Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

avatar
Blpr
Moderador
Moderador
Mensagens : 5235
Data de inscrição : 30/05/2015

Re: BSDM é prejudicial para o reboot?

em 1/1/2018, 20:37
Corpo&Mente escreveu:Semana passada assisti 50 tons de cinza com minha ficante e depois resolvemos experimentar algumas coisas. O que aconteceu foi que ela gostou de ser submissa. Sinceramente eu não tive tanto tesão assim como ela teve em fazer algumas paradas sado-masoquista. Minha dúvida é se essas práticas podem ser prejudiciais ao reboot.

?

Considerando que o sexo deve ser um ato de afetividade mais importante do casal, essas atitudes de pessoas verem ou lerem sobre práticas sexuais específicas e querer "imita-las" só revela a insegurança e imaturidade de se expressarem autenticamente no ato sexual. Assim, tem que buscar práticas convencionalizadas para ser e fazer algo. Juntando a isso, a pornografia se constitui de violência implícita contra a mulher. Ou seja, aceitar isto seria até prejudicial ao Reboot.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


avatar
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1116
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46

Re: BSDM é prejudicial para o reboot?

em 1/1/2018, 23:43
Oi, amigo, boa noite! O maior erro da pornografia é colocar o sexo na cabeça e nos genitais, mas não no coração. É importante que aprendamos a sentir, a usar a nossa afetividade, o nosso contato físico numa relação sexual. Essa relação sexual acontecerá de uma forma totalmente natural, espontânea, não planejada, guiada pelo coração e não pelo intelecto. É como por exemplo um encontro com amigos queridos, onde não se pode planejar nada, pois os diálogos, as conversas, a alegria se desenvolvem espontaneamente sem nenhum planejamento prévio.

Querer "intelectualizar" a relação sexual usando técnicas para isso, é tentar rotulá-la e prendê-la dentro de uma garrafa, limitando a expressão do coração e da afetividade.

O que é pior a busca teórica dessas técnicas levam o indivíduo necessariamente de volta à pornografia. Até mesmo filmes eróticos como 50 Tons de Cinza muitas vezes funcionam como poderosos gatilhos para levar o indivíduo de volta a PMO, principalmente em se tratando de mulheres.

Eu particularmente sinto-me com quase dois anos longe de PMO, de filmes eróticos e de técnicas extremamente realizado sexualmente com minha esposa de modo que o prazer que sinto na relação sexual atualmente não se compara a nenhum filme pornográfico e nem erótico por melhor que ele tenha sido.

O prazer não é apenas no momento da relação sexual em si mas após, quando ficamos abraçadinhos, juntos ou até mesmo antes quando o clima é criado e uma forma romântica para que haja a intimidade física.

Nada dá mais prazer sexualmente falando do que deixar a coisa rolar de uma forma espontânea, surpreendente, inusitada, totalmente sem planejamento, ao sabor do Prazer docente e da emoção.

É isso, amigo! Respondendo sumariamente a sua pergunta: o que prejudica o Reboot não é a relação sexual real em si com a sua namorada, mas a busca teórica de técnicas que intelectualizam a relação. Isso com certeza pode lhe levar de volta à pornografia se você não tiver cuidado.

_______________________________________

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum