Ir em baixo
avatar
Erkigsnek
Mensagens : 391
Data de inscrição : 13/01/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 16/7/2020, 09:56
Um relato profundo de alguns males desse vício. Você, assim como muitos aqui, está no caminho certo. Mantenha o foco e tenho certeza que conseguirás vencer. Torcendo por você, cara.

PS: você é de Portugal ?


_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10029-diario-do-erkigsnek

Sem PMO há:


Meta:
5 dias

"Todos os vícios são mais leves quando são visíveis: eles são muito perniciosos quando se escondem sob um ar de pureza." - Sêneca

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 16/7/2020, 10:09
Erkigsnek escreveu:Um relato profundo de alguns males desse vício. Você, assim como muitos aqui, está no caminho certo. Mantenha o foco e tenho certeza que conseguirás vencer. Torcendo por você, cara.

PS: você é de Portugal ?



Obrigado pelo apoio, amigo!
Sim, sou de Portugal.
Grande abraço!

PS* Ahaha! Fui agora ler o que escrevi e entendi a tua pergunta principalmente por causa do "rapariga".

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞

Erkigsnek gosta desta mensagem

avatar
Erkigsnek
Mensagens : 391
Data de inscrição : 13/01/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 16/7/2020, 23:55
VanGogh escreveu:
Erkigsnek escreveu:Um relato profundo de alguns males desse vício. Você, assim como muitos aqui, está no caminho certo. Mantenha o foco e tenho certeza que conseguirás vencer. Torcendo por você, cara.

PS: você é de Portugal ?



Obrigado pelo apoio, amigo!
Sim, sou de Portugal.
Grande abraço!

PS* Ahaha! Fui agora ler o que escrevi e entendi a tua pergunta principalmente por causa do "rapariga".

Legal, VanGogh. Sim, foi pelo nome “rapariga” mesmo, pois se chamarmos uma mulher disso aqui no Brasil, é doideira. Rsrs

Força na caminha.

Abraço.

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10029-diario-do-erkigsnek

Sem PMO há:


Meta:
5 dias

"Todos os vícios são mais leves quando são visíveis: eles são muito perniciosos quando se escondem sob um ar de pureza." - Sêneca

VanGogh gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 17/7/2020, 21:36
VanGogh escreveu:Dia 9
15.07.2020

Não tenho vindo cá no entanto está tudo ok. Têm sido dias normais, dentro da lógica deste processo de desintoxicação. O trabalho tem sido bastante, o que também ajuda a controlar o tempo que poderia ser motivador de comportamentos desadequados. Noto que neste 9º dia tive alguma recorrência de pensamentos de M e vontade de ver imagens eróticas mas vou dominar estes impulsos, pois são pequenos e assim, mais facilmente domináveis, e também porque dar alimento a isso já se sabe no que daria. Fico feliz por estar a traçar este caminho e espero encontrar sempre e a cada momento a força para criar em mim o verdadeiro homem que quero ser. Sinto que este reboot não é só o deixar PMO de lado mas um processo de reestruturação de mim mesmo em vários aspetos. Eu sei que não é um processo linear e que, pelo facto de estar a lutar por dominar hábitos e vícios enraizados por anos, é sempre uma luta difícil e constante, pois sei que tarde ou cedo as tentações virão com mais força mas quero muito focar-me nisto.. Nesse homem "novo.

Eu sinto que continuando com isto e sendo quem sempre fui (muito por influência de PMO) não só terei uma vida infeliz como não conseguirei avançar em variadíssimos aspetos... Isso tenho a certeza... PMO deixa-nos reféns de uma concepção completamente ilusória, superficial e adicta onde nada é o que parece mas tudo é o que parece quando olhamos com sinceridade para nós mesmos após darmos vida a esses comportamentos.

Eu nunca namorei com nenhuma rapariga, sempre fui inseguro. A minha infância teve altos e baixos com histórico de alcoolismo em casa e etc. Eu sempre fui um rapaz humilde, bom e dedicado. O contacto com PMO deverá ter acontecido, segundo me lembro, por volta dos 12/13 anos, sendo que eu lembro-me de encontrar às vezes revistas do meu pai escondidas. Quando tive realmente contacto com as sensações que PMO me conseguiam proporcionar eu pensei que aquilo era algo bom. No início não tive consciência mas a minha mãe falava muitas vezes que essas coisas eram más e feias. Fiz disso um segredo. Hoje eu entendo que isso incentivou a minha insegurança com as raparigas. Eu sempre tive e tenho muitas amigas mas quando chego a sentir algo por alguém ou simplesmente penso em desenvolver uma relação de amor ou namoro, eu sinto essa fragilidade e falta de confiança que fui alimentando todos estes anos com PMO. Penso em todo o tempo perdido, em todas as parvoices feitas por causa disso e sinto que nunca poderei ser um bom homem, um bom pai, um bom marido, se eu não tomar uma atitude séria de mudança e me encarar, com todos os meus defeitos, com tudo o que eu sou, bom e mau.. Pegar nisso tudo e começar a moldar o barro do jeito certo e não ao capricho dos meus apetites...

Anseio fervorosamente por essa mudança e peço a Deus que ilumine a minha fé Nele e também que me ajude e guarde nesta luta. A todos os amigos do forum eu desejo tudo o que desejo para mim e espero que um dia possamos viver em plenitude com a liberdade que perdemos com PMO. Um agradecimento especial ao Erkigsnek, Guerreiro em combate, DeltaGama e todos os que me leram e escreveram no meu diário.

Abraço!

É melhor coxear pelo caminho do que avançar a grandes passos fora dele. Pois quem coxea no caminho, ainda que avance pouco, atem-se à meta,enquanto quem vai fora dele, quanto mais corre, mais se afasta.
Santo Agostinho

Meu caro van Gogh, me identifico muito cntg qnd tu fala de infância e adolescência, eu comecei a ver P em um computador que meu pai comprou, estava escondido e nem ele sabia daquele conteúdo, eu tinha uns 9 anos na época...

De lá para cá perdi mtas coisas, oportunidades, mas ficar olhando para o passado em nada altera o futuro, só paralisa o nosso presente e nos aprisiona com as correntes da ansiedade. O passado só serve para ensinamentos, assim tento enxerga los.

Mas o segredo está naquilo que vc disse no fim da mensagem, em ter esperança de que dias melhores virão, em sonhar com um futuro, no seu caso, com uma esposa, uma família linda, livre desse vício, sonhar nos motiva, nos fortalece... Sonhe meu camarada, sonhe !

No demais, continue firme meu irmão, conto com a sua ajuda tbm, estamos juntos nessa batalha.

Força
VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 18/7/2020, 08:02
Convidado escreveu:
VanGogh escreveu:Dia 9
15.07.2020

Não tenho vindo cá no entanto está tudo ok. Têm sido dias normais, dentro da lógica deste processo de desintoxicação. O trabalho tem sido bastante, o que também ajuda a controlar o tempo que poderia ser motivador de comportamentos desadequados. Noto que neste 9º dia tive alguma recorrência de pensamentos de M e vontade de ver imagens eróticas mas vou dominar estes impulsos, pois são pequenos e assim, mais facilmente domináveis, e também porque dar alimento a isso já se sabe no que daria. Fico feliz por estar a traçar este caminho e espero encontrar sempre e a cada momento a força para criar em mim o verdadeiro homem que quero ser. Sinto que este reboot não é só o deixar PMO de lado mas um processo de reestruturação de mim mesmo em vários aspetos. Eu sei que não é um processo linear e que, pelo facto de estar a lutar por dominar hábitos e vícios enraizados por anos, é sempre uma luta difícil e constante, pois sei que tarde ou cedo as tentações virão com mais força mas quero muito focar-me nisto.. Nesse homem "novo.

Eu sinto que continuando com isto e sendo quem sempre fui (muito por influência de PMO) não só terei uma vida infeliz como não conseguirei avançar em variadíssimos aspetos... Isso tenho a certeza... PMO deixa-nos reféns de uma concepção completamente ilusória, superficial e adicta onde nada é o que parece mas tudo é o que parece quando olhamos com sinceridade para nós mesmos após darmos vida a esses comportamentos.

Eu nunca namorei com nenhuma rapariga, sempre fui inseguro. A minha infância teve altos e baixos com histórico de alcoolismo em casa e etc. Eu sempre fui um rapaz humilde, bom e dedicado. O contacto com PMO deverá ter acontecido, segundo me lembro, por volta dos 12/13 anos, sendo que eu lembro-me de encontrar às vezes revistas do meu pai escondidas. Quando tive realmente contacto com as sensações que PMO me conseguiam proporcionar eu pensei que aquilo era algo bom. No início não tive consciência mas a minha mãe falava muitas vezes que essas coisas eram más e feias. Fiz disso um segredo. Hoje eu entendo que isso incentivou a minha insegurança com as raparigas. Eu sempre tive e tenho muitas amigas mas quando chego a sentir algo por alguém ou simplesmente penso em desenvolver uma relação de amor ou namoro, eu sinto essa fragilidade e falta de confiança que fui alimentando todos estes anos com PMO. Penso em todo o tempo perdido, em todas as parvoices feitas por causa disso e sinto que nunca poderei ser um bom homem, um bom pai, um bom marido, se eu não tomar uma atitude séria de mudança e me encarar, com todos os meus defeitos, com tudo o que eu sou, bom e mau.. Pegar nisso tudo e começar a moldar o barro do jeito certo e não ao capricho dos meus apetites...

Anseio fervorosamente por essa mudança e peço a Deus que ilumine a minha fé Nele e também que me ajude e guarde nesta luta. A todos os amigos do forum eu desejo tudo o que desejo para mim e espero que um dia possamos viver em plenitude com a liberdade que perdemos com PMO. Um agradecimento especial ao Erkigsnek, Guerreiro em combate, DeltaGama e todos os que me leram e escreveram no meu diário.

Abraço!

É melhor coxear pelo caminho do que avançar a grandes passos fora dele. Pois quem coxea no caminho, ainda que avance pouco, atem-se à meta,enquanto quem vai fora dele, quanto mais corre, mais se afasta.
Santo Agostinho

Meu caro van Gogh, me identifico muito cntg qnd tu fala de infância e adolescência, eu comecei a ver P em um computador que meu pai comprou, estava escondido e nem ele sabia daquele conteúdo, eu tinha uns 9 anos na época...

De lá para cá perdi mtas coisas, oportunidades, mas ficar olhando para o passado em nada altera o futuro, só paralisa o nosso presente e nos aprisiona com as correntes da ansiedade. O passado só serve para ensinamentos, assim tento enxerga los.

Mas o segredo está naquilo que vc disse no fim da mensagem, em ter esperança de que dias melhores virão, em sonhar com um futuro, no seu caso, com uma esposa, uma família linda, livre desse vício, sonhar nos motiva, nos fortalece... Sonhe meu camarada, sonhe !

No demais, continue firme meu irmão, conto com a sua ajuda tbm, estamos juntos nessa batalha.

Força


Caro amigo, muito obrigado pelas suas palavras! Fazem muito sentido pois estou numa semana mais complicada e ler a sua mensagem me deu uma força extra, obrigado!

Abraço! Irei ver o seu diário. Muita força!

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞
VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Dia 12

em 18/7/2020, 09:03
Dia 12
18.07.2020

Os últimos 2 dias têm sido um bocado complicados. Tenho sentido algum tédio e cometi o erro de deambular pelas redes sociais e já se sabe... Gatilhos são mais que muitos. Confesso que a uma determinada altura já estava no instagram a procurar por determinado perfil que já sabia do teor de fotos que tem. A vontade de MO também tem tido alguns picos... Ontem, principalmente, estive perto do precipício mas consegui controlar-me e não quero deitar tudo a perder por estes momentos. Estou a evitar ao máximo as redes sociais e a pensar noutras coisas, a tentar pensar em desenvolver projetos pessoais e também em desenvolver trabalho atrasado.

É curioso como o caminho de libertação é tão vasto e inesperado quando dentro de nós habita o reflexo de uma prática tão comum há tanto tempo...

Espero manter-me firme!
Obrigado a todos os que me têm deixado mensagens de apoio.
Por vezes eu não venho cá pois estou sem internet em casa (o que pode vir a ser bom)

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞

Erkigsnek gosta desta mensagem

avatar
Erkigsnek
Mensagens : 391
Data de inscrição : 13/01/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 18/7/2020, 13:06
VanGogh, é complicado mesmo. Nosso cérebro quer a todo custo nos levar a algum estímulo. Mantenha-se firme e cuidado com o acesso às redes sociais. Força !

Abraço.

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10029-diario-do-erkigsnek

Sem PMO há:


Meta:
5 dias

"Todos os vícios são mais leves quando são visíveis: eles são muito perniciosos quando se escondem sob um ar de pureza." - Sêneca

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Queda em MO

em 19/7/2020, 21:32
Queda em MO
19.07.2020

É com pesar que reinicio a minha jornada. Caí novamente em MO, sem recurso a P mas com muitos erros nos dias anteriores, como havia referido em anteriores mensagens no diário. Sinto que houve uns dias que despontaram múltiplos gatilhos em simultâneo e entrei num ciclo de edging. Fui fraco, não me vigiei o suficiente, cooperei com o meu cérebro e deixei o meu corpo responder aos apelos.

Vou retomar a luta. Agora vai ser 0% tolerância a redes sociais. Se necessitar de publicar algo por motivos de trabalho apenas publicarei e não darei hipótese... É um gatilho enorme... Eu apercebo-me de que eu não consumo P atualmente, no entanto, estas recaídas surgem de contactos com imagens super carregadas de erotismo. Eu vi há tempos um vídeo de um canal de nofap que referia que é comum o viciado pesquisar mesmo no google por algo que ele sabe que vai mostrar esse tipo de imagem. É uma espécie de desculpa para "Ah, isto não é porno... então não tem tanto mal..." O cérebro é mesmo tramado...

Bom, eu vou retomar novamente.

Vou adotar alguns hábitos com mais intensidade:
1. Rezar, meditar
2. Exercicio
3. Projetos pessoais
4. Abstinência de internet

Espero ganhar a força que preciso para remar contra esta maré mas acredito que nada é impossível e com persistência, sem desistir, eu conseguirei. Até lá, se caio, eu levanto-me as vezes que forem precisas, sem normalizar a queda mas aceitando-a como parte do processo.

Quem é prudente vê o perigo e esconde-​se.
Provérbios 22:3


_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞
VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Dia 1

em 19/7/2020, 21:45
Dia 1

Deixo, à partida para um novo dia e um recomeço de jornada, um vídeo que vi há uns dias e que compila 5 gatilhos comuns e com os quais identifiquei semelhança com erros meus ao longo de determinados períodos do processo.




Se alguém quiser seguir-me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞
Lima Gomes
Lima Gomes
Mensagens : 57
Data de inscrição : 19/07/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 19/7/2020, 22:05
VanGogh escreveu:Queda em MO
19.07.2020

É com pesar que reinicio a minha jornada. Caí novamente em MO, sem recurso a P mas com muitos erros nos dias anteriores, como havia referido em anteriores mensagens no diário. Sinto que houve uns dias que despontaram múltiplos gatilhos em simultâneo e entrei num ciclo de edging. Fui fraco, não me vigiei o suficiente, cooperei com o meu cérebro e deixei o meu corpo responder aos apelos.

Vou retomar a luta. Agora vai ser 0% tolerância a redes sociais. Se necessitar de publicar algo por motivos de trabalho apenas publicarei e não darei hipótese... É um gatilho enorme... Eu apercebo-me de que eu não consumo P atualmente, no entanto, estas recaídas surgem de contactos com imagens super carregadas de erotismo. Eu vi há tempos um vídeo de um canal de nofap que referia que é comum o viciado pesquisar mesmo no google por algo que ele sabe que vai mostrar esse tipo de imagem. É uma espécie de desculpa para "Ah, isto não é porno... então não tem tanto mal..." O cérebro é mesmo tramado...

Bom, eu vou retomar novamente.

Vou adotar alguns hábitos com mais intensidade:
1. Rezar, meditar
2. Exercicio
3. Projetos pessoais
4. Abstinência de internet

Espero ganhar a força que preciso para remar contra esta maré mas acredito que nada é impossível e com persistência, sem desistir, eu conseguirei. Até lá, se caio, eu levanto-me as vezes que forem precisas, sem normalizar a queda mas aceitando-a como parte do processo.

Quem é prudente vê o perigo e esconde-​se.
Provérbios 22:3


Camara van gogh, esse é o caminho irmão, reconhecer aonde errou e recomeçar e com isso, retornar mais forte pelo conhecimento adquirido das armas que o inimigo usa para nos fazer tropeçar.

O instagram ja me fez recair por várias vezes brother, é uma atitude sábia se abster dele, principalmente no começo do reboot qnd estamos vulneráveis, as redes sociais estão super lotadas de coisas P, tudo com o intuito de captar atenção pq as indústrias bem sabem como atrair a atenção de um homem neh......

Enfim, seja forte irmão, estarei te acompanhando no começo dessa jornada, dias melhores virão ! Vamos cultivar esse sonho.

_______________________________________


Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10805-diario-de-conquista

" Tentar não significa conseguir, mas certamente quem conseguiu um dia tentou "

VanGogh gosta desta mensagem

avatar
Erkigsnek
Mensagens : 391
Data de inscrição : 13/01/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 20/7/2020, 08:59
Van Gogh, aprender com os erros nos fortalecerá. Você fez o correto quando detectou o erro. Me afastar das redes sociais tem ajudado. Vá se policiando que dará certo, tá bom ? Tudo começou a da certo a partir do momento que você decidiu se livrar do vício. Acredite.

Abraço.

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10029-diario-do-erkigsnek

Sem PMO há:


Meta:
5 dias

"Todos os vícios são mais leves quando são visíveis: eles são muito perniciosos quando se escondem sob um ar de pureza." - Sêneca

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 20/7/2020, 21:05
Amigos, muito obrigado pelas palavras! A sério, é muito bom e uma força de ânimo ler estas mensagens principalmente após estes momentos de fraqueza. Peço desculpa porque não tenho lido muito os diários de outros companheiros e, neste caso especifico, os vossos, mas assim que tenha algum tempo e me organize de ideias eu irei envolver-me mais com o fórum e deixar também algumas considerações nos diários. É sempre importante dar-mos apoio uns aos outros, aliás, é também esse um dos sentidos primordiais do fórum.

Muito obrigado por tudo!

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞

Erkigsnek gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Dia 1 e 2

em 21/7/2020, 13:26
Dia 1 e 2
20.07.2020
21.07.2020

Tudo tranquilo nos primeiros 2 dias após a recaída em MO. Sem pensamentos acerca disso ou qualquer outro estímulo. Não senti/sinto nenhuma quebra especial em termos de energia ou ânimo. Sinto-me confiante e pronto para abraçar novamente este objetivo.

Abraço a todos e força!

“Et ecce intus eras et ego foris et ibi te quaerebam, et in ista formosa quae fecisti deformis irruebam…”

1.Tarde Te amei, ó Beleza tão antiga e tão nova… Tarde Te amei! Trinta anos estive longe de Deus. Mas, durante esse tempo, algo se movia dentro do meu coração… Eu era inquieto, alguém que buscava a felicidade, buscava algo que não achava… Mas Tu Te compadeceste de mim e tudo mudou, porque Tu me deixaste conhecer-Te. Entrei no meu íntimo sob a Tua Guia e consegui, porque Tu Te fizeste meu auxílio.
2. Tu estavas dentro de mim e eu fora… “Os homens saem para fazer passeios, a fim de admirar o alto dos montes, o ruído incessante dos mares, o belo e ininterrupto curso dos rios, os majestosos movimentos dos astros. E, no entanto, passam ao largo de si mesmos. Não se arriscam na aventura de um passeio interior”. Durante os anos de minha juventude, pus meu coração em coisas exteriores que só faziam me afastar cada vez mais d’Aquele a Quem meu coração, sem saber, desejava… Eis que estavas dentro e eu fora! Seguravam-me longe de Ti as coisas que não existiriam senão em Ti. Estavas comigo e não eu Contigo…

3. Mas Tu me chamaste, clamaste por mim e Teu grito rompeu a minha surdez… “Fizeste-me entrar em mim mesmo… Para não olhar para dentro de mim, eu tinha me escondido. Mas Tu me arrancaste do meu esconderijo e me puseste diante de mim mesmo, a fim de que eu enxergasse o indigno que era, o quão deformado, manchado e sujo eu estava”. Em meio à luta, recorri a meu grande amigo Alípio e lhe disse: “Os ignorantes nos arrebatam o céu e nós, com toda a nossa ciência, nos debatemos em nossa carne”. Assim me encontrava, chorando desconsolado, enquanto perguntava a mim mesmo quando deixaria de dizer “Amanhã, amanhã”… Foi então que escutei uma voz que vinha da casa vizinha… Uma voz que dizia: “Pega e lê. Pega e lê!”.

4. Brilhaste, resplandeceste sobre mim e afugentaste a minha cegueira. Então corri à Bíblia, abri-a e li o primeiro capítulo sobre o qual caiu o meu olhar. Pertencia à carta de São Paulo aos Romanos e dizia assim: “Não em orgias e bebedeiras, nem na devassidão e libertinagem, nem nas rixas e ciúmes. Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo” (Rm 13,13s). Aquelas Palavras ressoaram dentro de mim. Pareciam escritas por uma pessoa que me conhecia, que sabia da minha vida.

5. Exalaste Teu Perfume e respirei. Agora suspiro por Ti, anseio por Ti! Deus… de Quem separar-se é morrer, de Quem aproximar-se é ressuscitar, com Quem habitar é viver. Deus… de Quem fugir é cair, a Quem voltar é levantar-se, em Quem apoiar-se é estar seguro. Deus… a Quem esquecer é perecer, a Quem buscar é renascer, a Quem conhecer é possuir. Foi assim que descobri a Deus e me dei conta de que, no fundo, era a Ele, mesmo sem saber, a Quem buscava ardentemente o meu coração.

6. Provei-Te, e, agora, tenho fome e sede de Ti. Tocaste-me, e agora ardo por Tua Paz. “Deus começa a habitar em ti quando tu começas a amá-Lo”. Vi dentro de mim a Luz Imutável, Forte e Brilhante! Quem conhece a Verdade conhece esta Luz. Ó Eterna Verdade! Verdadeira Caridade! Tu és o meu Deus! Por Ti suspiro dia e noite desde que Te conheci. E mostraste-me então Quem eras. E irradiaste sobre mim a Tua Força dando-me o Teu Amor!

7. E agora, Senhor, só amo a Ti! Só sigo a Ti! Só busco a Ti! Só ardo por Ti!…

8. Tarde te amei! Tarde Te amei, ó Beleza tão antiga e tão nova! Tarde demais eu Te amei! Eis que estavas dentro, e eu, fora – e fora Te buscava, e me lançava, disforme e nada belo, perante a beleza de tudo e de todos que criaste. Estavas comigo, e eu não estava Contigo… Seguravam-me longe de Ti as coisas que não existiriam senão em Ti. Chamaste, clamaste por mim e rompeste a minha surdez. Brilhaste, resplandeceste, e a Tua Luz afugentou minha cegueira. Exalaste o Teu Perfume e, respirando-o, suspirei por Ti, Te desejei. Eu Te provei, Te saboreei e, agora, tenho fome e sede de Ti. Tocaste-me e agora ardo em desejos por Tua Paz!


Santo Agostinho, Confissões 10, 27-29

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞

Erkigsnek gosta desta mensagem

avatar
Erkigsnek
Mensagens : 391
Data de inscrição : 13/01/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 21/7/2020, 16:29
Isso, VanGogh. Segue firme !

Abraço.

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10029-diario-do-erkigsnek

Sem PMO há:


Meta:
5 dias

"Todos os vícios são mais leves quando são visíveis: eles são muito perniciosos quando se escondem sob um ar de pureza." - Sêneca

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Dia 3

em 22/7/2020, 21:37
Dia 3
22.07.2020

A jornada está a iniciar bastante bem. Tenho mantido a cabeça limpa de lixo. A oração, a aproximação à religião ajudam sempre nestes momentos pois atraem a tudo o que não têm a ver com esta realidade "carnal", o que é bom em vários sentidos, visto que também quero progredir espiritualmente e cultivar a minha fé.

O trabalho também se mantém. Sinto que me devo organizar melhor para iniciar alguns projetos pessoais pois isso ajuda-me a sentir mais confiança em mim e a ter pequenos objetivos. Para além disso tenho me dedicado a arranjos em casa. Fazer tarefas de bricolage e tarefas domésticas ajuda muito e eu gosto de fazer tudo isso. Assim, a casa fica mais organizada e eu tenho um propósito e ocupação para o tempo. O ócio é um grande inimigo do vício. Não é que não seja preciso "não fazer nada", é, aliás, algo muito importante, mas tem que haver um critério nessa ociosidade. Neste momento inicial não me parece boa opção dar lugar a isso. Aliás, eu avaliei todas as recaídas e todas eles aconteceram miseravelmente no domingo... Pois estava por casa, em dia de descanso... Com tempo a mais em redes sociais, sem foco e demasiado ocupado com coisas sem sentido. Por isso, em futuros dias de descanso ou mesmo nas férias que se avizinham, tentarei manter-me ocupado. Senão for com trabalhos, irei passear, fazer uma caminhada, participar em alguma atividade e etc. Tenho mesmo que conseguir superar isto... Eu penso muitas vezes no porquê de eu, em determinadas alturas, ter um foco super forte e estar mesmo confiante no caminho e de que a convicção é de nunca mais na vida recorrer a PMO e depois há outras onde tudo se desvanece... Do que tenho lido eu vejo que é comum em todos nós mas eu tenho pensado seriamente... Quer dizer... Caraças! Como é que uma pessoa, na plenitude e juventude do seu pensamento, com todas as capacidades não consegue definir um propósito (aqui, nem que fossem só os 90 dias, como é referido no experimento) e cumprir esse propósito até ao fim?! Ou seja, eu tenho andado a massacrar-me com isso, no bom sentido...

Ponto 1: É um sacrifício?
               Sim, é.

Ponto 2: Se eu continuar na mesma vai ser bom para mim?
               Não, muito pelo contrário. Cada vez ficarei mais dependente, mais burro e menos social. A minha vida vai virar um ciclo doentio, como se fosse um animal somente à procura de satisfazer os meus desejos primários, Ficarei sozinho, sem maturidade emocional ou sexual para ter um relacionamento com alguém. Tudo o que se relaciona com doenças psicológicas se tornará presente, essencialmente com ansiedade, stress e distorção da realidade. Objetificarei as mulheres e, com o tempo, também os homens e outro tipo de criaturas podem vir a ser objeto de um desejo doente. Ficarei sem tempo para o trabalho, sem tempo para a família, sem tempo para as amizades. Ficarei refém de outros reféns que trabalham numa industria suja e degradante que se preocupa muito mais com os lucros do que com as pessoas, incentivando coisas horrendas e desumanas.

Ponto 3: Quais as razões para não fazer o sacrifício?
               Nenhumas.

Isto foi um pequeno exercício que fiz agora mesmo para recordar o motivo de tudo isto.

Abraço a todos e força!
*Erkigsnek, obrigado amigo! Força!

“...Eu fui encarcerado não com o ferro de uma cadeia, mas com o ferro da minha própria vontade. O inimigo tomou conta da minha vontade, e disso ele fez uma cadeia e me prendeu. Como minha vontade era perversa, ela se transformou em luxúria, e a luxúria rendeu-se em hábito, e o hábito não demorou a tornar-se uma necessidade”.
Santo Agostinho

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞

soumulherviciadaemporn e Erkigsnek gostam desta mensagem

avatar
Erkigsnek
Mensagens : 391
Data de inscrição : 13/01/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 23/7/2020, 08:33
É normal nessa trajetória termos altos e baixos, sabe ? Nos perguntarmos: não poderei assistir mais vídeos que sempre assisti ? Mas o caminho do livramento é libertador, meu amigo. Mantenha-se firme. Lute. Conseguiremos sair dessa ! Referente às perguntas abaixo, foram ótimas as respostas. Ajudará a você e outras pessoas também.

Tenha um ótimo dia. Forte abraço.

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10029-diario-do-erkigsnek

Sem PMO há:


Meta:
5 dias

"Todos os vícios são mais leves quando são visíveis: eles são muito perniciosos quando se escondem sob um ar de pureza." - Sêneca

VanGogh gosta desta mensagem

Mithrandir
Mithrandir
Mensagens : 183
Data de inscrição : 19/09/2018
Idade : 21
Localização : Terra-Média

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 24/7/2020, 07:46
Salve Van Gogh! Boa reflexão. É uma boa estratégia fazermos esses "diálogos socráticos" conosco mesmo quando sentimo-nos fracos ou a ponto de recair. Que seja Deus a tua força! Estou torcendo pela sua vitória.

_______________________________________
Gandalf, O Cinzento




"O que nos cabe é decidir o que fazer com o tempo que nos é dado."


"Tudo se resume a uma escolha bem simples: ocupar-se de morrer ou ocupar-se de viver..."

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 24/7/2020, 22:08
Muito obrigado, meus Amigos Erkigsnek e Mithrandir! As palavras de apoio e força são sempre um ótimo combustível para abraçar a caminhada! Do meu coração, um agradecimento muito sentido! Torço pela vossa vitória e por todos nós!

Não escrevi nada entretanto, no entanto está tudo bem! Possivelmente amanhã eu arranjo um tempinho para atualizar o diário.

Força a todos!

“Senhor, que eu empregue a minha vida numa causa que valha a pena”
Dom Henrique Soares da Costa

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞

Erkigsnek gosta desta mensagem

avatar
deltagama_0236
Mensagens : 109
Data de inscrição : 11/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 28/7/2020, 10:43
VanGogh escreveu:Dia 9
15.07.2020

Não tenho vindo cá no entanto está tudo ok. Têm sido dias normais, dentro da lógica deste processo de desintoxicação. O trabalho tem sido bastante, o que também ajuda a controlar o tempo que poderia ser motivador de comportamentos desadequados. Noto que neste 9º dia tive alguma recorrência de pensamentos de M e vontade de ver imagens eróticas mas vou dominar estes impulsos, pois são pequenos e assim, mais facilmente domináveis, e também porque dar alimento a isso já se sabe no que daria. Fico feliz por estar a traçar este caminho e espero encontrar sempre e a cada momento a força para criar em mim o verdadeiro homem que quero ser. Sinto que este reboot não é só o deixar PMO de lado mas um processo de reestruturação de mim mesmo em vários aspetos. Eu sei que não é um processo linear e que, pelo facto de estar a lutar por dominar hábitos e vícios enraizados por anos, é sempre uma luta difícil e constante, pois sei que tarde ou cedo as tentações virão com mais força mas quero muito focar-me nisto.. Nesse homem "novo.

Eu sinto que continuando com isto e sendo quem sempre fui (muito por influência de PMO) não só terei uma vida infeliz como não conseguirei avançar em variadíssimos aspetos... Isso tenho a certeza... PMO deixa-nos reféns de uma concepção completamente ilusória, superficial e adicta onde nada é o que parece mas tudo é o que parece quando olhamos com sinceridade para nós mesmos após darmos vida a esses comportamentos.

Eu nunca namorei com nenhuma rapariga, sempre fui inseguro. A minha infância teve altos e baixos com histórico de alcoolismo em casa e etc. Eu sempre fui um rapaz humilde, bom e dedicado. O contacto com PMO deverá ter acontecido, segundo me lembro, por volta dos 12/13 anos, sendo que eu lembro-me de encontrar às vezes revistas do meu pai escondidas. Quando tive realmente contacto com as sensações que PMO me conseguiam proporcionar eu pensei que aquilo era algo bom. No início não tive consciência mas a minha mãe falava muitas vezes que essas coisas eram más e feias. Fiz disso um segredo. Hoje eu entendo que isso incentivou a minha insegurança com as raparigas. Eu sempre tive e tenho muitas amigas mas quando chego a sentir algo por alguém ou simplesmente penso em desenvolver uma relação de amor ou namoro, eu sinto essa fragilidade e falta de confiança que fui alimentando todos estes anos com PMO. Penso em todo o tempo perdido, em todas as parvoices feitas por causa disso e sinto que nunca poderei ser um bom homem, um bom pai, um bom marido, se eu não tomar uma atitude séria de mudança e me encarar, com todos os meus defeitos, com tudo o que eu sou, bom e mau.. Pegar nisso tudo e começar a moldar o barro do jeito certo e não ao capricho dos meus apetites...

Anseio fervorosamente por essa mudança e peço a Deus que ilumine a minha fé Nele e também que me ajude e guarde nesta luta. A todos os amigos do forum eu desejo tudo o que desejo para mim e espero que um dia possamos viver em plenitude com a liberdade que perdemos com PMO. Um agradecimento especial ao Erkigsnek, Guerreiro em combate, DeltaGama e todos os que me leram e escreveram no meu diário.

Abraço!

É melhor coxear pelo caminho do que avançar a grandes passos fora dele. Pois quem coxea no caminho, ainda que avance pouco, atem-se à meta,enquanto quem vai fora dele, quanto mais corre, mais se afasta.
Santo Agostinho


Estava pondo os diários em dia Van Gogh e me deparei com essa postagem.

https://youtu.be/oTrKLBZxYX8?t=245

esse vídeo talvez pode te ajudar.

Não se cobre demais cara, não se exija demais e o momento que vivemos é agora, se vc se basear no passado sempre se sentirá culpado.

Viva o mal de cada dia como o mestre falou.

Tamo junto Van Gogh.

_______________________________________





https://www.comoparar.com/t10510-diario-do-deltagama
VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 28/7/2020, 13:18
deltagama_0236 escreveu:
VanGogh escreveu:Dia 9
15.07.2020

Não tenho vindo cá no entanto está tudo ok. Têm sido dias normais, dentro da lógica deste processo de desintoxicação. O trabalho tem sido bastante, o que também ajuda a controlar o tempo que poderia ser motivador de comportamentos desadequados. Noto que neste 9º dia tive alguma recorrência de pensamentos de M e vontade de ver imagens eróticas mas vou dominar estes impulsos, pois são pequenos e assim, mais facilmente domináveis, e também porque dar alimento a isso já se sabe no que daria. Fico feliz por estar a traçar este caminho e espero encontrar sempre e a cada momento a força para criar em mim o verdadeiro homem que quero ser. Sinto que este reboot não é só o deixar PMO de lado mas um processo de reestruturação de mim mesmo em vários aspetos. Eu sei que não é um processo linear e que, pelo facto de estar a lutar por dominar hábitos e vícios enraizados por anos, é sempre uma luta difícil e constante, pois sei que tarde ou cedo as tentações virão com mais força mas quero muito focar-me nisto.. Nesse homem "novo.

Eu sinto que continuando com isto e sendo quem sempre fui (muito por influência de PMO) não só terei uma vida infeliz como não conseguirei avançar em variadíssimos aspetos... Isso tenho a certeza... PMO deixa-nos reféns de uma concepção completamente ilusória, superficial e adicta onde nada é o que parece mas tudo é o que parece quando olhamos com sinceridade para nós mesmos após darmos vida a esses comportamentos.

Eu nunca namorei com nenhuma rapariga, sempre fui inseguro. A minha infância teve altos e baixos com histórico de alcoolismo em casa e etc. Eu sempre fui um rapaz humilde, bom e dedicado. O contacto com PMO deverá ter acontecido, segundo me lembro, por volta dos 12/13 anos, sendo que eu lembro-me de encontrar às vezes revistas do meu pai escondidas. Quando tive realmente contacto com as sensações que PMO me conseguiam proporcionar eu pensei que aquilo era algo bom. No início não tive consciência mas a minha mãe falava muitas vezes que essas coisas eram más e feias. Fiz disso um segredo. Hoje eu entendo que isso incentivou a minha insegurança com as raparigas. Eu sempre tive e tenho muitas amigas mas quando chego a sentir algo por alguém ou simplesmente penso em desenvolver uma relação de amor ou namoro, eu sinto essa fragilidade e falta de confiança que fui alimentando todos estes anos com PMO. Penso em todo o tempo perdido, em todas as parvoices feitas por causa disso e sinto que nunca poderei ser um bom homem, um bom pai, um bom marido, se eu não tomar uma atitude séria de mudança e me encarar, com todos os meus defeitos, com tudo o que eu sou, bom e mau.. Pegar nisso tudo e começar a moldar o barro do jeito certo e não ao capricho dos meus apetites...

Anseio fervorosamente por essa mudança e peço a Deus que ilumine a minha fé Nele e também que me ajude e guarde nesta luta. A todos os amigos do forum eu desejo tudo o que desejo para mim e espero que um dia possamos viver em plenitude com a liberdade que perdemos com PMO. Um agradecimento especial ao Erkigsnek, Guerreiro em combate, DeltaGama e todos os que me leram e escreveram no meu diário.

Abraço!

É melhor coxear pelo caminho do que avançar a grandes passos fora dele. Pois quem coxea no caminho, ainda que avance pouco, atem-se à meta,enquanto quem vai fora dele, quanto mais corre, mais se afasta.
Santo Agostinho


Estava pondo os diários em dia Van Gogh e me deparei com essa postagem.

https://youtu.be/oTrKLBZxYX8?t=245

esse vídeo talvez pode te ajudar.

Não se cobre demais cara, não se exija demais e o momento que vivemos é agora, se vc se basear no passado sempre se sentirá culpado.

Viva o mal de cada dia como o mestre falou.

Tamo junto Van Gogh.

Amigo Delta, antes de mais, muito obrigado pela mensagem!
Sou totalmente de acordo com o que disse. Muitas vezes eu faço estes pensamentos no tempo para organizar as minhas ideias, não costumo "viver o/no passado" pois é certo que isso não ajuda em nada.
Muito obrigado pelo vídeo!
Grande abraço e força aí!

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞
avatar
soumulherviciadaemporn
Mensagens : 474
Data de inscrição : 19/07/2016

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 5/8/2020, 19:56
VanGogh, li o teu diário e compreendo perfeitamente o que sentes, identifiquei-me em alguns aspetos! Também sofro de ansiedade e é tramado mesmo.. por vezes queremos sair da ilha e não conseguimos é como se houvesse algo a puxar-nos para baixo e não conseguimos avançar na vida. Vou acompanhar a tua jornada e parabéns pelos 16 dias, melhores dias virão, não desistas! Força e estamos juntos na luta!!

_______________________________________
"Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer" Santo Agostinho
                                                                                     
Diário:  https://www.comoparar.com/t3574p250-diario-de-uma-lutadora-contra-a-pmo#23257

Reboot:  Arrow  Dia 0

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 110
Data de inscrição : 25/05/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Dia 17

em 5/8/2020, 21:34
Dia 17
05.08.2020

Amigos, não tenho publicado muito no diário mas está tudo bem. Ou melhor, estava tudo excelente. Estas semanas tem sido óptimas, sem tentações nem pensamentos relativos ao vício. Tenho vindo cá e lido testemunhos, também dar algumas considerações. No entanto, entre ontem à noite e hoje que tenho sentido diferença em mim... Aquela vontade a surgir. Confesso que hoje eu digitei algumas coisas, não relacionadas com P, mas que levariam a imagens mais eróticas, mas acabei por fechar passado poucos segundos. Tenho que controlar isto pois é nestes momentos que resistir faz toda a diferença. Eu penso que esteja a sentir estas sensações por alguns motivos claros: 1. Estou de férias = muito tempo livre ; 2. Fui à praia no inicio da semana e senti o efeito caçador bem ativo por algumas vezes ; 3. tenho uns projetos para fazer e ando a adiar demasiado e isto deixa-me mais frustrado e preguiçoso ; 4. mais tempo nas redes sociais e internet em geral.

Presumo que tenha examinado o essencial daquilo que me está a levar a esta vontade de ver imagens eróticas e de M.

Só para que percebam, eu tive realmente longos anos de contacto com P e com sites de P, no entanto, houve vários momentos em que eu, afundado em todo o tempo doentio nesses sites, eu lutei para não ir mais neles. No entanto, eu tinha outros recursos, outros sites de fotos ou coisas do género... Por vezes lá ia eu a locais onde sabia que havia gifs, ou videos curtos... O cérebro sempre arranja maneira de fintar tudo. E pronto, desde há um tempo que eu consigo controlar o acesso a sites de P. Eu não uso bloqueadores para além de um que ativei há tempo e que é uma espécie de controlo parental do próprio sistema operativo do pc (sim, no smartphone não uso nada)). Portanto, eu tenho algum autocontrole mas quando vêm estes momentos, basta certas contas de instagram, certas páginas de twitter ou outras coisas assim mais normais, para encontrar conteúdos mais explícitos.

Mas o que eu vou fazer agora mesmo é desligar tudo e dormir, que amanhã é um novo dia e eu quero continuar este reboot até o meu cérebro se convencer que eu mando nele e não é ele que manda em mim.

Antes de me despedir, quero agradecer a todos. Este forum é realmente uma ajuda e eu sinto, especialmente em mim, que escrever o que penso ou o que me está a atrapalhar, ou que eu penso dentro de mim, é muito positivo para ganhar força. Eu leio testemunhos com frequência e vejo vídeos sobre o tema mas o ato de escrever e analisar-me pelas palavras escritas, leva-me por mim mesmo como um observador e permite-me analisar os pormenores e creio que isso me está a ajudar nesta luta. Talvez por esse motivo tenha vindo hoje, especificamente, ao meu diário, deixar esta mensagem.

*Muito obrigado, cara Amiga! Força!!!

Arme-se com a "arma" da oração, e terá mais força no combate diário.
São Padre Pio de Pietrelcina

Não se desanime se você não consegue fazer tudo como gostaria.
São Padre Pio de Pietrelcina

A humildade é o reconhecimento da renúncia de si mesmo.
São Padre Pio de Pietrelcina

_______________________________________



---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh


---------

Reboot:
02.06.2020 - 25.06.2020
26.06.2020 - 05.07.2020
06.07.2020 - 19.07.2020
20.07.2020 - 08.07.2020
09.07.2020 - ∞
avatar
soumulherviciadaemporn
Mensagens : 474
Data de inscrição : 19/07/2016

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 6/8/2020, 03:03
Quando estiveres mesmo com uma vontade súbita e incontrolável de pornografia e de pesquisar esses vídeos ou: toma um duche frio (banho gelado eu ainda não consigo completamente) ou no meu diário tenho um vídeo de autohipnose para controlar o vicio em pornografia (vê), respira fundo, medita, pede iluminação ao teu anjo da guarda e força, vais conseguir ultrapassar esta provação, não desistas! E sei que quando estamos de férias ou parados se torna mais difícil (contra mim falo) mas é possível!

_______________________________________
"Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer" Santo Agostinho
                                                                                     
Diário:  https://www.comoparar.com/t3574p250-diario-de-uma-lutadora-contra-a-pmo#23257

Reboot:  Arrow  Dia 0

VanGogh gosta desta mensagem

Lima Gomes
Lima Gomes
Mensagens : 57
Data de inscrição : 19/07/2020

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 6/8/2020, 11:25
Fala camarada Van Gogh !

Também estou passando por um período difícil da abstinência, mas sei que isso é um momento e vai passar. O que podemos fazer é aumentar a vigilância, ocupar mais o nosso tempo de forma que deis do momento em que eu acordo até o que eu vou dormir, eu esteja ocupado. Evite Redes sociais ao máximo e até mesmo a Tv, pois nesse momento, qualquer sensualidade vista é um gatilho poderoso.

Vc não está sozinho irmão, mentalize tudo oque a P fez com vc até hj e ainda pode fazer, empenhe se, lute e não desista ! Tenha certeza que esse momento difícil vai passar.

Força !

_______________________________________


Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10805-diario-de-conquista

" Tentar não significa conseguir, mas certamente quem conseguiu um dia tentou "

VanGogh gosta desta mensagem

avatar
Coragem123
Mensagens : 263
Data de inscrição : 19/12/2019
Idade : 25

 Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo... - Página 4 Empty Re: Diário de Van Gogh - Vencendo o meu maior inimigo...

em 6/8/2020, 15:30
Siga firme companheiro!!!

Esses altos e baixos todos nós estamos passando. É da vida. Vamos nos exercitar pra manter sempre a constância e serenidade em nosso interior, venha o que vier.

Confiemos no Senhor e ajamos virilmente!!

VanGogh gosta desta mensagem

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum