Ir em baixo
Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 26/6/2020, 17:58
MascaradeFerro escreveu:Cara sei como é lutar contra essa voz na cabeça da gente!

Quero te desejar aqui força e coragem!
Coragem pra enfrentar e Força pra vencer! Voce é bom nisso mano!

Obrigado pela força MascaradeFerro!

Tamo junto nessa!

ANUBIS escreveu:Tenho percebido que as pessoas costumam colocar muito foco no próprio sofrimento e acabam esquecendo de exaltar toda a própria resiliência.
O que eu faço é procurar perceber quais são as minhas pequenas vitórias no dia e ignoro toda parte do sofrimento. Não sou perfeito nem nada também tenho os meus dias ruins entretanto acredito que em toda ameaça existe uma oportunidade escondida, basta eu procurar dentro de mim e me aproveitar disso.
Não sei se a minha solução vai ajudar, é o que funciona pra mim.

Saudações ANUBIS, bem vindo ao meu diário!

Cara, a sua solução faz todo sentido, pois geralmente as pessoas que sofrem deste vício acaba vendo apenas o lado ruim de tudo e esquecem de contemplar as coisas boas até de si mesmo.

É importante reconhecermos todas as nossas vitórias por menores que sejam para termos forças para irmos além.

Obrigado pela ajuda, vamos pra cima!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty DIA 36 - O DIA EM QUE EU ACEITEI A DERROTA.

em 29/6/2020, 10:57
Eaí meus amigos!

Estou no 38° dia de Reboot, muita luta mas graças a Deus tenho vencido!

Como o dia 37 foi "tranquilo" e o 38 está em andamento vou falar do 36°.


DIA 36 - O DIA EM QUE EU ACEITEI A DERROTA

Não trabalho aos sábados mas neste dia precisava acompanhar um serviço, levantei péssimo com sintomas de ansiedade e triste por mais uma vez ter ido dormir sem transar... Me olhei no espelho e perguntei pra mim mesmo, pra que você está fazendo isso? Pra que se mutilar deste jeito para alguém que não está sabendo lidar com o seu sacrifício? Saí de casa decidido e acabar com isso e dar ao meu cérebro oque ele pedia.

Como o serviço que iria acompanhar era de manutenção, eu precisava apenas olhar o andamento de hora em hora, até por que eu não tinha acesso livre ao local e no restante do dia ficava na minha sala sozinho.

Por fim, foram 6 horas de muita luta, com pensamentos turbulentos e angústias. Mas, eu dei a volta por cima e não caí mesmo com todos os artifícios para isso!

MAIS UMA VEZ EU VENCI!

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Urso Polar e Rottweiler gostam desta mensagem

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty DIA 38

em 30/6/2020, 08:31
Eaí meus amigos!

Dia 38 vencido.


Seguimos na batalha.

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

led new, Urso Polar e Rottweiler gostam desta mensagem

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty DIA 39 - 40

em 1/7/2020, 09:29
Eaí guerreiros!

Hoje será um DESABAFO

A PMO causa fantasias, não só sexuais mas também na vida cotidiana, ela é por muitas vezes um buraco aonde você entra para se esconder da vida real e fica ali por horas, todo os dias se escondendo, mascarando coisas que não quer enxergar. Bloqueando a PMO eu comecei a encarar a vida "sóbrio" e isso está difícil, pois comecei a me sentir insatisfeito com algumas coisas da minha vida.

Ontem ao chegar em casa estava tão abalado psicologicamente, tão confuso que eu não me contive e caí em lágrimas, tentei esconder da minha esposa, mas a casa é pequena, não tem como; preferi não contar oque eu estava acontecendo e prometi que tudo iria ficar bem.

O meu maior gatilho é justamente a minha esposa, ela é uma pessoa maravilhosa com inúmeras qualidades, porém o único defeito que consigo pontuar nela é o desinteresse sexual, por vezes ela até ja pensou se era uma pessoa assexual pois ela vive tranquilamente sem sexo. Não, ela não odeia mas não faz questão, não procura e não se empenha e agora gestante a coisa só piorou... Eu por outro lado sou muito sexual, eu me aprimoro, procuro novas técnicas, faço de tudo para sempre melhorar e principalmente proporcionar prazer a ela.

Eu sempre fui um cara muito carinhoso, simpático e mesmo sendo virgem antes de começar a namorar com ela eu tinha algumas garotas e gostava disso, de me sentir importante, desejado, coisas que sumiram com o namoro longo e com o casamento, não me sinto mais desejado é como se eu fosse só mais um.

Por várias vezes eu pensei em trair ela, voltar a ser desejado de forma carnal e cheguei bem perto disso muitas vezes, mas nunca tive coragem de consumar o fato pois ela realmente não merece isso mesmo com esse defeito.

Desde o começo do namoro eu converso com ela sobre isso, já contei sobre meu reboot e que precisaria de ajuda, ela sempre diz que vai tentar melhorar mas não acontece... Eu amo ela, ela será a mãe do meu filho e é com ela quem eu quero viver para o resto da minha vida, porém esse defeitinho me destrói pois me priva de fazer uma das coisas que eu mais amo na vida SEXO!

Comecei o meu reboot quando eu percebi que o meu desempenho já não era o mesmo, quando percebi que eu já estava me igualando a ela em questão de sexo real. E acreditei que isso seria apenas por conta da PMO, e a parte do desempenho realmente era! Mas ao longo do destes 40 dias vi que o problema é maior, vi que a falta de interesse dela também me fez desinteressar e que eu comecei a ver ela como uma amiga, uma amiga que se der eu como, mas se não der tudo bem.

Nessa luta tem algumas coisas que eu não quero perder, o meu caráter a minha esposa e a minha identidade, pois eu amo transar e isso me faz um bem enorme!

Bom é isso, o texto foi grande mas a angústia também é...

A luta continua.

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

led new, Rottweiler, Guerreiro73 e ANUBIS gostam desta mensagem

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty DIA 40

em 2/7/2020, 09:03
DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Whatsa11

Frase motivacional em comemoração aos 40 dias de reboot!

A luta não para.

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Rottweiler gosta desta mensagem

Guerreiro de longa data
Guerreiro de longa data
Mensagens : 388
Data de inscrição : 21/03/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 2/7/2020, 13:32
Tavares336 escreveu:Eaí guerreiros!

Hoje será um DESABAFO

A PMO causa fantasias, não só sexuais mas também na vida cotidiana, ela é por muitas vezes um buraco aonde você entra para se esconder da vida real e fica ali por horas, todo os dias se escondendo, mascarando coisas que não quer enxergar. Bloqueando a PMO eu comecei a encarar a vida "sóbrio" e isso está difícil, pois comecei a me sentir insatisfeito com algumas coisas da minha vida.

Ontem ao chegar em casa estava tão abalado psicologicamente, tão confuso que eu não me contive e caí em lágrimas, tentei esconder da minha esposa, mas a casa é pequena, não tem como; preferi não contar oque eu estava acontecendo e prometi que tudo iria ficar bem.

O meu maior gatilho é justamente a minha esposa, ela é uma pessoa maravilhosa com inúmeras qualidades, porém o único defeito que consigo pontuar nela é o desinteresse sexual, por vezes ela até ja pensou se era uma pessoa assexual pois ela vive tranquilamente sem sexo. Não, ela não odeia mas não faz questão, não procura e não se empenha e agora gestante a coisa só piorou... Eu por outro lado sou muito sexual, eu me aprimoro, procuro novas técnicas, faço de tudo para sempre melhorar e principalmente proporcionar prazer a ela.

Eu sempre fui um cara muito carinhoso, simpático e mesmo sendo virgem antes de começar a namorar com ela eu tinha algumas garotas e gostava disso, de me sentir importante, desejado, coisas que sumiram com o namoro longo e com o casamento, não me sinto mais desejado é como se eu fosse só mais um.

Por várias vezes eu pensei em trair ela, voltar a ser desejado de forma carnal e cheguei bem perto disso muitas vezes, mas nunca tive coragem de consumar o fato pois ela realmente não merece isso mesmo com esse defeito.

Desde o começo do namoro eu converso com ela sobre isso, já contei sobre meu reboot e que precisaria de ajuda, ela sempre diz que vai tentar melhorar mas não acontece... Eu amo ela, ela será a mãe do meu filho e é com ela quem eu quero viver para o resto da minha vida, porém esse defeitinho me destrói pois me priva de fazer uma das coisas que eu mais amo na vida SEXO!

Comecei o meu reboot quando eu percebi que o meu desempenho já não era o mesmo, quando percebi que eu já estava me igualando a ela em questão de sexo real. E acreditei que isso seria apenas por conta da PMO, e a parte do desempenho realmente era! Mas ao longo do destes 40 dias vi que o problema é maior, vi que a falta de interesse dela também me fez desinteressar e que eu comecei a ver ela como uma amiga, uma amiga que se der eu como, mas se não der tudo bem.

Nessa luta tem algumas coisas que eu não quero perder, o meu caráter a minha esposa e a minha identidade, pois eu amo transar e isso me faz um bem enorme!

Bom é isso, o texto foi grande mas a angústia também é...

A luta continua.

Caríssimo, Tavares!
Pô cara, realmente um drama esse. Mas veja, não há nada que não possa ser resolvido.
E pelo seu relato, não obstante ao problema da baixa libido da sua importância ou o drama da Pornografia que vc vem enfrentando, vocês se amam muito. E esse sentimento precisa ser um laço com o qual, parceiro, vc não pode deixar que se rompa. Pois costumo dizer que o amor(paixão) é como uma pequena faísca acessa no qual precisa-se a todo momento alimentá-lo com combustível se não se apaga. Portanto, cultive isto sempre. E no mais, no que tange ao relacionamento íntimo de vcs, tente inovar; use do romantismo, algo que é bem peculiar do mundo feminino, as mulheres gostam disso, por mais que algumas nem mesmo demonstrem; no entanto quando refiro-me a romantismo não falo de um 'romantismo carola", mas de pequenas expressões de amor, reais e concretas, no dia a dia.
Seduza-a novamente (aqui não quero dizer que sua companheira não esteja atraída por vc), mas que precisa usar de algumas estratégias novas que a surpreenda.
Enfim, colega, estou só lançando luzes, para quem sabe, vc tenha algum "insight" e consiga melhorar nessa área.
Sucesso e meu abraço!

_______________________________________

Tavares336 gosta desta mensagem

Tavares336
Tavares336
Mensagens : 29
Data de inscrição : 19/06/2020
Idade : 26

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

em 2/7/2020, 16:56
Guerreiro de longa data escreveu:
Tavares336 escreveu:Eaí guerreiros!

Hoje será um DESABAFO

A PMO causa fantasias, não só sexuais mas também na vida cotidiana, ela é por muitas vezes um buraco aonde você entra para se esconder da vida real e fica ali por horas, todo os dias se escondendo, mascarando coisas que não quer enxergar. Bloqueando a PMO eu comecei a encarar a vida "sóbrio" e isso está difícil, pois comecei a me sentir insatisfeito com algumas coisas da minha vida.

Ontem ao chegar em casa estava tão abalado psicologicamente, tão confuso que eu não me contive e caí em lágrimas, tentei esconder da minha esposa, mas a casa é pequena, não tem como; preferi não contar oque eu estava acontecendo e prometi que tudo iria ficar bem.

O meu maior gatilho é justamente a minha esposa, ela é uma pessoa maravilhosa com inúmeras qualidades, porém o único defeito que consigo pontuar nela é o desinteresse sexual, por vezes ela até ja pensou se era uma pessoa assexual pois ela vive tranquilamente sem sexo. Não, ela não odeia mas não faz questão, não procura e não se empenha e agora gestante a coisa só piorou... Eu por outro lado sou muito sexual, eu me aprimoro, procuro novas técnicas, faço de tudo para sempre melhorar e principalmente proporcionar prazer a ela.

Eu sempre fui um cara muito carinhoso, simpático e mesmo sendo virgem antes de começar a namorar com ela eu tinha algumas garotas e gostava disso, de me sentir importante, desejado, coisas que sumiram com o namoro longo e com o casamento, não me sinto mais desejado é como se eu fosse só mais um.

Por várias vezes eu pensei em trair ela, voltar a ser desejado de forma carnal e cheguei bem perto disso muitas vezes, mas nunca tive coragem de consumar o fato pois ela realmente não merece isso mesmo com esse defeito.

Desde o começo do namoro eu converso com ela sobre isso, já contei sobre meu reboot e que precisaria de ajuda, ela sempre diz que vai tentar melhorar mas não acontece... Eu amo ela, ela será a mãe do meu filho e é com ela quem eu quero viver para o resto da minha vida, porém esse defeitinho me destrói pois me priva de fazer uma das coisas que eu mais amo na vida SEXO!

Comecei o meu reboot quando eu percebi que o meu desempenho já não era o mesmo, quando percebi que eu já estava me igualando a ela em questão de sexo real. E acreditei que isso seria apenas por conta da PMO, e a parte do desempenho realmente era! Mas ao longo do destes 40 dias vi que o problema é maior, vi que a falta de interesse dela também me fez desinteressar e que eu comecei a ver ela como uma amiga, uma amiga que se der eu como, mas se não der tudo bem.

Nessa luta tem algumas coisas que eu não quero perder, o meu caráter a minha esposa e a minha identidade, pois eu amo transar e isso me faz um bem enorme!

Bom é isso, o texto foi grande mas a angústia também é...

A luta continua.

Caríssimo, Tavares!
Pô cara, realmente um drama esse. Mas veja, não há nada que não possa ser resolvido.
E pelo seu relato, não obstante ao problema da baixa libido da sua importância ou o drama da Pornografia que vc vem enfrentando, vocês se amam muito. E esse sentimento precisa ser um laço com o qual, parceiro, vc não pode deixar que se rompa. Pois costumo dizer que o amor(paixão) é como uma pequena faísca acessa no qual precisa-se a todo momento alimentá-lo com combustível se não se apaga. Portanto, cultive isto sempre. E no mais, no que tange ao relacionamento íntimo de vcs, tente inovar; use do romantismo, algo que é bem peculiar do mundo feminino, as mulheres gostam disso, por mais que algumas nem mesmo demonstrem; no entanto quando refiro-me a romantismo não falo de um 'romantismo carola", mas de pequenas expressões de amor, reais e concretas, no dia a dia.
Seduza-a novamente (aqui não quero dizer que sua companheira não esteja atraída por vc), mas que precisa usar de algumas estratégias novas que a surpreenda.
Enfim, colega, estou só lançando luzes, para quem sabe, vc tenha algum "insight" e consiga melhorar nessa área.
Sucesso e meu abraço!

Saudoso Guerreiro!

Agradeço as dicas meu amigo, a final é sempre bom inovar.

Acredito também que essa percepção que tenho seja decorrente de anos de PMO, aonde as mulheres estão sempre a fim e fazem pirofagias na cama HAHA.

No mundo real com a maioria das mulheres reais as coisas são um pouco diferentes, e como essa é a minha primeira e única acho que tive um choque de realidade.

Mas como disse: Não há nada que não possa ser resolvido, vai ficar tudo bem!  Wink

Mais uma vez agradeço a força.

_______________________________________
Visite meu diário: Um homem casado lutando contra o vício
____________________________________________________________

Gangy
Gangy
Mensagens : 63
Data de inscrição : 29/04/2020

DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício - Página 2 Empty Re: DIÁRIO - Um homem casado lutando contra o vício

Hoje à(s) 17:51
Fala guerreiro Tavares
Como estão as coisas irmão?
Cara vim parabenizar vc pela marca incrível.
Continue no foco e eu tenho certeza que vai completar os 90 dias irmão.
Desejo força e foco que parece que vc tem muito
Tmj meu caro.
Forte abraço do Gangy

_______________________________________



Meu Diário: https://www.comoparar.com/t10450-um-dia-de-cada-vez-1-1



  1º meta: 15 dias;
    2º meta: 21 dias;
3º meta: 30 dias;
4º meta: 40 dias;
5º meta: 60 dias;
6º meta: 75 dias;
7º meta: 90 dias.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum