Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Santo Reboot

em 18/10/2017, 09:47
Bom dia.



Tenho 30 anos e comecei a consumir pornografia quando ganhei meu primeiro computador na época da internet discada; era uma pornografia só com imagens, já que a velocidade era lenta, mas dava para me deliciar quando eu não podia (de maneira nenhuma) me relacionar com garotos da minha idade. Sempre fui medroso e a pornografia era uma maneira de "iniciar" minha vida sexual.

Nasci e cresci em uma igreja protestante e isso sem dúvida influenciou a minha socialização e constituiu minha identidade pessoal. No começo eu me torturado por achar que era pecado, hoje penso um pouco diferente. Cheguei até vocês vendo alguns vídeos sobre pornografia e vício em masturbação no dia de ontem. Bem, até 17/10/2017 eu ignorava que meus hábitos se constituíam um vício que precisam ser tratado até descobrir coisas como a ação da dopamina e o lance da plasticidade neural em relação a pornografia e a masturbação descontrolada. Fiquei assustado e comecei a olhar para dentro de mim como num espelho interior. Me vi arrasado e com sentimentos e atitudes relacionados à baixa autoestima, ansiedade, procrastinação frequente, desmotivação, taquicardia e EP. Assumir um vício é tão doloroso quanto tratá-lo.

Não pisei os pés aqui por causa de sentimentos de culpa ou pecado, até porque embora nascido e criado na igreja já superei preconceitos e hoje vivo muito bem com minha orientação sexual. Sou gay, muito bem casado, tenho uma vida material relativamente confortável, trabalho em casa e faço meu horário há mais ou menos uns dois anos. O fato de trabalhar em casa e fazer meu próprio horário faz com que eu fique muitas horas sozinho em frente do computador, então vejo pornografia e me masturbo quase todos os dias. As exceções ficam a cargo do fim de semana quando estou com meu companheiro, caso ele não vá visitar a família. Consumo PM sem fim e nos últimos dois anos a coisa está ficando insuportável. Cada vez mais meu corpo e minha mente ficam cansados com maior facilidade e não consigo desenvolver minhas atividades de maneira plena, pois, entre um clique e outro meu cérebro me leva ao desejo por PM.

Não por questões religiosas e morais, mas pelo meu bem-estar, embora, concorde com algumas opiniões de que a pornografia é uma indústria que visa o lucro como qualquer outra e para isso vai ao limite da exploração da mercadoria "corpo". Sobre essa questão não vou entrar em detalhes já que estaria cometendo um erro sem apresentar dados concretos. A religião aqui me influenciou no sentido de que sinto que traio as pessoas que amo ao viver uma vida dupla. Elas me idolatram, me consideram um exemplo; enquanto isso me culpo por não estar sendo sincero.

Tenho uma vida ótima, mas todos os dias perco de simples 30 minutos até quase todo o dia com pornografia e quando me dou conta minha mente e meu coração estão tomados por uma enorme frustração que, como já disse, não é religiosa.

Decidi começar o reboot. Li muitos dos diários e vi muitos vídeos. Minha terapeuta (ela me trata de outros problemas, pois, não tive coragem de dizer que sou viciado em PMO) me disse uma vez que escrever ajuda na reflexão sobre nossas atitudes presentes e passadas e na cura de determinados males. Me apeguei a isso e toda ajuda é bem-vinda. "Roubei" a ideia do contador, ele serve de mecanismo para cumprimento da meta dos meus 90 dias de reboot. Me desejem força e sorte!

Fraterno abraço,

Santo

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1447
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 18/10/2017, 11:15
Olá! Seja bem-vindo.

Alguma dicas para este começo:

1 - Baixe o e-book gratuito ou o pago (atualizado);

2 - Visite o Blog Vício em Pornografia Como Parar. Lá você vai encontrar vídeos e conteúdos motivadores;

3 - Visite: Como instalar um contador de dias caso tenha problemas com o contador;

4 - Instale bloqueadores no computador e celular para dificultar o acesso a conteúdo pornográfico.

Procure postar com regularidade e participe também do diário de outros rebooters. Invista em atividades fora do mundo virtual e procure evitar redes sociais, pois elas geralmente estão cheias de gatilhos e são motivos para recaídas.

Sucesso no seu reboot!
Abs.

_______________________________________


>>>Link do Diário
avatar
Mensagens : 19
Data de inscrição : 16/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 18/10/2017, 13:20
santo escreveu:Bom dia.



Tenho 30 anos e comecei a consumir pornografia quando ganhei meu primeiro computador na época da internet discada; era uma pornografia só com imagens, já que a velocidade era lenta, mas dava para me deliciar quando eu não podia (de maneira nenhuma) me relacionar com garotos da minha idade. Sempre fui medroso e a pornografia era uma maneira de "iniciar" minha vida sexual.

Nasci e cresci em uma igreja protestante e isso sem dúvida influenciou a minha socialização e constituiu minha identidade pessoal. No começo eu me torturado por achar que era pecado, hoje penso um pouco diferente. Cheguei até vocês vendo alguns vídeos sobre pornografia e vício em masturbação no dia de ontem. Bem, até 17/10/2017 eu ignorava que meus hábitos se constituíam um vício que precisam ser tratado até descobrir coisas como a ação da dopamina e o lance da plasticidade neural em relação a pornografia e a masturbação descontrolada. Fiquei assustado e comecei a olhar para dentro de mim como num espelho interior. Me vi arrasado e com sentimentos e atitudes relacionados à baixa autoestima, ansiedade, procrastinação frequente, desmotivação, taquicardia e EP. Assumir um vício é tão doloroso quanto tratá-lo.

Não pisei os pés aqui por causa de sentimentos de culpa ou pecado, até porque embora nascido e criado na igreja já superei preconceitos e hoje vivo muito bem com minha orientação sexual. Sou gay, muito bem casado, tenho uma vida material relativamente confortável, trabalho em casa e faço meu horário há mais ou menos uns dois anos. O fato de trabalhar em casa e fazer meu próprio horário faz com que eu fique muitas horas sozinho em frente do computador, então vejo pornografia e me masturbo quase todos os dias. As exceções ficam a cargo do fim de semana quando estou com meu companheiro, caso ele não vá visitar a família. Consumo PM sem fim e nos últimos dois anos a coisa está ficando insuportável. Cada vez mais meu corpo e minha mente ficam cansados com maior facilidade e não consigo desenvolver minhas atividades de maneira plena, pois, entre um clique e outro meu cérebro me leva ao desejo por PM.

Não por questões religiosas e morais, mas pelo meu bem-estar, embora, concorde com algumas opiniões de que a pornografia é uma indústria que visa o lucro como qualquer outra e para isso vai ao limite da exploração da mercadoria "corpo". Sobre essa questão não vou entrar em detalhes já que estaria cometendo um erro sem apresentar dados concretos. A religião aqui me influenciou no sentido de que sinto que traio as pessoas que amo ao viver uma vida dupla. Elas me idolatram, me consideram um exemplo; enquanto isso me culpo por não estar sendo sincero.

Tenho uma vida ótima, mas todos os dias perco de simples 30 minutos até quase todo o dia com pornografia e quando me dou conta minha mente e meu coração estão tomados por uma enorme frustração que, como já disse, não é religiosa.

Decidi começar o reboot. Li muitos dos diários e vi muitos vídeos. Minha terapeuta (ela me trata de outros problemas, pois, não tive coragem de dizer que sou viciado em PMO) me disse uma vez que escrever ajuda na reflexão sobre nossas atitudes presentes e passadas e na cura de determinados males. Me apeguei a isso e toda ajuda é bem-vinda. "Roubei" a ideia do contador, ele serve de mecanismo para cumprimento da meta dos meus 90 dias de reboot. Me desejem força e sorte!

Fraterno abraço,

Santo


Amigo comecei faz dois dias e estou empolgadão, tenho 27 anos e to meio perdido, preciso da minha concentração de volta,, preciso conseguir focar nos estudos coisa que não estou conseguindo devido ao impulso de consumir pornografia todo momento.

To no meu terceiro dia e está indo bem até agora. e vai continuar assim pelos próximos 87 dias!

vamos conseguir juntos e nós parceiro...

abraços..

_______________________________________
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Obrigado

em 18/10/2017, 13:33
Muito Obrigado Guerreiro! Vou seguir as dicas contando com a ajuda de vocês. Grande abraço
TGuerreiro escreveu:Olá! Seja bem-vindo.

Alguma dicas para este começo:

1 - Baixe o e-book gratuito ou o pago (atualizado);

2 - Visite o Blog Vício em Pornografia Como Parar. Lá você vai encontrar vídeos e conteúdos motivadores;

3 - Visite: Como instalar um contador de dias  caso tenha problemas com o contador;

4 - Instale bloqueadores no computador e celular para dificultar o acesso a conteúdo pornográfico.

Procure postar com regularidade e participe também do diário de outros rebooters. Invista em atividades fora do mundo virtual e procure evitar redes sociais, pois elas geralmente estão cheias de gatilhos e são motivos para recaídas.

Sucesso no seu reboot!
Abs.

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 18/10/2017, 13:38
Adcode, temos que manter essa empolgação e eliminar esse vício terrível. Vi que tem muita gente séria, inclusive gente que tem bastante coisas pra fazer e procrastinam como eu por causa do vício. Eu mesmo curso um doutorado e as coisas já não são como antes... falta empolgação e tesão pelo que faço. Penso que o vício acumula esses sentimentos e frustrações que despertam de tempo em tempo com muita violência. Depois de 14 anos consumindo PMO é hora de parar e cair na real antes que meus problemas aumentem.

Vamos juntos vencer!


Tô aqui!!!



Adrcode escreveu:
santo escreveu:Bom dia.



Tenho 30 anos e comecei a consumir pornografia quando ganhei meu primeiro computador na época da internet discada; era uma pornografia só com imagens, já que a velocidade era lenta, mas dava para me deliciar quando eu não podia (de maneira nenhuma) me relacionar com garotos da minha idade. Sempre fui medroso e a pornografia era uma maneira de "iniciar" minha vida sexual.

Nasci e cresci em uma igreja protestante e isso sem dúvida influenciou a minha socialização e constituiu minha identidade pessoal. No começo eu me torturado por achar que era pecado, hoje penso um pouco diferente. Cheguei até vocês vendo alguns vídeos sobre pornografia e vício em masturbação no dia de ontem. Bem, até 17/10/2017 eu ignorava que meus hábitos se constituíam um vício que precisam ser tratado até descobrir coisas como a ação da dopamina e o lance da plasticidade neural em relação a pornografia e a masturbação descontrolada. Fiquei assustado e comecei a olhar para dentro de mim como num espelho interior. Me vi arrasado e com sentimentos e atitudes relacionados à baixa autoestima, ansiedade, procrastinação frequente, desmotivação, taquicardia e EP. Assumir um vício é tão doloroso quanto tratá-lo.

Não pisei os pés aqui por causa de sentimentos de culpa ou pecado, até porque embora nascido e criado na igreja já superei preconceitos e hoje vivo muito bem com minha orientação sexual. Sou gay, muito bem casado, tenho uma vida material relativamente confortável, trabalho em casa e faço meu horário há mais ou menos uns dois anos. O fato de trabalhar em casa e fazer meu próprio horário faz com que eu fique muitas horas sozinho em frente do computador, então vejo pornografia e me masturbo quase todos os dias. As exceções ficam a cargo do fim de semana quando estou com meu companheiro, caso ele não vá visitar a família. Consumo PM sem fim e nos últimos dois anos a coisa está ficando insuportável. Cada vez mais meu corpo e minha mente ficam cansados com maior facilidade e não consigo desenvolver minhas atividades de maneira plena, pois, entre um clique e outro meu cérebro me leva ao desejo por PM.

Não por questões religiosas e morais, mas pelo meu bem-estar, embora, concorde com algumas opiniões de que a pornografia é uma indústria que visa o lucro como qualquer outra e para isso vai ao limite da exploração da mercadoria "corpo". Sobre essa questão não vou entrar em detalhes já que estaria cometendo um erro sem apresentar dados concretos. A religião aqui me influenciou no sentido de que sinto que traio as pessoas que amo ao viver uma vida dupla. Elas me idolatram, me consideram um exemplo; enquanto isso me culpo por não estar sendo sincero.

Tenho uma vida ótima, mas todos os dias perco de simples 30 minutos até quase todo o dia com pornografia e quando me dou conta minha mente e meu coração estão tomados por uma enorme frustração que, como já disse, não é religiosa.

Decidi começar o reboot. Li muitos dos diários e vi muitos vídeos. Minha terapeuta (ela me trata de outros problemas, pois, não tive coragem de dizer que sou viciado em PMO) me disse uma vez que escrever ajuda na reflexão sobre nossas atitudes presentes e passadas e na cura de determinados males. Me apeguei a isso e toda ajuda é bem-vinda. "Roubei" a ideia do contador, ele serve de mecanismo para cumprimento da meta dos meus 90 dias de reboot. Me desejem força e sorte!

Fraterno abraço,

Santo


Amigo comecei faz dois dias e estou empolgadão, tenho 27 anos e to meio perdido, preciso da minha concentração de volta,, preciso conseguir focar nos estudos coisa que não estou conseguindo devido ao impulso de consumir pornografia todo momento.

To no meu terceiro dia e está indo bem até agora. e vai continuar assim pelos próximos 87 dias!

vamos conseguir juntos e nós parceiro...

abraços..

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

Mensagens : 237
Data de inscrição : 01/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 19/10/2017, 07:06
santo escreveu:Adcode, temos que manter essa empolgação e eliminar esse vício terrível. Vi que tem muita gente séria, inclusive gente que tem bastante coisas pra fazer e procrastinam como eu por causa do vício. Eu mesmo curso um doutorado e as coisas já não são como antes... falta empolgação e tesão pelo que faço. Penso que o vício acumula esses sentimentos e frustrações que despertam de tempo em tempo com muita violência. Depois de 14 anos consumindo PMO é hora de parar e cair na real antes que meus problemas aumentem.

Vamos juntos vencer!


Tô aqui!!!



Adrcode escreveu:
santo escreveu:Bom dia.



Tenho 30 anos e comecei a consumir pornografia quando ganhei meu primeiro computador na época da internet discada; era uma pornografia só com imagens, já que a velocidade era lenta, mas dava para me deliciar quando eu não podia (de maneira nenhuma) me relacionar com garotos da minha idade. Sempre fui medroso e a pornografia era uma maneira de "iniciar" minha vida sexual.

Nasci e cresci em uma igreja protestante e isso sem dúvida influenciou a minha socialização e constituiu minha identidade pessoal. No começo eu me torturado por achar que era pecado, hoje penso um pouco diferente. Cheguei até vocês vendo alguns vídeos sobre pornografia e vício em masturbação no dia de ontem. Bem, até 17/10/2017 eu ignorava que meus hábitos se constituíam um vício que precisam ser tratado até descobrir coisas como a ação da dopamina e o lance da plasticidade neural em relação a pornografia e a masturbação descontrolada. Fiquei assustado e comecei a olhar para dentro de mim como num espelho interior. Me vi arrasado e com sentimentos e atitudes relacionados à baixa autoestima, ansiedade, procrastinação frequente, desmotivação, taquicardia e EP. Assumir um vício é tão doloroso quanto tratá-lo.

Não pisei os pés aqui por causa de sentimentos de culpa ou pecado, até porque embora nascido e criado na igreja já superei preconceitos e hoje vivo muito bem com minha orientação sexual. Sou gay, muito bem casado, tenho uma vida material relativamente confortável, trabalho em casa e faço meu horário há mais ou menos uns dois anos. O fato de trabalhar em casa e fazer meu próprio horário faz com que eu fique muitas horas sozinho em frente do computador, então vejo pornografia e me masturbo quase todos os dias. As exceções ficam a cargo do fim de semana quando estou com meu companheiro, caso ele não vá visitar a família. Consumo PM sem fim e nos últimos dois anos a coisa está ficando insuportável. Cada vez mais meu corpo e minha mente ficam cansados com maior facilidade e não consigo desenvolver minhas atividades de maneira plena, pois, entre um clique e outro meu cérebro me leva ao desejo por PM.

Não por questões religiosas e morais, mas pelo meu bem-estar, embora, concorde com algumas opiniões de que a pornografia é uma indústria que visa o lucro como qualquer outra e para isso vai ao limite da exploração da mercadoria "corpo". Sobre essa questão não vou entrar em detalhes já que estaria cometendo um erro sem apresentar dados concretos. A religião aqui me influenciou no sentido de que sinto que traio as pessoas que amo ao viver uma vida dupla. Elas me idolatram, me consideram um exemplo; enquanto isso me culpo por não estar sendo sincero.

Tenho uma vida ótima, mas todos os dias perco de simples 30 minutos até quase todo o dia com pornografia e quando me dou conta minha mente e meu coração estão tomados por uma enorme frustração que, como já disse, não é religiosa.

Decidi começar o reboot. Li muitos dos diários e vi muitos vídeos. Minha terapeuta (ela me trata de outros problemas, pois, não tive coragem de dizer que sou viciado em PMO) me disse uma vez que escrever ajuda na reflexão sobre nossas atitudes presentes e passadas e na cura de determinados males. Me apeguei a isso e toda ajuda é bem-vinda. "Roubei" a ideia do contador, ele serve de mecanismo para cumprimento da meta dos meus 90 dias de reboot. Me desejem força e sorte!

Fraterno abraço,

Santo


Amigo comecei faz dois dias e estou empolgadão, tenho 27 anos e to meio perdido, preciso da minha concentração de volta,, preciso conseguir focar nos estudos coisa que não estou conseguindo devido ao impulso de consumir pornografia todo momento.

To no meu terceiro dia e está indo bem até agora. e vai continuar assim pelos próximos 87 dias!

vamos conseguir juntos e nós parceiro...

abraços..

amigo,
acompanhando!
abraços,

_______________________________________
Meu Diário: http://www.comoparar.com/t5901-diario-do-abj

Recorde: 28 dias sem PM em set/out – 2017
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

1º dia

em 19/10/2017, 10:34
Hoje é o 1º dia sem PMO e tudo parece acontecer ao mesmo tempo. A primeira coisa que senti foi meu cérebro dizendo coisas bastante desmotivadoras, tais como "Todo mundo vê P e se M, pq você não pode?" e "Será que isso é errado mesmo?". Nossa, são como baldes de água fria que tolhem a minha força de vontade. Me sinto fraco (fisicamente) e  bastante desanimado para fazer qualquer coisa. Tô com pilhas de livros e artigos para escrever, fora burocracias para serem resolvidas. Imagina ficar assim por muito tempo?

O que mais me chamou a atenção é que o ebook traz uma visão científica e foge de explicações religiosas para falar do vício. Isso me deixou mais motivado, ou seja, descobri que existe uma explicação lógica para o que tenho passado.

Fiquei excitado algumas vezes mesmo assistindo tv e isso me fez pensar em consumir PMO... o que fiz? restringi a tv e desinstalei algumas redes sociais (eu já usava bem pouco) para não servirem de gatilhos. Tô um pouco congestionado e com a cabeça pesada, coincidência ou não tudo veio ao mesmo tempo quando eu só precisava de paz.

De qualquer modo não quero baixar a guarda. É só o começo de muita luta!

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

avatar
Mensagens : 19
Data de inscrição : 16/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 19/10/2017, 11:37
santo escreveu:Hoje é o 1º dia sem PMO e tudo parece acontecer ao mesmo tempo. A primeira coisa que senti foi meu cérebro dizendo coisas bastante desmotivadoras, tais como "Todo mundo vê P e se M, pq você não pode?" e "Será que isso é errado mesmo?". Nossa, são como baldes de água fria que tolhem a minha força de vontade. Me sinto fraco (fisicamente) e  bastante desanimado para fazer qualquer coisa. Tô com pilhas de livros e artigos para escrever, fora burocracias para serem resolvidas. Imagina ficar assim por muito tempo?

O que mais me chamou a atenção é que o ebook traz uma visão científica e foge de explicações religiosas para falar do vício. Isso me deixou mais motivado, ou seja, descobri que existe uma explicação lógica para o que tenho passado.

Fiquei excitado algumas vezes mesmo assistindo tv e isso me fez pensar em consumir PMO... o que fiz? restringi a tv e desinstalei algumas redes sociais (eu já usava bem pouco) para não servirem de gatilhos. Tô um pouco congestionado e com a cabeça pesada, coincidência ou não tudo veio ao mesmo tempo quando eu só precisava de paz.

De qualquer modo não quero baixar a guarda. É só o começo de muita luta!


Eu to lascado faz três dias que parei de consumir pornografia e não tive uma ereção até agora! tó ficando preocupado!
Sei que se eu ver um porno fica, mas naturalmente olhando alguma coisa não vai!


Não aguento mais essa ansiedade e ficar procrastinando no trabalho e nos Estudos!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 19/10/2017, 15:18
Adrcode,

Realmente é freu mesmo... tô de um lado para o outro o dia todo, mas sem intenção nenhuma de consumir PMO. Acho que esses primeiros momentos de abstinência devem ser punk mesmo. Vício é vício, né mano? rs

Vamo ter fé. Eu treinava corrida meses atrás, mas parei devido a problemas pessoais. Acho que com isso chegou a hora de voltar a treinar. Correr é uma ótima atividade de religação.

tmj!


Adrcode escreveu:
santo escreveu:Hoje é o 1º dia sem PMO e tudo parece acontecer ao mesmo tempo. A primeira coisa que senti foi meu cérebro dizendo coisas bastante desmotivadoras, tais como "Todo mundo vê P e se M, pq você não pode?" e "Será que isso é errado mesmo?". Nossa, são como baldes de água fria que tolhem a minha força de vontade. Me sinto fraco (fisicamente) e  bastante desanimado para fazer qualquer coisa. Tô com pilhas de livros e artigos para escrever, fora burocracias para serem resolvidas. Imagina ficar assim por muito tempo?

O que mais me chamou a atenção é que o ebook traz uma visão científica e foge de explicações religiosas para falar do vício. Isso me deixou mais motivado, ou seja, descobri que existe uma explicação lógica para o que tenho passado.

Fiquei excitado algumas vezes mesmo assistindo tv e isso me fez pensar em consumir PMO... o que fiz? restringi a tv e desinstalei algumas redes sociais (eu já usava bem pouco) para não servirem de gatilhos. Tô um pouco congestionado e com a cabeça pesada, coincidência ou não tudo veio ao mesmo tempo quando eu só precisava de paz.

De qualquer modo não quero baixar a guarda. É só o começo de muita luta!


Eu to lascado faz três dias que parei de consumir pornografia e não tive uma ereção até agora! tó ficando preocupado!
Sei que se eu ver um porno fica, mas naturalmente olhando alguma coisa não vai!


Não aguento mais essa ansiedade e ficar procrastinando no trabalho e nos Estudos!

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

Mensagens : 237
Data de inscrição : 01/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 19/10/2017, 20:09
Adrcode escreveu:
santo escreveu:Hoje é o 1º dia sem PMO e tudo parece acontecer ao mesmo tempo. A primeira coisa que senti foi meu cérebro dizendo coisas bastante desmotivadoras, tais como "Todo mundo vê P e se M, pq você não pode?" e "Será que isso é errado mesmo?". Nossa, são como baldes de água fria que tolhem a minha força de vontade. Me sinto fraco (fisicamente) e  bastante desanimado para fazer qualquer coisa. Tô com pilhas de livros e artigos para escrever, fora burocracias para serem resolvidas. Imagina ficar assim por muito tempo?

O que mais me chamou a atenção é que o ebook traz uma visão científica e foge de explicações religiosas para falar do vício. Isso me deixou mais motivado, ou seja, descobri que existe uma explicação lógica para o que tenho passado.

Fiquei excitado algumas vezes mesmo assistindo tv e isso me fez pensar em consumir PMO... o que fiz? restringi a tv e desinstalei algumas redes sociais (eu já usava bem pouco) para não servirem de gatilhos. Tô um pouco congestionado e com a cabeça pesada, coincidência ou não tudo veio ao mesmo tempo quando eu só precisava de paz.

De qualquer modo não quero baixar a guarda. É só o começo de muita luta!


Eu to lascado faz três dias que parei de consumir pornografia e não tive uma ereção até agora! tó ficando preocupado!
Sei que se eu ver um porno fica, mas naturalmente olhando alguma coisa não vai!


Não aguento mais essa ansiedade e ficar procrastinando no trabalho e nos Estudos!

rpz,
vários caras relatam aqui que no início do reboot o pau fica assim mesmo.. às vezes parece até ficar menor. Então, é normal. Não precisa se preocupar.
Estou no 20º dia e é raro eu ter ereção à toa...às vezes acontece algo pela manhã, ao acordar, mas deixei de me cobrar por isso.

_______________________________________
Meu Diário: http://www.comoparar.com/t5901-diario-do-abj

Recorde: 28 dias sem PM em set/out – 2017
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

2º dia

em 20/10/2017, 13:13
Como viciado assumido quero dar atenção especial à escrita do diário nesses primeiros dias. Com o tempo vou dando intervalos maiores até pra perceber com mais propriedade os efeitos de ficar sem PMO e também por conta de que meus afazeres pessoais vão voltando à normalidade. Depois de usar PM ficava decepcionado, ansioso e o foco em tudo que eu tinha programado para o dia caía por terra. Como eu disse antes, mesmo usando PM duas vezes ao dia isso fazia com que eu não conseguisse realizar mais nada a não ser ficar deitado me lamentando.

Interessante que o vício em PM me fazia sentir incapaz de conseguir as coisas e também de me sentir indigno da vida confortável que tenho, como se tudo que conquistei não fosse fruto do meu esforço e também da ajuda das pessoas que me cercam e que eu amo. Tenho seções de terapia com frequência e escondi o problema por vergonha e medo que pensariam de mim. Ser gay é ok, mas ser viciado em PM sempre foi algo tenso. Afinal, como uma pessoa que se diz ser de Deus poderia fazer uso dessas coisas e deixar-se paralisar por elas? Jamais cogitei na possibilidade de falar sobre isso.

Esse é o segundo dia e sinto uma diferença em relação a ontem: as taquicardias têm diminuído e minha mente tem ficado leve e relaxada. Veja, isso não quer dizer que estou imune (já instalei os bloqueadores), apenas estou deixando minha mente usufruir desses primeiros momentos de relaxamento. Acho que ela está tão poluída de imagens mentais, seja quais forem, que precisa desse momento de relaxamento. Ontem fui caminhar e esse é o primeiro passo para retomar minhas atividades como corredor. Quero voltar o mais rápido possível.

Nos fins de semana estou quase sempre acompanhado e o problema diminui consideravelmente e por isso só voltarei a escrever na segunda-feira. Nesse interstício organizarei minha agenda de atividades e darei um gás num artigo que estou escrevendo.  

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

avatar
Mensagens : 29
Data de inscrição : 04/10/2016
Localização : Rio de Janeiro
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 20/10/2017, 15:17
To nessa.. instalei o contador, vamos ver se funciona hehe

_______________________________________
avatar
Mensagens : 717
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 20/10/2017, 20:22
santo escreveu:
Como viciado assumido quero dar atenção especial à escrita do diário nesses primeiros dias. Com o tempo vou dando intervalos maiores até pra perceber com mais propriedade os efeitos de ficar sem PMO e também por conta de que meus afazeres pessoais vão voltando à normalidade. Depois de usar PM ficava decepcionado, ansioso e o foco em tudo que eu tinha programado para o dia caía por terra. Como eu disse antes, mesmo usando PM duas vezes ao dia isso fazia com que eu não conseguisse realizar mais nada a não ser ficar deitado me lamentando.

Interessante que o vício em PM me fazia sentir incapaz de conseguir as coisas e também de me sentir indigno da vida confortável que tenho, como se tudo que conquistei não fosse fruto do meu esforço e também da ajuda das pessoas que me cercam e que eu amo. Tenho seções de terapia com frequência e escondi o problema por vergonha e medo que pensariam de mim. Ser gay é ok, mas ser viciado em PM sempre foi algo tenso. Afinal, como uma pessoa que se diz ser de Deus poderia fazer uso dessas coisas e deixar-se paralisar por elas? Jamais cogitei na possibilidade de falar sobre isso.

Esse é o segundo dia e sinto uma diferença em relação a ontem: as taquicardias têm diminuído e minha mente tem ficado leve e relaxada. Veja, isso não quer dizer que estou imune (já instalei os bloqueadores), apenas estou deixando minha mente usufruir desses primeiros momentos de relaxamento. Acho que ela está tão poluída de imagens mentais, seja quais forem, que precisa desse momento de relaxamento. Ontem fui caminhar e esse é o primeiro passo para retomar minhas atividades como corredor. Quero voltar o mais rápido possível.

Nos fins de semana estou quase sempre acompanhado e o problema diminui consideravelmente e por isso só voltarei a escrever na segunda-feira. Nesse interstício organizarei minha agenda de atividades e darei um gás num artigo que estou escrevendo.  
Realmente o vício nos deixa péssimo, mantenha-se firme no reboot e sua mente vai se limpando conforme o tempo passa e tudo melhora também. Ótimo caminhar

_______________________________________
Clique aqui para acompanhar meu diário
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 23/10/2017, 07:31
Bora lá Jonas!!!

jonas lemm escreveu:To nessa.. instalei o contador, vamos ver se funciona hehe

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 23/10/2017, 07:31
Obrigado Gregory!

Gregory16 escreveu:
santo escreveu:
Como viciado assumido quero dar atenção especial à escrita do diário nesses primeiros dias. Com o tempo vou dando intervalos maiores até pra perceber com mais propriedade os efeitos de ficar sem PMO e também por conta de que meus afazeres pessoais vão voltando à normalidade. Depois de usar PM ficava decepcionado, ansioso e o foco em tudo que eu tinha programado para o dia caía por terra. Como eu disse antes, mesmo usando PM duas vezes ao dia isso fazia com que eu não conseguisse realizar mais nada a não ser ficar deitado me lamentando.

Interessante que o vício em PM me fazia sentir incapaz de conseguir as coisas e também de me sentir indigno da vida confortável que tenho, como se tudo que conquistei não fosse fruto do meu esforço e também da ajuda das pessoas que me cercam e que eu amo. Tenho seções de terapia com frequência e escondi o problema por vergonha e medo que pensariam de mim. Ser gay é ok, mas ser viciado em PM sempre foi algo tenso. Afinal, como uma pessoa que se diz ser de Deus poderia fazer uso dessas coisas e deixar-se paralisar por elas? Jamais cogitei na possibilidade de falar sobre isso.

Esse é o segundo dia e sinto uma diferença em relação a ontem: as taquicardias têm diminuído e minha mente tem ficado leve e relaxada. Veja, isso não quer dizer que estou imune (já instalei os bloqueadores), apenas estou deixando minha mente usufruir desses primeiros momentos de relaxamento. Acho que ela está tão poluída de imagens mentais, seja quais forem, que precisa desse momento de relaxamento. Ontem fui caminhar e esse é o primeiro passo para retomar minhas atividades como corredor. Quero voltar o mais rápido possível.

Nos fins de semana estou quase sempre acompanhado e o problema diminui consideravelmente e por isso só voltarei a escrever na segunda-feira. Nesse interstício organizarei minha agenda de atividades e darei um gás num artigo que estou escrevendo.  
Realmente o vício nos deixa péssimo, mantenha-se firme no reboot e sua mente vai se limpando conforme o tempo passa e tudo melhora também. Ótimo caminhar

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

5º Dia

em 23/10/2017, 07:37
Cheguei no 5º Dia sem nenhum problema. Nenhum desejo por PMO... Claro que algumas ereções vão e vem, mas acho que é normal, até pq tenho 30 anos e minha libido tá a flor da pele Laughing Laughing Laughing . Segundo pesquisas recentes preciso fazer sexo duas vezes por semana, mas, nem sempre é possível Laughing

Sinto progressos nesses primeiros cinco dias e um dos maiores é não sentir aquele cansaço eterno por conta do vício. Dessa maneira, olho para dentro de mim e me sinto mais confiante, mais centrado.

Esse fim de semana tive vários compromissos fora de casa e que me cansaram bastante, daí não ter pensado em nada relacionado ao vício.

Volto daqui a uns 3 dias, mas continuo em posição de vigilância afinal, vício é vício!

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

Mensagens : 237
Data de inscrição : 01/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 23/10/2017, 09:16
santo escreveu:
Cheguei no 5º Dia sem nenhum problema. Nenhum desejo por PMO... Claro que algumas ereções vão e vem, mas acho que é normal, até pq tenho 30 anos e minha libido tá a flor da pele Laughing Laughing Laughing . Segundo pesquisas recentes preciso fazer sexo duas vezes por semana, mas, nem sempre é possível Laughing

Sinto progressos nesses primeiros cinco dias e um dos maiores é não sentir aquele cansaço eterno por conta do vício. Dessa maneira, olho para dentro de mim e me sinto mais confiante, mais centrado.

Esse fim de semana tive vários compromissos fora de casa e que me cansaram bastante, daí não ter pensado em nada relacionado ao vício.

Volto daqui a uns 3 dias, mas continuo em posição de vigilância afinal, vício é vício!

olá amigo,
siga firme.
Vi seu pedido de amizade aqui no fórum... tá precisando de algo? Conte comigo.
abs

_______________________________________
Meu Diário: http://www.comoparar.com/t5901-diario-do-abj

Recorde: 28 dias sem PM em set/out – 2017
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 23/10/2017, 17:10
É verdade 31abj! Te add como amigo... amizades são sempre bem-vindas, né! Se precisar grita também!

Fraterno abraço
31abj escreveu:
santo escreveu:
Cheguei no 5º Dia sem nenhum problema. Nenhum desejo por PMO... Claro que algumas ereções vão e vem, mas acho que é normal, até pq tenho 30 anos e minha libido tá a flor da pele Laughing Laughing Laughing . Segundo pesquisas recentes preciso fazer sexo duas vezes por semana, mas, nem sempre é possível Laughing

Sinto progressos nesses primeiros cinco dias e um dos maiores é não sentir aquele cansaço eterno por conta do vício. Dessa maneira, olho para dentro de mim e me sinto mais confiante, mais centrado.

Esse fim de semana tive vários compromissos fora de casa e que me cansaram bastante, daí não ter pensado em nada relacionado ao vício.

Volto daqui a uns 3 dias, mas continuo em posição de vigilância afinal, vício é vício!

olá amigo,
siga firme.
Vi seu pedido de amizade aqui no fórum... tá precisando de algo? Conte comigo.
abs

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

Mensagens : 237
Data de inscrição : 01/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 23/10/2017, 19:29
santo escreveu:É verdade 31abj! Te add como amigo... amizades são sempre bem-vindas, né! Se precisar grita também!

Wink Very Happy Smile

Fraterno abraço
31abj escreveu:
santo escreveu:
Cheguei no 5º Dia sem nenhum problema. Nenhum desejo por PMO... Claro que algumas ereções vão e vem, mas acho que é normal, até pq tenho 30 anos e minha libido tá a flor da pele Laughing Laughing Laughing . Segundo pesquisas recentes preciso fazer sexo duas vezes por semana, mas, nem sempre é possível Laughing

Sinto progressos nesses primeiros cinco dias e um dos maiores é não sentir aquele cansaço eterno por conta do vício. Dessa maneira, olho para dentro de mim e me sinto mais confiante, mais centrado.

Esse fim de semana tive vários compromissos fora de casa e que me cansaram bastante, daí não ter pensado em nada relacionado ao vício.

Volto daqui a uns 3 dias, mas continuo em posição de vigilância afinal, vício é vício!

olá amigo,
siga firme.
Vi seu pedido de amizade aqui no fórum... tá precisando de algo? Conte comigo.
abs

_______________________________________
Meu Diário: http://www.comoparar.com/t5901-diario-do-abj

Recorde: 28 dias sem PM em set/out – 2017
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

8º Dia

em 26/10/2017, 09:23
Esse é o 8º dia... quanta coisa se passou desde que comecei o reboot. Até agora não tive fantasias, nem senti desejo de consumir PM. A única coisa que aconteceu foi que em dado momento estava trabalhando no computador e aquela coisa de mudar de janelas fez meu cérebro ativar uma coisa que fazia de vez em quando como porta de escape: entrar no chat. Isso não aconteceu, foi apenas um pensamento que não durou sete segundos. Fiz minha parte, me mantive sereno e firme ao mesmo tempo e essa lembrança sumiu rapidamente.

Estou muito animado e bem mais tranquilo, sem aquela vibe pesada que sentia e sem taquicardia. São 8 dias de muita alegria! Mesmo que problemas aconteçam, sei que responderei a eles de uma outra maneira ao conseguir vencer esse vício terrível.

Nesse oito dias não transei com meu companheiro, mas foi só questão de tempo e cansaço. Temos feito muitas coisas juntos e às vezes isso acontece. Até porque, mesmo viciado em PM sempre lidei muito bem com a questão de ficar sem sexo por alguns dias. Ou será que isso se escondia atrás do vício? Não sei. Ainda preciso avaliar.

Não retomei minhas atividades esportivas, mas encontrei uma atividade de religação muito bacana que é cuidar de plantas.

Quero me livrar disso e preciso de muito autocontrole e apoio.

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

Mensagens : 237
Data de inscrição : 01/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 26/10/2017, 09:27
santo escreveu:
Esse é o 8º dia... quanta coisa se passou desde que comecei o reboot. Até agora não tive fantasias, nem senti desejo de consumir PM. A única coisa que aconteceu foi que em dado momento estava trabalhando no computador e aquela coisa de mudar de janelas fez meu cérebro ativar uma coisa que fazia de vez em quando como porta de escape: entrar no chat. Isso não aconteceu, foi apenas um pensamento que não durou sete segundos. Fiz minha parte, me mantive sereno e firme ao mesmo tempo e essa lembrança sumiu rapidamente.

Estou muito animado e bem mais tranquilo, sem aquela vibe pesada que sentia e sem taquicardia. São 8 dias de muita alegria! Mesmo que problemas aconteçam, sei que responderei a eles de uma outra maneira ao conseguir vencer esse vício terrível.

Nesse oito dias não transei com meu companheiro, mas foi só questão de tempo e cansaço. Temos feito muitas coisas juntos e às vezes isso acontece. Até porque, mesmo viciado em PM sempre lidei muito bem com a questão de ficar sem sexo por alguns dias. Ou será que isso se escondia atrás do vício? Não sei. Ainda preciso avaliar.

Não retomei minhas atividades esportivas, mas encontrei uma atividade de religação muito bacana que é cuidar de plantas.

Quero me livrar disso e preciso de muito autocontrole e apoio.

tempo rei, ó tempo rei... já dizia G. Gil!
Vamo que vamo!

abraços,

_______________________________________
Meu Diário: http://www.comoparar.com/t5901-diario-do-abj

Recorde: 28 dias sem PM em set/out – 2017
avatar
Mensagens : 123
Data de inscrição : 18/10/2017
Idade : 31
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 26/10/2017, 09:52
Com certeza! A propósito, estamos bem pertinho fisicamente e isso só reforça minha mudança de pensamento em relação a achar que eu era o único que sofria dessas coisas e que as pessoas tinham uma vida perfeita como mostravam em suas redes sociais.


31abj escreveu:
santo escreveu:
Esse é o 8º dia... quanta coisa se passou desde que comecei o reboot. Até agora não tive fantasias, nem senti desejo de consumir PM. A única coisa que aconteceu foi que em dado momento estava trabalhando no computador e aquela coisa de mudar de janelas fez meu cérebro ativar uma coisa que fazia de vez em quando como porta de escape: entrar no chat. Isso não aconteceu, foi apenas um pensamento que não durou sete segundos. Fiz minha parte, me mantive sereno e firme ao mesmo tempo e essa lembrança sumiu rapidamente.

Estou muito animado e bem mais tranquilo, sem aquela vibe pesada que sentia e sem taquicardia. São 8 dias de muita alegria! Mesmo que problemas aconteçam, sei que responderei a eles de uma outra maneira ao conseguir vencer esse vício terrível.

Nesse oito dias não transei com meu companheiro, mas foi só questão de tempo e cansaço. Temos feito muitas coisas juntos e às vezes isso acontece. Até porque, mesmo viciado em PM sempre lidei muito bem com a questão de ficar sem sexo por alguns dias. Ou será que isso se escondia atrás do vício? Não sei. Ainda preciso avaliar.

Não retomei minhas atividades esportivas, mas encontrei uma atividade de religação muito bacana que é cuidar de plantas.

Quero me livrar disso e preciso de muito autocontrole e apoio.

tempo rei, ó tempo rei... já dizia G. Gil!
Vamo que vamo!

abraços,

_______________________________________
MEU DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t6035-santo-reboot

avatar
Mensagens : 33
Data de inscrição : 23/10/2017
Idade : 25
Localização : Luanda - Angola
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 26/10/2017, 16:55
Vamos nessa amigo...nós somos fortes! UM DIA DE CADA VEZ!!!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 183
Data de inscrição : 18/10/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 27/10/2017, 08:06
E ae, santo! Você é um dos caras mais ativos no meu fórum, então decidi acompanhar o seu também rs'. Eu sou cristão protestante, mas reconheço que os HOMENS - a maioria - que param pra tratar um viciado em pornografia atribui isso à um demônio. A Bíblia é recheada de versículos que nos alertam sobre nossa mente, corpo e como devemos agir em relação à prostituição e imoralidade sexual - é claro que o termo "pornografia" não existe na Bíblia rs'. Enfim, senti falta de embasamento científico e acompanhamento e resolvi procurar no YouTube, que me trouxe até esse fórum. De qualquer modo, torço por você e pela sua recuperação. Nossos contadores estão quase que no mesmo tempo, então vamos vencer isso juntos! Bom dia aí, irmão! Força!

_______________________________________



http://www.comoparar.com/t6049-diario-do-torquato


                                  "Se você quer ser um novo homem, faça tudo aquilo que o seu velho homem não faria!
avatar
Mensagens : 717
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Santo Reboot

em 27/10/2017, 08:38
santo escreveu:
Esse é o 8º dia... quanta coisa se passou desde que comecei o reboot. Até agora não tive fantasias, nem senti desejo de consumir PM. A única coisa que aconteceu foi que em dado momento estava trabalhando no computador e aquela coisa de mudar de janelas fez meu cérebro ativar uma coisa que fazia de vez em quando como porta de escape: entrar no chat. Isso não aconteceu, foi apenas um pensamento que não durou sete segundos. Fiz minha parte, me mantive sereno e firme ao mesmo tempo e essa lembrança sumiu rapidamente.

Estou muito animado e bem mais tranquilo, sem aquela vibe pesada que sentia e sem taquicardia. São 8 dias de muita alegria! Mesmo que problemas aconteçam, sei que responderei a eles de uma outra maneira ao conseguir vencer esse vício terrível.

Nesse oito dias não transei com meu companheiro, mas foi só questão de tempo e cansaço. Temos feito muitas coisas juntos e às vezes isso acontece. Até porque, mesmo viciado em PM sempre lidei muito bem com a questão de ficar sem sexo por alguns dias. Ou será que isso se escondia atrás do vício? Não sei. Ainda preciso avaliar.

Não retomei minhas atividades esportivas, mas encontrei uma atividade de religação muito bacana que é cuidar de plantas.

Quero me livrar disso e preciso de muito autocontrole e apoio.
Parabéns pelos 8 dias, estarei te acompanhando a partir de agora. Que legal que tem uma atividade de religação, mas volte a praticar esportes é importante

_______________________________________
Clique aqui para acompanhar meu diário
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum