Compartilhe
Ir em baixo
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Re: Diario psico

em 13/11/2017, 08:18
Não deu... Depois de 18 dias não resisti e acabei recaindo.

Nesse fim de semana senti uma abstinência em um nível que eu nunca senti em todo esse tempo de reboot. Irritação, sudorese excessiva nos pés e mãos, uma dor de cabeça terrível nas têmporas e muita fantasia com P. Não consegui mudar o foco nem por um minuto nem no sábado nem no domingo e inevitavelmente não suportei.

Valeu cada dia tentando. Eu não gosto fazer o reboot em hard mode pq minha voz fica muito grave com o tempo e eu estranho muito essa mudança mas dessa vez, vai ser assim.

Mais uma página que se inicia no diário. Parece até proposital.
avatar
David Silva
Mensagens : 1319
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 32

Re: Diario psico

em 23/11/2017, 18:34
Olá psico
Como está?
Suponho que esteja atarefado com o fim de semestre/ano na faculdade. Mas aguardo seu contato. Espero que esteja bem
Abraços.

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro


avatar
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 382
Data de inscrição : 20/09/2015

Re: Diario psico

em 14/12/2017, 20:59
Como andam as coisas querido?

Espero que esteja tudo bem!
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Não é um retorno. Não ainda.

em 19/12/2017, 20:10
Muita coisa tem acontecido comigo desde meu ultimo post aqui. Mudança de casa, de hábitos, de vontades e várias outras coisas.

O fato é que o vicio de ver P, diminuiu bastante. Não tenho perdido meu tempo como antes na frente do PC vendo cenas de sexo por que já sei que não é assim que vou encontrar o que eu de fato quero.

Confesso que a vontade vem, e eu vejo alguma foto ou algum video na esperança daquilo ser um válvula de escape como era antes só que, desta vez, bate a real e eu me pergunto o que eu vou encontrar se continuar com isso? E a resposta é a mesma de sempre. NADA! Por isso estou optando em não ativar o marcador ou reiniciar o diário. Minha mente tá uma bagunça e eu preciso que essa tempestade passe pra que eu me sinta disposto á fazer as atualizações.

Tô cansado desse mundo virtual e hoje eu percebo que por muito tempo eu fiquei dentro de uma jaula achando que tudo estava bem. Queria voltar no tempo e dizer pra mim mesmo pra não ter medo do que eu sentia na época, abraçar aquilo que eu era de verdade e de forma alguma descarregar a vontade num mundo imaginário como fiz durante os últimos 9 anos.

Esse ainda não é um retorno (não sei na realidade se haverá um) mas queria dizer que foi uma honra lutar ao lado de vocês durante todos esses meses. Valeu cada momento e só quero deixar registrado que não me considero mais um viciado como era no inicio da minha jornada á pouco mais de um ano atrás e que já estou á algum tempo sem praticar masturbação vendo vídeos. Duas semanas pra ser mais preciso. Ainda tenho muito chão pra percorrer eu sei só quedessa vez consigo ir com mais confiança do que nunca.

Feliz 2018 pra todos vocês e até breve!
avatar
David Silva
Mensagens : 1319
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 32

Re: Diario psico

em 21/12/2017, 10:13
psico escreveu:Muita coisa tem acontecido comigo desde meu ultimo post aqui. Mudança de casa, de hábitos, de vontades e várias outras coisas.

O fato é que o vicio de ver P, diminuiu bastante. Não tenho perdido meu tempo como antes na frente do PC vendo cenas de sexo por que já sei que não é assim que vou encontrar o que eu de fato quero.

Confesso que a vontade vem, e eu vejo alguma foto ou algum video na esperança daquilo ser um válvula de escape como era antes só que, desta vez, bate a real e eu me pergunto o que eu vou encontrar se continuar com isso? E a resposta é a mesma de sempre. NADA! Por isso estou optando em não ativar o marcador ou reiniciar o diário. Minha mente tá uma bagunça e eu preciso que essa tempestade passe pra que eu me sinta disposto á fazer as atualizações.

Tô cansado desse mundo virtual e hoje eu percebo que por muito tempo eu fiquei dentro de uma jaula achando que tudo estava bem. Queria voltar no tempo e dizer pra mim mesmo pra não ter medo do que eu sentia na época, abraçar aquilo que eu era de verdade e de forma alguma descarregar a vontade num mundo imaginário como fiz durante os últimos 9 anos.

Esse ainda não é um retorno (não sei na realidade se haverá um) mas queria dizer que foi uma honra lutar ao lado de vocês durante todos esses meses. Valeu cada momento e só quero deixar registrado que não me considero mais um viciado como era no inicio da minha jornada á pouco mais de um ano atrás e que já estou á algum tempo sem praticar masturbação vendo vídeos. Duas semanas pra ser mais preciso. Ainda tenho muito chão pra percorrer eu sei só quedessa vez consigo ir com mais confiança do que nunca.

Feliz 2018 pra todos vocês e até breve!


Já tive essa mesma sensação e desejo de não reiniciar o contador e de parar de escrever aqui no diário. Mas eu vi que isso era só um boicote.
Força irmão. Não se iluda. Nós podemos!

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro


avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Devo essa á vocês!

em 14/1/2018, 21:35
Á pouco mais de um ano descobri o fórum e aquilo que eu apenas desconfiava foi confirmado diante de tudo que eu lia. Ansiedade, insegurança, duvidas sobre minha sexualidade e principalmente a maldita DE. Depois disto não restava mais duvidas e o que eu deveria fazer era iniciar o processo e aguardar o resultado.

Fiquei todo o ano passado (2017) tentando alcançar a tão sonhada marca de 90 dias. Não consegui mas, mesmo assim, sentia alguns benefícios. Até que me mudei no inicio de dezembro e as coisas ficaram um pouco diferentes. Seria a hora de fazer um teste?

Não posso dizer que estou 100% curado de tudo, posso dizer que esse tempo de luta trouxeram resultados. Tive minha primeira experiencia sexual desde o inicio do processo á poucos dias e o fantasma da DE apareceu novamente. Fiquei decepcionado e pensando que tudo teria sido em vão mas, com o tempo, ali mesmo durante o ato, senti a diferença abismal entre o real e o virtual.

É como se você estivesse com muita sede e precisasse beber alguma coisa. PMO é um copo de coca-cola com gelo e limão. É diferente, bacana, saboroso mas, não mata a sede de verdade, vicia e vai causar um monte de problemas futuramente se a dose continuar se repetindo frequentemente.

Já o sexo real é um copo de água. Simples, sem enfeites, sem muitas opções mas, é o que mata a sede realmente. No fim das contas, minha ereção voltou e consegui pela primeira vez na vida sentir prazer e dar prazer num ato sexual junto com outra pessoa. Não vou dizer aqui pra vocês que foi mágico, lindo e emocionante. Foi chato algumas vezes, cansativo, frustrante mas, como um bom copo de água, matou minha vontade pelo simples fato de ter sido REAL.

Minha luta continua agora sob um novo ponto de vista e eu só voltei pra agradecer á todos por que, de verdade, devo muito á vocês. Ainda assim, pelo menos pra mim, ainda é só o começo!
avatar
David Silva
Mensagens : 1319
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 32

Re: Diario psico

em 15/1/2018, 07:28
psico escreveu:Á pouco mais de um ano descobri o fórum e aquilo que eu apenas desconfiava foi confirmado diante de tudo que eu lia. Ansiedade, insegurança, duvidas sobre minha sexualidade e principalmente a maldita DE. Depois disto não restava mais duvidas e o que eu deveria fazer era iniciar o processo e aguardar o resultado.

Fiquei todo o ano passado (2017) tentando alcançar a tão sonhada marca de 90 dias. Não consegui mas, mesmo assim, sentia alguns benefícios. Até que me mudei no inicio de dezembro e as coisas ficaram um pouco diferentes. Seria a hora de fazer um teste?

Não posso dizer que estou 100% curado de tudo, posso dizer que esse tempo de luta trouxeram resultados. Tive minha primeira experiencia sexual desde o inicio do processo á poucos dias e o fantasma da DE apareceu novamente. Fiquei decepcionado e pensando que tudo teria sido em vão mas, com o tempo, ali mesmo durante o ato, senti a diferença abismal entre o real e o virtual.

É como se você estivesse com muita sede e precisasse beber alguma coisa. PMO é um copo de coca-cola com gelo e limão. É diferente, bacana, saboroso mas, não mata a sede de verdade, vicia e vai causar um monte de problemas futuramente se a dose continuar se repetindo frequentemente.

Já o sexo real é um copo de água. Simples, sem enfeites, sem muitas opções mas, é o que mata a sede realmente. No fim das contas, minha ereção voltou e consegui pela primeira vez na vida sentir prazer e dar prazer num ato sexual junto com outra pessoa. Não vou dizer aqui pra vocês que foi mágico, lindo e emocionante. Foi chato algumas vezes, cansativo, frustrante mas, como um bom copo de água, matou minha vontade pelo simples fato de ter sido REAL.

Minha luta continua agora sob um novo ponto de vista e eu só voltei pra agradecer á todos por que, de verdade, devo muito á vocês. Ainda assim, pelo menos pra mim, ainda é só o começo!


Adorei as comparações.
Gostei muito!
Estamos juntos!

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro


avatar
Gregory16
Mensagens : 654
Data de inscrição : 15/08/2017

Re: Diario psico

em 17/1/2018, 07:08
Espero que agora finalmente consiga ficar pelo menos 90 dias, se conseguir vai perceber que vai ter um auto-controle bem melhor e não vai recair sempre que a vontade vem forte. Que bom que teve sua primeira relação. Dá uma passada no meu diário.

_______________________________________
avatar
joaocrv
Mensagens : 73
Data de inscrição : 17/01/2018

Re: Diario psico

em 18/1/2018, 14:22
psico escreveu:Á pouco mais de um ano descobri o fórum e aquilo que eu apenas desconfiava foi confirmado diante de tudo que eu lia. Ansiedade, insegurança, duvidas sobre minha sexualidade e principalmente a maldita DE. Depois disto não restava mais duvidas e o que eu deveria fazer era iniciar o processo e aguardar o resultado.

Fiquei todo o ano passado (2017) tentando alcançar a tão sonhada marca de 90 dias. Não consegui mas, mesmo assim, sentia alguns benefícios. Até que me mudei no inicio de dezembro e as coisas ficaram um pouco diferentes. Seria a hora de fazer um teste?

Não posso dizer que estou 100% curado de tudo, posso dizer que esse tempo de luta trouxeram resultados. Tive minha primeira experiencia sexual desde o inicio do processo á poucos dias e o fantasma da DE apareceu novamente. Fiquei decepcionado e pensando que tudo teria sido em vão mas, com o tempo, ali mesmo durante o ato, senti a diferença abismal entre o real e o virtual.

É como se você estivesse com muita sede e precisasse beber alguma coisa. PMO é um copo de coca-cola com gelo e limão. É diferente, bacana, saboroso mas, não mata a sede de verdade, vicia e vai causar um monte de problemas futuramente se a dose continuar se repetindo frequentemente.

Já o sexo real é um copo de água. Simples, sem enfeites, sem muitas opções mas, é o que mata a sede realmente. No fim das contas, minha ereção voltou e consegui pela primeira vez na vida sentir prazer e dar prazer num ato sexual junto com outra pessoa. Não vou dizer aqui pra vocês que foi mágico, lindo e emocionante. Foi chato algumas vezes, cansativo, frustrante mas, como um bom copo de água, matou minha vontade pelo simples fato de ter sido REAL.

Minha luta continua agora sob um novo ponto de vista e eu só voltei pra agradecer á todos por que, de verdade, devo muito á vocês. Ainda assim, pelo menos pra mim, ainda é só o começo!

Super bacana sua comparação! Fiquei viajando nela! hahahaha
Que a água esteja mais presente na nossa vida Smile
Desejo muita força, qualquer coisa estamos aqui! Acompanhando teu diário!

_______________________________________
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Dúvida cruel

em 24/1/2018, 20:07
Oi gente! Quero dizer pra vocês que o reboot prossegue e não houve nenhuma queda sequer. com certeza isso não aconteceu por que ainda está meio fresco na mente o que ocorreu na minha ultima relação. E digo tanto pela DE que bateu, como pelo fato de ter conseguido ter ereção e ter tido orgasmo no final das contas.

Porém estou com uma duvida. Eu estou evitando praticar MO e sendo meio extremista ao pensar que só vou sentir prazer no sexo real e SÓ assim. Por isso estou meio com medo de acabar tendo uma EP na hora. Não que eu tenha esse problema mas, pelo tempo sem orgasmo e com o pênis mais sensível que o normal, acabo pensando nisso. Outro motivo de manter o hard mode é pra diminuir o risco de outra DE já que dois dias antes do sexo havia praticado MO.

O que vocês acham? Encerro o hard mode ou espero até o real? Existe aquele medo de sentir o efeito caçador, coisa que não aconteceu por enquanto. Ajudem ai!
avatar
Gregory16
Mensagens : 654
Data de inscrição : 15/08/2017

Re: Diario psico

em 25/1/2018, 07:10
psico escreveu:Oi gente! Quero dizer pra vocês que o reboot prossegue e não houve nenhuma queda sequer. com certeza isso não aconteceu por que ainda está meio fresco na mente o que ocorreu na minha ultima relação. E digo tanto pela DE que bateu, como pelo fato de ter conseguido ter ereção e ter tido orgasmo no final das contas.

Porém estou com uma duvida. Eu estou evitando praticar MO e sendo meio extremista ao pensar que só vou sentir prazer no sexo real e SÓ assim. Por isso estou meio com medo de acabar tendo uma EP na hora. Não que eu tenha esse problema mas, pelo tempo sem orgasmo e com o pênis mais sensível que o normal, acabo pensando nisso. Outro motivo de manter o hard mode é pra diminuir o risco de outra DE já que dois dias antes do sexo havia praticado MO.

O que vocês acham? Encerro o hard mode ou espero até o real? Existe aquele medo de sentir o efeito caçador, coisa que não aconteceu por enquanto. Ajudem ai!
 Não encerre o hard mode, masturbação é realmente um hábito muito ruim. Espere pelo real. Efeito caçador você vai ter que superar, não preocupe com ele agora.

_______________________________________
avatar
Christian
Mensagens : 87
Data de inscrição : 23/01/2018

Re: Diario psico

em 25/1/2018, 08:41
E ai psico sou novo aqui no fórum tô na mesma que vc! Te desejo sorte e força e vontade acima de tudo. Abracos

_______________________________________
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Real x Virtual

em 28/1/2018, 17:40
Não havia colocado o contador. mas, depois de 28 DIAS tive minha primeira recaída vendo P no ano de 2018.

Ontem seria mais uma noite de relação sexual real, mas aconteceu um imprevisto, não rolou e a vontade bateu forte! Acabei praticando MO. Foi como ter explodido a barragem de uma represa e hoje como fiquei o dia todo sozinho em casa, os maus pensamentos me fizeram ver um video, e outro e outro e outro e por fim, ja sabem.

A diferença dessa vez é que eu nunca senti tanta vontade de me envolver com alguém como agora nesse tempo. É como se a coisa estivesse saindo de um eixo e indo pra outro. Muito confuso pra mim, estranho demais e em até certo ponto, assustador.

Cheguei á conclusão de que é IMPOSSÍVEL, ou quase, pra mim prosseguir no reboot sem sexo. Só vou conseguir sentindo na pele a diferença entre o real e o virtual.

Recomeçando! Valeu pelo apoio gente! Até breve.

avatar
Gregory16
Mensagens : 654
Data de inscrição : 15/08/2017

Re: Diario psico

em 28/1/2018, 18:24
psico escreveu:Não havia colocado o contador. mas, depois de 28 DIAS tive minha primeira recaída vendo P no ano de 2018.

Ontem seria mais uma noite de relação sexual real, mas aconteceu um imprevisto, não rolou e a vontade bateu forte! Acabei praticando MO. Foi como ter explodido a barragem de uma represa e hoje como fiquei o dia todo sozinho em casa, os maus pensamentos me fizeram ver um video, e outro e outro e outro e por fim, ja sabem.

A diferença dessa vez é que eu nunca senti tanta vontade de me envolver com alguém como agora nesse tempo. É como se a coisa estivesse saindo de um eixo e indo pra outro. Muito confuso pra mim, estranho demais e em até certo ponto, assustador.

Cheguei á conclusão de que é IMPOSSÍVEL, ou quase, pra mim prosseguir no reboot sem sexo. Só vou conseguir sentindo na pele a diferença entre o real e o virtual.

Recomeçando! Valeu pelo apoio gente! Até breve.

 Parabéns pelas 4 semanas foi um tempo considerável, agora o que tem que fazer é voltar imediatamente ao reboot, amanhã tente fazer um novo reboot.

_______________________________________
marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 276
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diario psico

em 28/1/2018, 19:22
psico escreveu:Não havia colocado o contador. mas, depois de 28 DIAS tive minha primeira recaída vendo P no ano de 2018.

Ontem seria mais uma noite de relação sexual real, mas aconteceu um imprevisto, não rolou e a vontade bateu forte! Acabei praticando MO. Foi como ter explodido a barragem de uma represa e hoje como fiquei o dia todo sozinho em casa, os maus pensamentos me fizeram ver um video, e outro e outro e outro e por fim, ja sabem.

A diferença dessa vez é que eu nunca senti tanta vontade de me envolver com alguém como agora nesse tempo. É como se a coisa estivesse saindo de um eixo e indo pra outro. Muito confuso pra mim, estranho demais e em até certo ponto, assustador.

Cheguei á conclusão de que é IMPOSSÍVEL, ou quase, pra mim prosseguir no reboot sem sexo. Só vou conseguir sentindo na pele a diferença entre o real e o virtual.

Recomeçando! Valeu pelo apoio gente! Até breve.

Querido, o objetivo do Reboot é desacostumar seu cérebro ao estilo virtual e substituí-lo ao real.
Completar o Reboot sem sexo real não é impossível, mas um pouco mais difícil.
Assim que comecei meu Reboot condicionei-o à substituição do virtual pela real. Nosso cérebro aprende, muitas das vezes, com estímulos.
Se há uma garrafa de café e você está acostumado a tomá-lo todos os dias, e de repente trocam pra uma garrafa de chá (que eu AMO), e nunca mais colocarem a de café, nunca sentirei falta do café. Agora se eu tiver os dois disponíveis talvez eu escolha o café e deixe o chá de lado, mesmo eu amando chá.
Ou seja: nem chegue a fazer o café, muito menos deixe-o disponível. Rsrsrs

Abraços !!!
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Uma semana

em 4/2/2018, 16:52
Uma semaninha já passou. Estou em hard-mode e vou fazer o possível pra permanecer sem orgasmo até a próxima vez que tiver relação sexual. Tenho feito o possível tirar o foco dos pensamentos em P pois é exatamente assim que recaí em TODAS as vezes.

Recomendo fortissimamente duas coisas á vocês que tem me ajudado bastante. A primeira delas é a pratica do mindfulness que é nada mais nada menos do que se concentrar totalmente no momento presente. Talvez em 100% das vezes que recaímos é por que perdemos esse foco e começamos á imaginar várias coisas relacionadas á P ou MO e isso consequentemente acaba fazendo com que nosso cérebro nos dê aquele comando de ir atrás. Aprendi depois desse tempo todo que o principal combustível pra sustentar o vício em PMO não é nada relacionado á sentimentos mas sim no foco mental que é dado naquilo que nós achamos, repito, ACHAMOS, que a PMO vai nos dar e isso meus queridos acontece ANTES do ato seja minutos antes, horas ou até mesmo DIAS antes. Exemplificando melhor, neste exato momento eu estou com muita fome e adivinhem qual a cena que está em minha mente? Exatamente; eu estou me imaginando levantando da cama, indo até a cozinha, pegando o prato de comida, esquentando ele no microondas, pegando o prato em minhas mãos depois de quente, levando ele para a mesa, comendo,  sentido o sabor do que eu estou comendo, do suco de maracujá, e enquanto eu estiver imaginando tudo isso a vontade de comer só vai aumentar Very Happy . Resumindo, antes de passar por um caminho conhecido, todos nós imaginamos o percurso previamente, mesmo sem perceber.

A segunda coisa é LEIAM O LIVRO O PODER DO HÁBITO! Se eu soubesse que aprenderia tanto teria lido á muito tempo. Lá é explicado de um jeito bem bacana como um hábito se forma, por que ele se mantém e como mudá-lo. É simplesmente uma extensão do e-book.

Começando a segunda semana!
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

O passado.

em 7/2/2018, 21:05
Ontem aconteceu algo que nem em meus sonhos eu achava que iria se realizar. Voltemos no tempo. (Leia com tempo e sem pressa)

Mais precisamente no ano de 2007 tive minha primeira experiência sexual de verdade e depois disto várias coisas aconteceram (comecei á frequentar uma igreja evangélica) e exatamente por conta disto, de 2008 á 2016 não aconteceu mais nada. Muito medo, muito receio e por conta disto muita PMO.

Foram oito anos de masturbação frente ao computador praticamente todos os dias antes de dormir e como não havia a opção do real, fazer aquilo era a minha única forma de extravasar a minha vontade. Só que ficar daquele jeito estava chato. Eu queria alguém real e em 2016, entrando em salas de bate papo, achei alguém interessante. Mais velho do que eu, e que entendia o que eu estava passando.

Marcamos nos apartamento dele e eu estava nervoso pois haviam passado nove anos desde a ultima vez. Foi rolando aos poucos e na hora H, bom, vocês já sabem.

Ele foi compreensivo e algumas semanas depois marcamos novamente e nada de novo. Desconfiei e por mim mesmo cheguei a conclusão de que havia condicionado meu cérebro á me dar excitação na frente do computador (se não fosse pela faculdade JAMAIS iria conseguir perceber) Pesquisas na internet me fizeram achar o fórum. Tentamos mais três vezes e todas foram do mesmo jeito.

Por vergonha, desisti. Perdi o contato com ele e encerrei 2016 com a esperança de me recuperar em 2017 ano que fiquei em jejum de sexo, beijo ou qualquer contato homo afetivo intimo, até chegar o inicio desse ano em que, mais recuperado, tive minha primeira relação sexual satisfatória depois de onze anos quase. Mesmo ainda tendo rolado DE na hora de colocar a camisinha. Pra não perder a viagem e correndo risco resolvi fazer sem ela e tudo aconteceu ás mil maravilhas. (Não recomendo á não ser que seja com alguém de EXTREMA confiança)

Mas aí a questão. Será que só conseguiria manter a ereção fazendo sexo sem camisinha? A resposta veio ontem quando entrei novamente em uma sala de bate papo e alguém se apresentou. Alguém com características que eu reconheci em um instante. Por incrível que pareça reencontrei o cara que me fez descobrir minha DE. Como desenvolvemos uma boa química resolvi novamente ir até sua casa.

Conversamos um pouco e fomos pra cama. Depois de um tempo a hora chegou. Coloquei a camisinha e adivinhem... DE!

"Acho que nunca vou conseguir com camisinha" falei frustrado e com vontade de ir embora. Nada havia mudado mas, eu n iria ir pra casa até ter certeza que ele havia se satisfeito e, digamos, fiz o que deu pra fazer.

Até que, novamente, quando eu me concentrei no que eu estava fazendo, e me foquei no PRESENTE! a ereção voltou. Tentamos de novo, consegui e fui parar quase UMA HORA depois. Não cheguei ao orgasmo mas, aquilo me deixou impressionado. Mantive o controle sem ter nenhum problema de "falha" usando camisinha e agora estou vivendo num dilema.

Foram duas vezes de sexo real esse ano e apesar dos imprevistos, todas tentativas tiveram sucesso. Mas, e agora? Ainda não estou 100% curado e arrisco dizer que posso estar talvez uns 55%. A coisa parece estar mudando de eixo de verdade e eu estou me sentindo estranho, como se eu fosse uma criança que estivesse se mudando pra uma casa nova.

Era pra eu estar feliz mas, eu estou meio scratch

reboot seguindo.
marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 276
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diario psico

em 7/2/2018, 21:15
psico escreveu:Ontem aconteceu algo que nem em meus sonhos eu achava que iria se realizar. Voltemos no tempo. (Leia com tempo e sem pressa)

Mais precisamente no ano de 2007 tive minha primeira experiência sexual de verdade e depois disto várias coisas aconteceram (comecei á frequentar uma igreja evangélica) e exatamente por conta disto, de 2008 á 2016 não aconteceu mais nada. Muito medo, muito receio e por conta disto muita PMO.

Foram oito anos de masturbação frente ao computador praticamente todos os dias antes de dormir e como não havia a opção do real, fazer aquilo era a minha única forma de extravasar a minha vontade. Só que ficar daquele jeito estava chato. Eu queria alguém real e em 2016, entrando em salas de bate papo, achei alguém interessante. Mais velho do que eu, e que entendia o que eu estava passando.

Marcamos nos apartamento dele e eu estava nervoso pois haviam passado nove anos desde a ultima vez. Foi rolando aos poucos e na hora H, bom, vocês já sabem.

Ele foi compreensivo e algumas semanas depois marcamos novamente e nada de novo. Desconfiei e por mim mesmo cheguei a conclusão de que havia condicionado meu cérebro á me dar excitação na frente do computador (se não fosse pela faculdade JAMAIS iria conseguir perceber) Pesquisas na internet me fizeram achar o fórum. Tentamos mais três vezes e todas foram do mesmo jeito.

Por vergonha, desisti. Perdi o contato com ele e encerrei 2016 com a esperança de me recuperar em 2017 ano que fiquei em jejum de sexo, beijo ou qualquer contato homo afetivo intimo, até chegar o inicio desse ano em que, mais recuperado, tive minha primeira relação sexual satisfatória depois de onze anos quase. Mesmo ainda tendo rolado DE na hora de colocar a camisinha. Pra não perder a viagem e correndo risco resolvi fazer sem ela e tudo aconteceu ás mil maravilhas. (Não recomendo á não ser que seja com alguém de EXTREMA confiança)

Mas aí a questão. Será que só conseguiria manter a ereção fazendo sexo sem camisinha? A resposta veio ontem quando entrei novamente em uma sala de bate papo e alguém se apresentou. Alguém com características que eu reconheci em um instante. Por incrível que pareça reencontrei o cara que me fez descobrir minha DE. Como desenvolvemos uma boa química resolvi novamente ir até sua casa.

Conversamos um pouco e fomos pra cama. Depois de um tempo a hora chegou. Coloquei a camisinha e adivinhem... DE!

"Acho que nunca vou conseguir com camisinha" falei frustrado e com vontade de ir embora. Nada havia mudado mas, eu n iria ir pra casa até ter certeza que ele havia se satisfeito e, digamos, fiz o que deu pra fazer.

Até que, novamente, quando eu me concentrei no que eu estava fazendo, e me foquei no PRESENTE! a ereção voltou. Tentamos de novo, consegui e fui parar quase UMA HORA depois. Não cheguei ao orgasmo mas, aquilo me deixou impressionado. Mantive o controle sem ter nenhum problema de "falha" usando camisinha e agora estou vivendo num dilema.

Foram duas vezes de sexo real esse ano e apesar dos imprevistos, todas tentativas tiveram sucesso. Mas, e agora? Ainda não estou 100% curado e arrisco dizer que posso estar talvez uns 55%. A coisa parece estar mudando de eixo de verdade e eu estou me sentindo estranho, como se eu fosse uma criança que estivesse se mudando pra uma casa nova.

Era pra eu estar feliz mas, eu estou meio scratch

reboot seguindo.

Psico, aconteceu a mesma coisa comigo hahaha
Depois de 20 dias de reboot tive uma ereção "satisfatória" como camisinha. Com quase 30 fui tentar e.... quase não foi! DE apareceu.
Nosso corpo demora um tempo pra se recompor. Alguns, dias, outros, meses, ou até anos. Tenhamos paciência sempre.
Sobre a igreja evangélica eu também vivi a mesma coisa! Dos meus 17 aos 21 vivi com medo sobre a repressão da igreja, até que 2016 resolvi quebrar essa barreira, e aí descobri que, por conta da masturbação excessiva para esconder meus desejos homossexuais, acabei desenvolvendo DE. E só descobri porque resolvi sair da "bolha".

Vamos que vamos!!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

avatar
Goku
Mensagens : 346
Data de inscrição : 15/04/2017

Re: Diario psico

em 10/2/2018, 23:50
psico escreveu:Ontem aconteceu algo que nem em meus sonhos eu achava que iria se realizar. Voltemos no tempo. (Leia com tempo e sem pressa)

Mais precisamente no ano de 2007 tive minha primeira experiência sexual de verdade e depois disto várias coisas aconteceram (comecei á frequentar uma igreja evangélica) e exatamente por conta disto, de 2008 á 2016 não aconteceu mais nada. Muito medo, muito receio e por conta disto muita PMO.

Foram oito anos de masturbação frente ao computador praticamente todos os dias antes de dormir e como não havia a opção do real, fazer aquilo era a minha única forma de extravasar a minha vontade. Só que ficar daquele jeito estava chato. Eu queria alguém real e em 2016, entrando em salas de bate papo, achei alguém interessante. Mais velho do que eu, e que entendia o que eu estava passando.

Marcamos nos apartamento dele e eu estava nervoso pois haviam passado nove anos desde a ultima vez. Foi rolando aos poucos e na hora H, bom, vocês já sabem.

Ele foi compreensivo e algumas semanas depois marcamos novamente e nada de novo. Desconfiei e por mim mesmo cheguei a conclusão de que havia condicionado meu cérebro á me dar excitação na frente do computador (se não fosse pela faculdade JAMAIS iria conseguir perceber) Pesquisas na internet me fizeram achar o fórum. Tentamos mais três vezes e todas foram do mesmo jeito.

Por vergonha, desisti. Perdi o contato com ele e encerrei 2016 com a esperança de me recuperar em 2017 ano que fiquei em jejum de sexo, beijo ou qualquer contato homo afetivo intimo, até chegar o inicio desse ano em que, mais recuperado, tive minha primeira relação sexual satisfatória depois de onze anos quase. Mesmo ainda tendo rolado DE na hora de colocar a camisinha. Pra não perder a viagem e correndo risco resolvi fazer sem ela e tudo aconteceu ás mil maravilhas. (Não recomendo á não ser que seja com alguém de EXTREMA confiança)

Mas aí a questão. Será que só conseguiria manter a ereção fazendo sexo sem camisinha? A resposta veio ontem quando entrei novamente em uma sala de bate papo e alguém se apresentou. Alguém com características que eu reconheci em um instante. Por incrível que pareça reencontrei o cara que me fez descobrir minha DE. Como desenvolvemos uma boa química resolvi novamente ir até sua casa.

Conversamos um pouco e fomos pra cama. Depois de um tempo a hora chegou. Coloquei a camisinha e adivinhem... DE!

"Acho que nunca vou conseguir com camisinha" falei frustrado e com vontade de ir embora. Nada havia mudado mas, eu n iria ir pra casa até ter certeza que ele havia se satisfeito e, digamos, fiz o que deu pra fazer.

Até que, novamente, quando eu me concentrei no que eu estava fazendo, e me foquei no PRESENTE! a ereção voltou. Tentamos de novo, consegui e fui parar quase UMA HORA depois. Não cheguei ao orgasmo mas, aquilo me deixou impressionado. Mantive o controle sem ter nenhum problema de "falha" usando camisinha e agora estou vivendo num dilema.

Foram duas vezes de sexo real esse ano e apesar dos imprevistos, todas tentativas tiveram sucesso. Mas, e agora? Ainda não estou 100% curado e arrisco dizer que posso estar talvez uns 55%. A coisa parece estar mudando de eixo de verdade e eu estou me sentindo estranho, como se eu fosse uma criança que estivesse se mudando pra uma casa nova.

Era pra eu estar feliz mas, eu estou meio scratch

reboot seguindo.

Me identifico com voce por varios motivos.Inclusive o curso que voce faz e tambem pelo seu relato. Tipo eu tive DE com minha namorada quando eu estava com 2 dias de reboot,na epoca que eu tentei pela 1 vez com ela ,eu ainda nao sabia que tinha DE ,dai isto me aconteceu. Eu sou virgem e ela tambem. Esta tentativa na qual brochei pela 1 vez  se deu em nossa 1 noite juntos,apos falhar resolvi reve-la no dia seguinte, desta vez decidi algo mais quente, coloquei na frente dela o que excitou mais,mas como estava com pouco tempo de reboot,com 3 dias no caso, e  devido ao fato de ir pensando na minha 1 brochada do dia anterior,ai nao deu certo novamente.

Minha 3 brochada foi com 23 dias de reboot,mas foi em uma situação nao muito tranquila,pois o ambiente se encontrava de luz apagada, o que dificulta mais  e tambem devido ao medo de brochar eu coloquei a camisinha escondido dela,peguei ela de surpresa ,dei beijo rapido e ja me coloquei em cima dela,foi algo no impulso fui confiando pq antes de acorda vi que a erecao estava no máximo dentro da camisinha ...ai deu DE, acho que está minha ação contribuiu mt ne?...em ambos os casos tanto na minha 1 brochada como na ultima,eu tive EP antes mesmo de penetrar ela...frustante ne...acredito que pela ansiedade,mas tambem acho que é devido o fato dela ter me estimulado 1 hora antes do sexo, durante o banho,o que ja deixou o penis mais sensivel ainda..concorda.

Todas as vezes eu sentia que na preliminar minha ereçao estava boa e que eu conseguiria sim tirar virgindade dela sem camisinha,eu sempre sinto isto,mas ao por a camisinha eu brocho...voce falo que focou no presente e faz meditação,mas seu relato me deixou com esperança e peço que acompanhe meu caso que acompanharei o seu,porque isto me faz pensar ate que ponto meu problema nao é so ansiedade ou um problema de DE extremamente grave na qual so superarei apos varios meses,porque tipo voce apos tantas experiencias de DE com camisinha,do nada apos 1 semana e meio de reboot,conseguiu transar mesmo assim,mesmo com camisinha... Me diga sua 1 vez foi sem camisinha? E a 1 vez com camisinha que vc conseguiu foi está de 1 semana e pouca de reboot ou teve outra? Antes de conseguir a sua 1 vez vc estava com.quanto tempo de abstinência ? Quantos anos de vício

Isto tudo me faz pensar que eu talvez consiga tambem romper o himen dela por alguns minutos nem q seja na 2 tentativa pq na 1 apos o acumulo certamente terei EP Oou entao como nao permitirei que ela me toque mais antes da relação pode ser q eu consiga romper o himen ,td q eu queria era apenas 3 minutinhos sabe,pq 1 vez da mulher é horrivel e nao ha prazer,mas nem romper consigo pois 1 vez da mulher é bem apertado e sabemos que o sexo gay tambem envolve uma penetração pouco apertada,exigindo uma ereção que creio eu tenha que ser bem forte para dar conta. Tambem penso que talvez seja algo que com calma eu consiga,mesmo tendo ainda o fator vicio envolvido,porque voce teve duas experiencias de DE com camisinha exatamente como eu tive e mesmo com 1 semana e meia ja conseguiu...fico me perguntando ate q ponto meu caso nao é so ansiedade de desempenho ate pelo cenario que relatei acima das minhas tentativas com ela... depois de td q falo,queria palavra sua e tbem oq acha,tipo oq vc pensou na hora de por a camisinha? quantos anos esteve no vicio e o maximo de tempo que ficou sem? ha chances de meu caso ser assim e ser mais ansiedade de desempenho,nao sendo algo que eu fique grilado achando q precise de 90 dias,sendo q vc conseguiu com 1 semana e meia e tendo caso de DE igual o meu ,so com camisinha..

Agora reiniciei contador e sigo um reboot muito mais eficiente,antes eu sentia que estava com poucas atividade de religação,me agonia pq minha namorada ta me esperando e é frustante achar que tenho que esperar 90 dias,por ter um proiblema que talvez ate antes eu conseguiria igual vc conseguiu,senao fosse o receio..maldita camisinha,meu problema é so isto,so nao queria tentar e acontecer de novo pq isto abalaria mt..acho q talvez seja melhor esperar..e depois tomar um cha natural contra impotencia ja que viagra tenho medo. mas depois de ler seu relato me veio cabeça tentar ate antes,pq meu caso pode nao ser grave e so ser ansiedade pela camisinha mesmo,diante de td oq falei,oq acha...minhas tentativa em que brochei,seguiu caracteristicas que podem indicar fatores normais de ansiedade devido camisinha,nao to falando que vicio nao esteja envolvido,mas como foi situaçoes tipo 1 em q estava com 2 dias de reboot,isto pode fazer eu acha ate agora q to com problema grave de DE mas vai ver nem estou entende.

Enfim parabens pela sua conquista,o resto vira com o tempo,estarei te acompanhando,mas precisava desabafar mesmo isto . abraço irmao
marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 276
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diario psico

em 11/2/2018, 05:36
Goku, a perca da ereção quando se coloca camisinha é algo mais comum que DE. No meu Reboot lá pelo 20 e poucos dias eu tive relações com camisinha e quando coloquei ela quase perdi a ereção, segurando após uma breve masturbação, e conseguindo penetrar.
De fato no sexo gay necessita-se uma ereção mais sólida pois o reto e o ânus apesar de sensíveis necessitam estar bem lubrificados e relaxados.
Seu problema pode ser resolvido de duas formas:
1- O recomendado para se ter relações no Reboot, por quem tem DE, é de no mínimo 30 dias. Espere e veja o resultado.
2- Consulte um médico e provavelmente ele lhe prescreverá um estimulante. Eu acho válido na medida do possível que lhe passa mais confiança. Mas necessita-se exames para não correr riscos.
3- Ir tentando, a partir do 20° dia. Eu tive acertos e erros nessa opção. Das 4 vezes que fui ativo nas relações, 3 delas tive ereções, porém 2 tive EP (após 1 min de penetração gozei), e eu nem sabia que tinha EP kkkkkkk
Hoje estou no meu 40 e poucos dias e não tive mais relações, estou aguardando uma oportunidade em que não me seja imposta nenhum tipo de pressão, e que seja com uma pessoa legal.

Abraços!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

MEDO

em 11/2/2018, 17:22
Bom esse relato vai ter duas partes. Uma falando sobre mim e outra respondendo ao Goku então por isso será um pouco longo.

Infelizmente eu recai novamente mesmo nessa semana tendo conseguido ter feito um sexo que tinha sido satisfatório tanto pra mim quanto pro outro rapaz. O motivo principal foi o medo. Medo de que? De brochar novamente após colocar a camisinha e não conseguir ter ereção.

Foram duas vezes consecutivas em que isso aconteceu e ontem mesmo tendo a oportunidade de fazer sexo novamente resolvi não ir. A imagem da DE que ocorreu na ultima vez me assombrou de uma forma terrível e eu acabei não tendo coragem de sair de casa e preferi voltar pro casulo da P onde tudo é mais fácil. Consegui ficar 15 dias em modo hard o que pra mim tem sido até impressionante em vista de que eu n conseguia mal-mal uma semana mas, mesmo assim, não deu outra.

Como relatei aqui algumas vezes, é como se eu estivesse mudando de eixo. Não quero mais me masturbar e nem assistir P. Leiam de novo, nenhum dois DOIS hábitos eu quero manter porém, infelizmente, no sexo gay existem algumas coisas complicadas. O primeiro é a enorme dificuldade de se encontrar alguém que tenha disponibilidade e juízo pra passar a segurança necessária pra me fazer sair de casa. O segundo envolve a minha situação de insegurança por causa do vício. Tá certo que nas duas tentativas ocorreu quase tudo bem e no fim houve penetração mas, quem não fica com medo? E terceiro, muitas vezes é horrível quando se pensa que o sexo gay é "errado". Como disse sou membro de uma igreja e é algo muito delicado pra quem é considerado um exemplo ter esse tipo de vida dupla. Além disso, na maioria das vezes o que ocorre no ato é só uma satisfação da vontade. Sem sentimentos ou seja, é um prazer pelo prazer e depois que acabou, acabou.

Eu estou em um período tenso por que agora eu vejo os prós e os contras das duas opções. Ficar sem PMO pra não ter DE deixou de ser o motivo principal pra continuar no reboot mas, eu também como todos nós quero sentir prazer com alguém fazendo sexo. É uma encruzilhada onde eu estou com uma pergunta martelando na minha cabeça. Vale á pena continuar? Se sim, por que?

Agora respondendo ao Goku.

Primeiramente eu agradeço bastante por você estar acompanhando minha história e na medida do possível estarei acompanhando a sua. Não sou um membro muito ativo no fórum mas, tendo um tempo, estarei escrevendo alguma coisa aqui e no seu diário.

Eu estou percebendo uma certa pressão em cima de você no que diz respeito á tirar a virgindade da sua namorada. Isso de certo ponto é super normal e significativo mas, não se esqueça que nosso corpo ainda não responde com toda a força ao real.

Respondendo ás suas perguntas, minha primeiríssima vez á muito tempo atrás não foi com camisinha, e eu tive uma ereção normal. Também pudera, naquela época eu n era viciado em PMO.  Minha primeira vez com camisinha foi sim nessa semana que eu relatei mas, é um erro dizer "consegui com camisinha depois de uma semana e meia" pois tem 15 MESES de luta pra trás que de uma certa forma contribuíram e muito pra que eu conseguisse. Antes de conseguir minha primeira vez depois de ter começado o reboot (o ato aconteceu no mes passado) eu havia sentido orgasmo dois dias antes. Não consegui ter ereção com camisinha mas, sem ela eu consegui. Existe também no meu caso a questão da posição em que eu consegui penetrar por causa de questões digamos, anatômicas, e aprendendo a forma mais confortável que descobri na ultima vez, repeti a dose.  E eu tenho nove anos de vício. De fato, penetração anal não é nada fácil. Imagina então acontecendo no escuro, de camisinha, com alguém que tem problema de ereção. É um desafio!

Tem algumas coisas á mais que eu irei acrescentar. A camisinha não é um problema quando eu vejo P. Nessa minha ultima queda eu coloquei a camisinha pra me masturbar e tive uma tremenda de uma ereção então sim, mesmo acreditando que não terei a mesma potencia de quando vejo um vídeo, acho que poderei ter menos dificuldades se eu continuar mantendo o reboot e investindo no sexo real. Outra coisa, eu havia dito que quando me concentrei no que eu tava fazendo ali naquele momento eu tive ereção e isso se deve pelo fato de que a tela do computador, celular, notebook enfim, chama muito mais atenção do que o real. Note em alguns shows por ai como as pessoas tiram o celular pra filmar o que está acontecendo e preferem ver pela tela a performance do que á olho nu.  Arrisco dizer que podemos desenvolver um certo "déficit de atenção" na hora do sexo real por que, querendo ou não, no vício somos excitados por causa da nossa visão enquanto no real existe principalmente a excitação pelo tato, olfato, audição. São áreas diferentes do cérebro que são ativadas das quais nós não estamos acostumados á serem estimuladas. Agora, se seu problema se deve á ansiedade aí já é uma questão um pouco mais pessoal que eu não poderei dizer, uma coisa que eu te falo é, aproveite o fato de que você tem uma namorada e se for pra cama com ela, por favor, lembre-se de que é a primeira vez dela. Faça AMOR e não só sexo por que de uma forma geral, nós que somos viciados em PMO podemos ir pra cama com alguém somente com o objetivo de gozar e nada mais. Acabamos nos esquecendo que tem um outro ali que também sente prazer e quando eu coloquei a camisinha que o amigo amoleceu o que se passou pela minha mente foi "posso até não sentir prazer mas, ele vai!". Quando eu vi comecei á perceber ali naquele momento que não adiantava imaginar nada, pensar em nada, e apenas VIVER o momento, tudo fez sentido e eu tive ereção pelo motivo correto. O prazer da outra pessoa me excitou.

Enfim... escrevi demais. Estou bastante pensativo mas, isso não é justificativa pra permanecer caído. Reiniciando.
avatar
Goku
Mensagens : 346
Data de inscrição : 15/04/2017

Re: Diario psico

em 14/2/2018, 20:40
marcosbanc escreveu:Goku, a perca da ereção quando se coloca camisinha é algo mais comum que DE. No meu Reboot lá pelo 20 e poucos dias eu tive relações com camisinha e quando coloquei ela quase perdi a ereção, segurando após uma breve masturbação, e conseguindo penetrar.
De fato no sexo gay necessita-se uma ereção mais sólida pois o reto e o ânus apesar de sensíveis necessitam estar bem lubrificados e relaxados.
Seu problema pode ser resolvido de duas formas:
1- O recomendado para se ter relações no Reboot, por quem tem DE, é de no mínimo 30 dias. Espere e veja o resultado.
2- Consulte um médico e provavelmente ele lhe prescreverá um estimulante. Eu acho válido na medida do possível que lhe passa mais confiança. Mas necessita-se exames para não correr riscos.
3- Ir tentando, a partir do 20° dia. Eu tive acertos e erros nessa opção. Das 4 vezes que fui ativo nas relações, 3 delas tive ereções, porém 2 tive EP (após 1 min de penetração gozei), e eu nem sabia que tinha EP kkkkkkk
Hoje estou no meu 40 e poucos dias e não tive mais relações, estou aguardando uma oportunidade em que não me seja imposta nenhum tipo de pressão, e que seja com uma pessoa legal.

Abraços!

É algo comum mesmo,por isto nao sei se meu caso foi devido a isto ou pela DE.To tentando dizer a mim mesmo que foi pela ansiedade e que se foi pela DE nao é tao grave assim,ate porque tenho certeza que sem a camisinha eu conseguiria devido a intensidade da ereçao na preliminar,logo vai ver nem tenho DE tao grave assim a ponto de precisar de 90 dias. E este lance que voce falo ai de se tocar para manter a ereção,quanto mais voce pensa no penis e no movimento na hora pior fica,a verdadeira ereção vem quando vc nem pensa no penis,quando ocorre de eu ter que me tocar assim ja é sinal que nao dara certo,sem falar que a EP vem logo.
Sim vou esperar os 30 dias. Agradeço a dica do medico,mas sem chance,pois nao tenho renda e nao falarei com meus pais sobre isto. Vou tomar chás como tribulos terrestre e nó de cachorro que ajuda na libido e impotencia. Porque tenho medo de viagra. E comerei muito amendoim antes do sexo.
Sim a partir do dia 20 pretendo ter umas preliminar com ela pra ir exercitando a musculatura peniana,mas acredito que so terei confiança de fazer apos os 30 se eu notar algo de novo nas preliminar,de modo que eu tenha certeza que devo tentar,senao jeito sera esperar mais. Em relação a EP nao deixarei que ela me toque no banho ou nas preliminar,acredito que por ela ter me tocado ,me fez ter EP antes da penetraçao na ultima vez alem do nervosismo,mas explicarei a ela sobre a EP e direi que foi devido o acumulo e se eu tiver pronto pro 2 round é so esperar uns minutinhos. É a Ep descobrimos do pior jeito.
Boa sorte voce esta com boa marca,que venha logo a oportunidade e obrigado pelas dicas.


psico escreveu:Bom esse relato vai ter duas partes. Uma falando sobre mim e outra respondendo ao Goku então por isso será um pouco longo.

Infelizmente eu recai novamente mesmo nessa semana tendo conseguido ter feito um sexo que tinha sido satisfatório tanto pra mim quanto pro outro rapaz. O motivo principal foi o medo. Medo de que? De brochar novamente após colocar a camisinha e não conseguir ter ereção.

Foram duas vezes consecutivas em que isso aconteceu e ontem mesmo tendo a oportunidade de fazer sexo novamente resolvi não ir. A imagem da DE que ocorreu na ultima vez me assombrou de uma forma terrível e eu acabei não tendo coragem de sair de casa e preferi voltar pro casulo da P onde tudo é mais fácil. Consegui ficar 15 dias em modo hard o que pra mim tem sido até impressionante em vista de que eu n conseguia mal-mal uma semana mas, mesmo assim, não deu outra.

Como relatei aqui algumas vezes, é como se eu estivesse mudando de eixo. Não quero mais me masturbar e nem assistir P. Leiam de novo, nenhum dois DOIS hábitos eu quero manter porém, infelizmente, no sexo gay existem algumas coisas complicadas. O primeiro é a enorme dificuldade de se encontrar alguém que tenha disponibilidade e juízo pra passar a segurança necessária pra me fazer sair de casa. O segundo envolve a minha situação de insegurança por causa do vício. Tá certo que nas duas tentativas ocorreu quase tudo bem e no fim houve penetração mas, quem não fica com medo? E terceiro, muitas vezes é horrível quando se pensa que o sexo gay é "errado". Como disse sou membro de uma igreja e é algo muito delicado pra quem é considerado um exemplo ter esse tipo de vida dupla. Além disso, na maioria das vezes o que ocorre no ato é só uma satisfação da vontade. Sem sentimentos ou seja, é um prazer pelo prazer e depois que acabou, acabou.

Eu estou em um período tenso por que agora eu vejo os prós e os contras das duas opções. Ficar sem PMO pra não ter DE deixou de ser o motivo principal pra continuar no reboot mas, eu também como todos nós quero sentir prazer com alguém fazendo sexo. É uma encruzilhada onde eu estou com uma pergunta martelando na minha cabeça. Vale á pena continuar? Se sim, por que?

Agora respondendo ao Goku.

Primeiramente eu agradeço bastante por você estar acompanhando minha história e na medida do possível estarei acompanhando a sua. Não sou um membro muito ativo no fórum mas, tendo um tempo, estarei escrevendo alguma coisa aqui e no seu diário.

Eu estou percebendo uma certa pressão em cima de você no que diz respeito á tirar a virgindade da sua namorada. Isso de certo ponto é super normal e significativo mas, não se esqueça que nosso corpo ainda não responde com toda a força ao real.

Respondendo ás suas perguntas, minha primeiríssima vez á muito tempo atrás não foi com camisinha, e eu tive uma ereção normal. Também pudera, naquela época eu n era viciado em PMO.  Minha primeira vez com camisinha foi sim nessa semana que eu relatei mas, é um erro dizer "consegui com camisinha depois de uma semana e meia" pois tem 15 MESES de luta pra trás que de uma certa forma contribuíram e muito pra que eu conseguisse. Antes de conseguir minha primeira vez depois de ter começado o reboot (o ato aconteceu no mes passado) eu havia sentido orgasmo dois dias antes. Não consegui ter ereção com camisinha mas, sem ela eu consegui. Existe também no meu caso a questão da posição em que eu consegui penetrar por causa de questões digamos, anatômicas, e aprendendo a forma mais confortável que descobri na ultima vez, repeti a dose.  E eu tenho nove anos de vício. De fato, penetração anal não é nada fácil. Imagina então acontecendo no escuro, de camisinha, com alguém que tem problema de ereção. É um desafio!

Tem algumas coisas á mais que eu irei acrescentar. A camisinha não é um problema quando eu vejo P. Nessa minha ultima queda eu coloquei a camisinha pra me masturbar e tive uma tremenda de uma ereção então sim, mesmo acreditando que não terei a mesma potencia de quando vejo um vídeo, acho que poderei ter menos dificuldades se eu continuar mantendo o reboot e investindo no sexo real. Outra coisa, eu havia dito que quando me concentrei no que eu tava fazendo ali naquele momento eu tive ereção e isso se deve pelo fato de que a tela do computador, celular, notebook enfim, chama muito mais atenção do que o real. Note em alguns shows por ai como as pessoas tiram o celular pra filmar o que está acontecendo e preferem ver pela tela a performance do que á olho nu.  Arrisco dizer que podemos desenvolver um certo "déficit de atenção" na hora do sexo real por que, querendo ou não, no vício somos excitados por causa da nossa visão enquanto no real existe principalmente a excitação pelo tato, olfato, audição. São áreas diferentes do cérebro que são ativadas das quais nós não estamos acostumados á serem estimuladas. Agora, se seu problema se deve á ansiedade aí já é uma questão um pouco mais pessoal que eu não poderei dizer, uma coisa que eu te falo é, aproveite o fato de que você tem uma namorada e se for pra cama com ela, por favor, lembre-se de que é a primeira vez dela. Faça AMOR e não só sexo por que de uma forma geral, nós que somos viciados em PMO podemos ir pra cama com alguém somente com o objetivo de gozar e nada mais. Acabamos nos esquecendo que tem um outro ali que também sente prazer e quando eu coloquei a camisinha que o amigo amoleceu o que se passou pela minha mente foi "posso até não sentir prazer mas, ele vai!". Quando eu vi comecei á perceber ali naquele momento que não adiantava imaginar nada, pensar em nada, e apenas VIVER o momento, tudo fez sentido e eu tive ereção pelo motivo correto. O prazer da outra pessoa me excitou.


Enfim... escrevi demais. Estou bastante pensativo mas, isso não é justificativa pra permanecer caído. Reiniciando.

Obrigado pelo seu texto.Sim irmao ir para cama com alguem pensando no amor e nao somente o sexo é importante.Tenho feito isto e com ela e pretendo casar um dia.Noivaremos em breve. Preciso focar mais no momento e sentir prazer pelo prazer dela,vou treinar isto em mim porque de fato vivemos uma sociedade cada vez mais cibernetica aonde tudo é tecnologia e infelizmente condicionamos nosso cerebro ainda que inconscientemente a se sentir mais a vontade com o virtual.De fato temos que fazer muitas atividades de religação para reestruturar nosso sistema de recompensa.Nossa libido ainda esta muito condicionada ao visual e temos que mudar isto entrando em contato com a realidade.  Sobre o que voce falo da camisinha nao ser um problema ao ver um video,senti isto na pele,ao colocar a camisinha e ter uma ereção bem forte,1 dia antes de transar com ela,so demonstrando o quanto o problema esta na nossa mente e nao no material em si. Acredito que seja tanto um fator de ansiedade como do vicio,no meu caso e talvez ate o seu mais ligado a ansiedade da camisinha,porque sem ela voce ja conseguiu transar e eu tenho certeza que conseguiria tambem,ou seja se nosso grau de disfunção eretil fosse severo  nem isto conseguiriamos.Entao temos que trabalhar isto e voce precisa focar nesta transa que deu certo e alimentar a cada dia esta positividade,pois ao contrario de mim voce ja conseguiu com camisinha entao sempre se lembre disto quando o medo o invadir. É realmente o sexo tem que acontecer num ambiente nao escuro e na posiçao melhor,tanto no que se refere a sexo anal como perca de virgindade( tambem sou virgem) é algo que exige muita atençao e cuidado,nao pode ser pelo impulso e de qualquer jeito. Seus 15 meses de luta de fato o propiciou esta conquista,pois apesar de zerarmos o contador a cada queda,acredito que de algum modo os beneficios ficam,de modo que se reiniciarmos logo tende a ser mais facil reconquista o que perdemos com a queda,entao realmente eu falei de voce ter conseguido com apenas 1 semana mas esqueci deste detalhe importante. Tambem consegui boas marca que creio que me ajudara a tentar com 30 dias sem ficar grilado com 90 dias.Temos que ir e tentar sem medo. Preciso entender que to em tratamento e voltando a realidade,tenho que tirar esta pressao realmente.E mano mesmo voce nao sendo ativo nao suma totalmente,este espaço nos ajuda muito e conte comigo,agradeço tambem.Estamos juntos!

Sobre o que voce falo da sua experiencia ,te digo primeiramente que lamento pela sua queda mas que voce utilize isto para levantar mais forte.Temos que trabalhar esta ilusao do medo,pois veja voce conseguiu fazer ,isto deveria ser motivo de muita alegria,confiança e esperança mas as lembranças do passado o impediu de continuar sendo feliz e o fez fixar ilusoriamente  no negativo,em algo que nao existia mais. De fato a zona de conforto que o vicio proporciona é enorme mas destrutivo tambem.Mas a cada marca voce fortalece mais seu cerebro e agora conseguira os mesmos beneficios com menos tempo ainda,eu tambem uma epoca ai fiquei anos sem superar uma semana,mas isto é passado. É importante sempre se questionar em tudo na vida e enxergar o lado bom e ruim.E sim mano vale a pena continuar,desistir seria ser dominado pelo medo e por uma vida superficial cheia de angustia.Nao é algo que dar para se confirmar.No que se refere a dificuldade de arrumar alguem que seja confiavel no meio gay,é uma questao chata mesmo,mas ta dificil pra todos,ate no meio hetero,arrumar alguem de confiança ta cada vez mais dificil,mas uma hora aparece e quanto mais mudarmos mais receptiveis estaremos a estas pessoas,pois seremos como uma antena,um ima. Voce frequentara novos lugares etc,em aplicativos é complicado arruma alguem assim,mas minha namorada apos muito tempo tentando acabei arrumando e olha que eu era muito seletivo,voce merece e vai ser feliz um dia com alguem compativel com voce,num relacionamento de seriedade e nao somente sexo,pois so sexo nos deixa vazio e cansa.Voce é gay e deve cada vez mais se aceitar com amor,rompendo  totalmente os fios da repressao e da religiosidade que de algum modo possa existir em voce,devido a tantas pregaçoes contrarias e preconceito existente. Jesus nunca combateu os gays mas sim os soberbos da religiao que condenavam. Nos somos a igreja,se te faz bem frequentar um canto ,frequente,mas nunca esquecendo disto e sabendo que ouvira comentarios maldosos la,entao mano que nada nem ninguem o aflige,voce nasceu assim e jesus te ama assim,sei que voce sabe disto,so to reforçando isto. Recomendo que voce pesquise no you tube sobre Caio Fabio,voce ja deve ter ouvido falar,ele ajuda muitas nestas questoes e tem uns videos dele falando dos gays.Sobre a carencia é normal que se tenha,mas cada vez mais devemos se libertar disto,de modo que nao saiamos de um vicio e entremos em outro.Mas quem sou eu pra falar de algo,nesta epoca do vicio tudo é valido,mesmo estes encontros que voce diz que é so sexo,mas sei que é algo que voce nao vai querer ate o fim da vida e se conformar,toda alma anseia um companheirismo mais fixo e isto que um dia voce achara.Peça a Deus que te ajude pois todos nos somos carentes em busca de um oceano de amor,mas nos saciamos na agua do mar que nunca nos sacia,mas pelo contrario nos traz mais sede. Nao se culpe,voce sabe que ser gay é normal,esta sensação de vida dupla que voce sente é porque voce sabe que é devido o problema  do lance do sexo sem sentimento e nao do porque dizem que sexo gay é errado,poderia explicar aqui todas as passagens biblicas que eles usam contra gays e explica-las a luz da epoca,etc. Mano vai aos poucos mano,ja basta o vicio,faça o que for pra se larga,depois voce pensa o resto,de companhias assim te ajuda na carencia do reboot,continue se vendo,nao to aqui como um moralista,sei que me entendera. Abraço irmao....
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Resultados

em 15/2/2018, 20:08
Goku, muito obrigado de coração pelas palavras! Elas foram de grande incentivo pra mim. Muito obrigado mesmo.

Estou indo aos tropeços desde a queda de domingo. Havia conseguido um numero legal limpo mas, infelizmente aconteceu e desde essa ultima recaída, após 15 dias, passar do dia segundo tá sendo um pouco chato mas, não vou desistir principalmente por causa dos resultados que obtive em todo esse tempo. Não tenho porquê voltar pro vício como antes.

Porém, como disse anteriormente, tenho tido muito medo de tentar sexo com alguém por conta daquele medo de broxar. Isso tem me segurado bastante e não tenho tomado atitude mesmo depois de ter descoberto que, realmente Goku, a questão da camisinha é por conta do nervosismo e isso é algo eu nem imaginava. Fiz o teste hoje mesmo, sem P logicamente, colocando a camisinha com o pênis ereto e adivinha? mantive a ereção tranquilamente que se eu quisesse poderia me masturbar só que não prossegui. Isso me leva á crer que meu problema de DE relacionada á pornografia amenizou um tanto e agora se deve á ansiedade situacional por conta da camisinha.

Na próxima vez, não sei quando vai rolar, vou facilitar um pouco as coisas pra mim na hora de colocar o preservativo. Acho que ficar pensando demais no que aconteceu ou no que pode acontecer só irá me atrapalhar mas, surgindo alguém legal, tentarei novamente. Haja coragem!

Em breve volto com mais novidades e espero, dessa vez, com um bom numero de dias!
avatar
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 382
Data de inscrição : 20/09/2015

Re: Diario psico

em 20/2/2018, 15:48
Se sentir ansioso é compreensível, mas você mesmo está notando que está melhorando e sua ereção está a cada dia mais sólida ( no sentido de durável e qualidade).
Vá no seu tempo e seja gentil com você mesmo, não se cobre um desempenho específico, tente apenas no momento aproveitar aquilo que está acontecendo, aos poucos você nem se lembrará mais que tinha dificuldades com isso.

Até mais
avatar
psico
Mensagens : 252
Data de inscrição : 06/11/2016

Re: Diario psico

em 20/2/2018, 23:12
Domi1 Muito obrigado de verdade pelo apoio. A força que vocês dão é gigantesca e faz com que a gente não desanime mesmo em meio ás quedas.

Infelizmente neste domingo eu acabei recaindo. Não deu. A realidade é que eu fui sim fraco e poderia ter mudado a direção dos meus pensamentos, ter ido dormir, meditado, feito exercícios só que, eu não mudei o foco e o resultado foi ter perdido tempo fazendo algo que não me levou á lugar nenhum á não ser ao dia zero novamente.

Porém hoje algo que eu simplesmente não esperava aconteceu. Reencontrei um "amigo" de tempos atrás e conversamos um tanto na casa dele. Bom, o clima esquentou e sim, rolou. Mas diferente do ano retrasado em que eu assustadoramente não tive uma boa ereção, dessa vez eu posso dizer com toda certeza que REALMENTE me senti com 17 anos de novo. idade em que tive minha primeira experiencia sexual.

Foi sem camisinha e foi incrível á ponto dele mesmo dizer que "não sabia que eu tinha algo assim de tal jeito" Very Happy Não tive nem uma sombra de DE e nem EP e só não prolonguei mais o ato por causa do horário (já era mais de meia noite)

Não estou acreditando até agora Rolling Eyes. Foi meu, digamos, melhor sexo em anos com uma ereção melhor do que das ultimas duas vezes. Eu estou num momento delicado. É como se o vício estivesse gritando dentro de mim que não está gostando do que eu estou fazendo pois está percebendo que está com os dias contados.

Os resultados estão ai. De verdade, valeu a pena mas, a luta continua. Meu corpo se recuperou bastante pelo visto mas, ainda falta a minha mente se desvincular pra sempre desse mal hábito e se acostumar com o real de uma vez por todas!
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum