Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 2034
Data de inscrição : 22/07/2016
Idade : 20
Localização : Malibu - California
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 18/11/2018, 15:18
Fala Bro!! Tu tá ligado que o dinheiro do Whey agora vai ser pra comprar caixas de NESTOGENO, né?


Gostei de ver mano, parabéns por ter tido coragem para se abrir com a mina lá sobre o seu vício - é preciso ter atitude de Homem para fazer isso. Eu já pensei em falar sobre o vício para alguém próximo também, mas a galera descobriu antes que eu pudesse abrir a boca kkkkkkkkkkkkk foda-se.

É bom ver que você tá curtindo a vida, é isso ai! Mesmo que não fique com ninguém, é só focar em se divertir com a rapaziada que tá tudo certo. Não acredito que tenha sido recaída, se tu não viu mulher pelada, não se masturbou e nem está sendo afetado por isso... então fica de boa - caso esteja, então é melhor fazer o que disse: cria dois contadores (mas a decisão é sua).

Botão pra ejetar a mulher? Boa ideia, talvez eu projete algo relacionado hehehe. Mas mano, olha pelo lado bom, você teve uma relação REAL!!! Isso não é pornô, não é ilusão, você não estava sentado assistindo pessoas fazendo sexo enquanto se masturbava... dessa vez você não era o expetador, você era O PROTAGONISTA nessa PORRA!! Não percebe a mudança?

Mesmo que pra você o sexo não sido lá essas coisas, em minha visão você, por um lado, deveria ficar feliz por ter feito o que fez e usar isso para como experiência para fazer melhor nos próximos encontros - com a(s) próxima(s) (ou a mesmo, sla). Entendo que você quer ter algo a mais com as mulheres além do sexo, então vou te deixar essa frase do famoso Píton: "É melhor praticar com a errada. Do que fazer feio com a certa"

Ah, só mais uma coisa: Toma cuidado Bro, tu tem que usar camisinha pois, mesmo gozando fora, ainda é perigoso - lembrei de uma noticia que li sobre uma menina de MG que afirma ter sido engravidado por um espermatozoide voador (vai que o teu é dessa espécie ai, né?).  

Grande abraço.
É nois!


Última edição por Stark em 18/11/2018, 16:08, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Diário

Parte I >http://www.comoparar.com/t3592-stark-going-beyond
Parte II >http://www.comoparar.com/t6475-diario-de-um-vingador
avatar
Mensagens : 57
Data de inscrição : 04/09/2018
Idade : 23
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 18/11/2018, 15:46
Broda escreveu:
Coragem, O Fora, Recaída (?) e Sexo

Fala galera!

Prepara que hoje vai ser um daqueles relatos monstruosamente grandes, no melhor estilo Broda de ser.

Eu havia dito que iria contar para a menina toda a verdade. Pois é, na verdade, eu contei toda a verdade MESMO. Nos reunimos numa sexta, onde eu expliquei absolutamente tudo sobre o vício, sobre minha história dentro do vício e sobre minha superação. Bem, foi legal expor tudo, no começo até dei um susto nela falando que meu problema na verdade foi que eu tinha matado um cara, mas no fim consegui falar de tudo abertamente, sem problemas.

Daí resolvi falar para ela que gostava dela fazia tempo. Ela infelizmente trocou de assunto e depois, quando dei uma pressionada, ela desconversou e me deu um não meia bomba. Enfim, fazer o quê, fiquei um tempo depois pensando no ocorrido e decidi mudar a vibe para procurar outras mulheres, ter outras experiências, etc. Nesse ponto acho que cometi um erro na dosagem, tendo em vista que perdi o bom senso com relação a sexo e mulheres, já explico o porquê.

Então chega essa semana. Na quinta, que foi feriado, fui pra uma boate que tocava funk, acabei não ficando ninguém e tava razoavelmente vazia, mas foi legal. Na sexta, fui em outra boate, dessa vez me enganei e acabei indo numa boate gay kkkkkkkk

Fomos eu e um amigo meu e foi muito engraçado, porque os gays são muito soltos nesse tipo de ambiente e é uma alegria só. Ficamos fazendo piadas um com o outro dando a entender que se a gente tava ali, é porque né.... kkkkkk, enfim, ficamos observando a galera se divertindo enquanto ficamos sentados no sofá (óbvio, não iria ficar no meio da pista pros caras chegarem em mim) e depois fomos embora com algumas lições aprendidas, apesar de ter errado a boate foi bem divertido.

Já ontem, sábado, resolvi voltar a mexer no Badoo. Considero que foi um erro, porque vi trocentos gatilhos (ainda mais que tem uma aba no site que é de livestream), não vi nenhuma mulher pelada, mas acabei me excitando e não sei, acho que acabei retornando para aquele padrão de ficar buscando, clicando, olhando e tal. Por mais que não seja pornografia propriamente dita, sei que vacilei, ainda mais porque voltei com a mentalidade de pensar só com a cabeça de baixo, que é uma coisa que eu já deixei muito claro para vocês o tanto que pode ser prejudicial, infelizmente nós, rebooters, temos que pelo menos pensar de forma mais casta, ainda que nossas ações não precisem ser exatamente nesse sentido. Enfim, estou pensando em resetar o contador, o que me dizem? Crio dois contadores, um para tempo sem P outro para derivados? Me perdoo?

Daí ontem curti uma mulher que aparentemente me curtiu muito. Fizemos uma vídeo conferência, depois mandei uma foto de cueca para ela e ela me mandou um nude que eu apaguei rapidamente, mas acabei olhando por uns três segundos. Ela tava muito no ponto já, estávamos conversando várias putarias, então foi só marcar e ir direto pro motel. Antes de ir lá, ela tinha me falado q morava em uma favela, então fiquei bem cabreiro, ainda mais que ela também disse para eu mandar a localização enquanto tava indo, um amigo meu falou que podia ser uma trap pra me roubar, ainda mais porque ela tava extremamente fácil, mas acabei tomando coragem e fui e deu tudo razoavelmente certo.

Chegando no motel, começamos a nos agarrar e rolou, mas não tanto nos conformes. Fazia algum tempinho já que eu não me sentia tão sexualmente "ligado", vamos dizer assim, não sei se foi o desuso da bomba peniana, a falta de conexão com a mulher ou o fato de eu não achá-la tão atraente assim, mas fato é que não foi tão fácil assim ter uma ereção, foquei mais no oral nela, mas consegui fazer 3x. Eu não estava tão nervoso, mas não estava muito concentrado, algumas preocupações surgiram na minha cabeça.

Uma delas é que eu gozei rápido quando ela colocou a camisinha em mim e logo depois eu tirei a camisinha e meti nela com medo de perder toda a ereção, tinha voltado um pouco o esperma e eu acho que eu corri um risco considerável ali. Depois meti nela outras duas vezes sem também, tentando ir rápido porque não estava muito seguro quanto à minha ereção, mas nessas ejaculei fora.

Não sei se foi minha falta de experiência, mas fiquei bem preocupado depois e logo após acabar, eu queria que tivesse um botão para ejetar a mulher da cama o mais rápido possível, não tava mais afim de vê-la. Senti que foi muito nada a ver o que eu fiz, fui totalmente movido pelos meus instintos mais básicos e a sensação logo após foi quase como a de queda em P, não me senti pleno de nenhuma forma. Mandei ela embora de Uber e fui vagueando pelas ruas, dando umas voltas, até voltar pra casa.

Chegando aqui, lavei minha camiseta que ficou bem suja de um monte de coisa e fiquei pensando sobre se eu poderia pegar alguma DST, se ela iria engravidar, enfim, os pensamentos ruins começaram a tomar conta da minha cabeça. Notei que sexo por sexo não é um negócio que vale tanto a pena assim, que eu cheguei muito longe no reboot pra fazer um negócio desse jeito, deveria ter esperado um pouco mais e investido emocionalmente em outra garota, possivelmente. Depois conversei com um amigo meu que me ajudou a relaxar e tirar esse monte de lixo da minha mente, mas ainda sinto um pouco de arrependimento.

Hoje perguntei pra ela se ela tava tomando certinho anticoncepcional e ela disse que sim, mandou foto, ela toma daqueles injetáveis, que dura um mês, aliás, amanhã ela tem que tomar de novo. Eu perguntei também se ela tinha alguma DST, ela disse que não, mas tô pensando em ir num posto pra tomar aquele coquetel, foda que é durante um mês. Não sei, não confio o suficiente nela, ela me pareceu ser sexualmente bem ativa, talvez seja interessante tomar esse cuidado.

Enfim, sensação de que poderia ter feito coisa melhor. Tenho que voltar à minha antiga rotina e refletir melhor sobre tudo isso que aconteceu, ao menos aquele desânimo e vazio absurdos que senti após a transa já passaram.

Broda, se sentindo estranho.

Olá camarada. Do ponto de vista do método, o uso de aplicativos de encontros e relacionamentos virtuais desse ser evitado. Para quem foi viciado pmo, esses sites tem característica bem parecida com os de pornografia; número abundante de potenciais parceiras, novidades, gatilhos para fantasias, um ambiente virtual que seu cérebro associou com a pmo. Ou seja, esses ambientes tem tudo para fortalecer os caminhos neurais do vício outrora enfraquecidos.

Se deve ou não resetar, cabe a você refletir. Fantasiou muito enquanto via aquela grande quantidade de fotos? Se excitava mais a cada novidade? Se não foi nada tão intenso, acho que um contador para derivados de pmo já basta.

Sobre ato com a mulher, eu costumo me sentir da mesma forma; a diferença é que apesar do alto número de mulheres com quem tive relações sexuais, todas eram prostitutas, nunca transei com uma "normal" como no seu caso. Uma das questões, é que ficamos tanto tempo afundados no vício, que não percebemos que a sociedade dita "normal", trata o sexo de forma bem animalesca; um ato vazio, em busca de um prazer vazio, para preencher mentes vazias. Sem querer demonizar o ato sexual, mas o mesmo foi bastante banalizado e não tratado da forma devida. Já que se sentiu tão mal depois do que fez, recomendo seguir sua intuição e criar um vínculo mais emocional com a próxima pretendente.

OBS: Recomendo fortemente que você vá em um posto para realizar a profilaxia pós exposição. O fato dela não ter tido objeção com a penetração sem camisinha com um estranho, é um pouco suspeito.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 128
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 18
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 18/11/2018, 16:22
Mano vou te acompanhar daqui para frente, e me responde uma dúvida você teve dificuldade para conseguir a ereção antes de iniciar o ato? Pelo menos conseguiu ir até o final pô. Cara camisinha é essencial sabe, mas acontece pelo seu medo e ansiedade que estava. Faz um exame com relação a DSTs e etc. Só não caí na pornografia e vício em masturbação. Tamo junto! Vou te acompanhar

_______________________________________
" Se for para desistir, desista de ser fraco"
Meu diário:[/b] http://www.comoparar.com/t8562-estilo-de-vida-diario-de-um-homem#215655
avatar
Mensagens : 161
Data de inscrição : 10/04/2018
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 18/11/2018, 20:20
Fala Broda tudo bem? Grande relato.

Quando você citou isso " Fazia algum tempinho já que eu não me sentia tão sexualmente "ligado", vamos dizer assim, não sei se foi o desuso da bomba peniana, a falta de conexão com a mulher ou o fato de eu não achá-la tão atraente assim, mas fato é que não foi tão fácil assim ter uma ereção, foquei mais no oral nela, mas consegui fazer 3x" de certa forma me lembrou de algo frustrante que aconteceu comigo após começar o reboot. Depois de uns 20 dias de reboot decidi ir em uma GP, para da uma aliviada. Eu não consegui durar 5 min, porém passou depois de 20 min após o ato e nada do bendito subir novamente. Nunca tinha me acontecido isso antes do reboot. Nunca broxei assim, e a GP era gostosa demais. Parece que nosso membro perde as forças, mas no seu caso você disse que a mina não era tão gata. Continue relatando das possíveis relações que você tem se possível. Isso me deixa um pouco confuso, não deveria ser ao contrário? Hoje eu fico lembrando do dia e pensando, como consegui broxar?

_______________________________________
avatar
Mensagens : 622
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 24
Localização : Gotham
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 20/11/2018, 13:26
Algumas experiências que tive, Broda:
Redes Sociais tipo Badoo e Tinder são úteis na medida que usadas de forma consciente, mas que jamais, em hipótese alguma devem substituir as conveniências reais. A maioria das fodas que tive foram através desses aplicativos (que por mais que falem que não, são usadas no intuito de sexo, principalmente Badoo). O roteiro era mesmo, começava uma conversa e depois nudes, depois dos nudes marcava o encontro para sexo). Somos guiados pelos nossos instintos, tanto que depois do sexo batia esse mesmo arrependimento em mim , seja pelo valor gasto na noite e saber que ficaria na merda de grana nos próximos dias, ou porque uma vez saciado o desejo do ato, você sente aquele vazio emocional, pois a intenção e desejo inicial foi concluído (transar e gozar). Desde que parei de utiliza-los notei quão depende sexualmente era minha vida. Não transo desde Junho quando fiquei com uma mina que conheci através do Tinder. Não vou dizer que não voltarei a usar esses aplicativos, mas estou dando um tempo por enquanto pelos gatilhos potencias que ele nos oferece. Vejo mulheres muito com cunho sexual.

Quanto a transar sem camisinha, não faça isso. Já fiz e fui atormentado por meses, seja que por medo de contrair DST ou por engravidar. Definitivamente não vale o risco.

_______________________________________

RECORDE PESSOAL: 155 DIAS SEM PMO

"Você não é produto das circunstancias, você é produto das suas decisões."
- Viktor Frankl

Acompanhe o meu diário
avatar
Mensagens : 128
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 18
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 20/11/2018, 13:34
Segue as dicas do cara aí de cima, concordo com tudo que ele disse.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
" Se for para desistir, desista de ser fraco"
Meu diário:[/b] http://www.comoparar.com/t8562-estilo-de-vida-diario-de-um-homem#215655
Mensagens : 3
Data de inscrição : 08/11/2016
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 21/11/2018, 00:54
Essas histórias são muito divertidas isso que li só duas páginas.Na nossa idade somos muito ativos sexualmente é instintivo vemos as mulheres como um lugar úmido e quente para colocar nossa semente.E eu acho que não tem nada de errado com isso Com o tempo a tendência é mais autocontrole somos jovens é só fazer a lição de casa direito que no futuro teremos dinheiro e mulheres e saúde que acho que é o básico para ser feliz.
Eu tô a 105 dias limpo agora só falta religar mesmo tô afim de pegar uma GP para fazer um teste o que acham ?
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 23/11/2018, 22:49
Stark escreveu:
Fala Bro!! Tu tá ligado que o dinheiro do Whey agora vai ser pra comprar caixas de NESTOGENO, né?


Gostei de ver mano, parabéns por ter tido coragem para se abrir com a mina lá sobre o seu vício - é preciso ter atitude de Homem para fazer isso. Eu já pensei em falar sobre o vício para alguém próximo também, mas a galera descobriu antes que eu pudesse abrir a boca kkkkkkkkkkkkk foda-se.

É bom ver que você tá curtindo a vida, é isso ai! Mesmo que não fique com ninguém, é só focar em se divertir com a rapaziada que tá tudo certo. Não acredito que tenha sido recaída, se tu não viu mulher pelada, não se masturbou e nem está sendo afetado por isso... então fica de boa - caso esteja, então é melhor fazer o que disse: cria dois contadores (mas a decisão é sua).

Botão pra ejetar a mulher? Boa ideia, talvez eu projete algo relacionado hehehe. Mas mano, olha pelo lado bom, você teve uma relação REAL!!! Isso não é pornô, não é ilusão, você não estava sentado assistindo pessoas fazendo sexo enquanto se masturbava... dessa vez você não era o expetador, você era O PROTAGONISTA nessa PORRA!! Não percebe a mudança?

Mesmo que pra você o sexo não sido lá essas coisas, em minha visão você, por um lado, deveria ficar feliz por ter feito o que fez e usar isso para como experiência para fazer melhor nos próximos encontros - com a(s) próxima(s) (ou a mesmo, sla). Entendo que você quer ter algo a mais com as mulheres além do sexo, então vou te deixar essa frase do famoso Píton: "É melhor praticar com a errada. Do que fazer feio com a certa"

Ah, só mais uma coisa: Toma cuidado Bro, tu tem que usar camisinha pois, mesmo gozando fora, ainda é perigoso - lembrei de uma noticia que li sobre uma menina de MG que afirma ter sido engravidado por um espermatozoide voador (vai que o teu é dessa espécie ai, né?).  

Grande abraço.
É nois!

"Eu já pensei em falar sobre o vício para alguém próximo também, mas a galera descobriu antes que eu pudesse abrir a boca kkkkkkkkkkkkk foda-se."

Como assim vei kkkkkkkkk, depois explica isso ae melhor.

Sim, eu percebo a mudança, dessa vez eu era o ator e não a plateia. Mas... não foi bom. Eu notei que eu sou meio mulher nesse quesito, tem que ter pelo menos uma paquera boa antes, alguma conexão emocional mínima, se não fosse para ser assim, era melhor ir numa prostituta mesmo que tava tudo resolvido. Eu acho que parte de nós fazermos o reboot é JUSTAMENTE para sair dessa mentalidade de sexo, sexo, sexo, sexo, sexo, nós começamos a ficar tão idiotas com essa ideia de prazer o tempo todo que nos viciamos em pornô! Tem coisa mais sem noção do que isso?

Sinceramente, me arrependi do que fiz. Em breve farei um relato falando melhor disso tudo.

"lembrei de uma noticia que li sobre uma menina de MG que afirma ter sido engravidado por um espermatozoide voador (vai que o teu é dessa espécie ai, né?). "

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK muito bom! Vai que o meu é dessa espécie mesmo né, caralho bicho, cê não sabe como é ruim ficar com a sensação de "e se ela engravidar?". É uma merda foda viu kkkk

Abração!
Gatts escreveu:[
Olá camarada. Do ponto de vista do método, o uso de aplicativos de encontros e relacionamentos virtuais desse ser evitado. Para quem foi viciado pmo, esses sites tem característica bem parecida com os de pornografia; número abundante de potenciais parceiras, novidades, gatilhos para fantasias, um ambiente virtual que seu cérebro associou com a pmo. Ou seja, esses ambientes tem tudo para fortalecer os caminhos neurais do vício outrora enfraquecidos.

Se deve ou não resetar, cabe a você refletir. Fantasiou muito enquanto via aquela grande quantidade de fotos? Se excitava mais a cada novidade? Se não foi nada tão  intenso, acho que um contador para derivados de pmo já basta.

Sobre ato com a mulher, eu costumo me sentir da mesma forma; a diferença é que apesar do alto número de mulheres com quem tive relações sexuais, todas eram prostitutas, nunca transei com uma "normal" como no seu caso. Uma das questões, é que ficamos tanto tempo afundados no vício, que não percebemos que a sociedade dita "normal", trata o sexo de forma bem animalesca; um ato vazio, em busca de um prazer vazio, para preencher mentes vazias. Sem querer demonizar o ato sexual, mas o mesmo foi bastante banalizado e não tratado da forma devida. Já que se sentiu tão mal depois do que fez, recomendo seguir sua intuição e criar um vínculo mais emocional com a próxima pretendente.

OBS: Recomendo fortemente que você vá em um posto para realizar a profilaxia pós exposição. O fato dela não ter tido objeção com a penetração sem camisinha com um estranho, é um pouco suspeito.

Sim, esses apps devem ser evitados. Usei como subterfúgio para arranjar algo rápido, mas foi uma péssima ideia, burrice total e pior: eu sabia que era burrice, mas insisti.

Eu pensei já, não vou resetar porque eu sinto que após de me afastar daqueles meios, minha mente voltou ao normal. Não estou com a sensação de que perdi tudo e resetar o contador seria a mesma coisa que dizer que, de fato, eu tinha perdido tudo.

Bom, eu com certeza terei mais algum envolvimento emocional antes de fazer isso de novo antes. Além de ter notado que não vale tanto a pena, sensação de vazio depois foi tremenda, uma tristeza nunca vista antes.

É isso aí, valeu pelas ideias. Já estou fazendo o tratamento, depois falo mais sobre, abraços!!
masterdw escreveu:Mano vou te acompanhar daqui para frente, e me responde uma dúvida você teve dificuldade para conseguir a ereção antes de iniciar o ato? Pelo menos conseguiu ir até o final pô. Cara camisinha é essencial sabe, mas acontece pelo seu medo e ansiedade que estava. Faz um exame com relação a DSTs e etc. Só não caí na pornografia e vício em masturbação. Tamo junto! Vou te acompanhar

matra008 escreveu:Fala Broda tudo bem? Grande relato.

Quando você citou isso " Fazia algum tempinho já que eu não me sentia tão sexualmente "ligado", vamos dizer assim, não sei se foi o desuso da bomba peniana, a falta de conexão com a mulher ou o fato de eu não achá-la tão atraente assim, mas fato é que não foi tão fácil assim ter uma ereção, foquei mais no oral nela, mas consegui fazer 3x" de certa forma me lembrou de algo frustrante que aconteceu comigo após começar o reboot. Depois de uns 20 dias de reboot decidi ir em uma GP, para da uma aliviada. Eu não consegui durar 5 min, porém passou depois de 20 min após o ato e nada do bendito subir novamente. Nunca tinha me acontecido isso antes do reboot. Nunca broxei assim, e a GP era gostosa demais. Parece que nosso membro perde as forças, mas no seu caso você disse que a mina não era tão gata. Continue relatando das possíveis relações que você tem se possível. Isso me deixa um pouco confuso, não deveria ser ao contrário? Hoje eu fico lembrando do dia e pensando, como consegui broxar?

"Isso me deixa um pouco confuso, não deveria ser ao contrário?"

Tem diferentes fases que passamos na verdade. A primeira fase tem mais a ver com o cérebro, a segunda mais com o pênis em si. Já explico:

Quando você começa o reboot, seu pênis está provavelmente normal, mas seu cérebro está bugado, então você não consegue ter uma ereção ou é algo extremamente insatisfatório.

Quando você fica muito tempo sem P, M ou S, você passa por um efeito que se chama "desuso da bomba peniana". Pense no pênis como um músculo, se você ficar muito tempo sem utilizá-lo, ele tende a ficar em flatline e você precisará se experimentar mais de uma vez para seu pênis voltar completamente ao normal. Isso provavelmente foi o que aconteceu comigo, porque fiquei 4 meses sem me masturbar e sem sexo. Entretanto, isso que estou dizendo, só pra deixar bem claro, só acontece se você conseguir de fato um reboot durante muito tempo e não necessariamente vai acontecer com todo mundo.

Na verdade, eu não posso dizer com 100% de certeza que foi por causa disso que a ereção não veio tão fácil, acho que o fator falta de qualquer conexão emocional pesou também, porque para mim isso importa, (in)felizmente.

De qualquer forma, faça o reboot, funciona. Não se preocupe com essas questões, são passageiras, se você for bem no reboot, depois de umas flatlines e encheção de saco, estará normal novamente.

Abração!
Cavaleiro Oculto escreveu:Algumas experiências que tive, Broda:
Redes Sociais tipo Badoo e Tinder são úteis na medida que usadas de forma consciente, mas que jamais, em hipótese alguma devem substituir as conveniências reais. A maioria das fodas que tive foram através desses aplicativos (que por mais que falem que não, são usadas no intuito de sexo, principalmente Badoo). O roteiro era mesmo, começava uma conversa e depois nudes, depois dos nudes marcava o encontro para sexo). Somos guiados pelos nossos instintos, tanto que depois do sexo batia esse mesmo arrependimento em mim , seja pelo valor gasto na noite e saber que ficaria na merda de grana nos próximos dias, ou porque uma vez saciado o desejo do ato, você sente aquele vazio emocional, pois a intenção e desejo inicial foi concluído (transar e gozar). Desde que parei de utiliza-los notei quão depende sexualmente era minha vida. Não transo desde Junho quando fiquei com uma mina que conheci através do Tinder. Não vou dizer que não voltarei a usar esses aplicativos, mas estou dando um tempo por enquanto pelos gatilhos potencias que ele nos oferece. Vejo mulheres muito com cunho sexual.

Quanto a transar sem camisinha, não faça isso. Já fiz e fui atormentado por meses, seja que por medo de contrair DST ou por engravidar. Definitivamente não vale o risco.

"Redes Sociais tipo Badoo e Tinder são úteis na medida que usadas de forma consciente"

A grande questão aqui é essa: será que nós, viciados em P, somos capazes de usar essas redes, de fato, de forma consciente?

Pior que essa sua opinião sobre essas redes eu já conhecia, pois acompanho seu diário. Diria que é literalmente impossível um viciado em P como a gente usar aquilo de forma racional e sem se deixar levar pelas tentações. Pensa nisso: eu estava há 4 fucking meses sem me estimular de qualquer forma e aquele negócio quase que me derruba ainda, ou seja, realmente não tem como levar aquilo de boa. Ou você se entrega de uma vez à droga e foda-se, ou você se controla e faz pelo outro caminho, ainda que mais trabalhoso.

Tudo que vale a pena tem um custo Bro, se o custo tá muito baixo, pode saber que tem coisa errada.

Sua opinião foi muito útil, deixaria para você a ideia de não voltar a usar mais essas porcarias de redes. Estamos aqui no reboot para nos tornarmos pessoas melhores, não para voltarmos a um padrão tosco de busca de satisfação igual cachorro em fase de acasalamento.

Abração!
masterdw escreveu:Segue as dicas do cara aí de cima, concordo com tudo que ele disse.

Enviado pelo Topic'it

Seguirei, ele está certo. Valeu!

tcho escreveu:Essas histórias são muito divertidas isso que li só duas páginas.Na nossa idade somos muito ativos sexualmente é instintivo e vemos as mulheres como um lugar para depositar nossa semente.E eu acho que não tem nada de errado com isso Com o tempo a tendência é mais autocontrole somos jovens é só fazer a lição de casa direito que no futuro teremos dinheiro e mulheres e saúde que acho que é o básico para ser feliz.
Eu tô a 105 dias limpo  agora só falta religar mesmo tô afim de pegar uma GP para fazer um teste o que acham ?

Bom cara, essa pergunta é muito complexa de responder, isso é uma coisa que aprendi só muito recentemente.

Na minha opinião atual, tudo depende muito da forma que você enxerga o mundo. Sua frase "vemos as mulheres como um lugar para depositar nossa semente.E eu acho que não tem nada de errado com isso" mostra que você enxerga as coisas de forma bem diferente da minha, pois eu não consigo enxergar as mulheres assim, pelo menos não mais agora.

E não vou entrar nem no mérito de se a minha ou se sua visão de mundo é a melhor, mas simplesmente de que são diferentes e isso gera formas completamente diferentes de enxergar o sexo. Eu sou um cara mais romântico e bobão, então eu me entendendo dessa forma agora, diria que para um cara parecido comigo, não vai valer a pena NEM FODENDO, porque o prazer não compensa.

Agora, para um cara com o perfil mais tipo o seu, que talvez esteja pensando mais em sexo por sexo mesmo, pode ser que compense. A única coisa que você deveria pensar é: quando acabar esse sexo sem vínculo nenhum, eu mais provavelmente vou me sentir satisfeito e feliz ou mal e vazio?

Se a resposta da pergunta for um provável "sim, me sentirei bem", então pode ser uma boa, vai te dar experiência, só tem que tomar cuidado com o efeito caçador depois.

Tudo depende de você, eu nunca fui numa puta e nem nunca iria, vai contra alguns princípios meus e minha forma de enxergar as coisas, mas esse sou eu e não posso atrapalhar sua satisfação por causa das minhas convicções que só servem para mim.

Espero ter ajudado, forte abraço!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 24/11/2018, 00:13
Minha morte, consequências, tristeza e reflexões

Fala galera.

Mais um dia, cá estou. Dessa vez para falar sobre o que aconteceu depois daquele sexo todo errado que tive com a mina lá, vamos fazer algumas contas para chegarmos no saldo final total, espero que isso sirva de lição para muitos dos senhores.

Começando pelo reboot. Eu quase recaio naquela bosta de Badoo, foi uma péssima ideia do começo ao fim, prejudiquei meu reboot, mas decidi que não vou resetar porque não voltei para o que eu era antes, definitivamente. Então começamos por esse ponto: reboot capengado, sensação de culpa já começa por aí.

Financeiramente: eu comprei umas camisinhas boas, fui buscar a mulher de uber, depois paguei um motel, depois paguei o uber de volta dela, depois paguei mais dois uber para ir em diferentes hospitais para me tratar de possíveis problemas.

Camisinhas: R$20 reais.
Buscar a mulher de uber: R$23,26
Uber de volta da mulher: R$9,12
Uber pro hospital pegar remédios: R$15,93
Uber para voltar do hospital: R$18,69
Uber para tomar injeções: R$9,22

Soma total: R$96,22
Salário do Broda atualmente na monitoria de estatística: R$220,00. Ouch.

Agora, vocês devem estar se perguntando: que remédios são esses?

Simples, fiz sexo sem proteção com uma pessoa quase completamente desconhecida, logo de cara e que eu não tenho a menor ideia do seu histórico. Então não poderia correr o risco de pegar HIV ou qualquer outra doenças dessas, logo resolvi ir no hospital pegar os medicamentos para já ir evitando esse tipo de problema. Lá no hospital, fiquei umas três horas andando de um lado pro outro, fiz exames para ver se acusava já alguma coisa, passei por um monte de médicas e elas me receitaram uma medicação para aids que serve para evitar de pegar (que é a mesma que pessoas que têm tomam) e recebi mais outros dois medicamentos que recebi na hora lá, além de três injeções: duas benzetacil (para evitar sífilis) e uma outra lá pra outra coisa.

Enquanto eu estava no hospital, resolvi aproveitar a oportunidade para perguntar para mulher se ela tinha tomado o anticoncepcional.

- Oi, tudo bem? Aqui, tinha conversado com você ontem para olhar essa questão do anticoncepcional, eu sei que é meio chato, mas é só por desencargo de consciência mesmo, você já tomou?

-Tomei.

-Ótimo então.

- Vtnc, para com essa porra.

-Eita, calma, foi mal se te incomodei.

-Tá achando que eu sou criança?

-Relaxa, não vou mais te encher o saco com isso, adeus. (bloqueei e a excluí).

Detalhe interessante: ela já teve uma filha, com 16 anos de idade. Por que caralhos ela realmente acha que eu devo achar que ela é responsável o mínimo que seja? Fui meio chato sim, mas porra, não quero correr o risco de ter um filho agora.

Agora estou tomando todos os dias uma medicação para aids, tomarei durante 28 dias. O remédio está escondido num armário aqui, espero que meus pais não descubram, senão nem teria como justificar.

Outra coisa que está no armário são as injeções. Não tomei porque logo no dia que eu estava no hospital, de repente recebo uma mensagem dizendo: Broda, você vem fazer a prova?

-Que prova? Tem prova hoje?

-Sim, valendo 20 pontos.

Tentei sair correndo de lá para ir logo para a faculdade, mas não deu tempo, também estava muito puto já pelo tempo de espera que fiquei lá, já estava completamente irritado com a burrice que tinha feito e com seus resultados, além de não estar nem um pouco a fim de sentir uma dor insana na bunda que seria a aplicação da benzetacil.

Nos dias seguintes, fiquei pensando comigo mesmo se eu iria ou não tomar essas injeções. Pelo o que olhei, a probabilidade de pegar sífilis é muito pequena, mas minha mente ficou me martelando o tempo todo para tomá-la, tamanha preocupação que estava sentindo resolvi ir numa UPA aqui perto tomar (descobri que farmácias comuns não aplicam esse tipo de medicamento, mesmo que você tenha a receita).

Então paguei o Uber, cheguei na UPA, tudo certo, na hora que pego as injeções na mochila de repente noto que esqueci a receita. Puta que pariu.

AAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRGGGGGGGGHHHHH

Tento conversar com a atendente, obviamente eles não aplicam sem receita, então tive que ir embora para casa. Fico decepcionado comigo (pela enésima vez) e decido não tomar mais essa parada, ia doer pra caramba, não sei se realmente tenho algum problema e de qualquer forma sífilis ainda tem cura com essa mesma injeção.

Na volta para casa, decido ir a pé, nem um pouco com vontade de pagar ainda mais um Uber. Saindo de lá tava chovendo.

Depois de pegar a chuva voltando para a casa, o meu relógio parou de funcionar. Era o relógio que eu usava para cronometrar o tempo de descanso na academia, único relógio meu que tinha essa função.

Chega ontem, encontro a menina que falei toda a verdade novamente, na faculdade. Esse é um detalhe interessante: sinto que, depois dela, um lado meu morreu. O lado meio bobão apaixonado, um lado que ainda me fazia sonhar com algo legal, simplesmente se foi.

E é uma sensação muito estranha, porque sinto um vazio grande, por mais que ter esse lado só tenha me dado dor de cabeça até hoje, sinto um pouco falta dele. Ele me servia como guia para continuar melhorando e não me deixando guiar pelos meus instintos mais simples, básicos e sexuais.

Inclusive eu tenho uma teoria razoavelmente elaborada. Muito provavelmente eu estou muito errado, mas talvez, só TALVEZ, eu tenha conseguido chegar nesse ponto no reboot justamente porque me deixei apaixonar. Talvez se eu não tivesse feito isso, continuaria no mesmo esquema de não sentir nada e continuar não ligando que não sentia nada, afundando ainda mais no vício. Talvez isso tenha sido até mesmo uma artimanha inconsciente minha para sair daquele buraco, mas prefiro acreditar que não.

Nesse sentido, pode ter sido útil me deixar levar mais pelo coração do que pelo cérebro. Mas como dói também, viu. Eu estou me comparando com aqueles petistas que estavam no comício do Cid Gomes (irmão do Ciro Gomes), quando esse começa a criticar o PT falando que fizeram muita merda, que iriam perder a eleição por causa disso e tal, mas alguns relutantes a reconhecer o erro começam a cantar "Lula, guerreiro, do povo brasi..."

- O LULA TÁ PRESO, BABACA!!!!

Pra quem não conhece:



(Lá pelos 02:45 ele fala essa frase, mas o vídeo a partir dos 00:40 é todo bom kkkkk)

Assim como aqueles petistas iludidos com a possibilidade do Lula algum dia sair da cadeia e voltar a comandar o país, cujos quais foram confrontados com a realidade mais dura, me sinto de vez em quando querendo ser iludido com a ideia de que nem tudo acabou, quando tudo acabou SIM, perdeu babaca, não tem mais nenhuma chance, já era, esquece, toca sua vida adiante, não olhe para trás.

Então toda vez que algum pensamento romântico volta a surgir, penso no Cid Gomes gritando comigo "O LULA TÁ PRESO, BABACA!!!" e assim vou levando, toda vez me convencendo de que estou agora sim fazendo a coisa certa, estou pensando com o cérebro.

O negócio é que ontem ela me chamou a atenção de que me tornei frio com ela, de que não olho mais nos olhos dela, etc. Porém, eu não posso continuar tão próximo, pelo menos não por agora, pelo menos até eu cair na rede de uma outra (ZOEEEEIRA, calma, não vai acontecer de novo. Pelo menos assim espero kkkk). É um negócio chato, porque eu tenho a impressão (pode ser uma impressão ou uma ilusão bem estúpida, mas já estudei muita linguagem corporal) de que ela sente atração FÍSICA por mim, pois o corpo dela reage de uma forma que parece atraído por mim, mas ela não sente nenhuma atração afetiva e eu sei que ambas as coisas são possíveis, inclusive outras pessoas já me indicaram isso também (talvez por isso eu tenha deixado essa ilusão perdurar), mas fato é que isso é muito ruim para mim, o corpo dela parecendo dizer uma coisa e a boca dizendo outra, simplesmente me deixaria ainda pior.

Não quero afastá-la porque ainda considero uma grande amiga (aliás, nossa amizade tenderia a ficar ainda melhor senão fosse esse fator, já que ela me conhece praticamente 100% agora), mas também sei que tenho que manter um certo equilíbrio, aquela distância segura temporária que mantem minha racionalidade acima do meu coração mole. Daqui pouquíssimo tempo acabará a faculdade e não a verei mais, pelo menos não com essa frequência, provavelmente com isso terei tempo para voltar completamente ao normal. Ela sentirá alguma frieza em algum nível ainda, de qualquer forma, porque eu obviamente a tratava melhor do que eu tratava as outras pessoas, verdade seja dita, mas também não preciso ser escroto, estou pegando o balanço ainda. É aquele negócio que o Mc Lan falou numa entrevista e que, por mais incrível que pareça, o funkeiro estava completamente certo: aquela menina que nós verdadeiramente gostamos, é justamente ela que nunca conseguiremos. Nossa forma de agir fica bobona e nada sexual e não tem nenhuma receita melhor do que essa para entrar numa friendzone.

Entretanto, levando em conta tudo isso, tudo que posso dizer agora é que estou me sentindo mal comigo mesmo, muito arrependido das últimas burradas, sinto que não me reconheço mais, por mais gay e frase de adolescente se descobrindo que isso possa parecer, mas eu definitivamente não sou mais o mesmo cara. Um lado que guiava vários dos meus pensamentos e ações se foi de vez e, ao mesmo tempo, não consigo me sentir bem fazendo sexo por sexo, pois ainda sinto que tem que ter um grau de envolvimento emocional mínimo. Além disso tudo, ainda têm aquelas preocupações nada agradáveis sobre se vou pegar alguma DST, se a menina vai engravidar, se meus pais vão descobrir que tem um monte de medicamento escondido no meu quarto que definitivamente não deveria estar ali, enfim, tem um monte coisa passando na minha cabeça agora e a verdade é que eu ainda não me perdoei nesse sentido, me sinto culpado por tudo que fiz, por cada uma das escolhas sem noção.

Nesse sentido, o arrependimento me aproximou da ideia de voltar para a igreja. Ao mesmo tempo que o pecado nos afasta de Deus, o arrependimento verdadeiro, creio eu, nos aproxima Dessa Verdade. Talvez eu vá na igreja no domingo, estou pensando com meus botões ainda, verei.

Um outro último arrependimento que tive, é que não era para eu ter feito assim logo agora. Uma coisa que noto é que com o reboot, eu consegui voltar a enxergar as mulheres como seres humanos e consegui tirar muito da visão sexualizada que eu tinha das coisas, mas ao sair com essa menina nesse último final de semana, sinto que eu traí minhas próprias convicções e minha própria busca, digna, de me tornar um homem melhor, alguém que eu pudesse dizer ser um Homem de verdade. Não era pra ser assim, definitivamente, mas que foi educativo, foi. Provavelmente foi também uma forma de lidar com minha decepção que não envolvesse aquele velho ciclo, mas de todo forma é uma fuga e devemos evitar de fugir da realidade.

Teve pelo menos uma boa notícia nesse mar de vacilos. Recebi no meu e-mail a notícia de que sou um Aluno Outlier pela minha faculdade. Receberei uma premiação por ser um aluno de destaque dentro do meu curso, nessa terça de noite. Sinceramente, era para eu ficar satisfeito e feliz com isso, mas a vibe agora está meio negativa, mas sinto que esse período que estou passando é necessário para o meu amadurecimento e para enfim colocar as ideias no lugar de novo. Outra coisa é que estou procurando incessantemente emprego, já zerei o site do vagas de tantas vagas que me inscrevi, duas empresas me procuraram mas foram ofertas ruins, vamos esperar um pouco.

Saldo final: reboot comprometido, prazer que não compensou nem um pouco os R$96,00 + consciência pesada + consequências medicamentosas, meu lado "Mr. Nice Guy" terminantemente morto, sensação de vazio o tempo todo e um pouco de tristeza. A parte boa é que, se eu me conheço bem, sairei dessa em breve também, o reboot me ensinou que se eu me esforçar e colocar minha mente para trabalhar para mim, eu supero qualquer coisa.

Valeu por tudo pessoal, passarei no diário seus para dar uma ajuda, abração!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Mensagens : 128
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 18
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 24/11/2018, 01:03
Mano torcendo para tudo dá certo aí, tanto em questão de doenças sexualmente transmissíveis, quanto com sua mente. Sirva de amadurecimento para você, e você vai superar!! Tamo junto aí!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
" Se for para desistir, desista de ser fraco"
Meu diário:[/b] http://www.comoparar.com/t8562-estilo-de-vida-diario-de-um-homem#215655
avatar
Mensagens : 2034
Data de inscrição : 22/07/2016
Idade : 20
Localização : Malibu - California
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 24/11/2018, 18:57
Broda escreveu:Como assim vei kkkkkkkkk, depois explica isso ae melhor.
Não foi nada demais, só que uns fdp mexeram no meu notebook e descobriram o fórum e acabei ficando "queimado" kkkkk relatei isso já, mas é melhor deixar essa derrota o pra lá kkkkk

____________

Caralho mano, o sexo saiu caro hein - por mais 50 R$ tu podia ter pagado uma puta de """luxo""" (e ainda nem ia ouvir reclamações da parte dela), se eu não fosse rebooter te diria algum conselho do tipo "punheta é mais barato" kkkkkk

Mas mano, não ache que só por causa desse acontecimento o teu reboot vai ficar capenga, no meu "reboot do sucesso" eu dava uns deslizes as vezes (tipo ficar olhando pras minas nas ruas tlgd?), mas consegui levar o reboot de boas - até recair.

É foda que tem dias que parece que dá tudo errado kkkkk tive um assim hoje - dias assim são bem frustrantes. Olha eu acho - só acho - que se você for com mais calma, e insistir mais um pouco, role algo entre você e essa mina ai - talvez quando você se "declarou" pra ela, acabou jogando muita pressão e talvez ela só precise de um tempo. Dá uma afastada mesmo, tem que mostrar que você não quer ser só o "amigo dela", você quer algo mais.

E relaxa que o seu lado Ted Mosby não morreu, no máximo ele tá de greve.

É isso. Grande abraço Bro.
Até.

PS 1: Sempre senti uma aura de faxistinha / 17 aqui em teu diário kkkkkk E o Cid só não mita mais que o Mano Brow.

PS 2: Evito falar/fazer piada de politica lá em meu diário pra não causar treta, mas já que tu começou então se fode ai kkkkk.

_______________________________________
Diário

Parte I >http://www.comoparar.com/t3592-stark-going-beyond
Parte II >http://www.comoparar.com/t6475-diario-de-um-vingador
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 530
Data de inscrição : 16/03/2016
Localização : E Corp
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 26/11/2018, 08:58
Fala mano Broda parabéns pelo progresso!

Sobre Badoo eu tive varios encontros de sexo casual na época da faculdade através dele, como a galera comentou o roteiro era sempre o mesmo conversas despretensiosa que levam as picantes e depois ao encontro. Durante o processo de reboot eu larguei mão de todos esses aplicativos e acredito que você saiba a razão, o comportamento associado ao uso remete as raízes do vicio, catalogo de mulheres com fotos sensuais. Atualmente não estou usando o aplicativo pois penso que se usar ficaria propenso a recair, sei que os aplicativos hoje em dia facilitam o sexo e como você mesmo citou a maioria das pessoas busca apenas o prazer sem nenhum nível de ligação real, eu particularmente não vejo nada de errado nisso mas acredito que para nos rebooters seja melhor encontrar uma boa parceira e nos conectar com ela. Tendo isso em vista não seria melhor recorrer a outros meios para encontrar mulheres? Eu sinceramente acredito que ir numa balada seja mais tranquilo do que o uso dos aplicativos de namoro, emfim fica aqui minhas indagações e sucesso no seu reboot.

_______________________________________


Meu diário: http://www.comoparar.com/t3270p25-diario-do-mr_reboot
avatar
Mensagens : 401
Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 19
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 26/11/2018, 22:40
Broda escreveu:
Minha morte, consequências, tristeza e reflexões

Fala galera.

Mais um dia, cá estou. Dessa vez para falar sobre o que aconteceu depois daquele sexo todo errado que tive com a mina lá, vamos fazer algumas contas para chegarmos no saldo final total, espero que isso sirva de lição para muitos dos senhores.

Começando pelo reboot. Eu quase recaio naquela bosta de Badoo, foi uma péssima ideia do começo ao fim, prejudiquei meu reboot, mas decidi que não vou resetar porque não voltei para o que eu era antes, definitivamente. Então começamos por esse ponto: reboot capengado, sensação de culpa já começa por aí.

Financeiramente: eu comprei umas camisinhas boas, fui buscar a mulher de uber, depois paguei um motel, depois paguei o uber de volta dela, depois paguei mais dois uber para ir em diferentes hospitais para me tratar de possíveis problemas.

Camisinhas: R$20 reais.
Buscar a mulher de uber: R$23,26
Uber de volta da mulher: R$9,12
Uber pro hospital pegar remédios: R$15,93
Uber para voltar do hospital: R$18,69
Uber para tomar injeções: R$9,22

Soma total: R$96,22
Salário do Broda atualmente na monitoria de estatística: R$220,00. Ouch.

Agora, vocês devem estar se perguntando: que remédios são esses?

Simples, fiz sexo sem proteção com uma pessoa quase completamente desconhecida, logo de cara e que eu não tenho a menor ideia do seu histórico. Então não poderia correr o risco de pegar HIV ou qualquer outra doenças dessas, logo resolvi ir no hospital pegar os medicamentos para já ir evitando esse tipo de problema. Lá no hospital, fiquei umas três horas andando de um lado pro outro, fiz exames para ver se acusava já alguma coisa, passei por um monte de médicas e elas me receitaram uma medicação para aids que serve para evitar de pegar (que é a mesma que pessoas que têm tomam) e recebi mais outros dois medicamentos que recebi na hora lá, além de três injeções: duas benzetacil (para evitar sífilis) e uma outra lá pra outra coisa.

Enquanto eu estava no hospital, resolvi aproveitar a oportunidade para perguntar para mulher se ela tinha tomado o anticoncepcional.

- Oi, tudo bem? Aqui, tinha conversado com você ontem para olhar essa questão do anticoncepcional, eu sei que é meio chato, mas é só por desencargo de consciência mesmo, você já tomou?

-Tomei.

-Ótimo então.

- Vtnc, para com essa porra.

-Eita, calma, foi mal se te incomodei.

-Tá achando que eu sou criança?

-Relaxa, não vou mais te encher o saco com isso, adeus. (bloqueei e a excluí).

Detalhe interessante: ela já teve uma filha, com 16 anos de idade. Por que caralhos ela realmente acha que eu devo achar que ela é responsável o mínimo que seja? Fui meio chato sim, mas porra, não quero correr o risco de ter um filho agora.

Agora estou tomando todos os dias uma medicação para aids, tomarei durante 28 dias. O remédio está escondido num armário aqui, espero que meus pais não descubram, senão nem teria como justificar.

Outra coisa que está no armário são as injeções. Não tomei porque logo no dia que eu estava no hospital, de repente recebo uma mensagem dizendo: Broda, você vem fazer a prova?

-Que prova? Tem prova hoje?

-Sim, valendo 20 pontos.

Tentei sair correndo de lá para ir logo para a faculdade, mas não deu tempo, também estava muito puto já pelo tempo de espera que fiquei lá, já estava completamente irritado com a burrice que tinha feito e com seus resultados, além de não estar nem um pouco a fim de sentir uma dor insana na bunda que seria a aplicação da benzetacil.

Nos dias seguintes, fiquei pensando comigo mesmo se eu iria ou não tomar essas injeções. Pelo o que olhei, a probabilidade de pegar sífilis é muito pequena, mas minha mente ficou me martelando o tempo todo para tomá-la, tamanha preocupação que estava sentindo resolvi ir numa UPA aqui perto tomar (descobri que farmácias comuns não aplicam esse tipo de medicamento, mesmo que você tenha a receita).

Então paguei o Uber, cheguei na UPA, tudo certo, na hora que pego as injeções na mochila de repente noto que esqueci a receita. Puta que pariu.

AAAAAAAAAARRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRGGGGGGGGHHHHH

Tento conversar com a atendente, obviamente eles não aplicam sem receita, então tive que ir embora para casa. Fico decepcionado comigo (pela enésima vez) e decido não tomar mais essa parada, ia doer pra caramba, não sei se realmente tenho algum problema e de qualquer forma sífilis ainda tem cura com essa mesma injeção.

Na volta para casa, decido ir a pé, nem um pouco com vontade de pagar ainda mais um Uber. Saindo de lá tava chovendo.

Depois de pegar a chuva voltando para a casa, o meu relógio parou de funcionar. Era o relógio que eu usava para cronometrar o tempo de descanso na academia, único relógio meu que tinha essa função.

Chega ontem, encontro a menina que falei toda a verdade novamente, na faculdade. Esse é um detalhe interessante: sinto que, depois dela, um lado meu morreu. O lado meio bobão apaixonado, um lado que ainda me fazia sonhar com algo legal, simplesmente se foi.

E é uma sensação muito estranha, porque sinto um vazio grande, por mais que ter esse lado só tenha me dado dor de cabeça até hoje, sinto um pouco falta dele. Ele me servia como guia para continuar melhorando e não me deixando guiar pelos meus instintos mais simples, básicos e sexuais.

Inclusive eu tenho uma teoria razoavelmente elaborada. Muito provavelmente eu estou muito errado, mas talvez, só TALVEZ, eu tenha conseguido chegar nesse ponto no reboot justamente porque me deixei apaixonar. Talvez se eu não tivesse feito isso, continuaria no mesmo esquema de não sentir nada e continuar não ligando que não sentia nada, afundando ainda mais no vício. Talvez isso tenha sido até mesmo uma artimanha inconsciente minha para sair daquele buraco, mas prefiro acreditar que não.

Nesse sentido, pode ter sido útil me deixar levar mais pelo coração do que pelo cérebro. Mas como dói também, viu. Eu estou me comparando com aqueles petistas que estavam no comício do Cid Gomes (irmão do Ciro Gomes), quando esse começa a criticar o PT falando que fizeram muita merda, que iriam perder a eleição por causa disso e tal, mas alguns relutantes a reconhecer o erro começam a cantar "Lula, guerreiro, do povo brasi..."

- O LULA TÁ PRESO, BABACA!!!!

Pra quem não conhece:



(Lá pelos 02:45 ele fala essa frase, mas o vídeo a partir dos 00:40 é todo bom kkkkk)

Assim como aqueles petistas iludidos com a possibilidade do Lula algum dia sair da cadeia e voltar a comandar o país, cujos quais foram confrontados com a realidade mais dura, me sinto de vez em quando querendo ser iludido com a ideia de que nem tudo acabou, quando tudo acabou SIM, perdeu babaca, não tem mais nenhuma chance, já era, esquece, toca sua vida adiante, não olhe para trás.

Então toda vez que algum pensamento romântico volta a surgir, penso no Cid Gomes gritando comigo "O LULA TÁ PRESO, BABACA!!!" e assim vou levando, toda vez me convencendo de que estou agora sim fazendo a coisa certa, estou pensando com o cérebro.

O negócio é que ontem ela me chamou a atenção de que me tornei frio com ela, de que não olho mais nos olhos dela, etc. Porém, eu não posso continuar tão próximo, pelo menos não por agora, pelo menos até eu cair na rede de uma outra (ZOEEEEIRA, calma, não vai acontecer de novo. Pelo menos assim espero kkkk). É um negócio chato, porque eu tenho a impressão (pode ser uma impressão ou uma ilusão bem estúpida, mas já estudei muita linguagem corporal) de que ela sente atração FÍSICA por mim, pois o corpo dela reage de uma forma que parece atraído por mim, mas ela não sente nenhuma atração afetiva e eu sei que ambas as coisas são possíveis, inclusive outras pessoas já me indicaram isso também (talvez por isso eu tenha deixado essa ilusão perdurar), mas fato é que isso é muito ruim para mim, o corpo dela parecendo dizer uma coisa e a boca dizendo outra, simplesmente me deixaria ainda pior.

Não quero afastá-la porque ainda considero uma grande amiga (aliás, nossa amizade tenderia a ficar ainda melhor senão fosse esse fator, já que ela me conhece praticamente 100% agora), mas também sei que tenho que manter um certo equilíbrio, aquela distância segura temporária que mantem minha racionalidade acima do meu coração mole. Daqui pouquíssimo tempo acabará a faculdade e não a verei mais, pelo menos não com essa frequência, provavelmente com isso terei tempo para voltar completamente ao normal. Ela sentirá alguma frieza em algum nível ainda, de qualquer forma, porque eu obviamente a tratava melhor do que eu tratava as outras pessoas, verdade seja dita, mas também não preciso ser escroto, estou pegando o balanço ainda. É aquele negócio que o Mc Lan falou numa entrevista e que, por mais incrível que pareça, o funkeiro estava completamente certo: aquela menina que nós verdadeiramente gostamos, é justamente ela que nunca conseguiremos. Nossa forma de agir fica bobona e nada sexual e não tem nenhuma receita melhor do que essa para entrar numa friendzone.

Entretanto, levando em conta tudo isso, tudo que posso dizer agora é que estou me sentindo mal comigo mesmo, muito arrependido das últimas burradas, sinto que não me reconheço mais, por mais gay e frase de adolescente se descobrindo que isso possa parecer, mas eu definitivamente não sou mais o mesmo cara. Um lado que guiava vários dos meus pensamentos e ações se foi de vez e, ao mesmo tempo, não consigo me sentir bem fazendo sexo por sexo, pois ainda sinto que tem que ter um grau de envolvimento emocional mínimo. Além disso tudo, ainda têm aquelas preocupações nada agradáveis sobre se vou pegar alguma DST, se a menina vai engravidar, se meus pais vão descobrir que tem um monte de medicamento escondido no meu quarto que definitivamente não deveria estar ali, enfim, tem um monte coisa passando na minha cabeça agora e a verdade é que eu ainda não me perdoei nesse sentido, me sinto culpado por tudo que fiz, por cada uma das escolhas sem noção.

Nesse sentido, o arrependimento me aproximou da ideia de voltar para a igreja. Ao mesmo tempo que o pecado nos afasta de Deus, o arrependimento verdadeiro, creio eu, nos aproxima Dessa Verdade. Talvez eu vá na igreja no domingo, estou pensando com meus botões ainda, verei.

Um outro último arrependimento que tive, é que não era para eu ter feito assim logo agora. Uma coisa que noto é que com o reboot, eu consegui voltar a enxergar as mulheres como seres humanos e consegui tirar muito da visão sexualizada que eu tinha das coisas, mas ao sair com essa menina nesse último final de semana, sinto que eu traí minhas próprias convicções e minha própria busca, digna, de me tornar um homem melhor, alguém que eu pudesse dizer ser um Homem de verdade. Não era pra ser assim, definitivamente, mas que foi educativo, foi. Provavelmente foi também uma forma de lidar com minha decepção que não envolvesse aquele velho ciclo, mas de todo forma é uma fuga e devemos evitar de fugir da realidade.

Teve pelo menos uma boa notícia nesse mar de vacilos. Recebi no meu e-mail a notícia de que sou um Aluno Outlier pela minha faculdade. Receberei uma premiação por ser um aluno de destaque dentro do meu curso, nessa terça de noite. Sinceramente, era para eu ficar satisfeito e feliz com isso, mas a vibe agora está meio negativa, mas sinto que esse período que estou passando é necessário para o meu amadurecimento e para enfim colocar as ideias no lugar de novo. Outra coisa é que estou procurando incessantemente emprego, já zerei o site do vagas de tantas vagas que me inscrevi, duas empresas me procuraram mas foram ofertas ruins, vamos esperar um pouco.

Saldo final: reboot comprometido, prazer que não compensou nem um pouco os R$96,00 + consciência pesada + consequências medicamentosas, meu lado "Mr. Nice Guy" terminantemente morto, sensação de vazio o tempo todo e um pouco de tristeza. A parte boa é que, se eu me conheço bem, sairei dessa em breve também, o reboot me ensinou que se eu me esforçar e colocar minha mente para trabalhar para mim, eu supero qualquer coisa.

Valeu por tudo pessoal, passarei no diário seus para dar uma ajuda, abração!

Meu parceiro, é por isso que gosto de ler tuas histórias. É cada uma mais loka que a outra, parece as do Stark KASJDAKSD. Cês são tudo porra loka ein mano, dá certinho comigo HAHAHA. Sou do mermo jeito.

Cara, essa parada aí do badoo é UM CÚ! Eu quase recaí nessa merda também há uns 3 dias. Recebi uns nudes do mesmo jeito, e que olhei por 1 segundo acho. Tinha até tirado meu contador, mas depois de ver que também aconteceu contigo e tu manteve o teu, voltei com o meu também, porque também não senti que me afetou de jeito nenhum, e eu tô exatamente o mesmo, então valeu pelo relato, mano!

Sobre esses negócios de sexo só por sexo, cara, não sei. Claro que o melhor de tudo é fazer sexo com sentimento, mas enquanto isso não é possível, eu botei uma regrinha pra mim (que vi em algum lugar). Que é fazer sexo só com pessoas que têm uma vibe que se encaixa na minha, sacou? Porque aí depois que acaba, pelo menos vocês podem dar umas risadas juntos, assistir alguma coisa (Netflix?), ficar de boas e virarem amigos coloridos (por que não?). Claro que é muito melhor fazer uma pessoa que a gente goste, mas não dá pra ficar no celibato por anos até encontrar essa pessoa, né? (só se tu quiser ficar, ai tudo bem hehe). Mas da próxima, procura pessoas (POR FAVOR, NÃO NO BADOO KKKK) que tem uma vibe parecida com a tua, pra rolar uma parada daora mesmo, sacou?

Tipo, tem garotas muito bonitas que eu nunca transaria, seria uma bosta só pela vibe ruim, sem zoas. Enfim, mano, faz tempo que não venho aqui porque não achava teu diário, mas agora achei essa bagaça ome. Parabéns por essa caralhada de dias, irmão! É só o começo!

_______________________________________






MEU DIÁRIO
http://www.comoparar.com/t7233-virando-o-jogo#177280


'''Aqueles que cultivam o hábito da persistência parecem ter um seguro contra o fracasso'' - Napolleon Hill


“O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo.” - Winston Churchill
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 4/12/2018, 12:20
Master_DW escreveu:Mano torcendo para tudo dá certo aí, tanto em questão de doenças sexualmente transmissíveis, quanto com  sua mente. Sirva de amadurecimento para você, e você vai superar!! Tamo junto aí!

Enviado pelo Topic'it

Valeu Bro!

O que importa mesmo é o estado da mente. Se você tiver com a cabeça no lugar, o resto todo é só resto.

Abração!

Stark escreveu:
Broda escreveu:Como assim vei kkkkkkkkk, depois explica isso ae melhor.
Não foi nada demais, só que uns fdp mexeram no meu notebook e descobriram o fórum e acabei ficando "queimado" kkkkk relatei isso já, mas é melhor deixar essa derrota o pra lá kkkkk

____________

Caralho mano, o sexo saiu caro hein - por mais 50 R$ tu podia ter pagado uma puta de """luxo""" (e ainda nem ia ouvir reclamações da parte dela), se eu não fosse rebooter te diria algum conselho do tipo "punheta é mais barato" kkkkkk

Mas mano, não ache que só por causa desse acontecimento o teu reboot vai ficar capenga, no meu "reboot do sucesso" eu dava uns deslizes as vezes (tipo ficar olhando pras minas nas ruas tlgd?), mas consegui levar o reboot de boas - até recair.

É foda que tem dias que parece que dá tudo errado kkkkk tive um assim hoje - dias assim são bem frustrantes. Olha eu acho - só acho - que se você for com mais calma, e insistir mais um pouco, role algo entre você e essa mina ai - talvez quando você se "declarou" pra ela, acabou jogando muita pressão e talvez ela só precise de um tempo. Dá uma afastada mesmo, tem que mostrar que você não quer ser só o "amigo dela", você quer algo mais.

E relaxa que o seu lado Ted Mosby não morreu, no máximo ele tá de greve.

É isso. Grande abraço Bro.
Até.

PS 1: Sempre senti uma aura de faxistinha / 17 aqui em teu diário kkkkkk E o Cid só não mita mais que o Mano Brow.

PS 2: Evito falar/fazer piada de politica lá em meu diário pra não causar treta, mas já que tu começou então se fode ai kkkkk.

Fala Bro!

Eu não quero mais correr atrás, NUNCA MAIS, seja dela ou de qualquer outra mulher. Não me interessa mais o que ela pensa ou deixa de pensar, foda-se, morreu. Notei quanto minha postura era simplesmente nojenta e de perdedor.

Na real que eu só usei o caso do desespero petista para fazer graça e alguns paralelos com minha situação anterior, evitei de ficar dando minha opinião e política foi um pretexto para falar sobre algo maior, você que tá se revelando aí, tenho nada a ver com isso kkkkkkkk (tamo junto).

Abração!

mr_reboot escreveu:Fala mano Broda parabéns pelo progresso!

Sobre Badoo eu tive varios encontros de sexo casual na época da faculdade através dele, como a galera comentou o roteiro era sempre o mesmo conversas despretensiosa que levam as picantes e depois ao encontro. Durante o processo de reboot eu larguei mão de todos esses aplicativos e acredito que você saiba a razão, o comportamento associado ao uso remete as raízes do vicio, catalogo de mulheres com fotos sensuais. Atualmente não estou usando o aplicativo pois penso que se usar ficaria propenso a recair, sei que os aplicativos hoje em dia facilitam o sexo e como você mesmo citou a maioria das pessoas busca apenas o prazer sem nenhum nível de ligação real, eu particularmente não vejo nada de errado nisso mas acredito que para nos rebooters seja melhor encontrar uma boa parceira e nos conectar com ela. Tendo isso em vista não seria melhor recorrer a outros meios para encontrar mulheres? Eu sinceramente acredito que ir numa balada seja mais tranquilo do que o uso dos aplicativos de namoro, emfim fica aqui minhas indagações e sucesso no seu reboot.

Realmente, qualquer outro lugar é melhor do que essa bosta de Badoo para procurar mulher. A regra tem que ser simples: você está caçando na vida real ou no virtual? Se é no virtual, é melhor cortar logo.

Valeu pelas ideias, abraços!
Marker escreveu:
Meu parceiro, é por isso que gosto de ler tuas histórias. É cada uma mais loka que a outra, parece as do Stark KASJDAKSD. Cês são tudo porra loka ein mano, dá certinho comigo HAHAHA. Sou do mermo jeito.

Cara, essa parada aí do badoo é UM CÚ! Eu quase recaí nessa merda também há uns 3 dias. Recebi uns nudes do mesmo jeito, e que olhei por 1 segundo acho. Tinha até tirado meu contador, mas depois de ver que também aconteceu contigo e tu manteve o teu, voltei com o meu também, porque também não senti que me afetou de jeito nenhum, e eu tô exatamente o mesmo, então valeu pelo relato, mano!

Sobre esses negócios de sexo só por sexo, cara, não sei. Claro que o melhor de tudo é fazer sexo com sentimento, mas enquanto isso não é possível, eu botei uma regrinha pra mim (que vi em algum lugar). Que é fazer sexo só com pessoas que têm uma vibe que se encaixa na minha, sacou? Porque aí depois que acaba, pelo menos vocês podem dar umas risadas juntos, assistir alguma coisa (Netflix?), ficar de boas e virarem amigos coloridos (por que não?). Claro que é muito melhor fazer uma pessoa que a gente goste, mas não dá pra ficar no celibato por anos até encontrar essa pessoa, né? (só se tu quiser ficar, ai tudo bem hehe). Mas da próxima, procura pessoas (POR FAVOR, NÃO NO BADOO KKKK) que tem uma vibe parecida com a tua, pra rolar uma parada daora mesmo, sacou?

Tipo, tem garotas muito bonitas que eu nunca transaria, seria uma bosta só pela vibe ruim, sem zoas. Enfim, mano, faz tempo que não venho aqui porque não achava teu diário, mas agora achei essa bagaça ome. Parabéns por essa caralhada de dias, irmão! É só o começo!

É, entendi seu lance da vibe. Eu escrevi numa folha aqui que só iria levar adiante qualquer coisa agora com uma mulher que tivesse os mesmos valores que os meus e uma postura de vencedora. Tendo essas características, o resto a gente ajeita. NO MORE FREQUENT FLYER BITCH MILES FOR MY BOY!

Gostei que você gostou dos relatos kkkkk, senti que vibramos na mesma vibe kkkk. Abração Bro!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 4/12/2018, 12:22
Ainda hoje um relato sobre o que rolou com esse contador e comigo.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum