Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

Meu relato!

em 15/7/2015, 00:28
Bom galera, vou escrever brevemente o que se passa comigo.Eu nem sei muito bem por onde começar, então vou falar o que me recordo sobre sexo.
Quando eu era criança, meu irmão tinha uns amigos que gostavam de passar a mão na minha bunda, eu era dois anos ou três anos mais nova que eles. Um deles sempre dava o jeito de tentar colocar o dedo no meu cu, perguntava se eu gostava e eu dizia que sim, mas eu não entendia o que era aquilo, eu devia ter uns 8 ou 9 anos. Mais ou menos nessa idade eu já tinha fantasias de ser amarrada e violentada. Comecei a me masturbar com uns 10 ou 11 anos, mas foi aos 13 que fazia com mais intensidade. Lia muitos contos eróticos, me masturbava com vários objetos, chuveiro, etc. Meu irmão mais velho também me masturbava, apesar de me machucar um pouco eu gostava, eu pegava no pinto dele também.
Bom, tenho histórias de abusos também, tinha um velho que pegava nos meus seios quando eu tinha 11 anos, um homem que roçava o pinto na minha bunda aos 12... Mas era sempre consensual, e por incrível que pareça, eu era inocente, não entendia o que acontecia, mas achava gostoso.
Quando eu me masturbava pedia perdão pra Deus, dizia q nunca mais ia fazer aquilo e muitas vezes quis ser freira.
Entrava e saía de igrejas pq me sentia muito mal, arrependida, queria parar mas não conseguia. Entendam que eu não via pornografia, na verdade lia muitos contos e ficava fantasiando. Me olhava no espelho, me masturbava tocando meu corpo, encenando situações sozinha no quarto, etc.
Quando eu comecei a ficar com garotos eu já tinha 15 anos e era virgem, mas eu era muito safadinha apesar de não fazer nada. Quando perdi a virgindade quis transar com vários e já no primeiro ano transei com dois meninos ao mesmo tempo (não rolou dp). Transei com mulheres tbm, com desconhecidos, em lugares públicos... Enfim... Aí acalmei com o tempo. Só que sempre fui promíscua Sad sempre quis experimentar, sempre fui atrás de novidade, sempre gostei de sexo, quanto mais sexo melhor, eu matava aula pra transar, eu não estudava, não fazia nada em casa, tinha dias que só ficava sozinha esperando os caras aparecerem e transava com três caras no mesmo dia.
O foda é que sempre namorei, os caras me pedem em namoro e se apaixonam por mim, eu tbm me apaixonava mas sempre ficava com outros e traía meus namorados. Então nunca fui uma garota estável. Por consequência me envolvia com caras ciumentos, perigosos, me batiam, me ameaçavam, e minha vida amorosa e sexual nunca foi saudável. Engraçado também que eu nunca consigo ficar sozinha, e se eu não tô namorando é pior, eu fico doente, transo com qualquer pessoa que me dê papo. Já fui viciada em conversas eróticas tbm, sexo virtual, webcam, essas coisas. Passava horas do meu dia falando putaria com conhecidos e desconhecidos. Perdi muito tempo e não fazia nada da minha vida Sad

No meio disso tudo, eu tava ficando com uns 4 caras diferentes, no mínimo, conheci um amigo de um deles que mexeu comigo. Fiquei toda molhada só de olhar pra ele, imaginando um monte de coisa.
Me aproximei e a gente ficou depois de um tempo. Ele parecia perfeito. Quando a gente ficava, ele não demonstrava tesão (o pinto dele não ficava duro) mas a gente tinha tantas outras afinidades que eu não me importei.
Eu fiquei apaixonada de um jeito q nunca tinha estado. Resolvi ter paciência, a gente tentou transar umas vezes e nao rolou legal. Pensei que ele precisasse de um tempo. Realmente, depois desse tempo tudo melhorou, a gente transava muito, gravou vários vídeos, batemos fotos, muito sexo. Aí pronto, eu, viciada em sexo, encontrei o cara perfeito.
Só que depois de 5 meses ele me disse que tomava remédio pra DE desde antes de me conhecer... Então era tudo resultado do remédio!
Fiquei muito mal. Meio contraditório tudo isso... Bateu uma deprê, insegurança, e me senti enganada. (tudo devidamente superado, passemos pra outra parte).
Bom, ele faz reboot a pouco mais de 60 dias, sem PMO. A gente se encontra quarta rapidamente, e ficamos juntos geralmente sexta, sábado e domingo.
Nesses últimos 3 dias sempre transamos, claro que é diferente sem o remédio, mas eu tô de boa quanto a isso.
Quer dizer... Eu comecei a ficar meio neurótica, estressada, e aí comecei a procurar coisas, e achei, no facebook do meu namorado, uns perfis de umas minas que ele ficava entrando e fiquei com muita raiva e muito ciúme Sad
Aí como andava gozando muito rápido, e ta em recuperação, eu não conseguia gozar, e quando eu chegava em casa, ia me masturbar primeiro lendo contos, depois vendo filmes. Sad
E quando comecei com os filmes, durante 1 semana não consegui sair. E foi muito intenso, do tipo de ter uns 5 orgasmos por dia. Por 5 dias. Caralho, e nesse tempo eu e meu namorado fizemos várias sacanagens a distância (ele sem se masturbar). e isso acho q foi uma merda. Pq hj eu tô mto depre.e com nojo
disso tudo. Mas sinto tesão do mesmo jeito, isso é estranho. A gente se encontrou final de semnaa e ele tomou o remédio, foi a nossa "despedida" e a partir de agora vou fazer o reboot com ele também.
Quero ser uma pessoa produtiva, feliz, realizada. Me sinto egoísta. Inútil e fútil.
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 00:48
Caramba, esse relato ficou possa possa parecendo uma bíblia.
Bom pessoal, espero que eu possa contribuir com o fórum, acho que somos um coletivo, podemos fazer amigos aqui e trocar experiências, espero fazer um diário, escrever cada dia alguma coisa, até pra deixar registrado se estou evoluindo pra uma pessoa melhor, alguém produtiva, focada e auto suficiente...

Um abraço a todos e agradeço muito a quem leu meu relato.
Desculpem se foi meio extenso e confuso, com o tempo eu pego a "manha" de escrever e sintetizar as coisas pra colocar num fórum.
Beijos beijos
Abraços
Fui
avatar
Mensagens : 68
Data de inscrição : 09/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 04:40
Luli escreveu:Caramba, esse relato ficou possa possa parecendo uma bíblia.
Bom pessoal, espero que eu possa contribuir com o fórum, acho que somos um coletivo, podemos fazer amigos aqui e trocar experiências, espero fazer um diário, escrever cada dia alguma coisa, até pra deixar registrado se estou evoluindo pra uma pessoa melhor, alguém produtiva, focada e auto suficiente...

Um abraço a todos e agradeço muito a quem leu meu relato.
Desculpem se foi meio extenso e confuso, com o tempo eu pego a "manha" de escrever e sintetizar as coisas pra colocar num fórum.
Beijos beijos
Abraços
Fui

Olá Luli em primeiro lugar gostaria de te parabenizar por sua coragem de fazer seu post, reconhecer seu problema, e o mais importante de realmente estar buscando ser feliz com uma vida sem vícios.
Me indentifiquei muito com seu relato, pois também sofri abusos, me tornei viciada em PMO, sexo, contos eróticos e vídeos. Também com uma imaginação fértil como você. Também vi que preciso me ver livre disso antes de ser tarde de mais.
Índico sim, e te aconselho a iniciar o reboot, já vou te avisar não está sendo muito fácil, mas não é impossível vc consegue. No que eu puder te ajudar por favor não hesite em dizer tá. Estou aqui. Eu vi seu relato em namorada de rebooters também. Força vc já é vencedora em estar aqui relatando seu problema. Abs

_______________________________________
Parasitas: Tome cuidado com os parasitas. Um parasita é tudo aquilo que se junta a você e suga  a sua vida. Eles na maioria das vezes, tomam a forma de vício, como drogas, apostas, e  pornográfia. Eles prometem prazer, mas crescem como uma doença e consomem mais e mais seu pensamento, tempo e dinheiro. Eles roubam sua fidelidade e seu coração daqueles que você ama.
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 08:25
Obrigada Malu, tenho lido seus posts desde que você passou a participar do fórum e te parabenizo também.

Pois é, meu namorado também é viciado em PMO, com o agravante de ser homem e desenvolver DE, nós mulheres não temos esse problema porém, somos viciadas do mesmo jeito.

Eu na verdade ainda tenho outros problemas. Fumo muita maconha e quando fico em casa fumando aí é que fico no computador e acabo me masturbando tardes inteiras, deixo se fazer meus deveres, é horrível. Pior é quando eu fico conversando com meu namorado pelo facebook, a gente fica falando sobre sexo, aí não resisto e fico vendo os vídeos também ou lendo contos eróticos.
Sad
Me sinto mal pois eu deveria ajuda-lo mas muitas vezes eu que acabo começando a brincadeira, por egoísmo, ele não recai, mas fica deprimido. É ruim pra nós dois.

Um abraço
avatar
Mensagens : 68
Data de inscrição : 09/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 12:39
Luli escreveu:Obrigada Malu, tenho lido seus posts desde que você passou a participar do fórum e te parabenizo também.

Pois é, meu namorado também é viciado em PMO, com o agravante de ser homem e desenvolver DE, nós mulheres não temos esse problema porém, somos viciadas do mesmo jeito.

Eu na verdade ainda tenho outros problemas. Fumo muita maconha e quando fico em casa fumando aí é que fico no computador e acabo me masturbando tardes inteiras, deixo se fazer meus deveres, é horrível. Pior é quando eu fico conversando com meu namorado pelo facebook, a gente fica falando sobre sexo, aí não resisto e fico vendo os vídeos também ou lendo contos  eróticos.
Sad
Me sinto mal pois eu deveria ajuda-lo mas muitas vezes eu que acabo começando a brincadeira, por egoísmo, ele não recai, mas fica deprimido. É ruim pra nós dois.

Um abraço


Obrigado Luli, fico feliz dete-la aqui no fórum.
Oque eu tenho pra te dizer sobre isso é, você tem visto que falar sacanagem com seu parceiro e fumar maconha tem levado vc a praticar mais PMO, e se tem uma coisa que tenho aprendido com e-book é não ativar nenhum gatilho, por exemplo se falar sacanagem te leva a PMO evite a todo custo, faça um pacto com seu namorado de não fazerem isso mais, desta forma vcs estaram se ajudando, se surgir a tentação convesse com ele e diga que vai se despedir no PC pra não cometer besteiras e desligue o PC, tente fazer outra coisa até o seu foco não estar mais pensando em PMO, isso serve pra maconha evite, não consuma pra isso não ser outro gatilho pra praticar PMO.
Recomendo a vc ler o e-book pra ter uma noção maior do que acontece no nosso cérebro e se ter mais uma arma contra a PMO.
Veja o vídeo do padre Paulo Ricardo. Um novo tipo de droga: https://youtu.be/AsdNMb0teVI.
Ele explica de forma clara e objetiva como funciona a nossa mente.
Olha Luli é como eu te disse antes não é fácil, é um longo caminho a ser percorrido mas não é impossível.
Eu tenho tido muita dificuldade pois estou no 9 dias sem PMO, tem ainda o problema que eu sonho muito sonhos eróticos, mas tenho me mantido firme sem PMO tenho procurado me relacionar no real as vezes. Pra justamente não cometer o deslize de cair na PMO.
Só que as vezes mesmo transando fica meio que faltando algo. Oque é? É meu cérebro pedindo PMO. Entendeu te contei isso pra vc ver que surge os impulsos mas vai de cada um de nós ceder a eles ou não.
Estamos juntas Luli pode se abrir comigo se eu puder te ajudar estarei pronta a fazer -lo. Um grande ABS e não se esqueça o mais importante por enquanto é evitar os gatilhos, isso é o primeiro passo pro seu sucesso.

_______________________________________
Parasitas: Tome cuidado com os parasitas. Um parasita é tudo aquilo que se junta a você e suga  a sua vida. Eles na maioria das vezes, tomam a forma de vício, como drogas, apostas, e  pornográfia. Eles prometem prazer, mas crescem como uma doença e consomem mais e mais seu pensamento, tempo e dinheiro. Eles roubam sua fidelidade e seu coração daqueles que você ama.
avatar
Mensagens : 68
Data de inscrição : 09/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 12:46
Malu escreveu:
Luli escreveu:Obrigada Malu, tenho lido seus posts desde que você passou a participar do fórum e te parabenizo também.

Pois é, meu namorado também é viciado em PMO, com o agravante de ser homem e desenvolver DE, nós mulheres não temos esse problema porém, somos viciadas do mesmo jeito.

Eu na verdade ainda tenho outros problemas. Fumo muita maconha e quando fico em casa fumando aí é que fico no computador e acabo me masturbando tardes inteiras, deixo se fazer meus deveres, é horrível. Pior é quando eu fico conversando com meu namorado pelo facebook, a gente fica falando sobre sexo, aí não resisto e fico vendo os vídeos também ou lendo contos  eróticos.
Sad
Me sinto mal pois eu deveria ajuda-lo mas muitas vezes eu que acabo começando a brincadeira, por egoísmo, ele não recai, mas fica deprimido. É ruim pra nós dois.

Um abraço


Obrigado Luli, fico feliz dete-la aqui no fórum.
Oque eu tenho pra te dizer sobre isso é, você tem visto que falar sacanagem com seu parceiro e fumar maconha tem levado vc a praticar mais PMO, e se tem uma coisa que tenho aprendido com e-book é não ativar nenhum gatilho, por exemplo se falar sacanagem te leva a PMO evite a todo custo, faça um pacto com seu namorado de não fazerem isso mais, desta forma vcs estaram se ajudando, se surgir a tentação convesse com ele e diga que vai se despedir no PC pra não cometer besteiras e desligue o PC, tente fazer outra coisa até o seu foco não estar mais pensando em PMO, isso serve pra maconha evite, não consuma pra isso não ser outro gatilho pra praticar PMO.
Recomendo a vc ler o e-book pra ter uma noção maior do que acontece no nosso cérebro e se ter mais uma arma contra a PMO.
Veja o vídeo do padre Paulo Ricardo. Um novo tipo de droga: https://youtu.be/AsdNMb0teVI.
Ele explica de forma clara e objetiva como funciona a nossa mente.
Olha Luli é como eu te disse antes não é fácil, é um longo caminho a ser percorrido mas não é impossível.
Eu tenho tido muita dificuldade pois estou no 9 dias sem PMO, tem ainda o problema que eu sonho muito sonhos eróticos, mas tenho me mantido firme sem PMO tenho procurado me relacionar no real as vezes. Pra justamente não cometer o deslize de cair na PMO.
Só que as vezes mesmo transando fica meio que faltando algo. Oque é? É meu cérebro pedindo PMO. Entendeu te contei isso pra vc ver que surge os impulsos mas vai de cada um de nós ceder a eles ou não.
Estamos juntas Luli pode se abrir comigo se eu puder te ajudar estarei pronta a fazer -lo. Um grande ABS e não se esqueça o mais importante por enquanto é evitar os gatilhos, isso é o primeiro passo pro seu sucesso.

A lembrei, gostaria de recomendar um filme pra você e seu namorado que particularmente eu gosto muito que é o filme prova de fogo lá vc vai ver o tema da minha assinatura de não ceder aos "parasitas ". Se vcs assistirem me diz se gostou tá ABS.

_______________________________________
Parasitas: Tome cuidado com os parasitas. Um parasita é tudo aquilo que se junta a você e suga  a sua vida. Eles na maioria das vezes, tomam a forma de vício, como drogas, apostas, e  pornográfia. Eles prometem prazer, mas crescem como uma doença e consomem mais e mais seu pensamento, tempo e dinheiro. Eles roubam sua fidelidade e seu coração daqueles que você ama.
avatar
Mensagens : 68
Data de inscrição : 09/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 14:00
Luli uma outra dica se é que vc me permite,que eu acho que vai te ajudar e relar aqui todas as vezes que vc estiver sentindo a barra muito pessada pro seu lado pra te dar um alívio em desabafar sabe? Isso vai ajudar vc aliviar a tensão e também vc com certeza irá receber mensagens de força e ânimo. Só mas uma dica evite entrar muito em detalhes com palavras muito picantes, pois o seu relato pode ser um gatilho pros nossos outros companheiros com problema igual ao nosso ou até pior. ABS.

_______________________________________
Parasitas: Tome cuidado com os parasitas. Um parasita é tudo aquilo que se junta a você e suga  a sua vida. Eles na maioria das vezes, tomam a forma de vício, como drogas, apostas, e  pornográfia. Eles prometem prazer, mas crescem como uma doença e consomem mais e mais seu pensamento, tempo e dinheiro. Eles roubam sua fidelidade e seu coração daqueles que você ama.
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 18:31
Obrigada Malu.
Eu leio sempre o ebook, e sobre sua dica de entrar em detalhes você pode ter razão, vou me policiar a partir de agora.
Obrigada pelas palavras, um grande abraço
avatar
Mensagens : 68
Data de inscrição : 09/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 19:09
Luli escreveu:Obrigada Malu.
Eu leio sempre o ebook, e sobre sua dica de entrar em detalhes você pode ter razão, vou me policiar a partir de agora.
Obrigada pelas palavras, um grande abraço

Maravilha, que vc lê sempre o e-book. Obrigado pela atenção. Um grande abraço pra você também.

_______________________________________
Parasitas: Tome cuidado com os parasitas. Um parasita é tudo aquilo que se junta a você e suga  a sua vida. Eles na maioria das vezes, tomam a forma de vício, como drogas, apostas, e  pornográfia. Eles prometem prazer, mas crescem como uma doença e consomem mais e mais seu pensamento, tempo e dinheiro. Eles roubam sua fidelidade e seu coração daqueles que você ama.
avatar
Mensagens : 97
Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 28
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 15/7/2015, 23:28
Seja bem vinda ao fórum.
Eu espero que com o reboot você possa fazer uma viagem para dentro de si mesma e encontrar autonomia para tomar suas próprias decisões a avaliar por si pŕopria os resultados.

Me incomodou muito ver o relato de vocês sobre os abusos e saber que as mulheres correm tanto risco de violência sexual até dentro de casa.

O que eu peço pra vocês nessa fase da restauração é, antes de mais nada, que não se apeguem e não se identifiquem com o passado ou com o histórico pornográfico que vocês viram por aí. Parece pouco mais muitos sofrem (eu também passei muito por isso) pensando que são pessoas horríveis e detestáveis e passam a se odiar ainda mais. Vocês não são aquilo que te fazem mal, cortem o que faz mal e vejam nascer uma pessoa mais verdadeira e à frente de suas escolhas!

Cada conteúdo pornográfico que vocês acessaram não fazem parte do caráter de vocês, entendem? Não fiquem achando que vocês são piores que outras pessoas, vocês tiveram a coragem para lutar contra um vício que é inteiramente neuro comportamental. A ausência e a distância da pornografia por 90 dias vai com certeza ampliar a  visão sobre si mesmas e vcs poderão compreender que não há necessidade culpa ou lamentação.

Por último peço humildemente que, mulheres: ajudem-se umas às outras! Vocês sabem que o machismo está aí para excluir e abandonar vocês e enquanto ainda lutamos contra esse quadro, vocês precisam se ouvir e guiarem outras mulheres nessa busca por um auto desenvolvimento que vai tornar vocês muito mais fortes, independentes, autônomas e livres.

Abraços.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 40
Data de inscrição : 08/06/2015
Idade : 27
Localização : Alagoas
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 16/7/2015, 01:31
ele participa do forum? antes eu olhava o forum e nao participava achava que iria conseguir sozinho mas vejo que participaando do forum e do grupo no wpp e colocando um contador é como se eu tivesse sempre esse lembrete que nao posso recair.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 16/7/2015, 08:18
Liu, obrigada pelas palavras.
Você descreveu um pouco de como eu me sinto. Às vezes fico voltando no tempo, é como se o passado fosse meu presente, e acho que é isso mesmo, que sou uma inútil, que só sei dar a b***** nessa vida e nunca vou conseguir ser alguém. Tenho 28 anos, já comecei várias faculdades e nunca terminei, minha última faculdade era federal e eu simplesmente fui desligada pq desisti. Sou uma merda mesmo, um fracasso. Ontem foi meu aniversário, fiz 28 anos e ao invés de ser uma alegria eu sou um fardo pra família toda. Minha mãe mesmo já me disse que sou uma vadia, às vezes penso que pelo menos eu poderia cobrar, virar prostituta mesmo, pelo menos estarei ganhando dinheiro e não vou mais depender da minha família.
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 16/7/2015, 08:37
Reboter, meu namorado não participa de nenhum fórum, já insisti mas ele não tá afim, então parei de encher o saco dele. Eu acho que seria ótimo pra ele, queria mesmo que ele escrevesse, mas como fazer se ele não tá interessado?
Na realidade ele começou o reboot principalmente por causa da DE, ele fica excitado lembrando da gente, isso seria fantasiar? Aí ele fica mal pq sente vontade de M mas não faz. Sobre a pornografia, ele não viu mais nada, mas fica arrumando desculpas pra ver nossos vídeos (que a gente fazia), e tbm não quer acreditar que vai ter que parar de ver pornografia a vida inteira, ele vive se perguntando "será que quando eu estiver 100% curado (da DE) eu vou poder me masturbar e ver nossos vídeos?"... É foda isso. Às vezes queria ajudar mais, mas tbm não sei o q fazer, eu falo o que acho mas ele não faz o que aconselho. Enfim... É isso. Hoje to mto deprimida. Vontade de fumar maconha e fazer nada o dia todo. Ontem era meu aniversário e meu namorado tava aqui comigo, a gente tava conversando sobre sexo e aí eu entrei no xvideos pq temos um perfil lá, fui olhar se tinha um novo comentário no nosso vídeo, meu namorado fica pedindo pra eu entrar e ler o que tem lá, os títulos dos vídeos, aí entrei, só que na hora ele olhosite propagandas e desviou o olhar, aí eu saí do site, mas ele ficou vendo TV na sala e eu fui pro quarto, fiquei na intenção de fazer PMO, levei o celular e quando tava carregando o vídeo, ele me chamou, se não posse por isso eu ia ter feito Sad
avatar
Mensagens : 97
Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 28
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 16/7/2015, 09:05
Lulli,
Sua sexualidade não é da conta de ninguém, não se abale porque vai ter um mundo inteiro pra te chamar de vadia. O corpo é seu e você faz dele o que bem entender, o reboot é uma questão à parte que tem a ver apenas com o seu próprio bem estar. Você não está fazendo reboot para se adequar ao que a sociedade quer de você, se for assim você só vai sofrer ainda mais.

Outra coisa, é preciso que você converse com seu namorado e diga pra ele que se ele não quer, você quer tentar e processo. E por isso você precisa instalar os bloqueadores e se não acessar mais pornografia. Os estímulos visuais dos vídeos e das fotos é que são os grandes agravantes para as recaídas, ver vídeos ou apenas uma fotinha pra quem está restaurando é recaída na certa. Você pode até sentir sintomas de abstinência: raiva, tremedeira, ansiedade exagerada, medo, boca seca e outras coisas que você acha que só vai passar quando usar a droga. Acredite isso acontece, por isso instale os bloqueadores, pois aí você perceber como é o processo e poder se fortalecer e evitar as recaídas que são bem frustrantes.

Qualquer estamos aí à disposição. Leia os fóruns sobre bloqueadores, recaídas e histórias de sucesso.

Boa sorte =)

_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 13/01/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 16/7/2015, 12:56
Luli,

Bem vinda ao fórum! Very Happy

As principais dicas o pessoal que comentou acima já falou:

Acessar os materiais: e-book, vídeos do Gary, e as informações contidas aqui no fórum.

Instale os bloqueadores, quebre a rotina que se repetia quando você consumia pornografia, exemplo: não fique sozinha em casa, não ficando sem ter o que fazer na internet, exclua sua conta do xvideos, exclua Facebook, saia de grupos de whats se eles enviam materiais que podem te levar a pornografia novamente.

Faça coisas diferentes nos momentos em que costumava ver pôrno, vá caminhar, ler um livro, praticar um esporte, faça algo novo.

É imprescindível você e seu parceiro excluírem seu perfil do xvídeos, vocês estão acessando exatamente o que devem parar de usar. Imagine só se um alcoólatra em tratamento resolve ficar frequentando um bar, já pensou nisso?
Os bloqueadores irão servir justamente para impedir que acesse esse tipo de site, até o momento não vi ninguém conseguir concluir o Reboot sem os bloqueadores, não estou dizendo que não existem pessoas que conseguiram e sim que eu não vi nenhum caso.  

Olhe esses links:

http://comoparar.forumeiros.com/t295-as-12-maiores-falacias-que-contamos-a-nos-mesmos-sobre-a-nao-instalacao-de-bloqueadores

http://comoparar.forumeiros.com/t76-como-usar-os-bloqueadores-para-enganar-o-cerebro

Quanto aos abusos que você relatou ter sofrido, caso ache necessário, procure um Psicologo, Terapeuta, o Reboot tem efeito sobre o vício em pornografia e não sobre traumas emocionais e físicos (isso se você realmente tiver tais traumas),se tu sentir que tem traumas por conta disso e que estão te atrapalhando, procure ajuda profissional para isso, mas entenda, somente se sentir necessidade, se não, continue somente com o processo de Reboot.

Abraço,
estamos juntos Smile


Última edição por Luis santos em 19/7/2015, 01:03, editado 1 vez(es)

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: http://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: http://comoparar.forumeiros.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
avatar
Mensagens : 409
Data de inscrição : 25/01/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 18/7/2015, 22:45
Que relato incrível, Luli! É de uma imensa riqueza para nós que queremos compreender melhor este vício que nos atinge. Parabéns pela iniciativa de buscar ajuda e querer se melhorar, porque realmente a PMO pode se tornar um vício detestável e destruidor! Espero que esteja tudo melhor contigo! Receba aquela força! Paz!

_______________________________________
Jamais desista, até vencer!

"Aquele que conhece a própria ignorância revela alta sapiência; aquele que ignora a própria ignorância vive em profunda ilusão. O sábio conhece o seu não-saber. E o conhecimento do seu não-saber o preserva de toda ilusão." - Lao Tsé

"A dor, na vida material, é quase sempre o corolário imediato dos prazeres descontrolados." - Ramatís

"O santo é apenas um pecador que nunca desistiu..." - Yogananda
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

MEU "DIÁRIO"... REBOOT 90 DIAS

em 29/7/2015, 22:15
Oi pessoal, boa noite...

Bom, eu e meu namorado iniciamos o reboot há 12 dias, nós estamos juntos desde novembro de 2014 e resolvemos parar com PMO desde o final de abril deste ano (2015).
Confesso que quando estou longe dele (principalmente quando transamos no dia anterior, por exemplo) a vontade de praticar PMO vem mais forte. Sinto vontade de gravar vídeos me masturbando, e depois assisti-los, ou então assistir aos vídeos que já fizemos juntos, meu namorado e eu.
Ele iniciou o reboot com DE, e hoje as ereções dele estão bem melhores.
Eu percebo que quando transamos e eu NÃO gozo durante as relações, acabo procurando depois por "gatilhos". Até agora não tive nenhuma recaída, mas ontem (28/07) assisti alguns vídeos que me enviaram pelo whatsapp. Agradeço por minha mãe estar em casa, pois se eu estivesse sozinha, acredito que teria praticado PMO.

Pretendo destinar pelo menos um momento do meu dia neste diário, talvez me fortaleça e me faça criar uma determinada rotina que evite que eu recorra ao hábito de me masturbar e perder tempo procrastinando, pensando em sexo, masturbação e outras coisas...

Um abraço a todos...!
avatar
Mensagens : 217
Data de inscrição : 21/01/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 1/8/2015, 22:12
Olá, tudo bem? Seja muito bem vinda. Desejo forças a você porque o caminho é árduo é difícil e as recaídas são dolorosas. Parabéns pela atitude de mudar estou torcendo pelo seu sucesso.

_______________________________________

Um pouco da minha luta        http://www.comoparar.com/t198-a-procura-de-um-reboot

"Os que não querem ser vencidos pela verdade, serão vencidos pelo erro"
avatar
Mensagens : 255
Data de inscrição : 15/05/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 3/8/2015, 18:19
Vc acabou de resolver um dilema que me assombrava, só em ter contado sua história. Tá vendo como o fórum funciona. Obrigado por existir
avatar
Mensagens : 426
Data de inscrição : 31/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 16/8/2015, 19:36
Boa sorte.

_______________________________________

"Quando se vir diante do vazio da abstinencia,alegre-se porque essa dor vai recriar seu novo extraordinário estilo de vida."




[/i]Clique Aqui para ver o meu diário.Sua sabedoria é bem vinda..
avatar
Mensagens : 26
Data de inscrição : 14/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 17/8/2015, 16:20
Obrigada pessoal! Sobrevivente, fico feliz que meus desabafos possam fazer bem a alguém. Um abraço a todos e boa sorte pra todos nós...
avatar
Mensagens : 351
Data de inscrição : 30/07/2014
Idade : 32
Ver perfil do usuáriohttp://www.vivasempornografia.blogspot.com.br

Re: Meu relato!

em 24/8/2015, 12:50
Se há contatos que te enviam pornografia pelo whatsapp, você pode dar uma desculpa e pedir pra pessoa não te enviar mais aquilo pois tem uns sobrinhos que brincam com seu celular. Ou então bloquear a pessoa. Seu reboot deve estar acima de tudo. Não pode ficar refém da vontade dos outros de compartilhar pornografia.

_______________________________________
Meu blog: http://vivasempornografia.blogspot.com.br/



"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei...
...E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
avatar
Mensagens : 351
Data de inscrição : 30/07/2014
Idade : 32
Ver perfil do usuáriohttp://www.vivasempornografia.blogspot.com.br

Re: Meu relato!

em 24/8/2015, 14:06
É de se pensar se você já não se tornou viciada quando passou a consumir contos eróticos. Se não me engano, o Gary Wilson comenta que os contos chegam a ser tão ou mais nefastos que os vídeos, pois vão postergando e sustentando os níveis de dopamina muito elevados, durante um período longo de tempo.

Quanto às experiências de sua infância, talvez seja o caso de procurar um psicanalista e trabalhar isso tudo, ao mesmo tempo que faz reboot. Até porque é muito claro que você não consegue sublimar as pulsões sexuais para outras áreas da vida (estudo, trabalho, etc). Reboot + psicoterapia é uma combinação eficaz.

Maconha e álcool você vai ter de retirar da sua vida, pois são substâncias que suprimem seu superego, seus limites interiores, e te colocam refém das pulsões de prazer. Por isso você fica se masturbando a tarde toda quando fuma um.

Quanto a fantasiar... eu acho que aí está o núcleo do nosso vício. Os vídeos, as conversas eróticas por facebook ou whatsapp com seu namorado, as fotos, a imaginação que não consegue parar de pensar em sexo o tempo inteiro, a necessidade de novidades (novos parceiros, situações de risco, comentários dos outros a seus vídeos) tudo isso é coisa de viciado.

Nosso vício é um vício em fantasias e um vício em novidades. Isso foi uma das coisas mais importantes que o Projeto me ensinou.

Então, você só vai descobrir sua verdadeira sexualidade quando se abster de tudo isso aí. Pelo que entendi, você começou a consumir contos eróticos logo muito nova né? Então é a mesma situação de quem começou a consumir pornografia muito cedo: a pessoa não sabe o que realmente gosta em termos de sexo, pois o vício em fantasias a torna escrava daquilo tudo. Todo mundo tem uma ou outra fantasia. Mas nós viciados somos máquinas (autômatos, não temos controle sobre nós mesmos) de fantasiar, e coisas cada vez mais pesadas.

Então esse é um ponto: será que você precisará de tantos parceiros e de tanta estimulação sexual quando colocar o vício sobre controle? Eu tenho quase certeza que não. Todo viciado acha que sua própria libido é alta demais. No meu caso, ao fazer o reboot, eu vi que minha demanda por sexo não é tão grande quanto eu pensava ser. Até porque, como ao sair do vício você passa a realizar mais coisas em sua vida, a libido que nos move passa a ser desviada do sexo e da PMO para outras áreas da vida.

Quando estamos viciados, entrar num bar é uma cena erótica, entrar num ônibus também. Fantasiamos o tempo inteiro. Sair do vício é justamente conseguir ter a mente limpa de conteúdos eróticos durante a maior parte do tempo, e é isso que faz a vida andar pra frente. Você sair do estágio infantil onde quer prazer o tempo inteiro (conversas eróticas, maconha, PMO a todo momento).

Se você tem tesão por seu namorado, transe com ele ao vivo, não por telefone, ou por videos, etc. Tudo que for sexualidade artificial deve estar longe de você. Chats eróticos, facebook (sim, delete o facebook e ponto), conversinhas eróticas por telefone com seu namorado, tudo sexual que não for REAL você tem de retirar da sua vida.

Agora, uma questão que deve ser alertada é: o risco de um "abraço de afogado" nesse seu relacionamento. Ou seu namorado entra com total afinco nesse processo de reboot, de eliminar os estímulos sexuais artificiais da vida dele (e nesse caso vocês dois juntos vão progredir), ou então ele vai te puxar pra baixo sempre que você estiver tentando sair do fundo do poço. E se ele estiver atrapalhando sua libertação do vício, você vai ter de escolher: ou sua vida, ou seu namoro.

Minha ex-namorada e eu tínhamos um namoro assim. Ela viciada em sexo e eu em pornografia. Eu tive de me afastar dela, porque nossas conversas por telefone eram ainda mais fortes que ver pornografia. Então era aquilo: ou eu me mantinha naquela relação em que a putaria era o centro do relacionamento (algo que a princípio está fadado ao fracasso) e estaria cada vez mais viciado, cada vez com mais DE, buscando fantasias cada vez mais pesadas... ou eu me afastaria dela e de todo aquele mundo de fantasias para fazer meu reboot. Até porque é muito mais chocante a pornografia real (que você realiza com seu parceiro ou parceira) do que a que você lê num conto ou assiste num vídeo (e portanto é muito mais viciante). Chegou a um ponto em que se eu a visse na rua eu começava a tremer como um alcoólatra diante de um copo de cerveja, de tanto que minha mente a associou ao mundo da pornografia. As fantasias mais atormentadoras que me tentam a recair são sempre com essa minha ex, mas aí quando eu ponho o reboot nos trilhos, essas fantasias somem e minha ex me parece alguém que na realidade eu nunca quis estar perto. Todo aquele "querer" era falso, ligado ao vício, você fazendo o reboot ele some. Então é isso, eu sei que tenho um vício relacionado a sexualidade e por isso sei que não posso me envolver com outra pessoa que também pensa em sexo e fantasias o tempo inteiro, porque senão eu vou pro buraco junto. Isso você vai ter de analisar no seu relacionamento.

Outro alerta. O problema do vício não é só a D.E. Supondo que seu namorado se curasse da D.E. mas continuasse vendo pornografia, vivenciando esse mundo de fantasias no qual vocês dois são viciados... Chegaria uma hora que vocês partiriam para coisas cada vez mais pesadas, arriscadas. Para se ter a dimensão do que é o vício em fantasias, o país que vem vivendo uma epidemia de pedofilia é justamente o país que mais consome pornografia no mundo: o Japão, onde você entra numa loja tipo casas bahia da vida e as TVs a venda estão passando pornô. Então é isso. Mesmo que não causasse D.E. o vício em pornografia-fantasia leva a pessoa a buscar coisas cada vez mais pesadas (como uma droga), e o final dessa trilha é a pessoa procurar por pedofilia, em vídeos ou na vida real.

Freud vai dizer que todo ganho cultural é feito à custa de desvios das pulsões sexuais (e sexualidade pra ele não é genitalidade, é busca por prazer). Você está, como eu já estive, refém dessas pulsões primitivas, refém do prazer imediato (a maconha, a masturbação, a pornografia) e é exatamente por isso que seu lado cultural (seus estudos, trabalho, enfim, sua vida em sociedade) não vão pra frente.

Enfim, boa sorte. Coloque o reboot como meta número 1 da sua vida, eu duvido que você não vai enfim começar a ver como a vida anda pra frente, como você consegue trabalhar, estudar, amar, etc etc etc.

_______________________________________
Meu blog: http://vivasempornografia.blogspot.com.br/



"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei...
...E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
Mensagens : 13
Data de inscrição : 22/08/2015
Idade : 38
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 24/8/2015, 23:58
Gostei da sua dica do Whats up Magrão. Vou usar na próxima porque tenho contatos que mandam sem eu nem pedir essas porcarias de videos.
avatar
Mensagens : 663
Data de inscrição : 15/06/2015
Ver perfil do usuário

Re: Meu relato!

em 3/9/2015, 10:26
Luli
Parabéns pela iniciativa e não esmoreça.
Sábias palavras Magrão, temos que reduzir ao máximos os gatilhos.
É evidente que eles existem em todo lugar e momento e não há como evitar a totalidade, mas aqueles que são mais evidentes, como sites, redes sociais, Whatsapp, revistas, filmes, dentre outros com conteúdo não só pornográfico mas também eróticos devem ser banidos com tolerância zero.
Estou na minha terceira tentativa de reboot, sendo que, na primeira fiquei 45 dias de abstinência total de PMO, na segunda 15 e agora, encontro-me mais forte e experiente para não incorrer nas falhas anteriores.
Não podemos nos enganar  se estivermos mesmos deliberados a livrar desse vício nefasto.
Foça para todos e vamos em frente rumo à liberdade!

_______________________________________
Deixe uma mensagem no meu tópico
http://www.comoparar.com/t784-o-inicio-de-uma-nova-vida



Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum