Diário da batalha sem desistências

+32
Dante Auditore
Diego0097
Ezequiel
MEMENTO MORI
Antônio71
SaulGoodman
Erkigsnek
Soli Deo Gloria
LuciusP
Lima Gomes
html
ANUBIS
Tavares336
parbat
MascaradeFerro
vierkenes
VanGogh
deltagama_0236
luangama
Lutador com Cristo
Marcão
Mike
Rottweiler
Guerreironofap
Jhoniel
soumulherviciadaemporn
Justiceiro do Sertão
Eddie Red Pill
Bernardo de Claraval
Flying
Konyes
Umcaralegal
36 participantes
Ir para baixo
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

4/6/2020, 20:27
Lutador com Cristo escreveu:Parabéns irmão pela rotina, ela é muito importante para nós, também tenho a minha de acordar cedo e fazer minhas obrigações diárias, também fico com vontade de dormir mais, mas, levanto e não cedo a vontade, não podemos ceder a essas vontades, temos que mostrar que somos livres, e combater tudo que nos aprisiona. Está noite mesmo dormi das 21 as 23, depois não dormi mais, aí as 6 veio o pensamento de continuar deitado, lutei e vou seguir minha rotina, na próxima noite durmo melhor. Temos que lutar, estar forte pra tudo. Deus abençoe seu dia guerreiro, Jesus e Maria possam te dar a vitória de hoje.
Com certeza, meu amigo. Se não conseguirmos vencer pequenos contra tempos quiçá os grandes impulsos em momentos de fissura. É luta!
Salve Maria!
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

4/6/2020, 20:55
Dia, hoje, foi duro desde o início, levantei-me à contragosto; levantei bem cedo, horário de sempre, e depois tive uma pequena alteração na rotina. Fui fazer um exame de vista com minha mãe, depois compareci ao supermercado; sempre procurando guardar os olhos. Confesso que consegui bem, porém ao chegar no mercantil vi duas garotas, com roupas sensuais, que chamaram minha atenção, relutei em olhar, foi uma batalha. Estou ciente que não consenti em nada, no entanto, aquilo me alterou de alguma forma, porque ao chegar em casa, por volta do meio-dia, a tentação bateu forte. Aconteceu o mesmo episódio de uns dois dias atrás: fiquei pensando em sites, peguei o celular, até pesquisei sobre os tais, fui no Playstore, coloquei o nome de um lá, mas não baixei. Foi a graça de Deus, meus amigos, que me sustentou. Nunca senti tão forte Deus me tirar de uma situação dessas. Na hora, alimentei um sentimento de raiva e à revelia larguei o celular na cama, reorientei meus pensamentos e dispus-me a fazer coisas descentes. Esse pequeno episódio me fez repensar e enxergar pontos de gatilho; por exemplo, jamais me deitarei na cama, agora, com o celular. Isso é um gatilho para mim. Posso estar com uma paz retumbante, mas se for para cama, nada de celular! E outra coisa, confirmou-se em mim a necessidade de seguir os meus horários à risca. E sempre, em alguns dias, buscarei coisas que me motivem a lutar, pois em alguns momentos, pela força do cansaço ou dos eventuais problemas que aparecem, o ânimo tende a cair, e nada melhor que um combustível de motivação.
E a vida segui, e a luta segui.
"Ó meu Deus: cada dia me sinto menos seguro de mim e mais seguro de Ti!"

Salve Maria!!!
VanGogh
VanGogh
Mensagens : 199
Data de inscrição : 25/05/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

4/6/2020, 21:06
Guerreiro de longa data escreveu:Dia, hoje, foi duro desde o início, levantei-me à contragosto; levantei bem cedo, horário de sempre, e depois tive uma pequena alteração na rotina. Fui fazer um exame de vista com minha mãe, depois compareci ao supermercado; sempre procurando guardar os olhos. Confesso que consegui bem, porém ao chegar no mercantil vi duas garotas, com roupas sensuais, que chamaram minha atenção, relutei em olhar, foi uma batalha. Estou ciente que não consenti em nada, no entanto, aquilo me alterou de alguma forma, porque ao chegar em casa, por volta do meio-dia, a tentação bateu forte. Aconteceu o mesmo episódio de uns dois dias atrás: fiquei pensando em sites, peguei o celular, até pesquisei sobre os tais, fui no Playstore, coloquei o nome de um lá, mas não baixei. Foi a graça de Deus, meus amigos, que me sustentou. Nunca senti tão forte Deus me tirar de uma situação dessas. Na hora, alimentei um sentimento de raiva e à revelia larguei o celular na cama, reorientei meus pensamentos e dispus-me a fazer coisas descentes. Esse pequeno episódio me fez repensar e enxergar pontos de gatilho; por exemplo, jamais me deitarei na cama, agora, com o celular. Isso é um gatilho para mim. Posso estar com uma paz retumbante, mas se for para cama, nada de celular! E outra coisa, confirmou-se em mim a necessidade de seguir os meus horários à risca. E sempre, em alguns dias, buscarei coisas que me motivem a lutar, pois em alguns momentos, pela força do cansaço ou dos eventuais problemas que aparecem, o ânimo tende a cair, e nada melhor que um combustível de motivação.
E a vida segui, e a luta segui.
"Ó meu Deus: cada dia me sinto menos seguro de mim e mais seguro de Ti!"

Salve Maria!!!

Força, amigo! São essas situações que nos põe à prova e resistir pode ser dificil no momento mas depois a recompensa é muito maior e sentir que vencemos algo que antes nos derrotaria é muito compensador! Continue lutanto! Todos estamos aqui uns com os outros para vencer este mal e, como vejo que é crente em Deus, Ele lhe ajudará e está sempre ao seu lado, quanto mais próximo Dele estivermos, mais longe do erro nos encontramos! Abraço de coragem e esperança!

"… Eu estava encarcerado não com o ferro de outras correntes, mas com o ferro da minha própria vontade. (...) Como minha vontade era perversa, ela se transformou em luxúria, e a luxúria se tornou um hábito, e o hábito, sem resistência, passou a ser necessidade."

Confissões, Santo Agostinho de Hipona, 354-430 d.C


--------------------

Eu odiava cada minuto dos treinos, mas dizia para mim mesmo: Não desista! Sofra agora e viva o resto de sua vida como um campeão.
Muhammad Ali

_______________________________________


---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh
Lutador com Cristo
Lutador com Cristo
Moderador
Moderador
Mensagens : 2636
Data de inscrição : 28/09/2019

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

5/6/2020, 06:24
O ouro precisa ser provado amigo, depois das provações e tentações saímos mais forte, feliz por vc ter vencido mais um dia, que Jesus e Maria possam te dar a vitória de hoje

_______________________________________
Flying
Flying
Mensagens : 264
Data de inscrição : 15/01/2019

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

5/6/2020, 20:05
Fala meu parceiro, tudo bem?

Estou passando só para te avisar que fui assaltado hoje, praticamente na porta de casa. Levaram somente o meu celular, graças à Deus estou bem.

Caso receba alguma mensagem no Whatsapp, não sou eu.

Um forte abraço!

_______________________________________
Se tu o desejas, podes voar, só tens de confiar muito em ti.
Steve Jobs
Clique aqui para acessar meu diário.
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

5/6/2020, 20:55
Flying escreveu:Fala meu parceiro, tudo bem?

Estou passando só para te avisar que fui assaltado hoje, praticamente na porta de casa. Levaram somente o meu celular, graças à Deus estou bem.

Caso receba alguma mensagem no Whatsapp, não sou eu.

Um forte abraço!

Poxa, cara, lamentável!
Meu número está no seu e-mail, não deixe de fazer contato quando estiver com celular.
Um abraço;
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

5/6/2020, 21:00
Lutador com Cristo escreveu:O ouro precisa ser provado amigo, depois das provações e tentações saímos mais forte, feliz por vc ter vencido mais um dia, que Jesus e Maria possam te dar a vitória de hoje
Belíssima citação do Eclesiástico.
Grande abraço!
Salve Maria!!!
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

5/6/2020, 21:11
Dia tranquilo. Mesma rotina de sempre.
Durante o dia tive pouquíssimos flash, no entanto, à noite quando saí com meu pai, fui tomado pelo famigerado "efeito caçador" em cenário real. Alguns olhares me escaparam. Aqui onde moro tem muita mulher despudorada. Difícil. Mas, enfim, não houve nada que me desregulasse; só que, por um lado, percebi que nesse início de Reboot, ficar em casa, como estou, é até benéfico, pois evito os olhares sorrateiros.
Por fim, foi um dia abençoado, apesar das "naturais" inclinações que ocorreram.
A luta segue como deve.

Salve Maria!!!
Lutador com Cristo
Lutador com Cristo
Moderador
Moderador
Mensagens : 2636
Data de inscrição : 28/09/2019

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 06:23
Parabéns guerreiro de Deus, estar nessa luta é muito bom, já é uma graça de Deus lutar por nossa liberdade, agora basta fazer nossa parte, a queda nos ensina a sermos humildes, conhecemos nossa miséria e nos faz saber que precisamos da graça de Deus. A persistência, a bisca contínua, o não desistir, o clamor, junto com os sacramentos da igreja nos libertará desse vício. Em Cristo Jesus já somos vencedores. Jesus e Maria possam te dar a vitória de hoje.

_______________________________________
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 07:04
Lutador com Cristo escreveu:Parabéns guerreiro de Deus, estar nessa luta é muito bom, já é uma graça de Deus lutar por nossa liberdade, agora basta fazer nossa parte, a queda nos ensina a sermos humildes, conhecemos nossa miséria e nos faz saber que precisamos da graça de Deus. A persistência, a bisca contínua, o não desistir, o clamor, junto com os sacramentos da igreja nos libertará desse vício. Em Cristo Jesus já somos vencedores. Jesus e Maria possam te dar a vitória de hoje.
Amém, meu irmão!
Hoje tive um sonho erótico, sempre com uma prima específica minha, uma que me atiçava na adolescência. Não vou me perturbar com isso, sei que esses sonhos são consequências do vício, no mais rezarei para Deus afastar de mim essas fantasias.
Estou com um refluxo que está atrapalhando meu sono; e eis um dos motivos, creio eu, que me fizeram cair, foi justamente o período que estive doente, corpo fraco e por conseguinte permiti que a mente se enfraquecesse também. Tenho que ficar atento, pois nos períodos em que o corpo padece por pequenas enfermidades, não no período, mas no pós, é como se minha mente exigisse "tu já sofreste de mais, tome uma dose PMO agora para relaxar." Agora estou ligado!
Estou desabafando um pouco agora, pois o dia amanheceu um pouco diferente, quase tive uma polução.
Todavia, seguirei o dia com firmeza: Nosso Senhor e Nossa Senhora me acompanhem.
Salve Maria!
avatar
deltagama_0236
Mensagens : 109
Data de inscrição : 11/05/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 10:44
PMO sempre tentando entrar na nossa vida por diversos caminhos.

É ótimo saber que vc sabe como ele entra por este caminho, assim vc já se antecede ao movimento. Parabéns velho.

_______________________________________





https://www.comoparar.com/t10510-diario-do-deltagama
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 17:09
deltagama_0236 escreveu:PMO sempre tentando entrar na nossa vida por diversos caminhos.

É ótimo saber que vc sabe como ele entra por este caminho, assim vc  já se antecede ao movimento. Parabéns velho.
Obrigado, parceiro!
Desejo-lhe forças nessa batalha também!
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 17:16
Guerreiro de longa data escreveu:Dia tranquilo. Mesma rotina de sempre.
Durante o dia tive pouquíssimos flash, no entanto, à noite quando saí com meu pai, fui tomado pelo famigerado "efeito caçador" em cenário real. Alguns olhares me escaparam. Aqui onde moro tem muita mulher despudorada. Difícil. Mas, enfim, não houve nada que me desregulasse; só que, por um lado, percebi que nesse início de Reboot, ficar em casa, como estou, é até benéfico, pois evito os olhares sorrateiros.
Por fim, foi um dia abençoado, apesar das "naturais" inclinações que ocorreram.
A luta segue como deve.

Salve Maria!!!

Fala Guerreiro, boa tarde, parabéns por seguir firme em sua luta, e por estar disciplinado e fugindo de perigos. Um forte abraço e que Deus te abençoe. Tmj.
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 17:22
End escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Dia tranquilo. Mesma rotina de sempre.
Durante o dia tive pouquíssimos flash, no entanto, à noite quando saí com meu pai, fui tomado pelo famigerado "efeito caçador" em cenário real. Alguns olhares me escaparam. Aqui onde moro tem muita mulher despudorada. Difícil. Mas, enfim, não houve nada que me desregulasse; só que, por um lado, percebi que nesse início de Reboot, ficar em casa, como estou, é até benéfico, pois evito os olhares sorrateiros.
Por fim, foi um dia abençoado, apesar das "naturais" inclinações que ocorreram.
A luta segue como deve.

Salve Maria!!!

Fala Guerreiro, boa tarde, parabéns por seguir firme em sua luta, e por estar disciplinado e fugindo de perigos. Um forte abraço e que Deus te abençoe. Tmj.
Obrigado grande End! Deus abençoe! Abraços!
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 17:54
Estava até ansioso para relatar meu testemunho, depois do que passei hoje. Não serei prolixo.
Nunca fui tão bombardeado por fissuras, pensamentos, tentações, nos primeiros dias, como agora. Passou-se uma verdadeira "guerra do Iraque interior" por mim hoje.
Primeiramente, como escrevi aqui mais cedo, tive sonhos eróticos à noite, impressionante como não tive polução, entretanto passei beirando.
O dia iniciou-se, eu dando umas saídas com meus pais: para sacar dinheiro e resolver um problema de instalação da internet. Nesse mesma viagem fomos ao mercantil, e lá, caros amigos, ativou-se, creio que devido o sonho(não sei), o "efeito caçador em cenário real"...avistei umas garotas lindas e vestidas de maneira bem provocante, acabei fixando olhos, por mais que tenha evitado no começo. Confesso que abri a guarda.
Quando estava voltando para casa, vi uma menina, toda com roupa de academia(uma beldade), aquilo gerou um tesão enorme em mim - não posso ser hipócrita...não é brincadeira, meus amigos, esse efeito caçador é coisa de louco.
Para ter uma ideia, cheguei em casa, fui rezar o terço e não consegui; minha cabeça estava pesada. Sem saber o que fazer, pensando que numa hora ou outra acabaria me masturbando, parei, coloquei uma música - trilha sonora do "Rock IV" - e fiz 160 flexões! Na hora passou. No entanto depois do almoço, a fissura e os pensamentos voltaram com toda força. Sentei em frente ao meu PC e coloquei em um canal do YouTube de uma moça lá(ela não mostra o corpo, nem se exibe, nada disso), totalmente sem noção, que outrora tinha contribuído para minha última queda por um história de cunho erótico que tinha relatado; fiquei olhando( não cliquei em nem um vídeo, pra ficar claro)...entrei em um verdadeiro combate, mas sem êxito nenhum, parece que a vontade só aumentava. Até que - agora entra a ação sobrenatural! - eu senti a presença de Deus de uma maneira que nem sei descrever, algo que nesse processo jamais tinha experimentado...naquele momento de aflição, eu abaixo minha cabeça e faço uma pequena oração (acredito que foi um dom, uma graça, eu ter tido força para ter esse pequeno gesto) olhando pro crucifixo e para imagem de Nossa Senhora no meu quarto, meus amigos, fui revestido de uma força e de uma repulsa que, na hora, fechei a página nojenta(da qual repito, n vi nada, por graça de Deus) e levantei-me!  
Terminei de rezar meu terço, fiz outras atividades, e não senti mais nem uma fissura, pensamentos, nada... Repito: nada! Impressionante, não?!
Naquele momento, que não durou 3 minutos, em que fiz a oração, foi suficiente para neutralizar toda aquela força imunda que estava me enlouquecendo. Ufa! Que loucura! Não sabia que esse começo ia ser tão difícil, mas fui aguerrido. Não por méritos próprios, como vêem, mas pelo auxílio de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe. Louvado seja Deus!
A luta continua kk

Salve Maria!!!
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 18:11
Guerreiro de longa data escreveu:Estava até ansioso para relatar meu testemunho, depois do que passei hoje. Não serei prolixo.
Nunca fui tão bombardeado por fissuras, pensamentos, tentações, nos primeiros dias, como agora. Passou-se uma verdadeira "guerra do Iraque interior" por mim hoje.
Primeiramente, como escrevi aqui mais cedo, tive sonhos eróticos à noite, impressionante como não tive polução, entretanto passei beirando.
O dia iniciou-se, eu dando umas saídas com meus pais: para sacar dinheiro e resolver um problema de instalação da internet. Nesse mesma viagem fomos ao mercantil, e lá, caros amigos, ativou-se, creio que devido o sonho(não sei), o "efeito caçador em cenário real"...avistei umas garotas lindas e vestidas de maneira bem provocante, acabei fixando olhos, por mais que tenha evitado no começo. Confesso que abri a guarda.
Quando estava voltando para casa, vi uma menina, toda com roupa de academia(uma beldade), aquilo gerou um tesão enorme em mim - não posso ser hipócrita...não é brincadeira, meus amigos, esse efeito caçador é coisa de louco.
Para ter uma ideia, cheguei em casa, fui rezar o terço e não consegui; minha cabeça estava pesada. Sem saber o que fazer, pensando que numa hora ou outra acabaria me masturbando, parei, coloquei uma música - trilha sonora do "Rock IV" - e fiz 160 flexões! Na hora passou. No entanto depois do almoço, a fissura e os pensamentos voltaram com toda força. Sentei em frente ao meu PC e coloquei em um canal do YouTube de uma moça lá(ela não mostra o corpo, nem se exibe, nada disso), totalmente sem noção, que outrora tinha contribuído para minha última queda por um história de cunho erótico que tinha relatado; fiquei olhando( não cliquei em nem um vídeo, pra ficar claro)...entrei em um verdadeiro combate, mas sem êxito nenhum, parece que a vontade só aumentava. Até que - agora entra a ação sobrenatural! - eu senti a presença de Deus de uma maneira que nem sei descrever, algo que nesse processo jamais tinha experimentado...naquele momento de aflição, eu abaixo minha cabeça e faço uma pequena oração (acredito que foi um dom, uma graça, eu ter tido força para ter esse pequeno gesto) olhando pro crucifixo e para imagem de Nossa Senhora no meu quarto, meus amigos, fui revestido de uma força e de uma repulsa que, na hora, fechei a página nojenta(da qual repito, n vi nada, por graça de Deus) e levantei-me!  
Terminei de rezar meu terço, fiz outras atividades, e não senti mais nem uma fissura, pensamentos, nada... Repito: nada! Impressionante, não?!
Naquele momento, que não durou 3 minutos, em que fiz a oração, foi suficiente para neutralizar toda aquela força imunda que estava me enlouquecendo. Ufa! Que loucura! Não sabia que esse começo ia ser tão difícil, mas fui aguerrido. Não por méritos próprios, como vêem, mas pelo auxílio de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe. Louvado seja Deus!
A luta continua kk

Salve Maria!!!

Fala Guerreiro, boa noite. Fico feliz que tenha superado seus desejos e tenha arrumado forças em Deus para conseguir vencer as tentações. Desejo que siga firme em sua jornada, e que Deus continue te abençoando e te livrando de todo o mal. Um forte abraço e tmj.
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 18:49
End escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Estava até ansioso para relatar meu testemunho, depois do que passei hoje. Não serei prolixo.
Nunca fui tão bombardeado por fissuras, pensamentos, tentações, nos primeiros dias, como agora. Passou-se uma verdadeira "guerra do Iraque interior" por mim hoje.
Primeiramente, como escrevi aqui mais cedo, tive sonhos eróticos à noite, impressionante como não tive polução, entretanto passei beirando.
O dia iniciou-se, eu dando umas saídas com meus pais: para sacar dinheiro e resolver um problema de instalação da internet. Nesse mesma viagem fomos ao mercantil, e lá, caros amigos, ativou-se, creio que devido o sonho(não sei), o "efeito caçador em cenário real"...avistei umas garotas lindas e vestidas de maneira bem provocante, acabei fixando olhos, por mais que tenha evitado no começo. Confesso que abri a guarda.
Quando estava voltando para casa, vi uma menina, toda com roupa de academia(uma beldade), aquilo gerou um tesão enorme em mim - não posso ser hipócrita...não é brincadeira, meus amigos, esse efeito caçador é coisa de louco.
Para ter uma ideia, cheguei em casa, fui rezar o terço e não consegui; minha cabeça estava pesada. Sem saber o que fazer, pensando que numa hora ou outra acabaria me masturbando, parei, coloquei uma música - trilha sonora do "Rock IV" - e fiz 160 flexões! Na hora passou. No entanto depois do almoço, a fissura e os pensamentos voltaram com toda força. Sentei em frente ao meu PC e coloquei em um canal do YouTube de uma moça lá(ela não mostra o corpo, nem se exibe, nada disso), totalmente sem noção, que outrora tinha contribuído para minha última queda por um história de cunho erótico que tinha relatado; fiquei olhando( não cliquei em nem um vídeo, pra ficar claro)...entrei em um verdadeiro combate, mas sem êxito nenhum, parece que a vontade só aumentava. Até que - agora entra a ação sobrenatural! - eu senti a presença de Deus de uma maneira que nem sei descrever, algo que nesse processo jamais tinha experimentado...naquele momento de aflição, eu abaixo minha cabeça e faço uma pequena oração (acredito que foi um dom, uma graça, eu ter tido força para ter esse pequeno gesto) olhando pro crucifixo e para imagem de Nossa Senhora no meu quarto, meus amigos, fui revestido de uma força e de uma repulsa que, na hora, fechei a página nojenta(da qual repito, n vi nada, por graça de Deus) e levantei-me!  
Terminei de rezar meu terço, fiz outras atividades, e não senti mais nem uma fissura, pensamentos, nada... Repito: nada! Impressionante, não?!
Naquele momento, que não durou 3 minutos, em que fiz a oração, foi suficiente para neutralizar toda aquela força imunda que estava me enlouquecendo. Ufa! Que loucura! Não sabia que esse começo ia ser tão difícil, mas fui aguerrido. Não por méritos próprios, como vêem, mas pelo auxílio de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe. Louvado seja Deus!
A luta continua kk

Salve Maria!!!

Fala Guerreiro, boa noite. Fico feliz que tenha superado seus desejos e tenha arrumado forças em Deus para conseguir vencer as tentações. Desejo que siga firme em sua jornada, e que Deus continue te abençoando e te livrando de todo o mal. Um forte abraço e tmj.
Obrigado, meu amigo!
O dia não foi fácil, no entanto, graças a Deus, venci essa batalha.
Grande abraço e obrigado pela presença!
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2104
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 19:20
Guerreiro de longa data escreveu:Estava até ansioso para relatar meu testemunho, depois do que passei hoje. Não serei prolixo.
Nunca fui tão bombardeado por fissuras, pensamentos, tentações, nos primeiros dias, como agora. Passou-se uma verdadeira "guerra do Iraque interior" por mim hoje.
Primeiramente, como escrevi aqui mais cedo, tive sonhos eróticos à noite, impressionante como não tive polução, entretanto passei beirando.
O dia iniciou-se, eu dando umas saídas com meus pais: para sacar dinheiro e resolver um problema de instalação da internet. Nesse mesma viagem fomos ao mercantil, e lá, caros amigos, ativou-se, creio que devido o sonho(não sei), o "efeito caçador em cenário real"...avistei umas garotas lindas e vestidas de maneira bem provocante, acabei fixando olhos, por mais que tenha evitado no começo. Confesso que abri a guarda.
Quando estava voltando para casa, vi uma menina, toda com roupa de academia(uma beldade), aquilo gerou um tesão enorme em mim - não posso ser hipócrita...não é brincadeira, meus amigos, esse efeito caçador é coisa de louco.
Para ter uma ideia, cheguei em casa, fui rezar o terço e não consegui; minha cabeça estava pesada. Sem saber o que fazer, pensando que numa hora ou outra acabaria me masturbando, parei, coloquei uma música - trilha sonora do "Rock IV" - e fiz 160 flexões! Na hora passou. No entanto depois do almoço, a fissura e os pensamentos voltaram com toda força. Sentei em frente ao meu PC e coloquei em um canal do YouTube de uma moça lá(ela não mostra o corpo, nem se exibe, nada disso), totalmente sem noção, que outrora tinha contribuído para minha última queda por um história de cunho erótico que tinha relatado; fiquei olhando( não cliquei em nem um vídeo, pra ficar claro)...entrei em um verdadeiro combate, mas sem êxito nenhum, parece que a vontade só aumentava. Até que - agora entra a ação sobrenatural! - eu senti a presença de Deus de uma maneira que nem sei descrever, algo que nesse processo jamais tinha experimentado...naquele momento de aflição, eu abaixo minha cabeça e faço uma pequena oração (acredito que foi um dom, uma graça, eu ter tido força para ter esse pequeno gesto) olhando pro crucifixo e para imagem de Nossa Senhora no meu quarto, meus amigos, fui revestido de uma força e de uma repulsa que, na hora, fechei a página nojenta(da qual repito, n vi nada, por graça de Deus) e levantei-me!  
Terminei de rezar meu terço, fiz outras atividades, e não senti mais nem uma fissura, pensamentos, nada... Repito: nada! Impressionante, não?!
Naquele momento, que não durou 3 minutos, em que fiz a oração, foi suficiente para neutralizar toda aquela força imunda que estava me enlouquecendo. Ufa! Que loucura! Não sabia que esse começo ia ser tão difícil, mas fui aguerrido. Não por méritos próprios, como vêem, mas pelo auxílio de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe. Louvado seja Deus!
A luta continua kk

Salve Maria!!!

Que maravilha, honrado!

Sua determinação e sua fé são capazes de fazê-lo superar qualquer inimigo. Muito bom ver que está em progresso. Deus é realmente fundamental em nossas vidas.

Também costumo ter essas impressões perigosas nas ruas, até por estar diante de mulheres de verdade. Já tive umas bem violentas, inclusive. Só não com garotas estilo academia, afinal meus gostos são outros, porém o perigo é o mesmo.

Vamos superar, meu caro. Vamos superar.

Forte abraço.

_______________________________________
Win or die trying.
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 21:18
Justiceiro do Sertão escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Estava até ansioso para relatar meu testemunho, depois do que passei hoje. Não serei prolixo.
Nunca fui tão bombardeado por fissuras, pensamentos, tentações, nos primeiros dias, como agora. Passou-se uma verdadeira "guerra do Iraque interior" por mim hoje.
Primeiramente, como escrevi aqui mais cedo, tive sonhos eróticos à noite, impressionante como não tive polução, entretanto passei beirando.
O dia iniciou-se, eu dando umas saídas com meus pais: para sacar dinheiro e resolver um problema de instalação da internet. Nesse mesma viagem fomos ao mercantil, e lá, caros amigos, ativou-se, creio que devido o sonho(não sei), o "efeito caçador em cenário real"...avistei umas garotas lindas e vestidas de maneira bem provocante, acabei fixando olhos, por mais que tenha evitado no começo. Confesso que abri a guarda.
Quando estava voltando para casa, vi uma menina, toda com roupa de academia(uma beldade), aquilo gerou um tesão enorme em mim - não posso ser hipócrita...não é brincadeira, meus amigos, esse efeito caçador é coisa de louco.
Para ter uma ideia, cheguei em casa, fui rezar o terço e não consegui; minha cabeça estava pesada. Sem saber o que fazer, pensando que numa hora ou outra acabaria me masturbando, parei, coloquei uma música - trilha sonora do "Rock IV" - e fiz 160 flexões! Na hora passou. No entanto depois do almoço, a fissura e os pensamentos voltaram com toda força. Sentei em frente ao meu PC e coloquei em um canal do YouTube de uma moça lá(ela não mostra o corpo, nem se exibe, nada disso), totalmente sem noção, que outrora tinha contribuído para minha última queda por um história de cunho erótico que tinha relatado; fiquei olhando( não cliquei em nem um vídeo, pra ficar claro)...entrei em um verdadeiro combate, mas sem êxito nenhum, parece que a vontade só aumentava. Até que - agora entra a ação sobrenatural! - eu senti a presença de Deus de uma maneira que nem sei descrever, algo que nesse processo jamais tinha experimentado...naquele momento de aflição, eu abaixo minha cabeça e faço uma pequena oração (acredito que foi um dom, uma graça, eu ter tido força para ter esse pequeno gesto) olhando pro crucifixo e para imagem de Nossa Senhora no meu quarto, meus amigos, fui revestido de uma força e de uma repulsa que, na hora, fechei a página nojenta(da qual repito, n vi nada, por graça de Deus) e levantei-me!  
Terminei de rezar meu terço, fiz outras atividades, e não senti mais nem uma fissura, pensamentos, nada... Repito: nada! Impressionante, não?!
Naquele momento, que não durou 3 minutos, em que fiz a oração, foi suficiente para neutralizar toda aquela força imunda que estava me enlouquecendo. Ufa! Que loucura! Não sabia que esse começo ia ser tão difícil, mas fui aguerrido. Não por méritos próprios, como vêem, mas pelo auxílio de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe. Louvado seja Deus!
A luta continua kk

Salve Maria!!!

Que maravilha, honrado!

Sua determinação e sua fé são capazes de fazê-lo superar qualquer inimigo. Muito bom ver que está em progresso. Deus é realmente fundamental em nossas vidas.

Também costumo ter essas impressões perigosas nas ruas, até por estar diante de mulheres de verdade. Já tive umas bem violentas, inclusive. Só não com garotas estilo academia, afinal meus gostos são outros, porém o perigo é o mesmo.

Vamos superar, meu caro. Vamos superar.

Forte abraço.
Obrigadíssimo, nobre Justiceiro!
Agradeço pelos votos.
Venceremos!
Um grande abraço!
VanGogh
VanGogh
Mensagens : 199
Data de inscrição : 25/05/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 21:48
Guerreiro de longa data escreveu:Estava até ansioso para relatar meu testemunho, depois do que passei hoje. Não serei prolixo.
Nunca fui tão bombardeado por fissuras, pensamentos, tentações, nos primeiros dias, como agora. Passou-se uma verdadeira "guerra do Iraque interior" por mim hoje.
Primeiramente, como escrevi aqui mais cedo, tive sonhos eróticos à noite, impressionante como não tive polução, entretanto passei beirando.
O dia iniciou-se, eu dando umas saídas com meus pais: para sacar dinheiro e resolver um problema de instalação da internet. Nesse mesma viagem fomos ao mercantil, e lá, caros amigos, ativou-se, creio que devido o sonho(não sei), o "efeito caçador em cenário real"...avistei umas garotas lindas e vestidas de maneira bem provocante, acabei fixando olhos, por mais que tenha evitado no começo. Confesso que abri a guarda.
Quando estava voltando para casa, vi uma menina, toda com roupa de academia(uma beldade), aquilo gerou um tesão enorme em mim - não posso ser hipócrita...não é brincadeira, meus amigos, esse efeito caçador é coisa de louco.
Para ter uma ideia, cheguei em casa, fui rezar o terço e não consegui; minha cabeça estava pesada. Sem saber o que fazer, pensando que numa hora ou outra acabaria me masturbando, parei, coloquei uma música - trilha sonora do "Rock IV" - e fiz 160 flexões! Na hora passou. No entanto depois do almoço, a fissura e os pensamentos voltaram com toda força. Sentei em frente ao meu PC e coloquei em um canal do YouTube de uma moça lá(ela não mostra o corpo, nem se exibe, nada disso), totalmente sem noção, que outrora tinha contribuído para minha última queda por um história de cunho erótico que tinha relatado; fiquei olhando( não cliquei em nem um vídeo, pra ficar claro)...entrei em um verdadeiro combate, mas sem êxito nenhum, parece que a vontade só aumentava. Até que - agora entra a ação sobrenatural! - eu senti a presença de Deus de uma maneira que nem sei descrever, algo que nesse processo jamais tinha experimentado...naquele momento de aflição, eu abaixo minha cabeça e faço uma pequena oração (acredito que foi um dom, uma graça, eu ter tido força para ter esse pequeno gesto) olhando pro crucifixo e para imagem de Nossa Senhora no meu quarto, meus amigos, fui revestido de uma força e de uma repulsa que, na hora, fechei a página nojenta(da qual repito, n vi nada, por graça de Deus) e levantei-me!  
Terminei de rezar meu terço, fiz outras atividades, e não senti mais nem uma fissura, pensamentos, nada... Repito: nada! Impressionante, não?!
Naquele momento, que não durou 3 minutos, em que fiz a oração, foi suficiente para neutralizar toda aquela força imunda que estava me enlouquecendo. Ufa! Que loucura! Não sabia que esse começo ia ser tão difícil, mas fui aguerrido. Não por méritos próprios, como vêem, mas pelo auxílio de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe. Louvado seja Deus!
A luta continua kk

Salve Maria!!!


Olá prezado guerreiro!
Foi um dia atribulado mas vejo que tem travado um bom combate! A ajuda da oração nesses momentos é muito importante pois desvia o foco, no entanto eu sei o quão dificil é. Por vezes, nesses momentos nossos de atribulação mesmo que nos lembremos de Deus, parece que nos damos a nós mesmos... É o egoismo e a força do vício a falar mais alto mas por isso é que estamos aqui a lutar, dia após dia, minuto a minuto, para nos esquivarmos desses gatilhos... Uma vez o Padre Paulo Ricardo disse uma coisa que eu nunca tinha pensado e que me fez pensar em outras coisas com esse mesmo exemplo que ele deu. Ele disse que em criança ele era coroinha/acólito na igreja e sempre que passava em frente ao Santíssimo Sacramento ele se ajoelhava. Até que um dia, ele questionou o padre se era preciso ajoelhar de todas as vezes que passava em frente ao Santíssimo Sacramento pois como ele fazia diversas tarefas lá passava com muita frequência. A resposta do padre foi mais ou menos esta (e foi o que me pôs a pensar): "Se não te ajoelhares uma ou outra vez isso não terá importância para Deus mas qual será o impacto que isso terá em ti?". Ou seja, por ele não ser rigoroso uma ou outra vez não teria mal, mas com o tempo não se começaria a normalizar e a banalizar? Onde quero chegar é a essa questão dos olhares ou dos impulsos... Eu sei como isso funciona.. Eu caio e caí nisso e, se não tivessemos qualquer vício, o olhar nem seria como é (caçador/gatilho), ou seja, seria um olhar "normal", achariamos a pessoa atraente mas não passaria disso (o reflexo fisiológico também é normal), no entanto nós estamos a lutar contra um vício e anos e anos de práticas desreguladas, então, por muito pequenas que sejam as "cedências", isso terá impacto no futuro do nosso caminho rumo à desintoxicação. No entanto, mesmo nesses momentos, pois eles acabam por nos confrontar muitas vezes e nem sempre conseguimos dominar, devemos fazer essa luta que fizeste e, perante a oportunidade, encher o momento com outras coisas. O Padre Paulo Ricardo fala, nesses momentos, devemos focar em pormenores... olhando para as janelas de um prédio, para os detalhes da nossa mão, contar quantas pessoas caminham na rua, etc... ou seja, criar um novo foco e muito especifico pois ele fala que, por vezes, nesses momentos se recorrermos a figuras religiosas como estratégia de mudar o foco da tentação, às vezes acontece uma deformação da própria imagem religiosa na nossa mente em favor da tentação.
Concluindo, acho que o seu dia foi duro em tentações mas conseguiu enfrentar com dignidade e superar! Aguente e reze sempre! Um grande abraço e que a graça de Deus esteja consigo!

*e muito obrigado por ler o meu diário e dar força!

Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em ti.
Santo Agostinho

_______________________________________


---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

6/6/2020, 22:44
VanGogh escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Estava até ansioso para relatar meu testemunho, depois do que passei hoje. Não serei prolixo.
Nunca fui tão bombardeado por fissuras, pensamentos, tentações, nos primeiros dias, como agora. Passou-se uma verdadeira "guerra do Iraque interior" por mim hoje.
Primeiramente, como escrevi aqui mais cedo, tive sonhos eróticos à noite, impressionante como não tive polução, entretanto passei beirando.
O dia iniciou-se, eu dando umas saídas com meus pais: para sacar dinheiro e resolver um problema de instalação da internet. Nesse mesma viagem fomos ao mercantil, e lá, caros amigos, ativou-se, creio que devido o sonho(não sei), o "efeito caçador em cenário real"...avistei umas garotas lindas e vestidas de maneira bem provocante, acabei fixando olhos, por mais que tenha evitado no começo. Confesso que abri a guarda.
Quando estava voltando para casa, vi uma menina, toda com roupa de academia(uma beldade), aquilo gerou um tesão enorme em mim - não posso ser hipócrita...não é brincadeira, meus amigos, esse efeito caçador é coisa de louco.
Para ter uma ideia, cheguei em casa, fui rezar o terço e não consegui; minha cabeça estava pesada. Sem saber o que fazer, pensando que numa hora ou outra acabaria me masturbando, parei, coloquei uma música - trilha sonora do "Rock IV" - e fiz 160 flexões! Na hora passou. No entanto depois do almoço, a fissura e os pensamentos voltaram com toda força. Sentei em frente ao meu PC e coloquei em um canal do YouTube de uma moça lá(ela não mostra o corpo, nem se exibe, nada disso), totalmente sem noção, que outrora tinha contribuído para minha última queda por um história de cunho erótico que tinha relatado; fiquei olhando( não cliquei em nem um vídeo, pra ficar claro)...entrei em um verdadeiro combate, mas sem êxito nenhum, parece que a vontade só aumentava. Até que - agora entra a ação sobrenatural! - eu senti a presença de Deus de uma maneira que nem sei descrever, algo que nesse processo jamais tinha experimentado...naquele momento de aflição, eu abaixo minha cabeça e faço uma pequena oração (acredito que foi um dom, uma graça, eu ter tido força para ter esse pequeno gesto) olhando pro crucifixo e para imagem de Nossa Senhora no meu quarto, meus amigos, fui revestido de uma força e de uma repulsa que, na hora, fechei a página nojenta(da qual repito, n vi nada, por graça de Deus) e levantei-me!  
Terminei de rezar meu terço, fiz outras atividades, e não senti mais nem uma fissura, pensamentos, nada... Repito: nada! Impressionante, não?!
Naquele momento, que não durou 3 minutos, em que fiz a oração, foi suficiente para neutralizar toda aquela força imunda que estava me enlouquecendo. Ufa! Que loucura! Não sabia que esse começo ia ser tão difícil, mas fui aguerrido. Não por méritos próprios, como vêem, mas pelo auxílio de Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santíssima Mãe. Louvado seja Deus!
A luta continua kk

Salve Maria!!!


Olá prezado guerreiro!
Foi um dia atribulado mas vejo que tem travado um bom combate! A ajuda da oração nesses momentos é muito importante pois desvia o foco, no entanto eu sei o quão dificil é. Por vezes, nesses momentos nossos de atribulação mesmo que nos lembremos de Deus, parece que nos damos a nós mesmos... É o egoismo e a força do vício a falar mais alto mas por isso é que estamos aqui a lutar, dia após dia, minuto a minuto, para nos esquivarmos desses gatilhos... Uma vez o Padre Paulo Ricardo disse uma coisa que eu nunca tinha pensado e que me fez pensar em outras coisas com esse mesmo exemplo que ele deu. Ele disse que em criança ele era coroinha/acólito na igreja e sempre que passava em frente ao Santíssimo Sacramento ele se ajoelhava. Até que um dia, ele questionou o padre se era preciso ajoelhar de todas as vezes que passava em frente ao Santíssimo Sacramento pois como ele fazia diversas tarefas lá passava com muita frequência. A resposta do padre foi mais ou menos esta (e foi o que me pôs a pensar): "Se não te ajoelhares uma ou outra vez isso não terá importância para Deus mas qual será o impacto que isso terá em ti?". Ou seja, por ele não ser rigoroso uma ou outra vez não teria mal, mas com o tempo não se começaria a normalizar e a banalizar? Onde quero chegar é a essa questão dos olhares ou dos impulsos... Eu sei como isso funciona.. Eu caio e caí nisso e, se não tivessemos qualquer vício, o olhar nem seria como é (caçador/gatilho), ou seja, seria um olhar "normal", achariamos a pessoa atraente mas não passaria disso (o reflexo fisiológico também é normal), no entanto nós estamos a lutar contra um vício e anos e anos de práticas desreguladas, então, por muito pequenas que sejam as "cedências", isso terá impacto no futuro do nosso caminho rumo à desintoxicação. No entanto, mesmo nesses momentos, pois eles acabam por nos confrontar muitas vezes e nem sempre conseguimos dominar, devemos fazer essa luta que fizeste e, perante a oportunidade, encher o momento com outras coisas. O Padre Paulo Ricardo fala, nesses momentos, devemos focar em pormenores... olhando para as janelas de um prédio, para os detalhes da nossa mão, contar quantas pessoas caminham na rua, etc... ou seja, criar um novo foco e muito especifico pois ele fala que, por vezes, nesses momentos se recorrermos a figuras religiosas como estratégia de mudar o foco da tentação, às vezes acontece uma deformação da própria imagem religiosa na nossa mente em favor da tentação.
Concluindo, acho que o seu dia foi duro em tentações mas conseguiu enfrentar com dignidade e superar! Aguente e reze sempre! Um grande abraço e que a graça de Deus esteja consigo!

*e muito obrigado por ler o meu diário e dar força!

Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em ti.
Santo Agostinho
Imensamente grato pelas considerações e preciosas citações. Obrigado mesmo!
Lembro-me de ouvir o Pe Paulo falar sobre isso que colocou. Assisti o seu curso "Engenharia da Santidade", queria assistir a parte 2; enfim, quando tiver oportunidade assistirei.
É terrível, nobre amigo, essas pulsões não têm nada de normal, nos fazem, de fato, a objetificar nossas irmãs. E perder a beleza do que é o, digamos assim, flertar de maneira saudável; trocar olhares, sorrir de uma maneira natural e lisonjeira. Portanto, não é a primeira vez que passo por isso. Esse ciclo já é conhecido, entretanto, hoje, foi por demais forte, e o que surpreendeu-me foi ter saído ileso dessa situação, já que levou-me para frente de uma tela de computador; Deus!  Tudo graças a Ele!
Mais uma vez, reitero meus agradecimentos.
Grande abraço e que Deus te fortaleça. E, sobretudo, quanto tiver de passar por momentos difíceis, como estes que enfrentei( e eles virão, não tenha dúvida), vc possa ser socorrido pela Graça.
Salve Maria!
Lutador com Cristo
Lutador com Cristo
Moderador
Moderador
Mensagens : 2636
Data de inscrição : 28/09/2019

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

7/6/2020, 06:36
Parabéns pela graça alcançada ontem amigo, Deus é conosco e quer nos ajudar, estou feliz por ter passado por está provação, com o passar do tempo estas vontade e desejos vão passando, seja forte e aguente estes dias. Jesus e Maria possam te dar a vitória de hoje.

_______________________________________
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

7/6/2020, 09:15
Lutador com Cristo escreveu:Parabéns pela graça alcançada ontem amigo, Deus é conosco e quer nos ajudar, estou feliz por ter passado por está provação, com o passar do tempo estas vontade e desejos vão passando, seja forte e aguente estes dias. Jesus e Maria possam te dar a vitória de hoje.
Muito grato pelas palavras, "Lutador com Cristo"!
Suportarei. Estou ciente que isto é apenas um pico de abstinência que acontece em determinados períodos.
Com a graça de Deus vou superar cada episódio, e, além disso, vou procurar lutar ao máximo para que não chegue a tanto quanto chegou ontem.
Um grande abraço e um domingo abençoado para você!
Salve Maria!!!
avatar
deltagama_0236
Mensagens : 109
Data de inscrição : 11/05/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

7/6/2020, 19:02
Meus parabéns Guerreiro, esses dias aconteceu isto comigo, pensamentos fortes é como se vc fosse conduzido ao erro e do nada vc vê que tu tá no mato sem cachorro. Mas faz parte e temos que ter consciência e ciência destes momentos que muitas vezes virão. Muito bom o conselho do Van Gogh sobre os pormenores. Irei adotar tbm no meu dia a dia.

_______________________________________





https://www.comoparar.com/t10510-diario-do-deltagama
avatar
Convidado
Convidado

Diário da batalha sem desistências - Página 7 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

8/6/2020, 00:45
deltagama_0236 escreveu:Meus parabéns Guerreiro, esses dias aconteceu isto comigo, pensamentos fortes é como se vc fosse conduzido ao erro e do nada vc vê que tu tá no mato sem cachorro. Mas faz parte e temos que ter consciência e ciência destes momentos  que muitas vezes virão. Muito bom o conselho do Van Gogh sobre os pormenores. Irei adotar tbm no meu dia a dia.
Obrigado amigo, mas no momento não sou digo de nota.
Caí miseravelmente.
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos