Ir em baixo
avatar
Dormiens
Mensagens : 3
Data de inscrição : 15/06/2020
Idade : 24

Diário de um recém reconhecido Empty Diário de um recém reconhecido

em 15/6/2020, 17:51
Nunca pensei que fosse tão difícil parar com a P

Tenho 24 anos e comecei a utilizar a pornografia lá pelos 13 anos quando ganhei meu primeiro computador, era ficar um tempo sozinho em casa que já partia pros sites porno pra ver aquilo que eu achava tão impossível ter na vida real, ser gay é muitas vezes ter sua sexualidade amadurecida muito antes da sua afetividade, não ter relacionamentos na escola e não ter nenhuma referencia gay durante toda minha adolescência me fez buscar na pornografia todo o conhecimento que eu poderia adquirir, até que isso se perdeu e eu me tornei apenas mais um viciado, que cada vez mais ia atras de novas categorias.

Sexo em publico, gay, bissexual, lésbico, porno hétero, todas as formas eu consumia e cada vez buscando mais. sempre tive muita dificuldade de me relacionar afetivamente com as pessoas e conforme fui envelhecendo fui percebendo o quão grande era aquilo que eu achava que era apenas um problema de timidez. O simples ato de trocar olhares com alguém em uma festa me deixava aterrorizado, o que por muito tempo me impediu de frequentar esses espaços.

Recentemente comecei a questionar mais os meu princípios e questionar a podridão da industria pornográfica e como ela agride diariamente tantas pessoas, mas ainda assim, justificava meu vicio no ponto de "consumo mais pornografia gay e caseira, então não tem tanta misoginia e abuso assim" porém eu fui percebendo o quão problemático era ainda assim toda a questão da pornografia gay e como eu estava realmente viciado em tudo isso. Todos os dias, horas perdidas procurando o melhor vídeo para então me masturbar, produtividade perdida, pois no meio das minhas atividades diárias, até mesmo no trabalho, eu parava pra correr ao banheiro e ver pornô. Só então esse ano, eu realmente assumi que tinha um problema e iniciei os estudos sobre tudo isso, cheguei aqui nesse fórum e resolvi escrever isso agora porque nesse momento estou em crise de abstinência, estou sentindo calafrios e acredito que morar sozinho não ajuda, estou com uma vontade absurda de apenas abrir o twitter e procurar alguma página qualquer e passar horas ali, mas abir o contador e ver que estou a 11 dias sem ver porno me da um puxão de orelha e eu percebo que não devo. Então é isso, talvez eu volte aqui para atualizar meu progresso ou talvez não volte, mas fico muito feliz de saber que existe uma rede de apoio como esse fórum para pessoas que estão passando por problemas como o nosso

Xoxo D.


Última edição por Dormiens em 18/6/2020, 09:59, editado 2 vez(es)
0126
0126
Mensagens : 30
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário de um recém reconhecido Empty Re: Diário de um recém reconhecido

em 15/6/2020, 18:46
Dormiens escreveu:Nunca pensei que fosse tão difícil parar com a P

Tenho 24 anos e comecei a utilizar a pornografia lá pelos 13 anos quando ganhei meu primeiro computador, era ficar um tempo sozinho em casa que já partia pros sites porno pra ver aquilo que eu achava tão impossível ter na vida real, ser gay é muitas vezes ter sua sexualidade amadurecida muito antes da sua afetividade, não ter relacionamentos na escola e não ter nenhuma referencia gay durante toda minha adolescência me fez buscar na pornografia todo o conhecimento que eu poderia adquirir, até que isso se perdeu e eu me tornei apenas mais um viciado, que cada vez mais ia atras de novas categorias.

Sexo em publico, gay, bissexual, lésbico, porno hétero, todas as formas eu consumia e cada vez buscando mais. sempre tive muita dificuldade de me relacionar afetivamente com as pessoas e conforme fui envelhecendo fui percebendo o quão grande era aquilo que eu achava que era apenas um problema de timidez. O simples ato de trocar olhares com alguém em uma festa me deixava aterrorizado, o que por muito tempo me impediu de frequentar esses espaços.

Recentemente comecei a questionar mais os meu princípios e questionar a podridão da industria pornográfica e como ela agride diariamente tantas pessoas, mas ainda assim, justificava meu vicio no ponto de "consumo mais pornografia gay e caseira, então não tem tanta misoginia e abuso assim" porém eu fui percebendo o quão problemático era ainda assim toda a questão da pornografia gay e como eu estava realmente viciado em tudo isso. Todos os dias, horas perdidas procurando o melhor vídeo para então me masturbar, produtividade perdida, pois no meio das minhas atividades diárias, até mesmo no trabalho, eu parava pra correr ao banheiro e ver pornô. Só então esse ano, eu realmente assumi que tinha um problema e iniciei os estudos sobre tudo isso, cheguei aqui nesse fórum e resolvi escrever isso agora porque nesse momento estou em crise de abstinência, estou sentindo calafrios e acredito que morar sozinho não ajuda, estou com uma vontade absurda de apenas abrir o twitter e procurar alguma página qualquer e passar horas ali, mas abir o contador e ver que estou a 11 dias sem ver porno me da um puxão de orelha e eu percebo que não devo. Então é isso, talvez eu volte aqui para atualizar meu progresso ou talvez não volte, mas fico muito feliz de saber que existe uma rede de apoio como esse fórum para pessoas que estão passando por problemas como o nosso

Xoxo D.

Oi Dormiens.

Fiquei tocado pela tua história porque me identifiquei um pouco. Temos idades bem distintas, mas passo pela mesma coisa que você. A gente conta muita mentira pra nós mesmos pra ficar atolado em certas situações que só vão piorar nossa vida. A P é algo extremamente tentador e se você se deixar ir, você vai ficar "encantado" com esse poder maldito. Porém, há sim como vencer a P e mudar de vida. O fórum vai está a sua disposição pra ajuda-lo e ouvi-lo pelo seu diário. Não fica olhando quantos dias passou ou esperando o dia em que o reboot vai acabar, isso só vai fazer com que você espere esse tempo todo para nada.
Não desista por mais que seja difícil. Quanto mais você der tudo de si, mais longe você vai.

Peço que dê olhada nesse link onde terá as orientações básicas de como criar o diário, colocar um contador de dias e de como colocar um bloqueador de sites. É extremamente importante você bloquear o twitter já que ele está te colocando numa situação duvidosa.

Bem-vindo e espero que você continue atualizando seu diário para que consigamos te ajudar a passar por isso, você não está sozinho. sunny

_______________________________________
Diário de um recém reconhecido Quadro11
۩۞۩───── ✧ ───── ۩۞۩
"Fico na esperança de que, à medida que o tempo passe,
consigamos pouco a pouco readquirir a liberdade que existia entre nós"
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário de um recém reconhecido Empty Re: Diário de um recém reconhecido

em 15/6/2020, 23:28
Olá Dormiens!

Seja muito bem-vindo ao fórum! Parabéns por ter dado esse primeiro passo, colega. Realmente não é fácil nos desprendermos do vício e dos hábitos que acabam nos levando até ele, porém é super possível. E concordo que a maneira como a P trata os seres humanos é péssima, principalmente com mulheres e LGBTQ+, sempre como objetos de uso, fetiches.

Sobre a questão da abstinência, busque formas te dar ao seu cérebro novas formas de prazer, visto que ele provavelmente está assim por conta da falta das altas doses de dopamina que ele costumava receber. Esse prazer pode vir de qualquer atividade saudável que você goste e que te faça bem, exercícios físicos, meditação, desenhar, ler algo, aprender algo novo, etc. Descubra algo que funcione para você e tente ocupar seu dia com essas atividades, e claro, aos poucos para que você não se sobrecarregue. Quando os impulsos vierem você pode recorrer para essas atividades também.

Mesmo que você caia não precisa deixar de vir aqui, colega. Não estamos aqui para julgar e sim para te apoiar, além de que as quedas fazem parte do nosso processo de aprendizado do reboot.

Espero que arrase muitíssimo!!

Vejo que o amigo 0126 já te passou um link bem legal do fórum e te deu dicas importantes. Deixarei mais alguns links recomendados aqui também, apenas como uma complementação e suporte, caso ainda não tenha lido:

Certifique-se de ler as normas do fórum por meio das Regras de Participação e das Proibições.

Para saber mais sobre o método proposto confira dúvidas básicas sobre o reboot e vício em PMO, além disso baixe o Guia Introdutório, que servirá como suporte para entender o processo de reboot, dentre outras informações importantes.

Lembre-se de estar instalando bloqueadores de P nos seus dispositivos e colocando um contador de dias na sua assinatura aqui, para te auxiliarem durante seu processo de reboot. Para instalar bloqueadores você pode seguir os tutorias dos Tópicos Recomendados, e se ficar com alguma dúvida dê uma olhadinha na Seção de Ferramentas e Bloqueadores. Para instalar um contador confira Como Instalar um Contador de Dias.

Para mais informações ou falar com a moderação visite a Seção de Orientações Básicas, e para alguma dúvida sobre o método procure, ou pergunte, na Seção de Dúvidas.

Não se esqueça de nos manter atualizados sobre seu processo aqui no seu diário.

Até maais!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
David Silva
David Silva
Mensagens : 2629
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário de um recém reconhecido Empty Re: Diário de um recém reconhecido

em 16/6/2020, 10:00
Seja bem vindo amigo!
Mais um que chega é um ganho para derrubar este mal do século chamado Pornografia.

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho
39 dias - 2020 - janeiro
______
Início do meu diário: http://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

avatar
Dormiens
Mensagens : 3
Data de inscrição : 15/06/2020
Idade : 24

Diário de um recém reconhecido Empty Atualizações

em 18/6/2020, 10:00
Olá pessoas, queria dizer que tenho conseguido me manter sem p por quase 2 semanas, e a dificuldade tem diminuído, não sei se por estar muito ocupado com coisas da faculdade ou se por algum outro motivo, mas durante o dia quase não tenho pensado nisso. Durante a noite, a vontade bate um pouco, porém tenho evitado pegar no celular ou computador quando deito pra dormir, geralmente vou ler algo pra evitar o contato com os dispositivos, mesmo assim, não é uma vontade insuportável, fiquei pensando se já estava chegando no famoso flatline??? tenho mantido a m mas com uma frequência muito baixa, acho que nessas 2 semanas devo ter feito umas 3/4 vezes e só quando a vontade aperta muito. Uma outra observação é que tenho tido muitos sonhos eróticos e até mesmo no sonho fico me sentindo culpado de estar fazendo/vendo aquelas coisas, alguém aqui já passou por isso? Um abraço a todos e continuemos na luta contra esse vicio que tanto nos faz mal!!!
Luiggi
Luiggi
Mensagens : 71
Data de inscrição : 12/06/2020

Diário de um recém reconhecido Empty Re: Diário de um recém reconhecido

em 18/6/2020, 12:50
Oi Dormiens.
Eu to a 6 dias tentando. Já tive dois sonhos. Em um deles sonhei que tinha feito PMO aí quando terminei fiquei triste porque tinha que zerar o contador. Mas aí acordei. Eu gosto de ter esse sonhos pq estou sonhando comigo e não com imagens de P.
Como eh isso de fazer M? Vc pensa em que? Não atrapalha o reboot?

avatar
Dormiens
Mensagens : 3
Data de inscrição : 15/06/2020
Idade : 24

Diário de um recém reconhecido Empty Re: Diário de um recém reconhecido

em 18/6/2020, 15:06
Então Luiggi, eu pratico M sem o estimulo de P , e sem nem pensar em P, não fico pensando em videos que já vi nem nada, mas sim em experiências reais que já tive, por enquanto estou apenas parando com P, pois percebi que M não tem sido um problema >>PARA MIM<
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum