Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Diário de Renovatio

em 11/1/2017, 05:53
Bom dia.

Já sofro desse mal há uns anos. Cada um tem sua história.
Na adolescência, sofria desse mal, mas consegui deixá-lo. Fiquei entre os 17 e 28 anos sem ver nada.
Aos 28 anos anos, voltei ao vício. Primeiro começou com a curiosidade de ver uma ou outra foto mais sensual e a reação em cadeia começou. Desde de 2012 venho lutando contra esse vício, mas vejo que meu grande defeito em todas as vezes foi a inconstância e o ter "baixado a guarda" diante das ocasiões de queda.
Minha última queda foi dia 29/12. Estou recomeçando minha luta. Acredito que o grande diferencial dessa nova tentativa é o fato de ter constatado que o vício PMO é pelo fato de o nível de dopamina do cérebro estar muito elevado. Nunca havia lido sobre isso até semana passada, quando assisti a algumas palestras sobre o tema e comecei a buscar livros sobre o tema.
Descobri há pouco esse site e resolvi participar desse fórum.
Se tiverem outras sugestões de filtros para mac ou iPhone, eu agradeço.

Conto com o apoio de todos nessa luta. Contem comigo também.


Última edição por Renovatio em 4/5/2017, 08:13, editado 2 vez(es)
avatar
CTroy
Moderador
Moderador
Mensagens : 946
Data de inscrição : 16/06/2016

Bem-Vindo!

em 11/1/2017, 16:54
Olá, Renovatio.

Seja bem-vindo ao fórum!

Para ajudar no seu Reboot:

1 – Leia os tópicos da seção de Orientações Básicas para encontrar mais informações sobre o vício em pornografia e também as regras de participação no fórum.

Link: Orientações Básicas

2 - Leia o E-book Vício em Pornografia. Como Parar? para compreender este vício a partir de um ponto de vista científico e também como se livrar dele:

Link: Vício em Pornografia. Como Parar?

3 – Utilize um Contador de Dias para acompanhar o seu progresso:

Link: Como Instalar Um Contador de Dias Alternativo


Outras dicas importantes:

Instale bloqueadores no pc/notebook e celular, crie hosts no Windows, configure o seu DNS e o seu roteador para assim ter várias camadas de proteção contra sites pornográficos.

Faça atividades extranet (exercícios físicos, ler um livro, aprender um novo idioma...) e socialize mais com as pessoas.

Escreva em seu diário regularmente e também no diário de outras pessoas, pois isso ajuda bastante.

Sinta-se vitorioso cada dia que ficar longe do vício.


Links para outras leituras:

Os 7 Passos Para Vencer o Vício em Pornografia

Chats, Prostíbulos e Pornografia


Desejo sucesso na sua jornada.

Grande abraço.

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Meus gatilhos

em 15/1/2017, 15:45
Terminando meu 16º dia, parei para pensar um pouco sobre meus gatilhos e tentar identificá-los:
- o principal, se é que se trata de um gatilho, é a curiosidade vã. Às vezes coisas bobas incitam a minha curiosidade. E, nesse sentido, sempre que não tenho resposta de algo, vou ao google pesquisar. No entanto, vejo que essa curiosidade às vezes não é bem orientada. Por exemplo: estou assistindo um filme, seriado ou TV e me deparo com uma mulher atraente. Quando estou suscetível às ocasiões do vício, a primeira coisa que faço é buscar o nome da mulher no google, ver fotos normais. Isso vai me incitando a ver outras fotos no google images e... quando vejo, já estou buscando fotos nuas dessa ou daquela mulher. Assim, minha primeira resolução foi a de instalar bloqueadores e evitar estar com o celular quando estiver deitado, na cama, ou assistindo algo na TV. Estou vendo o celular como um celular, e não mais como um smartphone cheio de recursos. É uma maneira, também, de aliviar o vício de estar vendo a internet o tempo todo.
- grupos de WhatsApp: às vezes, por querer manter algumas amizades, permanecia em grupos que, esporádica ou frequentemente rolava P. Diante desse quadro e, após começar a estudar e entender o mecanismo do vício em P, resolvi sair desses grupos com alguma desculpa.
- pensamentos, imaginações: esses, talvez, sejam os mais difíceis de se superar, já que estão na nossa cabeça e só mudando o foco é que se pode superar a tentação. No entanto, percebo que nem sempre é fácil.
- olhares: acredito que antes de iniciar o reboot, era muito descuidado nos olhares. Olhava para tudo e para todas as mulheres e fazia um scan em todas as suas partes. Percebi isso e estou me policiando mais para evitar olhares maliciosos. Em vez de olhar para o corpo das mulheres com que me encontro, estou tratando de olhar seus rostos ou, simplesmente, desviar o olhar para não sucumbir ou incitar a imaginação.
- leituras: nunca fui de buscar leituras eróticas, na verdade. No entanto, uma matéria sobre sexualidade ou algum livro que lia por prazer e que trouxesse (sem meu conhecimento) um relato sexual mais gráfico sempre me incitam a buscar depois P.
- excitação momentânea: realmente não sei qual a melhor palavra para definir, mas é uma sensação que eu senti, como se fosse de abstinência de P (e, consequentemente M e O) ao longo do tempo que me afastava de P. Essa excitação dominava minha cabeça, minha imaginação e era extremamente voraz ao ponto de chegar em casa e começar a fuçar, como quem não quer nada, na internet... e aí, cair de novo.
Via de regra, sempre vi PMO como um problema moral, um desvio de que me envergonhava (e me envergonho) e cada queda sempre foi motivo de muita tristeza e frustração. Assim, sempre após a queda, eu tratava de recomeçar a caminhada sozinho, sofrendo interiormente para superar o vício (sim, já tinha uma certa consciência de que poderia ser um vício, desde pelo menos há uns 3 anos). Ainda sobre as quedas que tive, percebi que, já que "estava na merda", eu me afundava totalmente nela, caindo na M até 3x nessas quedas. Após 2 ou 3 dias de queda, criava vergonha na cara e voltava a começar.
Esses são alguns de meus gatilhos que escrevo para mim, para que eu os leia outros dias e esteja mais atento a eles. Já sou consciente da sensação de tristeza e frustração das quedas, mas quando a vontade de ver P vem com tudo, percebi que me cegava e me rendia a ela. Já me considerei fraco de vontade, apesar de ter tenacidade para outras coisas.
Quero superar esse vício e manter o foco nas boas coisas.
Rumo ao 17º dia.
avatar
Spiritum Novus
Mensagens : 426
Data de inscrição : 08/08/2016
Idade : 45

Sobre "Meus gatilhos"

em 18/1/2017, 12:36
Olá, Renovatio.

Em seu texto "Meus gatilhos" do dia 15/01/2017, você fala "...já que 'estava na merda', eu me afundava totalmente nela...".

Pois é, eu conheço uma expressão que diz: "O que é um peido pra quem tá cagado"
Esta expressão é uma desculpa esfarrapada pra fazer um monte de coisa errada e continuar no erro, são falsas racionalizações que a gente tem que bloquear!

Muitas e muitas vezes o "peido", neste caso vem sempre acompanhado de uma "diarreia descontrolada"! Então se o cara tá "cagado", vai ficar ainda mais borrado!

Esta sim é a desculpa do fracassado! "Deixa a vida me levar" é o maior desserviço que o Zeca Pagodinho poderia fazer pela humanidade! A gente é que tem que tomar as rédeas da nossa vida!

"Disciplina é liberdade!" - Renato Russo

Força, irmão!
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 25/1/2017, 16:50
Coloco, para mim, esse texto motivacional que um membro do nofap escreveu para si, como forma de lembrá-lo por que ele estava buscando livrar-se de PMO:

Eu preciso colocar isso como a primeira mensagem do meu diário. Ela me servirá como um lembrete diário dos meus deveres e responsabilidades. Eu devo fazer isso por ela; eu devo fazer isso por mim.
Eu serei honesto comigo mesmo. Eu serei honesto com ela.

Eu a ajudarei a se sentir:
- Amada
- Bonita
- Necessitada
- Querida
- Feliz
- Apoiada
- Confiada

Eu me sentirei:
- Amado
- Necessitado
- Desavergonhado
- Pleno
- Feliz
- Honesto
- Confiável
- Focado
- Atento
- Produtivo

Como ela se sente quando eu vejo pornografia:
- Irritada
- Isolada
- Desolada
- Idiota
- Feia
- Insegura
- Decepcionada
- Triste
- Traída
- Não desejada
- Infeliz
- Não amada

Como me sinto quando vejo pornografia:
- Envergonhado
- Não realizado
- Desonesto
- Estúpido
- Idiota
- Sozinho
- Ansioso
- Distraído
- Desconectado da realidade
- Improdutivo

O que conseguirei pelo reboot e pela abstinência
- Recuperar a honestidade e confiança na relação com os demais
- Recuperar a conexão emocional na relação com os demais
- Ganhar auto-confiança
- Reduzir a ansiedade (em todas as áreas da vida)
- Ser mais produtivo, buscar hábitos e interesses antes deixados de lado
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 2/2/2017, 07:00
34º dia.
Parece que as fissuras praticamente desapareceram. No entanto, tenho plena consciência de que não posso achar que a batalha já está ganha. Se tem uma coisa em que tenho experiências são as quedas. Assim, vou continuar mantendo a guarda e me focando no hoje.
Vou tentar buscar outras distrações sadias na internet para me descansar nos breves intervalos do trabalho.


Última edição por Renovatio em 4/5/2017, 08:27, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1067
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46

Caminhos neurais

em 2/2/2017, 12:34
Renovatio escreveu:34º dia.
Parece que as fissuras praticamente desapareceram. No entanto, tenho plena consciência de que não posso achar que a batalha já está ganha. Se tem uma coisa em que tenho experiências são as quedas. Assim, vou continuar mantendo a guarda e me focando no hoje.
Vou tentar buscar outras distrações sadias na internet para me descansar nos breves intervalos do trabalho. Comecei, essa semana, a aprender uma linguagem de programação e espero usar isso como um bom exercício mental e distração.

Renovatio é isso mesmo: as fissuras vão desaparecendo e com o tempo as fantasias também. Isso ocorre porque os caminhos neurais que o conduziam ao vício em PMO não mais estão sendo usados. É como uma estrada que é abandonada: com o tempo o mato cresce e o caminho é totalmente obstruído. Por outro lado as estradas que levam você para a felicidade, a paz, a prosperidade e a criatividade são abertos e ficam cada vez maiores.

Vou colocar a minha história de sucesso abaixo para se você quiser dar uma olhada. Meu objetivo é que você consiga resultados tão bons ou melhores que os que eu consegui com o reboot. Se hoje, com quase um ano de reboot, eu sou um homem feliz e realizado, você também será!

http://comoparar.forumeiros.com/t3301-uma-nova-vida-cheia-de-esperanca-e-felicidade


_______________________________________
avatar
Brit
Moderador
Moderador
Mensagens : 1132
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Re: Diário de Renovatio

em 9/2/2017, 23:33
Parabéns por superar os 40 dias brother! Mto feliz por vc estar seguindo firme!
Estamos com contadores próximos e espero te ver seguindo rumo ao pódio comigo.
Uma das suas palavras mais simples, mas que me ajudaram demais em dias difíceis foram "Foco na meta: hoje". A sua desconfiança com a sensação de estar em controle está correta, não podemos baixar a guarda mesmo, acho que visitar o fórum nos ajuda a nos mantermos em vigilância, p/ todos aqueles que se identificam como viciados em PMO não há alerta melhor que o foco no presente.
Te desejo sucesso e força! Abs!

_______________________________________


Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 10/2/2017, 07:45
Obrigado pelo apoio, Brit.

Continuo firme no meu propósito de vencer - cada dia - o vício.
Tenho muita consciência da facilidade com que se pode recair, então tenho mantido a serenidade e o realismo.
No começo do reboot tinha certo pavor à recaída, uma sensação de que não iria conseguir. Em vez do pavor, hoje nutro um certo "medo respeitoso" do PMO. E, diante do medo, podemos fugir dele ou enfrentá-lo. Enfrentar pra mim é insensatez porque sou fraco. Fujo, então, trato de evitar todo e qualquer gatilho e, até agora, tem dado muito certo.
Não sinto nenhum dos super efeitos positivos do reboot que muitos retratam aqui. Continuo sendo o mesmo externamente. Interiormente, sinto uma grande liberdade interior de me mostrar como sou, sem medo de estar escondendo uma "segunda vida".
Continuo, assim, a minha caminhada, com muito realismo, focado no presente, sem achar que está tudo dominado e superado. Não está, definitivamente. A carne é fraca e o menor impulso pode ser uma brecha para uma possível queda. Foi assim das outras vezes: comecei vendo uma imagem "inocente", sem nudez, mas o cérebro foi pedindo mais e mais. Talvez o grande diferencial desse momento atual em relação aos anteriores é que tenho consciência de como as coisas funcionam na minha cabeça.
O que me incomodava, no começo do reboot, era a M. Claro que queria evitar P por razões pessoais e morais/religiosas, mas achava que o mal maior estava na M (tanto assim que só parava e me sentia péssimo após o O). Hoje percebo que, por mais que o O após a M seja o que me causa angústia e peso na consciência, a causa de tudo isso é não pôr um freio na P.
Como já disse em outras ocasiões, desativar as imagens do navegador já tem sido uma excelente ajuda para mim. Meus gatilhos são principalmente visuais, não tanto textuais. Hoje não sinto falta de bloqueador, mas o mantenho como um lembrete para mim.
Continuamos na luta.


Última edição por Renovatio em 4/5/2017, 08:30, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 24/2/2017, 17:06
Algumas reflexões ao final do 56º dia:
Percebi, graças aos estudos do Prof. Gary Wilson, que o meu problema central é a P mesmo. Antes pensava que era, principalmente, a M e me sentia mal somente por M, como se fosse um ser humano incapaz de viver sem se satisfazer com a mão. Hoje percebo que P é a porta de entrada para tudo e que só com O é que paro a tentação avassaladora, sempre com um enorme desgosto e tristeza.
Tenho plena consciência de que é necessário ser HUMILDE e reconhecer que serei sempre viciado, ou melhor, que a tendência ao vício sempre estará dentro de mim. Já consegui ficar muito tempo longe de PMO e, ainda assim, caí. Apesar de estar há quase 60 dias longe de PMO, tento me manter humilde, consciente de minha fraqueza, sem dar margens a sofismas (não gosto do termo "racionalizar", porque, no fundo, não se trata de racionalizar, mas irracionalizar) e colocando somente o meu HOJE como meta.
Rumo ao 57º dia.


Última edição por Renovatio em 4/5/2017, 08:33, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
Broda
Mensagens : 1470
Data de inscrição : 10/12/2015

Re: Diário de Renovatio

em 24/2/2017, 19:26
Fala Bro!

Parabéns pelos 56 dias, é bom ver que você se mantem humilde, mesmo com tantos dias. Um exemplo de humildade que eu vejo aqui é o Projeto, que mesmo com mais de 1000 dias limpo, o cara ainda consegue se manter humilde e ajudar aos outros, ao passo que não se sente o melhor de todos. Creio eu que a humildade é uma virtude necessária, pois eu já completei um reboot e comecei a me achar o super-homem, até bater com a cara no chão novamente e cá estou agora, com meus míseros 6 dias mas que para mim valem mais do que tudo.

Continue relatando, abraços!

_______________________________________


Meu diário I > http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II > http://comoparar.forumeiros.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 4/3/2017, 14:10
Dia 64.
Essa luta é, praticamente, solitária, mas continuo firme no meu propósito.
No fundo, o que realmente importa é QUERER ficar livre. Minha vontade é fraca, mas hoje está menos fraca que há 64 dias.
Estou vendo as coisas com naturalidade, sem buscar ocasiões de queda e tentando me manter calmo se algum gatilho aparecer.
A luta continua.


Última edição por Renovatio em 4/5/2017, 08:35, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 9/3/2017, 14:57
Dia 69.
Sem fissuras, sem gatilhos, tudo na paz. A rotina diária e o meu horário cheio de coisas para fazer me ajudam no processo. Sei que não posso me acomodar e achar que já está tudo tranquilo.
Algumas anotações:
1. Não tive polução noturna desde que comecei o reboot.
2. Tenho tido constamente ereçoes matinais. Nunca achei nada de extraordinário nisso, já que normalmente a bexiga está cheia de manhã e isso pode estimular a ereção.
3. Uma coisa que o nosso subsconsciente faz conosco é de nos fazer levar nossa mão ao nosso pênis, para tocá-lo, para coçar etc. Li aqui e no nofap que é importante não tocar no pênis a não ser quando seja estritamente necessário. Desde o começo do reboot tenho seguido essa diretriz e ela tem me ajudado muito a não me esquecer do meu processo de recuperação.
Uma coisa é certa: em condições normais, não sinto qualquer vontade de ver P ou de me M. Além disso, tenho feito várias atividades desde que comecei o reboot e as estou incorporando à minha rotina. Tenho muitas ideias na cabeça, mas sei que não as posso operacionalizar todas de uma vez;
Assim, uma coisa por vez.
Continuo na luta, focado no hoje. A minha meta é o hoje.


Última edição por Renovatio em 4/5/2017, 08:37, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
Spiritum Novus
Mensagens : 426
Data de inscrição : 08/08/2016
Idade : 45

Faltam 3 semanas!

em 9/3/2017, 15:32
Aí, Renovatio, parabéns!
Faltam 3 semanas pra ti completar o reboot!
Caramba! Isto é muito bom!

Ah! Sobre ereções matinais, eu li (não lembro onde) que é um pico de testosterona que temos que ocorre lá pelas 5 horas da madrugada.

Mas, enfim, é isto, cara! Parabéns!
Continua no foco!
Força!

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 10/3/2017, 14:53
70º dia.
Nunca pensei que fosse chegar a essa meta, considerando que desde 2015 eu não conseguia passar mais que três semanas sem recair.
Continuo firme no meu propósito de levar uma vida sadia de corpo e de espírito, em paz com Deus e comigo mesmo.
Spiritum, obrigado pelo apoio. Desejo-lhe, igualmente, muita força e sorte no seu reboot.
Rumo ao dia 71.

_______________________________________
avatar
Brit
Moderador
Moderador
Mensagens : 1132
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Re: Diário de Renovatio

em 10/3/2017, 18:01
Meu irmão fico feliz demais por vc! 70 dias são mta coisa mesmo!
Vc já me ajudou várias vezes com seus relatos, principalmente com a frase "foco na meta: hoje". Isso é simples, mas faz um sentido enorme p/ um rebooter e devemos levar isso pra vida! Continue firme rumo aos 90 dias!
Eu tbém tenho evitado ao máximo tocar no meu pênis, com certeza isso ajuda a nos deixar em alerta caso a mão deslize "sem querer" a gente já se controla. Cara será que vc não teve polução e nem percebeu? (desculpa se a pergunta parecer idiota ou indiscreta) é que a maioria das minhas poluções eu só percebo controlando a cueca pela manhã e nem me lembro delas.

Excelente esses hábitos mais saudáveis! Eu tbém tenho aproveitado o reboot p/ mudar meu estilo de vida. Uma coisa vai ajudando a outra...

Continue compartilhando esses momentos bons, além de ajudar a todos nós aqui, isso pode te dar mais força no futuro caso vc dê uma desanimada (experiência própria).
Sucesso aí! Força! Abs!

_______________________________________


Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
Livre2017
Mensagens : 13
Data de inscrição : 28/12/2016

Re: Diário de Renovatio

em 13/3/2017, 16:00
Lendo seu diário parece q vc não enfrenta dificuldades no seu reboot... q inveja! rs

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 13/3/2017, 16:44
Livre2017 escreveu:Lendo seu diário parece q vc não enfrenta dificuldades no seu reboot... q inveja!  rs

Livre, realmente não tenho do que reclamar nas últimas semanas hehehe. Como sou muito lacônico nos meus relatos, pode parecer que não enfrento dificuldades.
As duas primeiras semanas do reboot foram bem difíceis, sobretudo pelo MEDO (pânico) de uma queda. Fiquei meio obcecado com isso e me causou grande ansiedade. Claro que ainda tenho medo à queda, mas tento me focar em cada dia para não me desesperar.
Além disso, sobretudo nas duas primeiras semanas, fui extremamente radical. Fiz um exame de consciência rigoroso para tentar detectar meus gatilhos e me conhecer melhor, devorei o livro do Gary Wilson em duas semanas e li muitos e muitos relatos aqui e no nofap.
Como inevitavelmente trabalho conectado à internet, o que MAIS me ajudou a seguir esse reboot com serenidade foi desabilitar as imagens do meu navegador. Por exemplo, estou nesse fórum com todas as imagens desabilitadas. Inicialmente, o propósito era justamente evitar que carregasse aquela imagem enorme no topo da tela do site que tem um cérebro e a frase “Vício em pernografia: como parar”. Afinal, não é legal você acessar esse site no seu trabalho e ser flagrado por alguém kkkk. Acontece que essa técnica acabou me ajudando tanto que eu a incorporei definitivamente. Agora só habilito imagens quando o site tem captcha ou é estritamente necessário para leitura de algo.
Cortei de minha lista (primeiro com bloqueador, depois como hábito) alguns sites de notícia aparentemente inofensivos, mas que SEMPRE têm gatilhos e me levaram à maioria de minhas recaídas. Exemplos: globo.com e uol.com.br. Desde que iniciei o reboot não acesso nenhum deles. Como gosto de me manter, nem que seja superficialmente, informado, acesso sites como veja, folha ou estadao (todos eles com as imagens desabilitadas).
Desde que comecei o reboot, também não vejo TV (isso por opção, não pelo reboot). Só vejo seriados e filmes gravados, que me deem a opção de adiantar qualquer cena. Em alguns deles, acabei me deparando com cenas picantes, mas elas não me perturbaram. Adiantei a imagem e continuei.
Tento pensar no reboot e não na P. Assim, a P acabou se tornando para mim algo mais abstrato, distante. Não posso negar que de vez em quando surgem alguns pensamentos, lembranças de imagens (sobretudo) de algumas mulheres nuas, mas tento me controlar e não dar muita bola. A palavra reboot se incorporou tanto na minha rotina que ontem, ao reiniciar um tablet, li a palavra reboot e estranhei-a naquele contexto kkkk.
Procuro manter, também, uma relação muito intensa com minha namorada. Não temos feito sexo, mas trocamos carícias intensas (acho que é algo que chamam de “karezza”) e sempre fico focada nela. Nunca fantasiei com outra pessoa, mesmo que de vez em quando a imaginação tente me levar pro outro caminho.
Por fim, tenho que reconhecer que minha rotina diária é muito puxada e isso ajuda a manter o foco: acordo antes das 6, das 6:40 às 12 estudo, das 12:30 às 19:30 trabalho e só chego em casa por volta das 20h, morto de cansado, quando não vou do trabalho para a faculdade de Direito. Essa rotina puxada me impõe uma disciplina que ajuda no reboot e na vida.
Uma coisa interessante que lembro das minhas recaídas era a DESORDEM interna e externa que elas causavam em mim. Às vezes, levado pela fissura, parecia que eu me tornava irrefreável: meu quarto ficava uma bagunça, ia com o iPad pro banheiro, ficava acordado até altas horas e me acordava cedo, tudo isso pra ver mais e mais PMO, batia uma ansiedade e uma angústia tremendas.
Como me propus a sair do vício desde meados de 2013, sempre fiquei triste depois de cada queda. O vazio é grande (todos sabemos) e vendemos a nossa paz interior a custa de um prazer literalmente momentâneo. Quando me reconciliava comigo mesmo, sempre me questionava interiormente por que, mesmo sabendo que era algo momentâneo, eu caía. Nunca sabia a resposta, nunca me entendia, somente via minhas falhas e a fraqueza de minha vontade. Agora entendo um pouquinho: meu cérebro está e esteve condicionado pelos anos de exposição.
Uma vez que já tinha uma pré-disposição de sair do vício (antes por motivos morais), normalmente as recaídas eram muito severas e se prolongavam por 2 ou 3 dias. Depois eu me continha por uma, duas semanas (três, se muito) e... outra vez caía.
Em suma, Livre, não vou negar que hoje as coisas estão mais fáceis. Estão sim, mas pode ser que amanhã não estejam e eu sofra uma tentação muito forte e, inclusive, termine por recair. Espero sinceramente que não.
Atualmente, não sinto nenhuma vontade de ver P ou de M. O ambiente e as circunstâncias me ajudam, eu criei para mim um “filtro” para evitar que, de minha parte, os gatilhos cheguem a mim. Se chegarem sem o meu consentimento, espero continuar tendo a força para rejeitá-los de plano.
Ah, estou me dedicando a uma série de outras atividades físicas e intelectuais para me manter ocupado e que me dão prazer: corro (pelo menos duas vezes por semana), estou aprendendo Python (uma linguagem de programação) e tenho andado com um livro de desafios matemáticos para me distrair de vez em quando. Espero, aos poucos, incorporar novos hábitos alimentares e ser mais moderado na comida, mesmo não estando acima do peso.
Enfim, é isso. Desejo-lhe força e sorte no seu processo. Estamos juntos nessa.

_______________________________________
avatar
Brit
Moderador
Moderador
Mensagens : 1132
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Re: Diário de Renovatio

em 14/3/2017, 01:26
Renovatio que relato foda! Teu reboot tá fantástico! Obrigado demais por compartilhar as tuas estratégias e a tua rotina, quando eu acho que já aprendi mto, leio um relato desse com tudo o que vc tem feito e isso tudo me motiva a melhorar ainda mais (só que as vezes a gente nem sabe como, agora já tenho mais ideia).
Sobre o que eu comentei antes, é engraçado como cada corpo tem uma reação diferente, de fato, percebo que mtos dizem não terem polução noturna e pra mim é algo que tem acontecido com tanta frequência que eu ficava questionando isso, por isso é legal sempre trocar ideia, se eu passar por mudanças nesse sentido já vou encarar isso mais tranquilamente.
Te desejo mta força aí tbém brother! Sucesso é inevitável! Forte abraço!

_______________________________________


Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
Livre2017
Mensagens : 13
Data de inscrição : 28/12/2016

Re: Diário de Renovatio

em 14/3/2017, 19:37
Renovatio, sua resposta foi muito inspiradora e ajudará muitos rebooters!

Apenas espero q minha brincadeira dizendo q vc não enfrenta dificuldades não tenha passado uma conotação irônica. Na verdade minha intenção foi te elogiar.
Parabéns pela forma como tem conduzido seu reboot!
Serve de modelo para muitos de nós, como eu, q não tem sua determinação e disciplina.
Dps de ler sua resposta percebo q é principalmente esses dois fatores q tem me faltado.

Fico feliz de poder acompanhar seu diário, que é muito motivador para todos.
Continue trilhando esse caminho q certamente levará ao sucesso não apenas no reboot, mas em todas as áreas de sua vida!

Abraços

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 15/3/2017, 15:25
Obrigado, Livre. Sei que não foi ironia sua kkkk.
Hoje o dia está um pouco puxado, mas nada que afete o reboot.
Graças a Deus já se passaram 75 dias e sou muito grato por tudo o que pude viver nesse tempo de cura. Não estou curado, não me considero forte e impassível de queda, mas tenho um pouquinho mais de confiança de que, levando as coisas com inteligência e calma, é possível extirpar de vez o vício e ignorar os gatilhos que forem surgindo ao longo do tempo.
Próxima meta: o 76º dia.


Última edição por Renovatio em 4/5/2017, 08:40, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
Spiritum Novus
Mensagens : 426
Data de inscrição : 08/08/2016
Idade : 45

Re: Diário de Renovatio

em 16/3/2017, 07:26
E aí, Renovatio, tudo sobre controle?
Tu viu que pra ti faltam 15 dias para os 90 dias e pra mim faltam 75 dias! hehehe! Very Happy
Parabéns pela tua conduta até aqui!
Amanhã faltará 2 semanas pra ti completar o reboot!
Um grande abraço e força, meu irmão!

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 17/3/2017, 06:42
Dia 77.
Spiritum, obrigado pelo apoio. Desejo-lhe, igualmente, força no seu reboot, como já vem demonstrando ter.
Faltam menos de 2 semanas para os 90 dias. Como já falado por muitos aqui, a meta é simbólica, já que não serão apenas 90 dias, mas tem um simbolismo especial de superação. Talvez 90 dias tenha sido, mais ou menos, o máximo que consegui desde 2012. A partir daí, tudo será ganho (já está sendo).
Mantenho os pés no chão e quero me focar no meu hoje. Por mais que haja expectativas, é bom não estimular a ansiedade para aproveitar bem o presente.

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 287
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Diário de Renovatio

em 19/3/2017, 21:26
Terminando o dia 79. Amanhã, se Deus quiser, estarei começando o meu 80º dia. Nem posso acreditar que até agora tenho conseguido me manter firme no reboot.
Continuo com meu propósito de, dia após dia, ir construindo o meu caminho para a definitiva liberdade. A sensação de liberdade interior que já experimento é única e espero não perdê-la mais.
Rumo ao dia 80.

_______________________________________
avatar
Spiritum Novus
Mensagens : 426
Data de inscrição : 08/08/2016
Idade : 45

80 dias! Parabéns!

em 20/3/2017, 12:58
Parabéns, Renovatio! 80 dias!
Falta 10 dias! Falta pouco!
Força, que tu tá quase lá!

_______________________________________
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum