Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Teki
Mensagens : 7
Data de inscrição : 16/07/2018

Aceito, mas não entendo! Empty Aceito, mas não entendo!

em 16/7/2018, 22:47
Olá!
Sou esposa de um viciado!

Sabe quando você cresce jurando que nunca ira se relacionar com um viciado?
Sabe quando vc tem uma infância em um lar de viciados, e infrenta a maior barra do mundo!
Tive a sorte da minha mae conseguir sair das drogas, mas meu pai....
Meu pai era um animal dentro de casa, a ponto de quebrar meu braço por 3 vezes em seus espancamentos...
Eu e minhas duas irmãs viviamos programando como iriamos fugir de casa, para nos livrar dos nossos pais, pois não entendiamos pq nossa mãe no o largava.
Lembro de frequentar reuniões com minha irmã mais velha do Nar-Anon ( Um grupo de apoio para mulheres, filhos, familiares de drogados) e eu tinha apenas 10 anos...
Nossa como eu chorava nessas reunioes, eu vivia com medo do meu proprio pai!
Ai vc pergunta: Mas Teki seu pai era viciado em drogas.. Sim, so que não somente em drogas pesadas mas levava uma vida de  promíscuo... Surubas, material erotico, traições etc...
Ele chegou a levar um casal de amigos para casa, minha mae virou amiga confidente da esposa do cara, até madrinha do filho deles minha mãe foi, em um balo dia eu pequena achei uma agenda cheia de fotos pornograficas do meu pai se relacionando com eles na cama no qual minha mae dormia com ele.... Eu vi minha mae morrendo por dentro...

Mas na minha cabeça de criança o problema todo do meu pai era o "remedinho", ou seja, as drogas....

Mesmo vivendo em um lar muito conturbado, graças a Deus eu e minhas irmãs tivemos caminhos completamente diferentes. Todas formadas e com a vida mais tranquila.
Sempre ao me relacionar com alguem , tive a cautela de me preservar a não viver esse tipo de situação.
Mas o mundo da voltas, e hoje tenho um marido viciado em pornografia...
Não sei mensurar a minha dor para vocês... minha historia é muito grande, muitas coisas aconteceram na minha vida...
E quando encontrei meu marido, senti q tinha encontrado meu santuario, minha paz... Me sentia completa... Antes dele já tinha problemas com auto-estima,mas quando ele chegou
isso foi passando para mim, até comecei a ir a praia e colocar biquine, encontrei nos braços dele o amor, ele era tão carinhoso, cuidadoso comigo, era uma relação de muita cumplicidade....
E tudo isso desmoronou rapidamente e se tornou  meu pior pesadelo....
Não está, e nem é facil... Mas ele quer ajuda.... Ficarei ao lado dele...
Pq sei o homem maravilhoso que ele é, e quero isso de volta, por nós!
Mas meu maior medo é que ele não consiga sair disso, ou que eu não consiga superar isso com ele...

sera que um dia vai voltar a ser como era? Sera que ele vai se sentir atraido por mim algum dia c? Sera que vou me sentir confortavel com ele novamente?
Aceito ele mesmo com esse vicio para juntos superar e combater, mas não entendo pq isso aconteceu na minha vida...
Em um proximo post vou contar toda minha descoberta e como tem sido o processo do meu marido.
Mas de antemão queridas esposas, digo de experiecia,  que só se pode ajudar quem quer ser ajudado. Não percam suas vidas, não fiquem amargas, secas por conta de alguem q não quer ajuda.
Eu estou me preparando mentalmente para suportar meus pensamentos, minhas vivencias ,meus traumas, minha dor para ajudar, mas se ele realmente nao quiser, não for real comigo eu nao vou perder minha juventude com esse alguem... Pois minha mae perdeu 20 anos da vida dela tentando recuperar meu pai, e não conseguiu...
Não percam 20 anos lutando por alguem q nao luta por si mesmo.

Como disse Aceito, mas não entendo! No
avatar
Teki
Mensagens : 7
Data de inscrição : 16/07/2018

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 17/7/2018, 14:25
Historia minha e dele.

Conheci meu marido em um jogo on-line, pois adoramos games.
Namoramos a distancia por 1 ano e meio ...
Nesse namoro a distancia ele ja tinha comportamentos que eu combatia, pois ele mentia muito e mentiras bobas até, uma certa vez cansei das mentiras dele e falei q ele precisava procurar ajuda medica, pois não era normal mentir tanto , e que se ele nao busca-se por ajuda eu iria deixá-lo. Não demorou muito ele começou a se tratar com psicologo, e deu muito resultado.
O nosso primeiro encontro foi bem diferente do que imaginei, quando nos vimos no aeroporto  ele ficou paralisado, minha mente girou, pensei : Putz nas fotos ele gostava na web can etc, mas na vida real acho q ele nao gostou de mim, nesse exato momento, pela minha baixo auto-estima eu  comecei a colocar mil defeitos em eu mesma. Cheguei perto dele no aeroporto e fui beija-lo, afinal eramos muito íntimos via internet e telefone, e ele não correspondeu o beijo, fiquei arrasada, mas mantive a força na peruca e dei a mão a ele e mesmo assim senti ele desconfortável, então soltei a mão dele e falei: tudo bem vamos aproveitar suas ferias. Não demorou muito ele deu um passo mais forte e pegou na minha mão, nossa senti um alivio!

Na época ainda não tinha carro, fui buscar ele na capital de ônibus, e na volta por  mais ou menos 2 horas nos beijamos.
Ao  anoitecer já em minha casa ficamos sozinhos e desenvolvemos algo mais intimo, e nessa primeira vez foi muito boa , mas ele tinha comportamentos estranhos, foi então que descobri que ele era virgem , tanto de relações sexuais como beijo. No primeiro momento achei que era mentira,  mas com passar do tempo eu entendi q realmente ele era virgem.

Não demorou muito tempo resolvemos morar juntos. Apesar de ter uma auto-estima baixa , eu sempre me senti muito segura quando se tratava de sexo.

No inicio com meu marido era muito bom tínhamos bastante coisas em comum eramos conectados em tudo, mas com passar do tempo ele foi mostrando desinteresse por mim... Eu sempre fui muito fogosa e  procurava, fala gracinha para ele em quanto estávamos no  trabalho, eu meio que preparava ele para algo a mais quando chegássemos em casa, no momento das conversas ele demonstrava muito empolgado com os estímulos,  dai eu saia de trabalho toda feliz pensando que hoje teria algo, mas na verdade nada acontecia... eu ficava bem chateada...
Comecei a questionar ele do  pq so eu procurava, q isso já estava ficando chato para mim, pois na idade dele  era normal ele procurar d+ ainda mais sendo "virgem", eu sentia q tinha algo errado mas nao entendia o que. E alem dessa secura na parte sexual , ele começou a largar empregos e me deixar na mão  com as contas e compromissos financeiros.
Juntou a  falta de sexo e a fuga de trabalho  para eu resolver me separar dele.
Depois de um tempo acabamos voltando, pq o danado sabe ganhar meu coração, com a gentileza, cuidados e carinhos, ele era exemplar em tudo, apenas não tinha apetite sexual, então ele voltou com a promessa de melhorar e nao mais fugir do trabalho, e tinha voltado com as consultas com psicologo.

Voltamos e novamente ele armou para mim usou do meu emocional ... vou explicar uma breve historia antes para vcs entenderem como as atitudes dele me atigram de forma devastadora.

Como falei no post acima, minha mãe foi usuária de Drogas na verdade de LSD, antes de me aventurar a morar com meu esposo me sentia presa a minha mãe, pois ela precisava de mim constantemente, e  ela fazia um jogo mental comigo muito grande envolvendo a saúde, eu parava na emergência do hospital com ela umas 4 vezes na semana,  isso por anos,  até q um dia um bom medico cansado de me ver exausta com minha mae , eu sempre saindo do trabalho para socorrer ela  e etc... Ele então  virou e falou comigo:  você sabe que sua mãe não tem nada, sempre q ela  vem para emergencia damos dipirona e soro, pois ela apresenta quadro de esquizofrenia... Nossa  quantas vezes essa mulher me usou .... me desesperou.... mas entendi q o que ela tinha não era algo que ela programava para fazer comigo, ela realmente acreditava  que esta passando mal, e acabei vivendo na eterna duvida sera q é verdade ou nao? por via das duvidas continuei com a rotina de levar ela ao hospital, pq vai q uma dessas era verdade, e isso tudo que ela tem são sequelas de muito uso de LSD quando mais nova.

Mas onde entra meu marido nessa historia?
Pois bem ele sabia de tudo que eu passava com minha mae, de todo sofrimento....
E ele fez igual a minha mãe.... Ele fingiu estar doente para mais uma vez fugir do trabalho ... ele não tinha plano na época, eu paguei inúmeros exames para tentar ajudar ele com problema de "coluna", ele nem saia da cama quando eu estava em casa, e eu toda solicita cuidando dele, preocupada.
Mas como a mentira não prevalece por muito tempo , eu consegui extrair dele que ele não tinha nada.... E foi um buraco aberto dentro de mim, não esperava isso dele, da minha mãe tudo bem , ela realmente tinha um problema , mas e ele ? pq ele fez isso comigo? como pode usar da minha fragilidade? Não aguentei o que ele fez e me separei dele...

Ele foi embora para cidade dele, e eu fiquei catando meus cacos pelo chão.


Mas o  mundo gira... um pouco depois que ele estava na cidade dele, descobri que estava gravida, isso me sensibilizou muito, entao liguei para ele e contei... Ele prontamente quis o filho, e então resolvemos tentar  mais uma vez. I love you


Durante a gestação,  foi o momento mais maravilhoso que vivi ao lado dele, ele foi realmente o melhor homem do mundo para mim, em todos os aspectos.... Foi o momento mais maravilhoso q tive em minha vida, e isso sou muito grata por ele ter sido quem foi para mim nesse momento, meu coração se emundou de alegria, ele não estava mais fugindo do trabalho , ele realmente tinha mudado.... Foi maravilhoso, estava comigo na maternidade ,não deixou meus familiares serem meus acompanhantes, ele ficou o tempo todo comigo e com filho.

Mas.... mas...
Depois que meu filho nasceu, ele mudou, mas não um pouco , ele mudou muito virou alguém no qual eu não conhecia....
Se tornou frio, perdeu interesse total em qualquer atividade comigo. Virei um saco de batata para ele, nao mais me olhava, nem demonstrava carinho...

Como toda mulher de viciado em PMO, comecei a procurar defeitos em mim.... inúmeros defeitos...

Comecei a procurar ele sexualmente, tentar inventar coisas novas... mas ele só me arrasou... umas das tentativas de impressionar ele , ele dormiu durante o ato... jogando toda minha auto-estima no lixo,  e por diversas vezes ele foi ceifando minha segurança sexual, e fui me apagando....
Um certo dia sentei na sala e falei: amor olha eu não vou ficar chateada com nada do que vc falar para mim, eu sô peço q seja verdadeiro.
Tem algo em mim que te incomoda? eu posso tentar mudar !  quando fiz essa pergunta para ele eu ainda me sentia segura quanto a minha beleza externa, quando fiz essa pergunta eu acreditava que as queixas dele seria sobre comportamentos e atitudes minhas...
MAs....

Ele me detonou, reclamou do meu cabelo, unha, sobracelhas, roupas, e até sobre meu sobrepeso apos a gravidez, q tbm não é algo muitooo exagerado... mas ele me fez sentir um lixo, e nem um pouco suficiente para ele.... eu chorei muito.... mas me segurei, levantei,....
Hoje sabendo do problema dele eu entendo q ele precisava me dizer algo para esconder o vicio dele...

Depois disso eu fui sofrendo calada.....  
Levando um dia de cada vez....
morrendo como mulher...
sucumbindo minha existência..


Chegou um tempo q me despertei e vi que não precisava viver tudo isso, que eu não iria mais me vitimizar e sofrer ....
Então fui falar com ele que nao aguentava mais essa vida q dessa vez eu iria terminar e não teria volta, foi então que ele me revelou o problema com pornografia.....

Senti um tiro entrando dentro de mim,, eu chorava muito, faltava até ar com a porrada que levei....

Me culpei por nao ter entendido todos os sinais de que ele era um cara problemático.  Como eu me coloquei nessa situação!!??
E ele foi relatando tudo q acontecia com ele tudo que ele tinha feito até então....

Depois de sofrer alguns dias.... de querer morrer... de querer da fim em tudo... graças a Deus meu anjo (filhos) me segurou a não fazer nada...
Eu levantei e falei olha estou do seu lado mas vc tem que tratar disso...

Consegui psicologa, psiquiatra estava mesmo empenhada a ajudar ele....
Foi então q com o passar dos dias ele largou os tratamentos, e batia o pé comigo q não estava mais na PMO....

O meu eu nunca me enganou q de ele estava de volta, mas eu brigava comigo por nao acreditar nas palavras dele, como eu iria dar suporte a ele se ficasse apontando q ele estava mentindo, e se ele não estivesse?

Fui  empurrando a situação novamente, até eu achar algo, uma prova de que ele tinha voltado para poder finalmente ele admitir o que eu ja sabia... por ele se tornou frio e grosseiro , eu sabia  q ele tinha voltado. Foi então q ele assumiu q tinha voltado.

Falei com ele  q ter recaída não é o problema, problema mesmo é ele não compartilhar comigo , ele não lutar diariamente com isso...

Recentemente  ele começou com processo de parar  novamente.... no inicio ele estava relatando e me contando tudo que passava na mente , e eu tentava ajudar da melhor forma que eu podia, mas com o passar do dias ele parou... e so começou a falar q nao tinha nada... o comportamento não tinha mudado muito,mas a conexão de parceirinha q tínhamos restaurado ele cortou... A primeira oportunidade que ele teve ele recaiu, nao me contou nada,  e me deixou sofrer... ele viu eu chorando pelos cantos e ainda queria passar a fita de bom moço q nao tinha zerado a conteagem... mas tadinho ele ainda achava q me enganava....  Até tivemos uma conversa e ele veio tentar me ludibriar com meias verdades para não falar que tinha se enterrado totalmente a pmo.

Então eu olhei para ele e disse vc esta querendo enganar quem? isso em tom sereno, seriedade no falar, foi onde ele assumiu q tinha voltado....

Sem rumo comecei a navegar na internet, afim de entender melhor esse vicio, foi onde achei o fórum.... E compartilhei com ele, compramos o programa revert..

E essa sera a ultima vez que dou uma chance para ele ser sincero e verdadeiro comigo, nao é justo ele brincar com minha vida, por mais que ele se sinta envergonhado de contar suas recaidas eu tenho direito de saber pois é minha vida que esta envolvida e do meus filhos tbm...

Não vou abandona-lo se ele tiver uma recaida no processo, mas vou deixa-lo se ele parar de ser verdadeiro comigo, se ele parar de se comprometer com o programa...  E isso deixo bem claro para ele todos os dias!

Bom é isso... acho que o texto ficou enorme... Neutral
Domi1
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 17/7/2018, 14:42
Olá querida, bem vinda ao fórum.

Uau que história!

Primeiro tenha em mente que o problema NÃO É VOCÊ! isso parece que você já se deu conta, mas é sempre importante salientar.
Seu marido é viciado em PMO, ou seja, a vida dele é isso, por mais que doa uma pessoa que é viciada de uma forma mais severa ela só tem prazer quando está em contato com aquilo. A vida só faz sentido enquanto ele está vendo PMO.

Ai tudo começa a ser desculpa para ver um filminho, felicidade, tristeza, êxito, frustração, uma mulher linda que ele viu, você, ele, o miado do gato..... Você percebe que não importa o que seja, o que importa é que tenha PMO?
É como o pessoal faz com álcool, jogos, açúcar, reclamar.... Quem tem um vício a vida ronda em volta dele.

Seu marido precisa querer sair dessa, se não nada poderemos fazer, pois não se levanta quem quer continuar deitado. Se ele estiver disposto a dar um fim a isso e tomar as rédeas da vida mostre para ele o método, peça para ELE instalar os bloqueadores, ELE exclua todo o material pornográfico que ele tenha, ELE leia o e-book (você também precisa ler para se informar melhor e ajudar de forma adequada o seu marido).

Quando eu digo para ele fazer as coisas é pelo simples fato de que só se sai de um vício ativamente, o que acontece muitas vezes é que quando a mulher chega primeiro no fórum o parceiro a usa coo muleta e não é isso que queremos aqui neh?

Pode usar o espaço para desabafar e contar como está sendo a sua jornada, será sempre muito bem vinda, mas precisamos que o seu marido embarque nessa com muita vontade, pois não será fácil nem para você e muito menos para ele.

Beijinhos e espero que as coisas se resolvam o mais breve possível.
avatar
Teki
Mensagens : 7
Data de inscrição : 16/07/2018

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 18/7/2018, 10:52
Domi1 escreveu:Olá querida, bem vinda ao fórum.

Uau que história!

Primeiro tenha em mente que o problema NÃO É VOCÊ! isso parece que você já se deu conta, mas é sempre importante salientar.
Seu marido é viciado em PMO, ou seja, a vida dele é isso, por mais que doa uma pessoa que é viciada de uma forma mais severa ela só tem prazer quando está em contato com aquilo. A vida só faz sentido enquanto ele está vendo PMO.

Ai tudo começa a ser desculpa para ver um filminho, felicidade, tristeza, êxito, frustração, uma mulher linda que ele viu, você, ele, o miado do gato..... Você percebe que não importa o que seja, o que importa é que tenha PMO?
É como o pessoal faz com álcool, jogos, açúcar, reclamar.... Quem tem um vício a vida ronda em volta dele.

Seu marido precisa querer sair dessa, se não nada poderemos fazer, pois não se levanta quem quer continuar deitado. Se ele estiver disposto a dar um fim a isso e tomar as rédeas da vida mostre para ele o método, peça para ELE instalar os bloqueadores, ELE exclua todo o material pornográfico que ele tenha, ELE leia o e-book (você também precisa ler para se informar melhor e ajudar de forma adequada o seu marido).

Quando eu digo para ele fazer as coisas é pelo simples fato de que só se sai de um vício ativamente, o que acontece muitas vezes é que quando a mulher chega primeiro no fórum o parceiro a usa coo muleta e não é isso que queremos aqui neh?

Pode usar o espaço para desabafar e contar como está sendo a sua jornada, será sempre muito bem vinda, mas precisamos que o seu marido embarque nessa com muita vontade, pois não será fácil nem para você e muito menos para ele.

Beijinhos e espero que as coisas se resolvam o mais breve possível.



Muito obrigada pelo apoio! Não esta sendo fácil mas estou sendo bem forte em ajudar.
Beren Erchamion
Beren Erchamion
Mensagens : 491
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 27

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 18/7/2018, 12:21
Em primeiro lugar, seja bem-vinda!

Como também sou casado, sei do quanto isso abre feridas no relacionamento. Não cheguei a passar o que você passou e cada um é que sabe da sua dor, mas magoei minha esposa com isso. Assim como com o seu marido, a pornografia representou um dano terrível na minha vida, contra o qual estou lutando - e por isso mesmo não quero parecer arrogante ou hipócrita, já que o problema é praticamente o mesmo.

Me perdoe, mas vejo que seu marido tem a mensagem clara de que sempre terá você de volta, de que você sempre vai se submeter a ele independente do que ele fizer ou deixar de fazer. Isso precisa ser quebrado, você tem que deixar claras quais serão as consequências caso ele continue assim. Foi isso que me fez despertar pro meu problema. Só quando minha esposa deixou claro pra mim a gravidade disso e me desafiou a abandonar esse vício é que eu despertei.

Apesar das fraquezas, estou na luta. Eu desejo que seu marido realmente lute contra esse problema e seja honesto, mesmo com recaídas. E que você o apoie caso ele assuma essa luta, mas que se valorize cada vez mais como pessoa e saiba resguardar sua integridade física e psicológica.

A culpa não é das esposas, das companheiras, é a pornografia que destrói nossa imagem sobre o sexo. Nunca se culpe por isso e estejam firmes agora para vencer isso juntos.

_______________________________________
Acompanhe meu Diário

Reboot (inicial): 10/90 (11.1%)

Metas:
- 15 dias (66.6%)

avatar
Francolord
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 40

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 18/7/2018, 15:15
Cara Teki
Eu já tive duas mulheres ao meu lado que e a PMO ajudou a destruir esses relacionamentos.
O problema não é você. é ele. Quem pratica PMO e não tem total consciência do vício mente, mente muito, até porque ele vê suas falhas mais do ponto de vista moral do que da patologia. ai tem vergonha e mente, mente. É uma bola de neve.
Claro, tem a índole pessoal de cada um que está explicitada não no vício em si, mas na maneira como ele lida com isso.
Eu tive pai alcoolatra e frequentava também reunião de familiares de viciados. Ali aprendi duas coisas: não temos culpa do vício alheio e pro viciado sair do seu vício, é preciso da vontade dele, não da nossa (familiares, esposa, amigos).
Não se deixa culpabilizar, não se deixe manipular. Força. Você é inteira e suas decisões daqui pra frwente tem que ser, sobretudo, para o seu bem estar e bem estar de seu filho. Se ele quiser melhorar e puder contar com você, ótimo. Senão, opte por você, sua saúde, sua vida.
Um beijo


_______________________________________
avatar
Teki
Mensagens : 7
Data de inscrição : 16/07/2018

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 18/7/2018, 20:22
Primeiramente, gostaria de agradecer o apoio que tenho recebido aqui , está sendo de grande valia para mim.


Hoje estou muito enfurecida!!

Ontem chegou nosso acesso ao programa revest, ele já começou a inventar historinhas para ir de vagar, para gente parar de ficar acordado até tarde...

Nesse exato momento senti q ele está , querendo enrolar o programa para ele ter mais tempo, pq depois do programa ele não terá justificativa.


Hoje pela manhã ele me ligou relatando q a mente dele fez ele pensar em P.... E que foi o trajeto inteiro para o trabalho pensando nisso, e quando chegou la tudo sumiu...

Nossa que raiva, eu ensinei ele uma técnica para parar com fumo que talvez ajudasse ele a cortar esses pensamentos, antes desse ocorrido. E ele fez e funcionou , o pensamento foi embora na hora...

Então voltando a falar da minha raiva é que ele tinha essa ferramenta para usar de manhã e não usou , e me disse que a cabeça dele fez ele não fazer a técnica.

PELO AMOR DE DEUS!!1 Ele acha que sou idiota mesmo? Ele cedeu para os pensamentos e quer vim contar historinha para mim!!!

Ele não quer sair disso realmente... A luta é dele, se ele tem as ferramentas e não usa elas em momentos como esse, para mim fica claro q ele não quer sair disso.

Diz ele que a durante a tarde e quando foi no banheiro da empresa veio os pensamentos e ele fez a técnica e os pensamentos foram embora.


Sei que no momento estou com raiva, queria pegar a cara dele e quebrar toda pq estou exausta, quero acreditar, mas ele não esta 100% comprometido e ele mesmo confirmou que não esta....

Mas quer sair disso q vai se comprometer.....

Acho q ele ainda não entendeu q eu vou tomar minhas atitudes, que não vou me afundar com ele.
Acho q ele não entendeu que quero q meus filho me vejam FELIZ.

TÔ CANSADA DE ME SENTIR TRISTE... FICO BUSCANDO NO MEU DIA TODO OUTRAS COISAS PARA FAZER PARA NAO PENSAR NO PROBLEMA.
Esta difícil não transparecer para os meus filhos minha tristeza. Sinto que estou estressada, qualquer barulho a mais no ambiente ja me faz respirar fundo...
Não quero ficar louca!!!






RosseauStrong
RosseauStrong
Mensagens : 1532
Data de inscrição : 16/08/2017
Localização : Grécia Antiga

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 19/7/2018, 10:18
Olá, Teki.

- Bom, sou integrante de outras seções. Mas quando vejo esse tipo de relato nesta seção, fico realmente comovido e com o desejo imenso de ajudar. Sei que você vivenciou uma parte chocante de viciantes, incluindo a do seu pai, e neste momento está vivendo um desespero com seu marido a respeito do vício.

- O que recomendo é que não se estresse, fique calma. Ficar nervosa será prejudicial para você, pois, essas falhas no Reboot fazem parte do jogo. Não é de primeira ou de segunda que ele será liberto do vício, todo homem, como mulher, possui um sistema alojado por dopaminas sediado pela busca de prazer e, como o cérebro passou um tempo consumindo P. ele faz de tudo para que seu marido volte ao vício.

- E suas ações estão sendo corretas, continue sendo repreensiva com ele puxando na orelha. E acredite, seu esposo está com desejo de mudar, o mesmo quer o bem para você e sua família e deseja reatar os laços de amizades do passado, é nesse sentido que seu marido quer sair do vício. Ele está até entrosado com o programa Revert, como você falou.

- E faça sua parte como mulher, bloqueie toda rede-social para que ele não caia em nenhum gatilho. Utilize técnicas para o seu marido ativar o SISTEMA DE BLOQUEIO MENTAL - Que é um projetor da mente responsável pelas decisões, os tais métodos para ativá-lo são: Bloqueio de fantasias, as consequências emocionais que o vício pode causar, se recair novamente ficará frustrado. 

- Acompanharei seu relato, espero que seu marido se recupere deste vício malicioso e tenha certeza que, com muito esforço, vocês terão uma vida melhor. Um grande abraço.

_______________________________________
Torne sua mente saudável, santificada, alegre e agradável por Deus
Quando ver uma moça elegante, olhe somente em seus olhos! Não a torne um objeto.

RECORDS 2016/2017 - 91 DIAS  Like a Star @ heaven 
RECORDS 2017/2018 - 161 DIAS  Like a Star @ heaven
RECORDS 2018/2019  - 105 DIAS  Like a Star @ heaven 
Domi1
Domi1
Moderador
Moderador
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 19/7/2018, 13:36
Você tem que se manter firme, o começo é sempre muito difícil, eles tentam arrumar motivos para continuar no vício, desconfiam de tudo, acham que o método não funciona, tentam criar o próprio método... e por aí vai. 

Eu já passei por tudo isso e a vontade é mesmo de jogar tudo para o alto ou partir para a agressão, mas se ele quer mesmo sair dessa a tendencia é que com o tempo as coisas melhorem. Se ele está contando a verdade para você é um ótimo sinal, sinal que ele está disposto a compartilhar até aqueles momentos mais chatos e por isso peço que mantenha a postura firme mas que tome nessa horas uma postura de amiga, acima da de mulher.... Se não infelizmente ele parará de se abrir contigo por medo de por tudo a perder. 
O reboot dificilmente segure perfeito até o final, haverá muitos momentos tensos ainda, muita dor está por vir e tudo isso terá que ser superado. Mas isso não quer dizer que uma queda é justificável e nem que você é obrigada a continuar nessa OK?? Só estou te alertando que um reboot não é um conto de fadas linear.... 


Espero que tudo melhore, uma pessoa se libertar de um vício é um processo muito desgastante, principalmente para nós parceiros. 

Beijinhos e boa sorte com essa jornada.
avatar
Teki
Mensagens : 7
Data de inscrição : 16/07/2018

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 23/7/2018, 21:10
Meu ultimo post eu estava com muita raiva.


Mas eu expressei grande parte aqui, e procurei dar apoio mesmo estando muito chateada.


Depois de ele zerar a contagem com pensamentos de P, ele recomeçou e se demonstrou pronto para enfrentar o processo!! Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy


Desde sexta-feira diz ele que a mente não o tem perturbado com questões de P, e tem se mantido assim, confesso que para mim é algo difícil de acreditar, porem conversei com ele que com o tempo eu irei acreditar, e pedi para ele tbm ter paciência comigo, pois fui muito machucada, o importante mesmo é ele ter a certeza dentro dele de o que ele esta falando seja real, eu com o tempo vou acreditando.


Sinto que ele esta dedicado e isso me gera um conforto, mas o medo paira na minha mente de ele jogar fora tudo que temos, pois deixei bem claro para ele meus limites e estou torcendo que ele leve a serio , não estou de brincadeira. No


No mais é isso, na esperança, no dialogo estamos caminhando!! I love you
RosseauStrong
RosseauStrong
Mensagens : 1532
Data de inscrição : 16/08/2017
Localização : Grécia Antiga

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 23/7/2018, 21:29
- Teki, a mente de seu marido está se renovando cada dia! Por isso que ele está bem engatado nos métodos da recuperação! As técnicas que você pediu para que ele promova, vem o ajudando desde sua fase inicial no Reboot! Agora não esqueça de orientá-lo, você é a suporte do processo, e está sustentando toda animação de esposo para continuar firme.

- E outra, não fique se preocupando a respeito de: "será que ele machucado porque falei isso?". Seu marido sabe que você está ajudando, e aliás, porque ele ficaria com raiva? Lembrando que sua crítica tem que ser construtiva para que não o ofenda! E outra, sente-se com ele na cadeira para conversar técnicas inováveis para quebrar os gatilhos e questionamentos, seu marido precisa disso!

- Além de orientá-lo, também aconselho você se divertir mais com o seu marido. Seja tomar um sorvete, brincar! Pois, logo no percurso inicial, um Reboot tem que promover atividades produtivas durante sua recuperação! Engate esse seu relacionamento como aquele velho namoro que vocês tinham. Não deixe que a rotina dele seja só "trabalho e chegar em casa". Nós homens ficamos felizes quando uma mulher nos fazem uma surpresa ou chama pra sair.

- Inclusive, quero parabenizá-la por sustentar todo processo de recuperação de seu marido, pois sei que não é fácil para uma mulher! Faça com que ele tenha uma das melhores esposas que ele já teve! Um grande abraço.

_______________________________________
Torne sua mente saudável, santificada, alegre e agradável por Deus
Quando ver uma moça elegante, olhe somente em seus olhos! Não a torne um objeto.

RECORDS 2016/2017 - 91 DIAS  Like a Star @ heaven 
RECORDS 2017/2018 - 161 DIAS  Like a Star @ heaven
RECORDS 2018/2019  - 105 DIAS  Like a Star @ heaven 
avatar
Teki
Mensagens : 7
Data de inscrição : 16/07/2018

Aceito, mas não entendo! Empty Re: Aceito, mas não entendo!

em 23/7/2018, 21:53
RosseauStrong escreveu:- Teki, a mente de seu marido está se renovando cada dia! Por isso que ele está bem engatado nos métodos da recuperação! As técnicas que você pediu para que ele promova, vem o ajudando desde sua fase inicial no Reboot! Agora não esqueça de orientá-lo, você é a suporte do processo, e está sustentando toda animação de esposo para continuar firme.

- E outra, não fique se preocupando a respeito de: "será que ele machucado porque falei isso?". Seu marido sabe que você está ajudando, e aliás, porque ele ficaria com raiva? Lembrando que sua crítica tem que ser construtiva para que não o ofenda! E outra, sente-se com ele na cadeira para conversar técnicas inováveis para quebrar os gatilhos e questionamentos, seu marido precisa disso!

- Além de orientá-lo, também aconselho você se divertir mais com o seu marido. Seja tomar um sorvete, brincar! Pois, logo no percurso inicial, um Reboot tem que promover atividades produtivas durante sua recuperação! Engate esse seu relacionamento como aquele velho namoro que vocês tinham. Não deixe que a rotina dele seja só "trabalho e chegar em casa". Nós homens ficamos felizes quando uma mulher nos fazem uma surpresa ou chama pra sair.

- Inclusive, quero parabenizá-la por sustentar todo processo de recuperação de seu marido, pois sei que não é fácil para uma mulher! Faça com que ele tenha uma das melhores esposas que ele já teve! Um grande abraço.

RosseauStrong Muito obrigada pelos conselhos
.
Estou mesmo empenhada em ajudar meu marido a sair desse vicio, sei que ele consegue!
Incentivo bastante ele em fazer exercícios a sair de casa  e tbm em ficar mais próximo dos nosso filhos.

Topamos que ele fizesse o Reboot de 90  dias para se purificar, ou seja eu estou fazendo tbm induzida. Laughing


Eu fiquei chateada com ele  sexta-feira por uma falta de comunicação que tivemos, no primeiro momento fiquei com receio de confronta-lo e eu ser o motivo de uma recaída em um momento tão frágil que é a recuperação, porém pensei, que eu deveria agir normalmente como sempre fiz e temos que passar por isso, e não ficar com receio.


Estou Indo aos poucos, acreditando na capacidade dele e ao mesmo tempo me resguardando. I love you

Mais uma vez obrigada!
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum