Compartilhe
Ir em baixo
Mensagens : 11
Data de inscrição : 28/03/2018
Ver perfil do usuário

A luta de Dominic

em 29/3/2018, 12:37
Olá pessoal,

Acredito que minha 1a tentativa em largar a pornografia aconteceu entre 2015 e 2016, não tenho certeza.
Na época ainda não conhecia o fórum e todo esse fantástico projeto que existe em volta. Naquele momento, eu ainda não sabia que isso era um vício e tb não sabia que seria tão difícil. Ocorreu que comecei a ficar incomodado com aquela rotina de sentar na frente do computador e descarregar todas minhas frustrações e problemas da vida em dezenas de abas abertas com filmes e fotos pornos. Comecei a perceber a enorme culpa pós orgasmo, além do tempo perdido. Naquele momento resolvi parar com aquele hábito, e em pouquíssimos dias percebi que não seria tão fácil. No 1o sintoma de abstinência, parei para refletir a quanto tempo o PMO estava na minha vida e a constatação foi devastadora.
Tenho 37 anos e desde minha adolescência esse vício maldito me persegue. Numa conta rápida, cerca de 2 décadas. O vazio sentido ao constatar todo esse desperdício de vida acredito que já foi sentido pela maioria dos companheiros. Mas ao tomar consciência parece que a luta passou a ser mais difícil.
Me lembro que suportei um reboot (termo que naquele momento me era desconhecido) por cerca de 20 ou 30 dias. Na primeira dificuldade do dia a dia ou momento de estresse, sentei na frente do computador e passei horas consumindo pornografia como se além de fazer aquilo, eu precisasse tirar o "atraso" dos dias que fiquei sem. Assistir a própria queda é doloroso.
Rapidamente desisti e segui minha vida com PMO diários. Embora sempre saísse para festas, bares e afins com vários amigos, sempre tive dificuldades na conquista das mulheres reais, uma mistura de insegurança, baixa autoestima, timidez e, entendo hoje, excesso de PMO que acabou me levando a uma fobia social. Obviamente, ver amigos se dando bem na noite e chegar em casa sozinho, frustado e bêbado, era bastante deprimente. Me sentia um bosta, um fraco, perdedor e quanto mais esse quadro se repetia mais esses sentimentos se aprofundavam dentro de mim. E a válvula de escape, obviamente era a PMO.
Numa dessas encruzilhadas da vida uma amiga postou no FB um vídeo do Ran Gavrieli no TED: "Pq parei de assistir pornografia", quem não assistiu, aconselho. Fiquei assustado e preocupado, tive um certo desespero pois, eu já havia tentado parar, não havia conseguido e continuava lidando com a PMO como algo natural. Mas ao ver esse vídeo entendi que não o era, mais do que isso, era algo extremamente danoso a minha vida.
Comecei a pesquisar sobre o assunto e tentar achar ajuda e apoio nessa luta. Foi quando me deparei com o site e o fórum. Um lugar de conforto ao ver que a minha dor era a dor de muitos companheiros. Quase imediatamente tentei um reboot, já sabendo o que isso significava. Durou cerca de 1 mês. Com poucas mulheres reais na vida, solteiro, desempregado, voltar ao PMO foi questão de tempo.
Após essa segunda tentativa em vão, entendi a profundidade do buraco. Como estava com uma série de problemas na vida disse a mim mesmo: "Ok, enquanto tds esses problemas não se resolvem a PMO está liberada passa a ser oficialmente uma válvula de escape. E tendo os problemas resolvidos o reboot começa." Esse era meu cérebro viciado argumentando comigo mesmo para continuar no vício. Mas me enganei por muito tempo.
Muita coisa aconteceu, meu problemas continuaram a existir mas felizmente encontrei uma companheira que está comigo há cerca de 1 ano. Estando com ela, houve vários momentos em que a frequência de PMO diminuiu, mas nunca cessou. Mas o problema é que comecei a deixar de ter vontade de ter relações com ela devido aquelas imagens de mulheres supermegablaster gostosas de corpos perfeitos, rainhas do sexo que o porno nos proporciona. Obviamente que queria transar com essas deliciosas e minha namorada começou a ficar desinteressante. Vi um relato de um colega sobre abrir diversas abas com diversos filmes em busca da mulher perfeita, no filme perfeito e na cena perfeita. É exatamente o que acontece, exigindo cada vez mais e mais dessa droga.
Com tudo isso a tona comecei a perceber que o PMO me trouxe muito mais problemas do que o ato em si. A insegurança, a baixa autoestima, o medo de me relacionar com mulheres principalmente as atraentes, a fobia social de maneira geral a sensação de estar sempre ocultando algo dos outros, a irritabilidade, a revolta com o mundo. Episódios de depressão clínica, demandando tratamento com remédios e terapia. Ficou muito claro que tudo isso são sintomas de décadas de PMO. Interessante que, mesmo fazendo terapia (mais de uma, inclusive) nunca consegui tocar no assunto com os terapeutas, gostaria até de saber se algum companheiro passou por isso.
Há algum tempo venho tentando iniciar o reboot, principalmente visando melhorar o meu relacionamento e também minha qualidade de vida. Eu consigo por poucos dias e acabo cedendo.
Há 7 dias iniciei um novo reboot. E está sendo uma das coisas mais difíceis que já fiz na vida. Estou tendo picos de ansiedade, irritabilidade, ausência de concentração, confusão mental, taquicardia e dores viscerais. Pelos relatos que li a maioria desses sintomas é comum a todos.
Gostaria de dicas dos companheiros de como vencer essa fase, tem momentos que eu acho que não irei conseguir.
Gostaria tb, de saber como coloco aquele contador de reboot aqui no meu perfil. Consegui instalar um no meu navegador apenas.
Obrigado a todos pelo apoio, segue a luta.

Abs a todos

_______________________________________
Dominic




Meta 1: 21 dias

Meta 2: 90 dias

Meta 3: 365 dias


avatar
Mensagens : 23
Data de inscrição : 14/05/2017
Idade : 38
Ver perfil do usuário

Re: A luta de Dominic

em 29/3/2018, 15:19
Bem vindo Dominic,

Fico feliz que tenha encontrado o caminho, e espero que vc consiga assim como todos aqui, sua história é muito parecida com a minha e com a de várias pessoas da comunidade.
Cada pessoa responde e sente sintomas diferentes ao iniciar o reboot, por ex eu tenho problemas com as fantasias e pensamentos eróticos, por isso tento evita-los ao máximo, pois caso contrário recaio a PMO novamente.
Comecei ano passado e durante a flatline foi tranquilo, mas quando passei da fase a abstinência bateu forte e não aguentei. Não tinha instalado os bloqueadores e já viu né.

Por isso recomento fortemente seguir o ebook a risca, e quando bater a ansiedade e sentir que vai cair, venha até aqui, leia relatos dos amigos e escreva tb, escreva tudo que sente sem se preocupar se alguém vai ler ou não, apenas para desabafar.

Uma coisa que percebi e que gosto muito aqui do fórum é que não vejo discussões, briguinhas idiotas de internet, isso é muito bom, sinto que é um porto seguro, vejo pessoas com mensagens de apoio, dando força e se ajudando. Já estou tão cansado de redes sociais e haters de internet que aqui era tudo que eu precisava para me mentar calmo. Escrevo pouco, mas gosto muito de ler e me identifico com vários problemas que vejo nos tópicos.

Sobre o contador, acessa esse site, foi onde criei o meu https://countingdownto.com/
Configure ele do jeito que vc preferir, clique no botão amarelo "Add to my website" copie o endereço e adicione em sua assinatura.
Mas navegue pelo fórum que vc encontrará vários tópicos a respeito.

Grande abraço meu amigo, e espero poder ajudar no que precisar, força, não desista.

_______________________________________
Arrow  Arrow Diário de JohnSnow, aquele que não sabe de nada Arrow  Arrow

1ª Tentativa - 15 Dias Crying or Very sad

2ª Tentativa - 20 Dias Crying or Very sad

3ª Tentativa - 18 Dias Crying or Very sad

4ª Tentativa - 13/04/2018  Arrow  Arrow

Mensagens : 11
Data de inscrição : 28/03/2018
Ver perfil do usuário

Re: A luta de Dominic

em 2/4/2018, 11:12
Obrigado pelo apoio JohnSnow, eles são muito importantes. Sigo firme mas com medo de que a qq hora posso cair. A vontade é enorme.

_______________________________________
Dominic




Meta 1: 21 dias

Meta 2: 90 dias

Meta 3: 365 dias


Mensagens : 11
Data de inscrição : 28/03/2018
Ver perfil do usuário

10 dias sem PMO

em 2/4/2018, 11:13
10 dias sem PMO, deveria me sentir um vitorioso.
Mas o fato é que me sinto um derrotado, apático, sem vontade nem energia para nada. Não sei se essas sensações são decorrente do reboot, os colegas podem me esclarecer isso?
Tem sido uma luta homérica, o feriado me ajudou um pouco, me deixando longe do PC. Mas o problema maior é que no momento estou desempregado e acabo por ter muito tempo livre, ai o tédio bate e a vontade de voltar para o PMO é enorme. Até mesmo aos problemas causados pelo desemprego, angustias, medos, ansiedades e etc, a PMO parece um reconforto para lidar com a fase. Lembro que antes do Reboot, enquanto eu estava consumindo P, era o único momento que eu esquecia dos problemas de verdade.
Enfim, minha cabeça está um caos e ler e postar por aqui tem me ajudado a mudar o foco.

Obrigado a todos, abs

_______________________________________
Dominic




Meta 1: 21 dias

Meta 2: 90 dias

Meta 3: 365 dias


Mensagens : 11
Data de inscrição : 28/03/2018
Ver perfil do usuário

Cai

em 3/4/2018, 00:09
Hoje não consegui segurar a onda.
Tentei seguir sem bloqueadores, mas acho que vai ser o jeito. Comecei acessando paginas de acompanhantes, uma coisa levou a outra e quando vi, já tinha ido para o P que levou ao M, cheguei ao O e por fim, um enorme sentimento de culpa, derrota, e tristeza.
Vamos lá, tentar novamente.

_______________________________________
Dominic




Meta 1: 21 dias

Meta 2: 90 dias

Meta 3: 365 dias


avatar
Mensagens : 57
Data de inscrição : 29/12/2017
Ver perfil do usuário

Re: A luta de Dominic

em 6/4/2018, 14:14
Dominc escreveu:Hoje não consegui segurar a onda.
Tentei seguir sem bloqueadores, mas acho que vai ser o jeito. Comecei acessando paginas de acompanhantes, uma coisa levou a outra e quando vi, já tinha ido para o P que levou ao M, cheguei ao O e por fim, um enorme sentimento de culpa, derrota, e tristeza.
Vamos lá, tentar novamente.

fala Dominic, estou respondendo seu comentario em meu diário, realmente este vício é complicado, agora que vi q pleo visto vc tem 37 anos e ainda solteiro, e incrivel como eu já me imaginei como vc assim, pq hj eu tenho um pouco mais de 50, mas a vida toda meu sonho era ser solteiro e pegar as deliciosas GP pois eu assim como vc busco por atributos que me despertam as maiores fantasias e desejos.
Mas sendo casado, já com filhos adultos e esposa companheira de sempre isso se torna impossivel, até tentei a uns anos atrás me aventurar, mas me deparei com uma situação que não éra para mim, na verdade fiz uma grande besteira e estou tentando consertar de algum jeito, já que voltei pra onde nao deveria ter saido, e só agora me dei conta de q o que eu fiz e sempre quero fazer é por conta do longo vicio.
Portanto, enquanto vc ainda é novo tem ainda muito que viver, tente de todo jeito levar uma vida real, não sei como nao sei a receita perfeita, mas aqui ouvimos relatos, lemos ebook e sabemos das sugestões e que funcionam com muitos, mas somos fracos demais não é mesmo, parece que não existe coisa melhor do que uma daquelas gostosas q é sonho de consumo, e acredite que não acho que mesmo tendo uma destas mulheres e que sejam sexy, sensuais, que curtam se vestir, se preparar, ficar linda total, isso ainda nao vai ser suficiente, e digo isso por experiencia propria.
Achando que essa era a solução, e conversando com minha esposa e dizendo o que eu gostava, o que eu fantasiava, o q eu queria, como deveria ser para eu ficar satisfeito, e tal, por amor ela se sujeitou a mudar e de fato fez isso, apenas pediu para q eu comprasse o q eu gostasse de q ela poderia usar para me agradar, pois segundo ela devido a personalidade dela, tinha vergonha de comprar lingeries sexy, nao só em sexy shop, mas mesmo em loja especializada de aritgos para mulheres onde ela achava q ela escolhendo e passando no caixa se sentiria constrangida pela vendedora, e tal, entende.
Ai blz comecei a entrar numa nova faze maravilhosa, pois de certa forma comecei a comprar constantemente tudo o q eu imaginava q deixaria ela do jeito q eu queria, pois entrava em lojas virtuais, ficava me alimentando com os catalogos q image vc ja era de gostosas, e fica pensando se ficaria bem nela ou não, em fim gastei muito dinheiro com isso, e assim faço até hoje.
Acredite isso realmente me da o maio prazer, pois ela entendeu bem nossa conversa e hj na maioria das vezes ela é exigente, pois só consegue ter relação se ela tiver tempo e cabeça para se preparar toda inclusive subir no salto, nossa é maravilhoso isso, alem de estar extremamente muito mais carinhosa, ela não tem pressa, quer curtir o momento, faz jogo do tipo ameaçando que hoje a noite eu q me prepare q terei uma visita inesperada, ai pronto já fico no clima tbm e fico pensando o q ela vai usar, a lingerie, a bota o salto, ...etc.
Mas amigo isso tudo é o sonho de todo homem, mas tbm acredito q o sonho de todo homem (pelo menos a gde maioria), por mais gostosa q seja a esposa ou namorada é querer transar com outra acho q isso já faz parte do instinto, mas eu agora com mais de 50 gostaria muito de ser como outros da minha idade ou mais q estão sossegado, com companhia da esposa, companheira de sempre q faz tudo, sempre fez, aguentou firme a personalidade do companheiro, e tal, alem de aproveitar para curtir filhos adultos, netos, amigos, familia geral, viajar com a esposa, ...etc
Em fim eu queria ser assim daqui pra frente, mas veja conta de cerca de uns 40 anos de vicio fico triste e talves deprimido em pensar que luto contra o desejo de PMO, de ficar virando o pescoço pelas gostosas da rua, metro, academia, padaria, posto de gasolina, ...etc, queria muito ficar sossegado nao ficar olhando para elas como objeto de desejo e fonte de prazer, ver como bela, bonita, atraente, mas ver e esquecer e nao ficar que nem louco chegando ao ponto de manobrar o carro e voltar para ver novamente ou ir abastecer no posto de gasolina ruim só pq lá a frentista usa causa legging e tem um corpo delicioso.
Percebe que situação, teve alguem aqui no forum q comentou sobre a forma q eu me expresso, dizendo termos como gostosas, deliciosa, maravilhosa, ...etc, mas falo isso pra entender q é a forma absurda como eu vejo as mulheres, e quero mesmo não só deixar de escrever aqui estes termos pq alguem disse q não faz bem pra mim nem para os do forum, quero nao escrever mas isso vai acontecer se eu deixar de pensar assim.
Vamos a luta.

_______________________________________




>>>>>> MEU DIÁRIO <<<<
Mensagens : 11
Data de inscrição : 28/03/2018
Ver perfil do usuário

A luta de Dominic

em 9/4/2018, 14:41
Obrigado pela força Marty!!

Vamos lá, já são 6 dias da 2a tentativa. É uma luta minuto a minuto.
Percebo que manter a cabeça ocupada é fundamental. O problema, é que está bem difícil manter a cabeça ocupada, me concentrar em algo. Como por ex., voltar a um curso online que comecei, demanda um esforço enorme e muitas vezes consigo voltar às aulas mas em pouco tempo, perco o foco. Espero que seja pela fase inicial de meu Reboot. Como já sitei anteriormente, estou desempregado e esse tempo livre torna a luta bem mais complicada.
Para os que, assim como eu, estão começando nessa jornada, digo por experiência: bloqueadores são fundamenteis! Hoje iria ter uma recaída e eles me salvaram. Como citei antes, curtia muito GPs e diariamente entrava em site de GPs. Hoje quase inconscientemente voltei a tela do PC abri uma nova janela e digitei a URL de um deles (em minha cabeça: ver algumas fotinhos, rapidinho só para baixar a fissura) e o K9 agiu.
Reboot salvo, vamos que vamos.

Abs a todos.

_______________________________________
Dominic




Meta 1: 21 dias

Meta 2: 90 dias

Meta 3: 365 dias


Mensagens : 11
Data de inscrição : 28/03/2018
Ver perfil do usuário

Re: A luta de Dominic

em 14/4/2018, 12:58
Olá pessoal,

Bem decepcionado comigo mesmo, ontem tive uma nova queda. Muita ansiedade, problemas e angustias me levaram a PM.
Mesmo usando o bloqueador (K9), minha cabeça achou uma brecha.
Fiz uma senha q eu não decoraria nunca anotei por segurança e escondi de mim mesmo em um lugar de difícil acesso. Mas ai na angustia, tentei acessar um site o K9 impediu ai tentei colocar a senha, claro que não lembrava porém ao clicar em esqueci meu password ele envia um password temporário para o meu email que estava aberto na aba ao lado. Obviamente, ficou super fácil burlar o K9 e acessar os sites.
Amigos usuários do K9, me ajudem, tem como evitar essa "facilidade"? outra versão? ou mesmo outro software?

Obrigado pela ajuda
Abs


_______________________________________
Dominic




Meta 1: 21 dias

Meta 2: 90 dias

Meta 3: 365 dias


Mensagens : 30
Data de inscrição : 01/02/2018
Ver perfil do usuário

Re: A luta de Dominic

em 14/4/2018, 15:01
Por isso que tanto recomendam não usar o seu próprio e-mail para bloqueadores. Crie um e-mail alternativo pra isso. Depois jogue fora a senha pra nunca mais ter acesso a ele.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
"Afinal, o que são 5 segundos de prazer perto de um vida inteira de liberdade?". Arrow

E di chi sarà il coraggio, allora, se non sarà il mio?
Se si spegne quella luce
Resto io
Di chi è la più profonda decisione?
Al di là dei sogni appesi ad una canzone
Oggi riconosco il suono
Della voce di chi sono.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum