Meu Diário - A última esperança

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 21/1/2017, 21:45

Hoje, embora um dia tranquilo, minha mente tentou me sabotar. Fora a vontade de se "aliviar" através da masturbação, minha mente fez me sentir um lixo; não saia da minha cabeça pensamentos que eu sou um bosta, sem vida, que desperdiçou bons momentos da vida para ficar em casa, que os outros tem sucesso e eu não, e que eu não tenho solução. Fraco, covarde e ansioso, pensava eu. Cedi a tentação do facebook e acabei ficando horas, o que contribui para essa raiva que eu senti de mim mesmo. Facebook é uma merda, um gatilho mental para a tristeza.

O lado bom é a meditação, sempre que eu faço me sinto bem. Ler livros também é algo que eu gosto muito, gosto de adquirir conhecimento, principalmente de economia e política. Tenho usado como fonte de motivação e inspiração vídeos de Reboot e NoFap bens sucedidos. Também recomendo fortemente auto hipnose, tenho visto alguns vídeos e farei um curso para aprender a fazer em mim mesmo.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Facebosta rsrs

Mensagem  Leleco em 21/1/2017, 22:00

Cara, o Facebook além de ser um gatilho comum para nós que queremos o reboot, também é uma rede social que traz certa 'distorção da realidade'. Pois você vê pessoas em festas sorrindo e tudo mais, mas podem nem estar se divertindo, pode ver 'relacionamento sérios' nem tão sérios assim, pode ver a inveja das pessoas em ver a alegria dos outros, e a tristeza de uns com certas postagens quase que um livro aberto da vida.

Sugiro ficar sem, não desative. Apenas não entre. Fique só com messenger do celular caso queira conversar com alguém. Mas ficar sem Facebook por um tempo traz liberdades assim como o processo de reboot que estamos inseridos aqui.

Eu estou a 13 dias sem PMO, e a 19 dias sem Facebook e me sinto muito bem.

Procure postagens sobre ficar sem Facebook pra ver os benefícios.
avatar
Leleco

Mensagens : 43
Data de inscrição : 11/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Marco em 22/1/2017, 08:41

Nero escreveu:Hoje, embora um dia tranquilo, minha mente tentou me sabotar. Fora a vontade de se "aliviar" através da masturbação, minha mente fez me sentir um lixo; não saia da minha cabeça pensamentos que eu sou um bosta, sem vida, que desperdiçou bons momentos da vida para ficar em casa, que os outros tem sucesso e eu não, e que eu não tenho solução. Fraco, covarde e ansioso, pensava eu. Cedi a tentação do facebook e acabei ficando horas, o que contribui para essa raiva que eu senti de mim mesmo. Facebook é uma merda, um gatilho mental para a tristeza.

O lado bom é a meditação, sempre que eu faço me sinto bem. Ler livros também é algo que eu gosto muito, gosto de adquirir conhecimento, principalmente de economia e política. Tenho usado como fonte de motivação e inspiração vídeos de Reboot e NoFap bens sucedidos. Também recomendo fortemente auto hipnose, tenho visto alguns vídeos e farei um curso para aprender a fazer em mim mesmo.

Cara se não fosse a pressão social nunca faria um facebook. Eu fiz mas já desativei. Ele também me deixava muito depressivo, triste, angustiado. No meu caso eu tinha ansiedade só em pensar em entrar nele e tinha ansiedade usando ele. Mesma coisa no tempo de Orkut. Com ou sem facebook eu seria um zé ninguém sem vida social e com poucas coisas a compartilhar. Melhor evitar a angústia e a ansiedade não tendo o facebook e vendo meus amigos com suas vidas perfeitas e felizes.

Que bom que você está fazendo meditação. Eu já deveria ter começado também mas tenho procrastinado até isso.

Força Nero, vamos vencer cara!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437-diario-de-marco-23-de-volta-para-a-realidade



Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 743
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 22/1/2017, 09:17

Spoiler:
Leleco escreveu:Cara, o Facebook além de ser um gatilho comum para nós que queremos o reboot, também é uma rede social que traz certa 'distorção da realidade'. Pois você vê pessoas em festas sorrindo e tudo mais, mas podem nem estar se divertindo, pode ver 'relacionamento sérios' nem tão sérios assim, pode ver a inveja das pessoas em ver a alegria dos outros, e a tristeza de uns com certas postagens quase que um livro aberto da vida.

Sugiro ficar sem, não desative. Apenas não entre. Fique só com messenger do celular caso queira conversar com alguém. Mas ficar sem Facebook por um tempo traz liberdades assim como o processo de reboot que estamos inseridos aqui.

Eu estou a 13 dias sem PMO, e a 19 dias sem Facebook e me sinto muito bem.

Procure postagens sobre ficar sem Facebook pra ver os benefícios.


Eu desativei, mas nem preciso dele, to pensando em excluir, só tem uns amigos que eu não gostaria de perder contato, mas é só anotar e procurar depois. Valeu por comentar! Abraços

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 22/1/2017, 09:28

Marco escreveu:
Nero escreveu:Hoje, embora um dia tranquilo, minha mente tentou me sabotar. Fora a vontade de se "aliviar" através da masturbação, minha mente fez me sentir um lixo; não saia da minha cabeça pensamentos que eu sou um bosta, sem vida, que desperdiçou bons momentos da vida para ficar em casa, que os outros tem sucesso e eu não, e que eu não tenho solução. Fraco, covarde e ansioso, pensava eu. Cedi a tentação do facebook e acabei ficando horas, o que contribui para essa raiva que eu senti de mim mesmo. Facebook é uma merda, um gatilho mental para a tristeza.

O lado bom é a meditação, sempre que eu faço me sinto bem. Ler livros também é algo que eu gosto muito, gosto de adquirir conhecimento, principalmente de economia e política. Tenho usado como fonte de motivação e inspiração vídeos de Reboot e NoFap bens sucedidos. Também recomendo fortemente auto hipnose, tenho visto alguns vídeos e farei um curso para aprender a fazer em mim mesmo.

Cara se não fosse a pressão social nunca faria um facebook. Eu fiz mas já desativei. Ele também me deixava muito depressivo, triste, angustiado. No meu caso eu tinha ansiedade só em pensar em entrar nele e tinha ansiedade usando ele. Mesma coisa no tempo de Orkut. Com ou sem facebook eu seria um zé ninguém sem vida social e com poucas coisas a compartilhar. Melhor evitar a angústia e a ansiedade não tendo o facebook e vendo meus amigos com suas vidas perfeitas e felizes.

Que bom que você está fazendo meditação. Eu já deveria ter começado também mas tenho procrastinado até isso.

Força Nero, vamos vencer cara!

Há um tempo atrás eu tava assim também, dava ansiedade só de pensar em entrar. O Orkut até passei bons momentos, mas é tudo artificial. Tenho um amigo que faz faculdade, festas, sai, tem namorada e vários amigos. Isso me deixa muito pra baixo. E o pior é que quando crianças, ele me tinha como inspiração, sempre me imitava e tudo.. hoje é bem pelo contrário.

Recomendo muito que faça meditação, pode colocar no fone um sono do mar que é muito bom também. Dá uma ótima sensação de relaxamento. Vamos vencer! Abraços

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 22/1/2017, 21:44

Há uma hora atrás comi um monte de bacon com ovo frito. Depois comi vários beijinhos com MUITO refri. To me sentindo um lixo agora. Pensamentos muito ruins. Percebi que tenho pelo menos 4 ou 5 VÍCIOS: PMO, comer compulsivamente, doces e Internet. Fora isso ainda sou um puta derrotado sedentário de merda. Só faltava eu ser viciado em drogas pra completar o fracasso. Para mim comida é igual droga, não posso ver na frente que bate uma fissura. Se não mudar isso também, meu reboot não vai ser realmente efetivo.

Hoje decidi mudar. Vou parar de comer compulsivamente, cortar doces refrigerantes e maneirar na internet. Vou fazer caminhadas e exercícios em casa até entrar numa academia.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  NTesla em 22/1/2017, 23:49

também me alimentava super mal e tomava mto refri , mas internalizo o maximo que eu posso que parar conseguir ficar com um corpo legal tenho que parar com isso. Seguindo as dicas do reboot hj faco academia 5 ou 6x por semana e sigo uma dieta sem lixo hj em dia. O engracado que os vicios sao bem similares ao ponto de quando fiquei 3 semanas sem beber coca eu sonhar que estava bebendo uma . Hj tomo so zero a cada 1 ou 2x quando estou em algum lugar que n tem outra opcao. No comeco eu tomava agua com gas no lugar , ajuda  para conter o vicio
abs

_______________________________________
E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
João 8:32

meu diário --> clique aqui
avatar
NTesla

Mensagens : 100
Data de inscrição : 02/11/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

NTesla

Mensagem  Nero em 23/1/2017, 19:32

Com certeza são vícios semelhantes. Hoje só de bater o olho numa garrafa de pepsi, meu corpo se estremeceu. Academia tenho que começar logo, eu almejo ter um bom shape em dois anos, e não dá pra esperar mais. Abraços

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 23/1/2017, 19:33

Hoje coloquei na cabeça que ia me exercitar e me alimentar bem, e fiz! Minha alimentação hoje foi regrada e cortei completamente doces e refrigerantes. Também comecei a me exercitar; fiz flexões, abdominais e ergométrica. Mas pretendo caminhar na rua mesmo. Já estou colocando em prática algumas dicas como: meditar, que é muito bom pra relaxar; lendo livros, me exercitando e liberando dopamina; trocando maus hábitos como: praticar PMO, comer compulsivamente e sedentarismo por bons hábitos. Infelizmente ainda não estou socializando, espero fazer isso em breve.


Hoje faz duas semanas do início do meu reboot, e não vou mentir, tem sido bem sofrido. Tive um turbilhão de pensamentos, a maioria negativos, teve momentos que eu me senti com muita energia e outros sem vontade de nada, com raiva e procrastinando. Ansiedade tem estado a mil, embora alguns dias eu não tenha tido grandes surtos, ou simplesmente não me senti nervoso. Tenho me sentido bem deprimido também, talvez seja por abstinência de algo que me deixava entorpecido a maior parte da minha vida.


O medo que eu sinto é constante. Medo de falhar, medo de sair de casa, medo de interagir, medo de ser feliz. Mas é um passo de cada vez. Se por enquanto tenho tido pequenos benefícios, futuramente posso estar vivendo a vida que eu sempre sonhei.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Marco em 24/1/2017, 07:13

Nero escreveu:Hoje coloquei na cabeça que ia me exercitar e me alimentar bem, e fiz! Minha alimentação hoje foi regrada e cortei completamente doces e refrigerantes. Também comecei a me exercitar; fiz flexões, abdominais e ergométrica. Mas pretendo caminhar na rua mesmo. Já estou colocando em prática algumas dicas como: meditar, que é muito bom pra relaxar; lendo livros, me exercitando e liberando dopamina; trocando maus hábitos como: praticar PMO, comer compulsivamente e sedentarismo por bons hábitos. Infelizmente ainda não estou socializando, espero fazer isso em breve.


Hoje faz duas semanas do início do meu reboot, e não vou mentir, tem sido bem sofrido. Tive um turbilhão de pensamentos, a maioria negativos, teve momentos que eu me senti com muita energia e outros sem vontade de nada, com raiva e procrastinando. Ansiedade tem estado a mil, embora alguns dias eu não tenha tido grandes surtos, ou simplesmente não me senti nervoso. Tenho me sentido bem deprimido também, talvez seja por abstinência de algo que me deixava entorpecido a maior parte da minha vida.


O medo que eu sinto é constante. Medo de falhar, medo de sair de casa, medo de interagir, medo de ser feliz. Mas é um passo de cada vez. Se por enquanto tenho tido pequenos benefícios, futuramente posso estar vivendo a vida que eu sempre sonhei.

Nero, parabéns pelas duas semanas. Venceremos juntos a meta dos 90 dias.

Meu amigo, medo, medo, medo é só que eu sinto. Medo de sair sim. Medo de me relacionar com uma garota. Medo de enfrentar um trabalho! A ansiedade coloca na mente da gente que nós só não teremos medos se nós formos perfeitos. "Eu não faço esse trabalho porque não sei o suficiente" ou "eu não saio com essa garota porque eu ainda não sou bonito e forte o suficiente para sair com ela" ou "eu não tenho amigos porque não sou interessante". É foda cara. Eu odeio essa doença. Odeio o vício em pornografia também.

Por isso esse processo de recuperação (reboot) é importante. E nesse processo em que buscamos mudar de vida você deu um passo importantíssimo: mudar sua alimentação e estilo de vida ao mesmo tempo em que se procura largar o vício é uma demonstração de força e coragem incrível.

Você vai conseguir meu amigo. Não vamos nos desanimar com essas duas semanas. Vencerás essa luta.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437-diario-de-marco-23-de-volta-para-a-realidade



Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 743
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 24/1/2017, 18:40

Marco escreveu:
Nero escreveu:Hoje coloquei na cabeça que ia me exercitar e me alimentar bem, e fiz! Minha alimentação hoje foi regrada e cortei completamente doces e refrigerantes. Também comecei a me exercitar; fiz flexões, abdominais e ergométrica. Mas pretendo caminhar na rua mesmo. Já estou colocando em prática algumas dicas como: meditar, que é muito bom pra relaxar; lendo livros, me exercitando e liberando dopamina; trocando maus hábitos como: praticar PMO, comer compulsivamente e sedentarismo por bons hábitos. Infelizmente ainda não estou socializando, espero fazer isso em breve.


Hoje faz duas semanas do início do meu reboot, e não vou mentir, tem sido bem sofrido. Tive um turbilhão de pensamentos, a maioria negativos, teve momentos que eu me senti com muita energia e outros sem vontade de nada, com raiva e procrastinando. Ansiedade tem estado a mil, embora alguns dias eu não tenha tido grandes surtos, ou simplesmente não me senti nervoso. Tenho me sentido bem deprimido também, talvez seja por abstinência de algo que me deixava entorpecido a maior parte da minha vida.


O medo que eu sinto é constante. Medo de falhar, medo de sair de casa, medo de interagir, medo de ser feliz. Mas é um passo de cada vez. Se por enquanto tenho tido pequenos benefícios, futuramente posso estar vivendo a vida que eu sempre sonhei.

Nero, parabéns pelas duas semanas. Venceremos juntos a meta dos 90 dias.

Meu amigo, medo, medo, medo é só que eu sinto. Medo de sair sim. Medo de me relacionar com uma garota. Medo de enfrentar um trabalho! A ansiedade coloca na mente da gente que nós só não teremos medos se nós formos perfeitos. "Eu não faço esse trabalho porque não sei o suficiente" ou "eu não saio com essa garota porque eu ainda não sou bonito e forte o suficiente para sair com ela" ou "eu não tenho amigos porque não sou interessante". É foda cara. Eu odeio essa doença. Odeio o vício em pornografia também.

Por isso esse processo de recuperação (reboot) é importante. E nesse processo em que buscamos mudar de vida você deu um passo importantíssimo: mudar sua alimentação e estilo de vida ao mesmo tempo em que se procura largar o vício é uma demonstração de força e coragem incrível.

Você vai conseguir meu amigo. Não vamos nos desanimar com essas duas semanas. Vencerás essa luta.

Primeiramente obrigado pelas palavras, é mais uma injeção de ânimo que me é muito bem vinda! Medo faz parte da minha rotina. Me pego com os mesmos medos que você, principalmente em relação a trabalho e relacionamentos. Sinto que não sou capaz de ter uma namorada, que não sou capaz de conversar, ser interessante e nem estar com ela numa roda de amigos. Já me senti muito humilhado em situações parecidas, mas espero que se torne apenas passado... Mas vamo que vamo! Mais um dia de luta vencida por nós! Abraços!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 24/1/2017, 18:46

Dia normal. Alimentação regrada, sem grandes fissuras. Pratiquei exercícios e liberei boas doses de dopamina. Estou todo quebrado mas faz parte.. rs Infelizmente acabei exagerando e sentindo uma dorzinha na panturrilha(espero que não seja lesão rs). Me senti mais tranquilo, mas preciso meditar mais, principalmente quando acordo, momento que tenho ataques de ansiedade e meu coração acelera. Próximo passo é passar a caminhar na rua. Vou ver se tento de manhã bem cedo. Tive uma vontade de assistir um P. que eu lembrei, mas resisti a tentação.

Outro problema a resolver é o sono. Fico até tarde na Internet e acabo dormindo mal, e acordo de manhã com muito sono. Acabo que passo o dia bem sonolento, e vi que uma noite mal dormida, pode contribuir para o nervosismo e o estresse. Vou ver se bloqueio a Internet depois das 0 horas.

Mais um dia de batalha vencido!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  moonshine em 24/1/2017, 19:04

Brother, meus parabéns pela sua dedicação e empenho. Tenha certeza de que tudo isso será recompensando.

Também tinha muitos problemas em relação ao horário de dormir. De uns dias pra cá venho me policiando através de um despertador que coloco às 21:30 para me lembrar de dormir mais cedo. Tem me ajudado, mesmo as vezes fugindo um pouco do horário.

Isso tem me ajudado bastante com disposição e mais tranquilidade no outro dia. Talvez seja uma boa para você também.

Grande abraço.

_______________________________________
avatar
moonshine

Mensagens : 128
Data de inscrição : 21/09/2016
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Marco em 25/1/2017, 15:25

Nero escreveu:Dia normal. Alimentação regrada, sem grandes fissuras. Pratiquei exercícios e liberei boas doses de dopamina. Estou todo quebrado mas faz parte.. rs Infelizmente acabei exagerando e sentindo uma dorzinha na panturrilha(espero que não seja lesão rs). Me senti mais tranquilo, mas preciso meditar mais, principalmente quando acordo, momento que tenho ataques de ansiedade e meu coração acelera. Próximo passo é passar a caminhar na rua. Vou ver se tento de manhã bem cedo. Tive uma vontade de assistir um P. que eu lembrei, mas resisti a tentação.

Outro problema a resolver é o sono. Fico até tarde na Internet e acabo dormindo mal, e acordo de manhã com muito sono. Acabo que passo o dia bem sonolento, e vi que uma noite mal dormida, pode contribuir para o nervosismo e o estresse. Vou ver se bloqueio a Internet depois das 0 horas.

Mais um dia de batalha vencido!

Perfeito meu amigo. Você está no caminho certo.

Sobre a ansiedade: porque será? Também quando eu acordo a ansiedade acorda comigo junto. As vezes eu acordo com uma taquicardia. Isso é pior quando tiro uma soneca de tarde. Eu meio que sempre acordo depressivo. Eita doençazinha chata!

Parabéns pelo comprometimento Nero. Sucesso!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437-diario-de-marco-23-de-volta-para-a-realidade



Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 743
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 25/1/2017, 18:10

moonshine escreveu:Brother, meus parabéns pela sua dedicação e empenho. Tenha certeza de que tudo isso será recompensando.

Também tinha muitos problemas em relação ao horário de dormir. De uns dias pra cá venho me policiando através de um despertador que coloco às 21:30 para me lembrar de dormir mais cedo. Tem me ajudado, mesmo as vezes fugindo um pouco do horário.

Isso tem me ajudado bastante com disposição e mais tranquilidade no outro dia. Talvez seja uma boa para você também.

Grande abraço.


Obrigado, Moonshine! E seja bem-vindo. A procrastinação e a falta de uma noite bem dormida tem sido um dos meus grandes inimigos nos últimos anos. Não é nada bom acordar sentindo sono e continuar sonolento ao longo do dia. Nunca tinha pensando em utilizar um despertador para me policiar. Irei utilizar sim. Obrigado pela dica! Vamos a luta!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Heitor.. em 25/1/2017, 18:12

Iai Nero, parabéns pelos 16 dias de Glória hehe. Então cara se você tiver tempo eu recomendo fazer musculação isso é om pra seu cérebro pois o reboot consiste em trocar um hábito ruim por um saudável, e aconselho entrar no Modo Hard se ainda não tiver, parando de fantasiar, masturbar e evitando olhar mulheres na rua. Vlw man abraço e continue firme no reboot

_______________________________________


avatar
Heitor..

Mensagens : 160
Data de inscrição : 05/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 25/1/2017, 18:20

Marco escreveu:
Nero escreveu:Dia normal. Alimentação regrada, sem grandes fissuras. Pratiquei exercícios e liberei boas doses de dopamina. Estou todo quebrado mas faz parte.. rs Infelizmente acabei exagerando e sentindo uma dorzinha na panturrilha(espero que não seja lesão rs). Me senti mais tranquilo, mas preciso meditar mais, principalmente quando acordo, momento que tenho ataques de ansiedade e meu coração acelera. Próximo passo é passar a caminhar na rua. Vou ver se tento de manhã bem cedo. Tive uma vontade de assistir um P. que eu lembrei, mas resisti a tentação.

Outro problema a resolver é o sono. Fico até tarde na Internet e acabo dormindo mal, e acordo de manhã com muito sono. Acabo que passo o dia bem sonolento, e vi que uma noite mal dormida, pode contribuir para o nervosismo e o estresse. Vou ver se bloqueio a Internet depois das 0 horas.

Mais um dia de batalha vencido!

Perfeito meu amigo. Você está no caminho certo.

Sobre a ansiedade:  porque será? Também quando eu acordo a ansiedade acorda comigo junto. As vezes eu acordo com uma taquicardia. Isso é pior quando tiro uma soneca de tarde. Eu meio que sempre acordo depressivo. Eita doençazinha chata!

Parabéns pelo comprometimento Nero. Sucesso!


Iae, Marco. Então, sobre a ansiedade me parece bem comum que muitas pessoas ansiosas já acordem meio nervosas, principalmente quando vivemos sobe tensão. De uns 8 anos pra cá tem sido insuportável. Sempre quando eu tinha que fazer alguma coisa pela manhã, acordava com palpitações, tremores e ânsia de vômito(já cheguei a vomitar diversas vezes de tão nervoso). A meditação tem me ajudado a controlar isso. É matar um leão por dia. Abraços!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Oogway em 25/1/2017, 18:42

Spoiler:
Nero escreveu:
Marco escreveu:
Nero escreveu:Dia normal. Alimentação regrada, sem grandes fissuras. Pratiquei exercícios e liberei boas doses de dopamina. Estou todo quebrado mas faz parte.. rs Infelizmente acabei exagerando e sentindo uma dorzinha na panturrilha(espero que não seja lesão rs). Me senti mais tranquilo, mas preciso meditar mais, principalmente quando acordo, momento que tenho ataques de ansiedade e meu coração acelera. Próximo passo é passar a caminhar na rua. Vou ver se tento de manhã bem cedo. Tive uma vontade de assistir um P. que eu lembrei, mas resisti a tentação.

Outro problema a resolver é o sono. Fico até tarde na Internet e acabo dormindo mal, e acordo de manhã com muito sono. Acabo que passo o dia bem sonolento, e vi que uma noite mal dormida, pode contribuir para o nervosismo e o estresse. Vou ver se bloqueio a Internet depois das 0 horas.

Mais um dia de batalha vencido!

Perfeito meu amigo. Você está no caminho certo.

Sobre a ansiedade:  porque será? Também quando eu acordo a ansiedade acorda comigo junto. As vezes eu acordo com uma taquicardia. Isso é pior quando tiro uma soneca de tarde. Eu meio que sempre acordo depressivo. Eita doençazinha chata!

Parabéns pelo comprometimento Nero. Sucesso!


Iae, Marco. Então, sobre a ansiedade me parece bem comum que muitas pessoas ansiosas já acordem meio nervosas, principalmente quando vivemos sobe tensão. De uns 8 anos pra cá tem sido insuportável. Sempre quando eu tinha que fazer alguma coisa pela manhã, acordava com palpitações, tremores e ânsia de vômito(já cheguei a vomitar diversas vezes de tão nervoso). A meditação tem me ajudado a controlar isso. É matar um leão por dia. Abraços!

Sei como é. Teve uma época que eu mal conseguia dormir à tarde. E quando dormia, sempre acordava com o coração disparado. Mas o pior era quando eu acordava com um terror inexplicável, como se a minha sanidade estivesse prestes a pular pela janela. Pelo menos já superei a agorafobia e a extenuação mental dos pensamentos obsessivos, entre outras coisas, mas ainda tenho um longo caminho pela frente.

Parabéns pela decisão de iniciar o reboot, Nero. Abração.

_______________________________________
When will you realize? The more you take, the less you have.

avatar
Oogway

Mensagens : 8
Data de inscrição : 07/10/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 25/1/2017, 19:07

Spoiler:
Heitor.. escreveu:Iai Nero, parabéns pelos 16 dias de Glória hehe. Então cara se você tiver tempo eu recomendo fazer musculação isso é om pra seu cérebro pois o reboot consiste em trocar um hábito ruim por um saudável, e aconselho entrar no Modo Hard se ainda não tiver, parando de fantasiar, masturbar e evitando olhar mulheres na rua. Vlw man abraço e continue firme no reboot
Spoiler:

Confesso que tenho um pouco de vergonha de frequentar academia...rs e ainda mais estou desempregado. Mas, de resto, estou no modo hard. Abraços!

Spoiler:
Oogway escreveu:
Spoiler:

Nero escreveu:
Marco escreveu:
Nero escreveu:Dia normal. Alimentação regrada, sem grandes fissuras. Pratiquei exercícios e liberei boas doses de dopamina. Estou todo quebrado mas faz parte.. rs Infelizmente acabei exagerando e sentindo uma dorzinha na panturrilha(espero que não seja lesão rs). Me senti mais tranquilo, mas preciso meditar mais, principalmente quando acordo, momento que tenho ataques de ansiedade e meu coração acelera. Próximo passo é passar a caminhar na rua. Vou ver se tento de manhã bem cedo. Tive uma vontade de assistir um P. que eu lembrei, mas resisti a tentação.

Outro problema a resolver é o sono. Fico até tarde na Internet e acabo dormindo mal, e acordo de manhã com muito sono. Acabo que passo o dia bem sonolento, e vi que uma noite mal dormida, pode contribuir para o nervosismo e o estresse. Vou ver se bloqueio a Internet depois das 0 horas.

Mais um dia de batalha vencido!

Perfeito meu amigo. Você está no caminho certo.

Sobre a ansiedade:  porque será? Também quando eu acordo a ansiedade acorda comigo junto. As vezes eu acordo com uma taquicardia. Isso é pior quando tiro uma soneca de tarde. Eu meio que sempre acordo depressivo. Eita doençazinha chata!

Parabéns pelo comprometimento Nero. Sucesso!


Iae, Marco. Então, sobre a ansiedade me parece bem comum que muitas pessoas ansiosas já acordem meio nervosas, principalmente quando vivemos sobe tensão. De uns 8 anos pra cá tem sido insuportável. Sempre quando eu tinha que fazer alguma coisa pela manhã, acordava com palpitações, tremores e ânsia de vômito(já cheguei a vomitar diversas vezes de tão nervoso). A meditação tem me ajudado a controlar isso. É matar um leão por dia. Abraços!
Spoiler:

Sei como é. Teve uma época que eu mal conseguia dormir à tarde. E quando dormia, sempre acordava com o coração disparado. Mas o pior era quando eu acordava com um terror inexplicável, como se a minha sanidade estivesse prestes a pular pela janela. Pelo menos já superei a agorafobia e a extenuação mental dos pensamentos obsessivos, entre outras coisas, mas ainda tenho um longo caminho pela frente.

Parabéns pela decisão de iniciar o reboot, Nero. Abração.

Já tive sindrome do pânico. Ás vezes meu coração sentiu um desespero e taquicardia incontrolável. Mas com o tempo foi diminuindo. Mas é terrível acordar desesperado, isso ainda tem acontecido comigo. Hoje em dia sofro com a ansiedade social, muito disso devido ao meu isolamento.

Mas é isso mesmo, temos um longo caminho pelafrente um longo caminho pela frente. Abraços e seja bem-vindo!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 25/1/2017, 19:17

Nero escreveu:
Heitor.. escreveu:Iai Nero, parabéns pelos 16 dias de Glória hehe. Então cara se você tiver tempo eu recomendo fazer musculação isso é om pra seu cérebro pois o reboot consiste em trocar um hábito ruim por um saudável, e aconselho entrar no Modo Hard se ainda não tiver, parando de fantasiar, masturbar e evitando olhar mulheres na rua. Vlw man abraço e continue firme no reboot


Confesso que tenho um pouco de vergonha de frequentar academia...rs e ainda mais estou desempregado. Mas, de resto, estou no modo hard firme e forte. Abraços!


Oogway escreveu:
Spoiler:

Nero escreveu:
Marco escreveu:
Nero escreveu:Dia normal. Alimentação regrada, sem grandes fissuras. Pratiquei exercícios e liberei boas doses de dopamina. Estou todo quebrado mas faz parte.. rs Infelizmente acabei exagerando e sentindo uma dorzinha na panturrilha(espero que não seja lesão rs). Me senti mais tranquilo, mas preciso meditar mais, principalmente quando acordo, momento que tenho ataques de ansiedade e meu coração acelera. Próximo passo é passar a caminhar na rua. Vou ver se tento de manhã bem cedo. Tive uma vontade de assistir um P. que eu lembrei, mas resisti a tentação.

Outro problema a resolver é o sono. Fico até tarde na Internet e acabo dormindo mal, e acordo de manhã com muito sono. Acabo que passo o dia bem sonolento, e vi que uma noite mal dormida, pode contribuir para o nervosismo e o estresse. Vou ver se bloqueio a Internet depois das 0 horas.

Mais um dia de batalha vencido!

Perfeito meu amigo. Você está no caminho certo.

Sobre a ansiedade:  porque será? Também quando eu acordo a ansiedade acorda comigo junto. As vezes eu acordo com uma taquicardia. Isso é pior quando tiro uma soneca de tarde. Eu meio que sempre acordo depressivo. Eita doençazinha chata!

Parabéns pelo comprometimento Nero. Sucesso!


Iae, Marco. Então, sobre a ansiedade me parece bem comum que muitas pessoas ansiosas já acordem meio nervosas, principalmente quando vivemos sobe tensão. De uns 8 anos pra cá tem sido insuportável. Sempre quando eu tinha que fazer alguma coisa pela manhã, acordava com palpitações, tremores e ânsia de vômito(já cheguei a vomitar diversas vezes de tão nervoso). A meditação tem me ajudado a controlar isso. É matar um leão por dia. Abraços!
Spoiler:

Sei como é. Teve uma época que eu mal conseguia dormir à tarde. E quando dormia, sempre acordava com o coração disparado. Mas o pior era quando eu acordava com um terror inexplicável, como se a minha sanidade estivesse prestes a pular pela janela. Pelo menos já superei a agorafobia e a extenuação mental dos pensamentos obsessivos, entre outras coisas, mas ainda tenho um longo caminho pela frente.

Parabéns pela decisão de iniciar o reboot, Nero. Abração.

Já tive sindrome do pânico. Ás vezes meu coração disparava e eu sentia um desespero e taquicardia incontrolável, com o tempo foi diminuindo. Mas é terrível acordar desesperado, isso ainda tem acontecido comigo. Hoje em dia sofro com a ansiedade social, muito disso devido ao meu isolamento.

Mas é isso mesmo, temos um longo caminho pela frente. Abraços e seja bem-vindo!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 26/1/2017, 18:30

Dia normal. Não consigo praticar exercícios porque minha panturrilha ainda dói. Estranhamente não fiquei ansioso hoje, pelo menos não como antes. Só momentos de estresse familiar é que tem me causado um leve nervosismo.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 29/1/2017, 19:20

Dia relativamente tranquilo, mas acordei com muita ansiedade, e permaneci assim por um tempo. Tive sonhos eróticos e durante o dia fantasias intrusivas tomavam a minha mente. Nem chegava a ser fantasias de fato, mas imagens de mulheres com roupas atraentes apareciam na minha cabeça. Fiquei excitado, mas desviei os pensamentos e me mantive firme.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pega meu pequeno exemplo, vamos fazer a diferença

Mensagem  usuario perdido em 29/1/2017, 19:32

Sim, estou aqui novamente, sabe eu estava pensando comigo mesmo, que eu nunca poderei fazer nada do que eu quero, o que eu quero dizer com isso ?
Eu nunca poderei namorar como vou gostar de alguém se eu nem gosto de mim


eu não consigo nada do que quero primeiro por causa da pmo, segundo que eu me rebaixo tanto, meio que humilhando eu mesmo, e não olho minhas qualidades, todo mundo é capaz de fazer coisas que jamais imaginou, de fazer coisas legais, sabe hoje infelizmente é meu primeiro dia ainda.
Era pra mim estar no 20º dia, ou talvez acabado o reboot e estar vivendo feliz minha vida, ou estar namorando uma bela garota, estar trabalhando ou quem sabe ajudando de verdade outros viciados, mais meus olhos pareciam fechados a isso tudo, do que adianta eu falar falar e falar que não vou mais cair, mais se não tomar uma atitude nada mudara, aliás mudara sim minha vida continuará piorando cada vez mais, parece que meus olhos abriram hoje não digo isso porque é meu primeiro dia mais sim porque vários amigos me dizia que tinha abrido mão de me ajudar por conta do meu pessimismo do meu modo de tratar eu mesmo, chegou a hora de mudar e fazer a diferença, de fazer algo bom para o mundo, a vida é uma só, não terá outra vida, e eu estou tomando todas as providencias para esse mal ser arrancado de uma forma que eu não tenha muita dor.

primeiro passo é mudar o meu modo de pensar, o segundo é abrir os olhos e tomar ódio, e ter forças para lutar, o terceiro passo é amar a si mesmo, quarto passo, é pegar sua melhor arma e atingir o inimigo e todos os aliados a ele, ou seja, instalar bloqueadores, ler os melhores tópicos de pmo, ler dia e noite, só assim você ganhará forças


temos que lutar, sem medo de atingir o inimigo, já vou fazer 17 anos, e vou ser homem de verdade, não o que descarrega tudo em cima da pmo, está com raiva pmo, to triste pmo, não, não, isso ta errado a nossa luta é como um jogo, nós perdemos e perdemos várias vezes antes de chegar ao final,



espero que isso sirva de inspiração para todos abraço, meus amigos
avatar
usuario perdido

Mensagens : 194
Data de inscrição : 25/07/2016
Idade : 16
Localização : Monte vesuvio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Convidado em 29/1/2017, 19:58

Beleza, Nero? Cara, eu me vi descrito no seu relato. Não tanto sobre como começou, mas pelos efeitos que a PMO trouxe pra ti e outras coisas mais. Também sou virgem, mas não sei por que milagre consegui beijar uma garota, rs. Vergonhoso confessar, mas antes da PMO eu tinha sonhos de verdade, depois tornou-se apenas "ter uma mulher para fazer o mesmo que 'aprendi' vendo pornô". Hoje vejo como é bonita a pureza de um relacionamento que visa principalmente os sentimentos. Minha mente ficou depravada a ponto de ver cada mulher apenas como objeto.
Minha sociabilidade é zero e passo quase todo o dia a toa (não consigo encontrar atividades extranet para preencher tanto tempo). Não trabalho, só "estudo", pelo menos é o que eu deveria fazer, mas o vício em PMO acabou com minha concentração e minha memória. Passei a me sentir um incapaz.
Faz pouco tempo que comecei o reboot. Espero que essa seja a minha chance de mudar de vida, ou melhor, de tê-la de volta. Sucesso no seu reboot, irmão!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Stark em 29/1/2017, 20:08

Fala Nero!! Tudo Blz ?

Cara me identifiquei muito com a sua história. Também sou BV, não por falta de oportunidade, já tive várias e desperdicei por causa da minha ansiedade social também, além do fato de que eu preferia ficar na pornografia. Minha vida social também está praticamente 0, sei muito bem como se sente quando você vê seus amigos estudando/trabalhando, namorando, curtindo a vida e você fica vegetando, sei muito bem pois é assim que eu sempre me sinto Sad.

Espero que use tudo de ruim que esse vicio te fez como motivação para mudar. Quando surgir problemas não fuja para detrás da saia da pornografia, enfrente-os. Te vejo nas histórias de sucesso amigo. Grande Abraço.
avatar
Stark

Mensagens : 565
Data de inscrição : 22/07/2016
Idade : 19
Localização : Torre Stark

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum