Diário Vierkenes

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Brit em 12/3/2017, 00:07

Brother vejo mta força em vc por querer mudar isso. Mtos estão aí acomodados e aí ficarão.
Realmente, não postergue nenhuma decisão, vc precisa mudar essa situação o mais rápido possível. Aceite essa mudança sem medo que isso só te fará bem, no pior dos casos vc se muda de novo.
Eu lembro que vc comentou uma época que vc estav doente e hoje consigo entender melhor a tua situação.
Mudança exige ação! Força e sabedoria aí pra esse momento! Abs!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit
Moderador
Moderador

Mensagens : 839
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 22/3/2017, 19:02

Atualizando minha situação: fiz a mudança e estou em um ambiente muito mais saudável e tranquilo, é até covardia comparar. Acho que várias coisas vão melhorar além do reboot. A última vez que me masturbei foi na sexta feira, então estou a 5 dias longe dessa porcaria. Pra completar ainda mais essa onda favorável, estou sem internet na casa nova e vou viajar na sexta a trabalho, passar alguns dias distante do computador.

Fora isso, várias coisas pra fazer. Infelizmente estou doente de novo, não é muito grave, mas tenho que suportar os efeitos colaterais dos remédios. Aparentemente, tudo indica que devo chegar no mínimo aos 10 dias nessa tentativa.

Até a próxima.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Marco em 23/3/2017, 21:56

Coisa boa Vierkenes quando a gente se livra de problemas que só nos fazem mal. Você deu um passo importante saindo daquele ambiente e indo para um mais saudável. Te desejo sucesso. Alcançarás muito mais que 10 dias. Tenha fé em você meu amigo. Força. Sucesso.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437p475-diario-de-marco-de-volta-para-a-realidade#126309


Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 999
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Brit em 24/3/2017, 01:49

Que maravilha Vierkenes! Vc conseguiu! Que sufoco que vc tava irmão... agora aquilo é passado.
Mano cultive coisas boas nesse teu novo lar! Não deixe que a PMO faça parte desse ambiente nunca.
Volte a ler o e-book e retome a força pra um reboot completo! Acredite em vc!
Força e sucesso aí!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit
Moderador
Moderador

Mensagens : 839
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 1/4/2017, 18:20

Obrigado Marco e Brit. Muito bom ver que vocês estão acompanhando minha caminhada, é um ótimo incentivo.

Atualizando de novo minha situação: muita coisa aconteceu e o saldo foi positivo. Consegui ficar 14 dias limpo, e depois entrei numa sucessão de quedas a cada 2 ou 3 dias. Estou em final de semestre e estou quase surtando, mas isso tudo acaba na quinta. Em breve vou pra casa dos meus pais e já tomei as medidas necessárias no que diz respeito a bloquear o computador de mesa e o computador de meu pai. Meu irmão tem o hábito de sair e deixar o pc logado, vou ter que ter um mínimo de auto controle pra não cair de forma tão boba nesses momentos. Quando o semestre terminar eu venho aqui postar de novo sobre meu "plano férias"; vou ter que me reinventar completamente nesse período, pois sempre fico muito ocioso e deprimido, mas farei diferente dessa vez.

Estou com pouco acesso à internet, por isso demorei tanto pra postar aqui de novo. Peguei de vez o hábito de manter um diário escrito, dessa forma eu me fortaleço muito, pois mesmo longe do fórum, consigo me expressar e me organizar através da escrita, incluindo aí meu reboot. Sempre escrevo muito sobre o reboot no meu diário.

Pra completar, queria dizer que olhando pra trás, quando entrei no fórum, vejo uma melhora absurda. Quando cheguei aqui, eu não conseguia nem mesmo tirar uma xerox ou comprar uma passagem de ônibus. Cheguei a fugir de apresentação na faculdade, pois não me julgava capaz. Recusei muitas oportunidades, das mais variadas, incluindo emprego. Eu não conseguia conversar com uma mulher sem desviar os olhos. Eu tinha uma aura negativa muito forte. Claro que ainda sou uma pessoa muito machucada, mas só de pensar que topei um trabalho em um lugar completamente diferente, topei sair de minha zona de conforto, isso me fez ver o quanto melhorei. Antes de entrar no fórum eu simplesmente diria "não" e simplesmente ficaria em casa na internet, me masturbando, bebendo e fumando cigarro. Hoje eu consigo dizer sim e ir, ainda que a experiência seja difícil e dolorosa. Estou finalmente tentando lidar com o real, aos poucos e com toda a dificuldade que isso implica. Me assusto ao pensar que passei muitas noites na internet, em ambientes virtuais sujos e degenerados, me masturbando até de manhã, fumando maconha e bebendo cerveja, enquanto meus amigos estavam no mundo, na rua, dançando, flertando com mulheres, tomando muitos "nãos" femininos, aprendendo alguma coisa. Com alguma frequência esse passado vem me perturbar, me sinto culpado por todas as merdas que fiz no passado, mas só o fato deu já não estar profundamente mergulhado no fundo do poço já me dá algum alívio.

Muito obrigado a todos que estão me acompanhando. Por favor, não desistam de mim. Posso demorar, mas eu vou conseguir sair desse vício.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Brit em 2/4/2017, 08:29

Continuo acompanhando aqui meu brohter Vierkenes!

Me emocionei ao ler seu diário. (Estou ouvindo rádio enquanto leio o fórum e tocou uma música que me deixou ainda mais emocionado tbém e meus olhos marejaram). Me identifiquei demais com esse seu relato, com isso da gente se esforçar pra sair dessa lama, de nem sempre os resultados colhidos serem os esperados, mas mesmo assim a gente é capaz de apreciar um pouco mais a situação e a nós mesmos por termos nos esforçado.

Mano uma coisa que tenho pensado é a seguinte: o caminho da felicidade está em não nos compararmos com os outros, podemos sim compartilhar experiências, mas a comparação só nos deixa pra baixo. Cada um tem sua própria trajetória, a sua é única e é linda por isso! Na sua história você é o único protagonista e isso é tudo que importa!

Tente ignorar esses pensamentos do passado, pense que isso é o teu cérebro viciado tentando usar uma fraqueza sua para obter de volta a satisfação que tem com PMO. Diga para si mesmo que esse tipo de pensamento só vai atrapalhar o teu reboot e que daqui há 90 dias sim vc vai ter força e sabedoria suficiente para lidar com esse tipo de coisa, mas não agora.

Outra coisa, tente voltar a ler o e-book. Eu também irei revê-lo. Os conhecimentos ali nos ajudarão ainda mais!

Eu também vejo progresso em vc brother e sinto mto orgulho de vc!
Forte abraço!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit
Moderador
Moderador

Mensagens : 839
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 10/4/2017, 12:28

Acabei de cair mais uma vez, depois de 4 dias limpo.

Eis minha situação: depois de um final de semestre absurdamente tenso, onde não consegui focar no reboot e na faculdade ao mesmo tempo, retornei pra casa dos meus pais, agora oficialmente de férias. Isso vai exigir todo um planejamento. Comecei a manhã bem: fui pra praia, tomei sol, li um pouco, assisti o jornal e agora no início da tarde, depois de um gatilho na televisão (um jornal! quem diria!), fui pro pc de mesa e consumi pornografia. Todos os pcs aqui estão bloqueados com senha, mas meu irmão tem o hábito de usar o pc e deixar logado....ele sempre faz isso. Não sei o que fazer. Se todos os pcs estivessem totalmente bloqueado, eu não teria caído, mas realmente não sei o que fazer. Eu não tenho intimidade com meu irmão, então falar pra ele do meu vício não é uma opção. Realmente complicado ir pro quarto e dar de cara com um pc aberto...

Estou no dia 0, mas vou compartilhar algumas das minhas metas pra essas férias: quero entrar numa academia, mesmo não gostando, acho que vai me ajudar muito. Vou ver isso por esses dias. Preciso também estudar umas coisas da faculdade, quero fazer isso de modo sistemático e planejado. Pretendo ir pra praia todo dia de manhã, tomar banho de mar, pegar um pouco de sol e depois dar uma caminhada pela orla. Vou ver se me inscrevo também em algum tipo de curso que não seja virtual.

Admito que estou muito desanimado, tem muito tempo que não passo dos 15 dias. A ideia de ficar uma simples semana longe disso me parece absurdamente distante...

Ontem li mais um pouco do ebook, li a parte que ele fala dos 7 passos....muito bom.

Bom, é isso. Vamos que vamos...

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 12/4/2017, 20:12

Estou de volta. Estava esse tempo todo sem internet, agora voltou tudo.

Bom, minha situação não está nada boa, mas é melhor postar aqui do que não postar. Tenho me masturbado muito nos últimos dias, sem pornografia, mas dá no mesmo. A depressão está batendo na minha porta com tudo...fora a piora de outros sintomas não relacionados.

A boa notícia é que me inscrevi numa academia hoje pela manhã. Voltei pra casa e planejava ir malhar pela tarde, mas não pude ir porque o técnico da internet ficou de vir pela tarde. Ele só chegou 6 da tarde, ai comecei a acessar a internet e desisti. Mas eu irei amanhã sem falta. Eu já tinha dito antes que eu odeio academia (o ambiente, a música, as pessoas), mas a realidade é que eu não tenho muita alternativa: ou vou pra academia ou a depressão vai me pegar com tudo. Estou certo de que malhar vai fazer uma diferença absurda no reboot e na minha condição geral.

A outra boa notícia é que tenho lido o ebook. Acabei de perceber que eu simplesmente não estava colocando em prática o método. Agora que avancei na leitura estou mais consciente sobre como o método proposto funciona e quais passos devo dar. Irônico o fato deu estar aqui esse tempo todo e ainda não ter lido o ebook inteiro, mas é isso aí.

Hoje é o dia 0 (de novo!). Vamos lá!

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Henrique G em 12/4/2017, 22:55

Prezado, vierkenes !

Se possível tente alterar sua rotina o quanto puder, levando-se em consideração que os bloqueadores são excelentes meios para suprir sua força de vontade, pois ela é limitada. Lembre-se que para formação de um hábito no geral precisa-se de um gatilho, rotina e recompensa. O hábito da PMO se transformou em vício justamente através destes elementos, logo é possível adaptar hábitos manipulando fatores como a rotina e outras recompensas que não seja o Orgasmo. Assim, com o tempo sua evolução será mais rápida possível como sugere o ebook do método.

Força aí irmão !

_______________________________________

Visite meu diário:
http://www.comoparar.com/t3534-diario-do-henrique-g

Henrique G
Moderador
Moderador

Mensagens : 171
Data de inscrição : 18/07/2016
Idade : 26

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 13/4/2017, 22:19

É isso mesmo, Henrique. Infelizmente, apenas informação não é suficiente, é preciso criar consciência das coisas e isso é bem mais complexo do que simplesmente saber (essa é uma dificuldade muito grande pra mim).

Bom,cai novamente agora pela noite, sem pornografia. Eis o relato de meu dia: pela manhã, tudo normal. Usei o computador por mais ou menos 1 hora, visitei os mesmos sites de sempre (email, notícias, facebook, etc) e desliguei o computador. Ainda pela manhã, li um pouco e fiquei conversando com minha mãe. Pela tarde, uma prostração fortíssima tomou conta de mim; minha velha inimiga, a depressão. Durante a tarde inteira, minha única vontade era ficar comendo porcaria e assistindo televisão, nada mais. Depois de ficar mais de 4 horas assistindo televisão e comendo biscoito, paradão no sofá, eu falei pra mim mesmo que tinha que sair pra pelo menos uma caminhada que fosse. Desliguei a tv e fiquei uns 40 minutos no conflito comigo mesmo, pensando que se eu não levantasse, a situação só ia ficar cada vez pior. Consegui me levantar, vesti a roupa e coloquei o tênis, mas a prostração tomou conta de mim. Parei na frente da pota, com a mão na maçaneta, me sentei no chão e lá fiquei, em conflito. Depois de um tempo consegui sair (no intuito de caminhar), mas meio que automaticamente parei do lado de casa em um bar, pedi uma cerveja e bebi, depois bebi mais uma....cheguei em casa bêbado e encontrei minha mãe em casa, desabafei com ela, e logo depois me masturbei 3 vezes seguidas, sem pornografia.

Bom, é isso. Não fui diagnosticado com depressão, mas eu não consigo fazer absolutamente nada que não seja ficar na tv e comer porcaria por muitas horas seguidas. Nada me anima, nada me dá prazer. Uma grande falta de energia...se não é depressão não sei o que é. Óbvio que ter bebido piorou tudo. Marquei psiquiatra pra semana que vem, talvez algum tipo de medicamento possa me ajudar a sair de onde estou. Preciso de ajuda; sozinho não estou conseguindo.

Espero que amanhã eu tenha uma sorte melhor. Se eu ao menos conseguir sair pra fazer algum tipo de exercício, já vai ser um grande benefício. Caso contrário, vou afundar ainda mais. Continuo extremamente atormentado pelo passado; só consigo olhar pro que eu perdi, ao invés de olhar pro que eu posso conquistar. De certa forma, não consigo me perdoar pelo caminho que trilhei e que me deixou nesse estado. O pior de tudo é que não me sinto preparado pra verdadeira guerra diária que é tentar vencer esse vício. Vou continuar tentando. Minha meta (mínima) é conseguir sair pra caminhar amanhã, no estado em que estou já vai ser muito.

Dia 0 de novo. Não desisti.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 19/4/2017, 23:01

Bom, passei aqui pelo fórum e resolvi dar uma atualizada, pra quem tá me acompanhando.

Estou totalmente afundado na depressão e em outras coisas mais. Fiz uma coisa totalmente irresponsável, e que eu não fazia a mais ou menos 1 ano: passei numa boca de fumo e comprei cocaína e maconha, depois no mercado pra comprar vodka. Fiquei vários dias sem sair de casa, me drogando, bebendo e comendo porcaria, maltratando bastante meu organismo. Saí hoje pela primeira vez em vários dias, encontrei uns amigos e me senti um bicho enjaulado diante deles. Acabou todas as drogas que peguei e definitivamente não vou pegar mais.

Obviamente meu problema ultrapassa a questão da pornografia e o método não pode me ajudar nisso. Tenho problemas com drogas e sinto que minha alma é profundamente doente.

Em relação à masturbação, estou me masturbando sem pornografia mais ou menos 1 vez por dia (computadores estão bloqueados da forma certa), sempre fantasiando. Curioso que não estou sentindo prazer. Depois que gozo sinto que não valeu a pena, sinto que não tive dopamina o suficiente pra fazer com que eu pelo menos relaxasse.

Minha psiquiatra está de férias, estou pensando em marcar um outro ou arranjar um anti depressivo com alguém, eu já tomei por um tempo, acho que pode me ajudar agora.

Acho que só vou voltar pro fórum quando tiver melhorado pelo menos um pouco minha condição geral, porque só assim eu vou conseguir fazer o experimento. Enquanto isso, vou tentar resolver meus outros problemas.

Orem por mim (os religiosos). Quem não for religioso, só me deseje sorte e luz que tá de bom tamanho.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Black Skull em 20/4/2017, 00:07

Irmão
Acredite vc é mais forte que isso td! Vc precisa se blindar de todas as ocasiões que desencadeiam toda essa crise.
Peço que não enfrente isso só, sempre busque orientações médicas, grupos de ajuda como o nosso etc.
Não costumo rezar, mais hj farei por vc!
Tenha fé!
avatar
Black Skull

Mensagens : 16
Data de inscrição : 15/04/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Brit em 20/4/2017, 00:47

Sinto muito Vierkenes, pra ser sincero não sei muito o que te falar... queria ser um cara melhor que soubesse exatamente o que te dizer pra te ajudar, mas não sou esse cara. Acho que nesse momento vc deve estar chateado o bastante, então vou tentar te dar uma força com coisas positivas.

Primeira coisa é que aqui no fórum vc tem o exemplo de mtos caras melhores do que a gente, embora vc tenha certa razão em desvincular o vício em P do vício em drogas, a forma como os vícios em geral funcionam no nosso cérebro são parecidas, tá lá no e-book, além disso, vários caras viciados em P eram viciados em drogas tbém ou em bebidas, e quer saber de uma coisa? Os caras conseguiram superar todos esses vícios, então, embora vc possa estar mal hoje, isso tudo tem jeito. Um cara que conseguiu superar tudo isso foi o CTroy, um cara fantástico, uma grande referência aqui no fórum, o diário dele está nos 30+ por favor, leia a história dele, tenho certeza que vc vai se identificar e te ajudará a encarar esse momento difícil com mais otimismo e esperança!

Não sei como essa ideia de se afastar do fórum pode ser boa pra vc. Pelo contrário, acho que se vc participasse mais no fórum seria mto melhor... por exemplo, pq vc não veio desabafar aqui quando começou a ter esses pensamentos? Eu sei que no momento de descontrole é difícil vir aqui, por isso mesmo vc tem que cultivar o hábito de estar sempre por aqui. Vc já tem bastante tempo de reboot, tenho certeza que poderia ajudar mtos dos que estão começando aqui. Isso te faria se sentir útil. Além disso, acompanhar a trajetória dos outros rebooters vai cultivando um sentimento de empatia pelo outro, isso vai te dando mais força e um senso de responsabilidade maior no seu próprio reboot.

Ponto positivo vc ter se M sem recorrer a P. Esse sentimento de que a M é sem graça é bastante natural, e deve ser assim mesmo, pois dessa forma vc está apenas realizando uma função do organismo que precisa se aliviar, imagina isso como alimentação, vc pode se alimentar pra matar a fome e pode se empanturrar de porcarias que vão te engordar.

Vc tava cheio de planos de que ia pra casa dos seus pais na praia nas férias, que ia começar a academia, o que aconteceu?
Se esforce pra cultivar coisas boas no teu dia a dia, cuide de vc, busque uma alimentação mais saudável, hábitos mais saudáveis, meditação, cuide da tua casa, que tal pintar a tua casa com cores claras? Já ouviu falar de feng shui? tenha um jardim ou uma planta que seja, elimine tudo o que há de negativo te circulando, "amizades" ruins, TV (só tem porcaria), evite filmes, músicas e livros que te deixem pra baixo.

Como vc disse, ter uma ajuda externa parece ser necessário no teu caso, mas essa ideia dos remédios eu não acho mto legal, pois vc estará se dopando para não enfrentar a realidade, daí o que acontece? Vc acordará 10 anos mais velho e ainda terá os mesmos problemas te esperando. Tenha a força de assumir os teus erros pra que vc não os repita. Acho que todos os que completaram o reboot ou qquer vício tiveram que superar momentos difíceis, suas crises de abstinência. Não fique cultivando pensamentos de culpa pelo que aconteceu, se martirizando. Vc precisa pensar em coisas que te empurrem pra frente, não em coisas que te puxem pra trás.

Farei minha oração pra vc broher! Te desejo mta luz e sorte tbém!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit
Moderador
Moderador

Mensagens : 839
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 20/4/2017, 12:43

Black Skull: não sei seu nome, sua aparência e nem onde você está, mas podes crer que sua atenção para comigo fez efeito! Não tenho palavras pra agradecer.

Brit: primeiro queria dizer que você é um exemplo e sua atitude de sempre ajudar os colegas aqui do fórum é muito nobre. Obrigado por mais essa força.

Sobre as drogas: essas substâncias tem um efeito negativo muito forte sobre mim. Na minha adolescência, eu bebia, fumava maconha, cheirava cocaína e eu tinha efeitos positivos. Socializava, me sentia bem, relaxava, etc. Hoje em dia todos os efeitos que eu tenho são negativos. O álcool me deprime muito, enfraquece bastante minha vontade, meu organismo e tudo o mais. Desde de que comecei o reboot, praticamente 90% das vezes em que consumi álcool eu cai. Maconha então nem se fala. Meu uso da maconha é muito esporádico e raro; não é algo que faz parte da minha rotina e do meu dia a dia. Mas o efeito sobre mim é absolutamente nefasto e horrível. Cada dia que passa eu vejo que essas coisas não combinam em nada com minha "essência"; tem gente que usa e que se sente bem, produz, cria, é ativo. Comigo é o oposto. Simplesmente não funciona comigo de nenhuma forma. Por esse motivo que eu acredito que não vou conseguir terminar o reboot enquanto tiver tendo essas recaídas com drogas. Acho que no momento meu maior problema é o álcool, pois é ele que me leva às outras e é ele que desequilibra mais meu organismo. Muitas vezes acho que o vício em drogas e em pornografia, no meu caso, tem uma raiz comum.

Sobre o fórum: você tem razão, é melhor eu continuar por aqui. Me afastar iria piorar minha situação. Eu tenho bastante tempo de reboot, mas foram raras as vezes em que realmente me dediquei ao experimento. Interessante você falar sobre eu ajudar os outros, pois cada vez mais tenho notado que uma das "doenças de minha alma" é um profundo egoísmo; sempre acho que meus problemas são grandes demais, mas isso porque eu só olho pro meu umbigo e simplesmente ignoro o sofrimento do mundo, das pessoas ao meu redor que passam por problemas muito difíceis, fora os milhares que estão em situação muito pior do que eu. Isso é algo enraizado muito fundo dentro de mim, uma falha de caráter, digamos, e é por isso que muitas vezes acho que meus problemas se tornam maior do que eu.

Com relação a se masturbar sem pornografia, pra mim dá quase no mesmo. Com pornografia seria um pouco pior, mas não acho que tenha tanta diferença assim. De fato, tenho me masturbado pra me aliviar e não por outros motivos (isso é o que eu acho, talvez seja minha mente criando desculpas e tentando me manter no vício). O fato é que acho que o reboot só vai servir pra mim em hard mode mesmo. Ficar me masturbando vai me deixar na mesma situação que ficar assistindo pornografia.

Sobre meu plano férias: pois é, tinha planos e entrei nessa fase depressiva. Me matriculei na academia e não fui até hoje. Várias vezes senti necessidade de dar uma caminhada que fosse, mas uma grande prostração e falta de energia tomou conta de mim. Estou muito mergulhado em negatividade, mas paradoxalmente o sofrimento mais intenso dos últimos dias fortaleceu minha vontade de melhorar. Uma coisa que ficou muito claro pra mim esses dias é que preciso muito fortalecer minha fé, minha conexão com o Criador. Tem muito tempo que estou "desconectado" de Deus e de suas leis, mas ao mesmo tempo eu sei que ele nunca nega ajuda aos seus filhos, quando o pedido for sincero. É como se fosse uma fonte suprema de energia 100% positiva, que está sempre disponível pra quem quer sinceramente melhorar. Isso pra mim seria um exercício, e como todo exercício, só se melhora com o tempo e com a prática.

Sobre o remédio, eu realmente acho que preciso. Tenho certeza de que melhoraria minha situação.

Bom, estou precisando reflefir com mais profundidade sobre mim mesmo, sobre o que sou, sobre o que quero ser, sobre minha conduta, sobre minha vontade de melhorar ou não. Suas palavras, Brit, certamente me auxiliaram nesse processo.

Última vez que me masturbei foi na madrugada de hoje (20/04), então fica sendo o dia 0. Prioridade hoje é regularizar o sono (dormi 7:30 da manhã e acordei 12:00, não foi suficiente), vou ver se consigo dormir normalmente de noite. Se eu não estiver muito desregulado pela falta de sono, eu saio pra dar uma volta descompromissada, só pra arejar um pouco a cabeça mesmo. Peguei também um livro muito edificante, até mesmo especial e que acho que vai me ajudar bastante nesse processo todo. Lerei algumas páginas hoje.

Por hoje é só.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 22/4/2017, 18:38

Alexei I: não esperava ouvir um comentário como o seu...fico feliz que tenha ajudado alguém (e a mim mesmo também!). Vou encarar como um elogio. Quando eu terminar meu reboot eu relato mais sobre como o vício em pornografia destruiu minha vida. Ainda não é a hora certa pra isso. Obrigado pela mensagem, me deu mais força ainda!

Dia 2 do reboot.

Hoje acordei cedo e com disposição. Sai pra resolver algumas coisas cotidianas, o que foi ótimo, já que passei recentemente por um período em que fiquei vários dias sem sair de casa. Vi que meu cabelo tava grande e minha barba por fazer. Fiz a barba, cortei o cabelo e me senti muito melhor. Depois de resolver várias coisas na rua, voltei pra casa, me sentindo...ok. Pela tarde tentei fazer algums dos meus hobbies (ler, ver algum filme), mas vi que não estava com vontade, ou então não sentia prazer. Me entreguei à procastinação, foi ai que resolvi sair pra dar uma volta. Me fez bem, voltei pra casa. No início da noite, disse pra mim mesmo que precisava me exercitar, mas acabei não o fazendo (vou tentar me exercitar pela manhã, acho que tenho mais disposição nesse período). Sai pra comprar cigarro num bar aqui do lado de casa e me dei conta de que preciso evitar esses ambientes a todo custo. A ideia dessa nova tentativa de reboot é 0 álcool; agora vou andar mais pra comprar cigarro, pra evitar a tentação. Cheguei em casa e tava todo mundo aqui, o que é algo positivo. Agora acabei de dar uma lida no ebook, pra fortalecer mais a minha vontade.

Cometi o erro de não me exercitar hoje, é uma falha grave, pois sinto que se eu não fizer isso, não só não completarei o reboot, como vou afundar muito em um monte de coisa negativa. Espero solucionar esse ponto amanhã pela manhã. Outra falha que cometi foi não dedicar pelo menos 5 minutos do meu dia pra algum tipo de prática espiritual. Vou fazer isso hoje pela noite, perto da hora de dormir (mas comigo não funciona já deitado na cama, pois misturo a fé com o sono!).

Pra finalizar, queria compartilhar aqui uma conversa muito interessante que tive ontem com minha mãe, e que me esclareceu bastante, talvez sirva pra alguém. Só vou relatar essa conversa por acreditar que o vício em pornografia reflete questões internas muito mais profundas. Quando encaramos o vício de frente, muita coisa oculta, reprimida, emoções antigas e velhos padrões surgem. Conversando com minha mãe, cheguei a conclusão de que eu me habituei a uma vida de conflito, sofrimento e de não realizar meus desejos. Essas coisas se tornaram tão banais e rotineiras na minha vida que eu simplesmente me habituei a isso tudo; digamos que o conflito e o sofrimento são a minha normalidade e, mais do que isso, a minha zona de conforto (por mais estranho que essa ideia pareça). Ao mesmo tempo, eu tenho um medo profundo do novo; de sair da zona que eu conheço tão bem, onde vivi tanto tempo. É como se eu tivesse incorporado essas características negativas a minha pessoa, como se elas me constituissem e como se, sem elas, eu deixasse de ser quem eu sempre fui. Meu choque foi ainda maior quando minha mãe pediu pra eu visualizar quem eu seria daqui a vários anos e eu fiquei sem resposta; pra mim é difícil me imaginar como não sendo um viciado (o que faz muito sentido, já que tenho 27 anos e levo essa característica comigo desde os 14). Bom, eu pude experimentar um pouquinho do que seria não ser um viciado quando fique 35 dias limpo (meu recorde). Eu me senti maravilhoso, era de fato um outro eu, um eu que eu nunca tinha experimentado antes. Infelizmente cai no dia 35, mas quando pensei sobre isso, provei pra mim mesmo que eu posso sim ser diferente.

Bom, eis que o segundo dia foi vencido. Acho que agora eu consigo engatar o reboot. Obrigado mais uma vez ao parceiro Brit, que me convenceu de que posso seguir com o reboot independentemente das circunstâncias ou problemas paralelos. Se não fosse sua última mensagem, talvez passase vários dias mais, perdido por aí e atrasando ainda mais meu processo.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 23/4/2017, 18:39

Dia 3 do reboot.

Tudo caminhando bem. Acordei cedo, vi que estava disposto e fui logo me exercitar. Me senti muito bem depois (até agora, na verdade!), senti que podia ter forçado mais, mas como hoje foi o primeiro dia, está tudo ótimo. Pretendo fazer o mesmo amanhã, sempre pela manhã. Pela tarde saí com minha família, depois voltei pra casa, bateu um tédio, dai fui no mercado comprar algumas coisas que tava precisando. Joguei um pouco no computador; apesar de não ter o hábito de jogar, preciso evitar, pois é viciante e dá uma certa fissura. Agora de noite usei a internet, li um pouco dos outros diários e li mais um capítulo do ebook (um fundamental, aliás, que fala sobre os 10 erros mais comuns do reboot). Vou desligar o computador, ler um livro, e dormir cedo (já que acordei cedo). Hoje de tarde descobri que minha mãe me enganou em relação ao bloqueio do computador de mesa. Ela tinha dito que tinha mudado a senha e desde então eu nem toquei no computador. Hoje de tarde me sentei nele, não sei o que me deu na cabeça, tentei entrar umas duas vezes e não consegui, daí coloquei a senha antiga e pra minha surpresa, entrou! Vou resolver isso amanhã, pedindo pra ela efetivamente mudar a senha.

Felizmente estou sentindo minha confiança crescendo, depois de tanto tempo que passei sem confiar em mim mesmo e no processo. A leitura do ebook está sendo muito importante, pois dessa forma me sinto mais seguro em relação ao que vêm pela frente.

Por hoje é só.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 24/4/2017, 17:51

Dia 4 do reboot.

Acordei muito cedo e fui logo me exercitar. Depois usei a internet, visitando os mesmos sites de sempre. Pela tarde dei uma lida no ebook. Tem um filme que tá passando no cinema que me interessa muito, eu tava planejando assistir, mas não fui. Fiquei prostrado em casa, liguei o computador e passei várias horas ouvindo música e navegando a esmo (mal sinal). Passou a hora do filme e vi que precisava fazer alguma coisa pra combater essa prostração. Acabei recorrendo ao álcool. Sai pra beber (primeira vez nesses 4 dias) e logo veio a vontade de consumir pornografia ou me masturbar. Eu não sei o porque disso, mas é fato que beber faz com que eu tenha vontade de PMO, sendo portanto um forte gatilho e que pode arruinar meu reboot. Felizmente minha família tava em casa quando cheguei e isso aliviou minha compulsão. Talvez essa pequena "crise" da tarde seja meu cérebro pedindo dopamina, uma atividade extranet, que poderia perfeitamente ser outra que não fosse consumir álcool. Não pretendo repetir o mesmo erro amanhã. A solidão também é algo que tem me prejudicado, pois não tenho com quem sair, com quem partilhar nada. Se eu tivesse alguém pra sair e conversar um pouco, talvez não tivesse recorrido ao álcool. Ou talvez precise criar o hábito de sair de casa sozinho, mesmo que não tenha algo objetivo pra fazer, ou um lugar específico pra ir. É evidente que minha religação está deficiente, e o exercício físico não é suficiente pra suprir essa falta.

Afim de evitar o mesmo erro de hoje, peguei um livro que estou usando em uma pesquisa minha e pretendo ir pra alguma biblioteca pra estudar lá; vou no início da tarde e retorno no final. Totalmente diferente do que fazer isso em casa, pois pelo menos saio, respiro um pouco, fico em um ambiente diferente e faço o tempo passar mais rápido. É o que pretendo fazer amanhã pela tarde (aparentemente a tarde é o período mais crítico pra mim).

Continuo firme no reboot, com o quarto dia vencido. Estou com muita esperança de que esse vai ser meu último reboot.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 26/4/2017, 18:20

Dia 6 do reboot.

Acordei de manhã e fui pra praia. Tomei banho de mar, tomei sol, isso fez com que eu me sentisse bem. Depois fui pra casa e me entreguei à uma leitura muito edificante que estou fazendo, algo que faz muita diferença nessa minha nova tentativa, pois mantém meu ânimo em um ótimo estado, me dá esperança e fé, ao mesmo tempo que diminui o efeito de eventuais pensamentos de culpa ou sobre o passado. Pela tarde procrastinei bastante, mas logo em seguida fui me exercitar pelo quarto dia seguido. Isso pra mim é uma das principais chaves do reboot; agora que eu consegui dar o primeiro passo, quero focar minhas energias em não deixar a peteca cair. Eu ainda tenho algumas cartas na manga que pretendo utilizar ao longo desses 90 dias, e que também vão me auxiliar bastante. Agora pela noite vou assistir algum jornal e depois dar uma lida no ebook.

Notei que nessa tentativa estou mais relaxado quanto ao processo, e que nas tentativas passadas eu ficava excessivamente tenso (pensava no reboot 24 horas por dia, ficava pensando o tempo todo que não podia cair, etc). Essa atitude é obviamente uma falha e prejudica imensamente o reboot. Ainda bem que consegui relaxar mais.

Fora isso, notei um dos sinais da abstinência (que eu já havia experimentado antes): uma sensação de uma quantidade maior de energia na parte inferior do corpo, uma inquietação que se transfere principalmente pros pés. Eu sei que isso vai ficar cada vez mais forte a partir de agora, mas não deve chegar a incomodar. Se incomodar muito, eu começo a contrair e relaxar os pés e a sensação melhora.

Sexto dia vencido.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Brit em 26/4/2017, 19:57

Mano! Que incrível isso tudo, esses seus últimos relatos me deixaram tão feliz, vc me presenteou com um sorriso no rosto Very Happy tô mto feliz por vc meu brother! Vc tá indo muito... é só o começo, e esse esforço em sair de casa pra dar uma volta, fazer atividades físicas, ler o e-book e tomar uma atitude quando perceber que as coisas não estão indo por um bom caminho são fundamentais. Continue se esforçando! A torcida aqui é imensa!

Você está muuuito melhor do que há alguns dias, ver que vc está se cuidando, saindo de casa e se afastando de coisas ruins é muito animador. Não fale isso de "isso não é bom o bastante". Um passo de cada vez as coisas vão melhorar! Ninguém passa de um recluso total para um baladeiro cheio de amigos, tenha paciência... O ponto principal é preencher o espaço vazio, antes ocupado pela PMO.

Esse medo que vc falou... meu velho eu tbém sinto isso, sei que mtos outros aqui tbém. Eu acho que cheguei a comentar isso no meu diário, sobre como vamos nos acostumando com uma vida de merda e isso parece ser menos pior do que se arriscar em algo novo.
Um tempo atrás eu comprei um livro (estilo auto ajuda que devia me inspirar pro futuro), ele propõe alguns exercícios, logo no começo pedia que eu desenhasse como eu me imaginava na velhice, eu simplesmente não sei, faz meses que o livro está lá parado, pois não quero prosseguir enquanto não preencher esse espaço. Conforme fui avançando no reboot, comecei a vislumbrar algumas possibilidades de futuro, pretendo retomá-lo logo.

Esse teu reboot tá show de bola! Foco em vencer o dia de hoje! Abraço!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit
Moderador
Moderador

Mensagens : 839
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 28/4/2017, 20:21

Brit: é isso aí. Com o processo do reboot estou aprendendo a identificar determinadas emoções e como elas atuam sobre mim (podendo inclusive servir de gatilho) - apesar de que no calor do momento é realmente muito difícil segurar a onda. Mas de qualquer modo já é um avanço. A torcida do pessoal aqui do fórum é outra coisa fundamental. Sinto como se tivesse que me ver com vocês depois de fraquejar ou ser displicente com o reboot. Postar aqui frequentemente é realmente um auxílio e tanto no processo, e é isso que farei. Quanto ao medo, eu li o post que você falou sobre isso. Eu não tenho pensado sobre essa questão, meu desejo é que as coisas novas surjam naturalmente e de forma gradual e nisso se encaixa alguns dos meus sonhos (ter uma vida sexual normal e uma namorada, por exemplo, dentre outros). Não estou ansioso quanto a essas coisas, se já esperei 10 anos, posso esperar mais alguns meses.

Alexei I: sim, sem dúvida ocorre esse processo de condicionamento entre um fato A e um comportamento B. No meu caso, acho que eu gostava muito de me masturbar chapado, com o corpo anestesiado de álcool. No que diz respeito a emoções, é bem mais complicado de lidar (geralmente vivemos no automático quanto às emoções, não se tem muito o hábito de parar para analisar determinada emoção). Mas nos próximos dias pretendo incorporar algumas práticas que ajudem em relação a isso. Por enquanto uma coisa de cada vez.

Dia 8 do reboot.

Ontem tive um dia mais ou menos parecido com os anteriores. Pela tarde iria ficar sozinho em casa (nenhuma dúvida de que a tarde é o pior período pra mim). Meu irmão me chamou pra ajudar ele no trabalho, convite que eu geralmente nego. Mas na ocasião, eu pensei que era o óbvio a se fazer, pois do contrário iria ficar sozinho em casa e com um computador desbloqueado. Fui com ele, meio a contragosto é verdade, mas fui. A partir de agora sempre que ele me chamar eu vou, é uma excelente forma de me manter afastado da pornografia. Pela noite falei de novo com minha mãe da necessidade de bloquear o computador de mesa, e ela falou que vai fazer isso. Na verdade, meu irmão fica nele a maior parte do tempo, e eu estou indo cada vez com menos frequência nesse quarto, então isso não é tão problemático assim pra mim, exceto quando estou sozinho em casa. Espero resolver isso nos próximos dias.

Hoje acordei e senti o clima de feriado (greve geral). Toda minha família em casa, então eu fiquei aqui com eles. Pela tarde vi um filme, depois fiquei conversando com minha mãe. Hoje não fui me exercitar (ok, eu devia ter ido, mas meu esforço não será perdido e irei amanhã sem falta). Agora pela noite me senti muito sozinho (estou praticamente sem amigos na minha condição atual e não tenho mais ninguém a não ser minha mãe) e resolvi beber uma cerveja. Eu queria mesmo é companhia, mas não tinha ninguém, então fui beber. Bebi pouco, não me afetou muito, não me veio vontade de consumir pornografia ou me masturbar. O fato de ter chegado em casa e estar todo mundo aqui ajudou muito. Eu raramente tenho vontade de consumir pornografia quando a casa está cheia (já fiz isso muito no auge do vício, mas hoje em dia me soa totalmente inútil e desnecessário consumir pornografia com um olho na porta, apreensivo quanto ao fato de alguém entrar no quarto). Ainda mais depois do ter contado pra minha mãe sobre isso, aí mesmo que não tenho mais vontade de fazer isso quando ela está em casa.

Bom, por enquanto está tudo tranquilo. Ainda não tive nenhuma vontade muito forte e insana de consumir pornografia e ainda está muito cedo pra eu sentir os benefícios (eles costumam ficar mais evidentes a partir do dia 15, mais ou menos). Amanhã retomo meu exercício físico diário e vou ver se arrumo alguém pra sair, pois estou sentindo muito falta disso, de socialização.

Pretendo postar sempre de 2 em 2 dias, salvo se ocorrer algo muito relevante no processo.

Oitavo dia vencido.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  Vencedor1989 em 28/4/2017, 22:37

Fala vierkenes, parabéns pelos 8 dias. Estou há quase 8 meses sem consumir pornografia, mas me masturbei muito nesse período. Agora estou tentando um reboot em hard mode. Cara, te aconselho a largar a masturbação também, falo por experiência própria. O excesso de masturbação vem me atrapalhando, apesar de fazer bem menos mal do que consumir PMO. Se tiver que se masturbar, faça em último caso e sem fantasiar. É bem possível fazer o reboot em hard mode, tem vários usuários que conseguiram passar dos 90 dias. Claro, se surgir alguma garota nesse período, sexo é muito bem vindo e ajuda bastante o reboot, ainda mais quando gostamos da pessoa. Enfim, use sua energia para praticar exercícios e se socializar, não para se masturbar. Seria legal também você instalar um contador de dias. Veja como fazer = http://www.comoparar.com/t4820-como-instalar-um-contador-de-dias-alternativo

Abraços e sucesso!

_______________________________________


Diário: http://www.comoparar.com/t3860-diario-de-vencedor1989
avatar
Vencedor1989

Mensagens : 350
Data de inscrição : 10/09/2016
Idade : 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 29/4/2017, 19:02

Vencedor1989: estou fazendo o reboot em hard mode. Acho que pra mim só serve assim, por vários motivos. Há pouco tempo atrás eu estava "caindo" sem pornografia (por não ter como acessar); não me masturbava por uma real necessidade de aliviar meu organismo, mas só por compulsão mesmo. Quanto ao contador, prefiro seguir sem. Me adaptei bem a esse estilo de falar qual o dia em cada post meu.

Dia 9 do reboot.

Bom, hoje acordei cedo e fui me exercitar. Depois fui pra casa e fiquei com minha mãe. Como tinha dito anteriormente, tenho sentido extrema falta de socialização. Só não estou completamente solitário por causa de minha mãe, mas mesmo assim preciso de outras companhias, pessoas de minha idade, sair pra ambientes e programas diferentes dos da minha mãe (que a propósito, quase não sai de casa, exceto pra trabalhar). Isso tem me afetado bastante. Paradoxalmente, tenho demonstrado uma certa apatia ao que surge. A pornografia com certeza influenciou isso, mas é muito difícil determinar especificamente quanto, pois é uma situação complexa e de muitas variantes.

Vim aqui hoje não puramente por estar com vontade de consumir pornografia, mas porque acredito que o fato de estar na abstinência está fazendo com que algumas emoções e estados (que antes eram aplacados, diminuídos, anestesiados com pornografia) estão surgindo com força total. Evidentemente eu não sei ou nunca soube lidar com minhas emoções direito (se soubesse não teria caído em tantos vícios como caí em minha vida), e o caminho mais fácil seria recorrer à pornografia. Mas sei que essa atitude me levaria a continuar o looping de sofrimento e iria fazer com que eu continuasse a ignorar a natureza de minhas emoções, continuasse a varrer as coisas pra debaixo do tapete, me fazendo retornar pro lugar de onde quero sair. Evidente que a única forma de interromper o ciclo é parando de uma vez de consumir pornografia. Percebo também que se eu cair uma vez, vou estar reativando novamente os mesmos circuitos viciados, e que por esse motivo, uma queda nunca é uma queda isolada (ao menos comigo é assim; nunca caio somente uma única vez). Estou portanto, na fase de fortalecer em minha cabeça que pornografia não é mais uma opção; estou muito confiante nessa tentativa e vou usar de todo meu conhecimento pra ter sucesso dessa vez.

Bom, enquanto isso, vou alimentando a parte de mim que quer parar de consumir pornografia. Ao mesmo tempo, vejo que preciso de alguma ferramente adicional que permita um controle mais efetivo de minhas emoções. Eu sempre tive vontade de praticar meditação, era uma das minhas metas, mas até hoje não coloquei em prática. Vou me esforçar nesse sentido, pois acredito que a meditação pode abrandar emoções, e pelo visto vou precisar MUITO disso nos próximos dias.

Pra terminar, minha teoria é de que a maior parte disso tudo tem um fundo emocional, e de que esse lado é frequentemente menosprezado ou ignorado pela maioria das pessoas na nossa sociedade - o que é algo terrivelmente negativo e gera uma quantidade grande de problemas, como vícios, neuroses, descontroles de todo tipo, dentre outros.

Continuo na luta. Hoje, dia 9, não caio mais, mas esse turbilhão que me assaltou hoje pode retornar amanhã, então preciso colocar mais alguma arma em jogo pra ser bem sucedido na caminhada.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário Vierkenes

Mensagem  vierkenes em 2/5/2017, 13:26

Dia 12 do reboot.

Nesses três dias relaxei excessivamente no reboot. Parei com minhas leituras edificantes, parei com os exercícios físicos, bebi. Agora vejo que foi um erro e vou retornar imediatamente à vigilância dos dias anteriores; o vício é implacável e é melhor não brincar com ele. Felizmente estou na flatline e vou usar esse período pra fortalecer ainda mais os hábitos que vão me ajudar nessa batalha. Não deixei a peteca cair, isso é o mais importante.

Ontem foi um dia péssimo pra mim, pois cometi uma série de erros. Bebi ontem de tarde. Fiquei muitas horas jogando pela noite, o que me deixou excessivamente ansioso (já exclui o jogo, melhor assim). Depois tive uma conversa com meu pai que me deixou abalado. Juntou isso tudo e só fui dormir 6 horas da manhã, acordando 11. No momento, estou com muita vontade de consumir pornografia, mas vou segurar a onda porque sei que só estou sentindo isso porque meu corpo está desequilibrado (pela falta de sono) e que isso vai passar. A prioridade portanto é regularizar meu sono pra amanhã voltar com força total. Esse é o tipo de situação que tenho que evitar pois é muito propício para quedas.

Tenho sentido também o efeito dos gatilhos, principalmente na televisão. As vezes nem é um programa apelativo ou de cunho sexual, mas só o fato de ver determinada atriz em uma novela, ou então ver uma mulher de seios grandes e com decote já deflagra a compulsão. Reparei também que vídeos pornográficos específicos (que eu vi centenas de vezes na minha vida) estão constantemente aparecendo nos meus pensamentos. Ainda bem que esses pensamentos vêm e vão embora rápido.

Estou quase terminando o ebook (leio devagar, pois assim absorvo melhor o conteúdo). Outras leituras também tem me ajudado profundamente - digamos que encontrei a minha bíblia, hehe.

Por hoje é só.

_______________________________________
avatar
vierkenes

Mensagens : 124
Data de inscrição : 25/03/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum