Ir em baixo
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 1/7/2020, 18:54
Logan escreveu:Feliz em ver que bateu os 7 dias! É uma marca importante! No começo até parece impossível. Essa ideia dos elásticos é bem legal, é algo que não fere gravemente (se entendi direito a ideia) e serve pra dar aquele choque de realidade. AInda mais nesse primeiro mês, que você provavelmente sentirá impulsos e sensações insuportáveis, devido ao corte repentino da sua fonte de dopamina.. Eu tenho pensado se devemos procurar substituto pra isso ou se com o tempo se acostuma a não depender tanto disso. No caso quando eu digo substituto me refiro a algo que não dependa de M.. e ereções. Pode ser prazer na leitura, no videogame, em cozinhar, esporte, enfim, qualquer coisa não sexual e que não consuma muito tempo.

Valeu, cara! Então, sobre os elásticos, conforme vamos colocando mais, eles passam a ser um pouco desconfortáveis. Então confesso que coloco eles de manhã e fico uns 10 minutos só para me aparecer mesmo hahahahaha Mas a noite eles me ajudam, me impedem de esquecer o que estou fazendo principalmente antes de dormir. Sobre os passatempos, eu consideraria impossível viver sem algo do tipo. Acho que um dos nossos defeitos como viciados é a incapacidade de ficar sem fazer nada, de só ficar parado e apreciar nossos pensamentos ou coisa parecida, sempre é necessário ter alguma fonte, e parece que esse é um dos muitos momentos o qual o vício nos ataca.

Como tenho passado o dia todo ocupado com a faculdade, consigo jogar um pouco durante a noite sem me enjoar, além de assistir algum anime. Tenho apenas cuidado com jogos que têm potencial de me estressar e animes com erotismo. Essa segunda parte é complicada, a cultura japonesa é realmente bem agressiva nesse aspecto, então até programas "inocentes" de certa forma podem ser problemáticos. Mas respondendo a pergunta, julgo impossível fazer sem um passatempo cara, pelo menos para mim que estou no começo. Talvez no futuro aprendamos como aproveitarmos melhor os momentos, mas esse não é o caso. Valeu pela força! boa sorte amigo!

_______________________________________


Eu tô de volta
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 1/7/2020, 19:13
Ontem eu fiquei sem internet por conta dos vendavais aqui do sul, então não pude buscar pornografia em lugar nenhum. Acontece que como citei outras vezes, meu cérebro busca estímulo dentro da minha própria consciência, e eu já tinha noção que isso aconteceria ontem. Antes de dormir eu me forcei a escutar algumas músicas que me motivavam pelo menos um pouco e coloquei os elásticos no pulso na hora de deitar. Eu sabia que seria tentado, mas decidi brigar de uma vez. Eu quis conversar com o meu vício.

Acredito muito que pensamentos corretos fazem parte de que temos depois da recuperação, isso é, a capacidade de pensar nas pessoas como pessoas e em momentos verdadeiramente bons, se afastando do erotismo barato. Eu pensei em uma garota na verdade que conheci durante a escola, era uma das minhas melhores amigas e nós quase tivemos alguma coisa juntos. No fim nada aconteceu pois eu não fui para frente, era incapaz de assumir. Descrevo que era uma menina ótima, muito gente boa e bonita também, mas quer saber algo foda: ela era "fria" dento de mim.

Passamos o terceiro ano todo conversando muito todos os dias, mas próximo dela eu nunca era capaz de refletir sobre como eu a admirava, sobre como se sentia e tal. Minha amiga era linda e fantástica, mas eu me recordo exatamente agora de nunca ter olhado para ela como uma amiga de verdade, só a cobiçava! Não sei quantas vezes me mandava mensagem no celular dizendo algo alegre e o banner aparecia na tela...enquanto no resto dela eu estava assistindo algum vídeo lixo com uma mulher parecida com a menina, turvando minha visão para acreditar que estávamos fazendo algo LÁ, na porra do pornô, tudo enquanto poderíamos ter ficado juntos de verdade! Olha quanto eu perdi cara! Olha o quanto esse filho da mulher tirou de mim!

Eu demorei, ela esfriou e começou a ficar com outro cara. Eu xinguei muito, muito mesmo. Até conhecer o rapaz, ele é bom. Ele trata minha amiga muito melhor do que um canalha sujo como eu teria tratado.

Coloquei isso tudo para fora ontem a noite.

Eu definitivamente teria ficado com ela, e lembrar disso só me fez sentir ódio. Nem liguei para gatilhos, eu dizia para o vício que ele era patético, e mandava que me atacasse do jeito que quisesse. Me mandasse a pior das fantasias, envolvendo-a inclusive. Não tive uma ereção sequer. Terminei a noite esganando meus cobertores com os olhos fechados, implorando para que eles fossem o maldito do vício. Isso me trouxe paz pra seguir em frente. Estou com um pouco de vontade agora, de pegar meu game desbloqueado e cair, mas eu não o farei. Eu seguirei em frente, lembrando da L... Quero continuar sendo quem ela gostaria que eu tivesse sido.

_______________________________________


Eu tô de volta

Urso Polar gosta desta mensagem

kuwabara
kuwabara
Mensagens : 333
Data de inscrição : 21/11/2017

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 1/7/2020, 22:32
Fala, MegaDrive!

Cara, tente aprender alguma lição de tudo isso que passou. Tudo acaba sendo uma oportunidade de crescimento. Fico feliz que você não tenha caído. Aliás, parabéns pelos 7 dias. Já é o início de um marco. Que Deus te abençoe e te dê forças e sabedoria para seguir em frente. As coisas têm sido complicadas para todos nós, em alguma área e de alguma forma. Siga em frente e seja livre. Construa a vida dos seus sonhos.

Forte abraço!

_______________________________________
   

"O homem que não domar o seu desejo sexual será arrastado por ele como que por mil cavalos selvagens!"
"Que importa que de momento tenhas de restringir a tua atividade, se em breve, como mola que foi comprimida, chegarás incomparavelmente mais longe do que nunca sonhaste?"
DrEstudante
DrEstudante
Mensagens : 7
Data de inscrição : 23/01/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 1/7/2020, 23:30
Bem refletido a questão de termos passatempos,
meus dias mais INCRÍVEIS são os que não fico pensando muito nem em P. nem em NÃO P.
Assim como dizem muitos: "mente vazia é oficina do diabo." Parabéns pela força cara, já estou vendo você mais perto do seu Porsche. ✌
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 2/7/2020, 00:49
kuwabara escreveu:Fala, MegaDrive!

Cara, tente aprender alguma lição de tudo isso que passou. Tudo acaba sendo uma oportunidade de crescimento. Fico feliz que você não tenha caído. Aliás, parabéns pelos 7 dias. Já é o início de um marco. Que Deus te abençoe e te dê forças e sabedoria para seguir em frente. As coisas têm sido complicadas para todos nós, em alguma área e de alguma forma. Siga em frente e seja livre. Construa a vida dos seus sonhos.

Forte abraço!

Cê tá aqui mano, bom demais. Eu sei que as coisas não funcionariam mais do jeito que estavam, sempre mereci e quis aquilo lá. A gente está num período complicado e eu queria poder sair por aí viver o mundo e tal, ter essa adolescência calorosa que nunca tive, seria demais, e tudo isso é a vida. Mas eu posso fazê-lo aos poucos, vivendo um dia de cada vez. Acho que apesar de todo horror causado, ainda existem coisas boas. Eu não preciso de melancolia, não agora. É nessas memórias positivas ignoradas por mim no passado que tiro alguma coisa para hoje. Lá atrás existia vida.

Esse negócio cruel, ele...ele não vale a pena e eu me esforço para que não faça meus olhos brilharem também. Quero desistir de pornografia, prefiro a minha vida mesmo. Hoje é uma noite boa. Ao menos uma, depois de tantas sofridas né hahaha Boa sorte meu amigo, que bom que está de volta.

_______________________________________


Eu tô de volta
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 2/7/2020, 00:57
DrEstudante escreveu:Bem refletido a questão de termos passatempos,
meus dias mais INCRÍVEIS são os que não fico pensando muito nem em P. nem em NÃO P.
Assim como dizem muitos: "mente vazia é oficina do diabo." Parabéns pela força cara, já estou vendo você mais perto do seu Porsche. ✌

É ASSIM QUE SE FALA! A gente não pode esquecer do Porsche! Pois no fim tudo o que exercita a nossa mente nos auxilia a seguir em frente. Tenho me ocupado bastante durante o dia estudando, e de noite tento algum lazer. Tenho passado bem os últimos dias, mas por exemplo, vou dormir daqui a pouco e certamente ficarei vulnerável, é uma hora complicada. Reflexão pelas coisas boas e ódio têm me ajudado a passar dessa, mesmo com uma vulnerabilidade em meus bloqueios.
Fique na paz amigo, esse mundo tem muito mais a oferecer do que ficar mocado no quarto fazendo besteira. Em frente! Boa sorte em seu caminho!

_______________________________________


Eu tô de volta

DrEstudante gosta desta mensagem

DrEstudante
DrEstudante
Mensagens : 7
Data de inscrição : 23/01/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 2/7/2020, 21:34
Isso aí irmão, foco em um EXCELENTE FUTURO!
Vou anotar isso: "esse mundo tem muito mais a oferecer do que ficar no quarto fazendo besteira."
Boa sorte e forças principalmente a tu! 💪
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 3/7/2020, 10:15
Indo pro dia 9. A vontade sempre me ataca alguma hora, normalmente de noite antes de dormir. Tenho contido ela o mais rápido possível. Simplesmente me levanto e coloco a minha mente nisso, e nas últimas vezes o pensamento tem sido esse:

"Hoje eu definitivamente não quero perder muito tempo lutando contra você, canalha"

Uma coisa que o Urso também citou que acontecia com ele: tenho tido sonhos e lembrado deles todos os dias. Assim, se eu pensasse numa garota legal e acordasse me sentido bem, beleza, mas bom fosse. Hoje eu sonhei que tava vomitando cara! Quando acordei, primeira coisa que fiz foi conferir bem o travesseiro para ver se eu não tinha rebocado ele com a comida de ontem de noite, mas estava tudo bem!

A vontade aparece de vez em quando, mas a gente precisa lutar contra. Tenho feito o possível para fazer coisas que gosto nesse tempos, complicados para ressocializar. Ontem marquei um jogo online e voltei a conversar com o meu melhor amigo, passamos mais de 4h colocando o papo em dia. Uma coisa ruim: Eu estava nervoso! Sim! Nervoso e tímido para conversar com um cara que eu conheço há 7 anos! Fazer amigos nunca foi fácil, mas eu decidi que não vou desistir.

Ter deixado os momentos desconfortáveis da vida de lado por pura mesquinharia foi uma decisão terrível que eu não quero repetir nunca mais. A revolta contra o meu vício dizia: eu posso parar na solidão mais profunda, ter tudo o que é desconfortável e terrível acontecendo, se for o que a vida tiver para me mostrar, não posso fazer nada. Agora, dele? Dele eu não permito mais nada. Não tenho mais motivos para me esconder, porque a dor da falha é muito (muito!) menor do que a dor de nunca ter tentado.

Seguindo, caras. Bom dia a todos.

_______________________________________


Eu tô de volta

Urso Polar gosta desta mensagem

MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty CHORASTE??!

em 3/7/2020, 10:53
Veja que...mesmo cumprindo tudo o que está no ebook, mesmo nos esforçando para nos afastarmos do que nos faz mal, chega a ser cômico: ainda sentimos alguma tristeza de vez em quando. Eu confesso que hoje não estou me sentindo exatamente bem e cheio de energia, isso era contexto para cair há pouco tempo, mas fico meio curioso. Por que isso acontece? Por que a nossa mente demora tanto para reagir ao que fazemos? É como se a nossa consciência estivesse mesclada em duas partes, e uma delas nós não controlamos, e é justamente essa que define como nós nos sentimos.

Vi muita gente dizendo: escolha ser feliz!

Acho que isso é impossível. O que é se sentir? Conseguiria definir isso como a maneira que reagimos ao ambiente. Se estamos com alguém que gostamos nos sentimos bem, do contrário, mal. Mas eu não posso escolher como me sinto, pois daí os sentimentos seriam falsos! Eu poderia me sentir mal sobre uma pessoa que gosto e bem sobre alguém que não gosto caso tivesse essa liberdade. Portanto, emoções não valeriam nada.

E é como estou agora. O ambiente não está em ajudando? Pois eu não estou bem não. A minha parte pensante que toma alguma decisão me diz para seguir em frente e tocar a minha vida do jeito que deve ser, mas a inconsciente ainda está limitada, há algo deixando-a inquieta. Eu parei de escrever e no meio do caminho parei para refletir: o que estava pensando? Eu não controlo 100% dos meus pensamentos. Eu sei o assunto, mas eles são disparados de certa forma. No que eu pensava?

Em um ex-amigo, uma pessoa que me fez fazer e dizer algumas coisas bem ruins. Uma festa que fui na casa de uma amiga tendo um resultado terrível, sendo deixado de lado. Flashes de tristeza na escola onde passei por solidão. Sabe qual é a parte mais foda? Na minha parte consciente, eu perdoei o ex-amigo. Eu não cultivo ódio nem nada, não desejo o mal, só me afastei e simplesmente isso. A festa? A festa foi uma droga sim, mas tudo isso é passado, uma experiência ruim apenas. Tudo o que vivi sozinho? Só me deixou mais forte, pois eu aprendi a me acostumar.

O ponto aqui é que tudo isso são experiências que eu ACHAVA ter assimilado. Será?

O que a minha mente queria me dizer soltando essas coisas logo hoje? Há tanta mágoa assim? Pois eu achava que estava numa boa, mas me parece que a nossa parte inconsciente é mais sensível do que pensei. É um mistério entender como nós somos e como nos comportamos, preciso procurar algum padrão, mas tudo o que fiz de ruim, todas as vezes em que fui depressivo e tímido ao viver a vida, me renderam esse tipo de memória ruim. Talvez eu não tenha falhado apenas com a minha amiga, quando ficava me m... pensando nela enquanto recebia mensagens positivas. Talvez no fim das contas eu tenha traído a mim mesmo. Eu devo desculpas. Talvez eu precise dar coisas melhores para a minha mente jogar contra mim. Ela parece vomitar tudo de ruim que fiz, das vezes que traí a minha própria humanidade.

Se eu pudesse vê-la? Pediria desculpa. Imaginei que tentando o reboot teria a calma no fim das contas, mas parece que não é tão simples, tem coisas que não parecem estar ao meu alcance. O que eu pedi para a minha mente?

"Cara confie em mim só mais essa vez. Dessa vez eu vou tentar direito. Essa é a primeira vez que penso no que mora aí dentro, e espero que tenha sido o bastante para mudar tudo. Desculpe por truculência, mas eu tenho pressa. Quero que dessa faça um esforço para ser compreendida meio rápido, eu não aguento mais infelicidades, ainda quero te dar uma razão para pensar tudo de ruim que aconteceu como apenas uma lembrança de tempos complicados, mas que no fim serviu para aprender alguma coisa."

Boa sorte a todos vocês caras. Espero que encontrem tudo o que procuram nisso aqui. As respostas uma hora virão. Fiquem na paz! A gente ainda vai ser dessa! Hehehe!


_______________________________________


Eu tô de volta

Urso Polar gosta desta mensagem

Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 3/7/2020, 12:20
Mano,

queria estar melhor disposto para dialogar e escrever mais coisas.

Esse último texto, parece até que fui eu mesmo que escrevi. Tudo o que eu estou pensando agora.

Grande abraço.

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 3/7/2020, 17:35
Urso Polar escreveu:Mano,

queria estar melhor disposto para dialogar e escrever mais coisas.

Esse último texto, parece até que fui eu mesmo que escrevi. Tudo o que eu estou pensando agora.

Grande abraço.

Valeu pela força, estou só o pó agora. Precisava achar um jeito de colocar a mente no lugar. Precisamos largar a correria da vida e às vezes parar para pensar no que mora dentro da gente. Abraço amigo, obrigado por tudo!

_______________________________________


Eu tô de volta

Urso Polar gosta desta mensagem

MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 3/7/2020, 17:48
Acho que além da noite antes de deitar, meus momentos ruins são quando fico sozinho em casa. Foi o que aconteceu agora pouco e eu precisei me esforçar muito para contornar. Tentei me concentrar por uns momentos apenas e ficar numa boa, mas a vontade não ia embora. Definitivamente estava sem ideias para algum lazer que me acalmasse ou algo parecido. Então eu só destilei raiva mesmo.Coloquei tudo pra fora que nem na outra noite, pois tudo isso que perdemos de certa maneria dói muito, e lembrar dói mais ainda. Eu acho que o que sinto no fundo é isso mesmo, ódio, assim como o nome do meu diário.

Fiquei com raiva e abri um site de pornografia. Fiquei na página inicial gritando para o meu vício me fazer cair, falei que dessa vez eu não ia deixar tão fácil. Fiquei assim por mais ou menos um minuto, até ver que aquilo não ia levar a nada. Terminei dando um grito, fechei o site e sentei na minha cama me acalmar um pouco. Na verdade eu tinha achado incrível o que tinha acontecido, pois ficar sozinho em casa era a minha maior fraqueza, e definitivamente me senti bem forte na hora por ter contornado a situação. Foi meio drástico, eu sei, mas não ia ficar parado deixando ele me consumir daquele jeito.

E bom, não é algo que eu quero ficar repetindo, até porque a vizinhança deve ter pensado que um serial killer invadiu a minha casa e eu comecei a lutar contra ele, mas eu também acredito em ódio. Eu ainda odeio muito esse vício, daria para eu ter aprendido muita coisa na vida como uma pessoa normal, e não precisar me ferrar durante vários dias como estou fazendo agora. Mas é o que eu posso fazer no momento, e ele não vai me faze desistir.

Agora que estou mais calmo, fiquei bem cansado também. Pelo resto da noite acho que não tenho pique para cair não. Eu abri pornografia? Sim. Considero queda? Mas não mesmo! Fiz para provocar mesmo, não recomendo pra ninguém nem pra mim mesmo, foi só o que surgiu na cabeça agora. Acho que prefiro coisas mais leves como refletir, como joga rum jogo, escutar uma música ou escrever no fórum. Estou cansado mas...

Dessa vez ele não me pegou Hehehehe

Se cuidem irmãos, avante!

_______________________________________


Eu tô de volta

Urso Polar gosta desta mensagem

Logan
Logan
Mensagens : 194
Data de inscrição : 22/10/2017

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 4/7/2020, 15:53
Uma coisa que pode ajudar seus pensamentos: Quando estiver tentado a cair: Ponha uma música que você não gosta. Isso quebra estímulos porque começa a incomodar, mas tente ouvir até o fim. Durante o desconforto de ouvir a música chata, você "desperta" e não irá cair.

_______________________________________
Diário: MODO ULTRA HARD

Reboot NoPMO e NoFap = 117 dias!
Metal atual: MODO ULTRA HARD = NoPMO, NoFap e não me deixar dominar por "pensamentos" fazer uma faxina no cérebro.

-
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 5/7/2020, 12:53
2 quedas em dois dias. Eu não sei mais.

Dessa vez eu não volto bem, nem motivado. Nada daqui adiantou em nada, eu não evolui e o meu vício encontra-se no mesmo estágio de antes. Não me sinto mais capaz de dar nenhuma ideia para nenhum de vocês também. Eu sou muito mais fraco do que imaginei, e acho que antes de sair falando besteira, deve ser melhor que eu crie um pouco mais de humildade nessa mente imunda e passe a escutarr. Tentarei mudar e se um dia eu definitivamente tiver algo que funcione, eu falo. Por enquanto, deixarei apenas o contador. Espero que um dia eu volte com uma história legal. Está realmente difícil.

Boa sorte a todos. Uma hora ainda encontro um jeito de acabar com isso de uma vez.

_______________________________________


Eu tô de volta
Logan
Logan
Mensagens : 194
Data de inscrição : 22/10/2017

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 5/7/2020, 13:17
Respire fundo, relaxa e faça o seguinte: Uma lista de gatilhos! O que te puxa para a pmo? E uma outra lista, essa é importante: A partir do momento que você decidiu largar a pmo, o que você estava fazendo no momento, em que teve o reset? Tava a sós na internet, teve uma fonte de estresse ou tristeza. Faça essas duas listas.

MÉTODO AEIOU esse post como linha auxiliar.

_______________________________________
Diário: MODO ULTRA HARD

Reboot NoPMO e NoFap = 117 dias!
Metal atual: MODO ULTRA HARD = NoPMO, NoFap e não me deixar dominar por "pensamentos" fazer uma faxina no cérebro.

-

Urso Polar gosta desta mensagem

Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 5/7/2020, 15:13
MegaDrive escreveu:2 quedas em dois dias. Eu não sei mais.

Dessa vez eu não volto bem, nem motivado. Nada daqui adiantou em nada, eu não evolui e o meu vício encontra-se no mesmo estágio de antes. Não me sinto mais capaz de dar nenhuma ideia para nenhum de vocês também. Eu sou muito mais fraco do que imaginei, e acho que antes de sair falando besteira, deve ser melhor que eu crie um pouco mais de humildade nessa mente imunda e passe a escutarr. Tentarei mudar e se um dia eu definitivamente tiver algo que funcione, eu falo. Por enquanto, deixarei apenas o contador. Espero que um dia eu volte com uma história legal. Está realmente difícil.

Boa sorte a todos. Uma hora ainda encontro um jeito de acabar com isso de uma vez.

Logan escreveu:Respire fundo, relaxa e faça o seguinte: Uma lista de gatilhos! O que te puxa para a pmo? E uma outra lista, essa é importante: A partir do momento que você decidiu largar a pmo, o que você estava fazendo no momento, em que teve o reset? Tava a sós na internet, teve uma fonte de estresse ou tristeza. Faça essas duas listas.

MÉTODO AEIOU esse post como linha auxiliar.

MegaDrive,

O Logan tem razão. Faço minhas as palavras dele.

Para completar: nunca é fácil. A questão do vício é muito complexa e muito difícil cara. Eu já estive nesse lugar em que você está muitas vezes. Muitas vezes mesmo. Todas elas eu me senti um bosta, mas não tem jeito irmão, a não ser voltar e tentar novamente.

Nunca perca de vista que cada dia é uma vitória e os 10 dias que você já tinha alcançado não foram perdidos. Não desanima cara. Por desanimar foi que eu sabotei meu reboot por várias vezes.

Força irmão.

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Hopper
Hopper
Mensagens : 66
Data de inscrição : 31/01/2020
Idade : 22

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 6/7/2020, 00:05
Nos últimos dias voltei a visitar o fórum em busca de alguma inspiração para a minha nova tentativa de reboot. Encontrei o seu diário e só queria dizer que você tem me inspirado bastante. Você é uma pessoa muito melhor do que imagina. Você tem empatia pelos outros em um nível fora do comum. Você também é bem honesto e sincero consigo mesmo, em alguns momentos é bem autocrítico (talvez até demais). Também tem um coração nobre, apesar de todo o problema que já teve e ainda tem com o vício.

Enfim, só queria dizer que torço muito pelo teu sucesso nessa caminhada e acredito que você tenha toda a capacidade para conseguir se livrar dessa praga. Digo isso não apenas pela força interior que percebo em você mas também pelos resultados que você já teve (eu não aguento 1 semana longe há meses, então o que você fez até aqui não foi pouca coisa). Continue lutando, assim como eu e muitos por aqui estão fazendo. Continuarei te acompanhando.

_______________________________________
Acesse meu diário aqui!
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Coma

em 6/7/2020, 10:22
Na verdade são 3.

3 quedas consecutivas.

Isso te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer lutar. Ela te faz se esforçar, te inspira e te faz sair da zona do conforto várias vezes, assim como eu fiz semana passada. Sou alguém muito ansioso e tenho vergonha até de conversar com estranhos. Mandei o foda-se e reuni o maior número de estranhos que consegui numa sala online e fui jogar um game. Há três dias, na tarde antes da queda, está registrado aqui: Eu abri o site de pornografia e parei depois por pura raiva, foi funcional. No fim aprece que somos mesmo incríveis e tudo é possível.
O vício te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer lutar...mas uma hora ela não consegue mais.

Uma hora você é derrotado de um jeito que te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer aceitar. Brigar não adianta mais, queremos poupar-nos do pior e juntar a miséria de energia que ainda temos para executar a tarefa básica de sobreviver. Eu não sei de onde isso vem, pois desde o início do meu vício, em todas as vezes que eu caí, uma parte da minha cabeça sempre queria seguir em frente e se mantinha de pé. Pela primeira vez sinto que essa parte foi abalada. Acordei muito mal hoje, dormi aproximadamente 7h mas mesmo assim me sentia um morto-vivo. Não conseguia raciocinar sobre o que faria durante o dia e até a minha respiração estava ofegante, mesmo estando parado! Por uns instantes eu juro que quis cair, não ver pornografia. Digo cair no sentido que você não se levanta mais depois.

Não sei que momento é esse, onde tudo parece muito escuro. Você questiona tudo e a vida, se um dia terá uma vida normal com uma pessoa, um pouco de dinheiro, um filho e algum lazer, ou se o que te espera para os seus dias é talvez ser encontrado morto no próprio quarto depois de mais uma das últimas quedas. Enquanto tomava café entrei no meu atalho do pânico no celular para enviar uma coisa qualquer aqui ou sei lá. Nem sabia que porcaria escrever, digitava três palavra e apagava depois. Antes de fechar, decidi dar a setinha para trás e abrir o meu diário, por nada mesmo, talvez esperando que alguma cosia acontecesse.

O Hopper apareceu aí. Comecei a ler a mensagem do cara mas não consegui terminar. Comecei a chorar no meio do caminho.

É medo. Eu tenho medo de morrer por isso velho. De sei lá, essa merda evoluir pra uma depressão, eu perder a minha faculdade, decepcionar meus pais, terminar sozinho e acabar sendo encontrado morto aí em qualquer lugar com meia dúzia de cortes nos pulsos. Hoje mesmo já não consigo pegar no livro pra estudar, se continuar assim tudo vira uma bola de neve que eu não conseguiria segurar, por isso preciso tentar de volta.Talvez eu me pressione demais mesmo. Mas é só por querer ter algumas coisas que ainda não tenho e que significam muito.

Mas está difícil dessa vez. Eu agradeço de coração vocês três, Logan, Urso e Hopper. Claro que se eu disser que estou bem,e estarei mentindo, tem uma tristeza bem grande aqui dentro, mas eu vou ver o que faço com ela. Vocês me fizeram lembrar de algo que eu mesmo disse: Parece que os piores momentos são oportunidades para tirarmos alguma coisa, e se caímos no meio do vício, repetirei.

Falta alguma coisa, que talvez não aprenderíamos se não fosse essa queda. Apesar de que nessa queda última queda eu julgo ter caído mais embaixo do que antes, alguma coisa no meio deve ter. No fim, obrigado por tudo. Esse mal é muito forte caras. É ruim ter um tipo de problema que ninguém conhece, ninguém vai atrás e se eu sair falando que tenho serei zoado ou algo parecido. Pelo menos ainda há isso aqui. Como não temos ninguém, parece que temos que nos virar sozinhos, mas muitos sozinhos dão origem a vários. Eu tirarei uma parte do dia para pensar no que fazer, não devo ter muito risco de cair por enquanto, pois perdi mais energia do que o normal na minha última queda. Mas sinto que perdi tanto que talvez todo o resto possa desmoronar. Eu não vou desistir caras, vou seguir em frente.

Mas não vou me enganar...não vou seguir por força de vontade, coragem, dedicação ou algo parecido. É que se eu não seguir, talvez não tenha mais tanto tempo nesse plano mesmo, então é continuar ou continuar.

Obrigado a todos. Que a vida recompense vocês de uma forma que eu sou incapaz de compreender. Me desculpem por tudo..

_______________________________________


Eu tô de volta
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 6/7/2020, 13:37
MegaDrive escreveu:
Spoiler:
Na verdade são 3.

3 quedas consecutivas.

Isso te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer lutar. Ela te faz se esforçar, te inspira e te faz sair da zona do conforto várias vezes, assim como eu fiz semana passada. Sou alguém muito ansioso e tenho vergonha até de conversar com estranhos. Mandei o foda-se e reuni o maior número de estranhos que consegui numa sala online e fui jogar um game. Há três dias, na tarde antes da queda, está registrado aqui: Eu abri o site de pornografia e parei depois por pura raiva, foi funcional. No fim aprece que somos mesmo incríveis e tudo é possível.
O vício te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer lutar...mas uma hora ela não consegue mais.

Uma hora você é derrotado de um jeito que te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer aceitar. Brigar não adianta mais, queremos poupar-nos do pior e juntar a miséria de energia que ainda temos para executar a tarefa básica de sobreviver. Eu não sei de onde isso vem, pois desde o início do meu vício, em todas as vezes que eu caí, uma parte da minha cabeça sempre queria seguir em frente e se mantinha de pé. Pela primeira vez sinto que essa parte foi abalada. Acordei muito mal hoje, dormi aproximadamente 7h mas mesmo assim me sentia um morto-vivo. Não conseguia raciocinar sobre o que faria durante o dia e até a minha respiração estava ofegante, mesmo estando parado! Por uns instantes eu juro que quis cair, não ver pornografia. Digo cair no sentido que você não se levanta mais depois.

Não sei que momento é esse, onde tudo parece muito escuro. Você questiona tudo e a vida, se um dia terá uma vida normal com uma pessoa, um pouco de dinheiro, um filho e algum lazer, ou se o que te espera para os seus dias é talvez ser encontrado morto no próprio quarto depois de mais uma das últimas quedas. Enquanto tomava café entrei no meu atalho do pânico no celular para enviar uma coisa qualquer aqui ou sei lá. Nem sabia que porcaria escrever, digitava três palavra e apagava depois. Antes de fechar, decidi dar a setinha para trás e abrir o meu diário, por nada mesmo, talvez esperando que alguma cosia acontecesse.

O Hopper apareceu aí. Comecei a ler a mensagem do cara mas não consegui terminar. Comecei a chorar no meio do caminho.

É medo. Eu tenho medo de morrer por isso velho. De sei lá, essa merda evoluir pra uma depressão, eu perder a minha faculdade, decepcionar meus pais, terminar sozinho e acabar sendo encontrado morto aí em qualquer lugar com meia dúzia de cortes nos pulsos. Hoje mesmo já não consigo pegar no livro pra estudar, se continuar assim tudo vira uma bola de neve que eu não conseguiria segurar, por isso preciso tentar de volta.Talvez eu me pressione demais mesmo. Mas é só por querer ter algumas coisas que ainda não tenho e que significam muito.

Mas está difícil dessa vez. Eu agradeço de coração vocês três, Logan, Urso e Hopper. Claro que se eu disser que estou bem,e estarei mentindo, tem uma tristeza bem grande aqui dentro, mas eu vou ver o que faço com ela. Vocês me fizeram lembrar de algo que eu mesmo disse: Parece que os piores momentos são oportunidades para tirarmos alguma coisa, e se caímos no meio do vício, repetirei.

Falta alguma coisa, que talvez não aprenderíamos se não fosse essa queda. Apesar de que nessa queda última queda eu julgo ter caído mais embaixo do que antes, alguma coisa no meio deve ter. No fim, obrigado por tudo. Esse mal é muito forte caras. É ruim ter um tipo de problema que ninguém conhece, ninguém vai atrás e se eu sair falando que tenho serei zoado ou algo parecido. Pelo menos ainda há isso aqui. Como não temos ninguém, parece que temos que nos virar sozinhos, mas muitos  sozinhos dão origem a vários. Eu tirarei uma parte do dia para pensar no que fazer, não devo ter muito risco de cair por enquanto, pois perdi mais energia do que o normal na minha última queda. Mas sinto que perdi tanto que talvez todo o resto possa desmoronar. Eu não vou desistir caras, vou seguir em frente.

Mas não vou me enganar...não vou seguir por força de vontade, coragem, dedicação ou algo parecido. É que se eu não seguir, talvez não tenha mais tanto tempo nesse plano mesmo, então é continuar ou continuar.

Obrigado a todos. Que a vida recompense vocês de uma forma que eu sou incapaz de compreender. Me desculpem por tudo..

MegaDrive,

Não vou fazer uma mensagem muito longa. Li seu texto, não sei maiores detalhes do que você passa na sua vida, mas nesse aspecto imagino que somos iguais. Eu sou mais velho que você, no seu perfil aparece que você está com 19 anos. Eu, estou com 32. Então já tropecei bastante. Eu sinto todos esses medos que você descreveu, de acabar sozinho e encontrado morto depois te milhares de quedas na PMO.

Eis algumas coisas que aprendi na minha experiência:
1) NA MAIOR PARTE DO TEMPO VOCÊ NÃO VAI ESTAR ANIMADO PARA LUTAR. A força de vontade some em questão de dias após uma queda, as vezes em minutos. ENTÃO VOCÊ TEM QUE ARRUMAR JEITOS DE NUNCA DAR MOLE PARA PMO.

2) UM DIA POR VEZ. A gente sonha com o dia em que seremos livres e que os nossos contadores serão altos expressivos e a PMO vai ser coisa do passado. Sonhamos com superpoderes, em perdermos a timidez e que transaremos de verdade e mandaremos bem para caramba, sem DE, HOCD, sem ansiedade, etc. CADA UM TEM UM REBOOT DIFERENTE E A GENTE TEM QUE SABER QUAL É O NOSSO. TEMOS QUE TER MUITA PACIÊNCIA E ENTENDER QUE A CONSTRUÇÃO É DIÁRIA. A VITÓRIA DE ONTEM JÁ PASSOU, ELA APENAS INCENTIVA PARA A BUSCARMOS A DE HOJE, MAS NÃO A GARANTE.

3) É HORRIVEL LARGAR A PMO, MAS É MUITO NECESSÁRIO. Quando eu digo que é horrível, porque ela é uma fonte de prazer abundante, gratuita e extremamente acessível. Ela é tudo que o circuito de recompensas mais quer. ENTÃO A MENTE VAI CHORAR QUE NEM UM BEBÊ MIMADO QUANDO VOCÊ COMEÇAR O REBOOT E VAI FAZER DE TUDO PARA TE TRAIR. Você tem um adversário interno que te conhece melhor do que você mesmo e que vai fazer de tudo para de boicotar a cada momento.

4) APESAR DAS DÚVIDAS, SIGA EM FRENTE.

Irmão, não quero cagar regra, enquanto escrevo para você é como se eu estivesse escrevendo para mim mesmo, porque eu preciso me lembrar disso todos os dias, a cada minuto e a cada instante. Sempre que puder volte no texto do TheUnderDog.

Essa escuridão sempre vai estar com a gente, mesmo quando estamos bem, mas temos que ser mais fortes e espertos do que ela para que não nos domine.

Abraço.

P.S. Juro que queria escrever um texto bem menor. Very Happy Embarassed


_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 6/7/2020, 21:24
Urso Polar escreveu:
MegaDrive escreveu:
Spoiler:
Na verdade são 3.

3 quedas consecutivas.

Isso te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer lutar. Ela te faz se esforçar, te inspira e te faz sair da zona do conforto várias vezes, assim como eu fiz semana passada. Sou alguém muito ansioso e tenho vergonha até de conversar com estranhos. Mandei o foda-se e reuni o maior número de estranhos que consegui numa sala online e fui jogar um game. Há três dias, na tarde antes da queda, está registrado aqui: Eu abri o site de pornografia e parei depois por pura raiva, foi funcional. No fim aprece que somos mesmo incríveis e tudo é possível.
O vício te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer lutar...mas uma hora ela não consegue mais.

Uma hora você é derrotado de um jeito que te desgasta tanto que a sua mente não aguenta mais sofrer, ela passa a querer aceitar. Brigar não adianta mais, queremos poupar-nos do pior e juntar a miséria de energia que ainda temos para executar a tarefa básica de sobreviver. Eu não sei de onde isso vem, pois desde o início do meu vício, em todas as vezes que eu caí, uma parte da minha cabeça sempre queria seguir em frente e se mantinha de pé. Pela primeira vez sinto que essa parte foi abalada. Acordei muito mal hoje, dormi aproximadamente 7h mas mesmo assim me sentia um morto-vivo. Não conseguia raciocinar sobre o que faria durante o dia e até a minha respiração estava ofegante, mesmo estando parado! Por uns instantes eu juro que quis cair, não ver pornografia. Digo cair no sentido que você não se levanta mais depois.

Não sei que momento é esse, onde tudo parece muito escuro. Você questiona tudo e a vida, se um dia terá uma vida normal com uma pessoa, um pouco de dinheiro, um filho e algum lazer, ou se o que te espera para os seus dias é talvez ser encontrado morto no próprio quarto depois de mais uma das últimas quedas. Enquanto tomava café entrei no meu atalho do pânico no celular para enviar uma coisa qualquer aqui ou sei lá. Nem sabia que porcaria escrever, digitava três palavra e apagava depois. Antes de fechar, decidi dar a setinha para trás e abrir o meu diário, por nada mesmo, talvez esperando que alguma cosia acontecesse.

O Hopper apareceu aí. Comecei a ler a mensagem do cara mas não consegui terminar. Comecei a chorar no meio do caminho.

É medo. Eu tenho medo de morrer por isso velho. De sei lá, essa merda evoluir pra uma depressão, eu perder a minha faculdade, decepcionar meus pais, terminar sozinho e acabar sendo encontrado morto aí em qualquer lugar com meia dúzia de cortes nos pulsos. Hoje mesmo já não consigo pegar no livro pra estudar, se continuar assim tudo vira uma bola de neve que eu não conseguiria segurar, por isso preciso tentar de volta.Talvez eu me pressione demais mesmo. Mas é só por querer ter algumas coisas que ainda não tenho e que significam muito.

Mas está difícil dessa vez. Eu agradeço de coração vocês três, Logan, Urso e Hopper. Claro que se eu disser que estou bem,e estarei mentindo, tem uma tristeza bem grande aqui dentro, mas eu vou ver o que faço com ela. Vocês me fizeram lembrar de algo que eu mesmo disse: Parece que os piores momentos são oportunidades para tirarmos alguma coisa, e se caímos no meio do vício, repetirei.

Falta alguma coisa, que talvez não aprenderíamos se não fosse essa queda. Apesar de que nessa queda última queda eu julgo ter caído mais embaixo do que antes, alguma coisa no meio deve ter. No fim, obrigado por tudo. Esse mal é muito forte caras. É ruim ter um tipo de problema que ninguém conhece, ninguém vai atrás e se eu sair falando que tenho serei zoado ou algo parecido. Pelo menos ainda há isso aqui. Como não temos ninguém, parece que temos que nos virar sozinhos, mas muitos  sozinhos dão origem a vários. Eu tirarei uma parte do dia para pensar no que fazer, não devo ter muito risco de cair por enquanto, pois perdi mais energia do que o normal na minha última queda. Mas sinto que perdi tanto que talvez todo o resto possa desmoronar. Eu não vou desistir caras, vou seguir em frente.

Mas não vou me enganar...não vou seguir por força de vontade, coragem, dedicação ou algo parecido. É que se eu não seguir, talvez não tenha mais tanto tempo nesse plano mesmo, então é continuar ou continuar.

Obrigado a todos. Que a vida recompense vocês de uma forma que eu sou incapaz de compreender. Me desculpem por tudo..

MegaDrive,

Não vou fazer uma mensagem muito longa. Li seu texto, não sei maiores detalhes do que você passa na sua vida, mas nesse aspecto imagino que somos iguais. Eu sou mais velho que você, no seu perfil aparece que você está com 19 anos. Eu, estou com 32. Então já tropecei bastante. Eu sinto todos esses medos que você descreveu, de acabar sozinho e encontrado morto depois te milhares de quedas na PMO.

Eis algumas coisas que aprendi na minha experiência:
1) NA MAIOR PARTE DO TEMPO VOCÊ NÃO VAI ESTAR ANIMADO PARA LUTAR. A força de vontade some em questão de dias após uma queda, as vezes em minutos. ENTÃO VOCÊ TEM QUE ARRUMAR JEITOS DE NUNCA DAR MOLE PARA PMO.

2) UM DIA POR VEZ. A gente sonha com o dia em que seremos livres e que os nossos contadores serão altos expressivos e a PMO vai ser coisa do passado. Sonhamos com superpoderes, em perdermos a timidez e que transaremos de verdade e mandaremos bem para caramba, sem DE, HOCD, sem ansiedade, etc. CADA UM TEM UM REBOOT DIFERENTE E A GENTE TEM QUE SABER QUAL É O NOSSO. TEMOS QUE TER MUITA PACIÊNCIA E ENTENDER QUE A CONSTRUÇÃO É DIÁRIA. A VITÓRIA DE ONTEM JÁ PASSOU, ELA APENAS INCENTIVA PARA A BUSCARMOS A DE HOJE, MAS NÃO A GARANTE.

3) É HORRIVEL LARGAR A PMO, MAS É MUITO NECESSÁRIO. Quando eu digo que é horrível, porque ela é uma fonte de prazer abundante, gratuita e extremamente acessível. Ela é tudo que o circuito de recompensas mais quer. ENTÃO A MENTE VAI CHORAR QUE NEM UM BEBÊ MIMADO QUANDO VOCÊ COMEÇAR O REBOOT E VAI FAZER DE TUDO PARA TE TRAIR. Você tem um adversário interno que te conhece melhor do que você mesmo e que vai fazer de tudo para de boicotar a cada momento.

4) APESAR DAS DÚVIDAS, SIGA EM FRENTE.

Irmão, não quero cagar regra, enquanto escrevo para você é como se eu estivesse escrevendo para mim mesmo, porque eu preciso me lembrar disso todos os dias, a cada minuto e a cada instante. Sempre que puder volte no texto do TheUnderDog.

Essa escuridão sempre vai estar com a gente, mesmo quando estamos bem, mas temos que ser mais fortes e espertos do que ela para que não nos domine.

Abraço.

P.S. Juro que queria escrever um texto bem menor. Very Happy Embarassed


Valeu pela força, nem esquente com o tamanho do texto, pode escrever um monte que eu leio mesmo Hehe

Vou me organizar de volta e ir tentando fazer as coisas acontecerem aos poucos mesmo. Voltei ao pé da escada, mas paciência. Também consegui pensar bastante durante o dia e vou seguir em frente mesmo, estou melhor do que de manhã. Apesar disso, uma queda hoje de noite e eu possivelmente estarei destruído, então muito cuidado. O texto cai como uma luva, irei revê-lo. Obrigado por tudo cara, sei que no fim das contas repetir esse monte de coisa para mim acaba te ajudando por tabela, mas o silêncio talvez não teria feito eu tentar o reboot novamente hoje. Escutarei os seus conselhos, antes de mais nada. Um abraço amigo, fique com Deus.

_______________________________________


Eu tô de volta

Urso Polar gosta desta mensagem

Hopper
Hopper
Mensagens : 66
Data de inscrição : 31/01/2020
Idade : 22

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 6/7/2020, 21:29
Independentemente do quão mal você está se sentindo, saiba que pessoas aqui do fórum já estiverem em situação pior e ainda sim conseguiram ter sucesso no reboot. Eu entendo como é estar na merda. Nesses momentos parece que tudo é escuridão e não conseguimos conceber uma forma de sair da lá. Acredito que quase todos que já tentaram o reboot já passaram por isso.  Eu mesmo, há não mais que uma semana atrás, me sentia assim também, e essa escuridão foi o que me motivou a tentar de novo com mais força e seriedade,  e hoje estou batendo uma marca que já não atingia a meses.  Acho que esses momentos negros e de fracasso fazem parte, afinal não estamos tentando fazer algo fácil, estamos tentando nos livrar de um vício.

Aqui:
55984737981
está o meu número de WPP, caso queira alguém para trocar uma ideia.

_______________________________________
Acesse meu diário aqui!
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 7/7/2020, 09:50
JohnPaulJones escreveu:Independentemente do quão mal você está se sentindo, saiba que pessoas aqui do fórum já estiverem em situação pior e ainda sim conseguiram ter sucesso no reboot. Eu entendo como é estar na merda. Nesses momentos parece que tudo é escuridão e não conseguimos conceber uma forma de sair da lá. Acredito que quase todos que já tentaram o reboot já passaram por isso.  Eu mesmo, há não mais que uma semana atrás, me sentia assim também, e essa escuridão foi o que me motivou a tentar de novo com mais força e seriedade,  e hoje estou batendo uma marca que já não atingia a meses.  Acho que esses momentos negros e de fracasso fazem parte, afinal não estamos tentando fazer algo fácil, estamos tentando nos livrar de um vício.

Aqui:
55984737981
está o meu número de WPP, caso queira alguém para trocar uma ideia.

É isso aí, a gente vai levando. Deixei uma mensagem lá no seu wpp. Valeu pela força!

_______________________________________


Eu tô de volta
avatar
VidaAcabada
Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/07/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Vicio em pornografia travesti

em 7/7/2020, 11:26
Sou um viciado em pornografia travesti desde meus 11 anos aos 15 tive HOCD fortíssimo so que parei de me importar, o vício continuou mas nao ligava mais pro medo de ser gay sabe, ate que chegou um momento que eu ja tinha zerado todos os vídeos de travestis tipo ja tinha visto todos os fetiches entao comecei a me imaginar sendo passivo com uma trans ou uma mulher cm aquelas sintas e tipo comecei sentir umas especie de prazer anal so que sem penetração sabe comecei sentir muito mais prazer .


Porém isso me deixa MUITO enrustido porque nao quero ser aqueles caras que saem com travestis e que enfiam objetos em si , isso me deixa muito triste mesmo .

Quero saber se isso tem volta com o reboot ou meu destino será ser um passivo angustiado? Estou muito preocupado porque eu sempre senti atração por mulheres e agora eu to sentindo uma coisa no ânus sei la diferente to com muito medo de virar gay so queria ter minha sexualidade como sempre foi por favor me ajudem
MegaDrive
MegaDrive
Mensagens : 179
Data de inscrição : 05/06/2020

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 7/7/2020, 15:38
VidaAcabada escreveu:Sou um viciado em pornografia travesti desde meus 11 anos aos 15 tive HOCD fortíssimo so que parei de me importar, o vício continuou mas nao ligava mais pro medo de ser gay sabe, ate que chegou um momento que eu ja tinha zerado todos os vídeos de travestis tipo ja tinha visto todos os fetiches entao comecei a me imaginar sendo passivo com uma trans ou uma mulher cm aquelas sintas e tipo comecei sentir umas especie de prazer anal so que sem penetração sabe comecei sentir muito mais prazer .


Porém isso me deixa MUITO enrustido porque nao quero ser aqueles caras que saem com travestis e que enfiam objetos em si , isso me deixa muito triste mesmo .

Quero saber se isso tem volta com o reboot ou meu destino será ser um passivo angustiado? Estou muito preocupado porque eu sempre senti atração por mulheres e agora eu to sentindo uma coisa no ânus sei la diferente to com muito medo de virar gay so queria ter minha sexualidade como sempre foi por favor me ajudem

Bem-vindo ao fórum cara, foi bom ter tido a força de vontade para aparecer aqui. Primeiramente, você já sabe que a pornografia causa sim distorções na sua sexualidade. Eu não estou dizendo que tudo isso é falso e é apenas fruto do seu vício, o que eu faria na sua pele é o seguinte: tentar entender. Digo isso porque também tive perturbações nesse sentido, mas tenho certeza que a razão delas foram justamente o meu vício.

Saiba que esse tal "prazer" que sente também pode ser apenas um delírio da sua própria cabeça. Vício em pornografia é uma autêntica merda e você precisa urgentemente largar esse lixo. Tire um pouco do seu tempo e faça uma proposta para si mesmo: "Eu vou parar com essa merda". Esse lugar aqui que comentou é o meu diário, vê que temos uma interação bem daora com a galera do fórum, mas se você quiser fazer o reboot (eu definitivamente espero que sim), abra o seu próprio diário e lá relate o que tem acontecido. Eu não sei, há uma sessão aqui sobre histórias de sucesso de recuperados e muitos deles falam que esses delírios de gostar de coisas diferentes são recuperados posteriormente,. O que vale mesmo é tetnar.

Não consigo encontrar nenhum motivo plausível para você não tentar o reboot, pior não ficará. Se você diz gostar definitivamente de mulheres, assim como eu, diria que tudo isso é invenção do seu vício, inclusive esse prazer no ânus aí. Mas para evitar qualquer transtorno, faça o reboot que a sua mente voltará ao normal. Há a sessão de ajuda aqui no fórum com muitas orientações. Na verdade eu duvido que você vá ler todas elas antes de começar a recuperação, mas no dia que for necessário, não se esqueça que elas estão lá. Outros membros também podem te ajudar quando você abrir o seu diário. Boa sorte companheiro, fique com Deus.

_______________________________________


Eu tô de volta
Logan
Logan
Mensagens : 194
Data de inscrição : 22/10/2017

O que eu senti é ódio  - Página 4 Empty Re: O que eu senti é ódio

em 7/7/2020, 15:48
VidaAcabada escreveu:Sou um viciado em pornografia travesti desde meus 11 anos aos 15 tive HOCD fortíssimo so que parei de me importar, o vício continuou mas nao ligava mais pro medo de ser gay sabe, ate que chegou um momento que eu ja tinha zerado todos os vídeos de travestis tipo ja tinha visto todos os fetiches entao comecei a me imaginar sendo passivo com uma trans ou uma mulher cm aquelas sintas e tipo comecei sentir umas especie de prazer anal so que sem penetração sabe comecei sentir muito mais prazer .


Porém isso me deixa MUITO enrustido porque nao quero ser aqueles caras que saem com travestis e que enfiam objetos em si , isso me deixa muito triste mesmo .

Quero saber se isso tem volta com o reboot ou meu destino será ser um passivo angustiado? Estou muito preocupado porque eu sempre senti atração por mulheres e agora eu to sentindo uma coisa no ânus sei la diferente to com muito medo de virar gay  so queria ter minha sexualidade como sempre foi por favor me ajudem

Já tive desejo por mulheres transexuais. Apos ficar 117 dias sem consumir pornografia, perdi o desejo completamente. Então fique no mínimo 90 dias sem pornografia e masturbação, isso enfraquece ou elimina os desejos e fetiches.

_______________________________________
Diário: MODO ULTRA HARD

Reboot NoPMO e NoFap = 117 dias!
Metal atual: MODO ULTRA HARD = NoPMO, NoFap e não me deixar dominar por "pensamentos" fazer uma faxina no cérebro.

-
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum