Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Diário de Mad Max

em 2/4/2016, 23:12
Boa noite pessoal, este é meu primeiro post. Cheguei neste site por problemas com PMO obviamente, mais especificamente masturbação.

Conheci a masturbação aos 14 anos se não me engano, e fui praticando como qualquer adolescente considerado normal. A educação dos pais, as informações dos "educadores sexuais" e conversas com os amigos levam a crer que este ato é natural, esperado e até saudável. Hoje vejo que não é bem assim...

Sempre fui mais tímido com as garotas mas com o tempo fui melhorando. Hoje tenho meus trinta e tantos anos, mas quando adolescente os hormônios e o desejo sexual fizeram com que eu me masturbasse com frequência. Aos poucos fui inovando e não sei como na época passei a ligar para aqueles anúncios de garotas de programa de jornal e me masturbar enquanto falava ao telefone. Isto se tornou mais estimulante do que a simples masturbação sozinho e com a imaginação apenas, pois agora tinha a voz da outra pessoa.

Com o início dos anos 2000 ganhei meu primeiro PC e acesso a internet discada, e uma das primeiras coisas que fiz foi conhecer os famosos chats, isto acabou por se tornar num potente combustível para a masturbação, pois eu buscava conhecer uma menina na net devido ao desejo sexual normal, mas na verdade creio q já era mais pelo desejo em masturbação, pois o hábito em masturbação acaba por fazer-nos trocar o real pelo virtual, diminuindo a resposta ao estímulo real e fazendo com que nos satisfaçamos com a imaginação. Logo o desejo vinha eu buscava nos chats, escrevia, trocava msn, ou tel, e quando falando no tel, as situações imaginadas e a real possibilidade de conhecer aquela pessoa me excitava e era o combustível para a masturbação, porém nas poucas vezes que conheci ao vivo a pessoa minha resposta foi fraca. Creio que por causa de todo processo de idealização que a mente faz e a irrealidade (mecânica) da auto estimulação ocorre a dessensibilização quando em contato com uma mulher real de carne e osso. Isto tudo muito bem detalhado no e-book como vocês devem saber. E o ciclo vicioso continuava...

Até que novas experiências surgem, como agora não mais entrar em chats héteros, mas de travestis por exemplo. Agora além da voz você está “interagindo” com um estímulo mais pesado, algo mais “proibido” e portanto mais adrenalizante (ou dopaminante) e os efeitos sobre a moral da pessoa são terríveis. Será que sou gay? Pensamentos, dúvidas e angústia invadem a mente. Mas paradoxalmente ao vivo e a cores eu nunca tive nenhuma atração por homens e nem variações, aliais após as masturbações, independente de qual gênero fosse o combustível, eu sempre me sentia muito envergonhado e mal, mas o tempo e a dessensibilização da consciência acho que até a vergonha fica mais fraca. Meus sentimentos por relacionamentos reais sempre foram por mulheres, mas a resposta sexual real já estava enfraquecida, e isto se traduziu como disfunção erétil, ejaculação precoce e frustração.

Sempre tive a intuição de que eu não era gay ou variantes, percebi que no meu desejo por ter orgasmos as conversas ou quaisquer outras situações do dia-a-dia eram o meio para conseguir isto, e se este orgasmo não se dá numa relação íntima saudável ele se dará de outras formas. No caso qualquer outro meio que cause estímulo, como o já conhecido HOCD. Alguns irão colocar em prática outros ficarão no campo da imaginação. Eu fiquei na imaginação, a questão é que cada vez que você degenera suas preferências sexuais pela sede do orgasmo puro e simples, suas preferências originais vão se enfraquecendo, bem naquela linha da neurociência de que “neurônios que trabalham juntos permanecem juntos”.

Esta questão me enfraqueceu moralmente, fisicamente e mentalmente, e meu rendimento intelectual caiu enormemente a ponto de uma graduação levar o dobro do tempo que normalmente deveria levar, tive relações sexuais insatisfatórias e desinteresse nas relações afetivas reais com mulheres.

Apenas gostaria de salientar dois pontos que são minha opinião:

1°) Na minha opinião a guerra aqui travada não é contra a pornografia em si, mas contra a masturbação. A masturbação é o início de tudo e o mecanismo que leva a ejaculação, a pornografia é o meio para se masturbar. Não creio que alguém seja viciado apenas em pornografia sem se masturbar, no fim o combate é contra as duas pois uma emula a outra, mas a raiz está na masturbação. E o problema em encarar isto está num preconceito politicamente correto, já que se masturbar aparentemente é algo que está aí disponível a todo mundo, parece algo “natural” e para muitos aparentemente nunca fez mal. Logo o combate à prática recairia ao campo da moral logo na seara das religiões e filosofias. Ao se tentar um tratamento “puramente científico” evita-se usar de argumentos morais, mas em todas as medidas comportamentais já estão incutidas intrinsecamente julgamentos morais.  A masturbação é auge de um comportamento autocentrado, egocêntrico e infrutífero, e acredito que fomos programados para sermos felizes e completos se formos doadores e não receptores.

2º) Creio que qualquer cura verdadeira não passa apenas pelo aspecto bioquímico/medicamentoso, tem de haver uma reavaliação total de vida, e aí estamos novamente lidando com questões filosóficos/morais. Não adianta nada o cara conseguir ficar um ano sem se masturbar e acessar pornografia se os vazios em sua mente que permitiram entrar neste vício ali permanecerem.  Na minha visão isto vale para qualquer vício, mas é mais importante num vício comportamental, que acaba se tornando químico também. Pois mesmo que dominemos o vício e passemos a ter relações saudáveis a cura definitiva requer uma nova visão de vida, que passa pela substituição do prazer pelo prazer por algo que preencha este vazio, traduzindo, algo que dê novo significado a vida e seja potente o suficiente para dar um prazer de outro nível e senso de satisfação. Caso contrário recairíamos na situação de “alcoólatras secos”, aqueles que não bebem mais  contudo permanecem coma mesma mente de sempre, a mente que os levou ao alcoolismo, e isto significa que a recaída será questão de tempo ou oportunidade ou ao menos uma maior suscetibilidade a isso.

Finalizando, meu vício não é em pornografia, não vejo graça já que é algo irreal para mim e tão inacessível como sair com uma capa da Playboy. Meu vício e o dos demais aqui de maneira geral poderia ser classificado como vício em usar o poder da imaginação para obter o tão desejado orgasmo, e portando causando a desassociação entre orgasmo e sentimento, o que é muito comum na cultura de hoje em dia e até muito aplaudido pela sociedade. Mas interessante que apesar de todas as variações descritas neste e em outros sites dos problemas sexuais compulsivos, os mecanismos cerebrais, efeitos na mente e corpo e solução parecem ser mais ou menos os mesmos. Se forem pesquisar e dar uma espiadinha em alguns fóruns de internet sobre garotas de programa e travestis (não o façam pois são gatilhos) perceberão que a fissura dos caras ali encontrada é tão grande que para muitos só o sexo já não basta, tem que ser sem camisinha, e o desejo intenso é tão grande que supera o medo da morte. Enfim o fundo do poço é diferente para cada pessoa, o que para uns é o fundo do poço para outros é só o início da descida.

Recomendo a todos também a leitura do livro Inteligência Emocional, do psicólogo Daniel Goleman. Não é focado nas compulsões sexuais, é mais abrangente e seu foco é no desenvolvimento intra e inter-pessoal de acordo com as informações que a neurociência e a psicologia têm a oferecer. No livro conceitos como circuito de recompensa, cérebro primitivo (emocional), cérebro mais evoluído (córtex pré-frontal/razão), a capacidade do segundo controlar o primeiro, a meta-consciência como capacidade de ter consciência sobre a consciência, a luta das duas pelo controle do corpo, o controle dos impulsos, e as aptidões mestras de se auto conhecer para poder ter empatia pelos outros e conhecê-los também e do auto controle, a questão das trilhas neurais, escravidão das paixões, plasticidade do cérebro e etc. Creio que este livro também será de grande ajuda e elucidação para todos nós aqui, e mesmo escrito na década de 90 concorda com tudo o que a neurociência fala do vício em PMO hoje dia, os mecanismos são bem parecidos.

Agradeço aos criadores, moderadores e colegas usuários do site e desejo a todos o que desejo para mim: a cura, que encontrem sua alma gêmea, tenham filhos, sejam saudáveis, produtivos e alegres. Busco a ajuda de vocês e no que puder ajudá-los-ei.

Boa sorte a nós!
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Diário de Mad Max

em 3/4/2016, 02:09
Olá pessoal, peço desculpas por ter me alongado no meu post inicial, devo me policiar quanto a isso.
Desculpem também se pareci teórico demais em meu post inicial. No momento iniciarei um estudo dos posts sobre os bloqueadores, filtros e contadores, para então começar inicialmente o reboot. Gostaria de agradecer novamente pela existência maravilhosa de um site como este, uma luz no meio da escuridão que abunda na internet.

Abraços a todos!
avatar
Mensagens : 6110
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
Ver perfil do usuáriohttp://blokporn.blogspot.com

Re: Diário de Mad Max

em 3/4/2016, 05:45
Seja bem-vindo.

Você tem razão. O reboot não é sobre parar com PMO, mas sobre uma mudança real de vida. Você chegou a ler o ebook? Ali tem uma série de medidas a serem tomadas. Parar com a masturbação é só uma delas.

Outra coisa, se você sofre de HOCD, precisa se abster de sexo e de orgasmo por algum tempo. Eu costumo recomendar três semanas. Esqueça sexo e vai fazer outras coisas. Dê um tempo para seu cérebro colocar as coisas no lugar.

Quanto ao tópico que você abriu, será seu diário. Mantenha seu diário atualizado, com relatórios, dúvidas e progresso, para que tenhamos um histórico de sua luta contra o vício e possamos te ajudar caso você esteja cometendo algum erro. Ao menos nos primeiros 15 dias, e até completar 15 dias de reboot, poste diariamente. Depois disso, se quiser, pode diminuir a frequência.

Instale um contador de dias na sua assinatura, para medir seu progresso. Orientações a este respeito estão aqui: http://comoparar.forumeiros.com/t5-como-instalar-um-contador-de-dias

Leia o ebook, para conhecer melhor o problema com que você está lidando.

Instale bloqueadores, para não ter mais acesso à PMO.

Arrume atividades que te afastem do PC e que te façam se aproximar das pessoas. Exercícios e cursos são os mais indicados, porque te aproximam de pessoas e te fazem evoluir.

Também arrume atividades que te façam relaxar e que inibam sua ansiedade. Meditação é o mais recomendado. Mas pode recorrer a outras, como yoga, massagem, entre outras.

Paquere. Vá abordar mulheres.

E, se recair, nada de sentimentos de culpa. Identifique os erros que te fizeram recair, corrija-os e não os cometa mais. Faça isso todas as vezes, e, em algum momento, recair será impossível.

_______________________________________


Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
Mensagens : 470
Data de inscrição : 10/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 3/4/2016, 17:22
Espetacular sua primeira postagem, foi uma ótima revisão sobre o problema e demonstra que você está muito por dentro das nuances desse vício desgraçado.

Detalhou bem o seu problema e essa detecção é muito importante para a resolução.
Achei sensacional o post, vou acompanhar de perto seu diário, disposto a te ajudar e estou com a certeza serei ajudado lendo seus relatos. Esse diário aparentemente será muito produtivo.


Última edição por Atirador Nordestino em 7/4/2016, 15:42, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 266
Data de inscrição : 23/02/2016
Idade : 31
Localização : PERNAMBUCO
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 3/4/2016, 20:40
Gostei do q vc falou!!! Faz todo sentido! Na verdade creio q inicialmente todos nós caímos na armadilha da Masturbação! Realmente em todos os meu reboots passados eu recorria a Pornografia para q ela me impulsionasse até aquele orgasmo q eu sentia no inicio da minha juventude!!!
A pornografia é como o cigarro e a masturbação é a nicotina,desejamos não a pornografia em si,mas a sensação q ela nos faz ter para uma masturbação perfeita!!!!

Mas todos nós desejamos jogar essa carteira no lixo!!!!

Sucesso nessa caminhada brother!!!

_______________________________________


Meu Diário
http://www.comoparar.com/t2645p200-minha-meta-e-vencer
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1498
Data de inscrição : 01/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 4/4/2016, 00:22
Sensacional o seu post. Eu concordo com tudo que você falou. Acho que o principal vício é masturbação mesmo, que alimenta fantasias e nos dá um 'falso prazer', o que nos deixa longe do real.

Depois que parei com M, ficou mais fácil parar com a P.

_______________________________________
"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, inventa desculpa". Toguro

Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha. Rocky Balboa

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 4833
Data de inscrição : 30/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 4/4/2016, 06:42
Eu usava sempre a masturbação fantasiando sexo e depois de ver pornografia. Assim que a masturbação se torna um ato prazeroso. É raro assistir pornografia sem se masturbar. Tem de haver expressão física do desejo psicólogico. Senão não teria graça ver pornografia. A compulsão, por isso, detona o cérebro. Essas avalanches cavalares de dopamina, claro, danificara nosso cérebro.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Retornando

em 21/7/2016, 22:52
Olá pessoal, infelizmente fiz tudo errado, apesar da bonita filosofia do meu primeiro post no meu diário, a prática não correspondeu. Comecei a 1ª tentativa de reboot indo bem, e cheguei aos 21 dias, mas fiquei com uma cisma de que minha vontade sexual deveria ser maior do que era, e acabei usando como desculpa para me masturbar, logo jogando o esforço por água abaixo.

Lógico que após isso não retornei a normalidade, pois não se tratava de uma decisão sóbria, mas sim de uma recaída de alguém que não consegue (ainda) controlar seus instintos básicos. Por isso tanto tempo sem escrever, já que reiniciar um reboot parece demandar esforço redobrado, e ser um masturbador compulsivo na minha visão está associado a fraqueza de livre arbítrio e dificuldade em se esforçar ainda que por motivos neuroquímicos, estas qualidades foram minadas com os anos. Além disto toda sorte de desculpas ajudam a falta de frequência em manter um contato aqui neste fórum, contato este que é vital. Fui soberbo achando que iria desta vez conseguir fácil, negligenciei a postagem frequente de posts aqui, a qual foi recomendada pelo moderador, e também recaí em outros aspectos que me ajudariam a sair dessa, como um efeito cascata.

Preciso estudar muito para várias coisas, universidade, concursos e outras coisas, e para isto preciso estar razoavelmente equilibrado mentalmente, fisicamente e espiritualmente. A masturbação para mim é o entrave a tudo isso direta e indiretamente. Recomeço hoje novamente nesta guerra, irei comprar o novo e-book, que me parece estar excelente e vamos lá. Creio que não se vence uma guerra com filosofias, tendo as vezes a filosofar demais, guerras se vencem com ações corretas e práticas. Pequei na soberba e não fui humilde. Pretendo não repetir este erro agora.

Desejo sorte a todos, gostaria de ajudar e ser ajudado, serei mais presente aqui neste tão nobre fórum. Abraços.

_______________________________________
Convidado
Convidado

Re: Diário de Mad Max

em 22/7/2016, 01:09
Que bom que voltou. Vou te dar um abraço primeiro e depois o puxão de orelhas.

Notei que voltou a postar depois de uma recaída. Saiba que sua luta é a nossa, tanto por uma questão altruísta quanto porque a ajuda é mutua e os resultados igualmente. Estamos todos aqui para te ajudar e fornecer ajuda necessária. Sinta-se acolhido. Bem-vindo, novamente.

Você escreveu um post belíssimo e sumiu. Passou uns 3,5 meses sem postar, sem fazer o reboot e o resultado foi que avançou/evoluiu muito pouco. Não faça mais isso. Seu cérebro ainda está condicionado/com compulsão por PMO. Isso exige uma batalha muito grande em que você precisará participar mais do fórum, ler o ebook, buscar dopamina em atividades extra-net e nunca mais na PMO, se socializar. Vamos à luta. Não desista.

Abaixo, deixo alguma dicas preciosas para sua/nossa batalha:

1) Veja os vídeos do Gary Wilson. Te dará uma visão teórico-prática do que você está enfrentando. Os vídeos estão em: http://vicioempornografiacomoparar.com/videos/

2) Leia o ebook do Projeto. É um excelente material de compilação e a base metodológica deste fórum. Leia, decore e verá o quanto seu entendimento sobre este vício irá mudar.

3) Procure se inteirar sobre o uso de bloqueadores. Os blocks são fundamentais para dificultar e tornar mais difícil o acesso a este lixo da PMO. Temos tópicos específicos e muita gente que entende bem sobre bloqueadores, entre eles o Toguro. Mais sobre bloqueadores estão aqui: http://vicioempornografiacomoparar.com/bloqueadores/

4) Devemos substituir o ´´prazer´´da pornografia por outros prazeres saudáveis. Assim seu cérebro irá buscar dopamina em outros afazeres. Os preferidos aqui do pessoal são: musculação, leitura, caminhada, socialização, etc.

5) Aqui será o seu diário. Escreva aqui, pelo menos 1 vez ao dia, pelo menos no primeiro mês, para que os rebooters possam te acompanhar e oferecer dicas importantes sobre o método como parar.

6) Escreva no diário dos outros também. Não se acanhe. Ajudará outras pessoas, ao mesmo tempo que será ajudado.

7) Instale um contador de dias na sua assinatura, para medir seu progresso. Orientações a este respeito estão aqui: http://comoparar.forumeiros.com/t5-como-instalar-um-contador-de-dias

8 ) Não deixe de ler a página sobre orientações básicas do reboot que está em: http://comoparar.forumeiros.com/t78-reboot-de-pornografia-orientacoes-basicas

9) Sobre o e-book (versão 1-gratuita e a versão 2)podem ser encontrados aqui:

1) Link para baixar o E-book Vício em Pornografia Como Parar?, versão antiga (GRATUITO):
https://drive.google.com/file/d/0B_ZBYrwrvOuJbHozT3Fib0VmMTg/view

2) Link para assistir a apresentação do Novo E-book Vício em Pornografia Como Parar? e também para comprar o livro: http://vicioempornografiacomoparar.com/vls/

3) Link Direto para a compra do Novo E-book Vício em Pornografia Como Parar? (sem a apresentação): http://vicioempornografiacomoparar.com/ebook

Enfim, um excelente reboot para você e espero, dentro em breve, ouvir relatos de mudança e bem-estar de sua pessoa.

Abraço.
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 4833
Data de inscrição : 30/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 22/7/2016, 07:08
Mad Max escreveu:Olá pessoal, infelizmente fiz tudo errado, apesar da bonita filosofia do meu primeiro post no meu diário, a prática não correspondeu. Comecei a 1ª tentativa de reboot indo bem, e cheguei aos 21 dias, mas fiquei com uma cisma de que minha vontade sexual deveria ser maior do que era, e acabei usando como desculpa para me masturbar, logo jogando o esforço por água abaixo.

Lógico que após isso não retornei a normalidade, pois não se tratava de uma decisão sóbria, mas sim de uma recaída de alguém que não consegue (ainda) controlar seus instintos básicos. Por isso tanto tempo sem escrever, já que reiniciar um reboot parece demandar esforço redobrado, e ser um masturbador compulsivo na minha visão está associado a fraqueza de livre arbítrio e dificuldade em se esforçar ainda que por motivos neuroquímicos, estas qualidades foram minadas com os anos. Além disto toda sorte de desculpas ajudam a falta de frequência em manter um contato aqui neste fórum, contato este que é vital. Fui soberbo achando que iria desta vez conseguir fácil, negligenciei a postagem frequente de posts aqui, a qual foi recomendada pelo moderador, e também recaí em outros aspectos que me ajudariam a sair dessa, como um efeito cascata.

Preciso estudar muito para várias coisas, universidade, concursos e outras coisas, e para isto preciso estar razoavelmente equilibrado mentalmente, fisicamente e espiritualmente. A masturbação para mim é o entrave a tudo isso direta e indiretamente. Recomeço hoje novamente nesta guerra, irei comprar o novo e-book, que me parece estar excelente e vamos lá. Creio que não se vence uma guerra com filosofias, tendo as vezes a filosofar demais, guerras se vencem com ações corretas e práticas. Pequei na soberba e não fui humilde. Pretendo não repetir este erro agora.

Desejo sorte a todos, gostaria de ajudar e ser ajudado, serei mais presente aqui neste tão nobre fórum. Abraços.

Quando experienciei meu primeiro reeboot, ficava também com uma vontade massacrante de me masturbar. Sempre por volta dos 30 dias isto fica insuportável. O lance é está focado nos seus objetivos. Uma hora, esta fissura acaba.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1679
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 22/7/2016, 10:12
Mad Max escreveu:Olá pessoal, infelizmente fiz tudo errado, apesar da bonita filosofia do meu primeiro post no meu diário, a prática não correspondeu. Comecei a 1ª tentativa de reboot indo bem, e cheguei aos 21 dias, mas fiquei com uma cisma de que minha vontade sexual deveria ser maior do que era, e acabei usando como desculpa para me masturbar, logo jogando o esforço por água abaixo.

Lógico que após isso não retornei a normalidade, pois não se tratava de uma decisão sóbria, mas sim de uma recaída de alguém que não consegue (ainda) controlar seus instintos básicos. Por isso tanto tempo sem escrever, já que reiniciar um reboot parece demandar esforço redobrado, e ser um masturbador compulsivo na minha visão está associado a fraqueza de livre arbítrio e dificuldade em se esforçar ainda que por motivos neuroquímicos, estas qualidades foram minadas com os anos. Além disto toda sorte de desculpas ajudam a falta de frequência em manter um contato aqui neste fórum, contato este que é vital. Fui soberbo achando que iria desta vez conseguir fácil, negligenciei a postagem frequente de posts aqui, a qual foi recomendada pelo moderador, e também recaí em outros aspectos que me ajudariam a sair dessa, como um efeito cascata.

Preciso estudar muito para várias coisas, universidade, concursos e outras coisas, e para isto preciso estar razoavelmente equilibrado mentalmente, fisicamente e espiritualmente. A masturbação para mim é o entrave a tudo isso direta e indiretamente. Recomeço hoje novamente nesta guerra, irei comprar o novo e-book, que me parece estar excelente e vamos lá. Creio que não se vence uma guerra com filosofias, tendo as vezes a filosofar demais, guerras se vencem com ações corretas e práticas. Pequei na soberba e não fui humilde. Pretendo não repetir este erro agora.

Desejo sorte a todos, gostaria de ajudar e ser ajudado, serei mais presente aqui neste tão nobre fórum. Abraços.

Olá Mad Max

Seja bem vindo ao Fórum. Siga a metodologia como parar? descrita no E-BOOK e Leia sempre que possível esse E-BOOK.
http://comoparar.forumeiros.com/t3070-download-e-book
Leia o tópico Reboot de Pornografia (orientações básicas)
http://comoparar.forumeiros.com/t78-reboot-de-pornografia-orientacoes-basicas
Leia as regras de postagens desta seção e do Fórum
http://comoparar.forumeiros.com/t3122-regras-de-participacao
http://comoparar.forumeiros.com/t394-leia-antes-de-postar-suas-duvidas
Instale os bloqueadores de P nos seus dispositivos de acesso a internet.
http://comoparar.forumeiros.com/f11-ferramentas-e-bloqueadores
Instale um contador de dias para que possamos lhe acompanhar melhor.
http://comoparar.forumeiros.com/t5-como-instalar-um-contador-de-dias
Esteja sempre que possível aqui no Fórum tirando dúvidas, postando nos diários dos outros usuários, pois o sistema de ajuda mútua também é importante para internalizar o processo do Reboot no cérebro. Os primeiros dias de Reboot são mais difíceis porque é uma situação nova e o cérebro detesta sair da zona de conforto, então os sintomas de desconfortos são naturais nesse início, mas o melhor está por vir depois que você internalizar na sua mente que P e M não são mais opções para sua vida, seu cérebro também não vai querer mais sair desse novo sistema, isso só se consegue com o tempo de Reboot, não sabemos ao certo quanto tempo, mas faça o experimento de 90 dias primeiro para fazer uma avaliação melhor do Reboot. Realmente o que vem fácil também tende a ir embora fácil, assim é o prazer originado da pornografia e masturbação, logo devemos obter prazer de forma natural buscar se religar ao sexo real e vivermo o melhor da vida. Nessa guerra você tem que controlar os instintos do sistema natural de recompensas comandados pelo cérebro primitivo que se ilude pela pornografia pensando que aquilo é uma possibilidade de perpetuação da espécie. Coloque seu cérebro inteligente no comando e deixe que ele gerencie sua vida.
Se chegou ao fundo do poço é hora de escalar de volta para o caminho da luz.

Quando conheci e iniciei o experimento Reboot eu pensava que a masturbação era o problema e a pornografia seria algo secundário, porém hoje tenho uma visão diferente. Porque? fui percebendo que a pornografia é o combustível, difícil definir pornografia porque ela não é somente aquele filme ou vídeo pornô, ela é muito mais, (livros e contos eróticos, chats e bate-papo eróticos, audios eróticos, conversas eróticas, fantasias e objetos e mais uma infinidades de coisas, tudo isso pode ser considerado pornografia) então conforme a teoria científica nosso sistema de recompensas naturais se vicia e dessensibiliza facilmente buscando por novidades cada vez mais fortes e intensas é isso que nos faz viciar em pornografia e consequentemente masturbação. Veja que não faz sentido se masturbar sem ter algo estimulante por trás disso, se alguém se masturbar pensando nas dívidas que tem, isso é novidade e exceção, nunca vi alguém relatar isso. Então se você sente o desejo de se masturbar é porque existe um combustível pornográfico por trás, procure fechar esse canal pornográfico, seja com socialização, atividade física ou outra atividade que você mais gostar. Estamos aqui para lhe ajudar.


Abçs!

Sucesso e Vitórias na sua Jornada.

_______________________________________
" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

Convidado
Convidado

Re: Diário de Mad Max

em 26/7/2016, 03:37
Não cometa o mesmo erro; faça-se um pouco mais presente no fórum.
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 22/8/2016, 23:46
Olá pessoal, peço novamente desculpas por cometer o mesmo erro novamente, não me fazer presente aqui no fórum. Estou numa fase muito puxada em que estou dando muitas aulas e estudando também para um concurso que se aproxima. Mas sei também que isto não é desculpa, e devo postar e participar com alguma frequência ao menos, isto é vital a todos nós.

Acompanho a luta de vários daqui para permanecerem limpos e também travo a minha luta, me vejo na mesma situação da maioria, mas tenho dúvidas em alguns pontos, pois cada um aqui tem suas peculiaridades tanto em relação ao problema quanto em relação a como reage a ele.

Este site é uma fonte maravilhosa de informações e compartilhamento de experiências, e gostaria de colocar aqui alguns pontos de maneira breve.

1) É estranho pois ao mesmo tempo que me coloco no mesmo barco que todos aqui vejo algumas diferenças também, no seguinte sentido: eu não consumo pornografia, não me atrai na verdade, para mim soa falso, mas por outro lado percebo que meu mau hábito de me masturbar tem um natureza muito semelhante aos vícios dos demais aqui, pois ao invés de ver pornografia eu uso de outros meios, como a imaginação de situações reais cotidianas, ou até mesmo uma conversa telefônica. Isto para mim é idêntico a assistir pornografia, a diferença é que para mim a fonte de excitação tem que vir de uma fonte real ou possível de ser realizada na prática. O problema é que quando tive oportunidade de ter um intercurso real meu corpo/mente não reagiu de acordo. Logo como já disse, na minha visão o problema é a idealização como fonte de se excitar para se masturbar. O bloqueador k9 no meu caso é muito útil no bloqueio de chats por exemplo, já para conteúdo erótico não em tem muita serventia.

2) Tenho uma outra peculiaridade: pretendo me casar (sim eu sou maluco), e antes disto, de preferência, preciso normalizar e controlar minha função sexual, não idealizando, passando pelo reboot, para poder estar com a mente limpa e clara e assim propício a escolher e conhecer uma parceira de forma sólida, real e saudável. Mas tem um porém, antes do casamento eu não posso ou deveria ter nenhuma relação sexual com nenhuma mulher (motivos religiosos), e claro, sendo homem o desejo sempre está a espreita e quer se manifestar. Pensei que ao completar o reboot como eu poderia saber se eu estou ok? Talvez só depois de casado mesmo..ou então realizar um teste mesmo não estando casado, eu talvez abrisse esta exceção se fosse para verificar como estou, e para encontrar uma garota para ter uma relação sexual teria que agir de uma forma que já não condiz mais com o estilo de vida que levo hoje em dia.

3) Outro ponto é a questão da masturbação, qualquer médico irá falar que masturbação não tem problema e dirá até que é saudável, e que só se configura vício quando a pessoa se sente prejudicada ou incapaz de parar. Esta definição dos médicos é muito subjetiva, pois qualquer homem que tente parar de se masturbar encontrará forte resistência, e a maioria eu creio não conseguirá. A questão é que talvez a maioria dos homens consegue ter um número de relações frequentes ou apela para a masturbação mesmo que em número considerado razoável, mas o que é razoável? Uma vez por semana , por mês? Pensei nisto pois de acordo com o número de vezes que me masturbei ultimamente, analisando apenas o número e o espaço de tempo decorrido, dificilmente algum médico ou terapeuta me consideraria um viciado, mas eu sei que sou, pois não tenho controle total sobre isto. Não que todos que se masturbam sejam, pois a necessidade sexual é natural, bem vinda e muito forte, mas se não for muito bem canalizada pode se degenerar facilmente. Não estou pregando a abstinência antes do casamento, acredito nisso hoje, mas considero uma decisão pessoal, estou relatando apenas para contextualizar.

4)Os efeitos da idealização, não importa se via pornografia, mente ou qualquer outro meio, são todos iguais e estão muito bem descritos no e-book, me enquadro na proposta do site, e está sendo muito difícil não me masturbar, não olhar na rua para as mulheres. Independente das minha convicções temos todos algo em comum: o desafio do reboot e a forte tendência a idealização, que em alguns pode acabar minando a vida real.

5)No momento fiquei 25 dias sem me masturbar, até que numa fatídica noite desta semana uma mulher que tive contato a um tempo atrás me ligou. Foi um desafio grande, pois já tenho me esforçado bastante para tirar as mulheres da cabeça e me concentrar nos estudos e atividades cotidianas, foi difícil não pensar coisas ao falar no telefone. Resultado caí...Mas não seria mais fácil então em vez de cair encontrá-la pessoalmente e fazer o que tem de ser feito? Sim, mas ela busca um relacionamento e eu não quero com ela...eu teria que fazer toda uma interpretação e fingir com vista apenas de fazer sexo, e depois a vontade de sumir de perto e apertar a tecla eject..além do que se fosse questão de apenas ir e fazer o que tem de ser feito eu hoje não precisaria estar aqui, pois minha resposta sexual está condicionada à idealização. Hoje vejo, indo mais fundo ainda, que sexo sem conexão emocional é venenoso, pois por mais que queiramos colocar as coisas como apenas hormônios e prazer, algo mais fundo em nossa mente não percebe desta forma, e talvez seja por isso que no mundo de hoje, e também em tempos antigos, tantos problemas comportamentais existam nas sociedades.

Acho que fui meio confuso neste post, mas que fique registrado aqui a evolução ou involução do meu pensamento e reboot do jeito que estão. Iniciarei novamente o reboot hoje. Serei mais presente aqui.

Abraço a todos.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 22/8/2016, 23:53
testando contador

_______________________________________
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 22/8/2016, 23:59
Canaã escreveu:Que bom que voltou. Vou te dar um abraço primeiro e depois o puxão de orelhas.

Notei que voltou a postar depois de uma recaída. Saiba que sua luta é a nossa, tanto por uma questão altruísta quanto porque a ajuda é mutua e os resultados igualmente. Estamos todos aqui para te ajudar e fornecer ajuda necessária. Sinta-se acolhido. Bem-vindo, novamente.

Você escreveu um post belíssimo e sumiu. Passou uns 3,5 meses sem postar, sem fazer o reboot e o resultado foi que avançou/evoluiu muito pouco. Não faça mais isso. Seu cérebro ainda está condicionado/com compulsão por PMO. Isso exige uma batalha muito grande em que você precisará participar mais do fórum, ler o ebook, buscar dopamina em atividades extra-net e nunca mais na PMO, se socializar. Vamos à luta. Não desista.

Abaixo, deixo alguma dicas preciosas para sua/nossa batalha:

1) Veja os vídeos do Gary Wilson. Te dará uma visão teórico-prática do que você está enfrentando. Os vídeos estão em: http://vicioempornografiacomoparar.com/videos/

2) Leia o ebook do Projeto. É um excelente material de compilação e a base metodológica deste fórum. Leia, decore e verá o quanto seu entendimento sobre este vício irá mudar.

3) Procure se inteirar sobre o uso de bloqueadores. Os blocks são fundamentais para dificultar e tornar mais difícil o acesso a este lixo da PMO. Temos tópicos específicos e muita gente que entende bem sobre bloqueadores, entre eles o Toguro. Mais sobre bloqueadores estão aqui: http://vicioempornografiacomoparar.com/bloqueadores/

4) Devemos substituir o ´´prazer´´da pornografia por outros prazeres saudáveis. Assim seu cérebro irá buscar dopamina em outros afazeres. Os preferidos aqui do pessoal são: musculação, leitura, caminhada, socialização, etc.

5) Aqui será o seu diário. Escreva aqui, pelo menos 1 vez ao dia, pelo menos no primeiro mês, para que os rebooters possam te acompanhar e oferecer dicas importantes sobre o método como parar.

6) Escreva no diário dos outros também. Não se acanhe. Ajudará outras pessoas, ao mesmo tempo que será ajudado.

7) Instale um contador de dias na sua assinatura, para medir seu progresso. Orientações a este respeito estão aqui: http://comoparar.forumeiros.com/t5-como-instalar-um-contador-de-dias

8 ) Não deixe de ler a página sobre orientações básicas do reboot que está em: http://comoparar.forumeiros.com/t78-reboot-de-pornografia-orientacoes-basicas

9) Sobre o e-book (versão 1-gratuita e a versão 2)podem ser encontrados aqui:

1) Link para baixar o E-book Vício em Pornografia Como Parar?, versão antiga (GRATUITO):
https://drive.google.com/file/d/0B_ZBYrwrvOuJbHozT3Fib0VmMTg/view

2) Link para assistir a apresentação do Novo E-book Vício em Pornografia Como Parar? e também para comprar o livro: http://vicioempornografiacomoparar.com/vls/

3) Link Direto para a compra do Novo E-book Vício em Pornografia Como Parar? (sem a apresentação): http://vicioempornografiacomoparar.com/ebook

Enfim, um excelente reboot para você e espero, dentro em breve, ouvir relatos de mudança e bem-estar de sua pessoa.

Abraço.

Obrigado pela atenção Canaã, eu não posso me dar o luxo de não interagir com a galera, pois além de tudo seria uma falta de generosidade de minha parte, visto todo o bem que vocês fazem a mim e muitos outros.

Abraços!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 23/8/2016, 00:15
Blpr escreveu:
Mad Max escreveu:Olá pessoal, infelizmente fiz tudo errado, apesar da bonita filosofia do meu primeiro post no meu diário, a prática não correspondeu. Comecei a 1ª tentativa de reboot indo bem, e cheguei aos 21 dias, mas fiquei com uma cisma de que minha vontade sexual deveria ser maior do que era, e acabei usando como desculpa para me masturbar, logo jogando o esforço por água abaixo.

Lógico que após isso não retornei a normalidade, pois não se tratava de uma decisão sóbria, mas sim de uma recaída de alguém que não consegue (ainda) controlar seus instintos básicos. Por isso tanto tempo sem escrever, já que reiniciar um reboot parece demandar esforço redobrado, e ser um masturbador compulsivo na minha visão está associado a fraqueza de livre arbítrio e dificuldade em se esforçar ainda que por motivos neuroquímicos, estas qualidades foram minadas com os anos. Além disto toda sorte de desculpas ajudam a falta de frequência em manter um contato aqui neste fórum, contato este que é vital. Fui soberbo achando que iria desta vez conseguir fácil, negligenciei a postagem frequente de posts aqui, a qual foi recomendada pelo moderador, e também recaí em outros aspectos que me ajudariam a sair dessa, como um efeito cascata.

Preciso estudar muito para várias coisas, universidade, concursos e outras coisas, e para isto preciso estar razoavelmente equilibrado mentalmente, fisicamente e espiritualmente. A masturbação para mim é o entrave a tudo isso direta e indiretamente. Recomeço hoje novamente nesta guerra, irei comprar o novo e-book, que me parece estar excelente e vamos lá. Creio que não se vence uma guerra com filosofias, tendo as vezes a filosofar demais, guerras se vencem com ações corretas e práticas. Pequei na soberba e não fui humilde. Pretendo não repetir este erro agora.

Desejo sorte a todos, gostaria de ajudar e ser ajudado, serei mais presente aqui neste tão nobre fórum. Abraços.

Quando experienciei meu primeiro reeboot, ficava também com uma vontade massacrante de me masturbar. Sempre por volta dos 30 dias isto fica insuportável. O lance é está focado nos seus objetivos. Uma hora, esta fissura acaba.

Olá Blpr,

Realmente é incrível como a partir de 20° dia a vontade de se masturbar é muito forte, e o pior é que preciso fazer muitas coisas, as vezes sozinho, no computador. A minha fonte de "pornografia" são os chats, facebook etc, no meu caso primeiro vem a vontade de me masturbar e depois como forma de extravasar isso a busca por bate papos, ou as vezes uma imagem, pode ser uma mulher na rua, uma conversa, um perfil no facebook, desencadeia a vontade da masturbação. Ainda não sei o que vem primeiro o estímulo e a consequente vontade, ou a vontade e a posterior busca por estímulo, pois ninguém se masturba sem pensar em algo. Quando falo em casamento aqui no fórum, peço não ser mal interpretado, pois não pretendo fazer proselitismo de nenhum tipo, apenas é como vejo a forma de sustentar uma solução definitiva em minha vida. Para alguém que não pensa como eu, é só substituir a palavra casamento por qualquer outra forma de relacionamento, um namoro por exemplo, desde que haja vinculo afetivo, no próprio e-book isto é citado quando se fala em (re)estabelecer conexões emocionais e reais em detrimento do virtual e da auto gratificação egoísta.

Abraços

_______________________________________
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 23/8/2016, 00:35
Mario Vieira escreveu:
Mad Max escreveu:Olá pessoal, infelizmente fiz tudo errado, apesar da bonita filosofia do meu primeiro post no meu diário, a prática não correspondeu. Comecei a 1ª tentativa de reboot indo bem, e cheguei aos 21 dias, mas fiquei com uma cisma de que minha vontade sexual deveria ser maior do que era, e acabei usando como desculpa para me masturbar, logo jogando o esforço por água abaixo.

Lógico que após isso não retornei a normalidade, pois não se tratava de uma decisão sóbria, mas sim de uma recaída de alguém que não consegue (ainda) controlar seus instintos básicos. Por isso tanto tempo sem escrever, já que reiniciar um reboot parece demandar esforço redobrado, e ser um masturbador compulsivo na minha visão está associado a fraqueza de livre arbítrio e dificuldade em se esforçar ainda que por motivos neuroquímicos, estas qualidades foram minadas com os anos. Além disto toda sorte de desculpas ajudam a falta de frequência em manter um contato aqui neste fórum, contato este que é vital. Fui soberbo achando que iria desta vez conseguir fácil, negligenciei a postagem frequente de posts aqui, a qual foi recomendada pelo moderador, e também recaí em outros aspectos que me ajudariam a sair dessa, como um efeito cascata.

Preciso estudar muito para várias coisas, universidade, concursos e outras coisas, e para isto preciso estar razoavelmente equilibrado mentalmente, fisicamente e espiritualmente. A masturbação para mim é o entrave a tudo isso direta e indiretamente. Recomeço hoje novamente nesta guerra, irei comprar o novo e-book, que me parece estar excelente e vamos lá. Creio que não se vence uma guerra com filosofias, tendo as vezes a filosofar demais, guerras se vencem com ações corretas e práticas. Pequei na soberba e não fui humilde. Pretendo não repetir este erro agora.

Desejo sorte a todos, gostaria de ajudar e ser ajudado, serei mais presente aqui neste tão nobre fórum. Abraços.

Olá Mad Max

Seja bem vindo ao Fórum. Siga a metodologia como parar? descrita no E-BOOK e Leia sempre que possível esse E-BOOK.
http://comoparar.forumeiros.com/t3070-download-e-book
Leia o tópico Reboot de Pornografia (orientações básicas)
http://comoparar.forumeiros.com/t78-reboot-de-pornografia-orientacoes-basicas
Leia as regras de postagens desta seção e do Fórum
http://comoparar.forumeiros.com/t3122-regras-de-participacao
http://comoparar.forumeiros.com/t394-leia-antes-de-postar-suas-duvidas
Instale os bloqueadores de P nos seus dispositivos de acesso a internet.
http://comoparar.forumeiros.com/f11-ferramentas-e-bloqueadores
Instale um contador de dias para que possamos lhe acompanhar melhor.
http://comoparar.forumeiros.com/t5-como-instalar-um-contador-de-dias
Esteja sempre que possível aqui no Fórum tirando dúvidas, postando nos diários dos outros usuários, pois o sistema de ajuda mútua também é importante para internalizar o processo do Reboot no cérebro. Os primeiros dias de Reboot são mais difíceis porque é uma situação nova e o cérebro detesta sair da zona de conforto, então os sintomas de desconfortos são naturais nesse início, mas o melhor está por vir depois que você internalizar na sua mente que P e M não são mais opções para sua vida, seu cérebro também não vai querer mais sair desse novo sistema, isso só se consegue com o tempo de Reboot, não sabemos ao certo quanto tempo, mas faça o experimento de 90 dias primeiro para fazer uma avaliação melhor do Reboot. Realmente o que vem fácil também tende a ir embora fácil, assim é o prazer originado da pornografia e masturbação, logo devemos obter prazer de forma natural buscar se religar ao sexo real e vivermo o melhor da vida. Nessa guerra você tem que controlar os instintos do sistema natural de recompensas comandados pelo cérebro primitivo que se ilude pela pornografia pensando que aquilo é uma possibilidade de perpetuação da espécie. Coloque seu cérebro inteligente no comando e deixe que ele gerencie sua vida.
Se chegou ao fundo do poço é hora de escalar de volta para o caminho da luz.

Quando conheci e iniciei o experimento Reboot eu pensava que a masturbação era o problema e a pornografia seria algo secundário, porém hoje tenho uma visão diferente. Porque? fui percebendo que a pornografia é o combustível, difícil definir pornografia porque ela não é somente aquele filme ou vídeo pornô, ela é muito mais, (livros e contos eróticos, chats e bate-papo eróticos, audios eróticos, conversas eróticas, fantasias e objetos e mais uma infinidades de coisas, tudo isso pode ser considerado pornografia) então conforme a teoria científica nosso sistema de recompensas naturais se vicia e dessensibiliza facilmente buscando por novidades cada vez mais fortes e intensas é isso que nos faz viciar em pornografia e consequentemente masturbação. Veja que não faz sentido se masturbar sem ter algo estimulante por trás disso, se alguém se masturbar pensando nas dívidas que tem, isso é novidade e exceção, nunca vi alguém relatar isso. Então se você sente o desejo de se masturbar é porque existe um combustível pornográfico por trás, procure fechar esse canal pornográfico, seja com socialização, atividade física ou outra atividade que você mais gostar. Estamos aqui para lhe ajudar.


Abçs!

Sucesso e Vitórias na sua Jornada.

Olá Mario Vieira,

Concordo com praticamente tudo o que você escreveu, apenas acrescentaria que na minha visão o ovo e a galinha vêm juntos, a masturbação e a pornografia são complementares e acho eu que devem ser combatidos conjuntamente, pois um emula o outro. Concordo plenamente que pornografia abrange um leque de material e situações muito mais amplo do que normalmente se imagina, situações que as vezes são até aplaudidas como muito "bonitinhas" em nossa sociedade são extremamente pornográficas. Agora, o desejo sexual em si eu vejo como algo natural, é uma necessidade humana, o homem é o único ser vivo que copula sem fins reprodutivos e sem períodos específicos, e quando o desejo sexual manifesta-se no homem, deveria ser satisfeito com uma mulher de carne e osso, mas alguém descobriu o usar das mãos como forma de satisfação solitária...Acho que o auto controle sempre valerá para todos, pois todo mundo em algum momento será confrontado, existem inúmeras situações em que ter uma relação não é a decisão correta ou desejável, e se não tomarmos as rédeas de nosso próprio corpo ele poderá nos comandar e levar a várias situações ruins. Eu por exemplo não consumo a pornografia clássica, no entanto estou tão dessensibilizado quanto qualquer um daqui, apresentando os mesmos sintomas e procurando tomar o mesmo amargo remédio, amargo no início ao
menos.

Abraços!




_______________________________________
avatar
Mensagens : 108
Data de inscrição : 18/08/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 23/8/2016, 11:03
Mad Max,

rapaz, muito legal a sua franqueza. Foi longa a sua primeira postagem, mas fantástica, muito bem narrado.
O meu problema também foi contra a masturbação, o problema é que ela ficou intimamente ligada à pornografia. Também usei muito os recursos dos chats, não avancei tanto quanto você em buscas de novidades, mas fiquei viciado. Também concordo que a questão é uma mudança de vida, comportamental.

E olha, sempre tive uma inteligência razoável, tanto que tenho um bom emprego, conquistado com dificuldade (muita em virtude do meu próprio comportamento), então sabemos o que temos que fazer, sabemos de toda teoria, e por este motivo, não se culpe, pois o difícil é realmente colocar em prática. Seu texto inicial foi fantástico, e apesar de ter recaído, isto não significa que não possa levantar e tentar de novo.

Eu sempre soube, ainda que intuitivamente, que a masturbação fazia mal pra mim. Mas isso não me impediu de ser escravo por anos e anos. Cair é normal, acontece, mas vamos seguir, tentar de novo e nos apoiar, você vai conseguir!

Fica com Deus!

Grande abraço!

_______________________________________
[url=

DORAVANTE
Convidado
Convidado

Re: Diário de Mad Max

em 23/8/2016, 11:19
A recaída não deve significar o ´´fim do reboot´´. Somos humanos, complexos e às vezes acontece. O reboot, na minha humilde opinião, deve ser o conjunto de todos os dias sem e com pornografia. Só assim se tem uma dimensão maior da luta pessoal de cada um.
Mensagens : 22
Data de inscrição : 01/03/2016
Ver perfil do usuário

Pesquisa Científica sobre vício em Pornografia

em 23/8/2016, 12:08
Boa tarde, eu sou estudante do último ano de psicologia do Centro Universitário Católico do Espírito Santo (site da universidade: http://www.ucv.edu.br/index.php) e estou desenvolvendo uma pesquisa sobre o vício em pornografia e suas consequências para a sexualidade masculina. A pesquisa visa através de um questionário simples encontrar respostam que possam ajudar tanto a psicologia como a ciência a encontrar formas de enfrentamento e tratamento para esse vício.

A metodologia da pesquisa consiste em analisar as resposta dos participantes à luz da psicologia humanista existencial e também através da psicologia da sexualidade. Os que quiserem participar da pesquisa precisam apenas ter acima de 18 anos.

Não será pedido nome, identificação, localização, familiaridade, email ou qualquer informação pessoal que possa colocar o participante em risco, todas as respostas dadas serão computadas pelo site e não serão reveladas em hipótese alguma, somente os pesquisadores terão acesso para uso teórico.

O questionário contém 19 questões sendo 12 de múltipla escolha, 2 de assinale a resposta que melhor te descreve e 5 discursivas. Não são perguntas complexas, elas somente questionam sobre o seu vício e como você está lidando com ele, com cerca de 10 minutos você responde todo o questionário.

Eu agradeceria muito a quem puder doar 10 minutinhos do seu tempo para responder esse questionário que irá ajudar a todos futuramente.

Link do questionário: http://www.survio.com/survey/d/T6B2F2M6T9L6V8X1S

Quem quiser tirar dúvidas ou entrar em contato com o pesquisador responsável mande um email para: pesquisa.pornografia@gmail.com
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 19/9/2016, 21:32
Olá pessoal,

Resetando novamente e tentando reiniciar o reboot. Como ultrapassar a marca dos 20 dias? A partir desta data sinto uma vontade muito forte de me masturbar e os estímulos externos do dia a dia são um teste muito difícil. Será possível realizar o reboot estando solteiro? De qualquer forma os 90 primeiro dias devem ser sem relações sexuais, no chamado hard mode, logo não faz diferença estar solteiro ou não nesta primeira fase. Minha pouca presença aqui também atrapalha, e não deixa de ser sintoma de procrastinação. Comprarei urgentemente o novo e-book. Dia 1 vamos que vamos!

Abraços a todos!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 102
Data de inscrição : 23/08/2016
Idade : 32
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 19/9/2016, 22:04
Mad Max escreveu:Olá pessoal,

Resetando novamente e tentando reiniciar o reboot. Como ultrapassar a marca dos 20 dias? A partir desta data sinto uma vontade muito forte de me masturbar e os estímulos externos do dia a dia são um teste muito difícil. Será possível realizar o reboot estando solteiro? De qualquer forma os 90 primeiro dias devem ser sem relações sexuais, no chamado hard mode, logo não faz diferença estar solteiro ou não nesta primeira fase. Minha pouca presença aqui também atrapalha, e não deixa de ser sintoma de procrastinação. Comprarei urgentemente o novo e-book. Dia 1 vamos que vamos!

Abraços a todos!

Eaí Mad Max! td bem? Acho que a cada reset você deve analisar e entender onde está errando e se policiar.

Como estão as suas atividades extra-net ? Todos sabemos que é importantíssimo que você encontre outras fontes de prazer ou válvulas de escape para ansiedade e stress. Sem essas atividades, realmente fica difícil a mudança de foco, que é extremamente necessária quando bate a fissura ou para resistir aos gatilhos visuais.

E sim, é possível fazer este reboot em hard mode estando solteiro, eu sou um caso e hoje completei 30 dias em Hard Mode. Penso até, que seja ainda mais fácil fazer o reboot estando solteiro, pois em alguns casos existe uma certa pressão por parte da companheira/o em relação ao período sem sexo. Estando solteiro, você fica mais para focar em você mesmo.

Não deixe de frequentar o fórum para manter o seu diário atualizado, é importantíssimo sempre lembrar os malefícios que o vício trás para nossa vida.

Siga firme nessa batalha, grande abraço e fique com Deus!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Recomeçando

em 15/12/2016, 13:28
Olá pessoal, mais uma vez estou aqui recomeçando. Durante esses meses cedi diante do problema e empurrei com a barriga a possível solução. Na verdade nas vezes em que tentei realizar o reboot não implementei todas as recomendações de vocês, no fundo tentei fazer do meu jeito, me iludindo ao achar que bastaria instalar um contador e "fechar a torneira" na marra, mas não é assim que funciona...

Apesar de estar consciente dos meus erros e até expô-los por escrito, na prática não agi da forma correta, mostrando até que ponto pode chegar o abismo entre mente e coração, razão e emoção e isso pode ser origem de muitos problemas. Bem desta vez já comprei o novo e-book, e irei postar aqui todos os dias, ao menos nos 30 primeiros dias. Procurarei ler depoimentos e assistir aos vídeos.

Penso que não devo me aproximar de nenhuma mulher pelo menos durante o reboot, pois acho que meu desempenho sexual não seria satisfatório, sem falar que ainda tenderia a ver uma mulher por um viés excessivamente sexual. Mas claro que conhecendo alguém que eu sinta uma afinidade além de mera atração seria bom manter o contato. Acredito que nossa capacidade de julgamento fica comprometida devido a PMO, nublando nossas ações e reações, e assim uma boa mulher pode ser deixada de lado por uma não tão boa porém mais estimulante do ponto de vista sexual.

Vou procurar reiniciar alguma atividade física, estou parado há um tempo, o problema é me deparar com um monte de mulher vestida com roupas provocantes, isso é um verdadeiro desafio principalmente para alguém em reboot. Como lidam com isso? Cenas e situações cotidianas podem ser tão pornográficas para a mente quanto um filme erótico...enfim desafios da era moderna.

Até agora o 1° dia de reboot está sendo tranquilo, mas sempre é assim..rs, daqui a pouco ficará mais difícil. Preciso ficar muito no computador e o bloqueador é de vital importância e me ajuda bastante.

Abraço a todos.

_______________________________________
avatar
Admin
Admin
Mensagens : 1160
Data de inscrição : 16/06/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 15/12/2016, 16:04
Olá Mad Max!

Seja bem-vindo de volta ao fórum e parabéns por esta decisão.

Cumprir o passo-a-passo do Reboot sem negligenciá-lo é essencial para vencer o vício.
É preciso saber como está a sua autoconfiança para saber se deve olhar ou não para uma mulher vestida com roupas provocantes. Durante o meu reboot, houve momentos em que me senti confiante para olhar as mulheres e em outros momentos tive que simplesmente virar o rosto. Isto costuma oscilar durante o reboot, por tanto, é preciso saber se você está confiante ou não para olhar.

Além dos bloqueadores, aconselho também a criar hosts no windows e bloquear o acesso aos sites de P pelo roteador também, caso você utilize um, assim você terá mais de uma camada de bloqueio no seu computador.

Desejo sucesso nesta nova jornada.

Grande abraço.
avatar
Mensagens : 107
Data de inscrição : 30/03/2016
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Mad Max

em 16/12/2016, 15:49
CTroy escreveu:Olá Mad Max!

Seja bem-vindo de volta ao fórum e parabéns por esta decisão.

Cumprir o passo-a-passo do Reboot sem negligenciá-lo é essencial para vencer o vício.
É preciso saber como está a sua autoconfiança para saber se deve olhar ou não para uma mulher vestida com roupas provocantes. Durante o meu reboot, houve momentos em que me senti confiante para olhar as mulheres e em outros momentos tive que simplesmente virar o rosto. Isto costuma oscilar durante o reboot, por tanto, é preciso saber se você está confiante ou não para olhar.

Além dos bloqueadores, aconselho também a criar hosts no windows e bloquear o acesso aos sites de P pelo roteador também, caso você utilize um, assim você terá mais de uma camada de bloqueio no seu computador.

Desejo sucesso nesta nova jornada.

Grande abraço.

Olá Ctroy, obrigado pela mensagem.

Realmente preciso seguir o passo a passo e já comecei a ler o novo e-book, que por sinal está muito bem feito. Prefiro não olhar para mulheres por enquanto justamente para não despertar o desejo da forma errada. Preciso realizar este reboot da maneira hard, estando "zerado" e mais no controle do meu corpo, aí sim me abro a possibilidade de conhecer uma garota, e focando mais no lado da conexão emocional do que o sexual pelo sexual. O k9 é muito útil para mim pois me impede de recorrer a chats, que sempre foram uma fonte de recaídas para mim.

Abraços!

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum