Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 4833
Data de inscrição : 30/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 30/6/2016, 23:07
Domi1 escreveu:Gostaria de compartilhar uma carta que recebi do meu parceiro.
Apesar de ser uma carta de amor, o foco não ser o vício em PMO, nela se mostram algumas transformações na visão de mundo que o meu parceiro teve depois do reboot.
Fazem 5 meses que ele está longe da pornografia (desde 18 de janeiro) e muitas mudanças aconteceram, não só no sexo, mas na forma de como ele encara a mim, o nosso relacionamento e as mulheres. Posso dizer que ele não é só melhor namorado e amante mas sim uma melhor pessoa, filho e irmão.

Pretendo escrever as mudanças sentidas nesses últimos 5 meses e uma história um tanto confusa que aconteceu meses atrás, assim todos os parceiros que chegarem até mim, possam ter mais conteúdo para se orientar.

Com vocês e momento mais piegas do meu diário, por parceiro da Domi1:

"Hoje em dia é a vida de solteiro é vista como algo bom, praticamente idolatrada por aqueles que a praticam e desejada por alguns comprometidos. Afinal, por que termos apenas um parceiro se podemos ter de monte no mundo moderno? As inovações tecnológicas tornam isso tão fácil, a mídia a exalta e o namoro é visto com pavor, casamento então nem se fale...

A verdade é que essas pessoas não vivenciaram um amor verdadeiro. Aquela vontade de esquecer todo o resto e ficar com seu parceiro, de querer passar todo o tempo possível do seu lado, pois só seu escolhido importa. Um carinho faz você deixar de lado todos os problemas que está enfrentando, algumas palavras fazerem você sorrir incontrolavelmente, essa é a felicidade do verdadeiro amor.

Não se iluda, o verdadeiro amor é difícil de encontrar e exige paciência e entrega. Paixões e amores todos podem vivenciar aos montes na vida, mas o verdadeiro, ah o verdadeiro, esse é complicado, porém recompensador.

Esse talvez seja o motivo de tantas pessoas preferirem a vida de solteiro, como eu outrora, ela é muito mais fácil e nos dias de hoje você enfrenta menos frustrações, pois basta um deslizar do dedo no celular e a primeira barreira do contato entre duas pessoas está quebrada, uma noite juntos e os dois podem partir para outra sem comprometimentos. Já o amor requer cuidado e trabalho na manutenção, exige olhar para si e se abrir, necessário entrega e honestidade nas discussões, pois acreditem, elas acontecerão por mais perfeito que seu relacionamento seja, portanto, não são atitudes que todos estão dispostos a tomar, mas para aqueles que são capazes de passar por todos os obstáculos você pode perceber que não é apenas um amor, mas o verdadeiro.

No verdadeiro amor você não muda porque seu parceiro pediu, você procura mudar porque quer fazer por essa pessoa. Rotina não é entediante, ela se torna divertida por ser compartilhada com alguém especial; namoro/casamento não é uma prisão, é libertador, pois você pode ser autentico com seu parceiro sem medo de ser julgado; sexo não é só o mesmo de sempre, é com alguém que sabe cada vez mais oque você gosta; passar tempo junto não é obrigação, é o momento que você mais deseja de todos. É saber que você pode contar com alguém para o que acontecer na vida. É querer compartilhar todos os momentos bons juntos, pois sem ela/e não é a mesma coisa. É sentir saudade logo depois de dar tchau. É planejar tudo na vida pensando como casal. É querer passar todo resto da vida com essa pessoa e mais ninguém.

Eu já encontrei meu verdadeiro amor.

Domi1, essa pessoa é você. Eu te amo!"


Aos que me acompanham entenderão o que cada palavra significa.

Muito importante estas palavras. Tem uma palavra fundamental nesta carta que determina o limite entre aqueles que amam verdadeiramente e aqueles que só usam o relacionamento como muleta: entrega. Eis a palavra. Esta vontade de querer que o Amor aconteça é o que falta na maioria dos relacionamentos hoje porque todos limitam os momentos mais marcantes do amor no inicio e, com o passar dos anos, o Amor acaba. Porém, quem se entrega, faz o Amor acontecer todos os dias.

Desejo felicidades ao casal.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1681
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 30/6/2016, 23:45
Spoiler:
Domi1 escreveu:Gostaria de compartilhar uma carta que recebi do meu parceiro.
Apesar de ser uma carta de amor, o foco não ser o vício em PMO, nela se mostram algumas transformações na visão de mundo que o meu parceiro teve depois do reboot.
Fazem 5 meses que ele está longe da pornografia (desde 18 de janeiro) e muitas mudanças aconteceram, não só no sexo, mas na forma de como ele encara a mim, o nosso relacionamento e as mulheres. Posso dizer que ele não é só melhor namorado e amante mas sim uma melhor pessoa, filho e irmão.

Pretendo escrever as mudanças sentidas nesses últimos 5 meses e uma história um tanto confusa que aconteceu meses atrás, assim todos os parceiros que chegarem até mim, possam ter mais conteúdo para se orientar.

Com vocês e momento mais piegas do meu diário, por parceiro da Domi1:

"Hoje em dia é a vida de solteiro é vista como algo bom, praticamente idolatrada por aqueles que a praticam e desejada por alguns comprometidos. Afinal, por que termos apenas um parceiro se podemos ter de monte no mundo moderno? As inovações tecnológicas tornam isso tão fácil, a mídia a exalta e o namoro é visto com pavor, casamento então nem se fale...

A verdade é que essas pessoas não vivenciaram um amor verdadeiro. Aquela vontade de esquecer todo o resto e ficar com seu parceiro, de querer passar todo o tempo possível do seu lado, pois só seu escolhido importa. Um carinho faz você deixar de lado todos os problemas que está enfrentando, algumas palavras fazerem você sorrir incontrolavelmente, essa é a felicidade do verdadeiro amor.

Não se iluda, o verdadeiro amor é difícil de encontrar e exige paciência e entrega. Paixões e amores todos podem vivenciar aos montes na vida, mas o verdadeiro, ah o verdadeiro, esse é complicado, porém recompensador.

Esse talvez seja o motivo de tantas pessoas preferirem a vida de solteiro, como eu outrora, ela é muito mais fácil e nos dias de hoje você enfrenta menos frustrações, pois basta um deslizar do dedo no celular e a primeira barreira do contato entre duas pessoas está quebrada, uma noite juntos e os dois podem partir para outra sem comprometimentos. Já o amor requer cuidado e trabalho na manutenção, exige olhar para si e se abrir, necessário entrega e honestidade nas discussões, pois acreditem, elas acontecerão por mais perfeito que seu relacionamento seja, portanto, não são atitudes que todos estão dispostos a tomar, mas para aqueles que são capazes de passar por todos os obstáculos você pode perceber que não é apenas um amor, mas o verdadeiro.

No verdadeiro amor você não muda porque seu parceiro pediu, você procura mudar porque quer fazer por essa pessoa. Rotina não é entediante, ela se torna divertida por ser compartilhada com alguém especial; namoro/casamento não é uma prisão, é libertador, pois você pode ser autentico com seu parceiro sem medo de ser julgado; sexo não é só o mesmo de sempre, é com alguém que sabe cada vez mais oque você gosta; passar tempo junto não é obrigação, é o momento que você mais deseja de todos. É saber que você pode contar com alguém para o que acontecer na vida. É querer compartilhar todos os momentos bons juntos, pois sem ela/e não é a mesma coisa. É sentir saudade logo depois de dar tchau. É planejar tudo na vida pensando como casal. É querer passar todo resto da vida com essa pessoa e mais ninguém.

Eu já encontrei meu verdadeiro amor.

Domi1, essa pessoa é você. Eu te amo!"


Aos que me acompanham entenderão o que cada palavra significa.

Parabéns pelo belíssimo relacionamento e que vocês sejam muito felizes.

Sucesso e Vitórias ao casal!!!

_______________________________________
" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Lição de vida

em 1/7/2016, 01:06
Domi, essa carta é uma lição de vida principalmente para mim.

Sempre vi a mulher como um objeto. Não só objeto sexual, mas também objeto afetivo, como uma mãe substituta. A PMO Aumentava ainda mais o meu congelamento.

O reboot, por outro lado, tem me tornado mais sensível e amoroso.

Vejo que o seu namorado está num estágio muito mais avançado que o meu. Você é uma moça de sorte!

Torço pela felicidade de vocês. Um abração : Antônio

_______________________________________
avatar
Mensagens : 178
Data de inscrição : 07/06/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 2/7/2016, 15:00
Que lindo, Domi. É muito bom ouvir isso né? Faz tudo valer a pena. Sucesso sempre e felicidades para vocês! I love you
avatar
Mensagens : 355
Data de inscrição : 24/02/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 6/7/2016, 21:17
Que linda mensagem essa Querida Domi.

Nossa pelo visto está melhorando um bocado.

Desejo bastante felicidade a vc e a ele tbm. FELICIDADES AO CASAL


Eu acredito que o sucesso dele é o seu tbm, pq vc ajudou ele nos momentos em que ele precisava e o amor é assim. Tem uma letra muito linda

"Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói, e não se sente;
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
é um andar solitário entre a gente;
é nunca contentar-se de contente;
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
é servir a quem vence, o vencedor;
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?"
(Camões)



Eu falando de amor kkkkkkkkk, logo eu que nunca senti esse tipo de sentimento. Nunca senti esse tipo de amor, alias o amor que ando mais querendo sentir é o AMOR PRÓPRIO. Sei que cada caso é um caso e vc tem seu sucesso e eu os meus. Mas eu acho que para receber o amor de uma outra pessoa primeiro precisa amar-se e isso é o que estou tentando fazer hehehe.

SUCESSO QUERIDA E TUDO DE BOM. FELICIDADE EM TODAS AS ÁREAS DE SUA VIDA!

_______________________________________
http://www.comoparar.com/t2736p525-fenix-o-cavaleiro-da-esperanca
avatar
Mensagens : 222
Data de inscrição : 10/05/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 7/7/2016, 09:41
Parabéns Domi1 por mais essa conquista! Estou feliz demais por você! Very Happy

_______________________________________
MEU DIÁRIO!
http://comoparar.forumeiros.com/t3198-diario-de-bellator-praeclarus


avatar
Mensagens : 237
Data de inscrição : 07/05/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 25/7/2016, 23:11
Domi, você mora dentro de algum município do Ceará?

Se o teu antigo avatar que estava sendo usado aqui no fórum for realmente parecido contigo, encontrei teu clone.
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 26/7/2016, 11:10
Não moro no nordeste, meus parentes são a maioria do RN e Paraiba. Eu sou de São Paulo e meu avatar parece sim comigo... Que bom que encontrou um clone meu, ou clone do meu avatar kkkk Eu sempre quis encontrar uma pessoa parecida comigo kkk
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

A verdade sempre vem a tona

em 13/8/2016, 20:01
Resolvi mexer nos registos da conta do Google do meu parceiro e descobri que ele andava vendo pornografia.
Perguntei a ele sobre o que se tratava as pesquisas e ele mentiu mais uma vez falando que não era nada, pois ele achava que era o histórico comum do Google e não os registros da conta Gmail... Depois veio a confissão que ele estava vendo ha semanas, mesmo enquanto eu estava lá, na rua, no trabalho, só que ele entrava em guia anônima.
Eu havia perguntado uns dias atrás se ele estava se vendo ou fantasiando e ele jurou olhando nos meus olhos que não, era tudo ilusão.
Porque vocês fazem isso??? Eu sempre me mostrei disposta a entender as quedas e as dificuldades, mas a mentira é melhor?? O medo é apenas de ser descoberto e não de magoar???

Sinceramente eu estou cansada disso tudo, das mentiras, das quedas, da falta de comprometimento, das mesmas histórias de que achava que estava curado e como não voltou a EP achava que estava tudo bem... Nossa vida é ótima, mas de uma hora para outra tudo desmorona e me faz acreditar que o que vivemos é fruto da minha vontade de ficar tudo bem.

Sinto vontade de deixar ele se afundar nisso, incentivar ele a ver até a morte, de humilha-lo, de falar para a mãe dele sobre o assunto, de expor o quão fracassado sexualmente ele é, mas sei que é só coisa de gente ferida... Na verdade eu não sei o que ando sentindo nesse momento, está tudo muito crú ainda.

Junto com essa confissão veio a de que ele perdeu a virgindade comigo, Ótimo!!! Eu seria a mulher mais feliz do mundo!!!! Se eu soubesse que era a primeira antes no dia. Porém, ele tinha me contado que tinha sido com uma garota de programa meia boca e que se baseou no na nossa primeira vez... Logo, eu sou uma puta meia boca, porque é essa a história que ele fez analogia, que ele me contou.... Impossível não me sentir humilhada enquanto mulher.
Questionei sobre os motivos da mentira e ele disse que é muito difícil para um homem perder a virgindade aos 25 anos e que eu já fui casada, sempre fui bem resolvida com o sexo, ele não queria que eu o visse como um "Virjão", que só inventou aquilo porque na hora ele não queria que eu me comparasse com uma profissional, e que não me acha uma puta meia boca, que me ama e todas aquelas histórias que vocês contam quando são pegos no flagra... Agora ele mente por qualquer coisa....

Não quero viver em função de um vício que não é meu. Não sei o que farei, mas no momento só queria sumir, ou sei lá, virar atriz pornô para me sentir melhor e acima disso tudo.
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 4833
Data de inscrição : 30/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 13/8/2016, 23:01
Lamentável isto novamente acontecer, Domi.

A atitude dele esconder o vício debaixo de uma aparência é muito decepcionante.
O que tenho a dizer é que o caso dele é grave. Esta relutância em não querer também participar daqui é estranha. Assim, novamente vocês devem conversar e realmente saber o que ele se propõe em relação ao vício dele.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

Como ir destruindo um relacionamento aos poucos

em 24/8/2016, 13:49
O mais louco do vício é a forma como ele afeta e destrói tudo o que há em volta, principalmente as pessoas que possuem amor pelo dependente. Não estou falando apenas do vício foco do fórum, mas dos vícios no geral, da forma como todos os bons sentimentos se transformam em dor e mágoa, e claro um pouco da minha história.
O porteiro do prédio onde moro tem um filho dependente de cocaína, parei para conversar com ele sobre a vida e dar alguns mantimentos que não conseguiria consumir a tempo de não estragar, mas nessa pequena conversa pude ver como a família definha com essa situação, como é impossível não sentir a mínima culpa por tudo que acontece, como é doloroso lembrar da pessoa antes do vício e a dor e o sentimento de impotência perante a situação da pessoa amada, que a cada dia se afunda mais em busca de um minuto a mais de prazer, deixa um vazio que nenhuma explicação é capaz de preencher, resta apenas a fé de que os dias serão melhores de que tudo voltará a ser como antes.
O viciado com certeza sofre, são inúmeras formas de dor que muitas vezes impedem de ele conseguir sair do posso onde se encontra, porém pouco se fala dos que estão em volta, a dor deles muitas vezes começam antes da do próprio viciado e perdura anos após, não há prazer alternado de dor, é apenas intensidades diferentes dela, não há sucesso, não há ao menos reconhecimento, todos vivem com medo de acordar novamente no pesadelo gerado pelo outro.
Eu continuo no meu relacionamento, me destruindo um pouco, me doando com pouca certeza de retorno, apenas esperando a próxima queda, tudo porque eu não conseguiria viver com a culpa de não ter ajudado, por me por no lugar do dele, porque tirando o viciado há uma pessoa fantástica, que está sempre comigo e que amadureceu muito. Mas o que eu faço com a dor?
A resposta eu sei: Espero o tempo passar, me apego na ideia de que ele ficará firme dessa vez, que as promessas de mudança são reais, que os programas que ele instalou são mais invasivos e me permitem monitora-lo a distância...Mas a dor vai ficar, só pode ser menor, mas as mentiras foram ditas a história aconteceu, a nossa relação é controlada agora e não a base da confiança que deveria ser o pilar de um relacionamento. Todas as bases foram construídas na areia, se afundam aos poucos em meio a vídeos e noites de prazer solitário...

Eu ainda me sinto derrotada.

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 4833
Data de inscrição : 30/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 24/8/2016, 19:55
Domi1 escreveu:O mais louco do vício é a forma como ele afeta e destrói tudo o que há em volta, principalmente as pessoas que possuem amor pelo dependente. Não estou falando apenas do vício foco do fórum, mas dos vícios no geral, da forma como todos os bons sentimentos se transformam em dor e mágoa, e claro um pouco da minha história.
O porteiro do prédio onde moro tem um filho dependente de cocaína, parei para conversar com ele sobre a vida e dar alguns mantimentos que não conseguiria consumir a tempo de não estragar, mas nessa pequena conversa pude ver como a família definha com essa situação, como é impossível não sentir a mínima culpa por tudo que acontece, como é doloroso lembrar da pessoa antes do vício e a  dor e o sentimento de impotência perante a situação da pessoa amada, que a cada dia se afunda mais em busca de um minuto a mais de prazer, deixa um vazio que nenhuma explicação é capaz de preencher, resta apenas a fé de que os dias serão melhores de que tudo voltará a ser como antes.
O viciado com certeza sofre, são inúmeras formas de dor que muitas vezes impedem de ele conseguir sair do posso onde se encontra, porém pouco se fala dos que estão em volta, a dor deles muitas vezes começam antes da do próprio viciado e perdura anos após, não há prazer alternado de dor, é apenas intensidades diferentes dela, não há sucesso, não há ao menos reconhecimento, todos vivem com medo de acordar novamente no pesadelo gerado pelo outro.
Eu continuo no meu relacionamento, me destruindo um pouco, me doando com pouca certeza de retorno, apenas esperando a próxima queda, tudo porque eu não conseguiria viver com a culpa de não ter ajudado, por me por no lugar do dele, porque tirando o viciado há uma pessoa fantástica, que está sempre comigo e que amadureceu muito. Mas o que eu faço com a dor?
A resposta eu sei: Espero o tempo passar, me apego na ideia de que ele ficará firme dessa vez, que as promessas de mudança são reais, que os programas que ele instalou são mais invasivos e me permitem monitora-lo a distância...Mas a dor vai ficar, só pode ser menor, mas as mentiras foram ditas a história aconteceu, a nossa relação é controlada agora e não a base da confiança que deveria ser o pilar de um relacionamento. Todas as bases foram construídas na areia, se afundam aos poucos em meio a vídeos e noites de prazer solitário...

Eu ainda me sinto derrotada.


Primeiro, Domi, não se sinta culpada por um vício que não é seu. Você não é causa do vício. Neste caso, a responsabilidade é dele. Ainda não entendo o porquê de um viciado nestas condições não querer participar de um espaço onde poderia interagir e compartilhar a luta e batalha de muitos.

Mesmo assim, entendo seu sofrimento porque não é pelo vício, mas pelas coisas boas da vida que destrói.

Tenha força de superação, Domi.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

continuando a vida

em 10/9/2016, 23:41
Eu não entendo o porque o meu parceiro não quer participar do fórum. Eu vejo as desculpas dele sobre o assunto e tenho que engolir para não sair do foco da briga. As desculpas dele sempre são de que sente preguiça de escrever, dificuldade em se expressar e agora ele disse que fará um diário de papel para ele... Minha pergunta: Porque fazer um de papel onde ninguém poderá o ajudar em vez de fazer aqui??
Mas a decisão é dele e não minha.
As medidas tomadas agora foram:
Instalamos um programa pago de controle... Meu parceiro usa Linux então é muito difícil encontrar programas eficientes, esse programa não bloqueia nada, porém me manda um relatório de todas as atividades feitas na internet, se chama Accoutable2, quando ele entra em algum site de pornografia eu recebo no celular também um sms... Não gostei muito, mas da para o gasto por hora.
Instalamos bloqueadores em todas as máquinas virtuais dele... Como eu vejo que ele abriu uma máquina virtual, mas não sei o que se passa nela, os bloqueadores são necessários e caso ele crie uma nova eu ficarei sabendo imediatamente.
Fiquei com todas as senhas e variações dessas salvas no meu celular.
Decidimos que essa é a última chance para continuar, a próxima recaída não precisarei comunicar o fim do relacionamento.

Porém vamos falar um pouco de mim:
Me sinto um lixo, eu sei que falar sobre como me sinto para ele magoa muito, ele começa a chorar, porém eu ando me sentindo feia, menos interessante do que antes.
Essa história de monitorar as pessoas não é muito comigo, eu me sinto mal com isso, me sinto mal com essa situação toda... As mentiras ecoam ainda na minha cabeça e as vezes eu só quero chorar. Eu estou tentando levar o meu relacionamento com leveza e tranquilidade, mas sempre que me olho no espelho eu lembro de tudo... Associei a minha imagem a tristeza e isso só me traz insatisfação.
Não consigo mais olhar ele da mesma forma, doí sempre e eu sei que devo me esforçar para esquecer e seguir em frente....
Acho que ainda está tudo muito cru para mim. A vida segue
avatar
Mensagens : 654
Data de inscrição : 21/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 11/9/2016, 01:11
Domi1 escreveu:Eu não entendo o porque o meu parceiro não quer participar do fórum. Eu vejo as desculpas dele sobre o assunto e tenho que engolir para não sair do foco da briga. As desculpas dele sempre são de que sente preguiça de escrever, dificuldade em se expressar e agora ele disse que fará um diário de papel para ele... Minha pergunta: Porque fazer um de papel onde ninguém poderá o ajudar em vez de fazer aqui??
Mas a decisão é dele e não minha.
As medidas tomadas agora foram:
Instalamos um programa pago de controle... Meu parceiro usa Linux então é muito difícil encontrar programas eficientes, esse programa não bloqueia nada, porém me manda um relatório de todas as atividades feitas na internet, se chama Accoutable2, quando ele entra em algum site de pornografia eu recebo no celular também um sms... Não gostei muito, mas da para o gasto por hora.
Instalamos bloqueadores em todas as máquinas virtuais dele... Como eu vejo que ele abriu uma máquina virtual, mas não sei o que se passa nela, os bloqueadores são necessários e caso ele crie uma nova eu ficarei sabendo imediatamente.
Fiquei com todas as senhas e variações dessas salvas no meu celular.
Decidimos que essa é a última chance para continuar, a próxima recaída não precisarei comunicar o fim do relacionamento.

Porém vamos falar um pouco de mim:
Me sinto um lixo, eu sei que falar sobre como me sinto para ele magoa muito, ele começa a chorar, porém eu ando me sentindo feia, menos interessante do que antes.
Essa história de monitorar as pessoas não é muito comigo, eu me sinto mal com isso, me sinto mal com essa situação toda... As mentiras ecoam ainda na minha cabeça e as vezes eu só quero chorar. Eu estou tentando levar o meu relacionamento com leveza e tranquilidade, mas sempre que me olho no espelho eu lembro de tudo... Associei a minha imagem a tristeza e isso só me traz insatisfação.
Não consigo mais olhar ele da mesma forma, doí sempre e eu sei que devo me esforçar para esquecer e seguir em frente....
Acho que ainda está tudo muito cru para mim. A vida segue

minha amada amiga sei bem oque é se sentir feia e uma lixo ma pessoa mais feia que conheço sou eu descobri que isso é uma doença chamada codependente ,temos que nos tratar ,domi eu te amo amor da minha vida ,somos amiga fora do forum e posso lhe dizer tu és linda ,tonto é ele que na verdade nem é bonito né
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 4833
Data de inscrição : 30/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 11/9/2016, 07:35
Domi1 escreveu:Eu não entendo o porque o meu parceiro não quer participar do fórum. Eu vejo as desculpas dele sobre o assunto e tenho que engolir para não sair do foco da briga. As desculpas dele sempre são de que sente preguiça de escrever, dificuldade em se expressar e agora ele disse que fará um diário de papel para ele... Minha pergunta: Porque fazer um de papel onde ninguém poderá o ajudar em vez de fazer aqui??
Mas a decisão é dele e não minha.
As medidas tomadas agora foram:
Instalamos um programa pago de controle... Meu parceiro usa Linux então é muito difícil encontrar programas eficientes, esse programa não bloqueia nada, porém me manda um relatório de todas as atividades feitas na internet, se chama Accoutable2, quando ele entra em algum site de pornografia eu recebo no celular também um sms... Não gostei muito, mas da para o gasto por hora.
Instalamos bloqueadores em todas as máquinas virtuais dele... Como eu vejo que ele abriu uma máquina virtual, mas não sei o que se passa nela, os bloqueadores são necessários e caso ele crie uma nova eu ficarei sabendo imediatamente.
Fiquei com todas as senhas e variações dessas salvas no meu celular.
Decidimos que essa é a última chance para continuar, a próxima recaída não precisarei comunicar o fim do relacionamento.

Porém vamos falar um pouco de mim:
Me sinto um lixo, eu sei que falar sobre como me sinto para ele magoa muito, ele começa a chorar, porém eu ando me sentindo feia, menos interessante do que antes.
Essa história de monitorar as pessoas não é muito comigo, eu me sinto mal com isso, me sinto mal com essa situação toda... As mentiras ecoam ainda na minha cabeça e as vezes eu só quero chorar. Eu estou tentando levar o meu relacionamento com leveza e tranquilidade, mas sempre que me olho no espelho eu lembro de tudo... Associei a minha imagem a tristeza e isso só me traz insatisfação.
Não consigo mais olhar ele da mesma forma, doí sempre e eu sei que devo me esforçar para esquecer e seguir em frente....
Acho que ainda está tudo muito cru para mim. A vida segue

Lutar para se superar. Eis o segredo para vencer. Creio que um ultimato pode fazer ele se focar melhor na luta. É uma estratégia de risco, porém se chegou a este ponto, aí as consequências é que estão em jogo. Mas, creio que ele vai te valorizar realmente agora, pois o que mais importante na vida estará em jogo: ou você ou a pornografia.

Se a pessoa tem preguiça de escrever ou tem dificuldade de se expressar, a solução é começar a escrever. Com o tempo se aprimora. Um diário seria ótima oportunidade para desenvolver a habilidade de escrita. Mesmo assim, se ele não quiser, todos do fórum estamos dando força a ele para superar este desafio.

A forma como você se sente revela como A pornografia detona um relacionamento. Creio que seja fundamental uma hora a parceira dá um ultimato se o parceiro não assume sua parcela de responsabilidade na luta. Você encontra assim uma forma de adquirir valor, coisa que não está vendo você quando se enxerga na frente do espelho. Por isto, tenha alguma forma de se sentir valorizada. Tenha seu próprio ritual diario de fortalecimento pessoal. Convide seu parceiro a se fortalecer junto com você para vocês desenvolverem uma energia unida. Vocês podem se posicionar na frente do espelho e expressar amor e gratidão mútuo. Isto feito todos os dias fortalecerá nos seus corações a imagem linda que vocês constituirão daqui para diante.

É isto, Domi. O relacionamento deve destruir o vício e não deixem o vício destruir o relacionamento. Sucessos!

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Psicoterapia

em 12/9/2016, 15:27
Domi, você é uma pessoa linda, sábia e maravilhosa!

Permita-me fazer uma confidência mas, pelo amor de Deus, não tome por enxirimento. Quando eu lia as suas postagens eu me perguntava sempre: porque Deus não colocou na minha vida uma mulher assim como Domi? Inteligente, meiga, acolhedora, Alegre, madura e amiga.

Não é enxirimento pois amanhã será um dia decisivo para mim pois irei sair com G, minha ex-namorada e melhor amiga. Somente então poderei saber se a minha DE estará curada ou não ( como minha esposa vivia doente o meu teboot foi abstinência mesmo). Também poderei começar um relacionamento completo tanto afetivo como sexualmente.

Agora, todas essas virtudes que eu e os demais usuários desse fórum percebem em você é VOCÊ MESMA QUE TEM QUE PERCEBER.

Por isso eu acho que uma psicoterapia talvez lhe ajudasse muito não só para trabalhar a sua autoestima como também para verificar a questão da codependencia que Neoli tão bem colocou.

Eu sei que o seu namorado precisa muito mais de terapia que você é que o viciado é ele e não você. Contudo se a atitude insana dele lhe causa tanto sofrimento é porque existem questões emocionais suas que precisam ser trabalhadas para que você possa ser feliz com ou sem ele.

Sempre que precisar pode contar comigo!

_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

Obrigada a todos

em 13/9/2016, 15:04
Eu compreendo que a visão sobre mim mesma é responsabilidade minha, eu quem devo por beleza em mim, em minhas palavras, meus pensamentos e meus atos, pois é esse conjunto que fortalece nossa estima e reflete na imagem de nós mesmos.
O problema de deixar afetar é meu e não dele, pois eu sei que há um vício e que não há uma comparação negativa real entre as profissionais do sexo e eu. Na verdade a única comparação existe é dentro de mim.
Essa comparação toda vem do sentimento de eu querer ser o melhor para o meu parceiro, mesmo essa vontade sendo inatingível e um tanto cruel comigo, é isso que eu na verdade desejo. Quando me deparo com ele falando que os anos expostos a pornografia deixaram uma necessidade dentro dele de ver tais materiais, automaticamente vem um pensamento do tipo:

" Eu sou real, posso dar um prazer mais complexo, posso tornar real qualquer fantasia, posso surpreender, posso melhorar com o tempo... Não é possível que o prazer solitário com os vídeos seja maior que comigo... Não deveria ser, porque é? O que falta comigo??"

E a resposta automática (da minha cabeça) é: Elas são mais interessantes e atraentes que você, ele é viciado é claro, mas é inegável que sexualmente falando elas são mais atraentes... E vem ai todos os pesadelos...
É algo quase racional, na verdade é o que as emoções pessimistas fazem, elas selecionam partes da razão e nos mostram uma distorção da realidade.

Tendo em vista toda essa reflexão, resolvi conversar sobre o assunto com o meu parceiro, e ele disse coisas que me fizeram pensar.

Um relato curioso dessa conversa foi sobre a beleza do rosto e do corpo de uma pessoa.
Ele apenas julgava as pessoas pela aparência do rosto+cabelo e não pelo conjunto todo, o motivo era que nas atrizes o corpo é muito padronizado, principalmente nos filmes americanos e é o rosto que difere uma atriz da outra, pelo menos para ele.
O fato é que ele vem mudado a forma como encara diversas esferas do sexo, incluindo o corpo feminino, e que antes ele gostava de seios volumosos pois era o que ele via nos filmes, mas hoje ele prefere nádegas pois para ele são mais interessantes de tocar e os seios volumosos naturais são geralmente menos bonitos (percepção dele), e que isso me torna mais bonita do que antes, pois eu tenho proporções mais brasileiras... É engraçado escutar de uma pessoa que ela te acha mais bonita hoje do que quando te conheceu, mesmo você não tendo mudado nada.

Contudo eu sei que sou uma mulher atraente, que eu tenho minhas qualidades que são além de ser a amiga bacana do grupo, digo isso porque mesmo namorando eu ainda recebo flertes e algumas declarações inesperadas.... Porém creio que essa minha estima tão diminuta venha da frustração, do sentimento de humilhação que o vício trás para as parceiras e parceiros, da não compreensão total do que leva o vício, um pouco de carência e competitividade, um Q de infantilidade que somados me corroem por dentro...

Eu vou trabalhar isso em mim, tenho que estar com o emocional perfeito até novembro que é quando começa o vestibular. Tenho que parar de querer ser uma Miss universo para o meu parceiro.

Obrigada a todos, vocês me ajudam tanto, que eu só tenho que retribuir com amor.

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 13/9/2016, 15:06
hahahha Nunca tinha reparado.
Antonio a sua data de inscrição aparece como 16/01/2016 (acho que está errada) mas é a data do meu aniversário ^^

Beijos
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1440
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 15/9/2016, 17:47
O vício em P realmente leva a uma busca infindável pela perfeição (na cabeça do viciado). É a imagem perfeita, o vídeo perfeito, a posição perfeita.O "perfeito" nesse caso é relativo e se resume aquilo que possa produzir um pico de O maior.

Seria perfeito para um homem sentir prazer ao ver uma mulher sendo humilhada numa cena de sexo, ou ao ver dois homens transando, ou ainda ver uma mulher fazer sexo com um animal?

No entanto a busca insaciável por prazer pode fazer um viciado escalonar para toda espécie de esquisitices. O sexo real, que possa ser considerado perfeito, ao contrário, envolve afeto, amor, compreensão e principalmente a aceitação do outro pelo que ele é e não apenas pelo físico.

A perfeição não está entre as qualidades humanas. Podemos nos esforçar para sermos a melhor versão de nós mesmos, mas jamais seremos perfeitos. Até porque o que é perfeito pra mim pode não ser pra você, então é um conceito que, do ponto de vista humano, é muito relativo.

Torço para que seu namorado consiga deixar a P de vez algum dia. Assim ele poderá enxergar melhor e ver o ser humano fantástico que está ao lado dele. Não te conheço, mas digo isso porque, pelo que tenho lido, você parece ser.

Muita força na sua luta.
Abraço.

_______________________________________


Meu Diário
Minha História de Sucesso
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 15/9/2016, 19:01
Domi1 escreveu:hahahha Nunca tinha reparado.
Antonio a sua data de inscrição aparece como 16/01/2016 (acho que está errada) mas é a data do meu aniversário ^^

Beijos

Domi, eu me inscrevi nessa data mesmo.

Se você tiver um tempinho dá uma olhada na minha história de sucesso que escrevi hoje. Acredito que lhe ajudará muito.

Domi, a pornografia distorce totalmente a percepção de nós, homens. O problema não está no tamanho dos seus seios ou quadris nem na forma como você se conduz durante o ato sexual - O PROBLEMA ESTÁ ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE NA PERCEPÇÃO DISTORCIDA DELE.

Não adianta você querer "competir" com as atrizes pornôs, pois se você é branca, ele vai querer uma morena; se você é uma, ele vai querer 2 ou 3 mulheres. O problema é na falta de dopamina do cérebro dele e não na sua aparência ou comportamento.

Eu tiro por mim. Há 20 anos que encontrei uma grande mulher que sempre foi a minha melhor amiga. Namoramos por 3 vezes e um simples ganho de peso ou gordurinha dela já era motivo de eu perder completamente o tesão por ela e acabar o namoro.

Hoje, G, minha ex-namorada, mesmo gordinha é a mulher mais linda e sensual que conheço. Ontem fizemos amor e não tem nenhum filme pornográfico que se compare nem de leve ao intenso prazer que tive com ela.

Ela está 20 anos mais velha e 10kg mais gorda, mas, mesmo assim, acho-a sinceramente linda é muito atraente.

O que mudou foi a minha percepção a cerca dela devido ao meu reboot de mais de 200 dias. Se não fosse a PMO já estaríamos casados e teríamos filhos de pelo menos 18 anos de idade.

Falo isso para você perceber que não há nada que você possa fazer externamente a Ele - o problema está no cérebro dele e na sua percepção doentia e distorcida.

A única coisa que você pode fazer por você e pelo seu relacionamento é investir tudo o que você tem na sua autoestima e amar-se com intensidade e acolhimento.

Um abração: Antônio

_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

o Reboot do reboot do reboot

em 29/9/2016, 20:55
Sobre o método:
Pontos positivos
Aparentemente meu parceiro anda se controlando e está limpo desde o dia 28 de agosto.
Ele usa Linux Ubuntu então ainda não achamos bloqueadores e estamos usando um programa de monitoramento do computador.
Todos os sites que possuem uma pornografia leve estão na lista vermelha o que me faz receber um sms sempre que ele entra, assim como recebo as atividades do computador dele todo final de dia.
O celular está com bloqueador e com esse programa de monitoramento também. Assim como ativei o Getting started do Chome, pois quanto mais chato for para entrar melhor.
Pontos negativos
Não tem bloqueador no pc
Ele não quer ler o e-book novamente (não sei se ele leu)
Ele se recusa a entrar no fórum e criou um diário escrito no papel. Essa é a parte que eu não compreendo, se ele pode escrever no papel, porque não escrever aqui e ter ajuda eficiente? Ele só escreve nesse papel quando não estou na casa dele, e sempre são frases bem curtas como: Hoje foi tranquilo, não pensei em pmo.

Sobre o sexo:
Ele se mostra disposto no sexo e está demorando um pouco mais para ejacular que antes, o que eu não sei se é consequência dos meses de mentira e masturbação. Temos um bom sexo e isso me faz bem, pois pelo menos eu saio satisfeita.
Ele começou a ter mais iniciativa, antes ele era totalmente passivo e praticamente eu quem fazia as preliminares nele, hoje a coisa está começando a ir para o meio-a-meio.
Percebi que eu estou mais dispersa na cama, mesmo o sexo sendo bom e ele se dedicando, as vezes me pego em outro lugar... Ainda estou magoada.

Sobre a minha aparência
Bom, essa é uma história meio difícil de entender para mim, mas acho que estou assimilando.
Meu parceiro disse que hoje me acha muito mais atraente que antes porque ele sabe como é a minha imagem real, e que ele não sabe como é a imagem real das amigas dele, já que sempre que ele pensa nelas ele pensa nas fotografias delas, assim como nos amigos, ele não guarda os rostos de uma ida ao cinema e restaurante e sim os da foto de perfil.... Como eu sempre fui adepta a fotos sem retoques, sem maquiagem, sem filtro e sempre em situações cotidianas, com certeza eu não tenho um perfil sensual na internet o que faz muitas vezes o meu parceiro a não conseguir me comprar a uma pessoa real.....
Bom, eu não vou tirar fotos mais sensuais porque meu parceiro é assim, e uma ligação inesperada do meu ex-marido me fez lembrar o quanto bonita sou e o quanto atraente, afinal ele sempre saiu com mulheres muito bonitas e eu sei que fui especial para ele. (digamos que foi um mal necessário)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Pretendo depois escrever o quão horrível me sinto por monitorar alguém, mas o texto agora ficaria demasiadamente longo
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 4833
Data de inscrição : 30/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 29/9/2016, 23:26
Domi1 escreveu:Sobre o método:
Pontos positivos
Aparentemente meu parceiro anda se controlando e está limpo desde o dia 28 de agosto.
Ele usa Linux Ubuntu então ainda não achamos bloqueadores e estamos usando um programa de monitoramento do computador.
Todos os sites que possuem uma pornografia leve estão na lista vermelha o que me faz receber um sms sempre que ele entra, assim como recebo as atividades do computador dele todo final de dia.
O celular está com bloqueador e com esse programa de monitoramento também. Assim como ativei o Getting started do Chome, pois quanto mais chato for para entrar melhor.
Pontos negativos
Não tem bloqueador no pc
Ele não quer ler o e-book novamente (não sei se ele leu)
Ele se recusa a entrar no fórum e criou um diário escrito no papel. Essa é a parte que eu não compreendo, se ele pode escrever no papel, porque não escrever aqui e ter ajuda eficiente? Ele só escreve nesse papel quando não estou na casa dele, e sempre são frases bem curtas como: Hoje foi tranquilo, não pensei em pmo.

Sobre o sexo:
Ele se mostra disposto no sexo e está demorando um pouco mais para ejacular que antes, o que eu não sei se é consequência dos meses de mentira e masturbação. Temos um bom sexo e isso me faz bem, pois pelo menos eu saio satisfeita.
Ele começou a ter mais iniciativa, antes ele era totalmente passivo e praticamente eu quem fazia as preliminares nele, hoje a coisa está começando a ir para o meio-a-meio.
Percebi que eu estou mais dispersa na cama, mesmo o sexo sendo bom e ele se dedicando, as vezes me pego em outro lugar... Ainda estou magoada.

Sobre a minha aparência
Bom, essa é uma história meio difícil de entender para mim, mas acho que estou assimilando.
Meu parceiro disse que hoje me acha muito mais atraente que antes porque ele sabe como é a minha imagem real, e que ele não sabe como é a imagem real das amigas dele, já que sempre que ele pensa nelas ele pensa nas fotografias delas, assim como nos amigos, ele não guarda os rostos de uma ida ao cinema e restaurante e sim os da foto de perfil.... Como eu sempre fui adepta a fotos sem retoques, sem maquiagem, sem filtro e sempre em situações cotidianas, com certeza eu não tenho um perfil sensual na internet o que faz muitas vezes o meu parceiro a não conseguir me comprar a uma pessoa real.....
Bom, eu não vou tirar fotos mais sensuais porque meu parceiro é assim, e uma ligação inesperada do meu ex-marido me fez lembrar o quanto bonita sou e o quanto atraente, afinal ele sempre saiu com mulheres muito bonitas e eu sei que fui especial para ele. (digamos que foi um mal necessário)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Pretendo depois escrever o quão horrível me sinto por monitorar alguém, mas o texto agora ficaria demasiadamente longo

Este vício é traiçoeiro, Domi.

Duas coisas importantes são necessárias para não recair novamente: bloqueadores e leitura sazonal do e-book.

Percebe também que o reboot é um processo. O fato de você fazer esta vigilância acirrada decorreu do episódio de não comprometimento eficaz com o reboot. Assim, reveja as motivações dele não querer bloquear PC. Porque isto favorece brechas para recaídas.

Sobre a questão das imagens virtuais, o vício deixa a pessoa com percepção associada a imagens e sendo estimuladas por elas. Ou seja, a representação vale mais que o real. Eu mesmo fiz esta distinção quando conheci certas pessoas que antes vi no face e depois conheci pessoalmente. É discrepante quando percebemos isto. NO Facebook, há uma representação perfeita da pessoa, estilizada. Na realidade, a pessoa é "imperfeita". Instagram, Google +, idem. As pessoas expressam no Facebook alguns símbolos sociais ou valorativos como sensualidade, alegria, amor, festa, família, etc. Esta mania de ver pessoas em Facebook faz a gente associar ela as tais representações que elas expressam.

Outra coisa é perceber quais valores e convicções ele padroniza. Se há fatores do comportamento dele associados fortemente a cultura virtual, ele tem que rever isto para desvincular esta relação afetiva com a virtualidade.

Mas é isto. Sempre uma batalha que tem que ser sadia.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 29/9/2016, 23:35
O problema é que não encontrei ainda nenhum bloqueador para linux.... Ai ele pagou esse programa para se sentir "monitorado", até porque ele estava passando a ver no trabalho e isso certamente comprometeria o emprego dele.
Ele sempre gostou de impessoalidade, tanto que nunca conseguiu formar uma putaria na cabeça dele com as amigas, para ele a coisa tem que ser ideal, distante, como se não existisse.... Acho que é essa a coisa, como se aquilo não existisse de fato.
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 760
Data de inscrição : 21/09/2015
Ver perfil do usuário

Relato dos últimos causos

em 3/6/2017, 14:37
Olá pessoal,

Há um mês atrás meu parceiro apresentou um menor interesse sexual, o que pode ser normal, afinal não temos um desejo linear por qualquer coisa, ou pessoa. No entanto, ele começou a demorar mais para chegar ao orgasmo, questionei sobre o fato e ele disse que estava menos concentrado e era só isso.

Deixei passar....

Duas semanas depois ele teve uma ejaculação muito rápida (menos de um minuto de penetração) e novamente apresentou um distanciamento sexual.
Questionei sobre o ocorrido e ele disse que estava muito excitado, por isso não conseguiu controlar.

Deixei passar....

Essa semana estive menstruada e não costumamos fazer nessa fase, mas ele aparenta estar disposto ao sexo, verei segunda se é verdade ou apenas fingimento, pois hoje e amanhã estarei na casa da minha sogra e não me sinto a vontade de utilizar a casa dela para isso.

Percebi que ele tem conversado mais com uma amiga que é uma antiga paixonite dele, nada demais também, não tem erotismo nem nada. No entanto ele havia se distanciado porque ela começou a namorar, mas agora está solteira.
Questionei, e ele disse que não gosta dela, e que estava distante porque tem medo de estragar o relacionamento dos outros.

Também deixei passar.

Mas é que são muitos acontecimentos isolados, que juntos me faz pensar que ele anda ou andou tendo uma recaída. Porque ele havia deixado de ver fotografias no Facebook, e agora vem curtindo muitas (nenhuma de biquíni ou com poses provocantes), tem demorado mais para me responder quando pressionado, e esses acontecimentos no sexo me deixaram com a pulga atrás da orelha.

Isso seria possível ou é mais aquelas de "gato escaldado"?

Como devo proceder?

Agradeço desde já.
avatar
Admin
Admin
Mensagens : 1686
Data de inscrição : 27/07/2014
Ver perfil do usuáriohttp://www.vicioempornografiacomoparar.com

Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 9/6/2017, 14:37
Spoiler:

Domi1 escreveu:Olá pessoal,

Há um mês atrás meu parceiro apresentou um menor interesse sexual, o que pode ser normal, afinal não temos um desejo linear por qualquer coisa, ou pessoa. No entanto, ele começou a demorar mais para chegar ao orgasmo, questionei sobre o fato e ele disse que estava menos concentrado e era só isso.

Deixei passar....

Duas semanas depois ele teve uma ejaculação muito rápida (menos de um minuto de penetração) e novamente apresentou um distanciamento sexual.
Questionei sobre o ocorrido e ele disse que estava muito excitado, por isso não conseguiu controlar.

Deixei passar....

Essa semana estive menstruada e não costumamos fazer nessa fase, mas ele aparenta estar disposto ao sexo, verei segunda se é verdade ou apenas fingimento, pois hoje e amanhã estarei na casa da minha sogra e não me sinto a vontade de utilizar a casa dela para isso.

Percebi que ele tem conversado mais com uma amiga que é uma antiga paixonite dele, nada demais também, não tem erotismo nem nada. No entanto ele havia se distanciado porque ela começou a namorar, mas agora está solteira.
Questionei, e ele disse que não gosta dela, e que estava distante porque tem medo de estragar o relacionamento dos outros.

Também deixei passar.

Mas é que são muitos acontecimentos isolados, que juntos me faz pensar que ele anda ou andou tendo uma recaída. Porque ele havia deixado de ver fotografias no Facebook, e agora vem curtindo muitas (nenhuma de biquíni ou com poses provocantes), tem demorado mais para me responder quando pressionado, e esses acontecimentos no sexo me deixaram com a pulga atrás da orelha.

Isso seria possível ou é mais aquelas de "gato escaldado"?

Como devo proceder?

Agradeço desde já.

Oi Domi, com essas informações que você disponibilizou infelizmente não tem como saber se foi uma recaída. Eu, por exemplo, sou um que demoro bastante para ejacular, mesmo após o reboot (o que para mim não é nenhum problema). E o fato dele estar curtindo fotos no facebook também não é um indício muito preciso. O correto é investigar melhor. Uma dica: usuários viciados ou tendo recaídas costumam ficar mais constrangidos ao conversar sobre o tema, geralmente adotando uma linha mais moralista e evitando ao máximo a questão. Quando estamos limpos e com vários dias de reboot, como não temos nada a esconder, fica mais fácil lidar com esse tema. Também não é um indício 100% preciso, mas é um bom ponto de partida de investigação.

Abraços!

_______________________________________



"Você pode não ter força de vontade para parar de ver pornografia, mas certamente tem para instalar os bloqueadores - Porque ainda não o fez?"

"Prefiro ser escravo dos bloqueadores, do que escravo da pornografia"
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum