Ir em baixo
Rafael Rossi
Rafael Rossi
Admin
Admin
Mensagens : 1852
Data de inscrição : 27/07/2014
http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Buscando Equilíbrio - Página 6 Empty Re: Buscando Equilíbrio

em 18/7/2020, 14:28
Spoiler:

Tiago Mendes escreveu:
UMA DECISÃO IMPORTANTE


Nos últimos meses eu já vinha pensando nisso. Agora acho que finalmente chegou a hora de tomar essa decisão.

Entrei no fórum em julho de 2016 e lá se vão QUATRO ANOS! De lá pra cá aprendi muito, mantive contato com vários companheiros e consegui, finalmente, ficar longos períodos longe da pornografia, inclusive completando a tão almejada meta dos 90 dias sem PMO.

Mas as coisas já não são mais como eram antes. Acho que é a tendência natural da vida. Ciclos começam, ciclos terminam. Nada dura para sempre.

Outra questão, que inclusive já pontuei aqui, é que existe algo além da pornografia que me faz ficar preso a uma obsessão constante por prazer sexual. E aqui eu não estou sendo puritano. Sei perfeitamente que o sexo é integrante da natureza humana. Mas quando ele passa a ser um problema, a te fazer tomar atitudes que prejudicam a própria sanidade mental e física, algo claramente está errado.

Chega a hora de buscar novos horizontes. O fórum hoje já não faz tanta diferença na minha vida como fazia antes. A impressão que eu tenho é que estou andando em círculos. Já não tenho mais os companheiros de antes interagindo aqui. Ainda busco ajudar, na medida do possível, mas na real, sou eu quem precisa de ajuda.

Fica aqui o meu agradecimento a todos e espero que o Rafael e seus colaboradores continuem com esse projeto ajudando também a outros. Encerro assim a minha participação como moderador e membro ativo deste fórum. Talvez eu volte algum dia para dar notícias, mas isso não é certeza.

Vou em busca do que me falta para ter uma sexualidade saudável. Mas uma vez fica aqui o meu agradecimento a todos que passaram por este diário.
Tiago Mendes
(TGuerreiro)

Tiago,
De fato, o fórum é mais como uma boia salva vidas para quem está se afogando no mar da pornografia e não a solução universal para o dilema da sexualidade humana. Por isso, não se culpe tanto assim, seja o que for que tenha acontecido. Eu não gostaria que você saísse da moderação, por outro lado, entendo que você já contribuiu bastante com este lugar e que, como qualquer assunto em nossas vidas, uma hora esse tema acaba cansando e temos que procurar por assuntos e pessoas que preencham o nosso coração. Procurar por algo que nos deixe "entusiasmados" (entusiasmo = do grego "em theos" que quer dizer "com Deus dentro). É isso que eu desejo para você! De qualquer forma, deixo aqui o meu reconhecimento e agradecimento públicos pelo tempo que você passou na moderação e também a minha amizade e o meu apoio para tudo o que você precisar e estiver à minha disposição ajudar. Caso tenha sido uma recaída, lembre-se que um dia ruim não é nada perto de todo o tempo que você ficou limpo e das coisas boas que você fez por você e pelos demais. Ninguém aqui é melhor do que ninguém. Eu mesmo uso bloqueadores até hoje, pois sei que se não usar, irei recair (já fazem anos). E nem por isso me sinto pior, nem melhor do que ninguém. Seja o que for que tenha acontecido, não desanime. No que precisar, estamos aqui!
Um Grande Abraço!


_______________________________________


"Prefiro ser escravo dos bloqueadores do que escravo da pornografia"

luta diária, Rottweiler, CHIVUNK e Tutu3756 gostam desta mensagem

Tiago Mendes
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1881
Data de inscrição : 31/07/2016
Idade : 32

Buscando Equilíbrio - Página 6 Empty Re: Buscando Equilíbrio

em 26/8/2020, 00:26
Spoiler:

CHIVUNK escreveu:
Tiago Mendes escreveu:
UMA DECISÃO IMPORTANTE


Nos últimos meses eu já vinha pensando nisso. Agora acho que finalmente chegou a hora de tomar essa decisão.

Entrei no fórum em julho de 2016 e lá se vão QUATRO ANOS! De lá pra cá aprendi muito, mantive contato com vários companheiros e consegui, finalmente, ficar longos períodos longe da pornografia, inclusive completando a tão almejada meta dos 90 dias sem PMO.

Mas as coisas já não são mais como eram antes. Acho que é a tendência natural da vida. Ciclos começam, ciclos terminam. Nada dura para sempre.

Outra questão, que inclusive já pontuei aqui, é que existe algo além da pornografia que me faz ficar preso a uma obsessão constante por prazer sexual. E aqui eu não estou sendo puritano. Sei perfeitamente que o sexo é integrante da natureza humana. Mas quando ele passa a ser um problema, a te fazer tomar atitudes que prejudicam a própria sanidade mental e física, algo claramente está errado.

Chega a hora de buscar novos horizontes. O fórum hoje já não faz tanta diferença na minha vida como fazia antes. A impressão que eu tenho é que estou andando em círculos. Já não tenho mais os companheiros de antes interagindo aqui. Ainda busco ajudar, na medida do possível, mas na real, sou eu quem precisa de ajuda.

Fica aqui o meu agradecimento a todos e espero que o Rafael e seus colaboradores continuem com esse projeto ajudando também a outros. Encerro assim a minha participação como moderador e membro ativo deste fórum. Talvez eu volte algum dia para dar notícias, mas isso não é certeza.

Vou em busca do que me falta para ter uma sexualidade saudável. Mas uma vez fica aqui o meu agradecimento a todos que passaram por este diário.
Tiago Mendes
(TGuerreiro)

Pensei muito em responder esse tópico, mas decidi me manifestar. Deixo todos a vontade para criticar, se for o caso. Mas não posso me omitir.
Com grade pesar vejo a situação do companheiro Tiago. Sempre visualizava as suas postagens e notava flagrante empatia e assertividade nas suas palavras como moderador, além do português impecável.
Li as últimas mensagens dele e realmente a decisão expressa nesse último relato ñ me surpreendeu. Com todo o respeito, acredito que o companheiro precisa de um acompanhamento terapêutico de forma complementar ao experimento do reboot. Tive a percepção, posso estar errado, de que ele, como outros companheiros, extremizam a questão do sexo, vizualizando-o de uma forma demonizada. Sexo é algo natural na vida do ser humano. A maneira como o praticamos, dentro do nosso livre-arbítrio, é que faz a diferença. O caminho do meio ( equilibrio ) é sempre a melhor decisão. Sexo, e até mesmo a M, pós ou dentro do reboot  ñ são necessariamente um problema. Tudo depende da maneira como vemos as coisas a partir da nossa realidade e experiência. Percebo uma certa "piração" em se manter "ad eternum" sem MO. O objetivo do experimento é dar-nos subsídios para nos mantermos longe da P que desfuncionaliza a nossa função sexual. Só isso. Temos que voltar, no máximo possível, a funcionalidade fisiológica. Para tanto, é fundamental que pratiquemos o sexo. Ñ vejo problema nenhum em procurar por sexo, principalmente para aqueles companheiros que ñ tem uma parceira fixa. É natural que o cara vá sair a "caça", ou, a depender de cada um, vá praticar a M. Óbvio que a M vai chegar numa hora que ñ vai suprir e aí o monstro da P vai atuar. Reboot sem sexo real ñ dá certo. O objetivo do reboot ñ é tirar a vontade de ter sexo de ninguém, pelo contrário, é trazer essa faculdade humana a uma condição funcional. Se o camarada ñ tiver uma parceira, realmente vai ficar difícil. Uma hora o cara vai ter que extravasar. Por mais que outras fontes de dopamina sejam experimentadas, a busca pela procriação vai continuar funcionante. Ñ se pode ir para o outro extremo! A menos que o cara queira ser um celibatário! Lógico que o fórum ñ vai dar conta disso. O cara vai sofrer e experimentar uma sensação de frustração, é óbvio isso! Cada um tem que olhar pra dentro de si e verificar essa questão de ter uma parceira fixa. Tem que ter um PENTE certo, no mínimo. Se ñ fica difícil. Quais as opções que o cara vai ter se ñ tiver uma parada certa? M, GP ( SOS ), P ( derrota total ) ou  virar celibatário. Se o cara que tem uma parceira e ainda sim fica igual a um tarado que ñ pode ver um pinto cagando que já pensa sacanagem, aí sim. Mas um cara de 30 anos, sem ter parceira fixa, querer sexo, nada há de anormal nisso. A falta da parceira vai estimular a procura. É uma consequência natural. Uma coisa puxa a outra! Falo isso pq sou compulsivo sexual, tenho diagnóstico psiquiátrico que comprova isso. Me tratei. E digo mais, o reboot ajudou muito nisso. Tudo na minha vida se resumia a sexo. Eu praticava sexo com no mínimo 20 pessoas diferentes por semana. Como decidi parar com essa multiplicidade de pessoas acabei canalizando a putaria ( entre outro motivos ) para a P. O resultado todos sabem: ER, DE, objetificação da mulher, escalação gêneros pornô etc...Sentido a porrada, resolvi por as coisas no lugar dentro da minba realidade e sempre com a máxima de P ñ é mais uma opção.  Portanto, objetivamente falando, se o cara ñ tiver prlo menos uma pepeca amiga, vai ficar dificil pra ele. Ñ posso, e nem estou aqui pra isso, julgar os diversos motivos pelo qual evetualmente o companheiro ñ tenha sua parceira(o). Cada um sabe de si. Tem que identificar o porque e resolver essa questão tb. Ñ é o cara achar que sexo é algo repugnante por que ñ csg ficar sem ter T. Isso é tão disfuncional quanto a P. A cabeça do cara vai entrar em colapso e, muito provavelmente, vai voltar forte para P. Eu quis muito falar isso em depoimentos anteriores do Tiago, mas fiquei recalcitrante. Acabou que o cara foi embora e, aparentemente, mal. Lamentável isso. Um cara cabeça que experimentou os benefícios do reboot, mas, salvo engano, se perdeu pelo fato de estar só e isso é um baita de um gatilho pra P. Assim como o Tiago, vejo outros camaradas "chafurdando" constantemente pq ñ identificam, a meu ver, essa causa tão clara. Se por opção o cara que ficar sozinho, blz! Vai ter que por o esperma pra fora com as armas que tem: M. Isso é mais velho que andar pra frente.
Acredito que essa questão deva ser discutida e tenho a consciência de que tô metendo o dedo na ferida, e sinceramente ñ quero pagar de fodão e longe de mim julgar qq um aqui. Meu intuito é trazer a galera pra Terra. Repito: o reboot é um experimento pra trazer o guerreiro(a) a um estado fisiológico funcional. Sexo real sem fantasias. Viver a interação com o parceira(o) que está ali. Do jeito que Deus criou e ponto! Desejo que o Tiago encontre seu caminho e que possa voltar aqui para compartilhar sua vitória.  Abraços em todos! Paz e Luz! SAWABANA/SHIKOBA!!!!

https://youtu.be/kws_E66MV7I

Agradeço pelo comentário, mas gostaria de pontuar algumas coisas.

1 - Eu não visualizo o sexo de uma forma demonizada. Inclusive deixei isso bem claro no meu comentário quando afirmo que é algo natural;

2 - A questão de ficar sem masturbação não se trata de "piração", mas de experimentar uma realidade concreta onde ela sempre acaba funcionando como um gatilho para voltar a pornografia e comportamentos obsessivos;

3 - Sobre a falta de uma parceira, é obvio que o desejo de procurar alguém é algo normal, e nem eu afirmei o contrário. Falei de comportamentos compulsivos que colocam a pessoa em situações arriscadas e acabam prejudicando a própria vida.

Ainda sobre isso, ter uma parceira não é garantia de que o cara vai conseguir se livrar da pornografia nem de comportamentos compulsivos em relação ao sexo. Casos assim tem vários aqui no fórum.

4 - Resumindo - eu falo da minha experiência concreta. A única vez que consegui ter paz em relação a esses problemas foi quando fiquei um tempo considerável longe de pornografia e masturbação. E lamento muito ter voltado pra lama de novo.

_______________________________________

Diário parte 1
Diário parte 2
Tiago Mendes
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1881
Data de inscrição : 31/07/2016
Idade : 32

Buscando Equilíbrio - Página 6 Empty Re: Buscando Equilíbrio

em 26/8/2020, 00:32
Rafael Rossi escreveu:
Spoiler:

Tiago Mendes escreveu:
UMA DECISÃO IMPORTANTE


Nos últimos meses eu já vinha pensando nisso. Agora acho que finalmente chegou a hora de tomar essa decisão.

Entrei no fórum em julho de 2016 e lá se vão QUATRO ANOS! De lá pra cá aprendi muito, mantive contato com vários companheiros e consegui, finalmente, ficar longos períodos longe da pornografia, inclusive completando a tão almejada meta dos 90 dias sem PMO.

Mas as coisas já não são mais como eram antes. Acho que é a tendência natural da vida. Ciclos começam, ciclos terminam. Nada dura para sempre.

Outra questão, que inclusive já pontuei aqui, é que existe algo além da pornografia que me faz ficar preso a uma obsessão constante por prazer sexual. E aqui eu não estou sendo puritano. Sei perfeitamente que o sexo é integrante da natureza humana. Mas quando ele passa a ser um problema, a te fazer tomar atitudes que prejudicam a própria sanidade mental e física, algo claramente está errado.

Chega a hora de buscar novos horizontes. O fórum hoje já não faz tanta diferença na minha vida como fazia antes. A impressão que eu tenho é que estou andando em círculos. Já não tenho mais os companheiros de antes interagindo aqui. Ainda busco ajudar, na medida do possível, mas na real, sou eu quem precisa de ajuda.

Fica aqui o meu agradecimento a todos e espero que o Rafael e seus colaboradores continuem com esse projeto ajudando também a outros. Encerro assim a minha participação como moderador e membro ativo deste fórum. Talvez eu volte algum dia para dar notícias, mas isso não é certeza.

Vou em busca do que me falta para ter uma sexualidade saudável. Mas uma vez fica aqui o meu agradecimento a todos que passaram por este diário.
Tiago Mendes
(TGuerreiro)

Tiago,
De fato, o fórum é mais como uma boia salva vidas para quem está se afogando no mar da pornografia e não a solução universal para o dilema da sexualidade humana. Por isso, não se culpe tanto assim, seja o que for que tenha acontecido. Eu não gostaria que você saísse da moderação, por outro lado, entendo que você já contribuiu bastante com este lugar e que, como qualquer assunto em nossas vidas, uma hora esse tema acaba cansando e temos que procurar por assuntos e pessoas que preencham o nosso coração. Procurar por algo que nos deixe "entusiasmados" (entusiasmo = do grego "em theos" que quer dizer "com Deus dentro). É isso que eu desejo para você! De qualquer forma, deixo aqui o meu reconhecimento e agradecimento públicos pelo tempo que você passou na moderação e também a minha amizade e o meu apoio para tudo o que você precisar e estiver à minha disposição ajudar. Caso tenha sido uma recaída, lembre-se que um dia ruim não é nada perto de todo o tempo que você ficou limpo e das coisas boas que você fez por você e pelos demais. Ninguém aqui é melhor do que ninguém. Eu mesmo uso bloqueadores até hoje, pois sei que se não usar, irei recair (já fazem anos). E nem por isso me sinto pior, nem melhor do que ninguém. Seja o que for que tenha acontecido, não desanime.  No que precisar, estamos aqui!
Um Grande Abraço!



Obrigado Rafael. Você é sempre cirúrgico nas palavras. Grato pela consideração.

_______________________________________

Diário parte 1
Diário parte 2
Tiago Mendes
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1881
Data de inscrição : 31/07/2016
Idade : 32

Buscando Equilíbrio - Página 6 Empty Re: Buscando Equilíbrio

em 5/9/2020, 20:34
Buscando Equilíbrio

Passei alguns dias afastado. Estava disposto mesmo a não mais entrar aqui, pelo menos não como um membro ativo.

Depois de algumas conversas e reflexões, decidi não me afastar.

Estou buscando por outros caminhos para melhorar, para encontrar um equilíbrio. No entanto, acho que ainda posso retirar algo de bom aqui do fórum, embora eu veja que o fórum já não é mais o mesmo pra mim.

Lendo as páginas de alguns diários, encontrei pessoas com problemas parecidos com o meu em relação ao vício em sexo propriamente dito. E isso não é exagero, já que a própria OMS reconhece o problema, embora haja necessidade de mais pesquisas.

Li uma matéria na Veja sobre isso, e  identifiquei muitos sintomas iguais aos que eu sinto.



De acordo com a OMS, o transtorno de comportamento sexual compulsivo é caracterizado por um “padrão persistente de falha em controlar impulsos sexuais repetitivos e intensos ou impulsos que resultam em comportamento sexual repetitivo". Isso significa que o distúrbio não está relacionado a quantidade de parceiros ou quanto sexo se faz, mas com um comportamento sexual que se torna o foco da vida da pessoa, levando o indivíduo a negligenciar a saúde, os cuidados pessoais, as atividades e outros interesses, assim como ignorar responsabilidades.

Muitas pessoas que sofrem com o problema querem resistir à necessidade constante de sexo, mas não conseguem, às vezes, elas nem sequer sentem prazer com a atividade sexual repetida. Os pesquisadores esclarecem que esse descontrole comportamental pode causar depressão e ansiedade.

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/saude/o-vicio-em-sexo-estudo-revela-a-causa-do-problema-de-saude/


_______________________________________

Diário parte 1
Diário parte 2
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 720
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 29

Buscando Equilíbrio - Página 6 Empty Re: Buscando Equilíbrio

em 5/9/2020, 20:37
Que bom que não desistiu ainda!

_______________________________________
DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t9368p675-diario-do-rottweiler#306835

Rafael Rossi
Rafael Rossi
Admin
Admin
Mensagens : 1852
Data de inscrição : 27/07/2014
http://www.vicioempornografiacomoparar.com

Buscando Equilíbrio - Página 6 Empty Re: Buscando Equilíbrio

em 7/9/2020, 15:10
Spoiler:
Tiago Mendes escreveu:

Lendo as páginas de alguns diários, encontrei pessoas com problemas parecidos com o meu em relação ao vício em sexo propriamente dito. E isso não é exagero, já que a própria OMS reconhece o problema, embora haja necessidade de mais pesquisas.

Li uma matéria na Veja sobre isso, e  identifiquei muitos sintomas iguais aos que eu sinto.



De acordo com a OMS, o transtorno de comportamento sexual compulsivo é caracterizado por um “padrão persistente de falha em controlar impulsos sexuais repetitivos e intensos ou impulsos que resultam em comportamento sexual repetitivo". Isso significa que o distúrbio não está relacionado a quantidade de parceiros ou quanto sexo se faz, mas com um comportamento sexual que se torna o foco da vida da pessoa, levando o indivíduo a negligenciar a saúde, os cuidados pessoais, as atividades e outros interesses, assim como ignorar responsabilidades.

Muitas pessoas que sofrem com o problema querem resistir à necessidade constante de sexo, mas não conseguem, às vezes, elas nem sequer sentem prazer com a atividade sexual repetida. Os pesquisadores esclarecem que esse descontrole comportamental pode causar depressão e ansiedade.

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/saude/o-vicio-em-sexo-estudo-revela-a-causa-do-problema-de-saude/


https://vicioempornografiacomoparar.com/vicio-em-sexo/

_______________________________________


"Prefiro ser escravo dos bloqueadores do que escravo da pornografia"
Tiago Mendes
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1881
Data de inscrição : 31/07/2016
Idade : 32

Buscando Equilíbrio - Página 6 Empty Re: Buscando Equilíbrio

Ontem à(s) 20:30
https://vicioempornografiacomoparar.com/vicio-em-sexo/ escreveu:
1. Masturbação compulsiva.
2. Múltiplos parceiros sexuais e encontros de apenas uma noite.
3. Uso persistente de pornografia (vide abaixo a diferença entre vício em sexo e vício em pornografia).
4. Prática de sexo sem preservativo.
5. Prática de Cibersexo (chat de sexo, sexting, etc).
6. Fazer sexo com prostitutas ou então se prostituir.
7. Exibicionismo.
8. Voyeurismo.
9. Incapacidade de conter impulsos sexuais e respeitar os limites dos outros.
10. A atividade sexual não satisfaz emocionalmente o indivíduo.
11. Obsessão em atrair os outros, estar apaixonado e começar novos romances, muitas vezes levando a uma série de relacionamentos.
12. Sentimentos constantes de culpa e vergonha.
13. Consciência de que os impulsos são incontroláveis, apesar das consequências financeiras ou sociais.
14. Falha recorrente em resistir a impulsos de praticar atos sexuais extremos.
15. Envolvimento em comportamentos sexuais por mais tempo do que o que realmente gostaria.
16. Várias tentativas de parar, reduzir ou controlar o comportamento, sem sucesso.
17. Tempo excessivo de energia gastos em obter sexo, ser sexual ou se recuperar de uma experiência sexual.
18. Desistir de atividades sociais, relacionadas ao trabalho ou recreativas por causa do vício em sexo.
19. Sintomas de abstinência quando não consegue alimentar o vício (raiva angustia, ansiedade, inquietação).



De todos esses itens só não incorri no tópico 6. Acho que posso afirmar que o meu maior problema é mesmo o vício no prazer sexual.

Mais uma vez recaí no comportamento sexual desordenado. Na segunda semana desse mês tive contato sexual extremamente arriscado. Fora as inúmeras situações em que rolou pegação sem sexo.

Como a realidade impõe um certo limite, acabei recorrendo mais uma vez a masturbação e pornografia, muito por conta do sentimento de fracasso em conter os impulsos. Noto no entanto que a PMO não me satisfaz tanto, sempre fico querendo me arriscar em aventuras por aí.

Uma coisa que não tenho comentado aqui é em relação a atração por por pessoas do mesmo sexo. Já mencionei em páginas anteriores sobre a questão do hocd, embora não tivesse certeza de que fosse isso mesmo. Quando consegui ficar longos períodos sem pmo esse problema parecia ter sumido.

O fato é que muita coisa mudou. Talvez eu devesse me considerar bissexual, mas não sei até que ponto toda essa loucura é real, ou não. A sensação que tenho é que vale tudo, ou quase, contanto que o objetivo de chegar a um novo pico de prazer seja alcançado.

Mantive contato com pessoas do mesmo sexo, principalmente com um rapaz bem jovem que me atraiu muito. Ele me atiçou, se insinuando, e isso despertou o desejo. Teve alguns toques, mas não sexo. Na pornografia também vi conteúdo gay.

Depois de alguns dias esse tipo de desejo diminuiu e o meu foco se voltou de novo para o desejo heterossexual. Percebo essa oscilação num movimento de ciclo. Quando um lado não proporciona mais prazer, o outro se manifesta, e vice-versa.

Vejo de forma cada vez mais clara que o meu problema é mesmo vício em sexo.

_______________________________________

Diário parte 1
Diário parte 2
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum