Ir em baixo
avatar
lcsmgs
Mensagens : 1
Data de inscrição : 15/07/2020
Idade : 25

Diário de superação Empty Diário de superação

em 15/7/2020, 19:04
O início de tudo foi no início da adolescência e apesar de não ter internet em casa até os meus 16 anos (hoje percebo que essa demora foi algo bom), sempre procurava maneiras de me masturbar desde os 12 anos quando descobri que poderia me satisfazer sem uma parceira, apesar que me meu objetivo sempre era a relação real e como não conseguia, usava a masturbação como escapatória. Nessa época não via como isso poderia ser um problema, afinal era algo “normal” e que imaginava que todo mundo fazia, porém hoje com meus 25 anos percebo que sempre quando as coisas iriam mal em minha vida usava da masturbação para “relaxar e esquecer dos problemas”. E como disse antes, a internet banda larga demorou entrar no meu cotidiano, porém utilizava revistas, dvds, vídeos de celular e minha imaginação. E hoje ao descobrir os malefícios da pornografia e masturbação reconheço que vários momentos quis parar, mas nunca tinha êxito, já que era como se algo me puxasse de volta para o mesmo hábito, ou seja, não conseguia parar. Após colocar internet em minha casa depois dos 16 anos comecei usar pornografia com muito mais intensidade ao ponto de virar a noite sem dormir e ficar horas e horas me masturbando, logo depois sempre me sentia desanimado e comecei perceber que quando algo ficava difícil ao invés de me esforçar e ir contra a dificuldade, sempre utilizava da pornografia como meio de esquecer dos problemas. Apesar desses sintomas, outros mais fortes ainda não tinham se manifestado, até porque quando tive a minha primeira relação sexual só o fato da mulher estar perto e me beijar já me deixava excitado e com uma ereção forte. Continuou assim por um bom tempo, porém o consumo de pornografia depois de entrar na faculdade só aumentava, e comecei a procurar gêneros diferentes desde incesto até zoofilia, só que até então estava tendo mais relações sexuais com bom desempenho, porém o consumo da pornografia iria aumentado e eu deixava os afazeres da faculdade para pode me masturbar, sempre procurando coisas diferentes até  o ponto que cenas de sexo normal não eram mais tão excitantes e só outros gêneros conseguiam me deixar excitado, porém em um dia quando fui transar percebi que durante o sexo algo estava diferente, era como se não estive sentido a mesma coisa e comecei perder minha ereção durante o sexo, aquilo para mim foi frustrante, até porque sempre tive bom desempenho e “do nada” acontece isso. Essa situação começou se repetir com mais frequência e eu tinha que me esforçar cada vez mais para manter a minha ereção ao ponto que comecei a me distanciar mais de mulheres para correr do risco de não conseguir transar. Fiquei cerca de 2 meses com esse problema, só que quando me masturbava não tinha o mesmo problema e me masturbava por horas imaginando que isso iria resolver o problema. E ironicamente hoje percebo que a maneira que reverti a DE desse período foi exatamente quando ficamos sem internet na república que morava quando fazia faculdade e reduzi drasticamente o consumo de pornografia. Fiquei muito tempo depois disso sem o problema retornar, porém quando resolvemos o problema da internet voltei ao vicio, era com menos intensidade de início, mas logo voltou ao normal e percebi novamente o mesmo ciclo de sempre ao usar a pornografia como um escape dos problemas e também percebi que estava cada vez mais procrastinando com coisas importantes que devia fazer, assim me complicando na faculdade. Mas dos meus 24 a 25 anos já tinha terminado a faculdade (que fiquei 1 ano a mais para terminar) e voltei a perceber que algo estava estranho, não estava sentido a mesma coisa quando transava e aconteceu momentos de ter ejaculação precoce e me interessar muito mais pelo sexo lésbico do que pelo heterossexual, e nesse ponto já havia terminado um namoro de 4 anos no qual morava junto com a minha ex, porém logo ao fim do meu relacionamento aumentei a intensidade que via pornografia e masturbava por horas, mesmo eu me relacionando com outras mulheres, porém ao decorrer do tempo notei que meu problema de ereção tinha voltado, onde eu estava demorando muito para ter outra ereção e em alguns casos durante o sexo simplesmente perdia a ereção e não ejaculava, mas quando assistia pornografia estava tudo normal e conseguia me masturbar por horas e não tinha o mesmo problema. E nessa hora pensei que tinha algo errado e me perguntei, porque com uma mulher estou tendo esses problemas e com a pornografia não? E decidi pesquisar e descobri o vício em pornografia, masturbação e seus efeitos. E até eu descobrir sobre esse problema, pornografia e a masturbação sempre fizeram parte de minha vida, mas hoje percebo que boa parte da minha vida eu joguei fora, porque independente a DE estar voltando eu me vejo com 25 anos sem ter realizado nada profissionalmente, sem ânimo, procrastinando muito e até desisti de treinar musculação que é algo que eu amo fazer, sempre deixando para depois e utilizando a masturbando para esquecer dos problemas. Mas agora eu tenho que dizer que estou feliz de descobrir esse problema para me livrar dele, porque eu quero viver minha vida em todos os sentidos e ela estava sendo sugada, já que eu não fazia nada além de ficar em casa e me masturbar. E agora, a partir de hoje ao deixar meu relato para vocês vou fazer o meu primeiro reboot com o programa revert para me livrar desse mal e ao decorrer do processo vou atualizando os resultados.


Última edição por lcsmgs em 23/7/2020, 02:15, editado 5 vez(es)

_______________________________________

Piyselo gosta desta mensagem

avatar
Diego0097
Mensagens : 9
Data de inscrição : 16/07/2020

Diário de superação Empty Re: Diário de superação

em 16/7/2020, 15:15
lcsmgs cara eu te entendo, estou também sofrendo com o mesmo problema e não é de agora não, no meu caso, tudo começou quando eu tinha exatamente 13 anos comecei vendo revistas logo em seguida vídeos parecido com vc ate porque tambem na minha epoca internet era so rico que tinha, ai ao passar os anos a coisa foi se agravando hoje tenho 28 anos fiz 28 essa semana e cara, e eu desde pequeno depois de descobrir a masturbação e pornografia eu comecei ter um desejo sexual intenso muito forte mesmo e de verdade vc e 3 anos mais novo do que eu tem que lutar pra vencer isso pois boa parte das coisas que vc falou no final do seu relato tem acontecido comigo também eu estava praticamente 20 dias sem masturbar e ver pornografia alias não chegou a completar 20 dias tinha uns 17 e eu cai hoje tenho me sentido muito mal a um bom tempo e sei que e por conta desse vicio e o que quero te desejar e força agente precisa sair disso..
avatar
Convidado
Convidado

Diário de superação Empty Re: Diário de superação

em 16/7/2020, 17:33
Meu camarada, também me identifico muito com você, eu comecei meu vício ainda qnd criança e venho até hoje enfrentando esse vício. Tenho 25 anos, a mesma idade que vc. A pouco tempo atrás no ápice do vício eu começava a assistir P 8 hrs da noite e parava 6 da manhã pq tinha que ir trabalhar, chegava igual a um zumbi no trabalho.

O vício só tende a piorar como vc msm disse e por isso temos que vencer ele o quanto antes, estou no meu 6° dia do Reboot e já sinto vários benefícios de me abster dessa droga

Enfim, brother tô junto contigo, fica firme nesse propósito, tu é novo, vai ter muitas oportunidades na vida ainda. Fica firme.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum