Compartilhe
Ir em baixo
avatar
dostoievski
Mensagens : 5
Data de inscrição : 29/05/2015
Idade : 37
Localização : São Paulo

Recomeçando Empty Recomeçando

em 29/5/2015, 14:21
Quero agradecer a esta iniciativa que tem ajudado muitas pessoas que como eu, estamos passando por esta situação. Hoje tenho 33 anos, casado com filhos.
Com a historia de cada um, tomei coragem para compartilhar o meu caso.
Cresci numa família fechada, nós não tinhamos abertura para conversar a respeito de sexo e sempre fui muito timido, e como não tinha orientação e nem com quem conversar sempre era feito de chacota na escola, pelo fato de não ter namoradas. Então sempre me achava um zero a esquerda, um lixo.
Desde pequeno sempre tive muita inclinação para os assuntos sexuais. Na adolescência (por volta dos 14)com certas amizades, tive acesso a materiais pornograficos, no caso revistas e filmes soft da Band (cine Prive). E neste estágio da puberdade, descobri que isso traria alívio para minha vida, era um prazer que de certa forma me preenchia.

E para alguém muito fechado e que passou por muitas decepções e constrangimentos era o que trazia algum conforto de momento. Nunca ninguém desconfiou de nada e sempre fazia tudo muito discreto. Eu comecei então a acreditar que a realidade era aquela, sexo descontrolado, orgias, menages e que a sexualidade se resumia nisso: quanto mais, melhor, tudo na masturbação para compensar a falta de coragem com as meninas e a falta de orientação do assunto.

A minha primeira experiência foi numa boate em virtude da pornografia.
Somente com 22 anos tive a minha primeira namorada e a partir daí e com o mesmo pensamento de amizades então tudo era valido: fumava, bebia ate cair, ficava com varias meninas numa noite sem compromisso algum, queria fazer parte de um grupo para provar que era "homem de verdade". Mesmo assim continuava a cumprir obrigações: estudava, trabalhava normalmente.

Com o tempo fui percebendo que nada disso me preenchia : os excessos, a promiscuidade, a pornografia e com a ajuda, de pessoas(enviadas por Deus) de confiança, fui conseguindo superar, fui atrás de conhecimento (estudo do espiritismo). Atualmente não tenho problemas com fumo, nem bebidas mas, o vicio da pornografia ficou automatizado e muito forte.

Depois disto constitui familia, me casei, e embora algumas vezes tenha conversado com minha esposa a respeito da pornografia, em vários momentos ela nem imaginava que eu estava muito preso ao vicío ainda, pois era algo incontrolável.

Tive muitas recaídas seguidas, pois como ele atua no mental, basta uma imagem, um flerte, pronto: toda aquela ansiedade descontrolada vem a tona e quando parava para pensar já tinha feito, já tinha visto pornografia, já tinha se masturbado, e voltava todo o ciclo de culpa, e o sentimento de estar sujo. Então aos poucos, as recaídas foram ficando mais espaçadas, uma vez na semana, uma vez no mês.

Depois as recaídas vieram por outros motivos: problemas no trabalho, na rua, em casa eram gatilho, uma desculpa para voltar a usar "só mais uma vez" a pornografia. Mas já era uma fase mais esporádica passava um ou dois meses, para esses deslizes.

Foi então que pesquisando sobre o assunto conheci o site, li o e-book, fui entendendo as consequências do vicío pois, nos tornamos alienados para setores importantes de nossa vida, como a nossa família, amigos, vizinhos, e tentamos fugir de nossos problemas por algo que traga prazer imediato. E com tempo, vi que só aumentava o vazio, a angustia, a tristeza.

Conheci pessoas que passaram por coisas semelhantes e que conseguiram supera-las e, junto a isso as historias vencedoras de quem conseguiu vencer o vício só me encorajam, me fortalecem para lembrar que há coisas mais importantes e prazeirosas para serem vivenciadas.

Comparado aos primeiros anos de vício(que usava todos os dias), hoje estou mais tranquilo, estou trabalhando, ajudando minha esposa nas tarefas, meus filhos nas lições, estou estudando violão, estudo o espiritismo e minha última recaída aconteceu há três semanas. Agradeço o espaço, deculpem se me estendi no assunto, mas a certeza que deixo é que estou cada vez mais confiante e se acontecer de cair novamente, vou me levantar quantas vezes forem necessárias e cada vez que eu lembre dos gatilhos que retornam ao vício eu lembre das coisas boas já conquistadas e compreendidas. Muito Obrigado por esta iniciativa que é por ela que vamos conseguir vencer este vício e conscientizar que estiver passando por isto.
TENENT
TENENT
Mensagens : 194
Data de inscrição : 30/12/2014
Idade : 24

Recomeçando Empty Re: Recomeçando

em 30/5/2015, 11:06
Meus Parabéns, dostoievski !!!

Fiquei curioso quanto aos beneficios, e qual espiritismo você estuda, porque eu sou Espirita de Allan Kardec.

Abraços, muita força e paz nessa nova caminhada da sua vida What a Face

_______________________________________
]
Adeus
Adeus
Mensagens : 80
Data de inscrição : 05/12/2014
http://[url=http://pmo-tracker.appspot.com/?u=6554596851843072][

Recomeçando Empty Re: Recomeçando

em 30/5/2015, 14:30
Ola Dostoievski,que legal que voce teve a coragem de compartilhar conosco seu relato,isso de certa forma me motiva muito,pois nos faz lembrar os perigos da PMO,compartilho contigo a iniciação e lembro-me(hoje com tristeza) os peridos em que tambem assistia o Cine Band Prive,alem da propria falta de educação sexual que não recebi durante o meu desenvolvimento.

E o resultado disso é justamente essa visão deturpada das coisas,em que a proprio prazer assim como as drogas,nos distanciam ainda mais daquilo que buscamos,pois na masturbação buscamos o prazer,o mesmo que desejamos com as mulheres,porem o efeito é bem o contrário,ja que nos leva a uma vida que dificilmente ira gerar um bom desenvolvimento com as mulheres,e por incrivel que pareça a PMO nos distancia,gera uma fobia social imensa,nem vou falar da fobia pelas garotas.
Cheguei ao ponto de me masturbar e fantasiar por garotas que davam "mole" para mim,justamente devido a essa fobia social,a qual hoje atribuo as incontáveis horas de PMO.

Voce citou essa questao das amizades,de que por fim nos colocam na cabeça que devemos ser de certa forma para sermos "homens",hoje após toda uma experiência olhamos para tras e vemos quanta coisa perdemos,é realmente triste.
Recomendo a voce que assista o filme Clube da Luta(disponivel no Youtube)
o filme trata bem disso,é realmente um choque.

Depois as recaídas vieram por outros motivos: problemas no trabalho, na rua, em casa eram gatilho, uma desculpa para voltar a usar "só mais uma vez" a pornografia. Mas já era uma fase mais esporádica passava um ou dois meses, para esses deslizes.
Esse é um ponto importante,ja que muitas vezes a nossa decepção e frustação nos leva a uma busca desenfrada por dopamina,oque geralmente resulta em voce corrar atras daquila dopamina que voce é acostumado,no caso dos alcolatras o alcool,no nosso caso a PMO.

Mas por fim fico feliz que você tenha,encontrado este forum,e principalmente o livro,
recomendo que voce participe ativamente do forum,leia as postagens,participe e principalmente mantenha um contato com o livro,pois isso tudo vai lhe ajudar muito no processo de recupeçao.
Nossa luta é que possamos dos desvinciliar totalmente deste vicia,para podermos focar esta energia na vida,como ela é realmente.

Novamente ressalto a importância de você continuar seu reboot,porem agora com mais informações técnicas para evitar as recaídas.
Abraço

_______________________________________
Recomeçando Img?u=5503807333072896
avatar
dostoievski
Mensagens : 5
Data de inscrição : 29/05/2015
Idade : 37
Localização : São Paulo

Recomeçando Empty Respondendo

em 1/6/2015, 22:32
TeNENT escreveu:Meus Parabéns, dostoievski !!!

Fiquei curioso quanto aos beneficios, e qual espiritismo você estuda, porque eu sou Espirita de Allan Kardec.

Abraços, muita força e paz nessa nova caminhada da sua vida What a Face

Agradecido a todos vcs que abrem este espaço para esta troca de experiências.

Então, estudo a linha Kardecista do Espiritismo, e dentro desse contexto tem palestras de Divaldo Franco, Anette Guimarães e Alberto Almeida que vem esclarecer a sexualidade, tudo a ver com o e-book. Essas palestras estão no Youtube. Eles tem me ajudado muito.

Um abraço
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum