Ir para baixo
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

5/5/2020, 12:43
Fala aí galera! Tudo certo?

Vou me chamar aqui de CG25 então desde já um prazer conhecer todos vocês e espero que nossa amizade por aqui se perpetue para sempre! Bem, o objetivo aqui é apenas um que é ajudar e ser ajudado quanto ao vício em pornografia. Não sei como serão esses dias daqui pra frente, confesso que estou com bastante angústia do que pode vir. Mas se eu não tentar pode me acarretar em novas recaídas e não quero isso para a minha vida.

Eu comprei o curso vai fazer um ano e até agora não consegui concluir nada e isso me frustrou bastante. Estou com 8 dias de reboot. Não vou falar do que aconteceu nesses 8 dias até pq já passou se não vou perder muito tempo. Nesse primeiro post acho que faz mais sentido contar um pouco da minha vida com a pornografia.

Eu convivo com ela desde os 5 anos de idade quando vi meus pais fazendo sexo. Isso mesmo, abri a porta do quarto por descuido e vi a minha mãe de 4 e o meu pai por trás. Foi uma cena horrível pra mim e convivo com isso há 20 anos (hoje tenho 25). Nunca ouve diálogo entre a gente após isso, eles simplesmente deixaram passar ou talvez tiveram vergonha. As vezes que existiu diálogo eu não conseguia conversa sobre e eles também não prosseguiam com o assunto.

Fora isso a minha família por parte de pai é toda evangélica e sempre cultivaram aquele ensinamento de que sexo só pode acontecer após o casamento e tem muito a mulher como "sagrada": não pode dormir no mesmo quarto do homem, tem que ter muito cuidado pra não transar, bla bla bla. Então eu cresci com esse paradigma na cabeça e isso fez com que eu tivesse muito medo de namorar alguma menina pq existia sempre restrições. Então durante minha adolescência eu tive poucas namoradas e sempre fui o donzelo da história: pq eu não chamava a menina pra um momento mais intimo pq devia existir respeito até o casamento. Depois isso foi mudando e eu explico mais pra frente o resultado disso tudo.

Voltando a pornografia, depois desse trauma que tive na minha infância eu comecei com as velhas revistas Playboy. Meu pai tinha escondido, eu descobri e assim me masturbava vendo as páginas. Isso virou rotina, na minha época não tinha celular bom que carregava um vídeo pornô pra assistir então só tinha isso pra ver. Essa situação mudou quando eu achei o primeiro DVD pornô do meu irmão (que é mais velho) e eu me tremi todinho de medo pq nunca tinha visto uma cena tão real de sexo na minha vida. E aí foi só piorando tudo: contei pros meus amigos na época de escola e virou rotina a gente assistir filme pornô juntos, trocar DVD, comprar DVD pirata e tudo mais. Todas as babaquices que uma criança na adolescência faz na época de puberdade.

A fase de adolescência passou e cada um desses meus amigos seguiu seu caminho: dois deles estão noivos, um casado e eu estou aqui escrevendo nesse fórum me sentindo muitas vezes um frustrado por não ter virado essa página. Meu convívio com a pornografia foi só piorando depois da minha adolescência. Chegaram os computadores, smartphones, aplicativos, jogos e em todas essas plataformas eu sempre queria ver mais. Assim o meu conteúdo foi piorando drasticamente: filme das brasileirinhas, sites pornográficos, pornô hétero, pornô lésbico, pornô shemale, pornô gay, camêras amadoras, etc etc etc. Eu sei o nome de várias atrizes e atores, anos de filme, títulos, quantidade de participantes na cena, TUDO o que você puder imaginar eu sei. De fato me tornei um especialista no assunto e não sabia o mal que isso tava fazendo em mim.

Meus pais tomaram conhecimento disso tudo, foi uma fase péssima da minha vida pq eu tive que lidar com meus pais achando que eu era homossexual e várias outras coisas relacionadas a pornografia onde eu não tinha nada o que fazer naquele momento. Algo muito legal nisso tudo foi que o meu irmão (o que tinha o DVD lá que descobri) me chamou pra conversar uma vez e falou no método reboot, no site do vicioempornografia.com e tudo mais. Eu me lembro que ele colocou uns videos do Padre Fábio de Melo falando sobre vício em pornografia, depois apresentou de forma bem superficial o reboot e e seguida pegou todos os DVDS dele pornô (eram mais de 100) e quebrou na minha frente chorando. Disse que eu ia passar essa barra e que ele tinha certeza que eu tava viciado e que ele estava ali pra me ajudar. Foi bem emocionante esse momento inclusive eu estou escrevendo aqui bastante emocionado.

Pois bem galera o tempo passou, eu passei uns meses sem olhar depois voltou tudo a estaca zero. Continuei consumindo pornô e todas as suas derivações quantas vezes fosse necessário. Arrumei uma namorada e fiquei com ela por seis meses, cheguei a tomar viagra pra me relacionar (pois não tinha conhecimento ainda da DE) e nunca gozava (tbm nao tinha conhecimento da ER). Enrolei ela por esse tempo e ela começou a desconfiar pq a gente transava pouco, eu não gozava, e etc. O que me fez sustentar esses 6 meses foi pq ela era virgem então ela meio que sentia dor, a gente nao conseguia, enfim... acabamos. Segui minha vida por 2 anos solteiro e imerso em pornografia, foi nesse tempo que foquei muito na pornografia hétero, lésbico, gay e shemale e assim comecei a questionar minha sexualidade.

Passou essa fase, virei a página e aí conheci uma garota na faculdade onde eu não tinha a mínima atração por ela. A gente se conheceu melhor numa festa na beira da praia e lá ficamos e a partir daí foi se tornando mais intenso nosso afeto. O que me deixava mais com medo era na hora H pois eu nunca tinha penetrado, nunca tinha gozado, e isso poderia afetar a forma que ela me enxergava. Sempre quando íamos ter um momento mais íntimo eu já tinha algum viagra no bolso e tomava antes de me encontrar pra prevenir qualquer constragimento de DE. Em um desses encontros descobri que ela era virgem e isso me tranquilizou mais pois seria mais fácil de eu fugir do problema igual eu fiz com a minha primeira namorada. Com um tempo eu pedi ela em namoro.

Por muito tempo fui escondendo o problema pois como ela era virgem sempre existia alguma desculpa (ela sentia dor, eu não estava bem no momento, etc etc etc). As vezes que ela menstruava era uma vitória pra mim pois eu tinha 7 dias de descanso para não penetrar. Teve duas vezes que eu fingi ter gozado pra aliviar a minha pressão. Cheguei a comprar mais viagra pra deixar em estoque caso tivesse alguma oportunidade de eu usar. Isso não foi se sustentando por pouco tempo pois começou a mexer muito com a auto estima dela e eu fui me sentindo super mal com isso. Ela chorava, não entendia pq a gente transava pouco, não entendia que eu não gozava, etc etc. Como eu sempre tive o sonho em construir uma família e me casar eu vi nela muitos pontos importantes pra mim e isso fez com que eu a amasse de uma forma que não sei explicar. Um dia contei do meu vício. Chorei muito, falei da minha visão de sexo dos meus pais, falei do meu vicio em pornô e etc. não citei experiências com pessoas que tive no passado pois isso podia desenvolver um ciúme nela que não fazia sentido. Então foquei só no problema. Foi muito difícil pra mim se abrir dessa forma para uma mulher que eu namorava, você não tem ideia de como foi difícil. Ela chorou muito também mas disse que me amava muito e que estava disposta a me ajudar no que fosse preciso. E assim foi, em vários momentos ela me ajudou no controle do vício (ligou para vários psicólogos, sentou comigo e fez um painel de todos os gatilhos que tenho, imprimiu um calendário de 90 dias, etc). Sem contar que ela é muuuuito parceira velho, de vida mesmo sabe? Ela me da muito conselho sobre o meu profissional e pessoal que me ajudam muito.


Estou com ela até hoje. E durante o nosso relacionamento foi bem complicados pois eu tive recaídas todas as vezes até agora, algumas recaídas eu cheguei a falar pra ela e foi horrível. Ela se sentia mal pq eu não recorria a ela. Chegou a ser questionar se o problema era ela, enfim... a gente tem muita cumplicidade e também muita angústia compartilhada pois eu coloquei ela pra ser a pessoa que eu podia compartilhar esse meu problema. Ainda não consegui gozar com ela (também decidi não fingir mais orgasmo como fazia no início), e as vezes que transamos ela sempre teve orgasmos intensos. Ainda tenho viagra por medo de que alguma coisa pode acontecer mas deixei de usar. Em varios momentos que tava fazendo o reboot a gente fazia preliminar eu eu ficava excitado, chegando a lubrificar meu pênis e tudo mais. Isso me deixou feliz pois atração sexual por ela eu tenho e a nossa química é muito forte. Então sempre que tem um momento íntimo da gente (seja na piscina, no carro, na cama, na sala, etc) eu fico excitado com preliminar (oral, toque, sussurrar no ouvido, respiração, etc etc) e fico lubrificado. Porém na hora H quando ia rolar a penetração meu pênis ficava meia bomba ou quando ficava ereto eu não conseguia me concentrar para ejacular. E aí mais frustração pra mim e para o nosso relacionamento também.

Decidi ser muito claro com ela em relação a muitos pontos sobre o vício e decidimos em conjunto passar os primeiros 30 dias desse novo reboot sem acontecer relação sexual de fato e sim estímulos. Vamos ver como vai ser daqui pra frente... Como disse lá no início eu não sei como vai ser daqui pra frente, confesso que estou com medo de falhar mais um vez ou de concluir e continuar com ER. São muitas coisas que passam na minha cabeça. Mas aqui estou!

Sei que o nosso sonho é que tudo isso passe, eu perca todas as consequências que a pornografia me causou e a gente mantenha uma relação sexual saudável assim como a nossa relação afetiva e de companheirismo. Mandem boas energias pra mim! Desculpem ter escrito tanta coisa mas de fato quero levar dessa vez a sério então queria mostrar todo o meu histórico para vocês. Daqui pra frente os relatos serão menores pois se trata de um dia específico. Esse textão de hoje foi resumindo 25 anos da minha vida! Então dêem um desconto hahaha abraços!

Até amanhã, abraços!


Última edição por CG25 em 7/5/2020, 12:34, editado 2 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

5/5/2020, 13:42
Parabéns pela decisão!

Mantenha-se firme para desvencilhar-se de vez do maldito vício.

Desejo-lhe sucesso nessa empreitada.
E uma coisa: o ajudará bastante sua assiduidade diária aqui no fórum; dar-lhe-á mais foco. Tudo bem?

Deixo meu abraço.

E no mais: seja bem vindo!
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1156
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 30

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

5/5/2020, 15:25
CG25, o post não ficou longo. Que bom que você tem alguém lhe apoiando. Aqui estamos para ajudar também.

Acompanhando suas publicações.

Abraço.

_______________________________________
Reboot:
https://www.comoparar.com/t11634p500-diario-do-rottweiler#362301


CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Obrigado meu irmao! Tentarei fazer sempre aqui

7/5/2020, 10:06
Guerreiro de longa data escreveu:Parabéns pela decisão!

Mantenha-se firme para desvencilhar-se de vez do maldito vício.

Desejo-lhe sucesso nessa empreitada.
E uma coisa: o ajudará bastante sua assiduidade diária aqui no fórum; dar-lhe-á mais foco. Tudo bem?

Deixo meu abraço.

E no mais: seja bem vindo!
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty .

7/5/2020, 10:07
Rottweiler escreveu:CG25, o  post não ficou longo. Que bom que você tem alguém lhe apoiando. Aqui estamos para ajudar também.

Acompanhando suas publicações.

Abraço.

Obrigado! Espero que tudo ocorra bem
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty .

7/5/2020, 10:16
CG25 escreveu:Fala aí galera! Tudo certo?

Vou me chamar aqui de CG25 então desde já um prazer conhecer todos vocês e espero que nossa amizade por aqui se perpetue para sempre! Bem, o objetivo aqui é apenas um que é ajudar e ser ajudado quanto ao vício em pornografia. Não sei como serão esses dias daqui pra frente, confesso que estou com bastante angústia do que pode vir. Mas se eu não tentar pode me acarretar em novas recaídas e não quero isso para a minha vida.

Eu comprei o curso vai fazer um ano e até agora não consegui concluir nada e isso me frustrou bastante. Estou com 8 dias de reboot. Não vou falar do que aconteceu nesses 8 dias até pq já passou se não vou perder muito tempo. Nesse primeiro post acho que faz mais sentido contar um pouco da minha vida com a pornografia.

Eu convivo com ela desde os 5 anos de idade quando vi meus pais fazendo sexo. Isso mesmo, abri a porta do quarto por descuido e vi a minha mãe de 4 e o meu pai por trás. Foi uma cena horrível pra mim e convivo com isso há 20 anos (hoje tenho 25). Nunca ouve diálogo entre a gente após isso, eles simplesmente deixaram passar ou talvez tiveram vergonha. As vezes que existiu diálogo eu não conseguia conversa sobre e eles também não prosseguiam com o assunto.

Fora isso a minha família por parte de pai é toda evangélica e sempre cultivaram aquele ensinamento de que sexo só pode acontecer após o casamento e tem muito a mulher como "sagrada": não pode dormir no mesmo quarto do homem, tem que ter muito cuidado pra não transar, bla bla bla. Então eu cresci com esse paradigma na cabeça e isso fez com que eu tivesse muito medo de namorar alguma menina pq existia sempre restrições. Então durante minha adolescência eu tive poucas namoradas e sempre fui o donzelo da história: pq eu não chamava a menina pra um momento mais intimo pq devia existir respeito até o casamento. Depois isso foi mudando e eu explico mais pra frente o resultado disso tudo.

Voltando a pornografia, depois desse trauma que tive na minha infância eu comecei com as velhas revistas Playboy. Meu pai tinha escondido, eu descobri e assim me masturbava vendo as páginas. Isso virou rotina, na minha época não tinha celular bom que carregava um vídeo pornô pra assistir então só tinha isso pra ver. Essa situação mudou quando eu achei o primeiro DVD pornô do meu irmão (que é mais velho) e eu me tremi todinho de medo pq nunca tinha visto uma cena tão real de sexo na minha vida. E aí foi só piorando tudo: contei pros meus amigos na época de escola e virou rotina a gente assistir filme pornô juntos, trocar DVD, comprar DVD pirata e tudo mais. Todas as babaquices que uma criança na adolescência faz na época de puberdade.

A fase de adolescência passou e cada um desses meus amigos seguiu seu caminho: dois deles estão noivos, um casado e eu estou aqui escrevendo nesse fórum me sentindo muitas vezes um frustrado por não ter virado essa página. Meu convívio com a pornografia foi só piorando depois da minha adolescência. Chegaram os computadores, smartphones, aplicativos, jogos e em todas essas plataformas eu sempre queria ver mais. Assim o meu conteúdo foi piorando drasticamente: filme das brasileirinhas, sites pornográficos, pornô hétero, pornô lésbico, pornô shemale, pornô gay, camêras amadoras, etc etc etc. Eu sei o nome de várias atrizes e atores, anos de filme, títulos, quantidade de participantes na cena, TUDO o que você puder imaginar eu sei. De fato me tornei um especialista no assunto e não sabia o mal que isso tava fazendo em mim.

Meus pais tomaram conhecimento disso tudo, foi uma fase péssima da minha vida pq eu tive que lidar com meus pais achando que eu era homossexual e várias outras coisas relacionadas a pornografia onde eu não tinha nada o que fazer naquele momento. Algo muito legal nisso tudo foi que o meu irmão (o que tinha o DVD lá que descobri) me chamou pra conversar uma vez e falou no método reboot, no site do vicioempornografia.com e tudo mais. Eu me lembro que ele colocou uns videos do Padre Fábio de Melo falando sobre vício em pornografia, depois apresentou de forma bem superficial o reboot e e seguida pegou todos os DVDS dele pornô (eram mais de 100) e quebrou na minha frente chorando. Disse que eu ia passar essa barra e que ele tinha certeza que eu tava viciado e que ele estava ali pra me ajudar. Foi bem emocionante esse momento inclusive eu estou escrevendo aqui bastante emocionado.

Pois bem galera o tempo passou, eu passei uns meses sem olhar depois voltou tudo a estaca zero. Continuei consumindo pornô e todas as suas derivações quantas vezes fosse necessário. Arrumei uma namorada e fiquei com ela por seis meses, cheguei a tomar viagra pra me relacionar (pois não tinha conhecimento ainda da DE) e nunca gozava (tbm nao tinha conhecimento da ER). Enrolei ela por esse tempo e ela começou a desconfiar pq a gente transava pouco, eu não gozava, e etc. O que me fez sustentar esses 6 meses foi pq ela era virgem então ela meio que sentia dor, a gente nao conseguia, enfim... acabamos. Segui minha vida por 2 anos solteiro e imerso em pornografia, foi nesse tempo que foquei muito na pornografia hétero, lésbico, gay e shemale e assim comecei a questionar minha sexualidade.

Passou essa fase, virei a página e aí conheci uma garota na faculdade onde eu não tinha a mínima atração por ela. A gente se conheceu melhor numa festa na beira da praia e lá ficamos e a partir daí foi se tornando mais intenso nosso afeto. O que me deixava mais com medo era na hora H pois eu nunca tinha penetrado, nunca tinha gozado, e isso poderia afetar a forma que ela me enxergava. Sempre quando íamos ter um momento mais íntimo eu já tinha algum viagra no bolso e tomava antes de me encontrar pra prevenir qualquer constragimento de DE. Em um desses encontros descobri que ela era virgem e isso me tranquilizou mais pois seria mais fácil de eu fugir do problema igual eu fiz com a minha primeira namorada. Com um tempo eu pedi ela em namoro.

Por muito tempo fui escondendo o problema pois como ela era virgem sempre existia alguma desculpa (ela sentia dor, eu não estava bem no momento, etc etc etc). As vezes que ela menstruava era uma vitória pra mim pois eu tinha 7 dias de descanso para não penetrar. Teve duas vezes que eu fingi ter gozado pra aliviar a minha pressão. Cheguei a comprar mais viagra pra deixar em estoque caso tivesse alguma oportunidade de eu usar. Isso não foi se sustentando por pouco tempo pois começou a mexer muito com a auto estima dela e eu fui me sentindo super mal com isso. Ela chorava, não entendia pq a gente transava pouco, não entendia que eu não gozava, etc etc. Como eu sempre tive o sonho em construir uma família e me casar eu vi nela muitos pontos importantes pra mim e isso fez com que eu a amasse de uma forma que não sei explicar. Um dia contei do meu vício. Chorei muito, falei da minha visão de sexo dos meus pais, falei do meu vicio em pornô e etc. não citei experiências com pessoas que tive no passado pois isso podia desenvolver um ciúme nela que não fazia sentido. Então foquei só no problema. Foi muito difícil pra mim se abrir dessa forma para uma mulher que eu namorava, você não tem ideia de como foi difícil. Ela chorou muito também mas disse que me amava muito e que estava disposta a me ajudar no que fosse preciso. E assim foi, em vários momentos ela me ajudou no controle do vício (ligou para vários psicólogos, sentou comigo e fez um painel de todos os gatilhos que tenho, imprimiu um calendário de 90 dias, etc). Sem contar que ela é muuuuito parceira velho, de vida mesmo sabe? Ela me da muito conselho sobre o meu profissional e pessoal que me ajudam muito.


Estou com ela até hoje. E durante o nosso relacionamento foi bem complicados pois eu tive recaídas todas as vezes até agora, algumas recaídas eu cheguei a falar pra ela e foi horrível. Ela se sentia mal pq eu não recorria a ela. Chegou a ser questionar se o problema era ela, enfim... a gente tem muita cumplicidade e também muita angústia compartilhada pois eu coloquei ela pra ser a pessoa que eu podia compartilhar esse meu problema. Ainda não consegui gozar com ela (também decidi não fingir mais orgasmo como fazia no início), e as vezes que transamos ela sempre teve orgasmos intensos. Ainda tenho viagra por medo de que alguma coisa pode acontecer mas deixei de usar. Em varios momentos que tava fazendo o reboot a gente fazia preliminar eu eu ficava excitado, chegando a lubrificar meu pênis e tudo mais. Isso me deixou feliz pois atração sexual por ela eu tenho e a nossa química é muito forte. Então sempre que tem um momento íntimo da gente (seja na piscina, no carro, na cama, na sala, etc) eu fico excitado com preliminar (oral, toque, sussurrar no ouvido, respiração, etc etc) e fico lubrificado. Porém na hora H quando ia rolar a penetração meu pênis ficava meia bomba ou quando ficava ereto eu não conseguia me concentrar para ejacular. E aí mais frustração pra mim e para o nosso relacionamento também.

Decidi ser muito claro com ela em relação a muitos pontos sobre o vício e decidimos em conjunto passar os primeiros 30 dias desse novo reboot sem acontecer relação sexual de fato e sim estímulos. Vamos ver como vai ser daqui pra frente... Como disse lá no início eu não sei como vai ser daqui pra frente, confesso que estou com medo de falhar mais um vez ou de concluir e continuar com ER. São muitas coisas que passam na minha cabeça. Mas aqui estou!

Sei que o nosso sonho é que tudo isso passe, eu perca todas as consequências que a pornografia me causou e a gente mantenha uma relação sexual saudável assim como a nossa relação afetiva e de companheirismo. Mandem boas energias pra mim! Desculpem ter escrito tanta coisa mas de fato quero levar dessa vez a sério então queria mostrar todo o meu histórico para vocês. Daqui pra frente os relatos serão menores pois se trata de um dia específico. Esse textão de hoje foi resumindo 25 anos da minha vida! Então dêem um desconto hahaha abraços!

Até amanhã, abraços!

Bom dia, ontem (06/05) foi um dia muito difícil pra mim. Depois que escrevi tudo por aqui me veio algumas memórias que preferia não ter escrito. Isso só complementou para eu ficar com minha autoestima mais baixa e o meu desejo de ver pornografia aumentar absurdamente. Eu estava literalmente inquieto. Estou dormindo na casa da minha namorada então isso ajudou a me controlar, mas meu humor alterou bastante (ficava irritado por besteira). Estou com medo pois amanhã já vou voltar pra casa e lá pode me dar gatilho de querer ver algo.

Hoje quando acordei ela foi trabalhar e eu fiquei sozinho no quarto dela. Meu coração começou a ficar acelerado e a vontade de ver começou a ficar fora de controle. Na minha cabeça só vinha pensamentos pornográficos e isso foi ficando fora de mim. O ar condicionado ligado e a porta fechada ajudaram muito a isso se potencializar. Foi muito, muito, muito, muito difícil me controlar e não sei como consegui. Mas vai uma dica: se levante imediatamente, abra todas as janelas e a porta do quarto também, entre no banheiro e tome um banho GELADO. Até eu tomar essa decisão (que foi fração de segundos) eu estava disposto a abrir algo pornô mas minha reação foi muito rápida e no momento que eu entrei na água gelada parece que todos aqueles pensamentos negativo foram se destruindo. Foi uma sensação muito esquisita mas que valeu a pena, valeu tanto que estou aqui escrevendo para vocês.

OBS: minha namorada está com cólica e a menstruação dela veio muito esse mês, então nao tivemos uma oportunidade de se estimular para eu contar a vocês como me senti. Assim que acontecer isso, escreverei aqui.

Amanhã apareço aqui para contar como foi o meu dia de hoje. Abs
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

8/5/2020, 09:32
CG25 escreveu:
CG25 escreveu:Fala aí galera! Tudo certo?

Vou me chamar aqui de CG25 então desde já um prazer conhecer todos vocês e espero que nossa amizade por aqui se perpetue para sempre! Bem, o objetivo aqui é apenas um que é ajudar e ser ajudado quanto ao vício em pornografia. Não sei como serão esses dias daqui pra frente, confesso que estou com bastante angústia do que pode vir. Mas se eu não tentar pode me acarretar em novas recaídas e não quero isso para a minha vida.

Eu comprei o curso vai fazer um ano e até agora não consegui concluir nada e isso me frustrou bastante. Estou com 8 dias de reboot. Não vou falar do que aconteceu nesses 8 dias até pq já passou se não vou perder muito tempo. Nesse primeiro post acho que faz mais sentido contar um pouco da minha vida com a pornografia.

Eu convivo com ela desde os 5 anos de idade quando vi meus pais fazendo sexo. Isso mesmo, abri a porta do quarto por descuido e vi a minha mãe de 4 e o meu pai por trás. Foi uma cena horrível pra mim e convivo com isso há 20 anos (hoje tenho 25). Nunca ouve diálogo entre a gente após isso, eles simplesmente deixaram passar ou talvez tiveram vergonha. As vezes que existiu diálogo eu não conseguia conversa sobre e eles também não prosseguiam com o assunto.

Fora isso a minha família por parte de pai é toda evangélica e sempre cultivaram aquele ensinamento de que sexo só pode acontecer após o casamento e tem muito a mulher como "sagrada": não pode dormir no mesmo quarto do homem, tem que ter muito cuidado pra não transar, bla bla bla. Então eu cresci com esse paradigma na cabeça e isso fez com que eu tivesse muito medo de namorar alguma menina pq existia sempre restrições. Então durante minha adolescência eu tive poucas namoradas e sempre fui o donzelo da história: pq eu não chamava a menina pra um momento mais intimo pq devia existir respeito até o casamento. Depois isso foi mudando e eu explico mais pra frente o resultado disso tudo.

Voltando a pornografia, depois desse trauma que tive na minha infância eu comecei com as velhas revistas Playboy. Meu pai tinha escondido, eu descobri e assim me masturbava vendo as páginas. Isso virou rotina, na minha época não tinha celular bom que carregava um vídeo pornô pra assistir então só tinha isso pra ver. Essa situação mudou quando eu achei o primeiro DVD pornô do meu irmão (que é mais velho) e eu me tremi todinho de medo pq nunca tinha visto uma cena tão real de sexo na minha vida. E aí foi só piorando tudo: contei pros meus amigos na época de escola e virou rotina a gente assistir filme pornô juntos, trocar DVD, comprar DVD pirata e tudo mais. Todas as babaquices que uma criança na adolescência faz na época de puberdade.

A fase de adolescência passou e cada um desses meus amigos seguiu seu caminho: dois deles estão noivos, um casado e eu estou aqui escrevendo nesse fórum me sentindo muitas vezes um frustrado por não ter virado essa página. Meu convívio com a pornografia foi só piorando depois da minha adolescência. Chegaram os computadores, smartphones, aplicativos, jogos e em todas essas plataformas eu sempre queria ver mais. Assim o meu conteúdo foi piorando drasticamente: filme das brasileirinhas, sites pornográficos, pornô hétero, pornô lésbico, pornô shemale, pornô gay, camêras amadoras, etc etc etc. Eu sei o nome de várias atrizes e atores, anos de filme, títulos, quantidade de participantes na cena, TUDO o que você puder imaginar eu sei. De fato me tornei um especialista no assunto e não sabia o mal que isso tava fazendo em mim.

Meus pais tomaram conhecimento disso tudo, foi uma fase péssima da minha vida pq eu tive que lidar com meus pais achando que eu era homossexual e várias outras coisas relacionadas a pornografia onde eu não tinha nada o que fazer naquele momento. Algo muito legal nisso tudo foi que o meu irmão (o que tinha o DVD lá que descobri) me chamou pra conversar uma vez e falou no método reboot, no site do vicioempornografia.com e tudo mais. Eu me lembro que ele colocou uns videos do Padre Fábio de Melo falando sobre vício em pornografia, depois apresentou de forma bem superficial o reboot e e seguida pegou todos os DVDS dele pornô (eram mais de 100) e quebrou na minha frente chorando. Disse que eu ia passar essa barra e que ele tinha certeza que eu tava viciado e que ele estava ali pra me ajudar. Foi bem emocionante esse momento inclusive eu estou escrevendo aqui bastante emocionado.

Pois bem galera o tempo passou, eu passei uns meses sem olhar depois voltou tudo a estaca zero. Continuei consumindo pornô e todas as suas derivações quantas vezes fosse necessário. Arrumei uma namorada e fiquei com ela por seis meses, cheguei a tomar viagra pra me relacionar (pois não tinha conhecimento ainda da DE) e nunca gozava (tbm nao tinha conhecimento da ER). Enrolei ela por esse tempo e ela começou a desconfiar pq a gente transava pouco, eu não gozava, e etc. O que me fez sustentar esses 6 meses foi pq ela era virgem então ela meio que sentia dor, a gente nao conseguia, enfim... acabamos. Segui minha vida por 2 anos solteiro e imerso em pornografia, foi nesse tempo que foquei muito na pornografia hétero, lésbico, gay e shemale e assim comecei a questionar minha sexualidade.

Passou essa fase, virei a página e aí conheci uma garota na faculdade onde eu não tinha a mínima atração por ela. A gente se conheceu melhor numa festa na beira da praia e lá ficamos e a partir daí foi se tornando mais intenso nosso afeto. O que me deixava mais com medo era na hora H pois eu nunca tinha penetrado, nunca tinha gozado, e isso poderia afetar a forma que ela me enxergava. Sempre quando íamos ter um momento mais íntimo eu já tinha algum viagra no bolso e tomava antes de me encontrar pra prevenir qualquer constragimento de DE. Em um desses encontros descobri que ela era virgem e isso me tranquilizou mais pois seria mais fácil de eu fugir do problema igual eu fiz com a minha primeira namorada. Com um tempo eu pedi ela em namoro.

Por muito tempo fui escondendo o problema pois como ela era virgem sempre existia alguma desculpa (ela sentia dor, eu não estava bem no momento, etc etc etc). As vezes que ela menstruava era uma vitória pra mim pois eu tinha 7 dias de descanso para não penetrar. Teve duas vezes que eu fingi ter gozado pra aliviar a minha pressão. Cheguei a comprar mais viagra pra deixar em estoque caso tivesse alguma oportunidade de eu usar. Isso não foi se sustentando por pouco tempo pois começou a mexer muito com a auto estima dela e eu fui me sentindo super mal com isso. Ela chorava, não entendia pq a gente transava pouco, não entendia que eu não gozava, etc etc. Como eu sempre tive o sonho em construir uma família e me casar eu vi nela muitos pontos importantes pra mim e isso fez com que eu a amasse de uma forma que não sei explicar. Um dia contei do meu vício. Chorei muito, falei da minha visão de sexo dos meus pais, falei do meu vicio em pornô e etc. não citei experiências com pessoas que tive no passado pois isso podia desenvolver um ciúme nela que não fazia sentido. Então foquei só no problema. Foi muito difícil pra mim se abrir dessa forma para uma mulher que eu namorava, você não tem ideia de como foi difícil. Ela chorou muito também mas disse que me amava muito e que estava disposta a me ajudar no que fosse preciso. E assim foi, em vários momentos ela me ajudou no controle do vício (ligou para vários psicólogos, sentou comigo e fez um painel de todos os gatilhos que tenho, imprimiu um calendário de 90 dias, etc). Sem contar que ela é muuuuito parceira velho, de vida mesmo sabe? Ela me da muito conselho sobre o meu profissional e pessoal que me ajudam muito.


Estou com ela até hoje. E durante o nosso relacionamento foi bem complicados pois eu tive recaídas todas as vezes até agora, algumas recaídas eu cheguei a falar pra ela e foi horrível. Ela se sentia mal pq eu não recorria a ela. Chegou a ser questionar se o problema era ela, enfim... a gente tem muita cumplicidade e também muita angústia compartilhada pois eu coloquei ela pra ser a pessoa que eu podia compartilhar esse meu problema. Ainda não consegui gozar com ela (também decidi não fingir mais orgasmo como fazia no início), e as vezes que transamos ela sempre teve orgasmos intensos. Ainda tenho viagra por medo de que alguma coisa pode acontecer mas deixei de usar. Em varios momentos que tava fazendo o reboot a gente fazia preliminar eu eu ficava excitado, chegando a lubrificar meu pênis e tudo mais. Isso me deixou feliz pois atração sexual por ela eu tenho e a nossa química é muito forte. Então sempre que tem um momento íntimo da gente (seja na piscina, no carro, na cama, na sala, etc) eu fico excitado com preliminar (oral, toque, sussurrar no ouvido, respiração, etc etc) e fico lubrificado. Porém na hora H quando ia rolar a penetração meu pênis ficava meia bomba ou quando ficava ereto eu não conseguia me concentrar para ejacular. E aí mais frustração pra mim e para o nosso relacionamento também.

Decidi ser muito claro com ela em relação a muitos pontos sobre o vício e decidimos em conjunto passar os primeiros 30 dias desse novo reboot sem acontecer relação sexual de fato e sim estímulos. Vamos ver como vai ser daqui pra frente... Como disse lá no início eu não sei como vai ser daqui pra frente, confesso que estou com medo de falhar mais um vez ou de concluir e continuar com ER. São muitas coisas que passam na minha cabeça. Mas aqui estou!

Sei que o nosso sonho é que tudo isso passe, eu perca todas as consequências que a pornografia me causou e a gente mantenha uma relação sexual saudável assim como a nossa relação afetiva e de companheirismo. Mandem boas energias pra mim! Desculpem ter escrito tanta coisa mas de fato quero levar dessa vez a sério então queria mostrar todo o meu histórico para vocês. Daqui pra frente os relatos serão menores pois se trata de um dia específico. Esse textão de hoje foi resumindo 25 anos da minha vida! Então dêem um desconto hahaha abraços!

Até amanhã, abraços!

Bom dia, ontem (06/05) foi um dia muito difícil pra mim. Depois que escrevi tudo por aqui me veio algumas memórias que preferia não ter escrito. Isso só complementou para eu ficar com minha autoestima mais baixa e o meu desejo de ver pornografia aumentar absurdamente. Eu estava literalmente inquieto. Estou dormindo na casa da minha namorada então isso ajudou a me controlar, mas meu humor alterou bastante (ficava irritado por besteira). Estou com medo pois amanhã já vou voltar pra casa e lá pode me dar gatilho de querer ver algo.

Hoje quando acordei ela foi trabalhar e eu fiquei sozinho no quarto dela. Meu coração começou a ficar acelerado e a vontade de ver começou a ficar fora de controle. Na minha cabeça só vinha pensamentos pornográficos e isso foi ficando fora de mim. O ar condicionado ligado e a porta fechada ajudaram muito a isso se potencializar. Foi muito, muito, muito, muito difícil me controlar e não sei como consegui. Mas vai uma dica: se levante imediatamente, abra todas as janelas e a porta do quarto também, entre no banheiro e tome um banho GELADO. Até eu tomar essa decisão (que foi fração de segundos) eu estava disposto a abrir algo pornô mas minha reação foi muito rápida e no momento que eu entrei na água gelada parece que todos aqueles pensamentos negativo foram se destruindo. Foi uma sensação muito esquisita mas que valeu a pena, valeu tanto que estou aqui escrevendo para vocês.

OBS: minha namorada está com cólica e a menstruação dela veio muito esse mês, então nao tivemos uma oportunidade de se estimular para eu contar a vocês como me senti. Assim que acontecer isso, escreverei aqui.

Amanhã apareço aqui para contar como foi o meu dia de hoje. Abs

Salve galera, chego ao meu dia 11 sem acesso a PMO e ontem foi um dia mais tranquilo. Eu relatei o que passei para a minha namorada e ela foi super compreensiva e me deu apoio. Algo que está me preocupando é que não estou tendo ereções (entendi o conceito de flat-line no ebook mas mesmo assim fiquei preocupado). Hoje é o dia que volto pra casa e estou com medo de me dar algum gatilho mas estou pedindo a Deus para que se vier eu consiga suspender com êxito como fiz ontem. Outro fato que preocupa é que com a distância da gente eu não vou ter contato físico com ela então consequentemente não vou ter nenhum estímulo sexual para fazer religação. Isso tá mexendo um pouco comigo em achar que todos esses dias que passar distante não vou ter ereções nem libido. Alguém poderia dar alguma dica do que fazer?

Vou aproveitar o fim de semana dessa quarentena pra assistir as lives e tomar umas cervejas, ocupar minha cabeça lendo um livro ou jogando algum jogo no computador ou videogame.

bom dia a todos
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

9/5/2020, 00:26
9 de maio, 00:20. Ontem voltei pra minha casa e terminei vendo uma rede social que me deu gatilho em ver PMO. Essa rede social desgraçada parecia obra do satanás, juro por Deus. Quando eu abri a primeira coisa que a apareceu foi um vídeo que induzia a P. Fracassei pessoal, estou muito mal pois eu estava há 12 dias sem ver nada e isso frustra muito. Parece que eu tava pressentindo que ia acontecer algo hoje pois desde de manhã eu estava inquieto e com medo de ter alguma recaída. Vou zerar meu contador a partir de hoje, se Deus quiser não irei cair novamente!

Estou distante da minha namorada e não queria contar a ela desse meu fracasso por telefone. O que vocês acham que eu devo fazer? Ela me pediu muito para que quando eu sentisse algo ligasse pra ela mas eu não resisti, tentei uma vez ainda mas não funcionou estou muito triste por isso. Vcs acham que deva ser melhor eu falar pra ela pessoalmente ou já falar logo amanhã e não precisar esperar mais tempo? Estou na dúvida sobre o que fazer

Tbm queria colocar esses contadores que alguns colocam na assinatura como faço? Se puderem ajudar, agradeço.
Joseph
Joseph
Mensagens : 1234
Data de inscrição : 14/01/2018
Idade : 26
Localização : Brasil - josephreboot90@gmail.com
http://josephreboot90@gmail.com

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

9/5/2020, 01:23
Fala meu caro CG25, cara, estava lendo sua apresentação, me lembrou a primeira vez que fui transar com minha namorada e usei viagra, eu estava numa viajem com ela, e acabou que ela descobriu, foi frustrante e tive que contar tudo pra ela. Foi a pior sensação, hoje sofrendo de DE ainda, preciso levar muito a sério o reboot, pois sofro do mesmo problema seu, e passei por situações semelhantes nas escaladas de videos, cada vez piores, mas enfim.

Decidi comentar aqui e te acompanhar também, por essa semelhança, vc tem um lado positivo a ajuda da sua guria, valoriza meu caro, valoriza essa daí, que vc vai pra frente kk.

Sobre sua recaída cara, eu não sei se é uma boa ideia falar pelo telefone, vc deveria ter ligado antes de resetar, acho que se for pra contar (o que eu não faria agora) seria pessoalmente, já que vocês são confidentes assim, entende??
Mulher, as vezes interpreta mal, já teve vez de minha guria achar que eu perdi o tesão nela, coisa que jamais aconteceu.

Se caiu, recomece. Estude o vicio, pega video aulas e escreva. Pegue seus pontos negativos e positivos dentro do experimento e analisa, a cada dia vc descobre algum gatilho,  é assim, uma caminhada, cada passo é importante e sua namorada tem que ter paciência com isso, mas isso vai passar pra vocês dois.

Sobre o contador, veja esse link:
https://www.comoparar.com/t4820-como-instalar-um-contador-de-dias

Aprenda aí como colocar um contador de dias!

Forte abraço do Joseph!
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

9/5/2020, 15:02
Joseph escreveu:Fala meu caro CG25, cara, estava lendo sua apresentação, me lembrou a primeira vez que fui transar com minha namorada e usei viagra, eu estava numa viajem com ela, e acabou que ela descobriu, foi frustrante e tive que contar tudo pra ela. Foi a pior sensação, hoje sofrendo de DE ainda, preciso levar muito a sério o reboot, pois sofro do mesmo problema seu, e passei por situações semelhantes nas escaladas de videos, cada vez piores, mas enfim.

Decidi comentar aqui e te acompanhar também, por essa semelhança, vc tem um lado positivo a ajuda da sua guria, valoriza meu caro, valoriza essa daí, que vc vai pra frente kk.

Sobre sua recaída cara, eu não sei se é uma boa ideia falar pelo telefone, vc deveria ter ligado antes de resetar, acho que se for pra contar (o que eu não faria agora) seria pessoalmente, já que vocês são confidentes assim, entende??
Mulher, as vezes interpreta mal, já teve vez de minha guria achar que eu perdi o tesão nela, coisa que jamais aconteceu.

Se caiu, recomece. Estude o vicio, pega video aulas e escreva. Pegue seus pontos negativos e positivos dentro do experimento e analisa, a cada dia vc descobre algum gatilho,  é assim, uma caminhada, cada passo é importante e sua namorada tem que ter paciência com isso, mas isso vai passar pra vocês dois.

Sobre o contador, veja esse link:
https://www.comoparar.com/t4820-como-instalar-um-contador-de-dias

Aprenda aí como colocar um contador de dias!

Forte abraço do Joseph!

Fala irmão, obrigado pelas palavras. De fato tenho que valorizar muito pois ela é paciente e sempre me ajuda nesse ponto.

Obrigado pela ajuda no contador! Vou fazer agora mesmo.

Dia 1: Hoje acordei com algumas ereções fora do normal (parece que como usei P ontem ativou tudo de novo, mas com os afazeres do dia eu conseguiu me esquivar. Tomei um banho GELADO agora e esqueci de vez). Hoje vou jogar algum jogo e assistir as lives pra ocupar a cabeça. Vou dando notícias
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

9/5/2020, 15:05
Salve galera, hoje foi um dos dias mais tristes que tive durante o meu relacionamento. Infelizmente eu não esperei encontrá-la para falar que caí e hoje conversamos no whatsapp e terminei falando a verdade. Ela me perguntou se tava tudo bem e disse que passou a noite muito angustiada, parece até que foi algum aviso de Deus pq foi justamente a noite que eu usei P. Eu não consegui esconder e terminei falando e foi um dos momentos mais tristes que tive com ela até agora pois eu estou distante e não posso acalmá-la Sad

Ela desligou o telefone e disse que nao tava bem e que precisava de um tempo sozinha e mais tarde me ligava.

Estou muito muito mal pois a PMO acabou com um momento do meu relacionamento, eu estava há 30 dias livre de tudo isso. É muito frustrante
Joseph
Joseph
Mensagens : 1234
Data de inscrição : 14/01/2018
Idade : 26
Localização : Brasil - josephreboot90@gmail.com
http://josephreboot90@gmail.com

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

10/5/2020, 02:25
lamantável CG25, mas e aí, como resolveu a situação??
conversou com ela novamente, temos que ser cuidadosos em falar isso pra nossas amadas meu caro, é muito difícil pra elas entender, enfim, desejo força pra vocês ai, conversa novamente com ela, isso vai passar!!!

_______________________________________



1º meta:   7 dias;
2º meta: 21 dias;
3º meta: 30 dias;
4º meta: 40 dias;
5º meta: 60 dias;
6º meta: 75 dias;
7º meta: 90 dias.
.




DIÁRIO  JOSEPH: https://www.comoparar.com/t6731-diario-joseph
parbat
parbat
Mensagens : 594
Data de inscrição : 06/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

10/5/2020, 09:26
Fala meu caro!

Estou acompanhando seu caso e te falo que mulheres são como gatos, se eles querem ficar sozinho e você passar do limite, ou ele te unha ou te morte e te machuca.

Vou te contar um paradoxo que funcionou para mim, espero que te ajude: para conquistar o amor dela novamente, você precisa arriscar a perde-lo.

Quero dizer com isso que, infelizmente, você tem que deixa-la sozinha, deixar que ela se acalme e volte a conversar com você. Mesmo se ela ligar o celular novamente, espere e aguarde.

Abraços e boa sorte!

_______________________________________
Conheça minha jornada

O melhor jardim que existe para cultivar bons frutos é a própria mente


Nicolas98
Nicolas98
Mensagens : 21
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

10/5/2020, 13:04
Durante a caminhada virão dias bem difíceis e o importante é não cair. Frustração no trabalho, nos estudos, amigos, relacionamento... isso faz parte da vida a questão agora é que quando vierem essas frustracoes ir para a pornografia não é mais uma opcao. Se mantenha firme e um abraco


Salve galera, hoje foi um dos dias mais tristes que tive durante o meu relacionamento. Infelizmente eu não esperei encontrá-la para falar que caí e hoje conversamos no whatsapp e terminei falando a verdade. Ela me perguntou se tava tudo bem e disse que passou a noite muito angustiada, parece até que foi algum aviso de Deus pq foi justamente a noite que eu usei P. Eu não consegui esconder e terminei falando e foi um dos momentos mais tristes que tive com ela até agora pois eu estou distante e não posso acalmá-la Sad Ela desligou o telefone e disse que nao tava bem e que precisava de um tempo sozinha e mais tarde me ligava. Estou muito muito mal pois a PMO acabou com um momento do meu relacionamento, eu estava há 30 dias livre de tudo isso. É muito frustrante escreveu:

_______________________________________
Visite meu diário e vamos trocar uma idéia  Smile
https://www.comoparar.com/t10475-my-way

Joseph
Joseph
Mensagens : 1234
Data de inscrição : 14/01/2018
Idade : 26
Localização : Brasil - josephreboot90@gmail.com
http://josephreboot90@gmail.com

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

10/5/2020, 20:30
vou pegar o conselho do parbat até pra mim kk. Força aí meu caro!!!

_______________________________________



1º meta:   7 dias;
2º meta: 21 dias;
3º meta: 30 dias;
4º meta: 40 dias;
5º meta: 60 dias;
6º meta: 75 dias;
7º meta: 90 dias.
.




DIÁRIO  JOSEPH: https://www.comoparar.com/t6731-diario-joseph
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

11/5/2020, 17:23
Alô galera, boa tarde!

Sumi esses dias pois como viram eu passei por uma situação bastante delicada. Agradeço a todos pela preocupação e torcida para que as coisas melhorassem, mensagens de apoio e também de água fria ajudam bastante no nosso crescimento enquanto pessoa e espírito. Gostei muito da fala do Nicolas onde menciona que conflitos sempre vão existir e precisamos entender que a pornografia não é mais uma opção. E de fato isso deve ser uma regra inegociável no reboot pois qualquer situação que nos contrariar muitas vezes recorremos à pornografia como refúgio e isso não pode acontecer. Se não a coisa não anda.

Quanto ao meu relacionamento, vamos lá. Como o amigo acima aconselhou eu respeitei o momento dela. Com um momento enorme mas não tinha o que fazer. Felizmente algumas horas depois ela me ligou para conversarmos. Minha namorada é muito sensitiva e foi impressionante na conversa como que, em todas as vezes que eu estava consumindo P, ela estava angustiada em casa e chorando. Eu só tive a dimensão disso na nossa conversa pois ela começou a mostrar algumas situações que aconteceram isso.

No entanto, a nossa conversa como um todo foi uma das mais desgastantes que tive em todo o meu relacionamento com ela. Porém foi extremamente necessária. Ela chorou muito pois sempre se dispôs a, quando eu estivesse para cair, ligar pra ela. E simplesmente eu negligenciei essa situação para atender a um prazer momentâneo. E de fato é uma triste verdade Sad Estou há dois anos com ela e sempre eu caio, sempre eu fracasso, e ela sempre está ali "amor, ta tudo bem. Amor você vai conseguir. Amor eu estou aqui." Mas tem uma hora que o ser humano cansa de sempre estar a disposição e não ter reciprocidade. E ela externalizou isso pra mim.

Percebo como fui egoísta em atender um prazer momentâneo meu enquanto ela estava abdicando do prazer dela por minha causa (sim pois estávamos há 30 dias sem ter relação sexual por conta da recomendação para um hard mode e ela aceitou essa condição). Cheguei à conclusão de que eu não posso mais errar, não há mais espaço. Eu estou ferindo a auto estima de uma pessoa que amo por conta de um prazer momentâneo. Eu estou frustrando um relacionamento que tem tudo para dar certo por conta de um prazer momentâneo e sem nenhum tipo de sentimento e afeto. Então ou eu paro de vez isso daqui ou eu vou perder uma pessoa incrível pq simplesmente ela fez de tudo para me ajudar mas eu não quis ser ajudado.

Assim conversamos e procuramos se resolver dessa forma. Vou me dar a última chance para que isso suma da minha vida e eu volte a ter uma vida normal. O meu objetivo agora é tornar esse diário não mais um e sim uma história de sucesso. E quando eu coloco uma coisa na cabeça eu me viro em mil e consigo, não vai ser um vício que vai acabar comigo.

Rumo ao pódio! Mandarei notícias amanhã, abs

_______________________________________
parbat
parbat
Mensagens : 594
Data de inscrição : 06/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

11/5/2020, 17:38
Olá meu caro!

Tenho um ditado que diz que jamais iremos crescer se só passarem a mão em nossa cabeça e nos abençoar tudo que fizemos. As dificuldades estão ai para nos ensinarem e as nos mostrarem qual o melhor caminho que devemos tomar.

Fico feliz que você tenha ganho mais uma ficha no jogo do relacionamento. Estarei acompanhando seu diário na torcida de ver ele como uma história de sucesso!

Jogo que segue e bola para frente!

Abraços!

_______________________________________
Conheça minha jornada

O melhor jardim que existe para cultivar bons frutos é a própria mente


Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2178
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

12/5/2020, 18:50
Saudações, caro CG25!

Triste e digna de reflexão a sua história. Desde os dissabores da infância e da juventude até o presente drama com sua parceira. Imagino o sofrimento pelo qual deve estar passando, e me solidarizo com sua tristeza. Desejo força a que seja capaz de superar a pornografia e ter um relacionamento saudável com essa pessoa aparentemente tão incrível que surgiu na sua vida. Que você seja capaz de dar a ela todo o valor que merece e juntos possam se realizar como pessoas as mais dignas.

Forte abraço.

_______________________________________
Win or die trying.
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

12/5/2020, 21:52
Caros amigos de Fórum, boa dia!

Hoje acordei quando peguei meu celular para ver uma rede social um dos assuntos mais comentados do momento foi um site adulto que visitei por muito tempo. Parece até obra do Satanás essas paradas pq justo na hora que escrevo aqui no outro dia aparecer um gatilho tão nítido desse. Enfim, felizmente eu NÃO cai na armadilha e segui firme na minha jornada.

Hoje eu também conversei com um amigo de longas datas e em alguns momentos me deu gatilho em olhar algo. No entanto eu fui também resistente e conseguiu controlar bem a vontade e não precisar usar PMO.

Um fato que foi bastante importante é que hoje eu também conversei com a minha namorada sobre o curso: falei em que capítulo estava, contei um pouco do conteúdo. Pareceu bem aquelas reuniões de AA quando você conversa com outras pessoas sobre o seu problema. Foi legal pois além de aprendermos juntos ela me deu alguns insights interessantes para o extermínio do vicio e consequentemente o nosso relacionamento.

Amanhã sigo com postagens, e obrigado a todos pelas mensagens de solidariedade e também de apoio como meu tratamento. Nenhum de nós é tão forte quanto todos nós juntos!


_______________________________________
O Guerreiro
O Guerreiro
Mensagens : 24
Data de inscrição : 04/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

13/5/2020, 00:03
Agora entendi um pouco aquelas perguntas amigo, realmente estamos em situações similares. Eu sei como é foda você nunca se sentir confortável e pleno em relação ao sexo, em relação a quando você vai ter relação. Alguns dias acordo triste, outros melhores, a confiança e a parceria da minha companheira é o que me motiva. Estou em busca do meu libido. Torço por você guerreiro e irei acompanhá-lo no seu reboot.

Fé em Deus meu camarada, por que ele vai te dar força e coragem pra enfrentar tudo isso.
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

13/5/2020, 21:33
Salve galera, hoje foi um dia normal por aqui. Estou trabalhando meio expediente na minha empresa de acordo com o decreto do meu estado. Tive também que pensar numa estratégia de enxugar os custos pois nessa pandemia estamos sofrendo bastante (acredito que quem é empreendedor sabe do que estou falando). Então ocupei minha cabeça e não pensei em PMO durante o dia.

No entanto hoje a noite bateu algumas recaídas e cheguei a pesquisar em uma rede social. Sendo que antes de ir olhar me toquei na merda que eu ia fazer e terminei fechando. Estou decidido a concluir dessa vez então não me deixei levar pelos pensamentos de PMO. Imediatamente fiz uma chamada de vídeo com minha namorada e conversei com ela para ocupar a cabeça, como eu precisava de alguma sensação de recompensa a única coisa que pensei em fazer foi comer comida gordurosa. Isso me deixou um pouco mal pois sou do time dos que mantém o exercício físico em dia. Mas enfim, um dia só não mata ninguém.

Estou feliz que estou focado mas com medo do que me espera nos próximos dias. PMO ataca nas horas mais inusitadas e muitas vezes nos deixamos levar. Outra coisa importante foi que desativei algumas redes sociais que estavam me dando gatilho. Não desativei todas pois em paralelo ao meu empreendimento eu trabalho com redes sociais então preciso estar ativo. O que não deixa de ser uma armadilha pois lá se tem muitos gatilhos, mas estou driblando até agora e não tive problemas.

Dou notícias amanhã, abraço em todos!

_______________________________________
Joseph
Joseph
Mensagens : 1234
Data de inscrição : 14/01/2018
Idade : 26
Localização : Brasil - josephreboot90@gmail.com
http://josephreboot90@gmail.com

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

14/5/2020, 17:31
CG25, fez a coisa certa em não ter continuado a pesquisar. Você que inevitavelmente não poderá ficar longe das redes sociais, deve ter cuidados redobrado, usa somente como ferramenta de trabalho, no meu caso eu tbm trabalho com redes sociais, principalmente instagran.
Força aí cara, abraço!

_______________________________________



1º meta:   7 dias;
2º meta: 21 dias;
3º meta: 30 dias;
4º meta: 40 dias;
5º meta: 60 dias;
6º meta: 75 dias;
7º meta: 90 dias.
.




DIÁRIO  JOSEPH: https://www.comoparar.com/t6731-diario-joseph
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

14/5/2020, 22:17
Joseph escreveu:CG25, fez a coisa certa em não ter continuado a pesquisar. Você que inevitavelmente não poderá ficar longe das redes sociais, deve ter cuidados redobrado, usa somente como ferramenta de trabalho, no meu caso eu tbm trabalho com redes sociais, principalmente instagran.
Força aí cara, abraço!

Valeu irmão, vamos conseguir!

_______________________________________
CG25
CG25
Mensagens : 23
Data de inscrição : 05/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

14/5/2020, 22:34
Salve equipe,

Hoje foi um dia muito delicado pra mim. Eu tive umas discussões bem pesadas com meus pais sobre assuntos pessoais e me fez questionar muita coisa. Em paralelo a isso eu tive alguns gatilhos de querer ver P mas estou me mantendo firme (chego a duvidar pois se fosse na semana passada por exemplo eu já estaria imerso). Eu novamente cheguei a querer pesquisar algo mas uma coisa que está dando certo é que a senha do meu bloqueador quem tem a minha namorada. Então sempre que eu penso em querer pesquisar algo e não consigo para eu querer ver tenho que fazer algo mirabolante ou inventar uma mentira enorme para conseguir a senha e só de pensar nesse processo meu cérebro parece que cansa e eu desisto de ver.

Então realmente aquela parada do e-book que fala sobre isso é muito verdade.

No entanto algo que hoje me deu mais gatilho foi na hora que estava trabalhando. Não tem muito o que fazer mas como aqui se trata de um diário acho importante falar o que estou passando. Eu tenho duas empresas de um mesmo segmento (no caso uma é a matriz e outra é a filial). A matriz se localiza na minha antiga casa onde vivi toda a minha infância e adolescência; e hoje por coincidência eu precisei ir no estoque da loja e me deparei com o espaço em na época que morava lá eu via filmes e revistas adultas com meus colegas do colégio (os que contei no meu primeiro relato). Parece que veio um filme na minha cabeça e as lembranças estavam tão nítidas que pareceu que tinham acontecido ontem. Sendo que esses episódios fazem mais de 12 anos que aconteceram. E em meio a essa transe que eu vivi naquele momento me deu uma agonia muito grande e vontade de praticar PMO. Eu precisei sair logo e voltar para o local de vendas e confesso que foi uma situação bem delicada. O mais "frustrante" disso tudo é que eu não posso mudar a empresa por conta dessa situação, eu realmente tenho que ter autocontrole. Algo que fiz e deu certo foi que eu deleguei a uma das minhas vendedoras a ir ao estoque no meu lugar. Assim não precisaria passar por aquela lembrança novamente.

Portanto fica a dica para vocês de que EM HIPÓTESE ALGUMA fiquem próximos de lugares que você tenha lembranças de PMO. Isso pode ser uma armadilha gigantesca e pode colocar todo o seu treinamento a perder. O próprio reboot fala que até mesmo no seu quarto você precisa mudar um pouco a mudança dos móveis para desassociar a lembrança. Garanto que não é fácil, mas é possível.

Por fim, hoje a noite bateu aquela velha crise existencial da quarentena (será se estou sendo produtivo o suficiente?; será se as coisas estão indo bem? estou dando o meu melhor?) e aí assisti uma participação minha num programa de TV no ano passado para minha auto estima melhorar.

No mais, espero que todos estejam bem, cumprindo sua quarentena e, é claro, o reboot (que hoje pra gente é o mais importante!)

Abraços galera

_______________________________________
avatar
deltagama_0236
Mensagens : 109
Data de inscrição : 11/05/2020

A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP! Empty Re: A SAGA DE UM VAQUEIRO - PMO VÁ PRA PQP!

14/5/2020, 22:40
Não desista man. São nestes momentos que temos que ser fortes.

_______________________________________





https://www.comoparar.com/t10510-diario-do-deltagama
Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos