Meu Diário - A última esperança

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Hardy em 8/3/2017, 12:42

Cara, 58 dias?? Parabéns mano, tamo na luta hahahah tambem sofro de ansiedade, o reboot tem me ajudado muito, mas é claro que nao estou curado, mas acredito que se ficar muito mais posso me curar. Acredito que pode te ajudar tambem.Não vamos desanimar
Vou acompanhar seu diário, boa sorte e bom reboot

_______________________________________


>Meu Diário<
avatar
Hardy

Mensagens : 70
Data de inscrição : 02/02/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 10/3/2017, 00:10

Stark escreveu:Parabéns Nero pelos quase 60 dias!! É uma ótima marca.

Como disse o amigo Broda lá no meu diário: A recuperação não é linear, uns dias tu vai se sentir muito bem, já outros nem tanto. Mas o que importa é que você está evoluindo.
Abrçs.

Valeu, Stark! É bem isso mesmo. Nestes últimos dias até esqueci que ansiedade existia. hahah Forte abraço!

Marco escreveu:
Nero escreveu: Só quem tem um nível avançado de ansiedade sabe como é, sentir ansia e dor de barriga sempre quando tem compromisso. Por isso 90 dias não é nada para mim, tenho muitos problemas para resolver, e preciso de muito mais tempo. Mas em relação a PMO, estou levando na boa.


Sei como é Nero. As vezes eu tenho ansiedade pelos compromissos mais bestas possíveis. tipo ir no shopping no sábado a tarde pra tirar dinheiro no banco e só. Estava lendo uma histórias de sucesso e vi a do Toguro. Ele colocou para si uma meta de 300 dias pois sua intenção não era apenas largar o vício em PMO mas combater os problemas de ansiedade. Você está certo, 90 dias não será nada, precisaremos de muito mais tempo.

Queria ter a cura da ansiedade pra te dizer mas ainda estou procurando ela.

Parabéns pelos 60 dias. Uma conquista enorme. Sucesso.

Iae, Marco! É verdade, li todo o diário do Toguro, 300 dias é uma meta que eu tenho também. Eu diria que 90 é um importante passo, mas não é definitivo. E não é suficiente para todos os problemas que vieram juntos com a PMO. Mas, aos poucos, a melhora é notável. Eu sou um exemplo, consegui melhorar em diversos aspectos da vida, mas ainda tenho muita estrada pela frente. Abraços e boa sorte no seu reboot!

Heitor.. escreveu:
Nero escreveu:Olá, pessoal, passando para atualizar o diário.

Já estou a quase 60 dias sem PMO, o que para mim era inimaginável. Só de ficar todo esse tempo sem masturbação, já é uma vitória pessoal, e pretendo tirar isso da minha vida. Quero ter a meta de só gozar com sexo, esquecer meios solitários de prazer, que sempre foi algo inútil na minha vida. Quero esquecer que masturbação é necessário para ter prazer.


Sobre outros aspectos, minha ansiedade diminuiu bastante, mas nem tanto, muito por erros meus. Semana passada tive dias péssimos, com pensamentos negativos, solidão, briguei com a família, voltei a pensar em suicídio, coisa que era praticamente diária antes do reboot. Na sexta fui para o jantar de formatura de um amigo, durante a semana até consegui me manter calmo, mas no dia fiquei extremamente nervoso, até a hora de ir. Isso mesmo, até uma simples ida num restaurante me deixa extremamente nervoso, tal é o nível da minha fobia social. Já no local, falei com conhecidos que não via há muitos anos, foi muito legal rever várias pessoas, sair, voltar tarde. Gostei muito, fiquei leve.

No outro dia fui no centro, e, sempre ficava um pouco nervo, nesse dia não. Não senti nada de ansiedade. Simplesmente fui, comi um suchi com a minha irmã e voltei. Domingo já comecei a sentir leves sensações de ansiedade, dormi muito tarde e hoje fiquei muito cansado, sem vontade de fazer nada, fiz exercícios com muito custo, porque vontade eu não tinha nenhuma. Me sinto meio na estaca zero com ansiedade, levando em conta sexta e sábado, que foram dias muito tranquilos, que tive muita vontade de sair e socializar. Ou seja, ressocialização deve ser algo constante, ininterrupto, sem grandes espaços de tempo. Esse é um erro que cometo, mas é complicado arrumar atividades para fazer sem ter um emprego, nem dinheiro pra ir em lugar nenhum. O jeito é se socializar com familiares mesmo. Só quem tem um nível avançado de ansiedade sabe como é, sentir ansia e dor de barriga sempre quando tem compromisso. Por isso 90 dias não é nada para mim, tenho muitos problemas para resolver, e preciso de muito mais tempo. Mas em relação a PMO, estou levando na boa.


Por hoje é só. Abraços, pessoal!

Eai Nero parabéns pelos 57 dias kra, é foda msm essa oscilação de humor, mas continue firme na luta que eu quero ver seu depoimento na historia de sucesso hein. Kra é foda msm está desempregado e precisando de gold kkk, mas é isso ai vamos atrás dessa vitoria man. Abraços

Valeu pela força, Heitor. É foda essas oscilações de humor mesmo, mas posso dizer que estou melhor do que antes. Espero arrumar um emprego logo e conseguir me bancar, porque depender da família é triste kkk Abraços


Hardy - Iae, Hardy, seja bem-vindo. A ansiedade sempre foi hardcore em mim, principalmente antes de qualquer evento social - isso quando eu não tinha ataques de pânico aleatórios. Mas o reboot tem me ajudado muito, principalmente depois que comecei a fazer exercícios, e depois que cortei café e energéticos. A melhora é considerável. Fica a dica. Tenha foco que alcançará seus objetivos. Abraços!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 12/3/2017, 23:12

Tive polução noturna pela primeira vez desde o início do reboot. Me senti estranho, não tinha essa sensação há tempos. Sei que é natural, mas passa pela cabeça aquela sensação de "eu não queria que acontecesse isso". Deve ser porque eu tenho dormido muito tarde, e o no sono meu organismo tenta aliviar o estresse de noites mal dormidas. Só espero que não aconteça com frequência, porque é muito desagradável acordar no meio da noite todo melecado.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Brit em 14/3/2017, 01:48

Eaí Nero! Cara engraçado comentei isso há pouco, como cada corpo tem uma reação diferente. Eu cheguei até a duvidar qdo via algum relato da pessoa dizendo que não tinha polução, pois comigo elas são frequentes. Acho que tudo vai ter o lado positivo e negativo, de fato é um incômodo, mas pelo menos é uma prova de que tudo lá embaixo está ok, cabe a nós sabermos lidar com as reações do nosso corpo, por isso trocar experiências aqui é algo tão válido (nunca na minha vida eu ia ter a liberdade de perguntar pra um amigo se isso acontecia com ele). Agora cara toma cuidado com o efeito caçador! Se programe para se manter ocupado pois eu tive dias bem tensos após algumas poluções, enquanto em outras eu realmente me senti mais aliviado.
Força aí! Tá indo bem pra caramba! Abs!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit

Mensagens : 411
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 14/3/2017, 20:49

Tive mais uma polução desde a primeira, o que me incomodou foi que a polução aconteceu num sonho erótico com travesti.. pqp, me senti mal de novo. Mesmo sabendo que isso é involuntário. O pior é a vontade de gozar que eu fiquei durante alguns momentos do dia.

Brit - Olá, Brit! Pois é, nem eu estava acreditando que fiquei tanto tempo sem polução noturna, sempre que eu ficava alguns dias sem MO já acordava com PN. Cortar PMO e não se perder em fantasias ajudou muito também. O efeito caçador realmente é brutal depois da polução, fiquei em vários momentos do dia excitado, quase que tentando gozar de qualquer jeito. Foi difícil segurar, mas consegui. Eu sempre coloco na cabeça que isso é passageiro e funciona bem, porque de fato é. Abraços!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Marco em 15/3/2017, 17:41

Nero escreveu:Tive mais uma polução desde a primeira, o que me incomodou foi que a polução aconteceu num sonho erótico com travesti.. pqp, me senti mal de novo. Mesmo sabendo que isso é involuntário. O pior é a vontade de gozar que eu fiquei durante alguns momentos do dia.

É ruim d+ Nero, vez em quando tenho uma fantasia desse tipo também. Pior é que de todos os gêneros de perversidade que o cara vê na p. quando em reboot parece que a gente só lembra dos piores. Vai se dana vício desgraçado.

Parabéns pelos 65 dias. Tu ainda tá meditando regularmente?

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437p125-diario-de-marco-de-volta-para-a-realidade#107083


Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 826
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 20/3/2017, 00:18

Tive mais oportunidades de socialização, sair de casa, festa de aniversário, mas é entre familiares, não chega a ser aquela coisa cotidiana. Não ter nenhuma ocupação acaba tornando impossível manter uma socialização ininterrupta. O chato é sentir essa maldita ansiedade antes de qualquer evento ou saída planejada para algum lugar. É sempre esse mesmo ciclo de, primeiramente muita ansiedade, depois eu me habituo ao local, e na hora de ir já estou aliviado querendo voltar a socializar. Ainda tenho problemas com o efeito caçador, dá vontade de me aliviar imediatamente, mas tenho que controlar. Fazer reboot/NoFap sem uma parceira sexual é um exercício de extrema dificuldade e exige máxima força de vontade.



Marco - É verdade, Marco, essas fantasias perversas nos perseguem, é muito difícil controlar a mente, mas com o tempo, fica mais fácil. Infelizmente eu parei com a meditação, isso foi péssimo. Eu não tenho dúvidas que já estaria começando ter os benefícios da meditação se estivesse praticando. A procrastinação me venceu nesse sentido. Mas vou ver se crio vergonha na cara e volto de vez nesta semana. Abraços

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Broda em 20/3/2017, 00:56

Fala Bro!

Primeiramente, parabéns pelos 70 dias! Não sei como eu não encontrei o seu diário antes, mas é bom ver que além do eyeofthetiger mais alguém está mandando tão bem no reboot!

Essa questão da ansiedade na hora de socializar eu acho que o reboot ajuda, mas se era uma situação que acontecia desde antes de você começar com a PMO, a tendência é que o reboot não vá reverter totalmente isso pois pode ser que seja algo que você adquiriu de outra forma. Não sei qual seu caso, mas se essa ansiedade começou com a PMO, provavelmente com mais tempo de reboot isso sumirá completamente.

Continua firme que tá quase lá, abraços!

_______________________________________


Meu diário > http://comoparar.forumeiros.com/t2081-virando-homem-broda-20
avatar
Broda
Moderador
Moderador

Mensagens : 1042
Data de inscrição : 10/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Brit em 20/3/2017, 01:00

Eaí Nero 70 dias cara! Percebeu isso? Parabéns tá indo mto bem!
Cara isso de socializar é difícil mesmo, eu tbém fico sempre com um pé atrás, mas temos que ir e pronto, hoje já está um pouco mais fácil do que no começo. Outra coisa, mesmo que vc saia e não seja tão bom, não importa tanto pq a gente se sente bem por estar fazendo algo a favor do nosso reboot! Isso compensa qquer coisa.
Sobre o que vc falou do teu sonho molhado, eu comentei no meu diário ontem sobre ter isso com esses sonhos esquisitos? Pq não posso ter um sonho molhado prazeroso? Com certeza o fato de sermos viciados em P contribui pra isso, mas, de boas, vai passar tbém, de qquer modo é sempre um alívio ver que alguém compartilha das nossas dificuldades e frustrações.
Continue firme aí mano!
Abraço!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit

Mensagens : 411
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 22/3/2017, 12:44

Broda escreveu:
Fala Bro!

Primeiramente, parabéns pelos 70 dias! Não sei como eu não encontrei o seu diário antes, mas é bom ver que além do eyeofthetiger mais alguém está mandando tão bem no reboot!

Essa questão da ansiedade na hora de socializar eu acho que o reboot ajuda, mas se era uma situação que acontecia desde antes de você começar com a PMO, a tendência é que o reboot não vá reverter totalmente isso pois pode ser que seja algo que você adquiriu de outra forma. Não sei qual seu caso, mas se essa ansiedade começou com a PMO, provavelmente com mais tempo de reboot isso sumirá completamente.

Continua firme que tá quase lá, abraços!

Olá, Broda, seja bem-vindo! Minha ansiedade vem antes da PMO, mas com certeza agravou muito, assim como outros vícios meus. O reboot tem me ajudado muito, me sinto bem menos ansioso se comparado de quando eu praticava PMO diariamente.

Valeu pela força e boa sorte no seu reboot! Forte abraço

Brit escreveu:Eaí Nero 70 dias cara! Percebeu isso? Parabéns tá indo mto bem!
Cara isso de socializar é difícil mesmo, eu tbém fico sempre com um pé atrás, mas temos que ir e pronto, hoje já está um pouco mais fácil do que no começo. Outra coisa, mesmo que vc saia e não seja tão bom, não importa tanto pq a gente se sente bem por estar fazendo algo a favor do nosso reboot! Isso compensa qquer coisa.
Sobre o que vc falou do teu sonho molhado, eu comentei no meu diário ontem sobre ter isso com esses sonhos esquisitos? Pq não posso ter um sonho molhado prazeroso? Com certeza o fato de sermos viciados em P contribui pra isso, mas, de boas, vai passar tbém, de qquer modo é sempre um alívio ver que alguém compartilha das nossas dificuldades e frustrações.
Continue firme aí mano!
Abraço!

Iae, Brit! Sim, ás vezes é difícil de acreditar que eu estou tanto tempo sem PMO, principalmente a masturbação, que é muito mais fácil de recair. A socialização tá meio parada, mas eu tenho errado em largar a meditação, que um tranquilizante natural, e tenho procrastinado e dormido tarde e mal, o que atrapalha no processo. Mas eu não tenho pressa, ou pelo menos to tentando fazer minha mente acreditar nisso. rs Desde aquelas duas PN, não tive mais, mas quando tiver novamente, não vou ficar grilado com isso, vou levar como uma coisa natural.

Boa sorte no seu reboot! Abraços!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 22/3/2017, 12:56

Atualizando o diário.

Notei mudanças no meu corpo desde que comecei a fazer exercícios em casa. Meus ombros, bíceps e parte superior do peitoral estão bem mais fibrados. Meu abdome também está mais duro. São mudanças bem simples e lentas, mas é uma grande injeção de ânimo, fora o fato da boa sensação pós exercício. Com certeza eu não estaria até agora em reboot se não fosse os exercícios físicos. As fissuras e fantasias ainda aparecem com frequência, mas agora é mais fácil controlar. Ainda tenho dois problemas para resolver: Procrastinação e noites mal dormidas. Uma coisa leva a outra, horas procrastinando até de madrugada, me deixa muito fraco no dia seguinte. Tenho que resolver isso. Vamos á luta!


_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 27/3/2017, 14:09

Depressão bateu forte hoje. Ontem eu estava até bem, churrasco com a família, todo mundo em casa, mas aí no final do dia me bateu uma fissura muito forte. A fissura seguiu até hoje, agora deu uma aliviada. O pior é que junto me veio pensamentos depressivos, principalmente envolvendo sexo. Me bateu um medo de nunca conseguir socializar sem tomar remédios para ansiedade e anti depressivos, e medo de nunca beijar na boca e nem fazer sexo. Desde 2013 eu vivo recluso dentro de casa, perdi totalmente o contato com as mulheres, até o mínimo de socialização que eu tinha na época de escola eu perdi. Agora eu senti a dificuldade que vai ser mudar isso. Eu nunca passei pela experiência de um primeiro beijo, primeira paixão, tampouco sexo.

Minha socialização tá parada porque não tenho uma rotina diária como a de um emprego, com certeza ajudaria muito. Fora o fato de que eu perdi o contato com meus amigos, o único que eu ainda mantenho certo contato, está namorando, e não me sentiria bem conversar e sair com ele tendo a namorada do lado, ainda mais por essa carência me deixar bem depressivo. Queria começar a correr, para ir aos poucos começar a me acostumar com as ruas, mas meus planos foram pro espaço com uma lesão na panturrilha, e, enquanto eu não estiver 100%, não posso começar a correr. A pior atitude que eu fui tomar em meio ao reboot, foi largar a meditação, nas poucas vezes que eu meditei me senti bem, hoje eu procrastino e deixo pra lá até algo que vai me ajudar com a minha ansiedade, que é muito forte.

Tive que desabafar, jogar pra fora um pra fora todos os meios pensamentos. Hoje estou meio emotivo e amedrontado, mas tenho que pensar positivo e não deixar a peteca cair.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Brit em 29/3/2017, 21:08

Eaí meu brother Nero, minha situação está bem parecida com a tua, tbém estou me esforçando pra não desanimar, e o reboot é isso mesmo, um esforço constante para sairmos da nossa zona de conforto! Vc tá mandando mto bem! Fico feliz que vc esteja percebendo os benefícios dos exercícios físicos, continue com isso!

Cara em relação a esse medo de nunca ficar com ninguém, que eu tbém sinto, pensa o seguinte: vc não acha que nunca irá conseguir um emprego, acha? Vc sabe que pode até demorar, mas que uma hora vc vai conseguir, então tente encarar essas suas inexperiências dessa forma.

A minha dificuldade com mulheres tá bem parecida com a tua, principalmente pq eu não tenho uma rotina que me faça ter contato com mulheres, nem tenho possíveis amigas com as quais possa evoluir um relacionamento. Tá feia a coisa KKK Vou te falar um pouco como estou pensando em relação ao meu contato com mulheres e o sexo, as coisas devem acontecer por etapas e de forma natural, mais ou menos assim:

1º Eu preciso começar a conhecer algumas mulheres, no trabalho, em algum curso, saindo mais, etc;
2º Depois devo conseguir manter algum contato maior pra conhecer melhor algumas
3º Provavelmente, depois de conhecer melhor algumas mulheres eu vou começar a me interessar por alguma(s) dela(s) kk
4º O caminho natural será sentir desejo de beijar e trocar uns carinhos
5º Alguma dessas que eu me interessar vai retribuir esse meu desejo, daí vai rolar uns beijos e uns carinhos
6º Depois disso, o desejo vai ir aumentando e logo eu vou querer ter sexo com a mina (e ela tbém comigo), daí vai rolar.

Pensando dessa forma, fica ridículo pra mim querer avançar pro sexto passo se ainda estou no primeiro. As coisas tem que acontecer de forma natural, caso contrário só vai gerar frustração e a gente não merece isso. Nero, eu percebo que uma coisa que me faz mal é a comparação com outros caras, a felicidade não está nesse caminho, a gente tem que trilhar o nosso próprio caminho!

Vai dar tudo certo brother! O que nos afastava dessas experiências já está com os dias contados. Siga a tua jornada! Estou aqui na torcida por vc! Abraço!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit

Mensagens : 411
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Marco em 30/3/2017, 22:55

Grande Nero, meu irmão.

Senti o mesmo que você recentemente. Em resumo, acordei achando que nunca seria feliz e que não teria a garota dos meus sonhos. Bem, passou. O chato desse processo são esses ciclos: dias ruins, dias bons, dias mais ou menos.

Como disse o Brit, o que nos afasta dessa experiência está com os dias contados. Enquanto isso meu amigo vá lendo as histórias de sucesso afinal logo logo estarás colocando sua história lá. O que as histórias de sucesso nos ensinam, além de nos colocar pra cima, é que há muita vida a ser vivida depois da libertação do vício.

Se posso lhe dar outra dica é: busque uma universidade. É uma oportunidade única de crescimento. E na universidade se abrem infinitas possibilidades, a não ser que se jogue fora essas possibilidades como eu que atravessei o período universitário viciado em PMO. Mas você meu amigo fará isso liberto da PMO.

Sucesso amigo. Força!.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437p125-diario-de-marco-de-volta-para-a-realidade#107083


Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 826
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 1/4/2017, 23:14

Brit - Iae, Brit, é foda mesmo o desânimo que dá, você vê casais, até bem mais novos, e dá uma tristeza misturada com ansiedade para mudar logo. Lidar com a impaciência e o desânimo é um desafio. E realmente, tem que começar a frequentar locais que facilitem o contato com mulheres. Não tem jeito, na escola sempre tive bastante contato com mulheres e desperdicei todas as oportunidades, e não me sentia tão pressionado quanto agora. Seguir etapas é o melhor caminho, até para ganharmos mais experiência com as mulheres. E parabéns pelos quase sem dias sem M.Se manter em abstinência de M já um grande desafio. Abraços!

Marco - Fala, Marco, grande amigo! É realmente desanimador quando acordamos ou simplesmente aparece aqueles pensamentos que nunca conseguiremos realizar nossos sonhos, ter a namorada dos sonhos e etc. As oscilações de humor acontecem com muito frequência comigo também, e é foda enfrentar isso e mais a pressa para conseguir realizar nossos objetivos. Parece que a vida tá passando pelos meus olhos e não tenho conseguido fazer nada.

Valeu pela dica da universidade, pretendo fazer em breve, se possível, já com a vida nos eixos. Forte abraços e parabéns pelos 30 dias!



......................................................................................................................................................


Atualizando

Tive outra polução nenhuma, e não tive O como das outras duas vezes; talvez eu tenha tido no sonho e depois não consegui lembrar. Só lembro que acordei todo molhado. Queria fazer um reboot 100%, com socialização, estudos, academia, mas o desânimo é tanto que eu nem tenho vontade de fazer essas coisas, fora a ansiedade que eu sempre tive ao acordar cedo, me arrumar, ir pra escola, sempre me dava taquicardia, ânsia de vômito, era muito sofrimento diário, tudo isso me bloqueia de começar a socializar.

Estou mais em abstinência sexual do que em reboot de fato. Mas de qualquer forma, o NoFap também é muito eficiente contra DE, ansiedade, desânimo, porque, fora algumas fissuras quase incontroláveis, eu me sinto melhor do que antes, que dava uma sensação de fracasso e depressão pós PMO. Eu sinto que eu conseguiria transar sem ter DE por causa da abstinência, mas só fazendo mesmo pra testar. Acho que é bem mais eficiente fazer sexo e não se masturbar de forma alguma, assim o pênis não fica acostumado a rigidez da mão e prejudicado na hora do sexo. Espero que os próximos meses de total abstinência de PMO que eu pretendo me manter, seja benéfico quando eu conseguir transar de uma vez. Nem que seja com uma GP.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Heitor.. em 2/4/2017, 09:34

Eai nero, parabéns pelos 83 dias, agr só falta uma semana pra ir pras historias de sucesso hehe. Kra com relaçao a sua ansiedade vc n acha bom procurar um psicologo pra te ajudar mais no tratamento n? E seria bom tbm vc procurar um trampo, msm que n seja o emprego ideal, só pra se manter fira de casa e se socializar mais
avatar
Heitor..

Mensagens : 171
Data de inscrição : 05/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pensando em resetar.

Mensagem  Nero em 3/4/2017, 12:11

Olá, pessoal, estou pensando em voltar a estaca zero. Depois de 84 dias assisti por alguns segundos um vídeo de uma mulher rebolando de calcinha e me excitei muito.Vi no diário do Brit e do Eye of the Tiger que resetaram por fotos e conversas eróticas. Mas não é só por isso. Não tenho saído de casa, passo 24hrs por dia em casa, a ansiedade não me deixa sair e socializar. Não tenho feito praticamente nenhuma atividade de religação e tenho procrastinado muito. Larguei a leitura e meditação e não progredi nada já faz um bom tempo. Como passo muito tempo ocioso as fantasias tentam tomar conta o tempo todo.

Estou muito desanimado com a vida, não tenho a menor vontade de falar com desconhecidos, e pouca vontade de viver e sair de casa. Também estou pensando em tirar e deletar o contador, pensei que fosse ajudar, mas o fato de chegar próximo dos 90 dias me deixa muito ansiosos e desesperançoso, fora que faz lembrar o tempo que estou de completa abstinência, não sei se vale a pena ter isso. Como não me sinto um vencedor por estar próximo dos noventa dias, e por estar fugindo completamente com a proposta do reboot de religação, socialização, acho que vou resetar o contador, voltar a estaca zero e não me preocupar com mais com o tempo que estou sem PMO.

Opiniões são bem-vindas. Abraços

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Heitor.. em 3/4/2017, 18:24

eai nero, cara tbm acho válido vc resetar, afinal de contas o reboot consiste nessa religaçao msm. Uma mudança de hábitos e de postura para com a vida, n basta só fazer o reboot e continuar com a bunda no sofá o dia todo.
Comece a sair mais, fazer caminhada, musculaçao, pedalada, sair em busca de um emprego tbm ajuda muito, eu msm tenho certeza que se eu n tivesse arrumado um trampo n estaria com 26 dias de reboot,
avatar
Heitor..

Mensagens : 171
Data de inscrição : 05/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Marco em 4/4/2017, 07:48

Olá meu amigo. Isso não é um motivo objetivo para o reset. Mas percebo que vc quer resetar pois sente que seu reboot não foi do jeito que vc queria que fosse. As vezes somos duros de mais conosco. Esquecemos que ao fazer esse reboot assumimos uma condição de viciado que por implicação lógica significa que não temos pleno controle de nossa vontade. O tempo sem PMO tem um significado sim: Significa que vc está retomando o controle de sua vontade. No seu diário meu amigo vc relata fazer exercícios e procurar conviver com a família. Isso foi importante pro reboot o que significa que seu tempo sem pmo não foi inválido. É obvio que nós teremos frustrações mesmo depois dos 90 dias mas não é por isso que devemos toda vê voltar ao ponto zero.
Minha sugestão é: Termine os 90 dias faça uma profunda reflexão e anote aqui todos os seus benefícios dificuldades erros e acertos. E inicie um novo prazo de 90 dias que será constantemente comparado com esse anterior e onde vc procurará não repetir o que vc julga serem erros ou deficiências do reboot passado. Não inicie uma contagem do zero como se esses dias não tivessem acontecido. Finalize esse dias e inicie uma nova contagem. É algo que em minha opinião vc tem muito mais a ganhar. E daqui a 180 dias leremos sua história de sucesso.
Força meu amigo. Não importa o que vc escolher fique aqui com a gente. É sempre gratificante lhe acompanhar. Abraço. Sucesso.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437p125-diario-de-marco-de-volta-para-a-realidade#107083


Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 826
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 4/4/2017, 23:16

Heitor.. escreveu:eai nero, cara tbm acho válido vc resetar, afinal de contas o reboot consiste nessa religaçao msm. Uma mudança de hábitos e de postura para com a vida, n basta só fazer o reboot e continuar com a bunda no sofá o dia todo.
Comece a sair mais, fazer caminhada, musculaçao, pedalada, sair em busca de um emprego tbm ajuda muito, eu msm tenho certeza que se eu n tivesse arrumado um trampo n estaria com 26 dias de reboot,

Verdade, Heitor. Não adianta muito fazer reboot, ficar de abstinência de PMO e não fazer atividades de religação, socializar. Ainda estou na dúvida se zero o contador, ou se apenas apago e mantenho os dias sem PMO. Abraços!

Marco escreveu:Olá meu amigo. Isso não é um motivo objetivo para o reset. Mas percebo que vc quer resetar pois sente que seu reboot não foi do jeito que vc queria que fosse. As vezes somos duros de mais conosco. Esquecemos que ao fazer esse reboot assumimos uma condição de viciado que por implicação lógica significa que não temos pleno controle de nossa vontade. O tempo sem PMO tem um significado sim: Significa que vc está retomando o controle de sua vontade. No seu diário meu amigo vc relata fazer exercícios e procurar conviver com a família. Isso foi importante pro reboot o que significa que seu tempo sem pmo não foi inválido. É obvio que nós teremos frustrações mesmo depois dos 90 dias mas não é por isso que devemos toda vê voltar ao ponto zero.
Minha sugestão é: Termine os 90 dias faça uma profunda reflexão e anote aqui todos os seus benefícios dificuldades erros e acertos. E inicie um novo prazo de 90 dias que será constantemente comparado com esse anterior e onde vc procurará não repetir o que vc julga serem erros ou deficiências do reboot passado. Não inicie uma contagem do zero como se esses dias não tivessem acontecido. Finalize esse dias e inicie uma nova contagem. É algo que em minha opinião vc tem muito mais a ganhar. E daqui a 180 dias leremos sua história de sucesso.
Força meu amigo. Não importa o que vc escolher fique aqui com a gente. É sempre gratificante lhe acompanhar. Abraço. Sucesso.

Iae, Marco. Pois é, mais por culpa minha, que anda não me sinto capaz de sair de casa, socializar que o meu reboot não foi 100%. Aí acaba desanimando bastante. Acho que foi válido o tempo que fiquei sem PMO, talvez não foi feito da forma ideal, mas espero conseguir completar 100% ainda esse ano. Com certeza não irei iniciar do zero como se tudo fosse inútil, manterei os dias que eu fiquei sem PMO, a não ser que alguém me recomende ao contrário. Não sei se vou resetar ou não, talvez tirar o contador o contador e pensar mais no dia seguinte, ao invés de ficar me preocupando com o tempo que estou de reboot, que acaba sendo combustível para ansiedade. Abraços!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  rlutador em 4/4/2017, 23:28

Fala, Nero.
Primeira vez aqui também que visito o seu diário. Cara, concordo com o Marcos em 100%. Acho que talvez o fato de resetar pode levar a um efeito psicológico meio nocivo pra você. Tenho sofrido também com ansiedade e vivi por uns dias um drama com o contador, mas agora isso passou. Foi lance de parar, pensar e mudar de postura mesmo. O lance da socialização, pelo que deu pra perceber, você já parecia ter isso antes do reboot, certo? Então o único conselho que tenho aqui pra te dar é realmente tentar mudar de postura, ver os elementos bons que há em você, pois isso ajudará você ter uma boa auto-estima para poder conversar. Eu posso dizer que com certeza a melhor parte do meu reboot tem sido a socialização. Nada tem me movido mais a permanecer do que isso. Enfim, espero ter ajudado e acompanharei seu diário. Forte abraço.

_______________________________________



Meu diário: http://www.comoparar.com/t4816-em-busca-do-sonhado-sucesso-no-reboot
avatar
rlutador

Mensagens : 106
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Nero em 4/4/2017, 23:59

Ontem tive que sair e encarar multidões, trânsito, ônibus, tudo isso me deixou muito estressado e ansioso, a vontade de viver a vida e encarar tudo isso é zero. Ainda tenho dúvidas de resetar ou não, mas vou tirar o contador, me afastar um pouco do fórum e pensar mais na vida, no reboot, nos meus erros. Talvez eu fale aqui sobre minhas impressões sobre os 90 dias.  Mas eu sei que se eu recaír para P, vai ser por vontade própria, depois de três meses de abstinência, já temos mais controle sobre nossos instintos.


rlutador - Bom-vindo, rlutador. Meus problemas de socialização vem antes do vício em PMO, mas depois de 2013 eu mal pus os pés pra fora de casa, então sair de casa, socializar, tem sido muito difícil para mim. Então darei um tempo em tudo e vou repensar algumas coisas, e espero conseguir mudar minha postura. Abraços

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
avatar
Nero

Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  rlutador em 5/4/2017, 22:52

Po, mano, então talvez seja o caso talvez de procurar um especialista pra tratar desse problema. Lembre que existem pessoas que nunca foram viciadas em PMO e que enfrentam o mesmo tipo de problema. Sei que esse vício condiciona nossas vidas em muitos aspectos, mas não dá mesmo pra gente reduzir tudo a isso. De qualquer forma, você é muito forte por ter chegado até aqui mesmo as vezes se sentindo ansioso e desanimado. Caí muitas vezes no início do reboot por muito menos. Fique firme e forte abraço.

_______________________________________



Meu diário: http://www.comoparar.com/t4816-em-busca-do-sonhado-sucesso-no-reboot
avatar
rlutador

Mensagens : 106
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Marco em 6/4/2017, 08:46

Nero escreveu:Ontem tive que sair e encarar multidões, trânsito, ônibus, tudo isso me deixou muito estressado e ansioso, a vontade de viver a vida e encarar tudo isso é zero. Ainda tenho dúvidas de resetar ou não, mas vou tirar o contador, me afastar um pouco do fórum e pensar mais na vida, no reboot, nos meus erros. Talvez eu fale aqui sobre minhas impressões sobre os 90 dias.  Mas eu sei que se eu recaír para P, vai ser por vontade própria, depois de três meses de abstinência, já temos mais controle sobre nossos instintos.

Um primeiro passo dado meu amigo. Saiu e encarou as multidões. Retome a meditação que você estava praticando com tanto afinco no seu reboot. Ela lhe ajudará sem dúvida. Outra coisa, estou com o amigo lutador acima, você deveria procurar um psicólogo. Eu já fiz isso para cuidar da minha ansiedade - ele não me ajudou tanto, mas serviu de oportunidade para eu refletir sobre minha pessoa. Além disso, o psicólogo pode ser alguém real com quem você pode falar sem restrições. Só em ter uma outra pessoa para conversar, pois eu nunca falaria dos meus problemas de ansiedade para nenhum dos meus conhecidos, me ajudou bastante.

Não fique muito tempo longe do fórum. Queremos lhe acompanhar em sua jornada vitoriosa.

Abraço amigo. Siga firme!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4437p125-diario-de-marco-de-volta-para-a-realidade#107083


Crux Sacra Sihi mihi lux; non draco sihi mihi dux; vade retro satana!; nunquan suad mihi vana; sunt mala quae libas; ipse venena bibas
avatar
Marco

Mensagens : 826
Data de inscrição : 09/01/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Meu Diário - A última esperança

Mensagem  Brit em 12/4/2017, 20:07

Nero, no momento em que vc escreveu seu relato de desabafo eu estava mal, tinha ressetado e tudo que pude fazer por vc foi não comentar nada, inclusive esperei uns dias para dizer que recaí, pois não queria desanimá-lo ainda mais. Me confortei com as palavras que os amigos escreveram para vc.

Mano, ficar em abstinência de PMO não é o mesmo que fazer o reboot, isso vc entendeu. Ficar sem PMO e não fazer religação apenas irá confirmar ao teu cérebro que a única fonte de prazer que ele pode ter é através de PMO e vc inevitavelmente irá ficar triste, pois não substituiu aquela fonte de prazer por nada. Por outro lado, com certeza esse período de abstinência pode te trazer sim alguns resultados positivos, se sentir mais honesto e menos envergonhado, por exemplo, então esse tempo que vc venceu bravamente foi sim positivo no final das contas, tenho certeza, só que, sem o resto vc não seguiu o método como parar.

Cara, me deu mta saudade de vc aqui no fórum. Volte aqui por favor! Se vc estiver mal, compartilharemos da tua dor, se vc estiver bem, compartilharemos da tua alegria! Mas cara, não se afaste de nós, pois te queremos bem! Não se sinta sozinho pois estamos aqui. Não desista de vc Nero! Sinta-se abraçado aí mano! Tamo junto!

_______________________________________

Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
Brit

Mensagens : 411
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum