Ir em baixo
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty O que eu sinto é ódio

em 5/6/2020, 20:50
Salve caras, fiquei feliz de poder me inscrever no site, nas últimas semanas por alguma razão as novas inscrições estavam proibidas, mas agora estou aqui. A história é sempre a mesma, a gente vai procurar a maldita por curiosidade e acaba caindo no fundo do poço. Tudo começou com 12 anos, até agora com 19. Tentei algumas vezes realizar o reboot, a maioria sem sucesso, meu recorde é 16 dias e nada além disso. Eu peguei esses últimos dias para refletir a razão de eu querer isso.

Eu venho de uma ótima família, tanto do lado financeiro quanto no educacional. Faço engenharia em uma federal, por enquanto apenas estudando, mas sou apaixonado pelo que faço. Sempre sonhei alto e digo que um dia terei um Porsche 911. Posso ser considerado bonito (só não muito alto) e estava indo bem na musculação antes da pandemia. Mas, tendo em vista tudo o que eu falei, qual é o meu problema? Se eu tenho tudo isso, por que estou aqui mais uma vez tentando o reboot?

Porque caras eu cheguei a conclusão que a parte minha que se relaciona com outras pessoas está morta. Eu tenho pouquíssimos amigos, uns 3, e 2 moram em outra cidade. Não me relaciono com mulheres, nunca fiquei com nenhuma e nunca saio de casa. Todas as mulheres que alguma vez na vida eu tive algum interesse, eu não consegui tê-las. Algumas comprometidas, saliento, mas outras foram chances perdidas. Eu venho consumando o vício desde meus 12 anos praticamente todos os dias da minha vida. Eu não sei o que ter uma relação genuína com uma garota, de amizade inclusive. Eu fico nervoso, com medo, me martirizo e não consigo ficar bem perto de nenhuma. Já tive moças interessadas em mim, mas nunca consegui tê-las, apesar de querer. Nunca fiz nada.

Eu tenho a impressão que a minha vida estava dando certo demais, alguma coisa precisava acontecer para eu ter algum problema, e essa coisa foi o vício em PMO. Eu comecei a encarar como diversão, na verdade. Eu precisarei de uma história para contar algum dia. E vou ter uma, de quando venci junto com os senhores o demônio mais perverso da atualidade. Há alguns dias me peguei chorando por nenhuma razão em meu quarto, como se fosse uma angústia sem nenhum ponto. Também estou com transtornos nas coisas que me atraio, ainda tenho fantasias perversas. Eu tenho o desejo de falar sobre uma delas, um dia ainda conto.

Caras eu consumi conteúdos insanos, coisas ilegais inclusive. Fetichismo, cuckold, hentai e daí para baixo, a minha mente tem um problema grave ao fantasiar pessoas que eu conheço. Além de tudo eu nunca tive muitos amigos, sempre fui bem só. Por um lado isso me ensinou a ser uma mais resiliente, eu consigo ficar sozinho por muito tempo sem afetar a minha saúde mental. Eu tenho muitos sonhos como já disse, e talvez fugir de festas seja uma parte deles, mas eu cansei de mentir. Não é como se eu não quisesse ter uma vida, eu só não consigo.

Agora, exatamente agora, estou me sentindo bem mal. Escrevendo isso sinto que estou abrindo uma ferida. Eu desejo relatar um pouco da minha história nos próximos dias, tenho tentado o nofap há um bom tempo, descobri algumas coisas. Eu acho que eu não mereço o que esse vício faz em mim, e ninguém merece. Às vezes eu me pego vendo pornografia, mas chega um momento em que simplesmente desisto no meio do caminho. Eu desisto por ódio. Eu estou sentindo que meu reboot vai acontecer, minha mente não aguenta mais, ou eu faço isso ou irei quebrar. Desejo compartilhar algumas coisas com os senhores, o que for ajuda-los em seus caminhos também.

Eu quero muito que vocês saiam dessa, caras. Postarei minhas experiências aqui, se eu conseguir que apenas um de vocês consiga ficar apenas um dia a mais sem cair no vício, já estarei realizado por ora. Eu não sou nenhuma referência, não fiquei 1000 e tantos dias sem consumir, mas se tem uma coisa nesse mundo que eu entendo é da dor. Essa dor que tirou muita coisa de mim. Mas vamos lutar juntos!

Valeu galera, do seu irmão de batalha. MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

DrEstudante gosta desta mensagem

avatar
Jean Claude Wan Damme
Mensagens : 212
Data de inscrição : 15/01/2018

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 6/6/2020, 15:36
Fala brother, sua história é um pouco parecida com a minha. Muito pouca vivência com mulheres etc. Esse vício tem que ser levado a sério, pois tem a capacidade de tirar muita coisa nossa como, pessoas queridas, saúde, tempo, vigor sexual etc.
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 6/6/2020, 16:31
Olá MegaDrive!

Seja muito bem-vindo ao fórum! Que bom que você percebeu o quanto o vício estava te prejudicando e tomou esse primeiro passo, parabéns! Tente focar em novas atividades e hábitos, que você goste, para ajudar a diminuir os impulsos e a te distrair nos momentos mais difíceis.

Eu espero que você consiga superar a PMO, fazer um ótimo reboot e conquistar seus objetivos.

Deixarei aqui alguns links recomendados para você ficar por dentro do fórum, caso ainda não tenha lido:

Certifique-se de ler as normas do fórum por meio das Regras de Participação e das Proibições.

Para saber mais sobre o método proposto confira dúvidas básicas sobre o reboot e vício em PMO, além disso baixe o Guia Introdutório, que servirá como suporte para entender o processo de reboot, dentre outras informações importantes.

Lembre-se de estar instalando bloqueadores de P nos seus dispositivos e colocando um contador de dias na sua assinatura aqui, para te auxiliarem durante seu processo de reboot. Para instalar bloqueadores você pode seguir os tutorias dos Tópicos Recomendados, e se ficar com alguma dúvida dê uma olhadinha na Seção de Ferramentas e Bloqueadores. Para instalar um contador confira Como Instalar um Contador de Dias.

Para mais informações ou falar com a moderação visite a Seção de Orientações Básicas, e para alguma dúvida sobre o método procure, ou pergunte, na Seção de Dúvidas.

Não se esqueça de nos manter atualizados sobre seu processo aqui no seu diário.

Até maais!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 7/6/2020, 01:08
Valeu irmãos. Quanto mais erramos, mais aprendemos. De tanto cair, acho que é possível observar que existe um padrão nas ações do nosso dia a dia que nos fazem receber gatilhos ou coisa parecida. Hoje visitei minha família e pude jogar um game com uma prima e um parceiro que gosto muito, após esses passeios eu realmente me sinto vivo ao ponto de não ter medo do vício. Mas claro que não podemos ter esse tipo de encontro todos os dias né. Durante as semanas, muita coisa se repetiu, seja pela ansiedade de permanecer muito em casa na quarentena ou do estresse de ainda estar acompanhando os conteúdos da universidade mesmo que sozinho, percebi alguns padrões bem relevantes, pelo menos para mim.

-Não costumo ter problemas pela manhã, apenas preguiça ao levantar, mas é normal para uma cidade fria!

-Tenho uma preocupação com o momento logo depois do almoço, em que após eu limpar a cozinha da refeição e escovar os meus dentes, subo para a minha pequena sala de estudos e ali, como oportunidade sozinho, vem a vontade.

É triste porque eu permaneço lutando contra esse desejo, uma parte da minha cabeça continua buscando , enquanto a outra briga para que eu prossiga. O problema é que eu gasto um bom tempo tentando afastar o desejo da minha cabeça, às vezes horas! Deveria encontrar algum método melhor para parar o maldito durante o acontecimento, mas costumo ter alguns hábitos para isso não acontecer.

A música salvou a minha pele muitas vezes, irmãos. Tenho feito questão de manter o fone pendurado no pescoço quase toda a hora, para que antes de eu subir e ficar nesse momento propício a cair, eu possa colocar uma boa faixa que me inspire o bastante.

-Também tenho um problema sério após o jantar, quando novamente fico sozinho. Coisas como me jogar no sofá durante a noite com o celular na mão, estão fora de cogitação. Um jogo, um anime e ESSE fórum tem sido boas distrações! Inclusive coloquei o site para abrir junto com o meu navegador, então antes de qualquer tentativa, tenho a energia de todos vocês!

Padrões são complicados ...recaídas atrás da recaídas só serviram para aprender coisas novas, parei de ficar revoltado com elas e passei a tentar entendê-las. Meu último ponto fraco é ficar sozinho em casa. Mesmo com computador, celular e videogame devidamente protegidos com senhas complicadas de acessar, ainda tenho o notebook do meu pai, que é uma gravíssima ponta solta no meu método! Como não tenho liberdade de bloquear nada lá dentro, o jeito é me preparar para me inspirar a seguir em frente todas as vezes que meu pai está prestes a sair.

Em frente galera. MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 7/6/2020, 22:39
Mau caratismo também parece ser obra desse vício maldito. Após uma ajuda que dei ao meu irmão na movimentação de alguns móveis, fiquei sozinho na casa dele apenas com a sua esposa. Conversamos bastante e ela foi muito simpática comigo, é uma mulher incrível, trabalhadora e de boa índole. Minha mente doente, de forma previsível, fantasiou mais uma vez aquilo que não deve ser feito.

Um dos traços de nossa doença, não? Primas, amigas, conhecidas, minha agora cunhada...minha MÃE.

Ninguém passa pelo crivo. O monstro te suga até seu caráter, nunca faria algo parecido contra meu próprio irmão, nunca! Enquanto uma parte da minha mente implora para uma queda imunda que vai interromper minha recuperação, a outra ainda tem alguma força para brigar. A boa notícia? Agora eu tenho esse mundo aqui. Me sinto livre, caras. Sei que anônimos tão afetados quanto eu estão vagando por aí lendo essas palavras e se identificando. E minha ferida passa a cicatrizar quando eu sei que posso contar essa sujeira toda aqui sem me preocupar com julgamentos.

Eles são insuportáveis, não? Minhas fantasias me tornam um psicopata lá fora, eles me mandariam para a prisão. Mas eles não param para perguntar como nós viemos parar aqui. Infelizmente não ligam para a nossa doença. É "divertido", "relaxante".

"Todo mundo faz".

Sigo em luta, senhores. O coletivo supera qualquer traço e tática desse demônio. Desejo sorte para todos vocês. Nós vamos nos tornar aquele que sempre quisemos.

MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

Logan
Logan
Mensagens : 170
Data de inscrição : 22/10/2017
Localização : Pomerode/SC

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 7/6/2020, 23:21
Olha amigo, o primeiro mês é o pior! Parar bruscamente com algo que você faz todo dia é bem dolorido no começo, mas neste início, sua força de vontade terá que se extrema, mas garanto que já depois do primeiro mês você sentira uma diferença! As fantasias são péssimas, poluem nossas mentes e acabam até sendo mais grave que a P em si, pra isso, não tem jeito, é ocupar sua mente com qualquer outra coisa. Boa sorte pra todos nós nessa guerra.

_______________________________________
Diário: MODO ULTRA HARD

Reboot NoPMO e NoFap = 117 dias!
Metal atual: MODO ULTRA HARD = NoPMO, NoFap e não me deixar dominar por "pensamentos" fazer uma faxina no cérebro.

-
avatar
Anonymous2020
Mensagens : 29
Data de inscrição : 03/06/2020

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 7/6/2020, 23:26
Logan escreveu:Olha amigo, o primeiro mês é o pior! Parar bruscamente com algo que você faz todo dia é bem dolorido no começo, mas neste início, sua força de vontade terá que se extrema, mas garanto que já depois do primeiro mês você sentira uma diferença! As fantasias são péssimas, poluem nossas mentes e acabam até sendo mais grave que a P em si, pra isso, não tem jeito, é ocupar sua mente com qualquer outra coisa. Boa sorte pra todos nós nessa guerra.

Estou quase no 2 mes sem e digo que até que está ''tranquilo'' embora eu ainda pense bastante sobre, o problem foi que faz quase 1 semana que parei a masturbaçao (ja que continuei fazendo mesmo sem ver nada) entao ta bem insuportavel, talvez se eu tivesse parado com os dois pudesse estar tranquilo, boa sorte a todos nós nessa luta
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 8/6/2020, 09:56
Logan escreveu:Olha amigo, o primeiro mês é o pior! Parar bruscamente com algo que você faz todo dia é bem dolorido no começo, mas neste início, sua força de vontade terá que se extrema, mas garanto que já depois do primeiro mês você sentira uma diferença! As fantasias são péssimas, poluem nossas mentes e acabam até sendo mais grave que a P em si, pra isso, não tem jeito, é ocupar sua mente com qualquer outra coisa. Boa sorte pra todos nós nessa guerra.

Li isso várias vezes, parece que os "motores" de atração se alinham novamente do jeito que deveriam estar desde sempre. Valeu pelas palavras! E parabéns pelos 99 dias também! Ontem foi complicado, mas to empolgado e seguindo!

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 8/6/2020, 10:06
Caras estive desde ontem a noite fantasiando. Como eu já disse no diário de uns dos companheiros daqui, tudo foi disfarçado de felicidade. Na minha cabeça, ontem, eu poderia fazer novamente numa boa que estaria tudo bem. É um golpe cruel pois não veio recheado de tristeza, ódio e pânico como das outras vezes. Falando sobre minhas experiências, eu consigo entender mais ou menos como um viciado em qualquer coisa se sente. Uma parte da sua cabeça está focada e pedindo para parar, mas a outra simplesmente não aceita os comandos, e me parece que infelizmente a região que não nos respeita é justamente a visual e motora, justamente as que nos mantém ali. Como resultado? Aquela angústia irreparável, que só piora depois que o ato é feito.

Mas ontem foi diferente caras. Eu me sentia "bem" enquanto quase caía, era como um caos travestido de felicidade e euforia. Isso que é uma das partes complicadas desse nosso desafio: Entender e às vezes "trair" as nossas emoções passageiras, tudo por uma felicidade maior afinal. Achei que o esforço mental de contornar o próprio prazer é sinistro de complicado, mas acabei indo dormir ontem numa boa. Como já disse, depois de meses caindo eu dei uma boa caprichada nos bloqueadores, mas sem eles eu já teria puxado o celular e feito besteira. Terminei a noite apenas com uma poluição noturna, que veio num sonho impróprio. Como não tenho controle, é natural e para a minha saúde, julgo que meu streak continua.

Estava fantasiando até alguns minutos atrás. Minutos! Já pensava em procurar uma brecha ou algo parecido. MAS, coloquei esse fórum para abrir direto no meu navegador, e assim eu caí aqui. Vendo a luta de vocês, eu estou VIVO irmãos. NOVAMENTE vocês salvaram a minha pele. Coloquei a cabeça no lugar e agora sim vou poder fazer as minhas atividades. A luta continua, o streak aumenta e a vitória se aproximando.

Obrigado pelos esforços de todos vocês aqui, cada um deles me inspira a seguir em frente de forma que nunca pensei ser possível! MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

kuwabara
kuwabara
Mensagens : 324
Data de inscrição : 21/11/2017

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 8/6/2020, 17:08
Tenho acompanhado a sua história há uns dias e me identifiquei com algumas coisas. Cara, não desista. A vontade vem forte e, quando vem, ela se veste de algo super legítimo. Mas logo após a queda - e não raro, durante a queda - nós nos perguntamos: por que fiz isso de novo? Bom, o melhor remédio que tenho encontrado é saber que não tem ninguém controlando a minha mão. Eu estou no controle. Se eu não a levar a digitar um site ou a tocar no amigo, ela não irá só. Nós estamos no controle. O cérebro está alterado física e quimicamente. Devemos lutar até a vontade passar.

Eu também tenho tido poluções noturnas. Já tive duas nesse meu reboot atual. Não é algo que controlamos. Pode até ser visto como algo saudável, pois, quando estávamos na compulsão da masturbação e pornografia, nem tínhamos sêmen para isso. Só é possível ter polução noturna porque você está vencendo um mal muito maior! Forte abraço e continue firme!

_______________________________________
   
LEIA MEU DIÁRIO AQUI.

"O homem que não domar o seu desejo sexual será arrastado por ele como que por mil cavalos selvagens!"
"Que importa que de momento tenhas de restringir a tua atividade, se em breve, como mola que foi comprimida, chegarás incomparavelmente mais longe do que nunca sonhaste?"
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 9/6/2020, 00:10
kuwabara escreveu:Tenho acompanhado a sua história há uns dias e me identifiquei com algumas coisas. Cara, não desista. A vontade vem forte e, quando vem, ela se veste de algo super legítimo. Mas logo após a queda - e não raro, durante a queda - nós nos perguntamos: por que fiz isso de novo? Bom, o melhor remédio que tenho encontrado é saber que não tem ninguém controlando a minha mão. Eu estou no controle. Se eu não a levar a digitar um site ou a tocar no amigo, ela não irá só. Nós estamos no controle. O cérebro está alterado física e quimicamente. Devemos lutar até a vontade passar.

Eu também tenho tido poluções noturnas. Já tive duas nesse meu reboot atual. Não é algo que controlamos. Pode até ser visto como algo saudável, pois, quando estávamos na compulsão da masturbação e pornografia, nem tínhamos sêmen para isso. Só é possível ter polução noturna porque você está vencendo um mal muito maior! Forte abraço e continue firme!

Valeu pela moral parceiro! Eu confesso que precisei estudar um pouco mais sobre as fantasias aqui no fórum. Acho que ficar sentado esperando a vontade passar não resolve, puro esforço mental não é o bastante. Se nós estamos pedindo uma dose da maldita, é sinal que precisamos arrancar algum prazer no momento de alguma forma. Melhorei meus bloqueios e já falei aqui sobre como a galera daqui me dá uma força tremenda e desmancha qualquer indício de fantasia que eu possa estar sentindo no momento, então deixei um atalho direto para uma resposta para o meu diário no meu celular. Caso esteja em pânico, eu solto o verbo. Por sorte, ainda não precisei usar, mas o melhor é a prevenção. Acompanharei o seu diário também, pode ter certeza que daqui estou te apoiando no seu caminho! Tudo de bom parceiro!

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 9/6/2020, 00:24
Inércia MATA companheiros, mata!

Eu sentia muita confiança, sim, mas posso ser sincero? Ela quase me matou ontem de noite. Continuando o relato de hoje, uma vontade que veio travestida de um momento feliz quase zerou minha streak. Com meu celular bloqueado, assim como meu PC e meu PS4, eu não tinha muitas alternativas a não ser tentar reprimir o maldito. O problema esteve aí: em tentar reprimir. Tenho acreditado cada vez mais em um método caras, pois eu vejo muitos guerreiros que saíram dessa guerra vencedores, e eles falam sobre estratégias! Sobre hábitos! Gostei muito da analogia que um rapaz daqui fez dizendo que o nosso vício é como uma ligação mental que devemos enfraquecer, e não persistir usando ela.

Acredito que meu erro saiu dali.

Fiquei inerte ontem caras. Perdi mais de uma hora na cama tentando afastar o desejo, até que de tanto sono ele foi embora. Ok, eu continuei no reboot, mas obviamente isso foi inviável, eu quero minha vida e meu tempo de volta! Uma coisa só não dá! Então, hoje me dediquei a estudar um pouco mais essa coisa aqui. Tenho tratado meu reboot dessa forma ultimamente: eu analiso. O que me fez cair das outras vezes? E eu sinto que uma hora as brechas começam a não existir mais! Me dá preguiça só de pensar em tentar arrumar alguma brecha nos meus bloqueios, mas ainda enfrento o problema da fantasia. O que me fez perder uma hora da minha vida ontem?

Não ter entrado no fórum antes de dormir.

Caras, só essa porrinha aí em cima foi o suficiente para eu quase perder a noção. Eu estou me encaminhando para 1 semana agora, meu recorde foi em torno de 16 dias pelo que me lembro, mas isso foi há um ano. O que tenho percebido? Abracem métodos caras. Abracem táticas e analisem cada recaída de vocês.

Eu caí muito caras! Muito! Mas...

Recair duas vezes pela mesma coisa? Aí estaria me traindo. Vou dormir agora, mexendo com umas reformas em casa então tenho muito com o que me ocupar essa semana, mas estou, por garantia, deixando um jogo pré-carregado no meu game para levantar da cama e vir correndo pegar o controle se a situação for solícita. Novamente, valeu por tudo galera, vocês são o último lugar que minha mente tola e inexperiente esperaria tirar energia nesse momento, mas vieram como uma arma surpreendentemente eficaz. Seguimos na luta! MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

kuwabara
kuwabara
Mensagens : 324
Data de inscrição : 21/11/2017

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 9/6/2020, 11:52
É uma caminhada árdua mesmo. Precisamos ter estratégias para vencer esse mal. Vejo que você está no caminho certo. Continue assim que as coisas ficarão melhores em todos os sentidos.

_______________________________________
   
LEIA MEU DIÁRIO AQUI.

"O homem que não domar o seu desejo sexual será arrastado por ele como que por mil cavalos selvagens!"
"Que importa que de momento tenhas de restringir a tua atividade, se em breve, como mola que foi comprimida, chegarás incomparavelmente mais longe do que nunca sonhaste?"
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 10/6/2020, 00:25
Rapaziada, estava bem cansado hoje. Iria apenas dar uma conferida no fórum e ir pra cama. Mas, não sei, no meio do caminho precisei ver como a galera daqui que eu acompanho estava se sentindo. Há coisas que sozinhos não conseguimos resolver, e infelizmente não tem substituto aos amigos. Alguns poucos aqui têm o privilégio de poder contar com um companheiro ou uma companheira para se abrir em relação ao vício, o que não é o meu caso. Mas (por sorte ou não) somos muitos, e quando todas essas consciências se juntam, tenho a impressão que o efeito que esse demônio tem sobre nós enfraquece.

Nós somos o maior medo dele.

Quando decidimos acordar de vez e buscar um renascimento, ele se assusta. À partir daí ele não terá mais a mesma facilidade de antes para nos dominar, pois lutaremos e tornaremos seu trabalho difícil, mas infelizmente ele ainda terá sucesso. Cansei de lutar tanto e começar a chorar no meio do ato, de pânico por não saber que rumo estou levando para a minha vida. Ainda faltava algo! A raiva que nos faz acordar é uma coisa muito importante! Sim! Mas falta algo.

Falta humanidade.

Quando contamos as histórias uns dos outros, quando nos identificamos com a dor causada nos corações de cada um, a parte que estava faltando aparece, e aí nosso arsenal está completo. Então o mal não fica mais apenas preocupado.

Ele entra em pânico. Isso aqui é o fim dele. Então caras, posso dizer que minhas forças vêm daqui. De torcer durante o dia para que o caras que eu comentei no tópico no dia anterior estejam bem, que tenham conseguido seguir em frente por mais um dia. É se preparar para dormir pensando neles. É responder o tópico se perguntando se eles aguentaram mais uma noite, por que a noite é foda né?

Seguindo em frente sempre caras. Sétimo dia. Isso aqui esta só começando. Vamos conseguir. MegaDrive.


_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

kuwabara
kuwabara
Mensagens : 324
Data de inscrição : 21/11/2017

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 10/6/2020, 14:34
Parabéns pelo oitavo dia, MegaDrive!

Faço das suas palavras as minhas. Quando estamos juntos, a motivação é muito maior e nos sentimos mais completos. Vejo vários diários em que a pessoa posta e não recebe nenhum tipo de incentivo, e eu sei o quanto isso pesa. Quando a compulsão vem, o cara vem no fórum postar alguma coisa ou atualizar o dia dele. Mais tarde ele volta e vê que não tem nem uma mísera mensagem desejando força. O mais comum é o sentimento de solidão tomar conta. "Estou sozinho nesta luta" - ele diz.

A união faz a força! E aqui, devemos nos ajudar. Estamos todos remando no mesmo barco. Se um companheiro cai, o barco navega mais devagar. Devemos estar todos juntos e fortes, remando, e chegaremos muito mais rápido à glória futura!

Pode contar com o meu apoio! Siga firme. Forte Abraço.

_______________________________________
   
LEIA MEU DIÁRIO AQUI.

"O homem que não domar o seu desejo sexual será arrastado por ele como que por mil cavalos selvagens!"
"Que importa que de momento tenhas de restringir a tua atividade, se em breve, como mola que foi comprimida, chegarás incomparavelmente mais longe do que nunca sonhaste?"
Revy
Revy
Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/11/2019
Idade : 20

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 10/6/2020, 14:42
Parabéns cara por mais um dia atingido, assim como você não tenho uma companheira ou amigo em quem confio para falar sobre isso, e jamais daria a minha família esse desgosto então resolvi dar cabo disso sozinho e foi aí que me ferrei, falhei muito muito mesmo, mas agora sinto que posso vencer e contar com vocês aqui do fórum. Mais uma vez parabéns e vamos continuar nos apoiando sempre que a gente chega lá.

_______________________________________
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 11/6/2020, 01:18
Pois então caras, eu queria pegar esse dia para falar um pouco sobre algo que me aconteceu 3 anos atrás, um relato sobre o que aconteceu comigo durante o meu vício. A ideia é mostrar que o problema não é só físico evidentemente, acabou me levando a delírios psicológicos péssimos, que eu ainda me esforço um pouco para me recuperar. Um hábito ruim, que feito na inocência me trouxe muita angústia. Não vi muitos relatos sobre isso, mas acho que uma coisa leva a outra querendo ou não.

Eu queria falar sobre um tempo onde eu ainda estava no colégio, mas no ensino médio. Eu disse que era um cara sozinho, eu não tinha amigos e muito menos uma namorada. Era bem envergonhado de mim mesmo. Nessa época eu já completava algo em torno de 5 anos de ponografia, e estava mais forte do que nunca. Ainda não conhecia o nofap, e basicamente consumia todas as tardes, já que ficava sozinho em casa, além de todas as noites. No fim, me tornei uma pessoa fraca sentimentalmente falando. Eu não conseguia controlar muito bem o que sentia e não sabia lidar com coisas como a rejeição.

Nessa época, me peguei intrigado com a ideia de escrever um livro. É! Um livro! Seria algo divertido, umas histórias de ação envolvendo um protagonista e seus amigos. A ideia era fazer algo parecido comigo mesmo, e me diverti muito no começo. Os rumos começaram a mudar quando eu decidi que o personagem principal teria uma namorada. Por ser o criador do negócio, eu fiz a namorada. Na minha cabeça, ela tinha a aparência de uma garota da minha escola que eu gostava muito, mas que no fim não era uma boa pessoa. Acabou que eu mantive a aparência e criei a personalidade perfeita. Eis que a moça estava criada.

Nos próximos meses mergulhei completamente na história. Escrevia pequenos episódios todos os dias com carros, roubos, ação e claro, com a namorada.

Eu sinto que a minha mente fazia daquele livro um tipo de escape que eu mesmo não planejava. Aconteceu que em meio a minha solidão na escola, eu acabei me prejudicando: eu me "apaixonei" pela personagem que eu mesmo criei. É de dar risada, eu sei. Mas...será que era tão simples ao ponto de eu poder dar risada?

O que me fez delirar, caras? Minha mente perdeu a sanidade.

Quando você não tem com quem se abrir, interagir ou AMAR em si, você acaba caindo em buracos assim. Eu passei a fantasiar a presença da menina ao meu redor diariamente, fingia estar na presença dela e que vivia um sonho com ela. No começo? Algo no mínimo divertido. Mas, como um viciado em pornografia, é claro que ela, o "amor" da minha vida não seria perdoado.

Tudo era muito difícil caras, eu estava apaixonado por alguém que não existia!

Eu resolvi contar isso para vocês porque é à partir dessa época que surgiu uma das raízes do meu vício. Eu aderi ao fetiche do Cuckold. A mulher que eu amava me...traindo...

Caras é...é degradante.. o que era amor? Será que eu já sabia?

Estando no meio do meu reboot, eu tento imaginar qual era o nível do caos que a minha mente estava vivendo para eu trair o meu próprio sentimento em prol do meu vício. Como se já não fosse ruim estar depressivo e numa paixão sem nexo, agora eu tinha jogado a minha própria honra no lixo. No começo de 2018 eu estava delirando. Minha mente era incapaz de controlar se materializaria a garota ou não. Foi tudo no automático e eu entrei em pânico. O que antes era uma história divertida se tornou um colapso total da minha cabeça. Passei duas semanas fazendo só uma refeição por dia, com tipo, 3 banhos nesse tempo todo e delirando no quarto tentando encontrar uma maneira de colocar a minha cabeça de volta no lugar. E agora eu me sentia o homem mais fraco do mundo, que estava fadado a ser traído. A fantasia me consumia com um gosto amargo, muito, mas muito amargo. Sinto um embrulho no estômago de pensar isso agora.

Eu levei cerca de 5 meses para esquecer isso. Foi um período complicado em que fazia cursinho por não ter conseguido passar no vestibular, então a mente pensando no futuro me ajudou a sair da fantasia. Hoje ainda cometo esse hábito de imaginar de vez em quando, mas me controlo. A consequência desse período foi um fetiche imundo por cuckold, saliento, um dos mais agressivos do meu vício. Parte das dores causadas pela pornografia está em seus sentimentos. Você pega a fragilidade emocional e joga uma montanha de areia por cima, para que aqueles sentimentos que já eram difíceis de lidar se tornem mais pesados ainda. Eu queria dizer que quero a minha honra de volta. A insegurança foi a cicatriz deixada por esse período.

Eu queria dizer para cada um de vocês que ACHA que tem um fetiche por esse LIXO.

A sua honra existe, não OUSEM viver essa vida com uma crença nojenta e degradante como essa. Toda esse visão é fruto de um vício maldito que degenera a sua capacidade da amar, de cuidar e de respeitar. Não minto, eu usei esse fetiche com outras garotas que já gostei. Mas posso falar uma coisa? Eu nunca pediria desculpas para nenhuma. Porque a culpa nunca foi minha. Eu digo que no meu renascimento como pessoa, há algo que sempre guardarei no coração.

Esse mal imundo que me tirou a capacidade de amar alguém. Esse desabafo me deu energia o bastante para, apenas hoje, lutar de peito aberto. Nessa noite eu não preciso de um bloqueador, nessa noite eu não preciso de nenhum tipo de estratégia.

O que eu sinto é ódio.

Mais um dia, caras, hoje serão 9. Olhar para o passado dói muito, mas é pelas coisas que fazemos juntos hoje que estamos construindo a felicidade verdadeira. Boa sorte para todos, um bom feriado. Muito obrigado por tudo, eu não teria chegado aqui sem vocês. Juntos, podemos vencer. Abraços. MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

Revy
Revy
Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/11/2019
Idade : 20

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 11/6/2020, 19:32
Nossa cara, que história pesada, pra você ver até aonde esse vício maldito leva a gente, lendo isso eu fico com muito medo mas também fico aliviado de ter você e outros aqui para poder dividir as minhas piores situações, vendo que existe gente que teve situações semelhantes ou até pior me mostra que não estou sozinho. Muito obrigado por estar aqui irmão de verdade. pretendo contar algumas coisas que estão me incomodando e experiências ruins que também aconteceram comigo para nos ajudar a sair dessa, sei que muitas pessoas vão ler nossos relatos e usar como combustível para melhorar cada vez mais. Um bom feriado pra todos nos e NÃO OUSEM RECAIR NESSE VÍCIO[/b], se der vontade venha aqui no fórum e poste algo, descarregue seus sentimentos aqui por que aqui estamos entre irmãos de Batalha.

_______________________________________
Logan
Logan
Mensagens : 170
Data de inscrição : 22/10/2017
Localização : Pomerode/SC

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 11/6/2020, 23:36
Pesada essa história, mas é normal ter fetiches no meio desse vício. A um tempo atrás eu queria me relacionar com um grupo de transsexuais. Nada contra quem aprecia, mas após esse meu período sem consumir PMO o desejo por shemales sumiu. Não tenho desejo por nenhuma. Acredito que esse seu fetiche também suma com o tempo de reboot.

_______________________________________
Diário: MODO ULTRA HARD

Reboot NoPMO e NoFap = 117 dias!
Metal atual: MODO ULTRA HARD = NoPMO, NoFap e não me deixar dominar por "pensamentos" fazer uma faxina no cérebro.

-
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 12/6/2020, 01:50
É isso aí galera, eu ainda tenho umas paradinhas pra contar, mas eu quero deixar para um momento mais oportuno. Estou tentando entender uma coisa de cada vez, usando o reboot como uma oportunidade de reconstruir tudo que algum dia soube sobre o mundo em geral. Eu saio por aí reclamando que nunca tive amigos e nem uma namorada, mas às vezes me pergunto: Será que eu mereço ter amigos? Será que eu sou uma boa pessoa para se estar perto?

Numa resposta imediata eu digo que não, eu não sou uma boa pessoa para uma menina ter como um amigo, ou pelo menos não era. A vontade insana por prazer me fez criar fantasias com todas as garotas que um dia tiveram a possibilidade de serem minhas amigas. Eu falhei ao enxergá-las, entendo quando um cara naturalmente idealiza alguns prazeres com conhecidas mas eu estava doente e fiz esse desejo ser hipertrofiado. Aconteceu que eu nunca consegui levar nenhum tipo de amizade com elas para frente, as coisas começavam direito mas depois eu fantasiava com elas.

Com a mente fudida que eu tinha, agora me enxergava incapaz de ficar com uma delas. Quando ia conversar novamente, já era incapaz de estabelecer uma boa conversa. A relação esfriava e eu ficava chateado, descontando toda a tristeza em mais pornografia. Pensando nelas ainda por cima!

Eu...eu quero me tornar diferente. Eu quero poder só manter uma amizade bacana e me divertir com as pessoas, assim como quero que elas se divirtam comigo. Acho que nós falhamos na vida quando nos distanciamos de nosso próprio espírito, de seres humanos. Quando criamos rixas familiares estamos negando nossas próprias raízes. O que eu fiz com cada uma dessas moças que foram estopim para meu vício foi um atentado contra a humanidade. Eu me tornei menos humano nesse tempo, incapaz de ter paixões genuínas e respeitar as pessoas, tudo com ética. Novamente eu devo ter caído no dilema do amor.

O que é amor?

Assim como eu aceitei algo como o fetiche por cuckold, um atentado contra a minha própria humanidade, a incapacidade de enxergar os corações das pessoas (mais das meninas no geral) de forma mais íntegra se enquadra no mesmo lugar. Elas não mereciam alguém como eu. No fim, eu posso dizer que nunca amei verdadeiramente a D****. A minha parte como pessoa eu nunca fiz. E qual é a saída e onde o reboot se enquadra nisso? Penso naquela coisa: o que importa não é o fim da vida, todos morremos, mas sim a maneira pela qual chegamos lá.

Ficar 90 dias sem gozar e ver besteira na net não é a essência que quero para isso aqui. Eu quero descobrir a vida nesse processo. Como eu disse antes, minha amizade não vale, talvez por ter sempre se interessado nas pessoas, e nunca as amado. Eu estou tentando mudar isso caras. Conheci alguns de vocês e tenho voltado aqui diariamente para tentar dar apoio a cada um de vocês. Às vezes eu não sei o que falar! Eu sou um só...estamos falando aqui de no mínimo umas 90 mensagens, uma para cada dia de reboot. Eu sinto que não estaria chegando a dez dias se não fossem pelas dores, pelos relatos e histórias que vejo aqui. Vocês estão mudando a minha vida. E eu devia retribuir!

Eu também tenho histórias! Dicas! Sei que posso pelo menos dar um pouquinho de energia para alguns de vocês seguirem em frente por mais um dia! Pois eu penso em vocês, pessoas que nunca vi na minha vida e nem sei o nome. Acho que eu só entendo vocês porque aguentei na pele as mesmas dores. É nisso que esse reboot tem se consistido para mim. Eu me contesto todo dia por conta do que fiz no passado, pois ainda sinto a necessidade de mudar alguma coisa dentro da minha cabeça. Eu quero poder responder essa pergunta: O que é amor?

10 dias parceiros. Seguindo firme e forte. Muito obrigado por tudo. MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

Revy
Revy
Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/11/2019
Idade : 20

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 12/6/2020, 11:37
Pois é amigo uma ótima reflexão, uma vez vendo vídeos no youtube achei um vídeo onde um cara dizia que a gente atrai o nosso semelhante, pessoas que estão na mesma vibração que a nossa, vendo por esse lado acho que agora entendo porque eu não tive muitos amigos ou amigas, muito menos namorada, por conta disso, a minha vibração estava tão longe de uma pessoa normal que eu simplesmente passava despercebido no radar delas, sempre pensando em Sexo em fantasias escrotas. Sei que muitos não acreditam nisso mas eu sim, pra você atrair uma mulher que goste de você os dois tem que estar na mesma sintonia, e apesar de o número de mulheres que se viciam em PMO estar cada vez mais crescendo se comparado ao número de homens ainda é baixo por isso a maioria das mulheres estão num nível diferente de vibração do que a maioria dos Homens, por isso tem aquela velha regra do 80/20 8o% das mulheres estão disponíveis somente para 20% dos Homens, esse 20% creio eu que sejam os sortudos que não se viciaram nessa merda. Acabei meio que saindo do assunto mas meus parabéns por mais um dia meu amigo. Vamo que vamo que eu ainda quero ver como a vida é depois da PMO e desejo o mesmo a você e a todos do fórum.

_______________________________________
kuwabara
kuwabara
Mensagens : 324
Data de inscrição : 21/11/2017

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 12/6/2020, 18:23
Grande MegaDrive!

Você e suas reflexões bem feitas. Haha Continue firme no processo. Como sabe, infelizmente, eu caí. Mas siga firme! O reboot funciona. Vamos juntos! A gente vai ser livre!

_______________________________________
   
LEIA MEU DIÁRIO AQUI.

"O homem que não domar o seu desejo sexual será arrastado por ele como que por mil cavalos selvagens!"
"Que importa que de momento tenhas de restringir a tua atividade, se em breve, como mola que foi comprimida, chegarás incomparavelmente mais longe do que nunca sonhaste?"
Revy
Revy
Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/11/2019
Idade : 20

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 12/6/2020, 21:31
Nossa Kuwabara não sabia que era você. Puts mano espero que você se recupere o mais rápido possível dessa queda, e não caia na ginastica mental do "ja que recaí vou ver mais P e começar segunda feira" a nossa mente é embaçada, comigo sempre acontece quando eu recaio, minha mente tenta prolongar mais o uso da P. bom desejo uma recuperação rápida e volte pra luta o mais rápido possível, você é importante pra mim assim como para todos que estão nesse fórum. Somos todos irmãos de batalha.

_______________________________________
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 102
Data de inscrição : 05/06/2020
Idade : 19
Localização : Curitiba

O que eu sinto é ódio Empty Quando o sol decide parar de nos iluminar 1

em 12/6/2020, 23:50
Veja caras que...eu passei a semana toda com uma motivação vigorosa para seguir no reboot! Cheguei a dizer hoje de manhã que tudo estava tranquilo, ousei chamar o meu reboot de fácil! Sabe, eu me entusiasmei com tudo isso. Com a galera se falando e trocando experiências juntas e todos se ajudando para conduzir o experimento da melhor forma possível. Tudo é novidade para mim, já que comecei a frequentar o fórum assiduamente essa semana. Tudo ia ótimo! Mas...

Passou...

Uma vontade muito agressiva de recair durante a tarde, que me tirou a concentração durante o estudo para a minha faculdade, eu faço engenharia. Eu já disse o quanto me importo com a galera, e fui surpreendido na mesma tarde com um companheiro caindo. Eu não sei porque isso me afetou tanto...

Eu não sei porque uma pessoa normalmente solitária como eu conseguiu estabelecer algo forte com os outros rebooters. Tudo deve ser uma questão de dor. Tudo deve estar relacionado com o quanto somos HUMANOS, humanos ao ponto de nos conectarmos às dores do outro e tirar energia disso! Para então seguir em frente, lutar e o resto vocês já sabem. Mas e...

E quando o seu irmão cai?

Como eu reajo? Eu deveria tirar energia disso? Foi a pergunta que fiz para mim mesmo durante uma tarde inquietante, seguida de um treino ruim na academia. Um dia dos namorados solitário também não ajudou muita coisa, até para alguém como eu que se esteve sozinho desde sempre e se acostumou com a ideia. Na noite, aproveitei um pouco uns simuladores de corrida, eu gosto de carros, principalmente de Porsches e...nem o meu preferido conseguiu me animar...por que eu não desisto? Por que eu não pego a porra da minha senha de uma vez e me destruo? Eu não tenho ninguém, e talvez devesse me conformar. São tantas perguntas que eu não sei se saberei responder. Eu perdi muita coisa, e eu não sei se sou capaz de recupera-las! Talvez isso não seja para mim no fim! O que tem de errado comigo?!

Por que o sol decidiu parar de me iluminar?

...

E eu vim parar aqui. Cumprindo um cronograma estabelecido por mim mesmo que dizia que voltaria aqui sempre para estar junto do pessoal, fui ao tópico do companheiro caído.

Eu não percebia que a vida era capaz de nos ensinar as lições mais valiosas no meio da escuridão. Quando o sol some e a noite nos cobre com sua frieza e vazio de espírito, é nela que aprendemos a ser mais forte. Descobri que o meu amigo está de volta! Ele encontrou forças para se levantar e deixou muito claro que está mais bem preparado do que antes! E eu acredito. E vendo isso, vendo o quanto que a dor e a tristeza foram capazes de ensinar alguma coisa para o companheiro, encontrei a resposta para essa pergunta. Pois então eu a repito: por que o sol decidiu parar de nos iluminar?

Senhores, para que inventássemos o fogo! O calor! A aura mágica que nos aqueceu historicamente nas noites mais duras!

O sol decidiu parar de nos iluminar quando caímos nesse demônio caras. Essa é a nossa noite, a nossa escuridão. E...por que tudo isso aconteceu? Para que inventássemos o fogo! Aquela chama que aquece a nossa alma nas dores mais duras! Da mesma maneira que a tristeza e as trevas fizeram o meu amigo entender mais um pouco sobre o vício dele, será que, no fim, tudo não se trata disso? Será que a tristeza não está nos dando uma chance de nos reinventarmos e criarmos alguma coisa? Será que o caos em nossas mentes é um pedido dela para que criemos o fogo?

Por isso o sol parou de me iluminar hoje, e eu não vou bravejar contra ele. Momentos sombrios existem, e eles estão aqui para nos mostrar as melhores maneiras de lidar com as intempéries da vida. O reboot é isso. Tudo seria simples se estivéssemos confiantes todos os dias assim como eu estive nessa semana, mas a mágica está nos altos e baixos da vida. Eu quero pegar essa tristeza e desânimo que sinto, não para jogar fora, mas para assimila-las. Essa noite tão comprida que enfrentamos parece ser a oportunidade de inventarmos o fogo mais uma vez! E assim aprender mais uma lição...e entendê-la talvez seja a essência disso tudo.

Seguindo em frente irmãos. Eu não teria continuado mais essa noite se não fosse por vocês. Do meu amigo eu ganhei uma aula de como enfrentar a vida. Obrigado por tudo. MegaDrive.

_______________________________________
"Nossas tropas são feitas de avisos. Se for para cair, relate! Pois um homem que não adverte seus irmãos ao cair perante ao inimigo, vale tão pouco quanto um."

Recorde atual: 16 dias (2019)
14 dias (2020)

Meu Diário

PRA VOCÊ PENSAR

Revy
Revy
Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/11/2019
Idade : 20

O que eu sinto é ódio Empty Re: O que eu sinto é ódio

em 13/6/2020, 14:40
Irmão, não sei quantas vezes eu já caí nessa armadilha de achar que o reboot era fácil por estar umas 2 semanas sem cair, quando me dava conta já estava vendo P com a mão dentro do short e depois que acabava vinha a mesma pergunta: "porque você fez isso de novo?" será que você não consegue nem controlar o seu P** seu inútil e coisas assim.

E quantas vezes eu também decidi que não iria mais lutar contra esse vício vish muitas vezes, o ponto é que tudo passa então nós devemos semre nos lembrar que do mesmo jeito que nossos dias bons passam e dão lugar a dias ruins o mesmo acontece com os dias ruins, então se tem algo que posso dizer é que tomem cuidado com o diálogo mental de vocês, sempre se mantenham positivos e saiba que tudo passa, essa vontade desenfreada VAI PASSAR.

Parabéns por mais um dia meu amigo MegaDrive e continue firme forte para o caminho da vitória.

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum