Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 1
Data de inscrição : 23/05/2019
Ver perfil do usuário

Esposa e grávida  Empty Esposa e grávida

em 23/5/2019, 02:36
Olá pessoal. Descobri o vício do meu marido em meados do ano passado. Passamos por uma séria crise, e por incrível que pareça acabei engravidado. Mas isso não mudou em nada o comportamento dele, sempre negando e fingindo que nada acontecia, mesmo eu sabendo que ele tinha uma lista de links que era atualizada quase que diariamente. Desenvolvi pânico todas as vezes que ele entra no banheiro para tomar banho pois sempre fica muito tempo usando o vaso (como se eu não soubesse o que ele realmente está fazendo). O ápice da crise foi quando descobri na lista de links dele 2 telefones de GPs. Fiquei arrasada. Falei a mim mesma que não iria acordá-lo no meio da noite pra questionar, que iria pensar como fazer essa abordagem pela manhã. Mas não consegui. Me tremia toda e só conseguia pensar na descarga emocional que estava dando em nosso bebê, que não tinha passado de 12 semanas. Foi a primeira vez que ele assumiu abertamente o vício. Todas as vezes que questionava, ele virava a conversa, se irritando e me acusando de ficar tomando conta da vida dele, e que ele não tinha nenhum interesse no que eu fazia ou com quem conversava. Ele assumiu o vício mas a justificativa dos telefones foi de que o irmão mais velho, sempre que pegava carona com ele, pedia que procurasse anúncios na Internet ou vinha com cartões com contatos. Até aí a história faz sentido, pois o perfil do irmão é esse mesmo, e ele nem tem smartphone. Porém sempre ficou faltando uma justificativa convincente para porque ele chegou ao ponto de salvar os contatos dessas pessoas. Ele sempre assumiu que procurava prostitutas desde jovem, mas sempre insiste que não faz mais isso desde antes de namorar a companheira anterior a mim. Mesmo assim a história não encaixa, especialmente depois de ler relatos aqui onde o vício chegou ao ponto de procura por GPs. Ele irá viajar a serviço em breve e ficará bastante tempo afastado, e isso está me preocupando bastante. Já pensei muito em divórcio, porém como estou grávida os trâmites são mais complicados e acaba me desencorajando um pouco...
Alexandretj
Moderador
Moderador
Mensagens : 692
Data de inscrição : 21/11/2016
Idade : 36
Ver perfil do usuário

Esposa e grávida  Empty Re: Esposa e grávida

em 1/6/2019, 07:22
Olá DianaPrince. Perdão pelo longo tempo sem resposta. Aqui no Fórum há muitos relatos de casamentos se deteriorando por causa da PMO. Isto significa que a prática de PMO não traz benefício nenhum para um casal. O que custa a nós homens é assumir o vício; muitos pegos de surpresa não sabem como agir. Este vício é constrangedor ao extremo, levando à irritação. O que fazer agora é conversar ou uma ajuda de um profissional.

Abaixo, alguns tópicos que irão te auxiliar tanto no reboot quanto na conduta no Fórum:

- Sobre o vício em pornografia e o Programa Revert - Guia Introdutório / Programa Revert
- Sobre as regras do Fórum - Regras de Participação / Proibições
- Sobre como utilizar o seu diário e colocar um contador de dias na sua assinatura - Como Criar Um Diário no Fórum / Como Criar um Contador de Dias Alternativo

- Sobre a seção Dúvidas Sobre o Vício em Pornografia e Reboot - Leia Antes de Postar suas Dúvidas

- Minha dúvida é realmente necessária?

_______________________________________


study Link do meu Diário
avatar
Mensagens : 21
Data de inscrição : 15/07/2019
Ver perfil do usuário

Esposa e grávida  Empty Re: Esposa e grávida

em 29/7/2019, 23:17
Diana como vc está? E o bebe?
Não é fácil, mas acho que separar não é a solução.
Não sei se vc acessa aqui pois o post é de maio, se acessar e precisar de conversar estou a disposição. Meu marido tem 33 anos e é viciado desde de criança.
avatar
Mensagens : 21
Data de inscrição : 15/07/2019
Ver perfil do usuário

Esposa e grávida  Empty Re: Esposa e grávida

em 29/7/2019, 23:18
Diana como vc está? E o bebe?
Não é fácil, mas acho que separar não é a solução.
Não sei se vc acessa aqui pois o post é de maio, se acessar e precisar de conversar estou a disposição. Meu marido tem 33 anos e é viciado desde de criança.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum