Diário Psico

+20
Tenzin
Kaicen
luz
dream 夢
Eros
Brock
Diário de Raul
darthvader
joeysilva
Kazumira;_;
fredguerra
Lucas6
Josuez
Rottweiler
Marcus Petra
sbtrktr
Pássaro de Fogo
will_broots
psico
David Silva
24 participantes
Ir para baixo
Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Diário  Psico - Página 10 Empty Relatos de Victor Yusuf

29/11/2021, 20:46
Hey meu amigo, não sei quando vai ver minha mensagem, amanhã te responderei melhor seu relato, estou ficando doente, o corpo está fraco, as pernas doem, a nuca também, estou febril, creio que ficarei gripado, então hoje não dá mais para fazer muita coisa, até a próxima, shalom!
Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

30/11/2021, 21:37
Olá meu amigo, estou aqui para comentar a segunda parte de seu relato. Bom uma energia pesada na sua casa pela presença de sua mãe, eu no meu caso levaria minha mãe para um padre exorcista se fosse comigo kkkkkkkkkk, brincadeira vi,  mas de todo jeito, imagino a angústia que deves passar, é muito estressante para sua mãe estar em um lugar que ela considera hostil, imagino o que sua liberdade significa para você, mas mais uma vez aconselho, sobre você sair de casa, não é ideal ficar falando isso com ela, isso só vai piorar a situação dela, aconselho a falar com amigos próximos, um ficante, ou por aqui mesmo, porque você poderá ser melhor orientado, melhor aconselhado, mais compreendido e por aí vai, se sua mãe tem ansiedade, medo da quebra de rotinas e hábitos, e já está há muito acostumada com você cuidando dela, só você falar em sair já será muito estressante, ela não te dará respostas racionais e sim emocionais demais, e você também não irá reagir de forma racional; primeiro de tudo é: Concluir o reboot, no decorrer desse processo ir tentando preencher as falhas de sua vida, óbvio que não devemos esperar os 90 dias sem PMOE para depois correr atrás de tudo o que foi perdido. Sobre a felicidade de sua mãe, olha, eu não sei as suas condições financeiras, não sei se moram de aluguel ou casa própria, mas vocês já conversaram sobre se mudar para um bairro que ela queira viver melhor? Seus irmãos embora não fossem morar com ela teriam obrigação sim de contribuir com uma provável mudança ( embora que a ansiedade muitas vezes é uma resposta as expectativas de quebras repentinas de rotina e hábito, isso poderia influenciar negativamente sua mãe) de local, sobre sua mãe ser feliz e psicologicamente estável eu não posso opinar muito, não tenho preparo para isso.
Sobre uma provável mudança sua para viver sua vida, bem vou tentar te explicar da forma como eu estou planejando fazer, supondo que após eu concluir o reboot estarei com a mente mais lúcida, e com mais resiliência. Primeiro óbvio é procurar um local, seja Ap, Quitinete, casa, república, o que for, o preço, a localização, o de praxe, de preferência no mesmo bairro ou em um bairro próximo do de sua mãe, ao fechar contrato, não se mudar de uma vez, comprar uma cama, um filtro d’água, só para passar umas horas do seu dia de fato sozinho, poder meditar e refletir sobre sua vida, continuar a dormir na casa de sua mãe, ficar de 2 ou 3 horas na sua nova casa, com o tempo ir comprando outros móveis, complementando suas necessidades, e ir aumentando aos poucos sua permanência fora de casa, até chegar um ponto em que a mãe já estará acostumada, tirar duas noites na semana para dormir fora, e assim ir aumentando, até você já estar acostumado de fato a essa nova realidade e sua mãe também. Essa seria a realidade ideal, óbvio que falar é muito fácil, mas esse é o norte, um padrão de planejamento e como todo padrão sempre haverá desvios, imprevistos, falhas, e no meu caso minha mãe não tem essa dependência emocional por mim, e mesmo minha vó que já é velha e enfrenta problemas com a solidão e o sentimento( ilusório) de abandono, mesmo ela se acostumaria com todos indo embora, no seu caso sua mãe tem problemas psicológicos mais graves, então esse planejamento que descrevi acima serviria só para dar uma pontadinha de ideia, não sei como vai fazer para resolver isso, pois não tenho preparo profissional para tal. Sua mãe já foi a psicólogo? Me perdoe mas ainda não li seus relatos por completo porque sempre tento ler vários relatos e acabo não lendo o de todo mundo por completo, e meu tempo está cada vez mais curto, então não sei se ela já frequentou terapeuta e emmbora você seja um profissional da área, ainda assim seu envolvimento emocional tão forte com ela o impede de saber o que fazer de fato, pois sempre haverá um envolvimento pessoal que atrapalharia no tratamento dela, mas infelizmente tudo isso uma hora ou outra terá de ser feito, e ela vai ter de aceitar. Eu sei o quanto te atormenta, pois passo o mesmo sobre querer saber quem sou de fato,quando tentei morar só foi um desastre, a mente pornográfica só atrapalha, mas uma coisa lhe digo: não posso fazer isso enquanto ainda tem muita coisa em minha vida para arrumar, coisas essas que estou relatando aqui no fórum, de mais simples como melhorar a caligrafia até mais complexas como aprender coisas que nunca vi na vida mas deve ser feito para eu passar no concurso que almejo. Então seus outros problemas pessoais, já incluso o temperamento de sua mãe, tente ir resolvendo à medida que for avançando no reboot, dos mais simples aos mais complexos, sempre nessa ordem; espero poder ajudar melhor, é que não tenho preparo para esses tipos de coisa. Sobre o fato de você estar a muito tempo tentando concluir o reboot, bem eu também kkkk, mas isso ficará para uma próxima conversa nossa.
AH, não sabia que eras psicólogo, interessante, quem sabe futuramente você possa me dar dicas sobre essa profissão, penso muitas vezes em cursar essa faculdade, mas de verdade não sei se tenho talento ou vocação para tal, boa parte do tempo acho que sou muito fraco para tal profissão, quem sabe eu seja ajudado aqui a descobrir não é? Abraços, Shalom!!!
psico
psico
Mensagens : 819
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

5/12/2021, 19:24
Fala pessoal. Voltando aqui para relatar pra vocês como foi a semana em meio à essa luta que eu venho enfrentado contra o vício. Acredito que essa semana foi a mais tranquila até então, mas mantenho a guarda por que sei bem que de uma hora pra outra tudo pode ruir. De qualquer forma, tenho algumas coisas interessantes pra dizer, outras nem tanto, e novamente, muito obrigado pelos comentários Vic. Responderei eles logo mais ao final desse post.

Vou começar falando sobre as coisas boas. Essa semana um amigo meu da época da faculdade entrou em contato comigo pra me fazer uma pré-proposta de trabalho, e será como psicólogo. Parece mentira, mas a proposta é pra mim trabalhar com dependentes químicos, apenas fazendo escuta em uma clínica. Apesar de eu estar ainda no meu trabalho atual, eu não posso deixar essa oportunidade passar visto que bom, de dependência química eu entendo muito bem e tenho bagagem pessoal pra poder intervir de uma forma legal acredito eu. Ainda não está certo já que dependerá se ele será chamado para trabalhar em outro local, mas já deixou avisado que caso ele saia da clínica, a primeira pessoa a qual ele entrará em contato para substituí-lo será eu, visto que ele gostou muito da maneira como eu estava atendendo os pacientes no estágio durante a faculdade. De fato, é algo que eu quero fazer e só espero estar preparado caso a proposta de fato se concretize e eu tenha que trabalhar. Estou ansioso, principalmente porque estou me preparando mentalmente e emocionalmente pra dar esse passo apenas em 2022. Mas caso haja essa chance ainda esse ano, será tolice minha deixar passar. Vamos esperar pra ver. Essa semana não cheguei a fazer sexo, mas tenho percebido minhas ereções matinais voltarem com bastante frequência, coisa que não acontecia há algum tempo. Acredito que seja porque tenho permanecido em modo hard durante a semana e só saí dele hoje. Vou repetir a dose pra essa semana pois tem sido muito benéfico pra mim, principalmente em relação aos treinos no crossfit.

Agora sobre coisas ruins. Obviamente que toda a família permanece na torcida para que tudo no final dê certo, mas um tio meu descobriu um tumor no cérebro. Ele já havia sido internado semanas atrás, recebeu alta, mas o quadro de saúde dele teve uma piora repentina, foram feitos novos exames e o tumor foi descoberto, pegando todos nós de surpresa. Ele fez a cirurgia para a retirada do tumor dois dias atrás e até então não recebemos noticias sobre o estado de saúde dele, mas acredito que esteja estável apesar da situação ser no mínimo muito delicada. O problema mesmo é ver minha mãe extremamente ansiosa com tudo que está acontecendo sendo que esse ano três pessoas de certa forma próximas à ela faleceram, inclusive uma irmã. Tem sido um ano difícil pra ela, não vou mentir. Agora é manter o pensamento positivo e acreditar que meu tio vai se recuperar da melhor forma possível. Mais um baque desses esse ano vai ser muito pra minha mãe.

E isso se encaixa naquilo que você, Vic, disse. Realmente, eu gostei da sua dica de ir se mudando aos poucos pra ver como ela irá reagir. Eu realmente estou pensando em fazer isso, mas não agora. A situação está muito complicada emocionalmente pra minha mãe e não sei se seria uma boa algo desse tipo acontecer atualmente ainda mais com o que está acontecendo com meu tio, e mesmo comigo querendo muito, vou ter que esperar isso passar, ela ficar mais tranquila, e aí sim vou ter mais coragem pra dar esse passo de uma forma menos desesperada. Dependendo, nem vou precisar me mudar aos poucos e sim de uma vez só. Porém, existe um outro detalhe que entrou em campo; A questão da proposta de trabalho que esse meu amigo me fez, já que isso também coloca um pouco em cheque a questão da mudança. Caso eu de fato venha começar à trabalhar na clínica, não vou ter tempo pra poder planejar isso com calma e com tempo, já que vou permanecer em dois empregos e terei que me desdobrar pra conseguir dar conta do recado inclusive trabalhando aos sábados pra completar a carga horaria da clínica. Mudança é algo que cansa bastante, então não posso confirmar nada até saber o que vai acontecer. Enfim, vamos ver o que essa semana reserva.

Por fim, chegando à primeira terça parte do processo de novo. Nem posso acreditar que estou conseguindo avançar tanto, mas de qualquer maneira, tenho conseguido isso pensando em um dia de cada vez. Espero continuar avançando mais e mais.

Valeu pelo apoio e presença de todos!

_______________________________________

Josuez e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

11/12/2021, 12:17
psico escreveu:Fala pessoal. Voltando aqui para relatar pra vocês como foi a semana em meio à essa luta que eu venho enfrentado contra o vício. Acredito que essa semana foi a mais tranquila até então, mas mantenho a guarda por que sei bem que de uma hora pra outra tudo pode ruir. De qualquer forma, tenho algumas coisas interessantes pra dizer, outras nem tanto, e novamente, muito obrigado pelos comentários Vic. Responderei eles logo mais ao final desse post.

Vou começar falando sobre as coisas boas. Essa semana um amigo meu da época da faculdade entrou em contato comigo pra me fazer uma pré-proposta de trabalho, e será como psicólogo. Parece mentira, mas a proposta é pra mim trabalhar com dependentes químicos, apenas fazendo escuta em uma clínica. Apesar de eu estar ainda no meu trabalho atual, eu não posso deixar essa oportunidade passar visto que bom, de dependência química eu entendo muito bem e tenho bagagem pessoal pra poder intervir de uma forma legal acredito eu. Ainda não está certo já que dependerá se ele será chamado para trabalhar em outro local, mas já deixou avisado que caso ele saia da clínica, a primeira pessoa a qual ele entrará em contato para substituí-lo será eu, visto que ele gostou muito da maneira como eu estava atendendo os pacientes no estágio durante a faculdade. De fato, é algo que eu quero fazer e só espero estar preparado caso a proposta de fato se concretize e eu tenha que trabalhar. Estou ansioso, principalmente porque estou me preparando mentalmente e emocionalmente pra dar esse passo apenas em 2022. Mas caso haja essa chance ainda esse ano, será tolice minha deixar passar. Vamos esperar pra ver. Essa semana não cheguei a fazer sexo, mas tenho percebido minhas ereções matinais voltarem com bastante frequência, coisa que não acontecia há algum tempo. Acredito que seja porque tenho permanecido em modo hard durante a semana e só saí dele hoje. Vou repetir a dose pra essa semana pois tem sido muito benéfico pra mim, principalmente em relação aos treinos no crossfit.

Agora sobre coisas ruins. Obviamente que toda a família permanece na torcida para que tudo no final dê certo, mas um tio meu descobriu um tumor no cérebro. Ele já havia sido internado semanas atrás, recebeu alta, mas o quadro de saúde dele teve uma piora repentina, foram feitos novos exames e o tumor foi descoberto, pegando todos nós de surpresa. Ele fez a cirurgia para a retirada do tumor dois dias atrás e até então não recebemos noticias sobre o estado de saúde dele, mas acredito que esteja estável apesar da situação ser no mínimo muito delicada. O problema mesmo é ver minha mãe extremamente ansiosa com tudo que está acontecendo sendo que esse ano três pessoas de certa forma próximas à ela faleceram, inclusive uma irmã. Tem sido um ano difícil pra ela, não vou mentir. Agora é manter o pensamento positivo e acreditar que meu tio vai se recuperar da melhor forma possível. Mais um baque desses esse ano vai ser muito pra minha mãe.

E isso se encaixa naquilo que você, Vic, disse. Realmente, eu gostei da sua dica de ir se mudando aos poucos pra ver como ela irá reagir. Eu realmente estou pensando em fazer isso, mas não agora. A situação está muito complicada emocionalmente pra minha mãe e não sei se seria uma boa algo desse tipo acontecer atualmente ainda mais com o que está acontecendo com meu tio, e mesmo comigo querendo muito, vou ter que esperar isso passar, ela ficar mais tranquila, e aí sim vou ter mais coragem pra dar esse passo de uma forma menos desesperada. Dependendo, nem vou precisar me mudar aos poucos e sim de uma vez só. Porém, existe um outro detalhe que entrou em campo; A questão da proposta de trabalho que esse meu amigo me fez, já que isso também coloca um pouco em cheque a questão da mudança. Caso eu de fato venha começar à trabalhar na clínica, não vou ter tempo pra poder planejar isso com calma e com tempo, já que vou permanecer em dois empregos e terei que me desdobrar pra conseguir dar conta do recado inclusive trabalhando aos sábados pra completar a carga horaria da clínica. Mudança é algo que cansa bastante, então não posso confirmar nada até saber o que vai acontecer. Enfim, vamos ver o que essa semana reserva.

Por fim, chegando à primeira terça parte do processo de novo. Nem posso acreditar que estou conseguindo avançar tanto, mas de qualquer maneira, tenho conseguido isso pensando em um dia de cada vez. Espero continuar avançando mais e mais.

Valeu pelo apoio e presença de todos!

Olá meu amigo, em primeiro lugar meus PARABÉNS por essa nova oportunidade de emprego, já é uma grande mudança na rotina, além de lhe dar a oportunidade de mais experiências, lidar com esse público te ajudará muito a lidar na prática com o seu próprio problema de vício, além de te engrandecer como profissional e como pessoa.Bem sobre esses novos fatores que surgiram em sua vida, todos nós temos de compreender o que é importante e o que é conveniente em nossas vidas, e o que é importante é o que devemos buscar, nessa situação de seu tio, sua mãe precisaria de todo o apoio que precisar, e nisso pelos seus relatos você é o apoio dela, nessa luta difícil infelizmente você tem de analisar bem se deve ser a hora de sair de casa, e se você ver que tem de ficar mais um tempo, provavelmente deve saber que virão frustrações, desânimos, aquela sensação de estar incompleto, de estar faltando algo, isso sem falar na percepção errada de que ficará nessa situação para sempre, porém, é temporária, e infelizmente a vida tem disso, frustrações, problemas com a família, decepções, mas há um diferencial: Com a mente ficando cada vez menos pornográfica, mesmo sentindo que precisamos agora ser nós mesmos e buscar a NOSSA vida própria, conseguimos cada vez mais melhorar nossa capacidade de planejamento e orientação, então sabemos lidar melhor com os problemas que a vida vem trazendo, como planejar e executar melhor as soluções para tais problemas, então você saberá o que deve ser feito e como, é sempre difícil lidar com essas situações de família, meu priminho de 9 anos tem  leucemia, e perdeu 80% da visão de um olho, e com o tratamento e a pandemia não posso vê-lo, não posso brincar com ele, sei mais ou menos como deve estar sendo para você, mas é como falei, com o tempo saberemos como lidar com isso, continue avançando no reboot, desejo que seu tio se recupere e fique bem, e meus parabéns pela oferta de emprego, não deixe passar essa oportunidade, Shalom!!
Josuez
Josuez
Mensagens : 1405
Data de inscrição : 15/07/2018
Idade : 20
Localização : DF

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

12/12/2021, 13:41
Hey, tudo bom? Estou muito feliz que tenha ido longe nesse reboot, fiquei um bom tempo fora e é com muita alegria que vejo seu progresso ir cada vez mais longe!!! Forças e siga firme ,estou na torcida pra te ver no pódio!

_______________________________________
David Silva
David Silva
Mensagens : 3294
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 37

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

14/12/2021, 12:50
Parabéns pelas conquistas Psico. Você é forte!
Queria só fazer uma observação. Eu acho até que você pode entender bem de dependência química, mas não pelo seu caso. Pois o vício em PMO não é uma dependência química, pois não envolve o uso de nenhuma substância. Ele é sim uma dependência, mas comportamental.
Quanto às perdas na família é muito difícil. Aqui em casa também foram muitas perdas de amigos e conhecidos e meus pais são idosos e tiveram que lidar com a COVID na pele; se contaminaram. Muito amor e fé para superarmos tudo isso.
Abraços! Paz!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

psico
psico
Mensagens : 819
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

14/12/2021, 23:40
Eu iria entrar aqui no domingo para atualizar vocês da semana. Mas tanta coisa aconteceu, e no domingo eu acabei não tendo tempo de escrever o tanto que gostaria, pois cheguei muito tarde de um casamento. Apenas gostaria de relatar que eu estou vivendo aquela fase que vivi há tempos atrás quando estava bem firme no reboot. Parece que a vida decidiu jogar tudo em cima de mim de uma única vez. É muita coisa pra processar, mas vou tentar resumir.

A primeira de todas. É oficial. Graças ao bom Deus, e também a um amigo dos tempos da faculdade, agora eu sou parte da equipe da clinica de dependência química, e já começo os atendimentos na próxima segunda. Obvio que eu ainda terei que encarar o meu patrão e falar isso com ele, já que eu não pretendo, pelo menos por hora, sair do meu serviço atual, então ainda não sei o que decidirão fazer comigo. De qualquer forma, eu estou que é ansiedade pura, não vou negar. É o meu sonho se materializando na minha frente de certa forma e a responsabilidade de lidar com as pessoas com as quais eu vou lidar pesa nos meus ombros. Não sou mais um estudante, agora eu sou um doutor para todos aqueles que irão me ver e entrar em contato comigo naquele local. São casos aparentemente bem complicados, várias coisas para registrar, e eu realmente espero que tudo dê certo. Na realidade é aquela estranheza comum de estar começando alguma coisa nova. Também foi assim comigo durante o estágio, mas durante o processo as coisas foram fluindo, e no fim tenho certeza que fiz um bom trabalho, já que fui bastante elogiado e espero sinceramente que também seja assim nessa minha nova empreitada. Enfim gente, me desejem não apenas sorte, mas sabedoria, maturidade, e total plenitude para encarar todas as demandas que foram chegando até mim. Serão muitas!

A segunda delas. Depois de todos esses anos eu finalmente pude sentir no meu corpo de forma plena os efeitos de estar lutando contra o vício. Talvez haja certos gatilhos a seguir, mas preciso dizer que fiz o sexo mais intenso, duradouro, e satisfatório de toda minha vida semana passada. Tive domínio do que estava fazendo, tranquilidade, não tive aquela pressa que as vezes nós temos de acabar logo e simplesmente sentir prazer. Não. Sexo é duas pessoas e exige uma série de coisas que definitivamente, quem está enfurnado em um mundo de ilusão que vem da pornografia NUNCA aprenderá e nunca vivenciará. Não tive DE, Não tive EP (como estava tendo um tempo atrás) não tive ER (já que ejaculei de fato quando EU quis) e o mais importante de tudo. Não tive o maldito efeito caçador que poderia me fazer recair.

A terceira. Meu tio está se recuperando. Graças a Deus o pior já passou. Não tenho muita certeza de quando ele sairá do hospital, mas minha mãe está muito tranquila e eu tenho ouvido muito ela dizer que as coisas estão voltando pro lugar de pouco em pouco, mas estão.

No mais foi um fim de semana muito bom. Revi amigos, tanto no sábado como no domingo no casamento, comi bastante e ri bastante também. As vezes eu penso em quantas oportunidades de rir e me divertir com pessoas eu perdi por achar algo desnecessário, e que o importante era estar na frente do computador vendo pessoas nuas. Enfim, continuo na luta, agora tendo a consciência de que não dá mais pra voltar atrás.

Não sei se relatarei alguma coisa no próximo domingo como sempre faço, mas com certeza no outro farei o possível para entrar.

Muito obrigado pelo apoio e presença de todos!

_______________________________________

Josuez, Rottweiler e Rene.Gade gostam desta mensagem

David Silva
David Silva
Mensagens : 3294
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 37

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

15/12/2021, 13:47
Quanta notícia boa!
Parabéns Psico pelas vitórias e vibro com elas e me faz prosseguir também. É uma inspiração para mim.
Força, foco e fé!
Abraços! Paz!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Rene.Gade gosta desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

15/12/2021, 18:52
Ei Psiquinho!

Quantas notícias boas, querido!

Fico feliz que esteja firme e te desejo não apenas sorte,  mas sabedoria, maturidade, e total plenitude para encarar todas as demandas que foram chegando até você. Hahaha. Espero que tudo continue fluindo, com você colhendo os frutos de chutar para longe esse empecilho de vida que é a p.

Só arrasa! Acompanhando.

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Josuez
Josuez
Mensagens : 1405
Data de inscrição : 15/07/2018
Idade : 20
Localização : DF

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

18/12/2021, 12:18
Psico, que felicidade em ler tudo isso!!! Vai fundo, seja intenso nessas coisas boas, e siga firme, tenha muito foco,forças, determinaçao, sabedoria e tantas coisas mais nessas nova fase!

_______________________________________
psico
psico
Mensagens : 819
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

26/12/2021, 18:02
Um feliz natal (atrasado rsrs) pra todo mundo que tiver lendo.

Acho que nem sei por onde começar já que faz um tempinho que não venho aqui. Mas vou começar pela ultima coisa que relatei.

Como vocês leram posts atrás, disse que iria começar a trabalhar como psicólogo em uma clinica para dependentes químicos, e essa semana foi a minha primeira semana no local. Foi uma experiência cheia de emoções, pois eu estava (e ainda estou) um pouquinho ansioso e inseguro. Mas na hora eu consegui perceber que pra mim não tem mais volta. Me refiro ao emprego antigo. Essa etapa nova que está se iniciando em minha vida é algo pelo qual irá refletir de maneira direta no meu futuro como profissional e sinto que terá um peso gigantesco por causa da experiência que tenho tido lá. É extremamente tocante e impressionante ouvir cada história de como o vício simplesmente roubou tudo ou quase tudo que cada acolhido possuía e isso de certa forma se reflete na minha própria história de vida como viciado em pornografia. Não expus e na realidade não pretendo expor o meu problema com pornografia, mas ouvir cada um deles falando sobre fissura, abstinência, gatilhos entre outros termos que nós usamos aqui é ao mesmo tempo esquisito, como também soa como algo tão rotineiro que parece até mesmo que eu já trabalho lá há tempos, ouvindo as mesmas histórias. Obvio que há muito, mas muito mesmo para aprender, mas neste momento, mesmo em meio ainda à insegurança e a expectativa de fazer um bom trabalho, sinto que as coisas estão fluindo em minha vida da forma certa, como há muito eu não sentia.

Tenho que admitir que essa semana foi um pouco complicada pra mim em relação ao reboot. Eu confesso que por um pouco eu recaí, mas consegui ter consciência de que aquilo que se passa numa tela não é real. Isso mostra que não importa quanto tempo passe, é extremamente importante manter a percepção do que é na realidade o hábito de assistir pornografia e o que ele faz conosco. Acredito que essa percepção no começo não tem muito peso, mas com o passar dos dias, nós vamos percebendo que tudo o que vemos não passa de uma doce ilusão e conseguimos ter uma força gigantesca pra suportar a vontade. Resultado, no momento desse post, pela primeira vez na vida, tenho a alegria de dizer que estou pra lá da metade do processo.

A ceia de natal foi muito bacana apesar de pequena. Deu pra se divertir e rever alguns familiares, bater papo e rir à beça. O reboot tem me feito ficar pleno e calmo com várias coisas e pretendo (e preciso) continuar avançando. Nessa semana não houve sexo, e acho que foi bom ter tirado esse tempo só pra mim. Sexo não precisa ser algo tão presente assim.

Enfim gente. Obrigado por quem tem acompanhado tudo até aqui. Breve eu retorno para dizer como estão as coisas. Até mais!

_______________________________________

Rottweiler e Rene.Gade gostam desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

26/12/2021, 20:44
psico escreveu:Um feliz natal (atrasado rsrs) pra todo mundo que tiver lendo.

Acho que nem sei por onde começar já que faz um tempinho que não venho aqui. Mas vou começar pela ultima coisa que relatei.

Como vocês leram posts atrás, disse que iria começar a trabalhar como psicólogo em uma clinica para dependentes químicos, e essa semana foi a minha primeira semana no local. Foi uma experiência cheia de emoções, pois eu estava (e ainda estou) um pouquinho ansioso e inseguro. Mas na hora eu consegui perceber que pra mim não tem mais volta. Me refiro ao emprego antigo. Essa etapa nova que está se iniciando em minha vida é algo pelo qual irá refletir de maneira direta no meu futuro como profissional e sinto que terá um peso gigantesco por causa da experiência que tenho tido lá. É extremamente tocante e impressionante ouvir cada história de como o vício simplesmente roubou tudo ou quase tudo que cada acolhido possuía e isso de certa forma se reflete na minha própria história de vida como viciado em pornografia. Não expus e na realidade não pretendo expor o meu problema com pornografia, mas ouvir cada um deles falando sobre fissura, abstinência, gatilhos entre outros termos que nós usamos aqui é ao mesmo tempo esquisito, como também soa como algo tão rotineiro que parece até mesmo que eu já trabalho lá há tempos, ouvindo as mesmas histórias. Obvio que há muito, mas muito mesmo para aprender, mas neste momento, mesmo em meio ainda à insegurança e a expectativa de fazer um bom trabalho, sinto que as coisas estão fluindo em minha vida da forma certa, como há muito eu não sentia.

Tenho que admitir que essa semana foi um pouco complicada pra mim em relação ao reboot. Eu confesso que por um pouco eu recaí, mas consegui ter consciência de que aquilo que se passa numa tela não é real. Isso mostra que não importa quanto tempo passe, é extremamente importante manter a percepção do que é na realidade o hábito de assistir pornografia e o que ele faz conosco. Acredito que essa percepção no começo não tem muito peso, mas com o passar dos dias, nós vamos percebendo que tudo o que vemos não passa de uma doce ilusão e conseguimos ter uma força gigantesca pra suportar a vontade. Resultado, no momento desse post, pela primeira vez na vida, tenho a alegria de dizer que estou pra lá da metade do processo.

A ceia de natal foi muito bacana apesar de pequena. Deu pra se divertir e rever alguns familiares, bater papo e rir à beça. O reboot tem me feito ficar pleno e calmo com várias coisas e pretendo (e preciso) continuar avançando. Nessa semana não houve sexo, e acho que foi bom ter tirado esse tempo só pra mim. Sexo não precisa ser algo tão presente assim.

Enfim gente. Obrigado por quem tem acompanhado tudo até aqui. Breve eu retorno para dizer como estão as coisas. Até mais!

Olá meu amigo, que ótimo ter você por aqui de novo, suas histórias de superação me emocionam e me inspiram muito, meus parabéns pelas conquistas, é isso aí, as novas direções que você tem tomado em sua vida, as conquistas que consegue com tais direções me inspiram a também buscar a mudança, melhoria, aperfeiçoamento, sua história é emocionante, continue conosco, forças, abraços, Feliz Natal atrasado ehehe, Shalom!!!
Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

27/12/2021, 09:28
Arrasou, Psico!

Fico muito feliz que você já esteja para mais da metade dos dias e que você já esteja colhendo bons frutos. Espero que tudo de bom continue chegando até você, que você se sinta cada vez mais realizado em seu trabalho e forte consigo mesmo!

Feliz Natal atrasado também, haha.

Abração.

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Vic Yusuf gosta desta mensagem

psico
psico
Mensagens : 819
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

2/1/2022, 17:02
Em primeiro lugar, feliz ano novo pra todos vocês e que 2022 seja um ano de vitória pra todos nós.

Em segundo lugar, eu quero agradecer a todos que tem vindo aqui e deixado algum comentário me desejando força ou me parabenizando pelos dias que tenho conseguido avançar. Até mesmo quem estiver vindo só para ler eu agradeço do fundo do meu coração. Neste momento eu me encontro indo pra ultima terça parte do processo e eu não poderia estar mais feliz com tudo o que aconteceu até aqui. Parece que as coisas simplesmente estão acontecendo como por milagre. Cada semana tem sido uma surpresa tanto por conta do trabalho como por conta da vida mesmo que as vezes nos traz algum fato que nós não esperamos, ou que traz fatos corriqueiros, mas que nós simplesmente não conseguimos perceber o valor quando estamos anestesiados por conta do vício. É por isso que hoje eu quero deixar uma mensagem geral pra todos que estão aqui, ainda lutando. Eu poderia muito bem ir em cada diário de cada rebooter escrever o que vou escrever, mas achei melhor vir aqui, no meu próprio. Enfim, vamos lá.

Eu ainda não venci. Na realidade, a luta é pra vida toda e ter isso em mente é algo que cada um de nós podemos encarar de duas formas: Ou podemos ficar decepcionados conosco mesmo, nos colocar pra baixo e pensar que toda essa batalha é algo que nós, em algum momento, vamos perder, entregar os pontos e chegar em uma fase em que cair se torna um hábito e se levantar pra cair de novo vira outro hábito. Ou podemos simplesmente chegar à uma conclusão a qual eu demorei um tanto para absorver, e na realidade, continuo absorvendo. Uma chamada por vídeo chamada para se masturbar com outra pessoa, um vídeo de duas pessoas fazendo sexo, um vídeo de alguém se despindo, desenhos, fotos, enfim. Aquilo não expressa o real. Nossos sentimentos, não importa quais sejam eles, diante da tela de um computador, celular, tablet ou notebook, não tem como fonte uma experiência real. E é disso que nós, a prior, sentimos falta. Do real. Do palpável. Sonhamos muito não é verdade? Fantasiamos com várias coisas...

Mas e se esse tal real nunca acontecer? E se estamos criando expectativas em cima de uma coisa que jamais vai se tornar real? As vezes nós simplesmente pensamos que ao largar o vício nós vamos ter a oportunidade de sentar na frente de uma grande máquina de escrever e à partir daí, todos os dias da nossa vida serão digitados por nós mesmos e que tudo vai acontecer da maneira como nós queremos, todo tempo. Mas a vida real não é assim. E eu acredito que esse sentimento que envolve essa falta é exatamente aquilo que fez, e ainda faz, muitas pessoas voltarem pro vício e simplesmente não aceitar uma máxima. Nós não vamos ter tudo o que queremos, e não vamos viver tudo o que queremos viver.

Porém, e se algum dia esse real acontecer? Será vamos estar preparados psicologicamente, emocionalmente e seja lá como for, para o fato concreto? Pode ser um alguém para estar do lado, um emprego novo, um local novo pra morar, não importa o que seja. Será que estamos de fato prontos para viver aquilo que sonhamos tanto?

Quando eu olho para o que tem acontecido ultimamente em minha vida eu as vezes não consigo entender como tudo mudou tão de repente. Estou em um novo emprego, ganhando mais, trabalhando uma quantidade de horas que me permite aproveitar o dia, estou fazendo o que estudei para fazer, e atendendo pessoas que sofrem de um mal familiar ao meu. Parece um sonho pra quem está olhando de fora. E parece um sonho pra quem está olhando de dentro, podem acreditar.

Essa semana na clinica eu conduzi um grupo de debate pra falar exatamente sobre isso. É simplesmente algo tão surreal estar com tantas pessoas olhando pra você sem saber da sua luta, das suas vontades, do seus desejos, que as vezes eu penso se não está na cara que eu também sofro, de certa forma, do mesmo problema. Acho que ficar pensando "Eu estou curado, Eu não corro mais o risco de recair, Agora eu sou invencível" É o primeiro passo para que uma queda aconteça. Tenho aprendido muito, dessa vez da forma mais prática possível, o que um vício faz com alguém. A realidade é que somos todos pessoas que tiveram uma história de vida escrita de um jeito não tão legal assim, podemos dizer. Traumas, frustrações, abandonos, medos, sentimentos dos quais nós não entendíamos ou até hoje não entendemos, e que foram de certa forma "cobertos" talvez pelo cigarro, ou pela cocaína, maconha, crack, álcool, e no nosso caso aqui nesse fórum, pela pornografia.

Eu não sei o que o futuro reserva para nós nesse novo ano que se inicia. Eu realmente não sei. Não quero cantar vitória antes do tempo e nem posso cometer uma tolice dessas. Seja como for, só quero dizer que o tempo é o nosso maior aliado no meio dessa luta. É ele que nos faz perceber algumas coisas que afundados no vício nós não percebemos, nos ensina a olhar pra essas coisas e por fim usar esse aprendizado para viver mais um dia limpos. Vivam a vida real gente, os sentimentos reais sejam eles bons ou ruins. Não fujam ou fiquem com raiva deles. Procurem na media do possível acolhe-los como se fossem crianças assustadas e entendê-los. Essa tem sido a minha maior lição em todo esse processo chamado reboot.

Ufa! É isso pro momento galera. Novamente, feliz ano novo pra todos vocês! Força para todos nós nessa jornada.

_______________________________________

Rottweiler, Rene.Gade, Luigi e Finn gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

2/1/2022, 17:37
psico escreveu:Em primeiro lugar, feliz ano novo pra todos vocês e que 2022 seja um ano de vitória pra todos nós.

Em segundo lugar, eu quero agradecer a todos que tem vindo aqui e deixado algum comentário me desejando força ou me parabenizando pelos dias que tenho conseguido avançar. Até mesmo quem estiver vindo só para ler eu agradeço do fundo do meu coração. Neste momento eu me encontro indo pra ultima terça parte do processo e eu não poderia estar mais feliz com tudo o que aconteceu até aqui. Parece que as coisas simplesmente estão acontecendo como por milagre. Cada semana tem sido uma surpresa tanto por conta do trabalho como por conta da vida mesmo que as vezes nos traz algum fato que nós não esperamos, ou que traz fatos corriqueiros, mas que nós simplesmente não conseguimos perceber o valor quando estamos anestesiados por conta do vício. É por isso que hoje eu quero deixar uma mensagem geral pra todos que estão aqui, ainda lutando. Eu poderia muito bem ir em cada diário de cada rebooter escrever o que vou escrever, mas achei melhor vir aqui, no meu próprio. Enfim, vamos lá.

Eu ainda não venci. Na realidade, a luta é pra vida toda e ter isso em mente é algo que cada um de nós podemos encarar de duas formas: Ou podemos ficar decepcionados conosco mesmo, nos colocar pra baixo e pensar que toda essa batalha é algo que nós, em algum momento, vamos perder, entregar os pontos e chegar em uma fase em que cair se torna um hábito e se levantar pra cair de novo vira outro hábito. Ou podemos simplesmente chegar à uma conclusão a qual eu demorei um tanto para absorver, e na realidade, continuo absorvendo. Uma chamada por vídeo chamada para se masturbar com outra pessoa, um vídeo de duas pessoas fazendo sexo, um vídeo de alguém se despindo, desenhos, fotos, enfim. Aquilo não expressa o real. Nossos sentimentos, não importa quais sejam eles, diante da tela de um computador, celular, tablet ou notebook, não tem como fonte uma experiência real. E é disso que nós, a prior, sentimos falta. Do real. Do palpável. Sonhamos muito não é verdade? Fantasiamos com várias coisas...

Mas e se esse tal real nunca acontecer? E se estamos criando expectativas em cima de uma coisa que jamais vai se tornar real? As vezes nós simplesmente pensamos que ao largar o vício nós vamos ter a oportunidade de sentar na frente de uma grande máquina de escrever e à partir daí, todos os dias da nossa vida serão digitados por nós mesmos e que tudo vai acontecer da maneira como nós queremos, todo tempo. Mas a vida real não é assim. E eu acredito que esse sentimento que envolve essa falta é exatamente aquilo que fez, e ainda faz, muitas pessoas voltarem pro vício e simplesmente não aceitar uma máxima. Nós não vamos ter tudo o que queremos, e não vamos viver tudo o que queremos viver.

Porém, e se algum dia esse real acontecer? Será vamos estar preparados psicologicamente, emocionalmente e seja lá como for, para o fato concreto? Pode ser um alguém para estar do lado, um emprego novo, um local novo pra morar, não importa o que seja. Será que estamos de fato prontos para viver aquilo que sonhamos tanto?

Quando eu olho para o que tem acontecido ultimamente em minha vida eu as vezes não consigo entender como tudo mudou tão de repente. Estou em um novo emprego, ganhando mais, trabalhando uma quantidade de horas que me permite aproveitar o dia, estou fazendo o que estudei para fazer, e atendendo pessoas que sofrem de um mal familiar ao meu. Parece um sonho pra quem está olhando de fora. E parece um sonho pra quem está olhando de dentro, podem acreditar.

Essa semana na clinica eu conduzi um grupo de debate pra falar exatamente sobre isso. É simplesmente algo tão surreal estar com tantas pessoas olhando pra você sem saber da sua luta, das suas vontades, do seus desejos, que as vezes eu penso se não está na cara que eu também sofro, de certa forma, do mesmo problema. Acho que ficar pensando "Eu estou curado, Eu não corro mais o risco de recair, Agora eu sou invencível" É o primeiro passo para que uma queda aconteça. Tenho aprendido muito, dessa vez da forma mais prática possível, o que um vício faz com alguém. A realidade é que somos todos pessoas que tiveram uma história de vida escrita de um jeito não tão legal assim, podemos dizer. Traumas, frustrações, abandonos, medos, sentimentos dos quais nós não entendíamos ou até hoje não entendemos, e que foram de certa forma "cobertos" talvez pelo cigarro, ou pela cocaína, maconha, crack, álcool, e no nosso caso aqui nesse fórum, pela pornografia.

Eu não sei o que o futuro reserva para nós nesse novo ano que se inicia. Eu realmente não sei. Não quero cantar vitória antes do tempo e nem posso cometer uma tolice dessas. Seja como for, só quero dizer que o tempo é o nosso maior aliado no meio dessa luta. É ele que nos faz perceber algumas coisas que afundados no vício nós não percebemos, nos ensina a olhar pra essas coisas e por fim usar esse aprendizado para viver mais um dia limpos. Vivam a vida real gente, os sentimentos reais sejam eles bons ou ruins. Não fujam ou fiquem com raiva deles. Procurem na media do possível acolhe-los como se fossem crianças assustadas e entendê-los. Essa tem sido a minha maior lição em todo esse processo chamado reboot.

Ufa! É isso pro momento galera. Novamente, feliz ano novo pra todos vocês! Força para todos nós nessa jornada.

Olá psico! Feliz ano novo!

Acabei de ver sua mensagem e fiquei bastante emocionado.
A virada de ano está sendo muito complicada para mim, devido a um término de namoro complicado.
A insegurança e ansiedade me levaram a tomar atitude muito ruins. Me fazendo questionar se eu mereço viver um relacionamento, afeto e carinho.
Tem sido difícil abraçar essas coisas ruins porque parece que elas refletem tudo o que você é. No meu caso, que não sou digno de confiança.
Ler seu relato me deu um pouco de esperança que as coisas podem melhorar, principalmente quanto ao PMO. Mas que isso possa se espalhar para os outros aspectos da minha vida também, porque eu sei que mereço ser feliz.

Desejo pra você tudo de mais feliz nesse ano que começa. Muita força, carinho e respeito.

Rene.Gade gosta desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

2/1/2022, 21:30
Muito incrível, Psico!

Primeiro, parabéns pelas conquistas e muita força para continuar seguindo sempre em frente!

Não é algo confortável de se pensar, mas saber ser pé no chão e pensar nas possibilidades e não possibilidades é muito importante, não vivemos um conto de fadas. E saber levar uma vida saudável e digna apesar dos apesares da vida é muito importante, apesar de não ser fácil, mas ninguém disse que seria, não? De qualquer forma, é possível e vamos persistindo.

Abração e continuo acompanhando!
Você arrasa!

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Vic Yusuf gosta desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Diário  Psico - Página 10 Empty Relatos de Victor Yusuf

2/1/2022, 21:59
Primeiramente um feliz ano novo meu amigo, parabéns por tudo, por estar conseguindo seguir adiante no reboot, por seu novo emprego e todas as coisas que vem conquistando, é uma inspiração para nós que estamos nessa luta, como eu disse antes parece que com o reboot as coisas boas, as conquistas vão vindo, como se virássemos um imã para tudo isso, esse ano de 2022 está indo bem, logo aqueles problemas pessoais que você relatou antes irão começar a ser resolvidos, pois você estará bem mais racional, sua percepção de como encarar as coisas vai mudar, e logo tudo será um passado. Torço por ti meu amigo, continue na luta, Shalom!!!

Rene.Gade gosta desta mensagem

psico
psico
Mensagens : 819
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

16/1/2022, 20:56
Em primeiro lugar, mil desculpas se por acaso eu tenho estado mais ausente durante essas ultimas semanas. Na realidade, eu não tenho acompanhado muito o fórum tanto por falta de tempo mesmo, como porque não gosto de ficar pensando muito no processo do reboot vindo aqui várias e várias vezes durante a semana. Tenho preferido vir aqui apenas quando tenho algo realmente importante pra relatar, e bom, depois de um tempinho sem relatar nada, acho que seja o momento.

Na ultima segunda feira eu retornei ao meu antigo trabalho para conversar com o gerente sobre minha decisão de sair de lá e enfim me dedicar exclusivamente ao meu trabalho como psicólogo na clinica. Foi estranho, ao mesmo tempo que foi muito bom ver todo aquele pessoal com quem eu convivi por quase metade da minha vida me dando a maior força nessa minha nova etapa que está ainda no começo pra mim. As coisas não estão 100% acertadas por que ainda existem todas as questões contábeis que precisam ser revistas, de qualquer forma, eu já tenho na minha consciência que não dá pra voltar atrás, mesmo sabendo que as portas ainda estão abertas.

Por incrível que pareça já se passou um mês de trabalho na clinica. Parece mentira pensar nisso e constatar em como o tempo passa tão rápido. Tem sido uma surpresa a cada dia naquele lugar e sim, apesar de em alguns momentos eu sentir medo e insegurança, estou aprendendo bastante coisa, ouvindo muitas histórias das quais eu nem imaginaria que ouviria e tendo experiências que eu não achei que teria. Não sei quando vou sair de lá pra ir para outro emprego, mas tenho certeza que no dia em que isso acontecer, eu vou estar muito mais maduro com pessoa por causa de tudo que tenho vivenciado lá.

Em relação ao reboot, bom. Eu realmente tenho sentido o meu corpo ainda se recuperando de muitas coisas que o vício trouxe pra mim ao longo desses anos. Há sim momentos em que eu sinto vontade de ver alguma coisa, mas tenho procurado preencher os meus dias livres com atividades, leituras, vendo vídeos bacanas, mas nunca alimentando pensamentos e justificativas que podem me levar à queda. Acredito que eu não tenha dito isso, mas não estou fazendo o reboot no modo hard. Tenho praticado MO limpa pelo menos uma vez na semana, mas como tenho tido relação sexual com uma certa frequência, as vezes nem isso tenho feito. Meu corpo tem respondido ao estimulo real e pouco a pouco aquela insegurança de ter uma DE tem sumido. Confesso que ter um parceiro fixo pra isso ajuda pra caramba pra recuperar essa segurança. Somos ficantes, nada mais nada menos que isso e nós dois já sabemos de certa forma como lidar com o corpo do outro. Tem sido bem bacana a experiência com ele e essa semana ficamos de novo. Ainda tive energia pra ir pro crossfit depois, não sei como.

Algumas vezes, como foi na sexta feira de noite, bate um certo desanimo e uma certa tristeza, mas isso é absolutamente normal. O que não se pode fazer é acreditar que essa tristeza é insuportável e que com isso o retorno ao vício é a única saída. Tenho aprendido muito a lidar com isso e tem feito uma diferença absurda no meu processo que está seguindo pra "reta final".

Enfim... As coisas estão meio que estáveis até então, e acho que esse é o momento que mais temos que ser vigilantes pra continuar avançando.

Em breve retorno. Novamente, meu muito obrigado pelo apoio e presença de todos que vem acompanhando meu diário. Força e foco para todos nós.

_______________________________________

Rottweiler, Rene.Gade, Luigi e Finn gostam desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

20/1/2022, 12:40
Ei, Psico!

Que bom que tudo continua fluindo, querido. É bom não pensarmos o tempo todo no reboot, isso nos traz até um foco maior para nossas atividades rotineiras, mas fico muito feliz em saber as coisas tem se encaixado no seu novo trabalho e que você vem passando por esse processo de mudança, aprendizados e equilíbrio da sua vida sexual.

Continuo torcendo e acompanhando!
Abracinhos de luz!

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Vic Yusuf gosta desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

25/1/2022, 14:13
Olá meu amigo, que ótimas notícias, as mudanças vem acontecendo na medida que o reboot avança, você está mudando, melhorando, se aprimorando, começando a procurar um novo começo, com novos objetivos e metas, isso é o começo de sua jornada para fora desse caminho que há muito te deixou em estado de comodismo, agora uma nova fase está se iniciando, e torço por você, está sendo de grande inspiração te acompanhar, acompanhar suas mudanças, Shalom!!!

Rene.Gade gosta desta mensagem

psico
psico
Mensagens : 819
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário  Psico - Página 10 Empty Só por hoje.

2/2/2022, 21:00
“Deus, Conceda-me a serenidade para aceitar aquilo que não posso mudar, a coragem para mudar o que me for possível , e a sabedoria para saber discernir entre as duas."

Nessas ultimas semanas venho escutado essa prece praticamente todos os dias e acho que apesar da simplicidade aparente, existe um quê de profundidade quase que infinito pra quem vive a realidade de um vício seja ele qual for. Tenho aprendido bastante com a vida, vivido experiências que eu nunca achei que fosse viver, tendo surpresas a cada dia e, por mais que isso soe estranho, cada dia pra mim virou uma coisa incerta. Amanhã eu verdadeiramente não sei como será. Hoje acordei achando que iria trabalhar, mas por conta da chuva tive que voltar pra casa. Achei que iria ficar em casa descansando, mas tive que sair com urgência para resolver um problema. Achei que o problema iria ser difícil de resolver, e um grande amigo me fez companhia no trajeto o que tornou as coisas muito mais agradáveis. Achei que ao voltar pra casa simplesmente ficaria aqui na frente do computador, mas terminei a noite ficando com alguém. As coisas tem sido assim.

Sei que para tanto, o meu processo de reboot está chegando ao fim. Não... Espera. Vamos corrigir essa frase. Sei que para tanto, eu irei terminar mais um dia sem me masturbar vendo pornografia, e que repeti isso 90 vezes nos últimos 90 dias. Ou seja... Estou limpo só por hoje e será escolha minha terminar amanhã limpo, ou não.

Aconteceram muitas coisas nesses últimos dias em que eu não vim aqui atualizar o diário. Entre elas, infelizmente, perdi um tio, aquele que eu havia comentado que estava com tumor no cérebro. Ele teve uma melhora, mas foi descoberto um câncer no pulmão que foi para o cérebro. O quadro se agravou e ele infelizmente não resistiu. Não era um tio com quem eu tinha muito contato, mas com certeza fará falta pra todos nós. Um outro detalhe um tanto chato referente ao trabalho na clinica, é que uma das pessoas com quem de certa forma eu comecei a ter uma intimidade maior e que era responsável por uma parte muito importante do lugar, pediu demissão. Eu confesso que foi um baque pra mim, pois eu e essa pessoa somos o referencial técnico da clínica, ou seja, sem ela a coisa acabará sobrando pra mim que não tem muita experiência na área. Colocaram uma substituta no lugar, mas não sei se ela dará conta. Estou muito ansioso com o que irá acontecer daqui pra frente.

Mas também há coisas boas em tudo isso que aconteceu. Finalizei o processo na empresa antiga e bom, somando tudo aquilo que eu poderia receber pelo tempo serviço, posso dizer que estou com a conta bancária "legalzinha" rsrs. Mas será um dinheiro usado no futuro para outra coisa. Também fiz aniversário na semana passada e muitos amigos meus da época da igreja me parabenizaram mandando mensagens. Confesso que não esperava isso, mas é muito bom saber que eles ainda lembram de mim. Em relação à essa pessoa que vai sair da clínica, ela me ofereceu a oportunidade no futuro, caso eu queira, de trabalhar aonde ela irá trabalhar. E a maravilha disso é que o trabalho vai ficar à praticamente 15 minutos daqui de casa. Lógico que eu ainda não sei se irei aceitar, mas ela falou que pode ajeitar as coisas para mim no futuro.

É muito bom estar conseguindo avançar apesar dos pesares e das vontades que surgem vez ou outra. Começarei a escrever a minha tão esperada (por mim logicamente rsrs) história de sucesso, mas não tenho data para postá-la. Talvez publique ela depois dos 100 dias somente, ou talvez ainda mais à frente. Ainda não sei. De qualquer forma, eu tenho acompanhado a luta de todos vocês David, Jô, Vic, Rott, René e vários outros. Sei que tem sido difícil pra alguns, mas fico admirado e feliz em ver que vocês não estão desistindo e estão perseverando. Isso é o mais importante, por mais cansativo que pareça as vezes. Desistir SEMPRE é a pior opção.

Enfim gente. Meu próximo post será nas histórias de sucesso. Até lá não postarei nada aqui, à não ser que seja algo que perceba que seja realmente muito importante para compartilhar. No mais, até breve e muita força pra todos vocês!!

_______________________________________

Vitoriosa, Rottweiler, Rene.Gade, @_Luan e Luigi gostam desta mensagem

David Silva
David Silva
Mensagens : 3294
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 37

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

3/2/2022, 12:39
Olá Psico!
Que delícia ler a sua história. A cada um que chega aos 90 é uma vitória para todos nós contra esse vício.
Eu já estava pensando em escrever aqui enquanto estava lendo. Quando vi meu nome citado e o primeiro deles, aí tive a certeza que deveria mesmo fazê-lo.
Essa rede que se apoia é muito bacana.
Parabéns pelo seu níver, pela trajetória profissional que vem trilhando e meus sentimentos pelo seu tio.
Estamos todos juntos e estou aqui sempre ao teu lado.
Um abraço
David.

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Rene.Gade e @_Luan gostam desta mensagem

Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1398
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 31

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

4/2/2022, 11:42
Parabéns pelos 90 dias.
Desejo sucesso.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t11634p875-diario-do-rottweiler#386528




Rene.Gade e @_Luan gostam desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Diário  Psico - Página 10 Empty Re: Diário Psico

28/2/2022, 12:48
Ei Psico!

Muito feliz pelo seu processo, pelas conquistas e pela sua sabedoria em todo o percurso. Sinto muito pelo seu tio, espero que você e sua família estejam acolhidos.

Espero que sua história possa inspirar cada vez mais pessoas por aqui, assim como tem me inspirado. Estou ansioso aguardando pela sua História de Sucesso.

Espero que esteja bem e lidando com sabedoria com seus dias incertos, em meio a tempos tão incertos também!
Abraçoooss.

P.S: Feliz aniversário atrasado!

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

psico
psico
Mensagens : 819
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário  Psico - Página 10 Empty Pente fino.

6/6/2022, 23:07
Saudações guerreiros.

Um tempinho se passou desde a ultima vez que eu dei as caras por aqui e bom, apesar de eu estar trabalhando na minha área, graças a Deus, e aprendendo a cada dia das formas mais inesperadas possíveis, retornei a estaca zero. Parece que a minha energia pra fazer tudo meio que se esvaiu de uma hora pra outra e com isso, estou há aproximadamente dois meses em queda livre.

Consegui passar dos 100 dias sem MO, mas tenho que ser sincero com todos vocês. O reboot não foi honesto. A partir da metade eu tive contato com alguns vídeos e em várias ocasiões estive na beira do abismo da queda. Mas com o tempo, e com uma aparente paz pairando no ar, eu não me cuidei. As minhas defesas mentais foram enfraquecidas e sabotadas por mim mesmo, e quando eu percebi, já havia recaído e admitindo pra mim mesmo que era de pornografia que eu gostava e viveria disso pro resto da minha vida.

Tenho falado tantas coisas pra aqueles homens sobre gatilhos, pensamentos, comportamentos, e na minha própria vida eu não tenho posto em prática. Mas acho que chegou a hora de parar de ficar na lama e apesar de estar tendo sessões de PMO duas vezes na semana, eu n quero ter mais nenhuma. Quero usar minha energia pra conhecer pessoas, viver a vida, produzir, e se tiver que passar por coisas ruins, que eu venha a passar, mas PMO não pode ser mais um refúgio, nunca mais.

Afirmo que não farei em modo hard. Não acho necessário. Mas controlarei o máximo possível, pelo menos no primeiro mês a minha vontade pra praticar MO limpa no máximo uma vez na semana. Preciso aprender direcionar minha energia pra outras coisas e não pra masturbação. Minha meta agora é essa. Não tenho tido DE durante relações sexuais, então considero essa tentativa um pente fino pra eliminar de vez esse problema.

_______________________________________

Spartacuz, Rottweiler e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos