Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
jao
Mensagens : 7
Data de inscrição : 09/01/2016

Realmente preciso disso?

em 9/1/2016, 12:36
Bom dia pessoal! Não sei bem como começar essa minha dúvida, então resolvi fazer em forma de relato! Me desculpem se o ficar muito extenso, tentarei resumir ao máximo...
Desde que me conheço por gente, tenho problemas de depressão e ansiedade, muito mais ansiedade que depressão ou tristeza até! acho que já era uma criança nervosa antes mesmo de conhecer a pornografia, roía unhas constantemente e rangia os dentes ao dormir (problemas que tenho até hoje aos 23 anos) Lá pelos 15 que comecei a me masturbar constantemente para sites pornográficos e ao ver aqueles vídeos sempre me preocupava quando chegasse a minha primeira transa, de não conseguir fazer igual aos atores, medo de não agradar a menina, coisas desse tipo. Outra coisa que eu percebia, é que nessa época a minha ejaculação, mesmo na masturbação já era precoce (média de 2 minutos), o que me dava mais medo ainda de ter uma transa de verdade, porem eu achava que com o tempo isso ia melhorar.
Até que o dia chegou... Eu estava com 19 anos de idade, e ela era uma guria mais velha (uns 8 anos mais) e bem experiente diga-se de passagem. Depois de uma festa fomos pro carro, aconteceu ali mesmo, eu estava nervoso de mais, não sei nem como consegui colocar a camisinha de primeira kkkk. Mas pra minha tristeza na primeira penetração eu já tinha ejaculado, ela meio que debochou até, fiquei bem sem graça, tentamos outra e aconteceu a mesma coisa... Pensei que fosse por ser a primeira vez, lugar ruim, a parceira também não ajudava muito, então não dei muita bola.
No final daquele ano conheci uma menina, tivemos a primeira transa antes do namoro, aconteceu a mesma coisa, gozava na primeira penetração, pior era quando acontecia já durante os amassos, mesmo de roupa... Porém como ela já era uma parceira meio que fixa, continuou comigo e não se incomodava, até pq existia outras formas de dar prazer pra ela, porem mesmo assim eu me sentia muito ruim com aquilo. Começamos a namorar, já tínhamos boa intimidade, e o problema persistia. Foi quando decidi procurar ajuda medica.
Procurei um urologista, ele disse que meu problema era apenas psicológico e me passou antidepressivo pra tomar e procurar algum terapeuta do sexo. O remédio realmente resolveu o problema de certa forma. Na primeira transa ainda era rápido (apesar de não gozar mais de roupa) E na segunda já mantinha um tempo normal, porem ficava meio adormecido e não sentia muita coisa... Ela nunca reclamou do sexo, porem tive que terminar com ela por outro motivo. Depois desse tempo, Tive relações algumas vezes com prostitutas, sempre ia com amigos nesse lugares e eles sempre me davam Pramill pra prolongar a transa. Sendo que não tomava mais o antidepressivo nesse tempo, e sabia que sem ele ia gozar muito rápido, Cheguei a namorar com outra menina e tive que voltar a tomar os antidepressivos para retardar a ejaculação, porem essa relação não durou muito tempo, Nenhuma nunca reclamou do sexo. Posso afirmar que essa ejaculação precoce é o fardo da minha vida!! Eu fiz esse relato todo, pra vcs entenderem minha história de vida e saber se realmente, caso eu venha a parar com o pornô esse problema resolveria... Os caras que tem disfunção erétil até dá para entender o pq da melhora, eles esquecem o pornô e dão mais atenção as mulheres de verdade. Mas e no meu caso? Será que meu problema realmente vem da pornografia? Ou é pelo fato de naturalmente eu já ser ansioso com qualquer coisa? Nunca procurei ajuda nesta área, mas ultimamente não estava mais aguentando e marquei com um psicólogo, e o motivo não foi nem a ejaculação precoce...
Outro questionamento, é que os homens broxam por pensarem muito no pornô e não acharem mais a parceira atraente, eu até já broxei algumas vezes, mas nunca perdi o tesão pelas minhas namoradas, parece que era nervosismo mesmo, sempre acontecia no início do namoro. Naquela época em que procurei ajuda, já vinha pesquisando muito na internet e já sábia dos males da pornografia na vida sexual, assisti aquela entrevista com aquele professor que no próprio site aqui recomenda, mas parece que no meu caso isso não se encaixa então nunca pesquisei a fundo mesmo...
Porém ultimamente a pornografia vem me causando outros males, uma culpa enorme após me masturbar e um enjoo mental que eu não sei nem explicar pq acontece, junto com nojo de mim mesmo, acho que pelo fato de estar cada vez mais procurando coisas exóticas e pesadas...Foi ai que decidi voltar atrás e juntar uma coisa com a outra, saber se parando com masturbação e pornografia, além de me tirar essa culpa, ia resolver o problema de ejaculação. Gostaria também de saber se mais alguém aqui tinha ejaculação precoce e ao cortar a pornografia isso mudou, se realmente existe essa coisa de reboot?
Desculpem o texto longo e desde já agradeço quem tiver disposição de ler tudo e responder Wink

avatar
Blpr
Moderador
Moderador
Mensagens : 5103
Data de inscrição : 30/05/2015

Re: Realmente preciso disso?

em 9/1/2016, 17:02


Você diz que, desde pequeno, tem uma certa tendência a ansiedade e a depressão. Pode ser que isso interfira no seu desempenho sexual. Isto é, de gozar logo devido a ansiedade gerada na situação. Ansiedade é isso. Ou estamos com a mente no passado, ou estamos com a mente no futuro. Nunca focados no momento presente. A pornografia pesada faz a gente ter uma percepção deturpada do ato sexual e das mulheres. Desnaturaliza o que seja o prazer real e quais as necessidades reais que temos que dá as mulheres.

No meu caso, eu estava preucupadissimo na minha primeira transa. É isso há 54 dias de reeboot. Eu tinha DE moderada, mas na hora da relação sexual saiu tudo perfeito. Nem preocupação eu senti. É esse nível de ansiedade atrapalha sim. Criamos uma expectativa muito grande. Assim, os níveis de cortisol e adrenalina gerados pela ansiedade baixam os níveis de testosterona e de serotonina, hormônios do prazer e bem estar. Dessa forma, nunca curtimos o momento. Nos focamos demais em só ter uma ereção.

Então, pelo fato de você fazer MO, uma prática que você se sente até mal após, o reeboot seria um bom processo complementar a minimizar a sua EP. Além de aumentar os níveis de testosterona, a abstinência de PMO gera outros benefícios. No meu caso, a ansiedade social que eu tinha já diminuiu bastante.

Sucesso na jornada.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


O Rebooter
Mensagens : 10
Data de inscrição : 03/01/2016
Idade : 26

Re: Realmente preciso disso?

em 9/1/2016, 17:23
Cara a impressão que tive ao ler seu relato é que você está em dúvida se a pornografia está ou não relacionada ao seu problema de EP. Estou certo? Se sim. Não dá para saber. O vício em pornografia afeta cada pessoa de maneira diferente. Eu por exemplo além de sofrer de alguns sintomas típicos de um viciado em pornografia tenho outros que não foram mencionados no eBook, mas não tenho certeza se a pornografia é a culpada.

Agora eu tenho um amigo que só de olhar o celular dele já da para saber que ele é um viciado em pornografia, como ele não sofre de DE ele não se preocupa muito em parar. Mas uma vez ele comentou comigo que tem problemas com EP. (Ele sabe que eu sofro de DE)

Então pensando nisso a resposta para a pergunta inicial é: provavelmente sim. O único modo de ter certeza é tentar o reboot e ver os resultados.

A minha dica se for tentar o reboot é: tenha muita fé no reboot. Porque seu cérebro vai tentar fazer você voltar a pornografia a qualquer custo. Não caia nessas armadilhas. E lembre-se pessoas diferente sintomas diferentes.

_______________________________________
jao
Mensagens : 7
Data de inscrição : 09/01/2016

Re: Realmente preciso disso?

em 10/1/2016, 11:04
Obrigado vcs que me responderam, talvez a unica forma mesmo de saber se o problema vem da pornografia, seria iniciando um reboot e observar oq acontece!! Vlww.
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum