Compartilhe
Ir em baixo
avatar
WhitePaper
Mensagens : 24
Data de inscrição : 17/08/2016
Localização : São Paulo

EU TB CONSEGUI!

em 19/1/2017, 15:41
Hoje venho postar para vcs o meu relato do meu reboot com total satisfação em poder postar aqui! Perdão pelo título, pois não achei nenhum outro melhor haha

Eu soube q havia algo de mto errado comigo em julho de 2015 qdo fui pra cama com uma colega de turma da faculdade. Tentei na primeira vez e NADA. Ela tentou me ajudar de todas formas possíveis, mas eu não consegui uma ereção (os detalhes estão logo no começo do meu diário. Vou pular esta parte pra não ficar mto grande meu relato). Na nossa segunda vez eu tive de tomar metade de um Viagra pra não passar vergonha novamente. Sim, deprimente e vergonhoso chegar a este ponto. Eu sei...
Naqle momento eu decidi não me envolver com mais ngm até saber o q havia de errado comigo e eu só fui descobrir um ano depois deste acontecimento. Foi um como se as peças do quebra cabeça de unissem e os acontecimentos pretéritos de falhas q eu tive na hora H com outras meninas fizessem todo sentido: a PMO arruinou minha vida sexual. Ela me fez ansioso na hora do sexo. No início do reboot eu achei q meu problema era DE, mas fazendo uma introspecção do q eu vivi, eu me excitava mto nas preliminares e sempre ereto, mas na hora de tirar a roupa em si, eu recuava e queria desistir.

Concluí meu reboot em 18.12.2016. Foram 90 dias em q me senti radiante, cheio de vigor pra qqr coisa, me senti triste, angustiado tb... Quem leu meu diário sabe do meu envolvimento com uma russa. Foi uma coincidência da vida: qdo eu iniciei meu reboot, nós nos tornamos mais próximos e com a vontade de sermos mais do q amigos. Durante todo o reboot, ela viu em primeira mão meu humor variar e sempre me ouviu e me aconselhou. Tivemos momentos mto ruins, os quais me fizeram perder a fome e o sono, coisas q antes eu nunca havia sentido antes na vida. O q isso tem a ver com o reboot em si?! Foi esta experiência de parar com a PMO q me permitiu sentir minhas emoções totalmente.

Perder a fome eu percebi q foi causado por manter dentro de mim palavras indigestas q eu queria falar com ela sobre assuntos sérios, mas q nunca atingíamos o ponto de conversa. Perder o sono eu percebi q foi por conta de pensar antes de ir dormir sobre todas aqlas palavras e dizendo-as para ela numa conversa cara a cara. Os momentos difíceis aos quais eu me referi, foram por conta de q, qdo nossa conversa durante meu reboot começava a "esquentar", eu sempre pedia pra ela parar e eu sempre limitava quais assuntos podíamos falar (qqr coisa menos sexo explícito, nem imagens sexuais) e um dia em q conversamos sobre isso, eu percebi, pelas palavras dela, como eu fui egoísta em só querer falar apenas sobre como EU queria, o q EU queria, qdo EU queria e até onde EU queria por conta do meu reboot, por pensar q se eu permitisse uma conversa "quente" isso iria me fazer falhar com ela. Isso não foi nada legal da minha parte. Reconheci meus erros, pedi perdão e ganhei uma nova chance dela.

No segundo mês de reboot eu experimentei a primeira variação de humor: numa conversa com ela sobre o reboot, ela me perguntou qdo havia sido a minha vez com uma menina e eu disse q havia sido há mais de um ano. Por óbvio q eu perguntei o mesmo e ela respondeu q havia sido há pouco mais de um mês (um pouco antes de nos tornarmos mais próximos). Meu humor foi de estável a triste em questão de 1h.
Confrontando isso com o meu passado, pensar q até então os últimos 3 anos da minha vida eu passei na PMO, q eu perdi a chance de estar algumas meninas e com as q eu estive eu falhei e passei vergonha, realmente me fez querer chorar. Essa conversa com ela aconteceu duas semanas depois da minha última recaída. Eu estava me sentindo complemente vazio e esse “golpe” realmente me botou ainda mais pra baixo: me senti um lixo pelo q eu fiz comigo mesmo, por ter jogado fora 3 anos da minha vida com PMO, por pensar q ela esteve com alguém recentemente e q eu tb deveria ter feito o mesmo, mas sempre q eu tinha chance eu fugia de estar com alguma menina por ter medo de falhar na hora H. Fiz as pazes comigo mesmo e aceitei o q eu fiz, pois me culpar só trará infelicidade e frustração por querer mudar algo q é imutável. Está feito e eu não posso mudar, apenas posso fazer um novo começo de agora em diante.

Durante todo meu reboot ela soube das minhas alegrias e frustrações. Por algumas vezes ela me disse q, depois q eu o concluísse, eu poderia me "testar" com alguma garota, porém eu nunca aceitei esta ideia, pois: I - não quero me "testar" e II - eu não quero outra garota senão ela, pois é ela quem eu escolhi (detalhe: nós nunca nos vimos pessoalmente).

Por uns dois meses eu fiquei em casa sem fazer nada só pensando no reboot e em atingir o tão almejado sucesso, qdo eu sabia q eu deveria arrumar algo pra ocupar a minha mente e não pensar só nos resultados. Isso estava me fazendo perder a sanidade e foi mto difícil desfocar disso! Eu entrava aqui no fórum quase todos os dias pra ler as histórias de sucesso, relatos, assistia aos vídeo do Gabe Deem e, inconscientemente, eu comecei a tomar as condições e angustias dos outros para mim, qdo eu deveria apenas pegar as instruções gerais e procurar meu próprio caminho. Eu estava praticamente no hard mode, em q qqr foto erótica me fazia ter pensamentos do tipo "ohhh não, isso vai me fazer falhar. Não posso ver isso. REBOOT!!! Vou perder todo meu progresso só de olhar isso". Sim, eu estava começando a ficar bitolado.

Neste mês de dezembro eu arrumei um emprego temporário no shopping, o q me fez cansado fisicamente, mas os meus pensamentos eram somente sobre estar com ela. Eu esqueci completamente do reboot e, por volta de uns 10 dias antes de concluí-lo eu lembrei do q eu estava fazendo. Um dia, qdo cheguei do trabalho, e havia lembrado do reboot, eu decidi me testar: abri um dos meus vídeos favoritos e.... NADA! Não senti qqr tesão ou vontade de me masturbar. Olhei o vídeo e fiquei “hm... tá.... Acontece o q agora? Eu quero fazer isso com ela e não sozinho”. Claro q contei a ela sobre isso e ela gostou.
Qdo eu percebi isso, eu me senti "resetado", pois antes eu estava com MUITO medo de qdo fôssemos para cama, eu iria falhar com ela na hora H, tal como nas minhas últimas experiências. Entretanto, neste momento eu não sei o q esperar de mim. O medo de falhar com ela na hora H desapareceu, mas ao mesmo tempo não sei se irei durar 2min ou 2h com ela... Não sei o q esperar, mas quero mto mto mto mto mesmo descobrir como irei reagir qdo estivermos juntos.


No meio do mês passado, qdo começamos a ter uma conversa explícita, na qual começamos a falar e perguntar o q cada um gosta, eu tive algumas crises de ansiedade. E.g no dia em q falamos desta maneira pela primeira vez, eu fiquei totalmente acuado com mãos e pés frios, coração acelerado, respiração curta e rápida. No dia seguinte eu acordei acuado com um frio na barriga. Perdi a fome e qqr coisa q eu comia me fazia sentir nauseado e com vontade de vomitar. Agora me sinto confortável pra falar com ela sobre qqr assunto e de forma bem natural.
Desde q concluí o reboot, eu "abri a porteira" com ela: nossa conversa não tem limite de assunto nem filtro e falamos o q queremos, qdo queremos. Desde q este ano começou nossa conversa ficou ainda mais carinhosa, conectada e nos assumimos com um casal. Não tenho mais nenhum receio de discutimos p.ex sobre alguma posição ou de ter uma conversa explícita com ela. Não sinto nenhum medo de q isso possa me fazer falhar novamente. Claro, eu mantenho a minha palavra com ela, desde q comecei o reboot, de q não quero vê-la nua por foto ou vídeo, mas tão somente pessoalmente. O q mais me conforta é ela saber de tudo isso, compreender e me apoiar. Me sinto solto e sem pressão de resultados com ela.

Com nossas conversas e fotos dela eu não sinto qqr vontade de me masturbar, mas sim de fazer tudo o q falamos na vida real, ao invés de descontar toda essa vontade sozinho com a minha mão. Tampouco sinto vontade de ver pornografia aleatória e de me masturbar com esta. Qdo vejo alguma foto q ela manda ou eu mando para ela, isso não me desperta qqr tesão. O q me excita são as palavras dela e saber q ela sente o mesmo q eu e somente por mim.
Ela disse q tem algo para me falar pessoalmente sobre eu ter parado com PMO, mas por ora eu sei q ela está mto orgulhosa de mim. No dia 3 deste mês eu decidi me masturbar sem qqr estimulo pra ver se eu conseguia atingir o orgasmo apenas com as sensações físicas e consegui. Antes de fazer isso eu estava receoso por pensar q eu iria me sentir tal como na minha última recaída: vazio e sem energia pra nada. Porém eu não me senti assim. Me senti um pouco relaxado e sem culpa pelo ato. Não conto como recaída, pois não utilizei pornografia, tampouco fantasiei pensando nela e, por óbvio, q contei a ela sobre isso.

Agora vejo q meu reboot foi totalmente baseado na vontade de estar com ela e não com qqr garota q eu conhecer. De fato, foi ela quem eu escolhi e com quem quero estar neste momento e não estou nem um pouco preocupado do q pode acontecer na hora H com ela, pois, como eu disse, ela sabe pelo q eu passei, quais os meus problemas e os compreende.

Por fim, quero dizer a quem quer q esteja lendo isto que vc tb pode alcançar o topo. Tenha fé em vc mesmo e nas suas escolhas, pois dias difíceis com ctz virão. Com ctz será difícil mudar o foco dos seus pensamentos, tal como aconteceu comigo. Não tome as experiências e condições dos outros como se suas fossem! Cada um tem suas próprias variantes. Então pegue as regras gerais, identifique seu problema e ache seu próprio caminho, pois vc saberá qdo estiver "curado" dos seus próprios problemas.

Um forte abraço e acredite em vc mesmo.
avatar
Ed_Fenix
Mensagens : 153
Data de inscrição : 15/10/2016
Idade : 26

Re: EU TB CONSEGUI!

em 19/1/2017, 16:29
Cara, que historia! Parabéns!

_______________________________________
Participe do Meu Diário:
http://www.comoparar.com/t4177-diario-do-ed
avatar
Projeto
Admin
Admin
Mensagens : 1738
Data de inscrição : 27/07/2014
http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Re: EU TB CONSEGUI!

em 19/1/2017, 20:54
Muito massa a sua história WhitePaper!

Eu, e acredito que todo o pessoal do fórum, estaremos torcendo para que dê tudo certo no seu relacionamento.

E se não der, pelo menos um fruto dele positivo você já tem: o reboot.

Parabéns!

Sucesso!




_______________________________________



"Você pode não ter força de vontade para parar de ver pornografia, mas certamente tem para instalar os bloqueadores - Porque ainda não o fez?"

"Prefiro ser escravo dos bloqueadores, do que escravo da pornografia"
Convidado
Convidado

Re: EU TB CONSEGUI!

em 21/1/2017, 05:40
Eu também torço para que esse relacionamento dê certo, vocês parecem se dar muito bem.

Parabéns pelo reboot completo !
avatar
M.V
Moderador
Moderador
Mensagens : 1739
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 37

Re: EU TB CONSEGUI!

em 21/1/2017, 12:40
Parabéns WhitePaper!

Isso ae você se conectou ao mundo real.

ABÇS

Sucesso!

_______________________________________
Veja Meu Diário e Histórias de Sucesso
http://comoparar.forumeiros.com/t1587-novo-tempo-nova-vida
http://comoparar.forumeiros.com/t3600-300-dias-de-reboot-novo-tempo-nova-vida


" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Inspetor
Mensagens : 477
Data de inscrição : 09/05/2015
Idade : 21

Re: EU TB CONSEGUI!

em 23/1/2017, 12:56
Parabéns pela conclusão do reboot irmão, esse um dos mais difíceis desafios a concluir lutar contra o cérebro primitivo nem de longe é fácil.


_______________________________________



Meu diário: http://www.comoparar.com/t1805p525-20-diario-lucas



"A dor pode durar um dia, uma semana ou até um ano. Mas uma hora ela vai sumir e algo bom vai tomar seu lugar. Se você desistir, entretanto, ela irá durar pra sempre"
avatar
Ayil
Mensagens : 32
Data de inscrição : 20/01/2017

Re: EU TB CONSEGUI!

em 23/1/2017, 19:37
Parabéns rapaz sua história nos motiva a seguir nessa luta. O amor nos move....

_______________________________________
Somos seres espirituais vivendo uma experiência humana.

avatar
Marco
Mensagens : 1723
Data de inscrição : 09/01/2017

Re: EU TB CONSEGUI!

em 24/1/2017, 05:54
Parabéns meu amigo. Que história! Sucesso em seu relacionamento e em sua vida.

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

avatar
Batman
Mensagens : 15
Data de inscrição : 16/01/2017

Re: EU TB CONSEGUI!

em 24/1/2017, 13:39
Parabéns pela conclusão do reboot!

_______________________________________
avatar
ilCapo
Moderador
Moderador
Mensagens : 592
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 21
Localização : Pernambuco

Re: EU TB CONSEGUI!

em 25/1/2017, 13:38
Iae parceiro! Que bom que você conseguiu perceber melhoras significativas na tua vida pós-Reboot. Isso nos mostra o quanto a Pornografia nos faz mal e o quanto nós precisamos nos livrar desta droga nefasta. Desejo sucesso na sua jornada, parceiro, e que você esteja sempre firme e forte. Abraços!

_______________________________________


"Champions keep playing until they get it right"
avatar
ConcurseiroDF
Mensagens : 478
Data de inscrição : 03/02/2017
Localização : Taguatinga e quase todo o DF e MG

Parabéns!

em 15/2/2017, 08:58
E sempre bom descobrir que mais alguém venceu o vício.
Fico feliz pela sua vitória, mantenha-se limpo e sucesso com a sua garota.
Fique com Deus.

_______________________________________
''You Shall Not Pass!''







avatar
lutador 1998
Mensagens : 207
Data de inscrição : 21/07/2016
Idade : 20
Localização : em algum lugar do Brasil

Re: EU TB CONSEGUI!

em 27/8/2017, 13:44
Parabéns mano pela sua vitória e seu relacionamento, fica com Deus e sequer firme e forte na caminhada.

_______________________________________
avatar
Conor Mcgregor.
Mensagens : 1164
Data de inscrição : 05/05/2017
Idade : 28

Re: EU TB CONSEGUI!

em 28/8/2017, 07:59
WhitePaper escreveu:Hoje venho postar para vcs o meu relato do meu reboot com total satisfação em poder postar aqui! Perdão pelo título, pois não achei nenhum outro melhor haha

Eu soube q havia algo de mto errado comigo em julho de 2015 qdo fui pra cama com uma colega de turma da faculdade. Tentei na primeira vez e NADA. Ela tentou me ajudar de todas formas possíveis, mas eu não consegui uma ereção (os detalhes estão logo no começo do meu diário. Vou pular esta parte pra não ficar mto grande meu relato). Na nossa segunda vez eu tive de tomar metade de um Viagra pra não passar vergonha novamente. Sim, deprimente e vergonhoso chegar a este ponto. Eu sei...
Naqle momento eu decidi não me envolver com mais ngm até saber o q havia de errado comigo e eu só fui descobrir um ano depois deste acontecimento. Foi um como se as peças do quebra cabeça de unissem e os acontecimentos pretéritos de falhas q eu tive na hora H com outras meninas fizessem todo sentido: a PMO arruinou minha vida sexual. Ela me fez ansioso na hora do sexo. No início do reboot eu achei q meu problema era DE, mas fazendo uma introspecção do q eu vivi, eu me excitava mto nas preliminares e sempre ereto, mas na hora de tirar a roupa em si, eu recuava e queria desistir.

Concluí meu reboot em 18.12.2016. Foram 90 dias em q me senti radiante, cheio de vigor pra qqr coisa, me senti triste, angustiado tb... Quem leu meu diário sabe do meu envolvimento com uma russa. Foi uma coincidência da vida: qdo eu iniciei meu reboot, nós nos tornamos mais próximos e com a vontade de sermos mais do q amigos. Durante todo o reboot, ela viu em primeira mão meu humor variar e sempre me ouviu e me aconselhou. Tivemos momentos mto ruins, os quais me fizeram perder a fome e o sono, coisas q antes eu nunca havia sentido antes na vida. O q isso tem a ver com o reboot em si?! Foi esta experiência de parar com a PMO q me permitiu sentir minhas emoções totalmente.

Perder a fome eu percebi q foi causado por manter dentro de mim palavras indigestas q eu queria falar com ela sobre assuntos sérios, mas q nunca atingíamos o ponto de conversa. Perder o sono eu percebi q foi por conta de pensar antes de ir dormir sobre todas aqlas palavras e dizendo-as para ela numa conversa cara a cara. Os momentos difíceis aos quais eu me referi, foram por conta de q, qdo nossa conversa durante meu reboot começava a "esquentar", eu sempre pedia pra ela parar e eu sempre limitava quais assuntos podíamos falar (qqr coisa menos sexo explícito, nem imagens sexuais) e um dia em q conversamos sobre isso, eu percebi, pelas palavras dela, como eu fui egoísta em só querer falar apenas sobre como EU queria, o q EU queria, qdo EU queria e até onde EU queria por conta do meu reboot, por pensar q se eu permitisse uma conversa "quente" isso iria me fazer falhar com ela. Isso não foi nada legal da minha parte. Reconheci meus erros, pedi perdão e ganhei uma nova chance dela.

No segundo mês de reboot eu experimentei a primeira variação de humor: numa conversa com ela sobre o reboot, ela me perguntou qdo havia sido a minha vez com uma menina e eu disse q havia sido há mais de um ano. Por óbvio q eu perguntei o mesmo e ela respondeu q havia sido há pouco mais de um mês (um pouco antes de nos tornarmos mais próximos). Meu humor foi de estável a triste em questão de 1h.
Confrontando isso com o meu passado, pensar q até então os últimos 3 anos da minha vida eu passei na PMO, q eu perdi a chance de estar algumas meninas e com as q eu estive eu falhei e passei vergonha, realmente me fez querer chorar. Essa conversa com ela aconteceu duas semanas depois da minha última recaída. Eu estava me sentindo complemente vazio e esse “golpe” realmente me botou ainda mais pra baixo: me senti um lixo pelo q eu fiz comigo mesmo, por ter jogado fora 3 anos da minha vida com PMO, por pensar q ela esteve com alguém recentemente e q eu tb deveria ter feito o mesmo, mas sempre q eu tinha chance eu fugia de estar com alguma menina por ter medo de falhar na hora H. Fiz as pazes comigo mesmo e aceitei o q eu fiz, pois me culpar só trará infelicidade e frustração por querer mudar algo q é imutável. Está feito e eu não posso mudar, apenas posso fazer um novo começo de agora em diante.

Durante todo meu reboot ela soube das minhas alegrias e frustrações. Por algumas vezes ela me disse q, depois q eu o concluísse, eu poderia me "testar" com alguma garota, porém eu nunca aceitei esta ideia, pois: I - não quero me "testar" e II - eu não quero outra garota senão ela, pois é ela quem eu escolhi (detalhe: nós nunca nos vimos pessoalmente).

Por uns dois meses eu fiquei em casa sem fazer nada só pensando no reboot e em atingir o tão almejado sucesso, qdo eu sabia q eu deveria arrumar algo pra ocupar a minha mente e não pensar só nos resultados. Isso estava me fazendo perder a sanidade e foi mto difícil desfocar disso! Eu entrava aqui no fórum quase todos os dias pra ler as histórias de sucesso, relatos, assistia aos vídeo do Gabe Deem e, inconscientemente, eu comecei a tomar as condições e angustias dos outros para mim, qdo eu deveria apenas pegar as instruções gerais e procurar meu próprio caminho. Eu estava praticamente no hard mode, em q qqr foto erótica me fazia ter pensamentos do tipo "ohhh não, isso vai me fazer falhar. Não posso ver isso. REBOOT!!! Vou perder todo meu progresso só de olhar isso". Sim, eu estava começando a ficar bitolado.

Neste mês de dezembro eu arrumei um emprego temporário no shopping, o q me fez cansado fisicamente, mas os meus pensamentos eram somente sobre estar com ela. Eu esqueci completamente do reboot e, por volta de uns 10 dias antes de concluí-lo eu lembrei do q eu estava fazendo. Um dia, qdo cheguei do trabalho, e havia lembrado do reboot, eu decidi me testar: abri um dos meus vídeos favoritos e.... NADA! Não senti qqr tesão ou vontade de me masturbar. Olhei o vídeo e fiquei “hm... tá.... Acontece o q agora? Eu quero fazer isso com ela e não sozinho”. Claro q contei a ela sobre isso e ela gostou.
Qdo eu percebi isso, eu me senti "resetado", pois antes eu estava com MUITO medo de qdo fôssemos para cama, eu iria falhar com ela na hora H, tal como nas minhas últimas experiências. Entretanto, neste momento eu não sei o q esperar de mim. O medo de falhar com ela na hora H desapareceu, mas ao mesmo tempo não sei se irei durar 2min ou 2h com ela... Não sei o q esperar, mas quero mto mto mto mto mesmo descobrir como irei reagir qdo estivermos juntos.


No meio do mês passado, qdo começamos a ter uma conversa explícita, na qual começamos a falar e perguntar o q cada um gosta, eu tive algumas crises de ansiedade. E.g no dia em q falamos desta maneira pela primeira vez, eu fiquei totalmente acuado com mãos e pés frios, coração acelerado, respiração curta e rápida. No dia seguinte eu acordei acuado com um frio na barriga. Perdi a fome e qqr coisa q eu comia me fazia sentir nauseado e com vontade de vomitar. Agora me sinto confortável pra falar com ela sobre qqr assunto e de forma bem natural.
Desde q concluí o reboot, eu "abri a porteira" com ela: nossa conversa não tem limite de assunto nem filtro e falamos o q queremos, qdo queremos. Desde q este ano começou nossa conversa ficou ainda mais carinhosa, conectada e nos assumimos com um casal. Não tenho mais nenhum receio de discutimos p.ex sobre alguma posição ou de ter uma conversa explícita com ela. Não sinto nenhum medo de q isso possa me fazer falhar novamente. Claro, eu mantenho a minha palavra com ela, desde q comecei o reboot, de q não quero vê-la nua por foto ou vídeo, mas tão somente pessoalmente. O q mais me conforta é ela saber de tudo isso, compreender e me apoiar. Me sinto solto e sem pressão de resultados com ela.

Com nossas conversas e fotos dela eu não sinto qqr vontade de me masturbar, mas sim de fazer tudo o q falamos na vida real, ao invés de descontar toda essa vontade sozinho com a minha mão. Tampouco sinto vontade de ver pornografia aleatória e de me masturbar com esta. Qdo vejo alguma foto q ela manda ou eu mando para ela, isso não me desperta qqr tesão. O q me excita são as palavras dela e saber q ela sente o mesmo q eu e somente por mim.
Ela disse q tem algo para me falar pessoalmente sobre eu ter parado com PMO, mas por ora eu sei q ela está mto orgulhosa de mim. No dia 3 deste mês eu decidi me masturbar sem qqr estimulo pra ver se eu conseguia atingir o orgasmo apenas com as sensações físicas e consegui. Antes de fazer isso eu estava receoso por pensar q eu iria me sentir tal como na minha última recaída: vazio e sem energia pra nada. Porém eu não me senti assim. Me senti um pouco relaxado e sem culpa pelo ato. Não conto como recaída, pois não utilizei pornografia, tampouco fantasiei pensando nela e, por óbvio, q contei a ela sobre isso.

Agora vejo q meu reboot foi totalmente baseado na vontade de estar com ela e não com qqr garota q eu conhecer. De fato, foi ela quem eu escolhi e com quem quero estar neste momento e não estou nem um pouco preocupado do q pode acontecer na hora H com ela, pois, como eu disse, ela sabe pelo q eu passei, quais os meus problemas e os compreende.

Por fim, quero dizer a quem quer q esteja lendo isto que vc tb pode alcançar o topo. Tenha fé em vc mesmo e nas suas escolhas, pois dias difíceis com ctz virão. Com ctz será difícil mudar o foco dos seus pensamentos, tal como aconteceu comigo. Não tome as experiências e condições dos outros como se suas fossem! Cada um tem suas próprias variantes. Então pegue as regras gerais, identifique seu problema e ache seu próprio caminho, pois vc saberá qdo estiver "curado" dos seus próprios problemas.

Um forte abraço e acredite em vc mesmo.

WhitePaper parabéns pelo reboot...Se cuida amigo. Boa sorte com a russa!
avatar
Cleitaaaum
Mensagens : 8
Data de inscrição : 26/07/2017

Re: EU TB CONSEGUI!

em 1/9/2017, 13:39
Mas você se curou completamente da DE, amigo? Se sim, quanto tempo depois você notou que ficou curado?

Muito bom o seu relato, vamos que vamos! Parabéns!
avatar
WhitePaper
Mensagens : 24
Data de inscrição : 17/08/2016
Localização : São Paulo

Re: EU TB CONSEGUI!

em 26/11/2017, 19:49
[justify]@Cleitaaaum Descobri recentemente q não tenho DE, mas meramente ansiedade de performance. Isto pq eu me excito MTO com beijos, toques e carícias, mas na hora da penetração em si eu fico nervoso e se não consigo penetrar logo de primeira, eu fico mais nervoso ainda e vira uma bola de neve me fazendo broxar, como consequência. Então concluí que se preliminares me excitam, mas na hora da penetração eu fico nervoso, isso não é DE, pois se fosse eu sequer me excitaria com com os beijos e toques de uma mulher de vdd. Concordam?!

__________________________________________________________________________________

No fds passado eu tive a oportunidade de transar com uma garota! Eu não gosto dela tampouco a acho atraente, então era apenas sexo por sexo. Pensei q seria uma oportunidade de saber como estou...
Pois bem, lá fui eu até Minas pra conhecê-la e já sabendo do q iria acontecer entre nós. Fui confiante de q meu desempenho seria satisfatório, mas a vdd foi bem diferente: no começo eu estava bem excitado com as preliminares, mas na hora da penetração eu não consegui de primeira e aí comecei a ficar mais nervoso ainda, o q resultou em uma broxada. Não desanimei por isso! Pouco depois eu me abri com ela dizendo q ela era a primeira menina com quem eu ia pra cama em mais de dois anos, q eu tinha ansiedade na hora do sexo, sobre ter parado com PMO e q o problema não era ela. Ela foi bem compreensiva com a situação, o q me deixou um pouco mais relaxado, mas ainda tenso comigo mesmo. Naqla mesma noite qdo ela me chupou eu consegui gozar, o q eu nunca havia conseguido antes!! No dia seguinte de manha eu acordei ereto e tentei penetrá-la, mas o nervosismo tomou conta de mim e perdi a ereção.

Somado a esta situação, a russa com quem eu converso simplesmente não me respondeu naqle dia e aí comecei a ter uma crise de nervosismo que literalmente me nauseou, pois pensei q ela tinha descoberto onde, com quem eu estava e o q fazendo. A menina com quem eu estava percebeu meu nervosismo e tentou me acalmar, e só comecei a relaxar depois q percebi q a russa q "namoro" não sabia de nada e de ter tomado dois calmantes...

Mais tarde naqle dia qdo estávamos na cama e eu mais relaxado, eu tive uma ereção q julguei satisfatória e ela viu! Consegui penetrá-la e logo depois... EP (não durei nem 1min!!!). QUE TAMBÉM FOI A PRIMEIRA VEZ NA VIDA QUE TIVE! No mesmo dia qdo tentamos transar novamente, eu consegui uma ereção decente, consegui penetrá-la, mas no logo depois, por conta do nervosismo, perdi a ereção. Daí pra frente simplesmente desisti em tentar novamente, pois vi q o tesão carnal q eu tinha simplesmente se foi. As minhas ereções estavam indo e vindo a toda hora, então percebi q isso era devido apenas ao nervosismo, pois nos demais momentos eu me excitava facilmente.

Qdo voltei pra casa e pensando no q aconteceu, vi pontos negativos e positivos.
Negativos: I - EP;
II - nervosismo na hora da penetração;
III - resposta negativa a estímulos sexuais diretos.

Positivos:
I - consegui ejacular com sexo oral;
II - EP (pois somando ao I mostra que meu pênis está sensível);
III - ótima resposta a estímulos sexuais indiretos.

Então esta experiência não foi de todo ruim e não vejo meu fracasso com algo deplorável, pois enxerguei pontos positivos nele!

Esta menina em questão não tem atributos físicos ou pessoas que me atraem (ela é MTO baixinha, mas tb mto gente boa e compreensiva). Decidi transar com ela pq surgiu a oportunidade e eu estava com vontade de sexo, porém neste caso de sexo casual, o físico dela não me atraí. Na próxima vez que me surgir oportunidade irei pra cama com uma moça q me atraia minimamente, física ou pessoalmente.  

________________________________________________________________________________________________

Qto ao meu reboot, desde julho consegui um emprego na minha área de formação e este tem demandado MUITA atenção da minha parte, então não sobra espaço na minha mente para pensar sobre reboot e os detalhes que o cercam. Entretanto, o trabalho me causou um grande stress mental q eu não estava conseguindo aliviar com outras atividades e, como consequência, por algumas acabei praticando PMO, noutras apenas P e noutras apenas MO (nestas não me senti culpado ou angustiado pensando q isso prejudicaria minha performance na cama).

Agora q identifiquei de fato meu problema, gostaria de saber como tratá-lo. Vcs têm alguma sugestão?!

Abraços a todos q leram minhas mensagens e pelas respostas de ajuda!
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum