Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 1897
Data de inscrição : 22/07/2016
Idade : 20
Localização : Malibu - California
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 19/10/2016, 22:31
Concordo com o Blpr.

Mesmo que eu não entenda muita coisa de relacionamentos acredito que a conversa é a base pra qualquer um. Digo isso porque, antes de meus pais se separarem, eles nunca conversavam sobre os sus problemas, era cada um na sua. Nem preciso contar que houve um momento que esses rancores que eles guardavam "explodiu" e o relacionamento acabou.
Espero que isso não aconteça com vocês.

Abraços Lua.

_______________________________________



Diário

Parte I >http://www.comoparar.com/t3592-stark-going-beyond
Parte II >http://www.comoparar.com/t6475-stark-avenging-my-life
avatar
Mensagens : 178
Data de inscrição : 07/06/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 24/10/2016, 22:33
Obrigada, amigos!

O Blpr está certíssimo. Sempre tento ser sincera ao máximo pois odeio aquela sensação de coisa mal resolvida. Não gosto de dormir "brigada" nem de ficar mal e adiando as coisas ruins, falo mesmo e gosto de resolver tudo. Já que tem algo errado, não adianta jogar debaixo do tapete, pois um dia alguém tira esse tapete e tudo de ruim vem à tona, o que é bem pior.

Está tudo bem, mas acabei recaindo em MO junto com ele depois de conversas de teor libidinoso (adoro essa expressão, mas a atitude foi péssima). Já comentei aqui que tentava evitar esses assuntos pra tornar mais fácil pra ele e agora nós dois precisamos estar atentos. Conversa picante é estímulo virtual e NÃO pode, dá no mesmo que P. Eu já sabia disso, mas na hora não me atentei e cedi ao desejo.

Vou retirar o contador, decidi depois de pensar bastante sobre. O contador me deixa numa pressão enorme e me confunde dentro do fórum com uma rebooter. Continuarei sim, sem MO, irei postando aqui os progressos e dificuldades mas quero esquecer um pouco os números. Claro que irei "resetar" em recaídas, daí faço os cálculos pra ver onde parei. Acho que será melhor assim.

Abraços
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1447
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 26/10/2016, 21:15
Admiro sua persistência Lua, não desiste e não tem medo de mudar de estratégia.

É verdade vc não é uma rebooter, no entanto namora um e tem conhecimento do vício. Acho isso muito importante. Sempre posto aqui a dificuldade que é para um viciado em pornografia enxergar o proprio problema e ter controle suficiente para se autodisciplinar sem nenhum acompanhamento a não ser o dele próprio.

No seu caso e do seu parceiro, vcs tem um ao outro, e isso, a meu ver, pode trazer vantagens, pois há o apoio mútuo, quando um não está percebendo as coisas muito bem o outro está ali para dar uma apoio, podemos dizer, presencial.

Continue assim, pondo as coisas no seu lugar sem jogar, como você disse, pra debaixo do tapete.

_______________________________________


>>>Link do Diário
avatar
Mensagens : 178
Data de inscrição : 07/06/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 27/10/2016, 09:46
Obrigada, TGuerreiro, você falou várias verdades. No entanto, mesmo tendo ajuda mútua, não adiantaria se não tivéssemos autocontrole. Por isso acredito que estamos todos no mesmo barco. Temos recursos diferentes, mas a importância está em utilizar esses recursos da melhor maneira e a nosso favor. Dependendo da pessoa, pode ser mais fácil ou mais difícil, mas isso porque precisamos aprender a lidar com nossas dificuldades particulares, e nem todos conseguem.

Ontem pela manhã quaaase tive uma recaída, mas parei e respirei fundo, me concentrando só na respiração e tentando esvaziar minha cabeça de outros pensamentos. E deu certo! Mesmo com o desejo presente eu não estou cedendo à isso, e agora me sinto mais firme, pois antes eu fugia da dificuldade e agora eu a encaro, e a venço!

Abraço a todos Wink

_______________________________________
Meu diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3362-namorada-de-um-rebooter

Muitos não dão valor aos dias de luta porque esquecem que são deles que se fazem os dias de glória. Só desista de desistir!
avatar
Mensagens : 868
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 27/10/2016, 17:50
Lua escreveu:
"Temos recursos diferentes, mas a importância está em utilizar esses recursos da melhor maneira e a nosso favor. Dependendo da pessoa, pode ser mais fácil ou mais difícil, mas isso porque precisamos aprender a lidar com nossas dificuldades particulares, e nem todos conseguem".
É verdade, Lua. Esse fórum é rico em exemplos nesse sentido. Existem rebooters que namoram e mesmo assim tem grandes dificuldades no reboot e resetam com frequência. Por outro lado, existem rebooters que são "lobos solitários" e mesmo assim são exemplares, caso do Toguro e do Blpr. 

Abraço e sucesso!

_______________________________________

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1447
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 28/10/2016, 23:05
Lua escreveu:Obrigada, TGuerreiro, você falou várias verdades. No entanto, mesmo tendo ajuda mútua, não adiantaria se não tivéssemos autocontrole. Por isso acredito que estamos todos no mesmo barco. Temos recursos diferentes, mas a importância está em utilizar esses recursos da melhor maneira e a nosso favor. Dependendo da pessoa, pode ser mais fácil ou mais difícil, mas isso porque precisamos aprender a lidar com nossas dificuldades particulares, e nem todos conseguem.

Sim, é verdade. Não ignoro esses pontos que vc colocou e os considero muito importantes, afinal, no fundo, muitos temos um motivo particular que nos leva a recorrer ao vício e temos que aprender a lidar com isso. Faz parte do crescimento pessoal.


_______________________________________


>>>Link do Diário
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/12/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 17/1/2017, 15:01
Olá Lua, só agora consegui terminar de acompanhar a sua trajetória... Ufa
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/12/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 17/1/2017, 15:06
Desculpe, escrevi um tanto e tive um problema ao enviar.
Continuando...
Primeiramente quero te parabenizar por toda sua força de vontade, perseverança e madureza mediante toda situação. Tbm gostaria de saber notícias suas. Vi que já faz um tempo que não escreve nesse tópico.
Bem, me identifiquei com sua história. Meu marido tbm esta em reboot e resetou depois de ter completado os 90 dias e conseguimos identificar que o excesso de confiança o fez negligenciar algumas coisas.
Falando um pouco sobre mim: desde bem nova iniciei o hábito de me masturbar e depois que me casei achei que já tivesse superado. Porem, desde que meu marido iniciou o reboot que coincidiu com o período que voltei do resguardo pós parto, minha libido voltou a ficar muito alta e senti a necessidade de tbm fazer um contador de MO pra mim. Sempre considerei um hábito prejudiciql pra mim. Porém agora estou determinada a parar de vez..
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/12/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 17/1/2017, 15:44
Gostaria que você ou um dos colegas me ajudasse. Tenho muitas dúvidas e inseguranças quanto a ajuda que posso estar ou não dando. Como falei, minha libido tem estado constantemente alta e isso modificou a frequencia e intensidade com que fazemos sexo.
Ontem ele quis ficar olhando no espelho enquanto transavamos e percebi que o orgasmo dele foi mais intenso,não sei se por isso, mas quero saber se isso é contra produtivo pro reboot dele ou se não tem nada a ver..
avatar
Mensagens : 178
Data de inscrição : 07/06/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 26/1/2017, 14:10
Bom, quanto tempo...
Quem lembra dessa notícia? "Gato volta para casa depois de dois anos como se nada tivesse acontecido"
Pois é, vai ser mais o menos assim a minha volta. Me afastei do fórum por um bom tempo e creio que explicações não cabem, nem vão me isentar da culpa de ter estado distante tanto tempo.

Mesmo sem entrar todo esse tempo, às vezes eu dava uma passada apenas como visitante para ver como andavam as coisas. Antes de ontem, vi as postagens de VanKelly aqui no meu diário e isso não só me motivou a voltar, como me obrigou. Senti a necessidade de responder e tentar ajudar.

VanKelly, parabéns por ter abraçado a luta do seu marido e ter lhe dado apoio. Somente isso já é de uma ajuda enorme. Lembro que assim que descobri o vício do meu namorado, fiquei totalmente perdida, por ser algo tão novo, diferente, estranho à minha realidade... Mas a verdade é que é muito simples ajudar o parceiro nessa caminhada.

Primeiro eu tentei entender melhor o vício, estudei, vi vídeos de palestras, entrei em diferentes sites... Tudo pra entender um pouco mais como funcionava aquilo na cabeça dele, e o que ele deveria fazer para se curar do vício. Sim, ele. Pois é o viciado que deve fazer todos os esforços para vencer, porque existe um princípio simples na vida "só se muda quando se quer". Nada que você faça, por mais que você tente, vai fazer ele se curar. Por mais estranhas que pareçam essas palavras, somente o viciado pode agregar forças (interiores) suficientes para a superação. Por exemplo, do que adiantaria a parceira ter toda a força de vontade do mundo se o interessado na cura não a tiver? Nadinha. Então com esses esclarecimentos iniciais toda essa trajetória se torna muito mais leve para nós, pois nos isentamos de qualquer culpa. Uma vez que não atrapalhemos, não existe a possibilidade do parceiro cair, falhar, desistir por nossa causa.


Assim que entendemos melhor, nos cabe incentivar o reboot e termos o cuidado de não ser a causa de gatilhos (como ter conversas de teor sexual ou mandar fotos "gatilhosas" por meios virtuais). Outro perigo é aquele que você citou, o excesso de confiança depois dos 90 dias, o que leva a maioria a recair. Quanto a isso, infelizmente, depois de acontecido não podemos fazer nada (pelo menos eu não descobri), temos que sempre rondar a situação do reboot (confesso que fui um pouco negligente, não faça como eu), pergunte sempre como está, se os bloqueadores estão funcionando, como ele está se sentindo. E observe também o desempenho sexual (questões de libido, ereção, interesse em você) pois isso pode revelar muito sobre o andamento do reboot sem que seja necessária sequer uma troca de palavras.

Sobre a questão do espelho que você relatou, pode ficar calma. Os homens tem uma libido completamente ligada ao sentido da visão (ao contrário de muitas de nós - e talvez o que os torne tão propensos ao vício em P). Acho que mesmo um homem que nunca viu pornografia na vida, gozaria mais rapidamente ao ter acesso à espelhos. Mas por outro lado, é provável que ele tenha usado esse artifício para se manter mais concentrado na relação, evitando perder o foco (como pode acontecer com viciados no sexo real). Mas não se preocupe, isso é positivo, significa que ele está se esforçando para aproveitar mais esse momento com você.

Por último, mas não menos importante, parabéns pela inciativa de parar com a M. É realmente algo muito difícil. O que mais funciona para mim, mesmo quando minha libido está muito alta é evitar de todas as formas pensar em sexo, pois esse é o gatilho inicial. Como Toguro diz, a única hora que devemos pensar nisso é quando estamos com o(a) parceiro(a), prestes a ter o ato.

Perdão pelo longo texto, espero ter ajudado. Obrigada pelas lindas palavras de elogio.

Abraços!

_______________________________________
Meu diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3362-namorada-de-um-rebooter

Muitos não dão valor aos dias de luta porque esquecem que são deles que se fazem os dias de glória. Só desista de desistir!
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1447
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 27/1/2017, 08:42
Ótimas considerações Lua. Sua ajuda aqui é preciosa, continue. Ajudar os outros só nos enriquece.

_______________________________________


>>>Link do Diário
avatar
Mensagens : 178
Data de inscrição : 07/06/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 2/2/2017, 07:41
Obrigada, TGuerreiro!

Hoje acordei um pouco desesperançada em relação ao nosso namoro. Tivemos desentendimentos mais uma vez há 3 dias e os últimos dias pra mim foram uma tentativa de normalizar a situação. Apesar de estarmos conversando muito, sinto que ele não está sendo mais o mesmo, está distante, sempre online, mas nem sempre falando comigo. Não sei se é isso, mas às vezes tenho a sensação de que ele se cansa.

Nossa fase o desestabilizou e mais uma vez ele zerou o contador... Ontem ele não respondeu o meu "te amo" e hoje não me deu bom dia... Eu não sei o que está acontecendo. Ontem mais uma vez eu demonstrei ciúmes por bobagem e talvez isso o fez pensar que eu não mudei nem vou mudar nada em relação ao meu apego por ele, que veio causando muitos problemas.

Depois de algumas crises pessoais, me sinto mais forte, com mais vontade de reinventar e reanimar nossa relação... Mas não sei se é mesmo pra ele. Ontem também, disse que sentia saudades e ele não respondeu nada... Não sei se isso é minha culpa, ou uma fase do reboot dele.

Em alguns episódios me feri, pensei em dar um fim a tudo isso, algo que nunca cheguei a pensar que ia fazer. Passou, graças a Deus, e sei que preciso me colocar no centro da minha vida novamente, mas estou de certa forma cansada, e sem saber como fazer isso. Dou tantos conselhos aos outros, conselhos que considero bons, mas não sei o que fazer com minha própria vida...

_______________________________________
Meu diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3362-namorada-de-um-rebooter

Muitos não dão valor aos dias de luta porque esquecem que são deles que se fazem os dias de glória. Só desista de desistir!
avatar
Mensagens : 220
Data de inscrição : 18/01/2017
Idade : 24
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 2/2/2017, 09:29
Lua escreveu:Obrigada, TGuerreiro!

Hoje acordei um pouco desesperançada em relação ao nosso namoro. Tivemos desentendimentos mais uma vez há 3 dias e os últimos dias pra mim foram uma tentativa de normalizar a situação. Apesar de estarmos conversando muito, sinto que ele não está sendo mais o mesmo, está distante, sempre online, mas nem sempre falando comigo. Não sei se é isso, mas às vezes tenho a sensação de que ele se cansa.

Nossa fase o desestabilizou e mais uma vez ele zerou o contador... Ontem ele não respondeu o meu "te amo" e hoje não me deu bom dia... Eu não sei o que está acontecendo. Ontem mais uma vez eu demonstrei ciúmes por bobagem e talvez isso o fez pensar que eu não mudei nem vou mudar nada em relação ao meu apego por ele, que veio causando muitos problemas.

Depois de algumas crises pessoais, me sinto mais forte, com mais vontade de reinventar e reanimar nossa relação... Mas não sei se é mesmo pra ele. Ontem também, disse que sentia saudades e ele não respondeu nada... Não sei se isso é minha culpa, ou uma fase do reboot dele.

Em alguns episódios me feri, pensei em dar um fim a tudo isso, algo que nunca cheguei a pensar que ia fazer. Passou, graças a Deus, e sei que preciso me colocar no centro da minha vida novamente, mas estou de certa forma cansada, e sem saber como fazer isso. Dou tantos conselhos aos outros, conselhos que considero bons, mas não sei o que fazer com minha própria vida...

Olá Lua!

Bom sei quanto é difícil sua luta, pelo fato de seu namorado está no processo de desintoxicação, as coisas ficam a mil para ele, a mente fica confusa,fraca, pessimista etc. Contudo, você também sofre por acompanhar de perto, e ver como é complicado. Se vocês já conversaram e está vendo que não está mais legal as coisas, possivelmente é hora de vocês darem um tempo devido o desgaste do relacionamento, isso só vai piorando. Eu não estou aqui te incentivando a terminar, mas sim a você refletir se realmente da para levar a diante, pois desgastes no relacionamento gera dores fortes. Pense um pouco, e veja se será saudável continuar.

Abrç

_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1044
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Egoísmo saudável

em 2/2/2017, 12:49
Lua escreveu:Obrigada, TGuerreiro!

Hoje acordei um pouco desesperançada em relação ao nosso namoro. Tivemos desentendimentos mais uma vez há 3 dias e os últimos dias pra mim foram uma tentativa de normalizar a situação. Apesar de estarmos conversando muito, sinto que ele não está sendo mais o mesmo, está distante, sempre online, mas nem sempre falando comigo. Não sei se é isso, mas às vezes tenho a sensação de que ele se cansa.

Nossa fase o desestabilizou e mais uma vez ele zerou o contador... Ontem ele não respondeu o meu "te amo" e hoje não me deu bom dia... Eu não sei o que está acontecendo. Ontem mais uma vez eu demonstrei ciúmes por bobagem e talvez isso o fez pensar que eu não mudei nem vou mudar nada em relação ao meu apego por ele, que veio causando muitos problemas.

Depois de algumas crises pessoais, me sinto mais forte, com mais vontade de reinventar e reanimar nossa relação... Mas não sei se é mesmo pra ele. Ontem também, disse que sentia saudades e ele não respondeu nada... Não sei se isso é minha culpa, ou uma fase do reboot dele.

Em alguns episódios me feri, pensei em dar um fim a tudo isso, algo que nunca cheguei a pensar que ia fazer. Passou, graças a Deus, e sei que preciso me colocar no centro da minha vida novamente, mas estou de certa forma cansada, e sem saber como fazer isso. Dou tantos conselhos aos outros, conselhos que considero bons, mas não sei o que fazer com minha própria vida...

Lua, isso tem a ver com a PMO. Não tem nada a ver com você. Eu, por exemplo, estou super feliz com a G e nos realizamos em todos os sentidos. Mas estou há quase um ano limpo. No passada eu já namorei com a G por três vezes e já acabei o namoro por motivo nenhum.

A distraibilidade dele, a falta de atenção, de interesse e de cuidado fazem parte do vício em PMO, pois tudo o que ele faz com você eu já fiz com G no passado. Isso não significa que ele não a ame, significa apenas que ele está doente.

A chave da questão agora é, independentemente dele querer fazer o reboot ou não, você investir em você mesma: na sua auto-estima, no seu autoconhecimento, nos seus projetos de vida, na sua saúde física através de exercícios.

Seja um pouco egoísta e foque em você! Se você conseguir se amar cada vez mais e ser verdadeiramente feliz independentemente das atitudes dele, você conseguirá irradiar essa energia de felicidade para ele e ajudá-lo muito mais.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 178
Data de inscrição : 07/06/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 2/2/2017, 18:24
Obrigada, Bassfenix. Não se preocupe pois sei que sua intenção é ajudar. Já nos falamos sim e decidimos ficar um tempo apenas sem nos comunicar (mas não aquele "término temporário") pois estávamos nos desentendendo muito, nos machucando e, claro, isso provoca muito desgaste, tanto emocional quanto pro relacionamento.

Antônio, obrigada pelas palavras, mas realmente não tem como eu me isentar da culpa de muitas coisas. Muito eu não relatei aqui por não ter a ver com o reboot, o vício em si. Fui muito insegura nos últimos tempos, não dava espaço pra ele, sempre achava ruim que saía com os amigos, quis me meter demais na vida dele, controlando...Tudo por insegurança, possessividade... Estou tentando entender e eliminar esses sentimentos nos últimos dias. São muito tóxicos, pra ele, pro namoro, mas principalmente pra mim. Pode ser sim que algumas atitudes dele foram geradas pelo vício, mas não irei me esquivar de nada pois sei que errei muito.

Como já disse ao mesmo, não quero que ele me veja como uma gaiola, uma prisão. Preciso ser paz, liberdade. O amor é liberdade... Você abre as portas pra pessoa ser feliz, fazer as próprias escolhas, passear por outros campos, e no fim do dia saber que essa pessoa voltará ao lugar que desejou fazer de ninho, morada, porto seguro.

Hoje tentei ser mais confiante, positiva. Não quero mais vegetar no meu quarto e chorar o dia inteiro desejando que o destino faça o seu trabalho. Hoje ergui a cabeça e decidi ser mais eu que ele, decidi ser forte, decidi ser mais protagonista da minha vida e eu mesma fazer minha parte. Sei que ele deseja uma mulher forte, decidida, madura. Mas não é só por ele que vou me transformar nessa pessoa, é por mim mesma. Preciso ter mais amor próprio, mais cautela nas minhas falas, nas minhas decisões.

"O culpado de tudo que me acontece tá no espelho" e não adianta mais ser vitimista e aceitar meus defeitos. Hoje eu decidi agir. Quero ter mais amor por mim, e não pode se dar o que não se tem.

_______________________________________
Meu diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3362-namorada-de-um-rebooter

Muitos não dão valor aos dias de luta porque esquecem que são deles que se fazem os dias de glória. Só desista de desistir!
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/12/2016
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 8/2/2017, 14:45
Obrigada Lua! Com certeza ajudou sim, ainda mais!
Sinto que estamos no caminho certo.
Estou superando sentimentos negativos que andavam tirando minha paz e me concentrando mais no meu universo, e em me sentir bem comigo mesma. A luta é diária, mas tem valido a pena.
Beijo e sucesso!
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1044
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Parabéns pela sua coragem, Lua!

em 9/2/2017, 14:58
Lua escreveu:

Antônio, obrigada pelas palavras, mas realmente não tem como eu me isentar da culpa de muitas coisas. Muito eu não relatei aqui por não ter a ver com o reboot, o vício em si. Fui muito insegura nos últimos tempos, não dava espaço pra ele, sempre achava ruim que saía com os amigos, quis me meter demais na vida dele, controlando...Tudo por insegurança, possessividade... Estou tentando entender e eliminar esses sentimentos nos últimos dias. São muito tóxicos, pra ele, pro namoro, mas principalmente pra mim. Pode ser sim que algumas atitudes dele foram geradas pelo vício, mas não irei me esquivar de nada pois sei que errei muito.

Como já disse ao mesmo, não quero que ele me veja como uma gaiola, uma prisão. Preciso ser paz, liberdade. O amor é liberdade... Você abre as portas pra pessoa ser feliz, fazer as próprias escolhas, passear por outros campos, e no fim do dia saber que essa pessoa voltará ao lugar que desejou fazer de ninho, morada, porto seguro.

Hoje tentei ser mais confiante, positiva. Não quero mais vegetar no meu quarto e chorar o dia inteiro desejando que o destino faça o seu trabalho. Hoje ergui a cabeça e decidi ser mais eu que ele, decidi ser forte, decidi ser mais protagonista da minha vida e eu mesma fazer minha parte. Sei que ele deseja uma mulher forte, decidida, madura. Mas não é só por ele que vou me transformar nessa pessoa, é por mim mesma. Preciso ter mais amor próprio, mais cautela nas minhas falas, nas minhas decisões.

"O culpado de tudo que me acontece tá no espelho" e não adianta mais ser vitimista e aceitar meus defeitos. Hoje eu decidi agir. Quero ter mais amor por mim, e não pode se dar o que não se tem.


É muito boa, Lua, a sua humildade e honestidade com você mesma. Eu apenas substituiria a palavra "culpa" por "auto-responsabilidade". Se você se colocar de fora da situação você verá que todos esses seus problemas são OPORTUNIDADES para você se tornar uma pessoa melhor.

Nesse seu relacionamento você está trabalhando não só a sua auto-estima mas também a sua capacidade de deixá-lo livre, de ama-lo de uma forma mais suave e tranquila, sem controle e sem sofrimentos.


_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1044
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 9/2/2017, 15:06
VanKelly escreveu:Gostaria que você ou um dos colegas me ajudasse. Tenho muitas dúvidas e inseguranças quanto a ajuda que posso estar ou não dando. Como falei, minha libido tem estado constantemente alta e isso modificou a frequencia e intensidade com que fazemos sexo.
Ontem ele quis ficar olhando no espelho enquanto transavamos e percebi que o orgasmo dele foi mais intenso,não sei se por isso, mas quero saber se isso é contra produtivo pro reboot dele ou se não tem nada a ver..

Não tem nada a ver não, Vankelly! O sexo real é sempre bem vindo e ter criatividade e jogos durantes as relações é algo inteiramente salutar e prazeroso.

O segredo é tirá -lo das fantasias e trazê- lo para a realidade com você.

Em relação à MP deixe para pratica-la junto com ele a dois! O problema não é a manipulação dos órgãos genitais em si, são as fantasias que a acompanha e que intensifica os caminhos neurais do vício em PMO.

Por isso não é aconselhável nem você e nem ele praticarem MO sozinhos por causa das fantasias

_______________________________________
avatar
Mensagens : 516
Data de inscrição : 04/09/2015
Localização : [url=http://pmo-tracker.appspot.com/?u=4828654177615872][img]http://pmo-tracker.appspot.com/img?u=4828654177615872[/img][/url]
Ver perfil do usuário

Re: Namorada de um Rebooter

em 15/2/2017, 09:27
Olá Lua, e como está você? E o processo de reboot do seu namorado?

Não suma do fórum!

Abraços.

_______________________________________
“O verdadeiro homem mede sua força, quando se defronta com o obstáculo”. Antoine de Saint-Exupéry

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum