Ir em baixo
Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 19/6/2020, 10:52
Eai meus amigos!

Estou aqui para compartilhar com vocês a minha história, aprendizados e principalmente aprender como passar pelo processo do Reboot.

Tenho 26 anos, vejo pornografia desde os 12 (isso mesmo época da Playboy).

Perdi minha virgindade "tarde" aos 19 anos, com minha namorada (não a primeira) mas sim a que eu confiei em ter uma relação, e estou casado com ela hoje, nos casamos fazem 9 meses.

Acredito que o fato de ter tido uma relação sexual apenas aos 19 intensificou a minha busca e consumismo de pornografia, pois a minha ansiedade pelo momento e querer aprender coisas para estar apto quando ele chegasse, me fazia consumir o PMO de um jeito excessivo.

VAMOS POR PARTES

Adolescência: Sempre fui um cara muito ligado e interessado em sexo mas tímido para fazer isso devido aos costumes, criação e etc. Então a minha fuga era o PMO e Masturbação, qualquer 10 minutos livres era motivo para fazer o ato. Tive namoros não tão sérios em minha adolescência, porém sempre tive medo de não ser capaz, de engravidar a mina e tudo mais.

Fase adulta: Com 18 anos e mais liberdade e independência, apareceram mais oportunidades de ter uma relação sexual, porém sempre acontecia algo de errado que era gatilho para o meu receio de falha. Finalmente com 19 comecei a namorar uma grande amiga minha, que foi a pessoa em que eu confiava e sabia que me entenderia perfeitamente e finalmente rolou e é com ela com quem estou casado hoje.

Namoro: Mesmo namorando eu ainda me masturbava frequentemente, aí que começaram os problemas, pois eu sempre esperava da minha namorada oque eu via em vídeos, e quando não conseguia acabava me masturbando mesmo após ter feito sexo, com o tempo vieram aparecendo os desejos de trair para ver se outras faziam como as dos filmes, uma vez que a única pessoa com que eu tive relação foi com ela, mas felizmente nunca cheguei a trair, mesmo passando muito perto e recebendo propostas, por vezes ela pegou sites aberto em meu celular, situação desagradável! Mas ela nunca teve conhecimento do quanto o problema era grande.

CASAMENTO

Em 2018 resolvemos que queríamos nos casar em Setembro de 2019 e começamos os nossos preparativos, compramos uma casa e tudo mais. No começo de 2019 acabei caindo em vídeos no YT que falavam sobre o movimento NO FAP, assisti me interessei mas não conseguia passar de 5 dias, então deixei de lado, este foi o meu primeiro passo.
No começo de Setembro eu retomei o reboot, pois casaria naquele mês e não queria levar isso para dentro do meu casamento, mas perto do casamento estava com faltline e um p*ta medo de falhar no grande dia, então caí mais uma vez.

Já casado o estado piorou, pois eu queria transar todos os dias no início e mulher não é bem assim né meus amigos. Então eu me masturbava para aliviar minha tensão e não ficar "incomodando" ela. Porém comecei a perder o controle de uma forma horrível, chegava atrasado no trabalho, me masturbava no trabalho pois tenho uma sala isolada e com banheiro, via pornografia praticamente o dia inteiro e comecei não só ver mas como interagir com outras mulheres para receber nudes, pois só as cenas montadas não me satisfaziam mais.

Comecei a perceber que cada vez eu procurava menos a minha esposa, pois a pornografia não precisava da parte "burocrática" e o resultado era mais rápido. Mas também comecei a perceber a DE, cada vez eu precisava me concentrar mais para transar, não conseguia ter duas ereções seguidas. E foi aí que eu percebi que eu estava na merd*

COMEÇO DO REBOOT

Decidi que ia novamente começar com o reboot, pois caso contrário eu perderia meu casamento e comecei dia 22 de Maio!
Os primeiros dias foram tranquilos, consegui me manter firme e contente. Do 8° dia em diante as coisas começaram a estreitar, a falta de dopamina começou a me deixar de mau humor todos os dias, e minha esposa percebeu claro! Então não vi uma outra opção a não ser contar pra ela. Sim, ela reagiu com espanto e até com um pouco desgosto, mas se propôs a me ajudar.

Por volta do 15° dia descobrimos que ela estava grávida, o momento mais feliz da minha vida! E um UP a mais para seguir melhorando como pessoa para ser um bom pai.

Hoje estou no 29° dia de NO FAP e NO PORN

Há umas duas semanas sinto uma irritabilidade que não é de mim, sou esquentado  porém não ao ponto que estou. Esses efeitos são causados pela falta de dopamina no cérebro, que é liberada quando fazemos coisas prazerosas como comer algo que gostamos, fazer um passeio que gostamos, transar ou assistir um pornozinho que é o meio mais fácil e rápido de hackear o cérebro e obter dopamina.

Devido à alguns fatores que vem ocorrendo ultimamente está difícil de eu obter um nível de dopamina suficiente, entre eles:

- Pandemia: Que me evita de ter momentos de descontração com as pessoas que eu gosto, me impede de arrumar um emprego novo e de dar sequência nos meus estudos.

- Paternidade: A noticia da gravidez foi a melhor coisa que eu já tive na vida. Entretanto é um processo difícil no começo especialmente para a mulher, pois ela está em transformação, cheia de hormônios, enjoos é uma grande TPM e com isso a disposição diminui resultando em vocês sabem oque, porém é só no começo, depois as coisas vão ficar interessantes kkk  

Durante este período de experimento, a única coisa que eu notei de mudança foi a sexual, aonde o apetite está maior e as ereções mais firmes, mas a parte ruim é a impaciência, e no momento que eu estou vivendo eu preciso de muita paciência e não de um pau de pedra...

De fato o NO FAP é algo necessário para todos os homens, porém eu escolhi o momento certo para começar isso? Escolhi o momento certo para pedir ajuda para minha esposa?

Não sei...

Me estendi bastante, mas espero que seja esclarecedor pra vocês e que nós possamos debater no dia dia.

Abraço!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 545
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 28

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 19/6/2020, 11:04
Tavares336, parabéns duplo! pelo início do reboot com a publicação aqui no fórum e da paternidade. Grandes desafios estão por vim em... Mas pense no pai que você quer ser para o seu filho, no apoio a sua esposa. Torcendo por você! os moderadores iram passar as informações básicas.

Vlw
Abraço.

_______________________________________
DIÁRIO: www.comoparar.com/t9368-diario-do-rottweiler



Meu Record: 17 DIAS

DIAS:
01 ( ) 02 ( ) 03 ( ) 04 ( ) 05 ( ) 06 ( )
07 ( ) 08 ( ) 09 ( ) 10 ( ) 11 ( ) 12 ( )
13 ( ) 14 ( ) 15 ( ) 16 ( ) 17 ( ) 18 ( )
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 388
Data de inscrição : 21/03/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 19/6/2020, 11:42
Tavares336 escreveu:Eai meus amigos!

Estou aqui para compartilhar com vocês a minha história, aprendizados e principalmente aprender como passar pelo processo do Reboot.

Tenho 26 anos, vejo pornografia desde os 12 (isso mesmo época da Playboy).

Perdi minha virgindade "tarde" aos 19 anos, com minha namorada (não a primeira) mas sim a que eu confiei em ter uma relação, e estou casado com ela hoje, nos casamos fazem 9 meses.

Acredito que o fato de ter tido uma relação sexual apenas aos 19 intensificou a minha busca e consumismo de pornografia, pois a minha ansiedade pelo momento e querer aprender coisas para estar apto quando ele chegasse, me fazia consumir o PMO de um jeito excessivo.

VAMOS POR PARTES

Adolescência: Sempre fui um cara muito ligado e interessado em sexo mas tímido para fazer isso devido aos costumes, criação e etc. Então a minha fuga era o PMO e Masturbação, qualquer 10 minutos livres era motivo para fazer o ato. Tive namoros não tão sérios em minha adolescência, porém sempre tive medo de não ser capaz, de engravidar a mina e tudo mais.

Fase adulta: Com 18 anos e mais liberdade e independência, apareceram mais oportunidades de ter uma relação sexual, porém sempre acontecia algo de errado que era gatilho para o meu receio de falha. Finalmente com 19 comecei a namorar uma grande amiga minha, que foi a pessoa em que eu confiava e sabia que me entenderia perfeitamente e finalmente rolou e é com ela com quem estou casado hoje.

Namoro: Mesmo namorando eu ainda me masturbava frequentemente, aí que começaram os problemas, pois eu sempre esperava da minha namorada oque eu via em vídeos, e quando não conseguia acabava me masturbando mesmo após ter feito sexo, com o tempo vieram aparecendo os desejos de trair para ver se outras faziam como as dos filmes, uma vez que a única pessoa com que eu tive relação foi com ela, mas felizmente nunca cheguei a trair, mesmo passando muito perto e recebendo propostas, por vezes ela pegou sites aberto em meu celular, situação desagradável! Mas ela nunca teve conhecimento do quanto o problema era grande.

CASAMENTO

Em 2018 resolvemos que queríamos nos casar em Setembro de 2019 e começamos os nossos preparativos, compramos uma casa e tudo mais. No começo de 2019 acabei caindo em vídeos no YT que falavam sobre o movimento NO FAP, assisti me interessei mas não conseguia passar de 5 dias, então deixei de lado, este foi o meu primeiro passo.
No começo de Setembro eu retomei o reboot, pois casaria naquele mês e não queria levar isso para dentro do meu casamento, mas perto do casamento estava com faltline e um p*ta medo de falhar no grande dia, então caí mais uma vez.

Já casado o estado piorou, pois eu queria transar todos os dias no início e mulher não é bem assim né meus amigos. Então eu me masturbava para aliviar minha tensão e não ficar "incomodando" ela. Porém comecei a perder o controle de uma forma horrível, chegava atrasado no trabalho, me masturbava no trabalho pois tenho uma sala isolada e com banheiro, via pornografia praticamente o dia inteiro e comecei não só ver mas como interagir com outras mulheres para receber nudes, pois só as cenas montadas não me satisfaziam mais.

Comecei a perceber que cada vez eu procurava menos a minha esposa, pois a pornografia não precisava da parte "burocrática" e o resultado era mais rápido. Mas também comecei a perceber a DE, cada vez eu precisava me concentrar mais para transar, não conseguia ter duas ereções seguidas. E foi aí que eu percebi que eu estava na merd*

COMEÇO DO REBOOT

Decidi que ia novamente começar com o reboot, pois caso contrário eu perderia meu casamento e comecei dia 22 de Maio!
Os primeiros dias foram tranquilos, consegui me manter firme e contente. Do 8° dia em diante as coisas começaram a estreitar, a falta de dopamina começou a me deixar de mau humor todos os dias, e minha esposa percebeu claro! Então não vi uma outra opção a não ser contar pra ela. Sim, ela reagiu com espanto e até com um pouco desgosto, mas se propôs a me ajudar.

Por volta do 15° dia descobrimos que ela estava grávida, o momento mais feliz da minha vida! E um UP a mais para seguir melhorando como pessoa para ser um bom pai.

Hoje estou no 29° dia de NO FAP e NO PORN

Há umas duas semanas sinto uma irritabilidade que não é de mim, sou esquentado  porém não ao ponto que estou. Esses efeitos são causados pela falta de dopamina no cérebro, que é liberada quando fazemos coisas prazerosas como comer algo que gostamos, fazer um passeio que gostamos, transar ou assistir um pornozinho que é o meio mais fácil e rápido de hackear o cérebro e obter dopamina.

Devido à alguns fatores que vem ocorrendo ultimamente está difícil de eu obter um nível de dopamina suficiente, entre eles:

- Pandemia: Que me evita de ter momentos de descontração com as pessoas que eu gosto, me impede de arrumar um emprego novo e de dar sequência nos meus estudos.

- Paternidade: A noticia da gravidez foi a melhor coisa que eu já tive na vida. Entretanto é um processo difícil no começo especialmente para a mulher, pois ela está em transformação, cheia de hormônios, enjoos é uma grande TPM e com isso a disposição diminui resultando em vocês sabem oque, porém é só no começo, depois as coisas vão ficar interessantes kkk  

Durante este período de experimento, a única coisa que eu notei de mudança foi a sexual, aonde o apetite está maior e as ereções mais firmes, mas a parte ruim é a impaciência, e no momento que eu estou vivendo eu preciso de muita paciência e não de um pau de pedra...

De fato o NO FAP é algo necessário para todos os homens, porém eu escolhi o momento certo para começar isso? Escolhi o momento certo para pedir ajuda para minha esposa?

Não sei...

Me estendi bastante, mas espero que seja esclarecedor pra vocês e que nós possamos debater no dia dia.

Abraço!
Parabéns parceiro! Conte comigo nessa batalha!
Uma curiosidade: como vc fez para ajustar seu contador colocando-o já no seu vigésimo oitavo dia?

_______________________________________
Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 19/6/2020, 11:48
Rottweiler escreveu:Tavares336, parabéns duplo! pelo início do reboot com a publicação aqui no fórum e da paternidade. Grandes desafios estão por vim em... Mas pense no pai que você quer ser para o seu filho, no apoio a sua esposa. Torcendo por você! os moderadores iram passar as informações básicas.

Vlw
Abraço.

Obrigado Rott!

Acredito que tudo tenha um propósito, e começar isso antes de saber que eu seria pai me faz acreditar que o propósito seja ser um excelente pai!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 19/6/2020, 11:53
Guerreiro de longa data escreveu:
Tavares336 escreveu:Eai meus amigos!

Estou aqui para compartilhar com vocês a minha história, aprendizados e principalmente aprender como passar pelo processo do Reboot.

Tenho 26 anos, vejo pornografia desde os 12 (isso mesmo época da Playboy).

Perdi minha virgindade "tarde" aos 19 anos, com minha namorada (não a primeira) mas sim a que eu confiei em ter uma relação, e estou casado com ela hoje, nos casamos fazem 9 meses.

Acredito que o fato de ter tido uma relação sexual apenas aos 19 intensificou a minha busca e consumismo de pornografia, pois a minha ansiedade pelo momento e querer aprender coisas para estar apto quando ele chegasse, me fazia consumir o PMO de um jeito excessivo.

VAMOS POR PARTES

Adolescência: Sempre fui um cara muito ligado e interessado em sexo mas tímido para fazer isso devido aos costumes, criação e etc. Então a minha fuga era o PMO e Masturbação, qualquer 10 minutos livres era motivo para fazer o ato. Tive namoros não tão sérios em minha adolescência, porém sempre tive medo de não ser capaz, de engravidar a mina e tudo mais.

Fase adulta: Com 18 anos e mais liberdade e independência, apareceram mais oportunidades de ter uma relação sexual, porém sempre acontecia algo de errado que era gatilho para o meu receio de falha. Finalmente com 19 comecei a namorar uma grande amiga minha, que foi a pessoa em que eu confiava e sabia que me entenderia perfeitamente e finalmente rolou e é com ela com quem estou casado hoje.

Namoro: Mesmo namorando eu ainda me masturbava frequentemente, aí que começaram os problemas, pois eu sempre esperava da minha namorada oque eu via em vídeos, e quando não conseguia acabava me masturbando mesmo após ter feito sexo, com o tempo vieram aparecendo os desejos de trair para ver se outras faziam como as dos filmes, uma vez que a única pessoa com que eu tive relação foi com ela, mas felizmente nunca cheguei a trair, mesmo passando muito perto e recebendo propostas, por vezes ela pegou sites aberto em meu celular, situação desagradável! Mas ela nunca teve conhecimento do quanto o problema era grande.

CASAMENTO

Em 2018 resolvemos que queríamos nos casar em Setembro de 2019 e começamos os nossos preparativos, compramos uma casa e tudo mais. No começo de 2019 acabei caindo em vídeos no YT que falavam sobre o movimento NO FAP, assisti me interessei mas não conseguia passar de 5 dias, então deixei de lado, este foi o meu primeiro passo.
No começo de Setembro eu retomei o reboot, pois casaria naquele mês e não queria levar isso para dentro do meu casamento, mas perto do casamento estava com faltline e um p*ta medo de falhar no grande dia, então caí mais uma vez.

Já casado o estado piorou, pois eu queria transar todos os dias no início e mulher não é bem assim né meus amigos. Então eu me masturbava para aliviar minha tensão e não ficar "incomodando" ela. Porém comecei a perder o controle de uma forma horrível, chegava atrasado no trabalho, me masturbava no trabalho pois tenho uma sala isolada e com banheiro, via pornografia praticamente o dia inteiro e comecei não só ver mas como interagir com outras mulheres para receber nudes, pois só as cenas montadas não me satisfaziam mais.

Comecei a perceber que cada vez eu procurava menos a minha esposa, pois a pornografia não precisava da parte "burocrática" e o resultado era mais rápido. Mas também comecei a perceber a DE, cada vez eu precisava me concentrar mais para transar, não conseguia ter duas ereções seguidas. E foi aí que eu percebi que eu estava na merd*

COMEÇO DO REBOOT

Decidi que ia novamente começar com o reboot, pois caso contrário eu perderia meu casamento e comecei dia 22 de Maio!
Os primeiros dias foram tranquilos, consegui me manter firme e contente. Do 8° dia em diante as coisas começaram a estreitar, a falta de dopamina começou a me deixar de mau humor todos os dias, e minha esposa percebeu claro! Então não vi uma outra opção a não ser contar pra ela. Sim, ela reagiu com espanto e até com um pouco desgosto, mas se propôs a me ajudar.

Por volta do 15° dia descobrimos que ela estava grávida, o momento mais feliz da minha vida! E um UP a mais para seguir melhorando como pessoa para ser um bom pai.

Hoje estou no 29° dia de NO FAP e NO PORN

Há umas duas semanas sinto uma irritabilidade que não é de mim, sou esquentado  porém não ao ponto que estou. Esses efeitos são causados pela falta de dopamina no cérebro, que é liberada quando fazemos coisas prazerosas como comer algo que gostamos, fazer um passeio que gostamos, transar ou assistir um pornozinho que é o meio mais fácil e rápido de hackear o cérebro e obter dopamina.

Devido à alguns fatores que vem ocorrendo ultimamente está difícil de eu obter um nível de dopamina suficiente, entre eles:

- Pandemia: Que me evita de ter momentos de descontração com as pessoas que eu gosto, me impede de arrumar um emprego novo e de dar sequência nos meus estudos.

- Paternidade: A noticia da gravidez foi a melhor coisa que eu já tive na vida. Entretanto é um processo difícil no começo especialmente para a mulher, pois ela está em transformação, cheia de hormônios, enjoos é uma grande TPM e com isso a disposição diminui resultando em vocês sabem oque, porém é só no começo, depois as coisas vão ficar interessantes kkk  

Durante este período de experimento, a única coisa que eu notei de mudança foi a sexual, aonde o apetite está maior e as ereções mais firmes, mas a parte ruim é a impaciência, e no momento que eu estou vivendo eu preciso de muita paciência e não de um pau de pedra...

De fato o NO FAP é algo necessário para todos os homens, porém eu escolhi o momento certo para começar isso? Escolhi o momento certo para pedir ajuda para minha esposa?

Não sei...

Me estendi bastante, mas espero que seja esclarecedor pra vocês e que nós possamos debater no dia dia.

Abraço!
Parabéns parceiro! Conte comigo nessa batalha!
Uma curiosidade: como vc fez para ajustar seu contador colocando-o já no seu vigésimo oitavo dia?

Valeu Guerreiro, conta comigo também!

O contador eu usei o que indica no tópico inicial, mas você tem que entrar e sair do site várias vezes, parece que ele buga e permite que você coloque datas retroativas.

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 388
Data de inscrição : 21/03/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 19/6/2020, 13:52
Tavares336 escreveu:
Guerreiro de longa data escreveu:
Tavares336 escreveu:Eai meus amigos!

Estou aqui para compartilhar com vocês a minha história, aprendizados e principalmente aprender como passar pelo processo do Reboot.

Tenho 26 anos, vejo pornografia desde os 12 (isso mesmo época da Playboy).

Perdi minha virgindade "tarde" aos 19 anos, com minha namorada (não a primeira) mas sim a que eu confiei em ter uma relação, e estou casado com ela hoje, nos casamos fazem 9 meses.

Acredito que o fato de ter tido uma relação sexual apenas aos 19 intensificou a minha busca e consumismo de pornografia, pois a minha ansiedade pelo momento e querer aprender coisas para estar apto quando ele chegasse, me fazia consumir o PMO de um jeito excessivo.

VAMOS POR PARTES

Adolescência: Sempre fui um cara muito ligado e interessado em sexo mas tímido para fazer isso devido aos costumes, criação e etc. Então a minha fuga era o PMO e Masturbação, qualquer 10 minutos livres era motivo para fazer o ato. Tive namoros não tão sérios em minha adolescência, porém sempre tive medo de não ser capaz, de engravidar a mina e tudo mais.

Fase adulta: Com 18 anos e mais liberdade e independência, apareceram mais oportunidades de ter uma relação sexual, porém sempre acontecia algo de errado que era gatilho para o meu receio de falha. Finalmente com 19 comecei a namorar uma grande amiga minha, que foi a pessoa em que eu confiava e sabia que me entenderia perfeitamente e finalmente rolou e é com ela com quem estou casado hoje.

Namoro: Mesmo namorando eu ainda me masturbava frequentemente, aí que começaram os problemas, pois eu sempre esperava da minha namorada oque eu via em vídeos, e quando não conseguia acabava me masturbando mesmo após ter feito sexo, com o tempo vieram aparecendo os desejos de trair para ver se outras faziam como as dos filmes, uma vez que a única pessoa com que eu tive relação foi com ela, mas felizmente nunca cheguei a trair, mesmo passando muito perto e recebendo propostas, por vezes ela pegou sites aberto em meu celular, situação desagradável! Mas ela nunca teve conhecimento do quanto o problema era grande.

CASAMENTO

Em 2018 resolvemos que queríamos nos casar em Setembro de 2019 e começamos os nossos preparativos, compramos uma casa e tudo mais. No começo de 2019 acabei caindo em vídeos no YT que falavam sobre o movimento NO FAP, assisti me interessei mas não conseguia passar de 5 dias, então deixei de lado, este foi o meu primeiro passo.
No começo de Setembro eu retomei o reboot, pois casaria naquele mês e não queria levar isso para dentro do meu casamento, mas perto do casamento estava com faltline e um p*ta medo de falhar no grande dia, então caí mais uma vez.

Já casado o estado piorou, pois eu queria transar todos os dias no início e mulher não é bem assim né meus amigos. Então eu me masturbava para aliviar minha tensão e não ficar "incomodando" ela. Porém comecei a perder o controle de uma forma horrível, chegava atrasado no trabalho, me masturbava no trabalho pois tenho uma sala isolada e com banheiro, via pornografia praticamente o dia inteiro e comecei não só ver mas como interagir com outras mulheres para receber nudes, pois só as cenas montadas não me satisfaziam mais.

Comecei a perceber que cada vez eu procurava menos a minha esposa, pois a pornografia não precisava da parte "burocrática" e o resultado era mais rápido. Mas também comecei a perceber a DE, cada vez eu precisava me concentrar mais para transar, não conseguia ter duas ereções seguidas. E foi aí que eu percebi que eu estava na merd*

COMEÇO DO REBOOT

Decidi que ia novamente começar com o reboot, pois caso contrário eu perderia meu casamento e comecei dia 22 de Maio!
Os primeiros dias foram tranquilos, consegui me manter firme e contente. Do 8° dia em diante as coisas começaram a estreitar, a falta de dopamina começou a me deixar de mau humor todos os dias, e minha esposa percebeu claro! Então não vi uma outra opção a não ser contar pra ela. Sim, ela reagiu com espanto e até com um pouco desgosto, mas se propôs a me ajudar.

Por volta do 15° dia descobrimos que ela estava grávida, o momento mais feliz da minha vida! E um UP a mais para seguir melhorando como pessoa para ser um bom pai.

Hoje estou no 29° dia de NO FAP e NO PORN

Há umas duas semanas sinto uma irritabilidade que não é de mim, sou esquentado  porém não ao ponto que estou. Esses efeitos são causados pela falta de dopamina no cérebro, que é liberada quando fazemos coisas prazerosas como comer algo que gostamos, fazer um passeio que gostamos, transar ou assistir um pornozinho que é o meio mais fácil e rápido de hackear o cérebro e obter dopamina.

Devido à alguns fatores que vem ocorrendo ultimamente está difícil de eu obter um nível de dopamina suficiente, entre eles:

- Pandemia: Que me evita de ter momentos de descontração com as pessoas que eu gosto, me impede de arrumar um emprego novo e de dar sequência nos meus estudos.

- Paternidade: A noticia da gravidez foi a melhor coisa que eu já tive na vida. Entretanto é um processo difícil no começo especialmente para a mulher, pois ela está em transformação, cheia de hormônios, enjoos é uma grande TPM e com isso a disposição diminui resultando em vocês sabem oque, porém é só no começo, depois as coisas vão ficar interessantes kkk  

Durante este período de experimento, a única coisa que eu notei de mudança foi a sexual, aonde o apetite está maior e as ereções mais firmes, mas a parte ruim é a impaciência, e no momento que eu estou vivendo eu preciso de muita paciência e não de um pau de pedra...

De fato o NO FAP é algo necessário para todos os homens, porém eu escolhi o momento certo para começar isso? Escolhi o momento certo para pedir ajuda para minha esposa?

Não sei...

Me estendi bastante, mas espero que seja esclarecedor pra vocês e que nós possamos debater no dia dia.

Abraço!
Parabéns parceiro! Conte comigo nessa batalha!
Uma curiosidade: como vc fez para ajustar seu contador colocando-o já no seu vigésimo oitavo dia?

Valeu Guerreiro, conta comigo também!

O contador eu usei o que indica no tópico inicial, mas você tem que entrar e sair do site várias vezes, parece que ele buga e permite que você coloque datas retroativas.
Excelente! Obrigado, meu nobre!
Em relação a sua irritabilidade, é devido a abstinência, se perseverar, com o tempo vc lidará melhor com isso.
Sempre lembrando: não trata-se a penas de não praticar PMO, mas, sobretudo,  adquirir bons hábitos.
Abraço, companheiro de luta!

_______________________________________
Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty 30 DIAS DE VITOÓRIAS!

em 20/6/2020, 12:24
Eai meus guerreiros!

Hoje eu estou no 30° dia sem FAP e PORN, marca inédita e com um significado enorme para mim que não conseguia chegar nem aos 10 dias!

Iniciei como usuário do Blog ontem justamente por estava passando por um momento difícil aonde a minha irritabilidade estava incontrolável a semanas aonde eu via que a ultima opção era dar a bendita dopamina para o meu cérebro através do modo mais fácil, ontem colocando um pouco pra fora e vendo relatos de outras pessoas, consegui controlar a minha irritabilidade de forma incrível assim conseguindo alcançar o meu objetivo principal que é estar feliz e fazer a minha parceira feliz, não só sexualmente mas simplesmente pelo fato de ser uma companhia agradável.

Feliz! Mas não posso vacilar, a luta continua!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 22/6/2020, 09:27
Eai guerreiros!

Dia 32 (em andamento), NO FAP e NO PORN.

Como disse anteriormente, nunca cheguei tão longe e isso é oque mais me motiva a não cair pois nesse mês já passei por muita coisa ruim devido a abstinência!


MAS VOCÊ TEM NAMORADA/ESPOSA, POR QUE FAZ ISSO?

Em uma das minhas tentativas passadas pouco antes do casamento, entrei em um grupo de WPP para ver se conseguia uma luz para seguir. Como o grupo não tem uma divisão por idades e a maioria eram garotos bem mais novos que eu, muitos até me ridicularizavam com frases como: - Você é casado e bate uma? - Por que não transa? AFF!

Sempre fui muito respeitoso em relação a relações sexuais, deve ser prazeroso para ambos! Quem viu os diários anteriores sabe que minha esposa está gravida e a gravidez tem seus sintomas, sendo assim desde o começo desse meu reboot foram poucas vezes que ela estava em uma condição legal para tal façanha. Então pedir para que ela me ajudasse a se "aliviar" seria EGOÍSMO de minha parte.

Com isso digo que a minha caminhada é HARD +, pois todos os dias eu vejo, eu toco uma mulher, mas no momento eu não posso fazer nada mais que isso...


Sexualmente estou me sentindo como quando tinha meus 14 anos, a ponto de explodir e isso está martelando a minha cabeça com pensamentos de recaída  Sad


Um dia de cada vez, com paciência as coisas irão melhorar.

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

avatar
deltagama_0236
Mensagens : 103
Data de inscrição : 11/05/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 22/6/2020, 10:18
Parabéns pela marca man!

_______________________________________










https://www.comoparar.com/t10510-diario-do-deltagama
Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 22/6/2020, 10:29
deltagama_0236 escreveu:Parabéns pela marca man!

Obrigado Delta! Wink

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

MascaradeFerro
MascaradeFerro
Mensagens : 177
Data de inscrição : 04/12/2019
Idade : 30

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 22/6/2020, 11:50
Super Tavares!

Primeiro vim aqui pra dizer que nao ta sozinho!
Compartilho contigo todas as questoes que a gente que é casado enfrenta! às vezes a PMO parece ser um caminho mais facil, mas amigo, esses atalhos só ferram a vida da gente!
Parabens demais pela marca! muito legal, e espero que um dia quando eu for pai eu esteja num lobby igual o teu motivado pronto pra ser diferente!
Tenho certeza que teu filho vai nascer com um pai saúdavel mentalmente e livre dessa porcaria!

_______________________________________
Me acompanhe --> Meu Diário

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 22/6/2020, 12:08
MascaradeFerro escreveu:Super Tavares!

Primeiro vim aqui pra dizer que nao ta sozinho!
Compartilho contigo todas as questoes que a gente que é casado enfrenta! às vezes a PMO parece ser um caminho mais facil, mas amigo, esses atalhos só ferram a vida da gente!
Parabens demais pela marca! muito legal, e espero que um dia quando eu for pai eu esteja num lobby igual o teu motivado pronto pra ser diferente!
Tenho certeza que teu filho vai nascer com um pai saúdavel mentalmente e livre dessa porcaria!

Boa guerreiro!

Agradeço as felicitações e fico lisonjeado em poder de alguma forma motivar um companheiro de batalha.

Vamos pra cima!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty DIA 32

em 23/6/2020, 09:00
Eai guerreiros!

O dia 32 foi bem produtivo, encarei algumas coisas que estavam me incomodando e as resolvi! Instantaneamente eu me senti leve, voltei a ser eu, a sorrir e ser uma companhia agradável.

NUNCA BAIXE A GUARDA

Ainda no dia 32 em uma conversa cotidiana com minha esposa, comentei sobre um vídeo antigo mas que os professores ainda passavam em alguns cursos como conteúdo motivacional; peguei o celular e fui mostrar pra ela o tal vídeo. O vídeo em si é humorístico em um programa de TV aberta e livre de gatilhos, já assisti ao vídeo diversas vezes e nunca, nunca me atentei que ao fundo como convidada tinha uma atriz de filmes adultos no programa, e não era qualquer uma, mas sim uma das que eu mais sentia atração!
Eu estava ótimo, perfeito!  Mas na hora senti o golpe que o meu cérebro me dava... Graças a Deus eu estou mais forte e contornei a situação e continuei curtindo a minha "Vibe" boa.

Hoje dia 33 me sinto ótimo, revigorado bem ao contrário do que vinha me sentindo neste dias passados. Vou usar esse entusiasmo para colocar meus serviços em dia, evitar ao máximo procrastinar.

Vamos pra cima, a luta não pode parar!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Rottweiler gosta desta mensagem

Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 388
Data de inscrição : 21/03/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 24/6/2020, 16:51
Tavares336 escreveu:Eai guerreiros!

O dia 32 foi bem produtivo, encarei algumas coisas que estavam me incomodando e as resolvi! Instantaneamente eu me senti leve, voltei a ser eu, a sorrir e ser uma companhia agradável.

NUNCA BAIXE A GUARDA

Ainda no dia 32 em uma conversa cotidiana com minha esposa, comentei sobre um vídeo antigo mas que os professores ainda passavam em alguns cursos como conteúdo motivacional; peguei o celular e fui mostrar pra ela o tal vídeo. O vídeo em si é humorístico em um programa de TV aberta e livre de gatilhos, já assisti ao vídeo diversas vezes e nunca, nunca me atentei que ao fundo como convidada tinha uma atriz de filmes adultos no programa, e não era qualquer uma, mas sim uma das que eu mais sentia atração!
Eu estava ótimo, perfeito!  Mas na hora senti o golpe que o meu cérebro me dava... Graças a Deus eu estou mais forte e contornei a situação e continuei curtindo a minha "Vibe" boa.

Hoje dia 33 me sinto ótimo, revigorado bem ao contrário do que vinha me sentindo neste dias passados. Vou usar esse entusiasmo para colocar meus serviços em dia, evitar ao máximo procrastinar.

Vamos pra cima, a luta não pode parar!
Meus cumprimentos, Tavares!
Que bom vê-lo dedicado e focado. Continue assim! Porém, sobretudo, vigilante; não baixe a guarda um segundo.
Meu abraço!

_______________________________________
avatar
ARM
Mensagens : 18
Data de inscrição : 08/06/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 24/6/2020, 20:14
Boa sorte cara tomara que tu consiga continuar firme e forte no reboot, parabéns pela paternidade, sou louco pra casar e tambem começar a minha família

_______________________________________
avatar
Renan1992
Mensagens : 9
Data de inscrição : 23/06/2020
Idade : 28

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 24/6/2020, 21:33
Primeiramente parabéns pela paternidade, tenho uma filha pequena e posso dizer que filhos mudam nossa vida inteira e nos tornam homens melhores, que sua família cresça forte e com muito amor.

Man, eu também tive dificuldade em fazer o Reboot anteriormente e quis fazer do jeito certo agora, fico feliz em encontrar pessoas que estão dispostas a se ajudar sem preconceitos, pois todos sabemos a dificuldade que é parar com um vício, estarei aqui te dando aquela força.
Abraços.
Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 25/6/2020, 09:35
Guerreiro de longa data escreveu:
Tavares336 escreveu:Eai guerreiros!

O dia 32 foi bem produtivo, encarei algumas coisas que estavam me incomodando e as resolvi! Instantaneamente eu me senti leve, voltei a ser eu, a sorrir e ser uma companhia agradável.

NUNCA BAIXE A GUARDA

Ainda no dia 32 em uma conversa cotidiana com minha esposa, comentei sobre um vídeo antigo mas que os professores ainda passavam em alguns cursos como conteúdo motivacional; peguei o celular e fui mostrar pra ela o tal vídeo. O vídeo em si é humorístico em um programa de TV aberta e livre de gatilhos, já assisti ao vídeo diversas vezes e nunca, nunca me atentei que ao fundo como convidada tinha uma atriz de filmes adultos no programa, e não era qualquer uma, mas sim uma das que eu mais sentia atração!
Eu estava ótimo, perfeito!  Mas na hora senti o golpe que o meu cérebro me dava... Graças a Deus eu estou mais forte e contornei a situação e continuei curtindo a minha "Vibe" boa.

Hoje dia 33 me sinto ótimo, revigorado bem ao contrário do que vinha me sentindo neste dias passados. Vou usar esse entusiasmo para colocar meus serviços em dia, evitar ao máximo procrastinar.

Vamos pra cima, a luta não pode parar!
Meus cumprimentos, Tavares!
Que bom vê-lo dedicado e focado.  Continue assim! Porém, sobretudo, vigilante; não baixe a guarda um segundo.
Meu abraço!

Eai Guerreiro!

Vigiando sempre, focado nem sempre rsrs
Mas a luta não para, bora pra cima!

ARM escreveu:Boa sorte cara tomara que tu consiga continuar firme e forte no reboot, parabéns pela paternidade, sou louco pra casar e tambem começar a minha família

Saudações ARM!

Obrigado meu amigo! Tudo no seu tempo man, o fato de você querer ser um homem melhor já é o começo da caminhada as outras coisas serão consequência disso.

Renan1992 escreveu:Primeiramente parabéns pela paternidade, tenho uma filha pequena e posso dizer que filhos mudam nossa vida inteira e nos tornam homens melhores, que sua família cresça forte e com muito amor.

Man, eu também tive dificuldade em fazer o Reboot anteriormente e quis fazer do jeito certo agora, fico feliz em encontrar pessoas que estão dispostas a se ajudar sem preconceitos, pois todos sabemos a dificuldade que é parar com um vício, estarei aqui te dando aquela força.
Abraços.

Saudações Renan 1992!

Obrigado amigo e parabéns também pela pequena, eu não tenho dúvidas sobre a alegria de se ter um filho, estou ansioso de mais! kkkkkk
Mesmo com uma marca considerável pra mim ainda sofro diariamente, afinal são anos de vício! Mas escrever aqui e ler os relatos tão parecidos de amigos como vocês me dá força para não abrir mão do meu progresso.

Conta comigo nessa luta!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty DIA 33

em 25/6/2020, 09:46
Eai meus amigos!

O dia 33 em sua maior parte foi tranquilo, a única coisa que eu não estou sabendo administrar é a minha procrastinação no serviço pois vai além dos meus problemas pessoais, o clima e o formato organizacional está péssimo não tenho mais ânimo para executar minhas tarefas...

Hoje, dia 34 as coisas estão mais complicadas...
Transei ontem, porém não foi a transa que eu queria na quantidade que eu queria. Não digo que estou sofrendo o efeito caçador, só não me satisfiz da forma que queria, em outra ocasião eu resolveria isso, porém agora é deixar pra lá e focar na missão!

Paciência, vamos pra cima!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

avatar
deltagama_0236
Mensagens : 103
Data de inscrição : 11/05/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 25/6/2020, 23:04
Parabens pela marca conquistada mano.
Não deixe que o desanimo ou o gostinho de quero mais seja um gatilho na sua vida amigo. use esta frustração que é gerada nestes momentos para criar coisas boas. Estou acompanhando seu diário.

_______________________________________










https://www.comoparar.com/t10510-diario-do-deltagama
Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 388
Data de inscrição : 21/03/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 26/6/2020, 10:11
Tavares336 escreveu:Eai meus amigos!

O dia 33 em sua maior parte foi tranquilo, a única coisa que eu não estou sabendo administrar é a minha procrastinação no serviço pois vai além dos meus problemas pessoais, o clima e o formato organizacional está péssimo não tenho mais ânimo para executar minhas tarefas...

Hoje, dia 34 as coisas estão mais complicadas...
Transei ontem, porém não foi a transa que eu queria na quantidade que eu queria. Não digo que estou sofrendo o efeito caçador, só não me satisfiz da forma que queria, em outra ocasião eu resolveria isso, porém agora é deixar pra lá e focar na missão!
Se
Paciência, vamos pra cima!
Eh, meu caro Tavares! Virtude essa que precisa ser muito trabalhada nesses tempos: paciência!
Siga firme!
Abraço!

_______________________________________
avatar
Dgban10
Mensagens : 20
Data de inscrição : 20/06/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 26/6/2020, 11:39
Estou no meu décimo segundo dia, e está bem dificil de se controlar, a vontade de P eu nem sinto, mas a de M tá foda... Mas é isso aí, te desejo força nessa caminhada.

_______________________________________
Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 26/6/2020, 12:26
deltagama_0236 escreveu:Parabens pela marca conquistada mano.
Não deixe que o desanimo ou o gostinho de quero mais seja um gatilho na sua vida amigo. use esta frustração que é gerada nestes momentos para criar coisas boas. Estou acompanhando seu diário.

Eai Delta!

Obrigado pela dica e por estar acompanhando essa caminhada árdua!
Pensei mesmo que seria um gatilho, mas consegui controlar aos impulsos  cheers

Guerreiro de longa data escreveu:
Tavares336 escreveu:Eai meus amigos!

O dia 33 em sua maior parte foi tranquilo, a única coisa que eu não estou sabendo administrar é a minha procrastinação no serviço pois vai além dos meus problemas pessoais, o clima e o formato organizacional está péssimo não tenho mais ânimo para executar minhas tarefas...

Hoje, dia 34 as coisas estão mais complicadas...
Transei ontem, porém não foi a transa que eu queria na quantidade que eu queria. Não digo que estou sofrendo o efeito caçador, só não me satisfiz da forma que queria, em outra ocasião eu resolveria isso, porém agora é deixar pra lá e focar na missão!
Se
Paciência, vamos pra cima!
Eh, meu caro Tavares! Virtude essa que precisa ser muito trabalhada nesses tempos: paciência!
Siga firme!
Abraço!

Fala Guerreiro!

Você também mais uma vez se fazendo presente em meu diário, fico feliz por estarem aqui!

Na verdade essa virtude eu comecei a trabalhar antes mesmo do Reboot, pois sou muito impaciente e isso estava afetando o meu relacionamento, com o reboot a impaciência aumentou, mas bola pra frente vamos matar dois coelhos em uma cajadada só! HAHA

Dgban10 escreveu:Estou no meu décimo segundo dia, e está bem dificil de se controlar, a vontade de P eu nem sinto, mas a de M tá foda... Mas é isso aí, te desejo força nessa caminhada.

Saudações Dgban10, seja bem vindo ao meu diário!

Passei por muitas dificuldades nessa altura da batalha também, acredito que sejam as mais difíceis mas após o 14° dia dá uma boa aliviada então força!

Vamos pra cima guerreiros!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty DIA 34 - 35

em 26/6/2020, 12:47
Eaí amigos!

Dia nada bom! Sinto que desde o 29° dia, antes mesmo de eu começar a participar do blog as vontades vieram com tudo e só aumentam!

DIA 34

Foi mais do mesmo, desânimo, procrastinação no trabalho porém mais presente em casa, mais lúcido!

DIA 35

Digo que está sendo o dia mais difícil de todos!
Está difícil focar em qualquer coisa como responder um e-mail, uma mensagem no celular, percebi que estou perdendo o apetite, estou sentindo um aperto no peito, tristeza, sinais de ansiedade, coisas que senti lá no 8°, 10° dia de Reboot, só que agora mais forte!

A todo momento passa em minha cabeça: - Dá só uma olhada para amenizar os sintomas, não pega nada e nem te faz tão culpado, já que a culpa de não estar conseguindo ter sexo real em casa não é sua.

Estou lutando, mas hoje está difícil...

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

MascaradeFerro
MascaradeFerro
Mensagens : 177
Data de inscrição : 04/12/2019
Idade : 30

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 26/6/2020, 14:35
Cara sei como é lutar contra essa voz na cabeça da gente!

Quero te desejar aqui força e coragem!
Coragem pra enfrentar e Força pra vencer! Voce é bom nisso mano!

_______________________________________
Me acompanhe --> Meu Diário

ANUBIS
ANUBIS
Mensagens : 8
Data de inscrição : 23/06/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 26/6/2020, 16:05
Tenho percebido que as pessoas costumam colocar muito foco no próprio sofrimento e acabam esquecendo de exaltar toda a própria resiliência.
O que eu faço é procurar perceber quais são as minhas pequenas vitórias no dia e ignoro toda parte do sofrimento. Não sou perfeito nem nada também tenho os meus dias ruins entretanto acredito que em toda ameaça existe uma oportunidade escondida, basta eu procurar dentro de mim e me aproveitar disso.
Não sei se a minha solução vai ajudar, é o que funciona pra mim.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum