Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Projeto
Admin
Admin
Mensagens : 1732
Data de inscrição : 27/07/2014
http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Prostituição (sexo com prostitutas)

em 12/10/2014, 16:16
Prezados, tenho lido muitos relatos de vocês sobre procurar a ajuda de prostitutas para ajudar no reboot. Esse fórum não é um fórum moralista (está longe disso) e nem pretende interferir nas escolhas pessoais de cada um (pelo contrário, incentiva a liberdade de expressão e a responsabilidade de cada um por suas escolhas).

E eu até entendo o raciocínio que vocês empregaram para chegar nesse conclusão de buscar sexo com prostitutas (não recair em M e cumprir o passo da religação). Mas gostaria de elencar alguns pontos que acho importante destacar do porque acredito que sexo com prostitutas não é tão interessante assim do ponto de vista do reboot e no fundo não cumpre satisfatoriamente com esse passo necessário da "religação", como muitos imaginam.

(* Obs: Essas são as minhas opiniões pessoais obviamente, e ninguém é obrigado a concordar com elas. Apenas as estou colocando aqui como uma forma de estimular a reflexão e debatermos melhor a questão).

Ao contrário do sexo regular com uma parceria comum, sexo com prostitutas se assemelha muito a pornografia já que:

- Não gera vínculo algum com a parceira, o que aumenta a sensação de solidão, isolamento e fuga das questões emocionais.

- É superficial e assim como a pornografia, nos condiciona a associar o sexo apenas como uma questão de "gozar" e "se aliviar" ao invés de uma ferramenta criadora, capaz de despertar o poder latente do homem.

- É arriscado: Os riscos de doenças sexualmente transmissíveis são muito maiores do que numa relação monogâmica duradoura (apesar de que nada garante que numa relação monogâmica, esse risco não exista).

- É psicologicamente vexatório pois reforça a crença de que somos incapazes de obter ou mesmo manter um relacionamento com uma parceira real por um período razoável de tempo, gerando um ciclo de culpa e vergonha que nos leva cada vez mais a procurar esse tipo de relação para abafar esses sentimentos citados.

- Continua a estimular as fantasias na medida que a troca constante de parcerias reforça a descarga de dopamina que é a base da teoria do reboot que diz que que quanto mais variedade tivermos de parceiras, mais tendermos a desestabilizar o nosso sistema de recompensas, procurando cada vez mais por mais novidade, que culminará num ciclo infinito de insatisfação e na impotência sexual total.

- É falso, já que as prostitutas, de forma muito parecida com as atrizes pornôs tendem a procurar nos convencer de que estão gostando do sexo, quando na verdade estão apenas fingindo para que gozemos rápido e saiamos fora da situação (pagando por isso, obviamente).

- É insatisfatório, já que as pessoas que tiveram sexo com namoradas e com prostituas relatam, na maioria dos caos, que o sexo com as namoradas é muito melhor e mais satisfatorio tanto sexualmente como emocionalmente (isso de que as prostituas realizariam as nossas fantasias é um mito, já que elas se sentem muito humilhadas fazendo sexo por dinheiro, diferente das namoradas, que quando confiam em nós, se sentem mais livres para expressar sua sexualidade).

Enfim, esses são apenas alguns pontos básicos. Existem mais, mas não me recordo aqui agora (posso postar mais depois).

E qual a solução para este dilema?

Para mim a solução é muito simples: estabelecimento de vínculos monogâmicos com uma parceira real até o ponto em que a relação seja satisfatória e útil para os dois.

Apesar dos conflitos inerentes de uma relação intima com uma outra pessoa, esses conflitos são a base para o nosso amadurecimento emocional, bem como nos fazem sair da inércia e procurarmos sermos melhores homens (não somente para a satisfação das nossas parceiras, mas sobretudo para nós mesmos).

O vínculo monogâmico estável também gera um magnetismo positivo, fazendo com que nos sintamos bem conosco mesmos e que as nossas vidas se estabilizem de uma forma muito mais harmônica (fusão do feminino e masculino), sendo que a nossa atenção vai para outras coisas, ao invés de focar no stress oriundo de ter que "caçar" uma parceira nova sempre que tenhamos o impulso sexual.

Enfim, estou colocando de uma forma muito genérica, os pontos positivos, apenas para iniciar a discussão. Existem muitos outros benefícios que poderíamos relacionar, mas a minha ideia aqui é apenas sugerir que se por um lado não queremos ser monges no sentido que o reboot não prega a abstinência sexual e não foi feito para acabar com nossa masculinidade, muito menos com nossos desejos sexuais e sim para fortalecer e melhorar nossa vida sexual, por outro também não foi feito para nos degenerar e nos levar para uma vida que talvez seja apenas mais uma fuga, assim como a pornografia. Tendo consequências que não podemos prever agora, mas que certamente pode afetar a percepção de nós mesmos e a nossa vida afetiva e sexual.

Quanto aos homossexuais, não posso falar porque não sou homossexual e não tenho experiência para me basear. Mas imagino que fora algumas exceções, a maioria dos itens citados acima também se aplique nesse caso.

Sintam-se a vontade para discordar ou contribuir com essa discussão.

_______________________________________



"Você pode não ter força de vontade para parar de ver pornografia, mas certamente tem para instalar os bloqueadores - Porque ainda não o fez?"

"Prefiro ser escravo dos bloqueadores, do que escravo da pornografia"
avatar
Tiagosp
Mensagens : 101
Data de inscrição : 12/09/2014

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 12/10/2014, 21:07
Aqui posto a minha opinião, a minha primeira vez foi com um Garota de Programa (GP), não as chamo pelo termo que você usou porque devemos respeitá-las, não sabemos porque elas entraram nesse mundo, seja por necessidade ou por prazer. Na vez que fui na GP (não relatarei sobre a transa ou nenhuma característica dela, para que user não recaiam e por não ser importante), avisei a ela que era minha primeira vez e tal, e enquanto eu me preparava, conversamos um pouco para aliviar a tensão, ela falou que estava naquele tipo de trabalho, para pagar a faculdade particular dela pela família dela ter pouquíssimo dinheiro, e ela disse que uma amiga dela, faz isso por necessidade, porque a irmã mais nova é muito doente e os pais haviam morrido, ou seja, nunca julgue alguém sem saber o motivo para tal ato. Quanto a monogamia, eu acho que muitos aqui, tem de aprender a atrair e ter suas experiências, antes de começar a namorar ou casar (minha opinião), quanto a GP, só aconselho a quem atingiu ou passou dos 18 e nunca transou na vida, para "tirar o peso da consciência" de ser virgem, que muitos tem; fora nesse único caso, desaconselho ir a uma GP. Quanto ao resto do seu post eu concordo, se não nos acostumarmos e nos conectar emocionalmente e fisicamente a nossa parceira sexual, ela não se tornará satisfatória, e a pessoa acabará broxando.

_______________________________________
 
avatar
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 488
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 26

Serei sincero

em 12/10/2014, 21:39
Respeitando a opinião de todos aqui, falo sobre mim. Considero-me uma pessoa liberal que, por questões particulares, não tem interesse por namorar, casar-se, constituir família. Isto tudo, que fique claro, não é culpa do vício, é algo que descobri em mim conforme fui amadurecendo (do lado digno, é claro) ao longo de minha juventude. Debati o assunto há um tempo com um outro membro aqui do fórum, este com escolha de vida parecida com a minha. Se deve ser respeitada a questão de que "cada um é cada um", sou sincero ao falar de minha pessoa. Claro que de maneira cadenciada, sem exageros (todos, bem devem saber quais), para que não se torne outro drama em minha vida, passei a optar por, uma vez ou outra, em frequência relativamente rara, valer-me de sexo com as garotas de programa. Sinto que com todos os cuidados que tomo e com minha personalidade não é algo que me faz mal, pelo contrário, tenho maturidade para agir de maneira correta tomando tal hábito em minha vida. Inclusive acabei de voltar de uma tal aventura e leve comigo mesmo, consciente de que não me autossabotei de nenhuma maneira e sigo firme na luta rumo a meus 180 dias. Mais sobre tudo isto lá no meu tópico Eu Chego Lá.
Na vida, cada um tem suas escolhas e deve ter maturidade para saber agir de maneira a prosperar, em qualquer sentido, como ser humano. Peço desculpas se ofendi alguém, estejam à vontade para réplicas.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Tiagosp
Mensagens : 101
Data de inscrição : 12/09/2014

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 12/10/2014, 22:16
Escolha é uma coisa pessoal, só acho que Garotas de Programa são seres humanos, e devem ter tido os seus motivos para fazerem tal trabalho, por isso não acho certo chamá-las de prostitutas

_______________________________________
 
avatar
_new
Mensagens : 110
Data de inscrição : 09/09/2014

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 13/10/2014, 18:22
Justiceiro do Sertão e demais amigos do fórum, em primeiro lugar concordo com o respeito que devemos às moças que trabalham no ramo. Em segundo lugar, compartilho minha opinião com a do Projeto, de que devemos consumar uma relação sexual que contenha também laços afetivos entre os dois participantes.

Falo no meu caso com a consciência de que cada um é cada um, e cada pessoa age diferente nessas situações: para me sentir completo numa relação sexual, eu precisaria saber que a menina também está curtindo. Que ela também está excitada comigo, QUE ELA TAMBÉM QUER (pelos mesmos motivos que eu, não por razões profissionais). Na minha opinião acho a forma mais saudável de fazer sexo. Claro que minha opinião pode mudar futuramente, por que não? Estamos sempre aprendendo.

Lendo o tópico me lembrei de ler um relato de uma das coelhinhas da playboy, que dizia que o hugh hefner depois de uma "noitada" com as mulheres do seu hárem, ia ver pornografia. Não testei a veracidade do relato, mas o que ele nos mostra é que o relacionamento superficial do sexo com outra pessoa se assemelha à pornografia através do que os especialistas chamam de efeito coolidge, que tem muito a ver com o nosso vício em PMO. Esse relacionamento superficial, o sexo pelo sexo, vai nos mostrando sua imensa variedade (mesmo que com menos intensidade que a pornografia) e o cérebro vai liberando cada vez mais dopamina, e vamos pedindo cada vez mais novidades ocasionando o desgaste da via neural que causaria uma eventual DE.

Projeto, infelizmente não tenho parceira, então imagine meu caso: sem M e sem O, quase explodindo... pensei em contratar uma profissional, explicar TODA minha situação (pensei em até uma desculpa menos vergonhosa, dizer que minha via neural se dessensibilizou devido ao uso de remédios de tarja preta) e falar que a contrataria 1x por semana, ou 2x por mês, se ela topasse. Mas daí pensei: essa abstinência está me dando uma oportunidade que não me acontecia há muito tempo, que é a de correr atrás de mulher da forma clássica sem o medo de broxar. É isso que estou tentando fazer no exato momento, rs.

Just my opinion. Very Happy
avatar
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 488
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 26

Ocorre que...

em 13/10/2014, 20:02
... sou, que fique claro, sujeito bastante reservado e independente por opção de vida. Gosto de amizades, no entanto por natureza sempre me senti melhor sozinho (ainda que haja sofrido um tanto na adolescência, creio que coisa decorrente de minha imaturidade à época). Não quero ofender ninguém nem ser orgulhoso, mas tenho maturidade para incorporar toda uma série de hábitos a meu estilo de vida sem sair no prejuízo. Minha escolha por garotas de programa em nada tem a ver com o vício em PMO, mas com meu temperamento mesmo, e sei que sei discernir as coisas, o que é certo e errado. No meu tópico Eu Chego Lá, falo um pouco mais sobre esta minha filosofia de vida, com a qual sempre me senti muito bem.
Obrigado pelo respeito à minha opinião.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
avatar
Projeto
Admin
Admin
Mensagens : 1732
Data de inscrição : 27/07/2014
http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 21/10/2014, 15:01
Tiagosp escreveu:só acho que Garotas de Programa são seres humanos, e devem ter tido os seus motivos para fazerem tal trabalho, por isso não acho certo chamá-las de prostitutas

Concordo com você. Acontece que o termo "prostituta" não é pejorativo em sua etimologia, já que significa apenas: "pessoa que obtém lucro através da oferta de serviço sexual". E não existe maldade nenhuma em afirmar isso, já que é exatamente essa a descrição das atividades dessas pessoas. Fora o fato que, salvo algumas exceções, são elas mesmas que gostam de ser chamadas assim, as vezes infelizmente até por termos piores e aí sim, realmente pejorativos tais como "vadia" e "puta", discriminando os homens que as tratam bem, como se esses homens fossem ingênuos e não merecessem os seus serviços.

No mais, quem seria eu para falar alguma coisa. 15 anos viciado em pornografia é o mesmo que 15 anos viciado em prostituição, já que as garotas dos filmes, em sua maioria cobram por seus serviços. Então, nem de longe minha intenção foi diminuir essas garotas e o seu trabalho. Ao contrário, até me compadeço delas porque, assim como a vida de um viciado em pornografia, essa vida que elas levam é no fundo uma vida de ilusões por mais que elas preguem e digam acreditar no contrário.

_______________________________________



"Você pode não ter força de vontade para parar de ver pornografia, mas certamente tem para instalar os bloqueadores - Porque ainda não o fez?"

"Prefiro ser escravo dos bloqueadores, do que escravo da pornografia"
avatar
Projeto
Admin
Admin
Mensagens : 1732
Data de inscrição : 27/07/2014
http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 21/10/2014, 15:01
Justiceiro do Sertão escreveu:Respeitando a opinião de todos aqui, falo sobre mim. Considero-me uma pessoa liberal que, por questões particulares, não tem interesse por namorar, casar-se, constituir família. Isto tudo, que fique claro, não é culpa do vício, é algo que descobri em mim conforme fui amadurecendo (do lado digno, é claro) ao longo de minha juventude. Debati o assunto há um tempo com um outro membro aqui do fórum, este com escolha de vida parecida com a minha. Se deve ser respeitada a questão de que "cada um é cada um", sou sincero ao falar de minha pessoa. Claro que de maneira cadenciada, sem exageros (todos, bem devem saber quais), para que não se torne outro drama em minha vida, passei a optar por, uma vez ou outra, em frequência relativamente rara, valer-me de sexo com as garotas de programa. Sinto que com todos os cuidados que tomo e com minha personalidade não é algo que me faz mal, pelo contrário, tenho maturidade para agir de maneira correta tomando tal hábito em minha vida. Inclusive acabei de voltar de uma tal aventura e leve comigo mesmo, consciente de que não me autossabotei de nenhuma maneira e sigo firme na luta rumo a meus 180 dias. Mais sobre tudo isto lá no meu tópico Eu Chego Lá.Na vida, cada um tem suas escolhas e deve ter maturidade para saber agir de maneira a prosperar, em qualquer sentido, como ser humano. Peço desculpas se ofendi alguém, estejam à vontade para réplicas.

Concordo perfeitamente Justiceiro. Você tem todo o direito a levar a vida que você quiser. Não vejo nenhum mal nisso. Na verdade, este tópico não tem a intenção de marginalizar o comportamento de ninguém. Perdão caso tenham entendido assim. Talvez tenha me expressado mal. A ideia é simplesmente desassociar o reboot da questão da prostituição, porque percebi muitas pessoas fazendo conclusões precipitadas sobre a fase de religamento, concluindo que uma vez que o sexo virtual era proibido e que o sexo real é incentivado, a solução para o dilema de quem está sem parceira sexual no momento, seria a prostituição. Mas não é exatamente isso que eu defendo. Por isso elenquei vários itens para explicar o porquê dessa conclusão não ser tão óbvia assim, ao menos do ponto de vista do reboot e da fase de religamento e como eu as entendo teoricamente. Fora isso, cada um pode e deve fazer o que bem entender da sua vida sexual, como você muito bem explicou!

_______________________________________



"Você pode não ter força de vontade para parar de ver pornografia, mas certamente tem para instalar os bloqueadores - Porque ainda não o fez?"

"Prefiro ser escravo dos bloqueadores, do que escravo da pornografia"
avatar
Projeto
Admin
Admin
Mensagens : 1732
Data de inscrição : 27/07/2014
http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 21/10/2014, 15:02
_New escreveu:Projeto, infelizmente não tenho parceira, então imagine meu caso: sem M e sem O, quase explodindo... pensei em contratar uma profissional, explicar TODA minha situação (pensei em até uma desculpa menos vergonhosa, dizer que minha via neural se dessensibilizou devido ao uso de remédios de tarja preta) e falar que a contrataria 1x por semana, ou 2x por mês, se ela topasse. Mas daí pensei: essa abstinência está me dando uma oportunidade que não me acontecia há muito tempo, que é a de correr atrás de mulher da forma clássica sem o medo de broxar. É isso que estou tentando fazer no exato momento, rs.

Isso! Também penso que essa é forma mais produtiva e útil de utilizar o reboot. Nosso desejo é ter relações sexuais normais, não é mesmo? Então uma boa forma de nos motivarmos, é convencer o nosso cérebro de que o reboot, na verdade, vai dar para ele o prazer que ele tanto busca e até mais, já que teremos relações sexuais reais e que irão nos satisfazer mais, diferentemente da artificialidade e o vazio que nos resta após uma visita ao "mundo encantado da pornografia".

_______________________________________



"Você pode não ter força de vontade para parar de ver pornografia, mas certamente tem para instalar os bloqueadores - Porque ainda não o fez?"

"Prefiro ser escravo dos bloqueadores, do que escravo da pornografia"
Jader F
Mensagens : 3
Data de inscrição : 15/11/2014

Minha Vivência

em 15/11/2014, 09:36
Estou há uns quatros meses sem sexo pago que para mim envolvia mulheres e transgêneros. AS MINHAS EXPERIÊNCIA PESSOAIS, me mostraram que isso não era sadio para mim, já que busco vivência de relações humanas afetivas reais, sem nenhum tipo de condicionamento.
Essa não prática para mim é muito difícil de fazer já que estou condicionado a fazer sexo com profissionais do sexo há mais de dez anos, perdi minha virgindade com uma prostituta aos quinze anos... Foi horrível e tenebroso, na minha primeira relação sexual a camisinha estourou. Quase surte, imagine, um adolescente de 15 perde a virgindade com uma puta e a camisinha rompe... Isto me condicionou à uma vida sexual totalmente promíscua e não saudável, envolvendo por inúmeras vezes sexo com profissionais sem preservativos.
Eu aceitei que para uma melhor vida emocional, mental e física EU não posso fazer sexo com prostitutas.
Essa é apenas minhas vivència, para quem julga poder fazer essa prática, felicidades.
avatar
Theo Becker
Mensagens : 167
Data de inscrição : 09/11/2014

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 15/11/2014, 10:31
eu sou da opinião que suportar a abstinência é necessário pelo menos por um tempo, e se houver a necessidade de se relacionar com alguém que seja com meninas que querem relacionamento afetivo para fortalecer a visão do sexo como complemento de uma relação e não como  simples prazer. Mas vencer a tentação de PMO é difícil e não crítico a conduta ou a opinião de ninguém aqui. Força que nós vamos VENCER!
avatar
leandroecomp
Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/05/2017
Localização : Amazonas

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 28/5/2017, 01:38
Eu fiquei muito impressionando com este post pois ele sintetizou perfeitamente as impressões, que mesmo que falhas, eu tinha sobre o assunto. Sempre fui viciado em pornografia, e isso me trouxe problemas com os relacionamentos reais que tive. Porém com o fim de um relacionamento importante eu acabei caindo eu outro vicio, o de transar com prostitutas.
Eu estava com uma vida financeira muito melhor, e é como eu substituísse os relacionamentos normais por um mundo de fantasia. Eu até me apeguei por algumas delas, por me comover pela situação das mesmas. Isso foi um grande erro pois me trouxe mais sofrimentos, me dando a impressão de que eu não era aceito em nenhum dos dois mundos.


A solidão, a culpa e o vazio que vêem depois são viscerais, sendo que muitas vezes pensei em tirar minha própria vida, já que nela não via algum sentido mais. Ainda luto contra tudo isso, com muita dificuldade, já que a baixa estima me torna quase que incapaz de ter encontrar alguém para ter um relacionamento monogâmico. Mas sigo tentando.
Obrigado pelo relato de todos.
avatar
Brit
Mensagens : 1103
Data de inscrição : 09/01/2017
Idade : 27
Localização : São Paulo - SP

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 29/5/2017, 22:33
Nossa mano leandroecomp essa discussão é excelente mesmo, obrigado demais pela sua contribuição e por trazer o tópico à tona.
Eu mesmo já passei por um momento crítico e tive a sorte de ser ajudado em meu diário, mas tenho certeza que quanto mais gente ler isso daqui, mais estarão fortes e conscientes pra fazerem as suas próprias escolhas.
Força aí! Boa sorte! Abs!

_______________________________________

Recomeçar - relato do meu 90º dia de reboot:
http://www.comoparar.com/t4440p525-diario-do-brit#136565
Meu diário:
http://www.comoparar.com/t4440-diario-do-brit
avatar
raven
Mensagens : 151
Data de inscrição : 27/05/2015

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 14/6/2017, 23:20
Nessa luta para vencer o vício em pmo, também acabei desenvolvendo o vício por prostitutas. No meu caso, foi prejudicial, pois logo após chegar ao orgasmo, sentia os mesmos efeitos que uma recaída em pornografia (sim todos eles). Um viciado em pmo, tende a ter uma visão deturpada do que é o sexo real, coisa que não é simplificada com o sexo com prostitutas, visto que é uma relação muito envolta em fantasias. Sem falar que, dependendo da mulher (se for do tipo mecânica, cheia de frescura) o indivíduo pode sair extremamente frustrado, o que é um prato cheio para uma recaída. Sei que cada caso é um caso, mas não recomendo tal atividade para alguém que é viciado em pmo.
avatar
Alpino
Mensagens : 183
Data de inscrição : 09/07/2017
Localização : SC

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 3/9/2017, 14:12
Nunca encontrei nada de Gary Wilson a respeito. Se puder enviar, agradeço!

A maioria dos pontos que você citou se referem à problemas emocionais, daí a discordância, pois nosso problema é físico cerebral ou neuroquímico. Não temos DE por fatores psicológicos. Podemos estar apaixonados pela mulher mais linda e compreensível do mundo, vamos falhar.
Mas não temos depressão, ansiedade, etc...? Sim, temos, mas por questão hormonal. Assim que nosso cérebro estiver normal, seremos pessoas normais. Pessoas normais recorrem à prostitutas e sentem mais benefícios que malefícios. Se fosse necessário ter vínculos afetivos para poder transar com qualidade,metade do mundo seria virgem. Aliás, sequer poderia ir a uma festa noturna ou até mesmo no carnaval procurar mulheres (vai dizer que rola afetividade nesses eventos?)

Mas claro, ser viciado em GP pode ser prejudicial. Me refiro que procurar uma ou outra de vez em quando (após o reboot, poe exemplo) não tem problema.

Aliás, não defendo GP, só penso que uma coisa pouco interfere em outra.
avatar
The_Survivor
Mensagens : 77
Data de inscrição : 10/06/2018
Idade : 30

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 1/7/2018, 09:34
Acredito que sair com prostitutas é uma questão de amadurecimento e quanto mais jovem mais desenfreado será seu desejo por sexo, essa é uma das razões pelas quais a PMO faz tanto homem tornar-se um completo e desenfreado viciado.

Eu em minha opinião, e de quem frequentou sair esporadicamente com garotas de programa ou prostitutas como queiram por 8 anos digo isso, quanto mais jovem mais difícil controlar esse impulso, tinha vezes em que eu não sabia se deveria ou não sair com uma GP, o impulso era forte e eu apelava pro cara o coroa (não é brincadeira) e conforme o resultado eu iria.

Claro que hoje eu sinto que minha mentalidade já não é mais a mesma principalmente dado ao fato de atualmente estar mais de 100 dias livre de PMO e também sem sair com prostitutas fazem uns 4 meses.

Digo com total certeza tenho total orgulho de mim, minha auto estima tem melhorado, estou conseguindo aos poucos melhorar em muitos aspectos por além de ter me livrado da PMO estar conseguindo também me livrar de sexo com garotas de programa o que eu considero como também uma fuga da realidade que é sair com prostitutas.

E friso um fato, nos últimos 3 anos vinha saindo esporadicamente com uma GP (garota de programa) estava até dirianos um pouco intimo dela, ela me compartilhava algumas coisas da sua vida, claro que eu não sabia se realmente era verdade, também fazia faculdade entretanto para mim aquela situação já vinha me fazendo refletir de que esse tipo de hábito já vinha deixando de ser um hábito saudável para minha vida pessoal.

O que mais me evidenciou de que eu estava sendo afetado por essas saídas esporádicas com GP ao longo dos últimos 8 anos foi que quando eu saia com uma GP eu jamais tiverá um problema de disfunção erétil e mesmo sendo viciado com um grau de intensidade eu diria forte eu PMO. No entanto quando saí com mulheres reais em relacionamentos reais eu em algumas oportunidades simplesmente falhei na hora do sexo.

Mas não crítico quem frequenta GP porque talvez isso seja necessário para construir sua própria experiência e maturidade ao longo da vida. Eu após esses 8 anos de experiência em saídas esporádicas com GP conclui que a diferença entre sair com GP e consumir PMO é apenas trocar os meios que te levarão ao mesmo resultado que é uma baixa auto estima, um sentimento de tristeza após a obtenção de cada O, reduzir o desejo de buscar parceiras reais, e todos os malefícios que se utilizar de PMO eu vejo que é possível também saindo com GP. A diferença é que a PMO requer menos dinheiro já a PMO é bem dizer ilimitado. Resumindo hoje percebo que seja trocar os meios pelos fins. Essa é minha conclusão sobre GP e me considero que fui viciado em GP por 8 anos, fui viciado em jogos de azar também, e além do vício em PMO que foi o mais destrutivo de todos na minha vida por ter começado tão cedo nessa prática.

_______________________________________
“Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. São Jorge Rogai por Nós. Amém”

the titan
Mensagens : 97
Data de inscrição : 06/04/2015
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 1/7/2018, 14:27
The_Survivor escreveu:Acredito que sair com prostitutas é uma questão de amadurecimento e quanto mais jovem mais desenfreado será seu desejo por sexo, essa é uma das razões pelas quais a PMO faz tanto homem tornar-se um completo e desenfreado viciado.

Eu em minha opinião, e de quem frequentou sair esporadicamente com garotas de programa ou prostitutas como queiram por 8 anos digo isso, quanto mais jovem mais difícil controlar esse impulso, tinha vezes em que eu não sabia se deveria ou não sair com uma GP, o impulso era forte e eu apelava pro cara o coroa (não é brincadeira) e conforme o resultado eu iria.

Claro que hoje eu sinto que minha mentalidade já não é mais a mesma principalmente dado ao fato de atualmente estar mais de 100 dias livre de PMO e também sem sair com prostitutas fazem uns 4 meses.

Digo com total certeza tenho total orgulho de mim, minha auto estima tem melhorado, estou conseguindo aos poucos melhorar em muitos aspectos por além de ter me livrado da PMO estar conseguindo também me livrar de sexo com garotas de programa o que eu considero como também uma fuga da realidade que é sair com prostitutas.

E friso um fato, nos últimos 3 anos vinha saindo esporadicamente com uma GP (garota de programa) estava até dirianos um pouco intimo dela, ela me compartilhava algumas coisas da sua vida, claro que eu não sabia se realmente era verdade, também fazia faculdade entretanto para mim aquela situação já vinha me fazendo refletir de que esse tipo de hábito já vinha deixando de ser um hábito saudável para minha vida pessoal.

O que mais me evidenciou de que eu estava sendo afetado por essas saídas esporádicas com GP ao longo dos últimos 8 anos foi que quando eu saia com uma GP eu jamais tiverá um problema de disfunção erétil e mesmo sendo viciado com um grau de intensidade eu diria forte eu PMO. No entanto quando saí com mulheres reais em relacionamentos reais eu em algumas oportunidades simplesmente falhei na hora do sexo.

Mas não crítico quem frequenta GP porque talvez isso seja necessário para construir sua própria experiência e maturidade ao longo da vida. Eu após esses 8 anos de experiência em saídas esporádicas com GP conclui que a diferença entre sair com GP e consumir PMO é apenas trocar os meios que te levarão ao mesmo resultado que é uma baixa auto estima, um sentimento de tristeza após a obtenção de cada O, reduzir o desejo de buscar parceiras reais,  e todos os malefícios que se utilizar de PMO eu vejo que é possível também saindo com GP. A diferença é que a PMO requer menos dinheiro já a PMO é bem dizer ilimitado. Resumindo hoje percebo que seja trocar os meios pelos fins. Essa é minha conclusão sobre GP e me considero que fui viciado em GP por 8 anos, fui viciado em jogos de azar também, e além do vício em PMO que foi o mais destrutivo de todos na minha vida por ter começado tão cedo nessa prática.

Cara seu relato foi importantíssimo pra mim. Estou solteiro e como tô com uma graninha sobrando pensei em ir numa GP pra relaxar, e tinhas muitas dúvidas sobre como iria afetar o reboot. Vc respondeu todas as perguntas com sua experiência. Obrigado

_______________________________________
Recorde: 44 dias
Recorde hard mode: 38 dias


Meu diário
http://www.comoparar.com/t457-the-titan-diario
avatar
Beren Erchamion
Mensagens : 72
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 25

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 2/7/2018, 20:04
Os argumentos pra se validar a prostituição e defendê-la são praticamente idênticos aos "argumentos" para justificar o vício e uso de pornografia: ela "ajuda a desenvolver a sexualidade", ajuda a "perder a timidez", favorece "conhecer o próprio corpo" e "conhecer o corpo da mulher", ajuda a "melhorara lida com o sexo oposto", tira o "peso de ser virgem", etc.

Tudo isso é falso. A prostituição não ajuda em absolutamente nada disso. Perdão aos que se posicionaram a favor disso, mas considero como algo totalmente abjeto. O melhor modo de respeitar uma prostituta é não comprar sexo dela. Não se faz ao outro o que não se quer que façam contigo. Algum dos membros aqui aceitaria ou desejaria prostituição de alguma mulher da família (mãe, irmã, mulher, filha, tia, etc.)? Algum membro aqui se sentiria feliz em saber que uma mulher da própria família recorre a isso? E se sentiria mais tranquilo de saber que "ao menos os clientes estão ajudando-a a pagar a faculdade/cursinho/supermercado/aluguel/etc (inclusive, muitos pedófilos justificam isso, dizendo que estão "ajudando as crianças a sobreviver" - não digo que é a mesma coisa, mas a "lógica" pra justificar é a mesma)? Definitivamente, não.

É algo terrível e hediondo para quem se vende e para quem compra esse tipo de "serviço". É mercantilizar a mulher da pior forma possível.

Sinceramente, quem recorre à prostituição ou incentiva isso não tem nenhuma condição de combater ou criticar o vício em pornografia.




_______________________________________
Acompanhe meu Diário

Reboot
Meta inicial:90 dias
Porcentagem concluída:3.3%*
*Atualizado diariamente

avatar
Goku
Mensagens : 485
Data de inscrição : 15/04/2017

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 2/7/2018, 21:20
Texto maravilhoso Beren. Sem palavras aqui. Tbem penso assim sobre o seco casual mas ai é outra história. A prostituição é diferente pq envolve td isto que vc falo. A emoção do romantismo e do amor pode ser clichê , pode ser visto como algo bobo e até causar a dor , mas é único e preenche nosso ser por completo. Só quem vive sabe. Já sacanagem e trocar um vício pelo outro , é continuar na lama , pra mim não tem está de só procurar as vezes pq demanda tempo, dinheiro e esforço.. Pra mim é sim altamente viciante e degrada nossos seres. Perdão se parece moralismo. O fórum não trata de moralismo. Mas está é a verdade de quem se liberta por completo e alcançou a cura total. E não to falando de religião. Nem frequento nenhuma. E nem creio em Deus de maneira punitiva e nem tenho hábito de orar. Abraço

_______________________________________



[h3]Acesse meu Diario: http://www.comoparar.com/t5019p200-diario-do-goku-sem-o-reboot-perderemos-tudo-corre-ainda-dar-tempo/h3]

Kaioken: 7 Dias  (ALCANÇADO)
Super Saiyan 1: 14 Dias ( ALCANÇADO)
Super Saiyan 2: 21 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan 3: 31 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan 4: 40 Dias (ALCANÇADO)
Goku transformação Divina: 50 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan Deus: 60 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan Deus + Kaioken: 70 Dias (ALCANÇADO)
Instinto Superior incompleto: 80 Dias (ALCANÇADO)
Instinto Superior Completo: 90 Dias (ALCANÇADO)
avatar
Goku
Mensagens : 485
Data de inscrição : 15/04/2017

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 2/7/2018, 21:21
Sexo*

_______________________________________



[h3]Acesse meu Diario: http://www.comoparar.com/t5019p200-diario-do-goku-sem-o-reboot-perderemos-tudo-corre-ainda-dar-tempo/h3]

Kaioken: 7 Dias  (ALCANÇADO)
Super Saiyan 1: 14 Dias ( ALCANÇADO)
Super Saiyan 2: 21 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan 3: 31 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan 4: 40 Dias (ALCANÇADO)
Goku transformação Divina: 50 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan Deus: 60 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan Deus + Kaioken: 70 Dias (ALCANÇADO)
Instinto Superior incompleto: 80 Dias (ALCANÇADO)
Instinto Superior Completo: 90 Dias (ALCANÇADO)
avatar
Beren Erchamion
Mensagens : 72
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 25

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 3/7/2018, 10:27
Goku, esse "peso de ser virgem" é um dos inúmeros padrões sociais doentios que foram criados em cima do homem. Não tem demérito nenhum em fazer sexo nem vergonha em ser virgem. Aliás, essa vergonha irracional é uma das causas de tantos adolescentes recorrerem à pornografia, pela pressão não só de fazer sexo, mas em grande quantidade e com muita gente, sintoma de uma sociedade que valoriza quantidade acima de qualidade.

O sujeito é virgem? Isso se resolve com sexo. Mas que tipo de sexo? O tipo de sexo frio, superficial e mercantilista, que inclusive está ligado ao vício com pornografia? Ou um sexo real com uma pessoa que está ali porque realmente quer? Eu fico com a segunda opção. Se um dia eu tiver filho, vou ensiná-lo a não se pressionar a fazer sexo, porque essa pressão doentia (numa idade em que as mudanças do corpo e da mente já são difíceis por si só) não trás nada de bom.

Ninguém, homem ou mulher, tem de se envergonhar em ser virgem. Vergonha é não ter ética, moral, não respeitar os demais e não ter posicionamento de honra. Um homem virgem que é honrado, faz sua parte e vive bem consigo mesmo é mil vezes melhor do que um "homem" falso, fraco, influenciável que tenha feito sexo com meio mundo. Essa ótica só mostra o quanto tudo gira em torno de sexualidade e da pior forma possível. Combater vício em pornografia sem combater a raiz da questão é apagar fogo com gasolina.

_______________________________________
Acompanhe meu Diário

Reboot
Meta inicial:90 dias
Porcentagem concluída:3.3%*
*Atualizado diariamente

avatar
Goku
Mensagens : 485
Data de inscrição : 15/04/2017

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

em 4/7/2018, 22:30
Beren Erchamion escreveu:Goku, esse "peso de ser virgem" é um dos inúmeros padrões sociais doentios que foram criados em cima do homem. Não tem demérito nenhum em fazer sexo nem vergonha em ser virgem. Aliás, essa vergonha irracional é uma das causas de tantos adolescentes recorrerem à pornografia, pela pressão não só de fazer sexo, mas em grande quantidade e com muita gente, sintoma de uma sociedade que valoriza quantidade acima de qualidade.

O sujeito é virgem? Isso se resolve com sexo. Mas que tipo de sexo? O tipo de sexo frio, superficial e mercantilista, que inclusive está ligado ao vício com pornografia? Ou um sexo real com uma pessoa que está ali porque realmente quer? Eu fico com a segunda opção. Se um dia eu tiver filho, vou ensiná-lo a não se pressionar a fazer sexo, porque essa pressão doentia (numa idade em que as mudanças do corpo e da mente já são difíceis por si só) não trás nada de bom.

Ninguém, homem ou mulher, tem de se envergonhar em ser virgem. Vergonha é não ter ética, moral, não respeitar os demais e não ter posicionamento de honra. Um homem virgem que é honrado, faz sua parte e vive bem consigo mesmo é mil vezes melhor do que um "homem" falso, fraco, influenciável que tenha feito sexo com meio mundo. Essa ótica só mostra o quanto tudo gira em torno de sexualidade e da pior forma possível. Combater vício em pornografia sem combater a raiz da questão é apagar fogo com gasolina.

Belo texto irmao.Concordo eu sou virgem e nem por isto segui por este caminho.Me orgulho do que sou.Tinha muitas chances de fazer lances casuais mas sempre me falto coragem, eu tinha este freio,medo das consequencias e sei que me viciaria nisto. No fundo muitos trocam um vicio pelo outro.Sexo assim parece muito com a PMO. No fim so o amor nos preenche de fato. A sociedade cobra o contrario dos homens,mas nao devemos ligar e mostrar a diferença.Abraço

_______________________________________



[h3]Acesse meu Diario: http://www.comoparar.com/t5019p200-diario-do-goku-sem-o-reboot-perderemos-tudo-corre-ainda-dar-tempo/h3]

Kaioken: 7 Dias  (ALCANÇADO)
Super Saiyan 1: 14 Dias ( ALCANÇADO)
Super Saiyan 2: 21 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan 3: 31 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan 4: 40 Dias (ALCANÇADO)
Goku transformação Divina: 50 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan Deus: 60 Dias (ALCANÇADO)
Super Saiyan Deus + Kaioken: 70 Dias (ALCANÇADO)
Instinto Superior incompleto: 80 Dias (ALCANÇADO)
Instinto Superior Completo: 90 Dias (ALCANÇADO)
Conteúdo patrocinado

Re: Prostituição (sexo com prostitutas)

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum