Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Baggins
Moderador
Moderador
Mensagens : 232
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 36
Localização : Salvador

Re: Diario MM

em 31/1/2018, 12:28
Fala MM!

Parabéns por ter terminado a leitura do e-book gratuito. É uma verdadeira epifania quando conseguimos entender todas as nuances do vício que nos aflige. Recomendo muito que, quando puder, adquira a versão atualizada. A objetividade, a clareza e os "puxões de orelha" que às vezes precisamos continuam lá, mas as estruturas do texto, os passos para a recuperação e uma porção de informações novas deixam tudo ainda mais didático. E dei uma espiadinha hoje no programa Revert (que você passa a ter acesso com a aquisição do E-book) e tem umas ferramentas bem interessantes para o acompanhamento do reboot. Vale a pena.

Você está passando por períodos muito bons de reflexão. Está ponderando como a ênfase nesse aspecto está afetando as outras áreas da vida. O vício em P e seus derivados acabam colocando o sexo como o ponto central da existência. Veja alguns trechos de seus posts:

MMoriginal escreveu: não importa o quanto eu socialize, o quanto eu me envolva, as inúmeras transas com diversos parceiros. Eu não me sinto em casa comigo, há um trememdo vácuo de existência de mim... E relaciono muito disso a P, afinal, me mostrou um mundo ficcional de refúgio. Não tô mais disposta a fingir qur está tudo bem, ser condescendente e me foder sozinha com minha ansiedade. Preciso de laços verdadeiros e de pessoas dispostas a troca. Foi um dia mais reflexivo do que de atitude e não sei o quanto é bom ter dias assim... Segue o barco.
...
Vez ou outra, me chateava com o relacionamento e caía na PMO. Era a minha fuga favorita e que supria a necessidade daquele outro que namorava comigo.
...
Cara, tudo me remete a porra de M. Hj, deitada na banheira pra tomar banho, o barulho da água me remeteu a orgasmo. Quase uma definição poética, mas sei que é o vício gritando, saindo da alma e indo pro corpo. Quero tanto o autocontrole, mas como?! Descobri uma grande fraqueza nessa aparente fortaleza de mulher.
...
Mobilizo boa parte de minha energia vital num ato instintivo não real de querer fazer sexo o tempo todo. Fato que foram condicionantes ao longo de anos que colocaram este cabresto em mim.
...
No final da tarde, me veio o instinto caçador e tentei focalizar em conseguir sair com outro cara neste fim de semana que se aproxima (detalhe que não comentei até agora, mas em outubro do ano passado, me descobri não-monogamica)
...
Uma dúvida me surgiu se talvez eu não fosse viciada em sexo também. Eu penso em sexo todos os dias, sem exceção. Eu queria ter uma relação sexual por semana, pelo menos. Teve momento no meu passado que tinha 4 e algumas vezes com parceiros diferentes. Vejo tudo isso como uma válvula de escape pra algo que me sufoca em não ter uma definição do futuro próximo.

Fica claro aqui que você já percebeu que o peso do sexo em sua vida é desequilibradamente grande, o que é comum na nossa condição. Somos induzidos a isso quando consumimos P por longos períodos (a maioria aqui por anos).

Por isso MM, tente não tirar algumas conclusões agora (como ser ou não monogâmica) nem tentar contabilizar uma meta de quantas vezes por semana seria o ideal para você. Apenas continue assim, seguindo as recomendações, combatendo os sintomas, tampando as brechas, reconhecendo e evitando gatilhos. Quando você concluir o reboot (que será em breve, acredite nisso), certamente você estará analisando tais questões com outros olhos e aí você poderá fazer suas verdadeiras escolhas, sem ser manipulada por uma compulsão.

E é isso. Parabéns pelos seus 23 dias longe da P e fique de olho quanto à MO, para que não termine prejudicando a sua restauração.

Desejo a você força e foco! Continuo acompanhando. Rumo aos 90!

Um grande abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins


1° reboot registrado: 57 dias (03/09/2017 a 30/10/2017)
2° reboot registrado: 31 dias (31/10/2017 a 30/11/2017)
3° reboot registrado: 29 dias (01/12/2017 a 30/12/2017)
4° reboot registrado: 79 dias (31/12/2017 a 19/03/2018)
5° reboot registrado: 20/03/2018 -  Arrow
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 1/2/2018, 20:18
Baggins escreveu:Fala MM!

Parabéns por ter terminado a leitura do e-book gratuito. É uma verdadeira epifania quando conseguimos entender todas as nuances do vício que nos aflige. Recomendo muito que, quando puder, adquira a versão atualizada. A objetividade, a clareza e os "puxões de orelha" que às vezes precisamos continuam lá, mas as estruturas do texto, os passos para a recuperação e uma porção de informações novas deixam tudo ainda mais didático. E dei uma espiadinha hoje no programa Revert (que você passa a ter acesso com a aquisição do E-book) e tem umas ferramentas bem interessantes para o acompanhamento do reboot. Vale a pena.

Você está passando por períodos muito bons de reflexão. Está ponderando como a ênfase nesse aspecto está afetando as outras áreas da vida. O vício em P e seus derivados acabam colocando o sexo como o ponto central da existência.

...

Fica claro que você já percebeu que o peso do sexo em sua vida é desequilibradamente grande, o que é comum na nossa condição. Somos induzidos a isso quando consumimos P por longos períodos (a maioria aqui por anos).

Por isso MM, tente não tirar algumas conclusões agora (como ser ou não monogâmica) nem tentar contabilizar uma meta de quantas vezes por semana seria o ideal para você. Apenas continue assim, seguindo as recomendações, combatendo os sintomas, tampando as brechas, reconhecendo e evitando gatilhos. Quando você concluir o reboot (que será em breve, acredite nisso), certamente você estará analisando tais questões com outros olhos e aí você poderá fazer suas verdadeiras escolhas, sem ser manipulada por uma compulsão.

E é isso. Parabéns pelos seus 23 dias longe da P e fique de olho quanto à MO, para que não termine prejudicando a sua restauração.

Desejo a você força e foco! Continuo acompanhando. Rumo aos 90!

Um grande abraço!

Hey, Baggins!

Grata por todos os toques e em colaborar com as minhas reflexões. Avaliarei melhor quando completar os 90 dias de ambos (sem P e MO) sobre a não-monogamia e sobre a minha bissexualidade (apesar que este aspecto tem mais de 2 anos que me atraio por mulheres também).
Ao sexo, não sei muito bem como lidar. As últimas relações sexuais que tive foram meio no impulso, com parceiros virtuais antes e depois físicos. Apesar que não é com todos que tenho esse feeling direto.
Eu gosto de tudo que envolve o sexo como forma de descoberta e conexão única com os seres envolvidos. Tanto que estudo e me aperfeiço em muitos conhecimentos fisiológicos e psicológicos para unir a teoria à prática.
Mais uma vez, agradeço o toque e estou avaliando seriamente começar o Revert.

Abraços!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 1/2/2018, 20:33
Dia 24 - Não comentei aqui, mas em uma dessas relações sexuais recentes, fiz parte da transa sem camisinha. Sim, tô ligada do risco e da cagada que eu fiz e deixei que fizesse também. Hoje, fui num posto especializado em DST pra fazer exames e pelo menos HIV estou de boa. O complicado é que algumas doenças se encubam no período de 3 a 6 meses e precisarei fazer retestes em breve.
Ah, tenho o péssimo habito também de fazer sexo oral sem uso do preservativo, o que é uma excelente porta de entrada da Sífilis. Estou preocupada, não nego, e aconselho que todos façam esse teste mesmo numa relação estável monogâmica.

Trampei de boa, mas a pulga atrás da orelha sobre ter alguma DST me deixou descompassada.

Hoje, nem pensei em sexo. Estou tão exausta fisicamente (preparativos do bloco de carnaval) e mentalmente por conta da minha "pré-ocupação" que não houve brecha. Isso é bom de um lado, mas o desgaste excessivo não é lá um bom aliado.

Mm fechada pra balanço.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 2/2/2018, 20:31
Dia 25 - Foi um dia bom no balanço, mas como ainda não acabou, até meia noite pode ter cagada. A merda em questão aconteceu à pouco e com a minha mãe. Uma briga desnecessária, na real.

Eu pensei várias vezes em sair de casa, mas nunca me bateu tão forte. Creio que ficando, vou terminar de vez a frágil relação familiar. Aqui já não me é acolhida de lar e me sinto infeliz.

Isso tem a ver com a adultice. Seus pais não são mais aqueles ídolos em que cegamente confiavamos sem questionar. Hoje, vejo que eles erram feio como qualquer pessoa.

Não penso em P, mas não nego a vontade de MO. Estou chateada de verdade e essa discussão foi a gota d'água pra transbordar o copo. Queria parar de pensar na maneira pequena que fui tratada, mas é muito difícil por sinal.

Mesmo depois de formada, saído de um trampo em banco, passado num concurso público e com uma pluralidade de conhecimentos, me sinto vazia de
futuro. Trabalho pro meu pai (ele acha q é uma ajuda) e tenho preenchido e estudado um pouco o ofício da família. Porém, nada disso me faz ter um olhar horizonte definido.

O foda, rebooters, não é o vício, e sim as curvas que a vida nos aproxima ou distancia do tal.

Mais um dia complicado, embota sem reset.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
avatar
Alex wendel
Mensagens : 64
Data de inscrição : 20/10/2017
Idade : 24
Localização : Goiânia Goiás

Re: Diario MM

em 2/2/2018, 21:11
Le a Bíblia, eu sempre faço é ótimo!!!

Enviado pelo Topic'it
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 4/2/2018, 06:14
Alex wendel escreveu:Le a Bíblia, eu sempre faço é ótimo!!!

Enviado pelo Topic'it

Preciso mesmo fazer as pazes com a religião. Obrigada!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 4/2/2018, 06:32
Dia 26 - Dia torto com final certo. Acordei com a cara inchada pelo choro da briga que tive com a minha mãe. Estava triste ainda e não pude evitar a MO. Foi tão reconfortante que dormi mais algumas horas profundas.

Assim que acordei novamente, decidi que não iria ficar em casa pra uma sessão de tretas de novo. Saí, fui ver meu pai, uma amigo foi me visitar e conversamos um bocado. Lembrei de um boy que queria sair neste fds e mandei mensagem.

Bem, rolou o match e ficamos. Foi uma delícia e ele é uma companhia ótima. Falei sobre várias verdades sobre mim, inclusive o meu vício em P. Ele foi compreensivo e quis entender até melhor.

Ao retornar pra casa (dessa vez, sem transa após primeiro encontro), tava numa fissura danada, efeito caçador, bebida e a lembrança recente de um beijo maravilhoso. Tive mais uma MO antes de dormir. Pensei em P depois de quase um mês pra me masturbar, mas não fiz isso.

Terminado tudo, fui desligar meu celular pra dormir e eis que aparece uma mensagem de um outro cara do meu passado. Aquilo alimentou meu ego, sabe? Mamãe passou açúcar em mim kkkk

Hj, ao escrever este relato, admito de novo a minha vontade de MO. Aliás, ontem até doeu pra fazer isso. Não sei o que tá rolando no meu corpo... e tô considerando que meu reboot seja apenas em P e não em MO. Vamos completar esse mês que já é um adianto.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 5/2/2018, 06:31
Dia 27 - Entrei em loop. Me masturbei de manhã cedo e depois outra vez no fim do dia. Entendo que a repercussão da P seja maior do que a própria existência dela. A MO é a droga que injeta felicidade e que tudo vai ficar bem no após ela. Mentira, só é a vontade insana do meu cérebro se enganar.

Fora as mazelas, curti oficialmente meu carnaval ontem num bloquinho de buenas com uma amiga. Realmente, era a sensação de orgasmos múltiplos no decorrer do cortejo e a felicidade me tomou bem no fundo.

Além disso, ressalvo que talvez tenha que estudar mais neurosciência pra entender o vício. Não desmereço nenhuma das técnicas e formas de religação para o reboot, por favor. Ainda há um vácuo da causa em mim.

Este vídeo que encontrei no YouTube me fez repensar muito na dualidade da existência ou não do livre-arbitrio:

https://youtu.be/4r4wFuOA8kg

Força, rebooters!

(Resetarei meu contador de MO em breve)

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
avatar
JotaPê
Mensagens : 688
Data de inscrição : 18/09/2017

Re: Diario MM

em 5/2/2018, 08:54
mmoriginal escreveu:Falei sobre várias verdades sobre mim, inclusive o meu vício em P. Ele foi compreensivo e quis entender até melhor.

Voce é corajosa em
Mas toma cuidado ao falar isso, ninguem entende a gente hoje em dia em relação a isso

_______________________________________



CLIQUE PARA ACESSAR O MEU DIÁRIO  study
avatar
JotaPê
Mensagens : 688
Data de inscrição : 18/09/2017

Re: Diario MM

em 5/2/2018, 08:55
mmoriginal escreveu:Além disso, ressalvo que talvez tenha que estudar mais neurosciência pra entender o vício. Não desmereço nenhuma das técnicas e formas de religação para o reboot, por favor. Ainda há um vácuo da causa em mim.

O método Como parar é baseado em neurociencia.

Cuidado com a masturbação, voce está usando como válvula de escape.

_______________________________________



CLIQUE PARA ACESSAR O MEU DIÁRIO  study
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 5/2/2018, 14:06
JotaPê escreveu:
Voce é corajosa em
Mas toma cuidado ao falar isso, ninguem entende a gente hoje em dia em relação a isso

Eu tenho a sorte de me envolver com pessoas com o mínimo de preconceitos e talvez mais dispostas a compreender o outro do que qualquer estereótipo.
Alguns sabem bem sobre o vício, outros ficam instigados e os demais não acham relevante. Sorte que tenho me aproximado dos dois primeiros grupos.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 5/2/2018, 14:20
JotaPê escreveu:
O método Como parar é baseado em neurociencia.

Cuidado com a masturbação, voce está usando como válvula de escape.

Sim, eu sei que a base é a neurociência. E como é fundamental entender o processo físico químico que ocorre no nosso cérebro pra podermos vencer nosso vício. Mas ainda me falta essa orientação dos motivos que me levaram até aqui.
O material é excelente para um primeiro contato com reflexões e debates. Porém, depois de um tanto de material, parece que absorvemos uma releitura da base. Creio que deva pegar os textos do Gary Wilson pra aprofundar mesmo.

E sim, infelizmente, estou usando de maneira de escape. Hoje, dei um primeiro pontapé pra uma mudança. Não adianta reclamar sem se mexer.

Obrigada pelo acompanhamento!

Abração!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 6/2/2018, 04:25
Dia 28 - Enrolei na cama, mas saí. Trabalho normal, rotina de sempre mesmo. Nem pensei em sexo ou P. Por mais que meu cérebro goste da MO, às vezes, acho que ele enche o saco dessa mecanização.

Planejei meu carnaval daquele jeito. Sábado, meu bloco sai e tô animada com a energia. Além de uma lista de outros bloquinhos que quero participar como foliã.

O Carnaval é o período de maior felicidade pra mim, sem dúvida. Não há energia mais verdadeira de alegria que esta. Supera até as festividades hipócritas de fim de ano.

Tenho um projeto engavetado que comecei a tirar a poeira ontem. Eu curto e até manjo de umas artes, mas tudo me levava a pensar que era pouco demais. Chega! Acho que tenho um trabalho massa e merece ser exposto, compartilhado e vendido (a grana tá curta pra quase todo mundo, né?)

E como não é constante essa recuperação, julgo que esteja subindo um ápice de boas energias agora.

Bora pra um dia melhor Smile

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
avatar
JotaPê
Mensagens : 688
Data de inscrição : 18/09/2017

Re: Diario MM

em 6/2/2018, 06:05
Que legal esse lance do carnaval mmoriginal
Sobre atividades de religação parece que você está tranquila, já fazia parte da sua vida esse lance de socialização e exercício fisico né?

Parabéns pelos 28 dias, é uma ótima marca e você não tem tantas recaídas se em comparação com outros rebooters, isso é bom!

Quero ver sua história de sucesso em kk

_______________________________________



CLIQUE PARA ACESSAR O MEU DIÁRIO  study
avatar
Bassfenix
Mensagens : 187
Data de inscrição : 18/01/2017
Idade : 24

Re: Diario MM

em 8/2/2018, 11:19
Oi querida, tudo bem?

Passando para te indicar um canal, chama se: Renove sua mente, do mais é persistir na luta.


Um abraço!!

_______________________________________
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 8/2/2018, 20:04
29 e 30 dias - 1/3 sem P! Feliz pra caramba! Hoje teve um gatilho só pra tentar estragar o meu reboot, mas não rolou. Tive que instalar um no novo microsd no celular do meu pai e me deparei com uma centena de vídeos pornôs. Desbaratinei e estou aqui contando feliz que não tô ligando tanto mais pra P.

Ontem, no entanto, pensei em me M. Comecei, mas parei no meio. Eu preciso é transar de novo, viu? Aí, sossega esse meu facho por hora.

Estou com friozinho na barriga por me apresentar no bloquinho, mas tenho total convicção que consigo. Tenho me dedicado a mais atividades de religação e procurado fugir do assunto sexo.

Bem, mesmo com 30 dias sem P e 2 e meio sem MO, creio que haja um desequilíbrio. Preciso aproximar essas metas e evitar procrastinar.

Rumo aos 60&90

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 8/2/2018, 20:07
JotaPê escreveu:Que legal esse lance do carnaval mmoriginal
Sobre atividades de religação parece que você está tranquila, já fazia parte da sua vida esse lance de socialização e exercício fisico né?

Parabéns pelos 28 dias, é uma ótima marca e você não tem tantas recaídas se em comparação com outros rebooters, isso é bom!

Quero ver sua história de sucesso em kk

Salve, cumpade!

Ah, vejo q a minha relação com a P foi intensa a anos atrás, mas, um pouco antes de entrar no reboot, percebia que era mais de boa.

O fato tem sido a M mesmo. Preciso tirar ou reduzir a frequência. Aí, será uma meta dahora.

Obrigada por acompanhar

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 8/2/2018, 20:08
Bassfenix escreveu:Oi querida, tudo bem?

Passando para te indicar um canal, chama se: Renove sua mente, do mais é persistir na luta.


Um abraço!!

Opa, Bassfenix!

Obrigada pela dica!

Abraço

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 15/2/2018, 22:10
Dias 31 a 38 - Uma semana sem noticias aqui e digo que pensei seriamente em ter um reset.

Vamos lá! Pulei horrores neste carnaval e ainda tem glitter em mim. Vi muitos amigos, exagerei um pouco na bebida e me esbaldei.

Trabalho retoma aos trancos e barrancos, mas preciso continuar. Inclusive, o projeto que tirei da gaveta está mais lento do que imaginava. Espero conseguir alinhar logo e trazer boas notícias.

A porreta do reset. Não, sem P, relax galera, mas a cada três dias, rola uma sessão de MO. Acho que sou daquelas exceções em que o vício em si não atinge diretamente a M. Este rehabito veio por conta de um affair que retomou o contato. Tenho um pé mais na certeza do que na dúvida que é uma paixão daquelas brabas na qual a pessoa mexe demais com tudo dentro do outro.

Sigo e penso como meu humor anda estabilizado sem a visualização do antigo PornHub. Há vida após a P e aconselho se reconciliar consigo neste processo.

Abraço à todos!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 17/2/2018, 23:16
Anti-PMO escreveu:Tudo bem, MM?

Li alguns dos teus relatos e me identifiquei diversas vezes. Em minha trajetória transei com vários tipos de mulheres, chegando a engravidar e até mesmo a contrair DST. Toda essa carga só me levavam a PMO. Hard Mode comigo era impossível e eu sempre acabava caindo nas armadilhas do vício. O que eu fiz? Decidi me fortalecer espiritualmente (Gosto do Budismo) e procurei uma pessoa fixa pra desenvolver laços afetivos. Desde então tenho apreciado a leveza da vida.

Em todos esses anos descobri que o ato sexual é uma troca de energias, muitas vezes transamos com alguém e a energia negativa dessa pessoa é passada para nós sem nos darmos conta. Não sei se você já percebeu isso.

Sobre os achismos, espere se recuperar do vício para ter conclusões sobre você. Por exemplo, antigamente eu achava que eu era homossexual, bissexual, panssexual, assexuado, poligamico, sado-masoquista, psicopata, etc, etc. Após um tempo de reboot conclui que sou um cara hetero comum e que a monogamia irá depender do meu caráter.

Ainda não sou quem eu quero ser, mas posso te afirmar que minha evolução pessoal está sendo mais importante que o reboot, pois este último será consequência desse meu amadurecimento. Tenha mudado a minha visão sobre o sexo e as relações com as mulheres. Sou grato por ter encontrado uma namorada que tem a mesma visão que a minha e por ela ter me apresentado a meditação. Esta técnica tem me ajudado muito a controlar meus pensamentos, emoções e impulsos sexuais, fora os outros benefícios que a meditação propõe.

Espero que meu relato possa ser produtivo para ti. Se quiser posso indicar canais no YouTube e livros.

Namastê!

Salve, cara!

Eu tenho um problema sério de rotinas e isso atrapalha pacas o reboot. Comecei fazendo meditação diária pra dormir além de estudar línguas todas as tardes após o trampo. Hábitos que me fortalecem em prol do objetivo que quero de vida, mas que a constância de atos me envenena as veias.

Sobre a sexualidade, ainda esperarei os dois meses que restam pra tentar ver o fim do túnel de maneira mais plausível. Eu tenho me achado cada vez mais uma mina cis hetero e não a bissexual que enchia a boca ao falar. Mas segue o bonde e tenho tentado não enquadrar as pessoas orientação sexual ou identidade de gênero. Me relaciono com seres únicos e prefiro isso pra esmiuçar.

Quanto ao companheiro (ou companheira) fixo eu tenho me esforçado. Eu tô cansada de transar e encontrar com os boys a cada dois meses para um novo "abre as pernas". Quero alguém pra compartilhar minhas vontades e medos e sinto cada vez mais. Este affair se aproximou de novo, porém, tem problemas com as neuras dele que impedem um relacionamento sadio. Sei que não há nada errado comigo ou como me envolvo. Somente as pessoas estão menos dispostas em se responsabilizar por algo à dois.

Acredito na influência energética e como somos suscetíveis a isso. Teve uma meditação guiada de realinhamento de chakras que me trouxe uma paz incrível. Obrigada por relembrar-me Smile.

Me mande dicas sim, serei mais grata ainda.

Abraços!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 17/2/2018, 23:23
Anti-PMO escreveu:

Minha atual namorada também tinha esse problema com orgasmos. Hoje em dia comigo fica molhada facilmente e goza com oral, dedo e penetração em 95% das nossas transas. O que posso te dizer é que a PMO e MO dificultam o orgasmo, mas também há inúmeros fatores que se entrelaçam entre si que você já deve está por dentro. E um desses fatores, não sei quais são suas crenças, mas indico fazer alinhamento dos seus chakaras. Pelos seus relatos me parece que há um desequilíbrio em seus pontos de energias. Já experimentou sexo tântrico?

Eu nunca imaginei que talvez um desequilíbrio nos chakaras fosse causar isso... mas tem sentido.
Fiz duas vezes sexo tântrico e foi uns dos mais intensos de trocas positivas que tive. Preciso refazer ou aplicar o pouco que aprendi.
Caso tenha conhecimento sobre, me passe alguns materiais ou sites, por favor.

Abração!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
mmoriginal
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018

Re: Diario MM

em 17/2/2018, 23:36
Dias 39 e 40 - Absent, but I am back!

Rolou aquela MO de novo, mas reconheço que não estou bem. Minha alimentação tá uma merda, o trampo me empobrece e o pique característico meu está cinzento. Ando cabisbaixa e isolada de tudo e todos.

Maratonei duas séries recentemente que aconselho: última temporada de Black Mirror (série foda) e LaCasa de Papel (termino a segunda temporada em breve). Parece um relés entretenimento, mas ambas são engenhosas e articuladas. É como ler Sherlock Holmes numa série de pistas instigantes. Assistir séries não é do meu feitio, e precisava sair desse mundo por algumas horas. Jogar parte das minhas ansiedades em cima de personagens ficcionais e torcer, rir e chorar com eles.

Só sei que numa escala motivacional de manter-se longe da P é uma lógica de regressão. Estou sem bloqueadores até agora (não me adaptei com eles) e me sinto menos resistente. Li relatos que o complicado é depois dos 30 dias... sinto na pele agora.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum