Compartilhe
Ir em baixo
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

Como ter certeza se ele é sincero?

em 8/8/2017, 02:31
Eu namoro a 1 ano e 5 meses, meu namorado tem 20 anos e eu 22. Tínhamos um relacionamento feliz, eu era apaixonada por ele e ele parecia estar por mim, sempre fomos muito companheiros e parceiros um do outro. Pelo menos assim eu enxergava, até que uma vez peguei uma curtida dele numa conta do instagram de uma mulher dançando e daí para frente, eu descobri o vício dele. O histórico do celular dele era cheio de pornografia. Me senti desolada, foi um choque para mim saber que meu namorado fazia isso. Porque sempre que tínhamos conversas sobre o assunto, ele dizia "não faz meu tipo, eu não curto essas coisas" e descobrir que ele mentia para mim dessa forma descaradamente foi de partir meu coração.

Da primeira vez que descobri, ele me prometeu que ia mudar, que ia parar. Pois isso estava atrapalhando nosso relação sexual visivelmente, ele não me procurava mais, não me queria. Eu estava cogitando até que estivesse me traindo, mas quando a verdade realmente apareceu, tudo fez sentido. Passado 1 mês da promessa de "mudança" dele, verifiquei seu celular novamente e nada havia mudado. Meu coração se partiu duplamente, pois eu estava acreditando fielmente que ele estava buscando parar. Sempre perguntava para ele sobre, ele dizia que não fazia mais. E eu acreditava em sua palavra.

Nessa segunda vez, nossa briga foi horrível. Eu senti muito ódio dele, ódio das mentiras, das dissimulações e da falsidade. Me senti usada e traída. Uma dor imensa me pegou. Não sabia se terminava meu relacionamento ou não, pois novamente ele prometia mudar, novamente ele dizia que não queria mais ser escravo disso. Nosso relacionamento degringolou, eu contei para sua mãe sobre o vicio dele, contei para meus pais, quase todos ao nosso redor estavam sabendo do fato. Então eu fiquei dividida, não sabia que posição tomar.

Ele começou a frequentar o psicólogo dessa vez. Se livrou do Smartphone, comprou aqueles celulares sem internet sabe? Agora mãe dele fica atenta quando ele está em casa. Só o deixa usar o computador na sala, na frente de todos, ela cuida o tempo que ele fica no banheiro. E ele me diz que dessa vez está realmente mudando. Mas... como acreditar? Na primeira vez ele me disse que nem chegou a tentar quando o questionei, que ele só me disse o que eu precisava ouvir na hora. Mas quem me garante que ele não pode estar fazendo isso novamente? É tão difícil confiar em alguém que já mentiu para você tão descaradamente. É muito sofrimento dividir a vida com alguém que você não tem certeza se é ou não verdadeiro. Se está ou não dentro do relacionamento. Nossa vida tem sido um verdadeiro inferno, constantes brigas e desconfianças da minha parte, me sinto angustiada por não saber se devo ou não confiar. Eu sinto que se houver uma terceira mentira por parte dele, eu desmorono. Então eu prefiro me preservar e simplesmente me negar a acreditar nessa mudança dele para não ter outra "surpresa" dessas. O que me magoa no final de tudo, não é o vicio sabe? É a mentira. A minha maior dor em tudo isso é saber que ele é capaz de mentir na minha cara para sustentar tudo isso.

Existem dias que eu consigo lidar melhor com ele, que consigo assimilar melhor. Estamos conversando sobre isso agora todos os dias, ele fala um pouco e eu também. Ele sempre diz constantemente que meu apoio tem sido fundamental na mudança dele, que ele é extremamente grato pela segunda chance que estou dando. Mas no fundo meu coração sente tanto medo... De tudo isso ser só uma farsa e eu estar dando meu sangue e minha alma novamente e ele simplesmente não estar tentando.

Hoje faz 20 dias que ele diz não estar vendo pornografia e nem se tocando. A psicóloga diz que ele está fazendo um progresso muito grande, que ele está determinado a largar disso e que acredita na sua melhora. Ela diz que ele deve continuar buscando a mim para conversar, para se abrir, que se der alguma vontade nele, que ele deve me procurar e falar sobre isso, recorrer a mim para ajuda-lo. Mas as mesmas incertezas continuam... Será que ele está sendo sincero? Será que ele realmente está mudando? Será que ele está firme nesses 20 dias mesmo? Se ele estiver tentando, será que ele me contaria se tivesse uma recaída? Ele me diria que se masturbou ou viu porno? Eu só queria sinceridade da parte dele, só isso. A pior parte do vício, é a mentira que vem com ele.      
avatar
Vimes
Moderador
Moderador
Mensagens : 645
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 40
Localização : São Paulo

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 8/8/2017, 08:30
Oi Sara!

O vício é algo complicado. Ele é algo que não podemos controlar e que, por essa e outras razões, tentamos esconder de todo mundo.

Em alguns casos tentamos até mesmo esconder de nós mesmos. Smile

Se você ler alguns diários, vai ver que muita gente aqui começou a ver P tradicional, e o vício acabou os levando para ver P mais pesada, inclusive de orientação sexual diferente.

E sinceramente, num país machista, um cara que se excita com P gay vai tentar esconder essa informação até mesmo da própria sombra. Very Happy

Não existe fórmula nem segredo pra saber se alguém está sendo sincero (se existisse, não existiria mais política Very Happy ). Então a única coisa que você pode fazer é confiar.

E essa é a decisão que você terá de tomar. Se você acha que esse relacionamento vale a pena e quer investir, você terá de confiar nele e esperar o melhor. Não existe outro jeito.

Mas se você acha que esse relacionamento não vai pra frente, se você acha que não dá pra confiar mais nele, talvez seria melhor para os dois terminar.

Um viciado pode se livrar do vício. Mas não é garantido.

Você quer fazer parte dessa luta junto a ele? Very Happy

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 76
Data de inscrição : 07/04/2017

Como confiar?

em 8/8/2017, 15:26
Cara Sara,

Gostaria de poder te dar um consolo maior, um abraço gigante porque sei exatamente pelo o que vc está passando...

Ahhh a dor da mentira é como martelo gigante amassando nosso coração.... Principalmente após a promessa que eles fazem de que vão mudar e que não querem mais viver assim...

"Meu coração se partiu duplamente, pois eu estava acreditando fielmente que ele estava buscando parar. Sempre perguntava para ele sobre, ele dizia que não fazia mais. E eu acreditava em sua palavra. "

É muito difícil para os moços aceitarem que isso é um problema, e que eles tem um problema... Mais difícil ainda é  a gente voltar a confiar de que eles estão realmente dispostos a mudar.

O meu namorado subestimou muito o vício dele no início, e ainda o faz de vez em quando.  Por causa disso, ele mentiu para mim diversas vezes com relação ao vício. Seja por vergonha, seja por achar que não estava com um problema tão grande, seja por acreditar que ele iria resolver isso sozinho...  Quando ele contava semanas depois  que havia mentido, meu mundo desmoronava. Nesses momentos, decidir entre terminar ou não, é pesado demais. Eu entendo, minha cara, entendo bem demais o teu sentimento, pois estou lidando com essa situação há mais de um ano.

E aí? Como confiar? Como saber se eles estão realmente dispostos a mudar essa realidade dessa vez? De fato, o vício em pmo faz com que eles percam o interesse na gente, o relacionamento dificilmente conseguirá sobreviver muito tempo se eles não largarem o vício.  Não há como saber realmente se eles estão falando a verdade quando dizem que vão mudar. Coração de quem ama quer sempre acreditar no melhor.

Eu não posso dizer que confio completamente no meu namorado quanto ao vício, faz pouco tempo que eu mesma tive que lidar com as mentiras dele e quase terminamos. Decidi continuar com ele com algumas condições, uma delas foi ele postar do fórum todos os dias e voltar a ler o ebook.

Não sei se você conhece, há o livro sobre o método de como vencer esse vício maldito, o pdf está a venda aqui no site.  Ele dá todas as orientações para os moços que estão querendo parar de viver assim. Por mais doloroso que seja para a gente, é preciso lembrar que mesmo que eles queiram sair dessa prática, eles estão presos a pornografia em diversos níveis, é preciso mais do que força de vontade.

Pesquise mais sobre o vício, se puder faça isso junto com seu namorado, recomendo que procure o vídeo do Gary Wilson que explica bastante sobre o tema. Incentive seu moço a ler o ebook de como parar e a participar do fórum. A disposição e o interesse dele em seguir as orientações para vencer o vício  dirão a você o quanto poderá voltar a confiar nele.

Será que fiz certo em confiar mais uma vez ? Será que ele está falando a verdade? São questões que atormentam mesmo a gente, eu sei. E me perdoe por não poder te dar uma resposta melhor ou que acalme teu coração. Te garanto uma coisa, você não está sozinha. Também posso te garantir que é possível para um moço sair desse vício, sugiro que dê uma olhada nas histórias de sucesso aqui no fórum. Mesmo que ele esteja viciado há anos, é possível.

Apesar de ser possível, lembro a ti que nos não podemos fazer muito para que eles saiam desse vício, é uma luta deles. Poucas coisas estão ao nosso alcance para ajudar a eles: a instalação de bloqueadores no computador, o acolhimento deles como alguém que está com problemas e precisa de ajuda, incentivo para que eles busquem atividades que os façam bem...

Por fim, tente não permitir que o vício seja o centro do relacionamento de vocês, isso desgasta muito. É complicado encontrar esse equilíbrio, mas é possível. Manter sempre o dialogo sobre o vício para ajudá-lo a partilhar mais e lembrar que ele não está sozinho, mas ao mesmo tempo não ter como foco do relacionamento de vocês esse problema...

Ah, cuidado também com a psicólogo que ele está indo, muitos profissionais não conhecem o vício em pornografia e podem atrapalhar mais do que ajudar.

Enfim, sim, é difícil acreditar neles após tantas mentiras, mas também é doloroso demais desistir, porque não temos a certeza de que eles não vão mudar, só o tempo dirá se eles estão lutando de verdade...

Desculpe o tamanho da mensagem  e se só falei coisas que você já sabia, espero de todo meu coração que se sinta acolhida no fórum, tenha a certeza de que você não está sozinha...

Ahh o que o Vimes falou é muito importante, avalie o relacionamento de vocês, para ter claro o quanto vale a pena para ti seguir lutando ao lado dele...

Seja bem-vinda!

Desejo-te forças!

Beth
NoFapHoje
Mensagens : 20
Data de inscrição : 06/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 8/8/2017, 16:21
Acredito que o primeiro passo é você "separar" as coisas. Se ele te respeita e dá carinho, demonstra amor, etc. Não o julgue somente pelo vício nem ache que este vício ímpede que ele de fato goste de você e não queira te trair.

É um vício que somos expostos desde crianças como algo normal.... Quase ngm sabe que é vício...

Para saber se ele não está mentindo só existe um jeito ao meu ver: ver o desenvolvimento sentimental e sexual dele...

Sentimental:
Quando eu fico sem PMO fico mais carinhoso com a mulher que estou

Sexual:
Estou em reboot para retornar a minha sensibilidade do pênis também, então.... Se vocês já fazem sexo, vc pode testar a ereção dele...

Diga para ele participar do fórum... Pq eu estou me sentindo mais motivado a ficar sem PMO sabendo que existem outros homens da minha idade passando pelo mesmo...


_______________________________________
avatar
Esposa deseperada
Mensagens : 44
Data de inscrição : 24/07/2017
Idade : 31

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 8/8/2017, 18:30
Olá Sara, bem-vinda!

Eu imagino quão perdida, chateada e até dilacerada com esse vício da pmo do seu namorado.

O passo mais importante ele já deu, querer se livrar e querer seu apoio. Graças a Deus a família dele também está apoiando.

Mantenha a força, a paciência e foque no amor que você sente por ele. Sim, temos dias bons, dias ruins, dias bons....porque ele é viciado e até não tem consciência e discernimento, como um viciado em álcool ou cocaína.

Apoie e ame incondicionalmente, tenha fé e paciência porque tudo dará certo.

Não se torture pelo que passou, faça o dia ser bom para vocês e seja o porto-seguro do seu moço amado neste momento de doença dele.

Mantenha a fé,

Abraços carinhosos,

esposa esperançosa





sarahackles escreveu:Eu namoro a 1 ano e 5 meses, meu namorado tem 20 anos e eu 22. Tínhamos um relacionamento feliz, eu era apaixonada por ele e ele parecia estar por mim, sempre fomos muito companheiros e parceiros um do outro. Pelo menos assim eu enxergava, até que uma vez peguei uma curtida dele numa conta do instagram de uma mulher dançando e daí para frente, eu descobri o vício dele. O histórico do celular dele era cheio de pornografia. Me senti desolada, foi um choque para mim saber que meu namorado fazia isso. Porque sempre que tínhamos conversas sobre o assunto, ele dizia "não faz meu tipo, eu não curto essas coisas" e descobrir que ele mentia para mim dessa forma descaradamente foi de partir meu coração.

Da primeira vez que descobri, ele me prometeu que ia mudar, que ia parar. Pois isso estava atrapalhando nosso relação sexual visivelmente, ele não me procurava mais, não me queria. Eu estava cogitando até que estivesse me traindo, mas quando a verdade realmente apareceu, tudo fez sentido. Passado 1 mês da promessa de "mudança" dele, verifiquei seu celular novamente e nada havia mudado. Meu coração se partiu duplamente, pois eu estava acreditando fielmente que ele estava buscando parar. Sempre perguntava para ele sobre, ele dizia que não fazia mais. E eu acreditava em sua palavra.

Nessa segunda vez, nossa briga foi horrível. Eu senti muito ódio dele, ódio das mentiras, das dissimulações e da falsidade. Me senti usada e traída. Uma dor imensa me pegou. Não sabia se terminava meu relacionamento ou não, pois novamente ele prometia mudar, novamente ele dizia que não queria mais ser escravo disso. Nosso relacionamento degringolou, eu contei para sua mãe sobre o vicio dele, contei para meus pais, quase todos ao nosso redor estavam sabendo do fato. Então eu fiquei dividida, não sabia que posição tomar.

Ele começou a frequentar o psicólogo dessa vez. Se livrou do Smartphone, comprou aqueles celulares sem internet sabe? Agora mãe dele fica atenta quando ele está em casa. Só o deixa usar o computador na sala, na frente de todos, ela cuida o tempo que ele fica no banheiro. E ele me diz que dessa vez está realmente mudando. Mas... como acreditar? Na primeira vez ele me disse que nem chegou a tentar quando o questionei, que ele só me disse o que eu precisava ouvir na hora. Mas quem me garante que ele não pode estar fazendo isso novamente? É tão difícil confiar em alguém que já mentiu para você tão descaradamente. É muito sofrimento dividir a vida com alguém que você não tem certeza se é ou não verdadeiro. Se está ou não dentro do relacionamento. Nossa vida tem sido um verdadeiro inferno, constantes brigas e desconfianças da minha parte, me sinto angustiada por não saber se devo ou não confiar. Eu sinto que se houver uma terceira mentira por parte dele, eu desmorono. Então eu prefiro me preservar e simplesmente me negar a acreditar nessa mudança dele para não ter outra "surpresa" dessas. O que me magoa no final de tudo, não é o vicio sabe? É a mentira. A minha maior dor em tudo isso é saber que ele é capaz de mentir na minha cara para sustentar tudo isso.

Existem dias que eu consigo lidar melhor com ele, que consigo assimilar melhor. Estamos conversando sobre isso agora todos os dias, ele fala um pouco e eu também. Ele sempre diz constantemente que meu apoio tem sido fundamental na mudança dele, que ele é extremamente grato pela segunda chance que estou dando. Mas no fundo meu coração sente tanto medo... De tudo isso ser só uma farsa e eu estar dando meu sangue e minha alma novamente e ele simplesmente não estar tentando.

Hoje faz 20 dias que ele diz não estar vendo pornografia e nem se tocando. A psicóloga diz que ele está fazendo um progresso muito grande, que ele está determinado a largar disso e que acredita na sua melhora. Ela diz que ele deve continuar buscando a mim para conversar, para se abrir, que se der alguma vontade nele, que ele deve me procurar e falar sobre isso, recorrer a mim para ajuda-lo. Mas as mesmas incertezas continuam... Será que ele está sendo sincero? Será que ele realmente está mudando? Será que ele está firme nesses 20 dias mesmo? Se ele estiver tentando, será que ele me contaria se tivesse uma recaída? Ele me diria que se masturbou ou viu porno? Eu só queria sinceridade da parte dele, só isso. A pior parte do vício, é a mentira que vem com ele.      
avatar
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 382
Data de inscrição : 21/09/2015

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 8/8/2017, 18:53
Eu te entendo, e passei por tudo isso.

O primeiro passo para o perdão é entender os seus motivos por não conseguir perdoar.
O segundo passo é você entender o que se passa com ele, compreender o vício, entender a vergonha que ele tem sobre não conseguir se controlar.
E por ultimo, compreender os seus limites, se realmente você conseguirá conviver com ele, se a dor que sente sobre a iminência constante de queda é menor que a alegria que ele traz ao lar.

Só peço para não se culpar, e depois para não resumir o seu relacionamento a isso, o vício e o sexo.

Meu parceiro sempre falou mal desenho japonês pornô, no entanto ele tinha vários desses salvos no HD.
Eles sabem que está errado, que machuca, que vai contra a moral deles, porém o vício precisa chocar para continuar a ser estimulante, é como uma queda livre feita todos os dias, a todo o momento, para te dar aquela euforia do começo você vai precisar tirar cada vez mais os equipamentos de segurança, até uma hora dar muito errado.


Força a você
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 9/8/2017, 16:46
Ei Vimes, obrigada pelas suas palavras. Realmente eu me questiono todos os dias se devo continuar na luta com ele ou não. Bom, após ouvir o que você disse, pela segunda vez que estou "tentando" ao lado dele, acredito que mesmo com ressalvas e medo, eu estou disposta a encarar tudo isso né? Do contrário, não estaria aqui no fórum disposta a me abrir e a ouvir todos vocês me dando força. Muito obrigada Vimes!!!

Ei Liz, as suas palavras me confortaram tanto sabia? Eu realmente me senti abraçada e acolhida com tanto afeto e compreensão que vieram delas. Quero que saiba que ouvir tudo isso de alguém que passa por algo semelhante que tem tamanha força e tamanha boa vontade, me dá mais coragem para seguir em frente e lutar com meu namorado. Você é um exemplo!
Agora se me permite, gostaria de saber sobre a sua relação... Vocês estão juntos a muito tempo? Você é a unica que sabe disso, ou outras pessoas próximas a vocês também tem conhecimento do que estão passando? O mais exaustivo para mim, além das mentiras e incertezas que vivo ao lado dele, são seus familiares e os meus não tratarem isso com tanta seriedade. Digo, vício em álcool ou drogas é mais real que vício em pornografia para eles. Porque essa cultura de "todo homem faz isso" está tão instalada em tudo e todos que me desanima tanto. Apesar da mãe dele estar ciente do fato, ela não o puxa para conversar, por exemplo. Não o desencoraja a passar menos tempo no computador, mesmo que ele esteja na sala vendo vídeos de youtube de comédias, isso é uma brecha. Sinto que as coisas ficam todas nas minhas costas, por isso fico batendo tanto na mesma tecla e permito que isso seja o centro da minha relação com ele. Eu simplesmente nesses 20 dias não consigo "não trazer" esse assunto a tona quando estamos juntos, porque como ele não tem o hábito de manter um diário e etc, eu me ofereço para ser isso, entende? Sei que não é a mesma coisa, mas pelo menos ele está expondo isso ao invés de guardar.
Nós temos outras conversas além disso, mas como tudo é muito recente, como faz apenas pouco de 20 dias, eu ainda considero díficil não falar. Eu quero que ele entenda que isso é um problema SIM. Hoje achei um vídeo no youtube do Terry Crews dando depoimento sobre isso e contei para ele. Disse que ficou chocado "uau, esse vício é realmente muito sério né?" Eu quero que ele sinta apoio e se sinta acolhido. Como eu disse, eu posso aguentar os deslizes se houver, posso ajuda-lo dia após dia, mas eu preciso tanto da honestidade dele. É única coisa que eu quero!!!!!!!
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 9/8/2017, 17:19
Então NoFapHoje, eu notei que de uns 5 dias para cá ele anda mais carinhoso comigo. Me procura mais para conversar, me elogia mais, tem interesse sobre a minha vida. Coisa que antigamente, até existia, mas no automático sabe? Agora ele parece estar realmente me ouvindo e se interessando. Ele está demonstrando até mais ciumes por mim. O que é muito novo. Ele estava num ponto tão automático antigamente, que um dia cheguei a contar que um colega da faculdade tentou me beijar durante o nosso namoro e ele fingiu ficar bravo, mas não mexeu com ele. Era fingimento porque ele achava que era o que eu queria ouvir. Mas hoje se eu fico 4h sem responde-lo no sms, ele já fica sentido. Diz que sente minha falta. Fica preocupado se não aviso as coisas, onde estou e onde vou. Eu sei que é bobo, mas... São alguns sinais pequenos de que ele liga certo?

Estamos sem sexo há mais de 30 dias. Antes mesmo dele começar o reboot, não estávamos nos tocando mais. E quando entramos no reboot, decidimos que o sexo iria fluir naturalmente. Que não iriamos forçar nada, que iriamos com calma.
Há 4 dias atrás nós demos alguns amassos no carro e ele chegou a ejacular na cueca. Mas depois ele me confidenciou que fez aquilo sob pressão, que ele chegou a ficar ereto mas não conseguiu manter apesar de ter ejaculado. Que foi uma experiencia ruim para ele.

Ontem ficamos novamente e ele me procurou, foi bem estranho. Paramos umas 2x, na primeira foi porque ele soltou um "ta esperando o que para dar na minha cara?", ele estava fantasiando um sexo agressivo. Pelo menos para mim, parecia e eu parei na hora. Porque ele estava com os olhos fechados e ouvir aquilo, me fez pensar que ele estava imaginando uma atriz pornô ao invés de estar ali comigo. Ele disse que não... Mas bem, mentira mais ou a menos, não é surpresa né?
Na segunda tentativa, pedi para ele ficar com os olhos em mim, abertos, prestando mais atenção ao invés de mante-los fechados ou desviar de mim. Ele fez isso, mas aí... Dessa vez foi erro meu. Como estávamos com o rosto muito próximo, ele ficou meio "vesguinho" e isso me fez dar risada bem no meio do beijo. Foi totalmente involuntário. Mas até que criou um clima mais relaxado entre nós sabe? Tentamos o terceiro amasso e ele acabou ejaculando novamente, muito rápido, não demorou nem 2 minutos. Isso fez ele se sentir mal, ele ficou triste e até chorou depois.

Minha dúvida é que talvez, até esses amassos não sejam bons para o reboot dele. Porque ele se sente pressionando de alguma forma consigo mesmo. Como se ele quisesse que a EP parasse rápido, ou a DE não acontecesse mais e quando repete, ele se frusta. Mesmo que não tenhamos tentando o sexo nas vias de fato, mas já nas preliminares esse tipo de frustração talvez não seja bom certo. Devo parar? Focar nosso tempo em outras coisas e esquecer o "sexo" das nossas vidas agora? Ou isso é um processo? Será assim nas primeiras vezes e depois irá melhorando? Meu unico medo é que essas frustrações dele gerem uma recaída. E fico com medo também desse "efeito caçador" após ele ejacular. Ele diz que sente mais vontade algumas horas depois.
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 9/8/2017, 17:25
Obrigada Esposa deseperada pelo apoio. Eu realmente precisava delas para seguir em frente, sabe? Quando resolvi criar o tópico estava me sentindo desesperançosa e esperava que pudesse encontrar conforto aqui. O que felizmente estou conseguindo graças a sua palavra e ao outros!!! Very Happy

Então Domi1 , como tudo é muito recente, fazem exatos 22 dias em reboot, não vou mentir para você, o foco do nosso relacionamento está totalmente nisso. Apesar de termos outros assuntos e tal, isso sempre volta ao assunto da nossa conversa. Mas assim como a Liz falou, eu vou tentar me desvincular um pouco disso. Acho que só o fato de poder escrever no fórum e me abrir com vocês, já me faz perder a vontade de discutir isso com ele. Porque assim como ele se apoiava em mim, eu também estava me apoiando nele. Talvez no momento não seja a melhor ideia, afinal ele está fragilizado e estou encontrando a força e o apoio em vocês!!
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

22 DIAS EM REBOOT

em 9/8/2017, 17:33
Bom pessoal, mais um dia aqui...

Estamos passando por um processo delicado agora. Bom, ele está terminando a faculdade esse ano e se deu de presente o show do Paul McCartney, dos Beatles. Ele iria sozinho, em outubro. Ficaria num hotel sozinho, seria um "bate-volta" de avião pois moramos em outro estado. Ele ficaria sozinho por 2 dias no hotel. Estamos tentando decidir sobre isso, se ele deve ou não ir (ele havia comprado passagem e ingresso antes de descobrir sobre o vício). Pessoalmente, eu tenho muito receio. Ele não terá completado nem 90 dias de reboot, eu acho cedo demais. Muito perigoso. Só de imagina-lo sozinho num quarto de hotel, com televisão com acesso ilimitado a pornografia, com ele sozinho no quarto e o cérebro pregando peças do tipo "vamos lá amigo, só estamos nós dois, ninguém irá descobrir nunca. Só eu e você, uma vez não irá matar". Como posso dizer que ele deve ir? A psicóloga diz que não vê necessidade de que ele perca a chance de ir, ela o aconselhou a trazer essa questão a todas as sessões e ir trabalhando os medos que ele tem.

Mas aí que está o problema... Ele está se sentindo confiante demais. Ele diz que não quer cair nisso. Mas é onde mora o problema, certo pessoal? Confiança em excesso também pode prejudicar o reboot. Ele diz que sente medo quando eu coloco minhas inseguranças para ele. Mas o que mais eu posso fazer? Eu tenho todos esses medos baseados nos relatos e no e-book sobre o assunto. Ele ainda não sentou e procurou sobre o assunto, então ele acha por exemplo que ficar o dia todo a esmo na internet não é perigoso pois ele só está vendo vídeos de comédia. Ou visitar sites de notícias de futebol e etc... Mas nós sabemos o tipo de conteúdo que esses sites oferecem. Futebol, cerveja e sexo é quase similaridade nesses sites. Então concordamos que ele vai parar com o esmo na internet e que vou instalar os bloqueadores. Sou que sempre passo as informações para ele do que fazer e não fazer, além da psicóloga, que pediu que ele praticasse algum esporte ou fizesse meditação.

Mas enfim... me sinto tão mal de impedi-lo de ir. É um show que ele está tão ansioso para ir, uma chance tão impar na vida dele, num fechamento do ciclo da faculdade. Quando sentamos para conversar, ele chorou e disse "não quero deixar de fazer algo por causa desse vicio estupido!", mas todo cuidado é pouco, certo? Eu me sinto contra a cruz e a espada nessa situação. Eu só não quero que ele caia nisso de novo! Só não quero voltar para toda essa dor e todo esse lixo que a P trás para nossas vidas! Não sei o que fazer!
avatar
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 382
Data de inscrição : 21/09/2015

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 9/8/2017, 22:08
Acho que o assunto não deve virar tabu entre vocês, por isso sempre falo que conversar é a melhor solução. O meu parceiro também não busca muito sobre e acaba que eu que faço todo o tipo de pesquisa e passo as informações a ele.
No meu caso fizemos um acordo, no começo dei liberdade total a ele, porém a cada queda eu invadia um pouco mais o espaço, hoje infelizmente temos um programa de rastreamento no celular onde tenho acesso a todas as informações e recebo notificações até quando ele abre uma guia anônima.

Mas sinceramente. Nosso relacionamento está super bem, e eu vejo muito de vez em quando o que ele anda fazendo nos dispositivos, ele tem que fazer várias viagens a trabalho, mas eu fico relativamente tranquila sobre isso.

Sobre o show, acho que você deveria deixar ele ir, mesmo que ele caia.
Sabe o motivo?
Ele precisa ter certeza das dificuldades do vicio e o vício não pode ser uma cela para ele, nem para você.
Ele precisa se divertir, socializar e você também precisa exercitar a sua confiança nele, mesmo que seja quebrada na viagem, vocês dois precisam aprender a lidar com o vício de forma livre e leve, porquê é muito fácil a família por medo, amor e cuidado aprisionar a pessoa viciada por insegurança e suposições e o viciado por medo, culpa e frustração aprisionar a família através da culpa.

Se ele cair, vai servir para ele entender que não está tudo sob controle assim.

Mas isso é decisão de vocês, essa é minha opinião, porque eu realmente desejo que a relação de vocês não se abale nesse meio tempo.
avatar
M.V
Moderador
Moderador
Mensagens : 1734
Data de inscrição : 03/10/2015
Idade : 37

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 9/8/2017, 22:52
Olá seja bem vinda.

Aconselho que ele instale os bloqueadores em modo hard, leia o e-book e assista aos vídeos do Dr. Gary Wilson. É bom que ele tome toda a consciência do vício em porno e que ele busque ficar longe da ponografia. Aconselho que você o ajude mas de forma que o alerte sobre o reboot, o que pode acontecer é que ele por ter você muito preocupada em ajudá-lo acabe usando você como uma muleta, no bom sentido, para ele fazer o reboot. Vencer esse vício não é fácil mas é possível tudo vai depender dele, esse negócio de ficar navegando a esmo na internet é um grande risco, alias um reboot bem feito deve ser com pouca internet se possível, buscar socialização e atividades extra net que lhe tragam bem estar, prazer de viver, buscar afetividade e amor com a parceira, mas isso tem que ser feito por ele, apenas o alerte.

Abçs

Sucesso!!!


Última edição por M.V em 10/8/2017, 22:45, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Veja Meu Diário e Histórias de Sucesso
http://comoparar.forumeiros.com/t1587-novo-tempo-nova-vida
http://comoparar.forumeiros.com/t3600-300-dias-de-reboot-novo-tempo-nova-vida


" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 76
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 10/8/2017, 17:24
sarahackles escreveu:Bom pessoal, mais um dia aqui...

Estamos passando por um processo delicado agora. Bom, ele está terminando a faculdade esse ano e se deu de presente o show do Paul McCartney, dos Beatles. Ele iria sozinho, em outubro. Ficaria num hotel sozinho, seria um "bate-volta" de avião pois moramos em outro estado. Ele ficaria sozinho por 2 dias no hotel. Estamos tentando decidir sobre isso, se ele deve ou não ir (ele havia comprado passagem e ingresso antes de descobrir sobre o vício). Pessoalmente, eu tenho muito receio. Ele não terá completado nem 90 dias de reboot, eu acho cedo demais. Muito perigoso. Só de imagina-lo sozinho num quarto de hotel, com televisão com acesso ilimitado a pornografia, com ele sozinho no quarto e o cérebro pregando peças do tipo "vamos lá amigo, só estamos nós dois, ninguém irá descobrir nunca. Só eu e você, uma vez não irá matar". Como posso dizer que ele deve ir? A psicóloga diz que não vê necessidade de que ele perca a chance de ir, ela o aconselhou a trazer essa questão a todas as sessões e ir trabalhando os medos que ele tem.

Sarah, minha amiga,

Primeiro não é possível ele ir com alguém? Ou dividir o quarto com algum amigo/colega? Será que não daria para fazer isso?

Eu entendo seu medo completamente, é justo e razoável o que você está falando, mas aí depende muito do compromisso dele com o reboot. Não é impossível que ele vá e volte sem cair, mas é difícil... Meu namorado quando esteve exposto a um local sem bloqueadores antes de completar o primeiro reboot teve alguma dificuldade para ficar sem cair. Na época, era véspera do nosso aniversário de um ano e ele disse que isso foi fundamental para dar forças para ele...

Se o seu namorado conseguir chegar lá com uma firmeza maior e tiver fazendo o reboot direito, buscando atividades de religação, bloqueando pensamentos de fantasia, evitando situações que o levem a cair, ele conseguirá ir para o show e n cair. É possível, mas infelizmente, eu não consigo dizer para ti que proibir ele de ir é o melhor, ou que deixar ele ir é uma opção segura.

A frustração dele por não ir também pode levar a uma queda. Tem essa questão também... Meu namorado já caiu em um contexto semelhante, estava chateado comigo porque eu não concordei que seria uma boa ideia ele ir passar o fim de semana em clube com os pais deles. Era óbvio que um monte de moça de biquíni seria uma fonte gigantesca de gatilhos para as fantasias dele, ele tem bastante problemas com fantasias com base em garotas reais, por isso eu não concordei.  Ele ficou chateado comigo e com os pais dele no dia, e foi quando ele buscou pela garota de programa... Veja bem, esse vício é mesmo uma merda...

A melhor solução mesmo seria alguém ir com ele, ou ele só voltar para o quarto quando estiver realmente exausto e pronto para dormir, assim não terá ânimo para procurar pmo... Desculpe não poder te dar uma resposta que ajude mais...

E sim, autoconfiança é perigosa demais para o reboot. A maioria das quedas do meu namorado foi por excesso de confiança dele. Ele meio que se expõe voluntariamente a gatilhos achando que não vai cair mais.. Ou pior, vem umas ideias tolas próprias do vício, de testar qual é o efeito de pmo agora uma vez que eles estão algum tempo sem cair... Sério, imagine a minha revolta, quando ficava sabendo que voluntariamente ele pegou um celular de alguém que estava desbloqueado pesquisou por pmo para provar para si mesmo que não iria cair mais, evidente que ele caiu, e caiu feio...

É complicado... Tudo isso seu namorado vai entender se ele começar a pesquisar mais sobre o vício, e observar nele mesmo as consequências ruins de pmo na vida dele. Navegar na net sem foco é um perigo... A gente entende isso, mas é difícil para eles aceitarem... É um processo, meu namorado demorou muito para aceitar que algumas coisas eram perigosas para o reboot. Como seu namorado está quanto a ideia de participar do fórum?

Ahh, Você já viu as aulas do padre Paulo Ricardo sobre pornografia? Ele explica muito bem tanto a parte física do vício, quanto espiritual, vale a pena conferir isso junto do seu namorado. Tem um filme também que pode ser interessante para ti, Fireproof, tem no netflix, trata de um esposo com problemas com pmo...

Muita força na sua luta!
Estarei torcendo e rezando para que dê tudo certo para ti e seu namorado!!

Com carinho,

Liz

_______________________________________
Meu diário:
http://comoparar.forumeiros.com/t5491-desesperanca
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

DESABAFO

em 11/8/2017, 14:03
Olá pessoal, hoje eu vou me abster apenas a falar e não irei responder ninguém. Eu só quero desabafar, já que não posso fazer com ninguém próximo de mim.


Eu to sentindo tanta raiva do meu namorado hoje. Tanto, mais tanto ódio dele e dessa vida. E desse vício. Porque isso tem que acontecer com a gente? Porque NÓS temos que passar por esse inferno? Isso não é vida para ninguém, é? Toda essa auto-versão que sentimentos no nosso íntimo todo dia. Todo medo de ser trocada por qualquer guria balançando o rabo para eles. Ou por uma prostituta ou o que for. Qualquer coisa é mais importante que a gente. Porque temos que continuar insistindo? Porque temos que continuar lutando se isso só nos trás dor e miséria?

Eu sempre me prometi que se não houvesse confiança no meu relacionamento, eu não iria ficar com a pessoa. Pois bem, o que eu ainda estou fazendo com esse cara? Porque eu ainda estou me sujeitando a viver uma vida tão miserável dessas?? Eu só queria ter forças para terminar com ele! Só gostaria de ter um relacionamento normal e saudável. Eu não quero mais passar por isso. Não quero acordar mais um dia pensando que mulher merda eu sou ou o quanto ele me rejeita todos os dias. É horrível. Eu não desejaria isso para meu pior inimigo. É muita crueldade com a gente.

Ontem fizemos sexo pela primeira vez no reboot dele, fazia mais de 30 dias que não tínhamos relação. "Acidentalmente" ele gozou rápido dentro de mim e não estávamos usando proteção. Mas eu tomo anticoncepcional, mas fiquei pensando sobre isso... Eu teria coragem de ter um filho com esse cara? De me casar com ele? De entregar a minha vida para ele? NUNCA! Eu jamais ia confiar meu bebê para ele, jamais ia conseguir deixar meus filhos perto dele sozinho por medo. Eu não sonhei nada disso para mim. Eu sempre sonhei que ia ser a mãe perfeita e ter a família perfeita e o marido perfeito, que me amasse e me respeitasse. E agora eu estou submersa nessa vida toda errada, nessa vida tão dolorosa. Eu não quero viver isso para sempre. Não quero! Não posso suportar mais um dia nessa dor. Eu só queria reunir todas as forças que tenho e dar um basta nisso. Dar um basta de viver com ele, dar um basta nesse "amor" que eu acho que sinto por ele.

Ontem conversamos sobre ele ir ao show e ele ficou triste por ter que levar alguém junto com ele, pois foi a condição que eu impus: "Ai é muito vergonhoso para mim saber que tenho que levar alguém por conta desse vício!" Puxa vida. Realmente é vergonhoso. Mas viver de PMO todo santo dia, tendo uma namorada linda que te ama e dava o mundo por você não é meu querido, claro que não é. Eu tento ser razoável com as coisas, para facilitar esse processo para ele, mas é tão doloroso. Ele parece não levar a sério que tem um problema, parece relutar contra isso. E se ele reluta, ele está mesmo fazendo o reboot? SERÁ QUE ESTÁ? E minha vida vai ser essa para sempre? Problemas financeiros? Bum, queda. Problema com as crianças? Bum, queda. Problema com a família dele? Bum, queda. É isso que resume a vida? Você não conseguir suportar qualquer dor da vida que precisa procurar o PMO para se reconfortar ao invés de procurar alguém que te ama tanto e daria a vida por ti se precisasse?

Eu to tão cansada de me sentir um lixo. Tão cansada de viver submersa nessa vida. Porque nós fazemos isso com nós mesmas? Porque???? Nós merecemos mais. Somos mulheres tão fortes. Não era assim que o amor deveria ser.

E aí ele está planejando outra viagem com a turma da sala dele, que eu julguei não ter perigo de ir. Pois são apenas 6 pessoas na classe e o amigo dele sabe pelo que ele está passando, então ele ficaria de vigia, é claro. Mas não... De repente a professora chamou pessoas de outra turma. E isso já instala outro medo dentro de mim.

É ISSO QUE VAI SER MINHA VIDA? UMA DESCONFIANÇA DEPOIS DA OUTRA? EU NÃO QUERO!

Nenhuma de nós deveria querer. Acho que eles deveriam passar por isso sozinhos, sem magoar outras pessoas ao seu redor. E quando estivessem seguros, encontrar um novo amor. Eu sei lá... Eu já não sei de mais nada.

O que eu sei, é que eu estou CANSADA de ser lixo de outro homem.
avatar
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 382
Data de inscrição : 21/09/2015

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 11/8/2017, 16:54
Eu acho que você sabe até onde vai os seus limites.

E você deve refletir se vai querer ajudar a pessoa ou não, isso é direito seu e não será nenhuma FDP se resolver não seguir em frente, se decidir encerrar seu relacionamento, seguir para outra... Tudo isso é seu direito porque todos são livres, ainda bem.

Só que, família perfeita você nunca vai ter, nem marido, nem filhos e nem ser mãe perfeita também, todos tem defeitos, cometem erros e infelizmente só quem amamos podem nos decepcionar, porque quem não faz diferença em nossa vida, não criamos expectativas,então não há nada para ser quebrado. Você vai poder perder qualquer homem que arranjar para outra pessoa, pois isso faz parte da escolha de qualquer um, assim como o seu parceiro vai poder te perder por outra pessoa também.

Um viciado geralmente não sai buscando amantes, o "barato" dele é a fantasia mesmo, é ficar na mão vendo filme até madrugada, ou sair com GP para fingir ser ator pornô. Não tem nada haver com a sedução ou relacionamento, nem com o sexo casual, é algo mais adolescente, seu garotão deve saber mais de nomes de atriz pornô e estilos que elas fazem do que de corpo de mulher, aliás ele deve até ter saído pouco com meninas, pois eles tendem a ser retraídos socialmente.
Viciados em pornografia geralmente não são viciados em sexo e isso é o primeiro desafio para entender o que se passa.
As quedas dele serão na frente de uma tela, com a mão, como um garoto de 15 anos vendo porno escondido dos pais.

É frustrante enquanto mulher te um homem viciado em PMO, pois não temos um homem incrível na cama, mas que imagina ser um, algum dia. Muito filme e pouco resultado, eu ficava me perguntando como ele tinha visto tanto pornô e não tinha aprendido nada.... Essa é a vida, broxante.

Porém conforme o tempo vai passando eles vão ficando menos vulneráveis as quedas. O reboot vai fazer ele refletir sobre ele e a vida muitas e muitas vezes, antes da queda, depois da queda, nos momentos de confiança e nas fossas, no final resultará em um ser humano mais estável e auto confiante, mais disciplinado....

Mas cabe ao seu namorado querer fazer essa reflexão.

Sobre a vergonha, ele terá até o vício estar totalmente sob controle e você não deve forçar essa parte, ele sabe que é errado e se tem vergonha é porque ainda há uma parte deve consciente que algo está fora do normal. Você não deve expor ele e nem forçar situações que façam isso, é constrangedor e cruel com a pessoa.

Mas acho que sinceramente você deveria pensar com carinho tudo e pelo o seu relato as vezes o fim será a melhor saída, pois você está se desgastando emocionalmente e começando a focar o seu relacionamento nisso, descontar suas frustrações nisso e ele também. Mas isso cabe a vocês decidir.

Força


NoFapHoje
Mensagens : 20
Data de inscrição : 06/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 12/8/2017, 18:32
Bom, eu não cheguei a este estágio de me imaginar com atrizes durante a relação. O meu problema maior é com M, a qual fazia de forma automática e mesmo sem P.

Olha, cabe a você decidir esperar ou não o fim do reboot.

Você não precisa se submeter a nada ao meu ver... A única recomendação que eu dou é ver se ele está levando à sério e está se esforçando de fato.

Se ele estiver levando a sério e estiver te amando, provavelmente compensa você esperar o fim reboot pelo menos.

Porque namoro e casamento sempre tem desafios, cabe o casal não desistir da relação tão facilmente.

Dica:

Tentem passar mais tempos focados em conversas bobas, em caminharem juntos, e em carinhos. Façam sexo de uma forma mais carinhosa (proponha para ele isto).

Diga que quer trabalhar a ereção dele de forma natural, que não quer ele imaginando durante o ato... Nem que para isto a ereção demore mais um pouco ou mais encontros..

...De repente vcs podem passar o reboot sem sexo, apenas com carinhos e conversas...


_______________________________________
NoFapHoje
Mensagens : 20
Data de inscrição : 06/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 12/8/2017, 18:34
Durante o reboot estou me sentindo mil vezes mais disponível a casar, e nem é para poder fazer sexo somente. Tenho pensado de fato em como seria bom ter uma mulher comigo, e apreciar todo o lado feminino dela.

Vejo a importância do carinho, da calma, da voz, da conversa, etc.

_______________________________________
NoFapHoje
Mensagens : 20
Data de inscrição : 06/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 12/8/2017, 19:04
Sobre a questão de desconfiança e ter filhos.

Bom, é realmente complicado julgar outro homem que está passando por reboot (uma vez que sou homem e também estou passando por reboot). Me sinto solidário a ele...

Mas se você não confiaria deixar o seu filho perto dele.. então a possibilidade de terminar é considerável. Até porquê envolve você e crianças...

E evitem sexo sem proteção... Sêmen fica mais forte com o tempo...

_______________________________________
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 15/8/2017, 15:00
Olá a todos. Peço desculpas pelo meu desabafo passado, eu estava tendo um dia muito triste, estava me sentindo muito mal. Vou atribuir esses sentimentos ruins a minha TPM - e não é desculpa de mulher rsrs. Eu realmente fico muito emotiva nesse processo e acredito que tenha sido a ocasião. Agradeço as mensagens de apoio de todos, mas aquelas palavras foram proferidas em um momento de vulnerabilidade de minha parte.

Bom, vou relatar os acontecimentos dos últimos dias. Meu namorado faz curso de línguas todos os sábados. Esse final de semana as aulas dele retornaram, pois estavam de férias. No telefone meu namorado contou que pediu para a mãe dele para fazer um doce para levar na aula e o questionei do porque, se não havia confraternização e nem nada do tipo que justificasse tal atitude. Ele me respondeu dizendo "na ultima confraternização, eu prometi que ia levar esse doce e não levei. Agora eles sempre me cobram e decidi fazer essa surpresa!". Acho que nem preciso dizer que fiquei incomodada com isso certo? Minha cabeça já começou a ir longe e comecei a perguntar para ele coisas do tipo "você tem atração por alguém da sua sala?; está querendo impressionar alguém?" e relembrei uma história do nosso passado, consequentemente. Quando fomos até um bar certa vez, para confraternização do curso dele e ele ficou de conversinha com uma garota na minha frente (na época é claro que não achei nada demais, eram apenas colegas conversando, eu confiava totalmente nos sentimentos dele por mim) e joguei isso para cima dele. Ele se fez de desentendido, falou que não, não sentia atração por ninguém e enfim... Mentiu. Como de costume.

Assim que ele saiu do curso, veio para minha casa e fomos até o parque caminhar. Retomamos a conversa novamente, só que dessa vez ele admitiu que estava mentindo. E começamos... MAIS UMA VEZ... como de costume, a discutir. Eu tento pensar repetidas vezes que não tem absolutamente nada de errado comigo, com a minha beleza, que o problema é ELE. Mas quem consegue racionalizar com isso?!? Eu por enquanto, não estou dando conta.
No meio da nossa discussão eu disse que se a situação fosse ao contrário, que se fosse eu a viciada em PMO, que se fosse eu imaginando fantasias com outros homens estando nos braços dele, ele não continuaria comigo. Isso o fez desmoronar, sabe? Acho que nunca tinha ocorrido esse pensamento na cabeça dele. Eu enxerguei um pesar em seus olhos, pela primeira vez, pareceu que ele tinha se colocado no meu lugar e viu o quão difícil era para mim. Ele me pedia perdão, dizia que a intenção dele jamais foi me magoar. Que o desejo dele nunca foi me machucar tanto dessa forma. E eu me coloquei no lugar dele também... Quando ele disse:

"[...] Você acha que é fácil para mim te ver desse jeito? Você acha que eu vivo em paz sabendo de toda dor que você sente e o culpado de tudo isso sou eu? É horrível para mim saber que se nosso relacionamento está dessa forma e que você chora todo dia é por todas as coisas ruins que eu fiz para você. Me dói olhar nos seus olhos e enxergar isso. Eu sinto vergonha! Culpa! Remorso! Eu não quero te contar a verdade sobre essas coisas do passado porque eu sei o quanto você sofre. A cada conversa difícil que temos, eu sei o quanto te fere mais e eu não quero mais fazer isso. Nunca mais! [...]"

De certa maneira, eu entendi o conflito que ele sente dentro dele. É claro que isso não justifica sua mentira. Eu prefiro mil vezes sofrer com a verdade, do que sorrir com uma mentira. Porque elas são fadadas a serem descobertas e é sempre uma dor maior quando acontecem. Eu sugeri - de novo - que se ele sentir que vai mentir, diga simplesmente que não quer falar disso, que ele não está pronto e eu vou respeitar. Não irei força-lo. Ele se comprometeu - de novo - a tentar fazer isso. O que nós namoradas/esposas podemos fazer, além de simplesmente esperar e torcer pelo melhor? Hum? Essa é a nossa vida no dia-a-dia, simplesmente torcer para que eles tomem as decisões que os afastam ainda mais do vício e esperar que isso reflita em nossas relações.

Outro fato que nos fez brigar, foi a sua psicóloga. Ela havia dito que não existia problema nenhum em ele ir ao show sozinho, de ficar num hotel sozinho, que esses medos que ele sente poderiam ser tratados nas sessões, já que ainda existia quase 1 mês para o evento. Bom, eu sentei e fui sincera com meu namorado e expliquei item por item do porque existia perigo SIM dele ficar sozinho e ele concordou, disse que eu tinha razão, que ele estava pecando em ser muito confiante. Ele levou isso para psicóloga novamente e ela disse "sua namorada tem razão, é perigoso você ir sozinho mesmo". Ou seja, se eu fosse o tipo de parceira que simplesmente não buscasse informação e deixasse tudo nas costas dessa felizarda, meu namorado podia seguramente ter uma recaída ou até mesmo voltar para o vício graças a má informação dessa profissional? Meu sangue ferveu. Tenho impressão de que TUDO sou eu. Eu passo as informações, eu digo o que fazer e o que não fazer, eu levo a sério, eu trato isso como um problema e o restante das pessoas está a passeio nisso tudo. É muito desgastante.
Ela passou um exercício para ele, disse que os AA tem 10 frases que eles dizem antes de começar as reuniões. Mandou meu namorado acordar e dizer as 10 frases substituindo pelo vício que ele tem. Não sei se irá funcionar, mas espero que sim.

Bom... Cada dia uma batalha diferente não é mesmo? Vamos a luta. É única coisa que nos resta a fazer por aqueles que amamos!

Com carinho,

Sarah.
avatar
Luis Santos
Mensagens : 1299
Data de inscrição : 13/01/2015

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 17/8/2017, 13:29
Sarah


Li todo seus relatos. Seu namorado deve primeiro reconhecer que é um viciado, e depois ele mesmo buscar conhecimento a respeito do reboot. O reboot é dele e não seu! É claro que com você ajudando as coisas ficam muito mais fáceis,porém, o desejo e a força para lutar e mudar devem sair dentro dele.

Aconselho que sugira a ele em participar aqui do fórum, mostre os materiais, faça pra ele criar um diário. Aparecendo sempre aqui o reboot fica menos difícil, eu mesmo só consegui vencer essa luta após participar desse espaço constantemente.


Segue os passos básicos do reboot, aconselho que mostre a ele esses passos:



Breve resumo do reboot:


-Ler o E-book, assistir os vídeos do Gary Wilson
-Ler as postagens do fórum: Histórias de sucesso, importância dos bloqueadores, outros assuntos.
- Criar um diário na sessão correspondente à sua idade


# Tapar as brechas e substituir a antiga rotina da pornografia:

Não ficar sozinho em casa
Ser objetivo no que acessa na internet
Instalar os bloqueadores
Fazer coisas diferentes nos momentos em que consumia pornografia
Praticar exercícios, sair com amigos, visitar familiares, algo que dê "prazer" naturalmente ao corpo.

# Excluir gatilhos:

Facebook
Twitter
Sair de grupos de whatsapp que enviam pornografia
Não olhar sites que contenham fotos de mulheres na praia, modelos paparazzi e etc.

- Ficar atento as fantasias que vierem a mente, buscar sempre ocupar o tempo com atividades e outras rotinas


Links importantes:

E-book: http://www.comoparar.com/t3070-e-book
Frases motivacionais: http://vicioempornografiacomoparar.com/motivacao/
Orientações básicas: http://www.comoparar.com/f1-orientacoes-basicas



Abraço,
Luís Santos.

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: http://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: http://comoparar.forumeiros.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 76
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 18/8/2017, 13:47
Querida Sarah,

Passando aqui para retribuir o apoio! Saiba também que não está sozinha e que mesmo que eu me ausente por alguns dias tentarei estar presente ao máximo por aqui...

O Luís sintetizou todos os pontos importantes para ajudar a ti e a seu moço...

Por mais frustrante que seja não temos como fazer tudo por eles...

Tente seguir as dicas dele... E realmente coloque claro para seu moço a importância dele mesmo correr atrás... Lembro que uma vez explodi com o Uzumaki porque era sempre só eu que me mexia quanto instalar bloqueadores e bolar estratégias, perguntei se ele queria ficar sozinho e na merda... Foi a primeira vez que ele mesmo pesquisou sobre mais bloqueadores e criou uma lista de palavras que eram gatilho para ele para que eu pudesse adicionar ao blok pro...

sarahackles escreveu:
E acho que é exatamente aí que o vício deles nos abate. Na nossa auto-estima. Nos sentimos feias. Inferiores. Nos sentimos menos do que qualquer outra mulher na rua. Parece que qualquer corpo é o suficiente para faze-los esquecer da mulher carinhosa, companheira e dedicada que somos dentro do relacionamento.

E sim, eu entendo perfeitamente como é lidar com as fantasias do cara que gostamos, e é uma situação horrorosa! SIM! Parece que todo relacionamento é uma mentira quando ouvimos sobre a frequência das fantasias com outras garotas, como se o namoro só valesse algo quando eles estão ao nosso lado e depois que se afastam não tivesse mais importância...

Para mim foi extremamente doloroso porque achava que com ele admitindo o vício e fazendo o reboot, isso iria passar. Mas como ele não estava levando o reboot direito, as fantasias não pararam e até se intensificaram na faculdade... Que dor! Eu nunca vou esquecer... E não me iludo mais, ele está usando a liga no braço para puxar quando começa a fantasiar com alguém, mas conhecendo um pouco dele sei que ele não é tão rigoroso assim, ele diz que está avançando e tem melhorado, espero que seja verdade, que ele não vacile por achar q está ficando mais forte...

Quanto a esse ponto, minha amiga, fico feliz que seu namorado esteja disposto a mudar de turma e fazer inglês contigo. Infelizmente, sinto-me no dever te alertar, pois aprendi na marra que isso não é o suficiente. Porque mesmo que não seja com aquela garota será com outra.

Em qualquer lugar, a qualquer momento, não é possível que você esteja sempre com ele, ele mesmo precisa criar estratégias sérias para mudar isso, seja o elástico, seja a questão das formas geométricas que vc falou... Como meu Uzumaki admitiu, ele fantasiava com as moças antes mesmo de pmo e se agravou com pmo... Logo, é algo muito intuitivo para ele...

Dói, eu sei, é uma merda ouvir isso, mas lembre-se não importa quanto mudarmos eles de turma ou de local, até que ele mude esse hábito de fantasiar, sempre vai haver outra garota em algum lugar... Estou trabalhando aceitar essa verdade...

Desculpe colocar isso, vi que vcs estão tentando construir uma nova rotina, isso é ótimo!! Fico animada por essa disposição dele, apenas atente-se ao esforço pessoal dele... Essa treta de fantasiar no automático é bem complicada de resolver... Até porque a moda hoje é usar o maior decote possível, andar com a barriga de fora e a bunda também...

sarahackles escreveu:
Minha sugestão é que você se olhe no espelho e liste todas as coisas que gosta em si mesma. Lembre-se das coisas que gosta fisicamente e também em sua personalidade e se recorde disso todos os dias se olhando no espelho. Parece meio bobo, mas ajuda a olhar sua própria imagem todos os dias e começar a se familiarizar com ela pouco a pouco. Melhorar a auto-estima é como você querer ser amiga de si mesma. Tente, pelo menos.

Muuito obrigada pela sugestão mocinha!!!! Tenho tentado me olhar mais no espelho... Sempre tive muita dificuldade com meu rosto, sabe? Não é delicado nem nada simétrico haha... Para além do corpo perfeito que a sociedade diz que devemos ter, pesa muito para mim quando penso nas moças que são belas e chamam atenção da cabeça aos pés, com rostos delicados e atraentes... Nesse aspecto, eu fiquei beeeem abalada quanto pmo...

Comecei aula de ginástica localizada semana passada para ver se me animo mais com meu corpo, tem sido uma boa experiência, embora eu esteja toda quebrada, haha...

sarahackles escreveu:
Mas Liz... Ainda que todos esses pensamentos nos cerquem, lembre-se de se dizer sempre: É o vício, não eles! É o vício que o faz ser assim, não eles! E não tem absolutamente NADA a ver conosco. Nunca teve. É apenas sobre eles. Não tem a ver com relacionamento, não tem a ver com a forma como agimos, ou nos vestimos, não tem a ver com o sexo que fazemos, não tem a ver com nada que sejamos NÓS. Isso é sobre eles! Isso é uma luta e um vício deles, minha amiga! Não é nossa culpa! Isso começou antes mesmo de existirmos em suas vidas... Eles escolheram esse caminho antes mesmos de estarmos lá. Então não é e nem nunca foi sobre nossa imagem ou nossos comportamentos, Liz. Eles são os viciados e nós apenas tentamos ajuda-los.

Tem que ficar repetindo isso incessantemente em nossas cabeças, né? Porque ó verdade difícil de interiorizar !!!!!!!!!!!!!! Meu relacionamento apesar de ainda vivo, está bem desgastado, ontem, eu tive a ideia de perguntar para ele sobre quais momentos do nosso namoro ele sente falta ou lembra com mais carinho... Foi triste, sabe? Ele falou de coisas que já fazem muuuuuuito tempo, nada desse ano por exemplo... Momentos de quando ele ainda não tinha caído muitas vezes contra pmo após começar o reboot, quando ele ainda era sonhador e super fofo com nosso namoro...

Eles são viciados, de fato... Eles precisam lutar... Espero que meu Uzumaki querido mude antes que essa merda consuma toda a força que restou em nosso namoro...

Enfim, muito obrigada pelas sugestões... Estarei tentando cuidar mais de mim mesmo!!

Um abraço gigante para ti!!
Compreendo muito a tua dor, vc não está sozinha, e fé em Deus que conseguiremos sair dessa luta de forma vitoriosa!!!!!!

Força querida!!!!

Com carinho,

Liz...


Última edição por Elizabeth de Cássia em 18/8/2017, 16:26, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Meu diário:
http://comoparar.forumeiros.com/t5491-desesperanca
avatar
Conor Mcgregor.
Moderador
Moderador
Mensagens : 1164
Data de inscrição : 06/05/2017
Idade : 28

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 18/8/2017, 16:17
sarahackles escreveu:Eu namoro a 1 ano e 5 meses, meu namorado tem 20 anos e eu 22. Tínhamos um relacionamento feliz, eu era apaixonada por ele e ele parecia estar por mim, sempre fomos muito companheiros e parceiros um do outro. Pelo menos assim eu enxergava, até que uma vez peguei uma curtida dele numa conta do instagram de uma mulher dançando e daí para frente, eu descobri o vício dele. O histórico do celular dele era cheio de pornografia. Me senti desolada, foi um choque para mim saber que meu namorado fazia isso. Porque sempre que tínhamos conversas sobre o assunto, ele dizia "não faz meu tipo, eu não curto essas coisas" e descobrir que ele mentia para mim dessa forma descaradamente foi de partir meu coração.

Da primeira vez que descobri, ele me prometeu que ia mudar, que ia parar. Pois isso estava atrapalhando nosso relação sexual visivelmente, ele não me procurava mais, não me queria. Eu estava cogitando até que estivesse me traindo, mas quando a verdade realmente apareceu, tudo fez sentido. Passado 1 mês da promessa de "mudança" dele, verifiquei seu celular novamente e nada havia mudado. Meu coração se partiu duplamente, pois eu estava acreditando fielmente que ele estava buscando parar. Sempre perguntava para ele sobre, ele dizia que não fazia mais. E eu acreditava em sua palavra.

Nessa segunda vez, nossa briga foi horrível. Eu senti muito ódio dele, ódio das mentiras, das dissimulações e da falsidade. Me senti usada e traída. Uma dor imensa me pegou. Não sabia se terminava meu relacionamento ou não, pois novamente ele prometia mudar, novamente ele dizia que não queria mais ser escravo disso. Nosso relacionamento degringolou, eu contei para sua mãe sobre o vicio dele, contei para meus pais, quase todos ao nosso redor estavam sabendo do fato. Então eu fiquei dividida, não sabia que posição tomar.

Ele começou a frequentar o psicólogo dessa vez. Se livrou do Smartphone, comprou aqueles celulares sem internet sabe? Agora mãe dele fica atenta quando ele está em casa. Só o deixa usar o computador na sala, na frente de todos, ela cuida o tempo que ele fica no banheiro. E ele me diz que dessa vez está realmente mudando. Mas... como acreditar? Na primeira vez ele me disse que nem chegou a tentar quando o questionei, que ele só me disse o que eu precisava ouvir na hora. Mas quem me garante que ele não pode estar fazendo isso novamente? É tão difícil confiar em alguém que já mentiu para você tão descaradamente. É muito sofrimento dividir a vida com alguém que você não tem certeza se é ou não verdadeiro. Se está ou não dentro do relacionamento. Nossa vida tem sido um verdadeiro inferno, constantes brigas e desconfianças da minha parte, me sinto angustiada por não saber se devo ou não confiar. Eu sinto que se houver uma terceira mentira por parte dele, eu desmorono. Então eu prefiro me preservar e simplesmente me negar a acreditar nessa mudança dele para não ter outra "surpresa" dessas. O que me magoa no final de tudo, não é o vicio sabe? É a mentira. A minha maior dor em tudo isso é saber que ele é capaz de mentir na minha cara para sustentar tudo isso.

Existem dias que eu consigo lidar melhor com ele, que consigo assimilar melhor. Estamos conversando sobre isso agora todos os dias, ele fala um pouco e eu também. Ele sempre diz constantemente que meu apoio tem sido fundamental na mudança dele, que ele é extremamente grato pela segunda chance que estou dando. Mas no fundo meu coração sente tanto medo... De tudo isso ser só uma farsa e eu estar dando meu sangue e minha alma novamente e ele simplesmente não estar tentando.

Hoje faz 20 dias que ele diz não estar vendo pornografia e nem se tocando. A psicóloga diz que ele está fazendo um progresso muito grande, que ele está determinado a largar disso e que acredita na sua melhora. Ela diz que ele deve continuar buscando a mim para conversar, para se abrir, que se der alguma vontade nele, que ele deve me procurar e falar sobre isso, recorrer a mim para ajuda-lo. Mas as mesmas incertezas continuam... Será que ele está sendo sincero? Será que ele realmente está mudando? Será que ele está firme nesses 20 dias mesmo? Se ele estiver tentando, será que ele me contaria se tivesse uma recaída? Ele me diria que se masturbou ou viu porno? Eu só queria sinceridade da parte dele, só isso. A pior parte do vício, é a mentira que vem com ele.      
Sara, eu tenho uma namorada que não sabe que sou viciado em PMO. Mas sabe que ja fui. Para ela, eu não pratiquei mais. Realmente escondo essa realidade que vivo no momento. Mas estou lutando com unhas e dentes para se livrar disso. No meu caso, minto pois ela não me apóia da forma que você apóia o seu namorado. Infelizmente nessa luta estou sozinho. Coloque ele nesse fórum, apresente o ebook para ele. Em fim. É uma situação delicada

_______________________________________
DA UMA PASSADA NO MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t5738-diario-do-mcgregor

"NOS VEMOS NO PÓDIO" - TOGURO  ( A LENDA DO FORUMEIROS).

Toguro, entra em contato meu velho!

avatar
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1094
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46

Verdade versus paz

em 18/8/2017, 18:21
sarahackles escreveu:Olá a todos. Peço desculpas pelo meu desabafo passado, eu estava tendo um dia muito triste, estava me sentindo muito mal. Vou atribuir esses sentimentos ruins a minha TPM - e não é desculpa de mulher rsrs. Eu realmente fico muito emotiva nesse processo e acredito que tenha sido a ocasião. Agradeço as mensagens de apoio de todos, mas aquelas palavras foram proferidas em um momento de vulnerabilidade de minha parte.

Bom, vou relatar os acontecimentos dos últimos dias. Meu namorado faz curso de línguas todos os sábados. Esse final de semana as aulas dele retornaram, pois estavam de férias. No telefone meu namorado contou que pediu para a mãe dele para fazer um doce para levar na aula e o questionei do porque, se não havia confraternização e nem nada do tipo que justificasse tal atitude. Ele me respondeu dizendo "na ultima confraternização, eu prometi que ia levar esse doce e não levei. Agora eles sempre me cobram e decidi fazer essa surpresa!". Acho que nem preciso dizer que fiquei incomodada com isso certo? Minha cabeça já começou a ir longe e comecei a perguntar para ele coisas do tipo "você tem atração por alguém da sua sala?; está querendo impressionar alguém?" e relembrei uma história do nosso passado, consequentemente. Quando fomos até um bar certa vez, para confraternização do curso dele e ele ficou de conversinha com uma garota na minha frente (na época é claro que não achei nada demais, eram apenas colegas conversando, eu confiava totalmente nos sentimentos dele por mim) e joguei isso para cima dele. Ele se fez de desentendido, falou que não, não sentia atração por ninguém e enfim... Mentiu. Como de costume.

Assim que ele saiu do curso, veio para minha casa e fomos até o parque caminhar. Retomamos a conversa novamente, só que dessa vez ele admitiu que estava mentindo. E começamos... MAIS UMA VEZ... como de costume, a discutir. Eu tento pensar repetidas vezes que não tem absolutamente nada de errado comigo, com a minha beleza, que o problema é ELE. Mas quem consegue racionalizar com isso?!? Eu por enquanto, não estou dando conta.
No meio da nossa discussão eu disse que se a situação fosse ao contrário, que se fosse eu a viciada em PMO, que se fosse eu imaginando fantasias com outros homens estando nos braços dele, ele não continuaria comigo. Isso o fez desmoronar, sabe? Acho que nunca tinha ocorrido esse pensamento na cabeça dele. Eu enxerguei um pesar em seus olhos, pela primeira vez, pareceu que ele tinha se colocado no meu lugar e viu o quão difícil era para mim. Ele me pedia perdão, dizia que a intenção dele jamais foi me magoar. Que o desejo dele nunca foi me machucar tanto dessa forma. E eu me coloquei no lugar dele também... Quando ele disse:

"[...] Você acha que é fácil para mim te ver desse jeito? Você acha que eu vivo em paz sabendo de toda dor que você sente e o culpado de tudo isso sou eu? É horrível para mim saber que se nosso relacionamento está dessa forma e que você chora todo dia é por todas as coisas ruins que eu fiz para você. Me dói olhar nos seus olhos e enxergar isso. Eu sinto vergonha! Culpa! Remorso! Eu não quero te contar a verdade sobre essas coisas do passado porque eu sei o quanto você sofre. A cada conversa difícil que temos, eu sei o quanto te fere mais e eu não quero mais fazer isso. Nunca mais! [...]"

De certa maneira, eu entendi o conflito que ele sente dentro dele. É claro que isso não justifica sua mentira. Eu prefiro mil vezes sofrer com a verdade, do que sorrir com uma mentira. Porque elas são fadadas a serem descobertas e é sempre uma dor maior quando acontecem. Eu sugeri - de novo - que se ele sentir que vai mentir, diga simplesmente que não quer falar disso, que ele não está pronto e eu vou respeitar. Não irei força-lo. Ele se comprometeu - de novo - a tentar fazer isso. O que nós namoradas/esposas podemos fazer, além de simplesmente esperar e torcer pelo melhor? Hum? Essa é a nossa vida no dia-a-dia, simplesmente torcer para que eles tomem as decisões que os afastam ainda mais do vício e esperar que isso reflita em nossas relações.

Outro fato que nos fez brigar, foi a sua psicóloga. Ela havia dito que não existia problema nenhum em ele ir ao show sozinho, de ficar num hotel sozinho, que esses medos que ele sente poderiam ser tratados nas sessões, já que ainda existia quase 1 mês para o evento. Bom, eu sentei e fui sincera com meu namorado e expliquei item por item do porque existia perigo SIM dele ficar sozinho e ele concordou, disse que eu tinha razão, que ele estava pecando em ser muito confiante. Ele levou isso para psicóloga novamente e ela disse "sua namorada tem razão, é perigoso você ir sozinho mesmo". Ou seja, se eu fosse o tipo de parceira que simplesmente não buscasse informação e deixasse tudo nas costas dessa felizarda, meu namorado podia seguramente ter uma recaída ou até mesmo voltar para o vício graças a má informação dessa profissional? Meu sangue ferveu. Tenho impressão de que TUDO sou eu. Eu passo as informações, eu digo o que fazer e o que não fazer, eu levo a sério, eu trato isso como um problema e o restante das pessoas está a passeio nisso tudo. É muito desgastante.
Ela passou um exercício para ele, disse que os AA tem 10 frases que eles dizem antes de começar as reuniões. Mandou meu namorado acordar e dizer as 10 frases substituindo pelo vício que ele tem. Não sei se irá funcionar, mas espero que sim.  

Bom... Cada dia uma batalha diferente não é mesmo? Vamos a luta. É única coisa que nos resta a fazer por aqueles que amamos!

Com carinho,

Sarah.

Sara, boa tarde! Eu convido a você a olhar as possíveis mentiras dele sob outro ângulo.

Não estou dizendo que mentir é correto, mas muitas vezes eu uso a mentira para fugir de um possível confronto.

Eu sei que como você é uma pessoa com a personalidade forte e verdadeira e que você prefere muitas vezes ser sincera e até mesmo agressiva do que mentir, contudo eu me identifico um pouco com a personalidade do seu namorado e talvez, no caso dele, o fato de mentir seja, por incrível que pareça, uma forma de respeito a sua pessoa.

Não encare isso como uma traição ou desonestidade.

Vale à pena você demonstrar a ele o máximo de carinho e compreensão com seus possíveis erros.

Isso fará com que ele minta menos para você.

Por outro lado se você bater de frente com as questões da mentira ele mentirá ainda mais para evitar uma possível briga, entende?

Mesmo na hipótese de ele está mentindo porque está lhe traindo com outra, se você acreditar nele você estará na vantagem pois a sua confiança o machucará mais do que um ferro incandescente.

Por outro lado se não tiver havendo traição alguma você também ficará na vantagem pois o relacionamento de vocês estará cada dia melhor.

Acredito que para ele, assim como para mim, o mais importante no relacionamento não é a verdade, mas é a harmonia e a paz.

Não é que você esteja errada mas cada pessoa pensa de uma forma diferente e eu gostaria de convidá-la a mudar um pouco a sua forma de pensar em relação a isso.

Estou dizendo isso porque estou querendo ajudar e o faço com a melhor das intenções. Em nenhum momento eu quero criticar a sua atitude, mas apoiá-la para que vocês possam ser verdadeiramente felizes.

Um grande abraço Antônio 71

_______________________________________
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 19/8/2017, 15:31
Olá Luis,

Obrigada por vir me visitar. É bom para mim olhar os relatos de pessoas que passaram por isso. O lado da "namorada/esposa" eu já conheço bem, pois estou nele. Mas ouvir a perspectiva do outro lado é muito reconfortante e esclarecedor! Obrigada!

Eu dei uma passadinha no seu fórum. Realmente sua luta é muito impressionante! Me permita lhe dar os parabéns! Você não faz ideia do quanto sua história me inspira a continuar acreditando que esse problema pode ser superado - com vigilância eterna, é claro. - Mas que podemos deixar isso para trás de certa maneira e ter uma vida plena. Eu quero tanto isso para meu parceiro, que ele chegue em seu estágio! Mas vamos-lá, um dia de cada vez.

Luis Santos escreveu:
Li todo seus relatos. Seu namorado deve primeiro reconhecer que é um viciado, e depois ele mesmo buscar conhecimento a respeito do reboot. O reboot é dele e não seu! É claro que com você ajudando as coisas ficam muito mais fáceis,porém, o desejo e a força para lutar e mudar devem sair dentro dele.

Aconselho que sugira a ele em participar aqui do fórum, mostre os materiais, faça pra ele criar um diário. Aparecendo sempre aqui o reboot fica menos difícil, eu mesmo só consegui vencer essa luta após participar desse espaço constantemente.

Bom, eu honestamente não quero sugerir a criação do fórum agora. Sabe porque? Ele tem um dia bastante corrido, por conta do trabalho e da faculdade. Então durante a semana, o tempo que lhe sobra para estar no computador é de noite - que era um dos horários que ele tinha esse "costume" - Portanto por agora, eu o estou incentivando a simplesmente esquecer o computador do planeta terra. Para que lhe sobre tempo de noite para ler um livro, escrever poesia ou mesmo passar um tempo com a sua família. Ele sai todos os dias as 6h20 de casa e chega as 23h. Nos finais de semana, ele literalmente fica grudado em mim. Nós dois desde o começo do relacionamento somos bem grudados (o que me chocou muito quando descobri, afinal todo tempo "livre" que ele tinha, ele estava comigo. Mas como te disse, de noite era o seu momento). Geralmente aos sábados de manhã ele joga bola, depois lava o carro e vai para curso de inglês (aliás ia, porque ele parou agora) e aí vem para minha casa. Nos domingos também são assim, de manhã ele dorme até 12h, depois vem para minha casa e ficamos juntos. Então não acho que se faça necessário a criação do fórum agora. Ele tem a psicóloga para se abrir, a mãe e a mim. Por enquanto, isso parece estar sendo o suficiente por ele estar demonstrando bastante força de vontade. Ele chegou a marca de 32 dias sem PMO , até onde eu sei. Claro que ele pode mentir, mas... Torço que não.

Em relação a procurar informações, eu COM certeza acho válido. E gostaria muito que ele fizesse isso. Mas como combinamos que ele vai evitar o computador ao máximo, nos comprometemos a comprar o e-book, ele vai imprimir e ler. Foi o meio que encontramos. De resto... Eu sempre mostro vídeos para ele sobre quando posso. Trago informações para ele. Na sexta-feira ele teve uma "crise" de abstinência, não sei se dá para ser chamado assim e nem se existe, mas ele teve. Ficou com muuuuita vontade no serviço. Ele me contou que a cabeça dele estava pedindo muito aquilo para que se aliviasse. A psicóloga disse que sempre que ele sentisse vontade, deveria me ligar. Ele nunca fez isso nos 30 dias, mas no 31 ele me ligou. Ele disse que estava com medo de cair e precisou me ligar. Conversamos sobre outro assunto, tentei distrai-lo e ele ficou mais calmo. Enfim, você também tinha crises do tipo Luis? Como lidava com elas?


Luis Santos escreveu: Segue os passos básicos do reboot, aconselho que mostre a ele esses passos:



Breve resumo do reboot:


-Ler o E-book, assistir os vídeos do Gary Wilson
-Ler as postagens do fórum: Histórias de sucesso, importância dos bloqueadores, outros assuntos.
- Criar um diário na sessão correspondente à sua idade


# Tapar as brechas e substituir a antiga rotina da pornografia:

Não ficar sozinho em casa
Ser objetivo no que acessa na internet
Instalar os bloqueadores
Fazer coisas diferentes nos momentos em que consumia pornografia
Praticar exercícios, sair com amigos, visitar familiares, algo que dê "prazer" naturalmente ao corpo.

# Excluir gatilhos:

Facebook
Twitter
Sair de grupos de whatsapp que enviam pornografia
Não olhar sites que contenham fotos de mulheres na praia, modelos paparazzi e etc.

- Ficar atento as fantasias que vierem a mente, buscar sempre ocupar o tempo com atividades e outras rotinas

1. Sobre o Gary ok, fazemos isso. Eu mostrei os vídeos. O e-book ele vai começar a ler.
2. Sobre o fórum? E sobre ele vir aqui? Evitamos.
3. Ele não fica sozinho, está ignorando o computador. Embora hoje iremos instalar os bloqueadores.
4. Estou criando rotinas que demandem que ele se exercite, exclui completamente a nossa rotina de "casal netflix". Agora começamos a tentar cozinhar juntos, caminhamos, sentamos e ficamos conversando um com o outro sem qualquer externalidade envolvida (música, PC ou TV).
5. Gatilhos "online" foram excluídos. O aparelho celular que ele usa, são aqueles mobile sem internet sabe? Os "tijolinhos antigo" sabe? Então quando nos comunicamos, é apenas através de ligação e sms, afinal o celular não possui outras funcionalidades. Agora os gatilhos "reais" é que ainda estamos em processo... Ele ainda não conseguiu identificar quais são seus gatilhos, ele ainda está inerte esperando que eu diga para ele o que é e o que não é. Ele ainda está com dificuldade para admitir essa parte para si mesmo, então estou aguardando. Ele disse que está pensando a respeito para me dizer e podemos evitar.

Minhas dúvidas Luis, são as relações intimas que temos. Não sei bem como me comportar e agir e ele também tem essa dificuldade. Como você lida com isso?! Não sabemos o que podemos dizer ou não podemos. O que é permitido fazer ou não. É díficil essa linha tênue entre a fantasia e o real. Nós estamos bem limitados em relação a isso, com medo de fazer qualquer coisa que o empurre para cair ou qualquer coisa que me magoe também.

Obrigada pela ajuda Luis,

Um beijo,
Sarah.
sarahackles
Mensagens : 14
Data de inscrição : 08/08/2017

Re: Como ter certeza se ele é sincero?

em 19/8/2017, 15:53
Elizabeth de Cássia escreveu:Querida Sarah,

Quanto a esse ponto, minha amiga, fico feliz que seu namorado esteja disposto a mudar de turma e fazer inglês contigo. Infelizmente, sinto-me no dever te alertar, pois aprendi na marra que isso não é o suficiente. Porque mesmo que não seja com aquela garota será com outra.

Em qualquer lugar, a qualquer momento, não é possível que você esteja sempre com ele, ele mesmo precisa criar estratégias sérias para mudar isso, seja o elástico, seja a questão das formas geométricas que vc falou... Como meu Uzumaki admitiu, ele fantasiava com as moças antes mesmo de pmo e se agravou com pmo... Logo, é algo muito intuitivo para ele...

Dói, eu sei, é uma merda ouvir isso, mas lembre-se não importa quanto mudarmos eles de turma ou de local, até que ele mude esse hábito de fantasiar, sempre vai haver outra garota em algum lugar... Estou trabalhando aceitar essa verdade...

Desculpe colocar isso, vi que vcs estão tentando construir uma nova rotina, isso é ótimo!! Fico animada por essa disposição dele, apenas atente-se ao esforço pessoal dele... Essa treta de fantasiar no automático é bem complicada de resolver... Até porque a moda hoje é usar o maior decote possível, andar com a barriga de fora e a bunda também...

É Liz, eu sei que você está coberta de razão. Que o problema não está na menina e sim neles, que são eles que devem parar com tal fantasia. Se não será uma hoje, outra amanhã... Eu sei que é verdade. Mas eu ia me sentir melhor sabendo que ele está se afastando de tal fantasia que ele tinha durante o nosso namoro. É díficil. Só isso. Eu fico querendo tornar as mudanças dele em ação, não acho que só falar basta. Eu quero que essas mudanças em suas rotinas, em sua vida, o faça ver que é isso que ele tem que fazer por si mesmo. Que tudo isso que está acontecendo em sua vida é reflexo de uma vida de escravidão que ele se permitiu.

Eu me considero uma pessoa tolerância zero com isso sabe? Eu quero cortar tudo quanto é gatilho e tudo que o faça chegar perto de uma queda. Não aguento mais viver o meu namorado na sombra disso. Só quero que pare e quero tentar de tudo para que isso saia de uma vez das nossas vidas. Mas obrigada pelo alerta Liz, sei que não devo me permitir ser tão esperançosa só pela mudança de turma. E também não considero que isso seja louvável, meu namorado a vida inteira sempre fez o estilo "mole" sabe? Ele sempre aceitou tudo que eu falo. Sempre quis fazer todos os meus gostos e as minhas vontades, ele não é o tipo de cara que se impõe e diz não. O que colabora e muito para que ele minta. Então eu sei que ele não vai fazer nenhum tipo de resistência com qualquer coisa que eu sugira, porque ele me quer de volta. Ele quer a Sarah amorosa e carinhosa de volta. O que eu já não sou a 1 mês. Não consigo. Não dá.

A estrutura do nosso relacionamento mudou tanto. Eu mudei tanto com ele, as vezes chego a me questionar se tenho sentimento por ele ainda, se ainda o amo. Ás vezes sou áspera com ele, não quero conversar com ele, não tenho muito prazer de estar em sua companhia sabe? Sinto como se meu amor por ele estivesse diminuindo gradativamente. Não faço mais questão de sua companhia tanto assim. Não sei se isso é uma fase, se faz parte. Estou vivendo um dia de cada vez.


Elizabeth de Cássia escreveu:Tem que ficar repetindo isso incessantemente em nossas cabeças, né? Porque ó verdade difícil de interiorizar !!!!!!!!!!!!!! Meu relacionamento apesar de ainda vivo, está bem desgastado, ontem, eu tive a ideia de perguntar para ele sobre quais momentos do nosso namoro ele sente falta ou lembra com mais carinho... Foi triste, sabe? Ele falou de coisas que já fazem muuuuuuito tempo, nada desse ano por exemplo... Momentos de quando ele ainda não tinha caído muitas vezes contra pmo após começar o reboot, quando ele ainda era sonhador e super fofo com nosso namoro...

Eu fiz essa pergunta para meu namorado também. Ele me disse lembranças do inicio do namoro também. Isso me deixou triste. Eu disse para ele "você me deixou sozinha por tanto tempo". E ele disse que sim. Que ele não vivia comigo há muito tempo. Dói. Quase 1 ano e 6 meses vivendo do lado de alguém que não estava ali. É triste. Faz você se perguntar, o que eu fiz com todo resto?! O que eu faço com todas essas fotos? Todos esses momentos? É mentira. Foi mentira. Tudo isso é tão triste para nós mulheres que não somos viciadas e não enfiamos terceiras em nossa relação viver com isso e entender.

Mas vamos em frente né Liz? É a unica coisa que nos restou desde o começo dessa luta. Sucesso para você e seu parceiro. Espero que as coisas estejam melhorando para vocês, minha amiga.

Um grande abraço e um cheiro,
Sarah.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum