Compartilhe
Ir em baixo
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Diário do Bruce

em 19/7/2015, 20:58
Olá, companheiros.  
Estou com 31 anos, sou casado e tenho uma filha de poucos meses.
Sobre o histórico do meu vício, para evitar delongas, posso dizer que sua origem e suas consequências se assemelham às dezenas de relatos que lemos neste fórum e no e-book (revistas, DVD´s, a internet rápida, depressão, tristeza, baixa concentração e memorização, síndrome do amanhã eu faço, desinteresse por hábitos saudáveis, perda de libido e por fim, a DE), e que já venho sofrendo em silêncio há mais de 11 anos. Decidi não contar para minha esposa, por receio pessoal de que isso seja objeto de chantagem no futuro (não quer dizer que eu não confie nela, mas é apenas uma das centenas de inseguranças que tenho).
Há 9 meses, enquanto eu sofria de mais uma depressão pós-PMO, em uma das várias sessões que me acompanharam desde os meus 18 ou 19 anos, em um surto de desespero, busquei no google pela chave "Cura para o vício em pornografia", e encontrei este site e fórum, que se tornou a minha tábua de salvação. Vejam que, se eu decidi pesquisar uma frase como esta, quer dizer que já tinha absoluta certeza de que estava completamente viciado.
Apesar de, desde 9 meses atrás, já ter lido o e-book, já ter conhecido o embasamento científico do vício, assim como sua cura, já ter me cadastrado neste fórum e já ter instalado os bloqueadores, continuei cometendo um erro após o outro, foram 68 recaídas até agora. Desde o início, só raramente entrava neste fórum para ler as mensagens e assim aperfeiçoar meu reboot, mas não postava nada, já que sou extremamente antissocial, tanto física quanto virtualmente (talvez isso seja consequência do próprio vício). O máximo que consegui, foram 38 dias de abstinência de PMO, entre fevereiro e março deste ano, mas recaí depois que a minha filha nasceu, talvez porque estava muito sobrecarregado e ansioso, o que não é justificativa. Além do mais, nada justifica uma recaída, a não ser a falta de vontade própria de se ver livre desta doença.
A partir de então, foram mais algumas dezenas de recaídas, que aconteceram basicamente porque não tenho como ficar longe do computador, já que trabalho e estudo com ele. Mesmo já tendo instalado o K9 e o Open DNS, e mantendo uma configuração rígida de bloqueio, sempre no auge das crises de desejo, tentava burlar os bloqueadores e então...conseguia...(é uma merda, eu sou um gênio quando estou possuído pelo caboclo punheteiro, rsrsrs...brincadeiras à parte, isso é um assunto que tenho encarado com muita seriedade, já que tem paralisado a minha vida).
Mas, com o passar destes 9 meses desde que encontrei a minha tábua de salvação, as recaídas tem ocorrido com intervalos de tempo cada vez maiores, o que reduziu um pouco a minha DE (mas o menino fica sempre meia bomba, pois não reiniciei nem religuei meu cérebro completamente, e ainda tenho EP) . O foda é que a cada recaída eu tenho que percorrer 35 km até a casa da minha mãe (invento uma desculpa qualquer) para pegar a senha dos bloqueadores,então volto para casa e bloqueio aquela brecha que me fez recair, seja uma URL ou uma palavra-chave, ou uma categoria que não estava bloqueada etc. Porém, ao desbloqueá-los para configurar, sempre recaio outra vez... Minha esposa não sabe dos bloqueadores nem do vício, por isso, tenho que fazer os ajustes em segredo, e aí já viu...outra recaída. E depois ainda tenho que voltar e esconder as senhas de novo... Isso é cansativo.
Este tem sido o motivo principal das minhas recaídas: falha nos bloqueadores nos momentos em que eu tenho minhas crises incontroláveis.
Ao mesmo tempo, eu estou tentando passar em um concurso público bem difícil, e estudo o máximo que posso, e por isso evito de acompanhar minha esposa aos domingos, quando ela vai para a casa da sua mãe. Hoje isso aconteceu e fiquei sozinho em casa, e então... gatilho. Depois de sete dias sem PMO, fiquei como um zumbi, por duas horas, procurando brechas nos bloqueadores, que já estão bem redondinhos, e felizmente não me deixaram passar, porém, olhei para a mesa e vi que minha esposa havia esquecido o celular dela, e lembrei que não instalei o App Lock nele (o que o bloqueava era apenas o OpenDNS da rede, mas possui brechas que eu já conheço). Resultado: recaí novamente, mas logo depois instalei o App Lock para que bloqueie os navegadores e programas correlatos aos domingos e madrugadas durante a semana. Enfim, me sinto numa batalha constante contra PMO, mas estou muito cansado disto.
Por isso, depois de passar 9 meses apenas lendo o que meus companheiros escrevem neste fórum, hoje resolvi quebrar meu silêncio aqui, para finalmente poder compartilhar minhas angústias e, se Deus quiser, vitórias, com os senhores. Sinto que meus bloqueadores estão infalíveis (me venceram hoje, até que enfim), além do mais, estou com uma nova rotina, em um novo cargo, com uma agenda bem cheia, e não tenho mais nenhuma brecha para recaídas. O que tenho que fazer é manter a minha mente tranquila e acolher o desejo e o incômodo físico causado pela abstinência.
Finalizando, fico muito agradecido pela iniciativa dos companheiros Projeto, Magrão e outros tantos, cujos relatos e orientações venho acompanhando em silêncio há algum tempo. Muito obrigado por dar alento àqueles que, assim como eu, não viam nenhuma luz no fim do túnel, e agora têm a mais cristalina convicção de que é possível se livrar desta doença que, infelizmente, tende a devastar esta geração.
Inauguro assim, o diário do meu reboot final. Agora é pra valer!

A todos os rebooters, desejo força e confiança no processo.
Estamos juntos nessa.

Abraços.


Última edição por Bruce em 27/7/2015, 22:01, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Pirata Feio
Pirata Feio
Mensagens : 335
Data de inscrição : 09/07/2015
Idade : 44
Localização : Porto Alegre

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 20/7/2015, 10:01
Muito bem colega, seja bem vindo.

Posso ver que a teoria tu conhece bem, mas para aplicá-la é complicado. Sugiro realmente que evite de ficar sozinho, acompanhe tua mulher e tente se socializar mais.

A interação, seja real ou virtual creio que vai te ajudar.

Vamos seguir juntos,

abraço

_______________________________________
Diário do Bruce Img?u=5449455595683840

Diário do Bruce Img?u=5634415677931520

Diário do Bruce Img?u=5313565045030912
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 21/7/2015, 06:58
Pois é. É isso mesmo. Eu já tô afinado na teoria, mas a prática tem sido diferente. Eu acho que estou jogando muita responsabilidade nos meus bloqueadores, talvez. Estive refletindo se não era pra eu assumir esta responsabilidade, e tentar evitar burlar os programas.
Agora, a socialização realmente tem sido mais difícil pra mim, principalmente no novo trabalho.
Mas creio que, quando meu reboot estiver mais avançado, este aspecto vai melhorar. Talvez...

Valeu pela força, Pirata.
Abraço.

_______________________________________
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Primeiro e segundo dias

em 22/7/2015, 07:42
Vontade de ver P: nenhuma
Vontade de MO: baixa
Fantasias involuntárias: diminuiram

Talvez isso se deva ao fato de eu já ter conhecido o método da reinicialização do cérebro há 9 meses. Mesmo já tendo recaído 68 vezes, a quantidade de PMO em relação ao período quando estava no fundo do poço tem sido bem menor, e assim, sinto que meus impulsos pra recaídas estão bem mais fracos. Lembro que no começo dos meus reboots, sempre nas primeiras semanas sentia um forte incômodo no saco e dores de cabeça constantes, além da flat line, que só me deixava "funcionar" quando voltava à PMO. Hoje não sinto mais isso, o desejo está muito mais controlável. Nas vezes em que recaí depois de algumas semanas de abstinência, durante minha sede de burlar meu próprio bloqueador, quando percebia que tinha encontrado uma brecha pra ver P, meus braços e minhas pernas começavam a tremer, é como se meu cérebro estivesse eufórico pela "conquista". Era assustador, cara. Isso prova que é, de fato, uma patologia. Mas desta vez, como disse, meus bloqueadores estão bem fechados (já foram testados por todos os lados e todas as falhas estão cobertas). Este tem sido o meus ponto fraco, todas as minhas 68 recaídas foram causadas por falhas nos aplicativos, quando eu estava tomado pela fissura do efeito caçador. O curioso é que, mesmo nunca tendo completado os 90 dias de fato (o máximo que cheguei foram 38 dias), minha DE se foi por completo, apesar de minhas ereções não ficarem 100% rígidas (fica meia bomba). E mesmo que eu já esteja conseguindo, ao menos ter ereções durante o sexo real com a minha esposa, falta vencer a EP, e por isso pretendo rebootar por completo de uma vez por todas, e acho que ela só vai embora depois que eu der um longo descanso de PMO ao meu tão castigado cérebro.

_______________________________________
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty 8º dia e a recaída

em 27/7/2015, 22:09
Que merda! Infelizmente...recaí mais uma vez. Pelo menos não foi assistindo P, mas fantasiando com P debaixo do chuveiro e arrematando com M. É bem mais difícil do que parecia no início.
Tenho ocupado totalmente a minha mente com trabalho e estudo, mas o banho foi tão relaxante que nem me dei conta de que meu cérebro estava me levando para M. Volto para a estaca zero.
A partir de hoje, meus banhos serão com portas abertas, pois o medo de ser flagrado pela esposa com a "mão na massa" é maior do que o desejo dos meus miolos viciados.

_______________________________________
Tired
Tired
Mensagens : 98
Data de inscrição : 31/07/2015

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 9/8/2015, 02:32
Força Bruce!

Sabemos quanto é difícil o processo de recuperação. Vc precisa extirpar a P da sua rotina. Sua DE se acentua com o passar do tempo, e cada vez ficará mais difícil recupera-la. Li seu relato, e me parece que vc tem uma vida muito boa. Não perca isso! Valorize a vida! Ocupe sua cabeça e sua rotina com coisas construtivas. Assistindo P estamos cavando um buraco sobre os pés, e alimentando um mercado sujo que faz milhares de vítimas por ano. Nós somos parte desse mercado...

Força e fé!

_______________________________________
Diário do Bruce Img?u=5885552213622784
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 15/8/2015, 10:43
Olá, nobre colega Tired. Obrigado pelo apoio. Suas palavras me transmitem aquela força e coragem que eu busquei por mais de 10 anos, mas nunca encontrei em lugar nenhum, até porque não tinha coragem de expor este problema a ninguém. Espero que você também consiga reprogramar sua mente para se manter longe deste vício.
E quanto à minha vida, você tem razão, tenho sorte pela família e amigos que tenho. Mas nestes 10 anos, sinto que me tornei um cara meio distante, não no sentido geográfico da palavra, mas no sentido afetivo, não sou mais aquela pessoa que estava sempre disposto a ajudar, que me abria sobre qualquer problema com os familiares para buscarmos juntos por uma solução. Continuei próximo deles, mas vivendo em um universo paralelo, fechado no meu mundinho, a dimensão P. Inclusive, tenho a impressão que eles passaram a me considerar um cara meio estranho a partir de determinado momento, sei lá, um cara meio maluco. E é isso mesmo que devo ter me tornado.
Ainda tenho esperanças de sair desta vida e voltar a ser o cara que fui um dia, não sentir mais vergonha de mim mesmo quando vejo minhas fotos, ou escuto minha própria voz em gravações de áudio ou vídeo.
Mas sinto que, depois que comecei minhas tentativas de reboo, mesmo que elas tenham sido mal-sucedidas, meu humor e minha auto-estima tiveram uma sensível melhora.
Tenhamos esperanças. Força pra você nesta jornada. Tente encarar pelo lado da libertação, e não pelo do sofrimento, sinta-se alegre a cada dia sem P, que o resultado será definitivo.
Mais uma vez, obrigado pelas palavras de coragem, e vamos botar logo um ponto final neste hábito insano, que é ser usuário de P.

Um grande abraço.

_______________________________________
Efraim Sigma
Efraim Sigma
Mensagens : 309
Data de inscrição : 12/08/2015
Idade : 23
Localização : Nordeste

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 15/8/2015, 12:56
Fala Bruce! O importante é manter a vontade de mudança, como está fazendo. O primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer. E como citou o Tired, você tem uma família. Ela existe para ser seu apoio. Não deixe a P tomar conta de você, nem ela agravar seus defeitos. Já imaginou daqui uns 10 anos você com peso na consciência por ter pedido algo importante no crescimento da sua filha por conta da P? Eu também não! Por isso você precisa se dedicar inteiramente a sua família, porque se algum mal lhe sobrevier na vida, quem vai estar lá para te socorrer? A P? As atrizes gostosas?

Espero que tenha entendido minha mensagem. Não deixe de se abrir aqui no fórum, é uma terapia para você e também para mim, assim como para todos nós. Sei que a tentação é forte, mas ore a D'us com fé, Ele é bom, te dará forças para continuar. ''Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é D'us, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.''
1 Coríntios 10:13

_______________________________________
''Feliz o homem que suporta a tentação. Porque, depois de sofrer a provação, receberá a coroa da vida que Deus prometeu aos que o amam''. - Tiago 1:13




Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 15/8/2015, 21:20
Obrigado pelas palavras, Efraim.
De fato, não quero imaginar-me daqui a mais dez anos afundado em P. Já decidimos que isso não fará parte das nossas vidas daqui pra frente, e isso é o mais importante: a decisão final, e a ela não cabe recurso. O resto é força, determinação e luta. Mas durante as minhas tentativas de reboot, percebi que quanto mais sofria e me culpava a cada queda, mais recaía novamente. Agora, tento ficar tranquilo mesmo após recaídas, que por sinal, estão cada vez mais raras. Praticamente, as minhas últimas recaídas não foram vendo P em casa, mas com M, tendo fantasias com os velhos flashes de P, e sempre que isso acontece, reinicio meu reboot, mas P crua mesmo, em casa, acabou, com a ajuda dos meus bloqueadores. Porém, uma exceção à minha abstinência em P foi na última quarta-feira, quando fui fazer um treinamento a trabalho no centro da cidade, e acabei recaindo, quando, voltando pra casa, por "curiosidade", entrei numa loja de vídeos P, e acabei pagando pra assistir numa merda de uma cabine imunda. O corpo tremia todo. O cérebro eufórico depois de tanto tempo anestesiado. Depois disso, fiquei muito envergonhado até de me olhar no espelho, mas hoje, três dias depois, já me sinto bem melhor e muito mais confiante que agora alcançarei meu objetivo.

_______________________________________
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 16/8/2015, 20:44
PQP, recaí em M de novo...lembrando das antigas cenas de P. Essa porcaria está impregnada no meu cérebro... Eu queria bater minha cabeça na parede pra esquecer desta merda de P. Não aguento mais. Mesmo bloqueando tudo que é máquina, o filme roda na minha mente, é só eu entrar no banheiro ou ficar sozinho em algum lugar. Isso é assombroso, é completamente alheio à minha vontade.

_______________________________________
Arahant
Arahant
Mensagens : 91
Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 35

Diário do Bruce Empty Dica!

em 17/8/2015, 00:26
Bruce,

Existe uma tecnica de meditacao que utilizo para nao lutar contra os pensamentos. Quando vir aquelas imagens, se voce tentar lutar para fazer o pensamento desaparecer, ele fica mais forte, pois em uma luta o sistema limbico libera adrenalina no sangue, dai vem aquela agonia bem conhecida. A dica seria fazer 'notas mentais', em vez de reprimir o pensamento, aceite-o e repita mentalmente, 'pensando, pensando', ou 'lembrando, lembrando', ou 'imagem, imagem', e continue respirando fundo, depois de uns minutos, continue agindo normalmente. Assim voce nao vai se identificar com a imagem e ela vai embora, segundo o que esta na minha assinatura.

"Todas as coisas condicionadas são impermanentes"

Se nao existir mais a causa para o pensamento ficar mais forte (lutar para reprimir), esse pensamento se esvai.

Bos sorte,
Arahant

_______________________________________
"E o que é esforço correto? Alguém gera desejo para que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo em abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça... A isto se denomina esforço correto." Sidarta Gautama -- SN XLV.8

Diário do Bruce Img?u=4913174436380672


Diário do Bruce Img?u=4582766930821120
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 17/8/2015, 23:11
Obrigado, Arahant.
Acho que consegui entender como é a técnica, já li algo semelhante em um livro do Massaharu Tanigushi (da Seicho No Ie) e nos artigos do Thic Nhat Han, mas nunca havia praticado. Estou há um dia sem P, acho que a fissura virá forte daqui há uns 3 ou 4 dias, mas desde já, quando estiver sozinho, vou começar a tentar classificar cada pensamento, emoção ou sensação física (deve ser isso mesmo né?), sem afastá-los, apenas observá-los, até se esvaírem.

Obrigado pela instrução. Mais uma vez, reitero que este fórum e estes conhecimentos sobre o vício podem estar sendo o desvio de rota que eu precisava para não perder minha vida, nem perder as pessoas que amo. Não sou religioso, mas passo a acreditar, sem querer ser piegas, que este achado na internet se trata de um milagre que o universo me preparou.

Força para nós.

_______________________________________
Arahant
Arahant
Mensagens : 91
Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 35

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 18/8/2015, 14:23
Bruce escreveu:...vou começar a tentar classificar cada pensamento, emoção ou sensação física (deve ser isso mesmo né?), sem afastá-los, apenas observá-los, até se esvaírem.

Isso mesmo, normalmente após um pensamento eu sensação, geralmente desconfortável, vem o impulso (desejo) de "aliviar" aquela sensação e pensamentos. A ideia é respirar devagar e anotar o que está acontecendo, de uma forma analítica, como um cientista no laboratório olhando no microscópio, assim você não se identifica com o que está acontecendo e não vai alimentar o impulso. Essa técnica pode ser útil como antidoto para os gatilhos que foram disparados.

Boa sorte.

Arahant


_______________________________________
"E o que é esforço correto? Alguém gera desejo para que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo em abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça... A isto se denomina esforço correto." Sidarta Gautama -- SN XLV.8

Diário do Bruce Img?u=4913174436380672


Diário do Bruce Img?u=4582766930821120
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 21/8/2015, 15:08
Quarto dia, e a fissura começou pra valer, assim como em todos os quartos dias pelos quais já passei. Estou praticando a meditação citada pelo companheiro Arahant, e tem dado certo Very Happy
Também tenho distraído a minha mente, nas horas vagas, com atividades construtivas. Mas quem me dá mais força é a minha pequena filha. Ter uma bebê recém-nascida é uma motivação forte pra ficar longe da P. O sorriso dela é como um antídoto contra o meu vício. Eu não quero que minha filha tenha um pai que é viciado numa droga tão humilhante.
Durante o dia, os pensamentos compulsivos vêm e vão, e acho que estou conseguindo apenas observá-los, até que eles passem. Creio que com o tempo, eles vão desistir de mim, e vão embora de vez.

_______________________________________
Arahant
Arahant
Mensagens : 91
Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 35

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 21/8/2015, 19:58
Bruce escreveu:Quarto dia, e a fissura começou pra valer, assim como em todos os quartos dias pelos quais já passei. Estou praticando a meditação citada pelo companheiro Arahant, e tem dado certo Very Happy

Bruce,

Que bom que tem funcionado, vou explicar aqui por que funciona. Quando paramos para meditar e tentamos focar na respiração e sensações, algumas destas sensações são desconfortáveis, por exemplo, uma coceira, uma pequena dor, as pernas dormentes, etc. A primeira reação da mente e liberar um impulso para nos mover de uma sensação desagradável para uma agradável, então automaticamente esfregamos região, ou mudamos de posição. O Treino de plena atenção seria basicamente um treino para 'enfraquecer as sinapses' deste circuito que gera uma reação automática,  esta reação os viciados tem de mais forte para buscar o alivio para fissura. Se pararmos para pensar friamente, muitas vezes a fissura por PMO vem como uma sensação desconfortável, e o cérebro nos move em busca do 'alivio', ou seja, orgasmo. Então, ao meditar, primeiramente treinamos não reagir a pequenos desconfortos, desfazendo as conexões viciadas, vamos treinando para não reagir automaticamente a fissura por PMO.

Isto seria muito semelhante com a filosofia do reboot, e já foi provado cientificamente a a meditação de plena atenção mindfulness também promove mudanças positivas no cérebro. (Cuidado, pois existe muita coisa maluca por ai que chamam de meditação)

Veja o vídeo abaixo da Scientific American.




Rumo aos 90 dias!

Arahant

_______________________________________
"E o que é esforço correto? Alguém gera desejo para que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo em abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça... A isto se denomina esforço correto." Sidarta Gautama -- SN XLV.8

Diário do Bruce Img?u=4913174436380672


Diário do Bruce Img?u=4582766930821120
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 26/8/2015, 00:54
Nove dias sem P. A fissura está grande. Tenho vários insights de imagens pornográficas todos os dias, e continuo praticando a observação tranquila dos meus pensamentos e sensações, sem reagir aos impulsos de desconforto. Mas mesmo assim tem sido muito difícil.
Já sinto uma melhora na minha capacidade de tomar decisões e de fazer as coisas agora, sem procrastinar. Isso é muito bom. Inclusive, no campo profissional, tomei uma decisão muito difícil e importante na última semana, com a convicção plena de que foi a mais acertada. Se estivesse na ressaca de uma noite vendo P, certamente continuaria cometendo uma cagada atrás da outra no trabalho.

Obrigado pelo vídeo, Arahant. Realmente, o hábito de meditar, assim como o hábito do exercício físico e o hábito da leitura produtiva, faz diferença na nossa qualidade de vida, e ajuda a afastar qualquer vício que tente dominar nossa mente.

É isso que tomei como nova meta, que é praticar diariamente essas 4 atividades, até virarem rotina e eu não conseguir mais me livrar delas. São:

1 - Exercícios físicos (musculação e caminhada/corrida)
2 - Leitura (basicamente estudos)
3 - Meditação (Mindfulnes)
4 - Relações interpessoais saudáveis (família e amigos)

Vou tentar cultivar estes hábitos durante o reboot, para limpar a P da minha mente.

_______________________________________
avatar
Convidado
Convidado

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 26/8/2015, 08:26
Continue firme cara, no começo a mente fica meio pertubada mesmo, é como tentar tirar um saboroso filé da boca de um cachorro, o cachorro não vai aceitar sem lutar. O cachorro é a nossa mente...rsrs Mas com o tempo sem PMO a mente fica muito mais suave...continua firme!
Seiya
Seiya
Mensagens : 5
Data de inscrição : 24/08/2015

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 26/8/2015, 09:03
Fala Bruce Blz

Tenho visto suas mensagens em outros posts, e agora cheguei até o seu próprio diario, vc com certeza já está a anos luz na frente de quem como eu ta começando a sua recuperação apenas agora, dá pra ver nos seus posts que vc realmente é  muito esclarecido em relação a todo esse problema e vc acaba que orientando e dando muito dicas boas e pra mim tem sido muito uteis,uma dessas dicas foi aquela da privacidade, realmente a privacidade excessiva é uma merda, e já posso sentir que isso vai ser o grande vilão na minha caminhada, ou um dos.


Eu  tenho notado tb nos seus posts, que vc fala demais dos bloqueadores ,eu tive uma recaida ontem de noite e já hoje pela manha ( vou falar disso em outra hora) e tenho certeza que bloqueador nenhum teria evitado isso, um meteoro de pegasus sem precisar aumenta muito o cosmo ja destruiria todos eles rs

Mas brincadeiras a parte, posso estar errado, mas me parece que especificamente pra vc os bloqueadores estão agindo como vilões e não como aliados, eu deduzo isso por alguns motivos que pesquei do seus posts, primeiro o fato que vc tem recaida mesmo com os bloqueadores, e segundo que talvez  vc não perceba mas vc acaba dando até detalhes de como vc burla os bloqueadores.

Se essas duas premissas são verdadeiras entao a gente pode tentar fazer alguma dedução em cima delas . Uma poderia ser que os bloqueadores eles funcionam como uma desculpa pra  vc,
" Eu uso bloqueador é um sinal que alguma coisa eu to tentando fazer pra sair dessa "  
. Então de uma certa maneira é como vc ter uma desculpa que vc pode usar por toda a eternidade sempre que voce falhar,e isso acaba gerando comodismo se torna um circulo vicioso .

Outra maneira que talvez o bloqueador esteja agindo como vilão, é que ele representa uma barreira a mais pra impedir de vc voltar ao vicio ,e ao estudar aquele video la da dopamina, pode ser que o bloqueador por significar um barreira a mais faça com que seja mais prazeroso ainda ter que transcender essa barreira e retornar ao vicio o que torna a recompensa maior pro cerebro .

A mente da gente é muito complexa, e nos prega peças a todo momento, não to sugerindo que vc não use mais os bloqueadores,e nem to dizendo que o bloqueador é um problema em si mesmo,  e sim que talvez o problema é o uso que vc está fazendo dele . E desculpas todos nós temos , identificar nossa desculpa  acredito ser um grande passo pro sucesso.

Abraço
Pirata Feio
Pirata Feio
Mensagens : 335
Data de inscrição : 09/07/2015
Idade : 44
Localização : Porto Alegre

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 26/8/2015, 09:07
Bruce escreveu:
É isso que tomei como nova meta, que é praticar diariamente essas 4 atividades, até virarem rotina e eu não conseguir mais me livrar delas. São:

1 - Exercícios físicos (musculação e caminhada/corrida)
2 - Leitura (basicamente estudos)
3 - Meditação (Mindfulnes)
4 - Relações interpessoais saudáveis (família e amigos)

Vou tentar cultivar estes hábitos durante o reboot, para limpar a P da minha mente.

Cara,

É isso aí : "praticar até virar rotina" Estas atitudes positivas vão substituir a rotina PMO. Acredito que o grande segredo do sucesso no reboot não é se proibir de pensar em PMO, mas sim pensar em outras coisas, ocupar a mente. Ficar sem fazer nada é a pior coisa para recair. Quando eu sinto que vou ficar tranquilo e sozinho, eu levanto e saio, vou resolver coisas na rua, vou correr, vou comprar uma revista, visitar um amigo , qualquer coisa... e isso dá certo.

tamo junto !!





_______________________________________
Diário do Bruce Img?u=5449455595683840

Diário do Bruce Img?u=5634415677931520

Diário do Bruce Img?u=5313565045030912
avatar
Tuga
Mensagens : 118
Data de inscrição : 19/08/2015

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 12/9/2015, 08:53
Saudações Bruce,

Você tem uma história parecida com a minha, também sou casado e tenho um filho pequeno. Antes de casar pensava que estando casado iria conseguir eliminar o vício em PMO, mas claro que estava enganado, estou casado á 9 anos e passado pouco tempo de estar casado a minha mulher me encontrou de madrugada no computador, pensou que eu a estava enganando com outra mulher e ai contei todo o meu problema com PMO. Contei para ela agora recentemente que encontrei o site e dei a ela a senha dos bloqueadores, só ela sabe onde estão.
Cada caso é um caso mas pondere a hipótese de falar com sua esposa sobre o seu problema de PMO.

_______________________________________
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 13/9/2015, 02:15
Seiya escreveu:

A mente da gente é muito complexa, e nos prega peças a todo momento, não to sugerindo que vc não use mais os bloqueadores,e nem to dizendo que o bloqueador é um problema em si mesmo,  e sim que talvez o problema é o uso que vc está fazendo dele . E desculpas todos nós temos , identificar nossa desculpa  acredito ser um grande passo pro sucesso.

Seiya, você tem razão, sua análise foi perfeita, e seu conselho foi muito importante para o fortalecimento da minha estratégia. Parece simples, mas eu ainda não tinha parado pra pensar desta forma sobre os meus bloqueadores, e com a sua abordagem sobre o assunto, percebi que eu estava errado, pois no fundo, esperava que, por si só, eles me mantivessem longe da P.

Com certeza, o uso dos aplicativos já evitaram algumas recaídas, mas não foram suficientes para impedir outras tantas. Porém, o fato é que eu estava "terceirizando" para os bloqueadores a minha responsabilidade, visto que os programas deveriam ser apenas AUXILIARES no reboot, só entrando em ação em ÚLTIMO CASO (quando o cérebro, depois de resistir bravamente, sucumbisse por algum lapso).

Assim, percebi que o protagonista do processo de recuperação tem que ser a mente (EU), e não o bloqueador. Sou EU quem deve me impedir de fixar os olhos no LCD pra ver P, e não o bloqueador.
Sou EU quem deve lutar contra os truques do cérebro viciado, que clama desesperadamente por alguns minutos de falso prazer, e não o bloqueador.
Sou EU quem deve desenvolver novos e saudáveis hábitos, que substituam a dopamina que o cérebro tinha antes, e não o bloqueador.
Portanto, EU sou o responsável pelas minhas atitudes e pelos frutos que estas me tragam, e por isso não posso jogar a culpa das minhas falhas nos bloqueadores, porque pra chegar no ponto de o bloqueador falhar (o que é difícil), antes EU terei falhado, caindo nos truques sujos das vias cerebrais fortalecidas pelos longos anos de vício, e é exatamente contra esses que devo lutar.

Mas infelizmente, não dá pra instalar bloqueador no nosso cérebro (ainda), o que seria o sonho de todo viciado.

A partir desta constatação, percebi que o meus melhores "bloqueadores" são:
.a força que vem da imensa vontade de me libertar deste hábito, e de alguma forma, me limpar;
.o conhecimento adquirido pelo contato com abordagem científica sobre o vício;
.a motivação e os conselhos compartilhados neste grupo, que têm contribuído bastante;
.a prática de atividades saudáveis substitutas dos velhos hábitos;
.e o desejo de ser um ente mais completo e íntegro para a minha família e para a sociedade.

Agradeço ao Seiya e ao Pirata (que já havia me orientado em ralação ao mau uso dos bloqueadores em outro post), por me fazerem descobrir que eu estava cometendo este erro crasso.
Acho que este é um tema que deveria ser mais abordado por este fórum: Os bloqueadores são ferramenta mais útil do reboot, mas qual a visão que temos deles? E o que esperamos deles?

_______________________________________
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 13/9/2015, 02:19
Jiraya escreveu: "...é como tentar tirar um saboroso filé da boca de um cachorro, o cachorro não vai aceitar sem lutar."  

Valeu, Jiraya. Essa imagem mental do cachorro desesperado, te pedindo um filé, ajuda bastante a entender como funciona o circuito de recompensas do cérebro.

cachorro = cérebro
filé= P

A idéia não é deixar o cachorro faminto, mas dar outros tipos de alimentos pra ele, tipo brócolis, beterraba e batata, pra não deixar que o pobre cãozinho morra de fome. Até chegar o dia em que ele nem vai lembrar mais que existe filé.

brócolis = praticar exercícios físicos
beterraba=adquirir novos conhecimentos e habilidades
batata = fazer sexo real

Desculpe pela "viajada", mas é legal usar analogias como essas, pois ajuda no processo.


Última edição por Bruce em 13/9/2015, 02:53, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Bruce
Bruce
Mensagens : 176
Data de inscrição : 30/10/2014

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 13/9/2015, 02:49
Tuga escreveu:
Cada caso é um caso mas pondere a hipótese de falar com sua esposa sobre o seu problema de PMO.  

Fala, Tuga! Pois é, nós temos aspectos parecidos quanto à esposa e filhos.
Parabéns por ter tomado a decisão de expor este problema a sua esposa, com certeza a ajuda dela será fundamental. Com dois guerreiros lutando do mesmo lado, a batalha fica mais fácil.

No meu caso, eu gostaria muito MESMO de expor este problema para minha esposa, até pra ela entender que as brochadas e a falta de libido não eram culpa dela (fico muito mal por achar que ela pense isso), e até pra ter uma forte aliada na luta. Mas não me sinto confortável e seguro pra contar.
Nós dividimos todas as nossas intimidades, naturalmente, mas no caso deste meu problema, em especial, por ser tão sensível e tão bombástico, de foro tão íntimo, não me sinto nem um pouco à vontade pra contar, visto que a família dela possui a característica de não segurar a língua nos dentes, se é que você me entende, e a mãe dela é uma baita fofoqueira.
Caso algum dia, em algum desentendimento corriqueiro de casal, ou alguma situação extraordinária, minha esposa contasse inocentemente, pra sua mãe (ou pra qualquer pessoa), sobre este meu problema (do passado, tomara), aí eu veria o inferno bem de perto, porque toda a família, e talvez até o bairro, saberiam não apenas que um dia fui um viciado, mas especulariam muito mais, e assim a minha reputação, que já não é das melhores, ficaria bem pior.

Ou seja, não é questão de confiar ou não confiar. A questão é que merdas acontecem, pessoas cometem erros.
Eu confio muito na minha esposa, ela é minha grande companheira. Nada escondo, com exceção disto.

Parabéns pela decisão firme e corajosa.

Boa sorte no Reboot.

Um abraço.

_______________________________________
MS-Voly
MS-Voly
Mensagens : 975
Data de inscrição : 29/08/2015

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 13/9/2015, 19:04
Tudo bem Bruce? Lê seu diário,Parabéns por estar lutando para um dia melhor chegar. A Questão dos Bloqueadores abordado aqui, eu acho que e o que muitos falaram ele ajuda bastante, mas depende muito da forma como você vê eles.
Sobre o caso de você não ter contado a sua esposa, Acho que tem muitos lados na questão. E algo que ela pode falar em algum momento de discussão entre vocês. Mas acho que você se abrisse a ela sobre o assunto isso te motivaria mais a largar esse vício, você teria mais uma pessoa te apoiando para continuar em frente e sair do fundo do poço.

Boa Sorte no REBOOT e Acompanhando Very Happy

_______________________________________
Meu Diário: http://www.comoparar.com/t1265-diario-ms-voly
História de sucesso:http://www.comoparar.com/t3593-ms-voly-o-cacador-guia
---------------------------------------------              --------------------------------------------------------------------------
"A dor é temporária, mas a vitória é permanente"
avatar
Tuga
Mensagens : 118
Data de inscrição : 19/08/2015

Diário do Bruce Empty Re: Diário do Bruce

em 14/9/2015, 08:53
Força Bruce!

Nunca desista! Exige mais força levantar depois de cair do que caminhar, e você tem demonstrado essa força.

1 grande abraço.

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum