mais atentos meu contador foi reiniciado. Infelizmente eu estava abrindo muitas exceções para me masturbar e resolvi zerá-lo. O bom disso tudo é que esse recomeço acompanha o meu recomeço na vida financeira com o desafogar de algumas dívidas. Acho que dessa vez será bem melhor e mais fluído o reboot.

_______________________________________
Antônio71
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1078
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 47

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 17/4/2016, 21:08
Oi, Thunder, parabéns pela sua coragem e honestidade de zerar o contador.

Recomece e aprenda com seus erros. Eu já zerei o contador 4 vezes. Hoje estou completando 60 dias SEM FAZER FORÇA.

Isso porque, Thunder, depois das primeiras semanas fica muito, muito mais fácil.

Tem um livro: "O Poder do Hábito", eu aconselho a todo rebooter ler. Existe um curso também no YouTube do mesmo nome. Eu fiz também e estou adorando.

Um abraço e uma boa recuperação para você, cara!

_______________________________________
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 35
http://blokporn.blogspot.com

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 18/4/2016, 08:05
Thunder01 escreveu:Bom, Para os olhares mais atentos meu contador foi reiniciado. Infelizmente eu estava abrindo muitas exceções para me masturbar e resolvi zerá-lo. O bom disso tudo é que esse recomeço acompanha o meu recomeço na vida financeira com o desafogar de algumas dívidas. Acho que dessa vez será bem melhor e mais fluído o reboot.

Ok, e quais estratégias você está tomando para tampar essas brechas? Só força de vontade não conta. Tem que ter mais alguma atitude.

_______________________________________
Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 22/4/2016, 21:36
Toguro escreveu:
Thunder01 escreveu:Bom, Para os olhares mais atentos meu contador foi reiniciado. Infelizmente eu estava abrindo muitas exceções para me masturbar e resolvi zerá-lo. O bom disso tudo é que esse recomeço acompanha o meu recomeço na vida financeira com o desafogar de algumas dívidas. Acho que dessa vez será bem melhor e mais fluído o reboot.

Ok, e quais estratégias você está tomando para tampar essas brechas? Só força de vontade não conta. Tem que ter mais alguma atitude.

Boa noite Toguro!
Você tem razão e por isso resolvi instalar um bloqueador em cada dispositivo eletrônico meu através de uma conta no Qustodio. Por tal razão minha ansiedade não apareceu nessa semana. Porém minha libido é quase nula e tenho a sensação de que meu pênis está retraído, rsrsrsrs. Enfim, essa semana foi suportável resistir por ser a primeira. Rumo aos 90 dias!!!

_______________________________________
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 22/4/2016, 21:44
Thunder01 escreveu:
Toguro escreveu:
Thunder01 escreveu:Bom, Para os olhares mais atentos meu contador foi reiniciado. Infelizmente eu estava abrindo muitas exceções para me masturbar e resolvi zerá-lo. O bom disso tudo é que esse recomeço acompanha o meu recomeço na vida financeira com o desafogar de algumas dívidas. Acho que dessa vez será bem melhor e mais fluído o reboot.

Ok, e quais estratégias você está tomando para tampar essas brechas? Só força de vontade não conta. Tem que ter mais alguma atitude.

Boa noite Toguro!
Você tem razão e por isso resolvi instalar um bloqueador em cada dispositivo eletrônico meu através de uma conta no Qustodio. Por tal razão minha ansiedade não apareceu nessa semana. Porém minha libido é quase nula e tenho a sensação de que meu pênis está retraído, rsrsrsrs. Enfim, essa semana foi suportável resistir por ser a primeira. Rumo aos 90 dias!!!

Você está na flatline.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Convidado
Convidado

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 22/4/2016, 22:54
Sugiro que esqueça os 90 dias por enquanto. Se foque em algo como alcançar 10 dias. Faça a sua grande meta. Quando alcançar, se coloque algo maior, como 20 dias, por exemplo. Assim fica mais fácil alcançar os 90 dias.
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 35
http://blokporn.blogspot.com

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 23/4/2016, 07:56
Thunder, só avisando que, após três dias, o qustodio exige que você mantenha a instalação em apenas um aplicativo. Uma solução seria criar várias contas no qustodio e usar uma conta para cada dispositivo.

Abraços.

_______________________________________
Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 1/5/2016, 10:50
Toguro escreveu:Thunder, só avisando que, após três dias, o qustodio exige que você mantenha a instalação em apenas um aplicativo. Uma solução seria criar várias contas no qustodio e usar uma conta para cada dispositivo.

Abraços.

Obrigado Toguro pelo lembrete. Tive que deixar somente um dispositivo com o bloqueio mas no meu caso em particular, o vício está ligado diretamente ao meu PC pessoal. Tanto no meu celular quanto no tablet, eu simplesmente não procuro pornografia. Não me dá vontade. Acho que é um mecanismo inconsciente porque é mais confortável assistir no notebook.

Bom, essa foi a minha segunda semana no programa. O bloqueador é realmente muito bom. Ele ativa automaticamente o safe search do google e o modo restrito do Youtube. O problema é que ele é tão eficaz que até alguns vídeos, aparentemente não relacionados a pornografia, são bloqueados. Mas tudo bem. É o preço que tenho que pagar. Além do mais eu vejo no tablet os vídeos que me interessam da faculdade ou do trabalho que acabam sendo bloqueados, e como eu disse, não caio na tentação da PMO nesses dispositivos. Preciso confessar que essa foi a semana mais difícil para mim. Venho tendo crises de ansiedades recorrentes e insônia. Minha libido está fraquíssima mas a aparência do meu pênis melhorou um pouco, ou seja, não está "retraído". Na quinta tive uma crise de ansiedade tão forte que mal consegui trabalhar. Fiquei horas remoendo cenas de filmes pornôs na cabeça e desviando minha atenção para outras coisas. Suava frio. Ficava balançando o corpo da mesma maneira que um viciado em drogas fica quando está em abstinência. Foi horrível a sensação.

Mas... na própria quinta, quando a ansiedade finalmente baixou ao fim do dia, me senti leve, leve... Então 2 conselhos para quem está iniciando o reboot ou teve que reiniciar várias vezes, como eu: Persistam! Pode parecer impossível conter a ansiedade da compulsão mas não é! A sensação que te traz depois é ótima! Embora eu esteja falando isso, tenho consciência que a minha batalha não está ganha mas ter conseguido superar esses dias foi uma grande vitória para mim. Na batalha, quem vence a si mesmo, vence duas vezes! Laughing Laughing Laughing

Outra coisa que venho sentindo é que minha concentração está melhorando, minha mente já não dispersa tanto, porque venho sentindo mais energia. Inclusive meu treinamento físico está rendendo mais. Apesar da libido baixa ainda, já estou observado e conversando mais com as mulheres.

Tudo isso me leva a crer que os benefícios do reboot são reais e vou continuar no programa. Recomendo novamente a todos que persistam.

_______________________________________
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 35
http://blokporn.blogspot.com

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 1/5/2016, 10:52
Eu também não me sinto tentado no celular. Caso ocorra algum dia, aí seria hora de pensar em bloquear tais dispositivos. Mas, se você for como eu, acho que nunca irá precisar. Eu simplesmente detesto navegar pelo cel.

Abraços.

_______________________________________
Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
Convidado
Convidado

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 1/5/2016, 15:45
Toguro escreveu:Eu também não me sinto tentado no celular. Caso ocorra algum dia, aí seria hora de pensar em bloquear tais dispositivos. Mas, se você for como eu, acho que nunca irá precisar. Eu simplesmente detesto navegar pelo cel.

Abraços.

Navegar pelo celular é horrível mesmo. Acho que por isso nunca tive gatilhos por aí. Nem em tablet eu gosto de usar a net; raríssimo.
avatar
Convidado
Convidado

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 1/5/2016, 15:54
´´Na quinta tive uma crise de ansiedade tão forte que mal consegui trabalhar. Fiquei horas remoendo cenas de filmes pornôs na cabeça e desviando minha atenção para outras coisas. Suava frio. Ficava balançando o corpo da mesma maneira que um viciado em drogas fica quando está em abstinência. Foi horrível a sensação.

Mas... na própria quinta, quando a ansiedade finalmente baixou ao fim do dia, me senti leve, leve... Então 2 conselhos para quem está iniciando o reboot ou teve que reiniciar várias vezes, como eu: Persistam! Pode parecer impossível conter a ansiedade da compulsão mas não é! A sensação que te traz depois é ótima! Embora eu esteja falando isso, tenho consciência que a minha batalha não está ganha mas ter conseguido superar esses dias foi uma grande vitória para mim. Na batalha, quem vence a si mesmo, vence duas vezes! Laughing Laughing Laughing  ´´

__________________________________________

Percebi pela tua fala uma certa maturidade que aponta para a vitória do reboot. Fiz alguns recortes e vou comentar um pouco:

1) Suar frio e tremedeira são claros sinais de condicionamento. Mas, você indicou que passou por eles sem recair e isto é a essência de um bom reboot. Os bloqueadores são importantes, mas sem passar por essas dores e angústias da hora da fissura a pessoa não consegue fortalecer sua força de vontade. A sensação depois é ótima mesma e acredito que seja porque seu cérebro criou caminhos neurais de resistência e seu espírito fortaleceu. Parabéns.

2) Mais adiante, quando for vencendo mais e mais etapas do reboot, atente para não ficar fantasiando muito com a P, mesmo nos momentos de fissura, pois o cérebro também tende a liberar dopamina neste momento e se fixar nele. Claro, que no estágio que está é extremamente compreensível, pois ainda há muito condicionamento. Atingir duas semanas é uma marca muito importante, sugiro que se fixe agora em conseguir os 21 dias. Parcelando o tempo fica mais fácil.
Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 8/5/2016, 18:01
Canaã escreveu:´´Na quinta tive uma crise de ansiedade tão forte que mal consegui trabalhar. Fiquei horas remoendo cenas de filmes pornôs na cabeça e desviando minha atenção para outras coisas. Suava frio. Ficava balançando o corpo da mesma maneira que um viciado em drogas fica quando está em abstinência. Foi horrível a sensação.

Mas... na própria quinta, quando a ansiedade finalmente baixou ao fim do dia, me senti leve, leve... Então 2 conselhos para quem está iniciando o reboot ou teve que reiniciar várias vezes, como eu: Persistam! Pode parecer impossível conter a ansiedade da compulsão mas não é! A sensação que te traz depois é ótima! Embora eu esteja falando isso, tenho consciência que a minha batalha não está ganha mas ter conseguido superar esses dias foi uma grande vitória para mim. Na batalha, quem vence a si mesmo, vence duas vezes! Laughing Laughing Laughing  ´´

__________________________________________

Percebi pela tua fala uma certa maturidade que aponta para a vitória do reboot. Fiz alguns recortes e vou comentar um pouco:

1) Suar frio e tremedeira são claros sinais de condicionamento. Mas, você indicou que passou por eles sem recair e isto é a essência de um bom reboot. Os bloqueadores são importantes, mas sem passar por essas dores e angústias da hora da fissura a pessoa não consegue fortalecer sua força de vontade. A sensação depois é ótima mesma e acredito que seja porque seu cérebro criou caminhos neurais de resistência e seu espírito fortaleceu. Parabéns.

2) Mais adiante, quando for vencendo mais e mais etapas do reboot, atente para não ficar fantasiando muito com a P, mesmo nos momentos de fissura, pois o cérebro também tende a liberar dopamina neste momento e se fixar nele. Claro, que no estágio que está é extremamente compreensível, pois ainda há muito condicionamento. Atingir duas semanas é uma marca muito importante, sugiro que se fixe agora em conseguir os 21 dias. Parcelando o tempo fica mais fácil.

Bom, Deixo aqui meu relato semanal e aproveito para te responder Canaã!

Nessa semana tudo transcorreu bem. Minha ansiedade aparentemente estava sob controle. Não senti necessidade de me masturbar. Eu estava muito contente porque minha energia estava a mil embora com a libido baixa e sentia também um prazer nas coisas que faço durante o dia a dia. Entretanto, eu tinha um DVD de jogos de putaria que pensei ter jogado fora só que não e cometi o erro de olhá-lo. Pronto. Se instalou um inferno. Minha mente me autosabotou. Procurei insanamente pelas senha do bloqueador e consegui arrumá-la. Aí uma coisa leva a outra e fiquei procurando por P na Net me masturbando. Foram horas a fio nesse processo. Todos aqueles sintomas que temos quando nos deixamos levar pelo vício ressurgiram: apatia, lentidão física e mental, desejo de estar só. Se minha libido estava baixa, agora ela está nula de tanto que me masturbei. Passei 2 dias deliberadamente nesse processo.

Entretanto nem tudo são desgraças. Eu tomei vergonha na cara e me desfiz do DVD. Também apaguei a senha do bloqueador que tinha como segurança. Mas com esse episódio pude perceber que o vício não é só o ato em si. É todo um aparato mental que nos deixa num estado de solidão permanente. E a a mente trabalha insanamente para que permaneçamos assim. Lutar contra isso é muito difícil. Concluo que não dá realmente para mudar um hábito negativo sem mexermos em nosso estilo de vida. É mais fácil trocar hábitos por outros e melhorar o estilo de vida. Não zerarei meu contador porque eu me abstive durante 20 dias e quero continuar pois já havia sentido alguma melhora. Semana que vem deixe um novo relato.

_______________________________________
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 8/5/2016, 18:48
Bom dia, cara.

As recaídas justamente servem para isso: aprender a ter mais consciência de nosso comportamento viciante.

Mas, não entendo porque a relutância em não zerar o contador. Pois, a situação relatada é de recaída. Além do tempo elevado de curtir PMO, obteve isto por meio de detonação dos bloqueadores, diante de uma situação que gerou gatilho (o dvd).

Atitude louvável seria se você já jogasse de imediato o dvd no lixo. Não teria acontecido toda esta aventura erótica. Dessa forma, muitos que lessem isto, louvaria sua decisão. Assim, eu te oriento a zerar seu contador, sem orgulho. Pois, se isso te acontece de novo e não zera o contador, só está enganando a si mesmo, além de não está fazendo um reboot limpo.

É não é exemplo para ninguém aqui no fórum.

Repense....

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 8/5/2016, 23:18
Blpr escreveu:Bom dia, cara.

As recaídas justamente servem para isso: aprender a ter mais consciência de nosso comportamento viciante.

Mas, não entendo porque a relutância em não zerar o contador. Pois, a situação relatada é de recaída. Além do tempo elevado de curtir PMO, obteve isto por meio de detonação dos bloqueadores, diante de uma situação que gerou gatilho (o dvd).

Atitude louvável seria se você já jogasse de imediato o dvd no lixo. Não teria acontecido toda esta aventura erótica. Dessa forma, muitos que lessem isto, louvaria sua decisão. Assim, eu te oriento a zerar seu contador, sem orgulho. Pois, se isso te acontece de novo e não zera o contador, só está enganando a si mesmo, além de não está fazendo um reboot limpo.

É não é exemplo para ninguém aqui no fórum.

Repense....

Repensei e realmente o melhor a fazer é zerar o contador mesmo. Quanto ao DVD, já tinha jogado fora antes mesmo de dar o depoimento. Obrigado!

_______________________________________
DECIDIDO30
DECIDIDO30
Mensagens : 173
Data de inscrição : 04/05/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 9/5/2016, 07:33
Força colega, o caminho é árduo, tentador, sempre aparecem situações que nos levam a querer recair e voltar ao passado, antes de tentar o reboot.
Vai ser sempre assim, mas antes de tudo, querer é o primeiro passo e você demonstra que quer se afastar da PM.
Pelos depoimentos que vejo no fórum, a maioria das pessoas que estão progredindo no reboot trocaram seus hábitos, seja por exercícios, leitura, buscar coisas reais.
Quando vier a tentação evite ficar sozinho, tome um banho gelado, o que tem me ajudado bastante é escrever no fórum, tem sido libertador.
Boa sorte e saiba que tens um amigo aqui.

_______________________________________
Thunder01
Thunder01
Mensagens : 74
Data de inscrição : 06/01/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 9/5/2016, 22:37
DECIDIDO30 escreveu:Força colega, o caminho é árduo, tentador, sempre aparecem situações que nos levam a querer recair e voltar ao passado, antes de tentar o reboot.
Vai ser sempre assim, mas antes de tudo, querer é o primeiro passo e você demonstra que quer se afastar da PM.
Pelos depoimentos que vejo no fórum, a maioria das pessoas que estão progredindo no reboot trocaram seus hábitos, seja por exercícios, leitura, buscar coisas reais.
Quando vier a tentação evite ficar sozinho, tome um banho gelado, o que tem me ajudado bastante é escrever no fórum, tem sido libertador.
Boa sorte e saiba que tens um amigo aqui.

Obrigado DECIDIO30! É realmente gratificante poder saber que não estamos sozinhos em nossas jornadas e contarmos com o apoio moral de nossos colegas de fórum. Agora que você mencionou irei, ao menos nesses 40 dias iniciais, postar algo a cada 2 dias. Acho que isso me ajudará bastante no reboot. Quero frisar que nesses 20 dias que fiquei em abstinência tive uma melhora significativa no quadro e muito mais tempo livre. Isso me faz desejar realmente conseguir me engajar no programa sem recair!

_______________________________________
DECIDIDO30
DECIDIDO30
Mensagens : 173
Data de inscrição : 04/05/2016

Como cheguei ao fundo do poço - Página 2 Empty Re: Como cheguei ao fundo do poço

em 10/5/2016, 07:57
Muito bem Thunder01, postar tem sido ótimo para mim, como disse antes, libertador.
Escreva no seu diário tudo que esteja passando, sentindo e as dificuldades encontradas, para que os demais colegas do fórum possam lhe auxiliar no que for preciso nesta caminhada.
Se puder também escreva no diário de outras pessoas, você vai ver como é ótima a sensação de estar ajudando alguém neste processo que estamos passando, isso nos dá mais força e resistência para prosseguirmos.
Abraços e um ótimo dia.

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum