Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Reset de um futuro vencedor.

em Sex 28 Dez - 22:03
Olá pessoal, vou compartilhar agora um pouco sobre mim.

Eu tenho 17 anos, sou homossexual não-assumido e me considero viciado em pornografia. Cresci sem pai, rodeado de figuras femininas e sem nenhuma figura masculina (nem pai, nem tio, nem avô). Desde pequeno eu sentia algo diferente por homens, sabia que aquilo não era normal e nunca contei para ninguém. Sempre olhava de forma mais apurada para eles. Eu era (e ainda sou) tímido e introvertido. Mas era um menino normal, outra sequela dessa falta de convívio com homens é que eu não gosto e não pratico nenhum esporte. Sou um fracasso em todos eles. Nunca aprendi direito a andar de bicicleta. Minha mãe sempre foi superprotetora.

Para piorar, sempre me achei muito feio. Comecei a sofrer bullying na escola, pois eu era um bom aluno mas totalmente chato, sem amigos. Minha mãe também me proibia de sair para outros cantos (eu era tratado como uma menina, praticamente). Comecei a ter depressão.

Meu primeiro acesso a pornografia foi com 11-12 anos. Até aí minha mente era limpa, não fazia ideia do que seria sexo. Foi quando eu vi uns vídeos heterossexuais no celular de um conhecido. Apenas vi os vídeos, fiquei excitado, mas nada de masturbação. Foi bem depois, quando um dia comecei a manusear meu pênis com a mão foi quando eu senti um formigamento e ejaculei. Desde esse dia, praticamente todos os dias, eu me masturbo.

Nessa época também surgia uma curiosidade do corpo masculino. Queria ver como eram os homens, então eu passei a pesquisar no celular fotos de homens nus. Depois foram os vídeos de sexo explícito. Ao mesmo tempo, eu tinha raiva de mim, pensava em suicídio e ficava pensando o que aconteceria se descobrissem que eu via aqueles materiais e era homossexual. Eu nunca fui de conseguir chorar, mas ficava bem abatido e triste.

Sempre achei as meninas bonitas, mas nunca senti nenhum tipo de atração por elas. Percebi que algumas meninas até ficavam afim de mim, mas, eu ficava com medo e me afastava, pois, eu não era como um garoto normal que sentia atração por garotas. Mas eu queria ser tanto assim.

Na maioria das vezes, eu me masturbo apenas por querer fazer esse ato. O prazer é desprezível, dura segundos. Depois sinto uma culpa enorme.

Eu também não queria ser homossexual. Não sou assumido pois odeio ser assim. Às vezes vendo minha vida, acho que sou assim pois nunca tive um pai, um tio, um avô, alguma figura masculina que eu imitasse, e também o excesso de presença feminina e superproteção (minha mãe quer que eu fale de fofocas e novelas com ela). Tanto que sinto uma maldita atração por homens mais velhos. Fiquei platonicamente apaixonado por um professor hétero, que acho que só eu o achava belo, do perfil "coroa", casado, que nem me notava ou lembrava de minha existência (tinha olhos apenas para as moças). Tenho até vergonha de dizer que cheguei a ter fantasias com ele, é difícil tirar isso da cabeça, tento esquecê-lo mas é complicado. Mas queria ser como ele, um garanhão para mulheres.

O máximo que eu consegui foram dois dias limpo, depois acontece algo que me daz voltar a ver P e M. Acabei de fazer isso.
Queria começar 2019 sem esse peso na consciência, no coração, nas costas. Costumo falar que minha vida é tão ruim, a homossexualidade é a cereja do bolo.

Meu sonho é ser pai um dia. É uma vontade muito forte. Mas, como eu posso alcançar esse sonho? Homossexual, pobre, feio. Nunca tive um pai. Eu queria tanto gostar de mulheres, daria tudo para isso mas eu ver uma mulher sem roupa é como ver uma folha de papel em branco. Já pensei em tirar minha vida por isso. Pois, se eu me casar com uma mulher, não vou desejá-la como um homem deseja uma mulher. E também não quero ser egoísta ou covarde. A pior coisa deve ser uma mulher saber que seu marido é homossexual. Pois nada que ela fazer vai adiantar para a felicidade conjugal.
As vezes penso em ter um relacionamento sério com outro homem no futuro, mas não sei se daria certo, parecerá muito difícil encontrar outro homem discreto, que também queira ser pai, que seja um cavalheiro, um bom companheiro Mas imagino a reação da sociedade e da minha família. Além do fato de não sentir atração por pessoas da minha idade. Fico imaginando cenas de romantismo, companheirismo, mas ao mesmo tempo fico desolado, pois queria estar fazendo isso com uma mulher.

Sou uma pessoal normal, discreta, o que me torna mais triste é ver que 95% outros homossexuais são muito fúteis, egocêntricos, só pensam em balada, sexo, baixaria, parada de direitos que na verdade é uma perdição em céu aberto.

Quero conselhos sobre como parar de me masturbar, parar com esse vício maldito e também sobre minha condição.

PS: Não me falem para ir no psicológo. Não tenho dinheiro, moro em cidade pequena e se eu for, mesmo no SUS (que mesmo assim não tem), teria vergonha de ir. Além disso, minha família iria querer saber por que eu estava indo lá, e prefiro morrer a contar o motivo. Por isso entrei aqui no site, por privacidade e anoninato.


Última edição por Futuro Vencedor em Dom 6 Jan - 17:44, editado 3 vez(es)
avatar
Mensagens : 79
Data de inscrição : 30/11/2018
Idade : 35
Localização : Brasilia
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sex 28 Dez - 23:17
Olá CaraLegal98, boa noite!
Acabei de ler seu relato, bom, eu sou cristão e minha fé condena o homossexualismo, MAS eu respeito muito a opção de cada um, tenho familiares que são homossexuais e não tenho problema algum com isso.
Vamos lá, falando sobre a P e M, eu aconselho vc baixar o ebook dar uma boa lida com bastante atenção, irá te ajudar muito, as vezes até mais que um acompanhamento com psicólogo.
Falo por experiência de causa tá, eu já procurei ajuda assim e acabei com mais um vício (cigarro).
Baixe bloqueadores no celular, computador ou tablet, todos os lugares que você possa ter esse tipo de acesso.
Tente encontrar alguém próximo que você confie e se sinta mais a vontade e converse sobre esse problema, ter alguém pra poder dividir essa carga ajuda e muito viu.
Outra coisa que tem me ajudado muito é você conversar com você mesmo, seja franco e se pergunte o que essa vida virtual pode te acrescentar de positivo? Nada, muito pelo contrário né?
Seja firme em suas decisões, apenas um órgão do corpo, no caso o cérebro, não pode ser mais forte que todo o resto do corpo, alma e espirito e prejudicar sua vida inteira por causa desse vício maldito.

Quanto ao fato de vc ter dúvidas em relação a sua sexualidade, sugiro que faça o Reboot, se limpe dessa sujeira para só então você tentar decidir isso! Esse vício causa confusão até com a nossa sexualidade. Eu sou hetero e tive uma experiência homo!

Ah, mais uma coisa, vc tem por volta de 5 a 6 anos no vício, então use isso a seu favor! É pouco tempo, será mais fácil para você vencer essa batalha! Eu me afundei nisso por 23 anos pra você ter uma ideia!
Não caia mais nesse vício, ele é altamente destrutivo!

Te desejo força pra conquistar essa Vitória ...
Abraço

_______________________________________
avatar
Mensagens : 79
Data de inscrição : 30/11/2018
Idade : 35
Localização : Brasilia
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sex 28 Dez - 23:23
Ah, esqueci de dizer, se possível faça o programa revert, é muito bom!
Olha não estou ganhando nada por isso tá! Apenas me ajudou e está me ajudando muito! Very Happy

http://vicioempornografiacomoparar.com/wp-content/uploads/2018/08/revert_banner.png

_______________________________________
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sab 29 Dez - 9:08
Eu tenho fé que seja só isso mesmo, uma confusão feita pela pornografia. Hoje é meu primeiro dia, já instalei um browser que bloqueia pornografia.

Também vou evitar situações que me façam acessar pornografia, eu ficava muito tempo sozinho no quarto e olhava no banheiro (evitarei fazer isso). Vou me reaproximar da igreja também (sou católico mas nunca vou à missa).

Minha luta também é para esquecer essa pessoa. Eu exclui meu perfil no facebook pois eu ficava tentando descobrir coisas sobre ele, e também por que era perda de tempo. Mas até as músicas lembram ele. É difícil. Mas vou tentando.

Também esse ano eu vou começar a estudar pro vestibular e quero me dedicar mais, senão eu não vou entrar na faculdade.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 72
Data de inscrição : 14/11/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sab 29 Dez - 9:22
Bem vindo ao fórum.

Você me lembra um gay egodistonico, que odeia a sua condição. Eu digo para que você se aceite, homosexualidade é totalmente natural, pare de culpar isso ou aquilo, vários gays cresceram com pais, com figuras masculinas e ainda assim são gays! Talvez haja uma tendência de nascimento, já parou pra pensar nisso? Você se coloca muito pra baixo, "feio e pobre" isso não é nenhum defeito, não impede ter um relacionamento. Se dedique aos esudos para ter uma melhor qualidade de vida e ai você poderá sim ser pai, pode adotar uma criança mesmo se for solteiro.

Vencer a pmo é um processo difícil, mas você vai conseguir. procure preencher seu tempo com outras coisas, não mecha no pc qdo estiver sozinho. Comigo coisas simples tem ajudado bastante, por exemplo: eu tinha recaídas de madrugada, então passei a deixar o celular na sala e qdo acordo com fissura por pmo ele esta longe de min. E tem funcionado! O que mais funciona é lembrar das consequências negativas da pmo isso ajuda muito a resistir as fissuras.
will_broots
Moderador
Moderador
Mensagens : 561
Data de inscrição : 08/06/2016
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sab 29 Dez - 11:13
Oi querido, seja bem-vindo ao fórum. A homossexualidade é só mais uma das formas de sexualidade humana, como tantas outras. Se você é assim, é algo natural e que acontece com todo ser humano. Alguns são homo, hétero, bi, trans, pan, assexuais e assim vai. E tá tudo certo nisso. Além do mais, vc pode muito bem ser gay e pai, tem n crianças por aí esperando para serem adotadas.
Leia coisas a respeito e creio que você conseguirá se entender melhor. Uma pergunta que não costumo fazer, mas que achei necessário: Você segue alguma religião específica?

Quanto ao reboot, o primeiro passo é ler o e-book entender a questão teórica do vício em PMO, como ele afeta o nosso cérebro e o por que que é importante fazer as principais medidas de religação - socialização, exercícios, meditação, entre outros. Assim, você estará equipado mentalmente para enfrentar esse reboot.
Também instale um contador de dias para q vc possa medir seu progresso e procure comentar nos diários de outros rebooters para se estimular durante o processo.

Também passei por um período de não-aceitação, mas veja a vida com outros olhos que isso passa.

Desde já, acompanhando e torcendo pelo seu sucesso!

Um beijinho e boa sorte.

_______________________________________





''All good things to those who wait'' (Mother Gothel, Enrolados)
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2116
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sab 29 Dez - 11:26
Prezado,

Seja muito bem-vindo ao Fórum. Ter mais de um diário no Fórum não é permitido. Por isso, os seus diários foram condensados em um só.

Por gentileza, leia as nossas Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições

Desejamos um excelente reboot. Segue algumas orientações, caso já as esteja adotando, parabéns!

  • Faça o download do Guia Introdutório - Vício em Pornografia, Como Parar?" Guia Introdutório ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado). Leia o Guia Introdutório na íntegra, se possível aprofunde-se com o curso online Programa Revert para extirpar definitivamente a pornografia em sua vida por meio do método "Como Parar".

  • Instale os bloqueadores no seu computador. Download do K9 Web Protection e Tutorial de Configuração do K9 Web Protection / Inter App Control Pro (Super Recomendado. É pago, a licença vitalícia custa R$ 89) / Blok Supreme (Super Recomendado. É pago, custa em torno de R$ 30 - R$40) / Download do Qustodio (Versão gratuita já ajuda bastante e você também pode utilizar uma versão mobile).

  • Proteja seus dispositivos digitais. Exclua seus navegadores convencionais e instale o Kids Safe Browser ou Mobicip ou ainda Spin. Além disso, instale o NetAngel para restrições e bloqueios em geral, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. (Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para android, iOS, Windowns Phone, acesse a Seção "Ferramentas e Bloqueadores").

  • Instale um contador de dias. Tutorial Contador de Dias (O contador ajuda a te situar melhor durante esse processo, bem como na motivação).

  • Embora o foco do site seja se livrar do vício em pornografia, avalie também a necessidade de reduzir, ou em alguns casos o melhor seria extirpar mesmo, outros vícios da sua vida, pois poderão interferir de alguma forma em seu experimento, como masturbação, álcool, drogas lícitas e ilícitas, games, comida e outros.

  • Jamais ignore as atividades de substituição ao vício ou religação, pois essas atividades concedem dopamina de forma natural ao seu corpo. Procure fazer duas ou mais atividades, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras playboys digitais, tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Sendo assim, essas ferramentas digitais acabam mais prejudicando do que ajudando no seu experimento. Além disso, reduza o seu tempo conectado à internet, seja no computador ou outros dispositivos. Seja focado e seletivo quando estiver conectado, evite a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir da melhor forma possível, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Sucesso no reboot. Um forte abraço!

_______________________________________
“Quando até o laço do sapato tentar te derrubar, ande sozinho, ande descalço, mas não pare de andar.” 


Reset de um futuro vencedor. Bms-eb10
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sab 29 Dez - 20:53
Boa noite pessoal, estou há 20 horas limpo, uma vitória considerável. É justamente nesse horário, boca da noite, que me sentia mais disposto a olhar material impróprio.
Outra coisa que eu percebia era uma dor de cabeça estranha depois de M. Acho que no meu caso o problema pior era a M, pois, eu fazia as vezes quando estava com insônia pois era como um remédio que causava sono.

Eu uma época entrei em contato com uns missionários mórmons, da igreja mórmon. Eu pesquisei e me interesei muito por essa igreja, pois ela tinha uma filosofia bonita. Eu contava da minha condição de homossexual para eles, e eles falaram sobre o celibato eterno. Eu achei muito bonito essa ideia, mas, sou um ser humano, e, não poderia passar a vida inteira sozinho. Seria muito injusto eu ver um monte de casais juntos e felizes (mesmo com problemas, podendo ter seus momentos de felicidade), e eu sozinho, sofrendo, se remoendo.

Sem falar que quero muito ter uma família. Sim, eu me imagino como pai. Mas junto com outra pessoa, não me passa pela cabeça ser pai solteiro.Acreditem, eu com 17 anos li sobre coparentabilidade, para no futuro ser pai. Quero que meus filhos tenham mãe também. Queria ter a experiência de ter um filho adotivo e um biológico.

Acho que essa vocação para a paternidade vai nortear minha vida.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sab 29 Dez - 20:55
Eu ia pedir também que comentassem no meu tópico, para eu ter a sensação de que estou sendo ouvido.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 3
Data de inscrição : 30/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Convergências

em Dom 30 Dez - 8:55
Olá bom dia !
Acompanho o fórum já a algum tempo, mas me inscrevi pois me comovi com seus relatos e gostaria de partilhar um pouco também.
Bem, brevemente para introdução: sou homossexual, não assumido, sofro (mas luto!) com PMO, vivi dentro do quarto por anos da minha vida me dedicando a fantasias irreais, etc...

De início, ter figuras masculinas pode ajudar hábitos heterossexuais? Nem sempre. Sempre morei com meu pai, que insistia em me levar a Campos de futebol desde bebezinho e nunca gostei. Tive tios me incentivando com garotas desde novinho, nunca gostei. Logo, não se culpe por questões de presença masculina ou feminina que determinam sua sexualidade. Quer saber? Não fique procurando essas respostas ou aumentando suas perguntas SOBRE ISSO, apenas “TRABALHE COM O QUE TEM”.
Também não se force a aceitar a homossexualidade do dia para a noite. Eu a neguei desde meus 12,13 anos... Hoje me aceito aos 34. E sabe por que? Vivi para a Igreja (sou católico). Busquei grupos de apoio de bloqueio da homossexualidade e reversão para hetero.. A Igreja me ajudou muito, não tenho em que critica-la. Mas hoje para mim não dá mais. A castidade proposta para um hetero eh: seja fiel a sua esposa (mas pode ter sexo no casamento); um gay eh: elimine todo e quakquer desejo que você tenha para sempre. Acho bonito, mas para mim, inviável, ao ponto de ter pensado em suicidio. Hoje, estou em paz. Tenho minha consciência tranquila pois dediquei anos pedindo para Deus tirar minha homossexualidade. Se Ele não tirou, foi da vontade dele, pq a minha era q tirasse.
Estou em épocas de me “assumir”. Odeio esse termo, pois não eh um crime para tal ato.
Entretanto, me preparei paa me assumir.. Durante anos em silêncio, ajuntei dinheiro (por anos! Desde os 18 ateh agora 34), comprei minha casa e me mudei ha 2 meses. Com independência, não terei q aturar chiliques familiares. Tenho o meu espaço!
Ah! Achei muitos gays que soh pensavam em promiscuidades e futulidades sim! Mas encontrei hoje um que eh muito parceiro (estou com ele ha cinco anos). Nunca fomos em balada, nunca trocamos um nude sequer! Estamos juntos e nos apoiando.

De tempo ao tempo. Você irá se encontrar. Por hora, foque na meta lutar contra PMO. O restante das suas indagações, acalme seu coração qe o tempo responde tudo e nos encoraja e guia. Você vai ver! Eu não acreditava que seria hoje como sou.
Como ja ouvi certa vez: “antes eu fazia questão. Agora levanto e faço um miojo” rsrs

Um grande abraço. Força!
Respeite seu corpo e mesmo sua história!

TRABALHE COM O QUE TEM e não com o que gostaria de ter tido.
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 30 Dez - 11:34
joenofap@2018 escreveu:Olá bom dia !
Acompanho o fórum já a algum tempo, mas me inscrevi pois me comovi com seus relatos e gostaria de partilhar um pouco também.
Bem, brevemente para introdução: sou homossexual, não assumido, sofro (mas luto!) com PMO, vivi dentro do quarto por anos da minha vida me dedicando a fantasias irreais, etc...

De início, ter figuras masculinas pode ajudar hábitos heterossexuais? Nem sempre. Sempre morei com meu pai, que insistia em me levar a Campos de futebol desde bebezinho e nunca gostei. Tive tios me incentivando com garotas desde novinho, nunca gostei. Logo, não se culpe por questões de presença masculina ou feminina que determinam sua sexualidade. Quer saber? Não fique procurando essas respostas ou aumentando suas perguntas SOBRE ISSO, apenas “TRABALHE COM O QUE TEM”.
Também não se force a aceitar a homossexualidade do dia para a noite. Eu a neguei desde meus 12,13 anos... Hoje me aceito aos 34. E sabe por que? Vivi para a Igreja (sou católico). Busquei grupos de apoio de bloqueio da homossexualidade e reversão para hetero.. A Igreja me ajudou muito, não tenho em que critica-la. Mas hoje para mim não dá mais. A castidade proposta para um hetero eh: seja fiel a sua esposa (mas pode ter sexo no casamento); um gay eh: elimine todo e quakquer desejo que você tenha para sempre. Acho bonito, mas para mim, inviável, ao ponto de ter pensado em suicidio. Hoje, estou em paz. Tenho minha consciência tranquila pois dediquei anos pedindo para Deus tirar minha homossexualidade. Se Ele não tirou, foi da vontade dele, pq a minha era q tirasse.
Estou em épocas de me “assumir”. Odeio esse termo, pois não eh um crime para tal ato.
Entretanto, me preparei paa me assumir.. Durante anos em silêncio, ajuntei dinheiro (por anos! Desde os 18 ateh agora 34), comprei minha casa e me mudei ha 2 meses. Com independência, não terei q aturar chiliques familiares. Tenho o meu espaço!
Ah! Achei muitos gays que soh pensavam em promiscuidades e futulidades sim! Mas encontrei hoje um que eh muito parceiro (estou com ele ha cinco anos). Nunca fomos em balada, nunca trocamos um nude sequer! Estamos juntos e nos apoiando.

De tempo ao tempo. Você irá se encontrar. Por hora, foque na meta lutar contra PMO. O restante das suas indagações, acalme seu coração qe o tempo responde tudo e nos encoraja e guia. Você vai ver! Eu não acreditava que seria hoje como sou.
Como ja ouvi certa vez: “antes eu fazia questão. Agora levanto e faço um miojo” rsrs

Um grande abraço. Força!
Respeite seu corpo e mesmo sua história!

TRABALHE COM O QUE TEM e não com o que gostaria de ter tido.

Joenofap, relatos como o teu me dão a feliz sensação de estar sendo ouvido. Muito obrigado por comentar. No momento minha principal luta é sim contra a PMO. Ela rouba minhas forças, minhas energias. Tenho certeza que ela está relacionada a estes problemas de autoaceitação.

Eu também tão cedo quero contar que sou homossexual, até por ser cheio de certezas e financeiramente dependente. Não tenho orgulho nenhum de ser assim, muito pelo contrário, é um caminho escuro, como se fosse um luto, você saber que não vai ter a vida que um homem "normal" iria ter, ter que enfrentar piadas, preconceitos, ameaças, por algo que você jamais pode ter poder de escolha.

Só quero fazer isso quando eu já tiver minha casa, formado, meu emprego, estrutura financeira, poder dizer "ninguém paga minhas contas, eu também pago impostos", rs, aí eu posso me preocupar em ter relacionamentos. Aí bem depois eu quero começar a pensar em ter filhos.

Também onde eu moro é um lugar pequeno, atrasado, preconceituoso. Viver aqui para o resto da vida também é o que não quero.



_______________________________________
avatar
Mensagens : 3
Data de inscrição : 30/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 30 Dez - 12:20
Senti exatamente como se sente. Não conheci ninguém que me dissesse: sinto o que você sente, segui por este ou por este caminho. E olhe, a internet não serve apenas para nos derrubar (PMO), mas ajuda tbm a unir gente que sente o mesmo.
Cara, te digo: não somos homens “anormais”, e a homossexualidade eh mais comum que se parece rsrs. Vivi esse luto, respeito isso, mas ao menos tente vive-lo de forma LEVE. Por mais barreiras que tenha, e li todas elas, e me identifiquei com a maioria delas, viver não “se negando” eh possível.
Guarde a frase que te disse na primeira postagem: APRENDA A VIVER COM O QUE TEM. O que você ainda não tem: independência, uma cidade que o agrade, um companheiro firmeza e tal, não podem ditar as regras de como você vive agora. O tempo passa (corre!) e ficar adiando viver pode não ser bom.
Tenha pés no chão e não desista, e respeite o tempo de tudo que precisa. Viva dia após dia.. um de cada vez.
Eu nunca fui numa balada gay. Nunca fui numa parada gay. Nunca senti vontade de adereços femininos. E mesmo se fosse e gostasse dessas práticas, isso não me tornaria anormal.
Você não irá se ofender quando conseguir a harmonia consigo mesmo. Você se ofende pq ainda está no caminho de se descobrir. E isso não é ruim. Mesmo se alimentar isso por anos, o cansaço vai te vencer (me venceu! Sempre quis negar, e perdi tempo!)

Descobri que venci uma batalha minha, comigo mesmo, em uma situação recente.
Teve o dia da vitória do Jair Bolsonaro. E estava andando na rua. As pessoas naquele alvoroço que você deve lembrar. Passou um carro com uns 4 caras e mexeram comigo: “E aí boneca? Agora eh Capitão!”
Eu virei e joguei um beijo pra todos eles rsrsrs Não esperavam essa reação (e nem eu). Tempos atrás eu iria voltar, me trancar no quarto e chorar perguntando pra Deus o pq eu era assim... Mas senti um alívio imenso.
Não tenho “orgulho” de ser gay. Apenas sou. Apenas não me nego mais. Apenas vivo leve a cada dia. Apenas preciso vencer meu ciclo PMO.
Vivo a vida como tudo seja um “APENAS”. Pq se vermos como inatingível, vai ser inatingível.
Sem demagogia ou palavras bonitas cara. To abrindo uma parte da minha vida pra ti. Uma coisa eh alguem de fora te dizer algo sobre esse assunto. Eu to “dentro”. Passo o mesmo, e te digo que dá.
Abraço pra ti
David Silva
Mensagens : 1917
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Querido amigo, calma! Está tudo bem! Estamos juntos! Tem um coração lindo aí dentro e é isso que importa!

em Dom 30 Dez - 16:47
Olá CaraLegal98
Li com atenção todo o seu relato e as respostas dos companheiros de reboot. Eu também fico muito ansioso com a ausência de alguns forumeiros no meu diário. Deixei até de escrever por esses dias. Estava escrevendo todos os dias neste novo processo, mas agora só vou escrever de 5 em 5 dias. Já peço desculpa se essa minha resposta ficar muito grande, mas são muitos pontos a considerar. A resposta do joenofap@2018 está em concordância com os meus pensamentos. Veja que eu e ele temos a mesma idade. Ele tem 34 e eu 33. Também passei por tudo que você falou. Quando ele diz que é alguém que passou pelo mesmo e que sabe o que você está passando, é importante, tornam as coisas mais próximas de nós. Eu também não acho que homossexualidade se justifica com essa ou aquela causa. Isso os próprios cientistas dizem. Muitos resolveram indicar uma série de fatores para uma tentativa de explicação da homossexualidade, mas não é nada comprovado cientificamente. A única coisa que é comprovada é que ela é uma vertente SADIA da sexualidade humana. Sim, viver e assumir a homossexualidade é um ato de coragem, pois a sociedade é muito preconceituosa. Mas você não deve se ater a nenhum rótulo. Eu sempre digo que não existe homossexualidadE, mas homossexualidadeS. Há várias formas de viver a sexualidade e isso não só para os homos. Você vai encontrar a sua. Isso é íntimo de cada um. E não se apegue a rótulos de que não existam casais duradouros entre os homos, porque existe tudo, assim como entre os heteros. Talvez a diferença é que os homossexuais assumidos eles se permitem mais, são felizes e são livres, por isso talvez maior fluidez nas relações. Você tem 17 anos e uma vida inteira pela frente. O seu caso pode ser um caso de HOCD? Pode! Mas é pouco provável. Isso é muito raro e é quando a pornografia já alterou drasticamente o cérebro. A neuroplasticidade cerebral é uma coisa elástica, mas não é assim também tão elástica... Veja você disse que tem uns 5 ou 6 anos no vício e é muito pouco para desenvolver um HOCD. Cuide-se agora de se livrar do vício e como você disse da Masturbação principalmente. Eu também sou viciado nela e estou tentando me controlar. E pra piorar sou viciado em sexo virtual pelo Skype e salas de bate-papo. Tenho excesso de carência que me prejudica muito. Quanto ao desejo por mulheres eu também às vezes sinto, e às vezes até acho que pode ter uma bissexualidade aí. Só que o que prevalece em mim é o desejo por homens. Adoro o corpo masculino. Já o feminino não. Então no momento eu me intitulo gay, que algum dia pode vir a ter algo com uma mulher como experimentação, mas que não é o meu objetivo no momento. Parei de me culpar e passei a me aceitar, a fazer isso aí que o colega disse de me perguntar, me conhecer, me olhar no espelho e é ótimo. Acho que uma psicoterapia iria te ajudar muito. Mas o colega disse bem. Você tem que trabalhar com o que tem à mão. Procure ler o e-book, ver vídeos no Youtube sobre o vício e como combate-lo. Se informe ao máximo. O primeiro passo do reboot é informação. Veja também relatos, blogs, etc, sobre homossexualidade e sobre sexualidade no geral. Vai te ajudar muito. Só cuidado com gatilhos. No futuro você pensa em outras possibilidades (terapia, morar sozinho, etc...). Logo você vai fazer vestibular e pode até ir embora da sua cidade para estudar. Outra coisa (já estou finalizando), é sobre a religião. Eu também sou católico, mas fui muito tempo espírita e agora voltei à católica, mas fico pensando, às vezes: É um retrocesso? Pois a Católica não aceita e jamais aceitará os gays. Mas podem ter gays que amam alguns belos pontos desta doutrina e que queiram lutar por uma revolução. Assim acho que pessoas como você, eu e o joenofap, acho que temos que nos unir e como a internet nos ajuda a isso podemos até criar mecanismos por aqui mesmo (já que é proibido criar grupos etc...) ou trocar contatos e-mail etc para a gente debater as questões da nossa sexualidade. Grupos de autoajuda. Isso é muito bom. Quanto à religião se você tiver abertura a ler coisas do espiritismo tem um livro muito bom do Dr. Andrei Moreira que se chama “Homossexualidade sob a ótica do espírito imortal” ele tem uma visão muito acolhedora valeria a leitura. Abraços na paz! (Se possível, leia o meu diário).

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho

Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1650
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 30 Dez - 18:49
CaraLegal98:

CaraLegal98 escreveu:Olá pessoal, vou compartilhar agora um pouco sobre mim.

Eu tenho 17 anos, sou homossexual não-assumido e me considero viciado em pornografia. Cresci sem pai, rodeado de figuras femininas e sem nenhuma figura masculina (nem pai, nem tio, nem avô). Desde pequeno eu sentia algo diferente por homens, sabia que aquilo não era normal e nunca contei para ninguém. Sempre olhava de forma mais apurada para eles. Eu era (e ainda sou) tímido e introvertido. Mas era um menino normal, outra sequela dessa falta de convívio com homens é que eu não gosto e não pratico nenhum esporte. Sou um fracasso em todos eles. Nunca aprendi direito a andar de bicicleta. Minha mãe sempre foi superprotetora.

Para piorar, sempre me achei muito feio. Comecei a sofrer bullying na escola, pois eu era um bom aluno mas totalmente chato, sem amigos. Minha mãe também me proibia de sair para outros cantos (eu era tratado como uma menina, praticamente). Comecei a ter depressão.

Meu primeiro acesso a pornografia foi com 11-12 anos. Até aí minha mente era limpa, não fazia ideia do que seria sexo. Foi quando eu vi uns vídeos heterossexuais no celular de um conhecido. Apenas vi os vídeos, fiquei excitado, mas nada de masturbação. Foi bem depois, quando um dia comecei a manusear meu pênis com a mão foi quando eu senti um formigamento e ejaculei. Desde esse dia, praticamente todos os dias, eu me masturbo.

Nessa época também surgia uma curiosidade do corpo masculino. Queria ver como eram os homens, então eu passei a pesquisar no celular fotos de homens nus. Depois foram os vídeos de sexo explícito. Ao mesmo tempo, eu tinha raiva de mim, pensava em suicídio e ficava pensando o que aconteceria se descobrissem que eu via aqueles materiais e era homossexual. Eu nunca fui de conseguir chorar, mas ficava bem abatido e triste.

Sempre achei as meninas bonitas, mas nunca senti nenhum tipo de atração por elas. Percebi que algumas meninas até ficavam afim de mim, mas, eu ficava com medo e me afastava, pois, eu não era como um garoto normal que sentia atração por garotas. Mas eu queria ser tanto assim.

Na maioria das vezes, eu me masturbo apenas por querer fazer esse ato. O prazer é desprezível, dura segundos. Depois sinto uma culpa enorme.

Eu também não queria ser homossexual. Não sou assumido pois odeio ser assim. Às vezes vendo minha vida, acho que sou assim pois nunca tive um pai, um tio, um avô, alguma figura masculina que eu imitasse, e também o excesso de presença feminina e superproteção (minha mãe quer que eu fale de fofocas e novelas com ela). Tanto que sinto uma maldita atração por homens mais velhos. Fiquei platonicamente apaixonado por um professor hétero, que acho que só eu o achava belo, do perfil "coroa", casado, que nem me notava ou lembrava de minha existência (tinha olhos apenas para as moças). Tenho até vergonha de dizer que cheguei a ter fantasias com ele, é difícil tirar isso da cabeça, tento esquecê-lo mas é complicado. Mas queria ser como ele, um garanhão para mulheres.

O máximo que eu consegui foram dois dias limpo, depois acontece algo que me daz voltar a ver P e M. Acabei de fazer isso.
Queria começar 2019 sem esse peso na consciência, no coração, nas costas. Costumo falar que minha vida é tão ruim, a homossexualidade é a cereja do bolo.

Meu sonho é ser pai um dia. É uma vontade muito forte. Mas, como eu posso alcançar esse sonho? Homossexual, pobre, feio. Nunca tive um pai. Eu queria tanto gostar de mulheres, daria tudo para isso mas eu ver uma mulher sem roupa é como ver uma folha de papel em branco. Já pensei em tirar minha vida por isso. Pois, se eu me casar com uma mulher, não vou desejá-la como um homem deseja uma mulher. E também não quero ser egoísta ou covarde. A pior coisa deve ser uma mulher saber que seu marido é homossexual. Pois nada que ela fazer vai adiantar para a felicidade conjugal.
As vezes penso em ter um relacionamento sério com outro homem no futuro, mas não sei se daria certo, parecerá muito difícil encontrar outro homem discreto, que também queira ser pai, que seja um cavalheiro, um bom companheiro Mas imagino a reação da sociedade e da minha família. Além do fato de não sentir atração por pessoas da minha idade. Fico imaginando cenas de romantismo, companheirismo, mas ao mesmo tempo fico desolado, pois queria estar fazendo isso com uma mulher.

Sou uma pessoal normal, discreta, o que me torna mais triste é ver que 95% outros homossexuais são muito fúteis, egocêntricos, só pensam em balada, sexo, baixaria, parada de direitos que na verdade é uma perdição em céu aberto.

Quero conselhos sobre como parar de me masturbar, parar com esse vício maldito e também sobre minha condição.

PS: Não me falem para ir no psicológo. Não tenho dinheiro, moro em cidade pequena e se eu for, mesmo no SUS (que mesmo assim não tem), teria vergonha de ir. Além disso, minha família iria querer saber por que eu estava indo lá, e prefiro morrer a contar o motivo. Por isso entrei aqui no site, por privacidade e anoninato.


Olá CaraLega98!

Sei que estou atrasado, mas seja bem-vindo ao fórum.

Queria te dizer que mesmo com tantas dúvidas (e aos 17 anos quem não as tem?) você está no caminho certo. Nenhum de nós consegue resolver todos os dilemas da vida de uma só vez, e muitos deles necessitam de tempo para que se tornem claros.

Nesse momento o seu foco principal deve ser sair do vício em pornografia, pois ele causa muita confusão na nossa mente, distorce a visão que temos das pessoas no que se refere ao sexo e ao afeto, nos prende a um mundo irreal de fantasias e desejos que muitas vezes não são iguais quando experimentados na vida real.

Tenho certeza que muita coisa vai melhorar a medida que você for deixando o vício. Procure aplicar o método conforme orientado aqui no fórum e conte com nossa ajuda. Com o tempo você vai conseguir se encontrar e compreender melhor tudo isso que hoje te angustia.

_______________________________________


Meu Diário
Minha História de Sucesso
(1º reboot concluído em 2018)
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 30 Dez - 19:36
Olá amigos,

30 de Dezembro, segundo dia. É o dia da semana que menos gosto, não tem nenhum lazer aqui e a televisão é tão chata rs. Tudo se resume a assistir programas de auditório. Queria era estar em uma cidade grande e poder ir a um shopping, a um teatro, a um cinema, mas, POR ENQUANTO, tenho que aguentar.

De madrugada eu acordei com a boca seca, e excitado. Parecia uma tentação, por que eu não me lembro de ter tido algum sonho erótico. Mas eu fiz um esforço para dormir e não toquei nele, aos poucos foi diminuíndo.

Passei o dia pesquisando sobre matérias e livros para montar meu cronograma de estudos para o vestibular, mas ao longo do dia, no YouTube vi uns vídeos bem sugestivos e tive medo de ser gatilho. Cheguei a ficar excitado mas tirei os vídeos e não toquei.

Sou uma pessoa peluda e queria me depilar, só que tenho medo de ficar excitado e então praticar o ato. Desisti. Prefiro ficar natural, embora não goste. Um fato que eu não havia contado é que sou bastante vaidoso. Eu sempre tive problemas com aparência, e sempre quis estar bonito, mesmo com poucos recursos. Ser peludo e ter pele oleosa são as coisas que eu mais detesto em mim.

Hoje também é meu segundo dia sem Facebook. Faltam 28 para ele ser excluído definitivamente. Excluí pois achava perda de tempo, diminuía minha auto estima e também eu visitava muito o perfil da pessoa que eu gosto, mas isso não era bom então excluí.

Hoje também eu vi essa pessoa ou alguém muito parecido com ela e comecei a pensar coisas. Tentei substituir meus pensamentos. Às vezes eu fico pensando, talvez um dia essa pessoa em algum lugar saiba que alguém que ele menos esperava o amou e o desejou ser tanto como ele. Tento a cada dia não cultivar esse pensamento.

Domingo era o dia que eu visualizava mais material. Talvez pela falta do que fazer. Espero que daqui em diante meus domingos sejam melhores. No próximo ano vai ser todo dedicado a estudar para o vestibular, então, a partir de 2020 tudo vai ser diferente, espero.




_______________________________________
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1650
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 30 Dez - 19:50
CaraLegal98 escreveu:Olá amigos,

30 de Dezembro, segundo dia. É o dia da semana que menos gosto, não tem nenhum lazer aqui e a televisão é tão chata rs. Tudo se resume a assistir programas de auditório. Queria era estar em uma cidade grande e poder ir a um shopping, a um teatro, a um cinema, mas, POR ENQUANTO, tenho que aguentar.

De madrugada eu acordei com a boca seca, e excitado. Parecia uma tentação, por que eu não me lembro de ter tido algum sonho erótico. Mas eu fiz um esforço para dormir e não toquei nele, aos poucos foi diminuíndo.

Passei o dia pesquisando sobre matérias e livros para montar meu cronograma de estudos para o vestibular, mas ao longo do dia, no YouTube vi uns vídeos bem sugestivos e tive medo de ser gatilho. Cheguei a ficar excitado mas tirei os vídeos e não toquei.

Sou uma pessoa peluda e queria me depilar, só que tenho medo de ficar excitado e então praticar o ato. Desisti. Prefiro ficar natural, embora não goste. Um fato que eu não havia contado é que sou bastante vaidoso. Eu sempre tive problemas com aparência, e sempre quis estar bonito, mesmo com poucos recursos. Ser peludo e ter pele oleosa são as coisas que eu mais detesto em mim.

Hoje também é meu segundo dia sem Facebook. Faltam 28 para ele ser excluído definitivamente. Excluí pois achava perda de tempo, diminuía minha auto estima e também eu visitava muito o perfil da pessoa que eu gosto, mas isso não era bom então excluí.

Hoje também eu vi essa pessoa ou alguém muito parecido com ela e comecei a pensar coisas. Tentei substituir meus pensamentos. Às vezes eu fico pensando, talvez um dia essa pessoa em algum lugar saiba que alguém que ele menos esperava o amou e o desejou ser tanto como ele. Tento a cada dia não cultivar esse pensamento.

Domingo era o dia que eu visualizava mais material. Talvez pela falta do que fazer. Espero que daqui em diante meus domingos sejam melhores. No próximo ano vai ser todo dedicado a estudar para o vestibular, então, a partir de 2020 tudo vai ser diferente, espero.






Excelente! O ano novo tem tudo para ser diferente, pra melhor claro! Tbm tenho muitos pelos no corpo. Há um tempo atrás me depilava, mas aí tive problemas dermatológicos na região íntima, foi horrível, então resolvi me aceitar Very Happy Hoje cultivo até uma barba, tentei deixar o cabelo crescer, mas não combinou muito comigo. Acho que agente tem que se adaptar ao nosso estilo e não tentar reproduzir aquilo que os outros impõe. Boa semana pra ti.

_______________________________________


Meu Diário
Minha História de Sucesso
(1º reboot concluído em 2018)
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 30 Dez - 20:09

Eu não me depilo totalmente até por que acho estranho. Mas excesso de pelos não é nada legal também. Apenas aparo os pelos com tesoura, por todo o corpo. O ruim é que sempre quando eu estava me depilando eu praticava M, agora tenho medo.

Quanto a barba, fica legal em algumas pessoas, em mim não. Parece que hoje em dia todo homem usa barba, mesmo que não combine com a maioria deles. Gosto do visual certinho em mim e nos outros rs. Me deixa uma sensação de limpeza, leveza. Mas, cada um faz o que quer com sua aparência, e eu prefiro fazer isso.




_______________________________________
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1650
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 30 Dez - 20:41
Eu também dou uma aparada, mas não passa disso. O médico me falou que o meu problema foi causado pelo o uso de lâmina, o que provoca microlesões não visiveis, favorecendo a entrada de bactérias. Já minha barba é bem alinhada, experimentei e vi que ficava bem em mim, algumas pessoas gostam outras não, mas não tô nem aí, me sinto bem com ela, gosto de cuidar, enfim, cada um tem seu estilo.

_______________________________________


Meu Diário
Minha História de Sucesso
(1º reboot concluído em 2018)
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Recaída :(, mas não vou desistir.

em Seg 31 Dez - 18:09
31 de Dezembro.

O que era para ser meu terceiro dia, foi por água abaixo. Agora eu sei o quanto esse vício manipula minha mente.

Acordei novamente de madrugada, excitado, porém não toquei em nada lá em baixo. Ao longo do dia eu fiquei tenso, como se houvesse sendo tentado de várias formas.

Algo que vou compartilhar agora é que eu costumava fazer vídeos caseiros para eu mesmo visualizar. Sempre fiz de internet desligada, e apagava tudo depois. Hoje eu senti uma vontade enorme de fazer isso. Porém consegui resistir, ouvindo músicas e vendo vídeos educativos no You Tube.

De tarde, as situações de risco pioravam. Comecei a sentir uma dor, não sei onde era exatamente, se espalhoubpor todo o abdômen. Cada vez que ia ao banheiro ficava excitado. Tentei aparar os pelos, porém larguei logo o serviço pois vi que eu iria fazer algo que não podia.

De tarde comecei a ver uns vídeos sugestivos no YT. Parava e logo depois recomeçava denovo. O pior foi no final da tarde, quando fui ao banheiro e vi que estava "babado", foi num ato compulsório que comecei a praticar M e ejaculei. Naquele momento aquela dor acabou mas me senti um lixo todo sujo, pois eu estava conseguindo fechar três dias sem PMO.

Fiquei triste mas estou relevando pois estamos nas últimas horas do ano. Já reiniciei o contador e espeto passar 2019 limpo. Vou jogar uma meta para mim mesmo: não praticar M e ver P para ser aprovado em Engenharia Civil.

Tenho que tomar muito cuidado com o ócio e com os gatilhos. Até você ir no banheiro faz você se lembrar de pornografia e praticar M. A partir de agora vou evitar olhar para meu próprio pênis. Nem na hora de xixi nem no banho. Outra coisa também é o celular, estou muito viciado nele também e preciso parar, sem falar que ele é o responsável pelos gatilhos. Cheguei a ver uns vídeos hoje que não são pornográficos mas são sugestivos (talvez SOFT PORN).

Mas pelo menos hoje é meu terceiro dia sem facebook e esse eu sinto que siu mais forte e posso largar de vez.

Estava sentindo até meu rosto mais limpo, mas não vou desistir, esse ano de 2019 vai ser limpo, sem pornografia e masturbação. Eu vou conseguir.

Um feliz 2019 para todos nós e que esse ano seja O ANO.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Ter 1 Jan - 19:26
Pessoal, 1 de Janeiro.
Primeiro dia do ano, mais uma decepção. Durante o banho voltei a praticar M.

Percebi agora que estou há 4 dias sem visualizar Hard Porn, mas ficar sem M está mais complicado pessoal.

Recomecei minha luta agora as 19h. No banho pessoal. Eu fico tão triste e tão ruim.

Foram 4 dias ociosos pessoal, só em casa. Amanhã volta a rotina normal (trabalho) e espero que consiga vencer essa desgraça.

Recomeçando novamente pessoal. Estou bem decepcionado mas tenho que seguir em frente.

Vou largar mais o celular e não sei como evitar praticar M durante o banho.

_______________________________________
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1650
Data de inscrição : 31/07/2016
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Qua 2 Jan - 12:47
Procure tomar banho rapidamente e de preferência com água fria.

Eu as vezes chegava ao fim do dia cansado e usava o momento do banho pra ficar pensando bobagens, então colocava uma música pra distrair a mente e tomava banho o mais rápido possível.

No guia introdutório aqui do fórum você encontra uma parte que fala sobre racionalizar o vício. O cérebro tende a nos levar ao vício por impulsos, então é preciso trazer esses impulsos à luz da razão.

Procure racionalizar em como você vai se sentir depois que realizar o ato.

Use táticas para enganar o cérebro. Quando a vontade vier diga: "faço isso mais tarde".

Associe a algo desagradável como "se fizer isso agora vou me sujar, terei que me limpar depois".

E assim você vai empurrando com a barriga até que o desejo vá sumindo.

_______________________________________


Meu Diário
Minha História de Sucesso
(1º reboot concluído em 2018)
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Qui 3 Jan - 19:59
Boa noite,

3 de Janeiro. Me sinto um panaca pois fracassei em todos os dias do ano. Em todos eu me masturbei, e hoje voltei a visualizar pornografia (com cenas de sexo e tal).

Quando eu pratico M eu sinto uma fuga da realidade, me sinto um homão, me imagino em cenas, depois, quando termina o prazer de 3 segundos, me sinto um lixo.

Penso até em me conformar pois depois de 2 dias eu começo a ficar excitado por qualquer coisa. É muito difícil e forte.

Minha casa é bem pequena e não tem como eu escutar música enquanto tomo banho. Não sei o que fazer. O que me resta é tentar ficar tentando por 1, 2, 3 dias e mais.

_______________________________________
will_broots
Moderador
Moderador
Mensagens : 561
Data de inscrição : 08/06/2016
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Qui 3 Jan - 20:55
Futuro Vencedor escreveu:Boa noite,

3 de Janeiro. Me sinto um panaca pois fracassei em todos os dias do ano. Em todos eu me masturbei, e hoje voltei a visualizar pornografia (com cenas de sexo e tal).

Quando eu pratico M eu sinto uma fuga da realidade, me sinto um homão, me imagino em cenas, depois, quando termina o prazer de 3 segundos, me sinto um lixo.

Penso até em me conformar pois depois de 2 dias eu começo a ficar excitado por qualquer coisa. É muito difícil e forte.

Minha casa é bem pequena e não tem como eu escutar música enquanto tomo banho. Não sei o que fazer. O que me resta é tentar ficar tentando por 1, 2, 3 dias e mais.

Boa noite, moço. Se você tiver se masturbado após ver P, infelizmente foi um reset e você precisa zerar o seu contador.

Quanto à abstinência, isso pode acontecer mesmo por conta do efeito caçador que vem após longa exposição à PMO (no e-book e no Revert tem isso explicado).
Algumas estratégias de combate são meditação - você pode começar deitado ouvindo músicas específicas com os olhos fechados e respirando - exercícios, saindo de casa, fazendo algo q tu goste e tomando banhos frios quando vierem essas fissuras.

Procure ler o e-book e/ou assistir do Programa Revert para que assim vc se fortifique e saiba como proceder nesses momentos, sobretudo nas três primeiras semanas que são as mais difíceis.

Beijo.

_______________________________________





''All good things to those who wait'' (Mother Gothel, Enrolados)
Eros
Moderador
Moderador
Mensagens : 398
Data de inscrição : 11/09/2017
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Sex 4 Jan - 0:46
Essa fase inicial do reboot é de fato crítica, pois seu cérebro está numa situação de vício extremo.

O hábito de assistir P diariamente ficou bem consolidado na sua cabeça. É preciso quebrar isso, substituindo por atividades saudáveis.

Como você mesmo comentou, a P é uma fuga da realidade. Ela te leva pra um mundo de práticas extremas e orgias que dificilmente acontecem na vida real da maioria das pessoas.

Mas felizmente é possível mudar isso, pois a tendência é que você tenha cada vez menos fissuras conforme você vai se mantendo por mais tempo longe da P. Da mesma forma que o seu cérebro se acostumou a ver P todos os dias, também é possível se acostumar a viver bem longe dela, tendo prazer com as coisas simples da vida.

Abraços!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 28/12/2018
Ver perfil do usuário

Reset de um futuro vencedor. Empty Re: Reset de um futuro vencedor.

em Dom 6 Jan - 13:35
Domingo, 6 de Janeiro.

Acabei de visualizar P e fazer M.

Passei dois dias sem M, porém vi P, então os desconsidero. Mesmo com essa série de fracassos posso saber que estou conseguindo visualizar o que estou fazendo de errado.

Estou montando meu plano de estudos pro ENEM desse ano, então acredito que minha cabeça ficará bem ocupada.

Eu prefiro iniciar a contagem de dias no meio dia pois assim parece que o tempo passa mais rápido. Vou lançar metas pequenas. Primeiro vai ser passar três dias sem ver P ou M. Depois mais três dias e assim por diante.


_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum