Ir em baixo
Hutt1987
Hutt1987
Mensagens : 1
Data de inscrição : 06/12/2018
Idade : 33

Enfim, decidi parar de verdade! Empty Enfim, decidi parar de verdade!

em 26/7/2020, 19:50
Boa noite pessoal.

Enfim. resolvi começar, mas dessa vez de verdade, a percorrer o tortuoso caminho que é dar um fim a PMO na minha vida. Eu espero o apoio de todos vocês nessa saga, pois eu não aguento mais degradar a minha mente com essas coisas. Namoro faz 12 anos e quero muito casar com a minha atual namorada. Passamos por altos e baixos na nossa relação, nos entendemos muito bem, nós quase nos separamos, porém estamos firmes e fortes.

Porém eu não quero mais consumir esse mundo cruel e brutal da pornografia. Consumo pelo menos uma vez por semana, porém isso já me deixa muito mal. Descobri a pornografia de forma tardia na minha vida, numa tarde de tédio depois da faculdade em 2013 como não querendo nada. Depois disso eu fui pesquisando por varias coisas dentro desse submundo e quanto mais pesquisava, mais encontrava coisas grotescas, até que encontrei um nicho que dei por entender que estava na minha zona de conforto. O meu fetiche por bondage e afins foi me consumindo a ponto de chegar algumas vezes e dispensar o sexo com minha namorada e, as vezes, forçá-la a fazer o que vi em vários vídeos nesse tempo. Brigamos muitas vezes por isso e várias vezes eu lhe pedi desculpas. Depois que esse maldito mundo entrou em minha vida, chegou a depressão. Eu passei a não me cuidar, ia pro trabalho e para faculdade de qualquer jeito. Cheguei ao fundo do poço. Estava parecendo um usuário de drogas, embora consumir PMO é praticamente a mesma coisa, segundo estudos recentes.

Planejei suicídios, tive crises de choro, não consegui terminar a faculdade =/

E a medida que a depressão me acompanhava, a maldita vontade de consumir PMO não me deixava em paz. Toda vez que eu dormia, eu tinha visões com aquilo que havia assistido horas ou dias antes, e isso me estimulava a procurar por isso mais e mais vezes. Chegou a um ponto que havia me acostumado e pensei "bem, agora isso não me afeta mais negativamente como antes. Posso consumir de forma segura e até umas pessoas dizem ser saudável. Então tudo bem."

Mas não estava tudo bem. Passei a tomar anti-depressivos, anti-ansiolíticos e me consultar com uma psicóloga. Mas logo fiquei com somente com os remédios. Há três anos pra cá eu passei a me imaginar sem a pornografia e então comecei a ter momentos de abstinência, mas no fim sempre acabava frustrado, pois sempre tinha recaídas. Em 2017, estava tão tenso e deprimido que fui contra a minha vontade num evento com a minha namorada. Tive um surto psicótico, quase briguei com um cara lá dentro, discuti com a minha namorada na frente de suas amigas e no fim, dei-lhe um empurrão. Ela quase caiu no chão e se machucou. Depois disso fui para casa e me acabei no PMO. Todo santo dia. De lá pra cá nosso relacionamento teve uma mudança significativa. Mas felizmente hoje nos entendemos muito bem, estamos traçando planos e ela me perdoou. Mas a maldita pornografia não me deixa em paz. Hoje consumo uma vez por semana, mas quero me livrar de vez disso, pois escolhi a mulher certa para ter uma família. No entanto, como poderei ser um bom marido para ela se até duas horas atrás eu consumi PMO? Faz dois anos que me consulto com uma psicóloga, mas devido a pandemia, os atendimentos estão rareando. Vou dar continuidade no tratamento e passar a relatar a ela sobre isso, pois será mais um suporte para dar fim a essa problema. Ano passado consegui ficar 5 meses sem pornografia, porém tive uma recaída. O que me preocupam são os gatilhos. Evito assistir filmes ou ouvir músicas que causam ou já causaram tais gatilhos em mim. Minha namorada não sabe que me cadastrei aqui. Ela encara a pornografia como algo normal, embora ela não consuma por não gostar. Mas não quero perder ela para esse vício e é por isso que venho aqui pedir ajuda de vocês. Li depoimentos que me cortaram o coração e necessito que preciso tomar uma medida enérgica para não ser mais um nessa história. Não quero e não vou ser derrotado por esse submundo.

Eu vou e eu quero me livrar disso de uma vez por todas.

Obrigado e uma boa noite a todos!

_______________________________________
Robson Crusue
Robson Crusue
Mensagens : 8
Data de inscrição : 30/08/2020
Idade : 32
Localização : Contagem MG

Enfim, decidi parar de verdade! Empty Re: Enfim, decidi parar de verdade!

em 31/8/2020, 20:14
Seja bem vindo cara!

Bom, já que sua namorada acha a pornografia algo normal, não é problema pra você falar pra ela que consome. Eu iria além, e diria pra ela que você consome e que tem problemas com isso, e precisa da ajuda dela.

Digo por experiência própria, pois minha namorada também não via problema em pornos, e ela até gostava. Mas ela parou de consumir por se sentir mal, e quanto tive alguns casos de hipotencia com ela, ela mesma me procurou e sugeriu que fosse por conta da pornografia. Isso pra mim foi ótimo, pq me senti a vontade pra falar com ela disto, e desde que parei de ver, uma vez na semana a gente conversa sobre isto e conto pra ela como estou indo.

Pra mim ajudou muito saber que ela sabe, pois fortalece a sinceridade no nosso relacionamento, e sei que ela está torcendo por mim, pois isto afeta a nós dois.

Espero ter dado algo pra você refletir!
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum