Compartilhe
Ir em baixo
David Silva
David Silva
Mensagens : 2019
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 31/5/2019, 11:13
EuSou escreveu:Infelizmente eu não tenho boas notícias. Novamente eu fiquei submerso em PMO. Durante essa semana passei alguns dias usando APP simplesmente pra trocar nudes e bater papos eróticos. Fiquei durante algumas horas/dia só fazendo isso. É uma compulsão. É como se meu corpo se movesse sozinho em busca de saciar uma vontade. No começo da noite de hoje, após uma deprê pós orgasmo, eu deletei o APP. Depois eu me senti um lixo, senti nojo de mim mesmo e também tô bastante irritado. Quando aos bloqueadores, tá fora de cogitação, pois eu sempre encontro um jeito de burlar. É incrível como esse vício me manipula. Tô sentindo remorso agora, mas já tô até me vendo nos próximos dias repetindo tudo de novo (espero estar errado). Ah, e não sei porque no meio disso tudo ainda sinto uma esperança de que as coisas vão melhorar.


Primeiramente: claro que as coisas vão melhorar. A fé e esperança é que a gente não pode perder.
Melhor coisa foi deletar aplicativos. Até porque ali vc só vai ter sexo casual, na minha opinião, muito raro alguém afim de algo mais sério.
Os bloqueadores também sou relutante a eles, mas instalei o Qustodio com a ajuda de um amigo e ele que está a senha. Pode ter formar de burlar etc, mas ajuda muito. Todos os meus maiores recordes foram com bloqueador e agora após a tentativa de "golpe" afetivo estou forte para Melhorar a minha vida e sair dos meus vícios. Abraços. Estamos juntos.

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho


luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/01/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 31/5/2019, 22:31
EuSou escreveu:Infelizmente eu não tenho boas notícias. Novamente eu fiquei submerso em PMO. Durante essa semana passei alguns dias usando APP simplesmente pra trocar nudes e bater papos eróticos. Fiquei durante algumas horas/dia só fazendo isso. É uma compulsão. É como se meu corpo se movesse sozinho em busca de saciar uma vontade. No começo da noite de hoje, após uma deprê pós orgasmo, eu deletei o APP. Depois eu me senti um lixo, senti nojo de mim mesmo e também tô bastante irritado. Quando aos bloqueadores, tá fora de cogitação, pois eu sempre encontro um jeito de burlar. É incrível como esse vício me manipula. Tô sentindo remorso agora, mas já tô até me vendo nos próximos dias repetindo tudo de novo (espero estar errado). Ah, e não sei porque no meio disso tudo ainda sinto uma esperança de que as coisas vão melhorar.

É um vício. O vício em P. Vc precisa se livrar dos apps. Eu tb usava os apps, mas para ter relações sexuais mesmo. O objetivo era sexo, mesmo assim, eu percebi que era um estímulo pornográfico para mim. Então, desinstalei os apps e resetei o reboot. Era dependente dos apps para sexo homossexual, pois não frequento lugares glbt, nem boate, nem espaços, e todos os caras que transei foram pelo app. O app era muito prático pra mim, mas tinha toda a questão de usar o outro como objeto.

Perceba que um alcoólatra, sabendo que é alcoólatra não deve se expor, não deve comprar um cachaça e deixar na estante de casa e esperar que não vá beber. Ele é alcoólatra, deve evitar o máximo qualquer aproximação com o álcool. Assim, tu deve fazer tb com  a p, deve se afastar de tudo, inclusive dos apps, deleta isso, deleta as contas, deletas as fotos, deleta tudo.

_______________________________________
LUZ CONTADOR
DESDE 21/05/2019 Sem PMO

http://www.comoparar.com/t6695-diario-de-sombra


[cheers] 7 DIAS  [cheers] 15 DIAS  [cheers] 21 DIAS  [cheers] 30 DIAS [cheers] 37 DIAS  [cheers] 45 DIAS [cheers] 51 DIAS  [cheers] 60 DIAS [cheers] 67 DIAS  [cheers] 75 DIAS [cheers] 81 DIAS  [ sunny] 90 DIAS
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/01/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 31/5/2019, 22:34
David Silva escreveu:
EuSou escreveu:Infelizmente eu não tenho boas notícias. Novamente eu fiquei submerso em PMO. Durante essa semana passei alguns dias usando APP simplesmente pra trocar nudes e bater papos eróticos. Fiquei durante algumas horas/dia só fazendo isso. É uma compulsão. É como se meu corpo se movesse sozinho em busca de saciar uma vontade. No começo da noite de hoje, após uma deprê pós orgasmo, eu deletei o APP. Depois eu me senti um lixo, senti nojo de mim mesmo e também tô bastante irritado. Quando aos bloqueadores, tá fora de cogitação, pois eu sempre encontro um jeito de burlar. É incrível como esse vício me manipula. Tô sentindo remorso agora, mas já tô até me vendo nos próximos dias repetindo tudo de novo (espero estar errado). Ah, e não sei porque no meio disso tudo ainda sinto uma esperança de que as coisas vão melhorar.


Primeiramente: claro que as coisas vão melhorar. A fé e esperança é que a gente não pode perder.
Melhor coisa foi deletar aplicativos. Até porque ali vc só vai ter sexo casual, na minha opinião, muito raro alguém afim de algo mais sério.
Os bloqueadores também sou relutante a eles, mas instalei o Qustodio com a ajuda de um amigo e ele que está a senha. Pode ter formar de burlar etc, mas ajuda muito. Todos os meus maiores recordes foram com bloqueador e agora após a tentativa de "golpe" afetivo estou forte para Melhorar a minha vida e sair dos meus vícios. Abraços. Estamos juntos.

Tb tive meus maiores recordes sem os apps. Ou seja, melhor sem eles, pq o cérebro sabe que eles estão ali, então ficará mais difícil vencer as investidas da racionalização. Eu pensava em deixar os apps pensando que não ia usá-los, só ia deixar eles ali, mas cai no mesmo caso dos alcoólatras.

_______________________________________
LUZ CONTADOR
DESDE 21/05/2019 Sem PMO

http://www.comoparar.com/t6695-diario-de-sombra


[cheers] 7 DIAS  [cheers] 15 DIAS  [cheers] 21 DIAS  [cheers] 30 DIAS [cheers] 37 DIAS  [cheers] 45 DIAS [cheers] 51 DIAS  [cheers] 60 DIAS [cheers] 67 DIAS  [cheers] 75 DIAS [cheers] 81 DIAS  [ sunny] 90 DIAS
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 2/6/2019, 10:42
Obrigado pelo apoio, meus amigos.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 2/6/2019, 11:34
Mais tarde eu vou completar 3 dias sem PMO, mas não estou me sentindo nada bem.
Sexta à noite eu estava em uma roda de amigos aqui em casa e a gente tava conversando sobre a vida e como sempre, eu fui o que menos falou. Chegou um momento em que o assunto começou a ser mulher, namoro, curtição e relacionamento. Logo, eu comecei a me sentir mal, querer sair dali. Não posso dizer pra ninguém que eu não gosto de mulher. Eu tenho dois irmãos, sendo eu o do meio. O mais velho tem um relacionamento de quase cinco anos e já pensa em casar. O mais novo, por sua vez, é solteiro e curte como pode. No meio da conversa, este falou a seguinte frase "A gente tem que ter umas histórias pra contar". Isso foi como um soco na minha cara, me senti nocauteado, pois no mesmo instante, a minha consciência gritou alto em cima de mim que minha vida está sendo jogada no lixo. Depois que todo mundo foi embora, eu fiquei sozinho e chorei um pouco pra ver se aliviava. Eu sei que a gente nunca deve se comparar com os outros. Mas, inevitavelmente eu acabo me comparando com meus irmãos e quando faço isso, me sinto a ovelha negra, um lixo de pessoa, um fracasso de ser humano, um erro.
Desde ontem eu tô sentindo uma raiva tão grande que não cabe em mim. Minha vontade é de sair quebrando tudo que tiver na minha frente. Ontem eu até fiz atividade física com a intenção de destilar essa raiva. Passou na hora que eu fiquei exausto mais depois voltou com força. À noite, eu peguei meu celular e no meio dessa raiva desativei as minhas redes sociais. Não tô com saco pra ver ninguém. Minha vontade é só de me isolar, ficar sozinho.
Neste momento, se eu disser que estou disposto a enfrentar esse vício e toda essa situação que se soma a ele, eu estarei sendo hipócrita, estarei mentindo pra vocês. Minha vontade é de desistir de tudo. Eu acho muito difícil ver que tenho que atravessar o inferno sem nem saber se o que me espera do outro lado é um "pote de ouro" ou outro inferno pra atravessar. Não tenho disposição pra enfrentar tudo isso. Mas se a vida colocou essa situação diante de mim, querendo ou não, eu tenho que encarar.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/01/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 2/6/2019, 15:13
EuSou escreveu:Mais tarde eu vou completar 3 dias sem PMO, mas não estou me sentindo nada bem.
Sexta à noite eu estava em uma roda de amigos aqui em casa e a gente tava conversando sobre a vida e como sempre, eu fui o que menos falou. Chegou um momento em que o assunto começou a ser mulher, namoro, curtição e relacionamento. Logo, eu comecei a me sentir mal, querer sair dali. Não posso dizer pra ninguém que eu não gosto de mulher. Eu tenho dois irmãos, sendo eu o do meio. O mais velho tem um relacionamento de quase cinco anos e já pensa em casar. O mais novo, por sua vez, é solteiro e curte como pode. No meio da conversa, este falou a seguinte frase "A gente tem que ter umas histórias pra contar". Isso foi como um soco na minha cara, me senti nocauteado, pois no mesmo instante, a minha consciência gritou alto em cima de mim que minha vida está sendo jogada no lixo. Depois que todo mundo foi embora, eu fiquei sozinho e chorei um pouco pra ver se aliviava. Eu sei que a gente nunca deve se comparar com os outros. Mas, inevitavelmente eu acabo me comparando com meus irmãos e quando faço isso, me sinto a ovelha negra, um lixo de pessoa, um fracasso de ser humano, um erro.
Desde ontem eu tô sentindo uma raiva tão grande que não cabe em mim. Minha vontade é de sair quebrando tudo que tiver na minha frente. Ontem eu até fiz atividade física com a intenção de destilar essa raiva. Passou na hora que eu fiquei exausto mais depois voltou com força. À noite, eu peguei meu celular e no meio dessa raiva desativei as minhas redes sociais. Não tô com saco pra ver ninguém. Minha vontade é só de me isolar, ficar sozinho.
Neste momento, se eu disser que estou disposto a enfrentar esse vício e toda essa situação que se soma a ele, eu estarei sendo hipócrita, estarei mentindo pra vocês. Minha vontade é de desistir de tudo. Eu acho muito difícil ver que tenho que atravessar o inferno sem nem saber se o que me espera do outro lado é um "pote de ouro" ou outro inferno pra atravessar. Não tenho disposição pra enfrentar tudo isso. Mas se a vida colocou essa situação diante de mim, querendo ou não, eu tenho que encarar.

Vc está na primeira semana do reboot, é uma das mais difíceis. Vc terá as primeiras mudanças de comportamento e do seu organismo se adaptando e querendo não se adaptar a nova vida que vc escolheu, então, seja menos exigente com vc.

Não é possível que vc não tenha história, não tenha feito nada. É claro q se vc tiver num ambiente com pessoas muito diferentes e isso for frequente, esse choque de contrastes vai aparecer e como vc é o diferente nesse grupo (pq não existe só esse grupo e essas pessoas no mundo) vc vai se sentir mal, principalmente se não tiver uma estabilidade emocional e uma personalidade forte, e saber quem você é no sentido amplo.

Procure encontrar e lembrar de coisas que você fez, sua história, de qualidades suas, ... coisas boas sobre você. Conheço pessoas que eu já perguntei "diga 3 qualidades suas" e a pessoa só sabia dizer uma. Não que ela não tivesse qualidade, mas era uma pessoa negativa, que só enxergava o ruim de si, quando perguntei defeitos, ela disse vários. Hoje em dia essa pessoa já sabe mais de 3 qualidades dela, mas pra isso foi muito trabalho de autoconhecimento, aceitação, leveza, e parar de se cobrar muito e querer ser igual a pessoas completamente diferentes, pq assim isso seria uma utopia.

O mundo tem mais de 6bilhoes de pessoas, não é possível que você só tenha q conviver com pessoas completamente diferentes de você. Você precisa conhecer e conviver com pessoas que vc tenha coisas em comum, para assim puder conversar, se sentir bem, fazer coisas que gosta em equipe, em grupo, e não ficar calado só observando pessoas que estão no padrão de comportamento e vida que a sociedade definiu como o correto.

Escolha atividades que você gosta de fazer, aula de música, um curso de culinária, ... algo que possa fazer em grupo e conhecer novas pessoas com gostos em comum, da qual vc possa conversar e criar novas amizades, e possa ser vc mesmo. Pq o que eu vejo é como se vc não pudesse ser você mesmo e isso está incomodando quem? Vc claro. Vc está incomodado pq não pode ser vc. Isso gera vários problemas. Seja feliz, Eu sou, seja você. Tudo de bom, amigo.

_______________________________________
LUZ CONTADOR
DESDE 21/05/2019 Sem PMO

http://www.comoparar.com/t6695-diario-de-sombra


[cheers] 7 DIAS  [cheers] 15 DIAS  [cheers] 21 DIAS  [cheers] 30 DIAS [cheers] 37 DIAS  [cheers] 45 DIAS [cheers] 51 DIAS  [cheers] 60 DIAS [cheers] 67 DIAS  [cheers] 75 DIAS [cheers] 81 DIAS  [ sunny] 90 DIAS
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 3/6/2019, 01:13
sombra escreveu:
EuSou escreveu:Mais tarde eu vou completar 3 dias sem PMO, mas não estou me sentindo nada bem.
Sexta à noite eu estava em uma roda de amigos aqui em casa e a gente tava conversando sobre a vida e como sempre, eu fui o que menos falou. Chegou um momento em que o assunto começou a ser mulher, namoro, curtição e relacionamento. Logo, eu comecei a me sentir mal, querer sair dali. Não posso dizer pra ninguém que eu não gosto de mulher. Eu tenho dois irmãos, sendo eu o do meio. O mais velho tem um relacionamento de quase cinco anos e já pensa em casar. O mais novo, por sua vez, é solteiro e curte como pode. No meio da conversa, este falou a seguinte frase "A gente tem que ter umas histórias pra contar". Isso foi como um soco na minha cara, me senti nocauteado, pois no mesmo instante, a minha consciência gritou alto em cima de mim que minha vida está sendo jogada no lixo. Depois que todo mundo foi embora, eu fiquei sozinho e chorei um pouco pra ver se aliviava. Eu sei que a gente nunca deve se comparar com os outros. Mas, inevitavelmente eu acabo me comparando com meus irmãos e quando faço isso, me sinto a ovelha negra, um lixo de pessoa, um fracasso de ser humano, um erro.
Desde ontem eu tô sentindo uma raiva tão grande que não cabe em mim. Minha vontade é de sair quebrando tudo que tiver na minha frente. Ontem eu até fiz atividade física com a intenção de destilar essa raiva. Passou na hora que eu fiquei exausto mais depois voltou com força. À noite, eu peguei meu celular e no meio dessa raiva desativei as minhas redes sociais. Não tô com saco pra ver ninguém. Minha vontade é só de me isolar, ficar sozinho.
Neste momento, se eu disser que estou disposto a enfrentar esse vício e toda essa situação que se soma a ele, eu estarei sendo hipócrita, estarei mentindo pra vocês. Minha vontade é de desistir de tudo. Eu acho muito difícil ver que tenho que atravessar o inferno sem nem saber se o que me espera do outro lado é um "pote de ouro" ou outro inferno pra atravessar. Não tenho disposição pra enfrentar tudo isso. Mas se a vida colocou essa situação diante de mim, querendo ou não, eu tenho que encarar.

Vc está na primeira semana do reboot, é uma das mais difíceis. Vc terá as primeiras mudanças de comportamento e do seu organismo se adaptando e querendo não se adaptar a nova vida que vc escolheu, então, seja menos exigente com vc.

Não é possível que vc não tenha história, não tenha feito nada. É claro q se vc tiver num ambiente com pessoas muito diferentes e isso for frequente, esse choque de contrastes vai aparecer e como vc é o diferente nesse grupo (pq não existe só esse grupo e essas pessoas no mundo) vc vai se sentir mal, principalmente se não tiver uma estabilidade emocional e uma personalidade forte, e saber quem você é no sentido amplo.

Procure encontrar e lembrar de coisas que você fez, sua história, de qualidades suas, ... coisas boas sobre você. Conheço pessoas que eu já perguntei "diga 3 qualidades suas" e a pessoa só sabia dizer uma. Não que ela não tivesse qualidade, mas era uma pessoa negativa, que só enxergava o ruim de si, quando perguntei defeitos, ela disse vários. Hoje em dia essa pessoa já sabe mais de 3 qualidades dela, mas pra isso foi muito trabalho de autoconhecimento, aceitação, leveza, e parar de se cobrar muito e querer ser igual a pessoas completamente diferentes, pq assim isso seria uma utopia.

O mundo tem mais de 6bilhoes de pessoas, não é possível que você só tenha q conviver com pessoas completamente diferentes de você. Você precisa conhecer e conviver com pessoas que vc tenha coisas em comum, para assim puder conversar, se sentir bem, fazer coisas que gosta em equipe, em grupo, e não ficar calado só observando pessoas que estão no padrão de comportamento e vida que a sociedade definiu como o correto.

Escolha atividades que você gosta de fazer, aula de música, um curso de culinária, ... algo que possa fazer em grupo e conhecer novas pessoas com gostos em comum, da qual vc possa conversar e criar novas amizades, e possa ser vc mesmo. Pq o que eu vejo é como se vc não pudesse ser você mesmo e isso está incomodando quem? Vc claro. Vc está incomodado pq não pode ser vc. Isso gera vários problemas. Seja feliz, Eu sou, seja você. Tudo de bom, amigo.

Sombra, vc foi feliz em seu comentário não discordo de nenhuma palavra.

Eu tava exaltado quando fiz a última postagem. Talvez isso seja efeito da abstinência. Essa raiva que eu falei que tava sentindo passou. Hoje de tarde eu dormi durante algumas horas e consegui descansar a mente. Eu só acordei assustado, sentindo ansiedade, acho que tava tendo algum pesadelo. Mas depois passou e eu me senti melhor.

Observando bem, o fato de eu não ter história pra contar se restringe à vida amorosa/sexual. Quanto às outras áreas da vida, eu tenho história sim.

Eu me lembro que há 6 anos, em 2013, eu era um menino de 19 anos extremamente tímido. Nessa época eu tava cansado de ser assim e fiz de tudo pra melhorar. Mesmo eu não tendo paciência, a mudança veio lentamente e meses depois eu comecei a ouvir de algumas pessoas que eu tinha melhorado, que eu tava diferente e isso me incentivava a evoluir mais. Eu também tinha uma autoestima muito baixa, eu não gostava da minha aparência e nem gostava de ouvi a minha própria voz, enfim achava que tudo em mim tava errado. Foi aí que eu conheci a meditação guiada e comecei a praticar quase todos os dias. A meditação se tornou um remédio pra mim. Comecei até a evoluir espiritualmente. Em uma das meditações que eu fazia, eu aprendi o exercício do espelho. Todos os dias, ao acordar, eu ia na frente do espelho me olhava nos olhos e dizia "Eu te amo do jeito tu é!". No começo eu não acreditava nessa frase, achava uma mentira, mas com persistência isso foi se tornando uma verdade a ponto de eu me emocionar quando dizia pra mim mesmo que eu me amava. E de fato, eu realmente fiquei mais bonito. Hoje em dia, já me disseram até que eu pareço modelo.

Outras coisas boas aconteceram comigo 4 anos atrás, em 2015. Eu tinha muita vergonha de andar na rua e era bastante sedentário. Até que um dia eu criei coragem, coloquei uma roupa leve, calcei meu tênis e fui fazer uma caminhada. Senti uma sensação de liberdade indescritível. Comecei até a me interessar por corrida e tal. Só não continuei porque a faculdade tomou o meu tempo. Nesse mesmo ano, eu saí em uma quadrilha pela primeira vez na vida. Eu não sei dançar, mas com muito esforço eu consegui pegar os passos e tirei de letra. Enfim, uma série de pequenas coisas positivas foram acontecendo comigo ao longo do tempo e às vezes, eu nem prestava atenção. E desde o ano passado, eu abandonei o sedentarismo mais uma vez e agora eu vejo como o meu corpo mudou pra melhor. Posso concluir que se eu não tivesse feito tudo isso, os efeitos da PMO teriam sido mais devastadores.

Quanto às minhas qualidades, eu consigo reconhecer algumas: bonito, inteligente, determinado e carismático.

Quanto a ser eu mesmo, ainda tenho a personalidade fraca e ligo muito pra opinião alheia. Ainda preciso trabalhar isso em mim. Eu acredito que quando eu conquistar minha independência e tiver condições de me sustentar sozinho, isso vai ser mais fácil. Mas por outro lado, eu já sei o que eu quero. Hoje mesmo uma amiga minha meio que tentou me pedir em namoro. E eu simplesmente falei que não queria compromisso (pra não dizer que sou gay) e ponto. Eu já tenho noção de que não seria capaz de fazê-la feliz. E nem quero viver uma mentira só para agradar os outros.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
Silas_T
Silas_T
Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/07/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 3/6/2019, 06:05
Olá, EuSou. Sua história é interessante, mas chama a atenção a contradição (não mentira, mas dissonância), entre o garoto de auto-estima tão baixa que começou o relato há 3 meses tão pessimista, com esse de 4 anos atrás, que fazia meditação, se achava bonito e confiante.

O que aconteceu? Ainda faz meditação guiada? Volte a fazer!

Sua história é parecida com a minha. Eu comecei a PMO com 16 anos e só tive coragem de começar a transar com 26. Mas no meu caso, os apps ajudaram. No seu caso, eles só te levam a recair.

Eu te dou 2 conselhos: você precisa de fazer terapia. Escolha um bom psicólogo. Invista em você. E o outro conselho é: vá a uma boate gay. Se os apps são uma armadilha pra sua PMO, arrange outro escape que te permita conhecer pessoas, e mesmo superficialmente, pra dar uns beijos que seja.

Enviado pelo Topic'it
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/01/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 3/6/2019, 09:28
Que bom que você está melhor!
E viu que tudo passa, inclusive os momentos ruins. Mas é normal e saudável se abrir, aqui podemos fazer isso com toda a liberdade, se tiver estressado coloque esse estresse para fora, nem que seja em palavras aqui.
Quando mais a gente fala sobre nós, mais nos entendemos e nos compreendemos.
Abraço,

_______________________________________
LUZ CONTADOR
DESDE 21/05/2019 Sem PMO

http://www.comoparar.com/t6695-diario-de-sombra


[cheers] 7 DIAS  [cheers] 15 DIAS  [cheers] 21 DIAS  [cheers] 30 DIAS [cheers] 37 DIAS  [cheers] 45 DIAS [cheers] 51 DIAS  [cheers] 60 DIAS [cheers] 67 DIAS  [cheers] 75 DIAS [cheers] 81 DIAS  [ sunny] 90 DIAS
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 6/6/2019, 22:53
Silas_T escreveu:Olá, EuSou. Sua história é interessante, mas chama a atenção a contradição (não mentira, mas dissonância), entre o garoto de auto-estima tão baixa que começou o relato há 3 meses tão pessimista, com esse de 4 anos atrás, que fazia meditação, se achava bonito e confiante.

O que aconteceu? Ainda faz meditação guiada? Volte a fazer!

Sua história é parecida com a minha. Eu comecei a PMO com 16 anos e só tive coragem de começar a transar com 26. Mas no meu caso, os apps ajudaram. No seu caso, eles só te levam a recair.

Eu te dou 2 conselhos: você precisa de fazer terapia. Escolha um bom psicólogo. Invista em você. E o outro conselho é: vá a uma boate gay. Se os apps são uma armadilha pra sua PMO, arrange outro escape que te permita conhecer pessoas, e mesmo superficialmente, pra dar uns beijos que seja.

Enviado pelo Topic'it

Olá, Silas_T. Eu vou tentar explicar da melhor forma possível.

4 anos atrás, apesar de já estar bem viciado em PMO, eu ainda não me considerava homossexual, acreditava que tinha atração sexual por homens porque eu sempre tive dificuldade de conquistar as garotas. Então, uma das coisas que me motivavam a sempre melhorar era ganhar atenção da mulherada. Mas, hoje eu vejo que só estava mentindo pra mim mesmo. Minha autoestima, que tava cada vez maior, começou a cair ano passado, quando caiu a ficha de que eu sou gay. Autoaceitação tá muito longe de  ser uma tarefa fácil pra mim.

Parei de fazer meditação guiada porque não funciona mais.

E hoje, apesar de uma autoestima baixa, eu me acho bonito. Tanto é que eu ganhei atenção das garotas,  mesmo não desejando mais.

E ir a uma boate pra mim ainda é algo fora de cogitação. Acho que só vai ser possível depois que eu fizer terapia como você sugeriu.


Última edição por EuSou em 7/6/2019, 01:05, editado 2 vez(es)

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 6/6/2019, 22:54
sombra escreveu:Que bom que você está melhor!
E viu que tudo passa, inclusive os momentos ruins. Mas é normal e saudável se abrir, aqui podemos fazer isso com toda a liberdade, se tiver estressado coloque esse estresse para fora, nem que seja em palavras aqui.
Quando mais a gente fala sobre nós, mais nos entendemos e nos compreendemos.
Abraço,

Sombra, mais uma vez agradeço pelo apoio.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 7/6/2019, 00:09
Meu amigos, mais uma vez eu fui dominado pela PMO. O vício foi direcionado ao uso dos APPs. Mas, dessa vez, eu resolvi estudar como essa compulsão se comporta. O que eu fiz basicamente foi me auto-observar. Eu procurei prestar atenção em cada ação minha e em cada sentimento meu. Tentei ver a situação como se eu fosse apenas um espectador, sem fazer julgamentos. Acabei fazendo algumas descobertas, que na verdade, são coisas óbvias. Vamos lá.

Quando uso APP:

  • Me alimento mal.
  • Durmo mal.
  • Não faço atividade física.
  • Não estudo.
  • Me isolo.
  • Fico desleixado com a vida.
  • Não quero saber de nada.
  • Não me esforço pra ser uma pessoa melhor.
  • Fico inútil.
  • Penso em morrer.


Outra coisa que eu percebi que acontece comigo é que tenho uma repulsa gigante a ter encontros reais com outros homens. Algo interessante que eu observei é que de vez em quando, eu tenho pesadelos com relação a isso. Nos meus sonhos, estou prestes a ficar com um cara e quando chega na hora H, me vem uma sensação ruim, uma espécie de medo, vontade de sumir dali. Às vezes, eu consigo fugir. E quando eu não consigo, acordo muito assustado. Viver desse jeito é um inferno, algo que eu não desejo a ninguém. Acho que só vou conseguir resolver essa questão quando eu buscar ajuda.

E baseado na forma como o vício atuou comigo essa semana, eu desenhei um diagrama que representa especificamente o uso dos APPs. Eu dei o nome Ciclo de Autodestruição porque isso é um comportamento negativo, que precisa ser eliminado para evitar consequências ruins a curto, médio e longo prazo. Tem algumas coisas que eu não coloquei porque não coube na folha, mas o que está no diagrama representa praticamente tudo que acontece. Quando eu li o que eu mesmo escrevi, fiquei sem acreditar que eu faço tudo isso. Eu me pergunto como uma criança tão pura e inocente, que quase sempre era melhor aluno nos tempos de escola, cresceu com uma mente tão distorcida.

Para ajudar na leitura:

  • Os losangos representam perguntas, cujas possíveis respostas são SIM e NÃO.
  • Os retângulos representam as minhas ações.
  • O diagrama começa no losango que eu marquei como INÍCIO.
  • Pra ler os acontecimentos na ordem, é só se guiar pelas setas.


Diário do EuSou - Página 4 Ciclo_10

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
avatar
dgo
Mensagens : 72
Data de inscrição : 06/06/2019

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 7/6/2019, 06:19
Oi, EuSou! Fantástico esse fluxograma que você fez. Consigo identificar muitas semelhanças comigo.

O interessante é que basicamente, você se sentindo bem ou não, faz você se sentir excitado e como consequência entrar no app.

Veja, pelo menos no meu entendimento, você não tem como controlar o fato de sentir bem ou não (até pelo grau de subjetividade que isso envolve), mas a excitação e principalmente a não utilização do app, são escolhas que eu acredito serem possíveis.

Como relatei no diário do sombra, também tive problemas com o uso de apps, usava eles como escape para aliviar o tédio, já que assim como você, raramente usava pra conhecer pessoas de fato.

No meu caso, meu celular não oferece mais suporte para esses apps, então nem que eu queira eu consigo fazer um perfil. Nesse meio tempo (mais ou menos 6 meses), tenho notado muitos avanços na minha saúde mental.

Não sei se existe algum bloqueador (com senha, obviamente) para evitar a pessoa de baixar determinados aplicativos (ou determinados tipos/gêneros, como de paquera, no caso), mas se não tiver, está aí uma boa tese pro meu futuro TCC. Estou iniciando uma nova faculdade agora, na área da computação, quem sabe até o final do curso eu consigo desenvolver um, já que até lá terei de trocar de telefone também, inevitavelmente Laughing

_______________________________________
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 8/6/2019, 10:57
dgo escreveu:Oi, EuSou! Fantástico esse fluxograma que você fez. Consigo identificar muitas semelhanças comigo.

O interessante é que basicamente, você se sentindo bem ou não, faz você se sentir excitado e como consequência entrar no app.

Veja, pelo menos no meu entendimento, você não tem como controlar o fato de sentir bem ou não (até pelo grau de subjetividade que isso envolve), mas a excitação e principalmente a não utilização do app, são escolhas que eu acredito serem possíveis.

Como relatei no diário do sombra, também tive problemas com o uso de apps, usava eles como escape para aliviar o tédio, já que assim como você, raramente usava pra conhecer pessoas de fato.

No meu caso, meu celular não oferece mais suporte para esses apps, então nem que eu queira eu consigo fazer um perfil. Nesse meio tempo (mais ou menos 6 meses), tenho notado muitos avanços na minha saúde mental.

Não sei se existe algum bloqueador (com senha, obviamente) para evitar a pessoa de baixar determinados aplicativos (ou determinados tipos/gêneros, como de paquera, no caso), mas se não tiver, está aí uma boa tese pro meu futuro TCC. Estou iniciando uma nova faculdade agora, na área da computação, quem sabe até o final do curso eu consigo desenvolver um, já que até lá terei de trocar de telefone também, inevitavelmente Laughing

Olá, Diogo!

Fico feliz que tenha gostado do meu fluxograma. Após desenhá-lo, eu comecei a entender como nunca o funcionamento do vício.

Eu também sou da área de TI. Sou formado em Engenharia de Computação. Sua ideia de desenvolver o aplicativo é bacana. Eu nunca encontrei um app do tipo que vc falou.

Vc tem razão em tudo que disse. Eu realmente tenho baixado a guarda quando o assunto é app e estímulos virtuais. Vou ter que me policiar mais.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
Silas_T
Silas_T
Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/07/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 8/6/2019, 11:06
Oi EuSou. Eu quero responder com mais calma sobre as suas questões e o seu fluxograma.

Mas antes de desenvolver qualquer coisa, vou falar um dica de bloqueador, que pode te ajudar quanto aos apps: SecureKids. É um site bloqueador feito para pais controlarem os apps acessados pelos filhos. Ele atua bloqueando apps específicos. Como o bloqueio de browser em celular deles não é eficiente, o interessante seria focar mais no bloqueio dos apps de pegação, e pensar em outra estratégia para o bloqueio de sites de P. Como ele bloqueia apps, mas não impede que vc baixe outro app de pegação, o ideal é bloquear o próprio app do Google Play, ou App Store. Aí, vc precisa dar a senha a um amigo pra ele desbloquear quando vc precisar de baixar qualquer outro app. Funcionou comigo durante algum tempo.

Enviado pelo Topic'it
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 9/6/2019, 15:50
Silas_T escreveu:Oi EuSou. Eu quero responder com mais calma sobre as suas questões e o seu fluxograma.

Mas antes de desenvolver qualquer coisa, vou falar um dica de bloqueador, que pode te ajudar quanto aos apps: SecureKids. É um site bloqueador feito para pais controlarem os apps acessados pelos filhos. Ele atua bloqueando apps específicos. Como o bloqueio de browser em celular deles não é eficiente, o interessante seria focar mais no bloqueio dos apps de pegação, e pensar em outra estratégia para o bloqueio de sites de P. Como ele bloqueia apps, mas não impede que vc baixe outro app de pegação, o ideal é bloquear o próprio app do Google Play, ou App Store. Aí, vc precisa dar a senha a um amigo pra ele desbloquear quando vc precisar de baixar qualquer outro app. Funcionou comigo durante algum tempo.

Enviado pelo Topic'it

Valeu pelas dicas, Silas. Vou pensar na ideia de usar os bloqueadores de novo.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty A primeira vez que eu revelei minha sexualidade para alguém fora do mundo virtual

em 10/6/2019, 13:40
Na última sexta-feira à noite aconteceu algo inusitado comigo. Ainda não estou acreditando no que ocorreu.

Após ter passado vários dias mergulhado em PMO e estar limpo há um dia, resolvi correr e me exercitar, algo que eu fiquei a semana inteira sem fazer. Perto da minha casa tem um espaço muito bom para fazer atividades físicas.

Chegando lá, tudo parecia normal. Eu comecei a me alongar, até que passou um cara por mim correndo. Ele olhou para mim, eu olhei para ele e nos encaramos por um intervalo de tempo ínfimo, mas foi suficiente para eu ficar excitado. Só que dessa vez a sensação foi diferente da que eu sinto com PMO. Digamos que tenha sido mais saudável. Enquanto estava correndo, cruzei com ele novamente e voltamos a nos encarar (ele deve ter o gaydar muito bom, pois é muito difícil alguém dizer que sou gay só analisando o meu jeito). Quando terminei de correr, parei para descansar. Sentei na calçada e me encostei em um poste.

Pensei que o cara tinha ido embora. Mas, eis que ele aparece novamente, me dá um oi e eu respondo educamente. Em seguida, ele foi conversar com outro cara que estava lá também (provavelmente amigo dele). Eles ficaram a uns 10 m de mim e conversaram por alguns minutos. Enquanto isso, sem querer meio que fiquei admirando ele. Quando ele terminou de conversar, veio na minha direção, falou comigo, apertou minha mão e começou a puxar assunto. Eu já sabia o que estava acontecendo. Foi questão de tempo até ele me fazer a pergunta: "Curte com homem?". Nesse instante, eu comecei a ficar nervoso e muito excitado ao mesmo tempo. Acabei respondendo que não. Porém, eu só consegui negar com a cabeça e a voz, pois o resto da minha linguagem corporal me entregou. Fiquei tão nervoso, que até às minhas entranhas estavam querendo se mexer. Eu continuei parado, só olhando para ele. A essa altura ja estava sentindo atração um pelo outro. Foi então que ele me convidou para andar um pouco. Caminhamos e conversamos por alguns minutos e em nenhum momento ele me falou coisas obscenas. Foi conversa normal. Paramos em um certo ponto. Ele me convidou para ir a um lugar mais reservado. Mas, eu não consegui aceitar. Já estava ficando tarde, não tinha ninguém, mas mesmo assim, ainda era um local público. Fiquei com medo de alguém me ver, além de ainda não ter aceitado minha sexualidade completamente. Então, falei que tinha que ir embora e me despedi. Ele tentou insistir para eu ficar. Meus hormônios estavam gritando para eu continuar lá, mas o medo acabou falando mais alto e me despedi novamente e fui me embora. Ele sabia que eu estava com medo.

Agora, eu não sei se fiz o que era certo ou o errado, por ter perdido uma oportunidade de experimentar um beijo.

E nem sei como vai ser se voltarmos a nos ver. É provável que isso aconteça, pois moramos no mesmo bairro.

Mas, apesar disso ter acontecido, não estou me sentindo mal por conta de eu não ter usado APP.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/01/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 10/6/2019, 15:46
EuSou escreveu:Na última sexta-feira à noite aconteceu algo inusitado comigo. Ainda não estou acreditando no que ocorreu.

Após ter passado vários dias mergulhado em PMO e estar limpo há um dia, resolvi correr e me exercitar, algo que eu fiquei a semana inteira sem fazer. Perto da minha casa tem um espaço muito bom para fazer atividades físicas.

Chegando lá, tudo parecia normal. Eu comecei a me alongar, até que passou um cara por mim correndo. Ele olhou para mim, eu olhei para ele e nos encaramos por um intervalo de tempo ínfimo, mas foi suficiente para eu ficar excitado. Só que dessa vez a sensação foi diferente da que eu sinto com PMO. Digamos que tenha sido mais saudável. Enquanto estava correndo, cruzei com ele novamente e voltamos a nos encarar (ele deve ter o gaydar muito bom, pois é muito difícil alguém dizer que sou gay só analisando o meu jeito). Quando terminei de correr, parei para descansar. Sentei na calçada e me encostei em um poste.

Pensei que o cara tinha ido embora. Mas, eis que ele aparece novamente, me dá um oi e eu respondo educamente. Em seguida, ele foi conversar com outro cara que estava lá também (provavelmente amigo dele). Eles ficaram a uns 10 m de mim e conversaram por alguns minutos. Enquanto isso, sem querer meio que fiquei admirando ele. Quando ele terminou de conversar, veio na minha direção, falou comigo, apertou minha mão e começou a puxar assunto. Eu já sabia o que estava acontecendo. Foi questão de tempo até ele me fazer a pergunta: "Curte com homem?". Nesse instante, eu comecei a ficar nervoso e muito excitado ao mesmo tempo. Acabei respondendo que não. Porém, eu só consegui negar com a cabeça e a voz, pois o resto da minha linguagem corporal me entregou. Fiquei tão nervoso, que até às minhas entranhas estavam querendo se mexer. Eu continuei parado, só olhando para ele. A essa altura ja estava sentindo atração um pelo outro. Foi então que ele me convidou para andar um pouco. Caminhamos e conversamos por alguns minutos e em nenhum momento ele me falou coisas obscenas. Foi conversa normal. Paramos em um certo ponto. Ele me convidou para ir a um lugar mais reservado. Mas, eu não consegui aceitar. Já estava ficando tarde, não tinha ninguém, mas mesmo assim, ainda era um local público. Fiquei com medo de alguém me ver, além de ainda não ter aceitado minha sexualidade completamente. Então, falei que tinha que ir embora e me despedi. Ele tentou insistir para eu ficar. Meus hormônios estavam gritando para eu continuar lá, mas o medo acabou falando mais alto e me despedi novamente e fui me embora. Ele sabia que eu estava com medo.

Agora, eu não sei se fiz o que era certo ou o errado, por ter perdido uma oportunidade de experimentar um beijo.

E nem sei como vai ser se voltarmos a nos ver. É provável que isso aconteça, pois moramos no mesmo bairro.

Mas, apesar disso ter acontecido, não estou me sentindo mal por conta de eu não ter usado APP.

Sua resposta foi de uma pessoa que não está acostumada com essa situação. Mas também demonstra medo e falta de atitude. Você queria mas não teve coragem de dizer que queria. E demonstra também um choque entre o racional e o emocional, um dizendo uma coisa e outro dizendo outra. Quando você disse o "não", mesmo sendo com a cabeça, vc estava dizendo o "não" para você. Típico comportamento de quem nega as coisas para si. Pode ter a ver com seu histórico sexual. A sexualidade reprimida, negada, o "não" para si. Então, vc reagiu com aquilo que já está acostumado a fazer: dizer não para si. Isso só muda com atitude. Dizer sim pra coisas que você quer. Não muda de outra maneira.

Que bom q voltou a fazer o reboot e atividades.

_______________________________________
LUZ CONTADOR
DESDE 21/05/2019 Sem PMO

http://www.comoparar.com/t6695-diario-de-sombra


[cheers] 7 DIAS  [cheers] 15 DIAS  [cheers] 21 DIAS  [cheers] 30 DIAS [cheers] 37 DIAS  [cheers] 45 DIAS [cheers] 51 DIAS  [cheers] 60 DIAS [cheers] 67 DIAS  [cheers] 75 DIAS [cheers] 81 DIAS  [ sunny] 90 DIAS
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 10/6/2019, 21:33
sombra escreveu:
EuSou escreveu:Na última sexta-feira à noite aconteceu algo inusitado comigo. Ainda não estou acreditando no que ocorreu.

Após ter passado vários dias mergulhado em PMO e estar limpo há um dia, resolvi correr e me exercitar, algo que eu fiquei a semana inteira sem fazer. Perto da minha casa tem um espaço muito bom para fazer atividades físicas.

Chegando lá, tudo parecia normal. Eu comecei a me alongar, até que passou um cara por mim correndo. Ele olhou para mim, eu olhei para ele e nos encaramos por um intervalo de tempo ínfimo, mas foi suficiente para eu ficar excitado. Só que dessa vez a sensação foi diferente da que eu sinto com PMO. Digamos que tenha sido mais saudável. Enquanto estava correndo, cruzei com ele novamente e voltamos a nos encarar (ele deve ter o gaydar muito bom, pois é muito difícil alguém dizer que sou gay só analisando o meu jeito). Quando terminei de correr, parei para descansar. Sentei na calçada e me encostei em um poste.

Pensei que o cara tinha ido embora. Mas, eis que ele aparece novamente, me dá um oi e eu respondo educamente. Em seguida, ele foi conversar com outro cara que estava lá também (provavelmente amigo dele). Eles ficaram a uns 10 m de mim e conversaram por alguns minutos. Enquanto isso, sem querer meio que fiquei admirando ele. Quando ele terminou de conversar, veio na minha direção, falou comigo, apertou minha mão e começou a puxar assunto. Eu já sabia o que estava acontecendo. Foi questão de tempo até ele me fazer a pergunta: "Curte com homem?". Nesse instante, eu comecei a ficar nervoso e muito excitado ao mesmo tempo. Acabei respondendo que não. Porém, eu só consegui negar com a cabeça e a voz, pois o resto da minha linguagem corporal me entregou. Fiquei tão nervoso, que até às minhas entranhas estavam querendo se mexer. Eu continuei parado, só olhando para ele. A essa altura ja estava sentindo atração um pelo outro. Foi então que ele me convidou para andar um pouco. Caminhamos e conversamos por alguns minutos e em nenhum momento ele me falou coisas obscenas. Foi conversa normal. Paramos em um certo ponto. Ele me convidou para ir a um lugar mais reservado. Mas, eu não consegui aceitar. Já estava ficando tarde, não tinha ninguém, mas mesmo assim, ainda era um local público. Fiquei com medo de alguém me ver, além de ainda não ter aceitado minha sexualidade completamente. Então, falei que tinha que ir embora e me despedi. Ele tentou insistir para eu ficar. Meus hormônios estavam gritando para eu continuar lá, mas o medo acabou falando mais alto e me despedi novamente e fui me embora. Ele sabia que eu estava com medo.

Agora, eu não sei se fiz o que era certo ou o errado, por ter perdido uma oportunidade de experimentar um beijo.

E nem sei como vai ser se voltarmos a nos ver. É provável que isso aconteça, pois moramos no mesmo bairro.

Mas, apesar disso ter acontecido, não estou me sentindo mal por conta de eu não ter usado APP.

Sua resposta foi de uma pessoa que não está acostumada com essa situação. Mas também demonstra medo e falta de atitude. Você queria mas não teve coragem de dizer que queria. E demonstra também um choque entre o racional e o emocional, um dizendo uma coisa e outro dizendo outra. Quando você disse o "não", mesmo sendo com a cabeça, vc estava dizendo o "não" para você. Típico comportamento de quem nega as coisas para si. Pode ter a ver com seu histórico sexual. A sexualidade reprimida, negada, o "não" para si. Então, vc reagiu com aquilo que já está acostumado a fazer: dizer não para si. Isso só muda com atitude. Dizer sim pra coisas que você quer. Não muda de outra maneira.

Que bom q voltou a fazer o reboot e atividades.

Amigo, vc tem razão. Isso acontece porque eu reprimi minha sexualidade a vida inteira e por outros fatores. Espero ter boas notícias daqui em diante.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
Silas_T
Silas_T
Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/07/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 10/6/2019, 23:02
O que te leva a não se aceitar? Medo de quê? Se vc sabe que não tem volta, por que não se entrega? Eu sei que essa pergunta é difícil, mas reflita. Por que não se dá uma chance de ser feliz?

Enviado pelo Topic'it
avatar
EuSou
Mensagens : 89
Data de inscrição : 05/08/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 10/6/2019, 23:09
Silas_T escreveu:O que te leva a não se aceitar? Medo de quê? Se vc sabe que não tem volta, por que não se entrega? Eu sei que essa pergunta é difícil, mas reflita. Por que não se dá uma chance de ser feliz?

Enviado pelo Topic'it

Não sei o que está acontecendo comigo. Vou ter que fazer uma autoavaliação. Já sei que sou homossexual. Religião já deixou de ser uma barreira. Homossexualidade para mim já deixou de ser pecado. Mas, ainda tem algo que está me prendendo. Não consigo virar a página. E ainda não ficou claro o que é. Talvez eu tenha alguma crença inconsciente de que a felicidade não é para mim.

_______________________________________
RECORDES SEM PMO:
- 25 dias (abril/maio de 2019)
Silas_T
Silas_T
Mensagens : 35
Data de inscrição : 12/07/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 10/6/2019, 23:19
EuSou escreveu:
Silas_T escreveu:O que te leva a não se aceitar? Medo de quê? Se vc sabe que não tem volta, por que não se entrega? Eu sei que essa pergunta é difícil, mas reflita. Por que não se dá uma chance de ser feliz?

Enviado pelo Topic'it

Não sei o que está acontecendo comigo. Vou ter que fazer uma autoavaliação. Já sei que sou homossexual. Religião já deixou de ser uma barreira. Homossexualidade para mim já deixou de ser pecado. Mas, ainda tem algo que está me prendendo. E ainda não ficou claro o que é. Talvez eu tenha alguma crença inconsciente de que a felicidade não é para mim.

Amigo, você sabe muito bem onde encontrar essas respostas. Na psicoterapia. Eu sugeriria TCC misturado com psicanálise. Mas o melhor mesmo é fazer a meditação todo dia, pra aumentar seu nível de auto-percepção, e aí talvez vc consiga descobrir como lidar com essa crença limitante.

Enviado pelo Topic'it
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 354
Data de inscrição : 10/01/2018

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 11/6/2019, 03:19
EuSou escreveu:
Silas_T escreveu:O que te leva a não se aceitar? Medo de quê? Se vc sabe que não tem volta, por que não se entrega? Eu sei que essa pergunta é difícil, mas reflita. Por que não se dá uma chance de ser feliz?

Enviado pelo Topic'it

Não sei o que está acontecendo comigo. Vou ter que fazer uma autoavaliação. Já sei que sou homossexual. Religião já deixou de ser uma barreira. Homossexualidade para mim já deixou de ser pecado. Mas, ainda tem algo que está me prendendo. Não consigo virar a página. E ainda não ficou claro o que é. Talvez eu tenha alguma crença inconsciente de que a felicidade não é para mim.

Vc vai descobrir com o tempo. O processo de mudança é lento mesmo. Pode ajudar, vc fazer atividades que você gosta e começar a dizer "sim" para vc.
E a felicidade é para vc sim. Vc tem todo o direito de ser feliz. Procure fazer coisas que te deixam feliz para vc se acostumar com a felicidade, com o prazer.

_______________________________________
LUZ CONTADOR
DESDE 21/05/2019 Sem PMO

http://www.comoparar.com/t6695-diario-de-sombra


[cheers] 7 DIAS  [cheers] 15 DIAS  [cheers] 21 DIAS  [cheers] 30 DIAS [cheers] 37 DIAS  [cheers] 45 DIAS [cheers] 51 DIAS  [cheers] 60 DIAS [cheers] 67 DIAS  [cheers] 75 DIAS [cheers] 81 DIAS  [ sunny] 90 DIAS
Tiago Mendes
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1677
Data de inscrição : 31/07/2016

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 11/6/2019, 08:40
EuSou:

EuSou escreveu:Na última sexta-feira à noite aconteceu algo inusitado comigo. Ainda não estou acreditando no que ocorreu.

Após ter passado vários dias mergulhado em PMO e estar limpo há um dia, resolvi correr e me exercitar, algo que eu fiquei a semana inteira sem fazer. Perto da minha casa tem um espaço muito bom para fazer atividades físicas.

Chegando lá, tudo parecia normal. Eu comecei a me alongar, até que passou um cara por mim correndo. Ele olhou para mim, eu olhei para ele e nos encaramos por um intervalo de tempo ínfimo, mas foi suficiente para eu ficar excitado. Só que dessa vez a sensação foi diferente da que eu sinto com PMO. Digamos que tenha sido mais saudável. Enquanto estava correndo, cruzei com ele novamente e voltamos a nos encarar (ele deve ter o gaydar muito bom, pois é muito difícil alguém dizer que sou gay só analisando o meu jeito). Quando terminei de correr, parei para descansar. Sentei na calçada e me encostei em um poste.

Pensei que o cara tinha ido embora. Mas, eis que ele aparece novamente, me dá um oi e eu respondo educamente. Em seguida, ele foi conversar com outro cara que estava lá também (provavelmente amigo dele). Eles ficaram a uns 10 m de mim e conversaram por alguns minutos. Enquanto isso, sem querer meio que fiquei admirando ele. Quando ele terminou de conversar, veio na minha direção, falou comigo, apertou minha mão e começou a puxar assunto. Eu já sabia o que estava acontecendo. Foi questão de tempo até ele me fazer a pergunta: "Curte com homem?". Nesse instante, eu comecei a ficar nervoso e muito excitado ao mesmo tempo. Acabei respondendo que não. Porém, eu só consegui negar com a cabeça e a voz, pois o resto da minha linguagem corporal me entregou. Fiquei tão nervoso, que até às minhas entranhas estavam querendo se mexer. Eu continuei parado, só olhando para ele. A essa altura ja estava sentindo atração um pelo outro. Foi então que ele me convidou para andar um pouco. Caminhamos e conversamos por alguns minutos e em nenhum momento ele me falou coisas obscenas. Foi conversa normal. Paramos em um certo ponto. Ele me convidou para ir a um lugar mais reservado. Mas, eu não consegui aceitar. Já estava ficando tarde, não tinha ninguém, mas mesmo assim, ainda era um local público. Fiquei com medo de alguém me ver, além de ainda não ter aceitado minha sexualidade completamente. Então, falei que tinha que ir embora e me despedi. Ele tentou insistir para eu ficar. Meus hormônios estavam gritando para eu continuar lá, mas o medo acabou falando mais alto e me despedi novamente e fui me embora. Ele sabia que eu estava com medo.

Agora, eu não sei se fiz o que era certo ou o errado, por ter perdido uma oportunidade de experimentar um beijo.

E nem sei como vai ser se voltarmos a nos ver. É provável que isso aconteça, pois moramos no mesmo bairro.

Mas, apesar disso ter acontecido, não estou me sentindo mal por conta de eu não ter usado APP.

Eu vejo algo de positivo nessa sua atitude. Pelo relato aparentemente você não conhecia o cara. Se entregar assim de cabeça logo no primeiro contato pode ser frustrante e até perigoso, principalmente pra você que ainda não se encontrou plenamente. Além disso, se o moço mora no seu bairro vocês vão se ver mais vezes e se ele estiver realmente interessado você pode, conhecendo-o melhor, investir em algo a mais com uma maior segurança.

_______________________________________
Meu Diário
Minha História de Sucesso
(1º reboot concluído em 2018)
David Silva
David Silva
Mensagens : 2019
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário do EuSou - Página 4 Empty Re: Diário do EuSou

em 11/6/2019, 11:23
TGuerreiro escreveu:
EuSou:

EuSou escreveu:Na última sexta-feira à noite aconteceu algo inusitado comigo. Ainda não estou acreditando no que ocorreu.

Após ter passado vários dias mergulhado em PMO e estar limpo há um dia, resolvi correr e me exercitar, algo que eu fiquei a semana inteira sem fazer. Perto da minha casa tem um espaço muito bom para fazer atividades físicas.

Chegando lá, tudo parecia normal. Eu comecei a me alongar, até que passou um cara por mim correndo. Ele olhou para mim, eu olhei para ele e nos encaramos por um intervalo de tempo ínfimo, mas foi suficiente para eu ficar excitado. Só que dessa vez a sensação foi diferente da que eu sinto com PMO. Digamos que tenha sido mais saudável. Enquanto estava correndo, cruzei com ele novamente e voltamos a nos encarar (ele deve ter o gaydar muito bom, pois é muito difícil alguém dizer que sou gay só analisando o meu jeito). Quando terminei de correr, parei para descansar. Sentei na calçada e me encostei em um poste.

Pensei que o cara tinha ido embora. Mas, eis que ele aparece novamente, me dá um oi e eu respondo educamente. Em seguida, ele foi conversar com outro cara que estava lá também (provavelmente amigo dele). Eles ficaram a uns 10 m de mim e conversaram por alguns minutos. Enquanto isso, sem querer meio que fiquei admirando ele. Quando ele terminou de conversar, veio na minha direção, falou comigo, apertou minha mão e começou a puxar assunto. Eu já sabia o que estava acontecendo. Foi questão de tempo até ele me fazer a pergunta: "Curte com homem?". Nesse instante, eu comecei a ficar nervoso e muito excitado ao mesmo tempo. Acabei respondendo que não. Porém, eu só consegui negar com a cabeça e a voz, pois o resto da minha linguagem corporal me entregou. Fiquei tão nervoso, que até às minhas entranhas estavam querendo se mexer. Eu continuei parado, só olhando para ele. A essa altura ja estava sentindo atração um pelo outro. Foi então que ele me convidou para andar um pouco. Caminhamos e conversamos por alguns minutos e em nenhum momento ele me falou coisas obscenas. Foi conversa normal. Paramos em um certo ponto. Ele me convidou para ir a um lugar mais reservado. Mas, eu não consegui aceitar. Já estava ficando tarde, não tinha ninguém, mas mesmo assim, ainda era um local público. Fiquei com medo de alguém me ver, além de ainda não ter aceitado minha sexualidade completamente. Então, falei que tinha que ir embora e me despedi. Ele tentou insistir para eu ficar. Meus hormônios estavam gritando para eu continuar lá, mas o medo acabou falando mais alto e me despedi novamente e fui me embora. Ele sabia que eu estava com medo.

Agora, eu não sei se fiz o que era certo ou o errado, por ter perdido uma oportunidade de experimentar um beijo.

E nem sei como vai ser se voltarmos a nos ver. É provável que isso aconteça, pois moramos no mesmo bairro.

Mas, apesar disso ter acontecido, não estou me sentindo mal por conta de eu não ter usado APP.

Eu vejo algo de positivo nessa sua atitude. Pelo relato aparentemente você não conhecia o cara. Se entregar assim de cabeça logo no primeiro contato pode ser frustrante e até perigoso, principalmente pra você que ainda não se encontrou plenamente. Além disso, se o moço mora no seu bairro vocês vão se ver mais vezes e se ele estiver realmente interessado você pode, conhecendo-o melhor, investir em algo a mais com uma maior segurança.


Faz sentido isso que o TGuerreiro disse e também cuidado para não ir só para um sexo fugaz que depois pode te fazer mais mal ainda. Vir o sentimento de culpa e etc. Vai observando o rapaz. Joga até uns charme pra ele, conversem mais e aí decidam o que vão fazer... Mas se liberte: se der vontade de beijar, pegar, transar... vai fundo...

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho


Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum