Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 12/3/2018, 10:54
will_broots escreveu:
Que legal! Tb estou tendo algumas ereções e isso é muito bom. Só tome cuidado com as possíveis fissuras.
Sim, nesses primeiros 21 dias, é meio normal que isso aconteça, mantenha-se firme e procure tomar banhos frios, que isso passa com o tempo.
Abraços.

Não tive nenhuma fissura ainda. Tive apenas alguns momentos de libido mais intensa.

Hoje acordei com uma ereção matinal incrível. Me veio em mente algumas cenas de sexo onde eu era ativo, algo impensável desde que me conheço por gente. Hahaha.

A vontade de assistir P tem aumentado bastante. Lembro de algumas imagens dos sites de P com um colorido intenso, tudo maravilhoso, paradisíaco. Meu cérebro está sentindo falta das prolongadas descargas de dopamina. Mas sei que é ilusão. Não vou cair nessa.

Abs!

_______________________________________
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 13/3/2018, 10:22
Ontem o negócio foi tenso.

Fiquei o dia todo com muita ansiedade, frio na barriga.

À noite, eu sentia como se meu corpo tremesse por dentro. Me deu falta de ar.

Tô me sentindo como um usuário de drogas pesadas que está em abstinência.

A fissura sexual tá ficando muito intensa. Toda hora lembro dos sites de P, que estão cada vez mais coloridos e irresistíveis. A todo momento me vem a ideia de entregar os pontos, mas penso nos resultados positivos que estou tendo e aguento o tranco.

_______________________________________
avatar
sehis
Mensagens : 28
Data de inscrição : 01/03/2018
Idade : 40
Localização : Rio de Janeiro

Re: Diário do "Internet"

em 13/3/2018, 10:51
Pô, cara!
Eu estou a dois dias no estágio de querer testar a ereção do meu pênis pois cheguei a ter DE em alguns momentos. Mas sei que isso é só mais um gatilho pra depois acabar me M! Quando der vontade de ver P vai pra rua, ou fica com outras pessoas. Não fica só ou em ócio por que não adianta tirar dopamina de P do cérebro e não dar em outra coisa!
Vou seguir firme com minha meta de 20 sem O e depois segurar o efeito caçador! P ainda não está me dando fissura de voltar a ver!

_______________________________________
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 13/3/2018, 11:24
sehis escreveu:Pô, cara!
Eu estou a dois dias no estágio de querer testar a ereção do meu pênis pois cheguei a ter DE em alguns momentos. Mas sei que isso é só mais um gatilho pra depois acabar me M! Quando der vontade de ver P vai pra rua, ou fica com outras pessoas. Não fica só ou em ócio por que não adianta tirar dopamina de P do cérebro e não dar em outra coisa!
Vou seguir firme com minha meta de 20 sem O e depois segurar o efeito caçador! P ainda não está me dando fissura de voltar a ver!

Você está com apenas 12 dias de reboot. Eu com 12 dias ainda estava relativamente tranquilo. Agora que a situação começou a apertar. Muita fissura em sexo.

_______________________________________
avatar
David Silva
Mensagens : 1426
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 32

Re: Diário do "Internet"

em 13/3/2018, 13:21
17 dias parabéns!
Acompanhando força e luz!

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro


marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 313
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diário do "Internet"

em 14/3/2018, 09:57
Os primeiros 15 dias são os piores, vão por mim. Acredito que nossa maior dificuldade no reboot esteja em substituir PMO por outra atividade. Sou agraciado por ter uma vida social, familiar e laboral BEM agitadas. Ou seja, me sobram poucas horas do dia só ou parado.
Invistam em atividades de religação! Uma faculdade, um curso, algo que lhes tirem a cabeça do REBOOT.
Eu sei que é importante se policiar, mas pensar em reboot todo o tempo gera em nós uma ansiedade muito forte, e não é isso que queremos.

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 14/3/2018, 15:58
18 dias de reboot.

Nesses últimos dois dias, tive uma reaquecida incrível da libido. Avancei em cima dos meus contatinhos do whats. Todo mundo ficou mais interessante. Laughing

Acredito que eu já estava numa flatline permanente, pois minha libido estava praticamente nula há muito tempo. Não tinha impulso algum pra ter algo real com alguém.

Em 7 dias de reboot, os efeitos são praticamente insignificantes. Depois de 15 dias que eu comecei realmente a sentir os benefícios do reboot.

Parece que antes eu estava vivendo como um zumbi. Estava totalmente anestesiado. Agora os pensamentos estão mais claros e fluídos. Consigo prestar mais atenção nos detalhes das coisas que acontecem ao meu redor. A vida ficou mais colorida e interessante.

_______________________________________
avatar
David Silva
Mensagens : 1426
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 32

Re: Diário do "Internet"

em 15/3/2018, 06:30
Internet escreveu:18 dias de reboot.

Nesses últimos dois dias, tive uma reaquecida incrível da libido. Avancei em cima dos meus contatinhos do whats. Todo mundo ficou mais interessante. Laughing

Acredito que eu já estava numa flatline permanente, pois minha libido estava praticamente nula há muito tempo. Não tinha impulso algum pra ter algo real com alguém.

Em 7 dias de reboot, os efeitos são praticamente insignificantes. Depois de 15 dias que eu comecei realmente a sentir os benefícios do reboot.

Parece que antes eu estava vivendo como um zumbi. Estava totalmente anestesiado. Agora os pensamentos estão mais claros e fluídos. Consigo prestar mais atenção nos detalhes das coisas que acontecem ao meu redor. A vida ficou mais colorida e interessante.


Excelente! Parabéns!

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro


marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 313
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diário do "Internet"

em 15/3/2018, 09:56
Internet escreveu:18 dias de reboot.

Nesses últimos dois dias, tive uma reaquecida incrível da libido. Avancei em cima dos meus contatinhos do whats. Todo mundo ficou mais interessante. Laughing

Acredito que eu já estava numa flatline permanente, pois minha libido estava praticamente nula há muito tempo. Não tinha impulso algum pra ter algo real com alguém.

Em 7 dias de reboot, os efeitos são praticamente insignificantes. Depois de 15 dias que eu comecei realmente a sentir os benefícios do reboot.

Parece que antes eu estava vivendo como um zumbi. Estava totalmente anestesiado. Agora os pensamentos estão mais claros e fluídos. Consigo prestar mais atenção nos detalhes das coisas que acontecem ao meu redor. A vida ficou mais colorida e interessante.

É isso mesmo. O "brainfog" eu também tinha, foi embora. Reboot é vida e liberdade! Persevere, lá pelos 30 dias os resultados são bem mais visíveis.

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 16/3/2018, 10:14
Amigos,

20 dias de vitória! Very Happy

Ontem precisei fazer umas tarefas no Excel. Impressionante como tudo fluiu com facilidade. Não me embolei com as fórmulas. Fiquei assustado. Haha

Minha memória também tá uma loucura. Tô lembrando das coisas com uma facilidade incrível.

Preciso tirar uma dúvida com quem já alcançou uma boa marca de dias no reboot: como fica a mente em relação aos fetiches? Eles são atenuados, porém permanecem ativos?

A minha fissura por fetiches diminuiu bastante, porém eles continuam me parecendo interessantes.

Abs!

_______________________________________
marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 313
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diário do "Internet"

em 16/3/2018, 10:37
As fissuras diminuem, mas você se torna muito mas muito sensível a qualquer estímulo.
Tenho um grupo da faculdade em que se é postado gifs pornôs que na hora que vejo sobe o calor do tesao automaticamente, gifs normais. No começo do Reboot nem vídeos bem elaboradores me excitavam mais rsrsrs

Esses dias estou muito foguento, não sei como vou fazer, mas não estou querendo utilizar a M.

Abraços!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 17/3/2018, 11:56
Amigos,

21 dias sem PMO! Very Happy

a minha forma de usar os apps mudou radicalmente. Tenho tomado iniciativa de mandar mensagem pra quem eu acho interessante, e não fico chateado se me ignorarem!

Antes eu nunca mandava mensagem pra ninguém. Ficava sempre esperando alguém me abordar. Morria de vergonha. Tinha uma insegurança absurda. Se eu mandasse foto, e o cara me deixasse no vácuo, eu ficava arrasado, me sentindo um lixo, o ser mais horripilante da face da terra, ficava desestabilizado.

O meu progresso no reboot deu uma estabilizada. Não tenho sentindo grandes mudanças nos últimos dias. Tem me dado uma perigosa sensação de que já estou "curado", que não vai ter problema se eu der uma espiada rápida na P.

Abs!

_______________________________________
avatar
will_broots
Moderador
Moderador
Mensagens : 468
Data de inscrição : 08/06/2016

Re: Diário do "Internet"

em 18/3/2018, 09:36
Internet, é muito legal ver conforme avançamos no reboot como nossa percepção das coisas se muda. Tb percebo isso nas minhas paqueras com rapazes. Não é legal levar fora, mas sei levar na esportiva, pq é algo completamente factível. Ng é Deus, super humano, gostosão, pi*a melada e se dá bem o tempo inteiro hahahaha
Quanto a essas sensações de super homem, acontece tb, mas esteja sempre relendo o e-book pra se relembrar das consequências do vício e ver que se testar é uma ilusão
E parabéns pelas 3 semanas. Abç.

_______________________________________



''All good things to those who wait'' (Mother Gothel, Enrolados)
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 18/3/2018, 10:36
will_broots escreveu:Internet, é muito legal ver conforme avançamos no reboot como nossa percepção das coisas se muda. Tb percebo isso nas minhas paqueras com rapazes. Não é legal levar fora, mas sei levar na esportiva, pq é algo completamente factível. Ng é Deus, super humano, gostosão, pi*a melada e se dá bem o tempo inteiro hahahaha
Quanto a essas sensações de super homem, acontece tb, mas esteja sempre relendo o e-book pra se relembrar das consequências do vício e ver que se testar é uma ilusão
E parabéns pelas  3 semanas. Abç.

Obrigado, Will!

Sem a P, passamos a aceitar melhor a realidade.

Hoje eu estava lembrando de um encontro que tive, de um carinha que recebi em casa quando estava sozinho. Me deu uma sensação de satisfação de ter ficado com um cara que eu queria muito e, logo em seguida, uma sensação de vergonha por tê-lo recebido meio que no improviso, na sala daqui de casa, o ambiente não tava preparado para um encontro, mas isso tem a ver com a moldagem que a P fez em minha mente. Eu queria que todo encontro fosse perfeito e intenso como uma cena de P, com o ambiente totalmente preparado e confortável, porém a vida real não é assim. Sexo na vida real é quase sempre no improviso mesmo, com um monte de imperfeições e contratempos, mas nem por isso deixa de ser gostoso!

Abs!

_______________________________________
marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 313
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diário do "Internet"

em 18/3/2018, 10:58
Internet escreveu:
will_broots escreveu:Internet, é muito legal ver conforme avançamos no reboot como nossa percepção das coisas se muda. Tb percebo isso nas minhas paqueras com rapazes. Não é legal levar fora, mas sei levar na esportiva, pq é algo completamente factível. Ng é Deus, super humano, gostosão, pi*a melada e se dá bem o tempo inteiro hahahaha
Quanto a essas sensações de super homem, acontece tb, mas esteja sempre relendo o e-book pra se relembrar das consequências do vício e ver que se testar é uma ilusão
E parabéns pelas  3 semanas. Abç.

Obrigado, Will!

Sem a P, passamos a aceitar melhor a realidade.

Hoje eu estava lembrando de um encontro que tive, de um carinha que recebi em casa quando estava sozinho. Me deu uma sensação de satisfação de ter ficado com um cara que eu queria muito e, logo em seguida, uma sensação de vergonha por tê-lo recebido meio que no improviso, na sala daqui de casa, o ambiente não tava preparado para um encontro, mas isso tem a ver com a moldagem que a P fez em minha mente. Eu queria que todo encontro fosse perfeito e intenso como uma cena de P, com o ambiente totalmente preparado e confortável, porém a vida real não é assim. Sexo na vida real é quase sempre no improviso mesmo, com um monte de imperfeições e contratempos, mas nem por isso deixa de ser gostoso!

Abs!

Verdade, querido! Sexo na vida real não tem nada a ver com o que a P nos apresenta. Também fiquei com um menino que eu achava impossível, mas que no fundo era "coisa da minha cabeça". Só cuidado com os apps. Não é legal passar horas vagando por eles.
Esses dias estou sem apps, focando em outros aspectos do reboot.

Fico feliz por você!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 18/3/2018, 11:23
marcosbanc escreveu:
Verdade, querido! Sexo na vida real não tem nada a ver com o que a P nos apresenta. Também fiquei com um menino que eu achava impossível, mas que no fundo era "coisa da minha cabeça". Só cuidado com os apps. Não é legal passar horas vagando por eles.
Esses dias estou sem apps, focando em outros aspectos do reboot.

Fico feliz por você!

Obrigado, amigo!

Esse encontro que citei é bem antigo, foi em dezembro de 2016. Era um cara que eu desejava muito, um dos garotos mais lindos do bairro, mas acho que não aproveitei bem o momento, pois estava no auge da minha intoxicação pela P.

Estou há 6 meses sem tocar em homem. Minha vida sexual desceu ladeira abaixo. Me sinto atrofiado. Está sendo bastante difícil normalizar essa questão.

Quanto aos apps, tenho acessado pouco até. Não fico zapeando o tempo todo. Tenho feito um uso, digamos, mais saudável da ferramenta, mas sem qualquer resultado prático ainda.

Abs!

_______________________________________
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 19/3/2018, 11:49
Hoje mais uma vez acordei com uma ereção vigorosa e duradoura. Me veio alguns pensamentos sexuais em mente. Senti uma pressão forte nos testículos. Quase ejaculei. Mas rapidamente desviei o foco e levantei da cama.

Com a relação a possibilidade de também fazer atv (virar versátil), existem pensamentos conflitantes na minha cabeça. De um lado algo me diz que eu não vou gostar, que não faz parte da minha natureza, que eu posso falhar porque simplesmente não tenho evidências de que minha DE foi resolvida. Do outro lado algo me diz que eu posso gostar, que não tem nada que me impeça de assumir também o papel de atv, que eu tenho capacidade, sim!

Ontem eu conversei com um garoto bem gatinho no Hornet, porém ele é só passivo, e isso não me fez perder o interesse, porém fiquei em cima do muro.

Obs.: quando falo em fazer atv, me refiro também ao ato de receber oral. Eu tinha (tenho?) DE gravíssima, então não era possível sequer receber um sexo oral.

_______________________________________
marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 313
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diário do "Internet"

em 19/3/2018, 14:38
Amigo, assim que eu estava imerso no PMO, sexo oral pra mim era ridiculamente ruim. Não sentia absolutamente NADA!
De 25 dias pra lá começou a mudar. Já próximo aos 50 dias eu já sofro de hipersensibilidade, ou seja, sinto muito prazer a ponto de ejacular no oral, porém pelo fato de ser hiper sensível se a pessoa não souber fazer direito eu começo a sentir dor.
Eu sempre fui ativo, já tentei ser passivo mas por algum problema anatômico simplesmente sinto bastante dor e desconforto. Apenas uma vez senti um pouquinho de prazer, no resto não senti absolutamente nada além de muita dor, e olha que o cara tinha um penis pequeno, daí minha vida de passivo nunca vingou rs

Abraços!!!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 20/3/2018, 15:06
Ontem à noite, a pressão nos testículos estava incomodando muito. Tinha certeza que ia acabar rolando uma polução noturna, então achei melhor fazer uma M consciente. Manipulei o p*nis sem muita pressão, sem fantasias, ele ficou meia bomba, depois ejaculei, jogo rápido. Foi a M mais horrível da minha vida. Estranhíssimo fazer M sem fantasiar. Não senti prazer algum. Foi mais uma sensação de alívio mesmo.

Estou há 24 dias sem P, porém estava há 31 sem M, pois a última recaída tinha sido apenas com a P.

Hoje acordei bastante aliviado. Sei que a M não é recomendada, mas é melhor praticá-la de forma consciente em situações extremas do que por todo o reboot a perder.

_______________________________________
marcosbanc
Moderador
Moderador
Mensagens : 313
Data de inscrição : 07/01/2018

Re: Diário do "Internet"

em 21/3/2018, 06:04
Bom dia amigo! Bem, eu também usei a M com essa finalidade, somente de me aliviar, porém acaba por gerando em nós mais necessidade de M, é uma bola de neve.
Só peço que tenha cuidado quanto ao manuseio!!! No mais, parabéns pela quantidade de dias, logo logo estarás em 90 dias.

Abraços!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 22/3/2018, 11:14
26 dias sem P!

A minha evolução no reboot parece que estabilizou.

Continuo tendo ereções matinais intensas, e a libido aparentemente normalizou.

Não fico mais pensando em sexo o dia todo, mas tenho resposta da libido quando algo interessante surge.

A memória está ótima, me sinto desinibido, sem névoa cerebral. Porém a evolução estagnou. Não tenho notado outras melhorias com o passar dos dias.

Eu só tive acesso livre à P online depois dos 21 anos mais ou menos. Talvez por isso minha evolução tenha sido tão rápida, pois quem começou com a PMO já na adolescência pode levar muito mais tempo pra se recuperar.

_______________________________________
avatar
A dois passos do paraíso
Mensagens : 17
Data de inscrição : 10/03/2018

Re: Diário do "Internet"

em 22/3/2018, 22:53
Internet escreveu:Hoje mais uma vez acordei com uma ereção vigorosa e duradoura. Me veio alguns pensamentos sexuais em mente. Senti uma pressão forte nos testículos. Quase ejaculei. Mas rapidamente desviei o foco e levantei da cama.

Com a relação a possibilidade de também fazer atv (virar versátil), existem pensamentos conflitantes na minha cabeça. De um lado algo me diz que eu não vou gostar, que não faz parte da minha natureza, que eu posso falhar porque simplesmente não tenho evidências de que minha DE foi resolvida. Do outro lado algo me diz que eu posso gostar, que não tem nada que me impeça de assumir também o papel de atv, que eu tenho capacidade, sim!

Ontem eu conversei com um garoto bem gatinho no Hornet, porém ele é só passivo, e isso não me fez perder o interesse, porém fiquei em cima do muro.

Obs.: quando falo em fazer atv, me refiro também ao ato de receber oral. Eu tinha (tenho?) DE gravíssima, então não era possível sequer receber um sexo oral.

Querido, me identifico com muitas das questões trazidas por você e fico muito feliz pelo seu avanço.

Como estamos aqui pra nos ajudar, quero compartilhar contigo minha experiência em relação a versatilização da sexualidade homoafetiva (nossa, ficou bonito esse trecho, dá um TCC. hahahahaha).

Como cresci rápido e a vida me fez amadurecer na mesma velocidade, comecei minha vida sexual cedo (16 anos). Não sei se pela inexperiência normal da idade ou pela total falta de referências, eu era muito inseguro em relação a sexo e por isso achava que eu tinha que ser passivo. Inclusive porque no início me envolvi com caras mais velhos.

O que é engraçado nessa história é que eu sempre fui bem "machinho", não por repressão, vergonha ou coisa do tipo. Eu simplesmente sou pouco afeminado, é meu jeito, e isso, por incrível que pareça, muitas vezes é um problema. (Mas depois eu conto o porquê). Engraçado porque eu fiquei com alguns caras querendo ser passivo e na hora H eu tinha que ser ativo e não sabia direito o que fazer. (Na época não haviam os app em que se diz de antemão o que cada um "curte"). Isso era meio frustrante.

Já quando eu era passivo, ficava muito mais a vontade pois parecia que era o mais "natural". Só que não é real. É tudo uma construção bem complexa que, no meu caso, era mais um fruto da sociedade machista e falocentrica. Essa lógica que muitas pessoas usa de que "quem tem o pau maior deve ser o ativo" é uma prova da distorção que coloca as características físicas a frente do prazer. E eu muitas vezes usei essa lógica para justificar a minha "posição" em relação ao sexo.

Minha vida sexual começou cedo, mas não foi muito variada. Dos 18 aos 20 namorei um rapaz, fiquei um ano solteiro, mas bem na minha, e depois comecei a namorar com meu atual. E foi ele que me impulsionou a me livrar de muitas amarras.

No início do namoro eu era só passivo e achava normal. Meu noivo não me pressionava, pois ele era versátil e não tinha do que reclamar. Já hoje ele reclama porque as vezes fico muito tempo sem dar rsrsrs.

A mudança só aconteceu quando desatei minha amarras psicológicas e culturais, me libertei de verdade e descobri que sexo é maravilhoso DE TODAS AS FORMAS.

Quando se é versátil as possibilidades são muito maiores. Hoje eu me vejo como um cara totalmente versátil. Sério. Quando sou passivo, sou passivo mesmo, sem amarras. Quando sou ativo, sou realmente ativo, com muita vontade. Hoje eu gosto das duas coisas de forma totalmente igual. E estar morando com meu noivo facilita as coisas, porque fazemos o que temos vontade. Qualquer coisa é só trocar. Rsrsrs

É claro que, com caras aleatórios que vejo por aí, o desejo instintivo sempre pende pra algum lado ("com aquele eu seria passivo, com aquele outro eu seria ativo"), mas certamente, se fosse rolar algo com alguém, isso não seria uma questão, porque o que o cara quisesse eu faria. Rsrsrs Se pra eu que sou praticamente casado já é simples, imagine pra quem é solteiro. Rsrsrs

Na experiência a três que eu e meu noivo tivemos (a que eu contei anteriormente) os três foram versáteis. As possibilidades de prazer se multiplicaram. Por isso durou a noite toda.

No mais, é isso:

Se permita ser versátil. Você vai se conhecer muito mais e melhor.
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 23/3/2018, 00:25
A dois passos do paraíso escreveu:
Querido, me identifico com muitas das questões trazidas por você e fico muito feliz pelo seu avanço.

Como estamos aqui pra nos ajudar, quero compartilhar contigo minha experiência em relação a versatilização da sexualidade homoafetiva (nossa, ficou bonito esse trecho, dá um TCC. hahahahaha).

Como cresci rápido e a vida me fez amadurecer na mesma velocidade, comecei minha vida sexual cedo (16 anos). Não sei se pela inexperiência normal da idade ou pela total falta de referências, eu era muito inseguro em relação a sexo e por isso achava que eu tinha que ser passivo. Inclusive porque no início me envolvi com caras mais velhos.

O que é engraçado nessa história é que eu sempre fui bem "machinho", não por repressão, vergonha ou coisa do tipo. Eu simplesmente sou pouco afeminado, é meu jeito, e isso, por incrível que pareça, muitas vezes é um problema. (Mas depois eu conto o porquê). Engraçado porque eu fiquei com alguns caras querendo ser passivo e na hora H eu tinha que ser ativo e não sabia direito o que fazer. (Na época não haviam os app em que se diz de antemão o que cada um "curte"). Isso era meio frustrante.

Já quando eu era passivo, ficava muito mais a vontade pois parecia que era o mais "natural". Só que não é real. É tudo uma construção bem complexa que, no meu caso, era mais um fruto da sociedade machista e falocentrica. Essa lógica que muitas pessoas usa de que "quem tem o pau maior deve ser o ativo" é uma prova da distorção que coloca as características físicas a frente do prazer. E eu muitas vezes usei essa lógica para justificar a minha "posição" em relação ao sexo.

Minha vida sexual começou cedo, mas não foi muito variada. Dos 18 aos 20 namorei um rapaz, fiquei um ano solteiro, mas bem na minha, e depois comecei a namorar com meu atual. E foi ele que me impulsionou a me livrar de muitas amarras.

No início do namoro eu era só passivo e achava normal. Meu noivo não me pressionava, pois ele era versátil e não tinha do que reclamar. Já hoje ele reclama porque as vezes fico muito tempo sem dar rsrsrs.

A mudança só aconteceu quando desatei minha amarras psicológicas e culturais, me libertei de verdade e descobri que sexo é maravilhoso DE TODAS AS FORMAS.

Quando se é versátil as possibilidades são muito maiores. Hoje eu me vejo como um cara totalmente versátil. Sério. Quando sou passivo, sou passivo mesmo, sem amarras. Quando sou ativo, sou realmente ativo, com muita vontade. Hoje eu gosto das duas coisas de forma totalmente igual. E estar morando com meu noivo facilita as coisas, porque fazemos o que temos vontade. Qualquer coisa é só trocar. Rsrsrs

É claro que, com caras aleatórios que vejo por aí, o desejo instintivo sempre pende pra algum lado ("com aquele eu seria passivo, com aquele outro eu seria ativo"), mas certamente, se fosse rolar algo com alguém, isso não seria uma questão, porque o que o cara quisesse eu faria. Rsrsrs Se pra eu que sou praticamente casado já é simples, imagine pra quem é solteiro. Rsrsrs

Na experiência a três que eu e meu noivo tivemos (a que eu contei anteriormente)  os três foram versáteis. As possibilidades de prazer se multiplicaram. Por isso durou a noite toda.

No mais, é isso:

Se permita ser versátil. Você vai se conhecer muito mais e melhor.

Obrigado pela mensagem, amigo!

Eu gosto de fazer psv, porém, nesses últimos meses, comecei a me questionar sobre a possibilidade de fazer atv também. Essa luz acendeu na minha cabeça por causa do reboot. Como eu li que o consumo excessivo de P causava DE, achei que poderia vencer o vício e virar versátil.

Tive um ex que era versátil há alguns anos, então cheguei a tentar ser ativo com ele, mas não consegui, não sustentava a ereção. Na época eu já era viciadíssimo em P. Assistia todas as noites e finais de semana. Eu imaginava que a minha incapacidade de manter uma ereção fosse apenas uma questão genética. Achava que era da minha natureza e que não tinha como mudar.

Sobre esteriótipos, eu sequer tenho "perfil de passivo". Eu não sou afeminado, sou alto, tenho 1,90 m de altura (o que podemos considerar uma desvantagem, pois os atvs geralmente preferem os baixinhos ou medianos). Inclusive a maioria que me procura em apps são passivos, pois já imaginam que sou super dotado por causa da altura, mas infelizmente não sou. Hahaha.

Ser só passivo é de fato bastante limitante. O meu leque de opões fica bastante reduzido. É dificílimo encontrar um ativo interessante e acessível nos apps. A maioria é passivo ou versátil. Eu inclusive evito sair com versáteis por medo de me pedirem o que eu não possa realizar. Além dessas questões, o meu p*nis não é grande, e hoje em dia a maioria dos caras são intoxicados por esse ideia induzida pela P de que pra ser atv tem que ser dotadão (embora poucos realmente aguentem um cara dot).

Se eu tivesse namorando ou pelo menos ficando com um versátil, seria mais fácil pra eu me testar. Eu jamais vou ter coragem de marcar alguma coisa com um passivo nesse momento, pois não tenho segurança alguma. Não sei se vou ter ereção. Nem pra receber um oral tem como. Eu morreria de vergonha se marcasse algo e falhasse na hora.

Abs!

_______________________________________
avatar
Internet
Mensagens : 236
Data de inscrição : 11/09/2017

Re: Diário do "Internet"

em 25/3/2018, 23:38
30 dias sem P!

Quando comecei esse novo reboot, imaginei que aguentaria no máximo uns 15 dias, mas já se foram 30 dias!

Vou listar os benefícios que senti até agora:

1 - Humor estável
2 - Voz mais forte e firme (agora as pessoas entendem de primeira o que eu disse. Não preciso mais ficar repetindo)
3 - Mais disposição
4 - Clareza mental
5 - Melhora do foco e concentração (me sinto uma águia observando e analisando tudo que acontece ao meu redor)
6 - Raciocínio mais rápido
7 - Fiquei mais sociável
8 - Melhora da autoestima
9 - Fiquei mais disciplinado

A libido tem oscilado bastante desde o início do processo. Mas nesses últimos dias parece que zerou. Os flashs sexuais sumiram. A vontade de caçar é zero. Talvez agora eu tenha entrado de fato na flatline.

_______________________________________
avatar
Broda
Mensagens : 1698
Data de inscrição : 10/12/2015

Re: Diário do "Internet"

em 26/3/2018, 01:08
Parabéns pelo primeiro mês!

Está tendo vários benefícios hein, massa demais.

Acompanhando, abraços!

_______________________________________


Meu diário I > http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II > http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum