24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Página 4 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Luis Santos em 23/3/2015, 16:09

Justiceiro do Sertão

Grande Justiceiro!

É isso aí parceiro, tem dias que são bem tensos, parece que não vamos resistir, mas esses dias passam e o que fica é o aprendizado!
Continue focado guerreiro, logo logo estarás relatando seus 90 dias, e espero ler o quanto antes sua história de sucesso! Tenha esse dia como uma lembrança de que quando vierem os próximos dias assim você tem ele como parâmetro para saber que já resistiu a um dia assim e então vencerá mais outro. Smile

Tamo junto! Cool

Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito.

Martin Luther King

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito. (Martin Luther King)
avatar
Luis Santos
Moderador
Moderador

Mensagens : 1276
Data de inscrição : 13/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Thales em 23/3/2015, 18:24

Justiceiro do Sertão escreveu:Momento tenso vivi hoje cedo, colegas. Dei uma passada rápida por aqui antes do almoço e agora trago o caso para dar parte de minhas experiências. Vou ter que colocar para fora, foi por pouco.
Briguei com meus pais durante o café da manhã e dei uma saída para esfriar os ânimos, já querendo destruir tudo em casa. Na rua, só para alimentar minha desgraça, dou de cara com duas orientais miscigenadas lindas, provavelmente gêmeas (eram muitíssimo parecidas, duas coisas de outro mundo...), olhos puxados e pele morena lustrosa. Juro que quis delas chamar a atenção, não obtendo resposta. Peguei fogo. Corri para casa quase sem respirar e, aproveitando-me de estar sozinho, dei uns gritos no banheiro, respirei ofegante umas dez vezes, chorei um pouco, tomei uma ducha fria violenta e até agora estou conseguindo na raça conter meu pior desejo, reprimindo ferozmente minha imaginação de se pegar sonhando comigo fazendo sexo com as duas, o que logo de cara me veio.
Devo dizer: ufa!
Ainda estou bastante nervoso, entretanto menos do que há algumas horas, quando fiquei louco para derrubar os bloqueadores e ir nova e voluntariamente a merda. Estou tentando meditar esta tarde para esquecer de vez aquela visão paradisíaca-infernal de hoje cedo.
Segue a luta.


Mermão... Isso aí cara, você tinha tudo para recair, mas você conseguiu segurar. Você é uma pessoa muito boa, sempre dando apoio, e tudo mais. PARABENS. eu tenho certeza DE QUE VOCE VAI CONSEGUIR. Entre altos e baixos, você pode cair no caminho. Esteja focado, que você conseguira este resultado. Flws

_______________________________________
"Os que se acostumam com a mediocridade estão condenados à ela"



My life is a movie and everyone's watching
So let's get to the good part and past all the nonsense

Sometimes it's hard to do the right thing
When the pressure's coming down like lightning
It's like they want me to be perfect
When they don't even know that I'm hurting

This life's not easy, I'm not made out of steel
Don't forget that I'm human, don't forget that I'm real
You act like you know me, but you never will
But that's one thing that I know for sure
I'll show you






Ultima P. vista: 10/02/2016
Ultimo orgasmo com M: 10/02/2016
Ultimo edging: 10/02/2016

Ultimo recorde: 40 dias
avatar
Thales

Mensagens : 164
Data de inscrição : 06/09/2014
Idade : 16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Taaviin em 23/3/2015, 18:54

Saudações Justiceiro !
Tô acompanhando teu relato e parabéns MESMO pela garra de vencer suas vontades, é realmente o objetivo do reboot, enfrentar as adversidades frente a frente sem recorrer ao pornô, parabéns mesmo !
Esses exemplos nos motivam Smile

Grande abraço e muita força !

_______________________________________
...




Dias sem PMO: 030510203045607590
Concluido?SSSSSSSSS

Minimize as chances de dar errado e assim você maximizará as chances de dar certo.
avatar
Taaviin

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/12/2014
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Relaxe e go on man!

Mensagem  nofapwinner em 24/3/2015, 01:45

Justiceiro meu brother, com certeza que penso isso!
Me perdoe a sinceridade, e quero que você não fique com raiva, mas
eu só acho que você pega pesado demais consigo mesmo.  As vezes se colocando pra baixo.
Eu tenho uma história semelhante  a sua e creio que outros também.  Muitos problemas em casa. E ainda tenho!
Já fiz muita merda também - dormir na rua bêbado, por exemplo, que nem merda no chao, correndo risco de ser roubado, apanhar,etc. Brigas,etc. - mas hoje não permito que isso influencie mais na minha vida. O passado não existe mais. Morreu. Só o AGORA existe.Tirei minhas lições, e hoje pego pesado para chegar onde quero. Tenha orgulho de si mano. Você tem uma cabeça boa da porra. Vejo muito cara na nossa idade que só fala merda e só faz merda sem nem ao menos se questionar ou sentir vontade de melhorar como pessoas.
Recomendo você a fazer exercício físico. Se não tiver dinheiro pra fazer academia, pelo menos procure fazer em casa mesmo, abdominal,marinheiro, ou na praça da cidade, correr,etc.
Enfim, exercício. Dê uma olhada sobre CALISTENIA.
Trabalho também é bom porque ocupa a nossa mente e o nosso dia. Sem contar que é dignificante. Nada melhor que a missão cumprida, dinheiro no bolso e a liberdade de gastar com que você quer. Dá uma levantada massa na estima da pessoa.  
E fiquei muito feliz em ver que você não recorreu a PMO como remédio para os problemas.
Meus parabéns mesmo!

PS:  Sou muito pobre, não sou bonitão nem o fodão. Mas esse mundo já é amargo demais pra se prender a amarguras. Faço o máximo que posso.
O mundo pode até ser um " saco de merda se rasgando"  kkkkk como diz o velho Bukowski. Mas o lance é procurar e focar nas coisas BOAS. Sim, tem muita coisa interessante nessa vida...MUITA. Saia e veja.

Abração!

_______________________________________
avatar
nofapwinner

Mensagens : 107
Data de inscrição : 04/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Projeto em 24/3/2015, 10:54

Justiceiro, meu amigo. Que bom que você não recaiu em pornografia, por um lado, por outro gostaria de fazer alguns esclarecimentos.

Antes, só uma pergunta: você tem como sabotar os bloqueadores? Tem a senha? Se sim, caso for necessário me manda ela ou deleta ela quando você puder para que evitemos o pior. Seu cérebro com 81 dias de abstinência deve estar melhor do que nunca e não gostaria de te influenciar numa recaída. Você está indo muito bem!

Quanto ao reboot, é importante deixar claro que não se trata apenas de um experimento de abstinência de pornografia, mas sim de um experimento de abstinência de pornografia acompanhado de experiências reais com a sexualidade, etapa que chamamos de "religação".

Porque isso é importante? Porque, entendemos desde essa perspectiva que a sexualidade é um item humano básico, sem a qual não podemos viver. Desde a nossa perspectiva, que tem suas bases na psicologia e na biologia evolucionária, são quatro as necessidades humanas básicas: fome, sede, sono e sexo. Sim, sexo também!

Sem elas, o organismo nunca entra em homeostase, que é a capacidade de relaxar e ter uma vida normal equilibrada, e acaba vivendo sempre em estresse, sempre em "luta". Aliás, essa palavra não te soa familiar?

Sem que esses instintos estejam satisfeitos, sempre algo vai lhe incomodar e não vai sossegar até que você resolva "esse algo". Tratam-se de instintos básicos de sobrevivência e se você retirar apenas um desses elementos a sua vida torna-se simplesmente inviável - por isso, dizemos que eles são básicos.

O que é até meio óbvio: sem comida, bebida e sono você morre. Sem sexo, a vida é impossível (no sentido mesmo da sua impossibilidade física).

Onde quero chegar? No mesmo ponto abordado pelo nosso amigo nofapwinner. Ou seja, não pegue tão pesado consigo mesmo!

Vejo você constantemente brigando com a sua própria natureza, como se estivesse algo de errado com você, com o seu comportamento ou como se a sua sexualidade. Quando na verdade, não existe nada de errado. Absolutamente nada. Está tudo perfeito! Não existe defeito nenhum com você e o seu reboot, que inclusive é um exemplo para os demais.

Se você viu uma mulher na rua e essa mulher te causou atração, que ótimo! Comemore! Não há nada de errado com isso. Comemore, pois muitos que estão viciados em pornografia nem esse sentimento experimentam mais!

É preciso que exista um equilíbrio nas nossas vidas. A teoria do reboot não prega que sejamos assexuados ou que condenamos o sexo, que tenhamos medo do sexo ou que fiquemos paranoicos em relação à sexualidade. Pelo contrário, enfatiza justamente a necessidade de uma vida sexual normal, para que tenhamos uma vida equilibrada e saudável (homeostase).

Se essa mulher não te correspondeu, talvez simplesmente não tenha gostado de você, talvez seja compromissada, o que importa? Existem milhões de potenciais parceiras disponíveis por aí, então não existe motivo para se preocupar. Outras oportunidades surgirão se você permitir que elas surjam.

Entendo perfeitamente que a frustração amorosa é um perigo para o reboot, no sentido de ser uma desculpa para as nossas fantasias e recaídas. Mas fazer o reboot é justamente se expor às frustrações da nossa vida, ao invés de se contentar em esconder-se atrás de um computador e depois reclamar que deixamos passar as nossas oportunidades.

Por isso, parabéns pelo seu reboot meu amigo. Está indo muito bem. Você é um grande companheiro aqui do fórum um exemplo a ser seguido por todos nós!

:)

Um Abraço,
Projeto

_______________________________________

avatar
Projeto
Admin
Admin

Mensagens : 1662
Data de inscrição : 27/07/2014

http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  The Great Spirit em 24/3/2015, 11:30

Faço das palavras do Projeto as minhas!
Um grande abraço, grande Justiceiro!

_______________________________________
Jamais desista, até vencer!

"Aquele que conhece a própria ignorância revela alta sapiência; aquele que ignora a própria ignorância vive em profunda ilusão. O sábio conhece o seu não-saber. E o conhecimento do seu não-saber o preserva de toda ilusão." - Lao Tsé

"A dor, na vida material, é quase sempre o corolário imediato dos prazeres descontrolados." - Ramatís

"O santo é apenas um pecador que nunca desistiu..." - Yogananda
avatar
The Great Spirit

Mensagens : 429
Data de inscrição : 25/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

A todos, obrigado

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 24/3/2015, 11:33

Só tenho a dispor aqui minha gratidão pelo incentivo de todos. Não foi nem um pouco fácil meu dia de ontem, e meu hoje, embora não perfeitíssimo, está muito mais estável.
Nofapwinner, fantásticas suas dicas. Já venho tentando (minha mente é bem inquieta...) praticar meditação e exercícios físicos em casa, até devido à minha escoliose (que ouso atribuir, em parte, ao auge do vício em PMO lá aos 14 anos). Também pratico caminhada: no último sábado, inclusive, fui e voltei a pé da cidade vizinha (30 km ida e volta), e me senti ótimo, se não o houvesse feito estou certo de que teria aprontado ontem cedo. E, se quer saber, também sou pobre, uso wi-fi do vizinho num notebook antigo que ganhei, vez ou outra vou à lan houses ou a internet do SESC aqui na minha cidade, não tenho muitos recursos, estou desempregado e cada gasto meu é muito bem-dosado (além do que sou poupador por natureza), nossa luta é muito nobre!
Projeto, no momento só conseguiria burlar o bloqueio por métodos deveras invasivos, já deixei a senha com um colega e tal risco felizmente não corro. Quanto às demais palavras, toda a minha satisfação e agradecimento. Demorei, devido à imaturidade, a me dar conta de minha natureza estressada (desde pequeno sempre fui também "sangue-quente", nervoso e disperso, grito com qualquer bobagem, tenho mania de falar alto e por vezes até falar sozinho, sou o famoso pavio-curto, tenho feito enorme esforço para me "sossegar" um pouco e ter melhores oportunidades na vida). Não querendo me isentar de responsabilidades, o que acontece é que na vida, muitas vezes, vai-se a um extremo antes de se atingir o desejado meio-termo. No meu caso, isto se traduz no meu súbito "despertar" tardio para a vida combinado com meu temperamento forte, explosivo. Às vezes saio falando demais mesmo, dando socos por toda parte e por aí vai, ao recordar meu passado diante das obrigações com que tenho que cumprir. Por vezes ainda caio (tomara que aqui não, risos...), mas é aquele negócio: quem se acostumou a fazer errado quase a vida toda não é da noite para o dia que vai se regenerar, ou é?
De qualquer maneira, peço desculpas por eventual verborragia, vou me colocando em meu lugar certo para me deparar logo com o que me é melhor. E se quer saber não devo, com meu estilo liberal de me relacionar, demorar a fazer um novo e cadenciado investimento em lazer: como sabe, sou responsável adepto de garotas de programa (há inclusive uma "CM" aqui perto de minha casa) e deverei ir provavelmente quando do meu aniversário, em maio, ou um pouco antes (e, risos à parte, como é bom fazer sexo de verdade, é simplesmente transcendental!!), apenas estando decidido a completar, mesmo porque já estou quase lá e já o fiz assim até agora e me foi muito bom, meu reboot de 90 dias em hard mode.
Lutemos!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Projeto em 24/3/2015, 13:38

Justiceiro do Sertão escreveu:
Projeto, no momento só conseguiria burlar o bloqueio por métodos deveras invasivos, já deixei a senha com um colega e tal risco felizmente não corro. Quanto às demais palavras, toda a minha satisfação e agradecimento. Demorei, devido à imaturidade, a me dar conta de minha natureza estressada (desde pequeno sempre fui também "sangue-quente", nervoso e disperso, grito com qualquer bobagem, tenho mania de falar alto e por vezes até falar sozinho, sou o famoso pavio-curto, tenho feito enorme esforço para me "sossegar" um pouco e ter melhores oportunidades na vida). Não querendo me isentar de responsabilidades, o que acontece é que na vida, muitas vezes, vai-se a um extremo antes de se atingir o desejado meio-termo. No meu caso, isto se traduz no meu súbito "despertar" tardio para a vida combinado com meu temperamento forte, explosivo. Às vezes saio falando demais mesmo, dando socos por toda parte e por aí vai, ao recordar meu passado diante das obrigações com que tenho que cumprir. Por vezes ainda caio (tomara que aqui não, risos...), mas é aquele negócio: quem se acostumou a fazer errado quase a vida toda não é da noite para o dia que vai se regenerar, ou é?

Sobre os bloqueadores: Ótima estratégia Justiceiro!

No mais, você não está fazendo errado. "Errado" é um ponto de vista. E ser "sangue-quente" não é um defeito, e sim uma qualidade. Na verdade, é ambas as coisas, o que varia é o contexto em que esse atributo é usado. No contexto correto é remédio, no incorreto, veneno. Não podemos nos amputar as nossas qualidades, pois nunca sabemos quando serão necessárias. Jamais permita que digam o que está "certo" ou "errado" em você.

Um Grande Abraço!

avatar
Projeto
Admin
Admin

Mensagens : 1662
Data de inscrição : 27/07/2014

http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pelas informações...

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 24/3/2015, 14:31

Projeto escreveu:
Justiceiro do Sertão escreveu:
Projeto, no momento só conseguiria burlar o bloqueio por métodos deveras invasivos, já deixei a senha com um colega e tal risco felizmente não corro. Quanto às demais palavras, toda a minha satisfação e agradecimento. Demorei, devido à imaturidade, a me dar conta de minha natureza estressada (desde pequeno sempre fui também "sangue-quente", nervoso e disperso, grito com qualquer bobagem, tenho mania de falar alto e por vezes até falar sozinho, sou o famoso pavio-curto, tenho feito enorme esforço para me "sossegar" um pouco e ter melhores oportunidades na vida). Não querendo me isentar de responsabilidades, o que acontece é que na vida, muitas vezes, vai-se a um extremo antes de se atingir o desejado meio-termo. No meu caso, isto se traduz no meu súbito "despertar" tardio para a vida combinado com meu temperamento forte, explosivo. Às vezes saio falando demais mesmo, dando socos por toda parte e por aí vai, ao recordar meu passado diante das obrigações com que tenho que cumprir. Por vezes ainda caio (tomara que aqui não, risos...), mas é aquele negócio: quem se acostumou a fazer errado quase a vida toda não é da noite para o dia que vai se regenerar, ou é?

Sobre os bloqueadores: Ótima estratégia Justiceiro!

No mais, você não está fazendo errado. "Errado" é um ponto de vista. E ser "sangue-quente" não é um defeito, e sim uma qualidade. Na verdade, é ambas as coisas, o que varia é o contexto em que esse atributo é usado. No contexto correto é remédio, no incorreto, veneno. Não podemos nos amputar as nossas qualidades, pois nunca sabemos quando serão necessárias. Jamais permita que digam o que está "certo" ou "errado" em você.

Um Grande Abraço!

... acabo por crer que é por aí mesmo que o vento sopra. Obrigado e um abraço!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  nofapwinner em 25/3/2015, 00:07

Vai nessa meu brother! bote pra gerar. Tu tem muita vida boa pela frente ainda. E mesmo que esteja passando por umas barras pesadas,vai passar. Foque sempre nas soluções. Soluções! Problemas vem e vão...
Abraço bro!

_______________________________________
avatar
nofapwinner

Mensagens : 107
Data de inscrição : 04/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Reta final (só que não!)

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 28/3/2015, 08:37

Desculpem-me a expressão modinha, mas é aquele negócio: a rigor, o reboot é para sempre!
Brincadeiras à parte, este trecho final da maratona rumo aos 90 dias vem exigindo bastante de mim... Quinta-feira cedo, briga em casa de novo. Merda! Não quero e nem devo culpar nada, contudo o organismo de um rebooter sente os efeitos de eventual caos cotidiano, bem sabem como. Nos últimos dois dias, tive, o que há muito não ocorria, fantasias involuntárias pela manhã (na penúltima madrugada, inclusive, sonhei que fazia sexo com aquela minha prima gostosa mas não cheguei a ejacular), e andei acordando muito excitado, tendo que ser muito forte para abortar edgings. Mas o curioso é que, sem querer me isentar da responsabilidade de um rebooter, andei lembrando foram das minhas últimas transas, e percebendo o quão maravilhoso é o sexo real! Menos mal, convenhamos.
Todavia, venho respirando fundo e fugindo bravamente dos gatilhos na direção da tão próxima meta, só o início de minha nova vida, sugestiva e ironicamente a 1º de abril.
Só gostaria, caso alguém se lembre disto, de pedir desculpas: da última vez em que recaí, como me envergonho!, fui me autoenganando até o 93º dia, como se tivesse chegado lá, quando na verdade já deveria ter zerado o contador ao 55º. Vejam, o vício nos destrói a ponto de transformar nossa mente num inferno em todos os sentidos, sequer somos capazes de enxergar que estamos na lama! Quando percebi, passei um mês e meio sumido, e tomei vergonha na cara para recomeçar severamente à luta na madrugada de ano-novo. E agora eu chego lá.
E que todos cheguem.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Luis Santos em 28/3/2015, 17:26

Justiceiro

Grande!
É bom ler seus relatos, fico feliz em ver que você sabe que os cuidados para não cairmos na pornografia será para sempre, os 90 dias é apenas um marco,e nos serve como um porto onde atracamos nosso barco que está precisando de reparos então fazemos os devidos reparos e voltamos a navegar mas desse vez sem avarias, e tomando os devidos cuidados para não nos prejudicarmos novamente.

Só uma curiosidade, quando você conversa com alguém pessoalmente, é exatamente da mesma forma que escreve? rsrs

Sucesso!

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito. (Martin Luther King)
avatar
Luis Santos
Moderador
Moderador

Mensagens : 1276
Data de inscrição : 13/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 28/3/2015, 18:22

Luis santos escreveu:Justiceiro

Grande!
É bom ler seus relatos, fico feliz em ver que você sabe que os cuidados para não cairmos na pornografia será para sempre, os 90 dias é apenas um marco,e nos serve como um porto onde atracamos nosso barco que está precisando de reparos então fazemos os devidos reparos e voltamos a navegar mas desse vez sem avarias, e tomando os devidos cuidados para não nos prejudicarmos novamente.

Só uma curiosidade, quando você conversa com alguém pessoalmente, é exatamente da mesma forma que escreve? rsrs

Sucesso!
Primeiramente, colega, obrigado pelo incentivo. Tem o meu. Se quer saber, segue um pouco sobre mim, para divertir um pouco: o que ocorre é que sempre fui, devo admitir, um tipo meio diferente, mesmo. Sempre fui chamado de esquisitão, nerd e antissocial. Sempre fui bem reservado, pouco afeito a reuniões sociais e badalação em geral (exceto a respeito de certo trauma idiota de adolescência, o qual já superei). Depois que amadureci, aliás, percebi ser isto realmente o melhor para mim, sozinho desde sempre por ser filho único, outrora isolado devido à imaturidade e ao vício e afeito a ser um solitário feliz por natureza. É assim que me sinto bem.
Mas mato sua curiosidade: quando falo, risos à parte, às pessoas reparam que tenho um jeito meio diferenciado, algo bem típico meu, com um palavreado talvez incomum e uns modos ardentes. Desde criança tenho mania de falar alto, rápido, com ar dramático e até meio caricato. Certa vez, na escola, fui muito aplaudido (obviamente já era o 3º Ano do EM, quando eu já havia melhorado demais em relação àquele bosta de pouco tempo antes) interpretando num ensaio teatral (a peça acabou não acontecendo) um arauto grego, o que me levou a ser um dos oradores da turma no Ensino Médio e a ser alvo de comentários diversos ("É goooool!", "Votem em mim para presidente!", "Aleluia, irmãos!", "Nem precisa de microfone" e outras pérolas). Minha própria mãe fala que às vezes se assusta com minha voz. Enfim, pareço ter certa habilidade em oratória, um pouco de vocabulário e um pouco de voz forte, todos dizem. Até mais do que dizerem que falo "difícil", que tenho um "vozeirão" alucinante e que poderia trabalhar no rádio ou algo assim. Não querendo me gabar, obviamente.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Wet dream

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 31/3/2015, 07:44

Tive ejaculação noturna neste final de reboot, ao sonhar que me masturbava sem P. Vinha de dias seguidos sonhando que praticava orgia cheia de fetiches com minhas duas primas (a "gostosinha" e a nerd), pelo menos sonhei com um orgasmo mais "aceitável" dessa vez. A despeito de relativo estresse, segue a luta.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Luis Santos em 31/3/2015, 12:09

Justiceiro do Sertão escreveu: Primeiramente, colega, obrigado pelo incentivo. Tem o meu. Se quer saber, segue um pouco sobre mim, para divertir um pouco: o que ocorre é que sempre fui, devo admitir, um tipo meio diferente, mesmo. Sempre fui chamado de esquisitão, nerd e antissocial. Sempre fui bem reservado, pouco afeito a reuniões sociais e badalação em geral (exceto a respeito de certo trauma idiota de adolescência, o qual já superei). Depois que amadureci, aliás, percebi ser isto realmente o melhor para mim, sozinho desde sempre por ser filho único, outrora isolado devido à imaturidade e ao vício e afeito a ser um solitário feliz por natureza. É assim que me sinto bem.
Mas mato sua curiosidade: quando falo, risos à parte, às pessoas reparam que tenho um jeito meio diferenciado, algo bem típico meu, com um palavreado talvez incomum e uns modos ardentes. Desde criança tenho mania de falar alto, rápido, com ar dramático e até meio caricato. Certa vez, na escola, fui muito aplaudido (obviamente já era o 3º Ano do EM, quando eu já havia melhorado demais em relação àquele bosta de pouco tempo antes) interpretando num ensaio teatral (a peça acabou não acontecendo) um arauto grego, o que me levou a ser um dos oradores da turma no Ensino Médio e a ser alvo de comentários diversos ("É goooool!", "Votem em mim para presidente!", "Aleluia, irmãos!", "Nem precisa de microfone" e outras pérolas). Minha própria mãe fala que às vezes se assusta com minha voz. Enfim, pareço ter certa habilidade em oratória, um pouco de vocabulário e um pouco de voz forte, todos dizem. Até mais do que dizerem que falo "difícil", que tenho um "vozeirão" alucinante e que poderia trabalhar no rádio ou algo assim. Não querendo me gabar, obviamente.

Justiceiro!

Por um lado imaginei que tu falava realmente desse jeito, mas queria ter certeza que não estava fazendo julgamentos.
Grande "Justa", não sei por que quando leio as suas palavras nos textos me vem um ar de riso, no bom sentido, vejo sua personalidade sendo bem rara, talvez por isso ache "engraçado".

Continue firme, em breve quero ler seu relato nas histórias de sucesso!

Abraços e sucesso! Wink

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito. (Martin Luther King)
avatar
Luis Santos
Moderador
Moderador

Mensagens : 1276
Data de inscrição : 13/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Agradeço!

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 31/3/2015, 12:37

Luis santos,
Primeiramente obrigado pelo suporte rumo aos 90 dias. Tem também o meu. Enfim, devemos admitir que conseguimos, seres humanos, sermos diferentes apesar de todos iguais e apesar de tão contraditoriamente bela esta frase. Você não é o único que me acha inusitado, eu mesmo ao longo de minha vida já me percebi bem diferente dos demais em vários aspectos (por exemplo, em meu jeito de falar alto e um tanto estourado, já disseram, afinal o agente não vê, que tenho jeito hiperativo para me manifestar e quando estou calado tenho trejeitos de autista...), só me restando ser maduro para saber administrar uma ou outra eventual característica peculiar que eu venha a ter.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

E eis que tenho libido!

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 26/4/2015, 19:40

Pois é, modéstia à parte, bom momento neste fim de semana!
Conforme já vinha planejando visando um instante de folga, ontem fui à casa de massagens e transei após mais de 6 meses... saindo-me muito bem, obrigado!
Obviamente não descreverei mais pormenorizadamente o caso aqui, deixando-o por crer interessante documentar minhas experiências reais, as que realmente valem a pena, após finda a simbólica marca de 90 dias.
A todos meu incentivo!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Meu recomeço

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 15/5/2015, 18:41

Pois é, companheiros de luta eterna... O que fazer nessas horas senão ser forte, levantar a cabeça e renascer das cinzas?
Sim, caí. Após mais de 100 dias, fui à lona. É duro, entretanto sou humilde a ponto de reconhecer minha perpétua fragilidade. Assim, logo, venho novamente até aqui dar conta de um novo reboot, sobre o qual não deverei dar atualizações tão frequentes por motivo de meus compromissos pessoais, os quais me vêm colocando um tanto quanto abstinente daqui do fórum nestes últimos tempos.
Quanto ao que me trouxe (de volta) até aqui, é melhor não detalhar, trazendo apenas que foi tudo devido a uma daquelas questões pessoais a que jamais, rebooters, devemos legar a culpa por nossas quedas. Sim, como já disse em outras ocasiões, fatores cotidianos interferem de certo modo (se querem mesmo saber, dessa vez quase fui às vias físicas com meu pai após um mal-entendido acerca de um recado mal-dado por minha pessoa muito focada em projetos pessoais e distraída de demais questões do dia-a-dia, amadurece seu desgraçado!), restando-nos o brio de seguirmos altivos rumo ao triunfo, sem mais palavreado.
Enfim, peço que me acolham bem de volta, os que há muito conheço e os recém-chegados, junto a meus pedidos de desculpas. Já estou guarnecido para a nova batalha, que fique claro, com o estresse controlado após o incidente em casa que me deixou transtornado a ponto de cair novamente na farra, e com toda a disposição para novos 90 dias de reboot.
Hoje, 15/05, completo 23 anos, são 9 de vício (puta que pariu, 40% de uma vida, quase!), contudo muitos mais de liberdade, bem sei. Sigamos juntos. Escrevo estas palavras despedaçado, ainda com o sangue fervendo de vontade de sair berrando coisas horrorosas e quebrando tudo, todavia aguentando me controlar. Sei que conseguirei.
E sei que, uma vez mais, ficarei 90 dias longe de PMO. E toda a minha vida.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Luis Santos em 15/5/2015, 20:36

Grande Justiceiro

Sei que o motivo que o trás aqui novamente não é algo bom, entretanto saiba que és sempre bem vindo aqui,aliás quero dizer que eu logo no inicio de minha caminhada no Reboot li todo seu diário e isso me motivou muito. Te desejo sucesso, força na caminhada.

Mano,sem querer me intrometer nisso,parece-me que você é um pouco "pavil curto" já tentou fazer algum "tratamento" para tentar controlar esse aspecto? Se não for nada disso,peço desculpas por falar algo que não está de acordo com sua personalidade.

Parabéns, que Deus possa te abençoar cada dia mais! Very Happy
Abraço


Última edição por Luis santos em 15/5/2015, 21:18, editado 1 vez(es)

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito. (Martin Luther King)
avatar
Luis Santos
Moderador
Moderador

Mensagens : 1276
Data de inscrição : 13/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  cristao em 15/5/2015, 20:48

Mais 90 dias pra nós então! Parabéns pela sinceridade. Esse é o caminho para seremos sarados desse mal.

_______________________________________




Neutral Outro contador depois desse teste infeliz: http://comoparar.forumeiros.com/t590-ejaculacao-em-6-segundos-apos-reboot
avatar
cristao

Mensagens : 64
Data de inscrição : 16/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Taaviin em 16/5/2015, 10:18

Grande Justiceiro !
Não precisa pedir desculpas, o cair é normal, mas só os vencedores levantam após a queda, e você é um VENCEDOR!

Você não tem noção de quantas pessoas se inspiraram através dos seus relatos, e se espelharam em você para atingir seus objetivos... Então bola pra frente. Se tudo fosse fácil, qual seria a glória em vencer?

Ah, parabéns pelo teu aniversário !
Muitas felicidades e que você tenha um ano maravilhoso pela frente!
Eu seria um péssimo amigo se te desejasse uma vida sem lutas, mas eu prefiro desejar que você tenha braços mais fortes e uma mente blindada para vencer todos os desafios e aprender sempre uma nova lição com cada um deles Wink

Todos nós contamos com você, grande abraço!
FOCO !

_______________________________________
...




Dias sem PMO: 030510203045607590
Concluido?SSSSSSSSS

Minimize as chances de dar errado e assim você maximizará as chances de dar certo.
avatar
Taaviin

Mensagens : 163
Data de inscrição : 19/12/2014
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Obrigado...

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 16/5/2015, 16:26

... a todos pelas palavras de consolo. Sei e sabemos das agruras da guerra e cabe-nos severamente encarar. É-me de um absurdo conforto ouvir-lhes, colegas, são meus verdadeiros irmãos de alma (inspiração de um belo texto em inglês que li num livro de escola lá em 2006, ano duro em minha vida...). Agradeço também pelos bons votos relacionados a mais um ano que cravo em minha única vida.

Luis santos escreveu:Grande Justiceiro

Sei que o motivo que o trás aqui novamente não é algo bom, entretanto saiba que és sempre bem vindo aqui,aliás quero dizer que eu logo no inicio de minha caminhada no Reboot li todo seu diário e isso me motivou muito. Te desejo sucesso, força na caminhada.

Mano,sem querer me intrometer nisso,parece-me que você é um pouco "pavil curto" já tentou fazer algum "tratamento" para tentar controlar esse aspecto? Se não for nada disso,peço desculpas por falar algo que não está de acordo com sua personalidade.

Parabéns, que Deus possa te abençoar cada dia mais!  Very Happy
Abraço

Pois é, Luis. Sou estressado mesmo, quem acompanha meus posts sabe, tenho lutado bravamente contra meu temperamento sangue-quente, explosivo. Se me vissem pessoalmente, notariam como falo alto, entre outros trejeitos agressivos (já ouvi até crianças, meus primos pequenos, dizendo que se assustam comigo...). Andei tomando calmantes tênues (Pasalix, fitoterápico consagrado), e devo admitir que estou modéstia à parte até mais tranquilo que em outros tempos, quando cheguei (13-14 anos) a destruir coisas em casa, queimar livros, quebrar discos, gritar com e partir para cima dos outros (inclusive na escola, onde já cheguei a bater em colegas por questões banais, empurrar meninas ao chão por nada, gritar com professores, não sei como não fui suspenso... Certa vez quase atirei uma cadeira num colega de classe porque ele se recusou a me emprestar uma borracha por meu comportamento infantil, essas coisas). Creio que recorrerei a um psicólogo caso (tomara que não) volte a ter crises de cólera.
Enfim, ocorreu-me a rigor uma recaída em todos os sentidos. Desentendi-me com meu pai por uma questão até delicada (melhor não dar detalhes), enfureci-me como em outros tempos e recorri ao vício para descarregar minha fúria. Contudo, admito que não é esta a lógica. É a lógica aquilo a que, maduro que sei que hoje sou, me propus. E foda-se o passado.
Avante!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  maverick em 16/5/2015, 19:14

Primeiramente Parabéns, cara recair é normal ainda mais quando estamos fragilizados com problemas pessoais, só por conseguir ficar mais de 100 dias você já é um guerreiro espero que consiga ficar mais 100 e não recair mais. Temos que administrar esses momento em que ficamos fragilizados para não recair.

Não vamos deixar esse vicio nos vencer!! Força ai parça. Abraçoss.

_______________________________________
avatar
maverick

Mensagens : 120
Data de inscrição : 01/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

Mensagem  Paulista em 16/5/2015, 19:58

Lendo o seu relato e observando o dos demais que completaram o reboot ou chegaram perto, me vem uma observação sobre como controlar esse vontade de buscar o vício para combater questões de problema pessoal.
Fiquei 89 dias sem pornografia e lembro claramente que durante este período meus maiores problemas eram os efeitos de abstinência. No entanto, me parece que quando nós recaímos com uma quantidade grande de dias é sempre devido a um desentendimento ou oscilação de humor e não devido a necessidade do pornô em si.
Tenho medo de passar por tudo e no fim acabar recaindo por falta de consistência emocional para lidar com adversidades e stress. No fim, a vida sempre será rodeada de momentos ruins e se não soubermos lidar com eles, por mais livres que estivermos fisicamente do vício, acabaremos cedendo.

Exemplo: Quando passo por momentos difíceis eu acabava comendo compulsivamente sem ter a menor fome, somente com o intuito de "refrescar o emocional".

Força Justiceiro!

_______________________________________
avatar
Paulista

Mensagens : 140
Data de inscrição : 07/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ao inferno toda essa desgraça que vem se apoderando de minha vida!

Mensagem  Justiceiro do Sertão em 18/5/2015, 18:17

Vai passar, vai passar! Tenho esperança!
Hoje, mais um dia terrível. Briga, rancor, entretanto a compulsória retomada.
Guarnecido estou, e nada mais me deterá. Rumo aos 90 dias, porra!!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Justiceiro do Sertão

Mensagens : 405
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 13 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum