Compartilhe
Ir em baixo
Rejanef
Mensagens : 9
Data de inscrição : 25/01/2017

Relato de uma esposa sem chão

em 25/1/2017, 12:45
Ola pessoal, gostaria imensamente de ajuda. Sinto que meu casamento esta acabando, ou já acabou.
Eu e meu marido nos conhecemos e namoramos super pouco. Logo resolvemos casar. Parte por ele ser das forças armadas e estar de mudança e parte por estarmos completamente apaixonados. Apos a mudança ele me informou que preferiria não ter relações sexuais por conta de princípios religiosos. Eu concordei pois o amo muito e se ele acreditava que isso era melhor para nos porque não fazer?! Casamos e com 1 mês de casamento ele me contou do vicio dele. Foi um dos piores momentos da minha vida. Ele me falou que quando nos conhecemos ele ficou 3 meses sem e foi o período mais longo que ele conseguiu. Falou que eu NUNCA conseguiria ser para ele na cama o que ele via na internet e mais um monte de coisas que me atormentam e baixam a minha auto-estima a todo momento que eu lembro. Nunca consegui confiar nele por completo. Para mim toda as vezes que ele esta no banheiro ele esta se M, quando ele esta longe, ele esta se M, na casa da minha mae, nos pais dele, no trabalho, enfim... algo que foge ao meu controle e a minha sanidade mental.
Decidi que não conseguiria e realmente quis acabar com meu relacionamento, meu casamento, e qualquer contato que tivesse com ele. Conversamos muito, e ele me falou da doença, que procuraria um tratamento, que haveriam recaídas, mas que ele tentaria.
Topei continuar. Descobri mas multas vezes suas recaídas. Sempre me sentia traída, usada, humilhada, desprezada, mas resolvi ir tentando. Por nos, por ele que sempre falava da minha importância na vida dele e pelo amor que sinto.
Amor esse capaz de me fazer aceitar coisas que jamais pensei.
Tivemos 1 filho, e mais recaídas. Mais dificuldades.
Eu faço medicina e resolvi abrir mão de muitos sonhos para viver a vida em família que ele me propôs e eu sonhei depois que o conheci. Mais recaídas, Mais traições, mais desgosto meu. Mais lagrimas no meio da noite pensando: pq eu não sou suficiente, pensando o que posso fazer para melhorar e ele não precisar mais disso. Mais mentiras dele, mais gastos no cartão de credito com P em momentos que não estávamos bem de grana. Mais eu me sentia traída.
Ele começou a desenvolver transtornos de ansiedade graves, eu o auxiliei a procurar um psiquiatra pq não estava mais nas minhas ou nas mãos dele e ele estava precisando pois já estava doente e afetando seriamente o físico dele. Ele o fez.
Me propôs outro filho, pois sempre quis uma família numerosa. Resolvemos engravidar novamente. Engravidei super rápido e com a gravidez meus medos e inseguranças só aumentaram.
Ele com a ajuda do psiquiatra, descobriu o fórum e esta participando. Me mostrou e relutei em entrar, parte por não querer acreditar, parte por medo e orgulho.
Hoje, com um filho de 1 ano e 6 meses e gravida de 6 meses, sozinha, pois meu marido esta em uma missão a dias sem dar noticias, comendo o pão que o diabo amassou, depois de trancar minha faculdade que tanto lutei para entrar, vi que ele gastou mais de 600,00 reais em P. só no mês passado. Ele deixou o email logado e vi que um único site ele chegou a gastar 200,00 reais em 1 único dia. Isso depois de ler o livro, ir ao psiquiatra, tomar remédio e muita conversa. Esse site por sinal era de ciber-sexo. Sexo que não temos mais com freqüência, por desinteresse dele e por esgotamento meu cuidado do nosso filho praticamente sozinha por tanto trabalho e viagens dele.
Meu sentimento? Estou exausta de mentiras, traições, desculpas. Me sinto um lixo. Sinto que eu abri mão de uma carreira brilhante, de um futuro promissor por acreditar em um amor que para ele não vale a pena nem pela força de vontade de se manter afastado. Minha vontade e de pegar meu filho e sumir. Estamos a meses sem fazer sexo, eu sinto falta dele, pelas viagens intermináveis, pela ausência mesmo quando ele está em casa.
Abri mão de uma vida confortável. De ir ao salão de beleza com frequência, de fazer cursos, festa para meu filho para economizarmos e ele em 1 mês gasta mais de 600,00 em um único site de ciber-sexo?!
Não sei mais o que fazer. Já instalei bloqueadores no celular, a pedido dele. Já mudei senhas, ja vi palestras, ja me mostrei abertas para conversas sem julgamentos, ja briguei, ja fui mais tranquila, ja perdi a esperança, ja rezei, ja xinguei, ja fiz de tudo. São mais de 5 anos juntos convivendo com isso dia após dia. A 5 anos me sinto a pior mulher do mundo. A 5 anos guardado seu segredo comigo, junto com minhas lagrimas e minha imensa solidão. Só que cheguei ao meu limite. Não depende de mim e ele parece se entregar de uma forma que tudo deixa de fazer sentido. Que ele sabe que me magoa, sabe que eu já estou cansada, mas para ele a família que ele fala amar tanto não vale mais que seu login em sites por ai, ou sabe Deus mais o que...

Alguém mais com alguma experiência parecida? Alguma luz? Não sei mais o que fazer...
avatar
Wolverine
Mensagens : 816
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 33

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 25/1/2017, 13:07
Olá Rejanef!

Seja bem vinda ao fórum.

Não sei se você já leu o e-book "Vício em Pornografia como Parar?", mas desde já adianto que o problema não está em você, e sim nele. Você poderia ser a mulher mais atraente e linda do mundo, que ainda assim ele iria preferir a pornografia. Dessa forma, não se culpe ou não se cobre por não corresponder as expectativas irreais dele.

Outra coisa é que somente ele mesmo pode fazer o reboot de pornografia. Assim, toda a motivação, dedicação, empenho e força para vencer o vício têm que partir dele. Por mais que você fique do lado dele, lhe dê apoio, a decisão de largar o vício deve vir dele. Portanto, por mais difícil que a situação seja, tenha a consciência tranquila de que você sempre fez a sua parte para ajudá-lo.

Como não sou casado, não tenho experiência para orientá-la como queria. No entanto, aqui no fórum existem muitas pessoas casadas e que com certeza saberão ajudá-la.


Grande abraço!

_______________________________________

Rejanef
Mensagens : 9
Data de inscrição : 25/01/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 25/1/2017, 13:14
Obrigada pelas palavras... eu vou ler sim...
avatar
M.V
Moderador
Moderador
Mensagens : 1739
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 37

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 26/1/2017, 09:45
Rejanef escreveu:

Alguém mais com alguma experiência parecida? Alguma luz? Não sei mais o que fazer...

Olá seja bem vinda

Olha! não sei se você e seu marido já leram os materiais E-BOOK desse site se já assistiram aos vídeos do Gary Wilson, se não fizeram ainda, recomendo que façam esse esforço.
Um vício caracteriza-se pela falta de controle no consumo de determinada substância o que ocasiona em prejuízo nas principais atividades importantes do dia a dia. O vício em pornografia e Masturbação é algo silencioso e com enorme capacidade destrutiva. Livrar-se desse vício não é tarefa fácil, mas é possível. Sentimentos de culpas, emoções negativas, falta de perdão são totalmente contra produtivos na luta contra o vício em pornografia.
Na luta contra esse vício vale mais a pena a leveza, o amor, a busca pela paz de espírito do que qualquer busca neurótica pela libertação. É importante não confundir as coisas, está buscando a leveza e a paz de espírito não significa está em contato ou no meio de pornografia, equipamentos (notebook, pcs, tablet, smartphone etc) devem está totalmente bloqueados e livres de porno. Evitar discussões a esmo na internet, redes sociais cheias de gatilhos, procurar se ligar ao natural à vida real, buscar por atividades reais que promovam paz de espírito e que liberem sensação de bem estar (atividades físicas por exemplo são boas fontes de dopamina natural).

Vivam a vida real sem peso e sem cobrança exagerada, isso não significa dizer sem responsabilidade e objetivos.

Abçs.

Sucesso!!!

_______________________________________
Veja Meu Diário e Histórias de Sucesso
http://comoparar.forumeiros.com/t1587-novo-tempo-nova-vida
http://comoparar.forumeiros.com/t3600-300-dias-de-reboot-novo-tempo-nova-vida


" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Fake Anonimous
Mensagens : 172
Data de inscrição : 16/01/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 27/1/2017, 12:37
Rejanef boa tarde.

Que triste o seu relato. Primeiramente devo agradecer por te-lo escrito, você me ajudou bastante a ter uma visão do ponto de vista da minha esposa.

Como já foi dito aqui. Você não tem problema nenhum. Infelizmente o problema está em seu marido, pois se estivesse em você já o teria resolvido, somente pela força de vontade que demonstrou em seu relato.

A ilusão da pornografia é injusta. Não há como comparar uma atriz porno, ou várias atrizes pornos, com uma mulher real. Existe um contexto de fantasia por trás de um vídeo porno. Pois basta, se não gostarmos de determinda atriz, dar mais um clic e passar pro próximo vídeo, até achar uma de nosso gosto tendo uma infinidade de opção. Mas quem deve enxergar isso é seu marido, que ele está iludido e vivendo em um mundo de virtual.

Eu desejo toda força do mundo para vocês. Espero que superem tudo isso.

_______________________________________



Visitem aqui meu DIÁRIO
avatar
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 550
Data de inscrição : 20/09/2015

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 30/1/2017, 11:43
A ilusão é sempre mais doce que a realidade.
Essa é uma frase que o meu parceiro disse certa vez, para descrever o que ele sentia.
Você já leu o Primo Basílio? Se sim talvez você entenda melhor o que eu quero falar, se não eu darei só a ideia da crítica que o Eça de Queiroz faz.

A mulher é casada com um homem gentil e trabalhador, que a respeita, que é um homem digno, só que ela vê no primo dela as características de um cavaleiro dos romances que ela costuma ler (O Primo Basílio é um livro de crítica aos contos românticos).
Por ela ver tais características 'ideais" ela não consegue reparar que Basílio na verdade é um canalha de primeira, e acaba tendo um romance com ele, que na verdade não supre em nada as necessidades dela e a coloca em risco diversas vezes.

A pornografia é mais ou menos isso, ela satisfaz as necessidades implantadas durante a educação de cada homem e que por muitas vezes não condiz com a realidade. Há uma pressão desde a adolescência para que eles adotem um comportamento de homem viril, mas nem todos tem essa natureza, e os que tem nem sempre conseguem tal proeza de conseguir pegar as melhores mulheres do bairro e fazer com que todas suspirem e implorem por mais uma noite de puro prazer. Isso somado a diversas outras pressões e facilidades acaba a pornografia saindo a primeiro momento como uma fuga e posteriormente como uma necessidade.
É só olhar como a pornografia é implantada na nossa cultura, santa na vida e puta na cama, mulher boa de cama não pode ter frescura (frescura essa que nos polpa de sair lesionada pós sexo e sentir prazer), homem de órgão pequeno não da prazer.....E olha que há pouca pornografia voltada para mulher, agora imagina como informações distorcidas sobre o sexo chegam nos jovens: Há necessidade de durar mais de X minutos, há necessidade de gozar x ML para a garota gostar, se não gemer alto não gosta, se não for fácil você não é bom.... É muita pressão que só a imaginação pode preencher, como fazemos ao olhar no catálogos de revistas, sonhamos em ser lindas como as modelos, ai na verdade isso gera um grande problema em não nos aceitar.

Escrevi esse longo texto só para você entender que para tratar da pornografia é necessário antes entender a necessidade da pessoa, de tratar a auto confiança dele, de ele realmente querer sair do vício e que A CULPA NÃO É SUA, e que VOCÊ NÃO TEM OBRIGAÇÃO DE CONTINUAR COM ELE SE NÃO FOR MAIS POSSÍVEL PARA VOCÊ.
Nós vamos ficando doente com eles, não se permita isso, não se compare a uma atriz, você é linda afinal ele casou com você porque é diferente de qualquer outra nesse mundo, você é especial e já é uma grande mãe e mulher em tentar até agora salvar seu casamento, porém um casamento não é feito só de uma pessoa, você não pode se anular por ele, pense no que pode ser feito, mas pare de se anular pelo seu marido.
Se quiser desabafar sempre estarei aqui.

Forte abraço.
avatar
Lua
Mensagens : 178
Data de inscrição : 07/06/2016

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 2/2/2017, 07:28
Depois de tudo que meus companheiros falaram, não tenho mais quase nada a dizer.

Mas lembre-se, você não está sozinha. Se precisar de ajuda, continue vindo aqui. Estamos todos juntos e torcendo por você!

Tudo de bom!

_______________________________________
Meu diário: http://comoparar.forumeiros.com/t3362-namorada-de-um-rebooter

Muitos não dão valor aos dias de luta porque esquecem que são deles que se fazem os dias de glória. Só desista de desistir!
avatar
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1068
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46

Invista na sua auto-estima.

em 2/2/2017, 13:05
Redjane, isso tem a ver com a PMO. Não tem nada a ver com você. Eu, por exemplo, estou super feliz com a G e nos realizamos em todos os sentidos. Mas estou há quase um ano limpo. No passada eu já namorei com a G por três vezes e já acabei o namoro por motivo nenhum.

Essas atitudes dele não significa que ele não a ame, significa apenas que ele está doente. Não deixe que as ações dele solapem a sua auto-estima.

A chave da questão agora é, independentemente dele querer fazer o reboot ou não, você investir em você mesma: na sua auto-estima, no seu autoconhecimento, nos seus projetos de vida, na sua saúde física através de exercícios.

Uma terapia seria uma excelente pedida, para você e para ele. Para você, porque a ajudará a lidar melhor com essas questões do seu casamento e também vai elevar a sua auto-estima.

Vale a pena você investir também na sua espiritualidade aprofundando-se nas orações e na religião que você pratica. Ore por ele, mas ore por você também.

Seja um pouco egoísta e foque em você! Se você conseguir se amar cada vez mais e ser verdadeiramente feliz independentemente das atitudes dele, você conseguirá irradiar essa energia de felicidade para ele e ajudá-lo muito mais.

Se você quiser realmente se separar, faça-o de cabeça fria e com muita, muita calma. Uma separação deve ser igual ao impeachman de Dilma: lento, gradual, com amplas possibilidades de defesa Very Happy Very Happy Very Happy

Estamos com você! Sempre que precisar pode desabafar conosco. Um abração: Antônio

_______________________________________
avatar
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1068
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 2/2/2017, 13:05
Rejanef, desculpe, digitei o seu nome errado!

_______________________________________
Rejanef
Mensagens : 9
Data de inscrição : 25/01/2017

Atualização

em 27/4/2017, 10:46
Bom pessoa, eu estava realmente muito abalada quando descobri tudo que se passava com meu marido. Chegamos a fazer as contas e ele gastou DOIS MIL reais em pornografia em menos de 3 meses. Isso num momento que me sentia culpada por comer um bolo ao sair de 8 horas de aula e antes de pegar minha segunda jornada no transito. Detalhe, gravida de 6 meses e com um bebe de 1 ano e 6 que só tinha a mim. Ou pelo pai sair de casa antes de acordar e voltar quando ele já estava dormindo ou por viajar muito a trabalho. Enfim, como falei tudo isso me machucou muito.
Conversei com ele, ele me pediu ajuda, falou que precisava seguir em frente. Que ele já estava no reboot e tudo isso tinha acontecido antes.
Liguei para um padre para me orientar, precisava falar com alguem, mas alguem que não o julgasse. Ele é meu marido e por mais que esteja machucada sabia que estava doente. Rezei, Rezei por dias, noites. Perdi peso mesmo estando gravida. Chorei até não poder mais. As pessoas me olhavam e sabiam que não estava bem mas nao falei com ninguém. Até falar com ele.
Ele me ligou no meio da viagem e me pediu para conversar com alguem pq sabia que eu nao podia passar por tudo aquilo estando gravida e tal. Me sugeriu procurar o pai dele, pessoa que ele admira muita e tenho um otimo relacionamento. O fiz. O pai dele se mostrou bem disposto a ajudar e se mostrou do meu lado. Me deu um abraço que jamais vou esquecer. Juntou meus pedaços e me fez ter esperanças em tentar mais uma vez.
Ele voltou de viagem e conversamos muito. Cheguei a procurar o medico psiquiatra dele mas nao tive resposta. Gostaria de saber como proceder. Ate o que posso esperar. Realmente ia tentar novamente mas dessa vez a ser com toda as armas estivesse ao meu alcance. E ia ajudar a dar certo. Nos iamos vencer. Eu acreditei nisso.
Seu cel já estava bloqueado, retirava a internet de casa todas as noites. Passava por cima de mim e tentava ser o mais carinhosa possivel. Nunca negava sexo quando ele pedia, por mais que estivesse exausta e por mais dor que sentisse pela gestação. Eu cheguei acreditar que dessa vez ia.
Ai, um belo dia, depois de toda a familia dele na minha casa, depois de cerca-lo de pessoas que ele gosta, de me desdobrar fazendo um almoço para agrada-lo, uma sobremesa gostosa. Deixa-lo bem e livre, cuidando do nosso filho. Fui dormir exausta e esqueci a internet ligada. Bastou 1 dia, 1 dia e ele teve a recaida. Eu perguntei e ele negou de primeira mas logo em seguida falou que sim.
Que facada. Novamente me vi ali, no fundo do poço. Sem o homem que amava. Depois de tudo, de todas as promessas, de todas as conversas, de todos os livros. Ele realmente sabia de tudo e procurou novamente. Sabendo o mal que me causaria e ele procurou.
Eu novamente estava sozinha, gravida de 7 meses e com um bebe para cuidar. Me senti uma idiota por acreditar nele.
Ele novamente me conveceu. Me falou que isso nao zerava o progresso dele. Que ele ja tinha notado uma melhora significativa. que precisava da familia dele ao lado dele e que ele se arrependia.
Novamente eu fiquei. Fiquei por ele. Nao por mim. Mais uma vez o meu eu foi esquecido em prol do meu casamento. Da minha familia. E da vergonha que teria tb por deixa-lo sem poder falar o real problema. Pena, senti muita pena dele. Ele arriscou o que ele ama por essa droga. Ele se colocou em risco. Colocou ficar longe dos filhos que nao tenho duvida que são a verdadeira gasolina da vida dele.
Hoje estou existindo ao lado dele. Tem dias de grandes demonstrações de amor, tem dias de total frieza. Ele tem ditado o ritmo do nosso relacionamento a 2. Talvez pelo meu medo de coloca-lo em algum gatilho e talvez pelo meu desinteresse também. Afinal não confio mais. Quero acreditar nele. Eu tento. Com todo meu coração. Mas não consigo. Prefiro não pensar nisso.
9 meses de gestação e uma culpa pela minha contante tristeza. Não queria que meu bebê viesse nesse momento em que estou. Queria estar bem comigo mesma. Bem em realizar esse sonho de ser mãe a lado do homem que amo. Mas Deus sabe de todas as coisas. Entrego na mão dele e rezo para meu marido e por mim sempre. Para ter forças para continuar e quem sabe um dia te-lo para nós de uma forma inteira.
Esse site ajuda bastante nesses momentos. Posso não publicar sempre mas sempre leio os relatos. Enfim, Obrigada pela ajuda.
avatar
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 550
Data de inscrição : 20/09/2015

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 27/4/2017, 13:20
Amada, se você está sendo a única a se sacrificar está fazendo errado.
Um relacionamento é uma parceria onde ambos tem 50% da responsabilidade desse projeto.
Se você está fazendo isso porque será mãe, já te digo que é melhor parar, os filhos sofrem muito mais em um relacionamento destruído mas que as partes insistem em manter as aparências pelo bem deles, do que casais que se resolveram e seguiram em frente separados.
Mas vou pressupor que está nessa porque o ama e acha que ele vale a pena.
Primeiro você deve entender e perdoar seu marido, essa falta de confiança é ausência de perdão, e isso demora um pouco para acontecer por completo, então não alimente sua insegurança, e tente valorizar as coisas boas na relação.
Segundo, se você se sente se sacrificando muito mais no relacionamento, se colocando em segundo plano, é melhor mudar AGORA, como eu disse no começo esse sacrifício tem que ser 50% para cada um, ele tem que entender que você está gravida e que sexo dói, se ele te culpa por isso, é melhor sair fora, pois sexo é prazer e não dor.
Sobre se por em segundo plano, se continuar assim vai acabar amargurada e espantar tudo que há de bom na sua vida, dependendo do tanto de tempo até seu filhos no futuro, é só olhar para o lado e ver que gente que se apaga, faz mal para ela mesma. Então aproveite sua gravidez pelo fato de estar sendo mãe e não de gerar uma família no sentido tradicional, afinal seus bebês precisam de pessoas equilibradas ao redor deles e seguras para que eles se tornem adultos bem resolvidos e não cheio de culpas ok???

Você é uma mulher forte e bem sensível, para de tentar ser o Atlas e levar o mundo nas suas costas, você precisa dividir essa carga e o seu marido vai entender isso.

BEIJOS
Convidado
Convidado

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 27/4/2017, 17:59
Quantos anos seu marido possui? Ele já disse alguma vez que vai frequentar algum fórum relacionado a abstenção do consumo de pornografia?


Última edição por AsasDaliberdade01 em 27/4/2017, 18:23, editado 1 vez(es)
Convidado
Convidado

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 27/4/2017, 18:23
[Mensagem Repetida]
Tuga
Mensagens : 118
Data de inscrição : 19/08/2015

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 28/4/2017, 13:14
https://www.youtube.com/watch?v=MwpMEbgC7DA&spfreload=1

Decidi compartilhar este vídeo aqui porque me parece retratar claramente o que se passa conosco, maridos viciados em PMO e o dano que causamos a nós e a nossas companheiras.

Quem não entende inglês pode procurar o mesmo vídeo legendado.

_______________________________________
Rejanef
Mensagens : 9
Data de inscrição : 25/01/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 1/5/2017, 22:36
Olá pessoal! Sim meu marido já frequenta o fórum e faz o rebut, faz também tratamento com um psiquiatra especializado no assunto que da até alguns cursos. Ele também já leu diversos livros. Ele tem 31 anos.
Isso que me consome mais. Eu sei que ele tenta também. Sei que para ele não é fácil mas novamente ele cai.
Hoje tentamos ter relação e nada. Ele não conseguiu. Várias pensamentos me atormentam. Por mais racional que tente ser nessas horas o lado emotivo fala mais alto. Minha vontade? Desistir. Cheguei bem próximo ao meu limite. Ou já passei dele...
Mas nenhuma decisão deve ser tomada de cabeça quente. Então vamos esperar... novamente as lágrimas rolam pelo meu rosto mas dessa vez eu já estou me importando menos...
Um dia após o outro para ele e para mim...
quanto a música. Nos esposas/ namoradas percebemos tudo isso. Sabemos que não somos únicas. Que vocês estão esgotados. Isso é muito triste. Pois, falo por mim, tenho muito a oferecer. Mas ele não pode receber. Porque cansamos. Chega uma hora que não da mais....
avatar
Luis Santos
Mensagens : 1298
Data de inscrição : 13/01/2015

Seu marido criou um diário aqui?

em 2/5/2017, 07:58
Rejanef


Seu marido criou um diário aqui no fórum? Ele tem participado ativamente?




Abraço!

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: http://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: http://comoparar.forumeiros.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
susu
Mensagens : 8
Data de inscrição : 13/06/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 13/6/2017, 23:09
Oi querida,
Tive um caso parecido, porem não tenho filhos.
Foram anos de luta, porque a P, na minha opinião é indício de algo mais sério — a falta de compromisso com o casamento. (A menos que ela seja acordado por ambas as partes)
O resultado foi que a P levou meu marido a ter interesse em outras mulheres, eu me sentia um lixo, foi quando descobri a 1 traição, perdoei, lutamos...enfim...longa historia. Eu sempre percebi o olhar dele pra outras mulheres, cheguei a ficar paranóica e me achar louca. Bom, o resultado foi que ele foi caindo..., me tratando mal, não aguentava mais q eu o aconselhasse (um pouco de orgulho e arrogância). Ate que ele desencanou e quiz fazer tudo que ele realmente cultivou em pensamento... sai de casa e em uma semana ele já estava com outra, disse que me amava, que eu sou a melhor pessoa q ele conheceu, mas que ele não aguentava mais viver uma vida dupla. Eu sai de casa desempregada, sem marido e sem meu melhor amigo. Perdi o chão e a vontade de viver. Me senti culpada, eu sabia que era muito mais bonita que as mulheres que ele estava interessado e que ele envolveu, ele até admite isso, mas o que ele queria não era beleza, era conquista.

Por isso te digo: não se culpe! Os erros do seu marido não tem nada a ver com vc, sua personalidade ou aparência. O problema é dele, e se ele não estiver totalmente decidido a fazer mudanças drásticas, durante longo período ele só vai piorar. Serio!
Caso vc esteja pensando em separação, vc tem direito, mas saiba que não é tão fácil. eu ainda me sinto péssimas, choro muito, mas com ajuda (profissional e de bons amigos) a gente supera. É uma marca de jamais vai ser apagada, mas nos ensina muito.
Hoje estou mais esperançosa, mas os sentimentos oscilam...e muitas vezes bate uma solidão.

Vc tem a vida toda pela frente. foi abençoada com filhos....parece ter saúde. Não desista da sua vida! Se cuide e tenha planos...a curto, médio e longo prazo. Conquiste sua independência financeira, cultive seus amigos, faça uma lista de atividades, planos e sonhos.
Saiba que vc não é a única!
Se prepare e força, não vai ser fácil mas vc vai se sair bem se fizer o bem!
Um grande abraço
avatar
EspíritoAzul
Mensagens : 29
Data de inscrição : 31/05/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 29/6/2017, 14:41
Olá Rejanef,
Estou acompanhando seus relatos e torço por melhoras significativas o quanto antes. Estou lendo o relato e pensando e sentindo na pele o quão mal faço para minha namorada. Esse tópico vem para ajudar dar aquele tapa na cara para mudar minha realidade. Espero que seu esposo leia seus relatos e fique comovido como fiquei.
Desejo dias melhores.

_______________________________________





Total de dias em recaída em 2017: 16
avatar
Budista Rebooter
Mensagens : 505
Data de inscrição : 08/07/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 12/7/2017, 12:57
Rejanef, apoia é fundamental, mas mais importante ainda é você viver, você ter o seu próprio brilho em conjunto com o seu marido. Procure voltar a fazer faculdade, procure tentar conciliar pois você está sofrendo e neste sofrimento você está jogando a culpa em seu marido, mas as decisões são suas, não o culpe por trancar a faculdade, você pode fazer a qualquer momento e melhor: continuando casada com sua família.

Tenha certeza que o gasto em pornografia ele não faz por mal, fez por doença e as recaídas são o fundo do poço, ou seja, o cérebro está altamente viciado e nesse momento é necessário apoio

_______________________________________






Acompanhe meu diário


Vamos lá debater, serei eternamente grato!
http://www.comoparar.com/t5410-diario-do-budista

Valeu pelo apoio!
lindaflor
Mensagens : 1
Data de inscrição : 30/06/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 13/7/2017, 11:04
Li seu relato e é exatamente como eu me sinto...
Eu não consigo confiar nele, sempre acho que ele está caindo e não está fazendo sério o reboot.
Muita força pra nós..
Só quem é esposa e tem um marido viciado sabe o que sentimos.
Tem horas que eu revolto, penso existem muitos homens no mundo e eu casei com um viciado, mas na maior parte do tempo eu o apoio.
Força pra vc
avatar
Arqueiro
Mensagens : 715
Data de inscrição : 10/01/2016
Idade : 25

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 13/7/2017, 13:38
Sinceramente nunca vive um relacionamento, a unica coisa que eu poço dizer é tenha fé, acredite que é possível e tudo dará certo,

deixo aqui um filme que inspira casais em crises a terem esperança a diferença é que o ator do filme é  um militar do corpo de bombeiro enfim encoraja ela a ver com você quando ele estiver por perto

A prova de fogo

https://drive.google.com/file/d/0B6lpTnwH5cgESi1xcnRJMGZ4WFE/view

_______________________________________


Diario
http://www.comoparar.com/t2365p650-24-arqueiro-de-jesus-fe-coragem
Rejanef
Mensagens : 9
Data de inscrição : 25/01/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 27/10/2017, 01:32
Bom vou atualizar vocês... Sinto que devo isso. O site tem me ajudado tanto e posso ajudar outras pessoas!

Muito tempo se passou e muita coisa aconteceu.

Meu marido continuou com o tratamento dele e isso ajudou muito a ele. Por conta do vicio ele teve um disturbio metabólico e alterou todo o funcionamento do corpo dele e ele tem sentido isso na pele. Até o nivel de testosterona dele estava alterado.

Meu marido estava motivado a tentar e eu também. Consegui um tempo a sos. combinei com minha mãe para ficar com o menor e como estava com 9 meses esse seria nossa ultima oportunidade de sair para jantar. Reservamos uma mesa em um restaurante que eu queria ir desde de o tempo de namoro, me arrumei toda, falei da minha intenção de comemorar todas as datas que tinhamos que comemorar e não conseguimos e estava super animada. Me arrumei toda, fui para casa da minha mãe, deixei o mais novo e esperei ele. Ele se atrasou, eu com fome e medo, mas no fundo já sabia o motivo do atraso. Sim ele recaiu de novo. Jogou tudo pro alto. Eu pedi divorcio, com 9 meses em um sabado e ele chorou, falou que ia se afundar, eu tive medo, pena, raiva, tive tudo. Estava paralizada com tudo isso que estava passando. Chorava e as pessas achavam que era por contrações do bebe, eu falav que sim, mas era meu coração que doia de mais!! No domingo era dia das mães e eu coloquei um sorriso no rosto e resolvi me afundar em coisas para não pensar no que estava acontecendo. No domingo começaram as contrações e meu bebe nasceu na segunda.

Eu sempre desejei ter um parto normal e com todo o acontecimente desejava ainda mais com medo de ter depressão pos parto. Um tempo antes tinha lido um relato para ele e tinha pedido para ele me apoiar. No momento eu nem sabia se eu queria ele ali ou não mas ele ficou ao meu lada e pela primeira vez em anos ele realmente estava ali. Isso até pelas palavras dele. Durante todo meu trabalho de parto ele esteve do meu lado e de mãos dada comigo. Não foram dias, foram 5 horas, mas foram as 5 horas mais verdadeiras dos ultimos 5 anos. Ele estava totamente ali para mim, para nossa familia, para nosso filho. Eu achei que as coisas realmente iriam ser diferentes. Ele também achou, mas não foi...

Recebemos uma proposta de mudança de estado pelo trabalho dele. Ele veio conversar comigo e eu falei que só iriamos se o medico dele autorizasse e se ele achace que isso iria ajuda-lo.

Nos mudamos, passamos por bastante dificuldades. O bebe ficou doente e em seguida eu fiquei, nos dois internamos. Quando sai do hospital vi que ele já não estava mais como antes. procurei procurei e achei... Novamente ele gastou dinheiro com P. Nas vesperas da mudança. Vi tambem que ele tinha acessado P já no estado novo, ainda estavamos no hotel mas ele arrumou um jeito. Eu o coloquei contra parede e ele mentiu. Aquilo realmente me machucou.

Poxa eu estava longe pra cacete de casa, com 2 bebes, comendo o pão que o diabo amassou para apoia-lo e o FDP ainda mente!? Dei mais uma chance e perguntei, ele mentiu novamente. Eu tremia toda, já não sabia se era pela doença ou se era por raiva e medo. Vi que não poderia ficar assim. Falei que não queria mais, novamente! Falei que sabia que era mentira, que eu não estava passando por aquilo tudo a toa e ele chorou, desmoronou. Falou que faltava coragem moral. Eu não dei resposta, simplismente sai de perto.

Continueu paralizada. Acho que eu não acreditava. Pensava na minha vida. No que eu tinha feito dela. Olhava para meus filhos. Lembrava que eu cresci sem pai e sei o quanto isso era importante. Rezava. Pedia conselhos a padres. Eu realmente estudava o que eu ia fazer.

A cidade em que nos mudamos realmete tem muitos casos de infidelidade. Não sei ate que ponto isso se relaciona com pornografia. Afinal não deixa de ser uma traição, até do ponto de vista dele.

Fui simplesmente levando... Empurrando com a barriga, ate que resolvi ler o forum dele. Ele me disse que falava a verdade mas não estava. Ele tinha caido outras vezes e mentia para mim... Além disso o vi olhando todas as mulheres na rua, li mensagens cheias de gracinhas com uma mulher do trabalho dele...

Já não sabia o que fazer. Já não sabia em que acreditar: No que ele me dizia?! No que ele fazia?! Na doença do vicio?! Falta de vontade?! Ele realemnte quer isso!? E mais uma vez chorei, chorei e o acordei para comprar minha passagem e das crianças de uma vez por todas. Procurei na internet como se faz para fazer um divorcio litigioso. Cheguei a pegar as malas.

E mais uma vez conversamos, mais uma vez pedi a ele que se esforçasse pois não saberia até onde aguentaria. Mas que eu precisava falar com alguem. Conversei com um casal de amigos nossos.

Eu achava que todos os homens eram assim. Eu realmente acreditava nisso. Eu achava que o casados ate que a morte nos separe, na alegria e na doença, me impediam de deixa-lo. Que eu tinha que ser forte, por ele. Foi libertador ver de pessoas em que você admira, pela firmeza moral e pela defesa a familia falar que não aguentariam e ja teriam se separado.

O nosso amigo tem ligado para ele diariamente e ele tem sido bem mais honesto. Estamos tentando mais uma vez. Ele esta com 15 dias e sinto que estamos bem mais conectados.

Minha autoestima tem melhorado tambem. Tenho me arrumado mais e vejo que bastante homens tem me olhado na rua. Isso me assusta um pouco tambem. Não quero ser gatilho para ninguem, Tenho procurado me vestir de forma mais preservada, mais me arrumar mais. Isso tem feito a admiração dele aumentar ainda mais. E vejo que muitos outros percebem, os amigos dele, mesmo sem saber comentam e isso tem ajudado a ele tb.

Sei que muitas vezes desistir seria o mais óbvio. Para ser sincera eu não sei ate quando irei aguentar. Mas como eles sempre falam, a pornografia não irá vencer nosso casamento. Não por hoje.

Tenho lido diversos foruns aqui e comentado com ele. tenho arrumado um tempo para conversar com ele. Mas tambem sempre tenho ficado de olho. Acho que ele tambem esta mais confiante dessa vez. Esta mais mais suporte e acho que tem jogado mais limpo também.

Enfim... tenatrei ser mais assidua...

até mais
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 260
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 31/10/2017, 15:46
Oi Rejanef

Puxa, quando penso que já li histórias difíceis, me deparo com seu relato.

É realmente muito triste tudo isso que você está passando. E ainda com duas crianças. É incrível você ter tanta obstinação, realmente muitas pessoas em situação semelhante já teriam desistido. Você é uma heroína! Shocked

Seu marido já teve tantas chances e ainda pede para que você faça isso por ele. Isso não é justo.

Você disse que ele frequenta o fórum. Ele faz isso de forma assídua? Manter um diário e atualizá-lo ajuda muito no processo.

De todo modo, eu gostaria de ler o relato dele também. É possível?

Pergunto isso porque achei muito interessante a forma como a Elizabeth de Cássia conduziu as coisas aqui no fórum. Ela tem o diário dela, mas indicou quem é o seu o namorado no fórum. Verificar o que ocorre em ambas as partes pode revelar detalhes importantes para que possamos ajudar de alguma forma.

Pergunte a ele sobre isso. Se você pode dizer qual o diário dele. Espero não ter sido invasivo com meu pedido. E se fui, peço desculpas e apenas desconsidere meu pedido.

Fico realmente muito sentido porque, por tudo que você relatou, percebo que ele está tão afundado no vício que não consegue ACREDITAR que o reboot funciona. Não consegue se IMAGINAR longe disso tudo. E se ele não tiver FÉ que vai dar certo, essa triste realidade se estenderá indefinidamente. Sem o comprometimento DELE, você pode fazer o maior esquema de segurança do mundo e mesmo assim ele encontrará uma forma de recair.

Espero muito que seu marido se recupere, de coração.

Um abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Rejanef
Mensagens : 9
Data de inscrição : 25/01/2017

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 3/11/2017, 21:59
Continuamos seguindo com o reboot dele...
Chegamos na casa dos vinte dias...
Periodo em que tem a tal baixa, que eles começam a querer se boicotar... pelo menos é o que eu tenho lido e visto na minha casa....
Ele tem estado muito incostante. A variação de humor chega a assustar... mas sinto também que ele tem lutado...

Tinha uma semana mais ou menos que senti que ele estava baixando a guarda. Não se policiando mais na rua, olhando para as mulheres, vi que ele baixou aplicativos que tinha combinado em deletar, isso me deixou profundamente maguada.

Como combinamos eu fui falar com ele e pedi mais vigilancia. Falei que ele não deveria baixar a guarda, que ele ia cair se ele fizesse isso e eu nao iria aguentar. Que situações criticas exigem medidas radicais e ainda não era a hora. Ele concordou...

Acho que essas conversas tambem ajudam a ele.

No dia seguinte ele me ligou desesperado falando que tinha recebido um email de um dos sites de cybersexo que ele usava colocando creditos na conta dele. Ele falou que não entrou e era exatamente isso que dizia na mensagem, por falta de uso adicionaram creditos para ele voltar. Eu peguei o login e senha e cancelei. Ao chegar em casa conversamos depois que as criaças dormiram. Ele falou que ficou em panico quando recebeu com medo. Que pela primeira vez ele esta pesando na balança. (FINALMENTE)

Eu falei com ele que eu não estava brincando, que na ultima vez ate reserva em voo eu fiz. PRocurei me informar sobre divorcio litigioso, direitos e deveres... enfim... Acho que isso chocou ele tb...

Mas nem tudo são flores...

Ele hoje estava bem para baixo... a uns dias já... e pediu para ficar mais quieta, sem me ajudar com as crianças... logo hoje que ele não trabalhou... mas enfim... tentei ficar com as crianças em casa mas não deu... a tarde sai... peguei os meninos, coloquei no carro e fiquei andando sem rumo pela cidade,,, umas 3 horas assim... pensando na vida... os meninos dormiram então ajudou... cheguei em casa proximo do horario em que nossa ajudante foi embora... e como imaginava ele já estava pensando em fazer besteira...

Ele mesmo me falou que ja estava ficando nervoso em ficar só, que tinha aberto o pc e ido ao youtube... pq todo o resto está bloqueado... (por sinal como eu posso bloquear so os videos mais pesados do youtube? tem como? ) ... ISso me deixou bem triste, pq na minha cabeça é so uma questão de tempo e oportunidade que ele caia de novo... Espero que esteja errada...

Eu tenho sentido relamente que estou entrando em uma depressão... Tem uma semana mais ou menos que estou com um choro preso... como se eu não conseguisse chorar e realmente tivesse muito triste... chego a soluçar mas vou levando... estou com bastante dor tensional nos ombros também... acho que isso tem grande parcela... mas estou gripada tb... eu e o menor... entao tem isso tambem... sem dormir direito, com os dois grudados em mim, com ele sem paciencia para os meninos... acho que junta tudo e eu fico mais sobrecarregada... cheguei a exaustão na quinta e dormi tomando banho... apaguei...

Ele tem sentido isso e tem se esforçando para ser melhor... as vezes consegue... as vezes não... e assim a gente vai levando...
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 260
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: Relato de uma esposa sem chão

em 9/11/2017, 18:19
Oi Rejanef

Primeiramente, obrigado pela força em meu diário, suas dicas foram de grande valia para mim, vou pesquisar mais sobre bloquear pelo DNS. Ainda bem que a falha que ocorreu já foi sanada.

Bem, mas vamos focar no assunto, que é seu último relato.

Apesar dos pesares, consegui notar uma mudança de postura de seu marido. Ele parece estar jogando "mais limpo" com você, está relatando os obstáculos que inevitavelmente acabam surgindo na frente dele.

Mudanças de humor durante certos períodos do reboot também são comuns. Eu mesmo cheguei a ficar muito irritadiço, explosivo, meio "tolerância zero" com os problemas do cotidiano, tudo me dava raiva. Nunca fui assim e depois de alguns dias passou.

Mas, como eu aprendi aqui, focar apenas na abstinência não será suficiente para fazê-lo deixar o vício. Outras atitudes que são menos óbvias, mas tão importantes quanto, devem ser implementadas na rotina.

Uma pena ele ter perdido uma ótima oportunidade de fazer algo que com certeza prenderia a atenção dele e ajudaria muito no reboot: cuidar dos próprios filhos. Interagir com eles. No estado dele, provavelmente ele só está enxergando as crianças como algo extenuante e irritante e não percebe que está perdendo todo o processo de aprendizado, as descobertas, as conquistas, enfim, toda a parte boa da história.

Me pergunto por que ele não saiu com você para dar uma volta contigo... Enquanto ele estiver assim instável, ele tem que fazer qualquer coisa pra não ficar em casa sozinho.

Rejanef escreveu: Ele mesmo me falou que ja estava ficando nervoso em ficar só, que tinha aberto o pc e ido ao youtube... pq todo o resto está bloqueado... (por sinal como eu posso bloquear so os videos mais pesados do youtube? tem como? ) ... ISso me deixou bem triste, pq na minha cabeça é so uma questão de tempo e oportunidade que ele caia de novo... Espero que esteja errada...

Infelizmente você está certíssima. Ficar sozinho em casa nesse estado é pedir pra recair. Ele não pode marcar bobeira com isso. Ficar olhando para as paredes, repetindo pra si mesmo "não posso pensar em P, não posso pensar em P", só vai fazer ele pensar em uma coisa: P!

O gatilho de ficar sozinho em casa é um dos mais fortes que eu conheço. Pra mim, particularmente, era um dos piores. Ele precisa criar estratégias para desviar dessa armadilha.

Portanto Rejanef, às vezes você vai precisar ser incisiva em algumas questões. Por exemplo, se você precisa que ele tome conta das crianças nem que seja por 20 minutos, não peça a ele, imponha! Ele está querendo se isolar porque se sente pra baixo, sem ânimo e se você apenas pedir ele vai sair pela tangente. Isso é pro bem dele!

Espero que essa instabilidade passe logo, para que ele possa refletir com mais clareza.

Vamos em frente. Estarei acompanhando!

Um grande abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Conteúdo patrocinado

Re: Relato de uma esposa sem chão

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum