Ir em baixo
avatar
Eddie Red Pill
Mensagens : 124
Data de inscrição : 11/04/2019
Idade : 29

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 10/4/2020, 13:27
Força ae ,lute pois você vai conseguir !
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 10/4/2020, 14:17
Valeu, Eddie! Graças a Deus, vontade zero de ver "P". Devido ao fato de meus testículos estarem se enchendo de esperma, algo que é natural, fisiológico, sinto essa necessidade de expelir esse fluído, daí o desejo de se masturbar e daí essas poluções noturnas, de modo que as fantasias vindas do pornô afloram-se levando a todos os sonhos eróticos. Enfim, estou feliz e convicto que sairei dessa, mas todo o cuidado é pouco. No momento, estou precisando encontrar algumas ocupações físicas, fora os exercícios, pois passo muito tempo deitado vendo internet e isso é perigoso. Preciso encontrar algo que substitua-o.
No mais, a luta continua.
Salve Maria!

_______________________________________
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1957
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 28

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 10/4/2020, 18:47
Guerreiro de longa data escreveu:Valeu, Eddie! Graças a Deus, vontade zero de ver "P". Devido ao fato de meus testículos estarem se enchendo de esperma, algo que é natural, fisiológico,  sinto essa necessidade de expelir esse fluído, daí o desejo de se masturbar e daí essas poluções noturnas, de modo que as fantasias vindas do pornô afloram-se levando a todos os sonhos eróticos. Enfim, estou feliz e convicto que sairei dessa, mas todo o cuidado é pouco. No momento, estou precisando encontrar algumas ocupações físicas,  fora os exercícios, pois passo muito tempo deitado vendo internet e isso é perigoso. Preciso encontrar algo que substitua-o.
No mais, a luta continua.
Salve Maria!

Cumprimentos, Guerreiro de Longa Data.

Claro que cada um é cada um, entretanto acho melhor, conselho que pelo menos para mim funcionou, resistir a se masturbar. Acredito que pornografia e masturbação, por refletirem fantasias, estão mais relacionadas do que se imagina, logo a necessidade de se cortar as duas de nossas vidas. Comigo tem funcionado, inclusive tenho superado, nos últimos dias, as poluções noturnas, uma coisa que considero muito incômoda, simplesmente a pior sequela que o vício me trouxe (já cheguei a ter cerca de 10 numa mesma semana, e 3 numa mesma madrugada, destruindo minha cabeça e meu corpo). Enfim, não sei se é seu caso, porém fica a sugestão.

Quanto a ocupar o tempo com atividades, você está coberto de razão. Algo a fazer é simplesmente fundamental para ocuparmos nossas mentes, não darmos espaço ao inimigo e mudarmos nossa vida em defintivo. Minha torcida para que você encontre algo saudável e que lhe ocupe bem o dia.

Abraço.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 10/4/2020, 20:21
Justiceiro do Sertão escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Valeu, Eddie! Graças a Deus, vontade zero de ver "P". Devido ao fato de meus testículos estarem se enchendo de esperma, algo que é natural, fisiológico,  sinto essa necessidade de expelir esse fluído, daí o desejo de se masturbar e daí essas poluções noturnas, de modo que as fantasias vindas do pornô afloram-se levando a todos os sonhos eróticos. Enfim, estou feliz e convicto que sairei dessa, mas todo o cuidado é pouco. No momento, estou precisando encontrar algumas ocupações físicas,  fora os exercícios, pois passo muito tempo deitado vendo internet e isso é perigoso. Preciso encontrar algo que substitua-o.
No mais, a luta continua.
Salve Maria!

Cumprimentos, Guerreiro de Longa Data.

Claro que cada um é cada um, entretanto acho melhor, conselho que pelo menos para mim funcionou, resistir a se masturbar. Acredito que pornografia e masturbação, por refletirem fantasias, estão mais relacionadas do que se imagina, logo a necessidade de se cortar as duas de nossas vidas. Comigo tem funcionado, inclusive tenho superado, nos últimos dias, as poluções noturnas, uma coisa que considero muito incômoda, simplesmente a pior sequela que o vício me trouxe (já cheguei a ter cerca de 10 numa mesma semana, e 3 numa mesma madrugada, destruindo minha cabeça e meu corpo). Enfim, não sei se é seu caso, porém fica a sugestão.

Quanto a ocupar o tempo com atividades, você está coberto de razão. Algo a fazer é simplesmente fundamental para ocuparmos nossas mentes, não darmos espaço ao inimigo e mudarmos nossa vida em defintivo. Minha torcida para que você encontre algo saudável e que lhe ocupe bem o dia.

Abraço.
Saudações, Justiceiro do Sertão! Já tinha escrevido aqui um "textão" e tive problemas rsr...mas vamos lá novamente.
Masturbação para mim é inegociável, não tenho pretensões nenhuma de praticá-la, fere meus princípios e valores, de modo que já faz até um bom tempo que não recorrro a tal ato, da última vez que tive uma queda, relutei em realizá-la; além do mais rouba as minhas energias e contribui significativamente para o fortalecimento dos pensamentos eróticos futuros, portanto, parceiro, sem chances. Em relação a polução noturna - caraca! Realmente impressionante o número de repetições suas em uma noite, incrível - no meu caso, aconteceram no máximo 2x na noite. Permita-me fazer uma observação: em um de seus relatos vi vc pontuar sobre o constrangimento de ter que se acordar na madrugada para lavar cuecas e calções - um tempo atrás tive uma polução quando estava viajando durante à madrugada de ônibus... Iai, o que fazer em uma situação dessas? Kkk dificil.
Enfim, querido parceiro de guerra, agradeço suas considerações, são de grande valia. Procurarei estar atento e buscarei ocupações saudáveis, com o fito de mandar o ócio para longe e não correr o risco de voltar aos padrões destrutivos.
Grande abraço! E desejo-lhe progressos em sua caminhada! Caminhemos de mãos dadas nessa batalha! A luta continua.
Salve Maria!
avatar
soumulherviciadaemporn
Mensagens : 437
Data de inscrição : 19/07/2016

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 10/4/2020, 20:55
Guerreiro de longa data, acompanharei o teu diário e sendo mulher e igualmente viciada em pornografia compreendo bem a dificuldade que é está vício nas nossas vidas. Também sou católica e atualmente costumo ir à missa. É como se tivéssemos dois lado e esta é o lado escuro, o demónio que nos atormenta a alma. Mas há que lutar e seguir em frente rumo à libertação! Estamos juntos na luta companheiro de caminhada! Continua firme e forte, um abraço

_______________________________________
"Os meus fantasmas tornaram a minha solidão em vício", frase de Raul Seixas

Apresento o meu diário: https://www.comoparar.com/t3574p250-diario-de-uma-lutadora-contra-a-pmo#23257

Reboot:
já concluí um reboot em 2017 - 90 dias sem o vício, mas recaí após esta marca
1ª tentativa -  45 dias (2018)
2ª tentativa - 50 dias (2019)
3ª tentativa -  65 dias (16/01/20 - 20/03/2020)
4ª tentativa - 17 dias (25/03/20 - 11/04/2020)
5ª tentativa - 23 dias (23/04/20 - 16/05/2020)
6ª tentativa - 38 dias
?????????? QUANDO DEIXAR DE SER ESCRAVA DO VÍCIO????
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 10/4/2020, 23:11
soumulherviciadaemporn escreveu:Guerreiro de longa data, acompanharei o teu diário e sendo mulher e igualmente viciada em pornografia compreendo bem a dificuldade que é está vício nas nossas vidas. Também sou católica e atualmente costumo ir à missa. É como se tivéssemos dois lado e esta é o lado escuro, o demónio que nos atormenta a alma. Mas há que lutar e seguir em frente rumo à libertação! Estamos juntos na luta companheiro de caminhada! Continua firme e forte, um abraço
Gratidão, minha irmã! Satisfação em tê-la aqui.
Acredito que minha libertação total já está mais próxima do que imagino; pra te ser bem sincero, não sinto vontade de ver pornô, faz tempo...as quedas últimas foram simplesmente por falta de organização ou por via de escape do estresse. Ademais, o que se tornou extremamente viciante foram os malditos apps de relacionamento que me fizeram ter posturas das quais me envergonho por demais. Tenho que ser excepcionalmente vigilante em relação a isto.
No mais, minha amiga, como sempre digo aqui...
A luta continua. Forte abraço!
Salve Maria!
Bernardo de Claraval
Bernardo de Claraval
Mensagens : 48
Data de inscrição : 15/01/2019
Idade : 28
Localização : França

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 11/4/2020, 00:50
Salve Maria Santíssima meu nobre e grande "Guerreiro de longa data".

Li as suas considerações e a do Justiceiro do Sertão a respeito da "polução noturna".

Creio que essas questões da PMO e da polução seguem linhas gerais de funcionamento, mas a depender do grau de vício e dos "gatilhos" poderão ocorrer diferenças entre nós. (Minha tese)

Partindo dessa premissa, no meu caso, estou a mais 30 dias sem PMO, e por incrível que pareça: sem polução noturna alguma! Sei que pode parecer bizarro, nem eu sei como isso ocorreu, mas confesso que estou até com o "receio" bobo de que meus saco escrotal vá cair de podre no chão.  Shocked  

O que levou isso a acontecer?

Suspeito de alguns fatores, e entre eles está a quarentena, juntamente com nenhum estímulo sexual artificial. Quero dizer que a quarentena não me permitiu estar na rua com frequência, e devido a isso tive pouco acesso "material" (Mulher mal vestida) para o meu subconsciente coletar; a minha rotina aqui em casa foi de intenso trabalho, estudos, precisei limpar a casa, lavar a roupa, fazer comida e aliada a essa falta de tempo não acessei nenhum app/rede social/filmes que tivessem mulheres semi-nuas, ou com qualquer tipo de apelo sexual: ex appeal. Evil or Very Mad

Concluindo...

Não quero dizer que as mulheres são más, até porque são criaturas linda demais e que jamais encontraremos em lugar algum, mas, infelizmente (ou felizmente no caso dos curados da PMO) o nosso cérebro masculino fica muito impactado nessa nossa "caça" a uma mulher; então qualquer coisa, desde um morder os lábios e mexer no cabelo, até estar implicitamente nua, FERRA DEMAIS affraid COM A PARTE RESPONSÁVEL PELA FANTASIA do nosso cérebro; daí resultam as infindáveis (e tristes) punhetas e as poluções noturnas quando o sujeito tenta fazer o REBOOT

_______________________________________
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 11/4/2020, 01:23
Bernardo de Claraval escreveu:Salve Maria Santíssima meu nobre e grande "Guerreiro de longa data".

Li as suas considerações e a do Justiceiro do Sertão a respeito da "polução noturna".

Creio que essas questões da PMO e da polução seguem linhas gerais de funcionamento, mas a depender do grau de vício e dos "gatilhos" poderão ocorrer diferenças entre nós. (Minha tese)

Partindo dessa premissa, no meu caso, estou a mais 30 dias sem PMO, e por incrível que pareça: sem polução noturna alguma! Sei que pode parecer bizarro, nem eu sei como isso ocorreu, mas confesso que estou até com o "receio" bobo de que meus saco escrotal vá cair de podre no chão.  Shocked  

O que levou isso a acontecer?

Suspeito de alguns fatores, e entre eles está a quarentena, juntamente com nenhum estímulo sexual artificial. Quero dizer que a quarentena não me permitiu estar na rua com frequência, e devido a isso tive pouco acesso "material" (Mulher mal vestida) para o meu subconsciente coletar; a minha rotina aqui em casa foi de intenso trabalho, estudos, precisei limpar a casa, lavar a roupa, fazer comida e aliada a essa falta de tempo não acessei nenhum app/rede social/filmes que tivessem mulheres semi-nuas, ou com qualquer tipo de apelo sexual: ex appeal. Evil or Very Mad

Concluindo...

Não quero dizer que as mulheres são más, até porque são criaturas linda demais e que jamais encontraremos em lugar algum, mas, infelizmente (ou felizmente no caso dos curados da PMO) o nosso cérebro masculino fica muito impactado nessa nossa "caça" a uma mulher, então qualquer coisa, desde um morder os lábios e mexer no cabelo até estar implicitamente nua, FERRA affraid COM A PARTE RESPONSÁVEL PELA FANTASIA do nosso cérebro, daí resultando nas poluções e nas infindáveis punhetas. No
Estimado Bernardo de Claraval, satisfação meu amigo!
Confesso que ri bastante ao ler suas considerações, não desconsiderando-as, mas pelo tom jocoso que as apresentou. De fato, concordo com tudo que disse. E fique tranquilo, seus testículos não estão podres, nem muito menos cairão kk...Louve e bendiga a Deus por ter lhe dado a graça de manter-se firme, ocupado e longe desses estímulos nocivos. E falando aqui mais do ponto de vista da fé que comungamos: como é lindo perceber todo esse potencial afetivo, de atração sexual, que o próprio Deus pois em nós e que, claro, precisa ser canalizado para uma missão, por exemplo, a constituição de uma família...e como é belo - à medida que nos afastamos do vício - sentir essa atração natural de quando uma garota passa e balança os cabelos ou dá um sorriso, e vc percebe que suas pernas ficam bambas, e vc tem controle sobre seus impulsos e não deixa que aquilo se transforme em bizarrices ou se desdobre em infindáveis punhetas kkk
Enfim, devemos perceber a beleza de nossa sexualidade, acredito que entender isto me fez amadurecer e cada vez mais repudiar a "P". Precisamos criar cada vez mais referências negativas relativas a "P" e consolidá-las a fim de levar o nosso cérebro a associar muito mais dor a pornografia que prazer.
Obrigado pela visita e um grande abraço!
No mais, a luta continua.
Salve Maria!!!
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1957
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 28

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 11/4/2020, 18:02
Guerreiro de longa data escreveu:
Justiceiro do Sertão escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Valeu, Eddie! Graças a Deus, vontade zero de ver "P". Devido ao fato de meus testículos estarem se enchendo de esperma, algo que é natural, fisiológico,  sinto essa necessidade de expelir esse fluído, daí o desejo de se masturbar e daí essas poluções noturnas, de modo que as fantasias vindas do pornô afloram-se levando a todos os sonhos eróticos. Enfim, estou feliz e convicto que sairei dessa, mas todo o cuidado é pouco. No momento, estou precisando encontrar algumas ocupações físicas,  fora os exercícios, pois passo muito tempo deitado vendo internet e isso é perigoso. Preciso encontrar algo que substitua-o.
No mais, a luta continua.
Salve Maria!

Cumprimentos, Guerreiro de Longa Data.

Claro que cada um é cada um, entretanto acho melhor, conselho que pelo menos para mim funcionou, resistir a se masturbar. Acredito que pornografia e masturbação, por refletirem fantasias, estão mais relacionadas do que se imagina, logo a necessidade de se cortar as duas de nossas vidas. Comigo tem funcionado, inclusive tenho superado, nos últimos dias, as poluções noturnas, uma coisa que considero muito incômoda, simplesmente a pior sequela que o vício me trouxe (já cheguei a ter cerca de 10 numa mesma semana, e 3 numa mesma madrugada, destruindo minha cabeça e meu corpo). Enfim, não sei se é seu caso, porém fica a sugestão.

Quanto a ocupar o tempo com atividades, você está coberto de razão. Algo a fazer é simplesmente fundamental para ocuparmos nossas mentes, não darmos espaço ao inimigo e mudarmos nossa vida em defintivo. Minha torcida para que você encontre algo saudável e que lhe ocupe bem o dia.

Abraço.
Saudações, Justiceiro do Sertão! Já tinha escrevido aqui um "textão" e tive problemas rsr...mas vamos lá novamente.
Masturbação para mim é inegociável, não tenho pretensões nenhuma de praticá-la, fere meus princípios e valores, de modo que já faz até um bom tempo que não recorrro a tal ato, da última vez que tive uma queda, relutei em realizá-la; além do mais rouba as minhas energias e contribui significativamente para o fortalecimento dos pensamentos eróticos futuros, portanto, parceiro, sem chances. Em relação a polução noturna - caraca! Realmente impressionante o número de repetições suas em uma noite, incrível - no meu caso, aconteceram no máximo 2x na noite. Permita-me fazer uma observação: em um de seus relatos vi vc pontuar sobre o constrangimento de ter que se acordar na madrugada para lavar cuecas e calções - um tempo atrás tive uma polução quando estava viajando durante à madrugada de ônibus... Iai, o que fazer em uma situação dessas? Kkk dificil.
Enfim, querido parceiro de guerra, agradeço suas considerações, são de grande valia. Procurarei estar atento e buscarei ocupações saudáveis, com o fito de mandar o ócio para longe e não correr o risco de voltar aos padrões destrutivos.
Grande abraço! E desejo-lhe progressos em sua caminhada! Caminhemos de mãos dadas nessa batalha! A luta continua.
Salve Maria!

Honrado colega, novas saudações e novas considerações minhas.

Amenidades à parte, também já perdi textos gigantescos, entretanto você se expressou muito bem na ocasião. Quando é assim, sabe como faço? Primeiro digito tudo num programa como Word ou WordPad (mais leve) para a seguir copiar e colar no comentário a ser postado. Não sei se foi seu caso, contudo "fica a dica".

Maravilha ler que você também não se masturba. No meu caso, o problema com a masturbação chega a ser até pior do que a pornografia, considero a primeira a mãe da segunda, afinal minha mente, e a de todos nós teoricamente deve ser assim, é pródiga em fantasiar sozinha, de modo que, pelo menos no meu caso, o pornô veio a ser não mais do que um "prato secundário" no qual eu assistia a aquelas fantasias sendo concretizadas. A mente é tudo, nobre colega, a mente comanda tudo em nossas vidas.

Quanto às poluções noturnas, de fato eis um drama que vivo, e digo mais: lavar cuecas era o de menos, quantas vezes não me levantei de madrugada foi para também tomar banho, para não passar o resto da noite imundo, com o quarto cheirando mal por todo o resto do dia? Tem noção do que é isto? Pular da cama sob a desconfiança dos pais, coisa de meia-noite, para me enfiar sob o chuveiro gelado em pleno inverno, só para dar um pouco de sossego à mente e ao corpo! Quer mais? Pois digo ainda mais: também já passei por sua lamentável experiência, exatamente como lhe aconteceu, de ter uma ejaculação noturna dentro de um ônibus, durante uma viagem intermunicipal para Aparecida (!), no banco ao lado do meu pai (!!), ao pegar no sono quase chegando ao destino, por volta das 5 da manhã, depois de ter passado todo o trecho acordado. O contexto já não era nada adequado, a situação na qual eu me encontrava na época menos ainda, 2007, 15 anos, auge do vício... Certamente uma das viagens mais traumáticas da minha vida.

Também me lembro de, na mesma época, ter tido outra lastimável polução noturna quando, após uma festa, minha prima e eu dormimos no mesmo quarto, na casa de minha avó; camas separadas (fique claro que nunca tive nada com ela), direções opostas (ela diante dos meus pés), eu com 15 anos e ela com 13. Acordei arrasado e até hoje agradeço a Deus por ninguém ter percebido nada; creio que havia até mais pessoas no quarto, no entanto o abalo da situação faz com que minha lembrança não seja muito boa, e acho até melhor que assim seja, melhor nem ficar recordando, sabe?

Bom, que nada disto se repita. Nem comigo, nem com você, nem com qualquer outro que se dispuser a lutar. Lutemos.

Saudações!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 11/4/2020, 22:20
Justiceiro do Sertão escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:
Justiceiro do Sertão escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Valeu, Eddie! Graças a Deus, vontade zero de ver "P". Devido ao fato de meus testículos estarem se enchendo de esperma, algo que é natural, fisiológico,  sinto essa necessidade de expelir esse fluído, daí o desejo de se masturbar e daí essas poluções noturnas, de modo que as fantasias vindas do pornô afloram-se levando a todos os sonhos eróticos. Enfim, estou feliz e convicto que sairei dessa, mas todo o cuidado é pouco. No momento, estou precisando encontrar algumas ocupações físicas,  fora os exercícios, pois passo muito tempo deitado vendo internet e isso é perigoso. Preciso encontrar algo que substitua-o.
No mais, a luta continua.
Salve Maria!

Cumprimentos, Guerreiro de Longa Data.

Claro que cada um é cada um, entretanto acho melhor, conselho que pelo menos para mim funcionou, resistir a se masturbar. Acredito que pornografia e masturbação, por refletirem fantasias, estão mais relacionadas do que se imagina, logo a necessidade de se cortar as duas de nossas vidas. Comigo tem funcionado, inclusive tenho superado, nos últimos dias, as poluções noturnas, uma coisa que considero muito incômoda, simplesmente a pior sequela que o vício me trouxe (já cheguei a ter cerca de 10 numa mesma semana, e 3 numa mesma madrugada, destruindo minha cabeça e meu corpo). Enfim, não sei se é seu caso, porém fica a sugestão.

Quanto a ocupar o tempo com atividades, você está coberto de razão. Algo a fazer é simplesmente fundamental para ocuparmos nossas mentes, não darmos espaço ao inimigo e mudarmos nossa vida em defintivo. Minha torcida para que você encontre algo saudável e que lhe ocupe bem o dia.

Abraço.
Saudações, Justiceiro do Sertão! Já tinha escrevido aqui um "textão" e tive problemas rsr...mas vamos lá novamente.
Masturbação para mim é inegociável, não tenho pretensões nenhuma de praticá-la, fere meus princípios e valores, de modo que já faz até um bom tempo que não recorrro a tal ato, da última vez que tive uma queda, relutei em realizá-la; além do mais rouba as minhas energias e contribui significativamente para o fortalecimento dos pensamentos eróticos futuros, portanto, parceiro, sem chances. Em relação a polução noturna - caraca! Realmente impressionante o número de repetições suas em uma noite, incrível - no meu caso, aconteceram no máximo 2x na noite. Permita-me fazer uma observação: em um de seus relatos vi vc pontuar sobre o constrangimento de ter que se acordar na madrugada para lavar cuecas e calções - um tempo atrás tive uma polução quando estava viajando durante à madrugada de ônibus... Iai, o que fazer em uma situação dessas? Kkk dificil.
Enfim, querido parceiro de guerra, agradeço suas considerações, são de grande valia. Procurarei estar atento e buscarei ocupações saudáveis, com o fito de mandar o ócio para longe e não correr o risco de voltar aos padrões destrutivos.
Grande abraço! E desejo-lhe progressos em sua caminhada! Caminhemos de mãos dadas nessa batalha! A luta continua.
Salve Maria!

Honrado colega, novas saudações e novas considerações minhas.

Amenidades à parte, também já perdi textos gigantescos, entretanto você se expressou muito bem na ocasião. Quando é assim, sabe como faço? Primeiro digito tudo num programa como Word ou WordPad (mais leve) para a seguir copiar e colar no comentário a ser postado. Não sei se foi seu caso, contudo "fica a dica".

Maravilha ler que você também não se masturba. No meu caso, o problema com a masturbação chega a ser até pior do que a pornografia, considero a primeira a mãe da segunda, afinal minha mente, e a de todos nós teoricamente deve ser assim, é pródiga em fantasiar sozinha, de modo que, pelo menos no meu caso, o pornô veio a ser não mais do que um "prato secundário" no qual eu assistia a aquelas fantasias sendo concretizadas. A mente é tudo, nobre colega, a mente comanda tudo em nossas vidas.

Quanto às poluções noturnas, de fato eis um drama que vivo, e digo mais: lavar cuecas era o de menos, quantas vezes não me levantei de madrugada foi para também tomar banho, para não passar o resto da noite imundo, com o quarto cheirando mal por todo o resto do dia? Tem noção do que é isto? Pular da cama sob a desconfiança dos pais, coisa de meia-noite, para me enfiar sob o chuveiro gelado em pleno inverno, só para dar um pouco de sossego à mente e ao corpo! Quer mais? Pois digo ainda mais: também já passei por sua lamentável experiência, exatamente como lhe aconteceu, de ter uma ejaculação noturna dentro de um ônibus, durante uma viagem intermunicipal para Aparecida (!), no banco ao lado do meu pai (!!), ao pegar no sono quase chegando ao destino, por volta das 5 da manhã, depois de ter passado todo o trecho acordado. O contexto já não era nada adequado, a situação na qual eu me encontrava na época menos ainda, 2007, 15 anos, auge do vício... Certamente uma das viagens mais traumáticas da minha vida.

Também me lembro de, na mesma época, ter tido outra lastimável polução noturna quando, após uma festa, minha prima e eu dormimos no mesmo quarto, na casa de minha avó; camas separadas (fique claro que nunca tive nada com ela), direções opostas (ela diante dos meus pés), eu com 15 anos e ela com 13. Acordei arrasado e até hoje agradeço a Deus por ninguém ter percebido nada; creio que havia até mais pessoas no quarto, no entanto o abalo da situação faz com que minha lembrança não seja muito boa, e acho até melhor que assim seja, melhor nem ficar recordando, sabe?

Bom, que nada disto se repita. Nem comigo, nem com você, nem com qualquer outro que se dispuser a lutar. Lutemos.

Saudações!
Meus cumprimentos diletíssimo parceiro!
De fato, este vício maldito deixa uma "estrada" biográfica atípica; como já pontuei, sua história daria um livro, a de nós todos...no entanto, paciência, a melhor parte deste livro ainda está por vir, tenho fé! Estamos construindo nossa história agora sobre um novo prisma, e, de algum modo, vendo por um lado positivo, ficamos mais calejados no combate contra outras mazelas próprias de nossa natureza humana. Vejo que tomar consciência do vício...de modo que ele é inevitável, se não tivéssemos adquirido este, adquiriríamos outros, até nos darmos conta e combatê-lo ( a vida é um combate, meu maior inimigo sou eu) e, também, nos deu uma força a mais, pela própria potência do vício - não tenho mais dúvidas q o vício pornográfico é semelhante ou pior do que o de drogas psicoativas.
De forma análoga, seria como o tecido ósseo que ao sofrer uma lesão e recuperar-se, tornar-se muito mais forte depois com a formação do calo ósseo; conosco acontece algo parecido. Existem muitos indivíduos lerdos por aí que não sofrem um vício dessa magnitude, entretanto vivem com a consciência laxa, anestesiada e escrava das pequenas "coisinhas":preguiça, falta de disciplina e por aí vai...claro, jamais quereríamos ter um dia se envolvido com essa merda toda, porém, se aconteceu, tiremos algo de positivo.
Uma pergunta, meu caro, vc já está sem masturbação e pornografia a mais de um ano, como consta no seu contador?
No mais, muito bom trocar experiências...grande abraço!
A luta continua.
Salve Maria!
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1957
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 28

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 12/4/2020, 21:31
Sim, meu caro. Respondendo à sua pergunta, sim.

Como não sou (mais) adepto de masturbação, desde aquele dia nada pratico, hard mode mesmo. Até das fantasias tenho me livrado. Nesse período, o máximo pelo que passei foi ficar pensando algumas besteiras semissexuais/semisoftcore referentes a algumas fantasias do tipo que costumava possuir e também estou derrotando. Coisa de nem ficar excitado, só ficar lembrando mesmo. Coisas bem, no pior sentido, "a minha cara", que desenvolvi por conta de traumas do passado, e que me fizeram por algumas semanas ficar pensando demais, entrando em algum material não-pornográfico porém fútil e saindo logo depois de alguns segundos, sem maiores inquietações. Pensei comigo e achei não ser necessário resetar. São coisas que já me fizeram sofrer, e que, em casos extremos, costumam descambar para uma fantasia sexual, contudo eis que as tenho combatido eficientemente desde então.

Caso queira um exemplo, sempre gostei de ficar "poetizando" acerca de garotas de "beleza clássica", vendo rapidamente imagens de mulheres bem-comportadas, teorizando de maneiras relativamente sugestivas, embora não exatamente sexuais, acho melhor não detalhar. Outra coisa que sempre ficou em minha cabeça, essa já um pouco mais perturbadora e que me fez sofrer um bocado ao longo de minha juventude, foi uma obsessão com debutantes, sobre a qual já falei um pouco em meu Diário e talvez explicite melhor por lá qualquer dia. De qualquer modo, consegui me blindar modéstia à parte muito bem ao longo destes mais de 500 dias (e também não transo desde 6 de outubro de 2018, quando saí com uma GP, aliás todas as minhas transas até hoje foram com acompanhantes), estando em busca de minha completa harmonia de corpo e alma, não só sexualmente.

Enfim, trocar experiências é bom mesmo, tomamos os bons exemplos dos outros e aprendemos com aquilo que jamais deve ser feito. A luta continua, meu caro.

Grande abraço!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 13/4/2020, 11:25
Justiceiro do Sertão escreveu: Sim, meu caro. Respondendo à sua pergunta, sim.

Como não sou (mais) adepto de masturbação, desde aquele dia nada pratico, hard mode mesmo. Até das fantasias tenho me livrado. Nesse período, o máximo pelo que passei foi ficar pensando algumas besteiras semissexuais/semisoftcore referentes a algumas fantasias do tipo que costumava possuir e também estou derrotando. Coisa de nem ficar excitado, só ficar lembrando mesmo. Coisas bem, no pior sentido, "a minha cara", que desenvolvi por conta de traumas do passado, e que me fizeram por algumas semanas ficar pensando demais, entrando em algum material não-pornográfico porém fútil e saindo logo depois de alguns segundos, sem maiores inquietações. Pensei comigo e achei não ser necessário resetar. São coisas que já me fizeram sofrer, e que, em casos extremos, costumam descambar para uma fantasia sexual, contudo eis que as tenho combatido eficientemente desde então.

Caso queira um exemplo, sempre gostei de ficar "poetizando" acerca de garotas de "beleza clássica", vendo rapidamente imagens de mulheres bem-comportadas, teorizando de maneiras relativamente sugestivas, embora não exatamente sexuais, acho melhor não detalhar. Outra coisa que sempre ficou em minha cabeça, essa já um pouco mais perturbadora e que me fez sofrer um bocado ao longo de minha juventude, foi uma obsessão com debutantes, sobre a qual já falei um pouco em meu Diário e talvez explicite melhor por lá qualquer dia. De qualquer modo, consegui me blindar modéstia à parte muito bem ao longo destes mais de 500 dias (e também não transo desde 6 de outubro de 2018, quando saí com uma GP, aliás todas as minhas transas até hoje foram com acompanhantes), estando em busca de minha completa harmonia de corpo e alma, não só sexualmente.

Enfim, trocar experiências é bom mesmo, tomamos os bons exemplos dos outros e aprendemos com aquilo que jamais deve ser feito. A luta continua, meu caro.

Grande abraço!
Parabéns, meu nobre!
Principalmente por não ter se afastado do fórum e ainda mais por continuar compartilhando suas experiências. Já notei que a maioria dos que aqui passaram, me corrija se estiver errado, após seus 90 dias(ou mais um pouco) concluídos, se afastam ou deixam de publicar. Acho pouco empático. Acredito que a partilha das experiências também sejam uma válvula de escape para você, pois ainda tem seus conflitos, entretanto, atitude de permanecer, ajudar, principalmente àqueles que estão chegando demonstra grandeza de alma.
Grande abraço e torço para que continue vencendo as metas traçadas!
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 15/4/2020, 01:00
Boa noite, galera. Hoje perdi uma pessoal muito especial, um grande amigo.
Estou sentindo uma dor no peito que está incomodando pra caramba! Acredito que seja pela Ansiedade. Fui caminhar, como de costume, e percebi meus olhos descontrolados...tive dificuldade de controlá-los. Se passasse uma mulher de roupa colada era para lá que eles iam involuntariamente. Preciso me policiar, os olhos são as janelas da alma, é por lá que entra tudo. Confesso que tenho vontade zero de ver "P", no entanto, quanto a masturbação, meu corpo parece que vai explodir... ta forte o negoso...Porém, de maneira nenhuma cederei! O cérebro primitivo não irá fazer-me de otário desta vez...
A luta continua.
Salve Maria!!!

_______________________________________
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 15/4/2020, 20:52
Infelizmente hoje, meu tio faleceu; ontem foi um grande amigo, e hoje pela manhã deparei-me com meu tio no chão da sua casa morto por um infarto fulminante. Não obstante, mesmo com toda esta situação, as fissuras ainda estavam fortíssimas, tinha uma moça no local, um mulherão, vestida ao meu ver de modo sensual(o fato de ela ter um corpão, praticamente, qualquer roupa a deixa sensual), houve um momento que olhei para ela e senti um tesão enorme, mas depois saí, consegui desviar os pensamentos de modo que o "fogo" arrefeceu.
Este é meu pequeno desabafo por hoje. Preciso estar alerta. No entanto, estou convicto, não cederei!
No mais, a luta continua.
Salve Maria!!!
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 17/4/2020, 16:58
Hoje, próximo de completar um mês de reboot, estou grogue, grogue; num torpor só. Aquela vontade apenas de está deitado, cabeça girando. Vou dar um descanso. Contudo, descanso muito vigilante. Esperando em Deus que isto passe logo.
A luta continua.
Salve Maria!

_______________________________________
Bernardo de Claraval
Bernardo de Claraval
Mensagens : 48
Data de inscrição : 15/01/2019
Idade : 28
Localização : França

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Salve Maria!!!

em 17/4/2020, 17:51
Salve Maria Guerreiro!

Não desanime meu amigo, a morte é triste e ainda incompreensível para a maioria das pessoas.

“Terrível morte!, mas como é desejável a vida no outro mundo, onde Deus nos chama!”
São Francisco de Assis

Que a Santíssima Virgem o console nesse momento difícil. Afinal, o que é mais difícil do que ver seu Filho pregado em um madeiro e sabendo que Ele é Aquele que É.

Não sei seu nome, mas hoje estarás nas minhas intenções da Santa Missa.

Quanto a PMO, mantenha vigilância redobrada nesses momentos de tristeza, normalmente é neles que a tentação (pelos inimigos da salvação) se aprochegam de nós.
Lembre-se do que N.S. disse aos Apóstolos quando os encontrou dormindo no Getsêmani:
"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação, pois o espírito está pronto, mas a carne é fraca" (Mt 26;41)

_______________________________________
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 18/4/2020, 11:38
Meu estimado, amigo! Obrigado pelas condolências.
O lema é esse: não desanimar jamais!
Graças a Deus mantenho-me firme, e, sobretudo, convicto e decido.
Receba meus votos de que cumpra suas metas, com ordem e candura. Grande abraço e que Deus abençoe!
No mais, a luta continua.
Salve Maria!!!
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 20/4/2020, 17:11
Descrevendo aqui um pouco dos acontecimentos do meu dia hoje.:
No meu vigésimo Nono dia de reboot, ainda estou sofrendo com dificuldades em relação aos estudos; estou tendo aulas onilles e sempre durante à tarde não consigo assistir às aulas por completo, sinto minha cabeça pesada, parece que há uma pedra dentro.
A poucas horas atrás fui verificar o número no whatssap de um colega e me surpreendi ao ver que o número não era mais dele e sim de uma garota, muito bonita por sinal, que gentilmente respondeu-me. No entanto, inconscientemente, fiz perguntas pessoais, perguntei se ela morava na cidade do meu amigo, e logo me dei conta que já estava começando a flertar, tanto é que ela me bloqueou na hora, não tinha motivos para perguntar aquilo; era só excluir o número e pronto. Contudo, tirei uma lição da qual já sei bem: conversar com qualquer garota desconhecida pela internet é perigo mortal para mim. Preciso evitar ao máximo. Graças a Deus isso não foi nada, na verdade uma atitude quase involuntária, porém uma casca de banana 🍌, pois se aquela mulher vinhesse  com investidas para cima de mim( imaginando todos os cenários aqui) não sei se teria forças suficientes para fugir; talvez sim, talvez não.
A maior dificuldade mesmo que enfrento neste momento é este "peso" na cabeça; queria poder passar o dia estudando, o que de fato preciso, entretanto não estou conseguindo. Minha mente logo embaralha, minha visão fica turva. Espero superar  logo, logo isto tudo.
No mais a luta continua.
Salve Maria!
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 21/4/2020, 23:04
Saudações companheiros! Quero registrar aqui no meu diário que hoje completo um terço da caminhada inicial, estou nos meus 30 dias de Reboot. Modéstia a parte não tive lá essas dificuldades todas, no entanto, as tentações houveram; percebo que estou entrando no início de um novo ciclo abstêmio.Sempre à tarde quando estou assistindo aula, vêm os pensamentos, fantasias, tenho início de ereções, mas luto  e crio imagens mentais(estratégia minha) para solapar os impulsos pornográficos; preciso ser muito ativo nesse momento para não ser ludibriado pelo cérebro primitivo e, também, claro, pelas ciladas do demônio, que, como já dizia o apóstolo São Pedro: existe, e nos ronda como um leão a rugir buscando a quem devorar.
Agradeço muito a Deus por ter dado-me consciência que neste processo eu não sou vítima; eu posso, sim, tomar posse das minhas forças, da minha liberdade, e direcioná-la para uma vida virtuosa que resulta de boas escolhas.
Firmeza, garra e luta! Tenho muito o que aprender e melhorar. Contudo, tenho um auxílio poderoso: a graça de Deus.
Bom, por hoje é isso.
No mais, a luta continua.
Salve Maria!!!
avatar
soumulherviciadaemporn
Mensagens : 437
Data de inscrição : 19/07/2016

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 22/4/2020, 06:30
Bom dia guerreiro, parabéns pelos 30 dias!! Continua firme na luta com essa preserverança e vencerás! Um abraço, estamos juntos!

_______________________________________
"Os meus fantasmas tornaram a minha solidão em vício", frase de Raul Seixas

Apresento o meu diário: https://www.comoparar.com/t3574p250-diario-de-uma-lutadora-contra-a-pmo#23257

Reboot:
já concluí um reboot em 2017 - 90 dias sem o vício, mas recaí após esta marca
1ª tentativa -  45 dias (2018)
2ª tentativa - 50 dias (2019)
3ª tentativa -  65 dias (16/01/20 - 20/03/2020)
4ª tentativa - 17 dias (25/03/20 - 11/04/2020)
5ª tentativa - 23 dias (23/04/20 - 16/05/2020)
6ª tentativa - 38 dias
?????????? QUANDO DEIXAR DE SER ESCRAVA DO VÍCIO????
avatar
Jhoniel
Mensagens : 42
Data de inscrição : 14/04/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 22/4/2020, 10:58
Guerreiro de longa data escreveu:Bom dia, galera. Meu nome é guerreironaluta, meu pseudônimo, tenho 28 anos, e já estou nessa batalha a um bom tempo. Meu primeiro contato com pornô foi bem cedo, tinha em média 13, 14 anos, mas n considero que me viciei aí.
O vício msm veio mais tarde, quando já tinha os meus 19 para 20 anos, na época do vestibular,onde passei por muito estresse, tentando entrar pro curso de medicina. Entrava ano e saia ano e nada de aprovação, aquilo gerou um estresse tão grande que me afundei na PMO, sendo que ao msm tempo isso gerou um complexo de culpa muito grande, porque eu não estava sendo coerente com aquilo em que acreditava e acredito. A partir daí começou uma batalha com muitas quedas, e também passei a perceber sintomas: sempre fui alegre, comunicativo, gostava de abraçar...no entanto,quando passei a consumir pornografia com o objetivo de aliviar às diversas tensões que no momento estava passando, sobretudo,o complexo de culpa que me assolava,  me isolei, perdi a espontaneidade com meus amigos, passei a sentir dor de cabeça quase todos os dias, fiquei triste, sem alegria
Outra coisa também:nunca namorei, sempre fui inseguro com as mulheres, e a partir do momento que passei a consumir mais avidamente conteúdos pornográficos, aí que essa insegurança aumentou, me senti em muitos momentos um trapo, deixei de conquistar uma menina linda, linda msm(que gostava de mim e que por muitos momentos deixou isso claro), devido ao estado emocional em que este vício maldito me deixou.
Na época do cursinho, também, gostava demais de uma garota, de uma garota muito gata, mas também não tive coragem de me aproximar dela pra falar dos meus sentimos(pq éramos até amigos), e como isso me doeu na época e me dói ,ainda hoje, quando me lembro.
Resolvi entrar no fórum, porque apesar de já ter me livrado do complexo de culpa, por saber que Deus me ama e que tudo isto que estou passando não passa de um vício, uma compulsão, que ainda não consegui dá um basta.
É difícil admitir que sou viciado em pornografia, dói interiormente, mas de fato eu sou! Nas minhas férias agora, quando estive em casa, caí recorrentemente. Tinha feito um propósito de fazer dessas férias um momento de me fortalecer, limpar minha mente, para poder voltar para as minhas aulas bem( meu quarto semestre na faculdade foi horrível, e atribuo isto a quedas que tive ), com um melhor relacionamento com as pessoas, com meus colegas de turma...e duro também, é que percebo que as pessoas que convivem comigo na faculdade percebem minha inconstancia, pq logo que entrei na faculdade estava a mais de três meses limpo, me sentia forte, com um bom desempenho nos estudos, e depois gradativamente fui regredindo no meu desempenho.
Quando falo aqui em quedas, n me refiro aqui apenas a ver pornô, pois diminuí muito, voltei a ver agora nesses últimos 3 meses; mas, vejo que o gatilho principal são os site de relacionamentos...estou com um fetiche agora, viciante msm, de entrar nesses sites, pegar o zap de garotas, fazer chamadas de vídeo, me masturbar ao vivo, mandar os "famosos" "nudes"...pior que acho isso nojento,, fico muito mal e me perguntando como pude chegar tão baixo...preciso quebrar esse ciclo, pq minhas quedas sempre começam por aí: com a vontade de conversar com garotas no site
Mas chega, basta, preciso por um fim nisso. Graças a Deus n estou em uma fase terrível, me sinto em paz, já superei muitas coisas e amadureci. No entanto, ainda sinto q n tomei posso daquilo que eu sou de verdade, do meu potencial, ainda me vejo caindo(principalmente me expondo dessa forma nojenta, como disse, nas mídias sociais) e isto me debilita.
Pra concluir, já iniciei meu Reboot, estou na contagem regressiva, e espero conseguir...com a ajuda de Deus...vendo aqui os testemunhos... e com a ajuda dos parceiros aqui do fórum. Não vejo a hora de chegar nos meus 90 dias iniciais, e dá aqui meu testemunho, ajudando meus parceiros de batalha!
Um grande abraço a todos!

cara, super te entendo. chega um momento que a tela do computador apenas não é suficiente e aí a gente começa essas interações virtuais. Isso não é saudável, certamente não faz parte do nosso plano de vida.
Você não está sozinho, aqui todos estamos amparados pela solidariedade que emana uns do outros. Um abraço e fique bem.
P.S.: Faculdade é por si só uma montanha de emoçoes, lidar com a dubiedade de ser estudante e ao mesmo tempo ser foco de esperança para os pacientes e suas famílias é uma responsabilidade que levamos tempo para digerir.
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 22/4/2020, 11:39
Jhoniel escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:Bom dia, galera. Meu nome é guerreironaluta, meu pseudônimo, tenho 28 anos, e já estou nessa batalha a um bom tempo. Meu primeiro contato com pornô foi bem cedo, tinha em média 13, 14 anos, mas n considero que me viciei aí.
O vício msm veio mais tarde, quando já tinha os meus 19 para 20 anos, na época do vestibular,onde passei por muito estresse, tentando entrar pro curso de medicina. Entrava ano e saia ano e nada de aprovação, aquilo gerou um estresse tão grande que me afundei na PMO, sendo que ao msm tempo isso gerou um complexo de culpa muito grande, porque eu não estava sendo coerente com aquilo em que acreditava e acredito. A partir daí começou uma batalha com muitas quedas, e também passei a perceber sintomas: sempre fui alegre, comunicativo, gostava de abraçar...no entanto,quando passei a consumir pornografia com o objetivo de aliviar às diversas tensões que no momento estava passando, sobretudo,o complexo de culpa que me assolava,  me isolei, perdi a espontaneidade com meus amigos, passei a sentir dor de cabeça quase todos os dias, fiquei triste, sem alegria
Outra coisa também:nunca namorei, sempre fui inseguro com as mulheres, e a partir do momento que passei a consumir mais avidamente conteúdos pornográficos, aí que essa insegurança aumentou, me senti em muitos momentos um trapo, deixei de conquistar uma menina linda, linda msm(que gostava de mim e que por muitos momentos deixou isso claro), devido ao estado emocional em que este vício maldito me deixou.
Na época do cursinho, também, gostava demais de uma garota, de uma garota muito gata, mas também não tive coragem de me aproximar dela pra falar dos meus sentimos(pq éramos até amigos), e como isso me doeu na época e me dói ,ainda hoje, quando me lembro.
Resolvi entrar no fórum, porque apesar de já ter me livrado do complexo de culpa, por saber que Deus me ama e que tudo isto que estou passando não passa de um vício, uma compulsão, que ainda não consegui dá um basta.
É difícil admitir que sou viciado em pornografia, dói interiormente, mas de fato eu sou! Nas minhas férias agora, quando estive em casa, caí recorrentemente. Tinha feito um propósito de fazer dessas férias um momento de me fortalecer, limpar minha mente, para poder voltar para as minhas aulas bem( meu quarto semestre na faculdade foi horrível, e atribuo isto a quedas que tive ), com um melhor relacionamento com as pessoas, com meus colegas de turma...e duro também, é que percebo que as pessoas que convivem comigo na faculdade percebem minha inconstancia, pq logo que entrei na faculdade estava a mais de três meses limpo, me sentia forte, com um bom desempenho nos estudos, e depois gradativamente fui regredindo no meu desempenho.
Quando falo aqui em quedas, n me refiro aqui apenas a ver pornô, pois diminuí muito, voltei a ver agora nesses últimos 3 meses; mas, vejo que o gatilho principal são os site de relacionamentos...estou com um fetiche agora, viciante msm, de entrar nesses sites, pegar o zap de garotas, fazer chamadas de vídeo, me masturbar ao vivo, mandar os "famosos" "nudes"...pior que acho isso nojento,, fico muito mal e me perguntando como pude chegar tão baixo...preciso quebrar esse ciclo, pq minhas quedas sempre começam por aí: com a vontade de conversar com garotas no site
Mas chega, basta, preciso por um fim nisso. Graças a Deus n estou em uma fase terrível, me sinto em paz, já superei muitas coisas e amadureci. No entanto, ainda sinto q n tomei posso daquilo que eu sou de verdade, do meu potencial, ainda me vejo caindo(principalmente me expondo dessa forma nojenta, como disse, nas mídias sociais) e isto me debilita.
Pra concluir, já iniciei meu Reboot, estou na contagem regressiva, e espero conseguir...com a ajuda de Deus...vendo aqui os testemunhos... e com a ajuda dos parceiros aqui do fórum. Não vejo a hora de chegar nos meus 90 dias iniciais, e dá aqui meu testemunho, ajudando meus parceiros de batalha!
Um grande abraço a todos!

cara, super te entendo. chega um momento que a tela do computador apenas não é suficiente e aí a gente começa essas interações virtuais. Isso não é saudável, certamente não faz parte do nosso plano de vida.
Você não está sozinho, aqui todos estamos amparados pela solidariedade que emana uns do outros. Um abraço e fique bem.
P.S.: Faculdade é por si só uma montanha de emoçoes, lidar com a dubiedade de ser estudante e ao mesmo tempo ser foco de esperança para os pacientes e suas famílias é uma responsabilidade que levamos tempo para digerir.

Certamente, estimado Jhoniel!
Não sucumbirei mais a estes maus hábitos, são muito destrutivos, parecem, e não só parecem, a ciência já prova isto, eles "destroem" nossa massa encefálica. Nos reduzem a moleques sem fibra. E, como você trouxe aqui, a tendência é o afundamento total, rápida e progressivamente; como o ser humano trás dentro de si um desejo insaciável, nada dessas coisas o satisfaz, por isso essa busca infindável que resulta em degeneração no mundo da fantasia erótica.
Portanto, lutemos, nos reorganizemos a cada dia, e fiquemos confiantes e vigilantes.
Com garra e determinação venceremos!
Gosto muito de um versículo bíblico que diz: " ainda não tendes resistido até o sangue na luta contra o pecado." Hebreus 12;4
É até o sangue, amigo! Nada de moleza!
Grande abraço, querido!
Salve Maria!
Guerreironofap
Guerreironofap
Mensagens : 13
Data de inscrição : 17/04/2020
Idade : 27
Localização : Rio de Janeiro

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 22/4/2020, 14:52
Fala cara, sou igual tu, não resisto a esses apps de relacionamento, preciso de ajuda. Força e parabéns pelos 30 dias.
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 387
Data de inscrição : 21/03/2020

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 22/4/2020, 15:50
Guerreironofap escreveu:Fala cara, sou igual tu, não resisto a esses apps de relacionamento, preciso de ajuda. Força e parabéns pelos 30 dias.
É parceiro, não é fácil romper, porque se trata de uma compulsão, entretanto é perfeitamente possível.
Conte com a minha ajuda e presença. Depois comparecerei lá no seu diário.
No mais, planeje-se e não desista jamais.
Deus te abençoe! Você não está sozinho. Juntos venceremos.
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1957
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 28

Diário da batalha sem desistências - Página 2 Empty Re: Diário da batalha sem desistências

em 22/4/2020, 18:37
Saudações, Guerreiro de Longa Data.

Pois entregue-se até a alma mesmo. Mais do que um ditado brasileiro dos mais triviais, uma verdade tremenda em todos os sentidos: não está fácil para ninguém. Porém, com essa sua entrega e sede de vitória, tudo poderá melhorar na sua vida.

Forte abraço.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum