Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Magrao
Mensagens : 397
Data de inscrição : 30/07/2014
Idade : 31
http://www.vivasempornografia.blogspot.com.br

Nosso vício nos causou dependência psicológica?

em 16/2/2015, 20:18
Amigos, estive pensando algumas coisas. Percebo que as fantasias retornam quando alguma expectativa minha é frustrada. É como se as fantasias (masturbação e pornografia) fossem a minha cocaína, a minha fuga da realidade (e suas eventuais frustrações). Não posso viver a vida real só quando ela é bela, tenho de vivê-la também quando ela é amarga, difícil e dura, vivê-la por inteiro. Porque o vício não é vida real, é fuga da realidade. E também porque senão na primeira frustração mais forte eu posso retornar ao vício, que é o que já me aconteceu.

Pesquisando aqui no google, percebi que talvez esses efeitos do nosso vício em fantasias-pornografia-masturbação possam ser uma dependência psicológica.

Wikipédia (Dependência Psicológica) escreveu:Dependência psicológica é a necessidade de determinado comportamento para viver normalmente e sentir-se confortável.

[...] É importante compreender que não simplesmente por ser capaz de ativar o sistema de recompensas uma substância está causando dependência psicológica, pois nesta visão o açúcar seria igualmente problemático. A inabilidade de controlar a frequência e a necessidade de satisfação para manter-se confortável com a própria consciência são de fato o que constituem a dependência psicológica.

Existem muitas similaridades entre o vício em jogo, em sexo, comida ou em musculação e o vício em drogas. Muitos sintomas são os mesmos e o tratamento também é bastante voltado pro desenvolvimento de tolerância a frustrações e auto-controle.

Os sintomas mais comuns:

Muita ansiedade;
Dificuldade de concentração;
Desejo constante e persistente pela fonte do vício;
Problemas de sono (dormir muito mais, acordar várias vezes ou ter insônia);
Alteração bem significativa na alimentação (comer muito mais ou muito menos);
Inquietude;
Mau humor;
Irritabilidade e impaciência;
E agressividade (voltada a outros e/ou a si mesmo).

É difícil diferenciar quais são sintomas de dependência química e quais são de dependência psicológica pois frequentemente elas ocorrem juntas. Porém, mesmo em vícios a estímulos que não causam dependência química (como jogos), esse sinais e sintomas são comuns.

Recaídas

Sem a presença do estímulo, caso a pessoa não tenha estrutura psicológica para tolerar frustrações e lidar com sensações desagradáveis é altamente provável (mais de 80% dos casos) que ela entre em depressão e eventualmente retorne ao vício. Isso é ainda mais marcante no vício a drogas psicotrópicas (inclusive álcool e cigarro).

Tratamento

A terapia analítico-comportamental e terapia cognitivo-comportamental são as mais eficientes no tratamento de dependências, sendo mais eficazes quando associadas a tratamento farmacológico adequado para o transtorno primário (geralmente antidepressivo ou estabilizante de humor). Clínicas de reabilitação são recomendadas para os casos mais graves.

O principal foco do tratamento geralmente é:

Desenvolver maior tolerância a frustrações (resiliência);
Desenvolver comportamentos mais saudáveis para lidar com a ansiedade;
Aumentar o autocontrole diante do estímulo prazeroso;
Melhorar as habilidades sociais, para que o indivíduo não dependa do vício para se socializar;
Formar e manter uma rede de apoio e proteção.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Depend%C3%AAncia_psicol%C3%B3gica

O que acham?

_______________________________________
Meu blog: http://vivasempornografia.blogspot.com.br/



"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei...
...E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
avatar
Thales
Mensagens : 164
Data de inscrição : 06/09/2014
Idade : 16

Re: Nosso vício nos causou dependência psicológica?

em 16/2/2015, 22:44
Magrao escreveu:Amigos, estive pensando algumas coisas. Percebo que as fantasias retornam quando alguma expectativa minha é frustrada. É como se as fantasias (masturbação e pornografia) fossem a minha cocaína, a minha fuga da realidade (e suas eventuais frustrações). Não posso viver a vida real só quando ela é bela, tenho de vivê-la também quando ela é amarga, difícil e dura, vivê-la por inteiro. Porque o vício não é vida real, é fuga da realidade. E também porque senão na primeira frustração mais forte eu posso retornar ao vício, que é o que já me aconteceu.

Pesquisando aqui no google, percebi que talvez esses efeitos do nosso vício em fantasias-pornografia-masturbação possam ser uma dependência psicológica.

Wikipédia (Dependência Psicológica) escreveu:Dependência psicológica é a necessidade de determinado comportamento para viver normalmente e sentir-se confortável.

[...] É importante compreender que não simplesmente por ser capaz de ativar o sistema de recompensas uma substância está causando dependência psicológica, pois nesta visão o açúcar seria igualmente problemático. A inabilidade de controlar a frequência e a necessidade de satisfação para manter-se confortável com a própria consciência são de fato o que constituem a dependência psicológica.

Existem muitas similaridades entre o vício em jogo, em sexo, comida ou em musculação e o vício em drogas. Muitos sintomas são os mesmos e o tratamento também é bastante voltado pro desenvolvimento de tolerância a frustrações e auto-controle.

Os sintomas mais comuns:

   Muita ansiedade;
   Dificuldade de concentração;
   Desejo constante e persistente pela fonte do vício;
   Problemas de sono (dormir muito mais, acordar várias vezes ou ter insônia);
   Alteração bem significativa na alimentação (comer muito mais ou muito menos);
   Inquietude;
   Mau humor;
   Irritabilidade e impaciência;
   E agressividade (voltada a outros e/ou a si mesmo).

É difícil diferenciar quais são sintomas de dependência química e quais são de dependência psicológica pois frequentemente elas ocorrem juntas. Porém, mesmo em vícios a estímulos que não causam dependência química (como jogos), esse sinais e sintomas são comuns.

Recaídas

Sem a presença do estímulo, caso a pessoa não tenha estrutura psicológica para tolerar frustrações e lidar com sensações desagradáveis é altamente provável (mais de 80% dos casos) que ela entre em depressão e eventualmente retorne ao vício. Isso é ainda mais marcante no vício a drogas psicotrópicas (inclusive álcool e cigarro).

Tratamento

A terapia analítico-comportamental e terapia cognitivo-comportamental são as mais eficientes no tratamento de dependências, sendo mais eficazes quando associadas a tratamento farmacológico adequado para o transtorno primário (geralmente antidepressivo ou estabilizante de humor). Clínicas de reabilitação são recomendadas para os casos mais graves.

O principal foco do tratamento geralmente é:

   Desenvolver maior tolerância a frustrações (resiliência);
   Desenvolver comportamentos mais saudáveis para lidar com a ansiedade;
   Aumentar o autocontrole diante do estímulo prazeroso;
   Melhorar as habilidades sociais, para que o indivíduo não dependa do vício para se socializar;
   Formar e manter uma rede de apoio e proteção.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Depend%C3%AAncia_psicol%C3%B3gica

O que acham?


Com certeza, definição muito boa! compartilho essa ideia, magrão. 50 dias, quem diria, hein? Parabéns

_______________________________________
"Os que se acostumam com a mediocridade estão condenados à ela"



My life is a movie and everyone's watching
So let's get to the good part and past all the nonsense

Sometimes it's hard to do the right thing
When the pressure's coming down like lightning
It's like they want me to be perfect
When they don't even know that I'm hurting

This life's not easy, I'm not made out of steel
Don't forget that I'm human, don't forget that I'm real
You act like you know me, but you never will
But that's one thing that I know for sure
I'll show you






Ultima P. vista: 10/02/2016
Ultimo orgasmo com M: 10/02/2016
Ultimo edging: 10/02/2016

Ultimo recorde: 40 dias
avatar
Luis Santos
Moderador
Moderador
Mensagens : 1327
Data de inscrição : 13/01/2015

Re: NOSSO VÍCIO NOS CAUSOU DEPENDÊNCIA PSICOLÓGICA?

em 17/2/2015, 15:10
Magrão,

Esses dias eu estava pensando nisso, já passei dos 20 dias sem PMO e estou enfrentando a "realidade" da vida. Estou vendo que meu principal problema na vida não é esse vício, mas ele piora as coisas, é a gota d'água digamos assim, de uma certa forma era uma tentativa de fuga do cotidiano, só que com consequências desastrosas, como já bem sabemos. Ficar limpo disso está me fazendo enfrentar as situações difíceis,os problemas,que todos nós temos, mas nessa época em que vivemos estamos sendo induzidos a vivermos nesse mundo virtual, absorvendo sensações não reais, ficando assim viciados nessa órbita de PMO e ilusões que estou vendo que a grande mídia nos bombardeia diariamente.  
Vejo que pelo menos comigo, que fique claro ser uma experiência pessoal, terei que me livrar de vários hábitos, que são nocivos e me causam dependência psicológica sim. Como você disse uma vez em alguma postagem anterior, isso é algo comportamental, que na minha opnião acaba  se tornando um vício, ou seja nos leva a uma dependência.

Abração.
avatar
Finado "Neguin"
Mensagens : 287
Data de inscrição : 18/01/2015
http://vicioempornografiacomoparar.com

Re: Nosso vício nos causou dependência psicológica?

em 22/2/2015, 14:01
Projeto escreveu:Sem falar que usar remédios químicos como tratamento é no mínimo contraditório com o texto, se justifica apenas quando a pessoa não tem outra opção e quando sofrimento emocional é tão insuportável que chega a comprometer a relação da pessoa com a própria sobrevivência. Isso porque os remédios têm a mesma função do ego, ou seja, são muletas que nos anestesiam, mas não cobrem essa carência psicológica em definitivo. Retire-os e o sofrimento voltará. O que não acontece quando recobramos a consciência dos aspetos perdidos.

Isso não significa que eu acredite que essas terapias citadas não sejam úteis, muito menos que eu esteja recomendando que não se use remédios, significa apenas o que eu acabei de dizer.

Acho inclusive que as pessoas deveriam experimentar e tirar suas próprias conclusões por si mesmas.

Quanto ao reboot, ele nos livra do vício em pornografia, o que já é uma grande coisa. Por isso independente do "caminho" ou "terapia" que escolhemos trilhar, é importante estarmos livre do vício primeiro, do contrário, tenderemos a sabotar esses tratamentos ou experiências, sejam eles o que forem.

Concordo! cheers

_______________________________________
.
"Este método pode parecer demorado, muito demorado, mas eu estou convencido de que é o mais rápido."
– Gandhi

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum