Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Vencedor1989
Mensagens : 463
Data de inscrição : 10/09/2016
Idade : 28

Re: Diário Vierkenes

em 8/11/2017, 17:00
Também fico feliz por sua evolução e reforço o que o Marco disse, a marca de 21 dias é importante para o reboot. Realmente depois dos 21 dias ganhamos bons benefícios e mais confiança, mas não podemos nunca baixar a guarda. Sobre o computador de seu irmão, evite ele, como vem fazendo. Você mesmo falou que seu irmão está sempre ali, portanto diga a você mesmo que não tem o porque mexer e se fizer isso pode levar uma bronca ou ser pego no flagra. Enfim, continue nesse processo de evolução, não baixe a guarda. Continue postando no fórum, isso é muito importante, pois ajuda bastante o reboot. Para finalizar, como vão as atividades extranet? Abraço e tudo de bom.

_______________________________________
A dor da disciplina é muito menor que a dor do arrependimento.

Meu diário: http://www.comoparar.com/t3860-diario-de-vencedor1989
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 11/11/2017, 22:18
Corpo&mente, Marco, Vencedor 1989: obrigado pelas mensagens de apoio. Estou precisando bastante.

Bom, tem vários dias em que estou em um frenesi "louco" de consumo de pornografia, coisa que tinha algum tempo que não acontecia. Como não sou iniciante no fórum e verdadeiramente tenho a vontade de largar esse vício, decidi recorrer à "solução final". E a solução final consiste, conforme postou um membro do fórum aqui no meu diário (não lembro quem foi agora), no uso do modo "bloqueio total" do Blok Supreme. Com isso, vou bloquear TODOS os sites, com algumas exceções (os que eu colocar na lista de exceção, como email, facebook, o fórum, site de notícias, etc). TODOS os outros serão bloqueados. Vou bloquear até mesmo o google (não vai dar pra acessar nada...se alguém me enviar um link, por exemplo, seja lá pra que site for, eu não vou poder abrir). Bom, o sacrifício vale extremamente a pena, melhor abdicar de toda a internet do que continuar nesse vício. Caso eu precise realmente acessar alguma outra coisa, vou numa lan house e o problema está resolvido. Não poderia ser mais perfeito. Dessa vez vou enviar a senha pra um amigo virtual, é melhor que seja assim. Eu tinha enviado pro email de minha mãe, mas eu não posso confiar nela, pois aparentemente, mesmo sabendo do meu problema, ela não parece compreender a real gravidade da situação. Fora que com meu amigo virtual, a chance deu conseguir a senha é 0....o único motivo deu não excluir a senha definitivamente é o fato de que o computador pode, em algum momento, dar algum tipo de problema terminal. Mas eu acredito que a senha com meu amigo virtual vai me dar 99% de segurança.

Gostaria de dizer também que a essa altura do campeonato eu já cai na real de que o sucesso do reboot não vai resolver boa parte dos meus problemas. Continuo com a terapia, e é muito difícil, pois cada vez mais chego perto do que me causa extremo medo, cada vez mais me debato por estar perto de resolver a situação. Talvez isso tenha contribuído fortemente pra esse meu frenesi desses dias. Bom, se o reboot não vai resolver minha situação (e realmente não vai, agora está muito claro pra mim), pelo menos vou melhorar consideravelmente minha situação geral e quem sabe ter mais forças pra ir no cerne da questão.

Respondendo ao Vencedor1989 sobre as atividades extranet....estão péssimas. De uns dias pra cá, pior, pelo fato de ter consumido muita pornografia. Mas mesmo antes estava ruim. Eu luto desesperadamente contra a depressão, que apesar de não ser extremamente grave, me enche de desgosto, desesperança e tira o brilho de minha vida. Tenho poucos amigos, não consigo me conectar com as pessoas, estou sempre pessimista, não consigo sorrir e nem curtir um momento de descontração. Isso diminui com o tempo de reboot, mas não desaparece...continuo buscando os motivos que levam a isso, em que momentos piora, em busca de resposta. Aos poucos vou melhorando (ou então me conformo de vez que essa é minha condição). Talvez uns 30 dias de reboot me façam avaliar qual o peso real disso, aguardemos, portanto.

Creio que por hoje é o suficiente. Posto dentro de alguns dias pra dizer como foi o início do modo bloqueio total.

Até a próxima!

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 13/11/2017, 08:19
Hoje, dia 13/11 fica sendo o dia 1 do reboot.

Bom, eis o primeiro dia com o bloqueio total do computador. Eu já estava habituado a usar apenas 1 ou 2 horas por dia, e agora ficou muito melhor. Só entra o absolutamente essencial (email, sites de notícia, facebook e mais uns 3 ou 4 sites). Todo o resto é bloqueado, o navegador fecha na hora mesmo antes de terminar de digitar qualquer coisa. Com essa nova medida, as chances de consumir pornografia no meu computador pessoal vão a 0...não tenho mais como ficar no google pesquisando, buscando brechas, baixando programas ou dispositivos para burlar. Aliás, bloqueei o google também, já que usei ele diversas vezes para burlar. Finalmente chegou ao fim a fase de burlar e cair, isso simplesmente não vai mais acontecer. A senha está bem longe de mim, não tenho como conseguir. É claro que ainda é possível eu consumir pornografia (eu indo pra uma lan house e baixando pornografia em um pendrive, por exemplo), mas eu não farei isso. O mais importante é tirar a pornografia do alcance de curto prazo. Lembrando que todas as últimas vezes que cai com pornografia, foi através do meu computador pessoal e com a senha e mãos. Agora isso vai deixar de acontecer.

Hoje acordei mais otimista do que o normal, estou animado com essa nova tentativa e acho que vai dar bons frutos. Percebam que eu podia ter tomado essa medida do bloqueio total antes, mas tudo isso é um processo de vencer a resistência (que no meu caso é muito alta)....processo bem lento. Eu posso demorar pra terminar o reboot, mas eu vou conseguir. Pro dia de hoje, estou planejando sair pra resolver algumas coisas, depois caminhar por cerca de 1 hora, fazer uns alongamentos (volto pra dizer se consegui me exercitar ou não; incorporar isso à minha rotina é extremamente difícil, mas vou continuar tentando), talvez ir ao cinema, já que tá passando um filme que eu quero muito ver. Continuo com meu tratamento natural que citei vários posts atrás, o resultado é excelente, e vou continuar tomando afim de uma melhora firme e sólida.

Até a próxima!

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 19/11/2017, 16:50
Dia 7 do reboot.

Como o previsto, a primeira semana foi muito tranquila. Tenho sentido instabilidade em outros sentidos (ando muito nervoso, uma certa apreensão quanto a algumas coisas), mas o reboot em si foi tranquilo. Nesses 7 dias, me exercitei em 3 deles. Sai bastante com amigos também (o que não tem sido muito comum), o que levantou um pouco meu ânimo.

Não tenho muito o que relatar. É claro que ainda tenho muito o que melhorar, e me empenharei com mais força nessa segunda semana. Amanhã eu viajo a trabalho e só voltarei sexta feira, e não levarei computador (nem deve ter internet lá). Ou seja, até o dia 12 do reboot, estarei totalmente afastado de computador, internet e consequentemente de pornografia. O bloqueio total do meu computador pessoal continua.

Acredito que essa próxima semana deva ser tranquila como a primeira. As coisas devem começar a complicar a partir do dia 14. Até lá, irei aprimorar as medidas de bem estar, afim de me dar uma base melhor pra suportar o processo.

Meu próximo post será a partir do dia 12 do reboot, provavelmente no dia 14, quando completarei 2 semanas. Até lá!

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 25/11/2017, 08:24
Dia 13 do reboot.

Essa semana foi bacana. Tava num lugar legal, uma rotina diferente, relaxei um pouco. O reboot seguiu tranquilamente. Não estou tendo sonhos pornográficos, a fantasia com mulheres na rua está bem leve, de modo que não incomoda tanto. Estou na flatline, ainda.

Depois que terminei esse trabalho, fui pra casa dos meus pais. A situação aqui não é nada boa, mas mesmo assim eu tenho aprendido a conviver com isso da forma mais serena e equilibrada possível. Deu certo durante um tempo, consegui ficar aqui de modo mais ou menos harmonioso, e tem sido assim das últimas vezes que estive aqui. Ontem porém, não sei porque, mas tive um acesso de fúria e de raiva com a situação. Fiquei em um estado mental altamente negativo, discuti brevemente com minha mãe, consegui me conter pra não inflamar ainda mais a coisa. A vontade de beber veio com tudo, mas também consegui me conter. Saí, comprei uma carteira de cigarro, liguei meu notebook (sem internet praticamente), coloquei um fone, taquei um joguinho de super nintendo que tenho baixado no computador e fiquei jogando por umas 5 horas seguidas, ouvindo rock e fumando cigarro. Não é saudável, mas definitivamente bem melhor do que ir beber. Me senti desvitalizado depois de ficar jogando por tanto tempo, bateu uma vontade de consumir pornografia, mas como eu já tava meio cansado, fui dormir.

Achei que ia acordar pela manhã com um humor melhor, menos irritadiço, mas ainda na cama me deu raiva e outros sentimentos mais. De novo meu estado mental ficou bastante negativo. Acordei e fui extremamente grosso com minha mãe, pouco tempo depois pedi desculpas e decidi viajar pro interior, onde faço faculdade. Não gosto de ficar lá quando não tenho aula, moro praticamente sozinho, tenho poucos amigos e eu ficaria absolutamente só por vários dias, o que não é uma coisa que me faz bem. Por outro lado, me parece impossível ficar aqui na casa dos meus pais por mais dias. Eu acredito que, nesse momento, estaria melhor no interior, aproveitar pra limpar a casa, resolver umas coisas domésticas....vou levar o computador pra assistir filmes que eu já tenho baixado, que é o que vai me salvar. Tenho um trabalho acadêmico pra fazer, to levando uns livros. Fora que posso sair pra dar umas caminhadas longas. Ficando lá eu também fico mais protegido contra a pornografia (não tenho nenhum acesso a internet lá) e não passo estresse. Posso me deprimir um pouco, mas consigo suportar mais isso do que uma carga alta de estresse. Não sei porque me senti assim na casa dos meus pais, eu realmente estava conseguindo ter um certo controle sobre esses sentimentos, mas voltou a ocorrer ontem.

Devo viajar depois do almoço. Novamente, vou ficar sem nenhum acesso à internet até a semana que vem, o que é ótimo pros meus objetivos (o reboot). Se tudo ocorrer como eu planejo, chego pelo menos ao dia 19 sem consumir pornografia. Enquanto tiver acrescentando dia na conta do reboot, to achando ótimo. Amanhã (26/11) completo 2 semanas, que é geralmente, de acordo com o padrão dos últimos 2 meses, quando a coisa realmente começa a complicar. Vou reforçar ainda mais tudo o que tenho feito.

Até a próxima.

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 26/11/2017, 18:51
Uma queda no dia 14.

Explicando a situação: ontem pela manhã fui pra casa de um amigo. Conversamos bastante, desabafei com ele, jogamos....relaxei, descontrai e me senti melhor da tensão do dia anterior. Me sentindo mais leve, liguei pra minha mãe, me desculpei com ela e resolvi não viajar mais, retornando pra casa dos meus pais. Desde o dia 12, se acentuando no 13 e hoje, eu já sentia os primeiros sintomas da desintoxicação inicial do reboot (no meu caso, uma certa energia na parte inferior do corpo, sinto isso todas as vezes que entro nesse tempo inicial do reboot). Já pela manhã senti uma certa inquietação (talvez abstinência). Pela tarde explodi de novo com meu irmão. Eu até tive motivo pra me estressar, mas acredito que minha reação foi bastante desproporcional. Fiquei quieto no meu quarto jogando paciência, esperando o clima esfriar. Comecei a sentir vontade de consumir pornografia (ou de me masturbar, eu nunca sei diferenciar essa necessidade). No final da tarde, a sensação de inquietação forte na parte inferior do corpo aumentou muito. Como já estava ficando uma sensação incômoda, resolvi me masturbar pela primeira vez nesses 14 dias. Sem nenhuma fantasia, de olhos abertos (quando fantasio na masturbação, sempre fecho os olhos). Depois do orgasmo, a sensação desapareceu e eu me senti bem melhor. Mas ainda assim me sentia inquieto, talvez tenha a ver com o estresse e a situação toda aqui em casa. Ainda tinha em mente continuar no reboot de pornografia (apesar de que eu queria consumir pornografia!), mas como tudo aqui tá bloqueado, fiquei tranquilo, achando que não ia como ter acesso. De repente vou pro meu quarto, onde tem o computador de mesa (com senha). Minha mãe tinha usado o computador, depois foi dormir, e ela deixou o pc ligado. Quando eu vi o pc aberto, com a tela ligada, a casa silenciosa (todo mundo dormindo), eu não resisti. Assisti vários vídeos, me masturbei 2 vezes, depois desliguei o computador (não teria como ligar de volta). Saí de casa levemente decepcionado, e resolvi beber. Eu achava que queria me afundar no álcool, mas depois de beber uma única lata, vi que não queria beber. Voltei pra casa e não encontrei a brecha aberta (todos os pcs desligados ou bloqueados). E foi assim que eu caí hoje.

Se eu morasse sozinho, ou se dependesse só de mim, não haveria nenhuma possibilidade de consumir pornografia. Eu bloquearia direto no modem, colocaria senha, ou simplesmente cortaria a internet, sei lá. Mas...moro com minha família, todo mundo tem computador. Eu já providenciei o bloqueio com senha de todos os computadores, mas fico pensando que esse não é o real problema. Quero dizer...eu tenho que aprender a lidar com um eventual pc aberto na minha vida. Imagina só, se toda vez que eu vir um computador aberto eu consumir pornografia? Na verdade, eu comecei a sentir vontade de consumir pornografia no dia 13, antes disso nem passava pela minha cabeça. Não sei bem o que fazer, não quero dizer pra todo mundo da minha família que eu não posso ter contato com um pc aberto, e que por isso todo mundo sempre tranque/bloqueie/desligue ou sei lá o que.

Apesar da queda, estou bastante otimista. Estou fazendo grandes progressos na terapia, estou tendo contato com feridas antigas minhas, ainda abertas, e que possivelmente tem relação com meu vício em pornografia. Acho que o fato de estar perto de resolver um problema tão central na minha vida tem me deixado nervoso e ansioso, se for isso, não tem como evitar. Pelo menos o nervosismo não tá me impedindo de continuar seguindo em frente. Queria dizer também que minha compulsão por álcool e maconha caiu consideravelmente, o que é um ótimo sinal, indica uma grande melhora minha e aumenta minha chance de sucesso no reboot. Eu simplesmente não tenho sentido vontade nenhuma de beber, nem de fumar, e estou nessa a mais de 20 dias, acredito. Tive que beber uma lata pra perceber que eu não queria beber, e essa lata não foi suficiente pra me afetar, depois de uns copos de água estou me sentindo ok.

Meu próximo passo: voltar imediatamente pro reboot. Como expliquei nos posts anteriores, tudo aqui tá bloqueado. Existe a possibilidade (eventual) deu encontrar um pc aberto, mas não a hora que eu quiser. Não depende da minha vontade. Hoje mesmo teve uma hora que todo mundo aqui em casa saiu (sozinho em casa: gatilho), ficaram fora por quase 2 horas, e eu fiquei tranquilo, pois não tinha nenhuma possibilidade de acessar pornografia.

Se tiverem conselhos pra me dar, são bem vindos. Eu ainda posso aprimorar bastante meu reboot. Nunca me esqueci de uma dica de alguém aqui do fórum, que fazia uma ficha das atividades diárias, e através desse controle, tinha um indicativo da qualidade do reboot. Por exemplo, digamos que a pessoa se exercitou 6 dias da semana, e na semana seguinte, a mesma coisa. Isso é um indicativo de uma chance menor de cair. Pretendo fazer a mesma coisa a partir de amanhã.

Como estou habituado aos primeiros 10 dias do reboot, e pra não tornar o diário muito cansativo ou repetitivo, devo postar só lá pelo dia 10 mesmo. Até a próxima!

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 9/12/2017, 22:13
Dia 7 do reboot.

Mais uma tentativa. No último post, disse que ia começar imediatamente o reboot. Na verdade, ainda recai algumas vezes por mais 2 ou 3 dias, e hoje estou no dia 7.

Aconteceu uma coisa bastante especial pra mim esses últimos dias, que acredito que vai fazer toda a diferença no reboot. Eis o relato: quem acompanha o meu diário sabe que eu sou (era!) virgem, e que sexo sempre foi sinônimo de frustração pra mim. Acontece que a pouco tempo atrás eu conheci uma pessoa muito especial, nossa interação é fenomenal e depois de sair juntos algumas vezes, eu finalmente perdi minha virgindade, aos 28 anos. Como se não bastasse perder a virgindade, entrei em uma maratona louca de sexo nos últimos 4 dias, fui pra casa dela e ficamos o tempo todo transando, ou então agarrados, ou abraçados, ou fazendo carinho um no outro, coisa que a 3 ou 4 meses atrás eu achava que nunca iria acontecer. Eu desmitifiquei totalmente o corpo da mulher, e isso faz um impacto grande no reboot. Eu fiz boa parte do que eu via no vídeos, e vi que é totalmente diferente. Percebi que felizmente minha prática sexual não foi distorcida pelo consumo de pornografia. Passei a olhar o corpo das outras mulheres na rua com muito mais naturalidade, achando-os....completamente naturais. Estou me habituando a ver e tocar o corpo feminino com muita naturalidade, e isso vai na contramão da pornografia, que torna o corpo da mulher um objeto, um culto, uma obsessão ou uma paranoia. Essa menina com quem estou ficando é ótima pessoa, aparentemente a coisa vai andar pra frente, pois nossa interação é muito boa. Sinto que podemos ajudar um ao outro nos nossos desafios, nos incentivar. Sinto que estou bem mais leve, me sentindo mais livre e mais desenvolto com várias coisas, desde de que comecei a ficar com ela, diria até mesmo que pessoas próximas vão notar bastante alguma diferença em mim. Notei que estou sorrindo bastante, e sem motivo. Estou me sentindo feliz. Outra boa notícia é que eu não tenho DE, inclusive no dia que transamos pela primeira vez eu estava na flatline, minha libido estava baixa, eu não estava sentindo muito desejo por ela, mas ela, com paciência, acabou fazendo com que eu me excitasse, e então tive uma ereção normal. Ainda em relação ao sexo, foi espetacular, mas observei que eu não tive orgasmo, e acredito que isso pode ter a ver com o reboot. Me lembro, por exemplo, que uma vez me masturbei no dia 20 e poucos do reboot hard mode e tive um orgasmo muito forte. Será que com a continuação do reboot em hard mode, e com uma eventual transa eu vou ter orgasmos normalmente?

Por hoje é só. Acredito que esse fato desses últimos dias significa uma guinada muito forte em relação à vitória, visto que praticamente realizei um sonho, entendi que sexo não precisa ser frustração, que não preciso ficar me masturbando na frente de uma tela, que posso desejar e ser desejado por uma mulher, que isso é absolutamente normal, e que o próprio corpo feminino é algo absolutamente normal. Talvez dessa vez eu consiga ultrapassar facilmente os 15 dias.

_______________________________________
avatar
Brit
Mensagens : 1103
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Re: Diário Vierkenes

em 10/12/2017, 07:49
Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy PQP! PQP! PQP! Vc conseguiu mano!!!!!!!! Que felicidade eu sinto por vc Vierkenes!
Sei exatamente como são todos esses sentimentos que vc descreveu... Muito bom saber que esse acontecimento se deu com uma garota bacana, uma parceira de verdade, vc merece sim ser amado e desejado, parabéns por toda paciência que vc teve cara, essa é uma grande lição que vc compartilhou com a gente, vc respeitou o tempo das coisas acontecerem e foi presenteado com um sexo mto bom e com uma pessoa legal! Embora vc fosse virgem e eu sei que isso era apenas uma consequência de várias questões mal resolvidas na sua vida, vc não fazia disso o cerne principal das suas preocupações, vc teve paciência e as coisas aconteceram quando tinham que acontecer. A gente não deve se comparar com os outros! No final as coisas deram certo! Tenha certeza de que esse é sim um passo importante na sua vida. É tudo mérito seu!
Fiquei mto feliz com essa notícia mano! Que bom que vc deu uma pausa haha e veio aqui compartilhar com a gente Very Happy
Fica tranquilo aí brother! As coisas vão se acertando aos poucos... logo o sexo ficará melhor e vc vai ter orgasmos normalmente, só não se compare com os outros e esqueça tudo que via na P, pois sexo de verdade não tem a ver com aquilo que aprendemos (ao menos é o que dizem rsrs).
Cuida da sua garota aí irmão, mas não esqueça de cuidar de vc cara! Se mantenha absolutamente ocupado, ao menor sinal de uma recaída tome atitudes que seja sair de casa ou se jogar embaixo de um chuveiro gelado, não pense duas vezes, vai lá e faça! Evite ficar mto tempo na net e próximo a dispositivos que tenham acesso a net. Vá viver a vida lá fora! Quando for pra usar o pc, coloque como obrigação vir aqui no fórum antes, pois aqui a gente se fortalece e assim vc diminui as chances de fazer besteira.
Força aí parceiro! Parabéns! Abraço!

_______________________________________

Recomeçar - relato do meu 90º dia de reboot:
http://www.comoparar.com/t4440p525-diario-do-brit#136565
Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 17/12/2017, 07:43
Obrigado pelo apoio, Brit.

Dia 15 do reboot.

Não tenho muito o que contar, a não ser o relativo a C. (vou chamar assim, a menina com quem estou me relacionando). Conheci ela (pessoalmente, pois já vinhamos conversando pela internet desde antes) a menos de 10 dias, e não desgrudamos um único minuto.Dormindo juntos quase todo dia, dividindo tudo, transando quase todo dia....realmente não é uma aventura qualquer, e sim algo muito intenso. Eu estou bastante envolvido emocionalmente, afetivamente e sexualmente e ela também. Ainda é cedo pra saber onde isso vai dar ("nós quase não nos conhecemos", ela me disse ontem), mas a minha vontade é que isso prossiga e que possamos construir algo juntos (um relacionamento sério). Acredito que ela também quer isso, mas ela tem muito medo e receio, devido a relacionamentos anteriores onde ela sofreu bastante. Serei paciente e aguardarei o tempo dela.

Ainda em relação ao sexo, continuo sem ter tido orgasmo. O sexo é bom, mas sem orgasmo realmente fica faltando alguma coisa. Ontem a gente transou, eu fiquei extremamente excitado, mas senti que não ia conseguir ejacular. Como eu queria muito, comecei a me masturbar (ela percebeu o que eu queria e não se importou), fiquei um tempo me masturbando do jeito usual e não consegui ejacular de jeito nenhum, dai desisti. Disse a ela que aquilo não tinha a ver com ela (me sinto a vontade com ela, desejo ela, sem medo, sem ansiedade, sem nada disso), mas com o meu corpo mesmo. Vocês acham que eu devo seguir o reboot com abstinência de sexo? Ou não devo me preocupar com isso, já que meu objetivo principal é parar de consumir pornografia e "religar"? Vou ter um pouco mais de paciência com meu corpo, pois acredito que se eu continuar certinho no reboot, uma hora terei meu tão desejado orgasmo.

Quanto ao resto, não tenho muito o que falar. Resolvi ficar na cidade onde estudo esse fim de semana, pra ficar com C. e também garantir o reboot até o dia 20 (aqui não tenho internet, nem computador, então a chance de cair com porn é zero). Deixei as coisas da faculdade um pouco de lado pra vivenciar todas essas coisas que eu sempre quis, mas acho que está tudo sob controle, estou com os trabalhos em dia e com as faltas sob controle.

Finalmente consegui superar os 15 dias, e ao que tudo indica, dessa vez irei mais longe ainda. Sem dúvidas que esse quase namoro foi o maior incentivo possível pra largar essa porcaria desse vício. No meu caso, isso é ainda mais significativo, pois eu consegui vencer um bloqueio muito grave de minha sexualidade, um problema fortemente enraizado, um grande peso que carregava comigo a mais de 10 anos...eu devo estar uns 100 kg mais leve, fácil. Durante muito tempo eu achei que era impossível, que eu nunca ia conseguir. Mas aqui estou.

Agora me sinto plenamente capaz de terminar o reboot. Até a próxima, companheiros!


_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 23/12/2017, 07:44
Dia 21 do reboot.

Depois de vários dias de amor, carinho, comida e sono, veio as férias da universidade e tanto eu quanto ela retornamos pra nossas cidades. Depois que me separei dela que eu consegui observar o quanto esse contato fez muitíssimo bem pra minha vida de modo geral; estou me sentindo bem mais conectado com as pessoas. Estou mais prestativo em casa, ajudando mais com tudo. Estou vendo graça e prazer onde antes não via nada. Saio de manhã pra andar e fico muito satisfeito com isso. Outra coisa, realmente. Minha religação agora vai a mil. Vai ser extremamente prazeroso e satisfatório encontrar meus amigos, por exemplo, ou ir pra praia de manhã.

Ao chegar em casa, me deparei com a mesma situação de sempre; muito caos. A situação de minha mãe não é boa, mas dessa vez eu estou disposto a fazer a minha parte pra tornar o ambiente familiar melhor pra mim e pros outros. Talvez seja difícil, mas estou disposto a tentar. Vou ficar na casa dos meus pais até o final de janeiro, os PCs já estão todos bloqueados, com excessão do computador de meu irmão...ontem ele saiu e deixou o notebook abertão em cima da mesa, eu não tava pensando em pornografia, nem em nada próximo, mas só o fato de ver o computador aberto na minha frente já me deu muita agonia, e pior ainda pensar que isso vai se repetir, pois é o hábito dele. Estou no dia 21 do reboot, e ainda não tive nenhum momento de fissura, pmo não veio em nenhum momento em minha cabeça, muito pelo fato de que estou realmente satisfeito pelos últimos dias. Mas de qualquer modo, isso é uma situação extremamente preocupante. Estou pensando em lidar com isso apenas com minha força de vontade. Poderia, em um caso extremo, pedir pra ele mudar a senha (que eu sei), mas não quero fazer isso, pois não tenho abertura com meu irmão, não quero que ele desconfie de nada, ou ache alguma coisa estranha. Ontem entrei no facebook e fiquei por muito mais tempo do que o normal conversando com C. Ela é, realmente, um grande incentivo pro reboot, pois na minha cabeça, eu devo "me resguardar" pra ela, me entregar à ela "limpo" e pleno, não intoxicado ou com minhas energias roubadas pelo vício. Só o fato de conversar com ela pelo facebook já ajuda muito a eliminar a vontade e fortalecer o desejo de não querer mais me envolver com isso.

Tenho alguns planos pra essas férias, entre eles me exercitar diariamente (acho que consigo dessa vez). Ontem, que foi o dia que eu cheguei, arrumei algumas coisas, hoje tem uma reunião familiar que eu irei, vai ser bom, acho que vai fortalecer meu espírito. No início dessa semana que vem devo resolver várias coisas...quero aproveitar o final pra adiantar uma série de processos, limpar a coisa toda, esse tipo de coisa.

Superei os 15 dias, que tinha tempo que eu não superava. Minha meta agora é chegar até janeiro limpo, e com mais de 1 mês de reboot. Eu não vou medir esforços para isso, é definitivamente o que eu mais quero no momento, vou fortalecer sempre essa vontade, pra que ela continue queimando dentro de mim. Meu irmão viaja dia 28, ele vai levar o computador, ai vai ficar mais fácil ainda.

Por enquanto é isso. Desejo força a todos os companheiros de reboot. Vamos continuar fortalecendo uns aos outros, pois assim chegamos mais longe!

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 23/12/2017, 09:21
P.S: Vou pedir hoje mesmo pro meu irmão mudar a senha do computador dele. Com certeza absoluta isso pode ser um fator de queda em um futuro próximo, como já aconteceu outras vezes. Com essa última medida, acredito ter feito todo o possível para tornar meu reboot 100% seguro, totalmente à prova de falhas, sem nenhuma brecha. Com fé em Deus, essa é a minha última e definitiva tentativa de concluir todo esse processo.

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 27/12/2017, 22:37
Uma queda, no dia 26.

Sem muito o que comentar. Foi uma queda absolutamente consciente.

Falei com meu irmão pra colocar senha no computador dele, ele disse que ia ver como faz (ele deve saber, é um windows 8 ou 10), mas não colocou até agora, o que me dá a entender que ele não quer colocar senha nenhuma. Foi muito difícil pra mim pedir isso pra ele, já pedi uma vez e não vou pedir de novo, vou ter que lidar com esse computador na força de vontade mesmo, não tem jeito.

Não vou chegar em janeiro com 1 mês limpo, como eu queria, mas continuo bastante esperançoso nessa tentativa. O fato de estar me relacionando com alguém me levou a novo patamar do reboot. Tem 5 dias que estou me exercitando diariamente, se eu conseguir fazer isso pelos próximos 5 dias, será um sucesso.

Fora isso, o fato de que estou ficando doente (o que também influencia na queda; toda vez que fico doente, minha vontade e minha força fica debilitada). Agora vou me esforçar pra não piorar, não ter que tomar algum medicamento forte que vai me zoar muito. Essa é minha prioridade no momento. E, claro, retomar imediatamente o reboot, impedindo o meio pelo qual acessei pornografia hoje. Todo o radicalismo é pouco, e estou disposto a tal atitude.

Por enquanto é isso.


_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 28/12/2017, 16:35
Voltei hoje ao fórum e resolvi esclarecer um pouco mais o motivo de minha queda, uma espécie de breve desabafo.

Eu não tava com vontade de consumir pornografia. Mas o fato é que teve mais um acontecimento ligado à minha vida familiar, que sinceramente, é muito ruim. As palavras de meu pai tiveram um impacto negativo muito forte sobre mim, fiquei mal por vários dias, achei que tava tudo tranquilo, mas não tava, e percebi isso quando comecei a sentir vontade de beber e fumar maconha, com certeza absoluta desencadeado por esse acontecimento. Como a situação perdurou por vários dias, eu larguei o foda-se e bebi muito, e fumei muita maconha também. Cheguei em casa alcoolizado e chapado, entrei e vi que minha mãe tava usando o computador de mesa (geralmente ela desliga depois que usa, depois que pedi a ela pra sempre fazer isso). Pedi a ela pra usar, fiquei conversando com C., que por acaso tava no facebook. Conversar com ela diminuiu bastante minha aflição, eu fiquei bem melhor, mas meu pai veio e falou alguma coisa escrota comigo, mais uma vez, daí eu taquei o velho porn e me masturbei, sem nenhuma culpa, pois a revolta era maior do que tudo. Se não tivesse me masturbado, teria enchido a cara até vomitar, ou algo do tipo. Não cai por fissura ou desejo específico por pornografia.

Só esclarecendo mesmo. Problemas todo mundo tem, e os vícios de modo geral (tanto de drogas, como de pornografia) são muitas vezes formas de não encarar de frente, de resolver, ou qualquer coisa do tipo. Eu, por enquanto, vou tentar fortalecer a minha fé no Criador, que é a única coisa que pode realmente me ajudar a suportar as coisas da vida. E paralelamente, vou planejando também o meu futuro próximo, não posso ficar pra sempre submetido à paranoia, neurose e delírio dos outros, ou a uma situação que me incomoda profundamente. Estou ficando muito cansado disso, ficando mais consciente dos meus caminhos e do que é melhor pra mim, não quero ficar nesse esquema e vou começar a batalhar pra sair disso. Estou de férias da universidade até final de janeiro, é um período extremamente delicado pra mim. Mas vamos que vamos.

Tem muito trabalho pela frente, mas estou animado (apesar de no momento, fragilizado pela doença, que ainda não se instalou com força).  Dia 28/12 fica sendo o dia 0 da minha nova tentativa, depois de cair depois de 26 dias. Se eu espaçar minhas recaídas e aumentar o tempo de abstinência, já ficarei satisfeito. Vou manter, por enquanto, meu padrão de postar de 7 em 7 dias. Aguardem por mim, e em breve estarei aqui postando que estou a 7 dias limpo.

Muita força e fé pra todos! Tenham paciência e trabalhem, que todos colheremos os frutos, na hora certa!

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 3/1/2018, 09:16
Atualizando minha situação: depois de 26 dias de reboot, cai no dia 28. Me masturbei algumas vezes nesse dia e consegui engatar logo depois um reboot de...6 dias. Cai mais uma vez hoje.

A situação aqui em casa está a pior possível. Claro que não é desculpa, mas piora o processo todo, diminui as chances de sucesso. Estou tomando algumas medidas pra situação ficar aceitável, acho que vai dar certo.

Meu notebook quebrou. Agora estou sem computador, exceto o de mesa, que tem senha, e o do meu irmão. Resolvi criar um usuário não adm no computador de mesa, pois eu sei que vou querer usar internet em algum momento, prefiro ficar usando aqui do que o computador de meu irmão. E aí eu peço a ajuda de vocês: tem alguma forma de bloquear apenas um dos usuários de um computador? Uso um windows 7. No momento, estou com esse usuário disponível pra acesso, está totalmente sem bloqueio, estou pesquisando alguma forma de bloquear esse usuário, não to encontrando uma resposta. Baixei o K9, ele pede a senha do adm pra abrir o arquivo de instalação, o que me faz supor que funciona em todos os usuários. Em último caso, bloqueio o pc todo, já que meu irmão usa aqui muiiiiito raramente, mas quero evitar fazer isso. Preciso da ajuda de vocês.

Hoje, dia 3/01, fica sendo o dia 0 de minha nova tentativa. Talvez eu volte aqui só com mais de 10 dias, pro diário não ficar chato ou repetitivo. Por favor, comentem algo! Sei que tem bastante gente que lê, mas preciso de feedback!

Até a próxima!

_______________________________________
salazaryuri
Mensagens : 129
Data de inscrição : 30/12/2017

Re: Diário Vierkenes

em 3/1/2018, 09:37
Amigo,

Incrível essa sua força de vontade. Eu não li seu diário todo porque é bem longo, mas eu vi que teve várias tentativas. Eu acho que nunca vi algo assim. Você já tentou e caiu várias vezes, mas você não desiste! Isso é impressionante!

A única dica que eu posso lhe dar, se é que já não falaram antes, é o que tem me fortalecido bastante para enfrentar meus problemas tanto emocionais como pessoais é a religião. Eu me converti nesse processo, sou cristão, vou em igreja católica ou evangélica. A questão é que nesses lugares você vai socializar com pessoas maravilhosas, receber carinho, amor etc. E também existem os pastores/padres que você pode confessar e eles vão orar com você, vão te ajudar.

O fórum é maravilhoso, mas ter ajuda pessoalmente é ainda melhor.

Enfim, não estou aqui pra te convencer. Mas não custa nada se dar essa chance.

Grande abraço!

_______________________________________
http://www.comoparar.com/t6590-diario-salazar-yuri

Convidado
Convidado

Re: Diário Vierkenes

em 4/1/2018, 21:12
vierkenes escreveu:Dia 7 do reboot.

Mais uma tentativa. No último post, disse que ia começar imediatamente o reboot. Na verdade, ainda recai algumas vezes por mais 2 ou 3 dias, e hoje estou no dia 7.

Aconteceu uma coisa bastante especial pra mim esses últimos dias, que acredito que vai fazer toda a diferença no reboot. Eis o relato: quem acompanha o meu diário sabe que eu sou (era!) virgem, e que sexo sempre foi sinônimo de frustração pra mim. Acontece que a pouco tempo atrás eu conheci uma pessoa muito especial, nossa interação é fenomenal e depois de sair juntos algumas vezes, eu finalmente perdi minha virgindade, aos 28 anos. Como se não bastasse perder a virgindade, entrei em uma maratona louca de sexo nos últimos 4 dias, fui pra casa dela e ficamos o tempo todo transando, ou então agarrados, ou abraçados, ou fazendo carinho um no outro, coisa que a 3 ou 4 meses atrás eu achava que nunca iria acontecer. Eu desmitifiquei totalmente o corpo da mulher, e isso faz um impacto grande no reboot. Eu fiz boa parte do que eu via no vídeos, e vi que é totalmente diferente. Percebi que felizmente minha prática sexual não foi distorcida pelo consumo de pornografia. Passei a olhar o corpo das outras mulheres na rua com muito mais naturalidade, achando-os....completamente naturais. Estou me habituando a ver e tocar o corpo feminino com muita naturalidade, e isso vai na contramão da pornografia, que torna o corpo da mulher um objeto, um culto, uma obsessão ou uma paranoia. Essa menina com quem estou ficando é ótima pessoa, aparentemente a coisa vai andar pra frente, pois nossa interação é muito boa. Sinto que podemos ajudar um ao outro nos nossos desafios, nos incentivar. Sinto que estou bem mais leve, me sentindo mais livre e mais desenvolto com várias coisas, desde de que comecei a ficar com ela, diria até mesmo que pessoas próximas vão notar bastante alguma diferença em mim. Notei que estou sorrindo bastante, e sem motivo. Estou me sentindo feliz. Outra boa notícia é que eu não tenho DE, inclusive no dia que transamos pela primeira vez eu estava na flatline, minha libido estava baixa, eu não estava sentindo muito desejo por ela, mas ela, com paciência, acabou fazendo com que eu me excitasse, e então tive uma ereção normal. Ainda em relação ao sexo, foi espetacular, mas observei que eu não tive orgasmo, e acredito que isso pode ter a ver com o reboot. Me lembro, por exemplo, que uma vez me masturbei no dia 20 e poucos do reboot hard mode e tive um orgasmo muito forte. Será que com a continuação do reboot em hard mode, e com uma eventual transa eu vou ter orgasmos normalmente?

Por hoje é só. Acredito que esse fato desses últimos dias significa uma guinada muito forte em relação à vitória, visto que praticamente realizei um sonho, entendi que sexo não precisa ser frustração, que não preciso ficar me masturbando na frente de uma tela, que posso desejar e ser desejado por uma mulher, que isso é absolutamente normal, e que o próprio corpo feminino é algo absolutamente normal. Talvez dessa vez eu consiga ultrapassar facilmente os 15 dias.

Oi, amigo! Nossa que história, hein. É muito bom ler uma história como a sua. Eu sinto uma energia bacana que passa para mim e me faz querer compartilhar as minhas e motivar também outras pessoas.

Eu também conheci uma garota que está sendo muito importante para mim. Tocar o corpo dela é como tocar um tesouro muito valioso. Sinto que estou amadurecendo como homem em relação a sexo. Isso é bacana!
avatar
Marco
Mensagens : 1723
Data de inscrição : 09/01/2017

Re: Diário Vierkenes

em 9/1/2018, 19:44
Vierkeness leio seu diário mas não participo muito dele. Vc tem uma grande história de força de vontade e superação aqui. E tem alcançado grandes conquistas. Parabéns!

Também tenho caído por causa de estresses emocionais. Mas a receita é simples: Resistência e ocupação de tempo (atividades).

Se motive em tudo aquilo que vc conquisto e parta para a vitória definitiva campeão. Sucesso!

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 16/1/2018, 09:38
Primeiro, as respostas.

salazaryuri: eu realmente fiquei mais estimulado depois de ler sua primeira frase. É muito bom ver o reconhecimento dos colegas aqui do fórum, mais ainda quando muitas vezes eu mesmo não consigo ver o quão persistente estou sendo. Obrigado por me fazer ver isso com mais clareza. Quanto à religião, eu creio muito na doutrina espírita. Na outra cidade em que eu ficava, eu ia as vezes ao centro...não ia com regularidade, é verdade (e a regularidade é uma das melhores coisas para se colher um benefício realmente sólido, todos aqui sabem disso). Eu ia quando sentia vontade ou então quando estava muito mal, e em ambas as situações eu me sentia melhor. O senso de comunidade também é muito bom. Mesmo que eu não veja aquelas pessoas em outros lugares, sei que elas pensarão em mim, e que esses bons pensamentos vão acabar repercutindo de alguma forma. Tem vários dias que eu quero ir no centro espírita, não vou deixar passar de hoje. Sua dica foi ótima, só reforçou meu sentimento de que estou em falta com minha vida espiritual, e isso não é nada bom, ainda mais pra quem enfrenta problemas com vícios...muito difícil ganhar essa batalha sem o fortalecimento do lado espiritual. Obrigado.

Macho Alpha: legal saber que passo uma energia boa. Isso que você falou, "tocar o corpo dela é como tocar um tesouro muito valioso", isso é realmente uma sensação maravilhosa. Amadurecer em relação ao sexo é algo fundamental na vida de todos. Talvez ainda mais fundamental para nós, viciados em pornografia, pois é um vício ligado à...sexo. Totalmente ligado à parte sexual, aliás. Isso pode afetar o sujeito de 2 formas: ou ele perde a sensibilidade e a capacidade de se relacionar com sua própria sexualidade (ai se inclui DE, ou, num caso mais extremo, a total falta de contato íntimo e sexual), ou então ele descamba pra prosmicuidade (perde o afeto pela parceira, recorre constantamente à prostitutas, etc). Fora todos os outros problemas. O vício em pornografia é um grande empecilho para a manifestação saudável da vida sexual, simplesmente lima essa força tão forte e poderosa, que pode nos levar longe, se usarmos da forma correta.

Marco: obrigado por me lembrar de que já consquitei muito até aqui. Falho muito na ocupação de atividades, mas minhas férias vão acabar e vou voltar pra rotina normal. O que eu conquistei serve de motivação pra mim. Melhor ainda pra sentir isso é voltar pro início do diário e ver o estado de total desespero em que cheguei aqui...lamentável. Mas já se foi a época em que pornografia era um hábito irrestrito e diário. Nem sei o que seria de mim se não tivesse conhecido o fórum.


Atualizando minha situação: meu último post foi no dia 3/1. Como disse antes, meu computador perfeitamente bloqueado quebrou. Fiquei uns dias usando outro computador, e caí muitas vezes, por vários dias. Eu já estava mal por vários motivos, daí cometi o erro de iniciante, que foi o de ficar usando um computador sem nenhum bloqueio, por vários dias. NÃO FAÇAM ISSO. NÃO FIQUEM USANDO UM COMPUTADOR SEM BLOQUEIO POR VÁRIOS DIAS! Fiquei uns 4 ou 5 dias me masturbando diariamente, mais de uma vez por dia, a depressão e a desesperança bateram forte, e aí tomei a atitude de colocar o K9 no pc. Ele bloqueia todos os usuários (tentei fazer com que bloqueasse só o meu usuário, mas não consegui). Depois que instalei o K9, fiquei usando o computador na tranquilidade. Depois disso, arranjei um notebook velho, pouco potente, com o Windows. Não tinha como usar ele com Windows, travava muito, ia passar muito estresse. Como tenho interesse em um notebook, resolvi instalar o ubuntu nele, e nesse momento estou usando esse notebook, com o ubuntu instalado.

Estou usando esse notebook sem nenhum bloqueio, no momento. A vários dias, por sinal. Consegui controlar o estresse, aparentemente estou na flatline, então não devo cair nos próximos dias. Eu não bloqueei imediatamente com o K9 pelo fato de estar Linux. A primeira coisa que fiz quando instalei o ubuntu foi pesquisar como bloquear pornografia nesse sistema. Cheguei a pensar que se eu não descobrisse uma forma satisfatória de bloqueio no linux, não iria ficar com o computador. Pesquisei, pesquisei e pesquisei. Descobri um programa chamado Squidguard, tentei instalar, mas logo percebi que qualquer tentativa de bloqueio no linux sem nenhum conhecimento sobre o sistema e sobre o terminal seria inútil. Continuei usando sem bloqueio, vendo aulas no youtube sobre como usar o terminal. Aprendi o básico do básico, apenas o elementar, e fazendo pesquisas no google, tentei configurar de novo o squidguard, mas não consegui (mas avancei, ao menos). Depois de ver que nenhum desses programas mais conhecidos (K9, Kurupira, Qustodio) roda no linux, vim aqui no fórum e descobri um único tópico sobre um usuário que roda linux.

Por ora, seguindo os conselhos desse usuário, vou fazer um sistema de bloqueio efetivo, mas não infálivel. O que eu quero dizer com isso? Que vou barrar o acesso imediato e irrestrito de pornografia, não vou poder consumir pornografia com 2 ou 3 cliques, em apenas alguns segundos. Por outro lado, se eu me dedicar um tempo ao desbloqueio (10 minutos? 20 minutos?), talvez eu consiga desbloquear. Por enquanto estou apostando na minha falta de habilidade com o sistema (paradoxamente, se eu for mesmo optar pelo linux, e se eu aprender a mexer melhor com ele, quanto mais eu aprender sobre o sistema, mais fácil vai ficar pra eu desbloquear o que eu quiser). É o que eu farei por enquanto, enquanto não decido se fico mesmo com o computador, enquanto não descubro uma opção melhor. Pelo menos os próximos dias estarão garantidos. Aliás, pra quem se interessar, meu método de bloqueio escolhido consiste na edição dos arquivos hosts, com o uso de um comando pra tornar o arquivo imutável depois da alteração, e também com o uso do ProCon Latte, extensão para Firefox. Vou testar essa dupla e ver no que dá.

Esqueci de dizer que estou no dia 5 do reboot. Vou terminar o processo de bloqueio hoje (tem vários dias que estou tentando fazer isso, mas agora que tenho o conhecimento mínimo, já dá pra fazer). Minha situação geral aqui não está nada boa (péssima, na verdade!). A boa notícia é que vou viajar dia 19, e nessa viagem pretendo descansar e reestabelecer minhas energias, que estão muito baixas depois de ficar submetido tanto tempo ao estresse. Não vou levar computador...vou ficar distante disso. No dia da viagem estarei no dia 8 do reboot, um início. Devo ficar lá por 7 ou 8 dias. Como vou pra um lugar ótimo, na companhia de um excelente amigo, acredito que vai ser uma grande oportunidade pra religar, tomar banho de cachoeira, ficar em contato com a natureza...todas essas coisas que só fazem bem, e que vão ser benéficas pro processo. Outra coisa boa é que no retorno da viagem, eu volto pra universidade. Férias são, de longe, o pior período pra mim, em todos os sentidos. Se eu pudesse, nem teria férias, tiraria, só 1 semana pra viajar e voltaria pra atividade....mas enfim.

Por enquanto é só, e espero que meu próximo post seja sobre o dia 14 ou 15 do reboot.

Até a próxima!

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 1/2/2018, 13:13
Dia 21 do reboot.

MInha situaçốao em relaçâo ao reboot está muito boa. 21 dias, o que é uma boa meta. Estou oficialmente namorando, com a mesma menina com quem perdi a virgindade. Estou com minha vida sexual ativa, com muita intimidade, carinho e cumplicidade, algo realmente muito bom de se vivenciar. Sem nenhum sinal de DE até o momento, apesar do fato (e aqui peço auxílio a vocês, pra saber se isso tem relação com o vício) de que eu não consigo de jeito nenhum ejacular com penetração. Eu sinto muito prazer, muito próximo dela, tudo perfeito, mas não gozo. Ela disse que quer me ver ejacular, mas eu disse que não quero que ela me masturbe, nem eu quero me masturbar, justamente pra ver se consigo ejacular na penetraçâo. Já deixei claro que não é nada com ela (ela acha que é).

Estou também, aos poucos, fortalecendo minha vida espiritual. Estou indo pelo menos 1 vez por semana ao centro espírita, e sei que se eu fizer isso sempre, vou sentir bastante diferença. É algo que vai me fortalecer em todos os sentidos.

Pra concluir, estou planejando ficar na cidade onde estudo, tanto pra ficar com ela, quanto pra dar um tempo de casa (situação familiar ruim como sempre). Acredito que vai ser melhor assim, pois consigo organizar melhor minha vida, tenho mais tranquilidade e paz, posso me dedicar melhor aos meus estudos e o principal pro reboot: ficar sem conexão com a internet. Estou na casa dos meus pais, volto pra lá no sábado, e então eu não terei acesso à internet, o que vai ser um fator totalmente fundamental pra que eu atinja 30 dias ou mais.

Por enquanto é só. Até a próxima!

_______________________________________
avatar
Marco
Mensagens : 1723
Data de inscrição : 09/01/2017

Re: Diário Vierkenes

em 7/2/2018, 08:59
Olá amigo, parabéns pelas conquistas. Continue nesse caminho.

Sobre não conseguir ejacular com a penetração parece ser sim um sintoma do vício. Em alguns ele causa Ejaculação precoce em outros ejaculação retardada isso porque o vício acaba com sua sensibilidade. Por isso mantenha-se firme no reboot enquanto seu cérebro restaura a sensibilidade que foi perdida com a PMO.

Sucesso!

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 15/2/2018, 13:39
Obrigado, Marco. Estou aqui, firme no reboot.

Dia 35 do reboot.

Tudo seguindo com relativa tranquilidade. Ficar sem internet é a melhor coisa que um rebooter pode fazer e isso está sendo fundamental no meu processo. Quem tiver como fazer isso, recomendo. Pelo menos durante o período inicial, pra dar aquela desintoxicada. Praticamente perdi o hábito de navegar na internet, de ficar ocioso na frente do computador.

O namoro também segue bem, assim como a vida sexual, embora aparentemente eu sofra de ejaculação retardada induzida pelo consumo de pornografia. Em uma transa recente, eu senti que estava muito perto de atingir o orgasmo, mas demorou tanto que eu fiquei exausto antes e desisti. As vezes dá uma angústia o fato de não conseguir gozar, é algo ruim (principalmente pra mim, suponho). Algumas vezes, depois da penetração e de todo o resto, eu e minha parceira praticamos masturbação juntos: evidentemente é algo radicalmente diferente de se masturbar sozinho ou com pornografia. Com relação à masturbação, e se eu realmente sofrer de ER pela pornografia, acham que eu deveria continuar o reboot no hard mode?

No dia 24, mais ou menos, eu tive minha primeira fissura por pornografia, nessa tentativa. Senti um desejo crescente ao longo do dias, até que ficou forte e eu simplesmente me masturbei e pronto (estava sem acesso à internet, sem possibilidade nenhuma de consumir pornografia). Depois disso, a vontade passou. Situação mais complicada ocorreu hoje de manha. Passei o carnaval com a namorada e um amigo dela, eles entraram no esquema das drogas (muito álcool, maconha e outras coisas mais), como eu estava com eles, acabei entrando na onda. Geralmente ela não é disso (se ela usasse drogas constantemente, talvez eu nem estivesse com ela), e eu me permiti por estar em período de carnaval e também porque tinha tempo que eu não me chapava. Mas como eu tenho problemas sérios com essas coisas, pra mim é sempre um risco. Resultado: depois de vários dias bebendo e fumando maconha nesse carnaval, eu senti que isso enfraqueceu meu corpo, meu espírito, minha mente, minha condição geral. Ontem foi o ápice: fui pra casa de um amigo quase 1 hora da manhã, bebi um monte de cerveja barata, fumei muito cigarro, até cocaína cheirei. Cheguei em casa de manhã e não conseguia dormir. Liguei o computador pra olhar as coisas de sempre (facebook, notícias, email, fórum) e com 5 minutos na frente do computador, bateu forte a vontade de consumir pornografia. Vi que a casa tava vazia e isso aumentou ainda mais a vontade. Fui desfazendo os bloqueios no ubuntu, alguns foram fáceis, outros mais difíceis. Não consegui desfazer o dns que coloquei aqui, que bloqueava TUDO relacionado à pornografia (meu principal aliado!) e pensei em desistir, quando tive a ideia de usar um proxy ou de baixar torrent. Os sites de proxy e os de torrent não estavam bloqueados, eu tinha me esquecido deles. Acessei um desses tubes da vida, taquei o velho porn, e dei o play, com o coração batendo forte. Com 10 segundos de vídeo, eu fechei o navegador e desliguei o computador, com um pensamento inusitado pra mim. Ao ver o início do vídeo, eu fui tomado por um sentimento de repulsa forte e pensei: "sexo é algo sagrado. Meu corpo é sagrado. O corpo do outro é sagrado. Meu corpo não está a venda e não quero me relacionar ou fazer parte de algo que envolva isso. Meu desejo e minha energia não estão a venda. Não quero gozar por gozar, nem transar por transar; quero me conectar de forma profunda com o outro, através do sexo. Quero calor, sentimento, quero ser tomado pelo verdadeiro extase, o que é impossível através de uma prática como essa. Eu não mereço isso, minha parceira não merece isso. Vou guardar meu corpo e minha energia somente para pessoa que eu for me entregar, de corpo e alma."

Hoje, com 35 dias de reboot e com um pensamento como esse, eu já me considero vitorioso. Me senti extremamente feliz quando esse pensamento me ocorreu. Me senti feliz, pois os muitos anos de consumo de pornografia não conseguiram matar minha capacidade de conexão com o outro, minha capacidade de amar, de me relacionar com a sexualidade e com o desejo de forma livre, ao invés de forma escrava. Todos sabemos que a pornografia mata o amor, e foi assim que vivi a maior parte de minha vida. Agora, que descobri que posso amar e me conectar através do sexo, me sinto outra pessoa e com um pé na vitória do processo do reboot. O caminho é longo, ainda não estou nem na metade, mas estou caminhando bem. Ainda posso ampliar muito essa minha capacidade de amar, e pra isso devo erradicar totalmente o consumo de pornografia, assim como concluir o reboot. Continuo no caminho.

Estarei com acesso à internet nos próximos dias. Vou bloquear hoje mesmo os sites proxys e os sites de torrent através da edição do arquivo host, estratégia bastante eficiente pro meu caso. Decidi também que não vou me aprofundar no uso do linux; o pouco que aprendi já tem sido suficiente. Assim minhas chances de burlar caem muito.

Reboot segue. Espero relatar mais vitórias no próximo post, quem sabe chegando aos 45 dias (50% do processo). Até a próxima, e obrigado a todos os companheiros do fórum, que tanto me ajudaram a chegar até aqui.

_______________________________________
CinquentaDias
Mensagens : 20
Data de inscrição : 22/01/2018

Re: Diário Vierkenes

em 15/2/2018, 22:09
Cara, é muito bom ler esse tipo de vitória por mais pequena que seja, da até uma motivação.
Suas palavras fizeram minha noite!
Hoje mesmo me deu uma fissura fudida de acessar P mas se não fosse meus bloqueadores teria zerado meu contador. Felizmente isso não aconteceu e lendo seu dia agora ajudou a me firmar ainda mais.

Força para todos nós!
avatar
Marco
Mensagens : 1723
Data de inscrição : 09/01/2017

Re: Diário Vierkenes

em 16/2/2018, 20:14
Parabéns Vierkeness. Vc está se superando a cada relato. Muito bom.

Já sabe: PMO é veneno. E drogas também. Não vacila cara.

Sucesso!

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 24/2/2018, 13:12
CinquentaDias: muito bom saber que meus relatos fortalecem outros. Eu quase não participo de outros diários, mas leio vários, e alguns me fortalecem bastante. Quanto ao bloqueador, ele é que realmente salva na hora do aperto. Estamos juntos nessa!

Marco: obrigado pela mensagem. Eu achei curioso o ocorrido no último relato, acho que eu nunca tinha sentido repulsa por pornografia antes. E olhe que o vídeo que vi era um vídeo comum, não era nada de bizarro ou de diferente. Certamente esse é um excelente sinal.

Dia 44 do reboot.

Provavelmente, desde meus 14 anos pra cá, esse foi o maior período que já fiquei sem pornografia. Isso não é pouca coisa. Teve uma outra tentativa do reboot em que atingi 30 e poucos dias. Hoje estou batendo meu recorde pessoal, amanhã completo 50% do processo. Isso é uma vitória grande.

Ontem, tive outra realização pessoal: consegui atingir o orgasmo 2 vezes com minha namorada, depois de muito tentar. Eu já estava ficando angustiado de transar sem conseguir ejacular, é horrível. Mas o fato é que minha sensibilidade com o sexo está ficando cada vez melhor. E agora eu finalmente "descarreguei" algo; finalmente, depois de ter perdido a virgindade e de ter atingido o orgasmo, posso dizer que estou com uma vida sexual saudável e satisfatória. Outra grande realização pessoal que atingi durante o processo de reboot.

Mas nem tudo são flores. No dia 43, tive 2 orgasmos naturais, com sexo. Antes disso, eu fiquei alguns dias (uns 4 ou 5) com uma vontade crescente de ver pornografia. A vontade foi crescendo, eu fui pra universidade usar a internet (único lugar que tenho acesso à internet), e como eu estava preocupado em não cair, fui conferir o bloqueio. Tinha a falha óbvia do proxy, que é muito grave, pois com isso eu consigo acessar pornografia com 3 cliques. Me dediquei com afinco a instalar o squidguard (que pelo que vejo, parece ser a solução definitiva de bloqueio com o linux), mas como eu não entendo desse sistema, não é algo fácil, dá bastante trabalho configurar tudo certinho. Fiquei lá tentando fazer isso, a vontade de ver pornografia bem alta. Então eu joguei pro alto e acessei um site pornográfico. Fiquei navegando em um desses tubes por cerca de 3 minutos, sem olhar nenhum vídeo específico, só dando uma olhada rápida e geral. Cheguei a abrir um vídeo, avançei um pouco pra algumas cenas e olhei por alguns segundos. Não cheguei a ficar excitado. Depois disso, fechei tudo e desliguei o computador, meio desesperado por não conseguir bloquear o computador rapidamente. Talvez isso fosse motivo pra um reset, mas decidi não resetar, pois realmente só dei uma olhada rápida e geral, não fiquei excitado, não me toquei, não tive PMO. Depois disso fiquei bastante aflito, no dia seguinte minha namorada passou aqui, transamos e consegui ejacular, o que diminiuiu absurdamente tanto minha vontade de ver pornografia quanto meus anseios em relação a isso.

Pra finalizar. salvei uns arquivos de texto com as instruções pra instalar o squidguard, desse modo eu posso fazer isso offline mesmo. É melhor assim. Espero que eu consiga instalar isso, senão vai ser um problema e tanto pro reboot, ficar com o pc assim, com falhas graves.

Me desejem boa sorte. Continuamos na luta.

_______________________________________
avatar
vierkenes
Mensagens : 167
Data de inscrição : 25/03/2016

Re: Diário Vierkenes

em 25/2/2018, 16:11
Uma queda no dia 45.

Sem muito o que falar. Como eu disse antes, a vários dias que eu estava com vontade de ver pornografia. O que posso fazer, por enquanto, é abdicar do notebook, pois desse modo eu não vou ter acesso à internet.

Estou, no momento, em uma situação absolutamente ridícula e talvez humilhante: estou na casa de um amigo, tem várias pessoas circulando pela casa, inclusive no quarto em que estou agora. As pessoas estão interagindo, e eu to aqui no computador baixando pornografia, acessando os sites e baixando. Um amigo se aproximou de mim quando eu tava acessando pornografia, fechei rápido, ele percebeu, mas não falou nada.

Não estou bem no momento. Não vou cair num frenesi: vou me livrar desse computador que estou usando agora, estou disposto a isso.

Até o próximo post (afinal, a batalha continua).

_______________________________________
Conteúdo patrocinado

Re: Diário Vierkenes

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum