Compartilhe
Ir em baixo
maria
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/01/2017

Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 3/1/2017, 11:28
Olá,
Preciso mto de ajuda e orientação. Então farei um breve resumo da minha história...

Estou casada a 5 anos. No primeiro ano descobri a pornografia no lap top do meu marido. Fiquei assustada, me senti mto mal, nós conversamos e ele disse que tinha o hábito de assistir (começou aos 10 anos e ja estava com 31!), mas que não queria me fazer sofrer e por isso iria parar. Mentira.

Tempos depois descobri pela segunda vez, foi absurdo pq assim como na primeira vez ele estava assistindo no lap top, literalmente do meu lado! (eu deitada ao seu lado vendo tv). Das duas vezes ele tentou mentir... disfarçar... o que só me irrita mais. Fiquei mto mal. Conversamos. Ele disse q tinha conseguido reduzir e achou q assim ia parar, mas não deu...De novo me pediu desculpas, disse que dessa vez ia conseguir, que queria parar. Mentira.

Mais meses se passaram, e descobri pela terceira vez (nunca sofri tanto), dessa vez foi especialmente pior pois eu estava passando por um outro problema mto difícil e ainda ele tinha trocado de celular (o anterior dele não tinha net), então ele trocou vários conteúdos pornográficos com seus amigos nos grupos, dois deles trabalham no msm lugar que eu e meu marido (temos um emprego juntos), dá pra imaginar o qto eu me senti humilhada né? Enfim, fiquei verdadeiramente destruída, implorei a ele pra não fazer pela quarta vez pq eu não ia aguentar. Mais pedidos de perdão, mais lágrimas, mais promessas. Mais mentiras.

Exatamente um ano depois, de novo em um momento mto difícil pra mim, descobri de novo. De novo ele tentou mentir... me enrolar... dizer que eram arquivos antigo...o que como eu disse só serve pra me deixar com mais raiva. Mas dessa vez foi diferente, ele disse que de novo tinha passado uns meses sem, mas que tinha retornado e que não ia conseguir parar sozinho. Eu disse que estava disposta a td pra ajudar. Então, foi qdo ele procurou ajuda na internet, leu o e-book, começou a escrever um diário e procurou uma psicóloga para se tratar. Disse, que queria dividir td comigo, sem mentiras. E de fato vi que ele estava msm mais sincero comigo... me contando as coisas... até me contou um mês depois que teve vontade de ver, mas seguiu as orientações... foi fazer outra coisa ... se distrair e conseguiu resistir. Fiquei mto orgulhosa dele.

Mas ao msm tempo que dessa vez ele estava tentando fazer coisas concretas pra mudar, eu pela primeira vez comecei a notar que eu estava mudando, meu desejo sexual por ele não era o msm, nem a qualidade do sexo era a msma. E isso era uma novidade pra mim, pois nós nunca, em todo esse tempo tivemos a vida sexual afetada por isso, ele nunca teve impotência e na verdade nossa vida sexual foi sempre ficando melhor...

Comecei a ver que todo esse tempo de sofrimento foi se acumulando, e qdo teve a quarta vez isso de fato começou a me afetar como mulher. Ele começou a perceber q eu estava diferente... eu estava pensado em conversar com ele... Mas aí veio a quinta vez.

Apenas 3 meses depois descobri de novo. Me sinto trocada. Estou mto decepcionada, pois sinto que já não há mais o q fazer. Conversamos. Percebi e ele me confirmou, que o único motivo pelo qual ele tenta parar sou eu, é pra não me perder, pq pra ele a pornografia não atrapalha em nada sua vida, ele não vê nenhum malefício. Então começo a achar q terei q me conformar, pois é possível uma pessoa abandonar um vício apenas por causa de outra??

Desde a primeira vez, antes de eu saber q isso era um vício, eu tinha dito a ele que qdo sentisse vontade de assistir pornografia que poderia me chamar e ver comigo, eu iria gostar. Mas ele nunca fez isso.

Agora, ele disse que quer ver comigo. Que não quer mais assistir sozinho, me enganar...Eu aceitei, mas fico pensando: Será que estarei ajudando? Faz sentido isso?

Desculpem pelo texto enorme, mas preciso de orientação, de uma opinião mais qualificada do q a minha e a dele. Porque a final já passo por isso a 5 anos e não conseguimos.

obrigada.


Última edição por maria em 3/1/2017, 12:42, editado 1 vez(es)
avatar
TGuerreiro
Moderador
Moderador
Mensagens : 1295
Data de inscrição : 31/07/2016

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 3/1/2017, 11:51
Se a pornografia não afeta o seu companheiro, o que é contraditório já que ele não consegue parar, e o único motivo que ele tem para parar é o que você acha a respeito do assunto, fica meio difícil.

Eu particularmente acho um tiro no pé a proposta dos dois irem ver pornô. O vício em PMO é um buraco sem fundo, sabe-se lá onde essa atitude pode levar o relacionamento de vocês.

Você chegou a dizer com todas as letras para ele que o seu desejo já não é mais o mesmo?

_______________________________________
maria
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/01/2017

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 3/1/2017, 12:08
Obrigada pela resposta TGuerreiro.

Pois é, fico pensando que é como dizer pra uma pessoa viciada em alcool que ela só pode beber com vc... Mas já tô na onda de tentar qualquer coisa que possa ajudar... sei lá

Falei claramente pra ele sim. Qdo conversamos dessa ultima vez que descobri.

Ele chorou, ficou mto mal. Disse que da 4 vez teve medo de me perder, de eu arrumar a coisas e ir embora. Mas que agora ele via que já estava me perdendo dentro de casa.... e que isso era o pior q podia acontecer.

Disse que já estava percebendo que eu não ara a msma com ele, mas achou q era só uma fase... e agora se sentia mto mal por ter negligenciado isso, e que quer me trazer de volta.
avatar
TGuerreiro
Moderador
Moderador
Mensagens : 1295
Data de inscrição : 31/07/2016

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 3/1/2017, 14:19
Compreendo. A situação de quem se relaciona com um viciado em PMO não é fácil, o vício acaba influenciando também o parceiro ou parceira.

Sugiro que sempre que tiver alguma dificuldade, ou mesmo queira desabafar, o faça aqui. Tem muitas pessoas no fórum que tem mais experiência e propriedade pra te ajudar do que eu. Procure dar uma lida nos outros diários.

Abç.

_______________________________________
maria
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/01/2017

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 3/1/2017, 14:35
Obrigada!

Nossa eu sou uma pessoa mto "desconectada", passo por isso a tempo tempo e só agora encontrei este espaço. Mas ja estou sentido um certo conforto em ver que não sou a única a passar por isso.

Estou lendo sim. Já aprendi mto, mto msmo. Espero encontrar aqui mais orientações para me ajudar a lutar do jeito certo pelo meu casamento.

Obrigada pela atenção.
Desejo td de melhor pra vc
avatar
skullandbones
Mensagens : 137
Data de inscrição : 14/12/2016

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 4/1/2017, 05:13
Oi maria, tudo bem ?
Eu sou casado, e temos o mesmo problema que vocês, mas o viciado no caso, sou eu. E não acho que você assistir pornografia junto com ele vai ajudar de forma alguma. Se seu marido se tornou um viciado, então o recomendado é que ele comece a fazer o tratamento para parar. E ao invés de vc assistir pornografia junto com ele, porque não tentam os dois ter uma relação sexual real ? O vício te faz muitas vezes querer substituir até mesmo o sexo legítimo por pornografia, então não vejo como levar você para a pornografia ao invés de tirar ele de lá, pode resolver alguma coisa.

O ideal seria ele se convencer a fazer o reboot, já tentou mostrar os vídeos do Gary Wilson para ele ? Outra coisa também necessária é você ter paciência com ele durante o processo de recuperação, como você disse, você se sente traída cada vez que descobre que ele viu porn, e vc tem todo o direito de se sentir assim, porém para um viciado sempre é dificil se desfazer de um hábito / vício que cultivou por anos, e o reboot requer paciência porque ocorrem recaídas. Eu apesar de estar no fórum há pouco tempo, estou tentando parar com PMO faz anos ! E combinei com minha esposa que sempre que eu ver pornografia, ou me masturbar eu vou contar para ela.

Não é fácil, me sinto humilhado de ver ela chorando cada vez que eu conto para ela que caí, e imagino que ela se sente como você se sentiu, porém ela decidiu não desistir de mim, e isso me faz continuar tentando me afastar desse vício. Estamos juntos há mais de 5 anos, estou tentando parar desde antes de conhecer ela, fazem 13 anos que sou viciado em pornografia, mas as histórias de sucesso desse fórum me fazem ter fé de que é possível mudar.

Outra coisa é o acompanhamento psicológico que seu marido estava fazendo, talvez o ideal fosse fazer o acompanhamento do casal e não dele sozinho, eu fiz alguns meses de terapia, mas minha psicóloga era uma verdadeira doida, se seguisse os conselhos dela eu acho que teria afundado ainda mais nos vícios (falei um pouco disso no meu diário, qq coisa dá uma lida lá)

Enfim, desculpa pelo textão, era pra ser menor, mas na minha opinião é isso aí, quem tem que sair do vício é ele, e não você que tem que entrar. Você pode ser a melhor amiga dele pra combater tudo isso, a guardiã das senhas, a confidente das neuras e principalmente, aquela que está sempre do lado dele nos dias bons e nos dias ruins, mas tem que ter paciência.

Força ai maria, vamos vencer essa porra !


_______________________________________
Quem dá desculpas não dá resultados.
Vamos vencer !
#VamoVamoChapeee !

"Plante qualquer semente de pensamento na sua mente e ela florescerá, se ramificará e dará frutos. Alguns muito amargos e irreparáveis. O reboot é uma questão de podar essa árvore e ir arrancando cada vez mais esses galhos até chegar na raiz"

Acompanhe meu diário aqui


dimbooter
Mensagens : 69
Data de inscrição : 03/08/2016

Não aceite isto..

em 4/1/2017, 08:01
Maria, não aceite isto, jamais! Será um mal que você estará cometendo a si mesma. Sou um viciado, estou na luta e graças a Deus não cheguei ao limite do dano que a pornografia pode causar. Se você ceder, será apenas o primeiro pedido do seu marido, depois virarão novas situações como relação a três, situações de libertinagem, fetiches humilhantes e por ai vai. Pornografia não se limita a epenas ver vídeos em Internet, é bem pior, é uma busca insana por um prazer artificial que não existe. Do fundo do meu coração, não quero te magoar e nem te fazer sofrer com estas duras palavras, mas esta não é a melhor solução. Converse, seja clara, não aceite, creio que o amor pode vencer e ele vai conseguir...

_______________________________________
avatar
Mateus
Mensagens : 137
Data de inscrição : 20/01/2015

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 4/1/2017, 14:19
Maria, olá seja bem-vinda ao fórum ! Smile
Em primeiro lugar, é admirável o seu apoio à ele! Reconheci em suas palavras traços de decepção, mas também - e acima de tudo - de companheirismo.

Depois, vamos a uma verdade clara e explícita: Não existe nada bom na pornografia. Ponto final. Sem mais. É normal os viciados dizerem que " não atrapalha em nada " não tem problema, todo mundo faz " , assim como é normal as mesmas frases proferidas por quem faz uso de drogas como o cigarro, maconha, etc.

Só que Maria, isso é mentira, pornografia destrói tudo aos poucos, como o vírus HIV: em princípio ele estará incubado nas células e tudo vai parecer normal ( esse é o período da negação que o viciado faz ) , depois ele começa arrebentando o sistema imunológico e infecções oportunistas aparecerão ( esse é o período em que o viciado diz que os seus problemas são resultados de tudo : estresse, esposa frígida, cansaço, idade e etc. Menos a pornografia ...). Por fim ele percebe que jogou sua vida no lixo olhando para uma tela artificial, e a essa altura existem duas opções: tentar lutar e procurar ajuda ou negar tudo e continuar viciado. Infelizmente parece que seu marido optou pela segunda opção.
Mas isso não é o pior, o que realmente infende à sanidade é tentar levar isso à um status quo de "normal" assistindo ao seu lado. Isso NÃO é normal, NÃO é aceitável, pois além de estar afundando ele no vício ( que insiste em negar, mas curiosamente não consegue parar ) prejudicará você, aliás eu te faço uma pergunta: Ficarás feliz e contente vendo seu esposo necessitando de ver outras mulheres para ter um prazer tão intenso que substitui a relação à dois?
Eu entendo que queira ajudar, só que isso é como tentar cortar o casulo para a borboleta se libertar do esforço, parece bem à princípio, mas no final ela será deficiente para a vida toda. Isso não ajudará seu marido, não melhorará a relação de vocês dois, e prejudicará sua autoestima.
maria
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/01/2017

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 4/1/2017, 17:19

skullandbones escreveu:Oi maria, tudo bem ?
Eu sou casado, e temos o mesmo problema que vocês, mas o viciado no caso, sou eu. E não acho que você assistir pornografia junto com ele vai ajudar de forma alguma. Se seu marido se tornou um viciado, então o recomendado é que ele comece a fazer o tratamento para parar. E ao invés de vc assistir pornografia junto com ele, porque não tentam os dois ter uma relação sexual real ? O vício te faz muitas vezes querer substituir até mesmo o sexo legítimo por pornografia, então não vejo como levar você para a pornografia ao invés de tirar ele de lá, pode resolver alguma coisa.

O ideal seria ele se convencer a fazer o reboot, já tentou mostrar os vídeos do Gary Wilson para ele ? Outra coisa também necessária é você ter paciência com ele durante o processo de recuperação, como você disse, você se sente traída cada vez que descobre que ele viu porn, e vc tem todo o direito de se sentir assim, porém para um viciado sempre é dificil se desfazer de um hábito / vício que cultivou por anos, e o reboot requer paciência porque ocorrem recaídas. Eu apesar de estar no fórum há pouco tempo, estou tentando parar com PMO faz anos ! E combinei com minha esposa que sempre que eu ver pornografia, ou me masturbar eu vou contar para ela.

Não é fácil, me sinto humilhado de ver ela chorando cada vez que eu conto para ela que caí, e imagino que ela se sente como você se sentiu, porém ela decidiu não desistir de mim, e isso me faz continuar  tentando me afastar desse vício. Estamos juntos há mais de 5 anos, estou tentando parar desde antes de conhecer ela, fazem 13 anos que sou viciado em pornografia, mas as histórias de sucesso desse fórum me fazem ter fé de que é possível mudar.

Outra coisa é o acompanhamento psicológico que seu marido estava fazendo, talvez o ideal fosse fazer o acompanhamento do casal e não dele sozinho, eu fiz alguns meses de terapia, mas minha psicóloga era uma verdadeira doida, se seguisse os conselhos dela eu acho que teria afundado ainda mais nos vícios (falei um pouco disso no meu diário, qq coisa dá uma lida lá)

Enfim, desculpa pelo textão, era pra ser menor, mas na minha opinião é isso aí, quem tem que sair do vício é ele, e não você que tem que entrar. Você pode ser a melhor amiga dele pra combater tudo isso, a guardiã das senhas, a confidente das neuras e principalmente, aquela que está sempre do lado dele nos dias bons e nos dias ruins, mas tem que ter paciência.

Força ai maria, vamos vencer essa porra !



Nossa muito obrigada pelo seu texto. Foi muito importante pra mim!

Sim, da penúltima vez, ele leu o e-book, assistiu alguns dos vídeos, e iniciou o reboot... mas sem sucesso. Acredito que em parte é pq ele só tenta parar pra não me ver sofrer e não por ele próprio... Mas vou conversar mais com ele sobre isso.

Ele pediu pra que eu assistisse com ele, pois eu disse que me magoava mto imaginar a cena dele assistindo pornografia e desejando as outras mulheres, aí ele me disse que não funcionava assim.... que eu deveria ver com ele pra ver como ele reagia, q não era como eu pensava. (Não que isso nunca tenha ocorrido, nós ja assistimos pornografia em motéis por exemplo, e eu não me incomodo, mas normalmente comentamos alguma coisa e começamos o sexo rapidamente e a pornografia fica apenas passando sem mta importância...)

Ele diz que nunca se masturba assistindo, pq sabe q se fizer isso depois terá dificuldades em gozar qdo tiver comigo, e como ele prefere o sexo real ele só assiste msm... Eu acredito, pois de fato ele nunca teve nenhum tipo de problema em transar comigo, nem de ereção, orgasmo nada.

Então nós sempre tivemos relações reais, e de certo modo, apesar disso ser bom, acho favorece com que ele veja que mantém a pornografia sem atrapalhar a vida real dele.

Assim como vcs, nós tb combinamos que ele ia me contar sempre que ele tivesse vontade e conseguisse resistir (o que ele fez, e eu chorei de orgulho e alegria, tanto por ele ter resistido como por ter me contado), mas tb me contaria sempre não conseguisse resistir e tivesse uma recaída ( o que ele não fez, e eu descobri depois), isso me deixou mto mal. Pois, assim como sua esposa eu tinha me disposto a ouvir, mas ele nem cogitou me contar. Então lhe digo, que msmo sendo difícil ver sua esposa chorar, continue contado a ela seus sucessos e por ventura seus fracassos. Pois do contrário, mais tarde ela irá chorar pela sua recaída e pela mentira/omissão.

Qto a psicóloga, ele já vinha me dizendo que achava que ela não estava ajudando mto, ele chegou até a conversar isso com ela, então ela pediu mais um tempo pra tentar mudar (vou ver seu diário)... mas nós tivemos alguns problemas financeiros então ele acabou largando as consultas. Eu sou uma pessoa, mto reservada com td na minha vida, nunca abro nenhum problema do casamento nem com pessoas da família, então preciso pensar se conseguiria me imaginar fazendo terapia (essas conversas aqui são o mais próximo que já cheguei disso), confesso que até pra ele fazer terapia no inicio era uma ideia q me incomodava, mas eu estou disposta a abrir mão de todas os meus incômodos e bobagens pelo nossa felicidade.

Como vc bem sabe pela sua esposa que também tira forças da onde não tem pra ficar ao seu lado. Meu marido é tudo pra mim, ele é o ar que eu respiro, o sorriso dele faz meu mundo valer a pena. E nesse desespero em ajudar, não posso me perder e seguir pelo caminho inverso.

Mais uma vez, muito obrigada pela sua atenção.
Tenho certeza q vc vai vencer, falei pro meu marido pra sempre que ele tiver vontade de cair, pra ele não invés de clicar, me ligar e eu tentarei ajudá-lo a passar pelo momento difícil. Não faço ideia se isso vai funcionar... se ele vai conseguir. Mas quem sabe possa funcionar pra vc...

Tudo de bom. Força!



Última edição por maria em 4/1/2017, 17:24, editado 1 vez(es)
maria
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/01/2017

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 4/1/2017, 17:22
dimbooter escreveu:Maria, não aceite isto, jamais! Será um mal que você estará cometendo a si mesma. Sou um viciado, estou na luta e graças a Deus não cheguei ao limite do dano que a pornografia pode causar. Se você ceder, será apenas o primeiro pedido do seu marido, depois virarão novas situações como relação a três, situações de libertinagem, fetiches humilhantes e por ai vai. Pornografia não se limita a epenas ver vídeos em Internet, é bem pior, é uma busca insana por um prazer artificial que não existe. Do fundo do meu coração, não quero te magoar e nem te fazer sofrer com estas duras palavras, mas esta não é a melhor solução. Converse, seja clara, não aceite, creio que o amor pode vencer e ele vai conseguir...

Fico feliz q vc não chegou ao fundo do poço. Meu marido tb não.
Mas vc tem razão. Não vou deixar isso acontecer, eu tenho que ter lucidez e fazer a coisa certa.
Vou conversar com ele.
maria
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/01/2017

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 4/1/2017, 17:33
Mateus escreveu:Maria, olá seja bem-vinda ao fórum ! Smile
 Em primeiro lugar, é admirável o seu apoio à ele! Reconheci em suas palavras traços de decepção, mas também - e acima de tudo - de companheirismo.

 Depois, vamos a uma verdade clara e explícita: Não existe nada bom na pornografia. Ponto final. Sem mais. É normal os viciados dizerem que " não atrapalha em nada " não tem problema, todo mundo faz " , assim como é normal as mesmas frases proferidas por quem faz uso de drogas como o cigarro, maconha, etc.
 
   Só que Maria, isso é mentira, pornografia destrói tudo aos poucos, como o vírus HIV:  em princípio ele estará incubado nas células e tudo vai parecer normal ( esse é o período da negação que o viciado faz ) , depois ele começa arrebentando o sistema imunológico e infecções oportunistas aparecerão ( esse é o período em que o viciado diz que os seus problemas são resultados de tudo : estresse, esposa frígida, cansaço, idade e etc. Menos a pornografia ...). Por fim ele percebe que jogou sua vida no lixo olhando para uma tela artificial, e a essa altura existem duas opções: tentar lutar e procurar ajuda ou negar tudo e continuar viciado. Infelizmente parece que seu marido optou pela segunda opção.
     Mas isso não é o pior, o que realmente infende à sanidade é tentar levar isso à um status quo de "normal" assistindo ao seu lado. Isso NÃO é normal, NÃO é aceitável,  pois além de estar afundando ele no vício ( que insiste em negar, mas curiosamente não consegue parar ) prejudicará você, aliás eu te faço uma pergunta: Ficarás feliz e contente vendo seu esposo necessitando de ver outras mulheres para ter um prazer tão intenso que substitui a relação à dois?  
  Eu entendo que queira ajudar, só que isso é como tentar cortar o casulo para a borboleta se libertar do esforço, parece bem à princípio, mas no final ela será deficiente para a vida toda. Isso não ajudará seu marido, não melhorará a relação de vocês dois, e prejudicará sua autoestima.
 


Muito obrigada pelas suas palavras.
Pois é, essa história começou justamente qdo eu disse que me magoava mto imaginar a cena dele assistindo pornografia e desejando as outras mulheres, aí ele me disse que não funcionava assim.... que eu deveria ver com ele pra ver como ele reagia, q não era como eu pensava. (Não que isso nunca tenha ocorrido, nós ja assistimos pornografia em motéis por exemplo, e eu não me incomodo, mas normalmente comentamos alguma coisa e começamos o sexo rapidamente e a pornografia fica apenas passando sem mta importância...)

Ele diz que nunca se masturba assistindo, pq sabe q se fizer isso depois terá dificuldades em gozar qdo tiver comigo, e como ele prefere o sexo real ele só assiste msm... Eu acredito, pois de fato ele nunca teve nenhum tipo de problema em transar comigo, nem de ereção, orgasmo nada.

Então nós sempre tivemos relações reais, e de certo modo, apesar disso ser bom, pois o nosso sexo não é substituído, acho favorece com que ele veja que mantém a pornografia sem atrapalhar a vida real dele, entende? Porque assim, ele consegue ter as duas coisas.

Mas vc tem razão. Todas as respostas de vocês me fizeram ver que eu estava quase colocando td a perder. Tenho que lutar pelo meu casamento, mas do jeito certo. E no momento quem está apto a enxergar o que é certo sou eu, não ele.

Vou conversar com ele, graças a Deus ele é mto aberto a conversas e sei que ele vai entender.

Obrigada msmo e força na sua luta!
dimbooter
Mensagens : 69
Data de inscrição : 03/08/2016

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 5/1/2017, 06:35
Maria, quando ele diz que somente vê pornografia mas que não pratica M, e que isto não está atrapalha a vida sexual de vocês, pode ser que na hora da transa ele não esteja sendo sincero contigo. Ocorre situações em nossa cabeça(digo cabeça de um viciado) que são denominados gatilhos, os gatilhos são imagens de mulheres na rua, decotes, vestidos curtos, roupas sensuais e por aí vai que impulsiona a libido e consequentemente a pornografia.

A pornografia por sua vez gera a fantasia e aí que está o problema. Estou a mais de 150 dias sem ver porno, mas não consegui me livrar definitivamente das fantasias e isto está me corroendo por dentro, pois amo muito minha esposa e não ser sincera com ela, pensando em cenas pornográficas e gatilhos no momento da relação é algo que não estou suportando.

É muito íntimo o que vou falar, mas como enfrento isto? Não transo mais com minha esposa apenas por transar e me aliviar, faço no tempo dela, aguardo um gatilho emitido por ela, quando ela sai do banho, trocando uma roupa, espero ser atraído por ela e quando nos relacionamos tem muitas preliminares, carinho e eu me entrego a ela e tem que ter envolvimento.

Agora sou homem, faz parte da nossa natureza, quando há muitos gatilhos no dia e fico com a libido alta, faço outra coisa, pratico corrida a noite, fico no trabalho até mais tarde, vou pra sala vê netflix, mas transa não rola, pois não quero usá-la apenas para me aliviar.

Desculpe o textão, mas a conclusão é uma só: Se ele vê pornografia e não se masturba, pode ser que ele fantasie na hora da transa e ai te pergunto, será que esta relação de vocês está realmente sendo real?

_______________________________________
maria
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/01/2017

Re: Ele quer que eu assista com ele. O q fazer?

em 5/1/2017, 14:15
dimbooter escreveu:Maria, quando ele diz que somente vê pornografia mas que não pratica M, e que isto não está atrapalha a vida sexual de vocês, pode ser que na hora da transa ele não esteja sendo sincero contigo. Ocorre situações em nossa cabeça(digo cabeça de um viciado) que são denominados gatilhos, os gatilhos são imagens de mulheres na rua, decotes, vestidos curtos, roupas sensuais e por aí vai que impulsiona a libido e consequentemente a pornografia.

A pornografia  por sua vez gera a fantasia e aí que está o problema. Estou a mais de 150 dias sem ver porno, mas não consegui me livrar definitivamente das fantasias e isto está me corroendo por dentro, pois amo muito minha esposa e não ser sincera com ela, pensando em cenas pornográficas e gatilhos no momento da relação é algo que não estou suportando.

É muito íntimo o que vou falar, mas como enfrento isto? Não transo mais com minha esposa apenas por transar e me aliviar, faço no tempo dela, aguardo um gatilho emitido por ela, quando ela sai do banho, trocando uma roupa, espero ser atraído por ela e quando nos relacionamos tem muitas preliminares, carinho e eu me entrego a ela e tem que ter envolvimento.

Agora sou homem, faz parte da nossa natureza, quando há muitos gatilhos no dia e fico com a libido alta, faço outra coisa, pratico corrida a noite, fico no trabalho até mais tarde, vou pra sala vê netflix, mas transa não rola, pois não quero usá-la apenas para me aliviar.

Desculpe o textão, mas a conclusão é uma só: Se ele vê pornografia e não se masturba, pode ser que ele fantasie na hora da transa e ai te pergunto, será que esta relação de vocês está realmente sendo real?

Obrigada pela resposta

Entendi o q vc disse. Achei mto bacana sua estratégia de não transar nos dias em q a libido está alta devido a muitos gatilhos. Imagino que deva ser um grande esforço pra vc... Parabéns

Qto a ele fantasiar na hora da transa, nos ultimos meses ocorreram duas vezes em q não conseguiu gozar e depois me explicou q foi pq de fato não conseguiu se concentrar em mim. Como no restante sempre foi td bem, eu acredito q ele está sendo sincero... Na verdade é muito importante acreditar nisso, mesmo após as decepções. Do contrário não conseguimos seguir em frente.

Estranhamente, parece que no nosso caso a P tem afetado mais a mim do q a ele na hora da transa. Pois sempre que descobri arquivos no pc dele eu tinha habito de assistir. Pra conhecer mais ele, entender do que ele gostava (felizmente nunca encontrei nada "anormal" ou absurdo se é q me entende... Mas depois, as imagens das mulheres ficam gravadas na minha mente e as vezes aparecem do nada qdo estamos transando, me dá raiva e não consigo mais... Pois aí sou eu que não estou tendo uma relação real...

Gostaria de saber as outras esposas/namoradas já passaram por isso tb...?

Obrigada pela ajuda e sinceridade. Vc vai conseguir!
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum