Relato de um Jovem

+6
Barão Vermelho
Mithrandir
Harvey
LuckyTheWolf
DeuséFiel
Rocketman
10 participantes
Ir para baixo
avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Relato de um Jovem

20/8/2020, 18:13
Olá pessoal do fórum, um bom dia a todos, hoje vim aqui para relatar como foi a minha trajetória e o final do meu objetivo, depois de muito tempo, após tantas turbulências, eis me aqui para contar a minha superação,  não esperava que esse dia fosse chegar, anos  atrás lia as histórias de sucesso do fórum, apenas de longe, no auge do problema,  me inspirava a querer ter minha própria história mas parece que era apenas  uma luz muito distante e intocável para eu naquele período. Agora, tempos depois, parece que minha hora chegou, a gente nunca acredita quando o momento chega rsrs, enfim, irei tentar resumir esse relato do inicio do contato com a pornografia até o momento atual, separando pelos principais pontos contando o período marcante de cada ano, focando apenas no contato, agora acompanhem-me texto abaixo

Período dos primeiros contatos(2014-2015)

Meus primeiros contatos com a pornografia começou em 2014, e foi através de imagens no google chrome, onde pesquisava por fotos picantes de mulheres, em detalhes com roupas íntimas, ainda era um pré adolescente e tudo aquilo  era novo, e com isso tive a descoberta da masturbação então sincronizei ambas as coisas, o que por sua vez iria despertar o começo de um vício logo depois, porque em casa havia internet no computador e depois que a família  saia de casa, eu aproveitava esse tempo para passar os momentos me satisfazendo com aquele conteúdo, e isso era bem frequente, bem como na maior parte dos fins de semana. Não somente fotos picantes mas via também vídeos de dançarinas de funk, em um show do Catra, dançando mas de forma bem erótica, tanto no estilo quanto no visual da veste que estava tudo a amostra( não quero entrar em discussão se isso é errado ou não, é apenas parte do que ocorreu em minha pré adolescência) e aquilo me excitava, detalhe é que eu odiava funk, que contraditório não? Enfim, durante esse período, ainda no inicio de tudo desenvolvi fetiches com roupas femininas, e chegava até a usar o que chamam de crossdressing devido a ter consumido muito material erótico envolvendo essas peças intímas. E também tanto no colégio ou igreja, até em outros eu marcava as roupas intimas das meninas e claro, marcava o corpo delas.

Um ano depois, não tinha mais internet em casa, o que eu fazia era ir na casa de amigos ou roubar o wifi dos outros para poder acessar a internet e nisso eu descobri a pornografia real, não me lembro como mas lembro do primeiro video porno que vi e sim, aquele conteúdo inicial com dançarinas, fotos de mulheres picantes foram uma porta para entrar nesse mundo da pornograifa. Esse tipo de conteúdo já era mais pesado e mesmo assim eu consumia, acredito que esteja ligado aquele conceito de que quanto mais novidade pro cérebro, maior será o prazer, pois as imagens estáticas e as dançarinas já haviam perdido a graça. Nesse ano o vício ainda estava se formando até porque não consumia com tanta frequência, eu baixava os vídeos no telefone e muitos levavam horas, e eram bem poucos então não posso afirmar que era viciado. Da mesma forma como no ano anterior, eu tinha o mesmo hábito de ficar em casa sozinho consumindo pornografia.

Consolidação do vício(2016-2017)

Nesse ano, 2016 foi onde as coisas ficaram extremamente complicadas porque em minha casa, a internet foi recolocada, e assim o hábito que eu  tinha que até então que era bem fraco se consolidou, agora eu já podia ver qualquer vídeo porno, podia pesquisar livremente o que queria, bastava ninguém ver. Eu já via antes quando tinha uma brecha portanto com a internet em casa ficou bem mais flexível para ver, porque a novidade fazia eu querer ver a todo momento. Aqui classifico que sim estava viciado, via todo dia, era direto e quando não via ficava desesperado. Tudo isso refletiu no meu comportamento, se antes eu marcava as garotas do colégio em uma fase mais leve, agora meu comportamento era de um pervertido, que quando iria abraçar alguma delas acariciva-as e logicamente elas não gostavam, e além também ficava prestando atenção fixamente só nas partes íntimas delas.  Ainda tinha a prática de usar roupas intimas femininas e até mesmo furta-las, quando alguém estendia roupas em varais próximas da minha casa ou meu tio que deixava a casa aberta, eu ia la e pegava-as.

No próximo ano, o meu hábito de consumir pornografia demasiadamente ainda estava a todo vapor e sem qualquer freio, estava exatamente como no ano anterior porém devido a problemas escolares, decepções amorosas e péssimas companias eu quase entrei em depressão, fiquei por muitas semanas pensando em me matar, em morrer, e quando tinha problemas o natural era correr para a pornografia que era uma forma de descarregamento emocinal só que isso não durou para sempre. Cheguei a me recuperar desse problema e somente no final do ano fiz um pequeno exame de consciência e cheguei a conclusão que sim, esses problemas não surgiram por acaso, muitos deles estavam ligados a pornografia, as minhas notas baixas no colégio eram devido a falta de concentração e falta de energia para estudar, porque gastava muito me masturbando vendo videos, decepção amorosa no sentido que não conseguia cortejar uma garota e ficava chupando dedo, tomava um fora e não sabia o que fazer, a falta de sociaização e do isolamento constante enfraqueceu minhas habilidades sociais , entre elas o lance de cortejar com citei acima então tudo isso prejudicou minha autoestima, fora o bullying que sofri muito nos anos anteriores e não fazia nada, isso eu também descarregava na pormografia como alívio emocional. Então descobri que além da pornografia ser o problema estava viciado nela e não conseguia parar. Por acaso que eu entrei na internet e me deparei com o site vício em pornografia, e assim conheci além do trabalho do Dr. Rafael Rossi descobri também o Gary Wilson a quem explicou a todo o processo com base cientifica e relatos de como o vício em pornorafia pode ser destrutivo. Li vários relatos de atores pornos, de pessoas viciadas mas o relato que mais me infleunciou foi o do próprio Rafael Rossi que me inspirou a mudar minha realidade, ainda que nesse ano fosse muito distante. Li o método do fórum + ebook e fui tentando fazer o reboot.

Os altos e baixos(2018-2020)

Logo então desses eventos me dediquei a vencer de vez esse vício, eu cai diversar vezes pelo caminho, tinha cada recaída feia que minha vontade era desistir e largar tudo para lá pois achava que não ia funcionar. Fiquei por muito tempo nessa luta, teve vezes que ficava 40 dias longe, tinha vezes que ficava bem mais porém se autosabotando, abrindo uma aba aqui, outra ali e depois fechava, ou então recaia de forma terrivel de ficar todo dia vendo algo. Só consegui de fato superar essas quedas quando investiguei do porquê das minhas recaídas, então arrumei uma estratégia para tapar os furos, entre elas estão, reduzir a hora de navegar pela internet, ter um bom bloqueador e investir em atividades de religação. Tudo isso foi fundamental para conclusão do meu reboot.
Antes de comentar os benefícios terei que relatar os principais motivos que me influenciaram a se viciar em pornografia.
- Falta de educação sexual: como sou de uma epóca que não havia nas escolas matérias sobre educação sexual e a falta de ensinamentos dos pais por ser um tabu contribui muito para que qualquer pessoa caia nesse vício, por não ter a ideia que a pornografia distorce o sentido do sexo, limitando apenas como algo feito por prazer, para submeter uma mulher.
-Decepção Amorosa: sim, não conseguia pegar ninguém, namorar ninguém, ao invés disso fantasiava tudo na minha imaginação, e descarregava na pornografia.
-Bullying: Sim, isso também foi outra coisa que me prejudicou, pois os garotos da escola me chamavam de lerdão, otário, pega ninguém, e até as garotas me sacaneavam, falavam que eu era feio, chato e que nunca iam ficar comigo, isso tudo prejudicou miha autoestima.
-Falta de autoestima: Como disse acima, de tanto me chamarem daquelas coisas eu realmente comecei a acreditar e sim, eu me via em tudo que eles falavam, dava corda pro que diziam e consequentemente o achava que o mundo da pornografia era o meu lugar, o típico pensamento de um fracassado(sim, eu era um fracassado, não por ter consumido pornografia mas sim por ter aceitado todos aqueles insultos e humilhações sem se opor a nada).
-Sistema de recompensas primitivo: Quem viu os vídeos do Gary Wilso e  o ebook sabe do porquê se viciamos em pornografia, pois o no cérebro não consegue distinguir sexo real e virtual,  então ele entende que agora é hora de se reproduzir. E como sexo é prazer, ele atua no nosso sistema de recompensas, então cada vídeo visto é uma descarga de prazer dado pelo cérebro e a cada video novo é uma novidade que irá gerar ainda mais prazer, lembrando que o cérebro não consegue distinguir sexo rea do virtual. Explicando de uma forma chula o conceito.
Ou seja, a pornografia foi uma fuga da realidade para todos esses problemas, tirando a falta de educação sexual que é algo mais moderno e que também fez falta em várias outros temas também na nossa sociedade.
Agora já que relatei os motivos pela recaída irei falar sobre os benefícios mas, quero deixar claro que não farei qualquer misticismo ou qualquer menção sobrenatural em relação a eles, mas irei escrevei de uma forma mais racional para qualquer um entender.

Como Reboot mudou minha vida?

De acordo com o livro "o Poder do hábito" hábito angulare é um tipo de hábits que quando acertado, ele tem o poder de fazer outros hábitos de sua vida prosperarem. Eu classifico em minha opinião o Reboot como uma espécie de hábito angular, em minha experiência, porque ele de certa forma te obriga a procurar por outras coisas que proporcionem prazer, ou seja, você terá que ler um livro, fazer um exercício físico, ou um esporte. Eu antes era um cara extremamente preguiçoso, não gostava de ler, estudava pouco, era relaxado, não fazia nada, depois que comecei a fazer o reboot tive que procurar coisas que proporcionassem o mesmo prazer que a pornografia, então comecei a me forçar a ler livros, a praticar mais treino com meu violão, a estudar mais, ou seja, a iniciativa do reboot começou a jorrar em meus hábitos, fazendo uma grande transformação. Devido a isso posso a agora citar que:

-Estou mais ativo, da maneira que busco fazer tarefas domésticas
-Estou bem mais produtivo, leio bastante agora, estudo bem mais
-A minha memória ficou bem mais forte pois o vício em pornografia assim como outros vícios atacam a area do cérebro em que consiste a atividade intelectual
-HOCD, ansiedade, tudo isso diminui muito, mas muito mesmo
-socializar agora não é um bicho de sete cabeças, poisé o reboot fez ver o quanto estava perdendo ficando só atrás de uma tela cheia de estranhos se cruzando, e agora não fico mais com a culpa na cabeça de ser viciado, nem quando vou conversar com alguém, se for necessário falar com tal pessoa irei falar.
-Ao menos agora procuro dar valor a coisas simples na vida como manter uma relação familiar boa, uma amizade durável, procurar um relacionamento saudável, sair para um bom lugar, entre tantas outras coisas que ficaram a margem de quando estava viciado, simplesmente eu me lixava para tudo isso e só meu videozinho que importava

Bem, falei sobre os benefícios do reboot, o que me infuenciou a me viciar em pornografia, mas não falei sobre o processo do meu reboot que é o que falarei agora.
Concluir o reboot não foi nada fácil, ainda mais eu que não tive relações sexuais ou relacionamento sério, foi um processo que teve que pedir o meu melhor além de outras coisas. Antes as minhas recaídas, eu contava bastante com a fé, em acreditar que um ia tudo isso iria acabar, todo o sofrimento e dano psicológico que a pornografia me causou, no inicio minha fé católica me levantava sempre que caia, mesmo que fosse a mais feia recaída. Com o passar do tempo, o meu suporte foi ter um grupo de amigos com quem pudesse contar foi essencial no reboot, agradeço muito aos parceiros Deuséfiel, Lupus Red, Justiceiro do Sertão, Ayrton Senna, PH e me desculpe os que não consegui lembrar, ajudaram muito a consolidar o reboot, pois sempre tinha  alguém para dar apoio, trocar ideias, todas essas conversas foram como gás para chegar ao ponto final, agradeço mesmo com todo carinho do mundo. E junto a tudo isso, apliquei o método do fórum e comecei a gerenciar meu tempo e minhas ações, e procurei investigar cada recaída minha,  buscando por algum jeito de tapa-las, como disse no meu diário, evitei bastante lugares, momentos  em que costumava recair, a hora, tudo mais, pois tinha o hábito de ver por exemplo de madrugada, então dormia cedo, via no banheiro então não levava o telefone para lá, ou seja, fazia tudo oposto do meu hábito. Intenet? Só antes de dormir, e ter um bloqueador no telefone me ajudou muito, pois me desistímulou a procurar por essas besteiras, e na hora de ir dormir ele ficava bem longe, já para não alcançar. E outra coisa, essa discussão é meio polêmica mas sou contra a pregação que masturbação faz mau, se você é solteiro e tem energia, praticar isso a só não irá fazer mau algum, até ajuda a aliviar o tesão, o problema todo é fazer isso com material pornográfico, eu fiz isso direto no reboot e não me prejudicou em nada, desejo e energia sexual todo mundo tem e ficar reprimindo isso sim faz mau a saúde.

Resumo:  O mérito não é só meu, sei que não ia conseguir sozinho, ter fé, parceiros  para dar suporte e ter um bom método científico faz toda diferença. O reboot funciona! Se tiver dúvidas apenas faça, é real!
Muito obrigado ao fórum pela ajuda, agradeço de todo coração, novamente aos parceiros de reboot, obrigado a vós! Eu realmente espero que com esse relato possa ajudar vocês e outras pessoas no fórum, poder inspira-las, ainda mais os jovens que estão mais propensos a se viciar nesse tipo de conteúdo, UM GRANDE ABRAÇO A TODOS, SUCESSO NO REBOOT VOCÊS


DO seu companheiro de Reboot,
Rocketman


_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada

Rafael Rossi, Spartacuz, Gardenzio Angelone, Optimus Prime, sbtrktr, Ligris, LuckyTheWolf e outros gostam desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

20/8/2020, 18:20
[quote="Rocketman"]Olá pessoal do fórum, um bom dia a todos, hoje vim aqui para relatar como foi a minha trajetória e o final do meu objetivo, depois de muito tempo, após tantas turbulências, eis me aqui para contar a minha superação,  não esperava que esse dia fosse chegar, anos  atrás lia as histórias de sucesso do fórum, apenas de longe, no auge do problema,  me inspirava a querer ter minha própria história mas parece que era apenas  uma luz muito distante e intocável para eu naquele período. Agora, tempos depois, parece que minha hora chegou, a gente nunca acredita quando o momento chega rsrs, enfim, irei tentar resumir esse relato do inicio do contato com a pornografia até o momento atual, separando pelos principais pontos contando o período marcante de cada ano, focando apenas no contato, agora acompanhem-me texto abaixo

Período dos primeiros contatos(2014-2015)

Meus primeiros contatos com a pornografia começou em 2014, e foi através de imagens no google chrome, onde pesquisava por fotos picantes de mulheres, em detalhes com roupas íntimas, ainda era um pré adolescente e tudo aquilo  era novo, e com isso tive a descoberta da masturbação então sincronizei ambas as coisas, o que por sua vez iria despertar o começo de um vício logo depois, porque em casa havia internet no computador e depois que a família  saia de casa, eu aproveitava esse tempo para passar os momentos me satisfazendo com aquele conteúdo, e isso era bem frequente, bem como na maior parte dos fins de semana. Não somente fotos picantes mas via também vídeos de dançarinas de funk, em um show do Catra, dançando mas de forma bem erótica, tanto no estilo quanto no visual da veste que estava tudo a amostra( não quero entrar em discussão se isso é errado ou não, é apenas parte do que ocorreu em minha pré adolescência) e aquilo me excitava, detalhe é que eu odiava funk, que contraditório não? Enfim, durante esse período, ainda no inicio de tudo desenvolvi fetiches com roupas femininas, e chegava até a usar o que chamam de crossdressing devido a ter consumido muito material erótico envolvendo essas peças intímas. E também tanto no colégio ou igreja, até em outros eu marcava as roupas intimas das meninas e claro, marcava o corpo delas.

Um ano depois, não tinha mais internet em casa, o que eu fazia era ir na casa de amigos ou roubar o wifi dos outros para poder acessar a internet e nisso eu descobri a pornografia real, não me lembro como mas lembro do primeiro video porno que vi e sim, aquele conteúdo inicial com dançarinas, fotos de mulheres picantes foram uma porta para entrar nesse mundo da pornograifa. Esse tipo de conteúdo já era mais pesado e mesmo assim eu consumia, acredito que esteja ligado aquele conceito de que quanto mais novidade pro cérebro, maior será o prazer, pois as imagens estáticas e as dançarinas já haviam perdido a graça. Nesse ano o vício ainda estava se formando até porque não consumia com tanta frequência, eu baixava os vídeos no telefone e muitos levavam horas, e eram bem poucos então não posso afirmar que era viciado. Da mesma forma como no ano anterior, eu tinha o mesmo hábito de ficar em casa sozinho consumindo pornografia.

Consolidação do vício(2016-2017)

Nesse ano, 2016 foi onde as coisas ficaram extremamente complicadas porque em minha casa, a internet foi recolocada, e assim o hábito que eu  tinha que até então que era bem fraco se consolidou, agora eu já podia ver qualquer vídeo porno, podia pesquisar livremente o que queria, bastava ninguém ver. Eu já via antes quando tinha uma brecha portanto com a internet em casa ficou bem mais flexível para ver, porque a novidade fazia eu querer ver a todo momento. Aqui classifico que sim estava viciado, via todo dia, era direto e quando não via ficava desesperado. Tudo isso refletiu no meu comportamento, se antes eu marcava as garotas do colégio em uma fase mais leve, agora meu comportamento era de um pervertido, que quando iria abraçar alguma delas acariciva-as e logicamente elas não gostavam, e além também ficava prestando atenção fixamente só nas partes íntimas delas.  Ainda tinha a prática de usar roupas intimas femininas e até mesmo furta-las, quando alguém estendia roupas em varais próximas da minha casa ou meu tio que deixava a casa aberta, eu ia la e pegava-as.

No próximo ano, o meu hábito de consumir pornografia demasiadamente ainda estava a todo vapor e sem qualquer freio, estava exatamente como no ano anterior porém devido a problemas escolares, decepções amorosas e péssimas companias eu quase entrei em depressão, fiquei por muitas semanas pensando em me matar, em morrer, e quando tinha problemas o natural era correr para a pornografia que era uma forma de descarregamento emocinal só que isso não durou para sempre. Cheguei a me recuperar desse problema e somente no final do ano fiz um pequeno exame de consciência e cheguei a conclusão que sim, esses problemas não surgiram por acaso, muitos deles estavam ligados a pornografia, as minhas notas baixas no colégio eram devido a falta de concentração e falta de energia para estudar, porque gastava muito me masturbando vendo videos, decepção amorosa no sentido que não conseguia cortejar uma garota e ficava chupando dedo, tomava um fora e não sabia o que fazer, a falta de sociaização e do isolamento constante enfraqueceu minhas habilidades sociais , entre elas o lance de cortejar com citei acima então tudo isso prejudicou minha autoestima, fora o bullying que sofri muito nos anos anteriores e não fazia nada, isso eu também descarregava na pormografia como alívio emocional. Então descobri que além da pornografia ser o problema estava viciado nela e não conseguia parar. Por acaso que eu entrei na internet e me deparei com o site vício em pornografia, e assim conheci além do trabalho do Dr. Rafael Rossi descobri também o Gary Wilson a quem explicou a todo o processo com base cientifica e relatos de como o vício em pornorafia pode ser destrutivo. Li vários relatos de atores pornos, de pessoas viciadas mas o relato que mais me infleunciou foi o do próprio Rafael Rossi que me inspirou a mudar minha realidade, ainda que nesse ano fosse muito distante. Li o método do fórum + ebook e fui tentando fazer o reboot.

Os altos e baixos(2018-2020)

Logo então desses eventos me dediquei a vencer de vez esse vício, eu cai diversar vezes pelo caminho, tinha cada recaída feia que minha vontade era desistir e largar tudo para lá pois achava que não ia funcionar. Fiquei por muito tempo nessa luta, teve vezes que ficava 40 dias longe, tinha vezes que ficava bem mais porém se autosabotando, abrindo uma aba aqui, outra ali e depois fechava, ou então recaia de forma terrivel de ficar todo dia vendo algo. Só consegui de fato superar essas quedas quando investiguei do porquê das minhas recaídas, então arrumei uma estratégia para tapar os furos, entre elas estão, reduzir a hora de navegar pela internet, ter um bom bloqueador e investir em atividades de religação. Tudo isso foi fundamental para conclusão do meu reboot.
Antes de comentar os benefícios terei que relatar os principais motivos que me influenciaram a se viciar em pornografia.
- Falta de educação sexual: como sou de uma epóca que não havia nas escolas matérias sobre educação sexual e a falta de ensinamentos dos pais por ser um tabu contribui muito para que qualquer pessoa caia nesse vício, por não ter a ideia que a pornografia distorce o sentido do sexo, limitando apenas como algo feito por prazer, para submeter uma mulher.
-Decepção Amorosa: sim, não conseguia pegar ninguém, namorar ninguém, ao invés disso fantasiava tudo na minha imaginação, e descarregava na pornografia.
-Bullying: Sim, isso também foi outra coisa que me prejudicou, pois os garotos da escola me chamavam de lerdão, otário, pega ninguém, e até as garotas me sacaneavam, falavam que eu era feio, chato e que nunca iam ficar comigo, isso tudo prejudicou miha autoestima.
-Falta de autoestima: Como disse acima, de tanto me chamarem daquelas coisas eu realmente comecei a acreditar e sim, eu me via em tudo que eles falavam, dava corda pro que diziam e consequentemente o achava que o mundo da pornografia era o meu lugar, o típico pensamento de um fracassado(sim, eu era um fracassado, não por ter consumido pornografia mas sim por ter aceitado todos aqueles insultos e humilhações sem se opor a nada).
-Sistema de recompensas primitivo: Quem viu os vídeos do Gary Wilso e  o ebook sabe do porquê se viciamos em pornografia, pois o no cérebro não consegue distinguir sexo real e virtual,  então ele entende que agora é hora de se reproduzir. E como sexo é prazer, ele atua no nosso sistema de recompensas, então cada vídeo visto é uma descarga de prazer dado pelo cérebro e a cada video novo é uma novidade que irá gerar ainda mais prazer, lembrando que o cérebro não consegue distinguir sexo rea do virtual. Explicando de uma forma chula o conceito.
Ou seja, a pornografia foi uma fuga da realidade para todos esses problemas, tirando a falta de educação sexual que é algo mais moderno e que também fez falta em várias outros temas também na nossa sociedade.
Agora já que relatei os motivos pela recaída irei falar sobre os benefícios mas, quero deixar claro que não farei qualquer misticismo ou qualquer menção sobrenatural em relação a eles, mas irei escrevei de uma forma mais racional para qualquer um entender.

Como Reboot mudou minha vida?

De acordo com o livro "o Poder do hábito" hábito angulare é um tipo de hábits que quando acertado, ele tem o poder de fazer outros hábitos de sua vida prosperarem. Eu classifico em minha opinião o Reboot como uma espécie de hábito angular, em minha experiência, porque ele de certa forma te obriga a procurar por outras coisas que proporcionem prazer, ou seja, você terá que ler um livro, fazer um exercício físico, ou um esporte. Eu antes era um cara extremamente preguiçoso, não gostava de ler, estudava pouco, era relaxado, não fazia nada, depois que comecei a fazer o reboot tive que procurar coisas que proporcionassem o mesmo prazer que a pornografia, então comecei a me forçar a ler livros, a praticar mais treino com meu violão, a estudar mais, ou seja, a iniciativa do reboot começou a jorrar em meus hábitos, fazendo uma grande transformação. Devido a isso posso a agora citar que:

-Estou mais ativo, da maneira que busco fazer tarefas domésticas
-Estou bem mais produtivo, leio bastante agora, estudo bem mais
-A minha memória ficou bem mais forte pois o vício em pornografia assim como outros vícios atacam a area do cérebro em que consiste a atividade intelectual
-HOCD, ansiedade, tudo isso diminui muito, mas muito mesmo
-socializar agora não é um bicho de sete cabeças, poisé o reboot fez ver o quanto estava perdendo ficando só atrás de uma tela cheia de estranhos se cruzando, e agora não fico mais com a culpa na cabeça de ser viciado, nem quando vou conversar com alguém, se for necessário falar com tal pessoa irei falar.
-Ao menos agora procuro dar valor a coisas simples na vida como manter uma relação familiar boa, uma amizade durável, procurar um relacionamento saudável, sair para um bom lugar, entre tantas outras coisas que ficaram a margem de quando estava viciado, simplesmente eu me lixava para tudo isso e só meu videozinho que importava

Bem, falei sobre os benefícios do reboot, o que me infuenciou a me viciar em pornografia, mas não falei sobre o processo do meu reboot que é o que falarei agora.
Concluir o reboot não foi nada fácil, ainda mais eu que não tive relações sexuais ou relacionamento sério, foi um processo que teve que pedir o meu melhor além de outras coisas. Antes as minhas recaídas, eu contava bastante com a fé, em acreditar que um ia tudo isso iria acabar, todo o sofrimento e dano psicológico que a pornografia me causou, no inicio minha fé católica me levantava sempre que caia, mesmo que fosse a mais feia recaída. Com o passar do tempo, o meu suporte foi ter um grupo de amigos com quem pudesse contar foi essencial no reboot, agradeço muito aos parceiros Deuséfiel, Lupus Red, Justiceiro do Sertão, Ayrton Senna, PH e me desculpe os que não consegui lembrar, ajudaram muito a consolidar o reboot, pois sempre tinha  alguém para dar apoio, trocar ideias, todas essas conversas foram como gás para chegar ao ponto final, agradeço mesmo com todo carinho do mundo. E junto a tudo isso, apliquei o método do fórum e comecei a gerenciar meu tempo e minhas ações, e procurei investigar cada recaída minha,  buscando por algum jeito de tapa-las, como disse no meu diário, evitei bastante lugares, momentos  em que costumava recair, a hora, tudo mais, pois tinha o hábito de ver por exemplo de madrugada, então dormia cedo, via no banheiro então não levava o telefone para lá, ou seja, fazia tudo oposto do meu hábito. Intenet? Só antes de dormir, e ter um bloqueador no telefone me ajudou muito, pois me desistímulou a procurar por essas besteiras, e na hora de ir dormir ele ficava bem longe, já para não alcançar. E outra coisa, essa discussão é meio polêmica mas sou contra a pregação que masturbação faz mau, se você é solteiro e tem energia, praticar isso a só não irá fazer mau algum, até ajuda a aliviar o tesão, o problema todo é fazer isso com material pornográfico, eu fiz isso direto no reboot e não me prejudicou em nada, desejo e energia sexual todo mundo tem e ficar reprimindo isso sim faz mau a saúde.

Resumo:  O mérito não é só meu, sei que não ia conseguir sozinho, ter fé, parceiros  para dar suporte e ter um bom método científico faz toda diferença. O reboot funciona! Se tiver dúvidas apenas faça, é real!
Muito obrigado ao fórum pela ajuda, agradeço de todo coração, novamente aos parceiros de reboot, obrigado a vós! Eu realmente espero que com esse relato possa ajudar vocês e outras pessoas no fórum, poder inspira-las, ainda mais os jovens que estão mais propensos a se viciar nesse tipo de conteúdo, UM GRANDE ABRAÇO A TODOS, SUCESSO NO REBOOT VOCÊS


DO seu companheiro de Reboot,
Rocketman


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada

barbosaj gosta desta mensagem

DeuséFiel
DeuséFiel
Mensagens : 81
Data de inscrição : 20/03/2020
Idade : 18
Localização : São Paulo

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 11:14
Caro amigo Rocketman, que maravilhoso e alegre que você conseguiu a tão sonhada vitória contra o vício da P.
Eu acho que você foi bastante forte para resistir as tentações do vício. Sua história me deu uma motivação, e estarei disposto a enfrentar o que for possível para eu também consolidar a minha vitória contra a PMO.
Os seus benefícios claramente foram absurdamente bons, principalmente quando você cita a diminuição drástica da ansiedade, é maravilhoso ler isso, e agora você se sente muito mais livre para realizar seus planos depois de ter tirado um grande pedregulho do caminho.
Agradeço lhe por todo o serviço prestado a comunidade do nofap e a mim, e que você continue ajudando pessoas no fórum e dando dicas e sugestões de como se livrar do vício.
No final você fala sobre a masturbação e fala que ela as vezes pode ajudar pois faz mal ficar reprimindo a energia sexual, eu porém penso o contrário, afinal é muito difícil a pessoa querer se masturbar sem o conteúdo da P, sou a favor da liberação de energia sexual quando a finalidade é se relacionar com alguma mulher, pois aí pelo menos estará dando um passo a frente quanto aos relacionamentos.
Portanto, fico muito feliz que você tenha saído do vício, você disse que sofria bullying, o que pode gerar traumas e danos psicológicos terríveis, queria lhe perguntar se está tudo bem agora, se o bullying com você acabou, ou se arranjou um jeito de se livrar deste problema.

Abraços amigo! Sucesso total

Rocketman, barbosaj e Ayanokoji gostam desta mensagem

LuckyTheWolf
LuckyTheWolf
Mensagens : 290
Data de inscrição : 11/07/2020
Idade : 23

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 11:49
Muito bom, meu amigo.

Seu relato foi de grande motivação pra mim, e com certeza, será para muitos outros aqui também. Espero que sua autoestima esteja boa agora, porque você é foda, cara!!! Tenha isso em mente, e continue nessa pegada que será só sucesso daqui pra frente.

Sobre a masturbação, é algo bem pessoal mesmo. Pra mim não adianta, pois meu cérebro já condiciona a M com a P. E pra cair, é um pulo, então, nem me arrisco. Mas se você consegue conciliar isso, acho muito bom, parabéns.
Abração, aí mano.

_______________________________________
<< REBOOT INICIADO EM 30/12/2020, ÀS 3h00 >>

email: luckycomoparar@gmail.com


Meu diário: https://www.comoparar.com/t10782-diario-do-luckythewolf

Rocketman e Ayanokoji gostam desta mensagem

Harvey
Harvey
Moderador
Moderador
Mensagens : 1357
Data de inscrição : 23/10/2019
Localização : New York

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 11:55
Saudações, Rocketman.

Relato de um Jovem Prefeiturasaopauloproibefogosartificiobarulhentosconexaoplaneta

Relato de um Jovem Salton_final_de_ano

Relato de um Jovem Image_Easy-Resize.com-1

É uma felicidade imensa poder ler a sua história de sucesso, pois sei que mais um homem se libertou das amarras desse grandioso vício, e que assim irá ajudar com o despertar de alguns amigos que ainda encontram afundados na PMO, são pessoas como você que ajudam a dar cor a esse planeja meu nobre amigo.

Deixo aqui o meu reconhecimento por toda dedicação e desempenho no seu reboot, ele deve ser levado a sério, e você cumpriu essa tarefa muito bem. Sinta-se privilegiado por ter conseguido despertar desse vício antes dos 20 anos, com certeza te poupará muito tempo, e muitos problemas.

Desejo muita luz, sabedoria, amor e alegria na sua vida.

Um grande abraço do Harv.

_______________________________________


Acesse o meu diário.

Uma jornada de mil milhas começa com um único passo.

Rocketman gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 12:39
DeuséFiel escreveu:Caro amigo Rocketman, que maravilhoso e alegre que você conseguiu a tão sonhada vitória contra o vício da P.
  Eu acho que você foi bastante forte para resistir as tentações do vício. Sua história me deu uma motivação, e estarei disposto a enfrentar o que for possível para eu também consolidar a minha vitória contra a PMO.
  Os seus benefícios claramente foram absurdamente bons, principalmente quando você cita a diminuição drástica da ansiedade, é maravilhoso ler isso, e agora você se sente muito mais livre para realizar seus planos depois de ter tirado um grande pedregulho do caminho.
  Agradeço lhe por todo o serviço prestado a comunidade do nofap e a mim, e que você continue ajudando pessoas no fórum e dando dicas e sugestões de como se livrar do vício.
   No final você fala sobre a masturbação e fala que ela as vezes pode ajudar pois faz mal ficar reprimindo a energia sexual, eu porém penso o contrário, afinal é muito difícil a pessoa querer se masturbar sem o conteúdo da P, sou a favor da liberação de energia sexual quando a finalidade é se relacionar com alguma mulher, pois aí pelo menos estará dando um passo a frente quanto aos relacionamentos.
      Portanto, fico muito feliz que você tenha saído do vício, você disse que sofria bullying, o que pode gerar traumas e danos psicológicos terríveis, queria lhe perguntar se está tudo bem agora, se o bullying com você acabou, ou se arranjou um jeito de se livrar deste problema.

Abraços amigo! Sucesso total

Fala amigo Deuséfiel, muito obrigado pelas palavras, é eu 2 anos atrás apenas via esse dia como um "sonho" distante, como disse no relato, nunca imaginava que estaria relatando a minha própria história. Foi uma luta muito difícil, com muitos altos e baixos, e é claro que as coisas não terminaram, a batalha contra a pornografia é para todo sempre, e lidar com tentações é bem constante ainda, não posso mentir, mas nada comparado como anteriormente quando ainda estava no começo do reboot. E fico honrado em saber que minha história lhe motiva, e feliz que você além de outras pessoas possam aproveitar o meu relato e tirar alguma lição ou servir como uma inspiração, como disse na 1º página do meu diário, meu dever é poder ajudar quem precisa pois sei como é terrível esse vício. Ainda ficarei por bastante tempo aqui, afinal nada disso teria acontecido sem o fórum.
Sobre masturbação, entendo o seu ponto de vista de ser dificil a pessoa fazer sem pornografia, mas no meu ver acho que é uma questão de saúde, porque já vi muitos usuários em alguns tópicos condenando a prática, e isso é um pouco radical do ponto de vista de solteiros que querem ter relações sexuais apenas em relacionamentos, e não querem pagar GP, e isso me inclui claramente.
A respeito do bullying, sim meu amigo, está tudo bem agora, eu parei de sofrer bullying na mesma época em que meu vício ainda estava forte, lá para 2017, isso porque pelo visto amadureci mais e ao longo desse tempo fui aprendendo a lidar com isso, bem como troquei também de escola. Demorou muito porque pelo que lembro desde quando era pequeno eu sempre era uma das chacotas da sala, mas ainda reagia, já quando cresci fui perdendo essa capacidade de se opor e comecei a ficar tímido e a deixar de ter atitude. Mas eu compreendi o que aconteceu, por muito tempo fiquei refletindo sobre esses acontecimentos, e decidi deixá-los no passado, isso mesmo, eu virei a página porque não sou a mesma pessoa que eles zoaram no colégio, eu mudei, hoje sou outra pessoa, com pensamentos e atitudes diferentes, portanto jamais deixaria aquilo acontecer de novo.

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 12:53
LuckyTheWolf escreveu:Muito bom, meu amigo.

Seu relato foi de grande motivação pra mim, e com certeza, será para muitos outros aqui também. Espero que sua autoestima esteja boa agora, porque você é foda, cara!!! Tenha isso em mente, e continue nessa pegada que será só sucesso daqui pra frente.

Sobre a masturbação, é algo bem pessoal mesmo. Pra mim não adianta, pois meu cérebro já condiciona a M com a P. E pra cair, é um pulo, então, nem me arrisco. Mas se você consegue conciliar isso, acho muito bom, parabéns.
Abração, aí mano.

Olá LuckyTheWolf

Muito obrigado mesmo, sinto-me honrado pelo seu comentário e feliz por ter te motivado, é grande que mais pessoas assim como você estejam dispostas a abandonar a vida da pornografia em busca de algo melhor. E sim, minha autoestima está ótima, nada comparado de quando estava viciado, me sentia preso, como se estivesse dentro de uma prisão invisível. Enfim hoje isso não existe mais, Graças a Deus e irei continuar firme ainda nessa jornada porque a batalha é constante.
Quanto a masturbação, compreendo seu ponto de vista, para algumas pessoas e você é muito dificil fazer sem pornografia, pois como você disse, parece que uma coisa está ligada a outra. No meu caso eu já realizava ainda quando garoto sem pornografia, apenas lembrando das garotas no colégio, então logo depois é que adicionei material erótico. Agradeço pelas suas palavras, e pela visita. Um Grande Abraço! Very Happy

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
Mithrandir
Mithrandir
Mensagens : 237
Data de inscrição : 19/09/2018
Idade : 22
Localização : Terra-Média

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 13:15
Parabéns Rocketman! Que esse dia seja o começo de uma vida definitivamente mais saudável e verdadeira. Abraço!

_______________________________________
Reboot desde 17 de Julho de 2021

Rocketman gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 14:26
Harvey Reginald Specter escreveu:Saudações, Rocketman.

Relato de um Jovem Prefeiturasaopauloproibefogosartificiobarulhentosconexaoplaneta

Relato de um Jovem Salton_final_de_ano

Relato de um Jovem Image_Easy-Resize.com-1

É uma felicidade imensa poder ler a sua história de sucesso, pois sei que mais um homem se libertou das amarras desse grandioso vício, e que assim irá ajudar com o despertar de alguns amigos que ainda encontram afundados na PMO, são pessoas como você que ajudam a dar cor a esse planeja meu nobre amigo.

Deixo aqui o meu reconhecimento por toda dedicação e desempenho no seu reboot, ele deve ser levado a sério, e você cumpriu essa tarefa muito bem. Sinta-se privilegiado por ter conseguido despertar desse vício antes dos 20 anos, com certeza te poupará muito tempo, e muitos problemas.

Desejo muita luz, sabedoria, amor e alegria na sua vida.

Um grande abraço do Harv.

Olá Harvey Reginald, é uma honra tê-o aqui no relato, estou agradecido pelas palavras, é com humildade que agora posso dizer que "sou mais um homem liberto", e realmente espero que com esse relato possa inspirar a levantar pessoas ainda viciadas em P. Obrigado mesmo pelo reconhecimento, hoje sinto-me honrado pelos comentários, de fato agora tenho esse privilégio de ainda jovem não estar preso no vício, tenho uma breve sensação que as coisas irão melhorar bem mais e como você mencionou, ter despertado do vício me poupara bastante tempo e bastantes problemas. Um grande abraço! desejo-lhe tudo em dobro também!

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
Barão Vermelho
Barão Vermelho
Mensagens : 339
Data de inscrição : 15/07/2017

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

21/8/2020, 15:28
Parabéns Rocketman, você alcançou o objetivo que todos almejam! Não vejo a hora de ser minha vez de publicar aqui...

Mas mano, se puder me responta, e quanto a D.E? E relações sexuais? Eu estou aqui por problemas de D.E, você também tinha esse problema? Conseguiu melhorar?

Abraços, e comemore sua vitória cada dia!

_______________________________________


"I am gonna show you how great I am"
- Muhammad Ali

Meu diário -> https://www.comoparar.com/t10878-recomeco

trofeu14.pngImagem hospedada por Servimg.comImagem hospedada por Servimg.com

#NoFapSeptember 2020 eu consegui!

Rocketman gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

22/8/2020, 21:46
Barão Vermelho escreveu:Parabéns Rocketman, você alcançou o objetivo que todos almejam! Não vejo a hora de ser minha vez de publicar aqui...

Mas mano, se puder me responta, e quanto a D.E? E relações sexuais? Eu estou aqui por problemas de D.E, você também tinha esse problema? Conseguiu melhorar?

Abraços, e comemore sua vitória cada dia!

Olá Barão Vermelho, ou Manfred Von Richthofen , é, é isso ai, foi uma longa jornada para chegar a esse objetivo e pelo que parece há de continuar essa batalha. E com toda certeza você irá publicar sua história, acredite, continue firme no seu reboot que o presente no final é grande, a sensação de paz e tranquilidade que fica é indescritível, sem propaganda fake. Meu caro, ainda não tive relações sexuais por muitos motivos, até coloquei no meu diário na intro então não sei se tenho disfunção erétil. Meu conselho a você é procurar por alguém mais experiente sexualmente que você terá respostas. Obrigado pelas palavras, Abraços!

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
ThePayback
ThePayback
Mensagens : 124
Data de inscrição : 19/08/2020

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

23/8/2020, 11:33
Excelente Rocketman. Me identifiquei com os motivos que te fizeram procurar por pornografia. Sempre que tenho alguma frustração emocional buscava por isso. Mas isso é passado, irei me recuperar também.

Rocketman gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

24/8/2020, 22:34
UltimaEsperança escreveu:Excelente Rocketman. Me identifiquei com os motivos que te fizeram procurar por pornografia. Sempre que tenho alguma frustração emocional buscava por isso. Mas isso é passado, irei me recuperar também.

Olá UltimaEsperança

Eu imagino também que não tenha sido nada fácil, aliás nunca é fácil, é sempre uma pedra no sapato problemas externos, pois uma hora que nós não tomamos atitudes eles se tornam perturbadores ao de cada passo. Você está certíssimo, isso é passado, nada mais que isso, agora é diferente, o agora pode ser mudado, e com certeza você irá se recuperar, acredite. Um grande abraço!

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
Ayrton Senna
Ayrton Senna
Mensagens : 166
Data de inscrição : 03/04/2020
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

25/8/2020, 00:04
Fala meu amigo Rocketman,

Estou muito feliz que tenha alcançado esse marco e se livrado desse vicio maldito, sei que seremos tentados a vida toda, mas você alcançou o que poucos alcançam e retomou seu auto-controle, tenho certeza que alcançará muitos feitos maiores em sua vida e torço por isso, agradeço pelo apoio e ajuda que sempre deu em meu diário.

Tamo junto irmão, só voa, abraço.

_______________________________________


Rocketman gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

1/9/2020, 13:54
Mithrandir escreveu:Parabéns Rocketman! Que esse dia seja o começo de uma vida definitivamente mais saudável e verdadeira. Abraço!

Olá Mithrandir, muito obrigado pelas palavras, desculpe me pela demora para responder, não tinha visto sua resposta. É, agora que começo a viver "verdadeiramente" sem sentir o peso na consciência e sem as barreiras invisíveis que a pornografia me trouxe. Sinto que ter tomado essa decisão só me fez bem, pode ser um tanto quanto pretensioso o que direi mas agora eu realmente me sinto que estou "livre" e não abrirei mão de tal sensação, de tal modo de viver a troco de um prazer curto e artificial que sugou-me por tanto tempo aponto de deixar-me em um estado decadente em pessoa. Um grande abraço!

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

1/9/2020, 14:30
Ayrton Senna escreveu:Fala meu amigo Rocketman,

Estou muito feliz que tenha alcançado esse marco e se livrado desse vicio maldito, sei que seremos tentados a vida toda, mas você alcançou o que poucos alcançam e retomou seu auto-controle, tenho certeza que alcançará muitos feitos maiores em sua vida e torço por isso, agradeço pelo apoio e ajuda que sempre deu em meu diário.

Tamo junto irmão, só voa, abraço.

Fala parceiro Ayrton, muito obrigado pelas palavras meu chapa, certamente é um grande marco, para um cara que antigamente não conseguia passar de 1 semana sem ver alguma coisinha, isso é um baita de um recorde! sem querer me gabar obviamente. Ter retomado o controle da minha vida só me fez ver a bagunça que ficou quando perdi o controle dela, e assim que retomei o controle vi que já havia passado da hora e limpar a sujeita e a lixarada que ficou. Vejo que assim que, se eu consegui todos outros também podem conseguir esse feito, não é impossível, logicamente há demais obstáculos para lhe atrapalhar mas a sua vontade e seu objetivo deve ser maior que todos esse problemas. E como mencionou que ao longo da vida seremos tentados, nós teremos que lidar não só com esse mau mas com muitas dos outros, isso inclui outros vícios logicamente portanto mesmo não sendo um religioso praticante, conheço uma frase biblica que diz "Orai e vigiai", e claro que essa tem outro significado mas para com nossa vida é preciso estar sempre atento as quaisquer tentações que surgem aos demais momentos, e então não deixa-las nos abalarem, o que penso. Bom, eu que agradeço, o apoio de você e dos outros amigos que estiveram comigo foi essencial pro reboot, ter como desabafar sobre os acontecimentos presentes no reboot faz uma enorme diferença, acredite. Fiquei um pouco sumido durante esses dias mas não irei sumir daqui, abraços meu amigo Ayrton!

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
Optimus Prime
Optimus Prime
Mensagens : 2746
Data de inscrição : 28/04/2017
Idade : 21

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

2/9/2020, 13:53
Fala, Rocketman.

Meus parabéns por ter concluído o reboot, meu caro. Continue com o escudo levantado, meu guerreiro.

Um grande abraço!

Rocketman gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

2/9/2020, 23:41
Olá Zyzz

Muito obrigado, ainda espero poder relatar um pouco mais do pós reboot pois sei que para me limpar definitivamente vai levar um bom tempo, e vai! A luta não para, Abraços!

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada

Optimus Prime gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

23/10/2020, 20:46
Aqui estou novamente, sei que certamente esse não é o tópico adequado para escrever a respeito do que acontece no reboot ou depois, mas como meu diário está parado ou congelado, vou escrever aqui. Eu disse que no pós reboot ainda iria relatar mais sobre essa recente experiência, e acho que esse momento é ótimo para fazer., por ter chegado na casa dos 200 dias. Enfim, devo ter passado uma falsa imagem no diário como se o reboot fosse fácil e sem problemas, apesar de ter me dedicado ao reboot, não posso deixar de dizer que passei por horrores que por escolha pessoal, preferi não dizê-los de cara o diário.

Primeiramente vou começar com o HOCD ou Toc gay que no meu caso era um Toc Bi, devido ao medo de me descobrir bissexual. Desenvolvi no final do ano passado depois de romper com uma garota, pois durante a época em que tive o caso, como era inexperiente, em um breve momento achei que tivesse ficado com ela forçadamente. E por outro lado, estava fazendo um reboot, de tantos outros, e a abstinência fazia me crer que o consumo de porno que me tornava hétero, o que talvez possa explicar o surgimento desse distúrbio, porque sempre que me abestia achava eu que perderia a hétero atração(uma verdadeira besteira). Logo depois que rompi, recai algumas vezes devido a pressão emocional, e ai que o Toc me pegou. Enquanto estava na relação isso simplesmente não existia, mas o rompimento e a recaída foram o suficiente para fortalecer o Toc, e desde então, segui o final do ano passado e esse ano com a minha mente me atormentando. E durante meu reboot nesse ano, estava em uma situação tão desconfortante que, não poderia ver um homem que ficava com medo, com um receio de me apaixonar, e com a minha mente dizendo "Por que não ter uma relação com um homem?", "Você nem teve tanta experiência, como sabe que é hétero?", "Por que não fazer uma provinha e um teste, pegar alguém do mesmo sexo?" tudo isso me deixava maluco, com dias em que não conseguia me concentrar em afazeres ou até mesmo em poder conversar normalmente com alguém sem pensar essas coisas. Acordava todo santo dia com pensamentos de que fosse Bi, com o coração quase saindo do peito, devido a ansiedade gerada, seguida te tosses extremas. Li muitos diários que usuários com Toc gay disseram que estavam fazendo tratamento acompanhados de sessões médicas, com isso, estava pensando em ir em um psiquiatra ou psicólogo para entender melhor o que estava havendo comigo, mas para minha sorte, eu desde em então não tive mais aqueles pensamentos obsessivos em torno da minha sexualidade, que fazia me testar mentalmente. Em algum momento desse ano, eles deixaram de surgir, não sei ao certo quando. Mas apenas tomei atitudes para evitar esses pensamentos, costumava me testar muito e ficar obrigatoriamente me imaginando com alguma mulher para provar minha sexualidade, que apenas comprova que sim gosto de mulheres mas não resolvia o problema. Assim como também ficava me imaginando com algum cara, sendo eles homossexuais para ver se sentia atração mas diferente dos testes com mulheres, esses me causavam mau e me deixavam com ansiedade, e muita das vezes com náuseas até que parei de fazer. E sempre que esses pensamentos vinham, só focava na minha atração sexual e no meu histórico amoroso onde só houve mulheres.
Um outro incômodo é o desejo por ver vídeos pornos, minha mente diz "só um pouquinho", "Que mau há nisso", e mesmo depois de completar o reboot essa vontade vem, sempre seguida de fantasias de vídeos que vi, geralmente imagens mentais, e desejos pessoais por mulheres/garotas. Decidi dizer agora por eu ter achado que fosse apenas uma fase e que ia passar, mas engano meu, essa vontade junta as demais fantasias incluindo fetiches permanecem mas não como antes.Todas as vezes que me dava a vontade de ver algo por alguma desculpa tipo: "que mulher linda, olha o que ela faz, não há nada de errado" logo em seguida eu pensava: "Quantas conquistas, quantas metas eu perdi, quantas oportunidades jogadas foras em troca por esse prazer medíocre". Até hoje faço essa balança, nunca me esquecendo do que aconteceu. E assim foi durante todo o reboot até agora. Como disse, essa vontade ainda permanece mas é bem fraca, não como a que o ocorria durante o reboot em que sentia compulsão por querer ver, e apesar de estar a mais de 200 dias sem assistir qualquer vídeo, acredito que só daqui 2 anos é que estarei limpo definitivamente desse vício, sem essa vontade de consumir pois foram ao certo 6 anos sendo punheteiro/viciado de pornografia.
Eu provei do desespero e a dor que os anos e anos de vício em pornografia me causaram: TOC, ansiedade, sensação de pânico, tudo isso junto de uma vez só, e a única coisa que pude fazer é ser espectador de tudo, me senti como se não tivesse no controle de nada. Não era o cara de passar o dia todo vendo porno, eu apenas assistia 1 vídeo e quando chegava a parte mais excitante que eu tinha orgasmo, logo depois tirava, as vezes é que em um dia chegava a ter três orgasmo, o que me deixava derrotado. Nunca escalei gêneros, só ficava em uma categoria hétero e assim mesmo desenvolvi todos esses distúrbios neurológicos chegando também a quase entrar em depressão. Convivi com a minha mente me infernizando todos os dias, podia apenas observá-la, com vários pensamentos negativos, sensações de vazio existencial, sentimentos de angústia profunda, tudo vindo de uma mente que durante anos foi artificializada pelo vício em pornografia. Com essa experiência pude aprender muito sobre si mesmo, sobre autocontrole mental e emocional, se teve alguma vantagem nisso tudo que passei acho que a única que dá para tirar proveito é que agora tenho maior atenção a vícios mais abertos como em bebidas alcoólicas, cigarros, drogas ilícitas etc..


_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1735
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

7/11/2020, 20:55
Fala meu querido! Muito bom seu relato, de verdade. Primeiramente parabéns pelos mais de 200 dias de reboot, mano. Espero que mantenhas sempre firme no propósito.

Cara, você falou sobre o livro "O poder do hábito" e que bom que você leu. Eu nunca tive coragem de pegá-lo por ser grande para mim, mas é um livro muito foda. E como você relatou, o reboot é mesmo um hábito angular, pois a partir dele conseguimos 80% dos nossos resultados. Focando 20% de nossos esforços no reboot, temos 80% dos resultados que queremos.

Bro, imagino que concluir o reboot não tenha sido fácil. E eu também já tive HOCD, TOC, problemas sérios com ansiedade e atualmente vejo que tudo isso está sob controle, ainda que eu tenha voltado ao padrão do vício. Gostei muito de seu relato e espero poder me inspirar nele para poder também chegar à sua marca.

Grande abraço

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

gardenzio.angelone@gmail.com



Rocketman gosta desta mensagem

avatar
Rocketman
Mensagens : 204
Data de inscrição : 24/12/2019
Idade : 19

Relato de um Jovem Empty Re: Relato de um Jovem

10/11/2020, 15:30
ilCapo escreveu:Fala meu querido! Muito bom seu relato, de verdade. Primeiramente parabéns pelos mais de 200 dias de reboot, mano. Espero que mantenhas sempre firme no propósito.

Cara, você falou sobre o livro "O poder do hábito" e que bom que você leu. Eu nunca tive coragem de pegá-lo por ser grande para mim, mas é um livro muito foda. E como você relatou, o reboot é mesmo um hábito angular, pois a partir dele conseguimos 80% dos nossos resultados. Focando 20% de nossos esforços no reboot, temos 80% dos resultados que queremos.

Bro, imagino que concluir o reboot não tenha sido fácil. E eu também já tive HOCD, TOC, problemas sérios com ansiedade e atualmente vejo que tudo isso está sob controle, ainda que eu tenha voltado ao padrão do vício. Gostei muito de seu relato e espero poder me inspirar nele para poder também chegar à sua marca.

Grande abraço

Fala ilCapo, me mantenho firme, apesar de ainda lidar com fantasmas(fantasias) com uma certa frequência, porém nada tão ruim comparado ao período de alta no vício. O livro, eu li e o recomendo muito,  pois toda a informação e a explicação sobre hábitos ao longo das páginas têm base científica e fontes para comprovação. Comecei a leitura ainda na metade do reboot, no mês de maio e obtive maior conhecimento a cerca de como os hábitos influenciam nossa vida e consequentemente em nossa rotina. Com isso, entendi melhor do por quê que eu muita das vezes acordava e pegava logo o controle para assistir Tv, ou também do por quê que anteriormente sempre que todos iam dormir eu costumava pegar meu telefone para assistir pornografia. Os hábitos agem de formas sutis, sem que nós percebemos mas o básico para entendê-los como funcionam é pela lógica do loop, que começa com a deixa, seguida da rotina, terminando com a recompensa, também se aplicando a vícios. Em nosso caso de vício em pornografia para exemplificar, temos o anseio pela dopamina, que pode ser causado por um desconforto externo e interno, sendo essa a deixa, então automaticamente pegamos o telefone ou pc e abrimos o site, como parte da rotina até chegar na recompensa, que é aquela sensação que sentimos depois do orgasmo que tanto ansiamos. Já havia comentado no meu diário que tinha encontrado certos padrões que me levavam a recaída no vício, bom eu consegui identificar eles curiosamente antes da leitura sem saber que essa informação já estava contida no livro, pois os hábitos são movidos por padrões que muita das vezes nem notamos por serem tão automáticos, e acabei  tendo sucesso ao fazer. Como você disse que voltou ao padrão do vício, aproveitando deixo essas informações para lhe ajudar com o experimento, pois elas foram diferenciais no meu.
Sobre o reboot, pois é nunca é fácil, há 2 anos que tentava fazer o reboot e acabava tendo insucesso, sem qualquer tipo de tática, de conhecimento, apenas deixando a abstinência fazer o trabalho, que consequentemente estava fadado ao fracasso. Precisou eu ter uma outra postura para enxergar o que estava acontecendo, levou bastante tempo para que isso acontecesse.  E o HOCD/Toc, ainda bem que você não tem mais esse problema se não o pior problema que o vício em pornografia pode causar, o que mais vemos é relatos de pessoas que sofrem com esse mau, hoje eu também me considero que não tenho(ainda bem). Agradeço pela mensagem ilCapo, se meu relato o inspirar, fico feliz por estar contribuindo de alguma forma para ajudar aos demais, desejo sucesso no seu reboot. Abraços!

_______________________________________
I wanna live
I wanna give
I've been a miner for a heart of gold

~Neil Young


Meu diário - https://www.comoparar.com/t10382-minha-jornada
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos