Ir em baixo
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Diário do Red Angus

em 18/6/2020, 14:06
Havia escrito uma introdução com umas “trocentas” linhas nesse diário, mas revisando-a, percebi que estava longa demais, prolixa demais e desinteressante demais.

Por isso, tomo a liberdade de editar minha primeira postagem e resumi-la ao máximo para tornar uma leitura mais prazerosa a quem quiser acompanhar minha luta.

Tenho 35 anos, casado, e possuo uma filha. Iniciei nesse mundo da PMO com cerca de 14 anos, depois de tanto ouvir falar de M pelos amigos e mesmo em aulas de biologia. Com tanta gente propagando os benefícios do ato, lógico que fui tentar e, bem, acabei gostando da coisa.

Nunca fui um consumidor voraz por pornografia, meu problema mesmo é a M, sempre fantasiando. As vezes, até acho que, se praticar a M é inevitável, seria mais saudável e honesto fazê-lo da forma certa, ou seja, com a P. Mas até nisso sou um arremedo de ser humano, então tenho que me contentar com ser um lunático fantasioso mesmo.

De início, buscava a M através da imagem de mulheres da televisão ou de revistas, catálogos, exatamente igual a muitos outros aqui. Após, buscava o prazer rememorando mulheres do mundo real. Finalmente, minha perdição se deu quando descobri os sites de bate-papo, nos quais já perdi longas horas da minha vida.

Apesar de ser bastante tímido, comecei a sair com algumas mulheres, até que consegui arrumar uma namorada quando já tinha meus 20 anos, com quem casei.

Namorando, achei que essa necessidade de M iria sumir, afinal eu considerava que isso era apenas um meio de suprir artificialmente uma necessidade fisiológica do ser humano.

Só que minha vida sexual nunca foi das melhores e fui descontando essa frustração na M e nas fantasias, até chegar a um ponto em que passei a preferir viver uma ilusão do que tolerar o mundo real.

Isso começou a me causar graves ressacas morais e, por isso, tentava abandonar a M e evitar salas de bate-papo sem nenhum método, sempre me levando a recair na conduta após poucos dias.

Por não conseguir parar apesar de querer isso, passei a admitir a hipótese de que isso poderia se tratar de algum vício, visto que convivi com viciado em álcool em minha família e percebia certa semelhança nas condutas. Até mesmo considerei a hipótese de procurar tratamento psicológico, mas logo abandonei a ideia por saber que jamais teria coragem de expor essa situação para ninguém no "mundo real".

Pesquisando sobre o tema, acabei encontrando esse fórum e depois de um bom tempo apenas acompanhando, resolvi escrever esse diário, pois percebi que a luta e as aflições de quase todos os companheiros são muito parecidas com as minhas.

Sem nenhuma pretensão ou método, havia começado um período de abstinência ao final de maio e já estava afastado da PMO a quase quarenta dias, quando recaí.

Novamente estou tentando me reerguer.



Última edição por Red Angus em 15/7/2020, 15:38, editado 1 vez(es)

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/

Rottweiler gosta desta mensagem

avatar
Guerreiro73
Mensagens : 91
Data de inscrição : 07/02/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 18/6/2020, 15:07
Seja bem vindo, amigo. A luta é árdua. Me identifiquei em alguns pontos pois tb smp fui mais de praticar a M com a fantasia. A P nem era tanto, mas consumia tb. Era viciado nas salas de BP, e de anos que passei la, so tive no máximo 2 transas reais e mt horrivel por sinal devido ao vicio. É tao forte q passamos anos afundado sem perceber. Mentiras atras de mentiras. Eu msm acreditava nas historias que contava. No momento estou a 216 dias. A meta é 365 dias e se deus quiser, sou um homem liberto desse mal. Conte comigo!
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 18/6/2020, 17:54
Guerreiro73 escreveu:Seja bem vindo, amigo. A luta é árdua. Me identifiquei em alguns pontos pois tb smp fui mais de praticar a M com a fantasia. A P nem era tanto, mas consumia tb. Era viciado nas salas de BP, e de anos que passei la, so tive no máximo 2 transas reais e mt horrivel por sinal devido ao vicio. É tao forte q passamos anos afundado sem perceber. Mentiras atras de mentiras. Eu msm acreditava nas historias que contava. No momento estou a 216 dias. A meta é 365 dias e se deus quiser, sou um homem liberto desse mal. Conte comigo!

Obrigado pela recepção, Guerreiro73!

Não tenho como deixar de lhe parabenizar por 216 dias longe do demônio da PMO. Quem sabe eu também consiga trilhar o seu caminho, apesar de que, hoje, busco mesmo é ficar mais dois dias sem e, com isso, superar meu maior período de abstinência.

Sabe que concordo contigo quanto ao que diz. Após entrar no universo de mentiras, vamos começando a nos especializar tanto que passamos mesmo a acreditar no que falamos. No fim, diante das frustrações da vida real, essa vida fictícia parece ser muito mais agradável, e vamos afundando cada vez mais, até perceber que jogamos tudo o que tínhamos de bom fora.

Grande abraço e sucesso para nós todos.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
avatar
Guerreiro73
Mensagens : 91
Data de inscrição : 07/02/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 18/6/2020, 21:42
Um dia de cada vez. Foi assim que consegui. Meditação, leitura, exercicios fisicos, boa música, buscar a espiritualidade tb é um grande aliado. Os primeiros meses eliminei todos os gatilhos. Não precisei de bloqueador até pq meu vicio maior era M com fantasias. Acredito que o que me fez não cair mais foi lembrar das dezenas de transas q tive sem sucesso, quase todas meia bomba ou com ereção q n durava 1 minuto. So em pensar na DE eu nem cogitava a opcao de cair. Acredito que essa tatica ajuda bastante. Quando eu lembrava da sensação q tinha logo apos uma sessao de PMO, me sentindo um lixo, eu nem se quer toco no minino. Outra coisa é viver um dia de cada vez e esquecer de contar pq gera ansiedade. Estou no hard mode. To na fase querendo o sexo real. Mas sempre controlado. Um abraço e vamos pra cima!
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 19/6/2020, 17:18
Seguindo meu relato acerca da experiência visando abandonar o hábito/vicio da pornografia e masturbação, tenho a alegria de registrar que na data de hoje alcancei a marca de 22 dias totalmente afastado dessa conduta nociva.

Pode até parecer pouco, mas, desde que descobri essa forma de autodestruição, isso com meus 13-14 anos, em apenas uma oportunidade consegui ficar tanto tempo sem praticar o ato.

Na outra ocasião, que se deu em fevereiro deste ano, eu estava muito confiante e considerava já estar livre do problema, porém foi dar uma pequena brecha para um dos gatilhos (maldito Instagram) que acabei recaindo.

Já hoje, diferente daquela vez, apesar de também estar me sentindo confiante, percebo que essa confiança está acompanhada tanto de uma força advinda do prévio conhecimento sobre as fraquezas e também de mais ferramentas para me auxiliar no desiderato.

A essa hora do dia posso afirmar taxativamente que vou ultrapassar esse ponto de resistência dos 22 dias e, a partir daqui seguir por um caminho que nunca explorei antes.

Sigo vivendo um dia de cada vez, hora a hora, mas sem deixar de visualizar à frente minha próxima submeta, que é de 30 dias.

Novamente agradeço a força do Guerreiro73 e comprometo-me a mandar mensagens de apoio também aos demais companheiros, quando ler seus relatos.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 23/6/2020, 18:05
Vigésimo sexto dia longe de PMO.

Ontem estava complicado, pois o tédio bateu forte. Como diz o ditado, a cabeça vazia é a oficina do diabo e, para me salvar das tentações, uma mudança de foco quando a vontade veio ajudou a resolver a situação.

Já hoje, com a cabeça bem ocupada, foi tranquilo.

Após quase um mês afastado da prática, percebo que minha esposa está bem mais atraente aos meus olhos, o que é bem interessante. Afora isso e o que já ressaltei tópicos antes, não notei outras grandes alterações.

Seguirei ao próximo degrau da minha jornada, que é sustentar um mês, UM LONGO MÊS longe da PMO, o que, se Deus quiser (e ele vai querer), acontecerá sábado.

Desejo força a todos os companheiros de jornada!

Stealthyman
Stealthyman
Mensagens : 57
Data de inscrição : 16/06/2020
Idade : 38
Localização : São Paulo

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 23/6/2020, 20:57
Red Angus, inicialmente gostaria de parabeniza-lo pela marca, e de também me colocar na torcida pelo seu progressivo sucesso na superação desta horrível condição que todos nós aqui compartilhamos.

Eu precisei recorrer aos bloqueadores (não os havia considerado antes de chegar aqui) e tenho, apesar dos pesares, perseverado sobre as tentações e o comportamento compulsivo. Um dia de cada vez, e mesmo minuto a minuto, precisamos estar vigilantes a como reagimos ao mundo, para não recorrermos aos velhos hábitos como válvulas de escape aos percalços da vida.

Por fim, me alegra saber que você está recuperando seu entrosamento familiar e que a vida volta a ganhar colorido e graça. Espero que isto só melhore em sua vida.

Um abraço, e continue firme! Estamos do seu lado.

_______________________________________


1ª Tentativa: 16/06/2020 a 30/06/2020 (14 dias).
2ª Tentativa: 30/07/2020 (RUMO AOS 28 DIAS!).
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 26/6/2020, 18:07
Boa noite,

Estou quase no fim do 29º dia longe da funesta prática da PMO. A essa hora, certamente posso afirmar que vencerei esse dia e amanhã, sábado, alcançarei um mês totalmente afastado de P. e M.

Essa será uma marca bastante simbólica e indica que há luz no fim do túnel. O sucesso é possível.

Ontem, esvaziei minha energia sexual do jeito certo: transando com minha esposa e posso dizer que isso ajuda bastante para se manter longe da P. e da M.

Constatei que, diferente do que ocorria em outros tempos, hoje não senti nenhum “efeito caçador”, passando um dia muito tranquilo e sem correr basicamente nenhum risco de recair.

Seguirei relatando e novamente agradeço ao Stealthyman pelas palavras de apoio. Onde eu puder ser útil, coloco-me a disposição.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 29/6/2020, 18:16
Passo para escrever nesse exato momento para evitar recair. Não sei exatamente qual está sendo meu gatilho agora, o que é bem complicado, porque desse jeito não sei contra o que estou lutando. Depois de quebrar a barreira dos 30 dias, desde hoje pela manhã estou revisitando muitas vezes a história mentirosa muitas vezes contadas pelos chats afora e está sendo difícil demais segurar a vontade. Depois de 30 dias, pela primeira vez entrei no tal site e busquei certa palavra no buscador. Felizmente, soou o alarme do bom senso e virei as costas e saí. Se eu der a menor margem, a merda está feita.

Estou confabulando conversas, fatos, novidades, tudo para reavivar o monstro e eu não posso fazer isso. São 32 dias longe dessa peste. Falta apenas um dia para que, depois de anos, eu consiga vencer um mês, do dia 1º ao dia 30, sem P., sem M., sem mentira. E nesse instante eu estou precisando mais do que nunca de força para isso.

Além desses 32 dias longe do demônio, depois de muito tempo eu vislumbro um “que” de organização na minha mesa de trabalho, de força de vontade na minha vida, e sinto que estou no caminho certo. Só que, apesar disso, essa sombra que me acompanha a tantos anos quer voltar e fazer com que eu bote tudo a perder. Achei mesmo que estava ficando livre disso, mas pelo visto não.

Será que algum dia vou conseguir me livrar?

Já ensinou o Pe. Paulo Ricardo: não posso dar a menor margem para o pecado, pois junto com ele vem o demônio, o maligno, e eu não quero mais ele na minha vida.

Assumi a porra de um compromisso comigo mesmo, com Deus, com os confrades do fórum, e hoje estou “on the edge”, no fio da navalha, pronto para jogar tudo fora. Não posso ser e viver a falsidade.

O capeta as vezes até parece tem razão”. Mag, in São Paulo.


Última edição por Red Angus em 30/6/2020, 09:21, editado 1 vez(es)

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
avatar
Shelby032
Mensagens : 74
Data de inscrição : 13/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 29/6/2020, 18:54
Boa noite Red Angus,li sua historia ( e que historia hein),primeiro quero te parabenizar pela sua meta dos 32 dias,é bastante ja contra esse vicio que nos assombra,segundo e que vou acompanhar seu diario a partir de hj e orar por vc tbm,e terceiro ( nao leve como um desanimo),mas se caso vc recair,saiba que vc ja tem as cartas certas para erguer a cabeca e seguir em frente,se caso precisar passar pelo deserto novamente vc estara bem mais forte,e isso que acredito,fique com Deus e forca e fe em seu reboot
avatar
Guerreiro73
Mensagens : 91
Data de inscrição : 07/02/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 29/6/2020, 18:56
Força irmão! Estamos contigo!
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 30/6/2020, 09:06
Bom dia,

Por primeiro, venho a agradecer as mensagens de apoio do Shelby032 e do Guerreiro73. O compromisso que assumi com os demais companheiros de jornada ajuda nas horas difíceis, como vou escrever adiante.

Felizmente, consegui superar os maus bocados de ontem a tarde e mantenho-me de pé e firme em meu propósito. Saí vivo do combate e estou pronto para as próximas batalhas que virão.

Do obstáculo e da dificuldade que surgiu eu tirei duas lições importantes: a primeira é a importância de manter esse diário e a segunda é a necessidade de termos um compromisso não apenas com nós mesmos, mas também com outras pessoas.

Quanto a primeira, a importância do diário se revelou quando, ao parar tudo e começar a escrever o relato, a “fissura” se dissipou, o tédio passou e, assim, consegui dar meia-volta, retornar ao caminho certo e vencer o confronto.

Já a mantença de um compromisso com terceiros, no caso com vocês, por sua vez, foi de grande valia a partir do momento que desse compromisso eu extraí a força necessária para virar as costas no exato momento que estava prestes a escorregar. A queda de um é a queda de todos.

Não pude, por fim, deixar de perceber como o fracasso está sempre a espreita. É bom ter muito cuidado com a autoconfiança e, principalmente, com o tédio.

Obrigado novamente.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Stealthyman
Stealthyman
Mensagens : 57
Data de inscrição : 16/06/2020
Idade : 38
Localização : São Paulo

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 30/6/2020, 19:40
Red Angus escreveu:Bom dia,

Felizmente, consegui superar os maus bocados de ontem a tarde e mantenho-me de pé e firme em meu propósito. Saí vivo do combate e estou pronto para as próximas batalhas que virão.

Do obstáculo e da dificuldade que surgiu eu tirei duas lições importantes: a primeira é a importância de manter esse diário e a segunda é a necessidade de termos um compromisso não apenas com nós mesmos, mas também com outras pessoas.

Quanto a primeira, a importância do diário se revelou quando, ao parar tudo e começar a escrever o relato, a “fissura” se dissipou, o tédio passou e, assim, consegui dar meia-volta, retornar ao caminho certo e vencer o confronto.

Já a mantença de um compromisso com terceiros, no caso com vocês, por sua vez, foi de grande valia a partir do momento que desse compromisso eu extraí a força necessária para virar as costas no exato momento que estava prestes a escorregar. A queda de um é a queda de todos.

Não pude, por fim, deixar de perceber como o fracasso está sempre a espreita. É bom ter muito cuidado com a autoconfiança e, principalmente, com o tédio.

Olá Red Angus, parabéns pela sua conquista! Continue assim, sempre vigilante e compartilhando conosco a sua trajetória.

Você vai longe!

_______________________________________


1ª Tentativa: 16/06/2020 a 30/06/2020 (14 dias).
2ª Tentativa: 30/07/2020 (RUMO AOS 28 DIAS!).
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 13/7/2020, 09:16
Eu caí.
Não quero adentrar o motivo, mas no dia 06/07/2020 eu caí. Na verdade, já havia caído dias antes, quando, apesar de estar fisicamente mantendo o propósito, eu já havia perdido a guerra mental.
Desde então, estava no mar de lama.
Ontem, até me mantive afastado de PMO, mas foi algo circunstancial e não de caso pensado. Hoje retorno à batalha, depois de ver toda a evolução que tive jogada no lixo após uma semana.

"Situa tuas tropas em um ponto que não tenha saída, de maneira que tenham
que morrer antes de poder escapar. O que, ante a possibilidade da morte, não
estarão dispostas a fazer? Os guerreiros dão então o melhor de suas forças.
Quando se acham ante um grave perigo, perdem o medo. Quando não há nenhum
local onde ir, permanecem firmes; quando estão totalmente implicados em um
terreno, se aferram a ele. Se não têm outra opção, lutarão até o final
". (SUN TZU)

Vou instalar bloqueadores, vou me colocar em um ponto sem saída.
Obrigado.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 15/7/2020, 11:18
Novamente aqui para escrever, desopilar, compartilhar e relaxar.

Parece que os primeiros dias sem PMO são sempre mais complicados, pois me sinto "sem ter o que fazer" e entediado. Foi com essas duas sensações que tive de conviver ontem basicamente o dia inteiro.

Acredito que ter instalado um bloqueador através do arquivo host foi bom, pois mesmo quando passava pela minha cabeça dar uma escapadinha, eu sabia que teria de fazer um esforço para isso e não estava disposto a tanto.

Certamente não é isso que vai impedir nova queda, mas com certeza é um auxílio válido.

Estou com diversos problemas em casa, e isso realmente não é um facilitador para o programa, mas sigo em frente.

Nessa tentativa, diferentemente do que fiz na última, vou tentar evitar ficar contando os dias. Deixarei as coisas fluírem sem maiores pretensões até onde houver força para chegar naturalmente. Instalei um contador somente para não me perder, mas não pretendo ficar olhando-o constantemente. Vou tentar levar mais a sério a máxima de que o caminho é mais interessante que o destino final.

Também, depois de ler a respeito nos diários de vários outros confrades, estou tentando através de vídeos do Youtube entender o que é meditação para tentar praticá-la.

Como isso é um diário, não vou me ater somente a escrever sobre PMO, mas também expor coisas que me afligem durante o processo, percepções que tive, etc. E justamente por isso, permito-me a anotar um breve insight que tive ontem, enquanto refletia sobre o tipo de pessoa que eu gostaria de ser e o tipo de pessoa que realmente sou. Durante essa reflexão, cheguei a conclusão que devo tentar ser uma pessoa tão boa quanto minha filha acredita que eu sou. Se um dia conseguir pelo menos chegar próximo a isso, poderei considerar que tive algum sucesso na vida.

PS. Assim que conseguir, vou editar e resumir minha primeira postagem nesse diário para tornar a leitura menos maçante e tornar o espaço mais atraente.

Obrigado.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
avatar
marco2405
Mensagens : 2
Data de inscrição : 21/05/2020
Localização : Porto Alegre

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 16/7/2020, 12:09
Olá amigo de luta. Que bom que esta confiante e determinado a ser essa pessoa que sua filha imagina que vc é!!!
Penso isso tambem e sigo firme na luta com esse propósito... Hoje completo 76 dias afastado de tudo isso e cheguei nesse numero penando da forma como vc esta hoje neste post. Tambem tenho filhos e uma família que precisa de mim por inteiro!
Forca, fé e determinação é o que precisamos em conjunto com o compartilhamento do caminho todos aqui nesse fórum.
Abraco.

Red Angus gosta desta mensagem

Pangusso
Pangusso
Mensagens : 71
Data de inscrição : 29/05/2020
Idade : 37

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 16/7/2020, 17:48
Boa tarde, Red Angus,

Eu me senti impulsionado a vir aqui dizer que teu comentário lá no meu diário trouxe algo novo. Deu uma sacudida aqui. Ainda não consegui assimilar direito os reais efeitos. Mas espero que numa nova reflexão eu progrida verdadeiramente. Cara, vou ser sincero que não estou conseguindo ler bem teus últimos relatos (como tens uma filha deves imaginar o quanto tem horas que não temos tempo nenhum Wink ) mas o farei provavelmente esta noite ou amanhã mais cedo.

Grande abraço.

_______________________________________

Red Angus gosta desta mensagem

Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 16/7/2020, 18:37
Resumo do dia até o momento: um tédio forte e uma tendência de queda por volta das 16h, que felizmente foi bem segurada pelo bloqueio de sites que fiz através do arquivo de host. A migalha de prazer da PMO não compensa a encheção de saco que é restaurar o arquivo para poder acessar "certos conteúdos" que bloqueei.

Essa questão de tédio, aliás, é a parte que mais preocupa. Teve um colega aqui do fórum, o Firenze, que fez uns cálculos sobre o tempo que gastava na PMO e concluiu, ao meu sentir com perfeição, que como não é pouco tempo, fica difícil preencher essa lacuna com alguma coisa útil. Isso se torna ainda mais verdade em tempos de pandemia, quando o trabalho está mais escasso que o habitual.

Legal e animador, ainda, vir aqui e ler comentários novos. Para mim, que nunca fui muito de interagir em rede social, fórum ou qualquer espaço, isso é uma novidade!

marco2405 escreveu:Olá amigo de luta. Que bom que esta confiante e determinado a ser essa pessoa que sua filha imagina que vc é!!!
Penso isso tambem e sigo firme na luta com esse propósito... Hoje completo 76 dias afastado de tudo isso e cheguei nesse numero penando da forma como vc esta hoje neste post. Tambem tenho filhos e uma família que precisa  de mim por inteiro!
Forca, fé e determinação é o que precisamos em conjunto com o compartilhamento do caminho todos aqui nesse fórum.
Abraco.


Quanto ao marco2405, só tenho a agradecer a mensagem de apoio! Vou tentar seguir firme na jornada, pois mesmo os sucessivos fracassos vem me ensinando bastante coisa, sendo que uma delas é compartilhar as angustias, coisa que eu raramente faço no "tête-à-tête", mas já estou me dando abertura para fazer aqui. A propósito, parabéns pelos 76 dias. É um tempo e tanto.

Pangusso escreveu:Boa tarde, Red Angus,

Eu me senti impulsionado a vir aqui dizer que teu comentário lá no meu diário trouxe algo novo. Deu uma sacudida aqui. Ainda não consegui assimilar direito os reais efeitos. Mas espero que numa nova reflexão eu progrida verdadeiramente. Cara, vou ser sincero que não estou conseguindo ler bem teus últimos relatos (como tens uma filha deves imaginar o quanto tem horas que não temos tempo nenhum  Wink ) mas o farei provavelmente esta noite ou amanhã mais cedo.

Grande abraço.

Já com relação ao Pangusso, o que eu posso dizer? O diário desse cara foi um dos que mais me motivou a escrever o meu, e isso está sendo bem bacana, porque aqui posso dar uma pausa e descansar de toda a carga que estou carregando. É bom saber que pude retribuir de alguma maneira o auxílio que tu já prestaste.

Essa questão de tempo realmente é foda. Com família e criança pequena, dificilmente se tem tempo vago.

Desejo sinceramente que você, eu e todos aqui debatemos possamos nos encontrar e nos tornar pessoas melhores.

Por hoje era isso!

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Pangusso
Pangusso
Mensagens : 71
Data de inscrição : 29/05/2020
Idade : 37

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 17/7/2020, 06:53
Bom dia, Red Angus,

Como prometido, hoje cedo, consegui ler o teu diário e fiquei impressionado com a teu dom com o uso das palavras, com a capacidade em traduzir os teus pensamentos, sentimentos com tanta nitidez que por vezes parecia estar divagando em meus próprios pensamentos. Assim como tu também tenho a M. como a situação mais crítica. A P. veio mais para me levar para águas mais profundas, quando as fantasias já não conseguem suprir este sistema. Tua história tem muita semelhança com a minha em muitos aspectos e ter a tua companhia nesta batalha com certeza vai agregar novas armas e estratégias de guerra. Obrigado por dividir conosco tuas experiências. Estamos juntos nessa. Conte comigo.

Abraço

_______________________________________
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 17/7/2020, 18:06
Inicialmente, trago meu relato sobre o dia de hoje, onde posso resumir da seguinte maneira: foi tão corrido que não foi nenhum esforço me manter abstêmio. Não tive tempo de pensar besteira, não tive tempo de ficar navegando a esmo na internet e, apesar disso, sequer me sinto cansado.

Cada dia trabalhoso que eu tenho deixa mais claro que o principal motivo das minhas quedas é o ócio. Manter a ocupação constante é primordial para a manutenção do programa.

No mais, não tenho nenhum apontamento que considere relevante para trazer ao fórum, então tenho de terminar o relato do dia por aqui.

Pangusso escreveu:Bom dia, Red Angus,

Como prometido, hoje cedo, consegui ler o teu diário e fiquei impressionado com a teu dom com o uso das palavras, com a capacidade em traduzir os teus pensamentos, sentimentos com tanta nitidez que por vezes parecia estar divagando em meus próprios pensamentos. Assim como tu também tenho a M. como a situação mais crítica. A P. veio mais para me levar para águas mais profundas, quando as fantasias já não conseguem suprir este sistema. Tua história tem muita semelhança com a minha em muitos aspectos e ter a tua companhia nesta batalha com certeza vai agregar novas armas e estratégias de guerra. Obrigado por dividir conosco tuas experiências. Estamos juntos nessa. Conte comigo.

Abraço

Por fim, agradeço o elogio à minha forma de escrita e a consideração do Pangusso. Isso é mais um incentivo a continuar com meus relatos aqui no fórum.

Também conte comigo!

Bom fim de semana a todos.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 20/7/2020, 18:21
Aqui estou eu, tentando superar mais um dia em que fiquei tomando soco na cara o tempo inteiro e estou permanecendo em pé de teimoso.

Diferente do que aconteceu mês passado, sinto-me bastante desmotivado para continuar a luta. Estou vivendo um daqueles momentos em que surgem aquelas vozes diabólicas na cabeça, tentando fazer com que eu caminhe para o abismo e fique lá dentro.

Não sei se isso é fruto de abstinência ou da pior faceta do vício: ele ser uma válvula de escape para os problemas cotidianos.

Esses problemas, começam por familiares com doenças graves, passam pelo tremendo baixo-astral que estou vivendo e terminam na péssima vida sexual que eu "usufruo". Não fosse a minha enorme responsabilidade enquanto pai de uma criança em pleno desenvolvimento, eu estaria bastante inclinado a mandar às favas meu casamento e ir aproveitar as últimas gotas de juventude que ainda tenho.

Algumas escolhas, boas ou ruins, vão irradiar efeitos por toda a vida. O casamento é uma delas.

Mesmo assim, por estrita disciplina, vou seguindo adiante até onde posso.

Força a todos.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Pangusso
Pangusso
Mensagens : 71
Data de inscrição : 29/05/2020
Idade : 37

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 21/7/2020, 15:45
Boa tarde, Red Angus,

Passando por aqui para ver como estás, meu caro. Vejo que estás sentindo a barra das pressões da vida, com filha pequena, problemas no casamento... Também vivo estes dias complicados com uma relação conjugal que ultimamente tem sido bem fria no dia a dia. Rola sexo ocasionalmente, e até pode ser bom. Mas passado o momento nos aturamos. Os problemas conjugais nos desestruturam muito. E quando tem filho envolvido fica muito mais difícil. Já tive várias vezes a poucos passos de buscar sexo fora do casamento. Minha esposa tem complexo consigo mesma por já não ter o físico de antes de ter as filhas e isso atrapalha bastante na intimidade comigo. Eu sinto muita atração por ela mas não consigo demonstrar da maneira que ela perceba. Daí tem horas que prefiro fingir que estou sem desejo sexual para não pressioná-la. Mas nesta eu quebro a cara e perco oportunidades que me depois me levam a PMO.

Força, cara. É muito difícil este começo pois não aparecem mudanças positivas. Aliás, a gente se sente pior. Aquelas vozes diabólicas, como disseste, ficam nos tentando. Só que como resposta eu tento sempre lembrar que se fosse bom como vivi até agora, não estaria aqui buscando uma forma de superar.

Um grande abraço.

_______________________________________
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 21/7/2020, 18:21
Pangusso escreveu:Boa tarde, Red Angus,

Passando por aqui para ver como estás, meu caro. Vejo que estás sentindo a barra das pressões da vida, com filha pequena, problemas no casamento... Também vivo estes dias complicados com uma relação conjugal que ultimamente tem sido bem fria no dia a dia. Rola sexo ocasionalmente, e até pode ser bom. Mas passado o momento nos aturamos. Os problemas conjugais nos desestruturam muito. E quando tem filho envolvido fica muito mais difícil. Já tive várias vezes a poucos passos de buscar sexo fora do casamento. Minha esposa tem complexo consigo mesma por já não ter o físico de antes de ter as filhas e isso atrapalha bastante na intimidade comigo. Eu sinto muita atração por ela mas não consigo demonstrar da maneira que ela perceba. Daí tem horas que prefiro fingir que estou sem desejo sexual para não pressioná-la. Mas nesta eu quebro a cara e perco oportunidades que me depois me levam a PMO.

Força, cara. É muito difícil este começo pois não aparecem mudanças positivas. Aliás, a gente se sente pior. Aquelas vozes diabólicas, como disseste, ficam nos tentando. Só que como resposta eu tento sempre lembrar que se fosse bom como vivi até agora, não estaria aqui buscando uma forma de superar.

Um grande abraço.

E aí Pangusso, como vão as coisas?

Realmente nos últimos dias a situação esteve bem mais complicada do que eu gostaria, mas vou levando do jeito que dá. Ontem eu estive no fio da navalha e tive de colocar a cabeça no lugar por vários momentos para não zerar o reboot novamente. Hoje, por outro lado, foi bem mais tranquilo. Espero estar entrando em um período de mais paz nesses próximos dias!

Até vou aproveitar que suscitaste essa questão de problemas conjugais para compartilhar a minha situação aqui no diário.

Tentando simplificar as coisas, eu poderia dizer que considero o casamento como uma relação dividida em dois compartimentos diferentes: um deles passa pelo convívio com o cônjuge no dia-a-dia, objetivos comuns, união, etc. O outro envolve principalmente a questão sexual.

No primeiro campo, eu absolutamente não tenho do que reclamar. Apesar de estarmos juntos a muito tempo, ainda lutamos pelas mesmas coisas e nos auxiliamos mutuamente. Se um casamento fosse pautado apenas nas questões do dia-a-dia e facilidade de convivência, o meu seria um mar de rosas.

Só que todo o casamento invariavelmente envolve a questão sexual; não tem como dissociar uma coisa da outra eu acho. E nessa parte, o meu relacionamento chega a me dar vergonha.

O problema é que tanto eu quanto ela devemos ser aquilo que chamam de pessoas "sexualmente reprimidas". Apesar de todo o tempo de convivência com minha esposa (mais de uma década), até hoje não conheço as preferências dela, o que curte, o que não curte, o que gosta, o que não gosta. Ou seja, não consigo saber se estou agradando. No caso dela, por sua vez, parece que não tem nenhum interesse em me agradar, apesar de ter absolutamente todos os atributos para tanto.

Isso me deixa numa dúvida tremenda, pois não sei se o problema sou eu, que devo ser muito ruim nas "artes venusianas" ou é ela, que pura e simplesmente não se interessa por sexo (ou pior, não se interessa por sexo comigo).

Aliás, meu problema com essas questões relacionadas ao sexo é tão grande que esse espaço é o lugar onde pela primeira vez na vida estou me concedendo alguma abertura para compartilhar, mesmo que anonimamente, qualquer coisa a respeito de minha vida íntima. Nunca consegui falar sobre isso com absolutamente ninguém.

A consequência direta de tudo isso é que há muitos anos, antes mesmo de casar, nossas relações se tornaram esporádicas e com cada vez menos qualidade.

Acontece que, na hierarquia das necessidades de Maslow, o sexo é reputado necessidade fisiológica básica, que, não suprido, dificulta (ou impede) a realização das demais necessidades que estão em graus mais altos na pirâmide.

Como foram raras as vezes que cogitei dar a famosa "pulada de cerca", sei lá se por medo das consequências ou de algum freio moral, acabo tentando suprir essa necessidade fisiológica através da PMO (principalmente MO), e, claro, só encontro frustração, pois além de não conseguir suprir artificialmente o que é uma necessidade fisiológica básica, ainda tenho de admitir que o único culpado dessa vidinha medíocre sou eu mesmo, visto que antes mesmo de casar as coisas já aconteciam mais ou menos na mesma linha (e mesmo assim casei), o que me retira todo e qualquer direito de transferir a responsabilidade para minha esposa.

Por isso que não foram poucas as vezes que considerei que se me tornasse assexuado estaria recebendo uma benção e não uma maldição.

É esse o contexto no qual estou lutando e, se Deus quiser, com disciplina, força de vontade e fé, ei de vencer.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 24/7/2020, 09:24
Resetei meu contador.
Sem maiores detalhes... agora vai ou vai.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 57
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário do Red Angus Empty Re: Diário do Red Angus

em 27/7/2020, 18:00
Breves considerações sobre o último fracasso
Tive meu último tombo quarta-feira passada e, após, como sempre, fui forçado a enfrentar novamente minha consciência cobrando a conta pela minha conduta.

Depois da fase da culpa, com a cabeça fria, passei a refletir e tentar descobrir onde havia errado, ocasião em que percebi claramente que, quando iniciei a segunda tentativa fracassada de reboot, eu já estava passando por um período de alto grau de estresse, desgaste e de baixa autoestima, que ficaram bem evidenciados nas últimas postagens que antecederam a queda.

Ao iniciar o enfrentamento acompanhado por tantos demônios pessoais, qualquer outro resultado que não fosse o fracasso seria uma surpresa. Ou seja, a minha batalha já estava perdida antes mesmo de começar.

Então, finalmente consegui apaziguar os pensamentos que estavam me corroendo e, na última sexta-feira, com a mente mais leve (e, portanto, mais propensa ao sucesso), tomei a liberdade de resetar meu contador, que foi pretensiosamente nominado “The Last Ride”, pois não pretendo dar margens para uma terceira falha.

Também adotei algumas medidas práticas, como instalar um bloqueador com senha bem forte, deletar contas cafajestes de Skype e excluir perfis de redes sociais.

No campo do simbolismo, até troquei o meu avatar. O simpático e sorridente rosto do boi da raça Red Angus anterior deu lugar a esse Red Angus malvado e enfrentador atual. Ele certamente irá representar a fúria com a qual pretendo combater minhas falhas de caráter nesses próximos três meses.


Resumo do fim de semana e do dia de hoje

Desde que resetei meu contador, às 09h da última sexta-feira, que foi o momento em que reputei estar mentalmente forte para iniciar mais um round da luta contra a PMO, não tive grandes dificuldades em manter o foco no propósito.

Sexta-Feira o efeito motivador do início de uma nova jornada foi suficiente para manter-me afastado de qualquer tentação.

O sábado e o domingo, por sua vez, não são dias que me trazem grandes dificuldades, pois estou sempre acompanhado da família e aí não tenho tempo para pensar ou fazer besteira.

Um detalhe interessante é que, no domingo, mantive relação real e saudável, o que ajudou bastante a diluir eventuais tensões sexuais que eu estava enfrentando. Não fantasiei durante o ato, tentando me fazer presente ao máximo no momento e até agora não percebi nenhum efeito caçador posterior, o que geralmente me acontece.

E hoje (segunda), apesar de ter sido um dia monótono, talvez por estar ainda bastante motivado, não tive de enfrentar nenhum gatilho físico ou emocional, o que me deu total segurança para tirar um tempo e escrever algo mais detalhado aqui no meu diário.

Começo, assim, uma nova jornada, que será árdua, mas que, tomara, vitoriosa ao seu final.

_______________________________________
"Non nobis Domine, non nobis, sed nomini tuo ad gloriam" (Slm. 115:1)

a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/ a/
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum