Ir em baixo
avatar
loucopig
Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/06/2020
Idade : 20
Localização : Medianeira, PR

Diário Louco Empty Diário Louco

em 13/6/2020, 23:32
Olá, amigos rebooters. Sou novo por aqui no Fórum Como Parar, mas não sou tão novinho no processo Reboot. Contando com essa são 5 vezes que eu tento começar, mas nunca comecei sério mesmo, nem tentei o suficiente, ou fiz da maneira correta. Tanto é que eu não tinha entrado no fórum, por pensar que era perda de tempo ficar lendo histórias dos outros.
    Bom, estou no PMO há quase 10 anos (desde 2010), com meus 11 anos de idade. Tive meu primeiro contato através de um amigo mais velho (ele devia ter uns 14 ou 15 anos) que me mostrou o primeiro vídeo que eu vi. Na verdade, que eu me lembre, foi a primeira vez que eu vi uma mulher nua com exceção da minha mãe, kkkk. Acho que foi isso que me marcou tanto. Demorou algum tempo que não me lembro quando, mas por ali também foi que minha mãe comprou um computador e colocou internet em casa. Em uma vez que fiquei sozinho (o PC ficava na sala), me deu curiosidade e até certo tesão, digamos assim, por ver novamente aquele vídeo e, não deu outra, amei aquilo. Foi, na verdade, muito forte pra mim porque foi a primeira vez que eu vi uma mulher nua, a primeira vez que eu pensava em sexo, que eu via sexo e, principalmente, foi ali que eu fiz M e gozei pela primeira vez. Isso foi pouco antes de eu ter meu primeiro beijo, o que de certa forma alimentou muito essa vontade (algo parecido, se é que não for, o efeito Caçador).
    Desde então, foram 9 anos em que, o máximo de tempo que fiquei limpo de P foram 2 semanas, e sem MO foi menos ainda, talvez 4 ou 5 dias. Durante 4 ou 5 desses anos, eu não me preocupei. Não parecia me afetar negativamente, e essa vontade gigante que eu descobri em mim (taradão mesmo kkkkk) me fez iniciar minha vida sexual cedo demais, com 14 anos, mas, em compensação, fiquei muito tempo depois sem transar de novo, o que me alimentava mais ainda a vontade de me acabar em PMO.
Nos meus dias, me acostumei tanto à MO que praticamente tudo no meu dia virou gatilho, porque, depois de 5 ou 6 anos, eu já tinha me M depois de ter feito qualquer coisa. Então, meu cérebro, hoje, associa PMO a qualquer coisa: estudar, ficar ocioso, mexer no celular ou PC, falar com minha mina (estou namorando há 2 anos e meio), arrumar a casa, dormir, banhar, usar o sanitário, etc etc etc. Essa é minha maior dificuldade atualmente.
    Comecei a me preocupar com a minha situação aos 16 anos, quando me vi entrando num quadro de TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada) que eu não sabia de onde vinha. Analisando um pouco melhor, desconfiei que tivesse a ver. Eu passei a procrastinar tudo, tudo mesmo. Desde os meus 13 namorei demais também. Devo ter tido de uma a duas namorada por ano, e a que tinha durado mais tempo tinha sido aos 13 anos, durante 8 meses, e foi uma relação bem abusiva que eu era bem capacho, não tinha atitude (ela jogava isso na minha cara, e eu não sabia como reagir).
    O vício foi, aos poucos, me sabotando e me enfraquecendo. Eu era extremamente alegre e ativo quando menor. Amava conversar com as pessoas e, apesar de ter muuuuita timidez com garotas (timidez essa que me forcei a perder, e perdi um pouco, ao menos), eu gostava de conversar com as pessoas, especialmente mais velhas, que sabiam mais e eram mais maduras. Todos diziam que eu era muito maduro. Isso, depois da PMO, se perdeu demais. Eu sempre cantei na igreja e, graças a Deus, as pessoas sempre me elogiaram por beleza física, ou pela voz, ou por saber cantar, etc etc. Mas, mesmo assim, a PMO me fez chegar a um ponto que eu pensava que as pessoas apenas estavam sendo legaizinhas comigo. E desacreditei totalmente de mim.
    De 2017 para cá foi que deslanchou tudo. Terminei o Ensino Médio em 2017, perdidinho e vendo todo mundo decolando já. Eu era um ótimo aluno em questão de notas (de notas, apenas kkkk) e agora estava parado. Iniciei 2018 com o pé esquerdo nesse sentido. Nesse ano (2018) também que comecei a namorar com a minha atual companheira e eu não soube lidar bem com isso pois já não estava bem comigo mesmo. Entre Março e Junho, passei 3 meses na França, NA FRANÇA, e devido ao meu estado emocional, quase detonei meu recém-iniciado relacionamento e ainda não aproveitei minha viagem. Quase não saía de casa. NA FRANÇA. Fico me perguntando como isso! Mas, a PMO simplesmente me derrubava todos os dias, até 5 vezes por dia.
2019 melhorou em alguns aspectos, já que comecei a faculdade. Passei na Federal, graças a Deus, e isso me animou um pouco, mas me trouxe algumas dificuldades. Com minha atual, desde o início, tivemos um namoro quase 70% a distância. Depois que transamos pela primeira vez (foi a primeira dela e, como eu não fazia a muito tempo, e nunca tinha sido tão intenso e lindo, considero como minha primeira também), nos separamos, então, nossa vida sexual não era constante e isso me afundou ainda mais na PMO, escalando pra gêneros de vídeos que eu nunca me imaginei assistindo. Desde Lesbian (normal) até BDSM, estupro (simulado, é claro), Pissing, Deep Throat, Anal destruction, Prolapse, shitting e até umas mais bizarras de BDSM e zoofilia que achei num navegador anônimo que encontrei.
    Encontrei o Reboot ano passado (2019),e até comprei o Programa Revert, mas nunca segui a sério tudo. Instalei bloqueadores, mas não todos. Troquei algumas atividades, mas não todas. Não troquei meu Mindset, nem sequer abri esse Fórum, apesar de saber da existência dele. Mas, eu simplesmente racionalizava demais, confiava na minha mente, e caía a cada, tipo, 4 dias. O máximo que eu fiquei limpo foi, justamente, numa dessas vezes que tentei o Reboot. Agora, depois de quase um ano tentando errado e desistindo, decidi começar como se nunca tivesse tentado, mas tentar de verdade. Tenho contado para a minha namorada quase que desde que começamos a namorar que eu tinha problemas com PMO, mas nunca especifiquei tanto. Recentemente, abri o jogo de verdade, pedi ajuda para ela me acompanhar e tenho tentado um pouco mais honrá-la (assistir P é sim um desrespeito a ela) e até ser um namorado melhor, mais confiante, mais vivo e mais potente sexualmente.
    Os problemas que tenho devido a PMO: ansiedade generalizada, insônia (um pouco por causa da PMO), objetivação das mulheres, excitação com qualquer coisa (mas excitação apenas mental, porque meu pênis mesmo, não está mais sensível), desejo todas as garotas, mas não consigo subir direito nem com minha mina, as vezes tenho ER e as vezes EP (sim, é confuso, mas os dois me atingem), estou suspeitando que eu esteja em depressão (apesar de meu terapeuta dizer que desconsidera isso e que talvez seja apenas uma tristeza causada pela TAG), não tenho energia para estudar, para organizar meu dia, para ir à igreja, para cantar, me sinto culpado e pecador (perante meu Deus), minha vida espiritual quase que não existe mais e sim, cheguei a pensar em suicídio diversas vezes.
    Agora, comecei com o pé direito, como deveria ser. Espalhei a senha dos bloqueadores pelos 25 livros que tenho, entreguei a lista da sequência dos livros e páginas para a minha mina (nem isso eu tenho acesso), coloquei bloqueadores no meu celular que me privem apenas da pornografia (faço facul de Ciência da Computação, então preciso de acessos especiais no PC e celular e na internet, aprendo como funciona e isso me dá um poder maior sobre os bloqueadores, por isso, tive de procurar alguns mais difíceis de burlar), criei minha conta no Fórum de já li algumas histórias, e até pedi que minha mina também se envolvesse um pouco mais, pra que pudesse me entender melhor. Vi que tem um tópico aqui para as minas de Rebooters, né? Achei bem legal. Enfim. Estou confiante, apesar de que, ainda, bastante afetado pelos efeitos do vício.




Ronan123
Ronan123
Mensagens : 13
Data de inscrição : 12/06/2020

Diário Louco Empty Re: Diário Louco

em 13/6/2020, 23:46
Parabéns pelos seus 7 dias!
PMO realmente acaba com a gente,sua história lembra um pouco a minha. Também já me peguei pesquisando cada coisa absurda na internet. Forças na sua caminhada,Tmj.

_______________________________________
avatar
loucopig
Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/06/2020
Idade : 20
Localização : Medianeira, PR

Diário Louco Empty É não desistir

em 15/6/2020, 19:03
Ronan123 escreveu:Parabéns pelos seus 7 dias!
PMO realmente acaba com a gente,sua história lembra um pouco a minha. Também já me peguei pesquisando cada coisa absurda na internet. Forças na sua caminhada,Tmj.

Obrigado, colega. É, é uma situação bizarra e que prende a gente de uma forma inexplicável. Obrigado pela torcida. Forças a você também. Tmj aí rumo à liberdade

_______________________________________


Acompanhe-me no meu diário:
https://www.comoparar.com/t10668-diario-louco

"Eu reconheço que, para Ti, nada é impossível e que nenhum dos Teus planos pode ser impedido." Jó 42:2
avatar
loucopig
Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/06/2020
Idade : 20
Localização : Medianeira, PR

Diário Louco Empty Dia 9

em 15/6/2020, 19:26
Hoje eu tinha completado 4 dias sem MO. Disse tinha porque, como minha namorada e eu moramos distantes, o sexo que podemos ter é em ligação, que envolve MO. De qualquer forma, não estou fazendo em modo hard, mas estou me desafiando a ficar sem MO praticado sozinho. Isto me deixava muito mal quanto a PMO, fora que eu fazia tanto que doía. Quando eu faço MO com a minha namorada me sinto incomparavelmente melhor. Lógico que não compara com sexo real, mas é o que temos no momento. Não sei se isso é uma má ideia durante o Reboot, mas segundo o Programa Revert, não preciso necessariamente parar com MO, apenas diminuí-la para um tanto saudável (ou minimamente saudável, chego a duvidar que MO seja realmente saudável) e não fantasiar.
Quanto ao que estou sentindo, um pouco ainda da "dormência" do estado do vício, mas bem menos do que antes. Acho que, na verdade, porque tenho dormido pouco. Mas, já estou com um pouco mais de disposição para sair com amigos, jogar bola, malhar, fazer yoga (sim, comecei, pra aliviar a ansiedade, principalmente nesse tempo de abstinência). Ainda sinto bastante falta de motivação e ainda estou treinando minha força de vontade. Minhas orações se tornaram mais frequentes, sinceras e com menos culpa e tenho conseguido realizar alguns feitos no âmbito espiritual pra com Deus. Devido à falta de PMO, estou com bastante insônia. As vezes acordo a noite, só que estou bem mais determinado a vencer esta p*%%@.

_______________________________________


Acompanhe-me no meu diário:
https://www.comoparar.com/t10668-diario-louco

"Eu reconheço que, para Ti, nada é impossível e que nenhum dos Teus planos pode ser impedido." Jó 42:2
Mateus97
Mateus97
Mensagens : 192
Data de inscrição : 13/05/2020
Idade : 17

Diário Louco Empty Re: Diário Louco

em 15/6/2020, 23:22
Parabéns pela iniciativa, gosto de ler este fórum pois é muito fácil se sentir compreendido aqui pois todo mundo costuma passar por situações parecidas. Assim como você eu sou um cara de boas notas(apenas boas notas) e por causa da PMO eu acabo procrastinando tudo, até agora não fiz nenhum atividade que a escola me passou para fazer. E por causa disso sinto que vou ser deixado para trás quando acabar o ensino médio(estou no 3º). Apesar de nunca ter ido a um psicólogo, eu me identifico com muitos que tem TAG, inclusive já tive problemas com HOCD, cujo veio superando aos poucos nos últimos meses.
A partir de hoje estou vou lutar sério contra PMO. Já estou planejando uma série de atividades para me manter ficado o tempo todo.
Recomendo fazer o reboot no modo hard pelo menos nos primeiros 30 dias. Quando você faz MO, é muito fácil, e provável, que você fantasie com cenas e imagens já vistas na P, e isso facilita com que você tenha uma recaída e demora um pouco mais para a sua mente se limpar da P. Claro que em qualquer modo é válido, mas o modo hard é o mais eficiente e com resultados ainda mais significativos.

_______________________________________


Metas: 7 dias()    15 dias ()   30 dias()   60 dias()   90 dias()    120 dias()   180 dias()     300 dias()
record atual: 28 dias.
Outras marcas: 21 dias, 11 dias.

Meu diário>> Diário do Mateus
avatar
loucopig
Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/06/2020
Idade : 20
Localização : Medianeira, PR

Diário Louco Empty Dia 11

em 18/6/2020, 08:06
Estou no dia 11. As vezes eu passo aqui no Fórum e só leio as histórias, esquecendo de postar a minha. Mas, vai estar aí alguma coisa, kkkkk.
Eu achei que poderia fazer o Reboot normalmente. Tinha decidido continuar com MO, mas apenas se fosse com minha namorada (estamos distantes, por isso o sexo real não rola). Mas, percebi que mesmo MO com ela me era um gatilho fortíssimo. Observei também que, talvez, só talvez, eu seja mais viciado em MO do que em P, já que quando eu não tinha acesso à P, eu me refugiava na MO. Tanto é que eu tive algumas sensações desconfortáveis e até doloridas algumas vezes de tanta MO.
Juntando isso a princípios bíblicos (sou cristão), decidi, junto com minha namorada, resetar tudo. Aproveitar que estou bem rígido comigo mesmo para sair dessa situação, decidi fazer no modo hard, não somente nos dias do Reboot, mas decidi que não quero mais P, ou MO. Apenas o sexo real. Não sei o porquê de alguns médicos recomendarem a MO para as pessoas, mas eu não recomendo a ninguém.
Quanto à minha vida em geral, hoje é o terceiro dia que tento construir uma rotina diária pra que eu não fique ocioso sem motivo. Está me deixando mais motivado, e a cada dia estou um pouco menos triste. Já há uns 9 dias que eu não me sinto angustiado como antes. Ainda estou bastante ansioso, mas comecei a praticar a meditação, além dos meus momentos de oração, inclusive junto com a minha namorada, que tem me apoiado nessa jornada. Também, voltei a malhar sistematicamente. Estou estudando durante toda a manhã, especialmente durante a pandemia, e estou me sentindo cada vez mais motivado.

_______________________________________


Acompanhe-me no meu diário:
https://www.comoparar.com/t10668-diario-louco

"Eu reconheço que, para Ti, nada é impossível e que nenhum dos Teus planos pode ser impedido." Jó 42:2
avatar
loucopig
Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/06/2020
Idade : 20
Localização : Medianeira, PR

Diário Louco Empty Resetei

em 22/6/2020, 08:57
Cara. De sábado para domingo foi tenso. Foi um desculpa, mas mesmo assim. Eu acho que tive uma crise de abstinência e fiquei bastante ansioso. Passei um pouco mal do estômago e não consegui dormir cedo, como eu precisava, pois não tinha dormido bem outros dias passados. Daí, cometi o erro de ficar ouvindo playlists de funk. Pensa numa musiquinha pra mexer comigo é essa. Enfim. Acabei com dor de cabeça, muito sono mas sem conseguir dormir. E isso me deixou ansiosíssimo, porque eu queria descansar e não conseguia. Até que recorri à MO pra poder cansar o corpo e dormir (às vezes eu fazia isso antes). Só que, o celular da minha mãe estava moscando na mesa e eu acabei por me aproveitar dele e fiz 3 vezes seguidas vendo PMO, o que me deixou com dor no pênis, mais dor de cabeça ainda, mal-estar, aquela deprezinha de leve e acabou que não dormi foi de jeito nenhum. Consegui pregar o olho às 5h30, muito mal.

Estou recomeçando e, com muita vergonha, acho que vou ter que pedir à minha mãe que não me empreste o celular quando eu estiver sozinho ou que não o deixe moscando assim. Ao menos, por enquanto. Mas, isso é muito vergonhoso e humilhante.

De qualquer forma, não vou desistir. Agora, já sei algumas estratégias que funcionam comigo e meu dia está bastante cheio de atividades e já estou me sentido mais útil, mesmo que a PMO ainda esteja me sugando energias, mas eu estou tentando canalizar o que restou de força de vontade e energia pra poder VIVER a minha vida, e não vê-la passar.

_______________________________________


Acompanhe-me no meu diário:
https://www.comoparar.com/t10668-diario-louco

"Eu reconheço que, para Ti, nada é impossível e que nenhum dos Teus planos pode ser impedido." Jó 42:2
BichoPiruleta
BichoPiruleta
Mensagens : 42
Data de inscrição : 24/08/2018

Diário Louco Empty Re: Diário Louco

em 22/6/2020, 23:17
loucopig escreveu:Cara. De sábado para domingo foi tenso. Foi um desculpa, mas mesmo assim. Eu acho que tive uma crise de abstinência e fiquei bastante ansioso. Passei um pouco mal do estômago e não consegui dormir cedo, como eu precisava, pois não tinha dormido bem outros dias passados. Daí, cometi o erro de ficar ouvindo playlists de funk. Pensa numa musiquinha pra mexer comigo é essa. Enfim. Acabei com dor de cabeça, muito sono mas sem conseguir dormir. E isso me deixou ansiosíssimo, porque eu queria descansar e não conseguia. Até que recorri à MO pra poder cansar o corpo e dormir (às vezes eu fazia isso antes). Só que, o celular da minha mãe estava moscando na mesa e eu acabei por me aproveitar dele e fiz 3 vezes seguidas vendo PMO, o que me deixou com dor no pênis, mais dor de cabeça ainda, mal-estar, aquela deprezinha de leve e acabou que não dormi foi de jeito nenhum. Consegui pregar o olho às 5h30, muito mal.

Estou recomeçando e, com muita vergonha, acho que vou ter que pedir à minha mãe que não me empreste o celular quando eu estiver sozinho ou que não o deixe moscando assim. Ao menos, por enquanto. Mas, isso é muito vergonhoso e humilhante.

De qualquer forma, não vou desistir. Agora, já sei algumas estratégias que funcionam comigo e meu dia está bastante cheio de atividades e já estou me sentido mais útil, mesmo que a PMO ainda esteja me sugando energias, mas eu estou tentando canalizar o que restou de força de vontade e energia pra poder VIVER a minha vida, e não vê-la passar.

Parabéns pela iniciativa mano, nunca ouvi falar de alguem que venceu algum vício sem nunca recair, devemos aprender com os erros e seguir em frente, desistir JAMAIS!!
"As oportunidades de mudanças estão no presente, não espere o futuro mudar a sua vida, porque o futuro será uma consequência do presente".
CORRIDA hoje... VITÓRIA amanhã!

_______________________________________


Meu diário: https://www.comoparar.com/t10702-reboot-e-estilo-de-vida

loucopig gosta desta mensagem

avatar
loucopig
Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/06/2020
Idade : 20
Localização : Medianeira, PR

Diário Louco Empty NÃO SE AFASTEM DO FÓRUM

em 30/6/2020, 10:41
RECOMEÇANDO...
    Eu fiquei distante do fórum esses dias, até porque estava fora de casa e usei isso como desculpa para não precisar entrar. Isso me enfraqueceu demais. Resetei mais duas vezes nesses 9 dias. Ficar longe de histórias de pessoas que estão passando pelo mesmo, por mais que dê a impressão de que não há problema nisso, te deixa desfocado. Você se torna mais suscetível a desistir.
    Todas as vezes que eu reseto o que vem à minha mente é: ah, me M uma vez, vou fazer logo mais uma pra compensar. Na verdade, é que há algum tempo que O apenas uma vez já não me satisfaz. Preciso de O umas duas ou três vezes seguidas pra que eu fique "tranquilo", mas, em compensação, o meu pênis fica doendo bastante e eu fico naquela letargia e preguiça que não acabam, fora o sentimento depressivo, a culpa perante Deus e perante minha mina.
    Minha mina tem me acompanhado um pouco. Não tão de perto como eu gostaria. Acho que fico projetando nela uma pessoa que vai ficar me cobrando pra que eu fique me lembrando e não desista. Acho que me acostumei com minha mãe no meu pé com as coisas da vida, mas, obviamente, ela não é minha mãe. Mas, talvez por causa dessa pequena distância que eu gostaria que não houvesse entre ela e esse meu problema é que, toda vez que eu caio, fico com muuuuito receio de contar a ela. As vezes, vem na boca pra falar, mas eu quase que me engasgo e não falo. É horrível essa sensação de se estar segurando vômito de palavras.
    Ontem, além de resetar sozinho, minha mina se M comigo. Eu gosto bastante quando isso acontece, pq eu não faço sozinho, mas, como eu disse outro dia, estou desconfiando que isso também tem despertado vontade de voltar ao vício.
    Cara, eu comecei a me M junto com P. Desde o início, as duas andaram juntas. Talvez, só talvez, meu cérebro linkou uma coisa na outra. Agora, TALVEZ, eu não possa mais me masturbar sem que isso me interprete que estou retornando ao vício.

    Devido a isso tudo, decidi fazer o Reboot no modo hard. Mas, para vocês aí, o que me dizem? ------ Eu e minha mina estamos longe um do outro. Não podemos ter sexo real. E ela sente muita vontade. Ela é bastante como eu, tem muita libido. --------- Se ela me pedir pra MO com ela, eu devo fazer, sendo que estou no modo hard? ------- Eu também descobri que ela tem MO desde muito tempo, mas que não é frequente, na verdade, era, tipo, uma vez ao mês, e fico me perguntando se eu deveria sugerir a ela que fizesse um "reboot" comigo. Só não quero cair no erro de cobrar dela algo que eu deveria fazer só pra que eu me sinta menos responsável.

_______________________________________


Acompanhe-me no meu diário:
https://www.comoparar.com/t10668-diario-louco

"Eu reconheço que, para Ti, nada é impossível e que nenhum dos Teus planos pode ser impedido." Jó 42:2
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum