Dia a dia - Diário del Capo

Página 1 de 10 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 15/11/2016, 19:33

Faaaala pessoal!! Tudo certo ?! Então, hoje está fazendo 19 dias de minha última vez com a PMO, em curso com o meu segundo reboot. Sei que ainda é muito pouco para aquilo que eu gostaria de estar, mas já me sinto bem melhor com relação aos dias em que eu me encontrava no “fundo do poço”, me sentindo muito triste, com autoestima lá em baixo, procrastinando bastante nos estudos, e sem ter uma perspectiva de vida. Sentia em mim que eu precisava encontrar novas fontes de dopamina, sem ser com a PMO, é claro, e também percebia que não estava conseguindo encontra-las. Até que neste final de semana viajamos eu, minha família e um amigo para praia, a fim de poder relaxar um pouco mais, divertir-se bastante e produzir dopamina das melhores maneiras possíveis. Acredito que esta viagem está me fazendo um bem danado, já que gosto muito do mar, da praia, e das coisas relacionadas. Aproveitei pra convidar um amigo meu para eu não ficar muito só, pois afinal sou filho único, e acho que foi bem legal. Trouxemos as nossas bikes, ele trouxe uma pequena prancha de “surfe” que ele tem, e aí eu aproveitei pra dar umas surfadas no mar, jogar frescobol, nadar no mar, passar pela orla de bike. Enfim, está sendo muito bom mesmo.
         
Não sei o porquê, mas muitas coisas estão ainda por vir. Minha ansiedade ao lidar com as mulheres está bem mais controlada, mas eu ainda percebo que ainda tenho certa dificuldade ao falar normalmente com elas. Daí eu não sei se é pelo fato de eu estar convivendo muito pouco com mulheres e por isso preciso conviver mais, ou se é porque eu realmente preciso dar uma melhorada com relação ao tratar com as mulheres, aprendendo como se relacionar, como puxar uma conversa, e coisas do tipo. E também não sei se isso tem relação com anos de vício em PMO.
         
O que eu sei é que acredito que estou precisando de uma namorada, para compartilhar esses momentos bons da vida junto com uma parceira que nos ame de verdade, mas ao mesmo tempo me sinto muito parado, e tímido nesse aspecto. Já tive um namoro há dois anos, o qual foi muito bom, porém não chegamos a fazer sexo, pois tenho para mim que esse período é próprio para conhecer a fundo a personalidade da pessoa, e não tanto pensar logo em fazer sexo. Talvez, se nós tivéssemos estado mais tempo juntos – fiquei com ela durante dez meses, e namoramos por oito meses – poderia ter rolado alguma relação mais íntima, pois os desejos ficam dentro de nós.

Desejo muito continuar firme para largar a pornografia para sempre de minha vida, instalando quantos bloqueadores forem necessários para impedir de acessá-la de qualquer maneira. Estou bem mais consciente hoje de que, se fosse por força de vontade, eu já teria parado com a PMO há muito tempo. Nós, realmente, precisamos instalar os bloqueadores, acredito que seja mesmo para sempre, pois o próprio e-book nos ensina: é melhor sermos dependentes dos bloqueadores, do que sermos dependentes da pornografia. E cá pra nós, pensando melhor, dependência dos bloqueadores não é literalmente uma dependência, pois ao meu ver, eles são apenas uma ferramenta que nos ajuda com algo que queremos erradicar de vez de nossas vidas. Se fosse mesmo uma dependência, poderíamos dizer que somos dependentes do shampoo, do sabonete, porque queremos acabar com a sujeira do nosso corpo, e eles nos ajudam nisso. De qualquer forma, eles são necessários, e não podemos negligenciar este fato. O que importa é que sigamos firmes nessa jornada. Desejo muito sucesso no reboot de cada um!! Qualquer coisa, tamo junto!! Flws Wink


Última edição por ilCapo em 28/11/2016, 09:52, editado 3 vez(es)
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Reorganizando o diário

Mensagem  ilCapo em 28/11/2016, 09:46

Faala galerinha !! Bom, estarei tentando, por meio deste post, reorganizar o meu diário, uma vez que eu estava com certas dúvidas quanto aos meios de participação aqui no Fórum. Eu estava postando sempre novos post como sendo novos tópicos, o que gerava um acúmulo de informações e de tópicos (acho que a frase ficou meio confusa kk . Não sei ...). Vou estar colocando as postagens antigas nest post principal, de modo a organizá-las, e as novas também continuarei colocando aqui, para criar um diário mesmo.

Se eu estiver fazendo algo de desorganizador para o Fórum, POR FAVOR, me avisem, pois assim poderei adotar as medidas cabíveis.

No mais, desejo, como sempre, FOCO, FORÇA e FÉ para todos nós! Abração Wink
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dia 20 - FOCO, FORÇA e FÉ

Mensagem  ilCapo em 28/11/2016, 09:51


         Faaaala galerinha, tudo certo ? Então, passando por aqui pra falar um pouco sobre como foi o dia hoje, depois de 20 dias de engate no meu segundo Reboot, rumo à pornografia nunca mais! Bom, já de início a empolgação se mostra visível, pois acredito que venho feito algumas atividades que produzem naturalmente dopamina no meu cérebro, em substituição à pornografia. Como esse feriadão eu estive viajando, aproveitando a praia, isso me deixou muito melhor, pois como já falara num outro post, eu precisava muito de um período para relaxar, sair de minha casa; e para melhorar, fomos à praia, onde pude nadar, conhecer algumas pessoas novas, correr na praia e andar de bike. Enfim, coisas que eu gosto muito de fazer. Além do mais, hoje percebi que pude também fazer algumas coisas legais aqui em casa mesmo, pois logo de manhã passeei com meu cachorro – já que ele também tem músculos que precisam ser ativados -, fui comprar um pouco de açaí e banana para comer de lanche em casa, e de tarde comecei a estudar um pouco. O que eu venho percebendo de [digamos] negativo (?) é o fato de que eu estou com muito pouca motivação para estudar, para render nos estudos, e não faço a mínima ideia de qual seja o motivo. Hoje consegui estudar um pouco, e isso já me deixa satisfeito; tenho agora que me esforçar para manter o ritmo para os dias seguintes, pois logo mais chegam os exames finais, e eu não gostaria de precisar repetir matérias na faculdade. Percebi que antes mesmo da viagem a motivação estava nuns 5%, o que significa que eu não estudei praticamente nada num período de 10 dias, mais ou menos. Mas estamos seguindo em frente. Também hoje após os estudos, eu fui correr aqui próximo de casa, o que me deixou muito melhor, já que fazia tempo que eu não retomava os exercícios físicos, deixando-me muitas vezes insatisfeito com essa condição.  

         Preciso agora me policiar e manter o foco em minha recuperação como viciado em PMO, para não permitir que o vício faça parte novamente de minhas atividades, pois, como o e-book e os próprios relatos de nossos amigos do Fórum dizem, é neste momento de empolgação que o ego vem à tona para nos enganar e fazer-nos acreditar que já estamos curados. Ainda não estou.

         Até pouco tempo atrás acho que eu estava fissurado em completar os 90 dias sem PMO, com um pouco de obsessão mesmo, mas ao longo do tempo fui criando em mim a consciência de que, de fato, os 90 dias são apenas um tempo para uma religação completa do nosso cérebro, e que o nosso verdadeiro objetivo é largar a pornografia para sempre de nossas vidas. A jornada é longa, o caminho ainda não conseguimos ver, mas só de observar os benefícios que experimentamos agora, imagine depois de completado o experimento...
       
          No mais, é isso pessoal. Muito FOCO, FORÇA e FÉ para todos vocês. Gostaria de ter escrito mais coisas, mas ficarão para próximos posts. Abração, tmj !! Wink


Última edição por ilCapo em 28/11/2016, 10:02, editado 3 vez(es)
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dia 26 - Seguindo na luta

Mensagem  ilCapo em 28/11/2016, 09:55


         Depois dos 26 dias da minha última queda, tudo parece estar sobre controle. Alguns dos sintomas que eu tinha atenuaram bastante, eu me sinto com mais disposição para viver minha vida, estabelecer os planos e metas e fazer coisas saudáveis para mim mesmo, coisas que são tão essenciais para viver. Tenho procurado me dedicar a cuidar do meu cachorro, coisa que desde que eu ganhei ele não vinha fazendo, e a partir de então tenho procurado passear com ele todos os dias (quando não é todos os dias, é pelo menos dia sim e dia não), me informar sobre as particularidades de sua raça, as melhores comidas, os comportamentos dos cães, enfim, os cuidados com o meu “jovem” aqui de casa. De fato, tenho negligenciado um pouco dos exercícios físicos, pois venho sentindo uma dor na minha lombar que há tempos está me incomodando, e por isso estou precisando, urgentemente, ir ao médico, tratar desse problema. Gosto muito de fazer exercícios, seja uma musculação, uma natação, e estar parado para mim me deixa um tanto quanto frustrado, afinal, ainda somos muito jovens, estamos na flor da idade. Hoje estou com vinte anos, mas mesmo os mais velhos que eu – com 25, 30 ou mesmo 40 anos – ainda não estão tão velhos assim (pelo menos ao meu ver, né haha). Os exercícios que tenho feito é com meu cachorro, passeando pelas ruas com ele, e vez ou outra tenho ou andando de bike por aqui ou dando umas braçadas numa piscina aqui (não é A piscina olímpica ou semi-olímpica, mas dá pro gasto).

                  Mas uma coisa que eu venho sentindo falta mesmo é meu relacionamento com as mulheres, e um namoro. Tive um namoro muito bom com uma menina, mas depois terminamos, pois eu achava que não daríamos certo para casar, ainda que eu tenha aprendido bastante coisas naquele tempo, há uns dois anos atrás. Como ela mora um pouco distante de onde eu moro, quase nunca nos encontramos, mas não temos nenhum problema, ficou a amizade (fim de ano eu desejo um ‘Feliz ano novo’; aniversário a gente se fala por whatsapp, desejando ‘Feliz aniversário’). Desde então, estou solteiro, parado, sem procurar mulheres, e até às vezes me passa pela cabeça o desejo de esperar um pouco mais, para namorar depois. Mas também sinto falta em ter uma namorada, compartilhar meus hobbies, trocar aprendizados com uma parceira, essas coisa, sabe ?!  Hoje em dia, após ler os Blogs do Toguro¹, o Blog do Magrão² (aconselho a quem não leu, ler!) e ter lido o e-book, que a ansiedade que eu tinha ao me relacionar com as mulheres estava/está totalmente relacionada com o vício em PMO.

          Espero poder melhorar meus relacionamentos com as mulheres, retornando a minha vida normal, saudável, e plena!
¹: http://blokporn.blogspot.com.br/
²: http://vivasempornografia.blogspot.com.br/


Última edição por ilCapo em 28/11/2016, 10:02, editado 1 vez(es)
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dia 27

Mensagem  ilCapo em 28/11/2016, 09:57


Hoje o dia foi bem massa, pelo fato de eu poder ter me divertido um pouco com uns colegas do curso de idiomas que eu faço. Diferentemente das pessoas do meu curso – com as quais eu possuo uma dificuldade muito grande de fazer amizades verdadeiras – as pessoas do curso de idiomas são muito mais abertas, companheiras, e entendem um pouco sobre relacionamentos, simpatia e gentileza. Há muito tempo eu realmente não conseguia entender o porquê de eu não ter conseguido fazer amigos na faculdade, pois apesar de eu ser um pouco instrospectivo e puxar para um perfil mais tranquilo e calado, eu sei que eu sou um cara normal, como tantos outros.

Depois dos 27 dias sem PMO (aeeee õ/), eu ainda tenho muita dificuldade de completar as minhas metas nos estudos, e fazer as atividades da faculdade que eu tenho que fazer. Ao mesmo tempo que eu sinto a vontade de aproveitar a vida, curtir, socializar e conhecer mais a VIDA mesmo, com relação a faculdade a minha única vontade é entrar de férias, parar um pouco mais, e pensar nos rumos que eu estou colocando em minha vida. Sei que boa parte das minhas perspectivas de vida foram afetadas pelo vício da pornografia, pois as energias boas que eu tinha dentro de mim – ou seja, a minha disposição para estudar, para aprender um instrumento musical, para fazer um curso de informática – eram despejadas na pornografia, como uma ferramenta para eu desafogar minhas mágoas, minha solidão, minhas tristezas na vida. Tenho certeza disso. Mas hoje, venho lutando todos os dias para que a Pornografia não seja mais uma opção. Essa indústria que movimenta milhões de dólares à custa da exploração de mulheres bonitas [lindas!], maltratando-as, cuspindo em suas caras, violentando-as, e nos vendendo isso como sexo.

Eu ainda sou virgem, nunca experimentei do ato sexual, mas do muito pouco que eu sei sobre o assunto, tenho ainda mais certezas de que essa droga nunca foi nem nunca será sexo!
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dia 28 - Procrastinação severa

Mensagem  ilCapo em 28/11/2016, 10:01


Rapaz, estou muito preocupado com relação à minha procrastinação nas coisas. Ultimamente não tenho conseguido fazer quase nada, só algumas coisas básica, e realmente não sei o motivo para isso. Tenho um trabalho pra entregar amanhã, não comecei nada dele ainda, e não sinto nenhum pingo de motivação para começa-lo, nenhum mesmo. O que me deixa bastante preocupado, pois tenho medo de reprovar nessa cadeira da faculdade, além do mais porque já reprovei uma ano passado. Não sei o que fazer.

Tenho vontade de fazer outras coisas, cuidar do meu cachorro, tocar violão, andar de bike, mas fazer essa minha obrigação para amanhã, não tenho nenhuma vontade. Os pontos positivos e que me deixam contente é que estou há 28 dias sem PMO, sentindo cada vez mais nojo de acessar conteúdos pornográficos, coisas que muito antigamente, quando eu consumia pornografia quase todo dia, eu até sentia um pouco e estranhava bastante coisas, mas parece que eu precisava de materiais cada vez mais pesados para saciar meu cérebro.
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  Rebirth em 28/11/2016, 11:16

E ai parceiro, gostei dos seus relatos, estarei te acompanhando, boa sorte no reboot.

Rebirth

Mensagens : 203
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 28/11/2016, 15:41

Rebirth escreveu:E ai parceiro, gostei dos seus relatos, estarei te acompanhando, boa sorte no reboot.

Brigado pela força man !! Sempre que puder acompanharei teu diário também cara!! Abraços Wink
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dia 32 - Seguindo

Mensagem  ilCapo em 28/11/2016, 18:48

Dando seguimento ao meu diário, hoje estou nos meus 32 dias sem PMO, o que ao contar esse número no meu contador de papel (estou contando num calendário impresso, meu, pois não consegui ainda instalar os contadores no meu perfil do Fórum) me deixa bastante  feliz. Estava sentindo um pouco hoje, novamente, um princípio de 'bad' (melancolia, tristeza) em meu espírito, que foi logo atenuada ao ver os números de dias que estou sem PMO. É, de fato, uma alegria, uma vez que me lembro muito bem, ao engatar meu segundo Reboot, que eu queria passar dos 30 dias, até mesmo por conta de uma certa ansiedade dentro de mim. E hoje estou aqui...

Eu sempre, humildemente, após esses momentos de alegria, lembro-me que ainda não deixei de ser viciado, e que sempre devo estar atento aos gatilhos que possam surgir inesperadamente. Acho que antes eu estava focando apenas nos pontos negativos do Reboot, pois não estava conseguindo encontrar nenhuma motivação para retomar meus estudos na faculdade, mesmo necessitando fazê-lo.

Estranha-me mais pelo fato de que, ao ter engatado meu primeiro Reboot, com o Método Como Parar, percebi logo de cara uma maior motivação para os estudos, e sentindo prazer ao estudar estatística, coisa que antes nem passava por minha cabeça. No primeiro Reboot, também notei, claramente, uma melhora na minha ansiedade, melancolia, tristeza, foco, concentração, disposição corporal... No segundo Reboot, após a minha queda, percebi uma diminuição na concentração e no foco nos estudos, o que me preocupava um pouco, já que um (1) dos motivos pelos quais engatei o Reboot, além de tantos outros, foi o fato de eu estar mostrando um rendimento muito ruim ao estudar. E creio que eu não percebia os outros pontos positivos que eu estava vivenciando.

De fato, a minha ansiedade, melancolia, saíram de mim, e hoje eu sinto uma vontade maior para viver e fazer outras coisas de minha vida, ainda que eu esteja desmotivado para estudar. Uma coisa que tem me deixado bem contente, o que eu tenho quase certeza que é um dos frutos do Reboot, é eu estar cuidando mais do meu cachorro, dedicando-me mais a passear com ele, pois ele precisava. Aprendi nesses 30 (mais ou menos), algumas dicas sobre como cuidar do cão, e tenho percebido uma melhora até no comportamento dele. A minha ansiedade, que está muito melhor do que antes do Reboot, também encontra-se sob controle e meu relacionamento com as pessoas e, sobretudo, com minha mãe e meu padrasto tem melhorado e tanto.

Acho que estou em falta com as atividades extranet e de produção de prazer saudável, como caminhadas, exercícios físicos, musculação, natação, sair com os amigos, e tantas outras, o que me deixou um pouco nessa 'bad'. Só o fato de eu estar compartilhando isso com vocês me alivia bastante. Não quero perder o foco no meu Reboot, que é essencial hoje em minha vida, seguindo sempre com atenção aos gatilhos do youtube, da netflix, dos celulares, do facebook, etc.

No mais, é isso, parceiros. Fiquem na paz, sempre com FOCO, FORÇA e FÉ!
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  chef94 em 28/11/2016, 20:18

Parabéns ilcapo !!! amanhã completo 31 dias sem pmo , estou no meu segundo reboot , melhora tudo mesmo cara , vc acredita mais nos seus sonhos tbm , é uma sensação muito boa , sofro com DE , mas ja vi melhoras e sei que vai melhorar ainda mais . Parabéns pelos seus 32 dias , fique firme .

_______________________________________
Ola amigos , não sei como funciona isso aqui ainda , mas gostaria de escrever uma história de sucesso i pois fiquei mais ou menos 5 semanas sem pmo , e finalmente consegui transar .
avatar
chef94

Mensagens : 131
Data de inscrição : 31/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 29/11/2016, 09:07

chef94 escreveu:Parabéns ilcapo !!! amanhã completo 31 dias sem pmo , estou no meu segundo reboot , melhora tudo mesmo cara , vc acredita mais nos seus sonhos tbm , é uma sensação muito boa , sofro com DE , mas ja vi melhoras e sei que vai melhorar ainda mais . Parabéns pelos seus 32 dias , fique firme .

Shoow mano, fico feliz por você cara !! Brigado pelo apoio, sempre que puder vou estar acompanhando teu diário. Fica na paz Wink
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dia 35 - Giorno 35 - Jour 35 - Day 35

Mensagem  ilCapo em 30/11/2016, 19:07

Hoje contam 35 sem PMO e amanhã estarei rumando para os 36 dias. A estratégia que venho adotando para poder passar dos 21 dias e seguir firme no Reboot é o estabelecimento de metas curtas e, à princípio, estou usando 3 dias como base para metas futuras. Cheguei nos 33 dias, conto mais 3; 36 dias, conto mais 3, que dá 39, e assim vou seguindo com o meu Reboot. Acho que o estabelecimento de metas maiores para mim – como 7 dias, ou 10 dias, por exemplo – me desestimulariam e possivelmente facilitaria uma queda minha. Não venho pensando em chegar nos 90 dias, apesar de querer quebrar essa barreira. Como nos é ensinado no e-book, os 90 dias são apenas um número no qual nós possamos nos basear, mas a meta verdadeira é a Pornografia nunca mais.

Eu estava passando por dias muito improdutivos, sem a menor vontade de estudar, ler livros, revistas, e outras coisas. Estava sendo um legítimo procrastinador. Não queria me dedicar a nada. Queria apenas que o tempo passasse e eu chegasse logo nos 90 dias, para poder então experimentar os verdadeiros benefícios do Reboot. Resumindo este parágrafo: eu estava ansioso.

Mas desde ontem, graças a Deus, tomei vergonha na minha cara e decidi mudar de vida. Eu precisava estudar, e estava me vendo reprovando novamente uma cadeira da faculdade em virtude de minha procrastinação, falta de força de vontade e otras cosas más. Então, ontem eu comecei a dar seguimento nos meus estudos, estudando 2h durante o dia, fato que pra mim foi um avanço. Primeiramente, me surpreendi bastante ao perceber o tempo passar muito devagar, e me ver avançando cada vez mais no conteúdo estudado sem chegar o período da pausa (Ps.: gosto de estudar intervalando sempre 1h e descansando 10 min).

Já hoje, consegui estudar muito mais que ontem e cumprir com minhas metas. Cheguei a estudar 4h – sendo 2h pela manhã e mais 2h pela tarde – e novamente percebi uma produtividade bastante elevada, coisa que não vinha percebendo há tempos. Sei que muitos estudam bem mais que 4h por dia, mas para quem não estava conseguindo estudar pelo menos 1h por dia, estudar 4h foi uma vitória e tanta para o dia de hoje, e espero repetir o feito para os dias que se seguem. Estou com um objetivo: concluir até sexta 4 capítulos que estão atrasados, de um livro de Economia. E estabeleci metas: ler pelo menos 1 capítulo ao dia. Comecei lendo o primeiro capítulo ontem e vim a termina-lo hoje. Comecei a ler o capítulo segundo hoje, e tenho a meta de terminá-lo amanhã para já começar o terceiro. Se Deus quiser dará tudo certo.

Depois dos 35 dias, sinto que preciso reforçar minha lida no e-book para relembrar-me dos conceitos importantes para combatermos o vício. Acredito, mais uma vez, que não estou investindo o suficiente na fase de religação, apesar de estar saindo todo dia para passear com meu cachorro, cerca de 40 minutos. Acho que me faz bem, assim como faz bem a ele. Mas também sinto que eu deveria fazer mais, encontrar-me com meus amigos, fazer um exercício físico e investir em outras coisas. Quanto ao exercício físico, estou parado por conta de uma dor na lombar, que me impede de fazer vários exercícios de musculação. Fico puto por conta disso, porque queria estar malhando há tempos já. Mas espero me recuperar logo e voltar à academia, que pra mim é sensacional. Gosto muito desses ambientes de academia, clube e tals. É uma terapia e tanta para mim.

No mais, é isso galera. FOCO, FORÇA e FÉ
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  Rebirth em 1/12/2016, 12:44

Isso ai parceiro, seu reboot tem sido um exemplo! Mandando muito bem, boa sorte!

Rebirth

Mensagens : 203
Data de inscrição : 19/08/2016
Idade : 21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 2/12/2016, 08:03

Rebirth escreveu:Isso ai parceiro, seu reboot tem sido um exemplo! Mandando muito bem, boa sorte!

Valeeu mano!! Tudo de bom aí, pra tu !! Abraços Wink
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

36º dia sem PMO

Mensagem  ilCapo em 2/12/2016, 08:20

Hoje chegando ao 36º dia sem PMO... Fico contente com esse progresso, mas espero seguir firme na caminhada. Realmente, estou buscando seguir a minha vida normalmente, fazendo meus deveres, e buscando me recompensar pelos deveres cumpridos. Estou procurando usar as metas curtas, como falara antes, de três em três dias, e acho que isso tem dado muito certo.

Desde que eu me entendo por gente, eu sempre passava o tempo muito em casa, também em virtude da PMO, e continuo repetindo esse comportamento. Preciso dar uma guinada nessa área de minha vida - que é, inclusive, um dos processos do Reboot, a fase de Religação.

Como eu sempre procurei ser católico [digo 'procuro' porquê acho que estou muito longe de seguir os ensinamentos de Jesus], por me sentir bem seguindo o cristianismo, ter conhecido o Método Como Parar, por incrível que pareça, fez-me afastar um pouco de Deus. Acho que estou descobrindo o porquê...

Quando eu conversava com minha mãe sobre minhas dúvidas, meus conflitos, ela me dizia sempre para que eu pedisse a Deus para Ele iluminar minha vida, e eu teria as "respostas" que eu gostaria. Sendo assim, quando eu comecei a descobrir que a P era um problema na vida de uma cristão, eu sempre pedia a Deus que Ele me livrasse dessa droga, por meio de orações, lendo a Bíblia, sites que falassem sobre o vício em Pornografia, etc... Mas como vocês já sabem, nada deu certo.

Isso me desmotivou muito a buscar a Deus, como se Ele não ouvisse meus pedidos. Mas aí, vim descobrir a minha ingenuidade, inexperiência, imaturidade e outras coisas mais... Da mesma forma que um alcoólatra precisa de um tratamento, assim como alguém viciado em entorpecentes, eu também precisava de tratamento, mas, em primeiro lugar, não tinha plena convicção que a pornografia era uma "droga" (está entre aspas porque não se refere aos entorpecentes químicos) que fazia mal a quem consumisse, e em segundo lugar, não tinha a mínima ideia de como me livrar definitivamente do vício. Novamente, encontrar o Método Como Parar foi uma bêncão em minha vida, e agradeço muito a Deus por isso.

No mais, é isso, galera. Precisava fazer esse desabafo, e espero contar com a ajuda de vocês!! Abraços Wink
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Boa noite..

Mensagem  Rafa77 em 2/12/2016, 16:24

Então rapaz você deixou o link do seu diario lá como resposta no meu.. e gostei das suas atitudes pulso firme para vencer seus vicios e parabéns por ter voltado as suas origens e não abandonar o Cristianismo.
As vezes ficamos decepcionados tanto com esse mundo que culpamos terceiros pelo nosso problema não é mesmo? Algumas vezes temos a ousadio de culpar ate mesmo Deus que é o meu caso e quase iniciou a ser o seu.. a sua falta de fé talvez pioraria a situação.. pq quando somos ateus convictos não sentimos falta de Deus, já quando acreditamos nele e no seu poder, nos sentimos um vazio quando fazemos algo que é contra sua lei a ofender ele etc..
A questão é que é tudo muito complexo essa coisas religiosa.. e se for comparar a PMO com isso algo meio nada haver porem tem pontos similares.. um exemplo um ateu diz que Acreditar em Deus não ajuda nada.. " mas ele não tenta acreditar, nunca tentou de coração " .. é um orgulhoso ... do mesmo modo que um viciado uma pessoa qualquer diz que a masturbação não atrapalha em nada sua vida, porem essa pessoa nunca passou 1 Mês sem PMO para saber se de fato é assim que as coisas funcionam. Resumindo temos de dar uma chance a felicidade a nos livrar de nossos vicios e de buscar um ser superior a nós.. pq acredito eu que não estamos aqui por acaso.

Um abraço e boa sorte !
avatar
Rafa77

Mensagens : 39
Data de inscrição : 28/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 3/12/2016, 19:14

asuhauhsush "Pulso firme" .. Tem que ser man, acho que tou faltando algumas poucas coisas ainda, mas tamo aí... Brigado pela força parceiro. Com certeza, precisamos buscar nossa verdadeira felicidade, coisa que com a PMO não tínhamos há muito tempo. Segue firme nesse jornada cara, fica na paz. Abraço Wink
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dia 37

Mensagem  ilCapo em 3/12/2016, 19:31

Tenho notado melhoras significativas em minha vida, com relação à alguns problemas eu vinha tendo antes de iniciar o Reboot. Percebi claramente que minha capacidade de escrita melhorou e muito, coisa que antes queimava bastante a minha cabeça, e eu não sabia porquê... Hoje eu sei: era o excesso de Pornografia. Escrever é uma das atividades que eu me saia mais ou menos, e que gostava de fazer, mas quando eu entrei na faculdade tive uma dificuldade maior, agravada, no meu caso, pelo consumo de P, que tirava minha capacidade de concentração. Não posso também ser ingênuo, e afirmar que tudo era por conta da PMO, mas percebo que uma parte significativa, de fato, era. A questão da pouca motivação e concentração para escrever, não foi, evidentemente, causada apenas pela pornografia, uma vez que senti um baque ao sair do ensino médio e adentrar ao ensino superior. Porém, tal baque não fora concertado à tempo, uma vez que o tempo que eu poderia ter utilizado para ler mais textos científicos ou de literatura em geral, eu utilizava para "bater punheta". É triste, mas hoje percebo o quanto de tempo eu perdi com coisa inútil.

Hoje venho percebendo algumas melhoras. Percebi também uma capacidade surpreendente em minha memória, ao me lembrar de cifras de músicas que não tocava havia 4, 5 ou 6 meses, e em fazer cálculos relativamente fáceis, rapidamente, de cabeça.

37 dias. Muita dedicação ainda pela frente. O objetivo é Pornografia nunca mais. Mas procuro ter pé no chão. A cada três dias sem PMO, que se seguem, já é, pra mim, uma grande vitória.

Fiquem na paz, parceiros. Tmj. Conto com a ajuda de vocês !
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  led new em 3/12/2016, 19:47

Desde que comecei No reboot adotei um comportamento diferente, eu não quero apenas curar o meu vício em pmo, eu quero mudar minha vida. Uma das coisas que mudei e realmente vejo resultado (e tenho que aperfeiçoar) é a concentração plena, sempre estar presente, se estiver conversando prestar atenção na conversa, na faculdade prestar atenção na explicação da matéria, sem perder o foco com pensamentos ou barulho externo ou celular. Desde que adotei essa prática e outras. Minha vida mudou, já evitei vários acidentes que antes era normal, como por exemplo esbarrar nas coisas, chutar a parede sem querer, tropeçar em calçadas e etc...

_______________________________________
Inicio do Reebot 06/01/2017

Meu diário:

http://www.comoparar.com/t4225-led-diario

led new

Mensagens : 73
Data de inscrição : 17/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 4/12/2016, 13:23

led new escreveu:Desde que comecei No reboot adotei um comportamento diferente,  eu não quero apenas curar o meu vício em pmo,  eu quero mudar minha vida.  Uma das coisas que mudei e realmente vejo resultado (e tenho que aperfeiçoar)  é a concentração plena, sempre estar presente,  se estiver conversando prestar atenção na conversa,  na faculdade prestar atenção na explicação da matéria, sem perder o foco com pensamentos ou barulho externo ou celular.  Desde que adotei essa prática e outras.  Minha vida mudou,  já evitei vários acidentes que antes era normal,  como por exemplo esbarrar nas coisas, chutar a parede sem querer,  tropeçar em calçadas e etc...

Massa man!! Brigado pelo relato, realmente ajuda poder compartilhar isso com outras pessoas... A minha concentração no primeiro Reboot estava muito boa, porém no segundo caiu bastante. Estou vendo os retornos agora. Quando decidimos parar com a PMO, de fato, vamos percebendo grandes mudanças em nossa vida, e fazer o Reboot é uma delas !

Abraços parceiro Wink
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cheguei no 39º dia

Mensagem  ilCapo em 5/12/2016, 09:08

E pensar que eu relacionava minha saúde sexual com o consumo de pornografia e a masturbação... Meu Deus... O que eu vejo nisso é uma profunda estimulação [doutrinação, lavagem cerebral, como se entender] que a grande mídia faz em nossas vidas, e como isso nos é introjetado em nossas mentes.

Citando o que a Dra. Gail Dines afirma (presente no e-book "O Futuro do Vício em  Pornografia"): "Concordamos que a indústria de alimentos molda a maneira que comemos, que a indústria da moda molda a maneira como nos vestimos, então como é possível que a indústria do sexo seja a única que não molda o comportamento humano?".

Existe um documentário um tanto quanto famoso da Netflix, que se chama "After Porn Ends", que fala sobre a vida das atrizes pornô... Muitas delas se submetem a rotinas de gravação à contragosto, pois não sentem prazer e satisfação sexual ao gravarem as cenas. Eu o assisti ano passado, em dezembro de 2015 (mais ou menos), e contém alguns poucos gatilhos. Mas é muito bom para entendermos a vida dessas mulheres lindas, mas que aos poucos e sem saber, estão acabando com as suas próprias vidas ...
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  Rafa77 em 5/12/2016, 18:40

ilCapo escreveu:
E pensar que eu relacionava minha saúde sexual com o consumo de pornografia e a masturbação... Meu Deus... O que eu vejo nisso é uma profunda estimulação [doutrinação, lavagem cerebral, como se entender] que a grande mídia faz em nossas vidas, e como isso nos é introjetado em nossas mentes.

Citando o que a Dra. Gail Dines afirma (presente no e-book "O Futuro do Vício em  Pornografia"): "Concordamos que a indústria de alimentos molda a maneira que comemos, que a indústria da moda molda a maneira como nos vestimos, então como é possível que a indústria do sexo seja a única que não molda o comportamento humano?".

Existe um documentário um tanto quanto famoso da Netflix, que se chama "After Porn Ends", que fala sobre a vida das atrizes pornô... Muitas delas se submetem a rotinas de gravação à contragosto, pois não sentem prazer e satisfação sexual ao gravarem as cenas. Eu o assisti ano passado, em dezembro de 2015 (mais ou menos), e contém alguns poucos gatilhos. Mas é muito bom para entendermos a vida dessas mulheres lindas, mas que aos poucos e sem saber, estão acabando com as suas próprias vidas ...


De fato já vi esse documentario, acredito ser esse que conta ate mesmo caso de algumas atrizes porno que cometaram suicidio Neutral Não sei o porque essa merda não é combatida de forma mais radical, pq medicos, psicologos recomendam fazer e falam que não tem nada de errado.. A industria pornografica, assim como o trafico de drogas é rica a custa de fracassados
avatar
Rafa77

Mensagens : 39
Data de inscrição : 28/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 5/12/2016, 19:44

Rafa77 escreveu:
ilCapo escreveu:
E pensar que eu relacionava minha saúde sexual com o consumo de pornografia e a masturbação... Meu Deus... O que eu vejo nisso é uma profunda estimulação [doutrinação, lavagem cerebral, como se entender] que a grande mídia faz em nossas vidas, e como isso nos é introjetado em nossas mentes.

Citando o que a Dra. Gail Dines afirma (presente no e-book "O Futuro do Vício em  Pornografia"): "Concordamos que a indústria de alimentos molda a maneira que comemos, que a indústria da moda molda a maneira como nos vestimos, então como é possível que a indústria do sexo seja a única que não molda o comportamento humano?".

Existe um documentário um tanto quanto famoso da Netflix, que se chama "After Porn Ends", que fala sobre a vida das atrizes pornô... Muitas delas se submetem a rotinas de gravação à contragosto, pois não sentem prazer e satisfação sexual ao gravarem as cenas. Eu o assisti ano passado, em dezembro de 2015 (mais ou menos), e contém alguns poucos gatilhos. Mas é muito bom para entendermos a vida dessas mulheres lindas, mas que aos poucos e sem saber, estão acabando com as suas próprias vidas ...


De fato já vi esse documentario, acredito ser esse que conta ate mesmo caso de algumas atrizes porno que cometaram suicidio Neutral  Não sei o porque essa merda não é combatida de forma mais radical, pq medicos, psicologos recomendam fazer e falam que não tem nada de errado.. A industria pornografica, assim como o trafico de drogas é rica a custa de fracassados

Pois é, mano, tb não sei porque não combatem essa droga... Acredito que seja pelo imenso dinheiro movimentado lá dentro, o prejuízo para empresas seria enorme. E cada vez mais pessoas entram nesse vício, pensando que é algo normal e saudável, como até mesmo eu jurava acreditar antes. Se não me engano, o ebook "O Futuro do Víco em Pornografia" também fala sobre esse fato...
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  Pirata em 6/12/2016, 05:31

ilCapo escreveu:
E pensar que eu relacionava minha saúde sexual com o consumo de pornografia e a masturbação... Meu Deus... O que eu vejo nisso é uma profunda estimulação [doutrinação, lavagem cerebral, como se entender] que a grande mídia faz em nossas vidas, e como isso nos é introjetado em nossas mentes.

Citando o que a Dra. Gail Dines afirma (presente no e-book "O Futuro do Vício em  Pornografia"): "Concordamos que a indústria de alimentos molda a maneira que comemos, que a indústria da moda molda a maneira como nos vestimos, então como é possível que a indústria do sexo seja a única que não molda o comportamento humano?".

Existe um documentário um tanto quanto famoso da Netflix, que se chama "After Porn Ends", que fala sobre a vida das atrizes pornô... Muitas delas se submetem a rotinas de gravação à contragosto, pois não sentem prazer e satisfação sexual ao gravarem as cenas. Eu o assisti ano passado, em dezembro de 2015 (mais ou menos), e contém alguns poucos gatilhos. Mas é muito bom para entendermos a vida dessas mulheres lindas, mas que aos poucos e sem saber, estão acabando com as suas próprias vidas ...

Olá ilCapo, você tem toda razão. Eu também já pesquisei algumas histórias de atrizes pornô. Inclusive, li diversos depoimentos, onde elas contam que usavam drogas para se submeterem à tal cena, e que era quase que impossível deixar de fazer algo que a indústria mandasse; uma vez que assinavam um contrato, e então sofriam ameaças de processo e etc. É muito triste, e o pior é que estamos colaborando com essa indústria nefasta, já que dependem dos acessos para gerar lucro.

_______________________________________

Não há ferrolhos, nem portas que se fechem diante da Tua voz. Não há doenças, nem culpa, que fiquem de pé diante de nós. E a tempestade se acalma, na voz daquele que tudo criou;Pois Sua palavra é pura, escudo para os que n'Ele creem!
avatar
Pirata

Mensagens : 102
Data de inscrição : 21/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dia a dia - Diário del Capo

Mensagem  ilCapo em 7/12/2016, 05:04

Pirata escreveu:
ilCapo escreveu:
E pensar que eu relacionava minha saúde sexual com o consumo de pornografia e a masturbação... Meu Deus... O que eu vejo nisso é uma profunda estimulação [doutrinação, lavagem cerebral, como se entender] que a grande mídia faz em nossas vidas, e como isso nos é introjetado em nossas mentes.

Citando o que a Dra. Gail Dines afirma (presente no e-book "O Futuro do Vício em  Pornografia"): "Concordamos que a indústria de alimentos molda a maneira que comemos, que a indústria da moda molda a maneira como nos vestimos, então como é possível que a indústria do sexo seja a única que não molda o comportamento humano?".

Existe um documentário um tanto quanto famoso da Netflix, que se chama "After Porn Ends", que fala sobre a vida das atrizes pornô... Muitas delas se submetem a rotinas de gravação à contragosto, pois não sentem prazer e satisfação sexual ao gravarem as cenas. Eu o assisti ano passado, em dezembro de 2015 (mais ou menos), e contém alguns poucos gatilhos. Mas é muito bom para entendermos a vida dessas mulheres lindas, mas que aos poucos e sem saber, estão acabando com as suas próprias vidas ...

Olá ilCapo, você tem toda razão. Eu também já pesquisei algumas histórias de atrizes pornô. Inclusive, li diversos depoimentos, onde elas contam que usavam drogas para se submeterem à tal cena, e que era quase que impossível deixar de fazer algo que a indústria mandasse; uma vez que assinavam um contrato, e então sofriam ameaças de processo e etc. É muito triste, e o pior é que estamos colaborando com essa indústria nefasta, já que dependem dos acessos para gerar lucro.

Iae, parceiro! Pois é, cara... o pior que quando estamos afundados no vício não percebemos que estamos colaborando também com essa indústria. A gente simplesmente não consegue largar o vício apenas com força de vontade
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador

Mensagens : 351
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 20
Localização : Corleone, Sicilia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 10 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum